Você está na página 1de 6

COMO CHEGAMOS ATÉ AQUI!

UM POUCO DE HISTÓRIA – BEM POUCO!

NOSSA PRIMEIRA GRANDE VIRADA


Na história recente da humanidade, temos três grandes viradas de página. A primeira, por
volta de 12.000 A.C., foi a chamada Revolução “Agrícola”. Até então éramos nômades, caçadores-
coletores. Vivíamos por aí, como animais da savana africana, caçando, colhendo frutas e ocupando
lugares diferentes.
“Um belo dia”, descobrimos que poderíamos plantar e colher... Daí, surge a agricultura e a
pecuária, duas “inovações humanas” que mudaram o mundo por completo.

De

12.
000 AC., até aproximadamente o século XV (entre XXXX – XXXX D.C), ou seja, aproximadamente
XX.XXXX anos, vivemos na chamada “sociedade agrícola”, fruto do surgimento da agricultura e
pecuária.

Imagem de uma cidade


europeia no Séc. XV

CEF 405 EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS


COMO CHEGAMOS ATÉ AQUI!
UMA FASE INTERMEDIÁRIA
Entre os séculos XV (XXXX – XXXX) e meados do século XVIII (ano de XXXX) vivemos a
chamada Revolução Comercial que ocorreu na Europa. A expansão do comércio internacional e o
aumento da riqueza permitiram o financiamento do progresso técnico e a instalação de indústrias.

NOSSA SEGUNDA GRANDE VIRADA – 1ª REVOLUÇÃO INDUSTRIAL


A Primeira Revolução Industrial teve início na Inglaterra por volta de 1750 (século XVIII), e
logo alcançou a França, a Bélgica e posteriormente a Itália, a Alemanha, a Rússia, o Japão e os
Estados Unidos. Por essa época, as atividades comerciais comandavam o ritmo da produção.
Na revolução industrial inglesa, a principal manufatura era a tecelagem de lã. Mas foi na produção
dos tecidos de algodão que começou o processo de mecanização, isto é, da passagem da
manufatura para o sistema fabril. A matéria prima vinha das colônias (Índia e Estados Unidos).
Cerca de 90% dos tecidos ingleses de algodão eram vendidos no exterior, o que teve papel
determinante na arrancada industrial da Inglaterra.
VÍDEO: https://www.youtube.com/watch?v=wKVZT6K0AtE
A mecanização se estendeu do setor têxtil para a metalurgia, para os transportes, para a
agricultura e para outros setores da economia. Diversos inventos revolucionaram as técnicas de
produção e alteraram o sistema de poder econômico.
A grande fonte de riqueza deslocou-se da atividade comercial para a industrial. Quem
desenvolvesse a capacidade de produzir mercadorias passaria a ter a liderança econômica no
mundo.
E foi isso o que aconteceu com a Inglaterra, sendo o primeiro país a se industrializar
utilizando a máquina na produção:
 A máquina de fiar transformava em fios as fibras têxteis de algodão, seda e lã, para o fabrico de
tecidos. Essa invenção revolucionou a técnica de produção, transformando a Inglaterra no
maior produtor de fios para tecidos.
 O tear mecânico, inventado em 1785, em substituição ao tear manual, aumentou de forma
considerável a produção de tecidos, colocando a Inglaterra na liderança mundial da época.
 A máquina a vapor, cujo uso na indústria de tecido, nas usinas de carvão mineral, na
industrialização do ferro, nas embarcações (navios a vapor), nas estradas de ferro (locomotiva a
vapor), entre outras, representou uma revolução no transporte de passageiros e cargas.

Nessa época, as pessoas viviam em média 30 anos e a renda per capita era de menos de
US$ 400,00 por ano. Esse momento, chamado de 1ª Revolução Industrial, promoveu uma nova
agenda para a humanidade: produção de riqueza, investimentos em ciência e novas descobertas.
O homem queria viver mais e melhor!
VÍDEO: https://www.youtube.com/watch?v=tvJ2BDhKsaQ

CEF 405 EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS


COMO CHEGAMOS ATÉ AQUI!

Agora um pouco de Física!


1. Conceitos Iniciais:
a) Termologia: Parte da Física que estuda os fenômenos relacionados à energia térmica;
b) Calor: Energia que se transfere de um corpo para outro, quando existe diferença de
temperatura entre eles;
c) Termodinâmica: Estudo das relações entre a quantidades de calor e trabalho realizado em
um processo físico;
d) Equilíbrio Térmico: Dois ou mais corpos estão em equilíbrio térmico quando apresentam a
mesma temperatura;
e) Lei Zero da Termodinâmica: Se um corpo A está em equilíbrio térmico com B e B está em
equilíbrio térmico com C, então A e C estão em equilíbrio térmico entre si;

Se
A B TA = TB
TB = TC
então
C TA = TC

f) 1ª Lei da Termodinâmica: Em um processo termodinâmico sofrido por um gás, há dois


tipos de trocas energéticas com o meio exterior: a quantidade de calor (Q) trocada e o
trabalho () realizado;
Q = ΔU + , logo:
A quantidade de calor trocada por um gás é dada pela soma entre a variação de sua
energia interna e o trabalho total realizado pelo gás.
g) 2ª Lei da Termodinâmica:

Enunciado 1:
O calor se transfere espontaneamente do corpo de maior para o corpo de menor
temperatura;

Enunciado 2:
É impossível construir uma máquina, operando em ciclos, cujo o único efeito seja
transformar integralmente calor em trabalho;

2. Conversão de Calor em Trabalho: máquina térmica

Para que uma máquina térmica converta calor em trabalho de modo contínuo, deve operar em
ciclos entre duas fontes térmicas, uma quente e outra fria: a máquina retira calor da fonte quente,
converte uma parte em trabalho e rejeita o restante para a fonte fria.

Q1 =  + Q2

CEF 405 EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS


COMO CHEGAMOS ATÉ AQUI!

2.1. Rendimento da máquina térmica


O rendimento da máquina térmica pode ser expresso pela razão entre a energia útil (trabalho) e a
energia total representada pelo calor retirado da fonte quente.

=Q

1

2.2. Ilustração de uma Máquina Térmica

2.3. Unidades de Energia


Um joule compreende a quantidade de energia correspondente à aplicação de uma força de um newton
durante um percurso de um metro. Ou seja, é a energia que acelera uma massa de 1 kg a 1 m/s² num
espaço de 1 m. Essa mesma quantidade poderia ser dita como um newton metro.
Demonstração

Exercícios
1) Uma máquina térmica opera, recebendo 600 J de calor a cada ciclo, realizando, assim, 400 J de trabalho.
Calcule o valor aproximado do rendimento dessa máquina térmica, em porcentagem.
2) Uma máquina térmica opera retirando 500 J de calor da fonte quente e rejeitando 300 J para a fonte
fria, respectivamente. Sabendo disso, determine o rendimento dessa máquina.  
3) Uma máquina térmica opera retirando 800 J de calor da fonte quente, com rendimento de 50%.
Sabendo disso, determine a quantidade de calor rejeitada para a fonte fria.  
4) Uma máquina térmica apresenta 30% do rendimento para cada ciclo de operação. Se essa máquina
recebe 1000 J de energia da fonte quente, qual é o trabalho realizado por ela? Qual a quantidade de
calor rejeitada para a fonte fria?

CEF 405 EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS


COMO CHEGAMOS ATÉ AQUI!
5) O 2° princípio da Termodinâmica pode ser enunciado da seguinte forma: "É impossível construir uma
máquina térmica operando em ciclos, cujo único efeito seja retirar calor de uma fonte e convertê-lo
integralmente em trabalho."
Por extensão, esse princípio nos leva a concluir que:
a) calor e trabalho são grandezas iguais;
b) qualquer máquina térmica necessita apenas de uma fonte de calor;
c) sempre se pode construir máquinas térmicas cujo rendimento seja 100%;
d) somente com uma fonte fria, mantida 0°C, seria possível construir uma máquina térmica;
e) qualquer máquina térmica retira calor da fonte quente e rejeita uma parte para fonte fria;
5) Uma máquina térmica cíclica recebe 5000 J de calor de uma fonte quente e realiza trabalho de 3500 J.
Calcule o rendimento dessa máquina térmica.

2ª REVOLUÇÃO INDUSTRIAL;

3ª REVOLUÇÃO INDUSTRIAL;

4ª REVOLUÇÃO INDUSTRIAL;

PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO;

PESQUISA PERFIL DO ESTUDANTE;

VÍDEO: PROFISSÕES QUE VÃO DESAPARECER;

VÍDEO: PROFISSÕES QUE VÃO APARECER;

VÍDEO: CLÓVIS DE BARROS: https://www.youtube.com/watch?v=TRPBY_lxJfE

VÍDEO: LEANDRO KARNAL: https://youtu.be/UZKNwP1YWBU

VÍDEO: LEANDRO KARNAL: https://www.youtube.com/watch?v=UZKNwP1YWBU&t=178s

CANAL ELEMENTAR
VÍDEO: Profissões do Futuro – As Profissões que vão deixar de existir!
https://www.youtube.com/watch?v=4D_jrBzK9Wc

VÍDEO: Essas Profissões podem deixar de existir! Profissões do Futuro?


https://www.youtube.com/watch?v=mmlfKpuMVb0

VÍDEO: O Profissional do Futuro – Michelle Schneider


https://youtube.com/watch?v=9G5mS_OKT0A&t=136s

VÍDEO: Lojas sem atendente já são realidade no DF – DF no Ar. Sexta-Feira, dia 20/08/21 – aos 37
minutos até 42min09s
http://noticias.r7.com/brasilia/df-no-ar/videos/veja-a-integra-do-df-no-ar-desta-sexta-feira-
20-22082021

CEF 405 EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS


COMO CHEGAMOS ATÉ AQUI!

SITE: www.tempo.com

1. SENAI;

2. SESC;

3. SESI;

INTERNET DAS COISAS (IOT)

RELAÇÃO ESTUDANTE X TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO (TIC);

1. PESQUISA NA INTERNET;
2. REDES SOCIAIS (INSTAGRAM; FACEBOOK; TWITTER; WHATSAPP; TELEGRAM; TIK TOK)
3. MICROSOFT WORD; MICROSOFT POWER POINT; MICROSOFT EXCEL FAZEM PARTE DO PACOTE
OFFICE;
4.

CEF 405 EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS

Você também pode gostar