Você está na página 1de 7

Criando Angel Eyes para qualquer carro.

Nota inicial

Antes de iniciarmos o nosso curso de criação e instalação de Angel Eyes,


eu, o vendedor e autor desta apostila, gostaria de esclarecer alguns pontos que tem
deixado dúvidas sobre a procedência desta apostila:
1. Esta apostila foi desenvolvida por mim com intenção de incrementar minha
renda e como forma alternativa de divulgar o tuning no Brasil. Como todos
os meus livros e apostilas, foi patenteado e lavrado em órgãos competentes
antes de ser publicado.
2. Embora algumas pessoas estejam reproduzindo este material na Internet em
partes, ainda não foi encontrado nenhum deles completo e ninguém tem a
competência de explicar ou dar informações sobre o produto por mim
desenvolvido.
3. Saiba que o trabalho no Mercado Livre é uma profissão alternativa muito
séria, e que deve ser respeitada da mesma forma que você gostaria de ser
respeitado em seu ambiente de trabalho. Boas negociações geralmente
terminam em boas amizades, que sempre será melhor do que intrigas e
rancores.
4. Antes de dar a sua qualificação no mercado livre, julgue todos os aspectos
desta apostila e compare com quaisquer outras que possa encontrar por ai,
depois avalie o preço e a comodidade de recebê-la no seu e-mail e em
formato .PDF que todos sabem que é melhor que os outros formatos, por
fim, entenda que minha fonte de renda principal provem dos meus negócios
no Mercado Livre e forme a sua opinião baseada não naquilo que lhe dizem,
mas sim no que você sinceramente acha.

RAFAEL MONTEIRO ANTONELLI


Introdução

O que é Angel Eye? Angel Eyes ou olhos de anjo é um bonito efeito de luz
criado para a nova BMW série 5 (2001) e a BMW série 7 (2002). O projetor do farol da
BMW tem um formato helicoidal, que vem com um par de anéis que quando são
acesos produzem um par de halos. A BMW chama estes anéis luminosos de Angel
Eyes, mas eles são também conhecidos como Demon Eyes ou olhos de demônio, e
ficam realmente bonitos na BMW. Eles não tem nenhum outro propósito alem de
deixar a aparência do carro bonita e agressiva, e por isso mesmo amantes do
tuning assim como eu e você aderiram a moda. Hoje em dia é comum vermos
carros como Gol, Corsa, Palio, Audi e muitos outros com Angel Eyes, o único
problema é que eles pagam uma fortuna por Angel´s de neon.

Este manual busca ensiná-lo a criar um Angel Eye igual ao da BMW, porém
usando materiais econômicos e de qualidade logicamente um pouco inferior aos
que a BMW usa, tentando assim não perder muito na luminosidade. O Angel Eye
que eu criei a mais de um ano ainda funciona e por incrível que possa parecer ele
não ficou mais fraco nem queimou nenhuma luz nenhuma vez. Eu costumo às
vezes usá-lo de dia também e ele se sai muito bem aparecendo mais do que as
luzes de lanterna comum. Para criá-los com qualidade tudo o que você precisa é de
paciência e um pouco de conhecimento em eletrônica, caso você não tenha
nenhum não se desespere por que mais abaixo eu irei explicar passo a passo o que
fazer e o que comprar. Por falar em comprar, eu também tentarei guiá-lo de forma
prática a loja certa para cada material, mas em caso de dúvida você pode também
conversar diretamente comigo através do e-mail nadsfe69@hotmail.com e se
preferir pode me adicionar no MSN Messenger.

Criando os anéis

Como seria praticamente impossível encontrar um anel de vidro oco


hexagonal como os da BMW, eu resolvi correr atrás de um material que fosse
parecido o suficiente para que se ajustasse ao meu propósito, e encontrei-o
justamente quando não o estava procurando, em uma loja de decoração no meu
bairro que vendia artigos para persianas. Conversando com o vendedor, ele me
mostrou um dispositivo de abrir / fechar as persianas que me pareceram ótimos, e
ele me vendeu bem baratinho, chegando o metro a custar R$ 3,00. Para a sua
primeira experiência você comprar uns 3 ou 4 metros, por que pode ser que
desperdice muito material, mas com o passar do tempo e dependendo claro do
tamanho dos anéis que você fizer, 1 metro vai dar e sobrar para fazer um par. Uma
idéia bem interessante também é você colocar quatro Angel Eyes no seu farol, um
par de cada lado.
De posse do meu tubo condutor de luz comprado na loja de decoração, a
primeira coisa que eu fiz foi calcular o tamanho exato que eu teria que cortá-lo para
ficar perfeito. Para fazer este trabalho, eu usei uma cartolina e a coloquei em frente
ao meu farol, então com um compasso risquei na cartolina a circunferência que eu
acreditei ideal e cortei a cartolina na linha feita pelo compasso. O resultado foi um
círculo do tamanho ideal para meu Angel Eye.
Depois disso eu procurei um pote de alumínio ou uma jarra que tivesse mais
ou menos o mesmo tamanho do meu anel recortado na cartolina, veja bem que é
muito importante que você não use uma tampa ou um pote de plástico. Então eu
coloquei o cano sextavado em contato com um fogo bem baixo ( não é necessário
muito tempo, mas não esquente de pouco em pouco, deixe ele ficar mole por
completo e então vá delineando ele em volta da jarra) . Eu segurei as pontas com
alicates. Para ter mais controle, você pode usar luvas de pedreiro ou algumas meias
secas, mas não coloque a mão direto no acrílico ou vai se queimar assim como eu
fiz. O processo tem que ser repetido diversas vezes até que fique bom. Não tenha
pressa, ou você vai furar o tubo e ter que começar tudo novamente. Preste atenção
também para não arredondar o tubo, ou seja, estragar as pontas que o fazem
sextavado, por que senão ele não servirá mais para refratar a luz.

Depois que o anel estiver em um formato satisfatório, você precisará usar


uma serra ou mesmo uma faca para com cuidado fazer arranhões envolta dele. Eu
tentei colocar leds dentro do circulo sem os arranhões, mas a luz passava direto e
não refletia em nada, mais ou menos da mesma forma que faz em uma fibra ótica.
Para um efeito perfeito, você deve fazer os arranhões com espaços de 3mm
aproximadamente entre eles cada um com 1 mm de profundidade. Como você vai
medir a distância entre os arranhões? Você não vai, procure apenas não exagerar
no espaço e nem deixá-los colados demais. Assim você cria um efeito de luz não
contínua, o que na minha opinião é o charme do Angel Eye.

Iluminação e segurança

Para o meu Angel Eye eu escolhi usar um led de 3,6 V. por que ilumina tão
bem quanto uma luz de lanterna, é mais econômico para a bateria e você encontra
ele originalmente colorido, não precisa ficar pintando com vitral. Alem disso, os
Leds são muito resistentes, sendo muito difícil queimar por que eles não possuem
filamentos como as lâmpadas de lanterna comuns e nem são frágeis como o neon.

Os leds existem em diversas cores: Vermelho, Azul, Verde, Branco, Laranja,


etc... O vermelho é muito bonito e irá deixar seu carro nervoso. Eu aconselho que
use este, você encontra Leds de todas as cores em qualquer loja de eletrônica da
sua cidade e eles geralmente são muito baratinhos, não devendo custar mais do
que R$ 1,00 cada um. Neste exemplo usamos um led branco por que o carro das
fotos em questão usava também o led branco. As fotos do carro que aparece no
final desta apostila com um Angel Eye é cortesia do nosso amigo Franklin Amauri
Ribeiro de Suzano / SP. Caso você tenha alguma dúvida ou curiosidade sobre o
carro ou sobre o seu dono, o e-mail dele é Fransp@bol.com.br

Como você sabe, as baterias dos carros vem em voltagens diversas, mas
são todas maiores do que os 3,6 V do led. Por isso, para você ligar os leds a bateria,
você irá precisar também comprar resistores, um para cada led. Os resistores vem
em tamanhos e potências variadas, dando liberdade de ação para você, porém é
muito importante que você verifique qual o certo para o seu caso, ou irá estourar os
leds na hora que ligar na bateria.

Para você calcular qual resistor você deve comprar, siga a seguinte formula:

Ohms = ( V.bat - V.led ) / Amp.led.

V. Bat = voltagem da bateria / V. Led = voltagem do Led / Amp. Led = amperagem do


led.

É muito importante que você só tente ligar os leds na bateria depois de fazer este
calculo.

Coloque o resistor na saída positiva do led, que é a perna maior dele. É


normal que alguns leds venham com defeito e acabem por ter as duas pernas do
mesmo tamanho, se você receber um led destes leve na loja que comprou e troque,
jamais tente ligá-lo na adivinhação por que acredite ou não a perna do positivo
sempre e sem exceções vai ser justamente a que você colocou o negativo.

Para fixar os leds, eu abri também com calor as saídas do tubo até que
ficassem do tamanho ideal para os leds, então os encaixei dentro do tubo e isolei
um do outro com fita isolante. Tome muito cuidado neste processo, por que se os
leds se tocarem eles provavelmente entrarão em curto colocando em risco sua
segurança. Se você tiver condição, compre uma bateria especial para testar o led,
ela é baratinha e sem dúvida vai valer a pena você ver o trabalho do lado de fora
para avaliar se ficou bom e se esta funcionando.

Agora meu anel esta pronto para ir ao carro.


O próximo processo foi desmontar o farol e retirar a parte de vidro. Para
isso, basta ir aquecendo os cantos do vidro com um secador de cabelos até que a
cola derreta. Mais uma vez, neste processo é muito importante que você tenha
calma, ou vai quebrar o vidro do seu farol. Se você tiver bastante calma e não
raspar a cola com nenhum tipo de lamina, a mesma cola poderá ser usada
novamente quando você for fechar o farol. Caso você não tenha esta paciência, só
para constar, a cola que prende os vidros costuma ser de silicone.

Assim que tiver soltado completamente o vidro, você irá encaixar o Angel
Eye no fundo do seu farol da maneira que mais lhe convir. Eu aconselho você, se
tem um carro que não possua faróis redondos, colocar dois de cada lado, um maior
e outro menor, colados ao vidro, mais isso fica a cargo da sua imaginação. O
processo para prendê-lo também vai depender de como você queira colocá-lo. Se
colocar no vidro, encostado, prenda pela parte de cima e de baixo com cola, se vai
colocá-lo ao fundo, prenda-o pela parte de trás também com cola. Não faça "gatos"
do tipo enrolar quatro partes em fita isolante por que ele fica balançando e a não
ser que você goste de faróis dançantes vai achar horrível.
Depois de encaixado o Angel Eye, re-aqueça a cola para tornar a grudar o
vidro no seu devido lugar. segure as beiradas com um alicate por alguns minutos
fazendo assim a cola grudar bem nas partes mais críticas ou você corre o risco de
sair para passear e quando chegar em casa descobrir que seus faróis estão sem
vidro. ( EXPERIÊNCIA PRÓPRIA ).

Resultados

FICOU MUITO NERVOSO NESTE CARRO, IMAGINE AGORA NO SEU.