Você está na página 1de 8

ATIVIDADE I (0,80 / 0,80)

PERGUNTA 1
Ao analisarmos a ocorrência de um agravo em uma população como, por exemplo, a ocorrência de óbitos por uma causa
em uma determinada população ou região, podemos dizer que essas informações estão disponíveis através de um estudo
epidemiológico do tipo
a. descritivo.

b. coorte.

c. caso-controle.

d. seccional.

e. ecológico.

0,2 pontos   
PERGUNTA 2
O governo federal apresenta como política de saúde a distribuição de medicamentos gratuitos para a população.

Frente a esta afirmação e se baseando no papel da epidemiologia para tal situação, assinale a alternativa
INCORRETA:
A epidemiologia não tem condições de fornecer informações para a situação descrita, pois está relacionada a
a.
estudos associados ao indivíduo – e não a populações.
b
Fornecer dados que permitam a aplicação de políticas direcionadas a populações e doenças específicas.
.
c. Mostrar quantos casos que acometem a população em um determinado período.

d Fornecer dados que permitam a demonstração da efetividade das políticas públicas, mostrando se houve
. diminuição ou não dos casos.

e. Promover uma política de saúde voltada à prevenção e ao tratamento dos agravos mais comuns na população.

0,2 pontos   
PERGUNTA 3
A vacinação de grupos contra a influenza é uma medida do governo federal que não atinge toda a população, de modo que
se pode afirmar que essa política é feita para que tenhamos uma economia na produção e distribuição de vacinas.

A afirmação acima é INCORRETA, pois


a epidemiologia tem como objetivo avaliar as condições de saúde da população apenas em determinadas
a.
regiões.
b
através da epidemiologia devemos identificar os agravos à economia – e não medidas de saúde.
.
c. são imunizados grupos de risco específicos, o que indica maior chance de desenvolver a doença.
d
através da epidemiologia devemos identificar os agravos à saúde – e não medidas preventivas.
.
e. são imunizados grupos de risco gerais, o que indica menor chance de desenvolver a doença.

0,2 pontos   
PERGUNTA 4
1. Para um bom entendimento do processo saúde-doença e da aplicação da epidemiologia, alguns
questionamentos fornecerão informações importantes, portanto, é necessário responder a algumas perguntas.

Baseando-se na linha de raciocínio acima, assinale a alternativa INCORRETA:


Outras questões importantes são: existem grupos expostos? Há regiões atingidas? Existe uma faixa etária mais
a.
atingida?
b
Quem adoece? Distribuição das doenças na pessoa.
.
c. Quando adoece? Acompanhamos a doença ao longo do tempo.

d Ainda em relação a quem adoece, identificou-se que a prevalência de HAS em brasileiros demonstra
. predomínio de mulheres negras com excesso de HAS de até 130% em relação às brancas.
e. Onde ocorre o agravo? Podemos entender a relação das variáveis referentes ao local.

ATIVIDADE II ( 0,60 /0,80)


PERGUNTA 1
Entre as medidas de frequência, aquela que se define por ser o conjunto dos indivíduos que adquirem uma doença em um
determinado período de tempo em certa população é denominada
a. letalidade.

b. morbidade.

c. mortalidade.

d. determinantes sociais.

e. risco relativo.

0,2 pontos   
PERGUNTA 2
Para a efetivação do cálculo da mortalidade infantil e neonatal tardia, é CORRETO afirmar que mede,
RESPECTIVAMENTE, a proporção de crianças que morrem de
a. 7 a 27 dias após o nascimento e aquelas que morrem antes de 1 ano de vida.

b. 1 ano de vida e aquelas que morrem de 7 a 27 dias após o nascimento.

c. 0 a 6 dias após o nascimento e aquelas que morrem antes de 1 ano de vida.

d. 1 ano de vida e aquelas que morrem de 0 a 6 dias após o nascimento.

e. 1 ano de vida e aquelas que morrem de 28 a 364 dias após o nascimento.

0,2 pontos   
PERGUNTA 3
São as desigualdades sociais as mais determinantes no processo saúde-doença, principalmente na produção das
iniquidades em saúde, que é o principal foco de estudo em se tratando dos Determinantes Sociais em Saúde (DSS).

A respeito dos DSS, assinale a alternativa INCORRETA:


Apoiar a abordagem dos determinantes sociais significa compreender o valor que a saúde tem para a
a.
sociedade e admitir que esta depende de ações que, muitas vezes, não têm relação com o setor da saúde.

b São constituídos por fatores sociais, econômicos, étnicos/raciais, culturais, psicológicos e comportamentais
. que influenciem a ocorrência de problemas de saúde e seus fatores de risco na população.

As diferenças de renda influenciam a saúde devido à escassez de recursos e falta de infraestrutura comunitária.
c. A alimentação, por exemplo, é um dos mais importantes determinantes sociais da saúde e seu acesso e
qualidade sofrem influência direta dos fatores socioeconômicos, comportamentais e culturais.
d
Envolvem as condições de vida e de trabalho dos indivíduos.
.
Buscam o enfoque médico-biológico no processo de saúde e doença, valorizando o agente etiológico ao
e.
indivíduo suscetível e ao meio ambiente.

0,2 pontos   
PERGUNTA 4
A proteção específica é quando são aplicadas medidas dirigidas especificamente contra um determinado agravo à saúde, a
fim de que os indivíduos resistam às agressões dos agentes, ocorrendo também durante a fase de susceptibilidade do
período pré-patológico.

Assinale a alternativa cujo procedimento NÃO pode ser enquadrado no segundo nível de proteção específica de
Leavell e Clark:
a. Imunizações.
b
Aconselhamento genético.
.
c. Hábitos alimentares saudáveis.
d
Combate aos criadouros de mosquitos causadores da dengue.
.
e. Fluoretação da água.

ATIVIDADE III (0,80/0,80)

PERGUNTA 1
Após um atendimento em saúde, um paciente solicita ao profissional de saúde que emita um atestado e que neste conste a
Classificação Internacional de Doenças (CID-10). Portanto, a informação solicitada refere-se a
a. dados mínimos para a identificação da doença que motivou a consulta.
b
dados de identificação do local onde foi realizado o atendimento.
.
c. dados de identificação do profissional de saúde responsável pelo atendimento.
d
dados complementares de reconhecimento do indivíduo.
.
um pedido que não pode ser atendido, visto que o profissional de saúde não é obrigado a colocar o CID-10 em
e.
seus atestados.

0,2 pontos   
PERGUNTA 2
Com relação à notificação compulsória de doenças, agravos e eventos de saúde pública nos serviços de saúde públicos e
privados em todo o território nacional, assinale a alternativa INCORRETA:
a. É restrita e obrigatória para os médicos responsáveis pelos serviços públicos e privados de saúde.

Notificação Compulsória Negativa (NCS) é uma comunicação semanal realizada pelo responsável pelo
b
estabelecimento em saúde, informando que na semana epidemiológica não foi identificada nenhuma doença
.
ou agravo passível de notificação.

Deve ser realizada pelo profissional de saúde ou responsável pelo serviço assistencial que prestar o primeiro
c.
atendimento ao paciente, em até vinte e quatro horas.

Independentemente da forma como realizada, será também registrada em sistema de informação em saúde e
d
seguirá o fluxo de compartilhamento entre as esferas de gestão do Sistema Único de Saúde (SUS), fluxo esse
.
estabelecido pela Secretaria de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde (SVS/MS).

Por compulsória, entende-se que é dever comunicar a ocorrência ou a suspeita de alguma doença que esteja na
e.
lista.

0,2 pontos   
PERGUNTA 3
Entre os parâmetros para inclusão de doenças e agravos na lista de notificação compulsória há alguns critérios.

Assinale a alternativa em que a descrição está CORRETA:


Potencial de disseminação – representa o quanto há de disponibilidade na prevenção e controle da doença,
a.
propiciando a atuação efetiva dos serviços de saúde sobre os indivíduos e coletividades.

Vulnerabilidade – representa as características que conferem relevância à doença ou agravo, tais como
b
severidade – medida pela letalidade, hospitalidade –, relevância social – medo e indignação – e relevância
.
econômica – perda de vida, custos previdenciários.

Ocorrência de epidemias, surtos e agravos inusitados à saúde – relativo ao cumprimento de metas continentais
c.
ou mundiais, especificadas no Regulamento Sanitário Internacional (RSI).

d Transcendência – representa o quanto a doença é disseminada, seja por meio de vetores ou demais fontes de
. infecção, colocando sob risco a saúde coletiva.

Magnitude – dependente diretamente da incidência, prevalência, mortalidade, anos potenciais de vida


e.
perdidos.

0,2 pontos   
PERGUNTA 4
São dados e informações que alimentam o sistema nacional de vigilância epidemiológica os seguintes, EXCETO:
a. Dados de mortalidade.
b
Dados de morbidade.
.
c. Dados de controle de bens de consumo que, direta ou indiretamente, relacionem-se à saúde.
d
Investigação epidemiológica.
.
e. Dados de laboratório.

ATIVIDADE IV (0,80/0,80)

PERGUNTA 1
De acordo com as doutrinas do Sistema Único de Saúde (SUS), a garantia de atenção à saúde por parte do sistema, a todo
e qualquer cidadão; com o indivíduo passando a ter direito de acesso a todos os serviços públicos de saúde, assim como
aqueles contratados pelo Poder Público, refere-se a qual princípio?
a. Integralidade.

b. Hierarquização da saúde.

c. Universalidade.

d. Direito à saúde.

e. Equidade.

0,2 pontos   
PERGUNTA 2
Sandra, uma paciente de 29 anos, compareceu por alguns dias à Unidade Básica de Saúde (UBS) do seu bairro com queixa
de falta de ar e chiado no peito, além de dor de dente e uma úlcera na cavidade oral. Passou por consulta e foi medicada,
porém, o quadro de dor de dente e a úlcera permaneceram.

Pode-se afirmar que Sandra teve assistência integral?


Sim, pois, de acordo com o princípio da universalidade, foi cumprido seu direito de saúde, ou seja, foi
a.
garantida a atenção à saúde por parte do sistema.
b
Não, pois não foi cumprido o princípio da resolubilidade.
.
Sim, pois Sandra recebeu atendimento baseado nas ações e serviços de saúde, executado isolada ou
c. conjuntamente, em caráter permanente ou eventual, por pessoas naturais ou jurídicas de direito público ou
privado.

d Sim, pois Sandra foi atendida seguindo o preceito constitucional que diz que a saúde é direito de todos e dever
. do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas.

Sim, uma vez que essa ação está dentro da capacidade dos serviços em oferecer a uma determinada população
e.
todas as modalidades de assistência.

0,2 pontos   
PERGUNTA 3
De acordo com a Declaração de Alma-Ata, promulgada em 1978, no encerramento da Conferência de Alma-Ata, as ações
de saúde pressupõem a participação da população em seu planejamento, organização, execução e controle. Pode-se, então,
afirmar que dentro do Sistema Único de Saúde (SUS) esse princípio foi implantado e é amplamente utilizado pela
população brasileira?
Sim, pois a participação da comunidade ocorre de fato e é feita por meio do governo em diferentes níveis,
a.
nacional, estaduais, municipais e distritais.

b Sim, pois a participação da comunidade ocorre de fato e é feita por meio das conferências e conselhos de
. saúde, nos níveis nacional, estaduais, municipais e distritais.

Não, embora seja uma diretriz constitucional, a participação da comunidade no SUS ainda não foi implantada
c.
no Brasil devido às dificuldades de financiamento.

d Não, pois não temos mecanismos por onde ocorra a participação da comunidade, ou seja, um modo de a
. população exercer o exercício do controle social sobre as atividades e os serviços de saúde.
Não, pois mesmo sendo uma diretriz do SUS, a participação da população no sistema de saúde ainda não foi
e.
implantada no Brasil devido à dificuldade que a sociedade tem no acesso à saúde.

0,2 pontos   
PERGUNTA 4
O processo de saúde está relacionado à ausência de enfermidade, sendo consequência de uma somatória de fatores, pois a
doença guarda relação com o sofrimento, com o mal, correspondendo integralmente a alterações no indivíduo.

A afirmativa acima está


correta, pois a relação saúde-doença guarda parâmetros biológicos, apenas, os quais importantes para o
a. prognóstico e tratamento, podendo afetar pessoas diferentes de formas distintas, resultando em similares
manifestações de sintomas e desconfortos.

correta, pois a ausência de saúde não tem relação com fatores como a alimentação, moradia, saneamento
b
básico, meio ambiente, trabalho, renda, educação, transporte, lazer e acesso aos bens e serviços essenciais,
.
afinal, tudo isso expressa somente a organização social e econômica do País.

correta, pois a condição de saúde não introduz elementos que permitam intervenção, como fatores e condições
c. sociais, uma vez que isso não pode potencialmente interferir no indivíduo, nem ser alterado através de ações
baseadas em informação.

errada, pois para se ter saúde é necessário guardar parâmetros biológicos, apenas, afinal, estes são importantes
d
para o prognóstico e tratamento, de modo que podem afetar pessoas diferentes de maneiras distintas após um
.
contato individual, resultando em díspares manifestações de sintomas e desconfortos.

errada, pois em seu sentido mais abrangente, a saúde é resultante das condições de alimentação, habitação,
e. educação, renda, meio ambiente, trabalho, emprego, lazer, liberdade, acesso e posse da terra e acesso a
serviços de saúde.

ATIVIDADE V (0,80 /080)

PERGUNTA 1
1. Uma rede de atenção à saúde é formada por um conjunto de unidades, de diferentes funções e perfis de
atendimento, que operam de forma ordenada e articulada no território, de modo a atender às necessidades de saúde de
uma população. As redes são abrangentes, pois integram ações individuais e coletivas, voltadas à promoção,
prevenção, diagnóstico, tratamento e acompanhamento dos principais problemas de saúde que acometem uma
população. De acordo com este conceito, pode-se justificar a ideia da rede de saúde usando alguns princípios que
norteiam as políticas de saúde.

Assim, tratam-se dos princípios de


a. universalidade e equidade.

b. integralidade e universalidade.

c. integralidade e resolutividade.

d. regionalização e universalidade.

e. regionalização e equidade.

0,2 pontos   
PERGUNTA 2
Acesso é apresentado como um dos elementos dos sistemas de saúde, ligados à organização dos serviços, refere-se à
entrada no serviço de saúde e à continuidade do tratamento, abrangendo a entrada nos serviços e o recebimento de
cuidados subsequentes, para isso algumas dimensões específicas do acesso devem ser levadas em consideração.

A relação entre volume e tipos de serviços existentes, volume de usuários e tipo de necessidade, refere-se a qual
dimensão?
a. Capacidade financeira.

b. Aceitabilidade.

c. Disponibilidade.

d. Acessibilidade.
e. Adequação funcional.

0,2 pontos   
PERGUNTA 3
Considerando os motivos da procura de serviços de saúde e suas diferenças, assinale a alternativa CORRETA:
a. Homens têm pouca procura motivada por problemas odontológicos, acidentes ou lesões.

b Mulheres buscam mais serviços para a realização de exames de rotina e prevenção, destacando-se também a
. procura feminina motivada por problemas odontológicos, acidentes ou lesões.

Homens buscam mais serviços para a realização de exames de rotina e prevenção, principalmente câncer de
c.
próstata.

d Mulheres buscam mais serviços para a realização de exames de rotina e prevenção, enquanto homens
. procuram serviços de saúde dominantemente por motivo de doença.

e. Homens e mulheres buscam os serviços para a realização de exames de rotina e prevenção.

0,2 pontos   
PERGUNTA 4
A Constituição Federal de 1988 estabelece, em seu Artigo 198: "As ações e serviços públicos de saúde integram uma rede
regionalizada e hierarquizada e constituem um sistema único" (BRASIL, 1988). Nesse sentido, com o objetivo de
aperfeiçoar a política de saúde do País e buscar subsídio para estratégias nacionais de organização da atenção à saúde nas
diversas dimensões do sistema.

As estratégias de saúde fundamentam-se em quais princípios do Sistema Único de Saúde (SUS)?


a. Resolubilidade, equidade e integralidade.

b. Resolubilidade, regionalização e universalidade.

c. Universalidade, integralidade e equidade.

d. Universalidade, integralidade e regionalização.

e. Integralidade, hierarquização e participação do cidadão.

ATIVIDADE VI (0,75 /1,00)

PERGUNTA 1
1. A Estratégia Saúde da Família (ESF) realiza ações de prevenção, promoção e recuperação da saúde das
pessoas, de forma integral e contínua. O atendimento deve ser sempre realizado por uma equipe multiprofissional e
segue alguns princípios básicos:

I Caráter substitutivo, ou seja, substituição das práticas convencionais de assistência por um novo processo de
trabalho.

II Territorialização e cadastramento da clientela, onde as atividades serão desenvolvidas para atender à população
residente em um território de abrangência, sendo a equipe responsável pelo cadastramento e acompanhamento da
população.

III Equipe multiprofissional, onde há integração de áreas técnicas e profissionais de diferentes formações.

IV Integralidade e hierarquização, ou seja, cada equipe da ESF deve estar preparada para identificar todos os
problemas e situações de risco as quais a população está exposta, elaborando somente entre os profissionais da equipe
um plano para enfrentar os determinantes do processo saúde-doença.

É VERDADEIRO o que se afirma em


a. I e II, apenas.

b. I, II e III, apenas.

c. II e III, apenas.
d. II, III e IV, apenas.

e. III e IV, apenas.

0,25 pontos   
PERGUNTA 2
1. Qual é a média recomendada de número de habitantes por equipe de saúde da família?
a. 3.000 pessoas.

b. 750 pessoas.

c. 800 famílias.

d. 4.500 pessoas.

e. De 3.000 a 4.000 famílias.

0,25 pontos   
PERGUNTA 3
1. A Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher (PNAISM) apresenta objetivos, metas, ações e
estratégias para atingir os princípios de humanização e de qualidade da atenção, conferindo maior autonomia e
controle da saúde, do corpo e da vida às mulheres.

Com referência às estratégias e atuações para cada área da saúde da mulher descritas na PNAISM, leia atentamente as
seguintes afirmativas:

I A redução da morbimortalidade pelo câncer de mama requer do enfermeiro domínio da técnica do exame clínico e
conhecimentos para incentivar a realização do autoexame pelas mulheres, portanto, esse assunto não deve ser
considerado uma estratégia.

II Implementação da saúde da mulher idosa no âmbito da atenção integral à saúde da mulher.

III Promoção da atenção obstétrica e neonatal, qualificada e humanizada, com ênfase na redução da morte materna e
assistência em planejamento familiar, demanda fornecimento de anticoncepcionais e acompanhamento das usuárias,
além de promoção de ações de educação em saúde e aconselhamento sobre concepção e anticoncepção, visando à
escolha livre.

IV Exclusividade na promoção e no controle da prevenção das doenças sexualmente transmissíveis.

É VERDADEIRO o que se afirma em


a. III e IV, apenas.

b. I e II, apenas.

c. II e IV, apenas.

d. II e III, apenas.

e. I e IV, apenas.

0,25 pontos   
PERGUNTA 4
1. O trabalho é considerado um fator de risco, ou seja, um aumento da probabilidade de ocorrência de uma
doença – e nem sempre um fator causal. Alguns dos fatores de risco à saúde e segurança dos trabalhadores, presentes
ou relacionados ao trabalho, são
a. físicos, químicos e aéreos.

b. aéreos, químicos e biológicos.

c. alimentares, mecânicos e ergonômicos.

d. ergonômicos, físicos e alimentares.

e. físicos, químicos e biológicos.

Você também pode gostar