Você está na página 1de 80

Analisador de Fluxo ™

Manual do Usuário
Manual do Usuário FlowAnalyser™

1 Conteúdo
1 Conteúdo ........................................................................................................... 2
2 Prefácio .............................................................................................................. 5
3 Uso pretendido .................................................................................................. 6

Português
4 Instruções de segurança ................................................................................. 7
4.1 Símbolos de Risco, Avisos e Observações ......................................................... 7
4.2 Pessoal ............................................................................................................... 7
4.3 Responsabilidades e Garantias .......................................................................... 7
5 Dados Técnicos ................................................................................................ 8
5.1 Categorias de Medição ....................................................................................... 8
5.1.1 Valores do Analisador ...................................................................................... 8
5.1.2 Parâmetros Respiratórios ................................................................................ 9
5.1.3 Princípio de operação para Medição de Vazão ............................................. 10
5.1.4 Funções especiais ......................................................................................... 11
5.1.5 Interfaces de Comunicação ........................................................................... 11
5.1.6 Dados físicos ................................................................................................. 11
5.1.7 Calibração pelo Usuário ................................................................................. 11
5.1.8 Dados Operacionais ...................................................................................... 11
5.1 9 Extras ............................................................................................................ 11
5.2 Condições Padrão Para Medição De Vazão ..................................................... 12
5.3 Fonte de Alimentação ....................................................................................... 13
5.4 Modo de bateria ................................................................................................ 13
5.5 Conformidade e Aprovações ............................................................................ 13
5.6 Etiquetas e Símbolos do Dispositivo ................................................................. 14
5.7 Requisitos Mínimo do PC .................................................................................. 14
6 Preparação para uso ...................................................................................... 15
6.1 Peças fornecidas em separado ......................................................................... 15
6.2 Fonte de Alimentação ....................................................................................... 16
6.2.1 Tensão de alimentação ................................................................................. 16
6.3 Conexões Mecânicas ....................................................................................... 17
6.3.1 Filtro de proteção ........................................................................................... 17
6.3.2 Conjunto de Adaptadores do FlowAnalyser™ .............................................. 17
6.3.3 Baixo Fluxo .................................................................................................... 18
6.3.4 Alto Fluxo ........................................................................................................ 19
6.3.5 Pressão Diferencial ........................................................................................ 20
6.3.6 Baixa pressão (PF-302 LOW) ......................................................................... 20
6.3.7 Sensor de pressão +/- 1 bar (PF-301 VAC) ................................................... 21
6.3.8 Alta pressão ................................................................................................... 22
6.4 Interfaces Elétricas ........................................................................................... 23
6.4.1 USB ............................................................................................................... 23
6.4.2 RS 232 ........................................................................................................... 23
6.4.3 Disparo Externo ............................................................................................. 24
6.4.4 Aterramento .................................................................................................... 25

Versão 3.0 Página 2 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

7 Operação ......................................................................................................... 26
7.1 Ligar e Desligar o Aparelho .............................................................................. 26
7.2 Tela Inicial ........................................................................................................ 26
7.3 Ajuste de Contraste .......................................................................................... 26
7.4 Descrição dos Controles de Operação ............................................................. 27
7.5 Especificações para os Controles de Operação ............................................... 27
7.6 Tela Numérica .................................................................................................. 28
7.6.1 Especificação para a tela Numérica .............................................................. 28
7.7 Tela de Configuração ....................................................................................... 30
7.7.1 Especificação para a tela de Configuração ................................................... 30
7.8 Tela de Estatísticas ........................................................................................... 31
7.8.1 Especificação da Tela de Estatísticas ........................................................... 31
7.9 Tela do Menu ..................................................................................................... 32
7.9.1 Especificação da Tela do Menu ...................................................................... 32
7.10 Capacidade de Armazenamento de Dados ...................................................... 34
7.10.1 Armazenar de Dados ................................................................................... 34
7.10.2 Recuperar Dados ......................................................................................... 35
7.10.3 Excluir Dados ............................................................................................... 36
7.11 Calibrações ....................................................................................................... 37
7.11.1 Calibrar os Sensores de Pressão e Fluxo ................................................... 37
7.11.2 Calibrar o Sensor de Oxigênio ..................................................................... 38
7.11.3 Calibrar o Analisador Multigás™ OR-703 .................................................... 38
7.12 Tipo e Padrão do Gás....................................................................................... 39
7.13 Definir o Disparo ............................................................................................... 40
7.13.1 Seleção do Modo de Ventilação .................................................................. 40
7.13.2 Disparo Padrão ............................................................................................ 41
7.13.3 Ajustes Detalhados do Disparo .................................................................... 42
7.13.4 Utilização de Disparo Externo ...................................................................... 43
7.14 Filtro ................................................................................................................. 44
7.15 Definir o Idioma ................................................................................................ 44
7.16 Ativação de Hardware HW ............................................................................... 44
7.17 Acessar as Informações do Sistema ............................................................... 45
7.18 Opções do Menu Invisível ................................................................................ 45
7.19 Padrões de Fábrica ......................................................................................... 46
8 Software FlowLab™ ...................................................................................... 47
8.1 Instalação ........................................................................................................ 47
8.2 Comunicação USB .......................................................................................... 47
8.3 Visão Geral ....................................................................................................... 47
8.4 Opções ............................................................................................................ 47
8.5 Painéis ............................................................................................................. 48
8.5.1 Configuração ................................................................................................. 48
8.5.2 Disparo de curva............................................................................................. 50
8.5.3 Cursores ........................................................................................................ 51
8.6 Valores numéricos ............................................................................................ 52
8.7 Tendência ......................................................................................................... 53
8.7.1 Configuração ................................................................................................. 53
8.7.2 Exibir .............................................................................................................. 54
8.8 Relatório ............................................................................................................ 55
8.8.1 Configuração ................................................................................................. 55
8.9 Calculadora de Gás .......................................................................................... 57
8.10 Definições do FlowLab™ .................................................................................. 58

Página 3 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

9 MultiGasAnalyser™ OR-703 .............................................................................. 59


9.1 Descrição .............................................................................................................. 59
9.2 Uso pretendido ...................................................................................................... 59
9.3 Avisos ................................................................................................................... 59
9.4 Design e Teoria .................................................................................................... 60
9.5 Como Conectar...................................................................................................... 61
9.6 Sinalizador LED ..................................................................................................... 62
9.7 Calibração da Cabeça Sensor .............................................................................. 62
9.8 Manutenção Preventiva ........................................................................................ 63
9.9 Especificações do MultiGasAnalyser™ OR-703 ................................................... 64
10 Medição dos Coeficientes Respiratórios ........................................................ 65

Português
10.1 Geral .................................................................................................................... 65
10.2 Conexão ao Ventilador ........................................................................................ 66
10.3 Valores Padrão do Disparo .................................................................................. 66
10.4 Escoamento de Base ........................................................................................... 67
10.5 Encontrar os Valores Corretos do Disparo ........................................................... 67
10.5.1 Curva de Fluxo Após o Conector Y .................................................................. 67
10.5.2 Curva de Fluxo Antes do Conector Y ............................................................... 68
10.5.3 Curva de Pressão Antes do Conector Y .......................................................... 69
10.6 Situações Especiais.............................................................................................. 69
10.6.1 Volume Inspirado Vti ........................................................................................ 70
10.6.2 Volume Expirado Vte ....................................................................................... 70
11 Cuidados e Manutenção .................................................................................. 71
11.1 Orientações para Cuidados e Manutenção ........................................................ 71
11.2 Observações sobre Substituição de Componentes ............................................ 71
11.3 Rotinas de Limpeza e Manutenção Preventiva .................................................. 71
11.3.1 Substituição da Tela de Medição ...................................................................... 72
11.3.2 Substituição do Sensor de Oxigênio ................................................................ 72
11.3.3 Substituição dos Fusíveis ................................................................................ 73
11.4 Contatos ............................................................................................................. 74
11.4.1 Endereço do Fabricante .................................................................................. 74
11.4.2 Suporte Técnico ............................................................................................... 74
12 Acessórios e Peças .......................................................................................... 75
12.1 Endereço para Pedidos ....................................................................................... 75
12.2 Modelos Disponíveis ........................................................................................... 75
12.3 Opções ............................................................................................................... 75
13 Descarte ............................................................................................................. 76
14 Apêndice A: Abreviaturas e Glossário ........................................................... 77
15 Apêndice B: Valores e Unidades ..................................................................... 79
15.1 Pressão .............................................................................................................. 79
15.2 Fluxo ................................................................................................................... 79
15.3 Valores de Metrologia ......................................................................................... 79
15.4 Concentrações de Gás ....................................................................................... 79
15.5 Parâmetros Respiratórios ................................................................................... 79
15.6 Fatores de Conversão ........................................................................................ 80

Versão 3.0 Página 4 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

2 Prefácio
Aplicação
Esta documentação se aplica aos produtos descritos como:
• FlowAnalyser™ PF-300, FlowAnalyser™ PF-301, FlowAnalyser™ PF-302
• MultiGasAnalyser™ OR-703
• FlowLab7™
A denominação FlowAnalyser™ se encontra na placa de identificação atrás do
dispositivo.
Neste manual do usuário, a denominação FlowAnalyser™ inclui o FlowAnalyser™
PF-300, FlowAnalyser™ PF-301 e o FlowAnalyser™ PF-302.

Versões de Software e Firmware


Esta documentação se aplica às seguintes versões:
• Software FlowLab™ versão 4.2.0
• Firmware FlowAnalyser™ Versão4.1.2
Ao usar versões mais antigas ou mais recentes podem aparecer pequenas diferenças
neste manual.

Legenda dos símbolos utilizados neste manual

Teclas, etiquetas e informações Teclas, como de Liga/Desliga, Etiquetas,


no display do FlowAnalyser™ como USB, e informações no display, como
Alterar as configurações, estão em letras
em negrito, itálico.

Referências a páginas e capítulos Utiliza-se o símbolo (> XY) para referências a


páginas e capítulos (> 5.1.6 Dados Físicos)

Detalhes da versão

Edição deste Manual do Usuário: Setembro de 2009


Versão: 3.0

Sujeito a modificações técnicas sem aviso prévio.

Página 5 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

3 Uso Pretendido
O FlowAnalyser™ é um dispositivo de medição compacto, móvel
e fácil de usar.
O FlowAnalyser™ realiza todas as seguintes medições:
Baixo fluxo (-20 ... 20 l/min)

Português
Alto Fluxo (-300...300 l/min)
Volume
Pressão diferencial
Alta pressão
Pressão Atmosférica
Oxigênio
Temperatura
Umidade
Ponto de Orvalho

Também pode medir uma variedade de parâmetros respiratórios:


Volume inspirado, volume expirado
Taxa de respiração
I: E
Tempo Inspiratório, tempo expiratório
Pico de pressão (Ppeak)
Pressão média (Pmean)
Pressão Expiratória Final positiva (PEEP)
PF Insp (fluxo de pico inspiratório)
PF Exp (fluxo de pico expiratório)
Tempo de Inspiração(Ti)/Ciclo Cardíaco(Tcycle)
Complacência Estática(Cstat), Pressão de Platô
(Pplateau) e Frequência do Coração (HF)

O FlowAnalyser™ foi projetado para uso móvel. Em caso de falta


de energia, o dispositivo pode ser operado por bateria, já
incorporada.

O FlowAnalyser™ é um dispositivo de medição


para testar e calibrar ventiladores. O FlowAnalyser™ não
deve ser utilizado para monitorização de pacientes.

O FlowAnalyser™ não deve ser conectado a um


ventilador que está sendo utilizado por um paciente.

Versão 3.0 Página 6 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

4 Instruções de segurança
4.1 Símbolos de Este Manual do Usuário usa os símbolos abaixo para chamar a
Risco, Avisos e atenção específica para os riscos remanescentes associados ao
Observações uso adequado, e para destacar importantes requisitos técnicos.

Informações ou instruções / avisos para evitar


qualquer tipo de dano / risco.

4.2 Pessoal
O FlowAnalyser™ somente pode ser usado ou
operado por pessoal com formação técnica e experiência
adequada.

4.3 O fabricante não assume qualquer responsabilidade ou


Responsabilid garantia, e se isenta nestes termos de qualquer
ades e Garantias responsabilidade na qual o operador ou terceiros tenham:
• Utilizado o aparelho indevidamente
• Desconsiderado os dados técnicos
• Feito qualquer tipo de alteração no dispositivo
(modificações, alterações, etc.)
• Operado o dispositivo utilizando acessórios que não
constam na documentação associada do produto.

Embora este dispositivo possua um alto padrão de


qualidade e segurança e foi construído e testado de
acordo com a última geração de tecnologia, o uso indevido
ou impróprio pode resultar em lesões com consequências
graves.

Portanto, por favor, leia este manual do usuário


atentamente e mantenha esta documentação próxima do
dispositivo.

Página 7 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

5 Dados Técnicos
5.1 Categorias de Medição

5.1.1 Valores do Alto Fluxo Faixa de -20 ...20 sl / min


Analizador¹ Precisão +/- 1,75% da leitura

Português
ou +/- 0.05 sl / min

Baixo Fluxo Faixa de -300 ...300 sl / min


Precisão +/- 1,75% da leitura
ou +/- - 0.1 sl / min

Volume Faixa de -100 ...100 sl


Precisão +/- 2% da leitura ou
+/- 0,02 sl (alto fluxo)
+/- 0,01 sl (baixo fluxo)

Pressão (em alto Faixa de 0 ... 150 mbar


fluxo) Precisão +/- 0,75% da leitura
ou +/- 0.1 mbar

Pressão Faixa de -150 ... 150 mbar


Diferencial Precisão +/- 0,75% da leitura
ou +/- 0. mbar

Alta pressão Faixa de 0 ... 10 bar


Precisão +/- 1% da leitura ou
+/- 10 mbar

Pressão Faixa de 0 ... 1150 mbar


atmosférica Precisão +/- 1% da leitura ou
+/ - 5 mbar

Oxigênio Faixa de 0 ... 100%


Precisão +/- 1% O2

Umidade Faixa de 0 ... 100% sem


Precisão condensação
+/- 3%. UR

Temperatura Faixa de 0 ... 50° C


Precisão +/- 1,75% da leitura
ou +/- 0...5° C

Ponto de Orvalho Faixa de Faixa-10 ...50° C


Precisão +/- 2% da leitura ou
+/- 1° C

Sensores de Detalhes se encontram no capítulo de


Pressão 6.3.6 Baixa pressão (PF-302 L0W) e
adicionais 6.3.7 Sensor de pressão +/- 1 bar
(PF-301 VAC ).

¹ Litros por minuto padrão (calculados usando as Condições Normais de temperatura e pressão, de 21° C e 1013
mbar)
Versão 3.0 Página 8 / 80
Manual do Usuário FlowAnalyser™

5.1.2 Parâmetros Respiratórios

Vti, Vte Volume de inspiração e expiração Faixa de +/- 10sl


Precisão +/- 2% ou 0.02sl (Alto
fluxo)
0.01 (Baixo fluxo)

Vi, Ve Volume Minuto de inspiração Faixa de +/- 300 sl/min


expiração Precisão +/- 2% ou 0.02 (Alto
fluxo)
0.01 (Baixo fluxo)

Ti, Te Tempo de Inspiração e expiração Faixa de 0.05 – 60 s


Precisão +/- 0.02s

Ti/TCycl Razão Tempo de Inspiração: Faixa de 0 – 100%


e Ciclo Tempo do ciclo de respiração Precisão +/- 5%
cardíaco
Ppeak Pressão Máxima Faixa de 0 – 150 mbar
Pico de Precisão +/- 0.75% ou +/- 0.1
Pressão mbar

Pmean Pressão média Faixa de 0 – 150 mbar


Precisão +/- 0.75% ou +/- 0.1
mbar

I:E Razão do tempo de respiração Faixa de 1:300 – 300:1


Precisão +/- 2.5%

PEEP Pressão Expiratória Final Positiva Faixa de 0 – 150 mbar


Precisão +/- 0.75% ou +/- O.1
mbar

Taxa Taxa de respiração Faixa de 1-1000 bpm


Precisão +/- 2.5% ou +/- 1 bpm

PF Insp. Fluxo máximo de inspiração Faixa de +/- 300 sl / min


Precisão +/- 1.75% ou +/- 0.1
sl/min

PF Exp. Fluxo máximo de expiração Faixa de +/- 300 sl/min


Precisão +/- 1.75% ou +/- 0.1
sl/min

Cstat Complacência Estática Faixa de 0 – 1000 ml/mbar


Precisão +/- 3% ou +/- 1 ml/mbar

Pplateau Pressão de Platô Faixa de 0 – 150 mbar


Precisão +/- 0.75% ou +/- 0.1
mbar

Página 9 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

5.1.3 Princípio de Operação para O fluxo é medido com base em uma medição de pressão
Medição de Vazão diferencial no canal de fluxo. Uma tela é usada como um
restritor

Diferença de Pressão Δp
Tela de medição

Português
Fluxo de gás Q

n: viscosidade dinâmica do gás [Pa s]


p: densidade do gás [kg / m3]
c1, c2: constantes específicas do dispositivo (geometria do
canal)

Viscosidade - A viscosidade de um meio é sua resistência


Dinâmica a cisalhamento ou fluxo
- A viscosidade é altamente dependente da
temperatura
- Pouco dependente da umidade e pressão

Densidade - A densidade é uma medida da massa do


meio por unidade de volume
- A densidade é altamente dependente da
temperatura e da pressão
A dependência das condições do ambiente é a razão pela
qual o fluxo é algumas vezes transferido a condições
padrões (> 5.2 Condições Padrão para Medição de Fluxo).

Versão 3.0 Página 10 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

5.1.4 Funções especiais Operação automática da bateria em caso de falta de energia.

5.1.5 Interfaces de USB


Comunicação
Porta RS-232 para download de Firmware, controle remoto e
conexão do opcional MultiGasAnalyser™ OR-703
Entrada de disparo (digital) para disparo externo

5.1.6 Dados Físicos Peso: 3.7 kg


Dimensões (c x l x a): 22 x 25 x 12 cm
Tipos de gás: Ar, O2. N20. He, N2. C O2 e
Misto: Ar/ O2, N2O/ O2, He/ O2

5.1.7 Calibração pelo Calibração de desvio dos sensores de pressão


usuário Calibração do sensor de oxigênio

5.1.8 Dados Temperatura: 15 ... 40° C (59 ... 104°F)


Operacionais
Umidade: 1O% a 90% UR. sem condensação
Pressão de ar: 700 ... 1060 mbar
Condições de -10...60° C (14... 140°F)
Armazenamento a 5 ... 95%. UR.
e transporte:

5.1.9 Extras Software FlowLab™


MultiGasAnalyser™ OR-703

Página 11 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

5.2 Condições O FlowAnalyser calcula o fluxo interno e as medições de volume


Padrão Para com os termos do padrão do gás selecionado. O FlowAnalyser
Medição De Fluxo suporta os seguintes padrões de gás:

Umidade
Padrão do Gás Temperatura Pressão
Relativa
Umidade
Temperatura e Temperatura Pressão atual do
TPA atual do
Pressão Ambiente atual do gás ambiente
gás
Temperatura e
Temperatura Pressão atual do
Pressão Ambiente, ATPD 0%
atual do gás ambiente

Português
gás seco
Temperatura e
Temperatura Pressão atual do
Pressão Ambiente ATPS 100%
atual do gás ambiente
Saturado
Umidade
Pressão ambiente Pressão atual do
AP21 21.0° C (70° F) atual do
21.0° C ambiente
gás
Condições padrão 1013.25 mbar
STP 21.1°C (70° F) 0%
(EUA) (760 mmHg)
Umidade
Condições padrão 1013.25 mbar
STPH 21.1° C (70° F) atual do
de Umidade (EUA) (760 mmHg)
gás
Temperatura e
Pressão ambiente
Pressão Corporal BTPS 37° C (99° F) 100%
atual
saturado
Temperatura e
Pressão ambiente
Pressão Corporal BTPD 37° C (99° F) 0%
atual
gás seco
Condições Normais
1013.25 mbar
de acordo com DIN 0/1013 0° C (32° F) 0%
(760 mmHg)
1343
Condições Normais
981 mbar (736
de acordo com ISO 20/981 20° C (68° F) 0%
mmHg)
1-1975 (DIN 102)
API Condições 1013.25 mbar
15/1013 15° C (60° F) 0%
Normais (14.7 psia)
991 mbar (500
Cummings padrão 25/991 25° C (77° F) 0%
metros de altura)
1013.25 mbar
20° C / 1.013 mbar 20/1013 20° C (68° F) 0%
(760 mmHg)

Neste manual de usuário a unidade sl/min


tem base em condições ambiente de 0° C e 1013
mbar (DIN 1343). Por favor, consulte o Apêndice B:
Valores e Unidades onde também é possível
encontrar os fatores de conversão para as unidades.

Versão 3.0 Página 12 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

5.3 Fonte de Tensão de entrada de fonte de 100...240 VAC, 50...60 Hz


Alimentação Alimentação

5.4 Modo de Tensão de alimentação 15 V DC


bateria
Consumo de energia 25 V A

Tempo de duração em modo de 3h


bateria

Tempo de duração em modo de 2h


bateria com o MultiGasAnalyser™

Carregar a bateria Uma carga completa leva


8 h. O tempo de vida da
bateria será ampliado se a
bateria for usada até que
solicite recarga e em
seguida recarregada por 8
h.

O dispositivo dá um alerta visual e sonoro


quando a bateria necessitar ser recarregada por meio
da fonte de Alimentação. Não deixar a bateria
descarregada!
Atenção: A descarga total pode destruir a bateria!

5.5 Conformidade e Aprovações

• IEC 1010-1 (segurança)


• EN61326-1 (CEM)

• CAN/CSA-C222 Nº 0-M91 (Geral)


• CAN/CSA-C222 Nº 1010.1-92 (Segurança)
• CAN/CSA-C222 Nº 1010.1 B-97 (Segurança)
• Norma UL. N° 61010B-1. 1ª Edição. (Geral)

O instrumento foi classificado na categoria de Instalação II


O instrumento recebeu atribuição de Grau de Poluição 2.

O instrumento é projetado apenas para uso


interno.

Página 13 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

5.6 Etiquetas e
Símbolos do As seguintes etiquetas e símbolos podem ser encontrados no
Dispositivo FlowAnalyser™:

interface RS232 (para manutenção)

Português
interface USB (para comunicação com o PC)

Número de série

Atenção: observar documentos anexos.

Data de produção Mês – Ano

Aterramento

5.7 Requisitos Intel ® Pentium ® III 800 MHz


mínimos do PC
(recomendado P4 1200 MHz)
Microsoft ® Windows ® 98. Me, 2000. XP
Microsoft ® Internet Explorer 5.01 ou acima
128 MB de RAM (256 MB recomendado)
160 MB de espaço em disco rígido (instalação completa)
CD ROM
Tela de 800 x 600 (recomendado 1024 x 768)

Versão 3.0 Página 14 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

6 Preparação para o Uso


6.1 Peças Fornecidas
em Separado

Unidade básica:
FlowAnalyser™

Fonte de alimentação

Cabo USB

Manual do usuário e
certificado de calibração

Software para PC FlowLab™

Filtro

Conjunto Adaptador FlowAnalyser™

Página 15 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

6.2 Fonte de Alimentação A energia é conectada na parte de trás do


FlowAnalyser™
A chave de liga/desliga principal é utilizada para ligar e
desligar o dispositivo.
Um LED marcado como Carga (Charging) se acende
quando a bateria estiver sendo carregada. O LED
também funciona quando o aparelho está desligado.

Português
6.2.1 Tensão de A tensão da rede para a fonte de alimentação
Alimentação é 100 ... 240 V AC a 50...60 Hz.

O FlowAnalyser™ somente pode ser operado


com a fonte de alimentação original que acompanha o
aparelho!

Para a proteção de interferência de campos


eletromagnéticos e eletricidade estática, o dispositivo
deve ser aterrado usando os pinos fornecidos.

Antes de ligar o aparelho, verifique se a tensão


de funcionamento da fonte de alimentação está
compatível com a voltagem principal local.

Mais detalhes podem ser encontrados na placa de


identificação na parte de trás da fonte de alimentação.

Versão 3.0 Página 16 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

6.3 Conexões
Mecânicas

6.3.1 Filtro de proteção Com o objetivo de proteger o instrumento de contaminação


contra partículas do ar, é importante utilizar o filtro, que é
fornecido junto com cada dispositivo. O filtro deve ser usado
no canal de alto fluxo, bem como no canal de baixo fluxo.

Partículas no ar podem entupir o sistema de


medição e provocar resultados de medição imprecisos. O
filtro deve ser verificado regularmente (>11.3 Rotinas de
Limpeza e Manutenção preventiva).

6.3.2 Conjunto de O Conjunto de Adaptadores inclusos do FlowAnalyser™


Adaptadores do auxilia a conexão de vários objetos de teste ao
FlowAnalyser™ FlowAnalyser™. Uma quantidade mínima de espaço morto
assim como diferenças mínimas na Corrente de fluxo
contribui para garantir medições altamente precisas.
Quando se utiliza a conexão do baixo fluxo para a medição
de parâmetros respiratórios, a interface positiva do sensor
de pressão diferencial é utilizada para a medição da pressão.
O conector T incluído com o tubo de conexão conecta as
interfaces correspondentes.

Página 17 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

6.3.3 Baixo Fluxo ³ A conexão de baixo fluxo é usada para medir taxas de
pequenos fluxos.Com o objetivo de calcular os parâmetros
respiratórios, utilizando este canal de medição, o disparo
deve ser definido como "infantil” (> 10.3 Valores Padrão do
Disparo). Assim, a interface positiva a partir do sensor de
pressão diferencial será automaticamente usada como
sensor de pressão. O conector T com o tubo de conexão

Português
pode ser usado para conectar essas duas interfaces.

Baixo fluxo

Faixa: -20 ...20 Sl/min


Precisão: +/- 1.75% da leitura ou 0.05 sl/min

Não existem sensores adicionais no canal de


baixo fluxo para medir a temperatura, a umidade, ou a
concentração de O2 que têm um impacto na medição
de fluxo.
Para se obter medições muito precisas o que auxilia é se
a extremidade posterior do canal de baixo fluxo estiver
conectada ao canal de alto fluxo. Desta forma podem-se
medir os valores adicionais.
Para fluxos acima de 20 sl/min a medição perde a
precisão.

³ Litros por minuto padrão (calculados usando as Condições Normais de temperatura e


pressão, de 21° C e 1013 mbar)

Versão 3.0 Página 18 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

4
6.3.4 Alto Fluxo A conexão de Alto Fluxo pode ser utilizada para as
seguintes medições bidirecionais:
• Altas taxas de fluxo (-300...300 sl/min)
• Volume
• Temperatura
• Umidade
• Oxigênio
• A pressão no canal

Alto fluxo

Alto fluxo: Faixa: -300...300 sl/min


Precisão: +/- 1.75% da leitura ou +/- 0.1 sl/min
Volume: Faixa: 0...10 sl
Precisão: +/- 2% da leitura ou +/- 0.02 sl
Temperatura: Faixa: 0...50° C
Precisão: +/- 1.75% da leitura ou +/- 0.5° C
Umidade: Faixa: 0 ...90% sem condensação
Precisão: +/- 2% UR
Oxigênio: Faixa: 0...100%
Precisão: +/- 1% O2
Pressão: Faixa: 0... 150 mbar
Precisão: +/- 0.75% da leitura ou +/- 0.1 mbar

Ao trabalhar com umidade elevada, é


importante que não haja condensação dentro do
instrumento. A água pode destruir os sensores!
Pressões acima de 500 mbar causam destruição dos
sensores!

4
Litros por minuto padrão (calculados usando as Condições Normais de temperatura e
pressão, de 21° C e 1013 mbar)

Página 19 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

6.3.5 Pressão Diferencial As conexões de Pressão diferencial podem ser usadas


para medir pressão diferencial.

Pressão Diferencial

Português
Faixa: 150...150 mbar
Precisão: +/- 0.75% da leitura ou 0.1 mbar

6.3.6 Baixa pressão (PF Há um sensor de pressão baixa adicional para o


302 LOW) PF-302 LOW. O sensor está conectado ao conector
especificado e está marcado com um anel azul.

Baixa pressão

Faixa: 0...5 mbar


Precisão: +/- 1% da leitura ou 0.01 mbar

Quando se utiliza uma das opções de pressão


(P baixa ou +/- 1 bar), o sensor (+/- 150 mbar) deve
ser conectado ao conector remanescente o qual, como
segunda porta do sensor, tem a medição no ambiente.
A faixa de medição permanece a mesma.

Versão 3.0 Página 20 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

6.3.7 Sensor de pressão Há um sensor de pressão adicional +/- 1 bar para a


+/- 1 bar (PF-301 VAC) PF-301 VAC. O sensor está conectado ao conector
especificado e está marcado com um anel amarelo.

Sensor de pressão +/- 1 bar

Faixa: -1000 ... .1000 mbar


Precisão: +/- 0.5% ou leitura ou 2 mbar

Quando se utiliza uma das opções de pressão


(P baixa ou +/- 1 bar), o sensor (+/- 150 mbar) deve ser
conectado ao conector remanescente o qual, como
segunda porta do sensor, tem a medição no ambiente.
A faixa de medição permanece a mesma.

Página 21 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

6.3.8 Alta Pressão A conexão de Alta pressão pode ser usada para medir
pressões superiores a 150 mbar.

Se preferir para esta conexão uma conexão DISS O2, existe um


adaptador apropriado disponível.

Português
Alta Pressão

Faixa: 0 ... 10 bar


Precisão: +/- 1% da leitura ou 10 mbar

Ao fazer a medição abaixo de 150mbar


recomenda-se usar a porta de Pressão Diferencial de +/-
150mba,r visto que a precisão é de até 100 vezes mais
alta.
Pressões acima de 15 bar causam a destruição do
sensor!

Versão 3.0 Página 22 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

6.4 Interfaces Elétricas

6.4.1 USB A interface USB é usada para conectar o FlowAnalyser™


ao PC. A porta está localizada na parte de trás do
dispositivo.
Se o software FlowLab™ for fornecido com o dispositivo,
os valores registrados podem ser exibidos de modo gráfico
no computador.
Se o dispositivo não tem esse software, a conexão USB
ficará bloqueada. Ela pode ser liberada a qualquer
momento com um código de acesso (> 8.2 Comunicação
USB).

6.4.2 RS 232 A interface RS232 é utilizado para manutenção (download


de firmware), para a conexão do MultigasAnalyser™ OR-
703, bem como para a unidade de controle remoto e está
localizado na parte de trás do FlowAnalyser™.

Página 23 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

A conexão à porta RS 232 deve ser estabelecida através


de cabo especial da interface RS 232.

Se o instrumento tiver que ser controlado remotamente, por


exemplo, através de um software específico, pode-se
solicitar ao seu revendedor autorizado uma descrição
detalhada do protocolo.

Atribuição de pinos do FlowAnalyser™ (conector RJ-45):

Português
Pino 1 +5 V
Pinos 4,5 Aterramento
Pino 7 TxD
Pino 8 RxD
Pinos 2,3,6 Sem conexão

6.4.3 Disparo Externo A interface do Disparo externo é usada para acionar a


medição do volume. A entrada é desacoplada.

Por favor, para conectar use um plugue de 4 pólos com


classificação FCC do tipo RJ-10.

Disparo Externo

Atribuição 1,2 5-24 V DC


3,4 Aterramento

Versão 3.0 Página 24 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

6.4.4 Aterramento Para proteger o dispositivo de interferência de campos


eletromagnéticos, bem como evitar o acúmulo de
eletricidade estática interna, o dispositivo deve ser
aterrado usando esta conexão.

Pino de aterramento

Página 25 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

7 Operação
7.1 Ligar e
Desligar o
Aparelho Verifique se todos os cabos e mangueiras estão
conectados corretamente, e verifique a conformidade

Português
com os dados técnicos (> 6 Preparação para o Uso).

O dispositivo pode ser ligado e


desligado por meio da chave
liga/desliga na parte de trás.

7.2 Tela Inicial Quando o FlowAnalyser™ é ligado, aparece uma tela de boas-
vindas. Três segundos depois são exibidas as leituras numéricas.

Caso deseje alterar o idioma de exibição, por favor, use o seletor


de idiomas (> 7.15 Definir o idioma).

7.3 Ajuste de A qualidade do display depende do ângulo de visão. Talvez seja


Contraste necessário ajustar o contraste para se adequar ao ângulo de visão
para obtenção de melhor qualidade do display.
Pode-se ajustar o contraste pressionando simultaneamente as
duas teclas em destaque.

Versão 3.0 Página 26 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

7.4 Descrição dos


Controles de Operação

Teclas

Controle de Acesso Direto Ligado

7.5 Especificações Teclas: As Teclas não têm funções específicas. As


para os Controles de diferentes funções que lhes são atribuídas podem ser vistas
Operação no display.

Controle de O botão de Controle de Acesso Direto (DAC)


Acesso Direto pode ser encontrado ao lado de cada conexão
(DAC): mecânica. Ao se pressionar qualquer botão DAC
as informações associadas da respectiva conexão
mecânica são exibidas no display, por exemplo,
medidas variáveis, faixa de valores, leitura atual, etc.
O tipo de gás e o gás padrão também são exibidos
na parte superior do display.
O LED acima do botão DAC indica qual conexão
está ativa no display.

A janela DAC do Canal Alto Fluxo. (Detalhes exibem


informações sobre vários outros sensores do canal.)

Ligado: O LED indica se o dispositivo está ligado.

Página 27 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

7.6 Tela Numérica Quando você liga o dispositivo a tela Numérico 1 aparece
no display. Quatro valores medidos podem ser exibidos no
display ao mesmo tempo. Na barra de título podem-se ver
as configurações atuais para o tipo de gás, o padrão, a
carga da bateria, o modo de rede e a conexão USB.

Português
7.6.1 Especificação (1) Número da tela Numérica. Ao todo são quatro telas
para a tela numérica numéricas diferentes, que permitem a exibição máxima de
16 valores.

(2) Indicação do Disparo. Este ícone indica a detecção


de um disparo no presente ciclo de ventilação. O ícone é
exibido por 1/2 segundo e indica o início de uma nova
inspiração. Se este ícone não aparecer as configurações
do disparo necessitam ser ajustadas (> 7.13 Ajuste do
disparo).
Quando não for detectado nenhum evento do disparo, a
informação Sem Disparo (No Trig) é mostrada no campo
de leitura.

(3) Escoamento de Base. Este símbolo aparece se a


função escoamento de base foi ativada para a medição de
volume (> 7.13 Ajuste do disparo).

(4) Tipo de gás atualmente selecionado. Dependendo do


tipo de gás que está sendo medido, o dispositivo deve ser
ajustado de acordo (> 7.12 Tipo e Padrão de Gás).

(5) Padrão. Os valores exibidos serão calculados usando


os padrões selecionados. Escolha entre os vários padrões
de gás comuns (>7.12 Tipo e Padrão de Gás).

Versão 3.0 Página 28 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

(6) Fonte de Alimentação. Este símbolo aparece


quando o dispositivo está conectado à fonte de
alimentação.
O analisador também pode ser operado com a
bateria incorporada. Um símbolo de bateria
aparece para indicar o modo de bateria e a
condição da carga da bateria:

Bateria carregada

Bateria descarregada - Favor Recarregar!


Uma mensagem de aviso é exibida se a carga da
bateria fica muito baixa (> 5.4 Modo de bateria).

(7) USB. O analisador pode ser conectado a um PC


através da conexão USB. Este símbolo aparece
se a conexão com o PC foi estabelecida.

(8) Medida variável. Mostra a variável. As variáveis


podem ser alteradas no monitor de configuração
(>7.7.1 Especificação para a tela de
Configuração).

(9) Unidade de medida. Mostra a unidade das


variáveis. As unidades podem ser alteradas no
monitor de configuração. (>7.7.1 Especificação
para a tela de Configuração).

(10) Configuração. Pressione a tecla atribuída para


acessar a tela de Configuração. Aqui é possível
alterar as variáveis de unidade de medida (> 7.7
Tela de Configuração)

(11) Estatística. Pressione a tecla atribuída para


acessar a tela de estatísticas, onde é possível
visualizar os valores mínimo, máximo e médio
para as variáveis específicas (> 7.8 Tela de
Estatísticas).

(12) Leitura. Mostra o valor real medido.

(13) Avançar. Use a tecla atribuída para se mover


entre as quatro telas numéricas.

(14) Menu. Pressione a tecla atribuída para acessar o


menu. É possível acessar o tipo de gás, o disparo
do volume, calibrações, idioma e informações do
sistema a partir do menu.

Página 29 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

7.7 Tela de As telas numéricas podem ser configuradas nas quatro


Configuração. telas de Configuração. Aqui é possível alterar as variáveis
e as unidades de medida correspondentes para todas as
quatro telas numéricas.

Português
7.7.1 Especificação (1) Número da tela de Configuração. É possível
para a tela de alternar entre as quatro telas de configuração diferentes. O
Configuração número da tela de Configuração corresponde ao número
da tela numérica.

(2) A variável medida atualmente exibida na tela


numérica (> 15 Apêndice B: Valores e Unidades). É
possível destacar qualquer valor na tela pressionando as
teclas de seta. Um LED vermelho alerta para a conexão
mecânica correspondente.

(3) A unidade de medida usada para a variável na


tela numérica (> 15 Apêndice B: Valores e Unidades).

(4) Alterar. Esta tecla alterna o modo de edição para


que você possa alterar a variável correspondente ou
unidade de medida. Pressione Salvar para salvar o novo
valor.

(5) Avançar. Use esta tecla para mudar de um das


quatro telas de configuração para a próximo.
(6) Numérica. Pressione esta tecla para sair da tela
de Configuração. O dispositivo retorna à tela numérica.

Versão 3.0 Página 30 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

7.8 Tela de As quatro telas de estatísticas mostram as leituras atuais,


Estatísticas valores mínimos, máximos e médios das variáveis
medidas. As variáveis na tela de estatísticas
correspondem às variáveis na tela numérica.

7.8.1 Especificação da (1) Número de telas de estatísticas. É possível alternar entre


Tela de Estatísticas quatro diferentes telas de estatísticas. O número da tela de
estatísticas corresponde ao número da tela numérica.
(2) Variável Medida. Mostra a variável medida. As variáveis
podem ser alteradas no monitor de configuração (>7.7.1
Especificação para a Tela de Configuração).
(3) Leitura Atual. Mostra o valor real medido usando as
mesmas unidades da tela numérica.
(4) Mín. Este valor mostra o menor valor medido desde a última
redefinição.
(5) Máx. Este valor mostra o maior valor medido desde a última
redefinição.
(6) Média. Este valor mostra a média aritmética de todos os
valores medidos desde a última redefinição. Após um minuto,
uma média móvel de um minuto é mostrada.
(7) Redefinir. Pressione esta tecla para redefinir os valores
estatísticos para zero. Simultaneamente, todos os parâmetros
respiratórios serão definido como “sem Tr”.
(8) Avançar. Use esta tecla para mudar de uma das quatro telas
de estatísticas para a próximo
(9) Numérico. Pressione esta tecla para sair da tela de
estatísticas. O dispositivo retorna à tela numérica.
(10) Armazenar. Pressione esta tecla para salvar os parâmetros
de medição.

Na tela de estatística as mesmas unidades estão


sendo utilizadas, conforme definidas na tela numérica!

Página 31 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

7.9 Tela do Menu Os seguintes parâmetros podem ser visualizados e


alterados na tela do menu:

• Calibrações
• Tipo e padrão de Gás

Português
Disparo
• Idioma
• Ativação de Hardware
• Informações do Sistema

7.9.1 Especificação da (1) Calibrações. O sensor de oxigênio, assim como


Tela do Menu todos os sensores de pressão e fluxo e o
MultiGasAnalyser™ OR-703 podem ser calibrados a
partir deste submenu. A calibração de desvio para a
pressão e o fluxo também podem ser iniciados
pressionando o botão Zero!.

(2) Tipo/Padrão de gás. O tipo o padrão de gás podem


ser especificados neste submenu.

(3) As configurações no submenu de Disparo são


usadas para medir os valores respiratórios. Ao
escolher diferentes modos de respiração disparos
padrão podem ser selecionados.

(4) Ao selecionar um Filtro pode-se calcular a média dos


valores exibidos da Tela um determinado período de
tempo.

(5) idioma. Selecione aqui o idioma desejado.

(6) No submenu Ativação de Hardware pode-se ver se


a porta USB ou a comunicação com o sensor multi
gás OR-703 estão habilitadas.
Se o software FlowLab™ ou a integração do sensor
de gás foram pedidos em uma data posterior, será
necessário inserir um código de acesso antes de
poder fazer uma conexão.

Versão 3.0 Página 32 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

(7) Informações do Sistema contém informações


sobre as versões de software e hardware, bem
como os dados da última calibração de fábrica.
Ao pressionar as teclas 2 e 3 simultaneamente se
esconde todo o conteúdo do menu que impacta as
medições. Isso impede alterações indesejadas das
configurações.

(8) Botão Padrão de Fábrica oferece a opção de


redefinir o seu FlowAnalyser™ para as
configurações originais de fábrica.

(9) Voltar sempre retorna ao nível anterior. Esta tela


volta a exibir os valores numéricos.

(10) Zero! Inicia uma calibração de desvio para os


sensores de pressão e fluxo.

Atenção: Durante esta "calibração rápida" não são


exibidos avisos e no final a tela irá mudar
automaticamente para os valores numéricos.

(11) Selecionar. Pressione esta tecla para abrir o


submenu selecionado.

(12) Numérica. Pressione esta tecla para sair do menu.


O dispositivo retorna a tela numérica.

(13) Armazenamento de Dados. Os parâmetros de


medição podem ser salvos e visualizados.

Página 33 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

7.10 Capacidade de 10 registros, cada um contendo até 16 valores de


armazenamento de medição podem ser armazenados diretamente no
dados FlowAnalyser. O padrão do gás e tipo de gás
selecionados são automaticamente armazenados no
registro de dados

Português
7.10.1 Armazenar Passo 1
Dados

1. Entre na tela de Estatística (> 7.8 Tela de Estatísticas)


2. Pressione Armazenar para salvar os valores de
medição exibidos

Passo 2

1. Selecione o número do banco de dados que deseja


armazenar os valores de medição
2. Pressione Armazenar

Aviso: Se já há um registro armazenado no


número do banco de dados selecionado, os novos dados
automaticamente substituem os dados anteriores.

Versão 3.0 Página 34 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

7.10.2 Recuperar dados Passo 1

1. Entre no Menu e selecione Armazenamento de


Dados (> 7.9 Tela do Menu)

Passo 2

1. Selecione o número do banco de dados que deseja


visualizar
2. Pressione Visualizar.

Passo 3

1. Mova-se entre as quatro páginas do número de banco


de dados selecionado pressionando Voltar e
Avançar. Depois de visualizar todas as quatro
páginas do número do banco de dados selecionado,
a primeira página do número do banco de dados
seguinte deve aparecer automaticamente.

Página 35 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

7.10.3 Excluir Dados Passo 1

Português
1. Entre no Menu e selecione Armazenamento de Dados
(> 7.9 Tela do Menu)

Passo 2

1 Em Ação, selecione Apagar tudo

Aviso: Ao selecionar Apagar Tudo todos os


dados armazenados são automaticamente apagados.

Versão 3.0 Página 36 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

7.11 Calibrações Todos os sensores de pressão e fluxo, o sensor de


oxigênio e o MultiGasAnalyser™ OR-703 podem ser
calibrados neste submenu.

7.11.1 Calibrar os
Sensores de Estas calibrações são necessárias se um valor diferente
Pressão e Fluxo de zero for exibido para a pressão diferencial, alta
pressão ou alto fluxo, embora nenhuma conexão fora feita.
Isso pode acontecer durante flutuações extremas de
temperatura.
A calibração restaurar todos os valores para zero.

Por um tempo curto depois de ligar o instrumento


algumas telas podem variar ligeiramente de zero até
atingir a temperatura ideal de funcionamento (10 a 15
minutos).

Portanto as calibrações para zero não devem ser


realizadas, enquanto o instrumento estiver frio.

Durante uma calibração para zero é importante


que não se aplique nenhuma pressão ou fluxo em
qualquer um dos conectores!

Atenção: Ao realizar a calibração de desvio usando o


Zero! estes avisos não são exibidos no display.

Página 37 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

7.11.2 Calibrar o Sensor O sensor de oxigênio consiste em uma célula eletroquímica


de Oxigênio e deve ser recalibrada de vez em quando, como resultado
do tempo de uso.

Português
Ao iniciar a calibração o oxigênio é 100% e em seguida o ar
ambiente deve ser aplicado conforme as instruções do
dispositivo. Durante ambas as fases, é essencial que a
quantidade suficiente de cada gás flua através do canal de
medição principal por um tempo suficiente.
A calibração leva 75 segundos para cada gás. O fluxo ideal é de 20
a 30 I/min e não pode ser alterado durante o processo de calibração.

Se você fizer qualquer alteração na tela de


medição do canal de alto fluxo ou baixo fluxo, a medição
do fluxo deve ser recalibrada. A recalibração só pode ser
realizada pelo fabricante ou uma estação de metrologia
autorizada.

7.11.3 Calibrar o Por favor, consulte o capítulo especial sobre o


MultiGasAnalyser™ MultiGasAnalyser™ OR-703 (> 9 MultiGasAnalyser™ OR-
OR-703 703) .

Versão 3.0 Página 38 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

7.12 Tipo e Padrão do Dependendo do gás a ser medido, primeiramente deve-se


gás definir o tipo de gás apropriado no FlowAnalyser™.
Pode-se escolher entre os seguintes tipos de gases:
• Ar (100%)
• Ar/ O2-Manual. (Ar - O2 Mistura de acordo com a
entrada manual. O valor padrão é 100% O2)
• Ar/ O2 Automático. (Ar - O2 Mistura de acordo com a
leitura do sensor da célula de mistura interna).
• N2O/ O2-Manual. (Óxido nitroso- O2 Mistura de acordo
com a entrada manual. Valor padrão é 100% O2)
• N2O/ O2-Automático. (Óxido nitroso- O2 Mistura de
acordo com a leitura do sensor da célula de mistura
interna)
• Heliox (21% O2)
• He/ O2-Manual. (Hélio- O2 Mistura de acordo com a
entrada manual. Valor padrão é 100% O2)
• He/ O2-Automático (Hélio- O2 Mistura de acordo com a
leitura do sensor da célula de mistura interna)
• N2O (100%)
• CO2 (100%)
Pressionar Alterar para alternar entre as várias opções, e
selecione o valor com Salvar. Ao usar O2-Man a
concentração de O2 pode ser alterada no mesmo modo.
As condições padrão são as condições específicas para
pressão, temperatura e as vezes umidade também, que
formam a base para determinar o fluxo medido real. Por
isso, é essencial que se verifique exatamente em qual
condição padrão o valor exibido é baseado!
O padrão atual selecionado é mostrado na tela numérica
(> 5.2 Condições Padrão para Medição de Vazão).
Ao pressionar Alterar pode-se ver um sinal de mais e de
menos, os quais podem ser usados para alternar entre as
diferentes opções. Selecione o valor com Salvar.

A Seleção do tipo de gás errado ou o padrão de


gás errado pode levar a imprecisões de medição de até
20%.

Página 39 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

7.13 Definir o Disparo O início e no fim dos cálculos de volume e os parâmetros


respiratórios são determinados por meio de um disparo. O
disparo pode ser ajustado para iniciar e parar de acordo
com o fluxo ou a pressão ou no canal de alto fluxo (> 10
Medição dos Coeficientes Respiratórios).

7.13.1 Seleção do Modo Na seleção do modo de ventilação podem-se ajustar os


de Ventilação valores aceitáveis padrão do disparo para cada modo. Ao

Português
estar se usando estes disparos padrão , pode-se executar
90% de todas as tarefas de medição.

Pode-se selecionar entre os seguintes modos de


ventilação:

• Ventilação Pediátrica (A medição do fluxo será


tomada no Canal de Baixo Fluxo, onde a pressão
é medida no conector para pressão diferencial
Pdiff)

• Ventilação Adulto (Medições no Canal de Alto


Fluxo.)

• Ventilação de Alta Frequência (Medições no


Canal de alto fluxo.)

Versão 3.0 Página 40 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

7.13.2 Disparo Padrão Cada Modo de Ventilação está relacionado com um


conjunto de disparos padrão. Ao pressionar Redefinir
pode-se sempre voltar a esses padrões.

Disparo padrão para ventilação Pediátrica:

Atenção: As medições no modo pediátrico são


tomadas no Canal de Baixo Fluxo. Os valores de
pressão adequados devem ser medidos no conector
Pdiff.
É por esse motivo que o Pdiff deve ser conectado ao
canal de fluxo, utilizando um conector T.
Se o modo do disparo estiver definido para pediátrico,
uma compensação de pressão para o Canal de Baixo
Fluxo é ativada automaticamente.
Disparo padrão para Ventilação Adulto:

Disparo padrão para Ventilação de Alta Frequência

Página 41 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

7.13.3 Ajustes Detalhados


do Disparo

Português
(1) Canal de fluxo. Aqui é possível alterar o canal de medição
(AF = Alto Fluxo;BF = Baixo Fluxo).
Depois, pode-se decidir se os valores internos (Fluxo ou
Pressão) são usados para detectar um disparo ou se um
disparo externo deve ser utilizado (>7.13.4 Utilização de
um Disparo Externo) .
(2) Variável utilizada para os disparos de início e parada.
Pode-se selecionar pressão ou fluxo no canal de Alto
fluxo.
(3) Limite do disparo
> Limite positivo (curva ascendente)
< Limite negativo (curva descendente)
(4) Nível de Disparo. Se ultrapassado este nível a medição
do volume inicia ou para. O nível tem que estar na faixa
de -250 ... 250 Ipm (canal AF) ou -15 ... 15 Ipm (canal BF)
(5) Unidade de medida para a variável selecionada de
disparo de início e parada.
(6) Redefinir. Pressione a tecla redefinir atribuída para
carregar os valores padrão para o disparo. A maioria dos
volumes pode ser medida com essas configurações
(> 10.3 Valores de Disparo padrão).
(7) Escoamento de Base. Aqui é possível ligar e desligar o
escoamento de base. O escoamento de base é um fluxo
constante que não deve ser incluído no cálculo. Se esta
função for selecionada, um símbolo correspondente
aparece no display (>7.6 Tela Numérica).
(8) Alterar. Esta tecla direciona ao modo de edição, onde é
possível alterar a variável correspondente.
(9) O Atraso impede que um único ponto venha a ativar um
disparo. Se o nível de disparo apropriado não for mantido
pela duração do atraso selecionado o disparo não será
aceito.
O Modo de Alta Frequência usa como padrão um atraso
curto!
(10) Numérico. Pressione esta tecla para sair da tela de
estatísticas. O dispositivo retorna à tela numérica.

Versão 3.0 Página 42 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

7.13.4 Utilização de
Disparo Externo

(1) Externo. Um sinal de disparo externo é usado para


calcular o volume (> 6.4.3 Disparo Externo).

(2) Iniciar. Especificar se a medição do volume deve


acontecer em um limite ascendente ou descendente
no sinal.

(3) Redefinir. Pressione a tecla redefinir atribuída para


carregar os valores padrão para o disparo. A maioria
dos volumes podem ser medidas com estas
configurações.

(4) Escoamento de Base. Aqui é possível especificar o


escoamento de base. O escoamento de base é um
fluxo constante que não deve ser incluído no cálculo.
Se esta função for selecionada, um símbolo
correspondente aparece no display (>7.6 Tela
Numérica).

(5) Alterar. Esta tecla direciona ao modo de edição,


onde se pode alterar a variável correspondente.

(6) O Atraso impede que um único ponto venha a ativar


um disparo.

(7) Numérico. Pressione esta tecla para sair da tela de


estatísticas. O dispositivo retorna à tela numérica.

Página 43 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

7.14 Filtro O display do FlowAnalyser™ é atualizado a cada 500 ms,


ou em outras palavras duas vezes por segundo. A
aquisição de novos valores de medição ocorre a cada
5ms. Sem o uso de um filtro o último valor medido será
exibido na atualização da tela.

Uma vez que cada medição mostra algum ruído, faz


sentido calcular a média dos valores por um período de
tempo específico. Este é o significado da função filtro.

É possível selecionar um dos seguintes filtros:

Português
• Nenhum (Exibição do último valor medido, sem
limites)

• Baixo(Valor médio por 240ms)

• Médio (Valor médio por 480ms)

• Alto (Valor médio por 960ms)

O filtro padrão é Médio. Pressione Alterar para percorrer


os filtros diferentes utilizando as teclas de seta. Pressione
Salvar para salvar o filtro selecionado.

A função filtro somente impacta os valores


exibidos na tela do FlowAnalyser.

O Software FlowLab™ sempre mostra os valores brutos,


não filtrados.

7.15 Definir o Idioma O display pode ser ajustado para vários idiomas. Os
idiomas disponíveis são constantemente revisados e
atualizados.

Pressione Alterar para percorrer os idiomas diferentes


usando as teclas de seta. Pressione Salvar para salvar o
valor selecionado.

7.16 Ativação de No submenu Ativação HW pode-se visualizar se a porta


Hardware USB ou a comunicação com o MultigasAnalyser™ OR-
703 estão ativadas.
Se o software FlowLab™ ou a integração do sensor de
gás forem acrescentados depois, deve-se inserir um
código de acesso, antes que seja possível usar o recurso
opcional.

Versão 3.0 Página 44 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

Para inserir um código de acesso pressione Liberar. Em seguida


vários números aparecem, e podem ser selecionados com as
teclas de seta. Usando Alterar pode-se definir cada número para
o valor correto, e depois é possível salvá-lo com Salvar.
Uma vez que todos os dígitos foram inseridos pressione Definir
Senha para salvar o código. Na tela aparece a informação
Ativado se o código inserido estiver correto. Por favor, inserir o
código com a justificação correta, e deixar as restantes posições
como 0.
7.17 Acessar as As seguintes informações podem ser encontradas aqui:
Informações do • A versão de software
Sistema • A versão de Hardware
• Data da última calibração de fábrica
• O número de série do aparelho
7.18 Opções do Menu
Invisível

No menu de Informações do Sistema é possível tornar invisível


todas as opções de menu que contêm configurações que têm um
impacto sobre nas medições. Isso evita alterações indesejadas, por
exemplo, quando utilizado em uma linha de produção.
Pressione as teclas 2 e 3 simultaneamente enquanto o menu de
Informações do Sistema é ativado para tornar as opções invisíveis.

Inserir Informações do Sistema novamente e pressione


as teclas 2 e 3 simultaneamente para tornar visível todas
as opções do menu.

Página 45 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

7.19 Padrões de fábrica

Português
A opção Padrão de Fábrica permite a redefinição das
configurações do FlowAnalyser™ ao padrão de fabricação
do dispositivo.
Atenção: as novas configurações só podem ser ativadas
ao desligar e reiniciar o seu equipamento FlowAnalyser™.

Versão 3.0 Página 46 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

8 Software FlowLab™
8.1 Instalação Verifique se o computador atende a todos os requisitos
mínimos antes da instalação (> 5.7 Requisitos Mínimos
do PC). Favor observar as instruções do software
durante o processo de instalação.

8.2 Comunicação USB Se o dispositivo não foi configurado para usar software
FlowLab™ de fábrica, será necessário fazê-lo depois
inserindo um código de acesso para a interface USB.
Pode-se obter este código junto ao revendedor do
FlowAnalyser™ (> 7.16 Ativação de Hardware) .

8.3 Visão Geral O software FlowLab™ é dividido em três áreas: painéis,


numéricos e tendência. Selecione a área desejada a
partir dos ícones no lado esquerdo da janela FlowLab™.
As três áreas serão descritas nos capítulos seguintes.

8.4 Opções

No menu Ferramentas/Opções, é possível definir as


mesmas configurações que no menu do
FlowAnalyser™: Idioma, Padronização de gás,
Tipo de Gás, e Disparos. (>7.9 Tela do Menu).

Aviso: Com exceção do idioma o


dispositivo irá adotar todas as mudanças feitas
aqui ao FlowAnalyser!

Além disso, é possível encontrar a configuração


Desempenho onde é possível alterar a taxa de
atualização para o monitor do usuário e a área de
configuração para Relatórios. (>8.8 Relatórios)

Página 47 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

8.5 Painéis

Português
Um máximo de 6 leituras podem ser exibidas
graficamente nesta tela. Todas as configurações
relacionadas podem ser feitas no menu de Configuração.

8.5.1 Configuração

Sempre que uma variável for selecionada a conexão


mecânica correspondente é destacada na caixa à
direita, e a faixa é mostrada abaixo.

Versão 3.0 Página 48 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

(1) Valor. Variável medida e sua unidade de


medição.

(2) Grade. A grade pode ser exibida.

(3) Pode-se escolher a cor da linha e seu tipo.

(4) Tipo de Curva. A curva pode ser escolhida em


função do tempo, ou como ciclo. Para a
exibição de ciclo dois valores devem ser
selecionados, um para o eixo x e um para o
eixo y.

(5) Título/Cor de Fundo. Cada quadro pode ser


identificado nesta opção por título. A cor de
fundo do quadro pode ser mudada.

Página 49 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

8.5.2 Disparo de curva O menu disparo de curva refere-se a representação


gráfica das curvas.

Português
Para a curva ser exibida como Normal ou
Curva de tomada única, são necessários disparos
de curva para iniciar o display.

Não confunda este disparo com o disparo de volume,


que calcula os coeficientes de volumes e
respiratórios (> 7.13 Definir o Disparo) .

Versão 3.0 Página 50 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

(1) Fonte do Disparo. Aqui se pode escolher a curva


que será ajustada.

(2) Tipo de Disparo. Aqui se pode escolher o tipo de


disparo. Esta configuração se mantém a mesma
para todos as curvas. Existem três tipos diferentes:

Auto: Sempre mostra a curva atualizada. Não são


necessários disparos de curva!

Normal: Isso exibe uma curva estática, que é


atualizado a cada novo disparo.

De Tomada única. Use esta função para capturar


uma única curva. O disparo deve ser ativado
manualmente.

(3) Nível de Disparo. A curva começa a ser exibida


quando o valor medido passa deste nível.

(4) Pré-disparo. Aqui pode ser ajustado se um


determinado período da curva deve ser exibido
antes do ponto de disparo efetivo.

(5) Limite para o disparo.

8.5.3 Cursores Se houver necessidade de visualizar uma curva com mais


detalhes, isso pode ser feito facilmente com os cursores
disponíveis. Ao todo são quatro diferentes estilos de
cursor:

Valor Y Exibe o valor Y no ponto onde o cursor está


interseccionado.

Período Exibe o período de tempo entre dois


cursores.

Frequência Exibe a frequência entre dois cursores.

Pico – Pico Exibe o valor de Y entre dois cursores.

Página 51 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

(1) Cursor Global. Ao escolher um dos 4 ícones


correspondentes pode-se selecionar um cursor para
aplicar a todas as curvas exibidas no estilo
correspondente.
(2) Cursor Individual. Também é possível aplicar um
cursor somente para uma curva. Ao dar-se um clique
com o botão direito do mouse sobre o cursor,
aparece um menu onde se pode mudar o estilo do
cursor.
(3) Curva. Se duas curvas são exibidas
simultaneamente em um painel, é possível dar um
clique no título da curva correspondente para

Português
selecionar a curva relativa ao cursor.

8.6 Valores Numéricos Nesta área, os dados são apresentados numericamente. Os


valores estatísticos para cada variável também podem ser
vistos aqui, por exemplo, o valor médio, e o valor menor e o
maior desde a última redefinição. Além disso, é possível
verificar a tolerância de cada medição. Se o valor medido é
adequado para a faixa de medição aceita pré-definida, o
software marcar o valor com:
As variáveis gerais dos sensores estão na parte superior e
os parâmetros respiratórios na parte inferior.
A aparência geral da tela numérica também pode ser
ajustada às necessidades individuais no menu
Configuração.
Nas colunas Ponto de Ajuste (Setpoint), Limite
Baixo(Limit Lo) e Limite Alto(Limit Hi) pode-se definir as
condições para a verificação automática das medições.

Versão 3.0 Página 52 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

8.7 Tendências Nesta área, as medições podem ser gravadas dentro


de um faixa de tempo específica. Selecione o menu
Configuração para iniciar uma gravação específica
de tendência.

8.7.1 Configuração

(1) No campo Variáveis Medidas pode-se definir


as variáveis e as unidades de medida a serem
gravadas. É possível também selecionar a cor da tela
gráfica. A conexão mecânica correspondente e a faixa
de medição possível podem ser encontradas na caixa
na seção superior direita do display.

(2) No campo Duração da Gravação é possível


especificar a duração da gravação de dados. A faixa
vai de 1 minuto a 100 horas.

(3) O campo Intervalo de Gravação define a


frequência que os dados devem ser gravados.
Selecionar de uma faixa de 0.1 segundos a 60
minutos.

(4) No campo Recursos de Memória, é possível


verificar o tamanho do arquivo esperado e a memória
necessária para a operação.

(5) No campo Eixo Tempo, é possível selecionar


a unidade de medida que se aplica ao eixo-x
.
(6) No campo Nome do Arquivo, é possível
especificar o nome do arquivo e local de
armazenamento.

Página 53 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

Dependendo do tempo de gravação e do


intervalo podem ser produzidos arquivos muito
grandes que podem causar problemas ao
computador.

Português
Sob circunstâncias normais, é recomendado um
tamanho máximo de 1 MB.

(7) A seção Arquivo permite a inserção de um título, que


será exibido acima das curvas de tendência. Observações
descritivas serão copiadas para o arquivo de tendência,
mas não são mostradas na seção Exibir.
(8) Uma vez que o botão Iniciar é pressionado, os dados são
capturados conforme foram definidos e exibidos online.
Dois arquivos serão gerados: O arquivo *.log. contém
todas as medições e podem ser usadas pelo Excel ou
outro programa de bases de dados. O arquivo *. Ceg
contém as informações para o FlowLab™ poder reabrir os
arquivos de tendência.
É possível acompanhar a aquisição de dados no menu Exibir.
8.7.2 Exibir

Na visualização Exibir as curvas podem ser


visualizadas e analisadas. É possível usar as mesmas
funções de zoom e cursores como com a tela Painéis.

Ao pressionar carregar tendência é possível carregar


outro arquivo de tendência gerado anteriormente.

Versão 3.0 Página 54 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

8.8 Relatório A função de relatório serve para imprimir as medições em


uma folha, que inclui os dados numéricos medidos, as
8.8.1 Configuração curvas, dados da empresa e descrições.

No menu Configuração é possível configurar todas as


informações dos relatórios, bem como o que deve ser
impresso no relatório.

(1) Na área de Opções de Relatórios é possível


selecionar se dados numéricos e/ou curvas devem
ser impressos no relatório.

(2) Na área de Equipamento de Teste é possível


visualizar todas as informações em relação ao
FlowAnalyser™ conectado . Os dados são
automaticamente carregados a partir do dispositivo.

(3) No campo Centro de Teste é possível editar os


dados da empresa e há também a possibilidade de
inserir o logotipo da empresa no relatório.

(4) Use o Objeto de Teste para editar as informações


sobre o objeto de teste, como o local de teste,
instrumento testado ou número de série do
instrumento em teste.
Além disso, é possível definir para imprimir um
número de identificação exclusivo no rodapé do
relatório.

(5) Com o botão Visualização do Atual Relatório de


Dados é possível a produção de um relatório de
dados real, que mostra os dados numéricos e
curvas reais.

Página 55 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

Na tela de visualização é possível ter acesso às opções


de impressão, bem como o layout da página e salvar as
opções de configurações.

Português

Versão 3.0 Página 56 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

8.9 Calculadora de Gás A calculadora de gás permite aos usuários configurar


uma mistura de diferentes frações de gás para as
medições de fluxo e volume. Os usuários podem
selecionar a proporção de gases padrões, bem como a
proporção e as características físicas dos gases
especificados.

(1) Os gases especificados (definido pelo usuário)

(2) Proporção do volume total de gás

(3) Características físicas (informado pelo usuário)

(4) Mistura de gás total

(5) Balanço de Gás (A proporção entre o balanço de


gás é calculado automaticamente. A soma das
proporções deve ser de 100%)

Página 57 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

8.10 Configurações No menu da barra de ferramentas do cabeçalho


do FlowLab™ em Arquivo as opções Carregar as Configurações do
FlowLab ... e Salvar Configurações do FlowLab
permitem que os usuários salvem e carreguem as
configurações definidas pelo usuário.

As seguintes configurações podem ser salvas usando


esta importante função do menu:

- Painéis

Português
- Numéricos
- Tendência
- Relatórios

As configurações são salvos como um arquivo *.em.

Versão 3.0 Página 58 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

9 MultiGasAnalyser™ OR-703
9.1 Descrição O MultiGasAnalyser™ OR-703 é um Gas Bench de última
geração de 10 canais com infravermelho não dispersivo
9.2 Uso pretendido (NDIR), um sensor de pressão barométrica, um regulador
de potência, uma CPU e uma interface digital RS-232.
9.3 Avisos O sensor mede a concentração de
• Dióxido de Carbono Dióxido(CO2),
• Óxido nitroso Óxido (N20),
• Halotano (HAL),
• Enflurano (ENF),
• Isoflurano (ISO),
• Sevoflurano (SEV),
• Desflurano (DES)
Ao mesmo tempo, é possível medir CO2. N20 e um dos
cinco agentes narcóticos.
O MultiGasAnalyser™ OR-703 é destinado a ser
conectado ao FlowAnalyser™ para medições de gás, a fim
de calibrar ou testar sistemas anestésicos.
Não se destina a ser utilizado em meios de monitorização
de um paciente.
Não se destina a ser utilizado em aplicações de transporte
ao ar livre como em carros ou em aeronaves.

O MultiGasAnalyser™ OR-703 se
destina ao uso somente por pessoal
profissionalmente treinado.
O MultiGasAnalyser™ OR-703 não deve ser
utilizado com agentes anestésicos inflamáveis.
Adaptadores de vias respiratórias descartáveis
usados devem ser descartados de acordo com
os regulamentos locais para fluidos
contaminados e biológicos.
As medições podem ser afetadas por
equipamentos de comunicações móveis e de
frequência de rádio.
Deve garantir-se que o MultiGasAnalyser seja
usado no ambiente eletromagnético especificado.

Página 59 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

9.4 Design e teoria

Português
O MultiGasAnalyser™ OR-703 consiste de uma
cabeça sensor OR (1), uma célula sensor de oxigênio
(opcional) (2) de um adaptador das vias respiratórias (3)
e um cabo de adaptação (4).
A cabeça do sensor OR se encaixa na parte superior do
adaptador de vias respiratórias que inclui os
componentes ópticos para medição de todos os gases.
Como todas as constantes de calibração necessárias
são armazenadas dentro de cada cabeça do sensor, as
sondas podem ser substituídas sem a necessidade de
recalibração.

A medição de CO2 N20 e agentes anestésicos na


mistura do gás baseia-se no fato de que os diferentes
componentes dos gases absorvem a luz infravermelha
em comprimentos de onda específicos. As medições de
gás são obtidas medindo continuamente a absorção de
infravermelhos do gás no fluxo de gás através do
adaptador.

Para medir as concentrações e identificar os gases, é


medida a absorção de até 10 diferentes comprimentos
de onda de luz infravermelha.

Versão 3.0 Página 60 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

Ligue o sensor OR através do cabo adaptador na entrada


9.5 Como Conectar RS-232 do FlowAnalyser™ e ligue o dispositivo. Utilizar
somente o cabo adaptador fornecido pela imtmedical age.

Encaixe cabeça do sensor OR na parte superior do


adaptador das vias respiratórias. Ao se encaixar
devidamente no lugar pode ouvir-se um clique. Esperar 15
minutos até que as medições sejam feitas, o sensor precisa
se aquecer.

Um LED verde indica que o sensor OR está pronto para uso.

A mensagem acima aparece para indicar que a conexão foi


estabelecida com sucesso. Ao selecionar Detalhes todas as
informações técnicas sobre o sensor serão exibidas.

Página 61 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

Português
Sempre posicionar o sensor OR com o LED apontando para
cima.

Coloque o MultiGasAnalyser™ OR-703 entre a fonte de gás


e FlowAnalyser™

De acordo com a direção do fluxo pelo FlowAnalyser™ o


MultiGasAnalyser™ pode ser conectado na parte frontal ou
traseira do conector das vias respiratórias do
FlowAnalyser™.

O LED situado na cabeça do sensor MultiGasAnalyser™


9.6 Sinalizador LED
OR-703 é usado para sinalizar as seguintes condições:

Luz verde estável Sistema está OK


Luz Azul estável Agente anestésico presente
Luz vermelha estável Erro no Sensor
Luz vermelha piscando Verifique o adaptador

9.7 Calibração da A calibração do ar ambiente da medição infravermelha deve


Cabeça Sensor ser executada em intervalos regulares, bem como após a
substituição do adaptador das vias respiratórias.
A necessidade de uma calibração de ar ambiente é indicado
pela mensagem de alarme ‘permanente’ Calibração de ar
ambiente de OR necessária! que está sendo exibida no
monitor (a mensagem desaparece após a calibração).
A calibração de ar ambiente também pode ser realizada ao
ser descoberto um desvio nas leituras do gás quando as
leituras de gás forem verificadas com um instrumento de
referência. A calibração é realizada ao encaixar-se um novo
adaptador OR das vias respiratórias no sensor OR, sem
conectar o adaptador das vias respiratórias ao circuito das
vias respiratórias, e em seguida iniciar o processo de
calibração nas opções do menu do FlowAnalyser™ (>
7.11.3 Calibrar o MultiGasAnalyser™ OR-703). O adaptador,
ao se encaixar devidamente no lugar pode ouvir-se um clique.
Esperar 15 minutos antes de continuar, o sensor precisa se
aquecer.

Versão 3.0 Página 62 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

Ao substituir o adaptador de vias


respiratórias, uma calibração de zero deve ser
realizada.

Deve-se tomar cuidados especiais para se evitar respirar


dentro do adaptador durante o procedimento de calibração.
A presença de ar ambiente (21 % de O2 e 0% de CO2) no
adaptador OR de vias respiratórias é de importância crucial
para uma calibração de ar ambiente bem sucedida.

Sempre realizar uma verificação de pré-uso após a


realização de uma calibração.

9.8 Manutenção O sensor pode ser limpo com um pano umedecido


Preventiva com etanol ou álcool isopropílico.

As leituras de gás devem ser verificadas em intervalos


regulares com um instrumento de referência. A imtmedical
ag oferece um serviço para a recertificação das medições
do sensor.

Página 63 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

9.9 Especificações do MultiGasAnalyser™ OR-703


Dados Físicos Dimensões (L x C x A) 37 x 27 x 25 mm
1.45 x 1.1 x 0.9 polegadas

Peso <30 g (cabo excluído)

Português
Comprimento do cabo 2.50 m ± 0.02

Dados do Temperatura de 10–40° C, 50–95° F


Ambiente operação

Temperatura de –20 –50° C, –4–122° F


armazenamento

Umidade operacional 10–95% UR, sem condensação

Umidade de 5–100% UR, sem condensação


Armazenamento

Pressão Atmosférica 700–1200 hPa (700 hPa correspondente


Operacional a uma altitude de 3048 m)

Especificações Gás Faixa Precisão


de precisão
CO2 0–10% ± (0.2% ABS + 2% REL)

10–20% ± (0.3% ABS + 4% REL)

N20 0–100% ± (2% ABS + 2% REL)

HAL, ISO, ENF 0–8% ± (0.15% ABS + 5% REL)

8–12% ± (0.2% ABS + 10% REL)

SEV 0–10% ± (0.15% ABS + 5% REL)

10–15% ± (0.2% ABS + 10% REL)

DES 10–22% ± (0.15% ABS + 5% REL)

22–25% ± (0.2% ABS + 10% REL)

Tempo de CO2 <90 ms


elevação (@
O2. N2O, HAL, ISO, ENF, SEV, DES <300 ms
10 l/min)

Monitoramento Dados numéricos e Gráfico em Forma de Onda em Tempo Real com


o Software FlowLab™

Versão 3.0 Página 64 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

10 Medição de Coeficientes Respiratórios


10.1 Geral Para poder medir o coeficiente respiratório o
FlowAnalyser™ tem que ser capaz de distinguir um ciclo
respiratório a partir das curvas de pressão e/ou fluxo. Os disparos
controlam esta função.
Ciclo de Respiração

Inspiração Expiração

Disparo de início

Disparo de parada

Portanto, é essencial que o disparo de início e de parada estejam


corretamente definidos, uma vez que têm um efeito significativo
sobre as medições resultantes.
Os disparos definidos são usados para acionar um ciclo respiratório
(> 7.13 Ajustar do disparo).
Por isso, é muito importante que os disparos sejam definidos
corretamente antes de começar a medir os coeficientes respiratórios.

O disparo de início é definido como o início da


fase de inspiração.
O disparo de parada é definido como o fim da fase de
inspiração e início da fase de expiração.
Expiração continua até que o próximo disparo de início
apareça.

Página 65 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

10.2 Conexão ao Existem três maneiras diferentes de conectar o


Ventilador FlowAnalyser™ ao ventilador.

10.3 Valores Padrão do A Após o conector Y


Disparo

Português
Ventilador Pulmão teste

B No canal de inspiração antes do conector Y

Ventilador Pulmão teste

C. No canal de expiração antes de o conector Y

Ventilador Pulmão teste

Como o FlowAnalyser™ pode medir os fluxos nos dois


sentidos, a conexão A parece ser a melhor opção. Com esta
configuração o fluxo é normalmente selecionado como
variável de disparo. Os valores padrão de disparo para o
disparo de fluxo são os seguintes:

• Disparo de início: Fluxo > 3 l/min

• Disparo de parada: Fluxo < -3 l/min

Disparos padrão adicionais podem encontrados no capítulo


Operação: (> 7.13.2 Disparo Padrão)

A pressão é geralmente utilizada como o sinal de disparo


para as conexões B e C. Neste caso, os valores padrão são
os seguintes:

• Disparo de Início: Pressão > 1 mbar

• Disparo de parada: Pressão < 1 mbar

Versão 3.0 Página 66 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

10.4 Escoamento de O escoamento de base refere-se a um fluxo de base


base constante que não está incluído no cálculo do volume.

Por exemplo, se existe um vazamento definido no sistema,


que constantemente perde 3 l de ar/min, estes 3 l/min não
fazem parte do volume de inspiração. Ao inserir a
informação:

• Escoamento de base: Ligado 3.0 I/min

O cálculo do volume pode ser corrigido para este exemplo.

10.5 Encontrar os A primeira vez que se tem que definir um disparo é


Valores Corretos do necessário saber o padrão da curva do sinal utilizado para o
Disparo disparo (fluxo ou pressão). Por isso, é aconselhável
observar esta primeira curva com o software. FlowLab™.
No gráfico fica mais fácil visualizar onde os disparos devem
ser ajustados.

Abaixo estão alguns exemplos para ilustrar os possíveis


problemas.

10.5.1 Curva de fluxo


após o conector Y

Tempo (s)
Este exemplo mostra um padrão normal de curva de fluxo.
Disparos padrão (> 3 l/min / <- 3l/min) podem ser usados
aqui sem qualquer dificuldade.

Nesta situação, deve se garantir que o disparo


seja ajustado bem acima do ruído na linha de base,
porque isso pode provocar falsas leituras.

Página 67 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

10.5.2 Curva de fluxo antes


do conector Y
Disparo Falso

Português
Tempo(s)

Esta curva mostra a curva de fluxo no canal de inspiração


antes do conector Y. Os dois primeiros círculos marcam os
disparos que devem ser usados aqui.

A figura acima mostra outro pequeno sinal falso no ponto


de medição após a inspiração. Isto é devido às válvulas
mudando e causando um disparo falso!

Atenção: O fluxo não pode ser utilizado como


um disparo neste caso - a curva de pressão deve ser
utilizada (>10.5.3 Curva de pressão antes do conector
Y).

Versão 3.0 Página 68 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

10.5.3 Curva de Pressão


Antes do conector Y

Tempo [s]

Os disparos padrão podem novamente ser utilizados para a


curva de pressão: (> 1 mbar / <1 mbar).

No entanto, por favor certificar-se aqui também


que o disparo é ajustado bem acima do ruído da linha
de base. Se não o for, o valor deve ser elevado.

Por favor, notar que é muito fácil descobrir onde o disparo


deve ser ajustado usando o cursor no software FlowLab™
(> 8.5.3 Cursores) .

10.6 Situações Especiais A utilização de um limiar de disparo padrão possibilita a


obtenção de bons dados calculados, geralmente de maior
precisão do que os calculados pelos ventiladores de hoje.
Dados calculados mais precisos podem, efetivamente, ser
obtidos estabelecendo diferentes limiares de disparo.

Se os valores do FlowAnalyser™ devem ser comparados


com os valores de um ventilador é importante saber
exatamente como o valor necessário é medido ou calculado
no ventilador.

Página 69 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

10.6.1 Volume Inspirado Vti Quando o ciclo de ventilação atinge um patamar ou uma
pausa, o fluxo de inspiração é tecnicamente zero, no
entanto, um fluxo muito pequeno poderia permanecer e
ser medido e integrado. A maioria dos ventiladores atuais
não conta este fluxo no cálculo do volume.

Ao adaptar os ajustes de disparo, conforme descrito


abaixo, pode-se ajustar o FlowAnalyser™ para
desconsiderar estas medições:

Português
Ciclo de respiração

Inspiração Expiração

Disparo de
início e parada

10.6.2 Volume Expirado Vte Uma situação similar poderia surgir durante a medição
Vte:
Ciclo de respiração

Inspiração Expiração

Disparo de início

Disparo de parada

Versão 3.0 Página 70 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

11 Cuidados e Manutenção
11.1 Orientações para o Os trabalhos de manutenção devem ser realizados com
Cuidado e Manutenção cuidado e de acordo com os regulamentos para garantir que o
FlowAnalyser™ funcione de forma segura e eficaz. Usar
somente peças recomendadas do fabricante (> Erro! Fonte de
referência não encontrada. Erro! Fonte de referência não
encontrada) .

As Orientações e as dicas de manutenção


fornecidas pelos fabricantes individuais devem ser
explicitamente seguidas.

11.2 Observações
sobre Substituição O trabalho de manutenção listado abaixo deve
Componentes ser executados somente por profissionais experientes
que estejam familiarizados com o FlowAnalyser™.
Todos os outros reparos e serviços devem ser
realizados somente por pessoal treinado. Sempre
consulte as instruções individuais do fabricante.

11.3 Rotinas de Para garantir a precisão e confiabilidade máximas e de


Limpeza e Manutenção longo prazo de seu dispositivo, as rotinas de manutenção a
Preventiva seguir devem ser realizadas em intervalos regulares:

Durante a operação:
• Use sempre o filtro de proteção em ambos os
canais.

A cada quatro semanas


• Verifique o filtro de proteção quanto a
permeabilidade. Isto deve ser medido como uma queda de
pressão através do filtro. Instalar um conector T em cada
entrada e saída do filtro e ligar cada um à porta de pressão
diferencial enquanto se aplica de um fluxo de 60 l/min. O
filtro deve ser trocado se a queda de pressão for maior que
2 mbar.

A cada 12 meses:
• A calibração de fábrica para garantir medições
precisas e confiáveis.

Página 71 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

11.3.1 Substituição da Quando as telas de medição são substituídas a medição de


Tela de Medição fluxo irá exigir uma recalibração subsequente. Isso só pode
ser realizado pelo fabricante ou por laboratórios de
metrologia autorizados.

11.3.2 Substituição do Para substituir o sensor de oxigênio a tampa deve ser


Sensor de Oxigênio removida

Português
Usando uma ferramenta adequada solte os parafusos 1 e 2
que prendem a tampa.

Empurre a tampa com cuidado para frente.

Puxe a tampa para cima.

O sensor de oxigênio fica localizado no interior do analisador.

1. Remover o plugue do sensor de oxigênio.

2. Retirar o sensor de oxigênio girando no sentido


anti-horário.

3. Colocar o novo sensor de oxigênio girando no


sentido horário para inseri-lo no dispositivo e
reconectar o plugue.

Versão 3.0 Página 72 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

4. Recolocar a tampa.

5. Calibrar o sensor de O2 (> 7.11.2 Calibrar o Sensor de


Oxigênio)

11.3.3 Substituição Para substituir os fusíveis é necessário remover


dos Fusíveis a placa traseira:

Usando uma ferramenta


adequada soltar os parafusos
1– 6 que prendem a placa
traseira

Puxar a placa traseira.

Os dois fusíveis estão localizados na placa de circuito


impresso dentro do FlowAnalyser™

1. Desconectar a Bateria.

2. Remover o fusível com defeito.

3. Inserir o novo fusível.

Página 73 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

Português
(F1) 1.25 FA (alimentação externa 18V)
(F2) 1.25 FA (alimentação interna 12V)

Usar somente peças recomendadas pelo


fabricante (> 12 Acessórios e Peças de Reposição).

4. Recolocar a placa traseira.

11.4 Contatos Favor encaminhar qualquer questão ou problema a um


dos endereços abaixo.

11.4.1 Endereço do imtmedical ag


Fabricante Gewerbestrasse 8
CH-9470 Buchs
Switzerland (Suíça)
Tel: +41 (0) 81 750 66 99
Fax: +41 (0) 81 750 66 95
E-Mail: sales@imtmedical.com
11.4.2 Suporte Técnico Tel: +41 (0) 81 750 66 99
Fax: +41 (0) 81 750 66 95
E-Mail: techsupport@ imtmedical.com

Versão 3.0 Página 74 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

12 Acessórios e Peças de Reposição


12.1 Endereço para imtmedical ag
Pedidos Gewerbestrasse 8
CH-9470 Buchs Switzerland (Suíça)
Tel: +41 (0) 81 750 66 99
Fax: +41 (0) 81 750 66 95
E-Mail: Sales@imtmedical.com

12.2 Modelos Artigo Número de Ordem


Disponíveis FlowLab™ PF-300 300.116.000
FlowAnalyser™ PF-301 VAC 300.116.001
FlowAnalyser™ PF-302 LOW 300.116.002

12.3 Opções Artigo Número de Ordem


Software FlowLab™ 900.015.000
MultiGasAnalyser™ OR-703 500.041.000
SmartLung™ Adulto 300.162.000
SmartLung™ Infantil 300.400.004
EasyLung™ 300.756.000

Por favor, visite www.imtmedical.com para mais opções e


peças de reposição

Página 75 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

13 Descarte
O operador é responsável pelo descarte do dispositivo. O
operador deve:

• Entregar o dispositivo para o fabricante para descarte,

Português
de forma gratuita e com encargos pagos, ou
• Entregar o dispositivo a uma empresa de coleta
licenciada privada ou pública ou
• Profissionalmente desmontar os componentes e reciclá-
los/eliminá-los adequadamente.

Caso um operador decida descartar o dispositivo por si


próprio, os regulamentos de descarte são específicos
para cada país e previsto nas leis e regulamentos
correspondentes. Por favor, consulte as autoridades
responsáveis para obter instruções sobre as ações
necessárias.

Tendo esta realidade em mente, todos os resíduos devem


ser reciclados ou descartados...

• Sem qualquer risco para a saúde humana


• Sem empregar procedimentos ou métodos que causam
danos ao meio ambiente - em particular à água, o ar, a
terra, a flora e fauna
• Sem causar qualquer incômodo de ruídos ou de odor
• Sem prejuízo ao ambiente ou a paisagem.

Versão 3.0 Página 76 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

14 Apêndice A: Abreviaturas e Glossário


A
A Amperes
AC Corrente Alternada
ASB Ampere Ação Lenta
B
bar 1 bar = 14.50 psi

C
°C Graus Celsius
Conversão de Fahrenheit (F)para Celsius (C):
F = 9*C/5 + 32
Cstat Complacência Estatística
D
dBA Decibéis medida com filtro A
DC Corrente contínua
DIN Deutsche Industrienorm (Normas Industriais Alemãs)
DAC Controle de Acesso Direto
E
EMC Compatibilidade eletromagnética

Escoamento de Base O escoamento de base é um fluxo constante, que não deve ser
incluído no cálculo do volume.
F
°F Graus Fahrenheit
Conversão de Celsius (C)para Fahrenheit (F):
C = (F-32*5/9
FCC RJ-10 Plugue de conexão para Disparo externo (RJ . .. ‘Registered Jack
‘, interfaces de conexão de telefone, registradas com a FCC, a
Comissão Federal de Comunicações dos EUA.)
G
GND Aterramento
H
-1
Hz Hertz (1 Hz = 1 s )
H Hora
HF Alta Frequência
I
IP Classe de proteção de acordo com a norma
I: E Relação o tempo da respiração, inspiração para expiração
L
L Litro
Lbs Libra
LED Diodo Emissor de Luz
l/s Litros por segundo

Página 77 / 80 Versão 3.0


Manual do Usuário FlowAnalyser™

M
Máx, máx Máximo
-3
mbar Milibar (1 mbar = 10 bar )
Min Minuto
Mín, mín Mínimo
-3
mm Milímetro (1 mm = 10 m)

Português
-3
ml Mililitro (1 ml = 10 I)
P
-6
ppm Partes por milhão (1* 10 )
prox. Proximal
psi Pressão por polegada quadrada (1 bar = 14.50 psi)
Ppeak Pressão de pico
Pmean Pressão média
PEEP Pressão Expiratória Positiva Final
PF Insp. Fluxo de Pico de Inspiração
PF Exp. Fluxo de Pico de Expiração
Pplateau Pressão de Platô no final da inspiração

R
RS-232 Interface serial
RJ-10 FCC Plugue de conexão para Disparo externo (RJ . .. ‘Registered Jack ‘,
interfaces de conexão de telefone, registradas com a FCC, a Comissão
Federal de Comunicações dos E.U.A.)

S
sl/min Litros por minuto padrão (calculadas utilizando condições do ambiente de
0° C e 1013 mbar)
T
Ti/TCycle Razão tempo de inspiração: tempo de ciclo de respiração
U
UR Umidade Relativa do ar

V
V Volt
VA Consumo de energia aparente do dispositivo
VAC Volt Corrente Alternada
VDC Volt Corrente Continua

-6
μm Micrômetro (1 μm = 10 m)

Versão 3.0 Página 78 / 80


Manual do Usuário FlowAnalyser™

15 Apêndice B: Valores e Unidades


15.1 Pressão Valor Descrição Unidades
Pressão atmosférica P Atmo.
Alta pressão P Alta mbar, bar, inH2O, cmH2O,
Pressão em Alto Fluxo P (HF) psi, Torr, inHg, mmHg, hPa,
Pressão Diferencial P Dif. kPa
15.2 Fluxo Valor Descrição Unidades
Alto fluxo Fluxo A l/min, ml/min, cfm, s/l, ml/s
Baixo fluxo Fluxo B l/min, ml/min, cfm, l/s, ml/s
15.3 Valores de Valores Descrição Unidades
Metrologia
Temperatura Temp. °C, K,°F
Umidade Umidade %
Oxigênio O2 %
Ponto de orvalho Pt Orvalho ° C, K,°F
Volume vol. (HF) ml, I, cf
15.4 Concentrações Valor Descrição Unidades
de Gás
Gás concentração Concentração %
De gás
Pressão parcial Pressão bar, bar, inH2O, cmH2O,
parcial psi, Torr, inHg, mmHg, hPa,
kPa
15.5 Parâmetros Valor Descrição Unidades
Respiratórios
Pressão Expiratória PEEP mbar, bar, inH2O, cmH20,
Final
Pressão média Pmean psi, Torr, inHg, mmHg, hPa,
Pressão de pico Ppeak KPa
Pressão de platô Pplateau
Ventilação minuto Ve
Expiração
Ventilação minuto Vi l/min, ml/min, cfm, l/s, ml/s
Inspiração
Fluxo de pico PF Insp.
Inspiração
Fluxo de pico PF Exp.
Expiração
Volume Expirações Vte ml, I, cf
Volume Inspiração Vti ml, I, cf
Taxa Taxa b/min
Manual do Usuário FlowAnalyser™

Relação I: E
Tempo de Expiração Te s
Tempo de Inspiração Ti s
Conformidade Cstat MI/mbar, I/mbar, ml/cmH2O,
ml/cmH2O

15.6 Fatores de Conversão

Português
1 mbar É igual a 0.001 bar
100 Pa
1 hPa
0.1 KPa
0.75006 torr (760 torr = 1 atm.)
0.000986 atm
0.75006 mmHg (a 0° C)
0.02953 inHg (a 0° C)
1.01974 cmH20 (a 4° C)
0.40147 inH2O (a 4° C)
0.01450 psi, psia

1 bar É igual a 1000 mbar


0.1 Pa
1000 hPa
100 kPa
750.06 torr (760 torr = 1 atm.)
0.986921 atm
750.06 mm Hg (a 0° C)
29.53 inHg (a 0° C)
1019.74 cmH2O (a 4° C)
401.47 inH2O (a 4° C)
14.50 psi, psia

Versão 3.0 Página 80 / 80

Você também pode gostar