Você está na página 1de 98

Medium voltage products

VD4
Instruções para a instalação e funcionamento
12 ... 36 kV - 630 ...3150 A - 16 ... 50 kA

Índice

Para a sua segurança! 1

I. Introdução 2

II. Programa para a preservação do meio ambiente 2

1. Embalagem e transporte 3

2. Controle no momento do recebimento 4

3. Armazenamento 5

4. Movimentação 6

5. Descrição 7

6. Instruções para a manobra do disjuntor 48

7. Instalação 52

8. Colocação em serviço 59

9. Manutenção 61

10. Aplicação das normas para a emissão de raios X 65

11. Peças de reposição e acessórios 66

12. Esquemas elétricos 67

13. Dimensões 68

1 4. Qualidade dos produtos e proteção do ambiente 94


Para a sua segurança!
• Verifique se o local de instalação (espaços,
segregações e ambiente) é adequado para a
aparelhagem elétrica.
• Verifique se todas as operações de instalação,
colocação em funcionamento e manutenção foram
feitas por operadores com conhecimento adequado da
aparelhagem.
• Verifique se durante as fases de instalação,
funcionamento e manutenção são respeitadas as
prescrições das normas e as regulamentações legais,
para a execução das instalações de acordo com as
regras da boa técnica e de segurança no trabalho.
• Respeite à risca as informações fornecidas neste
manual de instruções.
• Faça com que durante o serviço não sejam superados
os desempenhos nominais do aparelho.
• Verifique se os operadores que manuseiam o aparelho
possuem o presente manual de instrução à disposição
e as informações necessárias para uma intervenção
correta.
• Preste muita atenção nas notas indicadas no manual
pelo seguinte símbolo:

Lembre-se de que um comportamento


responsável protege a sua segurança
e a dos outros!
Para qualquer exigência contate o
Serviço de Assistência ABB.

1
I. Introdução II. Programa para a preservação do
Esta publicação contém as informações necessárias para a meio ambiente
instalação e entrada em funcionamento dos disjuntores de Os disjuntores VD4 são realizados respeitando as Normas
média tensão VD4. ISO 14000 (Diretrizes para a gestão ambiental).
Para a utilização correta do produto, recomendamos uma Os processos produtivos são realizados respeitando as
leitura atenta deste manual. Como acontece para todos os normas para a preservação do meio ambiente no que se
aparelhos de nossa fabricação, também os disjuntores VD4 refere à redução do consumo de energia e de matérias
foram projetados para diferentes configurações de instalação. primas, como também de produção de resíduos. Tudo isso
Todavia, estes aparelhos também permitem outras variações graças ao sistema de gestão ambiental da unidade produtiva
técnico-construtivas (sob solicitação do cliente) para os das aparelhagens de média tensão.
adequar a exigências especiais de instalação.
Por este motivo, as informações fornecidas a seguir
podem não contemplar as instruções relacionadas com
configurações especiais.
Torna-se portanto necessário referir-se sempre a este manual
e também à documentação técnica mais atualizada (esquema
do circuito, esquemas topográficos, desenhos de montagem
e instalação, eventuais estudos de coordenação das
proteções, etc.), especialmente no que se refere às eventuais
variações solicitadas relativamente às configurações
normalizadas.
Para as operações de manutenção utilize exclusivamente
peças de reposição originais.
Para obter mais informações consulte também o catálogo
técnico do disjuntor e o catálogo de peças de reposição.

Todas as operações relacionadas com a instalação,


colocação em funcionamento, condução e manutenção
devem ser realizadas por operadores que tenham uma
qualificação suficiente e um conhecimento detalhado
da aparelhagem.

2
1. Embalagem e transporte
O disjuntor é expedido em embalagem própria, na posição
aberta e com as molas descarregadas.
Cada aparelho é protegido por um invólucro em plástico para
evitar infiltrações de água durante as fases de carregamento
e descarregamento, e para preservá-lo da poeira durante a
armazenagem.

3
2. Controle no momento do recebimento
Antes de executar qualquer operação verifique
sempre se as molas do comando estão A
descarregadas e se o aparelho está na posição
DISJUNTOR
aberta. 1 IEC 62271-100 2
VD4 ... ... ...
CEI 17-1
Classificação ... ... ...
Ao receber o aparelho, controle o estado em que este se 3
SN ... ... ... PR. YEAR ......
encontra, a integridade da embalagem e se os dados da M MASSA ... kV
placa correspondem (ver a fig. 1) com os especificados na Ur

confirmação da encomenda e na guia de transporte.


Certifique-se ainda de que o fornecimento inclua todos os
materiais descritos na guia de expedição.
Se ao desembalar o material encontrar qualquer dano ou
irregularidade no fornecimento, avise a ABB (diretamente,
através do representante ou do fornecedor) o mais 4
rapidamente possível e, de qualquer forma, antes de
passados cinco dias do recebimento do material.
O aparelho é fornecido somente com os acessórios
especificados no formulário de encomenda e legitimados na ESQUEMA ELéTRICO ... ... ... ...
FIG. ... ...
confirmação da encomenda enviada pela ABB.
Os documentos de acompanhamento inseridos na B
.. ... ... ... COMANDO
embalagem de expedição são:

– manual de instrução (este documento) 5


-MO1 ... ... ... V
– atestado de aprovação
Made by ABB
– cartão de identificação
– cópia dos documentos de expedição
– esquema elétrico.
Outros documentos que antecedem o envio do aparelho são:
– confirmação de encomenda Legenda
– original do aviso de expedição A Placa de características do disjuntor.

– eventuais desenhos ou documentos relativos a B Placa de características do comando.


1 Tipo de aparelho.
configurações/condições especiais.
2 Símbolos de conformidade com as Normas.
3 Número de série.
4 Características do disjuntor.
5 Características dos circuitos auxiliares de comando.

Fig. 1

4
3. Armazenamento
Caso seja previsto um período de armazenamento, as nossas
oficinas (a pedido) providenciam uma embalagem adequada
às condições de armazenamento especificadas.
Ao receber o aparelho, remova-o cuidadosamente da sua
embalagem e faça as verificações descritas em Controle no
momento do recebimento (cap. 2).
Se não for possível proceder à instalação imediata do
aparelho, ele deverá ser recolocado na sua embalagem
original.
Introduza na embalagem pelo menos um envelope padrão de
substância higroscópica para cada aparelho.
Se a embalagem original não estiver mais disponível e não
for possível proceder à instalação imediata do aparelho,
armazene-o em ambiente coberto, bem ventilado, com
atmosfera seca, sem poeira, não corrosiva, em posição
afastada de materiais facilmente inflamáveis e com
temperatura entre – 5 °C e + 40 °C.
Em todos os casos, evite pancadas acidentais ou posições
que possam causar solicitações na estrutura do aparelho.

5
4. Movimentação
Antes de executar qualquer operação verifique sempre se as Durante a movimentação, tome o máximo cuidado para não
molas do comando estão descarregadas e se o aparelho está solicitar as partes isolantes e os terminais do disjuntor.
na posição aberta.
Siga estas instruções para elevar e movimentar o disjuntor
(fig. 2):
– utilize um equipamento de elevação adequado (1) (não Os aparelhos não devem ser movimentados
fornecido) munido de cabos com ganchos de segurança (2); prendendo os dispositivos de elevação diretamente
– prenda os ganchos (2) nos suportes (3) fixados na armação neles. Se for necessário utilizar esta técnica,
do disjuntor e eleve-o. Aplique os ganchos (2) nos furos do coloque o disjuntor sobre um pallet ou sobre uma
suporte (3) em função do tipo de aparelho (ver a tabela); plataforma de suporte robusta (ver a fig. 3).
– ao terminar a operação (e, de qualquer forma, antes da Em todos os casos, recomendamos efetuar as
entrada em funcionamento), desprenda o equipamento de operações de elevação empregando sempre os
elevação (1) e desmonte os suportes (3) da armação. suportes (3).

C B A
1
3

3
Versão Distância entre os pólos Corrente nominal Furo
Fixa 150-210 mm até 1250 A A
Fixa 275 mm de 1600 a 3150 A A
Fixa 210 mm de 1600 a 2000 A A
Fixa 210-275 mm até 4000 A C
Extraível 150 mm até 1250 A A
Extraível 210 mm de 1600 a 2500 A B
Extraível 275 mm até 1250 A B
Extraível 275 mm de 1600 a 3150 A C
Extraível 210 mm até 1250 A C
Extraível 210-275 mm até 4000 A C

Fig. 2

Fig. 3

6
5. Descrição
5.1. Informações gerais 5.3. Comando EL
Os disjuntores VD4 são aparelhos a vácuo para uso em Os disjuntores VD4 estão equipados com comando de molas
interiores; relativamente aos desempenhos técnicos, consulte tipo EL. O comando EL foi projetado para cobrir a gama de
o catálogo técnico correspondente, código 1VCP000001. disjuntores indicada na tabela.
Contate a ABB para exigências especiais de instalação.
Estão disponíveis as seguintes versões: Tipo de comando Capacidade de interrupção
– fixa EL1 - EL2 até 31,5 kA
– extraível para quadros UniGear ZS1 e módulos PowerCube. EL3 até 40 kA - 24 kV, 31,5 kA
EL1 TWIN até 50 kA (corrente nominal até 2000 A)
5.2. Normas de referência EL2 TWIN até 50 kA (corrente nominal ≥ 2500 A)

Os disjuntores VD4 estão em conformidade com as normas


IEC 62271-100.
As normas CEI-VDE-BS são equivalentes às normas IEC pelo
5.4. Disjuntores fixos
efeito da harmonização com estas últimas. O disjuntor fixo (fig. 4) corresponde à execução básica
munida de estrutura e painel de proteção frontal. Na parte
inferior da estrutura são realizados os furos de fixação.
Para as ligações elétricas dos circuitos auxiliares do disjuntor
está disponível um bloco de terminais (ver também o par.
7.8.1.).
O parafuso de ligação à terra situa-se na parte traseira do
11 disjuntor. Para maiores detalhes, veja a legenda da figura 4.

11
8
1 4
5
6
2
12
3
7

9
10

Legenda
1 Alavanca para o carregamento manual das molas de fechamento
2 Sinalizador de disjuntor aberto/fechado
3 Placa de características
4 Botão de abertura
5 Botão de fechamento
6 Sinalizador de molas de fechamento carregadas/descarregadas
7 Contador de operações
8 Terminais
9 Parafuso de ligação à terra
10 Bloco de terminais de entrega
11 União para a cablagem
12 Dispositivo de exclusão mecânico para relé de mínima tensão (a pedido).

Fig. 4

7
5.4.1. Características gerais dos disjuntores fixos

Características gerais dos disjuntores fixos (12 kV)

Disjuntor VD4 12
IEC 62271-100 •
Normas
VDE 0671; CEI 17-1 (Arquivo 1375) •
Tensão nominal Ur [kV] 12
Tensão nominal de isolamento Us [kV] 12
Tensão suportável a 50 Hz Ud (1 min) [kV] 28
Tensão de impulso suportável Up [kV] 75
Freqüência nominal fr [Hz] 50-60
Corrente térmica nominal (40 °C) Ir [A] 630 630 630 1250 1250 1250 1250 1250 1250 1250
16 16 16 16 16 16 — — — —
20 20 20 20 20 20 — — — —
Capacidade de interrupção nominal 25 25 25 25 25 25 — — — —
Isc [kA]
(corrente nominal simétrica de curto-circuito) 31,5 31,5 31,5 31,5 31,5 31,5 — — — —
— — — — — — 40 40 — —
— — — — — — — — 50 50
16 16 16 16 16 16 — — — —
20 20 20 20 20 20 — — — —
25 25 25 25 25 25 — — — —
Corrente nominal suportável de curta duração (3s) Ik [kA]
31,5 31,5 31,5 31,5 31,5 31,5 — — — —
— — — — — — 40 40 — —
— — — — — — — — 50 50
40 40 40 40 40 40 — — — —
50 50 50 50 50 50 — — — —
63 63 63 63 63 63 — — — —
Capacidade de fechamento Ip [kA]
80 80 80 80 80 80 — — — —
— — — — — — 100 100 — —
— — — — — — — — 125 125
Seqüência de operações [O - 0,3 s - CO - 15 s - CO] • • • • • • • • • •
Duração de abertura [ms] 33 ... 60
Duração do arco [ms] 10 ... 15
Duração total de interrupção [ms] 43 ... 75
Duração de fechamento [ms] 60 ... 80
I I H [mm] 461 461 461 461 461 461 589 589 610 610
Dimensões L [mm] 450 570 700 450 570 700 570 700 600 750
gerais
H P [mm] 424 424 424 424 424 424 424 424 459 459
máximas
L P Distância entre os pólos I [mm] 150 210 275 150 210 275 210 275 210 275
Peso [kg] 73 75 79 73 75 79 84 84 146 158
TN 7405 7406 — 7405 7406 — — — — —
Quadro normalizado das dimensões
1VCD — — 000051 — — 000051 003282 003285 003440 003441
Temperatura de funcionamento [°C] - 5 ... + 40
Tropicalização IEC: 60068-2-30, 60721-2-1 •
Compatibilidade eletromagnética IEC: 62271-1 •

8


12
12
28
75
50-60
1600 1600 1600 1600 1600 1600 1600 2000 2000 2000 2000 2500 2500 2500 3150 3150
— — — — — — — — — — — — — — — —
20 20 20 — — — — 20 20 — — 20 20 — 20 —
25 25 25 — — — — 25 25 — — 25 25 — 25 —
31,5 31,5 31,5 — — — — 31,5 31,5 — — 31,5 31,5 — 31,5 —
— — — 40 40 — — 40 40 — — — 40 — 40 —
— — — — — 50 50 — — 50 50 — — 50 — 50
— — — — — — — — — — — — — — — —
20 20 20 — — — — 20 20 — — 20 20 — 20 —
25 25 25 — — — — 25 25 — — 25 25 — 25 —
31,5 31,5 31,5 — — — — 31,5 31,5 — — 31,5 31,5 — 31,5 —
— — — 40 40 — — 40 40 — — — 40 — 40 —
— — — — — 50 50 — — 50 50 — — 50 — 50
— — — — — — — — — — — — — — — —
50 50 50 — — — — 50 50 — — 50 50 — 50 —
63 63 63 — — — — 63 63 — — 63 63 — 63 —
80 80 80 — — — — 80 80 — — 80 80 — 80 —
— — — 100 100 — — 100 100 — — — 100 — 100 —
— — — — — 125 125 — — 125 125 — — 125 — 125
• • • • • • • • • • • • • • • —
33 ... 60
10 ... 15
43 ... 75
60 ... 80
599 599 599 589 589 610 610 599 599 610 610 599 599 610 635 636
450 570 700 570 700 600 750 570 700 600 750 570 700 750 700 750
424 424 424 424 424 459 459 424 424 459 459 424 424 459 424 459
150 210 275 210 275 210 275 210 275 210 275 210 275 275 275 275
93 98 105 84 84 146 158 98 105 146 158 98 105 163 140 177
— 7407 7408 — — — — 7407 7408 — — 7407 7408 — — —
000050 — — 003282 003285 003440 003441 — — 003440 003441 — — 003441 000149 003443
- 5 ... + 40

9
Características gerais dos disjuntores fixos (17,5 kV)

Disjuntor VD4 17
IEC 62271-100 •
Normas
VDE 0671; CEI 17-1 (Arquivo 1375) •
Tensão nominal Ur [kV] 17,5
Tensão nominal de isolamento Us [kV] 17,5
Tensão suportável a 50 Hz Ud (1 min) [kV] 38
Tensão de impulso suportável Up [kV] 95
Freqüência nominal fr [Hz] 50-60
Corrente térmica nominal (40 °C) Ir [A] 630 630 630 1250 1250 1250 1250 1250 1250 1250
16 16 16 16 16 16 — — — —
20 20 20 20 20 20 — — — —
Capacidade de interrupção nominal 25 25 25 25 25 25 — — — —
Isc [kA]
(corrente nominal simétrica de curto-circuito) 31,5 31,5 31,5 31,5 31,5 31,5 — — — —
— — — — — — 40 40 — —
— — — — — — — — 50 50
16 16 16 16 16 16 — — — —
20 20 20 20 20 20 — — — —
Corrente nominal suportável 25 25 25 25 25 25 — — — —
Ik [kA]
de curta duração (3s) 31,5 31,5 31,5 31,5 31,5 31,5 — — — —
— — — — — — 40 40 — —
— — — — — — — — 50 50
40 40 40 40 40 40 — — — —
50 50 50 50 50 50 — — — —
63 63 63 63 63 63 — — — —
Capacidade de fechamento Ip [kA]
80 80 80 80 80 80 — — — —
— — — — — — 100 100 — —
— — — — — — — — 125 125
Seqüência de operações [O - 0,3 s - CO - 15 s - CO] • • • • • • • • • •
Duração de abertura [ms] 33 ... 60
Duração do arco [ms] 10 ... 15
Duração total de interrupção [ms] 43 ... 75
Duração de fechamento [ms] 60 ... 80
I I H [mm] 461 461 461 461 461 461 589 589 610 610
Dimensões L [mm] 450 570 700 450 570 700 570 700 600 750
gerais
H P [mm] 424 424 424 424 424 424 424 424 459 459
máximas
L P Distância entre os pólos I [mm] 150 210 275 150 210 275 210 275 210 275
Peso [kg] 73 75 79 73 75 79 84 84 146 158
TN 7405 7406 — 7405 7406 — — — — —
Quadro normalizado das dimensões
1VCD — — 000051 — — 000051 003282 003285 003440 003441
Temperatura de funcionamento [°C] - 5 ... + 40
Tropicalização IEC: 60068-2-30, 60721-2-1 •
Compatibilidade eletromagnética IEC: 62271 •

10


17,5
17,5
38
95
50-60
1600 1600 1600 1600 1600 1600 2000 2000 2000 2000 2500 2500 2500 3150 3150
— — — — — — — — — — — — — — —
20 20 — — — — 20 20 — — 20 20 — 20 —
25 25 — — — — 25 25 — — 25 25 — 25 —
31,5 31,5 — — — — 31,5 31,5 — — 31,5 31,5 — 31,5 —
— — 40 40 — — 40 40 — — — 40 — 40 —
— — — — 50 50 — — 50 50 — — 50 — 50
— — — — — — — — — — — — — — —
20 20 — — — — 20 20 — — 20 20 — 20 —
25 25 — — — — 25 25 — — 25 25 — 25 —
31,5 31,5 — — — — 31,5 31,5 — — 31,5 31,5 — 31,5 —
— — 40 40 — — 40 40 — — — 40 — 40 —
— — — — 50 50 — — 50 50 — — 50 — 50
— — — — — — — — — — — — — — —
50 50 — — — — 50 50 — — 50 50 — 50 —
63 63 — — — — 63 63 — — 63 63 — 63 —
80 80 — — — — 80 80 — — 80 80 — 80 —
— — 100 100 — — 100 100 — — — 100 — 100 —
— — — — 125 125 — — 125 125 — — 125 — 125
• • • • • • • • • • • • • • —
33 ... 60
10 ... 15
43 ... 75
60 ... 80
599 599 589 589 610 610 599 599 610 610 599 599 610 635 636
570 700 570 700 600 750 570 700 600 750 570 700 750 700 750
424 424 424 424 459 459 424 424 459 459 424 424 459 424 459
210 275 210 275 210 275 210 275 210 275 210 275 275 275 275
98 105 84 84 146 158 98 105 146 158 98 105 163 140 177
7407 7408 — — — — 7407 7408 — — 7407 7408 — — —
— — 003282 003285 003440 003441 — — 003440 003441 — — 003441 000149 003443
- 5 ... + 40

11
Características gerais dos disjuntores fixos (24 kV)

Disjuntor VD4 24
IEC 62271-100 •
Normas
VDE 0671; CEI 17-1 (Arquivo 1375) •
Tensão nominal Ur [kV] 24
Tensão nominal de isolamento Us [kV] 24
Tensão suportável a 50 Hz Ud (1 min) [kV] 50
Tensão de impulso suportável Up [kV] 125
Freqüência nominal fr [Hz] 50-60
Corrente térmica nominal (40 °C) Ir [A] 630 630 1250 1250 1600 2000 2500
16 16 16 16 16 16 –
Capacidade de interrupção nominal 20 20 20 20 20 20 –
(corrente nominal simétrica Isc [kA]
de curto-circuito) 25 25 25 25 25 25 25
– – 31,5 – 31,5 31,5 31,5
16 16 16 16 16 16 –
Corrente nominal suportável 20 20 20 20 20 20 –
Ik [kA]
de curta duração (3s) 25 25 25 25 25 25 25
– – 31,5 – 31,5 31,5 31,5
40 40 40 40 40 40 –
50 50 50 50 50 50 –
Capacidade de fechamento Ip [kA]
63 63 63 63 63 63 63
– – 80 – 80 80 80
Seqüência de operações [O - 0,3 s - CO - 15 s - CO] • • • • • • •
Duração de abertura [ms] 33 ... 60
Duração do arco [ms] 10 ... 15
Duração total de interrupção [ms] 43 ... 75
Duração de fechamento [ms] 60 ... 80
I I H [mm] 631 631 631 631 642 642 642
Dimensões L [mm] 570 700 570 700 700 700 700
gerais
H P [mm] 424 424 424 424 424 424 424
máximas
L P Distância entre os pólos I [mm] 210 275 210 275 275 275 275
Peso [kg] 100 104 100/106 (1)
104 110 110 110
TN 7409 7410 7409 7410 7411 7411 7411
Quadro normalizado das dimensões
1VCD – – 000172 (1)
– – – –
Temperatura de funcionamento [°C] - 5 ... + 40
Tropicalização IEC: 60068-2-30, 60721-2-1 •
Compatibilidade eletromagnética IEC: 62271-1 •
(1) Versão 31,5 kA

12
Características gerais dos disjuntores fixos (36 kV)

Disjuntor VD4 36
IEC 62271-100 •
Normas
VDE 0671; CEI 17- (Arquivo 1375) •
Tensão nominal Ur [kV] 36
Tensão nominal de isolamento Us [kV] 36
Tensão suportável a 50 Hz Ud (1 min) [kV] 70
Tensão de impulso suportável Up [kV] 170
Freqüência nominal fr [Hz] 50-60
Corrente térmica nominal (40 °C) Ir [A] 1250 1600 2000 2500 (*)

Capacidade de interrupção nominal — — — —


(corrente nominal simétrica Isc [kA] 31,5 31,5 31,5 31,5
de curto-circuito) — — — —
— — — —
Corrente nominal suportável
Ik [kA] 31,5 31,5 31,5 31,5
de curta duração (3s)
— — — —
— — — —
Capacidade de fechamento Ip [kA] 80 80 80 80
— — — —
Seqüência de operações [O - 0,3 s - CO - 15 s - CO] • • • •
Duração de abertura [ms] 35 ... 60
Duração do arco [ms] 10 ... 15
Duração total de interrupção [ms] 45 ... 75
Duração de fechamento [ms] 60 ... 80
I I H [mm] 564 564 564 —
Dimensões L [mm] 778 778 778 ­—
gerais
máximas
H P [mm] 468 468 468 —
L P Distância entre os pólos I [mm] 275 275 275 —
Peso [kg] 150 150 170 —
Quadro normalizado das dimensões TN 1VYN300901-LT 1VYN300901-LT 1VYN300901-LT —
Temperatura de funcionamento [°C] - 5 ... + 40
Tropicalização IEC: 60068-2-30, 60721-2-1 •
Compatibilidade eletromagnética IEC: 62271-1 •
(*) Entre em contato com a ABB

13
5.4.2. Tipos de disjuntores disponíveis na versão fixa

Disjuntor fixo VD4 sem terminais inferiores e superiores (12 kV)

Ur Isc Corrente térmica nominal (40 °C) [A]


H=461 H=589 H=599 H=610 H=636
P=424 P=424 P=424 P=459 P=459
u/l=205 u/l=310 u/l=310 u/l=310 u/l=310 Tipo de disjuntor
kV kA
l/g=217,5 l/g=238 l/g=237,5 l/g=237 l/g=237
I=150 I=210 I=275 I=210 I=275 I=150 I=210 I=275 I=210 I=275 I=275
L=450 L=570 L=700 L=570 L=700 L=450 L=570 L=700 L=600 L=750 L=750
16 630 VD4 12.06.16 p150
20 630 VD4 12.06.20 p150
25 630 VD4 12.06.25 p150
31,5 630 VD4 12.06.32 p150
16 1250 VD4 12.12.16 p150
20 1250 VD4 12.12.20 p150
25 1250 VD4 12.12.25 p150
31,5 1250 VD4 12.12.32 p150
20 1600 VD4 12.16.20 p150
25 1600 VD4 12.16.25 p150
31,5 1600 VD4 12.16.32 p150
16 630 VD4 12.06.16 p210
20 630 VD4 12.06.20 p210
25 630 VD4 12.06.25 p210
31,5 630 VD4 12.06.32 p210
16 1250 VD4 12.12.16 p210
20 1250 VD4 12.12.20 p210
25 1250 VD4 12.12.25 p210
31,5 1250 VD4 12.12.32 p210
40 1250 VD4 12.12.40 p210
50 1250 VD4 12.12.50 p210
20 1600 VD4 12.16.20 p210
12
25 1600 VD4 12.16.25 p210
31,5 1600 VD4 12.16.32 p210
40 1600 VD4 12.16.40 p210
50 1600 VD4 12.16.50 p210
20 2000 VD4 12.20.20 p210
25 2000 VD4 12.20.25 p210
31,5 2000 VD4 12.20.32 p210
40 2000 VD4 12.20.40 p210
50 2000 VD4 12.20.50 p210
20 2500 VD4 12.25.20 p210
25 2500 VD4 12.25.25 p210
31,5 2500 VD4 12.25.32 p210
16 630 VD4 12.06.16 p275
20 630 VD4 12.06.20 p275
25 630 VD4 12.06.25 p275
31,5 630 VD4 12.06.32 p275
16 1250 VD4 12.12.16 p275
20 1250 VD4 12.12.20 p275
25 1250 VD4 12.12.25 p275
31,5 1250 VD4 12.12.32 p275
40 1250 VD4 12.12.40 p275
50 1250 VD4 12.12.50 p275
H = altura do disjuntor
L = largura do disjuntor
P = profundidade do disjuntor
u/l = distância entre os terminais superior e inferior
l/g = distância entre o terminal inferior e a superfície de apoio do disjuntor
I = distância horizontal entre os pólos

14
Ur Isc Corrente térmica nominal (40 °C) [A]
H=461 H=589 H=599 H=610 H=636
P=24 P=424 P=424 P=459 P=459
u/l=205 u/l=310 u/l=310 u/l=310 u/l=310 Tipo de disjuntor
kV kA
l/g=217,5 l/g=238 l/g=237,5 l/g=237 l/g=237
I=150 I=210 I=275 I=210 I=275 I=150 I=210 I=275 I=210 I=275 I=275
L=450 L=570 L=700 L=570 L=700 L=450 L=570 L=700 L=600 L=750 L=750
20 1600 VD4 12.16.20 p275
25 1600 VD4 12.16.25 p275
31,5 1600 VD4 12.16.32 p275
40 1600 VD4 12.16.40 p275
50 1600 VD4 12.16.50 p275
20 2000 VD4 12.20.20 p275
25 2000 VD4 12.20.25 p275
31,5 2000 VD4 12.20.32 p275
40 2000 VD4 12.20.40 p275
50 2000 VD4 12.20.50 p275
12
20 2500 VD4 12.25.20 p275
25 2500 VD4 12.25.25 p275
31,5 2500 VD4 12.25.32 p275
40 2500 VD4 12.25.40 p275
50 2500 VD4 12.25.50 p275
20 3150 VD4 12.32.20 p275
25 3150 VD4 12.32.25 p275
31,5 3150 VD4 12.32.32 p275
40 3150 VD4 12.32.40 p275
50 3150 VD4 12.32.50 p275
H = altura do disjuntor
L = largura do disjuntor
P = profundidade do disjuntor
u/l = distância entre os terminais superior e inferior
l/g = distância entre o terminal inferior e a superfície de apoio do disjuntor
I = distância horizontal entre os pólos

Disjuntor fixo VD4 sem terminais inferiores e superiores (17,5 kV)

Ur Isc Corrente térmica nominal (40 °C) [A]


H=461 H=589 H=599 H=610 H=635
P=424 P=424 P=424 P=459 P=459
u/l=205 u/l=310 u/l=310 u/l=310 u/l=310 Tipo de disjuntor
kV kA
l/g=217,5 l/g=238 l/g=237,5 l/g=237 l/g=237,5
I=150 I=210 I=275 I=210 I=275 I=150 I=210 I=275 I=210 I=275 I=275
L=450 L=570 L=700 L=570 L=700 L=450 L=570 L=700 L=600 L=750 L=750
16 630 VD4 17.06.16 p150
20 630 VD4 17.06.20 p150
25 630 VD4 17.06.25 p150
31,5 630 VD4 17.06.32 p150
16 1250 VD4 17.12.16 p150
20 1250 VD4 17.12.20 p150
25 1250 VD4 17.12.25 p150
17,5 31,5 1250 VD4 17.12.32 p150
20 1600 VD4 17.16.20 p150
25 1600 VD4 17.16.25 p150
31,5 1600 VD4 17.16.32 p150
16 630 VD4 17.06.16 p210
20 630 VD4 17.06.20 p210
25 630 VD4 17.06.25 p210
31,5 630 VD4 17.06.32 p210

15
Ur Isc Corrente térmica nominal (40 °C) [A]
H=461 H=589 H=599 H=610 H=635
P=424 P=424 P=424 P=459 P=459
u/l=205 u/l=310 u/l=310 u/l=310 u/l=310 Tipo de disjuntor
kV kA
l/g=217,5 l/g=238 l/g=237,5 l/g=237 l/g=237,5
I=150 I=210 I=275 I=210 I=275 I=150 I=210 I=275 I=210 I=275 I=275
L=450 L=570 L=700 L=570 L=700 L=450 L=570 L=700 L=600 L=750 L=750
16 1250 VD4 17.12.16 p210
20 1250 VD4 17.12.20 p210
25 1250 VD4 17.12.25 p210
31,5 1250 VD4 17.12.32 p210
40 1250 VD4 17.12.40 p210
50 1250 VD4 17.12.50 p210
20 1600 VD4 17.16.20 p210
25 1600 VD4 17.16.25 p210
31,5 1600 VD4 17.16.32 p210
40 1600 VD4 17.16.40 p210
50 1600 VD4 17.16.50 p210
20 2000 VD4 17.20.20 p210
25 2000 VD4 17.20.25 p210
31,5 2000 VD4 17.20.32 p210
40 2000 VD4 17.20.40 p210
50 2000 VD4 17.20.50 p210
20 2500 VD4 17.25.20 p210
25 2500 VD4 17.25.25 p210
31,5 2500 VD4 17.25.32 p210
16 630 VD4 17.06.16 p275
20 630 VD4 17.06.20 p275
25 630 VD4 17.06.25 p275
31,5 630 VD4 17.06.32 p275
16 1250 VD4 17.12.16 p275
17,5 20 1250 VD4 17.12.20 p275
25 1250 VD4 17.12.25 p275
31,5 1250 VD4 17.12.32 p275
40 1250 VD4 17.12.40 p275
50 1250 VD4 17.12.50 p275
20 1600 VD4 17.16.20 p275
25 1600 VD4 17.16.25 p275
31,5 1600 VD4 17.16.32 p275
40 1600 VD4 17.16.40 p275
50 1600 VD4 17.16.50 p275
20 2000 VD4 17.20.20 p275
25 2000 VD4 17.20.25 p275
31,5 2000 VD4 17.20.32 p275
40 2000 VD4 17.20.40 p275
50 2000 VD4 17.20.50 p275
20 2500 VD4 17.25.20 p275
25 2500 VD4 17.25.25 p275
31,5 2500 VD4 17.25.32 p275
40 2500 VD4 17.25.40 p275
50 2500 VD4 17.25.50 p275
20 3150 VD4 17.32.20 p275
25 3150 VD4 17.32.25 p275
31,5 3150 VD4 17.32.32 p275
40 3150 VD4 17.32.40 p275
50 3150 VD4 17.32.50 p275
H = altura do disjuntor
L = largura do disjuntor
P = profundidade do disjuntor
u/l = distância entre os terminais superior e inferior
l/g = distância entre o terminal inferior e a superfície de apoio do disjuntor
I = distância horizontal entre os pólos

16
Disjuntor fixo VD4 sem terminais inferiores e superiores (24 kV)

Ur Isc Corrente térmica nominal (40 °C) [A]


H=631 H=642
P=424 P=424
u/l=310 u/l=310 Tipo de disjuntor
kV kA
l/g=282,5 l/g=282,5
I=210 I=275 I=275
L=570 L=700 L=700
16 630 VD4 24.06.16 p210
20 630 VD4 24.06.20 p210
25 630 VD4 24.06.25 p210
16 1250 VD4 24.12.16 p210
20 1250 VD4 24.12.20 p210
25 1250 VD4 24.12.25 p210
31,5 1250 VD4 24.12.32 p210
16 630 VD4 24.06.16 p275
20 630 VD4 24.06.20 p275
25 630 VD4 24.06.25 p275
16 1250 VD4 24.12.16 p275
24 20 1250 VD4 24.12.20 p275
25 1250 VD4 24.12.25 p275
16 1600 VD4 24.16.16 p275
20 1600 VD4 24.16.20 p275
25 1600 VD4 24.16.25 p275
31,5 1600 VD4 24.16.32 p275
16 2000 VD4 24.20.16 p275
20 2000 VD4 24.20.20 p275
25 2000 VD4 24.20.25 p275
31,5 2000 VD4 24.20.32 p275
25 2500 VD4 24.25.25 p275
31,5 2500 VD4 24.25.32 p275
H = altura do disjuntor
L = largura do disjuntor
P = profundidade do disjuntor
u/l = distância entre os terminais superior e inferior
l/g = distância entre o terminal inferior e a superfície de apoio do disjuntor
I = distância horizontal entre os pólos

Disjuntor fixo VD4 sem terminais inferiores e superiores (36 kV)

Ur Isc Corrente térmica nominal (40 °C) [A]


H=564 H=564 H=564 H=564
P=468 P=468 P=468 P=468
u/l=380 u/l=380 u/l=380 u/l=380 Tipo de disjuntor
kV kA
l/g=399 l/g=399 l/g=399 l/g=399
I=275 I=275 I=275 I=275
L=778 L=778 L=778 L=778
1250 A VD4 36.12.32 p275
1600 A VD4 36.16.32 p275
36 31,5
2000 A VD4 36.20.32 p275
2500 A (*) VD4 36.25.32 p275
H = altura do disjuntor
L = largura do disjuntor
P = profundidade do disjuntor
u/l = distância entre os terminais superior e inferior
l/g = distância entre o terminal inferior e a superfície de apoio do disjuntor
I = distância horizontal entre os pólos
(*) = entre em contato com a ABB

17
VD4 - até 24 kV VD4 - até 24 kV

VD4 - 36 kV

5.4.3. Equipamento de série dos disjuntores fixos – conjunto de dez contatos auxiliares de disjuntor aberto/
As versões básicas dos disjuntores fixos são tripolares e fechado
Nota: com o conjunto de dez contatos auxiliares fornecidos de série e
equipadas com:
com o máximo das aplicações elétricas, estão disponíveis três contatos de
– comando manual do tipo EL fechamento (sinalização de disjuntor aberto) e cinco contatos de abertura
– sinalizador mecânico de molas de fechamento carregadas/ (sinalização de disjuntor fechado).
descarregadas – alavanca para a carga manual das molas de fechamento
– sinalizador mecânico de disjuntor aberto/fechado – bloco de terminais de apoio dos circuitos auxiliares.
– botão de fechamento, botão de abertura, contador de
operações

18
5.5. Disjuntores extraíveis Os bloqueios só podem ser acionados pelos puxadores se o
carro estiver totalmente apoiado na travessa.
Os disjuntores extraíveis de até 24 kV estão disponíveis para A alavanca de manobra (16) deve ser introduzida até o fundo
quadros UniGear ZS1 e UniSec, módulos PowerCube (ver a (ver também o parágrafo 7.5.). Um bloqueio impede o avanço
fig. 5a) e para quadros ZS8.4 (ver a fig. 5b). do carro na caixa ou na parte fixa quando o seccionador de
Os disjuntores de 36 kV estão disponíveis para quadros aterramento está fechado.
UniGear ZS2. Um outro bloqueio impede a inserção e extração se
São constituídos por um carro no qual está fixada a estrutura o disjuntor estiver fechado. Com o carro em posição
de sustentação do disjuntor. intermediária entre isolado e conectado, um outro bloqueio
impede o fechamento do disjuntor (tanto mecânico como
Disjuntores para quadros UniGear ZS1, UniSec e módulos elétrico).
PowerCube (fig. 5a) No carro também está montado um ímã de bloqueio que, se
Da união (15) sai o cordão com o conector (14) (tomada) para não estiver excitado, impede a manobra de inserção do carro.
a ligação dos acessórios elétricos do comando. A pedido, também está disponível um intertravamento que
Na parte alta do disjuntor estão fixados os batentes para o impede a inserção do disjuntor com a porta aberta e a
acionamento dos contatos (conectado/isolado) posicionados abertura da porta com o disjuntor fechado.
no quadro. A alavanca para o carregamento manual da mola de
Nos lados do disjuntor estão fixadas as rampas (9) para o fechamento (1) está incorporada no comando; carrega-se
acionamento das persianas de segregação dos contatos de a mola com um movimento linear, abaixando a alavanca
média tensão da caixa ou do quadro. Por outro lado, para os repetidamente até aparecer o sinalizador amarelo (6) que
disjuntores para quadro UniSec estão previstas as rodas (18). indica que a mola está totalmente carregada.
Na parte frontal do carro do disjuntor está montada a travessa É possível carregar a mola somente com a porta do quadro
com os puxadores (17) de engate do disjuntor para a manobra aberta; siga as recomendações apresentadas no manual do
de inserção/extração mediante a alavanca específica de quadro UniGear para as operações que podem ser feitas com
manobra (16). a porta aberta.
O disjuntor é complementado pelos contatos de isolamento (8). Nota: os disjuntores extraíveis para quadro UniGear podem ser fornecidos, a
O disjuntor extraível está equipado com bloqueios adequados, pedido, com o dispositivo para o carregamento da mola de fechamento com
alavanca fora do comando e movimento de carga rotativo; este dispositivo
situados na travessa frontal, que permitem o engate nos é fornecido de série somente para os disjuntores extraíveis VD4/ZS8 (ver na
entalhes correspondentes do quadro. próxima página o detalhe 1 da Fig. 5b); o dispositivo de carga rotativo permite
carregar a mola de fechamento com a porta do quadro fechada.

13

14 18

15

4
1 5
16
6
2
12
3
7
9
8 11

17 10

Legenda 9 Rampa para o acionamento das persianas do quadro UniGear, PowerCube,


1 Alavanca para o carregamento manual das molas de fechamento ZS8.4
2 S inalizador de disjuntor aberto/fechado 10 Carro
3 P laca de características 11 Bloqueios para o engate na parte fixa
4 B otão de abertura 12 Dispositivo de exclusão mecânico para relé de mínima tensão (a pedido)
5 B otão de fechamento 13 Batentes para o acionamento dos contatos situados na caixa
6 S inalizador de molas de fechamento carregadas/descarregadas 14 Conector (tomada)
7 C ontador de operações 15 União para a cablagem
8 C ontatos de isolamento 16 Alavanca de manobra de inserção/extração do disjuntor
17 Puxadores de acionamento dos bloqueios (11).
18 Roda para o acionamento das persianas do quadro UniSec

Fig. 5a

19
Disjuntores para quadros ZS8.4 (fig. 5b) 2) Translação impedida se a tomada não estiver
O soquete (13) recebe o conector (tomada) situado no introduzida no soquete
quadro. Quando a tomada não está introduzida no soquete (13), a
Nos lados do disjuntor estão fixadas as rampas (9) para o haste (21 - fig. 5c) impede o levantamento da placa (22 -
acionamento das persianas de segregação dos contatos de fig. 5c) e a translação do aparelho.
média tensão do quadro.
Na parte frontal do carro do disjuntor está montada a 3) Fechamento da porta do quadro impedido se a
travessa com os puxadores (17) de engate do disjuntor tomada não estiver introduzida no soquete (*)
para a manobra de inserção/extração mediante a alavanca Quando a tomada não está introduzida no soquete (13), o
específica de manobra (16). sensor táctil (23 - fig. 5d) impede o fechamento da porta.
O disjuntor é complementado pelos contatos de isolamento
(8). 4) Extração do disjuntor impedida se a tomada estiver
O disjuntor extraível está equipado com bloqueios introduzida no soquete (*)
adequados, descritos a seguir (ver a fig.5c - 5d). Quando a tomada está introduzida no soquete (13), o ferrolho
(29 - fig. 5d) bate no pino (30 - fig. 5d) e impede que o
1) Translação impedida com o disjuntor fechado aparelho seja extraído do quadro.

Com o disjuntor fechado, o sensor táctil (16 - fig. 5c)


impede o deslizamento da persiana (19- fig. 5c) e, portanto,
a inserção da alavanca (20- fig. 5c) para a translação do
aparelho.

13 8 13

5
2
16
6
3
7
9
1 11

10 17

Legenda 9 Rampa para o acionamento das persianas do quadro


1 Engate para alavanca de carga manual das molas de fechamento (*) 10 Carro
2 S inalizador de disjuntor aberto/fechado 11 Bloqueios para o engate na parte fixa
3 P laca de características 13 Conector (tomada)
4 B otão de abertura 16 Alavanca de manobra de inserção/extração do disjuntor (para disjuntores
5 B otão de fechamento VD4/ZS8 Preussen Elektra EON está prevista uma versão especial)
6 S inalizador de molas de fechamento carregadas/descarregadas 17 Puxadores de acionamento dos bloqueios (11).
7 C ontador de operações
8 C ontatos de isolamento
(*) Só para a versão VD4/ZS8 Preussen - Elektra EON.

Fig. 5b

20
16 19 20 22 21

Fig. 5c

23 30 29

Fig. 5d

21
5.5.1. Características gerais dos disjuntores extraíveis para quadros UniGear ZS1

Características gerais dos disjuntores extraíveis


para quadros UniGear ZS1 (12 kV)

Disjuntor VD4/P 12
IEC 62271-100 •
Normas
VDE 0671; CEI 17-1 (Arquivo 1375) •
Tensão nominal Ur [kV] 12
Tensão nominal de isolamento Us [kV] 12
Tensão suportável a 50 Hz Ud (1 min) [kV] 28
Tensão de impulso suportável Up [kV] 75
Freqüência nominal fr [Hz] 50-60
Corrente térmica nominal (40 °C) (1)
Ir [A] 630 1250 1250 1250 1250 1600 1600
16 16 — — — — —
20 20 — — — 20 20
Capacidade de interrupção nominal 25 25 — — — 25 25
Isc [kA]
(corrente nominal simétrica de curto-circuito) 31,5 31,5 — — — 31,5 31,5
— — 40 40 — — —
— — — — 50 — —
16 16 — — — — —
20 20 — — — 20 20
25 25 — — — 25 25
Corrente nominal suportável de curta duração (3s) Ik [kA]
31,5 31,5 — — — 31,5 31,5
— — 40 40 — — —
— — — — 50 — —
40 40 — — — — —
50 50 — — — 50 50
63 63 — — — 63 63
Capacidade de fechamento Ip [kA]
80 80 — — — 80 80
— — 100 100 — — —
— — — — 125 — —
Seqüência de operações [O - 0,3 s - CO - 15 s - CO] • • • • • • •
Duração de abertura [ms] 33 ... 60
Duração do arco [ms] 10 ... 15
Duração total de interrupção [ms] 43 ... 75
Duração de fechamento [ms] 60 ... 80
H [mm] 628 628 691 691 691 691 691
Dimensões L [mm] 503 503 653 853 681 653 853
gerais
máximas P [mm] 662 662 641 642 643 642 642
Distância entre os pólos I [mm] 150 150 210 275 210 210 275
Peso [kg] 116 116 174 176 180 160 166
TN 7412 7412 — — — 7415 7416
Quadro normalizado das dimensões
1VCD — — 003284 003286 003444 — —
Temperatura de funcionamento [°C] - 5 ... + 40
Tropicalização IEC: 60068-2-30, 60721-2-1 •
Compatibilidade eletromagnética IEC: 62271-1 •
(1) Corrente nominal garantida com disjuntor instalado em quadro UniGear ZS1 e com temperatura ambiente de 40 °C.
(2) Até a 4000 A com ventilação forçada. A pedido.

22


12
12
28
75
50-60
1600 1600 1600 1600 2000 2000 2000 2000 2500 2500 3150 (2)
3150 (2)

– – – – – – – – – – – –
– – – – 20 20 – – 20 – 20 –
– – – – 25 25 – – 25 – 25 –
– – – – 31,5 31,5 – – 31,5 – 31,5 –
40 40 – – 40 40 – – 40 – 40 –
– – 50 50 – – 50 50 – 50 – 50
– – – – – – – – – – – –
– – – – 20 20 – – 20 – 20 –
– – – – 25 25 – – 25 – 25 –
– – – – 31,5 31,5 – – 31,5 – 31,5 –
40 40 – – 40 40 – – 40 – 40 –
– – 50 50 – – 50 50 – 50 – 50
– – – – – – – – – – – –
– – – – 50 50 – – 50 – 50 –
– – – – 63 63 – – 63 – 63 –
– – – – 80 80 – – 80 – 80 –
100 100 – – 100 100 – – 100 – 100 –
– – 125 125 – – 125 125 – 125 – 125
• • • • • • • • • • • •
33 ... 60
10 ... 15
43 ... 75
60 ... 80
691 691 691 691 691 691 691 691 691 691 730 742
653 853 681 853 653 853 681 853 853 853 853 853
641 642 643 643 642 642 643 643 640 643 640 643
210 275 210 275 210 275 210 275 275 275 275 275
174 176 180 193 160 166 190 205 186 225 221 240
– – – – 7415 7416 – – 7417 – – –
003284 003286 003444 003445 – – 003444 003445 – 003446 000153 003447
- 5 ... + 40

23
Características gerais dos disjuntores extraíveis para quadros UniGear ZS1 (17,5 kV)

Disjuntor VD4/P 17
IEC 62271-100 •
Normas
VDE 0671; CEI 17-1 (Arquivo 1375) •
Tensão nominal Ur [kV] 17,5
Tensão nominal de isolamento Us [kV] 17,5
Tensão suportável a 50 Hz Ud (1 min) [kV] 38
Tensão de impulso suportável Up [kV] 95
Freqüência nominal fr [Hz] 50-60
Corrente térmica nominal (40 °C) (1)
Ir [A] 630 1250 1250 1250 1250 1600 1600
16 16 — — — — —
20 20 — — — 20 20
Capacidade de interrupção nominal 25 25 — — — 25 25
Isc [kA]
(corrente nominal simétrica de curto-circuito) 31,5 31,5 — — — 31,5 31,5
— — 40 40 — — —
— — — — 50 — —
16 16 — — — — —
20 20 — — — 20 20
25 25 — — — 25 25
Corrente nominal suportável de curta duração (3s) Ik [kA]
31,5 31,5 — — — 31,5 31,5
— — 40 40 — — —
— — — — 50 — —
40 40 — — — — —
50 50 — — — 50 50
63 63 — — — 63 63
Capacidade de fechamento Ip [kA]
80 80 — — — 80 80
— — 100 100 — — —
— — — — 125 — —
Seqüência de operações [O - 0,3 s - CO - 15 s - CO] • • • • • • •
Duração de abertura [ms] 33 ... 60
Duração do arco [ms] 10 ... 15
Duração total de interrupção [ms] 43 ... 75
Duração de fechamento [ms] 60 ... 80
I I H [mm] 632 632 691 691 691 691 691
Dimensões L [mm] 503 503 653 853 681 653 853
gerais
H P [mm] 664 664 641 642 643 642 642
máximas
L P Distância entre os pólos I [mm] 150 150 210 275 210 210 275
Peso [kg] 116 116 174 176 180 160 166
TN 7412 7412 — — — 7415 7416
Quadro normalizado das dimensões
1VCD — — 003284 003286 003444 — —
Temperatura de funcionamento [°C] - 5 ... + 40
Tropicalização IEC: 60068-2-30, 60721-2-1 •
Compatibilidade eletromagnética IEC: 62271-1 •
(1) Corrente nominal garantida com disjuntor instalado em quadro UniGear ZS1 e com temperatura ambiente de 40 °C
(2) Até a 4000 A com ventilação forçada. A pedido.

24


17,5
17,5
38
95
50-60
1600 1600 1600 1600 2000 2000 2000 2000 2500 2500 3150 (2)
3150 (2)

– – – – – – – – – – – –
– – – – 20 20 – – 20 – 20 –
– – – – 25 25 – – 25 – 25 –
– – – – 31,5 31,5 – – 31,5 – 31,5 –
40 40 – – 40 40 – – 40 – 40 –
– – 50 50 – – 50 50 – 50 – 50
– – – – – – – – – – – –
– – – – 20 20 – – 20 – 20 –
– – – – 25 25 – – 25 – 25 –
– – – – 31,5 31,5 – – 31,5 – 31,5 –
40 40 – – 40 40 – – 40 – 40 –
– – 50 50 – – 50 50 – 50 – 50
– – – – – – – – – – – –
– – – – 50 50 – – 50 – 50 –
– – – – 63 63 – – 63 – 63 –
– – – – 80 80 – – 80 – 80 –
100 100 – – 100 100 – – 100 – 100 –
– – 125 125 – – 125 125 – 125 – 125
• • • • • • • • • • • •
33 ... 60
10 ... 15
43 ... 75
60 ... 80
691 691 691 691 691 691 691 691 691 691 730 742
653 853 681 853 653 853 681 853 853 853 853 853
641 642 643 643 642 642 643 643 640 643 640 643
210 275 210 275 210 275 210 275 275 275 275 275
174 176 180 193 160 166 190 205 186 225 221 240
– – – – 7415 7416 – – 7417 – – –
003284 003286 003444 003445 – – 003444 003445 – 003446 000153 003447
- 5 ... + 40

25
Características gerais dos disjuntores extraíveis para quadros UniGear ZS1 (24 kV)

Disjuntor VD4/P 24
IEC 62271-100 •
Normas
VDE 0671; CEI 17-1 (Arquivo1375) •
Tensão nominal Ur [kV] 24
Tensão nominal de isolamento Us [kV] 24
Tensão suportável a 50 Hz Ud (1 min) [kV] 50
Tensione di tenuta ad impulso Up [kV] 125
Freqüência nominal fr [Hz] 50-60
Corrente térmica nominal (40 °C) (1)
Ir [A] 630 630 1250 1250 1600 2000 2500 (2)
3150 (3)

16 16 16 16 16 16 16 –
Capacidade de interrupção nominal 20 20 20 20 20 20 20 –
(corrente nominal simétrica de curto- Isc [kA]
circuito) 25 25 25 25 25 25 25 –
– – 31,5 – 31,5 31,5 31,5 31,5
16 16 16 16 16 16 16 –
Corrente nominal suportável de curta 20 20 20 20 20 20 20 –
Ik [kA]
duração (3s) 25 25 25 25 25 25 25 –
– – 31,5 – 31,5 31,5 31,5 31.5
40 40 40 40 40 40 40 –
50 50 50 50 50 50 50 –
Capacidade de fechamento Ip [kA]
63 63 63 63 63 63 63 –
– – 80 – 80 80 80 80
Seqüência de operações [O - 0,3 s - CO - 15 s - CO] • • • • • • • •
Duração de abertura [ms] 33 ... 60
Duração do arco [ms] 10 ... 15
Duração total de interrupção [ms] 43 ... 75
Duração de fechamento [ms] 60 ... 80
I I H [mm] 794 794 794 794 838 838 838 838
Dimensões L [mm] 653 853 653 853 853 853 853 853
gerais
máximas H P [mm] 802 802 802 802 790 790 790 790

P
Distância pólos I [mm] 210 275 210 275 275 275 275 275
L
Peso [kg] 140 148 140/146 (4)
148 228 228 228 277
TN 7413 7414 – 7414 7418 7418 7418 –
Quadro normalizado das dimensões
1VCD – – 000173 (4)
– – – – 000177
Temperatura de funcionamento [°C] - 5 ... + 40
Tropicalização IEC: 60068-2-30, 60721-2-1 •
Compatibilidade eletromagnética IEC: 62271-1 •
(1) Corrente nominal garantida com disjuntor instalado em quadro UniGear ZS1 e com temperatura ambiente de 40 °C.
(2) 2300 A corrente nominal garantida com ventilação natural; 2500 A corrente nominal garantida com ventilação forçada.
(3) 2700 A corrente nominale garantita con ventilazione naturale; 3150 A corrente nominal garantida com ventilação forçada.
(4) Versão 31,5 kA.

26
Características gerais dos disjuntores extraíveis para quadros UniGear ZS2 e módulos PowerCube (36 kV)

Disjuntor VD4/W 36
IEC 62271-100 •
Normas
VDE 0671; CEI 17-1 (Arquivo 1375) •
Tensão nominal Ur [kV] 36
Tensão nominal de isolamento Us [kV] 36
Tensão suportável a 50 Hz Ud (1 min) [kV] 70
Tensão de impulso suportável Up [kV] 170
Freqüência nominal fr [Hz] 50-60
Corrente térmica nominal (40 °C) (1)
Ir [A] 1250 1600 2000 2500 (*)
— — — —
Capacidade de interrupção nominal
Isc [kA] 31,5 31,5 31,5 31,5
(corrente nominal simétrica de curto-circuito)
— — — —
— — — —
Corrente nominal suportável de curta duração (3s) Ik [kA] 31,5 31,5 31,5 31,5
— — — —
— — — —
Capacidade de fechamento Ip [kA] 80 80 80 80
— — — —
Seqüência de operações [O - 0,3 s - CO - 15 s - CO] • • • •
Duração de abertura [ms] 33 ... 60
Duração do arco [ms] 10 ... 15
Duração total de interrupção [ms] 45 ... 75
Duração de fechamento [ms] 60 ... 80
I I H [mm] 973 973 973 973
Dimensões L [mm] 842 842 842 842
gerais
H P [mm] 788 788 788 788
máximas
L P Distância entre os pólos I [mm] 275 275 275 275
Peso [kg] 230 230 230 —
Quadro normalizado das dimensões TN 1VYN300901-KG 1VYN300901-KG 1VYN300901-KG —
Temperatura de funcionamento [°C] - 5 ... + 40
Tropicalização IEC: 60068-2-30, 60721-2-1 •
Compatibilidade eletromagnética IEC: 62271-1 •
(*) Entre em contato com a ABB

27
5.5.2. Tipos de disjuntores extraíveis disponíveis para quadros UniGear ZS1

Disjuntor extraível VD4 (12 kV)

Ur Isc Corrente térmica nominal (40 °C) [A]


L=650 L=800 L=1000 L=1000 L=1000
I=150 I=210 I=275 I=275 I=275 Tipo de disjuntor
kV kA
u/l=205 u/l=310 u/l=310 u/l=310 u/l=310
ø=35 ø=79 ø=79 ø=109 ø=109
16 630 VD4/P 12.06.16 p150
20 630 VD4/P 12.06.20 p150
25 630 VD4/P 12.06.25 p150
31,5 630 VD4/P 12.06.32 p150
16 1250 VD4/P 12.12.16 p150
20 1250 VD4/P 12.12.20 p150
25 1250 VD4/P 12.12.25 p150
31,5 1250 VD4/P 12.12.32 p150
40 1250 VD4/P 12.12.40 p210
50 1250 VD4/P 12.12.50 p210
20 1600 VD4/P 12.16.20 p210
25 1600 VD4/P 12.16.25 p210
31,5 1600 VD4/P 12.16.32 p210
40 1600 VD4/P 12.16.40 p210
50 1600 VD4/P 12.16.50 p210
20 2000 VD4/P 12.20.20 p210
25 2000 VD4/P 12.20.25 p210
31,5 2000 VD4/P 12.20.32 p210
40 2000 VD4/P 12.20.40 p210
50 2000 VD4/P 12.20.50 p210
12 40 1250 VD4/P 12.12.40 p275
20 1600 VD4/P 12.16.20 p275
25 1600 VD4/P 12.16.25 p275
31,5 1600 VD4/P 12.16.32 p275
40 1600 VD4/P 12.16.40 p275
50 1600 VD4/P 12.16.50 p275
20 2000 VD4/P 12.20.20 p275
25 2000 VD4/P 12.20.25 p275
31,5 2000 VD4/P 12.20.32 p275
40 2000 VD4/P 12.20.40 p275
50 2000 VD4/P 12.20.50 p275
20 2500 VD4/P 12.25.20 p275
25 2500 VD4/P 12.25.25 p275
31,5 2500 VD4/P 12.25.32 p275
40 2500 VD4/P 12.25.40 p275
50 2500 VD4/P 12.25.50 p275
20 3150 (1)
VD4/P 12.32.20 p275
25 3150 (1)
VD4/P 12.32.25 p275
31,5 3150 (1)
VD4/P 12.32.32 p275
40 3150 (1)
VD4/P 12.32.40 p275
50 3150 (1)
VD4/P 12.32.50 p275
L = largura do disjuntor.
I = distância horizontal entre os pólos.
u/l = distância entre os terminais superior e inferior.
ø = diâmetro dos contatos de isolamento.
(1) Até a 4000 A com ventilação forçada. A pedido.

28
Disjuntor extraível VD4 (17,5 kV)

Ur Isc Corrente térmica nominal (40 °C) [A]


L=650 L=800 L=1000 L=1000 L=1000
I=150 I=210 I=275 I=275 I=275 Tipo de disjuntor
kV kA
u/l=205 u/l=310 u/l=310 u/l=310 u/l=310
ø=35 ø=79 ø=79 ø=109 ø=109
16 630 VD4/P 17.06.16 p150
20 630 VD4/P 17.06.20 p150
25 630 VD4/P 17.06.25 p150
31,5 630 VD4/P 17.06.32 p150
16 1250 VD4/P 17.12.16 p150
20 1250 VD4/P 17.12.20 p150
25 1250 VD4/P 17.12.25 p150
31,5 1250 VD4/P 17.12.32 p150
40 1250 VD4/P 17.12.40 p210
50 1250 VD4/P 17.12.50 p210
20 1600 VD4/P 17.16.20 p210
25 1600 VD4/P 17.16.25 p210
31,5 1600 VD4/P 17.16.32 p210
40 1600 VD4/P 17.16.40 p210
50 1600 VD4/P 17.16.50 p210
20 2000 VD4/P 17.20.20 p210
25 2000 VD4/P 17.20.25 p210
31,5 2000 VD4/P 17.20.32 p210
40 2000 VD4/P 17.20.40 p210
50 2000 VD4/P 17.20.50 p210
17,5 40 1250 VD4/P 17.12.40 p275
20 1600 VD4/P 17.16.20 p275
25 1600 VD4/P 17.16.25 p275
31,5 1600 VD4/P 17.16.32 p275
40 1600 VD4/P 17.16.40 p275
50 1600 VD4/P 17.16.50 p275
20 2000 VD4/P 17.20.20 p275
25 2000 VD4/P 17.20.25 p275
31,5 2000 VD4/P 17.20.32 p275
40 2000 VD4/P 17.20.40 p275
50 2000 VD4/P 17.20.50 p275
20 2500 VD4/P 17.25.20 p275
25 2500 VD4/P 17.25.25 p275
31,5 2500 VD4/P 17.25.32 p275
40 2500 VD4/P 17.25.40 p275
50 2500 VD4/P 17.25.50 p275
20 3150 (1)
VD4/P 17.32.20 p275
25 3150 (1)
VD4/P 17.32.25 p275
31,5 3150 (1)
VD4/P 17.32.32 p275
40 3150 (1)
VD4/P 17.32.40 p275
50 3150 (1)
VD4/P 17.32.50 p275
L = largura do disjuntor.
I = distância horizontal entre os pólos.
u/l = distância entre os terminais superior e inferior.
ø = diâmetro dos contatos de isolamento.
(1) Até a 4000 A com ventilação forçada. A pedido.

29
Disjuntor extraível VD4 (24 kV)

Ur Isc Corrente térmica nominal (40 °C) [A]


L=800 L=1000 L=1000 L=1000
I=210 I=275 I=275 I=275 Tipo de disjuntor
kV kA
u/l=310 u/l=310 u/l=310 u/l=310
ø=35 ø=35 ø=79 ø=109
16 630 VD4/P 24.06.16 p210
20 630 VD4/P 24.06.20 p210
25 630 VD4/P 24.06.25 p210
16 1250 VD4/P 24.12.16 p210
20 1250 VD4/P 24.12.20 p210
25 1250 VD4/P 24.12.25 p210
31,5 1250 VD4/P 24.12.32 p210
16 630 VD4/P 24.06.16 p275
20 630 VD4/P 24.06.20 p275
25 630 VD4/P 24.06.25 p275
16 1250 VD4/P 24.12.16 p275
20 1250 VD4/P 24.12.20 p275
25 1250 VD4/P 24.12.25 p275
24
16 1600 VD4/P 24.16.16 p275
20 1600 VD4/P 24.16.20 p275
25 1600 VD4/P 24.16.25 p275
31,5 1600 VD4/P 24.16.32 p275
16 2000 VD4/P 24.20.16 p275
20 2000 VD4/P 24.20.20 p275
25 2000 VD4/P 24.20.25 p275
31,5 2000 VD4/P 24.20.32 p275
16 2300 (1)
VD4/P 24.25.16 p275
20 2300 VD4/P 24.25.20 p275
25 2300 VD4/P 24.25.25 p275
31,5 2300 VD4/P 24.25.32 p275
31,5 2700 (2)
VD4/P 24.32.32 p275
L = largura do disjuntor
I = distância horizontal entre os pólos
u/l = distância entre os terminais superior e inferior
ø = diâmetro dos contatos de isolamento
(1) 2500 A corrente nominal garantida com ventilação forçada
(2) 3150 A corrente nominal garantida com ventilação forçada

Disjuntor extraível VD4 (36 kV)

Ur Isc Corrente térmica nominal (40 °C) [A]


Tipo de polo
H=951
L=788
Tipo de disjuntor
kV kA u/l=380
ø=399 ø=399 ø=399 ø=399
I=275 I=275 I=275 I=275
P=778 P=778 P=778 P=778
1250 A VD4/W 36.12.32 p275
1600 A VD4/W 36.16.32 p275
36 31,5
2000 A VD4/W 36.20.32 p275
2500 A (*) VD4/W 36.25.32 p275
H = altura do disjuntor
L = largura do disjuntor
u/l = distância entre os terminais superior e inferior
ø = diâmetro dos contatos de isolamento
I = distância horizontal entre os pólos
P = profundidade do disjuntor
(*) = entre em contato com a ABB

30
VD4 - até 24 kV VD4 - até 24 kV

VD4 - 36 kV

5.5.3. Equipamento de série dos disjuntores extraíveis – alavanca para a carga manual das molas de fechamento
para quadros UniGear ZS1 (até 24 kV) - UniGear – contatos de isolamento
ZS2 e módulos PowerCube (VD4 36 kV) – cordão com conector (só tomada) para circuitos auxiliares,
com pino de contraste que impede a introdução da tomada
As versões básicas dos disjuntores extraíveis são tripolares e no soquete se a corrente nominal do disjuntor for diferente
equipadas com: da corrente nominal do painel
– comando manual do tipo EL – alavanca de extração/inserção (a quantidade deve ser
– sinalizador mecânico de molas de fechamento carregadas/ definida em função do número de aparelhos pedidos)
descarregadas – eletroímã de bloqueio no carro. Impede a inserção
– sinalizador mecânico de disjuntor aberto/fechado do disjuntor no painel com os circuitos auxiliares não
– botão de fechamento conectados (tomada não introduzida no soquete).
– botão de abertura
– contador de operações
– conjunto de dez contatos auxiliares de disjuntor aberto/
fechado
Nota: com o conjunto de dez contatos auxiliares fornecidos de série e
com o máximo das aplicações elétricas, estão disponíveis três contatos de
fechamento (sinalização de disjuntor aberto) e quatro contatos de abertura
(sinalização de disjuntor fechado).

31
5.5.4. Características gerais dos disjuntores extraíveis para módulos PowerCube

Características gerais dos disjuntores extraíveis


para módulos PowerCube (12 kV)

Disjuntor VD4/P 12 VD4/W 12


Módulo PowerCube PB1 PB2
IEC 62271-100 • •
Normas
VDE 0671; CEI 17-1 (Arquivo 1375) • •
Tensão nominal Ur [kV] 12 12
Tensão nominal de isolamento Us [kV] 12 12
Tensão suportável a 50 Hz Ud (1 min) [kV] 28 28
Tensão de impulso suportável Up [kV] 75 75
Freqüência nominal fr [Hz] 50-60 50-60
Corrente térmica nominal (40 °C) (1)
Ir [A] 630 1250 630 1250
16 16 16 16
20 20 20 20
Capacidade de interrupção nominal 25 25 25 25
(corrente nominal simétrica Isc [kA]
de curto-circuito) 31,5 31,5 31,5 31,5
— — — —
— — — —
16 16 16 16
20 20 20 20
Corrente nominal suportável 25 25 25 25
Ik [kA]
de curta duração (3s) 31,5 31,5 31,5 31,5
— — — —
— — — —
40 40 40 40
50 50 50 50
63 63 63 63
Capacidade de fechamento Ip [kA]
80 80 80 80
— — — —
— — — —
Seqüência de operações [O - 0,3 s - CO - 15 s - CO] • •
Duração de abertura [ms] 33 ... 60 33 ... 60
Duração do arco [ms] 10 ... 15 10 ... 15
Duração total de interrupção [ms] 43 ... 75 43 ... 75
Duração de fechamento [ms] 60 ... 80 60 ... 80
I I
H [mm] 628 628 691 691
Dimensões L [mm] 503 503 653 853
gerais H
máximas P [mm] 662 662 642 642
L P Distância pólos I [mm] 150 150 210 210
Peso [kg] 116 116 135 135
TN 7412 7412 7420 7420
Quadro normalizado das dimensões
1VCD — — — —
Temperatura de funcionamento [°C] - 5 ... + 40 - 5 ... + 40
Tropicalização IEC: 60068-2-30, 60721-2-1 • •
Compatibilidade eletromagnética IEC: 62271-1 • •
(1) Corrente nominal garantida com disjuntor instalado em caixa PowerCube e com temperatura ambiente de 40 °C
(2) Até a 4000 A de corrente nominal garantida com ventilação forçada. A pedido.

32
VD4/P 12 VD4/W 12
PB2 PB3 PB3
• • •
• • •
12 12 12
12 12 12
28 28 28
75 75 75
50-60 50-60 50-60
1250 1250 1600 1600 1600 2000 2000 2500 2500 3150 (2)
3150 (2)

– – – – – – – – – – –
– – 20 – – 20 – 20 – 20 –
– – 25 – – 25 – 25 – 25 –
– – 31,5 – – 31,5 – 31,5 – 31,5 –
40 – – 40 – 40 – 40 – 40 –
– 50 – – 50 – 50 – 50 – 50
– – – – – – – – – – –
– – 20 – – 20 – 20 – 20 –
– – 25 – – 25 – 25 – 25 –
– – 31,5 – – 31,5 – 31,5 – 31,5 –
40 – – 40 – 40 – 40 – 40 –
– 50 – – 50 – 50 – 50 – 50
– – – – – – – – – – –
– – 50 – – 50 – 50 – 50 –
– – 63 – – 63 – 63 – 63 –
– – 80 – – 80 – 80 – 80 –
100 – – 100 – 100 – 100 – 100 –
– 125 – – 125 – 125 – 125 – 125
• • •
33 ... 60 33 ... 60 33 ... 60
10 ... 15 10 ... 15 10 ... 15
43 ... 75 43 ... 75 43 ... 75
60 ... 80 60 ... 80 60 ... 80
691 691 691 691 691 690 691 691 691 730 691
653 681 653 653 681 653 681 853 853 853 853
641 643 642 641 643 642 643 640 643 640 643
210 210 210 210 210 210 210 275 275 275 275
174 180 160 174 180 160 190 186 225 221 240
– – 7415 – – 7415 – 7417 – – –
003284 003444 – 003284 003444 – 003444 – 003445 000152 003596
- 5 ... + 40 - 5 ... + 40 - 5 ... + 40
• • •
• • •

33
Características gerais dos disjuntores extraíveis para módulos PowerCube (17,5 kV)

Disjuntor VD4/P 17 VD4/W 17


Módulo PowerCube PB1 PB2
IEC 62271-100 • •
Normas
VDE 0671; CEI 17-1 (Arquivo 1375) • •
Tensão nominal Ur [kV] 17,5 17,5
Tensão nominal de isolamento Us [kV] 17,5 17,5
Tensão suportável a 50 Hz Ud (1 min) [kV] 38 38
Tensão de impulso suportável Up [kV] 95 95
Freqüência nominal fr [Hz] 50-60 50-60
Corrente térmica nominal (40 °C) (1)
Ir [A] 630 1250 630 1250
16 16 16 16
20 20 20 20
Capacidade de interrupção nominal 25 25 25 25
(corrente nominal simétrica Isc [kA]
de curto-circuito) 31,5 31,5 31,5 31,5
– – – –
– – – –
16 16 16 16
20 20 20 20
Corrente nominal suportável 25 25 25 25
Ik [kA]
de curta duração(3s) 31,5 31,5 31,5 31,5
– – – –
– – – –
40 40 40 40
50 50 50 50
63 63 63 63
Capacidade de fechamento Ip [kA]
80 80 80 80
– – – –
– – – –
Seqüência de operações [O - 0,3 s - CO - 15 s - CO] • •
Duração de abertura [ms] 33 ... 60 33 ... 60
Duração do arco [ms] 10 ... 15 10 ... 15
Duração total de interrupção [ms] 43 ... 75 43 ... 75
Duração de fechamento [ms] 60 ... 80 60 ... 80
I I H [mm] 628 628 691 691
Dimensões L [mm] 503 503 653 853
gerais
H P [mm] 662 662 642 642
máximas
L P Distância pólos I [mm]] 150 150 210 210
Peso [kg] 116 116 135 135
TN 7412 7412 7420 7420
Quadro normalizado das dimensões
1VCD – – – –
Temperatura di funzionamento [°C] - 5 ... + 40 - 5 ... + 40
Tropicalização IEC: 60068-2-30, 60721-2-1 • •
Compatibilidade eletromagnética IEC: 62271-1 • •
(1) Corrente nominal garantida com disjuntor instalado em caixa PowerCube e com temperatura ambiente de 40 °C
(2) Até a 4000 A de corrente nominal garantida com ventilação forçada. A pedido.

34
VD4/P 17 VD4/W 17
PB2 PB3 PB3
• • •
• • •
17,5 17,5 17,5
17,5 17,5 17,5
38 38 38
95 95 95
50-60 50-60 50-60
1250 1250 1600 1600 1600 2000 2000 2500 2500 3150 (2) 3150 (2)

– – – – – – – – – – –
– – 20 – – 20 – 20 – – 20
– – 25 – – 25 – 25 – – 25
– – 31,5 – – 31,5 – 31,5 – – 31,5
40 – – 40 – 40 – 40 – – 40
– 50 – – 50 – 50 – 50 50 –
– – – – – – – – – – –
– – 20 – – 20 – 20 – – 20
– – 25 – – 25 – 25 – – 25
– – 31,5 – – 31,5 – 31,5 – – 31,5
40 – – 40 – 40 – 40 – – 40
– 50 – – 50 – 50 – 50 50 –
– – – – – – – – – – –
– – 50 – – 50 – 50 – – 50
– – 63 – – 63 – 63 – – 63
– – 80 – – 80 – 80 – – 80
100 – – 100 – 100 – 100 – – 100
– 125 – – 125 – 125 – 125 125 –
• • •
33 ... 60 33 ... 60 33 ... 60
10 ... 15 10 ... 15 10 ... 15
43 ... 75 43 ... 75 43 ... 75
60 ... 80 60 ... 80 60 ... 80
691 691 691 691 691 690 691 691 691 691 730
653 681 653 653 681 653 681 853 853 853 853
641 643 642 641 643 642 643 640 643 643 640
210 210 210 210 210 210 210 275 275 275 275
174 180 160 174 180 160 190 186 225 240 221
– – 7415 – – 7415 – 7417 – – –
003284 003444 – 003284 003444 – 003444 – 003445 003596 000152
- 5 ... + 40 - 5 ... + 40 - 5 ... + 40
• • •
• • •

35
Características gerais dos disjuntores extraíveis para módulos PowerCube (24 kV)

Disjuntor VD4/P 24
Módulo PowerCube PB4 PB5
IEC 62271-100 • •
Normas
VDE 0671; CEI 17-1 (Arquivo 1375) • •
Tensão nominal Ur [kV] 24 24
Tensão nominal de isolamento Us [kV] 24 24
Tensão suportável a 50 Hz Ud (1 min) [kV] 50 50
Tensão de impulso suportável Up [kV] 125 125
Freqüência nominal fr [Hz] 50-60 50-60
Corrente térmica nominal (40 °C) (1)
Ir [A] 630 1250 1600 2000 2500 (2)

16 16 16 16 16
Capacidade de interrupção nominal 20 20 20 20 20
(corrente nominal simétrica Isc [kA]
de curto-circuito) 25 25 25 25 25
– 31,5 31,5 31,5 31,5
16 16 16 16 16
Corrente nominal suportável 20 20 20 20 20
Ik [kA]
de curta duração (3s) 25 25 25 25 25
– 31,5 31,5 31,5 31,5
40 40 40 40 40
50 50 50 50 50
Capacidade de fechamento Ip [kA]
63 63 63 63 63
– 80 80 80 80
Seqüência de operações [O - 0,3 s - CO - 15 s - CO] • • • • •
Duração de abertura [ms] 33 ... 60 33 ... 60
Duração do arco [ms] 10 ... 15 10 ... 15
Duração total de interrupção [ms] 43 ... 75 43 ... 75
Duração de fechamento [ms] 60 ... 80 60 ... 80
I I H [mm] 794 794 838 838 838
Dimensões L [mm] 653 653 853 853 853
gerais
H P [mm] 802 802 790 790 790
máximas
L P Distância pólos I [mm] 210 210 275 275 275
Peso [kg] 140 140/146 (3)
228 228 228
TN 7413 7413 7418 7418 7418
Quadro normalizado das dimensões
1VCD – 000173 (3)
– – –
Temperatura de funcionamento [°C] - 5 ... + 40
Tropicalização IEC: 60068-2-30, 60721-2-1 •
Compatibilidade eletromagnética IEC: 62271-1 •
(1) Corrente nominal garantida com disjuntor instalado em caixa PowerCube e com temperatura ambiente de 40 °C
(2) 2300 A: corrente nominal ininterrupta garantida com ventilação natural; 2500 A: corrente nominal ininterrupta garantida com ventilação forçada.
(3) Versão 31,5 kA.

36
5.5.5. Tipos de disjuntores extraíveis disponíveis para módulos PowerCube

Disjuntor extraível VD4 (12 kV)

Ur Isc Corrente térmica nominal (40 °C) [A]


L=650 L=800 L=1000 L=1000 L=1000
I=150 I=210 I=275 I=275 I=275 Tipo de disjuntor
kV kA
u/l=205 u/l=310 u/l=310 u/l=310 u/l=310
ø=35 ø=79 ø=79 ø=109 ø=109
16 630 VD4/P 12.06.16 p150
20 630 VD4/P 12.06.20 p150
25 630 VD4/P 12.06.25 p150
31,5 630 VD4/P 12.06.32 p150
16 1250 VD4/P 12.12.16 p150
20 1250 VD4/P 12.12.20 p150
25 1250 VD4/P 12.12.25 p150
31,5 1250 VD4/P 12.12.32 p150
16 630 VD4/W 12.06.16 p210
20 630 VD4/W 12.06.20 p210
25 630 VD4/W 12.06.25 p210
31,5 630 VD4/W 12.06.32 p210
16 1250 VD4/W 12.12.16 p210
20 1250 VD4/W 12.12.20 p210
25 1250 VD4/W 12.12.25 p210
31,5 1250 VD4/W 12.12.32 p210
40 1250 VD4/P 12.12.40 p210
50 1250 VD4/P 12.12.50 p210
20 1600 VD4/P 12.16.20 p210
12
25 1600 VD4/P 12.16.25 p210
31,5 1600 VD4/P 12.16.32 p210
40 1600 VD4/P 12.16.40 p210
50 1600 VD4/P 12.16.50 p210
20 2000 VD4/P 12.20.20 p210
25 2000 VD4/P 12.20.25 p210
31,5 2000 VD4/P 12.20.32 p210
40 2000 VD4/P 12.20.40 p210
50 2000 VD4/P 12.20.50 p210
20 2500 VD4/P 12.25.20 p275
25 2500 VD4/P 12.25.25 p275
31,5 2500 VD4/P 12.25.32 p275
40 2500 VD4/P 12.25.40 p275
50 2500 VD4/P 12.25.50 p275
20 3150 (1)
VD4/W 12.32.20 p275
25 3150 (1)
VD4/W 12.32.25 p275
31,5 3150 (1)
VD4/W 12.32.32 p275
40 3150 (1)
VD4/W 12.32.40 p275
50 3150 (1)
VD4/W 12.32.50 p275
L = largura do disjuntor
I = distância horizontal entre os pólos
u/l = distância entre os terminais superior e inferior
ø = diâmetro dos contatos de isolamento
(1) Até a 4000 A de corrente nominal com ventilação forçada. A pedido.

37
Disjuntor extraível VD4 (17,5 kV)

Ur Isc Corrente térmica nominal (40 °C) [A]


L=650 L=800 L=1000 L=1000 L=1000
I=150 I=210 I=275 I=275 I=275 Tipo de disjuntor
kV kA
u/l=205 u/l=310 u/l=310 u/l=310 u/l=310
ø=35 ø=79 ø=79 ø=109 ø=109
16 630 VD4/P 17.06.16 p150
20 630 VD4/P 17.06.20 p150
25 630 VD4/P 17.06.25 p150
31,5 630 VD4/P 17.06.32 p150
16 1250 VD4/P 17.12.16 p150
20 1250 VD4/P 17.12.20 p150
25 1250 VD4/P 17.12.25 p150
31,5 1250 VD4/P 17.12.32 p150
16 630 VD4/W 17.06.16 p210
20 630 VD4/W 17.06.20 p210
25 630 VD4/W 17.06.25 p210
31,5 630 VD4/W 17.06.32 p210
16 1250 VD4/W 17.12.16 p210
20 1250 VD4/W 17.12.20 p210
25 1250 VD4/W 17.12.25 p210
31,5 1250 VD4/W 17.12.32 p210
40 1250 VD4/P 17.12.40 p210
50 1250 VD4/P 17.12.50 p210
20 1600 VD4/P 17.16.20 p210
17,5
25 1600 VD4/P 17.16.25 p210
31,5 1600 VD4/P 17.16.32 p210
40 1600 VD4/P 17.16.40 p210
50 1600 VD4/P 17.16.50 p210
20 2000 VD4/P 17.20.20 p210
25 2000 VD4/P 17.20.25 p210
31,5 2000 VD4/P 17.20.32 p210
40 2000 VD4/P 17.20.40 p210
50 2000 VD4/P 17.20.50 p210
20 2500 VD4/P 17.25.20 p275
25 2500 VD4/P 17.25.25 p275
31,5 2500 VD4/P 17.25.32 p275
40 2500 VD4/P 17.25.40 p275
50 2500 VD4/P 17.25.50 p275
20 3150 (1)
VD4/W 17.32.20 p275
25 3150 (1)
VD4/W 17.32.25 p275
31,5 3150 (1)
VD4/W 17.32.32 p275
40 3150 (1)
VD4/W 17.32.40 p275
50 3150 (1)
VD4/W 17.32.50 p275
L = largura do disjuntor
I = distância horizontal entre os pólos
u/l = distância entre os terminais superior e inferior
ø = diâmetro dos contatos de isolamento
(1) Até a 4000 A de corrente nominal com ventilação forçada. A pedido.

38
Disjuntor extraível VD4 (24 kV)

Ur Isc Corrente térmica nominal (40 °C) [A]


L=800 L=1000
I=210 I=275 Tipo de disjuntor
kV kA
u/l=310 u/l=310
ø=35 ø=79
16 630 VD4/P 24.06.16 p210
20 630 VD4/P 24.06.20 p210
25 630 VD4/P 24.06.25 p210
16 1250 VD4/P 24.12.16 p210
20 1250 VD4/P 24.12.20 p210
25 1250 VD4/P 24.12.25 p210
31,5 1250 VD4/P 24.12.32 p210
16 1600 VD4/P 24.16.16 p275
20 1600 VD4/P 24.16.20 p275
24 25 1600 VD4/P 24.16.25 p275
31,5 1600 VD4/P 24.16.32 p275
16 2000 VD4/P 24.20.16 p275
20 2000 VD4/P 24.20.20 p275
25 2000 VD4/P 24.20.25 p275
31,5 2000 VD4/P 24.20.32 p275
16 2300 (1)
VD4/P 24.25.16 p275
20 2300 (1)
VD4/P 24.25.20 p275
25 2300 (1)
VD4/P 24.25.25 p275
31,5 2300 (1)
VD4/P 24.25.32 p275
L = largura do disjuntor
I = distância horizontal entre os pólos
u/l = distância entre os terminais superior e inferior
ø = diâmetro dos contatos de isolamento
(1) Até a 4000 A de corrente nominal garantida com ventilação forçada. A pedido.

5.5.6. Equipamento de série dos disjuntores extraíveis


para módulos PowerCube
As versões básicas dos disjuntores extraíveis são sempre
tripolares e equipadas com:
– comando manual do tipo EL
– sinalizador mecânico de molas de fechamento carregadas/
descarregadas
– sinalizador mecânico de disjuntor aberto/fechado
– botão de fechamento
– botão de abertura
– contador de operações
– conjunto de dez contatos auxiliares de disjuntor aberto/
fechado
Nota: com o conjunto de dez contatos auxiliares fornecidos de série e
com o máximo das aplicações elétricas, estão disponíveis três contatos de
fechamento (sinalização de disjuntor aberto) e quatro contatos de abertura
(sinalização de disjuntor fechado).
– alavanca para a carga manual das molas de fechamento
– contatos de isolamento
– cordão com conector (só tomada) para circuitos auxiliares,
com pino de contraste que impede a introdução da tomada
no soquete se a corrente nominal do disjuntor for diferente
da corrente nominal do painel
– alavanca de extração/inserção (a quantidade deve ser
definida em função do número de aparelhos pedidos)
– eletroímã de bloqueio no carro. Impede a inserção
do disjuntor no painel com os circuitos auxiliares não
conectados (tomada não introduzida no soquete).

39
5.5.7. Características gerais dos disjuntores extraíveis para quadros ZS8.4

Disjuntor VD4/Z8
Painel sem diafragmas •
Painel com diafragmas —
Preussen Elektra - EON (2) —
Largura [kV] 650 650 650 650 800 800
Profundidade [kV] 1000 1000 1000 1000 1200 1200
IEC 62271-100 •
Normas
VDE 0671 •
Tensão nominal Ur [kV] 12 12 17,5 17,5 24 24
Tensão nominal de isolamento Us [kV] 12 12 17,5 17,5 24 24
Tensão suportável a 50 Hz Ud (1 min) [kV] 28 28 38 38 50 50
Tensão de impulso suportável Up [kV] 75 75 95 95 125 125
Freqüência nominal fr [Hz] 50-60
Corrente térmica nominal (40 °C) (1)
Ir [A] 630 1250 630 1250 630 1250

Capacidade de interrupção nominal — — — — 16 16


(corrente nominal simétrica Isc [kA] 20 20 20 20 20 20
de curto-circuito) 25 25 25 25 25 25
— — — — 16 16
Corrente nominal admissível
Ik [kA] 20 20 20 20 20 20
de curta duração (3 s)
25 25 25 25 25 25
— — — — 40 40
Capacidade de fechamento Ip [kA] 50 50 50 50 50 50
63 63 63 63 63 63
Seqüência de operações [O-0,3s-CO-15s-CO] •
Duração de abertura [ms] 33...60
Duração do arco [ms] 10...15
Duração total de interrupção [ms] 43...75
Duração de fechamento [ms] 60...80
I I H [mm] 579 579 579 579 680 680
Dimensões L [mm] 503 503 503 503 653 653
gerais
H P [mm] 548 548 548 548 646 646
máximas
L P Distância pólos I [mm] 150 150 150 150 210 210
Peso [kg] 116 116 116 116 140 140
Quadro normalizado das dimensões 1VCD 000092 000137 000137 000137 000089 000138
Temperatura de funcionamento [°C] – 5 ... + 40
IEC 60068-2-30 •
Tropicalização
IEC 60721-2-1 •
Compatibilidade eletromagnética IEC 62271-1 •
(1) Corrente nominal garantida com disjuntor instalado em quadro com temperatura do ar de 40 °C.
(2) Tipo especial com dispositivo para a carga da mola de fechamento mediante puxador rotativo instalado fora do comando.

40
VD4/ZT8 VD4/ZS8
— —
• —
— •
650 650 650 650 800 800 650 650 800 800
1200 1200 1200 1200 1200 1200 1200 1200 1200 1200
• •
• •
12 12 17,5 17,5 24 24 12 12 24 24
12 12 17,5 17,5 24 24 12 12 24 24
28 28 38 38 50 50 28 28 50 50
75 75 95 95 125 125 75 75 125 125
50-60 50-60
630 1250 630 1250 630 1250 630 1250 630 1250
— — — — 16 16 — — 16 16
20 20 20 20 20 20 20 20 20 20
25 25 25 25 25 25 25 25 25 25
— — — — 16 16 — — 16 16
20 20 20 20 20 20 20 20 20 20
25 25 25 25 25 25 25 25 25 25
— — — — 40 40 — — 40 40
50 50 50 50 50 50 50 50 50 50
63 63 63 63 63 63 63 63 63 63
• •
33...60 40...60
10...15 10...15
43...75 50...75
60...80 60...80
579 579 579 579 680 680 579 579 680 680
503 503 503 503 653 653 503 503 653 653
638 638 638 638 646 646 638 638 646 646
150 150 150 150 210 210 150 150 210 210
116 116 116 116 140 140 116 116 140 140
000093 000134 000134 000134 000090 000136 000091 000133 000088 000135
– 5 ... + 40 – 5 ... + 40
• •
• •
• •

41
5.5.8. Tipos de disjuntores extraíveis disponíveis para quadros ZS8.4

Disjuntor extraível VD4/ZS8 - VD4/ZT8 - VD4/Z8 para quadros ZS8.4

Ur Isc Corrente nominal ininterrupta (40 °C) [A]


Painel com diafragma Painel sem diafragma Painel especial EON
L = 650 L = 800 L = 650 L = 800 L = 650 L = 800
Tipo de disjuntor
kV kA I = 150 I = 210 I = 150 I = 210 I = 150 I = 210
u/l = 205 u/l = 310 u/l = 205 u/l = 310 u/l = 205 u/l = 310
ø = 35 ø = 35 ø = 35 ø = 35 ø = 35 ø = 35
20 630 VD4/ZS8 12.06.20 p150
25 630 VD4/ZS8 12.06.25 p150
20 1250 VD4/ZS8 12.12.20 p150
25 1250 VD4/ZS8 12.12.25 p150
20 630 VD4/ZT8 12.06.20 p150
25 630 VD4/ZT8 12.06.25 p150
12
20 1250 VD4/ZT8 12.12.20 p150
25 1250 VD4/ZT8 12.12.25 p150
20 630 VD4/ZS8 12.06.20 p150
25 630 VD4/ZS8 12.06.25 p150
20 1250 VD4/ZS8 12.12.20 p150
25 1250 VD4/ZS8 12.12.25 p150
20 630 VD4/Z8 17.06.20 p150
25 630 VD4/Z8 17.06.25 p150
20 1250 VD4/Z8 17.12.20 p150
25 1250 VD4/Z8 17.12.25 p150
17,5
20 630 VD4/ZT8 17.06.20 p150
25 630 VD4/ZT8 17.06.25 p150
20 1250 VD4/ZT8 17.12.20 p150
25 1250 VD4/ZT8 17.12.25 p150
16 630 VD4/ZS8 24.06.16 p210
20 630 VD4/ZS8 24.06.20 p210
25 630 VD4/ZS8 24.06.25 p210
16 1250 VD4/ZS8 24.12.16 p210
20 1250 VD4/ZS8 24.12.20 p210
25 1250 VD4/ZS8 24.12.25 p210
16 630 VD4/ZT8 24.06.16 p210
20 630 VD4/ZT8 24.06.20 p210
25 630 VD4/ZT8 24.06.25 p210
24
16 1250 VD4/ZT8 24.12.16 p210
20 1250 VD4/ZT8 24.12.20 p210
25 1250 VD4/ZT8 24.12.25 p210
16 630 VD4/ZS8 24.06.16 p210
20 630 VD4/ZS8 24.06.20 p210
25 630 VD4/ZS8 24.06.25 p210
16 1250 VD4/ZS8 24.12.16 p210
20 1250 VD4/ZS8 24.12.20 p210
25 1250 VD4/ZS8 24.12.25 p210
L = largura do disjuntor
I = distância horizontal entre os pólos
u/l = distância entre os terminais superior e inferior
ø = diâmetro dos contatos de isolamento

42
5.5.9. Equipamento de série dos disjuntores extraíveis 5.5.10. VD4/ZS8 (Versão Preussen Elektra-EON)
para quadros ZS8.4 – Dispositivo para a carga das molas de fechamento, com
As versões básicas dos disjuntores extraíveis são tripolares e a porta fechada, por meio de puxador rotativo removível e
equipadas com: instalado fora do comando e do quadro
– comando manual do tipo EL – soquete Harting de 64 pinos com intertravamento mecânico
– sinalizador mecânico de molas de fechamento carregadas/ que impede a translação do disjuntor quando a tomada não
descarregadas está introduzida no soquete
– sinalizador mecânico de disjuntor aberto/fechado – intertravamento com a porta que impede a inserção da
– botão de fechamento alavanca de carga das molas quando o disjuntor está
– botão de abertura fechado
– contador de operações – intertravamento com a porta e o soquete Harting de 64
– conjunto de dez contatos auxiliares de disjuntor aberto/ pinos que impede o fechamento da porta quando a tomada
fechado não está introduzida no soquete.
Nota: com o conjunto de dez contatos auxiliares fornecidos de série e
com o máximo das aplicações elétricas, estão disponíveis três contatos de 5.5.11. VD4/Z8 - VD4/ZT8
fechamento (sinalização de disjuntor aberto) e quatro contatos de abertura
(sinalização de disjuntor fechado). – Soquete Harting de 64 pinos com intertravamento
– alavanca para a carga manual da mola de fechamento mecânico que impede a translação do disjuntor quando a
incorporada no comando para VD4/Z8 e VD4/ZT8, externa tomada não está introduzida no soquete.
com movimento rotativo para VD4/ZS8
– contatos de isolamento
– cordão com conector (só tomada) para circuitos auxiliares,
com pino de contraste que impede a introdução da tomada
no soquete se a corrente nominal do disjuntor for diferente
da corrente nominal do painel
– alavanca de extração/inserção (a quantidade deve ser
definida em função do número de aparelhos pedidos)

Legenda
1) Dispositivo para a carga das molas com puxador rotativo
2) Soquete Harting 64 plus com intertravamento mecânico que impede a translação quando a tomada não está introduzida
3) Intertravamento porta - soquete - dispositivo de carga da mola (só para a versão VD4/ZS8)

43
5.5.12. Características gerais dos disjuntores extraíveis para quadros UniSwitch e quadros UniMix (24 kV)

Disjuntor VD4/US 24 (3)


VD4/US 24 (4)

UniSwitch (unidade tipo CBW) • • — —


UniMix (unidade tipo P1/E) — — • •
IEC 62271-100 • — • —
Normas
VDE 0671; CEI 17-1 (Arquivo 1375) • — • —
Tensão nominal Ur [kV] 24 24 24 24
Tensão nominal de isolamento Us [kV] 24 24 24 24
Tensão suportável a 50 Hz Ud (1 min) [kV] 50 50 50 50
Tensão de impulso suportável Up [kV] 125 125 125 125
Freqüência nominal fr [Hz] 50-60 50-60 50-60 50-60
Corrente térmica nominal (40 °C) (1)
Ir [A] 630 1250 630 1250
Capacidade de interrupção nominal 16 (20) (5)
16 (25) (5)
16 16
Isc [kA]
(corrente nominal simétrica de curto-circuito) 20 (25) (5)
20 (25) (5)
20 20
Corrente nominal admissível de 16 (20) (5)
16 (25) (5)
16 16
Ik [kA]
curta duração (3 s) (2) 20 (25) (5)
20 (25) (5)
20 20
40 (50) (5)
40 (50) (5)
40 40
Capacidade de fechamento Ip [kA]
50 (63) (5)
50 (63) (5)
50 50
Seqüência de operações [O - 0,3 s - CO - 15 s - CO] • • • •
Duração de abertura [ms] 33 ... 60 33 ... 60 33 ... 60 33 ... 60
Duração do arco [ms] 10 ... 15 10 ... 15 10 ... 15 10 ... 15
Duração total de interrupção [ms] 43 ... 75 43 ... 75 43 ... 75 43 ... 75
Duração de fechamento [ms] 60 ... 80 60 ... 80 60 ... 80 60 ... 80
I I H [mm] 680 680 680 680
Dimensões L [mm] 653 653 653 653
gerais H
máximas P [mm] 742 742 742 742
L P Distância pólos I [mm] 210 210 210 210
Peso [kg] 125 125 125 125
Quadro normalizado das dimensões 1VCD 000047 000047 000047 000047
Temperatura de funcionamento [°C] - 5 ... + 40 - 5 ... + 40 - 5 ... + 40 - 5 ... + 40
Tropicalização IEC: 60068-2-30, 60721-2-1 • • • •
Compatibilidade eletromagnética IEC 62271 • • • •
(1) Corrente nominal garantida com disjuntor extraível instalado em quadro com temperatura ambiente de 40 °C
(2) O valor e a duração da corrente nominal admissível de curta duração dependem do quadro; consulte os catálogos específicos dos quadros UniSwitch e UniMix
(3) As rodas de ativação da persiana superior do quadro UniSwitch (unidade CBW) são montadas e reguladas pelo fabricante do quadro UniSwitch
(4) As rodas de ativação da persiana superior do quadro UniMix (unidade P1/E) estão disponíveis a pedido
(5) Os valores entre parênteses referem-se à tensão nominal de 12 kV.

44
5.5.13. Características gerais dos disjuntores extraíveis para quadros UniSec

Disjuntor VD4/SEC
IEC 62271-100 •
Normas
VDE 0671; CEI 17-1 (Arquivo 1375) •
Tensão nominal Ur [kV] 24
Tensão nominal de isolamento Us [kV] 24
Tensão suportável a 50 Hz Ud (1 min) [kV] 50
Tensão de impulso suportável Up [kV] 125
Freqüência nominal fr [Hz] 50-60
Corrente térmica nominal (40 °C) (1)
Ir [A] 630 - 1250
16
Capacidade de interrupção nominal
Isc [kA] 20
(corrente nominal simétrica de curto-circuito)
25
16
Corrente nominal admissível de
Ik [kA] 20
curta duração (3 s) (2)
25
40
Capacidade de fechamento Ip [kA] 50
63
Seqüência de operações [O - 0,3 s - CO - 15 s - CO] •
Duração de abertura [ms] 33 ... 60
Duração do arco [ms] 10 ... 15
Duração total de interrupção [ms] 43 ... 75
Duração de fechamento [ms] 60 ... 80
I I
H [mm] 743
Dimensões L [mm] 653
gerais H
máximas P [mm] 742
L P Distância pólos I [mm] 210
Peso [kg] 133
Quadro normalizado das dimensões 1VCD 000190
Temperatura de funcionamento [°C] - 5 ... + 40
Tropicalização IEC: 60068-2-30, 60721-2-1 •
Compatibilidade eletromagnética IEC 62271 •
(1) Corrente nominal garantida com disjuntor extraível instalado em quadro com temperatura ambiente de 40 °C.

45
5.5.13. Equipamento de série dos disjuntores extraíveis 5.6. Características dos acessórios
para quadros UniSwitch, UniMix e UniSec
elétricos
As versões básicas dos disjuntores extraíveis são tripolares e
equipadas com: – Relé de abertura (-MO1);
– comando manual do tipo EL – Relé de abertura suplementar (-MO2);
– sinalizador mecânico de molas de fechamento carregadas/ – Relé de fechamento (-MC)
descarregadas – Imã de bloqueio no atuador (-RL1)
– sinalizador mecânico de disjuntor aberto/fechado Un 24 - 30 - 48 - 60 - 110 - 125 - 220 - 250 V–
– botão de fechamento Un 48 - 60 - 110 - 120 ... 127 - 220 ... 240 V~ 50 Hz
– botão de abertura Un 110 - 120 - 127 - 220 - 240 V~ 60 Hz
– contador de operações Limites de
70 … 110% Un
funcionamento:
– conjunto de dez contatos auxiliares de disjuntor aberto/
Potência absorvida no
fechado c.c. = 200 W; c.a. = 200 VA
arranque (Ps):
Nota: com o conjunto de dez contatos auxiliares fornecidos de série e Duração do arranque cerca de 100 ms
com o máximo das aplicações elétricas, estão disponíveis três contatos de Potência de manutenção
abertura (sinalização de disjuntor aberto) e quatro contatos de fechamento c.c. = 5 W; c.a. = 5 VA
(Pc):
(sinalização de disjuntor fechado). Tempo de abertura: 35 ... 60 ms
– alavanca para o carregamento manual da mola de Tempo de fechamento: 30 ... 80 ms
fechamento incorporada no comando Tensão de isolamento: 2000 V 50 Hz (por 1 min)
– contatos de isolamento
– alavanca de extração/inserção (a quantidade deve ser Relé de mínima tensão (-MU)
definida em função do número de aparelhos pedidos).
Un 24 - 30 - 48 - 60 - 110 - 125 - 220 - 250 V–
Un 48 - 60 - 110 - 120 - 127 - 220 ... 240 V~ 50 Hz
Disjuntor extraível VD4 para quadro UniSwitch (unidade
Un 110 - 120 ... 127 - 220 ... 240 V~ 60 Hz
tipo CBW) e UniMix (unidade tipo P1/E)
Limites de
Ur Isc Corrente térmica nominal (40 °C) [A] funcionamento:
UniSwitch CBW UniMix P1/E – abertura do disjuntor: 35-70% Un
– fechamento do
I=210 I=210 85-110% Un
kV kA Tipo de disjuntor disjuntor:
u/l=310 u/l=310 Potência absorvida no
c.c. = 200 W; c.a. = 200 VA
ø=35 ø=35 arranque (Ps):
16 630 (1)
630 VD4/US 24.06.16 p210 Duração do arranque cerca de 100 ms
Potência de
20 630 (1)
630 VD4/US 24.06.20 p210 c.c. = 5 W; c.a. = 5 VA
manutenção (Pc):
25 — 630 VD4/US 24.06.25 p210 Tempo de abertura: 60 ... 80 ms
24
16 1250 (1)
1250 VD4/US 24.12.16 p210 Tensão de isolamento: 2000 V 50 Hz (por 1 min)
20 1250 (1)
1250 VD4/US 24.12.20 p210
25 — 1250 VD4/US 24.12.25 p210 Temporizador eletrônico para relé de mínima tensão
(1) 25 kA Isc à tensão nominal de 12 kV (montado fora do disjuntor)
I = distância horizontal entre os pólos
u/l = distância entre os terminais superior e inferior Un 24 ... 30 - 48 - 60 - 110 ... 127 - 220 ... 250 V–
ø = diâmetro dos contatos de isolamento
Un 48 - 60 - 110 ... 127 - 220 ... 240 V~ 50/60 Hz
Tempo de abertura
regulável 0,5-1-1,5-2-3 s
(relé + temporizador):
Disjuntor extraível VD4 para quadro UniSec
Ur Isc Corrente térmica nominal (40 °C) [A]
I=210
kV kA u/l=310 Tipo de disjuntor
ø=35
16 630 VD4/SEC 24.06.16 p210
20 630 VD4/SEC 24.06.20 p210
25 630 VD4/SEC 24.06.25 p210
24
16 1250 VD4/SEC 24.12.16 p210
20 1250 VD4/SEC 24.12.20 p210
25 1250 VD4/SEC 24.12.25 p210
I = distância horizontal entre os pólos
u/l = distância entre os terminais superior e inferior
ø = diâmetro dos contatos de isolamento

46
Motor para carro motorizado (-MT) (só para disjuntor Cosϕ Corrente nominal Capacidade de interrupção
extraível para quadro UniGear ZS1 e ZS8.4) 220 V c.a. 0,7 2,5 A 25 A
Un 24-30-48-60-110-220 V c.c. 380 V c.a. 0,7 1,5 A 15 A
Limites de 500 V c.a. 0,7 1,5 A 15 A
85 ... 110% Un
funcionamento: 660 V c.a. 0,7 1,2 A 12 A
Potência nominal (Pn): 40 W
Costante de tiempo
1 ms 10 A 12 A
Comando por motor (-MS)
15 ms 10 A 12 A
24 V c.c.
Características 50 ms 8A 10 A
Un 24...30 - 48...60 - 110...130 - 220...250 V– 200 ms 4A 7,7 A
Un 100...130 - 220...250 V ~ 50/60 Hz 1 ms 8A 10 A
Limites de 15 ms 6A 8A
85 … 110% Un 60 V c.c.
funcionamento:
50 ms 5A 6A
≤ 40 kA 50 kA
Potência absorvida 200 ms 4A 5,4 A
arranque (Ps): c.c.=600 W; c.c.=900 W; 1 ms 6A 8A
c.a.=600 VA c.a.=900 VA
15 ms 4A 5A
c.c.=200 W; c.c.=350 W; 110 V c.c.
Potência nominal (Pn): 50 ms 2A 4,6 A
c.a.=200 VA c.a.=350 VA
Duração do arranque 0,2 s 0,2 s 200 ms 1A 2,2 A
1 ms 1,5 A 2A
Tempo de carregamento: 6-7 s 6-7 s
15 ms 1A 1,4 A
220 V c.c.
2000 V 50 Hz 2000 V 50 Hz 50 ms 0,75 A 1,2 A
Tensão de isolamento:
(por 1 min) (por 1 min)
200 ms 0,5 A 1A
Nota
Contatos auxiliares do disjuntor Com o grupo de 10 contatos auxiliares fornecidos de série estão disponíveis:
– para disjuntor fixo: 3 contatos NA + 5 contatos NF
Tensão de isolamento segundo as 660 V c.a. – para disjuntor extraível: 3 contatos NA + 4 contatos NF.
normas VDE0110, Grupo C 800 V c.c. Com o grupo de 15 contatos auxiliares (+ 5 contatos a pedido além dos 10 fornecidos
de série) estão disponíveis:
Tensão nominal 24 V... 660 V – para disjuntor fixo, à escolha, 6 contatos NA + 7 contatos NF ou 8 contatos NA
Tensão de teste 2,5 kV + 5 contatos NF ou 5 contatos NA + 8 contatos NF ou ainda 3 contatos NA + 10
contatos NF
Corrente máxima nominal 10 A – para disjuntor extraível estão disponíveis, em função das aplicações solicitadas, de
Número de contatos 5 um máximo de 6 contatos NA + 6 contatos NF a um mínimo de 5 contatos NA + 5
contatos NF.
Excursão dos contatos 6 mm ... 7 mm
Força de acionamento 26 N
Ímã de bloqueio no carro (-RL2) (*)
Resistência 3 mΩ
Temperatura de armazenagem - 20 °C ... + 120 °C 24 - 30 - 48 - 60 - 110 - 125 - 127 - 132 - 220
Un
- 240 V–
Temperatura de funcionamento - 20° C ... + 70 °C
24 - 30 - 48 - 60 - 110 - 125 - 127 - 220 - 230
Aumento de temperatura de contato 20 K Un
... 240 V~ 50/60 Hz
Número de ciclos 30.000
Limites de
Capacidade de interrupção ilimitada se forem utilizados com fusível em série 85 … 110% Un
funcionamento:
de 10 A Potência absorvida no
c.c. = 250 W; c.a. = 250 VA
arranque (Ps):
Potência absorvida em
c.c. = 5 W; c.a. = 5 VA
serviço contínuo (Pc):
Duração do arranque: 150 ms
(*) Não disponível para versões com carro motorizado

47
6. Instruções para a manobra do disjuntor
6.1. Indicações de segurança As manobras de introdução e extração do
disjuntor nos quadros devem ser graduais,
Os disjuntores VD4 garantem um grau de proteção para evitar pancadas que possam deformar os
mínimo IP2X se forem instalados nas seguintes intertravamentos mecânicos.
condições: Por motivos de segurança, se não for possível
– disjuntor fixo, instalado atrás de rede metálica de determinar o estado aberto ou fechado, o disjuntor
proteção deve ser considerado, para todos os efeitos,
– disjuntor extraível, instalado em quadro. fechado e sob tensão.
Nestas condições, o operador fica totalmente Neste caso, todas as conexões de alta tensão
protegido do contato acidental com partes em para o lado primário do disjuntor devem estar não
movimento. alimentadas e colocadas em potencial zero. Esta
Se efetuar manobras mecânicas no disjuntor fora condição deve ser confirmada antes da execução
do quadro, o operador deverá tomar o máximo de qualquer operação de teste, manutenção,
cuidado com as partes em movimento. reparos e da colocação em serviço seguinte.
Se as manobras estiverem impedidas, não force
os intertravamentos mecânicos e verifique se a
seqüência das manobras é correta. 6.2. Dispositivos de manobra e
sinalização
Disjuntores VD4 para quadros UniGear e módulo
PowerCube (fig. 6a)

Dispositivo de exclusão
mecânico para relé de mínima
tensão (a pedido)

Relé de mínima tensão


ativado. O disjuntor só
1 4 pode ser fechado se o relé
5 de mínima tensão estiver
recebendo alimentação.
2 6
11
Relé de mínima tensão de-
7 sativado. O disjuntor pode
ser fechado mesmo se o
8 relé de mínima tensão não
estiver recebendo alimen-
9 tação.

3 10

Legenda
1 Bloqueio por chave (se for previsto) (*)
2 Alavanca para a carga manual das molas de fechamento (exceto versão VD4/ZS8 - ver a figura 6b)
3 Engate para a alavanca de manobra de extração (só para disjuntores extraíveis)
4 Botão de abertura
5 B otão de fechamento
6 Sinalizador de disjuntor aberto/fechado
7 S inalizador de mola de fechamento carregada/descarregada
8 Contador de operações
9 Puxadores para o acionamento dos bloqueios do carro (só para disjuntores extraíveis)
10 Alavanca de manobra de inserção/extração do disjuntor (para VD4/ZS8 existe uma versão especial)
11 Dispositivo de exclusão mecânico para relé de mínima tensão (a pedido).
(*) Atenção! Para ativar o bloqueio por chave: abra o disjuntor; mantenha o botão de abertura pressionado, rode a chave e extraia-a da sua sede.

Fig. 6a

48
6.3. Manobras de fechamento e b) Manobra elétrica de carregamento das molas
A pedido, o disjuntor pode ser equipado com os seguintes
abertura do disjuntor
acessórios para a manobra elétrica:
A manobra do disjuntor pode ser manual ou elétrica (fig. 6 - – motor de engrenagens para o carregamento automático
fig. 7). das molas de fechamento
– relé de fechamento
a1) Carga manual das molas de fechamento para
– relé de abertura.
disjuntores VD4 para quadros UniGear e módulos
O motor de engrenagens recarrega as molas
PowerCube (fig. 7a)
automaticamente depois de cada operação de fechamento
Acione repetidamente a alavanca de carga (2) (ângulo máximo até o aparecimento do sinalizador amarelo (7).
de rotação da alavanca de cerca de 90°) até o aparecimento Se faltar a tensão durante o carregamento, o motor
do sinalizador amarelo (7). de engrenagens pára e recomeça a carregar as molas
Os esforços máximos normalmente aplicáveis na alavanca automaticamente quando a tensão volta.
são < 150 N para o comando EL1, < 200 N para o comando De qualquer maneira, é sempre possível completar a
EL2 e < 250 N para o comando EL3. operação de recarga manualmente.
Para disjuntores com capacidade de interrupção de 50 kA,
estão previstos comandos tipo EL1 Twin e EL2 Twin. Para a c) Fechamento do disjuntor
carga manual recomendamos introduzir até o fim a alavanca A operação só pode ser feita com as molas de fechamento
adicional (1) conforme indicado na fig. 7c. Desta maneira, o totalmente carregadas.
esforço máximo que deve ser aplicado é < 200 N. Para o fechamento manual, pressione o botão (5 - fig. 6a).
Para saber qual o tipo de comando, veja a placa de Se o relé de fechamento estiver presente, a operação
características reproduzida na fig. 1. também pode ser feita à distância por meio do circuito
específico de controle. O fechamento é indicado pelo
a2) Carga manual das molas de fechamento para sinalizador (6 -fig. 6b).
disjuntores VD4/ZS8 (fig. 7b)
Rode a alavanca de carga (2) (executar cerca de 12 rotações) d) Abertura do disjuntor
até o aparecimento do sinalizador amarelo (7). O esforço Para a abertura manual pressione o botão (4 -fig. 6a).
máximo normalmente aplicável é < 150 N para o comando Se o relé de abertura estiver presente, a operação também
EL1 e < 230 N para o comando EL3. pode ser feita à distância por meio do circuito específico de
A manobra pode ser feita com a porta aberta, com a porta controle. A abertura é indicada pelo sinalizador (6 -fig. 6a).
fechada, com o disjuntor extraído e com o disjuntor inserido.
A manobra pode ser feita indiferentemente com a porta
aberta ou fechada e com o disjuntor extraído ou inserido.
ATENÇÃO (fig. 6b): Introduza a alavanca de carregamento
manual da mola de fechamento (2b) na respectiva sede (2a);
rode a alavanca no sentido horário (cerca de 12 voltas) até
aparecer o sinalizador amarelo (7) que indica que a mola
está totalmente carregada; ao concluir a carga, a alavanca
gira meia volta sem carga (não se sente esforço) e depois
bloqueia-se por um aumento de carga repentino; não force
nem tente continuar o carregamento porque isso iria danificar
o dispositivo.

Disjuntores VD4 para quadros ZS8.4 (fig. 6b)


a3) Carga manual das molas de fechamento para
disjuntores VD4/ZS8 (fig. 7b)
Rode a alavanca de carga (2) até aparecer o sinalizador
amarelo (7). O esforço máximo normalmente aplicável é
< 150 N para o comando EL1 e < 230 N para o comando EL3.
A manobra pode ser feita indiferentemente com a porta
aberta ou fechada e com o disjuntor extraído ou inserido.
ATENÇÃO (fig. 6b): Introduza a alavanca de carregamento
manual da mola de fechamento (2b) na respectiva sede (2a);
rode a alavanca no sentido horário (cerca de 12 voltas) até
aparecer o sinalizador amarelo (7) que indica que a mola
está totalmente carregada; ao concluir a carga, a alavanca
gira meia volta sem carga (não se sente esforço) e depois
bloqueia-se por um aumento de carga repentino; não force
nem tente continuar o carregamento porque isso iria danificar
o dispositivo.

49
10

1 5
2
7
1

9 3 6

2b

Legenda
1 Bloqueio por chave (se for previsto)
2 Alavanca para o carregamento manual das molas de fechamento
2a Engate para a alavanca de carga manual das molas de fechamento
(quando não for prevista a alavanca 2)
2b Alavanca para o carregamento manual da mola de fechamento para
dispositivo com carga rotativa
3 Engate para a alavanca de manobra de extração (só para disjuntores
extraíveis)
2a 4 Botão de abertura
5 Botão de fechamento
6 Sinalizador de disjuntor aberto/fechado
7 Sinalizador de molas de fechamento carregadas/descarregadas
8 Contador de operações
9 Puxadores para o acionamento dos bloqueios do carro (só para disjuntores
extraíveis)
10 Alavanca de manobra de inserção/extração do disjuntor

Fig. 6b

50
≈ 90°

7
2

Fig. 7a

2 7 2 7

Fig. 7b

Fig. 7c

51
7. Instalação
7.1. Informações gerais
Clima
Uma instalação correta representa um fator Para evitar o risco de corrosão ou de outros danos em zonas:
essencial. As instruções do fabricante devem ser – com umidade elevada e/ou
estudadas atentamente e respeitadas. – com variações rápidas e elevadas da temperatura, adote medidas
adequadas (por exemplo, empregando aquecedores elétricos) para
É recomendável utilizar luvas para manipular as
impedir a formação de condensação.
peças durante a instalação.
Contate a ABB para exigências especiais de instalação ou
7.2. Condições de instalação e de para condições operacionais diferentes.

funcionamento As zonas afetadas pela passagem de condutores


As normas indicadas a seguir devem ser consideradas com de potência ou de condutores dos circuitos
uma atenção especial durante a instalação e o funcionamento: auxiliares devem ser protegidas contra o eventual
– IEC 62271-1/DIN VDE 0101 acesso de animais que poderiam provocar danos
– VDE 0105: Funcionamento de instalações elétricas ou problemas de funcionamento.
– DIN VDE 0141: Sistemas de ligação à terra para instalações
elétricas com tensão nominal acima de 1 kV 7.2.3. Curvas de interrupção
– Todas as normas de prevenção de acidentes em vigor nos Nos gráficos seguintes indicamos o número de ciclos
respectivos países. fechamento-abertura (N.) admitido para as ampolas a vácuo
em função da capacidade de interrupção (Ia).
7.2.1. Condições normais
Devem ser respeitadas as recomendações das normas
IEC 62271-1 e 62271-100. Em especial:
Legenda (Figs. 8...)
N. Número de ciclos de fechamento-abertura admissível para as ampolas a
Temperatura ambiente vácuo.
Máxima + 40 °C Ia Capacidade de interrupção das ampolas a vácuo.
Máxima média em 24 horas + 35 °C
Mínima (dependendo da classe – 5),
– 5°
aparelhos para interiores

Umidade
O valor médio da umidade relativa, medida por um período superior a 24
horas, não deve ultrapassar 95%.
O valor médio da pressão do vapor de água, medido por um período
superior a 24 horas, não deve ultrapassar 2,2 kPa.
O valor médio da umidade relativa, medida por um período superior a 1
mês, não deve ultrapassar 90%.
O valor médio da pressão do vapor de água, medido por um período
superior a 1 mês, não deve ultrapassar 1,8 kPa.

Altitude
< 1000 m acima do nível do mar

7.2.2. Condições especiais N.


Instalações em altitudes superiores a 1000 m a.n.m.
Possível dentro dos limites permitidos pela redução da rigidez dielétrica do
ar.

Aumento da temperatura ambiente


Redução da corrente nominal.
Favorecer a dissipação do calor com ventilação suplementar adequada.

Fig. 8a

52
N. N.

Fig. 8b Fig. 8c

N. N.

Fig. 8d Fig. 8e

53
N. N.

Fig. 8f Fig. 8g

N. N. 12/17.5 kV

24/36/40.5 kV

VD4 High Current


- 12/17.5 kV, ...3150 A, ...40 kA
- 24 kV, ...3150 A, ...31.5 kA
- 36/40.5 kV, ...3150 A, ...31.5 kA

Fig. 8h Fig. 8i

54
In = 1250 A In = 1250 A

In = 1600 A

In = 2000 A
N. N.

- 36 kV, 1250 A, 31.5 kA - 36 kV, >1600 A, 31.5 kA

Fig. 8l Fig. 8m

7.3. Operações preliminares o circuito do relé de fechamento (-MC) durante a translação


desde a posição de isolado e vice-versa.
– Limpar as partes isolantes com panos limpos e secos. Nos carros da ABB, esta função é realizada pelos contatos
– Verificar se os terminais superiores e inferiores estão limpos auxiliares -BT1 e -BT2 que cortam a alimentação para o
e sem nenhuma deformação provocada por pancadas relé durante e antes da ativação do bloqueio mecânico do
recebidas durante o transporte ou durante a armazenagem. dispositivo roscado de inserção do carro. Desta maneira, a
alimentação para o relé de fechamento pode ser aplicada
7.4. Instalação do disjuntor fixo somente no fim do acionamento do bloqueio mecânico.
Assim, tem-se a certeza de que nenhum impulso elétrico
O disjuntor pode ser montado diretamente em armações de
será capaz de ativar o relé de fechamento com o disjuntor
suporte realizadas pelo cliente ou em carro de sustentação
colocado em posição intermediária.
específico (disponível a pedido).
Se for montado no carro de sustentação, o disjuntor deve
ser devidamente fixado pelo cliente no fundo do respectivo 7.5. Instalação do disjuntor extraível
compartimento. A superfície do pavimento, na zona Os disjuntores extraíveis foram concebidos para o emprego
correspondente às rodas do carro, deve ser cuidadosamente nos quadros UniGear ZS1, UniGear ZS2, UniSec e módulos
nivelada. PowerCube.
Um grau de proteção mínimo (IP2X) deve ser garantido desde Para inserir e extrair o disjuntor do quadro, introduza até o
a parte frontal às partes submetidas à tensão. fundo a alavanca (1) (fig. 9) na sede correspondente (2) e
acione-a no sentido horário para a inserção, ou no sentido
7.4.1. Montagem do disjuntor em carro realizado por anti-horário para a extração, até atingir as posições de fim de
terceiros curso. As operações de inserção e extração dos disjuntores
Os disjuntores VD4 que não são instalados em carros da devem ser graduais para evitar pancadas que poderiam
ABB, mas em carros realizados pelo cliente, devem ser deformar os intertravamentos mecânicos e os batentes fins
equipados com um ou dois contatos auxiliares adicionais de curso.
(acionados pelo bloqueio mecânico e pelo dispositivo de Normalmente, o torque necessário para efetuar a inserção e
disparo do disjuntor) aos quais confiar a tarefa de interromper extração é menor ou igual a 25 Nm.

55
Este valor não deve ser ultrapassado. Se as manobras forem de metade da excursão entre a posição de isolado para
impedidas ou difíceis, não as force e verifique se a seqüência teste e a posição de conectado. O torque necessário para
das manobras é correta. efetuar a movimentação do carro é de < 25 Nm.
Com esta operação é possível, se a polaridade de
Nota alimentação do motor do carro foi invertida acidentalmente,
Para completar a operação de inserção ou de extração são necessárias cerca
enfrentar uma direção eventualmente errada sem causar
de 20 rotações da alavanca para disjuntores de até 17,5 kV; cerca de 30
rotações para disjuntores de 24 kV. danos. Verificações de controle:
a) rotação do motor no sentido horário durante a inserção do
Quando o disjuntor atinge a posição de isolado em teste/ disjuntor.
isolado, pode-se considerá-lo inserido no quadro e, ao b) rotação do motor no sentido anti-horário durante a
mesmo tempo, ligado à terra mediante as rodas do carro. extração do disjuntor.
Disjuntores extraíveis da mesma versão, e portanto com – Tire a alavanca manual (1) do encaixe (2) Fig. 9
mesmas dimensões, são intercambiáveis. Todavia, quando – Forneça alimentação elétrica ao circuito do motor do carro.
for previsto, por exemplo, um equipamento diferente dos – Acione o comando para a manobra de inserção elétrica.
acessórios elétricos, uma codificação diferente da tomada Depois de ocorrida a inserção, verifique a comutação
dos circuitos auxiliares não permite combinações erradas correta do respectivo contato auxiliar.
entre painéis e disjuntores. – Ao terminar a operação, acione o comando para a manobra
Para as operações de instalação do disjuntor, consulte também de extração elétrica. Depois de ocorrida a extração,
a documentação técnica dos referidos quadros elétricos. verifique a comutação correta do respectivo contato
auxiliar.
• As manobras de inserção e extração devem ser – Se acontecer uma falha no motor durante uma manobra
feitas sempre com o disjuntor aberto. de inserção ou de extração, é possível conduzir o carro
• Na primeira colocação em funcionamento, para o fim do curso manualmente com uma manobra de
recomenda-se carregar manualmente emergência, cortando primeiro a tensão para o circuito de
os comandos dos disjuntores para não alimentação do motor e, em seguida, utilizando a alavanca
sobrecarregar o circuito de alimentação auxiliar. manual, com o mesmo procedimento empregado para o
carro manual.
7.5.1. Disjuntores com carro extraível motorizado
Nota
Faça o teste de inserção/extração do carro motorizado A movimentação do carro feita com a alavanca manual provoca, mediante a
seguindo o mesmo procedimento empregado para um carro transmissão por corrente, a rotação do induzido do motor do carro que, por se
comportar como um gerador, pode provocar uma tensão inversa nos terminais
manual e respeitando as seguintes instruções:
de conexão.
– Coloque o disjuntor no quadro na posição de aberto e Isso pode danificar o ímã permanente do motor; portanto, todas as manobras
isolado, com o circuito de alimentação do motor sem de inserção e de extração do carro feitas com a alavanca manual, devem ser
tensão e com a porta da caixa fechada. executadas na ausência de tensão no circuito do motor.

– Introduza a alavanca de inserção manual (1) no encaixe


próprio (2) Fig. 9 e conduza o carro motorizado para cerca

Inserção

Max 25 Nm

Extração

Fig. 9

56
7.6. Ligações do circuito de potência T2

dos disjuntores fixos Parafuso Torque de aperto recomendado (1)

Sem lubrificante Com lubrificante (2)

7.6.1. Avisos gerais M6 10 Nm 4,5 Nm


– Escolha a seção dos condutores em função da corrente M8 30 Nm 10 Nm
de funcionamento e da corrente de curto-circuito da M10 40 Nm 20 Nm
instalação. M12 70 Nm 40 Nm
– Predisponha a colocação de isoladores de sustentação M16 200 Nm 80 Nm
adequados, perto dos terminais do disjuntor fixo ou (1) O torque de aperto nominal baseia-se num coeficiente de atrito da rosca de 0,14
do invólucro, dimensionados em função dos esforços (valor distribuído ao qual a rosca fica sujeita que, em alguns casos, não pode ser
transcurado). O torque de aperto nominal com lubrificante está de acordo com as
eletrodinâmicos oriundos da corrente de curto-circuito da normas DIN 43673.
instalação. (2) Óleo ou graxa. Rosca e superfícies em contato com a cabeça lubrificadas.
Considerar as diferenças em relação à tabela geral das Normas (por exemplo, para
sistemas de contato ou terminações) conforme previsto na documentação técnica
7.6.2. Montagem das conexões específica. Recomenda-se que a rosca e as superfícies em contato com as cabeças
dos parafusos sejam ligeiramente lubrificadas com óleo ou graxa para permitir um
– Verifique se as superfícies de contato das conexões são torque de aperto nominal correto.

planas, não apresentam rebarbas, traços de oxidação nem


deformações provocadas pela furação ou por pancadas
recebidas. 7.7. Ligação à terra
– Em função do material condutor utilizado e do tratamento
superficial adotado, faça na superfície de contato do Para o disjuntor na versão fixa proceda à ligação à terra
condutor as operações indicadas na tabela T1. utilizando o parafuso específico marcado com o símbolo de
terra. Limpe e desengraxe a zona ao redor do parafuso por
Procedimentos de montagem um diâmetro de cerca de 30 mm e, ao terminar a montagem,
cubra a junção com graxa de vaselina.
– Ponha as conexões em contato com os terminais do
Utilize um condutor (barramento ou trança) com seção que
disjuntor tendo o cuidado de evitar solicitações mecânicas
satisfaça as normas em vigor.
(tração / compressão) exercidas, por exemplo, pelas barras
condutoras nos próprios terminais.
– Intercale uma arruela elástica e uma plana entre a cabeça 7.8. Ligação dos circuitos auxiliares
do parafuso e a conexão. Nota: a seção mínima dos fios utilizados para os circuitos
– Recomendamos a utilização de parafusos em conformidade auxiliares não deve ser inferior à utilizada para as cablagens
com as normas DIN classe 8.8, consultando também as internas. Além disso, devem ser isolados para 3 kV de teste.
informações indicadas na tabela T2.
– No caso de conexões feitas em cabo, respeite à risca as 7.8.1. Disjuntor fixo
instruções do fabricante para executar as terminações.
A ligação dos circuitos auxiliares do disjuntor deve ser feita
por intermédio do bloco de terminais (1) (fig. 10) montado no
T1 interior do disjuntor e os fios devem passar pela união (2).
Cobre descoberto Fora da união, os cabos devem passar através de um
– Limpar com lima fina ou lixa. revestimento metálico adequado de proteção (tubo, canalete,
– Apertar bem e recobrir as superfícies de contato com graxa tipo 5RX ...) que deve ser ligado à terra.
Moly.
Para evitar que os fios da cablagem fora do disjuntor
Cobre ou alumínio prateado (realizada pelo cliente) entrem acidentalmente em contato
– Limpar com pano áspero e seco. com partes móveis, com a possibilidade de danos no
– Só no caso de traços resistentes de oxidação, limpar com lixa de isolamento, recomendamos colocar e fixar os fios conforme
granulação finíssima tomando cuidado para não remover a camada
superficial.
mostrado na fig. 10a.
– Se necessário, restabelecer o tratamento superficial.
Antes de remover a caixa hermética do comando
Alumínio descoberto para ter acesso ao bloco de terminais, verifique se o
– Limpar com escova metálica ou lixa. disjuntor está aberto e com as molas de fechamento
– Recobrir as superfícies de contato imediatamente com graxa neutra. descarregadas.
– Inserir entre a conexão em alumínio e o terminal em cobre o bimetal
cobre-alumínio com superfícies lixadas (lado em cobre em contato com 7.8.2. Disjuntor extraível
o terminal; lado em alumínio em contato com a conexão).
Os circuitos auxiliares do disjuntor extraível são
completamente cablados na fábrica até o conector (fig. 11).
Para as conexões externas, consulte o esquema elétrico do
quadro.

57
Disjuntor VD4 para quadros UniGear e módulo PowerCube.

1 2

Fig. 10

Disjuntor VD4 para quadros ZS8.4


(versão VD4/ZS8 com carga rotativa).

Fig. 10a Fig. 11

58
8. Colocação em serviço
8.1. Procedimentos gerais Faça estas operações antes de pôr o disjuntor em serviço:
– verifique se as conexões de potência estão corretamente
Todas as operações relacionadas com a entrada apertadas nos terminais do disjuntor;
em funcionamento devem ser feitas por pessoal – estabeleça a calibragem do relé de sobrecorrente primário
da ABB ou por pessoal do cliente que tenha eletrônico (se previsto);
uma qualificação adequada e um conhecimento – verifique se o valor da tensão de alimentação dos circuitos
detalhado da aparelhagem e da instalação. auxiliares está entre 85% e 110% da tensão nominal das
Se as manobras estiverem impedidas, não force aplicações elétricas;
os intertravamentos mecânicos e verifique se a – verifique se não entraram corpos estranhos, tais como
seqüência das manobras é correta. resíduos de embalagem, entre os componentes móveis;
Os esforços de manobra que podem ser aplicados – verifique se no local de instalação é garantida uma troca de
para a inserção dos disjuntores extraíveis estão ar suficiente para evitar aumentos de temperatura;
indicados no parágrafo 7.5. – faça ainda os controles indicados na tabela T3.

59
T3
OBJETO DA INSPEÇÃO PROCEDIMENTO CONTROLE POSITIVO
1 Resistência de isolamento. Circuito de média tensão
Com um aparelho megger de 2500 V meça a resistência de A resistência de isolamento deve ser de pelo
isolamento entre as fases e a massa do circuito. menos 50 mOhm e, de qualquer maneira,
constante no tempo.
Circuitos auxiliares
Com um aparelho megger de 500 V (se as aparelhagens A resistência de isolamento deve ser de pelo
instaladas permitirem o seu uso), meça a resistência de menos alguns mOhm e, de qualquer maneira,
isolamento entre os circuitos auxiliares e a massa. constante no tempo.
2 Circuitos auxiliares. Verifique se as ligações no circuito de controle são corretas: Manobras e sinalizações regulares.
forneça a alimentação elétrica.
3 Comando manual. Execute algumas manobras de fechamento e abertura (ver o As manobras e as relativas sinalizações
cap. 6). Nota. Alimente o relé de mínima tensão e o ímã de acontecem regularmente.
bloqueio no comando à tensão nominal correspondente (se eles
forem previstos).
4 Comando por motor Alimente o motor de engrenagens de carregamento das molas à As molas são carregadas regularmente.
(se previsto). tensão nominal correspondente. As sinalizações são regulares. O motor de
engrenagens pára quando as molas estão
carregadas.
Execute algumas manobras de fechamento e abertura. O motor de engrenagens recarrega as molas
Nota. Alimente o relé de mínima tensão e o ímã de bloqueio depois de cada manobra de fechamento.
no comando à tensão nominal correspondente (se eles forem
previstos).
5 Relé de mínima tensão Alimente o relé de mínima tensão à tensão nominal O disjuntor fecha regularmente.
(se previsto). correspondente e execute a manobra de fechamento do As sinalizações são regulares.
disjuntor.
Corte a tensão para o relé. O disjuntor abre.
A sinalização comuta.
6 Relé de abertura e relé Feche o disjuntor e alimente o relé de abertura à tensão nominal O disjuntor abre regularmente.
de abertura suplementar correspondente. As sinalizações são regulares.
(se previsto).
7 Relé de fechamento Abra o disjuntor e alimente o relé de fechamento à tensão O disjuntor fecha regularmente.
(se previsto). nominal correspondente. As sinalizações são regulares.
8 Bloqueio por chave Abra o disjuntor; mantenha o botão de abertura pressionado, O fechamento, tanto manual, como elétrico,
(se previsto). rode a chave e extraia-a da sua sede. não acontece.
Tente efetuar a manobra de fechamento do disjuntor.
Reintroduza a chave e rode-a 90°. O fechamento manual e o fechamento elétrico
Execute a manobra de fechamento. acontecem regularmente; nesta posição, a
chave pode ser extraída.
9 Eletroímã de bloqueio (-RL1) Com o disjuntor aberto, as molas carregadas e o eletroímã O fechamento não é possível.
(se previsto). de bloqueio não alimentado, tente fechar o disjuntor tanto
manualmente, como eletricamente.
10 Contatos auxiliares no Instale os contatos auxiliares em circuitos de sinalização As sinalizações acontecem regularmente.
comando. adequados. Execute algumas manobras de fechamento e
abertura.
11 Eletroímã de bloqueio no Com o disjuntor aberto, na posição de isolado em teste e com Não é possível inserir o disjuntor.
carro do disjuntor (-RL2) (se o eletroímã de bloqueio sem receber alimentação, tente inserir
previsto). o disjuntor.
Forneça a alimentação ao eletroímã de bloqueio e faça a A inserção acontece regularmente.
manobra de inserção.
12 Contatos auxiliares Instale os contatos auxiliares em circuitos de sinalização As sinalizações que indicam as manobras
transmitidos de sinalização de adequados. Com o disjuntor inserido na caixa, faça algumas acontecem regularmente.
disjuntor conectado, isolado manobras de translação desde a posição de isolado em teste à
(quadros UniGear ou módulos posição de conectado.
PowerCube). Conduza o disjuntor para a posição de extraído.

60
9. Manutenção
As operações de manutenção visam manter o bom – atuador e sistema de transmissão: até 30.000 manobras,
funcionamento do aparelho por mais tempo possível. em condições operativas normais, em função do tipo de
De acordo com o especificado nas normas IEC 61208 / disjuntor e com manutenção regular (ver o par. 9.3.2.);
DIN 31 051, devem ser feitas as seguintes operações. – com manobras realizadas corretamente, é possível efetuar
Inspeção: Determinação das condições efetivas até 1000 extrações/inserções (conforme prescrito pelas
Revisão: Medidas a serem adotadas para manter as normas IEC 60271- 200);
condições específicas – em linhas gerais, os dados relativos à vida operativa
Reparos: Medidas a serem adotadas para restabelecer aplicam-se a todos os componentes que não são
as condições específicas. acionados diretamente pelo operador. Os componentes
manobrados manualmente (órgãos de movimento
9.1. Informações gerais das partes seccionáveis, etc.) podem apresentar um
comportamento diferente.
Os disjuntores a vácuo são caracterizados por uma
construção simples, robusta e por uma longa durabilidade.
O comando necessita de inspeções funcionais e manutenção
9.2. Inspeção e testes de
para atingir a sua vida operativa (ver o par. 9.3.2.). funcionamento
As ampolas a vácuo são isentas de manutenção por toda a
9.2.1. Dispositivos de interrupção em geral
sua vida útil.
– Verifique as condições dos dispositivos de interrupção com
A interrupção no vácuo não produz efeitos prejudiciais nem
inspeções regulares.
mesmo se as interrupções da corrente nominal e de curto-
– A inspeção a intervalos fixos pode ser evitada se a
circuito forem freqüentes.
aparelhagem permanecer sob controle constante de
As intervenções durante o funcionamento e a sua finalidade
pessoal qualificado.
são determinadas pelas condições ambientais, pela
– Os controles devem incluir, em primeiro lugar, o exame
seqüência de operações e pelas interrupções em curto-
visual para verificar a presença de contaminações, traços
circuito.
de corrosão e fenômenos de descargas elétricas.
Nota – Faça inspeções mais freqüentes se as condições de
Para os serviços de manutenção, respeite as prescrições das seguintes funcionamento não forem usuais (incluindo as condições
normas: climáticas severas) e em caso de poluição ambiental (por
– as especificações relativas indicadas no capítulo “Normas e Especificações”;
exemplo, contaminação elevada ou atmosfera com agentes
– normas para a segurança no trabalho indicadas no capítulo “Entrada em
funcionamento e manobras”; agressivos).
– normas e especificações do país onde a aparelhagem está instalada. – Exame visual dos contatos de isolamento. Recomendamos
rodar alternativamente o sistema de contatos para manter
As operações de manutenção podem ser feitas limpa a superfície interna das zonas de contato. As zonas
exclusivamente por pessoal treinado e que respeite todas de contato devem ser limpas se apresentarem sinais de
as regras de segurança. Além disso, recomendamos confiar superaquecimento (superfície descolorida) (ver também o
a sua execução ao pessoal da ABB pelo menos nos casos parágrafo Reparos).
de verificação dos desempenhos de funcionamento e para – No caso de condições anômalas, adote sempre medidas
os reparos. Para realizar as operações de manutenção, apropriadas de revisão (ver o parágrafo Revisão).
isole a aparelhagem da alimentação elétrica e coloque-a em
condições de segurança. 9.2.2. Comando por mola com acúmulo de energia
Faça o teste funcional do comando após 5.000 manobras
Antes de efetuar qualquer operação, verifique se o
(2.000 manobras para disjuntores de 3150 A) ou durante as
disjuntor está aberto, com as molas descarregadas
operações normais de manutenção conforme indicado no par.
e sem receber alimentação (circuito de média
9.2.1.
tensão e circuitos auxiliares).
Antes de proceder ao teste, abra o disjuntor e faça as
seguintes operações:
9.1.1. Vida operativa
– se o disjuntor for extraível, ponha o disjuntor na posição de
A expectativa de vida operativa dos disjuntores VD4 é a isolado em teste
seguinte: – se o disjuntor for fixo: corte a tensão de alimentação para o
– ampolas a vácuo: até 30.000 manobras em função do tipo circuito de média tensão.
(ver o parágrafo 7.2.3. Curvas de interrupção);
Nota
Isole e ponha a área de trabalho em condições de segurança respeitando as
regras de segurança especificadas nas normas IEC/DIN VDE.

61
Teste funcional vários dispositivos, prestando uma maior atenção nos
– Com o disjuntor não ligado à carga, faça algumas intertravamentos.
manobras de abertura e fechamento. – Os parafusos e porcas são apertados na fábrica e o
– Se for previsto, corte a alimentação para o motor de carga aperto correto é indicado por uma marca colorida. Não
das molas. Descarregue as molas abrindo e fechando o são previstas outras operações de aperto durante a vida
interruptor com os botões de fechamento e abertura. operativa do disjuntor. Todavia, se após a realização de
– Examine visualmente as condições dos contatos de eventuais serviços de manutenção, for necessário apertar
isolamento em tulipa, das superfícies de deslizamento, etc. de novo os parafusos ou porcas, aconselhamos a substituir
– Verifique o funcionamento elétrico e mecânico correto dos sempre os parafusos e porcas e a respeitar os valores
indicados na fig. 12.

Verificação do aperto dos parafusos

25 Nm 15 Nm 15 Nm

15 Nm

15 Nm

25 Nm

Atuador EL Twin - 50 kA

15 Nm 15 Nm

15 Nm

Fig. 12

62
9.2.3. Pólo do disjuntor Disjuntores de até 17,5kV, 40 kA e 24 kV, 31,5 kA
Não é necessário nenhum controle além do já especificado no Para garantir o funcionamento correto do disjuntor,
parágrafo 9.2.1. aconselhamos a fazer a inspeção e manutenção dos
dispositivos de interrupção a cada 10.000 manobras.
9.2.4. Conjunto seccionável (carro e disjuntor) Para esta finalidade, contate o Serviço de Assistência da ABB.
Faça a inspeção visual dos componentes, sobretudo dos que A substituição integral do atuador deve ser feita a cada
podem ser danificados por manobras incorretas (ver também 10.000 manobras.
a tabela no cap. 8). A substituição integral do amortecedor e dos outros
Faça a inspeção visual dos contatos de isolamento e a elementos do sistema de transmissão (eixo, alavancas
limpeza de todos os elementos de contato, principalmente se principais, anéis de bloqueio, etc.) deve ser feita depois de
estiverem presentes encontrar sinais de superaquecimento 30.000 manobras.
(ver também o par. 9.4.). A substituição do motor de carregamento das molas (se
Faça a inspeção visual e os testes funcionais dos bloqueios previsto) deve ser feita a cada 3.000 manobras.
verificando o funcionamento correto e a ativação sem
esforços anormais – máximo 25 N (ver também a tabela no Disjuntores de até 17,5 kV, 3150 A, 40 kA
cap. 8). Para garantir o funcionamento correto do disjuntor,
aconselhamos a fazer a inspeção e manutenção dos
dispositivos de interrupção a cada 2.000 manobras. Para esta
9.3. Revisão finalidade, contate o Serviço de Assistência da ABB.
A substituição integral do amortecedor e dos outros
9.3.1. Dispositivos de interrupção em geral elementos do sistema de transmissão (eixo, alavancas
Se for necessário proceder à limpeza dos dispositivos durante principais, anéis de bloqueio, etc.) deve ser feita depois de
as inspeções, de acordo com o especificado no parágrafo 10.000 manobras.
9.2.1., adote o seguinte procedimento: A substituição do motor de carregamento das molas (se
• isole e ponha a área de trabalho em condições de previsto) deve ser feita a cada 3.000 manobras.
segurança respeitando as regras de segurança
especificadas nas normas IEC/DIN VDE; Disjuntores de até 17,5 kV, 50 kA com atuador Twin
• limpeza geral das superfícies: Para garantir o funcionamento correto do disjuntor, a
– seque e elimine os pequenos depósitos de sujeira com inspeção e manutenção dos dispositivos de interrupção
um pano macio e seco; deve ser feita a cada 10.000 manobras. Para esta finalidade,
– os depósitos de sujeira mais resistentes podem ser contate o Serviço de Assistência da ABB.
removidos com detergente de tipo doméstico levemente A substituição integral do amortecedor e dos outros
alcalino ou com detergente tipo Rivolta BWR 210; elementos do sistema de transmissão (eixo, alavancas
• limpeza de superfícies isolantes e de elementos condutivos: principais, anéis de bloqueio, etc.) deve ser feita depois de
– sujeira leve: com detergente Rivolta BWR 210; 10.000 manobras.
– sujeira resistente: com detergente a frio tipo 716. A substituição do motor de carregamento das molas (se
Ao terminar a limpeza enxágüe bem com água limpa e seque previsto) deve ser feita a cada 2.000 manobras.
cuidadosamente.
Nota
Nota
A desmontagem e substituição do comando (caixa de disparo) podem ser feitas
Utilize exclusivamente detergentes sem halogênios e em nenhum caso utilize
só pelo pessoal da ABB ou por pessoal qualificado e devidamente treinado,
1.1.1-tricloroetano, tricloroetileno nem tetracloreto de carbono!
sobretudo para o que se refere às regulações necessárias.

9.3.2. Dispositivos de disparo: atuador e sistema de


Detalhes para a revisão
transmissão
• Se for previsto, corte a alimentação para o motor de
Disjuntores de até 17,5 kV, 2500 A, 31,5 kA e até 24 kV,
carregamento das molas e descarregue as molas do
2500 A, 25 kA
comando manualmente fechando e abrindo o disjuntor.
Para garantir o funcionamento correto do disjuntor, • Substitua as partes sujeitas a solicitação mecânica ou
aconselhamos a fazer a inspeção e manutenção dos a stress por condições ambientais especiais (entre em
dispositivos de interrupção a cada 10.000 manobras. Para contato com um centro de serviço da ABB).
esta finalidade, contate o Serviço de Assistência da ABB.
A substituição integral do atuador, do amortecedor e dos Nota
Estas operações podem ser feitas só pelo pessoal da ABB ou por pessoal
outros elementos do sistema de transmissão (eixo, alavancas
qualificado e devidamente treinado.
principais, anéis de bloqueio, etc.) deve ser feita depois de
30.000 manobras.

63
9.3.3. Pólo do disjuntor 9.4. Reparos
O pólo do disjuntor e a relativa ampola a vácuo são isentos
A substituição de peças de reposição ou de acessórios deve
de manutenção até ser atingido o número máximo de
ser feita por pessoal da ABB ou por pessoal qualificado e
manobras elétricas previsto para o tipo de ampola (ver o
devidamente treinado.
parágrafo 7.2.3. Curvas de interrupção).
Trabalhe sempre com o disjuntor aberto, bloqueado numa
A vida operativa da ampola a vácuo é definida pela soma
condição que não permita o seu fechamento, e com a área
das correntes limite correspondentes ao tipo específico
de trabalho isolada e em condições de segurança.
de ampola, de acordo com o indicado nos gráficos do
As molas do comando devem estar descarregadas.
parágrafo 7.2.3. Curvas de interrupção: o pólo completo do
Todas as fontes de alimentação devem estar desligadas e
disjuntor deve ser substituído quando for atingida a soma das
colocadas em condições de segurança contra possíveis
correntes limite.
fechamentos do disjuntor durante as operações de remoção
Nota e instalação.
A desmontagem e substituição do pólo podem ser feitas só pelo pessoal da
ABB ou por pessoal qualificado e devidamente treinado, sobretudo para o que
Se a manutenção for feita por operadores do cliente,
se refere às regulações necessárias.
a responsabilidade pelas intervenções será do
cliente.
Para efetuar o teste da ampola sem desmontar o pólo do
A substituição de peças não incluídas na “Lista das
disjuntor utilize:
peças de reposição/acessórios” (parágrafo 12.1.)
– um tester VIDAR para medição do vácuo, da empresa deve ser feita exclusivamente pelo pessoal da ABB.
Programma Electric GmbH, Bad Homberg v.d.H. Em especial:
– pólo completo com passantes/conexões
Para verificar a estanqueidade ao vácuo da ampola, – atuador e sistema de transmissão
predisponha os seguintes valores de teste do instrumento – grupo de molas de fechamento
VIDAR: – mola de abertura
Tensão nominal do disjuntor Tensão de teste em c.c. – amortecedor.
12 kV 40 kV
17,5 kV 40 kV
24 kV - 36 kV 60 kV

O teste deve ser feito sempre com o disjuntor aberto e com


os contatos à distância nominal.
Procedimento de teste do nível de vácuo da ampola dos
pólos do disjuntor:
– desligue a tensão e ponha a área de trabalho em condições
de segurança de acordo com as regras de segurança das
normas IEC/DIN VDE;
– abra o disjuntor;
– ligue à terra um terminal de cada pólo do disjuntor;
– ligue o terminal de terra do tester VIDAR à estrutura do
disjuntor;
– ligue o terminal de alta tensão do tester VIDAR ao terminal
não ligado à terra do pólo do disjuntor (fase L1) e faça o
teste. Repita o teste para as fases L2 e L3.

Nota
Os cabos de ligação do tester podem produzir uma indicação por efeito
capacitivo. Neste caso, os cabos não devem ser removidos.

64
10. Aplicação das normas para
a emissão de raios X
Uma das propriedades físicas do isolamento a vácuo é a As conseqüências são que:
possibilidade de emissão de raios X quando os contatos da – à tensão nominal de funcionamento, o emprego de ampolas a
ampola são abertos. vácuo é absolutamente seguro;
Os ensaios específicos realizados pelos laboratórios PTB – a aplicação da tensão suportável à freqüência industrial, de
(Physikalisch-Technische Bundesanstalt, de Brunswick - acordo com as normas IEC 62271-100 e VDE 0670, é segura;
Alemanha) demonstraram que a emissão local à distância de – a aplicação de tensão superior à tensão suportável à
10 cm da superfície da ampola ou do pólo, não ultrapassa freqüência industrial ou de tensão de teste em corrente
1 mSv/h. contínua, especificadas nas normas IEC e VDE, não é
possível;
– a contenção dos fenômenos locais acima mencionados, com
ampolas com os contatos abertos, depende da manutenção
da distância específica entre os contatos.
Este condição é intrinsecamente garantida por um
funcionamento correto do comando e pelas regulações do
sistema de transmissão.

65
11. Peças de reposição e acessórios
Todas as operações de montagem de peças de 11.1. Lista das peças de reposição
reposição/acessórios devem ser feitas respeitando
as instruções fornecidas com as peças, por – Relé de abertura
pessoal da ABB ou por pessoal do cliente que – Relé de abertura suplementar
tenha uma qualificação adequada e com um – Relé de mínima tensão
conhecimento detalhado da aparelhagem (IEC – Contato de sinalização de relé de mínima tensão excitado/
60694) e de todas as normas que indicam como desexcitado
efetuar as operações em condições de segurança. – Temporizador para relé de mínima tensão
Se a manutenção for feita por operadores do – Dispositivo de exclusão mecânico para relé de mínima
cliente, a responsabilidade pelas intervenções será tensão
do cliente. Antes de efetuar qualquer operação, – Relé de fechamento
verifique se o disjuntor está aberto, com as molas – Motor de engrenagens de carga das molas com sinalização
descarregadas e sem receber alimentação (circuito elétrica de molas carregadas
de média tensão e circuitos auxiliares). – Contato de sinalização de estado aberto/fechado do
disjuntor de proteção do motor de engrenagens
Para encomendar peças de reposição/acessórios para o – Contato de sinalização de molas de fechamento
disjuntor, utilize os códigos comerciais de pedido indicados carregadas/descarregadas
no catálogo técnico e cite sempre: – Contato transitório com fechamento momentâneo durante a
– o tipo de disjuntor abertura do disjuntor
– a tensão nominal do disjuntor – Contatos auxiliares do disjuntor
– a corrente térmica nominal do disjuntor – Eletroímã de bloqueio no comando
– a capacidade de interrupção do disjuntor – Contato de posição do carro extraível
– o número de série do disjuntor – Contatos de sinalização de conectado/isolado
– a tensão nominal das peças de reposição elétricas – Solenóide de abertura
eventualmente encomendadas. – Bloqueio por chave na posição aberta
Para a disponibilidade e pedido de peças de reposição, entre – Intertravamento de isolamento com a porta
em contato com a nossa Assistência. – Proteção para botão de abertura
– Proteção para botão de fechamento
– Eletroímã de bloqueio no carro extraível
– Conjunto de seis contatos em tulipa.

66
12. Electric circuit diagrams
Os esquemas elétricos padrão dos disjuntores VD4 são:
– 1VCD400046: Disjuntores fixos
– 1VCD400099: Disjuntores fixos 50 kA
– 1VCD400055: Disjuntores fixos com conector de 64 pólos
– 1VCD400064: Disjuntores fixos com conector de 58 pólos
– 1VCD400078: Disjuntores fixos com carro
– 1VCD400047: Disjuntores extraíveis
– 1VCD400048: Disjuntores extraíveis om carro motorizado
– 1VCD400100: Disjuntores extraíveis 50 kA
– 1VCD400080: Disjuntores extraíveis para quadro ZS8.4
com disjuntor VD4/ZS8, ZT8, Z8.
– 1VCD400080: Disjuntores extraíveis para quadro ZS8.4
com disjuntor VD4/ZS8, ZT8, Z8 com carro motorizado
– 1VCD400102: Disjuntores extraíveis 50 kA om carro
motorizado.

Todos os disjuntores são sempre acompanhados do esquema


elétrico padrão ou de um esquema elétrico específico se a
cablagem do disjuntor não for padrão.

67
13. Dimensões
450
Disjuntores fixos 248
95

20 20

A 32 2XM10 PROF.20
VD4
4XM12 PROF.25
TN 1VCD000050

310

12
12 kV

20
Ur
17.5 kV

20
599

12
Ir 1600 A

475
31

20 kA
435

16
56

Isc 25 kA

14

237.5
31.5 kA
170

DETAIL A

97

77.5
SCALE 1 : 2 . 5

56
5
236 28 345* 44*

49 28 45 250 114 12

25 400 409
424
150 150

160
22
12

(*) Intercambiabilidade de fixação com a série anterior (345 x 400).

Disjuntores fixos

450
VD4 32
248 95
TN 7405 2xM10 PROF.18 45

12 kV A M12 PROF.25
Ur
17.5 kV
22

630 A 115
205

Ir
1250 A
56 31
435

475
461

16 kA
16

22
217.5

20 kA
Isc
170

25 kA
77.5

DETAIL A
56

SCALE 1:2
31.5 kA 236 28
345* 44*
49 28
25 400 45 250 114 12
409
424
150 150

160
22

12

(*) Intercambiabilidade de fixação com a série anterior (345 x 400).

68
Disjuntores fixos

570
VD4 A
32 2XM10 PROF.20 45
308 95
TN 7406
12 kV A M12 PROF. 25
Ur
17.5 kV

22
115

205
630 A

31
Ir
1250 A

461

475
435
56
16 kA 16
22
20 kA

217.5
170

Isc
25 kA DETAIL A

77.5
SCALE 1:2
31.5 kA

24
296 28
345* 44*
49 28

25 520 45 250 114 12


409
210 210 424
160
22
12

(*) Intercambiabilidade de fixação com a série anterior (345 x 520).

Disjuntores fixos

570
VD4 95
308
TN 1VCD003282
12 kV
Ur 11 11
17.5 kV
1250 A
310

11
Ir M12x25 deep
1600 A A
30

eep
589

x18 d
16

Isc 40 kA M10
11
475
435
56

238
171

77.5
24

A (1:4)
296 28 345* 44*

49 28 45 250 114
409
520
422 12

210 210
160
26

12

(*) Intercambiabilidade de fixação com a série anterior (345 x 650)

69
Disjuntores fixos

700 11 11
VD4 95
M12x25 deep
373
TN 1VCD003285

11
M10x18 deep

12 kV 8-10
Ur
17.5 kV
1250 A

310
7

11
Ir 3
1600 A
30

589
16
Isc 40 kA

475
435

56

238

24
171

77.5
36 28
45 250 114
361 49 28 345* 44
25 650 422 12

275 275

213
22
12

(*) Intercambiabilidade de fixação com a série anterior (345 x 650).

Disjuntores fixos

700
VD4
373 95 45
TN 1VCD000051 A
2XM 10 PROF. 18
12 kV 32
M12 PROF. 25
Ur
17.5 kV
22

630 A
205

Ir 115
1250 A
475
56 31

461

22
16 kA
435

16

20 kA
14

Isc
217.5
77.5
24

25 kA DETAIL A
170

SCALE 1 : 2
97

31.5 kA
236 28
49 28 345* 44*
25 650
45 250 114 12
275 275 409
213 424
12
22

(*) Intercambiabilidade de fixação com a série anterior (345 x 650).

70
Disjuntores fixos

700
VD4 1600-2000A 2500A
373 95
TN 7408 95
32
12 kV A
Ur
17.5 kV 20 20
2XM10 PROF.20
1600 A

20
310

12
Ir 2000 A
31

599
2500 A

616
475

12
435

20 kA

20
56
16

Isc 25 kA

237
170

4XM12 PROF.25
31.5 kA

78
DETAIL A
SCALE 1:2

24
361 28 345* 44*
VD4
49 28 45 250 114
TN 7408 409 12
25 650
424
12 kV
Ur 275 275
17.5 kV
213
2000 A
Ir
2500 A
Isc 40 kA
12
22

(*) Intercambiabilidade de fixação com a série anterior (345 x 650).

Disjuntores fixos

570
VD4 1600-2000A 95 2500A
95
TN 7407 308
A
Ur 12 kV
32
Ir 2500 A
20 kA
310

25 kA
599

Isc
616
31

31.5 kA
435

475

40 kA
56

16

237.5

11 2XM10 deep 20
170

VD4 20 20
77.5

TN 7407 345* 44*


24

296 28 4XM12 deep 25


Ur 12-17.5 kV 45 250
20

49 28
12

409 12
1600 A 25 520
Ir 424
2000 A
12

20

210 210
20 kA
160
25 kA DETAIL A
Isc SCALE 1:2
31.5 kA
40 kA
22
12

(*) Intercambiabilidade de fixação com a série anterior (345 x 650).

71
Disjuntores fixos

424 16.70
VD4 373 14.69 20 0.79 20 0.79
95 3.74 307 12.10
TN 1VCD000149

12 0.47

20 0.79
05-12-

32
Ur kV
15-17

1.2
6
3150 A
Ir

310 12.20

12 0.47

20 0.79
635 25.00
4000 A (**) 30 1.16
16 0.61
A
20 kA

474 18.64
25 kA
435 17.14

77.5 3.05

8]
7]

2x th 2
de
Isc 31.5 kA

[0.9
[0.4
24 0.94

M1 0[
p
237 9.33

0
25
12
56 2.22

2.5 0.10
171 6.72

40 kA

0.3 .79]
A (1:4)

4xM
pth

9
0
de
50 kA
28 1.12
25 0.98 49 1.93 142 5.59
361 14.22 28 1.12
345 13.58 * 44 1.72 *
650 25.59
700 27.56 45 1.78 250 9.84 114 4.48

409 16.10
275 10.83 275 10.83
213 8.39
22 0.87

12 0.48

(*) Intercambiabilidade de fixação com a série anterior (345 x 650).


(**) C om ventilação forçada.

Disjuntores fixos

600
VD4
323
459
TN 1VCD003440 300 130
4xM12 deep 25
2xM10 deep 20
12 kV

20
Ur 12
17.5 kV 74

1250 A
12

32 20

20
20
Ir 1600 A
310

2000 A
610
30

Isc 50 kA
16

475
435
56

237
171

24
2.5
77.5

135 116 28 156 12


2.5

31 172 142
40 165 28
404
520
428

210 210
22

12

72
Disjuntores fixos

750
VD4 459
4xM12 deep 25
398
TN 1VCD003441 375
130
2xM10 deep 20

12 kV

20
12
Ur 74
17.5 kV

12
20

20
32
1250 A 20

1600 A

310
Ir
2000 A

610
30
16

2500 A

475
435
56

Isc 50 kA

237

24
171

24
78
135 116 28
2.5

2.5
165 28 69.5 270 64.7 225

30.5 689 404 24

31 428
275 275
22

12

Disjuntores fixos

750 459
VD4 398
4xM12 deep 25
240 2xM10 deep 20
189
TN 1VCD003443 189
375 130

12 kV

20
12
Ur
118

74
17.5 kV
32
12

Ir 3150 A (*)

20
20
20
Isc 50 kA
310
636
30
16

475
435
56

237
171

24
24

2.5

135 172
2.5

116 28
69.5 270 64.5 225
30.5 165 28
404 24
689
31 428

275 275

12
22

12

(*) 4000 A com ventilação forçada.

73
Disjuntores fixos

570
VD4 95

TN 7409 308 45

Ur 24 kV A
32 2XM10 PROF.20
M12 PROF.25
630 A
Ir
1250 A

310

22
115
16 kA
Isc 20 kA 22

631
31

25 kA 22

475
435
56
16

282.5
170

DETAIL A
SCALE 1:2

77.5
24
296 28 M12 345* 39*
49 28 45 250 114 12
25 520 409
424

210 210
160

(*) Intercambiabilidade de fixação com a série anterior (345 x 520).

Disjuntores fixos

VD4 700 95
45
22
373 2XM10 PROF.18
TN 7410 A
Ur 24 kV 32
M12 PROF.25
22

630 A
Ir
310

1250 A 115

16 kA
631
31

Isc 20 kA
475
435

25 kA
16

282.5
56
170

77.5

DETAIL A
SCALE 1:2
24

361 28
345* 44*
49 28 45 250 114 12
409
25 650
424

275 275
213
22
12

(*) Intercambiabilidade de fixação com a série anterior (345 x 650).

74
Disjuntores fixos

VD4 1600-200A 2500A


700 95 95
TN 7411 373 20 20
Ur 24 kV 2XM10 DEEP 20 4XM12 DEEP 25

1600 A

20
12
Ir 2000 A

310
2500 A

12

20
661
647
31
16 kA 16

475
435

20 kA

282.5
Isc
56

25 kA
170

DETAIL A
31,5 kA SCALE 1:2
361 28

77.5
345* 44*

24
49 28
25 650 45 250 114
409
424
275 275
213
22

(*) Intercambiabilidade de fixação com a série anterior (345 x 650).

Disjuntores fixos

570
VD4 95 85 40
308 4XM12 DEEP25
TN 1VCD000172
2XM10 DEEP 20
Ur 24 kV
Ir 1250 A
12 12
72

32
Isc 31.5 kA
310

22
647

72
475
56 31

DETAIL A
435

SCALE 1 : 2
16

282.5
170

77.5
24

296 28
M12 45 250 114
49 28
25 520 344.5* 39*
409

210 210 424

160

75
Disjuntores fixos

VD4 784

TN 1VYN300901-LT
Ur 36 kV
1250 A 245
R16

328
Ir 1600 A
2000 A
Isc 31.5 kA

31.17
57.9

876

612
571

482.5
15.5
305

104.5

87.5
28 331
49
28 447
786 470 22

275 275
478.5

76
Disjuntores extraíveis para quadros UniGear ZS1 e módulos PowerCube

VD4/P 492
36 124
234 42.5
TN 7412 49 28 121
630A 1250A
36 28 62.5 15
12 kV
Ur
17.5 kV 303

10
91
630 A

79

98
Ir
1250 A

205
16 kA

35
35
624.5

31
618

628
20 kA
Isc
16
56

71 38
25 kA
31.5 kA

260
213

154
19

76
340

18
25 320

19.5
4
503 14 370

24
531 383
490 416 53
456 438
150 150 55 662
609

501
124

121
48

38

Disjuntores extraíveis para módulos PowerCube

VD4/W (1) 636 119


111
44 230 62.5

8
TN 7420
49 28
12 kV
Ur
17.5 kV 36 28
36
35

630 A
Ir
310

1250 A 303
691
688
31

691

688
16

16 kA
Isc 25 kA 71 38
56

31.5 kA
280

5
213

165
76

18

653 14 25 320
21.5

19.5
4
4

640 359.5
626 370
550 383
416 53
642
210 210
55
589

650
119

111
48

38

(1) S ó para módulos PowerCube.

77
Disjuntores extraíveis para quadros UniGear ZS1 e módulos PowerCube

636
VD4/P 125
44 230 111 17
TN 1VCD003284 49 28 62.5

8
12 kV 36 28
Ur
17.5 kV
1250 A 37
Ir
1600 A

310

688
Isc 40 kA
30
303
688
691

16

79
71 38
56

280
214

165

76

21.5
653 14
4

18
4

19.5
25 320
650
359.5
640
370
626
383
552 416 53
210 210 640

55
587

640
38
53

Disjuntores extraíveis para quadros UniGear ZS1 e módulos PowerCube

842
VD4/P
144 230
TN 1VCD003286 119
49 28
122

36 28 111 17

8
12 kV
Ur
17.5 kV
1250 A
Ir 37
303
1600 A
310

Isc 40 kA
691

688
30
16

688
79

71 38
56

280
213

165
76

25 320
21.5

853 14
19.5
4

850 359.5
370
836
806 383
750 416 53
275 275 640
55
587
53

38

78
Disjuntores extraíveis para quadros UniGear ZS1 e módulos PowerCube

VD4/P 636 119


111 17
44 230 62.5
TN 7415

122

8
49 28
12 kV
Ur
17.5 kV
1600 A 36 28 36 303

310
Ir
2000 A

79
20 kA

688
691
688
31

Isc 25 kA
16

31.5 kA 71 38
56

280
213

165
VD4/P

76
TN 7415
653 14 25 320

19.5
4

12 kV 650

21.5
359.5

4
Ur 640
17.5 kV 626 370
550 383
Ir 2000 A 210 210 416 53
Isc 40 kA 640

55
587
119

111
53
38

Disjuntores extraíveis para quadros UniGear ZS1 e módulos PowerCube

119
VD4/P 842
110
144 230
122

8
62.5
TN 7416
49 28
12 kV
Ur
17.5 kV 303
36 28 36
1600 A
310

Ir
79

2000 A
31

688
691

688

20 kA
71 38
56

Isc 25 kA
16

31.5 kA
280
213

165

76

VD4/P
Ø19.5
21.5
4

853 14 25 320
359.5
TN 7416
370
850 34 383
12 kV 836
Ur 416 53
806
17.5 kV 750
640

Ir 2000 A 275 275

Isc 40 kA
55
587

119

111
53

38

79
Disjuntores extraíveis para quadros UniGear ZS1 e módulos PowerCube

VD4/P 842
119
144 230
TN 7417 49 28 111 17

152
36 28 62.5
12 kV

8
Ur
17.5 kV
Ir 2500 A
303

109
20 kA 36

310
25 kA
31
691
688

Isc 16
31.5 kA

688
40 kA
56

71 38
213

280

165
76

19.5
21.5
853 14 25 320
4

4
359.5
850
370
836
383
806
750 416 53
640

275 275
587

55
119

111
53

38

Disjuntores extraíveis para quadros UniGear ZS1 e módulos PowerCube

636 119
VD4/P

10
44 220 25 111 16
TN 1VCD003444
165 28
12 kV
Ur
122

17.5 kV 135
116 28 36 433
1250 A
20
310

Ir 1600 A
79
30

16

2000 A
688

691

688

Isc 50 kA
478
56

26
280
213

19.5
165
12

19

76

605
21.5
4

14 653 14 25
4
650 320
626 370
550 359.5 49.5
34 383
416 53

210 210 590


29
590

360

640
303
4

12
23

80
Disjuntores extraíveis para quadros UniGear ZS1 e módulos PowerCube

842 119
VD4/P 25
144 217.5 111 16
TN 1VCD003445 28
165

10
12 kV

122
Ur
17.5 kV 135
116 28 433
1600 A 36
Ir

310
2000 A 20

79
30

688
Isc 50 kA

691
688

16

478
56

26

280
213

165
19

76
805 25 4

21.5
12

4
4

19.5
14 853 14 320
850 370
836 359.5 49.5
806 34 383
750 416 53
590

275 275
29
590

360

303
4
22

12

Disjuntores extraíveis para quadros UniGear ZS1 e módulos PowerCube

842
VD4/P 119
143 217.5 25
111 16
TN 1VCD003446
164 28
12 kV

10
Ur
152

17.5 kV 136
115 28
Ir 2500 A
36
Isc 50 kA 20
310

433
109
691
30
688

688
16

478
56

280

26
19.5
213

165
19

76

805 25
4
21.5
12
4

14 853 14 320
850 370
836 359.5 49.5
812 34 383
750
417
590

275 275
29
590

360

303
4

12
22

81
Disjuntores extraíveis para módulos PowerCube

842 119
VD4/W 361 25 240 111 16

10
TN 1VCD003596 129 30 130
165 28
12 kV 135 116 28
Ur

118
152
17.5 kV
Ir 3150 A (*)
36
20
Isc 50 kA

310
433

742

109
742
730

678

732
30
16

478
56

280
26
213

19,5
165
19

76
805 25 4

21,5
320
4

4
12
14 853
370
850
836 359,5 49,5
806 34 383
416,5 53

750 590
275 275

189
29
590
360

303
4

22

12

(*) 4000 A com ventilação forçada.

Disjuntores extraíveis para quadros UniGear ZS1

842
VD4/P 361 25 240 111 16

10
TN 1VCD003447 130
165 28
12 kV 135 116 28
Ur
118
152

17.5 kV
Ir 3150 A (*) 20
36
Isc 50 kA 433
310

109
730
30
16

742

678

733
478
56

280

26
213

19.5
165
19

76

805 25 4
12

21.5

320
4

14 853
4

850 370
836 359.5 49.5
806
34 383
416 53
750 590
275 275
189
29
589
360

303
4

12
22

(*) 4000 A com ventilação forçada.

82
Disjuntores extraíveis para quadros UniGear ZS1

842
VD4/P 373.5 111 17
12kV 17kV 93

10
49
TN 1VCD000153
28
12 kV

2
36 86
Ur

166
149
17.5 kV
52
Ir 3150 A (*)

310
20 kA 730

30

732
25 kA
Isc
16

109
31.5 kA
40 kA
56

280
214

19

165

76
356

21.5
303 53

19.5
4

4
853 14
25 320
850 360
836 370
806 34 382
750 416
275 275
640

16
8

55
587

4
96

189
39

12
22

(*) 4000 A com ventilação forçada.

Disjuntores extraíveis para quadros UniGear ZS1 e módulos PowerCube

636 119 23
44 232 19
20

VD4/P
98

630A 1250A
TN 7413 49 28
79

Ur 24 kV 36 28
79

36
630 A 48
Ir
310

1250 A
770

35
35
31
775

16 kA
770

16

Isc 20 kA
25 kA 71 38
325
56
213

197
72

25 320
4

653 13.5
4

370
650 383
458
641
303 53
610
800

210 210
747

55
19

119

83
Disjuntores extraíveis para quadros UniGear ZS1

VD4/P 842
119 23
144 232 19
TN 7414 630A 1250A

79
Ur 24 kV

20
49 28
630 A 36 28

98
79
Ir
1250 A 48

310
16 kA

35

35
36

790
775
770
7
Isc 20 kA
31

3
16

25 kA
56

71 38

325
5

197
213

72
25 320
4

4
853 14 370
850 383
836 458
805 303 53
800

275 275
747

55
19

119
53

Disjuntores extraíveis para quadros UniGear ZS1

VD4/P 842
119
141 233
TN 7418 1600-2000A 2500A
20
132

Ur 24 kV
49 30
1600 A 36 28
Ir 2000 A
79

2500 A (1)
310

834

16 kA (2)
31
810
817

16

20 kA
Isc
25 kA
345
56

31.5 kA
233

197

72

5 25 320
853 14
4

370
383 46
850
303 53
836
805 458
785

275 275
732

55
119
52

(1) A corrente nominal ininterrupta de 2300 A é garantida com ventilação natural. A corrente nominal ininterrupta de 2500 A é garantida com ventilação forçada.
(2) S ó para quadros UniGear ZS1.

84
Disjuntores extraíveis para módulos PowerCube

842
VD4/W 144 230
125 17
92 111

10
TN 1VCD000152 49 17kV
12kV
28
12 kV 36
86
Ur

149
17.5 kV

166
52
Ir 3150 A (*)

310
20 kA 730

30
25 kA

742
Isc
16

109
31.5 kA
40 kA

280
56
214

165
19

76
356

19.5
303 53
4

853 14
25 320
850 360
836 370
806 34 382
750 416
275 275 640

16
8
29

55
587
302
94
4

189
12
22
38

(*) 4000 A com ventilação forçada.

85
Disjuntores extraíveis para quadros ZS8.4

VD4/Z8
TN 1VCD000092
Ur 12 kV
Ir 630 A
20 kA
Isc
25 kA

Disjuntores extraíveis para quadros ZS8.4

VD4/ZT8
TN 1VCD000093
Ur 12 kV
Ir 630 A
20 kA
Isc
25 kA

86
Disjuntores extraíveis para quadros ZS8.4

VD4/ZS8
TN 1VCD000091
Ur 12 kV
Ir 630 A
20 kA
Isc
25 kA

Disjuntores extraíveis para quadros ZS8.4

VD4/ZS8
TN 1VCD000133
Ur 12 kV
Ir 1250 A
20 kA
Isc
25 kA

87
Disjuntores extraíveis para quadros ZS8.4

VD4/Z8
TN 1VCD000137
12 kV
Ur
17.5 kV
630 A
Ir
1250 A
20 kA
Isc
25 kA

Disjuntores extraíveis para quadros ZS8.4

530
VD4/ZT8 486 303 52
TN 1VCD000134 455

12 kV
Ur
17.5 kV
205

630 A
98

Ir
35

1250 A
563
514

20 kA
Isc
25 kA
260

153

503 195
4

486 383 53
637
150 150
55
583

88
Disjuntores extraíveis para quadros ZS8.4

VD4/ZS8
TN 1VCD000088
Ur 24 kV
Ir 630 A
16 kA
Isc 20 kA
25 kA

Disjuntores extraíveis para quadros ZS8.4

VD4/Z8
TN 1VCD000089
Ur 24 kV
Ir 630 A
16 kA
Isc 20 kA
25 kA

89
Disjuntores extraíveis para quadros ZS8.4

VD4/Z8
TN 1VCD000138
Ur 24 kV
Ir 1250 A
16 kA
Isc 20 kA
25 kA

Disjuntores extraíveis para quadros ZS8.4

VD4/ZT8
TN 1VCD000090
Ur 24 kV
Ir 630 A
16 kA
Isc 20 kA
25 kA

90
Disjuntores extraíveis para quadros ZS8.4

VD4/ZT8
TN 1VCD000136
Ur 24 kV
Ir 1250 A
16 kA
Isc 20 kA
25 kA

Disjuntores extraíveis para quadros ZS8.4

VD4/ZS8
TN 1VCD000135
Ur 24 kV
Ir 1250 A
16 kA
Isc 20 kA
25 kA

91
Disjuntores extraíveis para quadros UniSwitch e UniMix

VD4/US
TN 1VCD000047
Ur 24 kV
630 A
Ir
1250 A
16 kA
Isc 20 kA
25 kA

Disjuntores extraíveis para quadros UniSec

626 ±1 121 ±1
VD4/SEC 604 630A 149 41 1250A
79

TN 1VCD000190
45°

Ur 24 kV
630 A
Ir
1250 A
310 ±1

16 kA A
35
35

42
739

Isc 20 kA
25 kA
435 ±1

38
325 ±1

18

25 320
4

370
23
653 14 383
303
36.3

650 415
648 ±1.5 53
742
DETAIL A
SCALE 1 : 2
210 ±1 210 ±1
55

92
Disjuntores extraíveis para quadros UniGear ZS2 e módulos PowerCube (36 kV)

842
VD4
TN 1VYN300901-KG 776

Ur 36 kV
1250 A
Ø "A"
Ir 1600 A

380
2000 A
Isc 31.5 kA

953
956
973
480

125
198
4 4
853 460 53
880
736

275 275 736

Disjuntor tipo Ø A mm
VD4 36.12.32 35
VD4 36.16.32 79
VD4 36.20.32 75

93
14. Qualidade dos produtos e proteção
do ambiente
Os aparelhos são produzidos de acordo com os requisitos das normas internacionais relativamente aos sistemas de gestão da
qualidade e gestão ambiental. Nestes campos, o nível de excelência é comprovado pela disponibilidade dos certificados ISO
9001 e ISO 14001.

Fim de vida dos produtos


A ABB está comprometida com o respeito dos requisitos e das leis para a proteção do ambiente, de acordo com as
prescrições das Normas ISO 14001.
A ABB oferece a sua competência e colaboração para facilitar a reciclagem e eliminação dos produtos no fim de vida. Para a
eliminação dos produtos, é sempre necessário respeitar as normas locais em vigor.

Métodos de eliminação
A eliminação pode ser realizada com tratamento térmico, em plantas de incineração ou mediante estocagem em áreas
específicas.

Material Método de eliminação recomendado


Metais (Fe, Cu, Al, Ag, Zn, W, outros) Separação e reciclagem
Termoplásticos Reciclagem ou eliminação
Resina epóxi Separação das partes metálicas, eliminação das partes em resina
Borracha Eliminação
Óleo dielétrico (óleo para transformadores) Recuperação e reciclagem ou eliminação
Gás SF6 Recuperação e reciclagem ou eliminação
Madeira para embalagens Reciclagem ou eliminação
Folhas de alumínio para embalagens Reciclagem ou eliminação

94
Para maiores informações entre em contato com:

647654/051 - Rev. V, pt - Instruction Manual - 2012.01 (VD4 up to 36 kV; up to 50 kA) (gs)


ABB S.p.A.
Power Products Division
Unità Operativa Sace-MV
Via Friuli, 4
I-24044 Dalmine
Tel.: +39 035 6952 111
Fax: +39 035 6952 874
E-mail: info.mv@it.abb.com

ABB AG
Calor Emag Medium Voltage Products
Oberhausener Strasse 33 Petzower Strasse 8
D-40472 Ratingen D-14542 Glindow
Phone: +49(0)2102/12-1230, Fax: +49(0)2102/12-1916
E-mail: calor.info@de.abb.com

www.abb.com

Dados e imagens não são vinculantes. Em função do desenvolvimento


técnico e dos produtos, reservamo-nos o direito de modificar o conteúdo
deste documento sem nenhuma notificação.

© Copyright 2012 ABB. All rights reserved.

Você também pode gostar