Você está na página 1de 6

1.

ORIENTAÇÃO EM SUPERVISÃO ESCOLAR E ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL 



 Pergunta 1
0,4 em 0,4 pontos
- “... A recuperação nas férias é apenas um dos projetos da Secretaria, que
demonstra uma nova forma de gerenciamento da educação no Estado de São Paulo.
Esse projeto, instituído pela Secretaria de Educação do Estado de São Paulo e
financiado pelo Banco Mundial, busca corrigir as reprovações em massa nos diversos
níveis de ensino...”
(FERREIRA,“Administração e Supervisão Escolar”. Pioneira, p. 95, cap. 7)
 
O trecho anterior se refere à parte de um dos projetos desenvolvidos pela Secretaria
de Educação de São Paulo, que visa a incluir o aluno na escola, que faz parte de um
processo de mudança nos paradigmas da avaliação e a implantação de um regime
de:
 
Resposta d. 
Selecionada: Progressão continuada.
Respostas: a. 
Divisão do sistema de ensino em dois ciclos.
b. 
Municipalização do ensino.
c. 
Classes de aceleração.

d. 
Progressão continuada.
e. 
Novo plano de carreira para os professores.
 
Feedback Alternativa: D
da Comentário: o supervisor de ensino e o orientador educacional
resposta: trabalham dentro de um sistema de ensino que deve regulamentar a CF
88 e a Lei 9394/96. O sistema de ensino do Estado de São Paulo adotou
o regime de progressão continuada, em que períodos de recuperação
são determinados por ele. Essa escolha define o papel do supervisor e
do orientador junto às escolas públicas desse sistema de ensino.
 Pergunta 2
0,4 em 0,4 pontos
Alarcão defende que para professores reflexivos em uma escola reflexiva a interação
e a interatividade são palavras, fenômenos e valores ao mesmo tempo, e a equipe
gestora deve agir de forma coerente com essa concepção para que os professores
possam se sentir apoiados, confiantes na ação pedagógica, pois:

Resposta c. 
Selecionada: Destacou o papel do diálogo entre os vários atores e a interação
entre pensamento e ação.
Respostas: a. 
A escola nada tem com os desafios sociais atuais.
b. 
A escola não se preocupa com os desafios da sociedade que se
transforma continuamente.

c. 
Destacou o papel do diálogo entre os vários atores e a interação
entre pensamento e ação.
d. 
A escola já é aprendente desde sua fundação.
e. 
O pensamento sistêmico não garante a coesão do todo escolar.
 
Feedback da Alternativa: C
resposta: Comentário: Alarcão chama a atenção para as concepções que devem
ser destacadas em uma postura de reflexão sobre a ação pedagógica e
apresenta o conceito de interação e interatividade
 Pergunta 3
0,4 em 0,4 pontos
As características fundamentais da supervisão escolar em uma escola reflexiva,
aquela que para elaborar seus projetos, planos e programas faz um diagnóstico da
realidade escolar e sua comunidade e ao desenvolver o processo educativo, avalia o
trabalho cotidianamente, são:
I) Saber feito de saberes mobilizados na profissão em contato direto com a realidade.
II) Saber feito no exercício das funções educativas, por meio de investigação-ação.
III) Os professores se desenvolvem em uma escola em aprendizagem.
IV) O supervisor lidera e coavalia formativamente.
Estão corretas as seguintes afirmações:

Resposta a. 
Selecionada: I, II e III
Respostas: a. 
I, II e III
b. 
I, II e IV
c. 
I, III e IV
d. 
II, III e IV
e. 
I, II, III e IV
 
Feedback Alternativa: A
da resposta: Comentário: o supervisor faz parte da equipe, pois dentro da escola o
comando faz parte das atribuições do diretor, e desenvolve o trabalho
com o grupo de professores, avaliando coletivamente a partir das
informações veiculadas durante a reunião (inclusive registros escritos).
 Pergunta 4
0,4 em 0,4 pontos
Autores como Ferreira afirmam que estamos vivendo profundas mudanças sociais e
econômicas e no plano do conhecimento, que ainda não fomos capazes de
compreender adequadamente e causam inseguranças e incertezas, e comentam que:
Resposta a.
Selecionada: É premente repensar princípios, conceitos e valores que devem
nortear a formação e a prática do supervisor, do orientador e do
coordenador pedagógico dentro da escola.
Respostas: a.
É premente repensar princípios, conceitos e valores que devem
nortear a formação e a prática do supervisor, do orientador e do
coordenador pedagógico dentro da escola.
b. 
A formação inicial do supervisor, do orientador e do coordenador já
basta para dar conta de toda necessidade educacional.
c. 
A prática profissional já orienta e informa os caminhos que devem
seguir.
d. 
Essa é a causa do desemprego de pessoas altamente qualificadas.
e. 
A sociedade do conhecimento e a globalização podem responder a
todas as necessidades educacionais.
 
Feedback Alternativa: A
da Comentário: as mudanças provocadas pela globalização e pelo
resposta: desenvolvimento das tecnologias de comunicação e informação levam
para dentro do contexto escolar a necessidade de seus profissionais
estarem sempre se atualizando e organizando o processo educativo,
incorporando os novos conhecimentos e realidades.
 Pergunta 5
0,4 em 0,4 pontos
Mesmo empenhados em colocar em prática suas atribuições, os supervisores
encontram pela frente ____________, que os recebem de muitas formas; ora
permitindo ao supervisor opinar, dialogar e ter certeza de que são aceitos como
pessoas que trazem algum tipo de contribuição positiva à escola; ora que não
permitem que se crie um espaço para o supervisor trabalhar, discutem de forma
arrogante, tecem críticas ao seu trabalho, o desautorizam diante de professores. Essa
atitude representa uma concepção de gestão escolar e está arraigada na educação
escolar básica brasileira.
Pode-se identificar esse tipo de postura na figura do:
Resposta Selecionada: a. 
Diretor escolar.
Respostas: a. 
Diretor escolar.
b. 
Secretário escolar.
c. 
Dirigente de ensino.
d. 
Coordenador pedagógico.
e. 
Orientador educacional.
 
Feedback Alternativa: A
da resposta: Comentário: o supervisor encontra pela frente vários desafios, inclusive
dentro da unidade escolar. Pode encontrar gestor/diretores que
compreendem o papel da escola como uma organização burocrática,
que deve se ater a cada um desempenhar seu papel.
 Pergunta 6
0,4 em 0,4 pontos
O papel do supervisor, como líder de comunidades aprendentes e qualificantes, é
defendido pela professora Alarcão e ela destaca como importante papel do supervisor
se preocupar com a escola que desenvolve seu processo educativo de forma
significativa e que resignifica todos os papéis dos profissionais da educação da
escola e podemos chamar isso de:

Resposta d. 
Selecionada: Redefinir o objeto da supervisão para o desenvolvimento
qualitativo da organização escolar.
Respostas: a. 
Estabelecer nova supervisão para a política pública.
b. 
Olhar o papel do supervisor em si mesmo.
c. 
Olhar a escola em si mesma.

d. 
Redefinir o objeto da supervisão para o desenvolvimento
qualitativo da organização escolar.
e. 
Não se preocupar com o desenvolvimento da instituição escolar.
 
Feedback da Alternativa: D
resposta: Comentário: no caso do papel do supervisor, Alarcão discute o papel
como líder que, de fora da instituição escolar, pode contribuir com
muitos dados e informações para o crescimento do grupo, que ele
também faz parte.

 Pergunta 7
0,4 em 0,4 pontos
O supervisor, como parceiro da escola e o orientador educacional e coordenador
pedagógico como partes integrantes da equipe gestora no interior da escola, devem
procurar desenvolver ações com professores, funcionários, família, comunidade,
alunos. Essas ações podem ocorrer de que forma?

Resposta c.
Selecionada: Diversificada em ocasião de reuniões de planejamento e conselho
de classe, de forma direta e indireta com todos os atores do
processo educacional.
Respostas: a. 
Direta, com a presença do professor.
b. 
Indireta, sem a presença do professor.

c.
Diversificada em ocasião de reuniões de planejamento e conselho
de classe, de forma direta e indireta com todos os atores do
processo educacional.
d. 
Direta com a participação dos pais.
e. 
Indireta com a participação da comunidade.
Feedback Alternativa: C
da Comentário: o supervisor, o orientador, o coordenador devem realizar as
resposta: diferentes formas de encontro com os diferentes atores do processo
educativo. O supervisor de ensino e o orientador educacional trabalham
dentro de um sistema de ensino que deve regulamentar a CF 88 e a Lei
9394/96. O sistema de ensino do Estado de São Paulo adotou o regime
de progressão continuada. Essa escolha define o papel do supervisor e
do orientador junto às escolas públicas desse sistema de ensino.
 Pergunta 8
0,4 em 0,4 pontos
Os autores e teóricos da gestão escolar e que estudam o papel do supervisor, do
orientador educacional e do coordenador pedagógico, na atualidade, defendem que
os princípios estabelecidos pela Constituição Federal de 1988 e pela Lei 9394/96
representam o ideal que a sociedade espera das escolas públicas para a formação
dos futuros cidadãos; então, podemos dizer que são:

Resposta a. 
Selecionada: Ponto de chegada das ações educacionais.
Respostas: a. 
Ponto de chegada das ações educacionais.
b. 
Ponto de partida das ações educacionais.
c. 
Aspectos a serem considerados.
d. 
Conceito de desenvolvimento profissional.
e. 
Conceito de administração escolar.
Feedback da Alternativa: A
resposta: Comentário: é o ideal a ser perseguido, o ponto de chegada do
processo educacional, pois o ponto de partida é a realidade atual da
escola.
 Pergunta 9
0,4 em 0,4 pontos
Quando o supervisor recebe uma reclamação de uma família, na Diretoria de Ensino,
de unidade escolar ou de professor, a atitude mais profissional é:

Resposta c.
Selecionada: Ouvir todos os interessados, família, escola ou professor, enquadrar
o assunto nos aspectos legais educacionais e mediar a situação,
pesquisando o contexto escolar e familiar.
Respostas: a. 
Defender a opinião da família, sem pesquisar outras informações.
b. 
Dizer que a escola fez o que pôde e a família deve aceitar.

c.
Ouvir todos os interessados, família, escola ou professor, enquadrar
o assunto nos aspectos legais educacionais e mediar a situação,
pesquisando o contexto escolar e familiar.
d. 
Defender os aspectos legais envolvidos e fazer todos tomarem
ciência.
e. 
Decidir de acordo com suas concepções.
 
Feedback Alternativa: C
da resposta: Comentário: o supervisor é integrante da equipe escolar, porém, com
sua sede de trabalho fora da escola, uma vez que supervisiona várias
unidades escolares e não faz parte do cotidiano escolar, deve ouvir a
todos, fazer um levantamento da situação para poder orientar a todos.
 Pergunta 10
0,4 em 0,4 pontos
Uma das grandes preocupações com a formação continuada dos professores é como
essa formação deve se realizar para que atenda ao real dimensionamento da escola
em sua comunidade e os ideais da qualidade de ensino. Entre outros autores, Alarcão
preocupa-se com a formação de docentes em serviço e afirma que a supervisão e a
equipe gestora interna da escola devem assumir características de coordenação de
projetos de investigação-ação, pois adota a perspectiva de:

Resposta a. 
Selecionada: Desenvolvimento profissional em situação de trabalho e no
coletivo de professores.
Respostas: a. 
Desenvolvimento profissional em situação de trabalho e no
coletivo de professores.
b. 
Defesa da formação inicial de professores.
c. 
Defesa da continuidade de estudos na pós-graduação.
d. 
Desenvolvimento profissional individual.
e. 
Desenvolvimento profissional por disciplina.
 
Feedback da Alternativa: A
resposta: Comentário: a concepção de formação continuada é na perspectiva
de ser desenvolvida no coletivo de professores e dentro da unidade
escolar.

Você também pode gostar