Você está na página 1de 3

PROJETO ALIMENTAÇÃO

JUSTIFICATIVA:

Na Educação Infantil, o cuidar e o educar caminham juntos. Quando se


está cuidando, está educando. Para que possamos promover o Cuidar e o
Educar para nossas crianças é necessário a garantia de seu desenvolvimento
integral.
Desde cedo as crianças precisam ser incentivadas a conhecerem e
obterem hábitos de alimentação saudável, para que elas possam desenvolver-
se bem na infância, na adolescência e na vida adulta. Dessa forma, precisam
ser estimuladas a consumir os alimentos que estão disponíveis na natureza,
como: frutas, verduras e legumes; de preferência os alimentos típicos de sua
região.
Portanto, o presente projeto, justifica-se por desenvolver nas crianças hábitos
de autocuidados com seu corpo, conhecendo e adquirindo o gosto pelo
consumo de frutas, verduras e legumes colhido na sua comunidade.

DIREITOS DE APRENDIZAGENS:

Brincar, Participar, Conviver, Explorar, Expressar-se e Conhecer-se

CAMPOS DE EXPERIÊNCIA:

 O Eu, o Outro e o Nós.


 Corpo, Gesto e Movimento 
 Traço, Sons, Cores e Formas 
 Escuta, Fala Pensamento e Imaginação. 
 Espaços, Tempos, Quantidades, Relações e Transformações. 
OBJETIVOS

Ampliar as relações interpessoais, desenvolvendo atitudes de


participação e cooperação.
 Expressar-se livremente por meio de desenho, pintura, colagem,
dobradura e escultura,
 Expressar idéias, desejos e sentimentos sobre suas vivências, por meio
da linguagem oral e escrita (escrita espontânea), de fotos, desenhos e
outras formas de expressão.
 Registrar observações, manipulações e medidas, usando múltiplas
linguagens (desenho, registro por números ou escrita espontânea), em
diferentes suportes.
HABILIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS:
 Conhecer a importância dos alimentos
 Identificar os tipos de frutas: comestíveis e não comestíveis;
 Compartilhar os conhecimentos adquiridos;
 Interessar-se em adquirir hábitos de alimentação saudável;
 Conhecer os diferentes tipos de alimentos disponíveis na escola
 Desenvolver capacidade, raciocínio lógico, coordenação motora e
percepção visual, tátil, olfativa e gustativa;
 Trabalhar a linguagem oral e escrita.

DESENVOLVIMENTO:
O projeto será desenvolvido em parcerias com os pais ou responsáveis
durante o período de dois meses. Durante esse período as crianças serão
incentivadas a experimentar diferentes alimentos, a aprender através de
modelagens, brincar e interagir com as outras crianças através de contação de
histórias. Nesta fase o professor deverá selecionar vídeos, imagens, cartazes,
e até mesmo frutas para que a criança se familiarize com o tema.
No primeiro momento, o professor deverá estimular as crianças a
compartilhar com as demais crianças seus gostos, como por exemplo: quais
alimentos gostam mais, quais alimentos gostam menos, quais alimentos não
gosta de jeito nenhum. Estimular a oralidade através de contos e reconto de
histórias.
No segundo momento, o professor deverá selecionar diversas
atividades relacionadas ao temas trabalhados e agregar ao projeto temas, tais
como:
 Hábitos de higiene das mãos, higiene dos alimentos, higiene bucal
 Noções de tempo, espaço, temperatura, medidas e formas, 
 Texturas, contagens, agrupamentos, gráfico
 Noções de cuidados com o corpo
 Arte: cores, formas e texturas
 Movimentos e brincadeiras
 Linguagem oral e escrita.

MATERIAIS NECESSÁRIOS:
 AUDIOVISUAIS: Vídeos, Cartazes, revistas, imagens, quadro de prega,
jogos pedagógicos (dominó das frutas, trilha das frutas, bingo das frutas), tv,
etc.
 OUTROS: Cartolinas, isopor, lápis de cor, pincel, palitos, fita ,massa de
modelar, cola, etc.
SUGESTÕES DE ATIVIDADES:
 Jogo da memória
 Trilha dos alimentos
 Dominó dos alimentos
 Quebra cabeça dos alimentos
 Bingo dos Alimentos
 Contação de histórias
 Gráfico dos alimentos preferidos
 Pirâmides dos alimentos
 Oficina culinária com legumes, verduras, frutas: Fazer uma salada de
frutas, em conjunto com os alunos.
 Desenho e pintura
 Brincadeiras de rodas
CULMINÂNCIA:
        A culminância é a última etapa do projeto, ela deverá refletir tudo o que a
criança vivenciou durante o bimestre. Nessa etapa as crianças irão socializar
com os demais tudo o que aprendeu. A socialização da aprendizagem poderá
ser realizada internamente, (somente para os alunos da escola) ou aberta para
a comunidade. Durante a culminância poderá ser apresentada danças,
poemas, coral, apresentação ou exposição de alimentos.