Você está na página 1de 36

PREZADO CLIENTE LIEBHERR

Nós o parabenizamos e agradecemos por sua escolha em adquirir a Betoneira Hidráulica Liebherr,
resultado de avançada tecnologia, desenvolvida em prol da segurança, eficiência e economia.

Este manual foi elaborado visando a compreensão e melhor utilização das Betoneiras Liebherr, e em
conseqüência permitir-lhe apreciar plenamente suas qualidades. Recomendamos, portanto que todas as
pessoas envolvidas direta e indiretamente com o equipamento leia com atenção todas suas partes antes
da operação do equipamento.

Nele estão contidas informações, conselhos e advertências necessárias sobre os procedimentos de


operação e manutenção que devem ser seguidos para uma conservação adequada do equipamento. Você
também descobrirá características que lhe convencerá de sua boa escolha.

Apresentamos inicialmente um descritivo técnico da betoneira detalhando os seus principais componentes


e sistemas.

A seguir mostramos, de forma objetiva, os cuidados fundamentais que os operadores devem tomar para
o devido funcionamento da betoneira.

Também incluímos o plano de manutenção do equipamento, destacando o plano básico de manutenção


com os cuidados semanais, após 30 dias ou 200 horas e a cada seis meses, que deverá ser feito por
pessoa com conhecimento técnico do assunto.

Por último, detalhamos as condições de garantia e apresentamos os certificados de revisão que serão
necessários para efetivação desta garantia.

CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES:

Lembre-se, a Betoneira é um veículo, e como tal deve ser tratada.


A condução de um caminhão betoneira, só deve ser feita por motoristas experientes e treinados para
isso, pois esse equipamento tem certas particularidades como:

Cargas extremamente pesadas.


Centro de gravidade vertical alto.
Carga dinâmica.

A carga dinâmica gera excentricidade na distribuição do peso lateral, e também altera a posição do
centro de gravidade longitudinal no tráfego em rampas.
Em declives a parcela de carga no eixo dianteiro tende a aumentar, e em aclives tende a diminuir, e
tanto num caso quanto no outro, em função da inclinação da rampa, do volume e do slump do concreto
a ser transportado poderá ocorrer dificuldade de dirigibilidade e diminuição na eficiência dos freios.
A escolha do itinerário e o volume de carga a ser transportado devem ser feitos com bom senso em
função das condições de acesso a obra.
Além de respeitar as velocidades máximas estabelecidas na legislação, adequar também à velocidade em
função do veículo que você está dirigindo.
Faça da prudência um hábito.
A execução das revisões é essencial para integridade do veículo, do implemento e para continuidade do
direito a garantia. Porém se notar qualquer anomalia, esta deverá ser imediatamente reparada, sem
aguardar a próxima revisão periódica.
Na dúvida pergunte, use o atendimento ao cliente LIEBHERR: 55 12 3128 4300
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

ÍNDICE

1. IDENTIFICAÇÃO
1.1. Identificação do equipamento fornecido 05
2. DESCRITIVO TÉCNICO
2.1. Dimensões gerais 07
2.2. Principais componentes 08
2.3. Sobrequadro 09
2.4. Cavaletes de apoio 09
2.5. Tambor 09
2.6. Helicóides 09
2.7. Pista de rolamento 09
2.8. Roletes 10
2.9. Mecanismo de acionamento 10
2.10. Bomba hidráulica 10
2.11. Redutor hidráulico 10
2.12. Redutor 10
2.13. Comando 10
2.14. Sistema de arrefecimento 10
2.15. Sistema de abastecimento de água 10
2.16. Grupo de carga e descarga 11
2.17. Arco de segurança 11
2.18. Pintura 11
2.19. Complementos 11
3. OPERAÇÃO DE BETONEIRAS
3.1. Considerações importantes 13
3.2. Utilização do sistema de água 14
3.3. Carregamento 16
3.4. Transporte 16
3.5. Mistura 16
3.6. Descarregamento 17
3.7. Limpeza do equipamento 17
4. MANUTENÇÃO
4.1. Sistema hidráulico 20
4.2. Filtro 21

Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil- REV 12/2007
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

4.3. Radiador 22
4.4. Tanque hidráulico / fluído hidráulico 22
4.5. Bomba, motor e mangueiras hidráulicas 22
4.6. Redutor 22
4.7. Eixo cardan 23
4.8. Roletes 23
4.9. Comando 25
4.10. Limpeza 25
4.11. Tambor 26
4.12. Grupo de carga e descarga 27
5. GARANTIA DO EQUIPAMENTO
5.1. Termo de garantia 29
5.2. Certificados das revisões periódicas 31
6. ANEXOS
6.1. Plano de manutenção para as betoneiras
6.2. Opcionais

Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil- REV 12/2007
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

BETONEIRAS HIDRAULICAS

Capítulo 1

IDENTIFICAÇÃO

Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil- REV 12/2007
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

IDENTIFICAÇÃO DO EQUIPAMENTO FORNECIDO

MJFCIFSS!CSBTJM!
!
GUARATINGUETÁ – SÃO PAULO

Modelo Ano

Cód. NIEV SPOKW116

N° Série

Capacidade

LIEBHERR BRASIL
Guindastes e Maquinas Operatrizes Ltda.
Fábrica Dr. Hans Liebherr, 01 - Vila Bela
12522-635 Guaratinguetá / SP – BRASIL
Tel.: (55-12) 3128-4200
Fax: (55-12) 3128-4301
E-mail: info@liebherr.com

São Paulo Av. General Ataliba Leonel, 93 – Conj. 106 – Santana


02033-000 São Paulo / SP - BRASIL
Tel.: (55-11) 6221.3519
Fax: (55-11) 6221.3519

Rio de Janeiro Av. Marechal Câmara, 271 – Conj. 301 - Centro


20020-080 Rio de Janeiro / RJ - BRASIL
Tel.: (55-21) 220.8469
Fax: (55-21) 240.3563

Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil- REV 12/2007
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

Capítulo 2

DESCRITIVO TÉCNICO

Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil- REV 12/2007
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

2. DESCRITIVO TÉCNICO DA BETONEIRA LIEBHERR

2.1 DIMENSÕES GERAIS

Fig. 1

Betoneira Hidráulica HTM HTM-604 HTM-704 HTM-804 HTM-904 HTM-1004 HTM-1204

A Comprimento Total 5630 5965 6462 6880 7280 6938


B Balanço Traseiro 1188 1222 1256 1241 1254 1190
C Altura do Funil de Enchimento 2528 2540 2575 2634 2645 2738
D Altura Total 2542 2570 2620 2721 2778 2839
E Comprimento do sobrequadro Depende do Veículo
F Largura do sobrequadro Depende do Veículo
G Peso (kg) 4300 4500 4600 4900 5200 5500
S Centro de Gravidade 2143 2275 2515 2754 3027 2707
Ø Diâmetro do Tambor 2300 2400
α Inclinação do Tambor 14 13 12 11 10 11

(*) Os pesos assinalados, correspondem somente ao implemento carregado com o volume


nominal de concreto densidade 2,4 t/m3, e tanque d’água abastecido com 650 l.
A betoneira Liebherr tem como característica técnica diferencial dos concorrentes um tambor
com grande volume geométrico, porém deve-se ter o bom senso de não ultrapassar o volume
nominal de carga.

IMPORTANTE: Cabe ao usuário observar a legislação referente a transporte de carga


com relação aos limites máximos de peso por eixo para tráfego em vias públicas e
estradas de rodagem e, em função do tipo de veículo implementado, avaliar os
limites máximos possíveis de carga.

Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil - REV 12/07
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

2.2 PRINCIPAIS COMPONENTES

FIG. 2

Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil - REV 12/07
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

2.3 SOBREQUADRO
O sobrequadro, ou quadro base, da betoneira é fabricado em
chapa de aço dobrada de alta resistência RR ST 52.3, com 9,5
mm de espessura, na mesma bitola e acompanhando o traçado
do chassi do caminhão. Tem a função de distribuir os esforços
do equipamento uniformemente sobre o chassi do caminhão. A
fixação sobre o veículo segue estritamente a orientação de
cada montadora. A fixação do sobrequadro no chassi da
betoneira é feita através de placas laterais.

2.4 CAVALETES DE APOIO


O cavalete dianteiro e traseiro são os principais pontos
de sustentação do tambor. Enquanto a parte superior
do cavalete dianteiro serve como base de apoio do
redutor, o cavalete traseiro sustenta os rolos de apoio
do tambor e todo o grupo de carga e descarga. A
fixação dos cavaletes de apoio ao sobrequadro da
betoneira conta com um resistente sistema de grampos
que, além de garantir uma montagem segura e
resistente, admite flexibilidade suficiente para evitar
trincas devido às torções do veículo durante o trafego
ou operação.

2.5 TAMBOR
É no interior do tambor que se processa a mistura do
concreto. É fabricado em chapa RR ST 52.3 de alta
resistência, com espessura de 4,76 mm. Possui partes
cônicas alongadas que permitem melhor distribuição do
concreto. Tem grande capacidade volumétrica e
conseqüente baixa taxa de enchimento, o que resulta em
menor tempo de mistura. O tambor Liebherr apresenta
baixo centro de gravidade, garantindo melhor estabilidade
ao conjunto caminhão betoneira. Tem ainda duas
tampas para inspeção para verificação do interior do
tambor.

2.6 HELICÓIDES
A betoneira Liebherr tem helicóides duplas, de passo
curto, construídas com a mesma chapa utilizada na
fabricação do tambor. Apresenta soldado na sua
extremidade um reforço contra desgaste fabricado no
mesmo material. Ao se desgastar, novo reforço poderá
ser soldado do lado oposto da extremidade da
helicóide, sem a necessidade de remoção do anterior.

2.7 PISTA DE ROLAMENTO


A pista de apoio do tambor é construída em peça única de
aço forjado, sem emendas, e conta com altura de perfil
suficiente para proporcionar grande momento de inércia
(resistência).

Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil - REV 12/07
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

2.8 ROLETES
Os roletes de apoio do tambor são construídos em aço forjado 1045 com
grande resistência ao impacto e ao desgaste, com perfil abaulado, de
maneira a dirigir sempre o carregamento, em qualquer condição de tráfego,
na direção central do apoio dos rolamentos.

2.9 MECANISMO DE ACIONAMENTO


O sistema de acionamento das betoneiras Liebherr
é hidrostático, o que lhe confere uma variação de
velocidade reversível e contínua. É constituído
basicamente pela bomba hidráulica, motor
hidráulico, redutor e acessórios tais como válvulas,
filtros, mangueiras e etc.

2.10 BOMBA HIDRÁULICAS


A bomba hidráulica é de vazão variável e
reversível, de pistões axiais, sendo acionada
através do motor do caminhão ou unidade de força
independente.

2.11 MOTOR HIDRÁULICO


O motor hidráulico é de vazão fixa e reversível, de pistões axiais, e está fixado diretamente ao
redutor através de parafusos. Recebe a energia hidráulica fornecida pela bomba e a transforma
em energia mecânica, proporcionando a rotação do tambor.

2.12 REDUTOR
O redutor é o principal apoio de sustentação do tambor, onde está diretamente flangeado. Ele
gira apoiado num sistema autocompensador permitindo oscilação máxima de 6o em todos os
sentidos. Reduz e transmite o giro do motor hidráulico, possibilitando a rotação do tambor.

2.13 COMANDO
O sentido e a velocidade de rotação do tambor são obtidos através do
comando, que é composto de três alavancas e dois cabos de aço.
Normalmente está localizado na parte traseira esquerda da betoneira.

2.14 SISTEMA DE ARREFECIMENTO


O arrefecimento do óleo hidráulico das betoneiras Liebherr é feito
por meio de ventilação forçada, com atuação automática. É
composto por um termostato montado na entrada de óleo quente no
radiador, um chicote elétrico, um relê e dois fusíveis montados em
suporte apropriado no interior da cabina do veículo, geralmente
abaixo do porta-luvas e sem interferências com outros componentes
elétricos. Sua fonte de energia é a bateria do caminhão. Assim que a
temperatura do óleo hidráulico atinge aproximadamente 70º C, o
termostato fecha o circuito alimentando a bobina do relê, que por
sua vez liga o ventilador.

2.15 SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA


O abastecimento de água é feito através do tanque de água, que está localizado na parte frontal
superior da betoneira, fixado sobre o redutor. Possui capacidade para 650 litros e trabalha
pressurizado pelo sistema de ar do veículo.
10

Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil - REV 12/07
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

2.16 GRUPO DE CARGA E DESCARGA


O grupo de carga e descarga é constituído de funil de enchimento (1), calha de descarga (2),
bica de descarga (3), calha sobressalente e escada com plataforma (4). O funil de enchimento
tem a função de captar e direcionar os agregados para o interior do tambor. A calha de
descarga, em formato “V”, direciona o concreto para a bica de descarga giratória. A calha
sobressalente (espessura 3,0 mm) está localizada na lateral esquerda da betoneira, em posição
que facilita a sua movimentação. A escada possui articulação para facilitar o acesso e degraus
que evitam o escorregamento. Possui também uma ampla plataforma antiderrapante, de fácil
limpeza, com guarda-corpo e corrimão.

2.17 ARCO DE SEGURANÇA


Tem a função de conter pequenas movimentações do tambor. Possui uma grade de proteção
que permite uma visualização segura do interior do tambor.

2.18 PINTURA
A superfície é fosfatizada a quente e recebe duas demãos de primer à base de epóxi, com
espessura de 40 µm. Pintura de acabamento em duas demãos à base de poliuretano de primeira
linha, com espessura de 40 µm.

2.19 COMPLEMENTOS
• Pára-choque traseiro em perfil “U” com reforço interno, dimensões e resistência de
acordo com as normas regulamentares;
• Pára-lamas individuais por eixo, de plástico de baixo peso e fácil reposição;
• Apara barros de plástico de alta resistência;
• Gancho de arraste para reboque com capacidade de cinco toneladas.
11

Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil - REV 12/07
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

Capítulo 3

OPERAÇÃO DA BETONEIRA

12

Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil - REV 12/07
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

3. OPERAÇÃO DA BETONEIRA

3.1 CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES

Lembre-se, a Betoneira é um veículo, e como tal deve ser tratada.

A condução de um caminhão betoneira, só deve ser feita por motoristas experientes e treinados
para isso, pois esse equipamento tem certas particularidades como:

Cargas extremamente pesadas.


Centro de gravidade vertical alto.
Carga dinâmica.

A carga dinâmica gera excentricidade na distribuição do peso lateral, e também altera a posição
do centro de gravidade longitudinal no tráfego em rampas.

Em declives a parcela de carga no eixo dianteiro tende a aumentar, e em aclives tende a


diminuir, e tanto num caso quanto no outro, em função da inclinação da rampa, do volume e do
slump do concreto a ser transportado poderá ocorrer dificuldade de dirigibilidade e diminuição
na eficiência dos freios.

A escolha do itinerário e o volume de carga a ser transportado devem ser feita com bom senso
em função das condições de acesso a obra.

Além de respeitar as velocidades máximas estabelecidas na legislação, adequar também a


velocidade em função do veículo que você está dirigindo.

Faça da prudência um hábito.

A execução das revisões é essencial para integridade do veículo, implemento e para


continuidade do direito a garantia. Porém se notar qualquer anomalia, esta deverá ser
imediatamente reparada, sem aguardar a próxima revisão periódica.

Na dúvida pergunte, use o atendimento ao cliente LIEBHERR.

As etapas envolvidas na operação de betoneiras podem enumeradas como segue:

• Utilização do sistema de água;


• Carregamento;
• Transporte;
• Mistura;
• Descarregamento;
• Lavagem do equipamento.

13

Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil – REV 12/07
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

3.2 UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE ÁGUA

Fig. 3

• Ajustar a válvula de três vias (1) na posição “despressurizar”.


• Completar o tanque de água (2) através da tubulação de 1.1/2” localizada no cavalete
dianteiro (base do redutor), que possui em sua extremidade uma válvula de esfera (3).
• Quando o tanque estiver completo, há a liberação de água através da válvula de 3 vias.
• Pressurizar o sistema acionando-se a válvula de 3 vias no sentido “pressurizar”.
• Para adicionar água no tambor aciona-se a válvula de esfera de 1” (4) localizada na traseira
da betoneira. O volume pode ser controlado pelo hidrômetro (5).
• O sistema conta ainda com dois pontos de saída para lavagem (6 e 7).

Nota: Por questões de segurança, nunca trafegar com o tanque de água pressurizado.
Pressurizar o tanque somente durante a utilização do sistema de água.

14

Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil – REV 12/07
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

Elementos do Carregamento, Transporte e Mistura


Descarregamento e Lavagem do Equipamento

Fig. 4

15

Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil – REV 12/07
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

Fig. 5
3.3 CARREGAMENTO
• Acionar o comando (1) para girar o tambor no sentido de carga (terceira alavanca (2), a
maior, no sentido horário).
• ATENÇÃO: Essa fase da operação é a de maior solicitação dinâmica, portanto o
tambor NUNCA deve girar com rotação maior que 16 RPM.
• Especificação Liebherr: No carregamento, o giro máximo do tambor deve ser de 16 RPM.
• Os agregados são adicionados no tambor através do funil de enchimento (4).
• CUIDADO: Nesta fase muitas partes estarão em movimento, tais como flanges,
eixo cardã e tambor. Muita atenção ao se aproximar, manipular comandos e subir na
escada ou plataforma. Evite roupas largas, cabelos compridos, gravatas e também
deixar objetos em posição de contato com a máquina.

3.4 TRANSPORTE
• Regular o giro do tambor para aproximadamente 4 RPM, mesmo quando vazio.
• Travar a bica de descarga utilizando a trava (9).
• Conduzir o veículo evitando-se trancos e solavancos, principalmente em terrenos
acidentados.
• Essas medidas visam evitar a formação de imperfeições na pista (5) e roletes (6),
deformações permanentes no chassi, tanto do veículo como da betoneira, quebra de
componentes por vibração ou fadiga, desalinhamentos causados por deformações e outros.
• Não trafegar com o tanque de água pressurizado.
• Nota: Nunca trafegar com o tambor parado, mesmo que vazio.

3.5 MISTURA
• A mistura do concreto ocorre a partir do carregamento, no transporte e, finalmente, no local
da obra, onde suas características (consistência / slump) são conferidas.
16

Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil – REV 12/07
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

• Na obra pode ser utilizada a velocidade máxima de giro do tambor (16 RPM), acionados pelo
comando (1) respectivamente no sentido de carga (terceira alavanca (2), a maior, no
sentido horário) e máxima aceleração (segunda alavanca (3), no sentido anti-horário).
• ATENÇÃO: O giro do tambor NUNCA deve ultrapassar a rotação máxima de 16
RPM.
• Para visualização do concreto no interior do tambor o acesso é pela escada lateral (7), que
permite uma ampla visão com segurança.

3.6 DESCARREGAMENTO
• Acionar a alavanca de comando da bomba no sentido de descarga (terceira alavanca (2), a
maior, no sentido anti-horário).
• Direcionar o concreto para o local de aplicação através da bica de descarga giratória. A
posição desejada pode ser fixada através do freio com manípulo (10).
• Se necessário, utilizar a calha sobressalente para aplicações em pontos mais afastados.
• ATENÇÃO: A inversão de giro do tambor, ou seja, ao passar do sentido de carga
para o de descarga, deve ser feita de maneira suave e a rotação do motor diesel
do veículo deve estar em marcha lenta, para que não haja trancos no sistema
hidráulico e de transmissão, que podem comprometer a vida útil do conjunto.

3.7 LIMPEZA DO EQUIPAMENTO


• Lavar com água SEMPRE que houver um descarregamento;
• Usar o ponto de lavagem superior para limpeza do funil de enchimento (8), calhas e bicas
de descarga, após cada descarregamento;
• Lavar internamente a betoneira após cada descarregamento, através da utilização de
aproximadamente 100 litros de água no interior do tambor, que servirá para limpeza interna
durante o retorno do veículo para o carregamento seguinte – TRAVAR O TAMBOR;
• Essa água poderá ser utilizada no traço do carregamento seguinte;
• Não utilizar produtos ácidos para a limpeza da betoneira, pois causa início do processo de
corrosão no equipamento.

TRAVA DO TAMBOR

17

Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil – REV 12/07
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

Capítulo 4

MANUTENÇÃO DO EQUIPAMENTO

18

Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil – REV 12/07
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

4. MANUTENÇÃO DO EQUIPAMENTO

O perfeito funcionamento e a própria garantia do equipamento depende da manutenção


adequada, dentro dos prazos estabelecidos pela Liebherr. Este capítulo apresenta um plano
de manutenção preventiva que abrange, além da lubrificação, os componentes mecânicos e
o sistema hidráulico.

4.1 SISTEMA HIDRÁULICO

Fig. 6

19

Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil – REV 12/07
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

Fig. 7

4.2 FILTRO (1)


• Filtro é o principal responsável pela conservação de pureza do óleo hidráulico, a qual está
diretamente relacionada com a vida útil do sistema hidráulico.
• Verificar o estado de conservação do elemento filtrante (2) através da leitura da pressão
de sucção no vacuômetro (3), instalado no próprio filtro.
• Se o indicador atingir a faixa vermelha, o elemento filtrante (2) deve ser trocado
imediatamente, caso contrário, trocar nas revisões recomendadas.
• Ao trocar o elemento filtrante, deve-se fechar o registro (4) que se encontra na saída do
tanque hidráulico, a fim de evitar que o óleo escorra do tanque. Não se esquecer de
abrir o registro após a troca.
• O elemento filtrante deve ser trocado na primeira vez após 3.000 km ou 200 horas de
operação, o que ocorrer primeiro.
• As demais trocas deverão ocorrer a cada 10.000 km ou seis meses de operação, o que
ocorrer primeiro.

20

Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil – REV 12/07
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

4.3 RADIADOR (5)


• Verificar semanalmente quanto à limpeza e estanqueidade.
• Se houver impurezas externas, removê-las com água ou ar comprimido.
• Verificar também as condições do ventilador (6) e termostato (7).

4.4 TANQUE HIDRÁULICO (11)/ FLUIDO HIDRÁULICO


• Verificar diariamente o nível do óleo hidráulico através do visor (8) que se encontra na
lateral do tanque hidráulico.
• Trocar o óleo hidráulico a primeira vez após 3.000 km ou 200 horas de operação ou 30
dias, o que ocorrer primeiro.
• A demais trocas deverão ocorrer a cada 10.000 km ou 6 meses de operação, o que
ocorrer primeiro.
• Após cada troca de óleo, ou reabastecimento, limpar a tela de proteção (9) que se
encontra no bocal (10) do tanque hidráulico e inspecionar todo o sistema quanto à
estanqueidade.
Apertar conexões e braçadeiras se necessário.

4.5 BOMBA (12), MOTOR (13) E MANGUEIRAS HIDRÁULICAS (14)


• Inspecionar diariamente as mangueiras e, se necessário, substituí-las quando constatar:
a. Vazamentos na conexão ou na mangueira;
b. Danos, cortes ou abrasão na cobertura (capa);
c. Mangueira dobrada, esmagada, achatada ou torcida;
d. Mangueira endurecida, rígida, rachada pelo calor ou chamuscada;
e. Cobertura com bolhas, amolecida, degredada ou solta;
f. Conexões rachadas, danificadas ou muito corroídas;
g. Conexão escapando da mangueira.
• Para reposição das mangueiras consulte o manual de peças Liebherr conforme o chassi
utilizado.
• A instalação deverá ser feita cuidadosamente, evitando a descontinuidade na curvatura
descrita pela mangueira, ângulos de torção, contatos com cantos afiados e peças móveis.

4.6 REDUTOR (15)


• Inspecionar semanalmente o nível do óleo do redutor.
• Trocar o óleo do redutor a primeira vez após 3.000 km ou 200 horas de operação ou 30
dias, o que ocorrer primeiro.
• As demais trocas deverão ocorrer a cada 30.000 km, porém no mínimo, uma vez por ano.
• O volume de óleo para o redutor ZF modelo P4300 é de 11,5 litros, enquanto que o
volume de óleo para o redutor Trasmital modelo 570L é de 5,0 litros.

• Procedimento para troca de óleo:


• Executar o movimento de giro do tambor até que o óleo aqueça a temperatura de
operação.
• Retirar o bujão de saída, fazendo com que o óleo escoe.
• Desligar o motor do caminhão ou motor independente.
• Realizar a lavagem conforme segue:
• Colocar óleo menos viscoso (SAE 20);
• Fechar os tampões;
• Acionar o comando para girar o tambor levemente (aprox. 3 a 4 RPM), para que
partículas e impurezas possam escorrer o máximo possível;
• Drenar completamente o óleo menos viscoso;
• Colocar o óleo especificado SAE 90 ou 85W140 até completar o nível.

21

Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil – REV 12/07
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

• Verificar o torque dos parafusos de fixação do redutor a primeira vez após 3.000 km ou
200 horas ou 30 dias, o que ocorrer primeiro. As demais verificações deverão ocorrer a
cada 10.000 km ou seis meses.
• Se necessário, apertar com torquímetro os parafusos de fixação do redutor em sua base
com 530 N.m (53 kgf.m).
• Ao executar qualquer serviço de manutenção onde houver necessidade de retirada do
tambor, travar devidamente o flange do redutor, a fim de que o retentor do mesmo não
se danifique. O travamento do flange do redutor poderá ser feito por meio de calços de
madeira introduzidos firmemente entre o flange e a carcaça na parte superior e inferior.
• O torque dos parafusos que fixam o flange do redutor ao tambor é de 205 N.m (20,5
kgf.m).
• Atenção: Rotações do tambor maiores que 16 RPM podem danificar o redutor.

4.7 EIXO CARDAN (16)


• Engraxar as cruzetas e entalhado semanalmente, e proceder ao aperto dos parafusos por
ocasião da revisão de torque dos elementos de fixação indicados no Plano Básico de
Manutenção (item 4.13).

4.8 ROLETES

Fig. 8

• Engraxar diariamente o ponto (8) até a saturação, ou seja, até constatar vazamento de
graxa nos anéis “NILOS” (9).

22

Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil – REV 12/07
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

• Após as primeiras 200 horas, 30 dias ou 3000 km, e depois a cada seis meses ou 10000
km, verificar a folga dos rolamentos.

• Procedimento para verificação da folga dos rolamentos (7) dos roletes (10):

• Levantar a traseira do tambor o suficiente para aliviar a carga do mesmo sobre os


roletes. Na falta de equipamento para levantamento de carga, (ponte rolante, talha,
guincho etc.), poderá ser usado o procedimento sugerido na FIG. 9. Usando o
macaco hidráulico do caminhão apoiado sobre os braços suportes da bica giratória
devidamente montada sobre calços de madeira previamente preparados para isso, de
forma a evitar tombamento, e ou escorregamento do macaco. Nunca trabalhar
com o tambor apoiado sobre o macaco. Assim que o tambor for levantado, calçar
o mesmo com madeira entre a pista e a base dos roletes, e aliviar o macaco;
• Retirar a tampa de proteção do rolete (11);
• Limpar com solvente toda a oleosidade da superfície do rolete (10);
• Tentar girar o rolete manualmente. Isto só deverá ser conseguido com um grande esforço;
• Caso o rolete gire facilmente, proceder ao ajuste dos rolamentos (7).

• Procedimento para ajuste dos rolamentos dos roletes:


• Retirar o conjunto do rolete (1) do mancal (2) soltando a porca (3);
• Fixar o conjunto (1) em um dispositivo externo ou usar uma morsa prendendo entre os
mordentes da mesma previamente protegida por cantoneiras de alumínio ou por madeira as
faces da bucha (4);
• Destravar porca de ajuste (5), levantando aba da arruela de trava (6).
• Girar a porca (5) no sentido horário eliminando totalmente o jogo dos rolamentos (7);
• Após esse procedimento, gire a porca (5) mais 24º pré carregando então em 1000 Kg de
força axial;
• Executar novamente o teste do giro manual; Montar novamente o conjunto (1) no mancal
(2), apertar a porca (3) com 100 Kgf.m, e voltar o tambor na posição prévia;

Fig. 9
23

Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil – REV 12/07
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

4.9 COMANDO (1)

• Inspecionar semanalmente os cabos de comando da bomba (2) e do acelerador (3)


quanto à dificuldade de manejo, correto posicionamento sem dobras e com o mínimo de
curvas.

Fig. 10

4.10 LIMPEZA
• A limpeza é sem duvida um item muito importante na manutenção do equipamento.
• Para evitar danos na pintura e componentes gerais, recomenda-se a lavagem externa da
betoneira com xampu próprio para esse fim evitando a utilização de soluções ácidas
que causam corrosão precoce.
• O interior do tambor deverá ser limpo após cada descarregamento utilizando-se
aproximadamente 100 litros de água, durante o retorno para o carregamento seguinte.
Essa água poderá ser utilizada no traço do próximo carregamento.
• O grupo de carga e descarga deverá ser totalmente limpo a cada ciclo de operação. Lavar
o funil de carga, a calha de descarga (V) e demais componentes superiores utilizando-se
do ponto de água superior. A parte inferior da calha de descarga (V), a bica giratória e
demais componentes inferiores deverão ser lavados utilizando-se do ponto de água
inferior.
• Restos de cimento e agregados secos aderidos nas superfícies do equipamento, tendem a
aumentar, pois facilitam a adesão de mais material. Além de prejudicar o fator estético do
equipamento, é peso adicional. Quando fixo na região interna do tambor gera
desbalanceamento. Em outros pontos pode comprometer o funcionamento de

24

Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil – REV 12/07
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

mecanismos e articulações, trava as porcas e parafusos e retém umidade que contribui


para uma corrosão precoce.
Portanto muita atenção deve ser dada ao fator limpeza, o qual é um item decisivo na
manutenção preventiva.

4.11 TAMBOR
• A manutenção básica para o tambor é o fator limpeza, já citado no item “LIMPEZA”.
• Inspecionar semestralmente o desgaste dos helicóides. Um novo reforço deverá ser
soldado no lado oposto do helicóide quando, em algum ponto, o reforço anterior estiver
totalmente gasto.
• Recomenda-se trocar as palhetas do helicóide quando sua altura atingir aproximadamente
300 mm, conforme Fig. 11.

Fig. 11

25

Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil – REV 12/07
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

4.12 GRUPO DE CARGA E DESCARGA


• A manutenção básica para esse conjunto é o fator limpeza, já citado no item “LIMPEZA”.
• Reapertar todas porcas e parafusos e revisar de uma maneira geral todos os tipos de
fixações e articulações na ocasião de retorqueamento dos elementos de fixação indicados
no Plano Básico de Manutenção (item 4.13).
• Inspecionar a cada 30000 km ou 1 ano quanto a desgaste das calhas, bicas e funil.
• Engraxar semanalmente o suporte giratório (1) e o fuso de articulação (2).

Fig.12

26

Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil – REV 12/07
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

Capítulo 5

GARANTIA DO EQUIPAMENTO

27
Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil – REV 12/07
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

5. GARANTIA DO EQUIPAMENTO

TERMO DE GARANTIA

A. A LIEBHERR BRASIL GUINDASTES E MAQUINAS OPERATRIZES LTDA garante seus


produtos (betoneiras e peças de reposição) contra defeitos de material, fabricação e montagem, de
acordo com as condições estabelecidas neste termo de garantia.

B. PRAZO DE VALIDADE
a) A presente garantia é concedida pelo período de 6 meses, salvo extensões de garantia
conforme indicado na proposta e/ou no contrato de venda.
b) A garantia terá início na data em que o produto for faturado ao primeiro proprietário,
independente da data em que o equipamento entrar em operação.

C. ABRANGÊNCIA DA GARANTIA
a) A garantia incide sobre todas as peças ou componentes montados no produto, quer fabricados
pela própria Liebherr, quer fabricados por terceiros.
b) Estão excluídas da garantia, não tendo a Liebherr qualquer responsabilidade quanto as
despesas relativas à:
• Deslocamento de pessoal e reboque de equipamento;
• Operações normais de manutenção do equipamento, tais como: retorqueamento, limpeza,
lavagem, lubrificação, verificações de regulagem e etc;
• Materiais de consumo normal, tais como óleos lubrificantes e graxas, mesmo quando das
revisões periódicas;
• Peças consideradas de desgaste, tais como: filtros, elementos de filtros, cabos, rolamentos,
roletes de apoio, helicóides do tambor, reforço das helicóides, tambor completo e
componentes de carga e descarga, a menos que comprovadamente apresentem falhas de
fabricação;
• Defeitos de pintura ocasionados pela intempérie, por influências externas anormais, ou por
falta de proteção ou manutenção adequada do equipamento, ou por aplicação de produtos
químicos ou outros produtos não recomendados ou aprovados pela Liebherr;
• Defeitos oriundos de acidentes com o equipamento.

D. CONDIÇÕES PARA VIGÊNCIA DA GARANTIA

Para validade do pedido de garantia junto a LIEBHERR, o cliente deverá:


a) Executar as revisões regularmente nas quilometragens e/ou intervalos de tempo previstos e
comprovar através do certificado de revisão todas as revisões estabelecidas pela Liebherr;
b) Utilizar o equipamento de forma adequada, de acordo com suas especificações e empregá-lo na
finalidade a que de destina;
c) Observar regularmente as instruções de operação e manutenção prescritas pela Liebherr neste
manual;
d) Manter o equipamento de acordo com as características e componentes originais;
e) Apresentar a reivindicação da garantia diretamente à Liebherr;
f) Utilizar exclusivamente lubrificantes recomendados pela Liebherr.

28
Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil – REV 12/07
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

E. EXECUÇÃO DA GARANTIA
a) As obrigações da Liebherr, relativas a esta garantia, limitam-se à reparação do produto, sem
qualquer ônus para seu proprietário, mediante a substituição de peças por outras originais e
novas, desde que o exame técnico tenha revelado a existência de componentes com defeitos
passíveis de serem enquadrados nesta garantia, observadas as disposições contantes no ítem
ABRANGÊNCIA DA GARANTIA;
b) As peças reconhecidamente defeituosas e substituídas por força desta garantia passarão a ser
de propriedade da Liebherr;
c) A garantia não cobre pintura (logomarca/logotipo), acessórios e equipamentos instalados por
terceiros no equipamento Liebherr;
d) A substituição de peças ou componentes defeituosos por novos, e os reparos procedidos dentro
do período de garantia, não implicam em um direito de extensão do período de validade da
mesma garantia original;
e) A presente garantia não cobre o pagamento ou outra forma de compensação, a qualquer título,
de despesas ou danos, diretos e indiretos, a pessoas ou bens, perda de benefícios, cessação de
lucros, etc., em decorrência de defeito do equipamento;
f) Caso não seja concedida a garantia, a Liebherr se reserva o direito de executar cobrança das
horas gastas para o atendimento bem como os custos de transporte, alimentação e
hospedagem do(s) técnico(s), conforme taxas de compensação vigente na época.

F. EXTINÇÃO DA GARANTIA
A presente garantia cessará no caso de:
a) Esgotar-se o prazo de validade estipulado no item PRAZO DE VALIDADE;
b) Dentro do prazo que se trata o item PRAZO DE VALIDADE, ficar constatada a inobservância das
condições estabelecidas neste termo, especialmente o disposto no item CONDIÇÕES PARA
VIGÊNCIA DA GARANTIA;
c) Utilização do equipamento além de sua capacidade de carga;
d) Danos causados no equipamento e seus componentes por imersão total ou parcial em água,
como por exemplo, em inundações;
e) Danos causados por condições ambientais, produtos químicos, sal, água do mar, detritos de
pássaros e outros elementos corrosivos;
f) Utilização de materiais abrasivos, ácidos ou ásperos, na lavagem do veículo;
g) Reparação do veículo por terceiros, salvo quanto houver autorização específica por escrito da
Liebherr;
h) Alterações de regulagem do equipamento tais como: limitação do giro do tambor, limite
máximo de pressão e outros contidos neste manual;
i) Venda do equipamento para terceiros.

G. GENERALIDADES
a) A Liebherr reserva-se o direito de, sem aviso prévio, introduzir modificações e
aperfeiçoamentos de qualquer natureza em seus produtos, sem incorrer, em nenhuma
hipótese, na obrigação de efetuar essas mesmas modificações nos equipamentos já fabricados;
b) O presente termo de garantia é aplicável unicamente aos produtos da linha de Betoneiras
Liebherr, que não reconhece quaisquer outros compromissos assumidos por quem quer que
seja relativos a esse mesmo produto;
c) A Liebherr recomenda aos adquirentes dos seus produtos que, para plena vigência da garantia,
consultem os manuais que acompanham os produtos ou nosso departamento de assistência ao
cliente a respeito da correta e adequada utilização dos produtos.

29
Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil – REV 12/07
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

MJFCIFSS!CSBTJM!H/!n/!p/!MUEB!!

Certificado de Revisão
Equipamento:____________________ Modelo:____________ Série:__________

Ciente:____________________ Entrega Técnica:___/___/___ RL:____/____

Horas de trabalho:__________h Quilometragem do veículo:___________Km

Revisão de 200 h ou 30 dias ou 3.000 km


O que ocorrer primeiro

Confirmamos pela presente ter sido efetuada a revisão conforme constante do


Plano de Manutenção de Betoneiras contido neste manual.

Número de Frota: ______________ Data : ______/______/______


Horas de operação: ______________ Km rodados: ____________________

Responsável: _____________________________ Cargo: _________________________

Tel. (______) __________________

Fax (______) __________________ Assinatura: _______________________________

Aprovação por Liebherr Brasil GMO Ltda.

NOTA: O preenchimento desse certificado de revisão é imprescindível para os eventuais processos


de garantia, devendo ser enviado para o fax número (55-12) 3128.4301 para aprovação da Liebherr.
Dúvidas no preenchimento, ou não recebimento da aprovação, ligue para (55-12) 3128.4300.

30
Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil – REV 12/07
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

MJFCIFSS!CSBTJM!H/!n/!p/!MUEB!!

Certificado de Revisão
!
Preencher os campos abaixo conforme consta no Certificado de Revisão referente revisão
de 200 h ou 30 dias ou 3.000 km.

Equipamento:____________________ Modelo:____________ Série:__________

Ciente:____________________ Entrega Técnica:___/___/___ RL:____/____

Horas de trabalho:__________h Quilometragem do veículo:___________Km

Revisão de 6 meses ou 10.000 km


O que ocorrer primeiro

Confirmamos pela presente ter sido efetuada a revisão conforme constante do


Plano de Manutenção de Betoneiras contido neste manual.

Número de Frota: ______________ Data : ______/______/______


Horas de operação: ______________ Km rodados: ____________________

Responsável: _____________________________ Cargo: _________________________

Tel. ( ______ ) __________________

Fax ( ______ ) __________________ Assinatura: _______________________________

Aprovação por Liebherr Brasil GMO Ltda.

NOTA: O preenchimento desse certificado de revisão é imprescindível para os eventuais processos


de garantia, devendo ser enviado para o fax número (55-12) 3128.4301 para aprovação da Liebherr.
Dúvidas no preenchimento, ou não recebimento da aprovação, ligue para (55-12) 3128.4300.

31
Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil – REV 12/07
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

MJFCIFSS!CSBTJM!H/!n/!p/!MUEB!!

Certificado de Revisão
!
Preencher os campos abaixo conforme consta no Certificado de Revisão referente revisão
de 200 h ou 30 dias ou 3.000 km.

Equipamento:____________________ Modelo:____________ Série:__________

Ciente:____________________ Entrega Técnica:___/___/___ RL:____/____

Horas de trabalho:__________h Quilometragem do veículo:___________Km

Revisão de12 meses ou 20.000 km


O que ocorrer primeiro

Confirmamos pela presente ter sido efetuada a revisão conforme constante do


Plano de Manutenção de Betoneiras contido neste manual.

Número de Frota: ______________ Data : ______/______/______


Horas de operação: ______________ Km rodados: ____________________

Responsável: _____________________________ Cargo: _________________________

Tel. ( ______ ) __________________

Fax ( ______ ) __________________ Assinatura: _______________________________

Aprovação por Liebherr Brasil GMO Ltda.

NOTA: O preenchimento desse certificado de revisão é imprescindível para os eventuais processos


de garantia, devendo ser enviado para o fax número (55-12) 3128.4301 para aprovação da Liebherr.
Dúvidas no preenchimento, ou não recebimento da aprovação, ligue para (55-12) 3128.4300.

32
Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil – REV 12/07
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

MJFCIFSS!CSBTJM!H/!n/!p/!MUEB!!

Certificado de Revisão
!
Preencher os campos abaixo conforme consta no Certificado de Revisão referente revisão
de 200 h ou 30 dias ou 3.000 km.

Equipamento:____________________ Modelo:____________ Série:__________

Ciente:____________________ Entrega Técnica:___/___/___ RL:____/____

Horas de trabalho:__________h Quilometragem do veículo:___________Km

Revisão de 18 meses ou 30.000 km


O qual primeiro ocorrer

Confirmamos pela presente ter sido efetuada a revisão conforme constante do


Plano de Manutenção de Betoneiras contido neste manual.

Número de Frota: ______________ Data : ______/______/______


Horas de operação: ______________ Km rodados: ____________________

Responsável: _____________________________ Cargo: _________________________

Tel. ( ______ ) __________________

Fax ( ______ ) __________________ Assinatura: _______________________________

Aprovação por Liebherr Brasil GMO Ltda.

NOTA: O preenchimento desse certificado de revisão é imprescindível para os eventuais processos


de garantia, devendo ser enviado para o fax número (55-12) 3128.4301 para aprovação da Liebherr.
Dúvidas no preenchimento, ou não recebimento da aprovação, ligue para (55-12) 3128.4300.

33
Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil – REV 12/07
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

MJFCIFSS!CSBTJM!H/!n/!p/!MUEB!!

Certificado de Revisão
!
Preencher os campos abaixo conforme consta no Certificado de Revisão referente revisão
de 200 h ou 30 dias ou 3.000 km.

Equipamento:____________________ Modelo:____________ Série:__________

Ciente:____________________ Entrega Técnica:___/___/___ RL:____/____

Horas de trabalho:__________h Quilometragem do veículo:___________Km

Revisão de 24 meses ou 40.000 km


O qual primeiro ocorrer

Confirmamos pela presente ter sido efetuada a revisão conforme constante do


Plano de Manutenção de Betoneiras contido neste manual.

Número de Frota: ______________ Data : ______/______/______


Horas de operação: ______________ Km rodados: ____________________

Responsável: _____________________________ Cargo: _________________________

Tel. ( ______ ) __________________

Fax ( ______ ) __________________ Assinatura: _______________________________

Aprovação por Liebherr Brasil GMO Ltda.

NOTA: O preenchimento desse certificado de revisão é imprescindível para os eventuais processos


de garantia, devendo ser enviado para o fax número (55-12) 3128.4301 para aprovação da Liebherr.
Dúvidas no preenchimento, ou não recebimento da aprovação, ligue para (55-12) 3128.4300.

34
Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil – REV 12/07
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

MJFCIFSS!CSBTJM!H/!n/!p/!MUEB!!

Certificado de Revisão
!
Preencher os campos abaixo conforme consta no Certificado de Revisão referente revisão
de 200 h ou 30 dias ou 3.000 km.

Equipamento:____________________ Modelo:____________ Série:__________

Ciente:____________________ Entrega Técnica:___/___/___ RL:____/____

Horas de trabalho:__________h Quilometragem do veículo:___________Km

Revisão de 30 meses ou 50.000 km


O qual primeiro ocorrer

Confirmamos pela presente ter sido efetuada a revisão conforme constante do


Plano de Manutenção de Betoneiras contido neste manual.

Número de Frota: ______________ Data : ______/______/______


Horas de operação: ______________ Km rodados: ____________________

Responsável: _____________________________ Cargo: _________________________

Tel. ( ______ ) __________________

Fax ( ______ ) __________________ Assinatura: _______________________________

Aprovação por Liebherr Brasil GMO Ltda.

NOTA: O preenchimento desse certificado de revisão é imprescindível para os eventuais processos


de garantia, devendo ser enviado para o fax número (55-12) 3128.4301 para aprovação da Liebherr.
Dúvidas no preenchimento, ou não recebimento da aprovação, ligue para (55-12) 3128.4300.

35
Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil – REV 12/07
LIEBHERR BRASIL

BETONEIRAS HIDRÁULICAS

MJFCIFSS!CSBTJM!H/!n/!p/!MUEB!!

Certificado de Revisão
!
Preencher os campos abaixo conforme consta no Certificado de Revisão referente revisão
de 200 h ou 30 dias ou 3.000 km.

Equipamento:____________________ Modelo:____________ Série:__________

Ciente:____________________ Entrega Técnica:___/___/___ RL:____/____

Horas de trabalho:__________h Quilometragem do veículo:___________Km

Revisão de 36 meses ou 60.000 km


O qual primeiro ocorrer

Confirmamos pela presente ter sido efetuada a revisão conforme constante do


Plano de Manutenção de Betoneiras contido neste manual.

Número de Frota: ______________ Data : ______/______/______


Horas de operação: ______________ Km rodados: ____________________

Responsável: _____________________________ Cargo: _________________________

Tel. ( ______ ) __________________

Fax ( ______ ) __________________ Assinatura: _______________________________

Aprovação por Liebherr Brasil GMO Ltda.

NOTA: O preenchimento desse certificado de revisão é imprescindível para os eventuais processos


de garantia, devendo ser enviado para o fax número (55-12) 3128.4301 para aprovação da Liebherr.
Dúvidas no preenchimento, ou não recebimento da aprovação, ligue para (55-12) 3128.4300.

36
Para uso interno – Proibido a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização da Liebherr Brasil – REV 12/07