Você está na página 1de 59

+

+
+
+
Relatório de +
+
Desenvolvimento +
+

Sustentável 2009 +
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+

+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
Sobre este Relatório

Esta edição do Relatório de Desenvolvimento Sustentável


Ano Base 2009 reporta o desempenho da operação do
Carrefour Brasil no setor varejista no período entre
1º de janeiro e 31 de dezembro. Elaborado de acordo
com os princípios do Global Reporting Initiative (GRI),
principal modelo de indicador internacional que avalia os
impactos econômicos, sociais e ambientais no contexto
empresarial mundial, seu conteúdo detalha a adoção da
Agenda Ambiental Carrefour. Baseada em 21 diretrizes
estabelecidas pela matriz francesa, a agenda permitiu
a consolidação da plataforma de sustentabilidade que
tem como bandeira o consumo consciente, trabalhado
no universo dos 5Cs – Consumidor, Cadeia, Colaborador,
Comunidade e Clima.

Tendo por objetivo ser fonte de pesquisa para os públicos


de relacionamento da Empresa (stakeholders), este
relatório é apresentado nas versões web e digital – formato
PDF – (versão integral) e impressa (versão resumida),
esta última com o uso de papel fabricado com madeira
de reflorestamento certificada com o selo do FSC (Forest
Stewardship Council/Conselho de Manejo Florestal).
Grupo Carrefour

13.450
Europa*

218
Países
Parceiros
718 (Franquias)
Ásia

1.275
América
Carrefour no Mundo Latina
(em 31/dez/2009)
Origem: França, 1963
1º lugar no varejo europeu
2ª maior rede varejista
7º maior empregador
475 mil colaboradores
Lojas em 34 países*
*(13.450 na Europa, 1.275 na América 107.177
Latina, 718 na Ásia e 218 franquias
espalhadas na América Central, África, 18,5 milhões bilhões
Oriente Médio e Japão) de m² em espaços de vendas de euros em vendas
Índice

Mensagem do Diretor-Superintendente 5
Grupo Carrefour Brasil 6

CAPÍTULOS
Um Mundo, Nossa Responsabilidade 15
Consumidor 19
Cadeia 24
Colaborador 28
Comunidade 34
Clima 42

SEÇÕES – APÊNDICE
12. Indicadores socioambientais 46
13. Créditos 58
14. Informações corporativas 59
Mensagem do Diretor-Superintendente

Sustentabilidade é parte do nosso jeito de ser

O ano que passou, para muitos segmentos da eco- Para nós, não, pois sabemos que o consumo é o motor
nomia, foi de instabilidade e incertezas. Para o da economia, possibilitando a geração de renda para
Carrefour Brasil, 2009 foi um ano de grandes rea- que a vida de cada um seja melhor. Mas sabemos que
lizações. Apesar da crise, que trouxe muitos desa- esse consumo tem de ser pautado pela reflexão, para
fios para o mercado brasileiro, a inclusão de mais que ele seja feito de maneira que assegure o cresci-
de 30 milhões de pessoas guindadas das classes mento e o desenvolvimento sustentáveis.
D e E para a C fez com que o varejo mantivesse
o padrão de consumo e o Carrefour Brasil, moti- Nesse Relatório de Desenvolvimento Sustentável pre-
vado pela sua vocação por inovar, agregar novos tendemos demonstrar como estamos construindo
clientes à sua base ao oferecer produtos, serviços esse caminho e, para isso, a organização das infor-
e atendimento diferenciados. mações pautou-se nas cinco dimensões de desen-
volvimento do Carrefour Brasil, os 5 Cs: Consumidor,
A essência do Carrefour está na sua capacidade de ser Cadeia, Colaborador, Comunidade e Clima. Sob essa
o agente de transformação das relações de consumo perspectiva reafirmamos a confiança no crescimento
e é nesse contexto de constantes interações que rece- das operações no País e a criação de uma rede que
bemos, todos os dias, milhões de pessoas nas nossas congrega fornecedores e parceiros, comunidade, co-
lojas. Nessas interações, o Carrefour procura esta- laboradores e clientes no esforço pelo crescimento do
belecer um diálogo com cada consumidor, buscando País, o uso racional de recursos, a valorização huma-
fazer com que o simples ato da compra seja um mo- na, a inclusão social e o respeito ao meio ambiente.
mento crucial de reflexão e aprendizado sobre atitu- Tudo isso em conjunto permite o crescimento orgânico
des mais sustentáveis no dia a dia de cada cidadão. e sustentável do Carrefour e, ainda, do Brasil.
Isso demanda uma nova forma de fazer negócios, to-
talmente conectada às necessidades socioambientais Proteger o meio ambiente é também uma das
prementes pelas quais passamos. Essa é a maneira grandes responsabilidades do Carrefour atra-
que o Carrefour escolheu para agir, transformando a vés de três compromissos: contribuir para a luta
maneira como fazemos negócios, construindo a nos- contra as alterações climáticas, a preservação da
sa cultura organizacional, os relacionamentos com biodiversidade e dos recursos naturais, reduzir o
os stakeholders e o cotidiano nas lojas, procurando desperdício e maximizar a reciclagem.
melhorar tudo o que fazemos todos os dias.
Assim, sustentabilidade, para o Carrefour Brasil,
E as lojas Carrefour são o palco em que esse proces- é parte do nosso jeito de ser e um caminho sem
so de evolução de atitudes e mentalidade acontece a volta por ser o único capaz de garantir a melhora
partir de uma experiência única ou coletiva denomi- do estado do mundo. Queremos promover ações
nada compra. A experiência da aquisição é uma for- que reduzam os impactos ambientais, tragam
ma de sensibilização importante, pois é na loja que significativa inclusão social e retorno econômico,
procuramos promover o consumo mais consciente conquistando a confiança de cada consumidor que
por meio da informação, da variedade de opções e de estiver em algum dos nossos pontos de venda dis-
escolha e o esclarecimento imparcial e transparente. tribuídos por este imenso território.

A instituição da prática do consumo consciente é uma


postura diferenciada e corajosa. Para muitos, con- Boa leitura! JEAN-MARC PUEYO
Diretor-Superintendente
sumo e sustentabilidade são conceitos antagônicos. Grupo Carrefour Brasil

5
Grupo
Carrefour Brasil
Juntos, Acolhedor e Positivo são os valores pelos quais Carrefour
quer ser reconhecido por ter sempre a valorização do conjunto, o
respeito à diversidade e o foco no que há de mais novo em tudo o
que é feito, de produtos e serviços aos processos e sistemas

Essência do Grupo Carrefour


Tendo por visão ser reconhecido e querido por contribuir para que clientes
e consumidores desfrutem de qualidade de vida todos os dias, o Carrefour
tem seus valores alicerçados sobre três conceitos-chaves: Juntos, Aco-
lhedor e Positivo.

O Compromisso Brasil faz com que estejamos sempre um passo à frente,


buscando a preferência pela agilidade de nossa operação como agente de
transformação das relações de consumo, buscando uma melhor maneira
para tudo o que fazemos, para todos, todos os dias.

O mundo vive um momento de profunda transformação em busca das formas


mais simples, prazerosas, econômicas e corretas de consumir. Queremos ser
agentes desta transformação, trabalhando junto aos nossos fornecedores,
consumidores e sociedade para a criação de práticas e relações de consumo
cada vez mais inteligentes, que melhorem a qualidade de vida das pessoas e
a sustentabilidade do Planeta.

Queremos ser reconhecidos por ter sempre o que há de mais novo em tudo o
que fazemos, desde os produtos e serviços até os processos e sistemas de nos-
sa gestão. Queremos ter um ambiente que desperte a curiosidade das pessoas.

Perfil
Com 35 anos de Brasil, o Carrefour aliou a qualidade de uma marca francesa
à alegria dos brasileiros. Por aqui, o negócio Carrefour representa emprego
e renda para 70 mil funcionários das bandeiras Hipermercado, Supermerca-
do, Atacadão e Dia% em seus 926 pontos de venda e de serviços, entre pos-
tos de combustíveis, drogarias, serviços financeiros, turismo, lojas Express e
malls (galerias com lojas de serviço) espalhados por 17 estados brasileiros.
Um modelo de negócio concebido para atender às diferentes demandas e
momentos de consumo de nossos clientes e da sociedade.

926
Pontos de venda e de serviços fazem do Carrefour
Brasil um Grupo que oferece aos clientes múltiplas
opções de consumo, informação, discussão e
mobilização. A comunidade se encontra nas lojas.

7
Grupo Carrefour Brasil

Lojas Carrefour (Hiper e Bairro) no Brasil


165 Lojas em 14 estados e no Distrito Federal
(116 Carrefour Hiper, 49 Carrefour Bairro)

6
Amazonas
2
Ceará
2
Rio Grande
do Norte
2
Paraíba 3
4 Pernambuco
Goiás
10
Distrito
Federal
1 1
Mato Grosso Espírito
do Sul Santo 11
24 Rio de
4 Janeiro
Minas
Paraná
Gerais
87
8
São
Rio Grande Paulo
do Sul

Carrefour no Brasil (em 31/dez/2009) Vendas Brutas Investimento R$ bilhões

Origem: São Paulo, 1975

599 Lojas em 17 estados e no Distrito Federal 26,0 1,0 1,0


(Carrefour Hiper, Bairro, Carrefour, Atacadão e Dia%) 22,47
70.918 Colaboradores*
(*48.368 Carrefour, 17.688 Atacadão e 4.862 Dia%)

2 milhões De clientes/dia
29.090 Fornecedores ativos
1º lugar No varejo alimentar
2º lugar No varejo brasileiro
2008 2009 2008 2009
3ª maior Operação do Grupo Carrefour no mundo

E ainda...
376 Lojas Dia%
58 Lojas Atacadão
10 Lojas Carrefour Express
R$ 2,5
1 Banco CSF S/A (Carrefour Soluções Financeiras)
145 Drogarias Carrefour
bilhões
é a meta para
92 Postos de Combustível Carrefour
2010 - 2011
63 Lojas Carrefour Serviços Digitais
17 Agências Carrefour Turismo
17 Centros de Distribuição

8
Grupo Carrefour Brasil

Faturamento
A Corporação tem o Brasil como mercado estra- No mercado brasileiro, o Carrefour é a rede de
tégico, onde alcançou o faturamento de R$ 26 bi- maior presença no varejo alimentar. No território
lhões em 2009, consolidando a operação como a nacional, tem lojas espalhadas por mais de 120
terceira maior de todo o Grupo no mundo. Já na cidades em 17 estados, com seus diversos forma-
América Latina, as vendas cresceram 17,5% em tos (hipermercados, atacados, lojas de bairro e de
comparação a 2008, desempenho que veio refor- serviços). Em 2009, a marca se fortaleceu ainda
çar a decisão do Carrefour de considerar o Brasil mais com a aquisição de pontos da rede paulista
como um dos principais vetores de crescimento. O Gimenes, que se transformaram em dez unidades
investimento local foi de R$ 1 bilhão no ano passa- do Carrefour Bairro.
do e outros R$ 2,5 bilhões estão previstos para o
biênio 2010-2011. O Grupo investiu também na abertura de Cen-
tros de Distribuição para elevar a capacidade de
Operação operações, melhorar a qualidade dos serviços
Em 2009, o Carrefour assumiu o Compromisso Bra- e reduzir a perda de perecíveis. Foram implan-
sil, que traduz a cultura do Grupo de sempre buscar tados ainda mais um Centro de Distribuição em
soluções inovadoras que gerem oportunidades de São Paulo e uma Plataforma de Distribuição de
desenvolvimento. Quer ganhar a preferência junto Perecíveis em Pernambuco.
a seus consumidores ao transformar o consumo,
agregando valor a cada experiência de compra. O Chegar a novos lugares e aproveitar todas as chan-
relacionamento de confiança com seus fornecedo- ces de trabalhar o consumo consciente junto a
O Carrefour
res mantêm em crescimento programas como a seus clientes é o plano para 2010. As lojas são vis- investiu na abertura
linha de produtos Marca Própria, líder em vendas tas como potenciais espaços de compartilhamento de Centros de
Distribuição para
neste segmento, e G.O. (Garantia de Origem). e vivência para que os consumidores conheçam e
elevar a capacidade
possam aderir a práticas mais sustentáveis. das operações.

9
Grupo Carrefour Brasil

Governança Corporativa

Código de Conduta
Os cinco eixos
O Carrefour passou a adotar recentemente o Código
de Conduta, uma releitura mais abrangente do Códi-
go de Ética, principal instrumento de governança cor- Além de definir missão, visão e valores, o Códi-
porativa. O documento tem como objetivo expressar go de Conduta estabelece políticas baseadas em
valores fundamentais, compromissos e formalizar as cinco eixos:
normas de conduta a serem seguidas tanto no cotidia-
no da Empresa quanto fora do ambiente de trabalho.
É um guia de relacionamento com todos os públicos Clientes: o Carrefour assume a obrigação de sempre
– colaboradores, acionistas e investidores, fornecedo- ouvir o cliente e dar o devido encaminhamento e retorno
res, clientes, ONGs, comunidades e a sociedade. para questões trazidas por ele. Todas as áreas envolvidas
têm de fornecer toda a informação possível sobre produ-
tos e serviços. O cliente deve ser tratado com cortesia,
igualdade, justiça e respeito ao Código de Conduta, aliado
ao Compromisso Público Carrefour, que alia a mais alta
qualidade ao menor preço.

Clientes Pessoas: o Grupo não discrimina pessoas por motivos


de raça, sexo, idade, necessidades especiais, preferência
sexual ou religião. Todos são respeitados, sem distinção.

Ativos: é dever de todos os públicos cuidar do uso correto e


da preservação de todos os ativos (imóveis, equipamentos,
Pessoas utensílios e ferramentas) das lojas e das unidades destina-
dos para uso exclusivo dos colaboradores no desempenho
de suas funções.

Mercadorias: as negociações com os fornecedores e


prestadores de serviço devem ser conduzidas de forma
Ativos
transparente, profissional e ética para garantir ao cliente
produtos de qualidade com preços competitivos.

Dinheiro: o Grupo deve garantir que as operações co-


merciais e financeiras sejam idôneas e que os resulta-
dos e informações gerenciais correspondam à verdade
Mercadorias
com precisão.

Fonte: Código de Conduta Carrefour, com íntegra disponí-


vel no Portal Corporativo
http://www.grupocarrefour.com.br/nossas-marcas/car-
Dinheiro refour/codigo-de-etica-carrefour2/

10
Grupo Carrefour Brasil

Organograma Programa Pró-Ética


A estrutura administrativa da Empresa no Brasil O Carrefour Brasil criou o Programa Pró-Ética
tem como base o Comitê Executivo (Comex), para garantir a comunicação direta com seus co-
tendo o diretor superintendente como líder e oito laboradores e estruturar ações para reforçar os
diretorias executivas. Com o objetivo de intensificar procedimentos éticos no Grupo. Por esse canal,
suas práticas de sustentabilidade ao longo de que tem no Disk-Ética (0800 772-2975) sua prin-
sua cadeia de valor, em 2008 foi criada uma cipal ferramenta, funcionários e fornecedores
área própria para concentrar projetos e ações: podem denunciar, de forma anônima, situações
a Diretoria de Sustentabilidade, subordinada à e desvios que geram perdas e ferem o Código de
Diretoria Executiva Corporativa. Conduta. Além disso, são promovidos eventos
com palestrantes, vivências práticas e releitu-
Fazem parte do Comex: a Diretoria Executiva de ras do Código. Os resultados positivos são frutos
Mercadorias, Diretoria Executiva de Operações Hiper da efetividade dos treinamentos e da eficácia na
e Supermercados, Diretoria Executiva Corporativa, apuração de denúncias recebidas pelo Disk-Ética
Diretoria Executiva de Expansão, Imobiliário e e planos de ação adotados.
Serviços, Diretoria Executiva Financeira, Diretoria
Executiva do Banco Carrefour e Carrefour Soluções
Financeiras, Diretoria de Marketing Corporativo e
E-Commerce e Diretoria Geral Atacadão.

Compromissos Internacionais:
Direitos Humanos e Preservação do Meio Ambiente

Pacto Global (Global Compact)


Desde 2001, o Grupo Carrefour é signatário do Global Compact, estabelecido pela ONU, que mobiliza a comunidade
empresarial mundial em prol de valores nas áreas de direitos humanos, trabalho e meio ambiente (veja quadro na
página 47).

Protocolo de Acordo com a UNI


(Union Network International)
Em 2001, o Grupo se comprometeu a garantir a aplicação dos princípios da Organização Internacional do Trabalho (OIT)
em todos os países onde opera.

GSCP (Global Social Compliance Program)


O Grupo Carrefour é um dos membros-fundadores do GSCP, iniciativa conjunta dos maiores varejistas do mundo
para harmonizar os critérios das auditorias sociais e criar um código único de melhores práticas laborais.

SAI (Social Accountability International)


O Grupo Carrefour é membro da SAI desde 2008 (supporting member), uma organização não governamental, res-
ponsável pelo desenvolvimento e supervisão da SA 8000, norma internacional voltada às melhorias de trabalho.

11
Grupo Carrefour Brasil

As lojas são o principal


palco de mobilização e
conscientização para
as ações e projetos do
Carrefour Brasil

Gestão Empresarial
Subcomitês
Modelo de Liderança Carrefour
O modelo de liderança foi desenvolvido para prepa- São três e têm por função implantar e reunir dados e informações
rar os líderes do Grupo para os desafios de gestão, relativos às ações estratégicas definidas pelo Comitê Executivo.
tanto do negócio quanto das suas equipes, buscan-
do a geração de valor para o Grupo e a excelência Comitê de Filas – Diretores regionais e de áreas operacionais se
na gestão de suas equipes. reúnem todo mês para analisar a evolução do planejamento es-
tratégico. As atas deste comitê subsidiam as reuniões do Comex.
Comitê Executivo
O principal comitê do Grupo Carrefour no Brasil é o COMREG – O Comitê Regional é formado por diretores
Comitê Executivo (Comex), liderado pelo diretor su- regionais e diretores de lojas. Nas reuniões são monitorados
perintendente. Cabe a esse grupo alinhar a estra- os resultados e temas relevantes da operação. São também
tégia às diretrizes, valores e missão do Grupo. Com definidos planos de ação visando o melhor desempenho da
pauta predefinida, promove e garante a plena siner- operação de cada uma das lojas.
gia entre áreas, definindo os planos de negócios,
monitorando as metas e as práticas em consonância Comitê Pró-Ética – Coordenado por representantes das áreas
com as regras comerciais e econômicas vigentes no de Prevenção de Riscos, Segurança Patrimonial e Inteligência
País. Os participantes são diretores executivos no- Preventiva, realiza encontros trimestrais para definir ações
meados pelo Diretor Superintendente no Brasil que, e avaliar a evolução de processos relacionados ao Código de
por sua vez, é escolhido por um colegiado da direção Ética, além de garantir a sensibilização dos stakeholders a
da Matriz do Grupo, sediada na França. esse mesmo Código.

12
Grupo Carrefour Brasil

Parcerias e Participações
O Carrefour Brasil integra várias associações de interesse direto às questões econômicas, sociais e ambientais.

Associações Profissionais Associações Representativas


Associação Brasileira de Comunicação Empresa- Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS)
rial (Aberje) Associação Paulista de Supermercados (APAS)
Associação Brasileira de Anunciantes (ABA) Associação Capixaba de Supermercados
Associação Brasileira de Bancos Internacionais Associação Goiana de Supermercados
Câmara de Comércio França-Brasil (CCFB) Associação de Supermercados do Estado do Rio
Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN) de Janeiro
Instituto do Desenvolvimento do Varejo (IDV) Associação Gaúcha de Supermercados
Compromisso Empresarial para Reciclagem Associação Mineira de Supermercados
(CEMPRE) Associação Paranaense de Supermercados

Institutos
Os produtos marca
Grupo de Institutos, Fundações e Empresas (GIFE) própria Carrefour,
Instituto Akatu como a Linha Viver,
aliam qualidade
Instituto Ethos
com o respeito
socioambiental.

13
Grupo Carrefour Brasil

Prêmios e Reconhecimentos

Prêmio Concedente Categoria e/ou Distinção


Top of Mind 2009 Folha de S.Paulo Supermercado
Top of Mind Tribuna e Reacll 2009 Jornal Tribuna de Ribeirão Preto Hipermercado
Marca de Confiança Revista Seleções Supermercado

Homenagem à rede que mais


cresceu em 2008 entre 500 redes
de super e hipermercado no
Supermercado Moderno Awards
Revista Supermercado Moderno Brasil Indicado na categoria
2009
“Personalidade de Varejo” com o
diretor do hipermercado Limão
(SP), Luiz Carlos Mortágua

Carrefour Soluções Financeiras


Instituto Brasileiro de Economia Maior retorno sobre o patrimônio
Revista Conjuntura Econômica
(IBRE) líquido entre pequenos e médios
em 2008

Pesquisa “Empresa que mais


Revista Consumidor Moderno Revista Consumidor Moderno respeita o Consumidor no Brasil”
– 1º lugar

Estudo que aponta o valor da 35º lugar entre as 1.000 maiores


Ranking Reputation Index
reputação das empresas empresas brasileiras avaliadas

Troféu Nossa Gente Associação Mineira de Destaque na categoria “Hiper


Supermercadistas Supermercados (AMIS) Grande BH”

Jean-Marc Pueyo, diretor


superintendente do Carrefour
Prêmio Líderes Empresariais
Brasil – Líder empresarial do
setor de Comércio

Indicado na categoria
Profissional de Marketing com o
Prêmio Caboré Grupo Meio&Mensagem
diretor de Marketing Corporativo,
Rodrigo Lacerda

Categoria Cinco Maiores Redes do


Ranking Mais Mais Revista Super Varejo
Estado de São Paulo – 1º lugar
Listado entre as cinco marcas
Sorvete Marca Própria
líderes
Pesquisa “As Marcas Francesas
Revista França Brasil e Instituto
Mais Lembradas pelos Executivos 3º lugar entre as marcas
de Pesquisa Gerp
Brasileiros”
13º lugar entre 500 empresas
As Melhores da Dinheiro Revista Isto É Dinheiro
avaliadas
14ª maior companhia do Brasil e
Revista América Economia Revista América Economia
35ª da América Latina
Ranking “As 100 Empresas de
Grupo Carrefour Brasil subiu da
Maior Prestígio do Brasil Revista Época Negócios
51ª (2008) para a 36ª posição
2009-2010”

14
Um Mundo,
Nossa Responsabilidade
Consumo Sustentável é uma atitude que o Carrefour, em
conjunto com os clientes, objetiva desenvolver baseada
em informação, orientação, transparência e qualidade.
As lojas são o palco onde tudo isso acontece

Consumo Sustentável
Na economia em que vivemos, o consumo tem No contato direto, o Grupo transmite informações
papel crucial no desenvolvimento e na geração de aos clientes que os levam a entender o conceito e co-
renda. Nos últimos anos, no entanto, a perspectiva locá-lo em prática. As mensagens propiciam ao con-
de esgotamento de recursos antes julgados infini- sumidor tomar a melhor decisão no momento em
tos, como água e energia, despertou a humanidade que está comprando. Faz parte desta transformação
para uma mudança que se reflete na nossa ma- o varejista ser o mais transparente possível nas infor-
neira de escolher produtos e serviços. O consumo mações sobre o produto, tais como qualidade, preço
sustentável garante uma compra que leva em con- etc. A loja é o palco onde tudo isto acontece.
ta o poder de transformação do consumidor, pois
dá suporte ao crescimento econômico que alia o O esforço também é interno: como uma área trans-
respeito ao meio ambiente e melhora a qualidade versal (que se relaciona com todos os departamen-
de vida da sociedade em geral. tos do Grupo), a de Sustentabilidade tem a missão
de estimular as demais a incorporar conceitos e
Desenvolvimento Sustentável fazer com que eles sejam realidade.
para o Carrefour Brasil
O Carrefour consolidou uma área específica para O Comitê Executivo (COMEX), responsável pelas di-
cuidar da sustentabilidade em todos os níveis. A retrizes do Grupo no Brasil, também discute a sus-
plataforma de questões a serem tratadas foi ela- tentabilidade, além da análise de projetos para que
borada a partir da certeza da importância do tema se transformem em ações efetivas.
para o Grupo. Como uma companhia de varejo que
está presente no dia a dia das pessoas em função
do consumo, julgou fundamental usar um posicio-
namento vital do desenvolvimento sustentável: ser
agente de transformação das relações de consumo.

2.850
Colaboradores foram treinados em “Atitude de
Dono do Negócio” pelo Instituto Carrefour para
a criação de um modelo de liderança eficaz e a
prática da inovação.

16
Um Mundo, Nossa Responsabilidade

O desenvolvimento
sustentável é hoje
o condutor das
operações do Grupo
Carrefour Brasil

Os 5 Cs
O desenvolvimento sustentável é hoje o condutor da expansão das operações do Grupo no País. A diretriz
tem como ponto principal a visão dos 5 Cs – Consumidor, Cadeia, Colaborador, Comunidade e Clima, que
em suas práticas apontam para uma acentuada melhoria do cenário socioeconômico local. Os objetivos
estão assim definidos:

Consumidor Colaborador
- Atendimento a todas as classes sociais; - Respeito às individualidades e estímulo do tra-
- Parceria com o fornecedor no desenvolvimento balho em equipe, proporcionando um excelente
de produtos e serviços; ambiente;
- Lojas com ambiente prazeroso, serviços e produ- - Formação contínua que potencializa as oportuni-
tos que atendem às necessidades de consumo; dades de crescimento pessoal e profissional;
- Sensibilização para o consumo consciente. - Capacitação para que cada colaborador seja um
agente de mobilização das práticas sustentáveis.
Cadeia
- Expansão contínua do negócio, gerando produtos Comunidade
e desenvolvendo serviços para melhor atender às - Desenvolvimento de projetos em parceria com
expectativas dos consumidores; colaboradores e fornecedores que visam melho-
- Produtos e serviços ampliando o valor da marca; rar a qualidade de vida das comunidades onde
- Parcerias com fornecedores para desenvolver estamos presentes.
produtos e serviços mais sustentáveis;
- Desenvolvimento de produtos diferenciados sob a Clima
marca Carrefour. - Promoção de ações nas nossas operações que
visam minimizar o impacto no meio ambiente;
- Parcerias com clientes e fornecedores para de-
senvolver iniciativas mais sustentáveis;
- Apoio e adesão a compromissos relevantes no
âmbito da sociedade civil.

17
Um Mundo, Nossa Responsabilidade

Nossas Responsabilidades

4
5
6
1

3
6

1 C  ondições de produção e as relações com os 3 Nossas responsabilidades na Loja 5 Nossas responsabilidades com os Colaboradores 7 Nossas responsabilidades para com as Comunidades
Fornecedores e a Comunidade Agrícola - Reduzir o consumo de recursos naturais e energia - Condições de Trabalho - Ouvir e atender as necessidades dos clientes
- Relacionamentos de longo prazo com nossos - Classificar os resíduos e reduzir - Equipe de Gestão - Democratizar o consumo e
fornecedores - Controle da Poluição - Salários dentro da faixa do mercado - Promover o consumo sustentável para os clientes
- Promover fornecedores locais e produtos - Integrar critérios ambientais na construção e remodelação - Respeito à diversidade
- Nos preocupamos com as condições sociais e das lojas como a instalação de lâmpadas especiais que 8 Nossas responsabilidades para com as
ambientais da produção, proteção dos recursos reduzem em até 45% o consumo de energia e a utilização de 6 Nossas responsabilidades com os Clientes Comunidades Locais
naturais e pisos com maior permeabilidade da água no solo e outros - Informar os clientes e elevar sua consciência para o - Promover o emprego local
- Promover práticas agrícolas ambientalmente que reduzem a quantidade de produtos de limpeza e o uso de Desenvolvimento Sustentável nas lojas comercializando - Fazer parte da comunidade local
responsáveis telhas zenitais que privilegiam a iluminação natural sacolas retornáveis nos check-outs e - Iniciativas de patrocínio e de solidariedade e
- Segurança das pessoas na loja - Promover a redução, triagem e reciclagem de resíduos: - Diálogo com as comunidades locais
2 Produto Remessa disponibilizar Estações de Coleta Seletiva nas lojas para
- Otimizar a cadeia logística 4 Nossas responsabilidades quanto aos Produtos metais, plásticos, papéis e vidros
- Ampla escolha de produtos
- Produto de qualidade e segurança
- Oferecer produtos que são adequados para
um consumo sustentável

18
Consumidor
Todos os dias, nossas lojas recebem 2 milhões de
consumidores em 120 municípios de 14 estados
brasileiros. O objetivo é gerar uma experiência
agradável e consciente de compra para todos

Desempenho (Destaques 2009)


Para atender aos 2 milhões de consumidores que É também o único varejista multiformato no Brasil
passam diariamente por nossas lojas, o Grupo com a sua própria empresa de Soluções Financei-
Carrefour direciona seus esforços para ter a me- ras, oferecendo um portfólio completo de serviços
lhor oferta de forma ágil e acolhedora. O objetivo é dessa natureza. O Banco Carrefour busca agregar
gerar uma experiência agradável de compra e pro- valor a todos os produtos comercializados nas lojas
porcionar à marca valores intangíveis, fortalecer a Carrefour, assim como nas unidades de negócios do
imagem do negócio, tornar fiéis diferentes públi- Grupo. Entre as principais vantagens, destacam-se
cos e se antecipar às expectativas de compras de a comodidade e a segurança de ter diferentes solu-
seus clientes. ções financeiras em um mesmo lugar – da conces-
são de crédito a diversas modalidades de seguros,
A rede cresceu em 2009, seguindo a estratégia de produtos e serviços. São mais de 10,5 milhões de
oferecer vários formatos de lojas para atender às clientes possuidores de cartão de crédito. Em 2009,
mais diferentes necessidades. O objetivo é oferecer foram lançados o Cartão Carrefour Visa com Chip e
para cada cliente serviços e produtos sob medida o Cartão Carrefour Mastercard.
para o que ele precisa. Foram inaugurados mais
dois hipermercados, que atendem de forma plena
à necessidade de compra; 10 lojas Bairro; desen-
volvidas para serem um modelo de proximidade e
suprirem as necessidades de compras menores;
11 lojas Atacadão, para compras de maior volu-
me e um Carrefour Express, para coisas de última
hora e geralmente localizadas em pontos de gran-
de movimento.

10,5 milhões
De clientes com cartão de crédito Carrefour. O Grupo
é o único varejista multiformato no Brasil que possui
uma empresa própria de soluções financeiras que
oferece uma variedade de produtos e serviços.

20
Consumidor

O Carrefour abriu
cinco drogarias
que se juntaram
a outros serviços
atrelados às lojas

No segmento de serviços, abriu cinco Drogarias Além do atendimento aos clientes que entram em
Carrefour, possibilitando comodidade à clientela contato voluntariamente, a equipe também dispõe
que vai às lojas e precisa também comprar me- de uma célula que está sempre em contato com
dicamentos; e 28 Serviços Digitais, que trabalham esse público com convites para eventos, partici-
com o conceito de revelação de fotos digitais com pação nas inaugurações de lojas e divulgação de
menor impacto ambiental ao usar a tecnologia campanhas, produtos e serviços da rede.
Dry, que por conta dos produtos utilizados não
gera resíduos nocivos ao meio ambiente. Não foi Há também o Programa Cliente AMIGO Carrefour,
registrada, em 2009, a inauguração de novos pos- que consiste no encontro do diretor de cada loja
tos de combustível com a bandeira Carrefour. com um grupo de clientes a cada dois meses.
Neste encontro, diversos assuntos são abordados
O Carrefour ouve seus consumidores por meio de e grandes oportunidades de melhoria são identifi-
diversos canais de contato – nas lojas ou pelo SAC cadas, além da criação e fortalecimento do vínculo
(Serviço Amigo do Cliente) – que oferece os canais cliente-loja. Cerca de 1.500 clientes por ano parti-
telefônico (por meio de uma linha 0800), e-mail, web cipam do programa.
chat ou blog no site www.grupocarrefour.com.br. Em
média 700 mil clientes são atendidos anualmente no
SAC. Desse total, 30 mil são críticas resolvidas em
conjunto com os diretores das lojas/departamentos
internos e clientes. O resultado desse trabalho é
muito positivo e 97% dos consumidores reclamantes
declararam-se satisfeitos com o atendimento rece-
bido pela consistência e tempo de resposta.

21
Consumidor

Iniciativas – Ações Consumidor

Conscientização
Consumo consciente é o tema que marcou a so-
Os cinco Rs
lidez das ações do Carrefour no campo da sus-
tentabilidade. Lançado primeiramente em Pira-
cicaba (SP), em junho, o modelo que consolida Dentro do universo dos cinco Rs a rede utilizou
uma série de atividades destinadas a aumentar seu forte poder de mobilização, representado por
a conscientização de seus clientes e funcioná- cerca de 49 mil funcionários das bandeiras Hiper
rios sobre a preservação da natureza e o ato de e Super, previamente treinados para levar mais
consumir começa a ser implantado nas demais informação a seus consumidores e comunidades
lojas. Outro evento foi o Dia Nacional do Futuro do entorno. São eles:
Consciente, ocasião em que todas as unidades do
Carrefour receberam crianças, filhos de clientes,
colaboradores e oriundas da comunidade para “Respeitar”
refletirem sobre os cuidados com o Planeta por Deu visibilidade junto a um público maior para exposições
meio de jogos e brincadeiras educativas. de ONGs parceiras ligadas ao meio ambiente.

Junto ao Ministério do Meio Ambiente e Instituto “Repensar”


Akatu, o Carrefour torna-se parceiro das cam- Programou visitas de funcionários às escolas para palestras
panhas “Saco é um Saco” e “Saco de Ideias”, que e degustação de produtos socialmente responsáveis
visam estimular o uso de sacolas retornáveis no certificados com o selo Garantia de Origem, sistema que
lugar das sacolas plásticas descartáveis. acompanha o produto desde sua produção até a chegada às
gôndolas.

“Reduzir”
Incentivou uma ação de consumo consciente de impacto.
Em vários momentos do dia, as lojas diminuíram a
iluminação e cada locutor chamou a atenção dos clientes
pelos alto-falantes para a importância desta e de outras
Consumo consciente atitudes para reduzir o desperdício de energia, água e
é o tema que marcou alimentos.

a solidez das ações do “Reciclar”


Carrefour no campo Teve uma programação destinada ao público infantil, com
da sustentabilidade oficinas que ensinaram processos de reciclagem e criação
de objetos divertidos a partir de embalagens que seriam
descartadas e cuja decomposição demoraria anos e anos.

“Reutilizar”
Programou sorteios de sacolas reutilizáveis para lembrar
que este é um grande instrumento para evitar maiores danos
ambientais ao evitar o descarte de mais plástico e lixo.

22
Consumidor

Algumas lojas
receberam estações de
coleta seletiva, parceria
do Carrefour com
diversas organizações
e empresas

Outra importante ação se deu no âmbito da IPAS responsável e praticar a reciclagem de resíduos do
(Iniciativa Pró-Alimento Sustentável): a Revista pós-consumo. As estações são formadas por mó-
Pense Bem, uma ferramenta de conscientização dulos que recebem diversos tipos de metais, plás-
que traz informações básicas sobre atitudes mais ticos, papéis e vidros, além de embalagens longa-
sustentáveis como consumo consciente, econo- vida. Todo o material recolhido é reciclado.
mia doméstica de água e energia, reciclagem de
lixo, montagem de horta e receitas caseiras com Outro projeto desenvolvido é a coleta do óleo de
sobras de alimentos. A IPAS reúne instituições cozinha para transformação em biodiesel. Par-
preocupadas com a forma como os alimentos são ticipam dessa iniciativa parceiros como o Projeto
produzidos, distribuídos e consumidos. É integra- Biodiesel da USP e a Cavalcante. Todo o volume
da pelo Carrefour Brasil, Bunge, Nestlé, Klabin, de óleo proveniente de fritura, tanto da loja quanto
Sadia, Grupo JD, Escola de Marketing Industrial, dos clientes, é recolhido e enviado para a trans-
IPD-Organics Brasil, Pensa-USP, Sociedade Ru- formação em biodiesel. Esse óleo é destinado para
ral Brasileira e The Nature Conservancy (TNC). pesquisas, como fonte de combustível para forne-
cedores de produtos G.O. (Garantia de Origem) e
Mais uma iniciativa de destaque foi a implantação para a alimentação dos geradores das lojas.
de estações de coleta seletiva em algumas lojas,
parceria com diversas organizações e empresas Tanto o projeto de Estações de Coleta de Reciclá-
como a Abeaço (Associação Brasileira do Aço), veis quanto o de Coleta de Óleo de Cozinha são
CSN   (Companhia Siderúrgica Nacional), Gerdau, projetos estratégicos para a redução do impacto
além da Tetra-Pak, Johnson & Johnson, Kimberly- ambiental da operação do Carrefour e a sensibili-
Clark e Coca-Cola. A intenção do projeto é sen- zação dos clientes e colaboradores sobre a gestão
sibilizar adultos e crianças a consumir de forma de resíduos e consumo consciente.

23
Cadeia
São quase 30 mil fornecedores, todos certificados pelo
Carrefour, para o abastecimento das mais de 500 lojas em
todo o Brasil. O Grupo avalia o respeito à legislação, ao
meio ambiente e os padrões de segurança alimentar

Desempenho (Destaques 2009)


Ao aproveitar a oportunidade de expansão das mar-
cas próprias no mercado, o Carrefour Brasil fechou
2009 com conquistas. No ano em que as vendas
400
subiram 20%, a Marca Própria Carrefour lançou Novos produtos nas categorias alimentos, higiene,
limpeza, perfumaria, mercearia, refrigerados e
mais de 400 produtos nas categorias alimentos, congelados. Em 2009, a Marca Própria Carrefour,
higiene, limpeza, perfumaria, mercearia, refrige- pela primeira vez, entrou no setor de perecíveis
rados e congelados. Pela primeira vez, entrou no (açougue, peixaria e padaria).
setor de perecíveis (açougue, peixaria e padaria).
Marca Própria
Lidar com produtos in natura na Marca Própria O consumidor tem ao seu alcance um universo de mais de quatro mil mar-
exigiu do Carrefour e seus fornecedores métodos cas nas lojas Carrefour. Estão presentes nesse conjunto as principais em-
diferenciados de trabalho e a criação de um mode- presas em atividade no Brasil e fornecedores de médio e pequeno porte,
lo específico de auditoria para o Programa Garan- todos certificados. Para oferecer a seus clientes a melhor oferta, o Carrefour
tia de Origem (G.O.). Nele, auditores terceirizados investe em pesquisa e lança projetos em parceria com fornecedores locais
verificam em detalhes a qualidade de produção, tanto na cadeia alimentar como na não alimentar.
condições de trabalho dos funcionários e toda a
conformidade com requisitos legais.

Ingressando na quarta geração do segmento de Políticas Marca Própria


marcas próprias, em que se desenvolvem novas
tecnologias para agregar mais valor aos produtos
oferecidos, o Carrefour lançou linhas como Car- Todo produto Marca Própria, para ser certificado, deve:
refour Baby, de fraldas e lenços umedecidos para
bebês e crianças e Woman e Men, de higiene e • Ser credenciado no programa. Para isso, o fabrican-
cuidados pessoais, com itens como aparelhos de te deve cumprir à risca vários critérios de produção e
depilação, absorventes e protetores diários para operação, bem como responsabilidade social, meio am-
as mulheres e aparelhos de barbear para o públi- biente, saúde e segurança do trabalho;
co masculino. 
• Passar por auditorias anuais que objetivam a melhoria
Reunindo os dois conceitos que apresentam a nova contínua. As não conformidades são regularmente con-
fase dos produtos com a etiqueta Carrefour, a li- troladas por meio de um plano de ação personalizado e
nha Viver foi a escolhida para comunicar este fato
ao consumidor. Com um posicionamento de pre- • Fazer parte do ranking determinado pelo programa de
ço 20% abaixo das principais marcas do mercado, auditoria, que classifica os fornecedores em três níveis
atende ao cliente que busca produtos mais saudá- diferenciados: 1) Bronze – BPF1; 2) Prata – BPF, APPCC2
veis. Outra ação bem sucedida foi a importação de e 3) Ouro – BPF, APPC e BRC3.
produtos Marca Própria da França, como vinhos,
espumantes e chocolates. (1) BPF: Boas Práticas de Fabricação. Compreende os requisitos básicos de segurança e
atendimento à legislação vigente.
(2) APPCC – Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle. Nível intermediário que
compreende todos os requisitos do nível bronze mais análises de perigos e rastreabilidade.
Os requisitos básicos de segurança e atendimento à legislação vigente.
(3) BRC – Todos os requisitos dos níveis bronze e prata mais o atendimento às normas
internacionais de gestão e qualidade.

25
Cadeia

A Certificação de Qualidade ABMAPRO foi criada


pela Associação Brasileira de Marcas Próprias
(ABMAPRO) para promover o desenvolvimento do
conceito de marcas próprias dentro dos padrões Todo fornecedor que participa do
nacionais e internacionais de qualidade. Entre Programa Garantia de Origem controla
outros critérios, o credenciamento dos fabrican-
todas as etapas da produção.
tes inclui responsabilidade social, meio ambiente,
saúde e segurança do trabalho. Líder e pioneiro Os critérios do Carrefour são rigorosos
nesse segmento desde 1989, o Carrefour partici-
pa ativamente do processo desta certificação. Com
apoio técnico da SGS (Switzerland’s Societe Gene-
rale de Surveillance) e do Bureau Veritas, empre-
sas de certificação, elabora pautas de trabalho que
avaliam o desempenho do produtor desse setor.
Políticas G.O.
Programa Garantia de Origem
Todo produtor que participa do Programa G.O. deve:
O programa Garantia de Origem (G.O.) é mais um
exemplo do compromisso do Carrefour com a se-
• Controlar todas as etapas de produção através de
gurança alimentar e o desenvolvimento sustentá-
anotações e análises (rastreabilidade) para assegurar a
vel. Para que um produto obtenha o selo Garantia
segurança alimentar do produto;
de Origem, o produtor precisa cumprir rígidas nor-
mas ambientais e sociais, além de comprovar que o
• Atestar que pragas e doenças são controladas com
manejo é feito de forma responsável e rastreado. O
agentes naturais ou produtos que obedeçam às normas
Carrefour acompanha o processo, do plantio à co-
do Ministério da Agricultura e respeitar todos os
mercialização, escoando as safras por meio de sua
períodos de carência;
logística de distribuição (São Paulo, Rio de Janeiro,
Minas Gerais, Brasília, Manaus e Porto Alegre). Os • Dispor de depósitos ou reservatórios para as
produtos são certificados por auditoria baseada em embalagens vazias até que sejam enviadas
princípios criados pela Corporação, na França. para reciclagem;

Em 2009, 180 fornecedores tiveram o selo do Pro- • Respeitar os princípios de bem-estar animal na
grama em um universo de quase 30 mil fornecedo- propriedade e frigorífico;
res cadastrados no sistema CPFC organizado pelo
Grupo no Brasil. • Não utilizar produtos ou insumos polêmicos, como
hormônios e rações de origem animal (farinha de ossos e
farinha de sangue, por exemplo);

• Não utilizar mão de obra infantil e todos os


trabalhadores devem possuir registro em Carteira
de Trabalho e benefícios previstos na Lei Trabalhista
vigente, e oferecer, no mínimo, um benefício a mais do
que determina essa lei e

• A propriedade deve possuir Áreas de Preservação e


Reserva Legal, como determina a legislação ambiental.

26
Cadeia

Uma das responsabilidades


do Carrefour é oferecer
produtos adequados para
um consumo sustentável

Fornecedor e Parceiros Conscientização


O relacionamento mais próximo com seus mais de Ao longo de 2009, um trabalho para envolver a área
180 fornecedores de grande médio e pequeno porte de desenvolvimento de produtos das empresas
é um dos principais ativos da Marca Própria. O Car- fornecedoras da Marca Própria teve início. Um
refour trabalha para que as duas partes enxerguem encontro nacional, em dezembro, entre o Grupo e
a Marca Própria como uma parceria, o que envolve seus fornecedores para tratar da importância da
um trabalho de planejamento conjunto. O desafio pesquisa, inovação e controle de qualidade nos
é duplo: comprovar para as áreas internas que as produtos resultou na 2ª edição do Prêmio Marca
linhas de produtos são inovadoras e atrair fornece- Própria, dividido em sete categorias: Fornecedor
dores que estejam com os padrões de qualidade a do Ano, Destaque em Abastecimento, Destaque em
serem alcançados. Para fazer parte da carteira, o Marketing, Destaque em Sustentabilidade, Destaque
parceiro quase sempre deve fazer investimentos em em Qualidade, Produto Inovação em Marca Própria
maquinário, matéria-prima e pessoal.  e Lançamento do Ano. Para 2010, está programada
nova edição do troféu, que traduz o reconhecimento
O desenvolvimento de fornecedores regionais foi um do Carrefour pelo esforço de seus parceiros. 
grande foco de trabalho. Um produtor ou fabrican-  
te da própria praça onde está instalada uma loja da
rede significa geração de emprego e renda local ao
mesmo tempo que se reduz o impacto ambiental
por ser menos necessário o transporte rodoviário
em longas distâncias.

27
Colaborador
O respeito à diversidade e a promoção de condições
de trabalho adequadas à saúde, à segurança e ao
desenvolvimento profissional são compromissos do Grupo
Carrefour Brasil com os seus quase 70 mil colaboradores

Desempenho (Destaques 2009)


Com mais de 70 mil colaboradores no Brasil em Foi neste âmbito que foram realizados vários even-
suas quatro bandeiras – Hiper, Super, Atacadão tos em homenagem ao Ano da França no Brasil.
e Dia% –, número que deve chegar a 100 mil até
2015, o Carrefour reconhece neste grupo o grande Programas como o Jovens Profissionais, que re-
elo de relacionamento do Grupo com seus diferen- cruta jovens com até dois anos de formação; e o
tes públicos em todos os seus pontos de venda em Coaching1 permitem o autodesenvolvimento e a
120 cidades. Cada hipermercado aberto gera, em ampliação do conhecimento. A Empresa lançou
média, 1.400 postos de trabalho diretos e indiretos. também o programa de estágio Crescer Carrefour.
Quanto à faixa etária, em 2009 o Carrefour contra- A primeira turma, com 38 jovens, passou por uma
tou mais jovens até 18 anos e pessoas entre 35 e integração no instituto, visitou pontos de venda da
45 anos. Parcerias com escolas técnicas, órgãos rede para conhecer o negócio e participam de ações
públicos e instituições ajudam o grupo a recrutar de treinamento constantes.
e selecionar membros da comunidade local, com
benefícios para a qualidade de vida por gastarem A Escola Móvel do Senai (Serviço Nacional de
menos tempo no trajeto casa – trabalho. Aprendizagem Industrial) iniciou o curso de forma-
ção profissional em Manutenção para os colabora-
Localizado em São Paulo, o Instituto Carrefour é a dores da área que atuam nas lojas. O programa in-
sede do centro de formação, de desenvolvimento e tegra projeto da Direção de Ativos e tem o objetivo
de cultura para os funcionários (palestras, cinema, de capacitar os funcionários para conserto de re-
biblioteca, exposições e eventos em geral). Tem frigeração de ar condicionado e frio alimentar, com
por objetivo fortalecer a cultura de alto desem- foco no uso eficiente e otimizado desses ativos, que
penho baseada em quatro diretrizes de gestão de correspondem a 70% do custo de manutenção de
pessoas: construir, pertencer, integrar e realizar. cada uma das lojas.
1
Sessões de aconselhamento feitas por um consultor de carreira que
acompanha e se envolve no desenvolvimento contínuo do profissional. Serve
para promover mudanças no comportamento do funcionário para que ele atinja
novos objetivos

100 mil
É o número previsto de colaboradores diretos em
todas as bandeiras do Grupo Carrefour Brasil em
2015. Cada hiper gera, em média, 1,4 mil novos
postos de trabalho.

29
Colaborador

Colaboradores de São Paulo passaram pela for- plano de desenvolvimento profissional. Foram 6 mil
mação “Atitude de Dono do Negócio” no Instituto promoções durante o ano, mostrando que as oportu-
Carrefour. Foram treinados 350 gestores, divididos nidades internas existem para aqueles que desejam
em nove turmas. crescer na organização. Este movimento de valori-
zação dos funcionários provocou redução de 38,7%
Outros 2.500 funcionários da média gerência tam- para 34,8% no turn over (rotatividade).
bém participaram do programa nos demais esta-
dos. Foram sete meses para treinar quase três mil O prêmio Destaques do Ano 2009 reconheceu pro-
pessoas. A ação tem por finalidade orientar o fun- jetos que reforçaram os valores do Grupo: Positivos,
cionário a agir como um líder e estimular seu espí- Juntos, Acolhedor. Os ganhadores foram reconheci-
rito de equipe para uma gestão mais eficiente das dos durante a Reunião Nacional de Líderes, evento
operações. Em 2010 os treinamentos vão continuar. que marcou o fechamento de 2009 e divulgou as di-
retrizes de 2010 para os principais gestores do Gru-
Apelidada de Trilha de Carreira, o mapa que con- po Carrefour Brasil. Foram 1500 pessoas de todo o
tém os caminhos pelo qual os colaboradores podem País reunidas em São Paulo durante dois dias.
passar para crescerem na organização, apresentou
resultados práticos em 2009. Os profissionais do Car- Acompanhe a seguir os indicadores de Recursos Hu-
refour podem localizar sua posição atual e traçar seu manos (somente Carrefour Hiper e Super) em 2009. Os colaboradores
têm, por meio da
Trilha de Carreira, a
condição de planejar
o desenvolvimento
profissional.

30
Colaborador

Número de Empregados Variação de quadro de pessoal


(em 2009 e 2008)

118.501 17.822
114.557
15.008 14.812
14.164

48.368
46.758

1.328 870

2008 2009 2008 2009


Diretos Admissões
Indiretos Demissões
Terceirizados

Idades e Tempo de Empresa 2009 Idades e Tempo de Empresa 2008


Faixa Etária Faixa Etária

1,8% Até 18 anos 1,7% Até 18 anos


33,2% De 18 e um dia a 25 anos 35,3% De 18 e um dia a 25 anos
43,4% De 25 anos e um dia a 35 anos 43,3% De 25 anos e um dia a 35 anos

16,1% De 35 anos e um dia a 45 anos 9,5% De 35 anos e um dia a 45 anos


4,7% De 45 anos e um dia a 55 anos 8,3% De 45 anos e um dia a 55 anos
0,8% Mais de 55 anos 1,9% Mais de 55 anos

Tempo de Empresa 2009 Tempo de Empresa 2008

29,28% Até 1 ano 32,10% Até 1 ano


30,60% De 1 ano e um dia a 3 anos 18,84% De 1 ano e um dia a 3 anos
15,49% De 3 anos e um dia a 5 anos 24,36% De 3 anos e um dia a 5 anos
16,46% De 5 anos e um dia a 10 anos 16,72% De 5 anos e um dia a 10 anos
7,60% De 10 anos e um dia a 20 anos 7,41% De 10 anos e um dia a 20 anos
0,53% De 20 anos e um dia a 30 anos 0,55% De 20 anos e um dia a 30 anos
0,03% Mais de 30 anos 0,03% Mais de 30 anos

31
Colaborador

Distribuição dos cargos 2009 Distribuição dos cargos 2008

93% Área Operacional 93% Área Operacional


1% Área Técnica 1% Área Técnica
6% Área Administrativa 6% Área Administrativa

Escolaridade 2009 Escolaridade 2008

4,33% Fundamental incompleto 4,54% Fundamental incompleto


5,59% Fundamental completo 5,70% Fundamental completo
8,91% Médio incompleto 7,63% Médio incompleto
76,79% Médio completo 77,72% Médio completo
1,28% Superior completo 1,35% Superior completo
3,08% Superior completo 3,06% Superior completo
0,00% Sem instrução 0,00% Sem instrução

Gênero 2009 Gênero 2008

47,5% Homens 48,7% Homens


52,5% Mulheres 51,3% Mulheres

32
Colaborador

Os colaboradores são
peças fundamentais
para as práticas
sustentáveis

Iniciativas – Ações RH/Sustentabilidade

Conscientização
O Carrefour desenvolveu um treinamento de mul- Para celebrar o Dia Mundial do Meio Ambiente,
tiplicadores, em parceria com o Instituto Akatu, o Carrefour reserva, anualmente, todo o mês de
na loja-piloto de Piracicaba (SP), dando prosse- junho para uma série de atividades que envolvem
guimento ao programa “Carrefour e Você por um colaboradores, consumidores e suas famílias e a
Mundo Melhor”. Com o objetivo de valorizar e comunidade para que fortaleçam seu compromis-
transformar os colaboradores da rede em agentes so com a sustentabilidade. Outro evento pontual é
de mobilização para o consumo consciente, cada o Dia Nacional do Futuro Consciente, quando todas
participante recebeu o “Caderno do Multiplicador” as unidades do Carrefour recebem crianças, filhos
e um DVD, com filmes e materiais pedagógicos. de colaboradores e clientes, além de oriundas da
Em 2010, o programa será levado para outras lojas. comunidade. Por meio de jogos e brincadeiras
educativas, são estimuladas a refletirem sobre a
Distribuída em todas as lojas, uma edição especial preservação do Planeta.
da revista Fique Ligado (revista de circulação inter-
na), trouxe mais informação para o público interno
sobre a plataforma de sustentabilidade; detalhes
dos 5Rs (Respeitar, Repensar, Reduzir, Reciclar e
Reutilizar) mostrando como o Carrefour faz a sua
parte e dando dicas sobre como cada um pode fa-
zer o mesmo; e exemplos na prática de como cada
ação ocorreu no interior dos pontos de venda.

33
Comunidade
O Carrefour busca a integração e o diálogo com as
comunidades, bem como promover o emprego local e
iniciativas de patrocínio e projetos com o foco nas áreas
de Alimentação, Inclusão e Solidariedade

Desempenho (Destaques 2009) Alimentação


Para o Carrefour, uma empresa socialmente res- Com o objetivo de viabilizar o acesso à alimen-
ponsável é aquela capaz de ouvir, compreender e tação de qualidade para quem precisa, constru-
satisfazer as expectativas dos diferentes públicos ímos parcerias com bancos de alimentos, que
com os quais trabalha. Com ações nesse sentido, o são uma iniciativa de abastecimento e segurança
Grupo busca fazer a diferença nos lugares em que alimentar para combater a fome por meio da ar-
opera, ao valorizar o relacionamento com funcio- recadação de alimentos provenientes de doações.
nários, fornecedores, clientes e comunidade. Prio- Com infraestrutura adequada, os produtos são
rizando o desenvolvimento comunitário, tem como recebidos, selecionados, separados em porções,
premissas o investimento em projetos e progra- processados ou não, embalados e distribuídos
mas que gerem uma mudança de patamar social; gratuitamente às entidades assistenciais. Atu-
o aproveitamento da plataforma de negócios Car- almente, o Carrefour já faz doações para cinco
refour (alimentação) e benefícios para as comuni- bancos de alimentos, beneficiando mais de 40 mil
dades em que está presente, com o foco nas áreas pessoas. Até 2011, pretendemos doar regular-
de Alimentação, Inclusão e Solidariedade. mente para mais 20 Bancos.

40 mil
Mais de 40 mil pessoas foram beneficiadas por
doações aos cinco bancos de alimentos dos
quais o Carrefour colabora. A meta é, até 2011,
atender a 20 bancos.

35
Comunidade

Os projetos sociais
apoiados pelo
Carrefour beneficiaram
15 mil pessoas

Inclusão
Investimos na promoção da cidadania e na inclusão por meio de suporte a projetos sociais nas comunidades
nas quais atuamos. Desde 2009, 15 projetos sociais foram apoiados, dos quais seis em parceria com a
Fundação Internacional Carrefour, com benefício direto para mais de 15 mil pessoas.

Projetos Sociais Apoiados

Total
Projeto Descrição Localidade Beneficiados
Cabedelo/PB, Ceará
Mirim/CE, Maracanaú/CE,
Alfabetização de jovens e adultos nas comunidades em
Alfabetização Solidária Macaíba/RN, Jaboatão 1.136
parceria com a ONG Alfasol (Alfabetização Solidária)
dos Guararapes/PE e
Caapiranga/AM

Capacita jovens em instalações elétricas de baixa tensão


Formação Profissional e instalações fotovoltaicas para possibilitar a inserção
Fortaleza/CE 60
para Jovens desses jovens no mercado de trabalho local. Parceria com
o Instituto Joazeiro

Educação profissionalizante para jovens, respeitando


Educação os princípios da utilização racional e sustentável dos
Manaus/AM 10.000
Profissionalizante recursos naturais da região. Parceria com a ONG
OELA – Escola de Lutheria da Amazônia

36
Comunidade

Total
Projeto Descrição Localidade Beneficiados

Reforço escolar em todas as disciplinas do ensino


fundamental e acompanhamento psicossocial para as
Complemento
crianças com dificuldades de aprendizagem. Parceria Manaus/AM 100
Educacional
com o IACAS (Instituto de Assistência à Criança e ao
Adolescente Santo Antônio)

Educação e prevenção para hipo e hiperglicemia em


Educação em
portadores de diabetes, para redução do número de
Diabetes, Tratamento e Porto Alegre/RS 1.800
hospitalizações. Parceria com o Instituto da Criança com
Assistência Social
Diabetes do RS

Em parceria com a ONG Casa de Passagem, beneficia


diretamente adolescentes e jovens que sofreram
Iniciação para o abuso sexual, oferecendo profissionalização,
Recife/PE 60
Trabalho atendimento psicossocial e assistência à família. Os
adolescentes recebem lanche, bolsa auxílio e uniforme
e são encaminhados para o mercado de trabalho

Educação complementar para crianças e adolescentes Santos, São Vicente e


Integrar Arte e Vida 765
na baixada santista em parceria com a ONG ANE Guarujá

Santos, SBC (Taboão e


Salas de aulas montadas em nossas lojas para
Educar Demarchi), Rio Preto e 52
funcionários e comunidade em parceria com o CIEE
São Paulo (Anchieta)

Fortalecimento de Escolas de Inclusão e Cidadania, em


Inclusão digital São Paulo/SP 1.030
parceria com a com a ONG CDI

Atividades em Campo por meio de “Barraco Escola”


instalado nas favelas. Atividade com arte educadores
Ações Externas pra crianças, acompanhamento da saúde, atividades São Paulo/SP 500
artesanais para jovens e adultos e educação alimentar.
Parceria com Instituto Acaia

Atividades pedagógicas e lúdicas que visam o


desenvolvimento da socialização, da autoconfiança, de
Crescendo Juntos São Paulo/SP 70
habilidades, de valores éticos pessoais e de cooperação.
Parceria com a Casa da Criança e do Adolescente

Educação Física –
Atividades ligadas ao esporte, à cultura corporal e à saúde,
Resgatando Valores
visando desenvolver solidariedade, respeito, cooperação e São Paulo/SP 183
para a Construção de
socialização. Parceria com a Associação Aquarela
Uma Nova Sociedade

Capacita jovens mães para produzir tijolos ecológicos


Construindo
e construir suas própias casas, com suporte técnico e Uberlândia/MG 60
Oportunidades
financeiro. Parceria com ONG Ação Moradia

37
Comunidade

Solidariedade
Com sua abrangência socioeconômica, diversidade
territorial e cultural, o Brasil propicia ao Carrefour
a oportunidade de ser um espaço social onde são
realizadas ações de solidariedade diversificadas e
transformadoras. O Programa Voluntário Carrefour
e as Campanhas de Mobilização Social são
expressões dessas ações.

Programa Voluntário Carrefour


Criado em 2002 para incentivar e apoiar o envol-
vimento dos colaboradores em atividades volun-
tárias nas comunidades, o programa já beneficiou
Cinco Pilares
mais de 25 mil crianças e jovens. Por meio da
participação espontânea, o colaborador voluntário
pode ser um agente de transformação. O progra- 1. Abertura: todos os funcionários têm a possibilidade
ma possui três frentes de trabalho: Educação para de participar.
o Consumo Consciente, Práticas Educativas e Nu-
trição. As ações realizadas incluem trabalhos com 2. Adesão voluntária: é livre participar ou não.
reciclagem, hortas comunitárias, brincadeiras
educativas e leitura, entre outras. 3. Compromisso e Responsabilidade: cada voluntário se
compromete a participar ativamente no desenvolvimento
Mais de 50% das lojas fazem parte do Programa do plano de ação na instituição escolhida.
Voluntário Carrefour, com adesão de 3% de seu
quadro de funcionários. São 1.400 voluntários em 4. Transformação: o programa é concebido como um instrumento
84 instituições atendidas e mais de 8.743 pessoas de transformação individual e coletiva.
beneficiadas, entre crianças adolescentes e jovens.
Os resultados positivos têm se verificado nas mu- 5. Iniciativa: cada voluntário é incentivado a desenvolver
danças de comportamento, respeito interpessoal e atividades no âmbito do programa.
o despertar de valores de cidadania e conscienti-
zação do não-desperdício e da construção de um
Planeta melhor.

São doadas quatro horas mensais em projetos de


seis meses, um total de 5.800 horas. O Carrefour
investe mais de R$ 150 mil anuais em horas volun-
tárias ao manter o ganho de seus colaboradores
e cobrir despesas como transporte e apoiar a ati-
vidade com doações de camisetas e material di-
dático, bem como a disponibilização de espaço. O
programa está estruturado em cinco pilares:

38
Comunidade

O Dia Nacional do Voluntariado, 28 de agosto, foi Nordeste e São Paulo arrecadou mais de 500 kg
comemorado com ações em todas as unidades de alimentos e 10 toneladas de roupas. O Carre-
Carrefour. Uma delas foi em São Paulo, quando 48 four, em parceria com a FIC, doou 90 toneladas de
colaboradores da Matriz visitaram a Casa do Me- alimentos para as vítimas das enchentes. Já na
nor, instituição que atende a 150 jovens no bair- Campanha SOS Baixada Fluminense, arrecadou
ro de Santo Amaro. As equipes dividiram-se para de aproximadamente 10.000 peças de vestuário e
pintar as paredes e o portão da unidade, organizar 400 kg de alimentos e o Carrefour doou 8.000 gar-
uma brinquedoteca, catalogar livros na biblioteca e rafas de água mineral e aproximadamente 5.580
brincar com a garotada. unidades de Fralda descartável para as vítimas
das enchentes da baixada fluminense.
Campanhas de Mobilização Social
Realizado em parceria com governos federal, es- Campanha de Combate à Gripe A
tadual e municipal, ONGs, entidades assistenciais, Um Comitê Multidisciplinar de Crise, com coorde-
fornecedores, cliente e colaboradores Carrefour, nação da área de Prevenção de Riscos, foi criado
ganham roteiro e dinâmica própria a partir de cada em 2009 para orientar clientes e funcionários do
ambiente de loja, ao gerar um clima de mútua coo- Carrefour sobre as medidas preventivas do vírus da
peração, companheirismo e iniciativa no ambiente Influenza A (H1N1), mais conhecida como gripe su-
organizacional. Conheça as campanhas que fazem ína. A rede atuou em diversas frentes: reforço dos
parte do calendário: cuidados necessários nos canais de comunicação
corporativos, adequação e orientação quanto ao uso
Campanhas de Apoio a Emergências de EPIs (equipamentos de proteção individual, como
Em situações de calamidade e emergência, o luvas e máscaras), orientação aos prestadores de
Carrefour mobiliza seu público de relacionamento serviço de limpeza quanto ao protocolo de higieni-
para contribuir com ajuda humanitária e doações. zação preventiva e realização de reuniões semanais
Em parceria com a Defesa Civil e a Cruz Verme- para acompanhamento da situação no País.
lha, são identificadas as necessidades dos afeta-
dos e organizada a ação. Em 2009 a Campanha
SOS Nordeste realizada nas lojas do Carrefour

Campanhas de
mobilização social
também têm
espaço nas lojas

39
Comunidade

A terceira idade
também é foco
de campanhas e
atividades nas lojas

Campanha de vacinação infantil e de idosos Ginástica para melhor idade


Em parceria com o Ministério da Saúde, as lojas Algumas lojas oferecem atividades físicas regulares
Carrefour transformam-se em postos de vacinação para a melhor idade com a proposta de conscienti-
nos dias de campanha, além de desenvolver ações zar sobre o processo de envelhecimento saudável e
de conscientização para seus clientes, funcionários e preservação da autonomia familiar e social do idoso.
comunidade com os temas: prevenção à dengue, va-
cinação infantil e de idosos e vacinação contra rubéo- Portas Abertas
la. As lojas da rede também são postos de divulgação Cada loja, de acordo com sua localização e demanda,
da Campanha de Doação de Sangue. abre as portas para receber filhos de funcionários,
alunos de escolas da região, ou crianças de comuni-
Campanhas do Agasalho dades menos favorecidas para apresentar o funcio-
Em parceria com os governos estaduais, os pon- namento da loja e seus bastidores, em um clima de
tos de venda são também locais de arrecadação de interação e compartilhamento de experiências.
roupas e cobertores. Tradicional em São Paulo, em
2009 a ação estendeu-se para os Estados do Para- Semana da Nutrição
ná e Rio Grande do Sul. Todo ano, por volta do mês de outubro, profissio-
nais especializados fornecem dicas e distribuem
Campanhas de Solidariedade folders com informações nutricionais para nossos
Arrecadação de alimentos, livros, brinquedos e funcionários e clientes nas lojas.
roupas, em datas especiais como Natal, Páscoa e
Dia da Criança. Todo o material recolhido é doado Semana do Meio Ambiente
para organizações sociais cadastradas. Promovida desde 2005, a Semana do Meio Ambiente
é uma ação anual e, em 2009 foi realizada de 1º a 5
de junho. O tema escolhido foi “Carrefour e Você pelo
Meio Ambiente”, no qual foram trabalhados os 5 Rs
– Repensar, Reduzir, Reutilizar, Reciclar e Respeitar.

40
Comunidade

Iniciativas – Ações Comunitárias

Conscientização
Na loja de Piracicaba (SP) foi lançado um progra- A Fundação Internacional Carrefour tem uma
ma para a melhoria de vida e o bem-estar da co- participação vital nessas ações por mobilizar os
munidade. Com previsão de alcançar 150 unidades colaboradores do Grupo e providenciar recursos
em cinco anos, a estrutura das lojas está sendo e equipamentos. Um exemplo é o Programa Aula
usada para difundir conceitos e promover maior de Cidadania, parceria da Fundação com o Comitê
conscientização sobre a sustentabilidade junto a para Democratização da Informática (CDI), ONG
todos os seus públicos – clientes, fornecedores, que promove a inclusão social usando a tecno-
funcionários e comunidade em geral. O programa logia da informação como ponto de partida para
promove fóruns, oficinas e campanhas para dividir a construção da cidadania. O trabalho consistiu
informações e práticas com seus stakeholders. em fortalecer Escolas de Informática e Cidadania
A cidade escolhida para o start do programa é (EIC) inseridas em comunidades com alto índice
palco do projeto Bem Cuidar, parceria do Carre- de violência da cidade de São Paulo. São atendi-
four com a Nestlé, destinado a ensinar conceitos das crianças e jovens a partir dos 10 anos de ida-
de preservação ambiental aos alunos do ensino de que estejam cursando o ensino fundamental.
fundamental. Na entrada da loja de Piracicaba foi Em parceria com a HP, o Mês da Inclusão Digital
instalado um painel com indicadores para que a deu descontos na compra de impressoras novas
Todo material
comunidade possa acompanhar os resultados para os clientes que trouxessem equipamentos arrecadado nas
concretos de cada ação. eletrônicos usados e em bom estado, que foram lojas é doado a
doados para os projeto do CDI. organizações sociais
cadastradas.
Política de Seleção de Projetos
Com um dos maiores investimentos privados na
área de responsabilidade social, o Carrefour Brasil
estabeleceu parcerias que viabilizam seu desejo de
ter uma presença nacional a partir da relação com a
comunidade local. Selecionados na matriz do Grupo,
em São Paulo, os projetos apoiados estão focados
prioritariamente na alimentação, cidadania e renda.
A utilização de conceitos digitais (indicadores) ajuda
a identificar as propostas que de fato podem fazer
diferença para a comunidade. A ação tem forte par-
ticipação dos gestores do Grupo desde a análise do
projeto em si, que deve ter conexão com os valores
do Carrefour e comprometimento com a loja local.

41
Clima
Todas as lojas Carrefour têm como responsabilidades
reduzir o consumo de recursos naturais e energia,
colaborarem no controle da poluição e classificar os
resíduos e fazer a gestão adequada deles

Desempenho (Destaques 2009)


Inspirando-se em diretrizes da sede francesa, o Outro grande marco dessa postura pró-desenvol-
Carrefour Brasil elaborou uma agenda específica vimento sustentável são as sacolas retornáveis. A
para coordenar programas e ações voltados para a partir de seu lançamento, em 5 de junho de 2008 –
sensibilização de seus stakeholders por conta das Dia Mundial do Meio Ambiente – a rede vendeu mais
consequências de suas atitudes sobre o meio am- de 600 mil unidades. A partir da conscientização e
biente. Ao mesmo tempo, a Direção de Ativos faz dos programas de estímulo junto aos funcionários,
sua parte ao promover o uso mais racional de in- sobretudo nos de Frente de Caixa, foi possível obter
sumos como água e energia elétrica, além de evi- este resultado, bastante comemorado pela rede. A
tar maiores danos à natureza ao reduzir emissão ação continua em andamento ao longo de 2010.
de poluentes e fazer gestão de resíduos orgânicos
e sólidos. Gerenciamento de Resíduos
Projetos que contribuem para livrar o meio ambiente
Iniciativas – Ações Ambientais de mais contaminação por meio de resíduos sólidos
e orgânicos são um dos pontos fortes da agenda am-
Conscientização biental. Com apoio da Abeaço (Associação Brasileira
A Direção de Ativos do Carrefour levou à otimiza- da Embalagem do Aço), CSN (Companhia Siderur-
ção interna de seus recursos, práticas que levam à gia Nacional), Tetra Pak, Coca Cola Brasil, Gerdau
queda de custos operacionais e menores impactos e Kimberly Clark, estações de Coleta Seletiva foram
ambientais provocados pelo negócio em si. Um dos instaladas em todas as lojas para receberem plásti-
avanços foi a implantação de um Centro de Recu- co, papel, metal e vidro, que são recolhidos por uma
peração de Ativos (CRA), que permite a manuten- cooperativa associada. Óleo de cozinha usado é outro
ção e/ou reforma de equipamentos. Um trabalho item que pode ser entregue nas lojas, que é trans-
que levou ao recolhimento de 2.200 toneladas de formado em biodiesel e glicerina por meio de uma
ativos – balcões de refrigeração, freezers etc – su- parceria com a Universidade de São Paulo (USP). O
ficientes para encher 94 carretas. Com essa ope- biodiesel é utilizado para alimentar geradores dos
ração interna de conserto, grande parte do equipa- hipermercados e na produção dos fornecedores de
mento ganhou um prolongamento da vida útil de produtos Garantia de Origem. O lixo orgânico (frutas,
até cinco anos e possibilitou ações como a monta- legumes e verduras em decomposição) de lojas da
gem de lojas sem a necessidade de novas aquisi- Capital paulista é enviado para compostagem, sendo
ções. Além do ganho de receita, a rede contabiliza transformado em adubo para hortas comunitárias e
os benefícios para o meio ambiente, com a menor fornecedores Garantia de Origem.
emissão de gases poluentes e o adiado descarte
deste material.

2.200
Toneladas de equipamentos – balcões frigoríficos,
freezers etc – foram recolhidos e recuperados pelo
Centro de Recuperação de Ativos.

43
Clima

Há ainda o projeto Reciclar Bem, em que as lojas se- As lojas funcionaram como locais de coleta des-
param todos os resíduos recicláveis dos orgânicos, tes equipamentos, dotados de substâncias tóxicas
como papelão, plástico e sucata e os encaminham à como chumbo e mercúrio, que precisam de cui-
reciclagem. O projeto Repensar, parceria do Carre- dados especiais no descarte para evitar danos ao
four com a ONG Plastivida, promove a separação do meio ambiente. Também nesse sentido há uma
isopor que também é destinado à reciclagem. ação permanente do Carrefour: uma parceria com
a empresa Descarte Certo garante ao consumidor
Uma nova frente de trabalho é o projeto Fazenda Bra- que um aparelho fora de uso será retirado de sua
sil, iniciado em 53 lojas paulistas, para a transforma- casa e destinado à reciclagem de alto padrão, que
ção em ração animal de todos os alimentos que es- reaproveita os materiais e trata corretamente os
tão impróprios para venda e que anteriormente eram possíveis resíduos tóxicos.
destinados aos aterros sanitários.
Redução da Emissão de Carbono
Mutirão do Lixo Eletrônico Para tornar os seus balcões de produtos refri-
O Carrefour participou ativamente do mutirão do gerados e câmaras frigoríficas mais eficientes o
lixo eletrônico, realizado em 30 de outubro em Carrefour iniciou um processo de evaporadores
todas as cidades do estado de São Paulo. Nesse e substituição do gás R-22 (gás refrigerante) por
dias, foram recolhidos celulares velhos, monito- glicol (álcool orgânico com menor evaporação e
res e computadores quebrados, teclados, mouses, menos poluente).
O Grupo desenvolveu
CDs, pilhas, baterias e lâmpadas fluorescentes. ações para tornar
os balcões
refrigerados mais
eficientes.

44
Clima

A Instalação de
lâmpadas especiais
diminuiu em até
45% o consumo de
energia elétrica

Em relação a logística e distribuição, o Projeto Ma- As boas práticas incluem ações como a instalação de lâmpadas
lha Integrada de Transporte (MIT) é uma parceria T5 com refletor de alumínio, que aumentam a eficiência da ilu-
feita com empresas localizadas próximas a uni- minação e permitem queda de até 45% no uso de energia elé-
dades do Carrefour e que tem interesse em com- trica na área de vendas; instalação de torneiras com redutores
partilhar veículos de suas frotas para que estes de vazão e pressão e caça-vazamentos para reduzir o consumo
façam o caminho de volta com cargas sublocadas, de água e implantação de um sistema de captação de água de
reduzindo o índice de ociosidade. O Projeto Back chuva para reuso em sanitários e lavagem de áreas externas,
Haul tem por finalidade conciliar as rotas das lojas entre outras.
e dos fornecedores para um uso mais racional dos
caminhões. O Projeto Circuito Estático prevê o uso Além dos itens citados, as novas lojas agregam uso de pisos que
conjunto das frotas do Carrefour e da Unilever para permitem maior permeabilidade da água no solo; caixa de reten-
otimizar fluxos de transporte, o que traz como be- ção, que acumula uma quantidade de até 100 m3 de água, ou 100
nefícios a diluição do custo fixo de transporte em mil litros, por um período médio de 30 minutos; caixa de descarga
até 27% e aumento da confiança entre as partes. acoplada, que diminui o gasto de água e custos com manutenção;
cobertura dos telhados usando telhas zenitais, que privilegiam a ilu-
Recursos Naturais minação natural e o uso de variadores de frequência em evaporado-
A eficiência energética e a melhoria das instalações res e condensadores para um menor consumo energético. Soma-
hidráulicas é a espinha dorsal do Projeto Ideias Sim- se a isso a entalpia, sistema que aproveita a temperatura externa
ples, um pacote de ações criado com a finalidade de para baixar a temperatura interna das lojas.
potencializar o uso de recursos naturais como a luz
solar, ao mesmo tempo em que usa de forma mais Por sua vez, é desenvolvido o Projeto Retrofit, que é a readequa-
inteligente água e energia elétrica para que a opera- ção dos equipamentos de refrigeração, que visa reduzir o consumo
ção das lojas seja mais racional e custe menos. As de água nos sistemas frigoríficos, de energia elétrica e de insumos
mais novas já estão nascendo com esses conceitos para manutenção, com a correção de possíveis vazamentos de gás
implantados, enquanto as mais antigas passam por R-22, com monitoramento remoto. Em todo o sistema, foram eco-
um processo de adequação. nomizados 228 mil m3 de gás (GLP/GNV).

45
Indicadores
Socioambientais
Sustentabilidade para o Carrefour é um processo em
constante evolução. As ações socioambientais do Grupo
levam em conta a democratização do consumo e a
promoção do consumo sustentável para os clientes

Progressão de Desempenho
2009 – Carrefour Brasil
A seguir, alguns indicadores de desempenho ambiental que são monitorados em todas as unidades do Grupo
Carrefour no Mundo. Aqui no Brasil, os números apresentados representam somente os hipermercados e os
supermercados Carrefour. Os dados das unidades Dia% e Atacadão não foram incluídos.

Consumo de Energia (gás/combustível/eletricidade)

Unidade 2009 2008 2007 2006

Hiper 576.173,58 572.403,54 522.090,84 N/D


MWh
Super 57.132,58 53.734,96 40.322,00 66.237,16

TOTAL 633.306,16 626.138,50 562.412,84 66.237,16

Comentário Dados estimados

Consumo de água por m² de área de vendas

Unidade 2009 2008 2007 2006

Hiper 3,47 2,86 3,59 N/D


m3/m2
Super 2,72 2,71 3,33 2,21

TOTAL 6,19 5,57 6,92 2,21

Comentário

600 mil
Sacolas retornáveis foram vendidas até 2009,
parte das ações de mobilização e conscientização
com os clientes.

47
Indicadores Socioambientais

Reciclagem de Resíduos

Unidade 2009 2008 2007 2006

Hiper 20.980,36 4.665,30 18.865,00 18.683,00


T
Super 386,08 74,07 1.529,56 N/D

TOTAL 21.366,44 4.739,37 20.394,56 18.683,00

Comentário

Número de sacos plásticos comprados por loja e distribuídos nos check-outs

Unidade 2009 2008 2007 2006

Hiper 1.000 806.855,00 923.832,74 939.897,46 1.411.290,32

Super sacos 97.096,29 112.188,88 95.680,36 173.257,00

TOTAL 903.951,29 1.036.021,62 1.035.577,82 1.584.547,32

Comentário

Emissão de Gases CO2

Unidade 2009 2008 2007 2006

Hiper 63.807,00 62.780,59 52.547,34 N/D


t/CO2
Super 6.271,71 5.994,74 3.930,82 N/D

TOTAL 70.078,71 68.775,33 56.478,16 N/D

Comentário Registro de emissões provenientes de fontes diretas e indiretas.

Consumo de Energia (gás/combustível/eletricidade)

Unidade 2009 2008 2007 2006

Hiper 19.710,87 37.517,00 12.518,38 8.195,00


T
Super 901,79 778,19 467,01 656,91

TOTAL 20.612,66 38.295,19 12.985,39 8.851,91

Em 2008, o Grupo imprimiu mais, pois alguns produtos como a revista temáti-
ca eram impressos individualmente, ou seja, trata-se de mais um catálogo
Comentário
impresso. No ano de 2009 esse produto foi encartado no Tabloide Nacional.
Isso justifica parte das quantidades.

48
Indicadores Socioambientais

GRI (Índice Remissivo)

Estratégia e Análise Páginas e/ou Comentários


1.1 Declaração do detentor do cargo com maior poder de Pág. 5 – Mensagem do Diretor-superintendente –
decisão na organização “Sustentabilidade é parte do nosso jeito de ser”
Pág. 12 – Grupo Carrefour Brasil – Gestão
1.2 Descrição dos principais impactos, riscos e oportunidades
Empresarial
Perfil Organizacional Páginas e/ou Comentários
Págs. 7 e 8 – Grupo Carrefour Brasil – Perfil e
2.1 Nome da Organização
Infográfico (Carrefour no Brasil)
Págs. 19 a 21 – Consumidor – Desempenho
(Destaques 2009) Págs. 24 a 26 – Cadeia –
2.2 Principais marcas, produtos e/ou serviços
Desempenho (Destaques 2009)/Marca Própria/
Programa Garantia de Origem
2.3 Estrutura operacional da Organização, incluindo principais divisões,
Pág. 11 – Grupo Carrefour Brasil – Organograma
unidades operacionais, subsidiárias e joint-ventures

Pág. 58 – Informações Corporativas – Endereço-


2.4 Localização da sede da Organização
sede

2.5 Número de países em que a Organização opera e nome dos países em que
Pág. 3 – Grupo Carrefour – Infográfico (Carrefour
suas principais operações estão localizadas ou são especialmente relevantes
no Mundo)
para as questões de sustentabilidade cobertas pelo Relatório

No Brasil, sociedade empresarial constituída sob


2.6 Tipo e natureza jurídica da propriedade
a forma limitada

2.7 Mercados atendidos (incluindo discriminação geográfica, setores atendidos O Grupo Carrefour Brasil mantém unidades em
e tipos de clientes/beneficiários) 17 estados brasileiros, mais o Distrito Federal
De acordo com a definição estabelecida pela
Federação das Indústrias do Estado de São
2.8 Porte da Organização Paulo (FIESP), o Carrefour é uma organização de
grande porte, pois registra um faturamento anual
superior a R$ 60 milhões
2.9 Mudanças no período coberto pelo Relatório Não Aplicável
Pág. 14 – Grupo Carrefour Brasil – Prêmios e
2.10 Prêmios recebidos no período coberto pelo Relatório
Reconhecimentos
Parâmetros para o Relatório Páginas e/ou Comentários
Perfil do Relatório
3.1 Período coberto pelo Relatório Pág. 2 – Sobre este Relatório
O RDS Carrefour Brasil 2008 circulou em
3.2 Data do Relatório anterior mais recente
agosto/2008
3.3 Ciclo de emissão de Relatórios Anual
3.4 Dados para contato em caso de perguntas relativas ao Relatório ou seu Pág. 57 – Créditos – Informações e Contatos sobre
conteúdo o Relatório

49
Indicadores Socioambientais

Escopo e limite do Relatório Páginas e/ou Comentários


3.5 Processo para definição do conteúdo do Relatório (temas, prioridades, Pág. 2 – Sobre este Relatório Pág. 10 – Grupo
stakeholders) Carrefour Brasil – Os Cinco Eixos (Quadro)
Esta edição do RDS Carrefour Brasil 2009 não
3.6 Limite do Relatório (como países, divisões, subsidiárias, instalações
relata as atividades das bandeiras Dia% e
arrendadas, joint-ventures e fornecedores
Atacadão
3.7 Declaração sobre quaisquer limitações específicas quanto ao escopo ou ao
Não Aplicável
limite do Relatório
3.8 Base para elaboração do Relatório no que se refere a joint-ventures,
subsidiárias, instalações arrendadas, operações terceirizadas e outras
Não Aplicável
organizações que possam afetar significativamente a comparabilidade entre
períodos e/ou entre organizações

Esta edição do RDS Carrefour Brasil 2009 utiliza


o sistema métrico decimal ou simplesmente
3.9 Técnicas de medição de dados e as bases de cálculos incluindo hipóteses e sistema métrico, sistema de unidades baseado
técnicas que sustentam as estimativas aplicadas à compilação dos indicadores no metro (m). A unidade de medida de longitude
e outras informações do Relatório dimensional é o metro. A medida de capacidade é
o litro (l). A medida de massa é o quilograma (kg).
A moeda padrão é o Real (R$)

3.10 Explicação das consequências de quaisquer reformulações de


informações fornecidas em Relatórios anteriores e as razões para tais
Não Aplicável
reformulações (como fusões ou aquisições, mudanças no período ou ano-
base, na natureza do negócio e em métodos de medição)

3.11 Mudanças significativas em comparação a anos anteriores no que se


Não Aplicável
refere ao escopo, limite ou métodos de medição aplicados no Relatório
Sumário de Conteúdo da GRI Páginas e/ou Comentários
Pág. 49 – Indicadores Socioambientais – GRI G3
3.12 Tabela que identifica a localização das informações no Relatório
Índice Remissivo
Verificação Páginas e/ou Comentários
Os dados e informações constantes deste RDS
3.13 Política e prática atual relativas à busca de verificação externa para o
Carrefour Brasil 2009 não foram submetidos à
Relatório
auditoria externa
Governança, Compromissos e Engajamento Páginas e/ou Comentários
Governança
4.1 Estrutura de governança da Organização, incluindo comitês sob o mais alto Pág. 11 e 12 – Grupo Carrefour Brasil –
órgão de governança Organograma/Gestão Empresarial

Pág. 11 e 12 – Grupo Carrefour Brasil – Gestão


4.2 Indicação caso o presidente do mais alto órgão de governança também Empresarial – Comitê Executivo
seja um diretor executivo O Diretor-superintendente do Carrefour Brasil é
também o presidente do Comitê Executivo (Comex)

Não há membros não-executivos na alta direção


4.3 Declaração do número de membros independentes ou não-executivos do do Carrefour Brasil. Para detalhes sobre a matriz
mais alto órgão de governança do Grupo na França, acesse: www.carrefour.com/
cdc/groupe/governancestructure/

4.4 Mecanismos para que acionistas e empregados façam recomendações ou Pág. 11 – Grupo Carrefour Brasil – Programa Pró-
deem orientações ao mais alto órgão de governança Ética

50
Indicadores Socioambientais

4.5 Relação entre remuneração para membros do mais alto órgão de


governança, diretoria executiva e demais executivos e o desempenho da Não Disponível
Organização

Pág. 10 a 12 – Grupo Carrefour Brasil –


4.6 Processos em vigor no mais alto órgão de governança para assegurar que
Governança Corporativa/Organograma/Gestão
conflitos de interesse sejam evitados
Empresarial

4.7 Processos para determinação das qualificações e conhecimento dos membros Pág. 10 a 12 – Grupo Carrefour Brasil –
do mais alto órgão de governança para definir a estratégia da Organização para Governança Corporativa/Organograma/Gestão
questões relacionadas a temas econômicos, ambientais e sociais Empresarial

4.8 Declarações de missão e valores, códigos de conduta e princípios internos


Pág. 7 – Grupo Carrefour Brasil – Essência do
relevantes para o desempenho econômico, ambiental e social, assim como o
Grupo Carrefour
estágio de sua implementação
4.9 Procedimentos do mais alto órgão de governança para supervisionar a
identificação e gestão por parte da organização do desempenho econômico,
Pág. 10 – Grupo Carrefour Brasil – Governança
ambiental e social, incluindo riscos e oportunidades relevantes, assim como a
Corporativa/Código de Conduta
adesão ou conformidade com normas acordadas internacionalmente, códigos
de conduta e princípios
4.10 Processos para autoavaliação do desempenho do mais alto órgão
de governança, especialmente com respeito ao desempenho econômico, Não Disponível
ambiental e social
Compromissos com Iniciativas Externas Páginas e/ou Comentários
O Carrefour Brasil busca minimizar os impactos
da operação e não realiza atividades que, com-
4.11 Explicação de como a Organização aplica o princípio da precaução provadamente, possam resultar em danos graves
ou irreversíveis ao meio ambiente e à qualidade
de vida dos clientes e comunidades
4.12 Cartas, princípios ou outras iniciativas desenvolvidas externamente Pág. 11 – Grupo Carrrefour Brasil – Compromissos
de caráter econômico, ambiental e social que a Organização subscreve ou Internacionais: Direitos Humanos e Preservação
endossa do Meio Ambiente (Quadro)
4.13 Participação da Organização em associações (confederações de Pág. 13 – Grupo Carrefour Brasil – Parcerias e
indústrias) e/ou organismos nacionais/internacionais de defesa Participações
Engajamento dos Stakeholders Páginas e/ou Comentários
Ver Perfil do Grupo e capítulos Cadeia,
4.14 Relação de grupos de stakeholders engajados pela Organização
Consumidor, Colaborador e Comunidade
Ver Perfil do Grupo e capítulos Cadeia,
4.15 Base para identificação e seleção de stakeholders com os quais se engajar
Consumidor, Colaborador e Comunidade
4.16 Abordagens para o engajamento dos stakeholders, incluindo a frequência Ver Perfil do Grupo e capítulos Cadeia,
do engajamento por tipo e por grupos Consumidor, Colaborador e Comunidade
4.17 Principais temas e preocupações que foram levantados por meio do
Ver Perfil do Grupo e capítulos Cadeia,
engajamento dos stakeholders e que medidas a Organização tem adotado
Consumidor, Colaborador e Comunidade
para tratá-los

51
Indicadores Socioambientais

Indicadores Essenciais de Desempenho Páginas e/ou Comentários


Indicadores de Desempenho Econômico
Aspecto: Desempenho Econômico
EC1 Valor econômico direto gerado e distribuído, incluindo receitas,
custos operacionais, remuneração de empregados, doações e outros
Não Disponível
investimentos na comunidade, lucros acumulados e pagamento para
provedores de capital e governos

EC2 Implicações financeiras e outros riscos e oportunidades para as atividades


Não Disponível
da Organização devido a mudanças climáticas
EC3 Cobertura das obrigações do plano de pensão de benefício definido que a O Grupo segue todas as orientações da Secretaria
Organização oferece Nacional de Previdência Complementar
EC4 Ajuda financeira significativa recebida do governo Não Aplicável
Aspecto: Presença no Mercado
EC5 Variação da proporção do salário mais baixo comparado ao salário mínimo
Não Disponível
local em unidades operacionais importantes
EC6 Políticas, práticas e proporção de gastos com fornecedores locais em 98% de todos os produtos comercializados no
unidades operacionais importantes Carrefour são produzidos no Brasil
EC7 Procedimentos para contratação local e proporção de membros de alta Pág. 29 – Colaboradores – Desempenho
gerência recrutados na comunidade local em unidades operacionais importantes (Destaques 2009)
Aspecto: Impactos Econômicos Indiretos
EC8 Desenvolvimento e impacto de investimentos em infraestrutura e serviços
oferecidos, principalmente para benefício público, por meio de engajamento Pág. 34 a 41 – Capítulo Comunidade
comercial, em espécie ou atividades pro bono
EC9 Identificação e descrição de impactos econômicos indiretos significativos,
Não Disponível
incluindo a extensão dos impactos
Indicadores de Desempenho Ambiental Páginas e/ou Comentários
Aspecto: Materiais
EN1 Materiais usados por peso ou volume Pág. 46 a 48 – Indicadores Socioambientais
EN2 Percentual dos materiais usados provenientes de reciclagem Pág. 46 a 48 – Indicadores Socioambientais
Aspecto: Energia
Pág. 42 a 45 – Clima
EN3 Consumo de energia direta discriminado por fonte de energia primária
Pág. 46 a 48 – Indicadores Socioambientais
Pág. 42 a 45 – Clima
EN4 Consumo de energia indireta discriminado por fonte de energia primária
Pág. 46 a 48 – Indicadores Socioambientais
Pág. 42 a 45 – Clima
EN5 Energia economizada devido a melhorias em conservação e eficiência
Pág. 46 a 48 – Indicadores Socioambientais
EN6 Iniciativas para fornecer produtos e serviços com baixo consumo de
Pág. 42 a 45 – Clima
energia ou que usem energia gerada por recursos renováveis, e a redução na
Pág. 46 a 48 – Indicadores Socioambientais
necessidade de energia resultante destas iniciativas
Pág. 42 a 45 – Clima
EN7 Iniciativas para reduzir o consumo de energia indireta e as reduções obtidas
Pág. 46 a 48 – Indicadores Socioambientais
Aspecto: Água
EN8 Total de retirada de água por fonte Não Disponível
EN9 Fontes hídricas significativamente afetadas por retirada de água Não Aplicável
EN10 Percentual e volume total de água reciclada e reutilizada Não Disponível

52
Indicadores Socioambientais

Aspecto: Biodiversidade
EN11 Localização e tamanho da área possuída, arrendada ou administrada
dentro de áreas protegidas ou adjacentes a elas e áreas de alto índice de Não Aplicável
biodiversidade fora das áreas protegidas

EN12 Descrição de impactos significativos na biodiversidade de atividades,


produtos e serviços em áreas protegidas e em áreas de alto índice de Não Aplicável
biodiversidade fora das áreas protegidas
EN13 Habitat protegido ou restaurado Não Aplicável
EN14 Estratégias, medidas em vigor e planos futuros para a gestão de
Não Aplicável
impactos na biodiversidade
EN15 Número de espécies na Lista Vermelha da IUCN e em listas nacionais de
conservação com habitat em áreas afetadas por operações discriminadas pelo Não Aplicável
nível de risco e extinção
Aspecto: Emissões, Efluentes e Resíduos
Pág. 42 a 45 – Clima
EN16 Total de emissões diretas e indiretas de gases de efeito estufa, por peso
Pág. 46 a 48 – Indicadores Socioambientais
EN17 Outras emissões indiretas relevantes de gases de efeito estufa, por peso Não Aplicável
EN18 Iniciativas para reduzir as emissões de gases de efeito estufa e as Pág. 42 a 45 – Clima
reduções obtidas Pág. 46 a 48 – Indicadores Socioambientais
EN19 Emissões de substâncias destruidoras da camada de ozônio, por peso Não Aplicável
EN20 NOx, SOx e outras emissões atmosféricas significativas, por tipo e peso Não Aplicável
EN21 Descarte total de água, por qualidade e destinação Não Aplicável
Pág. 42 a 45 – Clima
EN22 Peso total de resíduos, por tipo
Pág. 46 a 48 – Indicadores Socioambientais
Não foram registrados, em 2009, derramamentos
EN23 Número e volume total de derramamentos significativos
pelos fornecedores do Grupo às lojas em todo o País

EN24 Peso de resíduos transportados, importados, exportados ou tratados,


considerados perigosos nos termos da Convenção da Basileia – Anexos A Empresa não gera este tipo de resíduo em sua
I, II, III e VIII e percentual de carregamento de resíduos transportados operação
internacionalmente

EN25 Identificação, tamanho, status de proteção e índice de biodiversidade de


corpos d’água e habitat relacionados significativamente afetados por descartes Não Aplicável
de água e drenagem
Aspecto: Produtos e Serviços
EN26 Iniciativas para mitigar os impactos ambientais de produtos e serviços e Pág. 42 a 45 – Clima
a extensão da redução destes impactos Pág. 46 a 48 – Indicadores Socioambientais
Não há ainda iniciativas específicas para a
recuperação das embalagens dos produtos de
EN27 Percentual de produtos e suas embalagens recuperados em relação ao
fabricação própria, mas a Empresa recebe em
total de produtos vendidos, por categoria de produto
diversas lojas os resíduos entregues por clientes.
Ver pág. 42 a 45 – Clima
Aspecto: Conformidade

EN28 Valor monetário de multas significativas e número total de sanções não


Não Aplicável
monetárias resultantes da não conformidade as leis e regulamentos ambientais

53
Indicadores Socioambientais

Aspecto: Transportes
EN29 Impactos ambientais significativos do transporte de produtos e outros
bens e materiais utilizados nas operações da Organização, bem como do Não Disponível
transporte de trabalhadores
Aspecto: Geral
EN30 Total de investimentos e gastos em proteção ambiental, por tipo Não Disponível
Indicadores de Desempenho Referentes a
Páginas e/ou Comentários
Práticas Trabalhistas e Trabalho Decente
Aspecto: Emprego
LA1 Total de trabalhadores, por tipo de emprego, contrato de trabalho e região Pág. 31 – Número de Empregados (Gráfico)
LA2 Número total e taxa de rotatividade de empregados, por faixa etária,
Pág. 31 – Variação de Quadro de Pessoal (Gráfico)
gênero e região
LA3 Benefícios oferecidos a empregados de tempo integral que não são
oferecidos a empregados temporários ou em regime de meio período, Pág. 28 a 33 – Colaborador
discriminados pelas principais operações
Aspecto: Relações entre os Trabalhadores e a Governança
100% dos nossos colaboradores são abrangidos
LA4 Percentual de empregados abrangidos por acordos de negociação coletiva
por acordos de negociação coletiva
LA5 Prazo mínimo para notificação com antecedência referente a mudanças
operacionais, incluindo se esse procedimento está especificado em acordos de Não Aplicável
negociação coletiva
Aspecto: Saúde e Segurança no Trabalho
LA6 Percentual dos empregados representados em comitês formais de segurança e 100% dos nossos colaboradores são
saúde, compostos por gestores e por trabalhadores que ajudam no monitoramento representados em comitês formais de segurança
e aconselhamento sobre programas de segurança e saúde ocupacional e saúde
LA7 Taxas de lesões, doenças ocupacionais, dias perdidos, absenteísmo e
Não Disponível
óbitos relacionados ao trabalho, por região
LA8 Programas de educação, treinamento, aconselhamento, prevenção e
controle de risco em andamento para dar assistência a empregados, seus Pág. 28 a 33 – Colaborador
familiares ou membros da comunidade com relação a doenças graves
LA9 Temas relativos a segurança e saúde cobertos por acordos formais com 100% de nossos colaboradores possuem seguro
sindicatos de vida conforme acordo com os sindicatos
Aspecto: Treinamento e Educação
LA10 Média de horas de treinamento por ano, por colaborador, discriminadas
Pág. 28 a 33 – Colaborador
por categoria funcional
LA11 Programa para gestão de competências e aprendizagem contínua que
apoiam a continuidade da empregabilidade dos colaboradores e para gerenciar Pág. 28 a 33 – Colaborador
o fim da carreira
LA12 Percentual de empregados que recebem regularmente análises de
Pág. 28 a 33 – Colaborador
desempenho e de desenvolvimento de carreira
Aspecto: Diversidade e Igualdade de Oportunidades
LA13 Composição dos grupos responsáveis pela governança corporativa e
discriminação de empregados por categoria, de acordo com o gênero, faixa Pág. 28 a 33 – Colaborador
etária, minorias e outros indicadores de diversidade
LA14 Proporção de salários-base entre homens e mulheres, por categoria
Não Disponível
funcional

54
Indicadores Socioambientais

Indicadores de Desempenho Referentes a Direitos Humanos Páginas e/ou Comentários


Aspecto: Prática de Investimento e de Processos de Compra

Conforme Acordo Nacional de Compra e


Fornecimento do Carrefour Brasil, todos os
HR1 Percentual e número total de contratos de investimentos significativos
fornecedores de produtos da Marca Própria
que incluam cláusulas referentes a direitos humanos ou que foram
Carrefour comprometem-se a respeitar as cláusulas
submetidos a avaliações referentes a direitos humanos
da Carta Social Carrefour. Ver capítulo Cadeia – pág
24 a 27 e Grupo Carrefour Brasil – pág. 7 a 12

As fábricas de nossos fornecedores de produtos


Marca Própria são auditadas anualmente por
HR2 Percentual de empresas contratadas e fornecedores críticos que foram
meio de um rigoroso programa de auditoria, que
submetidos a avaliações referentes a direitos humanos e as medidas tomadas
inclui critérios sociais e ambientais. Ver capítulo
Cadeia – pág. 24 a 27

HR3 Total de horas de treinamento para empregados em políticas e


procedimentos relativos a aspectos de operações, incluindo o percentual de Pág. 28 a 33 – Colaborador
empregados que receberam treinamento
Aspecto: Não discriminação
HR4 Número total de casos de discriminação e as medidas tomadas Não Aplicável
Aspecto: Liberdade de Associação e Negociação Coletiva
HR5 Operações identificadas em que o direito de exercer a liberdade de
associação e a negociação coletiva pode estar correndo risco significativo e as Não Aplicável
medidas tomadas para apoiar este direito
Aspecto: Trabalho Infantil
O Carrefour, seus fornecedores e parceiros não
HR6 Operações identificadas como de risco significativo de ocorrência de
empregam mão de obra infantil. A comprovação é
trabalho infantil e as medidas tomadas para contribuir para abolição do trabalho
imperativa e passível de denúncia e rompimento de
infantil
contratos e relações comerciais
Aspecto: Trabalho Forçado ou Análogo ao Escravo
O Carrefour Brasil é signatário do Pacto Nacional
HR7 Operações identificadas como de risco significativo de ocorrência de
pela Erradicação do Trabalho Escravo e do Pacto
trabalho forçado ou análogo ao escravo e as medidas tomadas
Conexões Sustentáveis
Aspecto: Práticas de Segurança
HR8 Percentual do pessoal de segurança submetido a treinamento nas
políticas ou procedimentos da Organização relativos a aspectos de direitos Não Aplicável
humanos que sejam relevantes às operações
Aspecto: Direitos Indígenas
HR9 Número total de casos de violação de direitos dos povos indígenas e
Não Disponível
medidas tomadas
Indicadores de Desempenho Referentes à Sociedade Páginas e/ou Comentários
Aspecto: Comunidade
SO1 Natureza, escopo e eficácia de quaisquer programas e práticas para
avaliar e gerir os impactos das operações nas comunidades, incluindo a Pág. 34 a 41 – Comunidade
entrada, operação e saída
Aspecto: Corrupção
SO2 Percentual e número total da unidade de negócios submetidos a Págs. 10 e 11 – Código de Conduta/Programa
avaliações de riscos relacionados à corrupção Pró-Ética

55
Indicadores Socioambientais

100% dos colaboradores admitidos assinam e


SO3 Percentual de empregados treinados nas políticas e procedimentos recebem um exemplar do Código de Ética Carrefour
anticorrupção da Organização que contempla estes procedimentos e está
disponível para os stakeholders no site da Empresa

Págs. 10 e 11 – Código de Conduta/Programa


SO4 Medidas tomadas em resposta a casos de corrupção
Pró-Ética
Aspecto: Políticas Públicas
SO5 Posições quanto a políticas públicas e participação na elaboração de
Não Aplicável
políticas públicas e lobbies
SO6 Valor total de contribuição financeira e em espécie para partidos políticos O Carrefour não contribui para partidos políticos
ou instituições relacionadas, discriminadas por país ou instituições relacionadas
Aspecto: Concorrência Desleal
SO7 Número total de ações judiciais por concorrência desleal, práticas de Não ocorreu, em 2009, algum caso identificado ou
truste e monopólio e seus resultados notificado
Aspecto: Conformidade
SO8 Valor monetário de multas significativas e número total de sanções não
Não Disponível
monetárias resultantes da não conformidade as leis e regulamentos
Indicadores de Desempenho referentes à Responsabilidade pelo Produto Páginas e/ou Comentários
Aspecto: Saúde e Segurança do Cliente
PR1 Fases do ciclo de vida de produtos e serviços em que os impactos na
saúde e segurança são avaliados visando melhoria, e o percentual de produtos Pág. 19 a 23 – Consumidor
e serviços sujeitos a estes procedimentos

PR2 Número total de casos de não conformidades com regulamentos e


códigos voluntários relacionados aos impactos causados por produtos e Não ocorreu, em 2009, caso identificado ou
serviços na saúde e segurança durante o ciclo de vida, discriminados por tipos notificado
de resultado
Aspecto: Rotulagem de Produtos e Serviços
O Carrefour Brasil segue todas as normas
PR3 Tipo de informação sobre produtos e serviços exigida por procedimentos obrigatórias de rotulagem referentes ao consumo
de rotulagem e o percentual de produtos e serviços sujeitos a tais exigências seguro, correta disposição e presença de
substâncias alergênicas

PR4 Número total de casos de não conformidade com regulamentos e códigos


voluntários relacionados a informações e rotulagem de produtos e serviços, Não Disponível
discriminados por tipo de resultado
PR5 Práticas relacionadas à satisfação do cliente, incluindo resultados de
Pág. 19 a 23 – Consumidor
pesquisas que medem esta satisfação
Aspecto: Comunicações de Marketing
PR6 Programas de adesão às leis, normas e códigos voluntários relacionados
Não Disponível
a comunicações de marketing, incluindo publicidade, promoção e patrocínio
PR7 Número total de casos de não conformidade com regulamentos e códigos
Não ocorreu, em 2009, caso identificado ou
voluntários relativos a comunicações de marketing, incluindo publicidade,
notificado
promoção e patrocínio, discriminados por tipo de resultado
Aspecto: Conformidade
PR8 Número total de reclamações comprovadas relativas à violação de Não ocorreu, em 2009, caso identificado ou
privacidade e à perda de dados de clientes notificado
Aspecto: Compliance
PR9 Valor monetário de multas (significativas) por não conformidade com leis
Não Disponível
e regulamentos relativos ao fornecimento e uso de produtos e serviços

56
Indicadores Socioambientais

Aderência aos Princípios do Global Compact


Em 2001, o Grupo Carrefour juntou-se ao United Nations Global Compact das Nações Unidas (ONU), em
um compromisso de respeitar e promover os seus 10 princípios nas áreas dos direitos humanos, normas
de trabalho, meio ambiente e combate à corrupção. O Grupo Carrefour Brasil também participa desse
esforço. Confira as ações e compromissos assumidos.

Princípios do Global Compact Exemplos de Iniciativas do Grupo Carrefour Brasil


Direitos Humanos
1. As empresas devem apoiar e respeitar a
proteção de direitos humanos reconhecidos • P
 arceria com o Instituto Ethos, Repórter Brasil (pacto do
internacionalmente e trabalho infantil, escravo), Conexão Sustentável.
•C arta social assinada por todos os fornecedores de
2. Assegurar-se de sua não participação produtos controlados
em violações desses direitos
Trabalho
3. As empresas devem apoiar a liberdade •A cordo trabalhista com direito a UNI (Union Network
de associação e o reconhecimento efetivo International) em 2001 para monitorar o cumprimento
do direito à negociação coletiva dos princípios da OIT, em todos os países onde o Grupo
4. A eliminação de todas as formas de está presente.
trabalho forçado ou compulsório • Os fornecedores e parceiros Carrefour Brasil não
utilizam mão de obra infantil.
5. A abolição efetiva do trabalho infantil e • Criação de programas de emprego para pessoas com
deficiência.
• Aplicação de políticas corporativas para eliminar a
6. Eliminar a discriminação no emprego
discriminação no trabalho e em atividades e profissões.
Meio Ambiente
7. As empresas devem apoiar uma • O desenvolvimento de produtos responsáveis e acessíveis a
abordagem preventiva aos desafios cada orçamento
ambientais • Redução do impacto ambiental nas lojas – Loja Sustentável
• Redução do impacto ambiental das atividades relacionadas
8. Desenvolver iniciativas para promover com a logística – Frota Compartilhada
maior responsabilidade ambiental e • Sensibilizar para o Desenvolvimento Sustentável, interna e
externamente – Semana do Meio Ambiente, Nutrição
• Incentivar o desenvolvimento e difusão de tecnologias
9. Incentivar o desenvolvimento e a difusão
ambientalmente corretas – Gases refrigerados,
de tecnologias ambientalmente amigáveis
compostagem, forno.

Contra a Corrupção

• Adaptação em 2004, de um Código de Conduta do Grupo


• Ações de sensibilização e formação de iniciativas para
que todos os colaboradores conheçam o Código de
10. As empresas devem combater a
Conduta
corrupção em todos as suas formas,
• Criação de canais de interatividade e discussão: Disk-
inclusive extorsão e propina
Ética/Comitê de Riscos
• Criação de função específica pelo controle de
conformidade ao nível do Grupo

57
Creditos

Créditos

Coordenação Geral Projeto Gráfico e Estratégia de Conteúdo


Renata Moura (Diretora Executiva Corporativa) TheMediaGroup (www.mediagroup.com.br)

Coordenação Editorial Consultoria de Conteúdo e


Paulo Pianez (Diretor de Sustentabilidade) análise de indicadores
Fernanda Jacob Beccarini Pereira TheMediaGroup
Raysa Ribbe de Figueiredo
Direção de Arte
Fontes por Área TheMediaGroup
Comunicação Corporativa
Comunicação Interna e Cultura Fotografia
Custos de Distribuição Otavio Valle
Expansão
Financeiro Revisão
Garantia de Origem TheMediaGroup
Logística
Marca Agradecimentos
Marketing Corporativo O Carrefour Brasil agradece aos colaboradores
Marketing Regional e fornecedores que participaram do processo
Mercadorias, Marca Própria e Primeiro Preço de elaboração do Relatório de Desenvolvimento
Prevenção de Riscos e Segurança Alimentar Sustentável 2009
Recursos Humanos
Relacionamento com o Cliente Informações e Contatos sobre o Relatório
Serviços www.grupocarrefour.com.br
Sustentabilidade

58
Informações Corporativas

Endereço-sede
Grupo Carrefour Brasil
Rua George Eastman, 213
Morumbi – São Paulo – SP – 05690-000

Website/telefone/e-mail/SAC
e demais canais de interação e
contato
Central de Atendimento:
- Loja virtual (www.carrefour.com.br)
- Loja física – SAC (Serviço Amigo do Cliente)
- Cartão Carrefour
Televendas: 4004-0125
Atendimento: 4004-0126

59