Você está na página 1de 5

01.

(Mackenzie)

As duas grandes civilizações da Antiguidade, Grécia e Roma, construíram


anfiteatros grandiosos, com enorme capacidade para abrigar seus
frequentadores. Na Grécia, o Anfiteatro de Epidauro, construído em IV a.C e
o Coliseu, construído em Roma, entre 72 e 80 d.C., são dois belos
exemplos. Entretanto, mais do que apenas diferenças arquitetônicas, tais
construções exemplificam as diferenças entre essas duas civilizações.
Considere as afirmativas abaixo.
I. O Coliseu era, sobretudo, um enorme instrumento de propaganda e
difusão da filosofia de toda civilização romana que, por meio de espetáculos
de gladiadores, execuções e jogos, voltados para o entretenimento da
população, desviava a atenção do povo dos problemas sociais e políticos.
II. O Teatro grego desempenhava um papel importante na cultura e no
orgulho cívico, onde por meio de dois gêneros principais, a tragédia e a
comédia, discutiam-se temas políticos e sociais, por vezes de forma satírica,
levando o cidadão a uma reflexão sobre o mundo em que vivia.
III. Para a cultura greco-romana, a impor tância dos anf iteatros não residia
somente na possibilidade de realizar as festas rurais, festivais artísticos ou
espetáculos dirigidos ao povo. Nesses amplos espaços as decisões políticas
eram tomadas pelos governantes com o apoio da população votante.
Assinale a assertiva correta.
a. Somente a I está correta.
b. Somente a I e II estão corretas.
c. Somente a I e III estão corretas.
d. Somente a II e III estão corretas.
e. Todas estão corretas.
02. (UFN) Enquanto a concepção arquitetônica grega criava edifícios
[templos religiosos] para serem vistos do exterior, a romana procurava criar
espaços interiores. O Panteão, construído em Roma durante o reinado do
imperador Adriano, é certamente o melhor exemplo dessa diferença.
(GRAÇA PROENÇA. História da Arte. São Paulo: Ática, 2012. p. 46.)

A partir do texto e ilustração acima, considere as afirmativas a seguir.


I. A originalidade da civilização romana decorreu da sua capacidade de
impor o domínio político sobre os povos do Mediterrâneo, sem estabelecer
nenhum diálogo criativo com a cultura dos dominados.
II. Roma se caracterizou pelo pragmatismo e suas realizações se
restringiram aos campos militar, político e jurídico, não produzindo
nenhuma obra original nas áreas artística e cultural.
III. Na conquista de cidades e reinos do Mar Mediterrâneo, Roma soube
assimilar e reconfigurar elementos muito diversos da cultura desses povos,
como no caso da construção de prédios públicos.
IV. Os romanos souberam agregar à tradição artística grega novos
elementos e criar tipos novos de templos religiosos, especialmente a partir
da planta circular fechada por uma cúpula.
Está(ão) correta(s)
a. apenas III.
b. apenas I e II.
c. apenas II e III.
d. apenas III e IV.
e. I, II, III e IV.

03. (PUC-MG) Observe a pintura Os litores levam ao Cônsul Brutus os


Corpos de Seus Filhos, de Jacques Louis David, 1748- 1825 (Museu do
Louvre, Paris).
(Fonte: RIBEIRO, Renato Janine, A república. São Paulo: Publifolha, 2008.
p. 18.)
Na pintura veem-se, na parte superior esquerda, os corpos dos filhos de
Brutus lhe sendo trazidos. Sentado, logo abaixo, o próprio Brutus com uma
expressão séria, mas serena, de meditação profunda e em silêncio, opondo-
se à expressão de sua mulher, em profundo desespero, abraçada às suas
filhas. A pintura é uma representação do episódio de proclamação da
república, na Roma Antiga.
Após expulso o último rei, Brutus, um dos dois cônsules eleitos anualmente,
condena seus próprios filhos à morte por terem conspirado para restaurar a
dinastia dos Tarquínios, de fora de Roma.
Em relação ao conceito de república, o quadro de Louis David nos diz
adequadamente:
a. O bem público se sobrepõe ao privado, levando ao sacrifício de
vantagens e afetos pessoais em prol do bem comum.
b. Brutus foi um político desumano, que usou sua força em seus próprios
filhos para servir de exemplo aos traidores.
c. Quem tomava as decisões na república era o homem, cabendo à mulher
a obediência de quem nunca podia se manifestar.
d. A implantação da república não significou exatamente uma grande
mudança social, pois o poder continuou nas mãos de um só.

04. (FUVEST) A civilização ocidental contemporânea apresenta traços


marcantes que revelam o legado cultural da civilização romana.
Indique e comente dois traços:
a. O idioma usado pelos romanos - o latim - que deu origem às chamadas
línguas polilatinas, e o Direito Romano, que constituiu a base da legislação
ocidental.
b. O idioma usado pelos romanos - o latim - que deu origem às chamadas
línguas neolatinas, e o Direito Romano, que constituiu a base da legislação
ocidental.
c. O idioma usado pelos romanos - o italiano - que deu origem às chamadas
línguas neolatinas, e o Direito Romano, que constituiu a base da legislação
ocidental.
d. n.d.a.

05. (UEA) Discóbolo Lancellotti é cópia romana da escultura grega feita


originalmente em bronze, por Míron, em 450 a.C.

Pertencente ao Museu Nacional de Roma, o Discóbolo Lancellotti assinala


a. a separação entre arte e ciência na Grécia clássica e a criação da ciência
anatômica por sábios romanos.
b. a ligação da arte grega com as crenças religiosas e a falta de refinamento
nas produções artísticas de Roma Antiga.
c. a representação da irracionalidade humana no desequilíbrio corporal e o
enaltecimento da ética guerreira dos romanos.
d. a visão pessimista dos gregos clássicos sobre os destinos da humanidade
e a escravização dos gregos pelos conquistadores romanos.
e. a concepção de beleza ideal das artes gregas e a presença da cultura
grega na sociedade romana da Antiguidade.

06. (UnP) Na Antiguidade, sobressai-se a cultura greco-romana; sobre ela


podemos afirmar que:
a. Os gregos e os romanos, em igualdade de condições, contribuíram de
maneira significativa apenas para a formação do mundo medieval;
b. Os gregos foram conquistados militarmente pelos romanos, mas os
romanos absorveram a cultura grega ajudando a difundi-la pelo mundo;
c. Os romanos militarmente destruíram a cultura grega e deram origem a
uma nova mentalidade, baseada na praticidade, haja vista a criação do
Direito.
d. Os gregos militarmente se destruíram na guerra civil do Peloponeso e os
romanos não puderam usufruir da grandeza cultural helênica.

07. As obras barrocas romperam a harmonia entre:


a) A religião e o trabalho.
b) A precipitação e o cuidado.
c) O sentimento e a razão
d) O amor e a fé.
08. Em qual continente o Barroco se difundiu primeiramente? 
a) Africano.
b) Asiático.
c) Europeu.
d) Americano.

09. Sobre a arte barroca, é INCORRETO concluir que:  


a)  Ela veio de encontro com os interesses da igreja católica.
b) Os sentimentos são muito valorizados.
c) Retratava o dia a dia das pessoas.
d) Na pintura não há o contraste de cores.

10. Observe uma imagem do período Barroco e responda à questão:


 

A imagem acima é uma Pintura da Sacristia da Igreja de São Francisco de


Assis, em Mariana (MG), de Manuel da Costa Ataíde. Uma característica
Barroca marcante na pintura é:
a) O cientificismo.
b) A sensualidade.
c) O realismo.
d)  A religiosidade.

Você também pode gostar