Você está na página 1de 12

LIVROS HISTÓRICOS

Curso de Teologia (Instituto Batista Silvajardinense)


Prof. Pr. Alexsandro Marcondes Teixeira

Os Livros Históricos formam o 2º grupo de livros que compõem o Antigo Testamento, num
total de 12: Josué (Js), Juízes (Jz), Rute (Rt), 1 Samuel (1 Sm), 2 Samuel (2 Sm), 1 Reis (1 Rs), 2 Reis (2
Rs), 1 Crônicas (1 Cr), 2 Crônicas (2 Cr), Esdras (Ed), Neemias (Ne) e Ester (Et). Por que estes livros são
chamados assim? Porque eles tratam especificamente de história, da história do povo de Israel desde
a conquista de Canaã (1406 a.C.), no tempo de Josué até o retorno dos judeus do cativeiro da
Babilônia, no tempo de Esdras – embora não seja Esdras o último livro histórico, mas
cronologicamente ele é (430-400 a.C.). Desta maneira os Históricos abrangem um período de 1000
anos da história do povo de Deus. É interessante observamos que é durante o período dos livros
históricos que surge o tempo do reinado e o tempo dos profetas (embora já houvessem alguns
profetas antes deste período, é neste período que a maior parte deles se manifesta em Israel). A
maior parte dos fatos ocorridos no período histórico se deu no local em que os biblistas chamam de
“Crescente Fértil”. É uma região bem ampla onde a própria terra de Canaã está inserida. Veja no
seguinte mapa:

Em seguida nós temos um mapa da terra de Canaã – a Terra Prometida – na época de Josué.
Podemos observar que vários povos pagãos habitavam nela e precisam ser removidos para que o
povo de Deus se apropriasse de todo o território.

Apostila de Livros Históricos – Instituto Batista Silvajardinense - Prof. Pr. Alexsandro Marcondes Teixeira 1
Apostila de Livros Históricos – Instituto Batista Silvajardinense - Prof. Pr. Alexsandro Marcondes Teixeira 2
JOSUÉ
Josué nasceu no Egito, na época da servidão de Israel debaixo do jugo de Faraó. Se em 1406
a.C. Israel entrou na Terra Prometida – Canaã – e Josué tinha 80 anos de idade, logo ele nasceu no
ano 1486 a.C. e faleceu aos 110 anos de idade, no ano 1376 a.C. Vejamos o que Paul Gardner1 fala
sobre ele: “Embora Josué, filho de Num, seja o personagem central do livro que leva o seu nome, era
conhecido por Moisés muito antes de ser escolhido como seu sucessor. Num certo momento, o
grande legislador determinou um homem da tribo de Efraim, cujo nome era Oséias. Mudou seu nome
para Josué (Nm 13.16; Dt 32.44). Oséias significa ‘Salva’; Josué quer dizer ‘Yaweh é salvação’...o nome
Josué aparece pela primeira vez num contexto militar. Foi numa batalha travada pelos hebreus depois
que saíram do Egito. Os amalequitas ameaçavam os israelitas. O filho de Num foi o guerreiro que
levou o povo à vitória, quando lutou em favor de Moisés (Êx 17.8-13). Ele selecionou o exército,
batalhou e venceu o inimigo...como líder espiritual e militar do povo, Deus falou diretamente com ele,
com as mesmas palavras que Moisés lhe dissera: ‘Esforça-te, e tem bom ânimo (três vezes: Js 1.6-
9)...assim como Moisés começou, Josué completou a tarefa de distribuir a terra de Canaã como
herança para as tribos de Israel (Nm 32; Dt 3.12-20; Js 13 a 19)”. O livro foi escrito pelo próprio Josué,
com exceção dos últimos 5 versículos (18.9; 24.26). Algumas parte do livro forma escritas,
provavelmente, por um dos anciãos que foram contemporâneos de Josué, podendo ter sido um dos
sacerdotes (cap. 15.13-17; 24.29-33).

CONTEÚDO:2
O conteúdo do livro pode ser dividido da seguinte forma:
1. A entrada na terra - Canaã (1-4)
2. A terra subjugada (6-12)
3. A terra dividida (13-22)
4. A despedida de Josué (23-24)

ESTATÍSTICAS E CURIOSIDADES DO LIVRO:


* O livro abrange um período de 30 anos da história de Israel sob a liderança de Josué.
* Registra 2 grandes milagres de Deus em favor do seu povo: 1º) A queda das muralhas de Jericó
(cap. 6) e 2º) O prolongamento da luz do dia durante várias horas a mais do que o normal, para que
Israel derrotasse os seus inimigos (cap. 10).
* As cidades dos Levitas foram sorteadas e distribuídas, incluindo as cidades de refúgio, que também
foram definidas e entregues ao povo de Israel, segundo o mandamento de Deus (cap. 20; Nm 35.9-28;
Dt 4.41-43; 19.1-13).

1
Gardner, Paul. Quem é quem na Bíblia Sagrada – A história de todas as personagens da Bíblia, Ed. Vida, São Paulo, SP, 1ª edição, 2005, p. 388-391.
2
Pearlman, Myer. Através da Bíblia – livro por livro – edição revisada. Editora Vida, Deerfied, Flórida, E.U.A., 17ª impressão, 1995, p.41.
Apostila de Livros Históricos – Instituto Batista Silvajardinense - Prof. Pr. Alexsandro Marcondes Teixeira 3
JUÍZES
O livro de Juízes abrange um período de, aproximadamente, 390 anos. Ele fala sobre o
estabelecimento do povo de Israel na Terra Prometida. A época dos Juízes é de altos e baixos
espirituais do povo de Israel. Ora eles buscavam e serviam a Deus com fidelidade ora eles “deixavam
Deus de lado” e sofriam terríveis conseqüências por isto. Há dois versículos que resumem todo o livro.
Eles são idênticos e se repetem em 17.6 e 21.25. Ele diz o seguinte: “Naqueles dias não havia rei em
Israel: Cada qual fazia o que achava mais reto”. Aquele tipo de religião que eles, os israelitas,
estavam praticando tinha se tornado sem valor. O livro de Juízes tem muito a nos ensinar sobre esta
questão.

CONTEÚDO:3
O livro pode ser dividido da seguinte forma:
1. O período depois de Josué (1-3.4)
2. As apostasias, cativeiros e libertações de Israel (3.5-16)
3. A anarquia de Israel (17-21)

ESTATÍSTICAS E CURIOSIDADES DO LIVRO:


* Neste livro podemos acompanhar toda a cronologia dos fatos ocorridos em Israel, incluindo vitórias
e fracassos. Basta observarmos os registros em determinados capítulos: Fracasso (cap. 3.8= 8 anos) +
Vitória (cap. 3.11= 40 anos) + Fracasso (cap. 3.14= 18 anos) + Vitória (cap. 3.30= 80 anos) + Fracasso

3
Idem ao nº 2, p. 45.
Apostila de Livros Históricos – Instituto Batista Silvajardinense - Prof. Pr. Alexsandro Marcondes Teixeira 4
(cap. 4.3= 20 anos) + Vitória (cap. 5.31= 40 anos) + Fracasso (cap. 6.1= 7 anos) + Vitória (cap. 8.28= 40
anos) + Fracasso (cap. 9.22= 3 anos) + Vitória (cap. 10.2= 23 anos) + Vitória (cap. 10.3= 22 anos) +
Fracasso (cap. 10.8= 18 anos) + Vitória (cap. 12.7= 6 anos) + Vitória (cap. 12.9= 7 anos) + Vitória (cap.
12.11= 10 anos) + Vitória (cap. 12.14= 8 anos) até aqui já temos 350 anos. Seguindo: Fracasso (cap.
13.1= 40 anos) Total: 390 anos!
* Os dois Juízes que se descatam são: Gideão (sua história é registrada em 100 versículos) e Sansão
(sua história é registrada em 96 versículos).
* O livro destaca a ação do Espírito de Deus que vinha sobre os Juízes usando-o com coragem,
sabedoria e autoridade para libertar Israel no tempo da aflição ou operarem determinadas proezas
(3.10; 6.34; 11.29; 14.6.19; 15.14).
* Há, também, as obras realizadas por algumas mulheres, tanto para o bem quanto para o mal. Há
mulheres virtuosas e mulheres perversas: Acsa, filha de Calebe (1.12), a Profetisa Débora (4.4), Jael,
esposa de Héber (4.17), a mulher que matou Abimeleque (9.53), a mãe de Sansão (13.3,9), a mulher
filistéia de Sansão (15.16), Dalila (16.4), a mãe de Mica (17.1,2) e a concubina do Levita (19.1,2).
* Os capítulos 17-21 contam duas histórias e são apêndices, isto é, foram acrescentadas ao livro mas
não estão na ordem cronológica. Os fatos descritos nestes capítulos ocorreram antes da história de
Sansão, que é o último Juiz citado no livro.
* O livro revela que o declínio espiritual e moral de Israel, naqueles dias, estava tão baixo que até o
neto de Moisés, um Levita chamado Jônatas, filho de Gérson, estava corrompido com a idolatria
(18.30,31).

RUTE
A história de Rute se passa na época dos Juízes. O livro narra a história de uma família israelita
que a deixa a sua terra natal – Belém – numa época de fome, e vai buscar uma nova vida em Moabe,

Apostila de Livros Históricos – Instituto Batista Silvajardinense - Prof. Pr. Alexsandro Marcondes Teixeira 5
uma nação vizinha a Israel, a leste do Mar Morto. O livro tem vários personagens, sendo os principais:
Noemi, Rute e Boaz. É uma história envolvente, emocionante, intensa, que prende o leitor do
princípio ao fim, como um dos grandes filmes atuais, que possuem uma mistura de drama e romance.
O autor, segundo a tradição judaica, foi Samuel.

CONTEÚDO:
Pearlman4 faz um de um esboço de Scofield, o qual também seguiremos:
1. Rute decidindo (cap. 1).
2. Rute servindo (cap. 2).
3. Rute descansando (cap. 3).
4. Rute recompensada (cap. 4).

ESTATÍSTICAS E CURIOSIDADES DO LIVRO:


Vistas na Bíblia de Estudo Pentecostal:5
* É um dos dois livros na Bíblia que têm como título o nome de uma mulher. O outro é Ester.
* Ilustra o fato de que Deus, no seu plano de redenção da humanidade, já havia planejado a inclusão
dos gentios. Isto acontecia, já naquele tempo, mediante o arrependimento dos pecados e fé no Deus
de Israel.
* Boaz ilustra de forma vívida o papel de um verdadeiro remidor e, por causa disto, é um dos
melhores tipos de nosso Senhor Jesus Cristo, neste sentido.
* Descreve de forma realista como é a vida, com seus contratempos, adversidades, mas, também,
como a fé em Deus e a fidelidade de pessoas piedosas podem transformar tragédias em triunfos e
derrotas em bênçãos.
Vistas na Bíblia de Estudo Dake:6
* É o 8º livro da Bíblia, com: 4 capítulos, 85 versículos e 16 perguntas.

1 SAMUEL
O livro de 1 Samuel, na Bíblia Hebraica, forma um só livro com 2 Samuel. Eles foram divididos
no tempo da tradução da Septuaginta (LXX), tornando-se dois livros a partir de então. 1 Samuel é um
livro de transição, pois mostra a mudança no sistema de governo de Israel, de Teocrático – através
dos Juízes – para Reino. Três personagens principais se destacam no livro: Samuel, Saul e Davi, sendo
que outros também aparecem, mas têm um papel secundário. É o caso de: Elcana e Ana (pais de
Samuel), o Sacerdote Eli, Jessé (pai de Davi) e Jônatas (filho de Saul). O escritor do livro, muito
provavelmente, foi o Profeta Samuel até ao cap. 24. O livro abrange um período de,
aproximadamente, 100 anos, que vai do nascimento de Samuel até a morte de Saul.

CONTEÚDO:
“O conteúdo do livro de Samuel pode agrupar-se ao redor de três pessoas: Samuel, Saul e
Davi:
1. Referente a Samuel (Caps. 1-7).
2. Referente a Saul (Caps. 8-15).
3. Referente a Davi (Caps. 16-31).”7
4
Idem ao nº 2, p. 49.
5
Bíblia de Estudo Pentecostal – edição Almeida Revista e Corrigida. CPAD, Rio de Janeiro, RJ, 1995, p. 421.
6
Bíblia de Estudo Dake – Anotações, Esboços e Referências. Versão Almeida Revista e Corrigida, edição de 1995. Editora Atos e CPAD, Belo Horizonte, MG e Rio de Janeiro, RJ.
p. 467.

Apostila de Livros Históricos – Instituto Batista Silvajardinense - Prof. Pr. Alexsandro Marcondes Teixeira 6
ESTATÍSTICAS E CURIOSIDADES DO LIVRO:
Vistas na Bíblía de Estudo Pentecostal:8
* Expõe de forma clara os padrões divinos para a monarquia de Israel. Os reis deveriam ter uma vida
santa e obediente à lei de Deus. Eles deveriam ser estereótipos ou reflexos do Rei Divino e deveriam
se submeter à mensagem e correção dos Profetas, como mensageiros de Deus, quando necessário.
* Revela que havia em Israel, pelo menos, “uma congregação de Profetas” (10.5; 19.18-24).
* Ressalta a importância e a eficácia da oração (1.10-28; 2.1-10; 7.5-10; 8.5,6; 9.15; 12.19-23), da
Palavra de Deus (1.23; 9.27; 15.1,10,23), incluindo as profecias (2.27-36; 3.20; 10.6,10; 19.20-24;
28.6).
* É o livro onde é citada pela primeira vez duas expressões que fariam parte da vida do povo de Deus
ao longo da história: 1ª) “Ebenézer”, que significa “Pedra de ajuda”, proferida pelo Profeta Samuel,
que na sua fala disse esta palavra e completou dizendo “até aqui nos ajudou o Senhor” (7.12); 2ª)
Senhor dos Exércitos: Este título divino, a partir de 1 Sm, vai ser encontrado na Bíblia cerca de 276
vezes.
Vistas na Bíblia de Estdo Dake:9
* É o 9º livro da Bíblia, com: 31 capítulos, 810 versículos e 157 perguntas.

2 SAMUEL
Para nós 2 Samuel é um livro separado, mas continuação de 1 Samuel. Como já falamos, na
Bíblia Hebraica é um único livro que foi escrito, provavelmente, por Natã ou Gade (1 Cr 29.29). O livro
abrange um período de quase 40 anos, que vai desde a morte de Saul e início do reinado de Davi
sobre Judá até o tempo em que o terreno para a construção do templo é comprado, por Davi, do
jebuseu Araúna. O personagem principal do livro é Davi, mas várias outras pessoas também compõem
a história, girando em torno do personagem principal, a saber: Os filhos de Davi, o general Joabe, os
profetas Natã e Gade, Urias, Bate-Seba, Mical e Mefibosete.

CONTEÚDO:10
1. A elevação de Davi (Caps. 1-10).
2. A queda de Davi (Caps. 11-20).
3. Os últimos anos de Davi (Caps. 21-24).

ESTATÍSTICAS E CURIOSIDADES DO LIVRO:


Vistas na Bíblia de Estudo Pentecostal:11
* Descreve os eventos principais do reinado de 40 anos de Davi, sendo que um dos pontos principais
é conquista de Jerusalém da mão dos jebuseus, transformando-a na capital política e religiosa de
Israel.
* O ponto crítico do livro é o pecado de adultério e assassinato cometidos por Davi, que culminaram
em castigos da parte de Deus, no aspecto pessoal, familiar e nacional.
Vistas na Bíblia de Estudo Dake:12
* É o 10º livro da Bíblica, com: 24 capítulos, 695 versículos e 125 perguntas.

7
Idem ao nº 2, p. 51,52.
8
Idem ao nº 5, p. 428.
9
Idem ao nº 6, p. 474.
10
Idem ao nº 2, p. 58.
11
Idem ao nº 5, p. 478,479.
12
Idem ao nº 6, p. 533.
Apostila de Livros Históricos – Instituto Batista Silvajardinense - Prof. Pr. Alexsandro Marcondes Teixeira 7
* No livro são descritas 10 guerras, num período de 4 anos, fora outras, que ceifaram a vida de
milhares e milhares de pessoas.

1 REIS
Na Bíblia Hebraica 1 e 2 Reis formam um só livro. Na LXX estes dois livros são chamados de “O
3º e o 4º Livros dos Reinados” e na Vulgata eles são chamados de “3º e 4º Reis”. A tradição judaica diz
que foi o Profeta Jeremias quem escreveu estes livros. Os 2 livros narram um período que vai do ano
970 a.C. até 586 a.C., isto é, 385 anos. Vai desde a coroação de Salomão até a queda de Jerusalém,
pelos babilônios. No caso específico de 1 Rs, o livro vai do ano 971 a.C. até ao ano 852 a.C., no
término do reinado de dois anos do Rei Acazias (1 Rs 22.52-54).

CONTEÚDO:13
1. O estabelecimento do reino de Salomão (Caps. 1-2).
2. O reinado de Salomão (Caps. 3-11).
3. A divisão e declínio do reino (Caps. 12-22).

ESTATÍSTICAS E CURIOSIDADES DO LIVRO:


Vistas na Bíblia de Estudo Pentecostal:14
* Apresenta os Profetas como legítimos representantes e porta-vozes de Deus diante dos Reis de
Israel e Judá (11.29-40; 14.5-18; 14.22-24; 22.8-28; 17.1-19.21).
Vistas na Bíblia de Estudo Dake:15
* 11º livro da Bíblia, com: 22 capítulos, 816 versículos, 66 perguntas.

13
Idem ao nº 2, p. 63.
14
Idem ao nº 5, p. 516.
15
Idem ao nº 6, p. 579.
Apostila de Livros Históricos – Instituto Batista Silvajardinense - Prof. Pr. Alexsandro Marcondes Teixeira 8
Vistas na Bíblia de Estudo de Genebra:16
* O escritor deste livro tem uma preferência por registros detalhados de vários elementos do passado
de sua nação. Ele tem um especial interesse por datas, números e instituições de Israel na época da
monarquia. Um dos exemplos disto são os minuciosos registros em relação a preparação do templo (1
Rs 5-7) e também as datas dos reinados de cada rei.
* O escritor deste livro era uma pessoa que tinha acesso aos arquivos de registros tanto dos Reis, de
Israel e Judá, quanto dos Profetas (1 Rs 11.41; 14.19,29). É provável que o autor tenha sido
testemunha dos fatos registrados nos últimos dois capítulos do livro (1 Rs 21-22).

2 REIS
O livro de 2 Rs tem o propósito de fornecer aos exilados em Babilônia uma compreensão dos
motivos do cativeiro e, também, conhecerem os fatos sobre o período da monarquia unida e
consequentemente a divisão de Israel em dois reinos. O objetivo de tudo isto era para o povo de
Deus, uma vez liberto do cativeiro, não voltasse a repetir os mesmos erros dos seus antepassados.

CONTEÚDO:17
1. O fim do ministério de Elias (Caps. 1.1-2.13).
2. O ministério de Eliseu (Caps. 2.14-13.31).
3. O declínio e a queda de Israel (Caps 13.22-17.41).
4. O declínio e a queda de Judá (Caps. 18-25).

ESTATÍTISCAS E CURIOSIDADES DO LIVRO:


Vistas na Bíblia de Estudo Pentecostal:18
* Destaca o papel dos Profetas como principais mensageiros de Deus. Vários deles são mencionados:
Elias e Eliseu (1-13), Jonas (14.25), Isaías (19.1-7,20-34) e Hulda (22.14-20).
Vistas na Bíblia de Estudo Dake:
* 12º livro da Bíblia, com: 25 capítulos, 719 versículos e 118 perguntas.

1 CRÔNICAS
Crônica significa “compilação de fatos históricos apresentados segundo a ordem de sucessão
no tempo”. A tradição judaica confere a Esdras a autoria dos dois livros de Crônicas, que na Bíblia
Hebraica formam um só volume. O propósito deste livro orientar e fortalecer os judeus pós-exílicos na
sua identidade como povo de Deus, que deveria viver daquele tempo em diante, não mais dividido
em dois reinos, mas unidos. O povo de Deus restaurado não deveria se preocupar mais em ser leal ao
Rei divino do que aos reis humanos, que tanto haviam falhado no passado. Por isso os livros de
Crônicas dão grande valor às genealogias, ao templo, à Lei de Deus e a promessa da vinda do Rei
Messiânico, descendente de Davi (1 Cr 17.14). Quem ler os dois livros do Reis poderá perceber que há
muitas semelhanças entre estes livros e os dois livros de Crônicas. Entretanto, grandes são, também,
as diferenças. Myer Pearlman nos explica esta questão: “Embora Reis e Crônicas demonstrem grande
similiaridade de conteúdo, foram escritos sob diferentes pontos de vista, o primeiro sob o ponto de
vista humano, o último, sob o divino. Para exemplificar: 1 Rs 14.20, relatando a morte de Jeroboão,
diz que “descansou com seus pais”. É esse o ponto de vista humano. 2 Crônicas 13.20, relatando o
16
Bíblia de Estudo de Genebra. Editora Cultura Cristã e Sociedade Bíblica do Brasil, 2014, p.438.
17
Idem ao nº 2, p. 69.
18
Idem ao nº 5, p. 571,572.
Apostila de Livros Históricos – Instituto Batista Silvajardinense - Prof. Pr. Alexsandro Marcondes Teixeira 9
mesmo acontecimento, nos diz que “feriu o Senhor a Jeroboão, que morreu”. Este é o ponto de vista
divino. Um escritor dá o seguinte esquema interessante para demonstrar a diferença entre Reis e
Crônicas.
1. Reis foram escritos pouco depois do princípio do cativeiro da Babilônia. Crônicas foram escritas
pouco depois do regresso do cativeiro.
2. Reis foram compilados por um profeta – Jeremias; Crônicas por um sacerdote – Esdras.
3. Reis põem em relevo o trono dos reis terrestres; Crônicas, o trono terrestre (templo) do Rei celeste.
4. Reis tratam de Judá e Israel; Crônicas de Judá, sendo Israel mencionado apenas incidentalmente.
5. Reis é um livro político e régio; Crônicas, eclesiástico e sacerdotal”.19

CONTEÚDO:20
1. Genealogia seletiva (1.1-9.34).
2. A ascendência de Davi (9.35-12.40).
3. O reinado de Davi (13.1-29.30).

ESTATÍTISCAS E CURIOSIDADES DO LIVRO:


Vistas na Bíblia de Estudo Pentecostal:21
* As genealogias registradas são as mais longas e completas da Bíblia. Sabendo que na Bíblia Hebraica
o livro das Crônicos é o último em ordem cronológica, estas genealogias foram citadas para fortalecer
a esperança messiânica, que viria da descendência do Rei Davi.
Vistas na Bíblia de Estudo Dake:22
* 13º livro da Bíblia, com: 29 capítulos, 942 versículos e 19 perguntas.
Vistas na Bíblia de Estudo de Genebra:23
* “A principio, o livro de Crônicas não possuía título. Seu nome hebraico tradicional pode ser
traduzido como “os anais (acontecimentos) dos dias dias (tempo)”. Essa expressão aparece com
frequência no livro de Reis com certas especificações (p. ex., 1 Rs14.29). Alguns textos da Septuaginta
se referem a Crônicas como “as coisas omitidas”; isto é, um complemento da história de Samuel e
Reis”.

2 CRÔNICAS
CONTEÚDO:24
1. O reinado de Salomão (1.1-9.31).
2. Os reinados dos reis de Judá (10.1-36.21).
3. O decreto de retorno de Ciro (36.22,23).
ESTATÍTISTICAS E CURIOSIDADES DO LIVRO:
Vistas na Bíblia de Estudo Pentecostal:25
* O livro relata cinco avivamentos entre ou do povo de Deus, sendo os dois principais nos dias dos
Reis Ezequias e Josias.
Vistas na Bíblia de Estudo Dake:
* 14º livro da Bíblia, com: 36 capítulos e 822 versículos.

19
Idem ao nº 2, p. 75.
20
Bíblia de Estudo MacArthur. Sociedade Bíblica do Brasil, Barueri, SP, 2011, p. 520.
21
Idem ao nº 5, p. 619.
22
Idem ao nº 6, p. 675.
23
Idem ao nº 16, p. 527.
24
Idem ao nº 16, p. 550.
25
Idem ao nº 5, p. 660.
Apostila de Livros Históricos – Instituto Batista Silvajardinense - Prof. Pr. Alexsandro Marcondes Teixeira 10
ESDRAS
O livro de Esdras narra a história do que aconteceu ao povo judeu após ser livre do cativeiro na
Babilônia. A libertação ocorreu no ano 538 a.C., por ordem do rei Ciro (Ed 1.1-4). Cerca de 50 mil
pessoas retornaram a Judá (Ed 2.64,65). Mas, a situação não era das melhores: Os muros de
Jerusalém estavam destruídos, haviam inimigos em todas as regiões ao redor, os campos e plantações
estavam arruinados, não havia um sistema econômico estável e, o pior de tudo, não havia um templo
para eles cultuarem a Deus. Tudo dependia do templo, que representava a presença de Deus entre
seu povo. O livro de Esdras está intimamente ligado ao de Neemias e Ester, pois tratam de questões
do mesmo período. O livro de Esdras tem uma estreita ligação com 2 Crônicas, basta observamos a
ligação entre Ed 1.1-11 com 2 Cr 36.22,23. O registro do capítulo 1 ocorreu na época de Ciro, rei da
Pérsia e da Média, que reinou entre os anos 559 a 529 a.C. Já no 1º ano do seu governo (538 a.C.) ele
promoveu a libertação do povo judeu do cativeiro da Babilônia.

CONTEÚDO:26
1. O regresso sob Zorobabel (Caps. 1-6).
2. O regresso sob Esdras (Caps. 7-10).

ESTATÍSTICAS E CURIOSIDADES DO LIVRO:


Vistas na Bíblia de Estudo Pentecostal:27
* Entre os capítulos 1 a 6 e de 7 a 10 há um intervalo de, aproximadamente, 60 anos. O livro inteiro
abrange um período de uns 80 anos.
* O cap. 9 do livro, juntamente com os capítulos 9 de Neemias e 9 de Daniel, coincidentemente
(embora não esteja nos textos originais) são capítulos de confissão de pecados e intercessão pelo
povo de Deus, feitos por estes personagens.
* O livro revela claramente a soberania de Deus no comando das nações do mundo, protegendo,
cuidando e restaurando o seu povo, no meio delas.
Vistas na Bíblia de Estudo Dake: 28
* 15º livro da Bíblia, com: 10 capítulos, 280 versículos e 9 perguntas.

NEEMIAS
Neemias foi o escritor do livro que leva o seu nome. Este ilustre personagem de Israel, na
época da Antiga Aliança, nasceu e viveu na Babilônia no período pós-exílio, na época do rei Artaxerxes
Longímanus I (464 a 423 a.C.). Neemias foi copeiro-mor (1.11; 2.1), assessor direito do rei e mestre de
cerimônias no palácio real. Seu nome significa “Deus é meu deleite”, “Jeová conforta” ou ainda “O
Senhor consola”. Foi ele quem Deus usou para reconstruir os muros caídos de Jerusalém. Neemias,
juntamente com o Sacerdote Esdras, foram usados por Deus para a realização de uma grande obra no
meio povo santo.

CONTEÚDO:
1. A reconstrução do muro de Jerusalém (Caps. 1-6).
2. O avivamento da religião e a restauração do culto (Caps. 7-13.3).
3. A correção dos abusos (Cap. 13.4-31).
26
Idem ao nº 2, p. 78.
27
Idem ao nº 5, p. 710.
28
Idem ao nº 6, p. 763.
Apostila de Livros Históricos – Instituto Batista Silvajardinense - Prof. Pr. Alexsandro Marcondes Teixeira 11
ESTATÍSTICAS E CURIOSIDADES DO LIVRO:
Vistas na Bíblia de Estudo Pentecostal:29
* Fornece o contexto histórico do livro de Malaquias, o último livro do A.T. em nossa Bíblia. Neemias
foi contemporâneo de Malaquias.
* Neemias é um dos maiores exemplos no A.T. de um líder que depende de Deus em oração, que ora
de fato e de verdade. Há 11 relatos dele orando durante o seu livro.
Vistas na Bíblia de Estudo Dake:30
* 16º livro da Bíblia, com: 13 capítulos, 406 versículos e 24 perguntas.
Vistas na Bíblia de Estudo de Genebra:31
* Na Bíblia Hebraica Esdras e Neemias formam um só livro. Isto é confirmado no Talmude, nos
escritos de Flávio Josefo (37-100 d.C.) e nos manuscritos mais antigos da LXX.

ESTER
O livro de Ester é singular, é impar, por se tratar de uma obra que não cita uma vez sequer o
nome de Deus, todavia, do início ao fim, o podemos ver a imanência divina em todas as partes. O livro
descreve o grande livramento que Deus concedeu ao seu povo, no período do rei Xerxes I (nome
grego) e Khashayarshan (nome persa), chamadon na Bíblia de Assuero. O livro abrange um período de
10 anos (483-473 a.C.). Ester, também chamada de Hadassa, se tornou rainha em 478 a.C.
Cronologicamente o contexto histórico do livro ocorre dentro do livro de Esdras (Ed 6-7).

CONTEÚDO:32
1. A festa de Assuero (Caps. 1-2).
2. A festa de Ester (Caps. 3-7).
3. A festa de Purim (Caps. 8-10).

ESTATÍSTICAS E CURIOSIDADES DO LIVRO:


* É o único livro da Bíblia, junto com Cântico dos Cânticos, que não menciona o nome de Deus,
embora na versão Almeida Revista e Corrigida, em Ct 6.8, o nome de Deus é citado.
* É um dos dois únicos livros da Bíblia que levam o nome de uma mulher, sendo que o outro é Rute.
* O livro começa e termina com uma festa. Há menção de um total de 10 festas ou banquetes em
todo o contexto de Ester.
Vistas na Bíblia de Estudo Dake:33
* 17º livro da Bíblia, com: 10 capítulos, 167 versículos e 21 perguntas.

29
Idem ao nº 5, p. 728.
30
Idem ao nº 6, p. 782.
31
Idem ao nº 16, p. 600.
32
Idem ao nº 2, p. 86.
33
Idem ao nº 6, p. 801.
Apostila de Livros Históricos – Instituto Batista Silvajardinense - Prof. Pr. Alexsandro Marcondes Teixeira 12