Você está na página 1de 40

PUBLICIDADE

DOM01DEZ
Domingo
1 de Dezembro de 2019
Ano 44 • N.º 15827

Kz 45,00
Director: VÍCTOR SILVA
Director-Adjunto: CAETANO JÚNIOR
www.jornaldeangola.co.ao

EMPREENDIMENTO FOI INAUGURADO EM BENGUELA PELO PRESIDENTE DA REPÚBLICA

Complexo industrial processa


100 mil toneladas de alimentos KINDALA MANUEL| EDIÇÕES NOVEMBRO | BENGUELA

No quadro da redução das


importações e aumento da pro-
dução nacional, o Presidente
da República, João Lourenço,
inaugurou, ontem, no bairro
Taco, arredores da cidade de
Benguela, o Complexo Indus-
trial Carrinho, que produz,
mensalmente, 100 mil tone-
ladas de produtos da cesta básica.
O Presidente espera que pro-
jectos como este sejam repli-
cados pelo país. Depois do acto
inaugural, João Lourenço garan-
tiu que todos os empresários
que trabalharem no sentido de
melhor aproveitamento dos
produtos do campo terão o apoio
do Governo. Sublinhou que o
empreendimento industrial,
ontem inaugurado, vai ajudar
o país a combater o desemprego
e a reduzir a importação de bens
alimentares, passando apenas
a comprar matérias-primas e
não produtos acabados para o
consumo das populações. O
Complexo Industrial Carrinho
tem o mérito de não apenas
importar matérias-primas para
serem transformadas, mas,
também, o de absorver a pro-
dução do campo. A unidade
industrial é composta por 17
fábricas, das quais 15 de voca-
ção alimentar e duas não-ali-
mentares. POLÍTICA • 4

ENGENHEIRO FERNANDO PACHECO NAMÍBIA


DR

NESTA EDIÇÃO
CAETANO JÚNIOR
Falta organização para o crédito agrícola
ECONOMIA • 7
Uma nova face
do jornalista
VIGAS DA PURIFICAÇÃO | EDIÇÕES NOVEMBRO
PALAVRA DO DIRECTOR • 2 VILA REAL CONCESSÃO
LIGA DOS CAMPEÕES
BRUXELAS
Bélgica promove Adão de Almeida Transporte
investimentos para Angola
ECONOMIA • 6
no Congresso aéreo aberto
IVAN ALEKXEI
dos Municípios ao investidor
Portugueses O novo regulamento de
O ministro da Administração acesso e exercício da acti-
do Território e Reforma do vidade de transporte aéreo
Estado, Adão de Almeida, elimina a obrigatoriedade
assistiu, como convidado de 51 por cento do capital
especial, ao XXIV Congresso
da Associação Nacional dos
ser titulado por cidadãos
nacionais para efeitos de
Presidente
Municípios Portugueses, que
decorreu até ontem na cidade
atribuição de contrato de
concessão. O mercado da
Hage Geingob
DESPORTO• 23
Dos bares de Vila Real. O evento foi
aberto por Marcelo Rebelo
actividade de transporte
aéreo está aberto a todas as foi reeleito
Começo pouco promissor
aos grandes palcos
CADERNO FIM-DE-SEMANA de Sousa e encerrado por pessoas singulares com ÁFRICA • 10
António Costa. ÚLTIMA • 24 capacidade técnica.POLÍTICA •5
2 OPINIÃO Domingo
1 de Dezembro de 2019

PALAVRA
DO DIRECTOR Rua Rainha Ginga, 12-26
Caixa Postal 1312 - Luanda
Redacção: 222 020 174
REVISTA DA SEMANA
Telefone geral (PBX): 222 333 344
Fax: 222 336 073
Caetano Júnior Telegramas: Proangola
E-mail: ednovembro.dg@nexus.ao Sábado, 23 de Novembro nistradores municipais e adjuntos dos dis-
O Chefe de Estado, João Lourenço, orienta, tritos urbanos e comunas de Cacuaco e Ki-
DIRECTOR: no município do Sumbe, a reunião do Conselho lamba Kiaxi.

Uma nova face do jornalista


Víctor Silva
DIRECTOR-ADJUNTO: de Auscultação Social, no âmbito da visita de
Caetano Júnior
DIRECTOR EXECUTIVO:
dois dias à província do Cuanza-Sul.
Guilhermino Alberto A vice-presidente do MPLA, Luísa Damião, di- Quarta-feira, 27 de Novembro
Há algum tempo que se começou a desenhar uma nova face do jornalista,
EDITOR EXECUTIVO: rige, em Luanda, o acto central do 57º aniver- A Comissão Económica do Conselho de Mi-
consumada na antítese do que ele representou no passado e dos pressupostos Diogo Paixão
em que assentam a fundação do Jornalismo enquanto ciência ou actividade sário do partido, realizado no pavilhão des- nistros, reunido sob orientação do Chefe de
SUB-EDITOR EXECUTIVO:
profissional. Este jornalista tem a faceta potenciada pelo advento das Cândido Bessa portivo “Dream Space”, em Viana. Estado, João Lourenço, aprecia, em Luanda,
novas tecnologias e vive, como avalia Catarina Carvalho, no mesmo ecos- GRANDE REPÓRTER:
O ministro da Comunicação Social, Nuno Carnaval, a Proposta de Lei que altera o Código do Im-
sistema das notícias falsas, no ambiente digital, nas redes sociais, enfim, Luísa Rogério visita a cidade do Sumbe, onde constata as con- posto sobre o Rendimento do Trabalho.
nas plataformas. Ele não se importa com os valores mais elementares que EDITORIAS: dições de trabalho das delegações provinciais da Zeca Moreno, candidato da lista A, é anunciado,
POLÍTICA:
balizam a actividade para a qual foi empurrado e, por isso mesmo, lhe des- Santos Vilola (editor-chefe), Edições Novembro, Angop, TPA e Rádio Nacional. em Luanda, vencedor das eleições da União
conhece até fundadores, precursores e moralizadores. Fonseca Bengui (subeditor) e
Bernardino Manje (subeditor) O Serviço de Investigação Criminal detém, em Nacional dos Artistas e Compositores, realiza-
O jornalista que agora emerge alienou-se das particularidades ine- Adelina Inácio, João Dias, César André,
Edna Dala, Garrido Fragoso Luanda, um cidadão nacional com identidade das, em simultâneo, em Benguela, Huambo,
rentes à actividade profissional propriamente dita. Preferiu dedicar e Gabriel Bunga
não revelada considerado “barão da droga”, que Cabinda e Malanje.
todo o conhecimento de que se gaba a uma causa que, por tão próxima OPINIÃO:

que pareça, dificilmente se compara ao Jornalismo. Apenas se confunde.


Ambrósio Clemente (editor-chefe),
Faustino Henrique (subeditor)
fazia parte de uma rede cujos integrantes coor- O Ministério da Saúde nega, em comunicado,
O jornalista que hoje se revela está longe de o ser e muito mais ainda denavam a distribuição de narcóticos no país, que a vacina oral contra a pólio esteja a
SOCIEDADE:
de o dignificar, porque ora investe no anti-jornalismo, ora invade o Nhuca Júnior (editor), principalmente cocaína. gerar novos casos da doença, como revelou
Alberto Pegado (editor),
espaço reservado a quem carrega a bandeira do activismo social, fa- José Meireles (editor), a Organização Mundial da Saúde (OMS).
Rodrigues Cambala, André da Costa,
zendo-lhe uma concorrência desregrada. Kilssia Ferreira, Manuela Gomes, Uma mensagem do Presidente da República,
A divulgação, cada vez mais recorrente, em redes sociais ou em pu- Augusto Cuteta, Alexa Sonhi
e Edna Mussalo
Domingo, 24 de Novembro João Lourenço, é entregue, em Kinshasa, ao
blicações digitais, de elementos que revelam situações de supostas ir- REGIÕES: A Académica de Luanda conquista o terceiro homólogo da República Democrática do Congo
Sérgio Chivaca (editor-chefe),
regularidades ou alegadas injustiças que terão ocorrido em instituições Béu Pombal (subeditor), título consecutivo no Campeonato Nacional sé- (RDC), Félix Tshisekedi, pelo ministro das Re-
públicas já há muito tempo deixou de ser novidade. Aliás, tornou-se Filipe Eduardo
nior masculino de hóquei em patins, ao derrotar lações Exteriores, Manuel Augusto.
ECONOMIA:
um fenómeno corriqueiro. As “queixas” chegam quase invariavelmente Cristóvão Neto (editor-chefe),
de colaboradores das próprias empresas, nem sempre movidos pelo Ana Paulo, Kátia Ramos, Madalena o Petro de Luanda, após prolongamento, por 3-
José, Natacha Roberto
genuíno interesse de ajudar e muitas vezes incentivados pela intenção e Victorino Joaquim 2, no Pavilhão Anexo I da Cidadela.
de minar o ambiente interno. No passado, eram usadas cartas anónimas. MUNDO: A equipa feminina do 4 de Junho do Huambo e Quinta-feira, 28 de Novembro
Bernardino Fançony (editor-chefe),
Hoje, o recurso às novas tecnologias facilita a acção e a cobardia do António Canepa (Subeditor) a formação masculina do Coprat FC sagram-se O Chefe de Estado, João Lourenço, recebeu,
anonimato ajuda a instalar a confusão. DESPORTO: vencedores da Taça de Angola do Futsal, dispu- em audiência, no Palácio da Cidade Alta, o
Amândio Clemente (editor-chefe),
O problema deve colher a atenção geral. Contudo, de maneira par- Anaximandro Magalhães (subeditor), tadas no Pavilhão Gimnodesportivo da Cidadela, presidente da Federação Internacional de
António Cristóvão, Honorato Silva,
ticular, precisam de estar preocupados os profissionais da Comunicação Armindo Pereira, Teresa Luís e no Distrito Urbano do Rangel, em Luanda. Futebol Associado (FIFA), Gianni Infantino,
Social, quando fica exposto o sector de que fazem parte, independen- António de Brito
na sequência do périplo que este realiza a
CULTURA:
temente de estar em causa ou não a empresa que representam. Quem António Bequengue (editor-chefe), vários países africanos.
ainda preza o Jornalismo e se revê no profissional da imprensa arde Francisco Pedro (subeditor),
Segunda-feira, 25 de Novembro
de vergonha ao se dar conta destes incidentes, idealizados e colocados
Amilda dos Santos, Manuel Albano,
Mário Cohen e Roque Silva
Angola, assume, em Luanda, a presidência
em marcha por quem não avalia consequências. São os representantes GENTE E FIM-DE-SEMANA: O Presidente da República recebe, em audiên- rotativa do Comité Consultivo Permanente
António Cruz (editor-chefe),
desta nova face do jornalista. Anima-os o “projecto publicar”. Socor- Isaquiel Cori (editor) cia, em Luanda, o vice-presidente da Comissão das Nações Unidas Encarregada das Ques-
Edna Cauxeiro (subeditora),
rendo-se da liberdade de imprensa, do direito à informação, dão tudo Ferraz Neto (subeditor) Parlamentar para Relações Internacionais da tões de Segurança na África Central (UNSAC),
e Pereira Diniz
como publicável. Se matéria falsa ou falseada, se retirada do real Federação Russa, Chepa Alexey, com quem durante a 49ª Reunião Ministerial daquele
EDIÇÕES ESPECIAIS:
contexto, se manipulada, com base em declarações pronunciadas de Adalberto Ceita, André dos Anjos, aborda vários assuntos de interesse para ambos organismo.
forma inocente ... Interessa-lhes levar ao público algo susceptível de Domingos dos Santos e Leonel Kassana
os países. O Corpo de Bispos e Pastores da Igreja Uni-
fazer criar um estado de opinião degradante. FOTOGRAFIA: O Conselho Nacional de Águas, sob orientação versal do Reino de Deus em Angola anuncia,
Kindala Manuel (editor-chefe),
Um dos perigos, na disseminação de informação de eventuais pro- José Cola (editor), do Vice-Presidente da República, Bornito de em comunicado, o rompimento com a lide-
blemas internos em empresas, é o clima de suspeição que gera e a Dombele Bernardo, Domingos

natural desarmonia que se segue. Porque a divulgação é sempre feita


Cadência, Eduardo Pedro, João Gomes,
Maria Augusta, Miqueias Machangongo,
Sousa, aprecia, em Luanda, a proposta para a rança brasileira do bispo Edir Macedo, a quem
sob anonimato ou à custa de um pseudónimo, estende-se um manto de
Mota Ambrósio, Paulo Mulaza, Santos
Pedro; Contreiras Pipa; Vigas da
criação de Gabinetes de Administração de Bacias acusa de vender mais de metade do património
suspeição, um ambiente de olhares desconfiados, o que cria desconforto, Purificação; Agostinho Narciso Hidrográficas, para uma gestão mais próxima da instituição no país, e de evasão de divisas
chegando, inclusive, a pôr em causa a integridade moral de colegas. So- e operacional dos recursos hídricos do país. para o estrangeiro.
CORRESPONDENTES PROVINCIAIS:
bretudo num contexto em que parte considerável dos colaboradores Adão Diogo (Lunda-Sul), A ministra da Acção Social, Faustina Inglês, di- A vice-presidente do MPLA presta homenagem,
Alberto Coelho (Cabinda),
não se revê nas supostas “denúncias” e outros ainda avaliam haver Vladimir Prata (Namibe), rige, em Luanda, o Fórum sobre Violência Do- em Luanda, ao malogrado jornalista da Rádio
sempre espaço, internamente, para discussão e convergência de ideias, Isidoro Natalício (Cuanza-Norte),
Jaime Azulay (Benguela), méstica, organizado pelo Grupo de Mulheres Nacional de Angola (RNA) Abel Abraão, falecido
não se justificando, portanto, levar o assunto para fora do âmbito que o Jesus Silva (Lobito),
Estanislau Costa (Huíla), Parlamentares. no Bié, cujos restos mortais são sepultados,
gerou. A menos que o ímpeto repentino de jornalistas para a divulgação João Mavinga (Zaire),
no Cemitério do Cuito.
Joaquim Aguiar (Lunda-Norte),
de situações menos abonatórias à empresa se justifique simplesmente Silvino Paulo (Uíge),
Lourenço Manuel (Cuando Cubango),
na acção de fazer desacreditar gestores e generalizar o mal-estar.
Mesmo que sejam reais, transportar situações de empresas para o
Luís Pedro (Cuanza-Sul),
Noé Jamba (Bengo),
Terça-feira, 26 de Novembro
domínio público implica, necessariamente, levar assuntos particulares
Quinito Kanhamei (Cunene),
Samuel António (Moxico), O Presidente da República endereça uma men- Sexta-feira, 29 de Novembro
João Constantino (Bié),
para o conhecimento de terceiros. Por via desse tipo de divulgação, José Chaves (Andulo), sagem de condolências à família do jornalista O presidente do MPLA, João Lourenço, dirige,
Fernando Cunha (Huambo),
vão parar à mesa do bar ou à conversa sobre futebol assuntos íntimos Francisco Curinhingana (Malanje) reformado da Rádio Nacional de Angola, Abel no Centro de Conferências de Belas, em Luanda,
de pessoas que não gostariam de os ver discutidos nestes espaços. O Abraão, vítima de morte súbita, no Cuito. à abertura da II reunião ordinária do Comité
PAGINAÇÃO E ARTE:
estado de saúde de alguém, por exemplo, a ele próprio, aos familiares Salvador Escórcio (editor), Soares Neto, A Primeira-Dama da República, Ana Dias Lou- Central daquele partido.
Eugénia Víctor, Adilson Santos, Augusta
e aos amigos diz respeito. Por que razão tem de ser conhecido por um Lucéu, Tomás Cruz, Noé Pungue, Bruno renço, dirige, em Luanda, o acto de abertura do A Igreja Universal do Reino de Deus em Angola
estranho na Internet? Bernardo, Luquemba Pedro, Evaristo
Sacupalica, João Augusto, Josefa Abreu, primeiro Ciclo de Conferências Educar para a desmente, em comunicado, as alegações de
A privacidade de um doente deve mesmo ser violada, porque alguém Maria Messele, Alberto Bumba, Inês

se arroga a um qualquer “direito de informar”? Vamos aceitar que uma


Quingando, Margarida Zilungo, Maria da
Silva, Saldanha Pedro, Raúl Geremias,
Cidadania, espaço de reflexão e partilha de co- mais de 300 bispos e pastores angolanos que
mente perigosa especule sobre que mal o estará a apoquentar? Antes António Quipuna, Henrique Faztudo nhecimentos sobre os principais desafios dos acusam a liderança brasileira da igreja de evasão
de verem o seu nome a animar discussões, essas vítimas do desejo de- CARTOON E ILUSTRAÇÃO:
Armando Pululo e Casemiro Pedro
profissionais que actuam no domínio da inter- de divisas e esterilização forçada.
senfreado de tudo publicar deviam, pelo menos, ter a oportunidade venção social. Ao contrário do que estava previsto, o presidente
de ser ouvidas. Até mesmo para beneficiar de uma possível corrente O Grupo Piloto para a Implementação do Visto da UNITA será o cabeça-de-lista nas eleições
COPY DESK:
de apoio material ou financeiro mereciam ser consultadas. Afinal, nem Rui Ramos, Arlindo Soares, Único de Turismo na África Austral avalia, gerais de 2022, confirma, em entrevista, o líder
Esperança Vieira Dias
de todos queremos ajuda. em Luanda, a consolidação de aspectos li- do partido, Adalberto Costa Júnior.
Ufano, depois do trabalho de levar ao conhecimento público o “estado” gados à segurança do projecto jurídico do Um colóquio sobre a Batalha do Cuito Cuanavale
da empresa onde labora, acredita o jornalista ter prestado uma espécie O Jornal de Angola
utiliza os serviços da ANGOP, AFP, Acordo da Comunidade de Desenvolvimento decorre, no Museu Nacional de História Natural,
de serviço carregado de nobreza. Não! Pelo contrário, emaranhou-se Reuters, EFE e Prensa Latina

num processo de desacreditação de si próprio e do Jornalismo e contribuiu da África Austral. em Luanda, inserido na Semana Cultural Sul-
PUBLICIDADE: O governador provincial de Luanda, Sérgio africana comemorativa do Dia da Liberdade
para as acções que têm feito ruir as fundações que o suportam. Que cre- (+244) 937 550 262
dibilidade tem quem não hesita em publicar assuntos internos à instituição (+244) 949 770 006 Luther Rescova, confere posse aos admi- da África do Sul.
e-mail:
com a qual tem compromissos moral e laboral? Por que dignidade pode publicidade@jornaldeangola.com
clamar aquele que sequer consegue respeitar uma casa que devia
proteger? Que fonte confiaria o seu segredo a um jornalista que se mostra
incapaz de manter o sigilo profissional? Que seriedade se espera daquele
que procura fazer de qualquer futilidade um problema nacional? Na
verdade, toda a sorte de desonestidade pode vir de quem faz transbordar CARTA DO LEITOR
para a rua o que devia circunscrever-se às quatro paredes.
É também de credibilidade que o assunto trata. Elemento indispen-
sável à actividade jornalística, com a qual, aliás, nasceu. Chega-se à
PROPRIEDADE
Edições Novembro, E.P. Ano lectivo outras, igualmente públicas, do Havia muitos excessos e algum
credibilidade gradativamente, com o tempo e a prática e com acções Já cheira a preparação do próximo mesmo ciclo e classe, cobrem va- abuso e mesmo por parte das di-
revestidas de carácter, ética e moral. A credibilidade, tal como se perde, ano lectivo e ainda não foi revogada lores completamente diferentes. Co- recções de muitas escolas, razão
SEDE:
também se ganha e se recupera. O jornalista estabelece-a e a consolida Rua Rainha Ginga, 12-26 a circular que proíbe as escolas de rea- nheço escolas em que até as “cha- pela qual as autoridades terão des-
Caixa Postal 1312 - Luanda
por via de uma relação de confiança com uma fonte, com as pessoas, Redacção: 222 020 174 lizar cobranças de tudo quanto elas madas escritas” ou as hoje conhe- pertado para imporem a actual cir-
Telefone geral (PBX): 222 333 344
com a sociedade, enfim, com a verdade e, já agora, com os colegas, de Fax: 222 336 073 tendem a produzir nesta fase final do cidas como “prova do professor” cular que proíbe cobranças. Essa
trabalho e de profissão. Quem tudo faz passar para o conhecimento Telegramas: Proangola
e-mail: ednovembro.dg@nexus.ao ano e a inicial do a seguir. sejam cobrados aos alunos valores medida, como se sabe, acabou por
público, inclusive informação vazia de interesse geral, dividida entre Acredito que, na véspera do início do para a compra de folha de prova. apanhar muitos gestores escolares,
o falso, o duvidoso e o manipulado, dificilmente chega a ser credível. ano lectivo 2020, vai ser revogada a nas escolas públicas, com as calças
Portanto, a crítica à qualidade do trabalho jornalístico e à competência CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO
e à credibilidade do jornalista dispensam elementos comprovativos adi- Víctor Silva (presidente) circular e, como todo o mundo espera, nas mãos, mas foi bem feito. No
ESCREVA-NOS
cionais, quando são os próprios profissionais (?) da área a levar para o
ADMINISTRADORES EXECUTIVOS
Caetano Pedro da Conceição Júnior
uniformizado todo o tipo de cobrança Cartas recebidas na
entanto, espero que o próximo ano
escrutínio público provas de falta de ética, de responsabilidade, de pro- José Alberto Domingos
Rui André Marques Upalavela
no ensino público. Rua Rainha Ginga, 12-26 lectivo seja melhor organizado
fissionalismo e de outros valores que estão na base da instituição do Jor- Luena Kassonde Ross Guinapo Não se admite que algumas escolas Caixa Postal 1312 - Luanda para bem das nossas crianças.
ADMINISTRADORES NÃO EXECUTIVOS ou por e-mail:
nalismo e sem os quais a profissão agoniza. O pior é que também nós, Filomeno Jorge Manaças do ensino público estejam a cobrar ALMERINDO CAMPOS
Mateus Francisco João dos Santos Júnior
publicações, damos testemunhos a estes desvios de conduta. É triste. um preço para a folha de prova e escrevaconnoscoJA@gmail.com Talatona
OPINIÃO Domingo
1 de Dezembro de 2019 3
MEMÓRIAS DA ILHA

Fragata de Morais
CITAÇÕES
Funji de bagre “As reformas

1- Entrei em regime de perda de peso, seguindo


indicação do doutor Sacy. “Um cambuta assim,
quentura, aqueles garfos compridos arrumadinhos,
diferentes na cor do cabo, previamente escolhidos
em curso pecam
por estarem a
acontecer apenas
Questões de cérebros
não pode pesar noventa e três quilos!”. A adver- para evitar trocas na hora de cada um se agarrar
tência obrigou-me a dar outra atenção à minha ao seu pedaço. Demais, sem palavras, aquela agora, porque se Nós, que escrevemos semanalmente umas palavras sobre uma
alimentação e a cuidar-me mais. Menos dez carne exposta em estranha promiscuidade, pronta aplicadas antes, qualquer questão porque assumido perante vós o compromisso,
quilos em seis semanas, garantiram-me. Aguardo e disposta a ser picada e seguir direitinha para as estaríamos hoje por vezes vemo-nos a sofrer pela ausência da ideia, da matéria, ou
resultados, acredito nos homens. Curiosamente, bocas esfomeadas! São tempos que estão a ficar mesmo da musa inspiradora. Então toca de agarrar em qualquer
é agora que a minha memória vai recuperando difíceis de serem repetidos.
a beneficiar de coisa que nos passe à frente do nariz e tentar produzir aqueles
lentamente o sabor das coisas boas, uns restos 2 –Não. Não foi o funji de bagre que me inspirou uma economia minutos de leitura para os fiéis.
de carne seca ou fios de bacalhau entre os dentes, para o que pode parecer uma homenagem às mu- mais sólida Não é a primeira vez que tal me acontece, até porque os afazeres são
muitos e deliciosos pitéus. Lembro-me, inclusive, lheres da minha família. Parece, mas não é. Qual e sustentável”” muitos, assim hoje, quando abri a página do Google e apareceu-me uma
de circunstâncias especiais em que apreciei pe- a necessidade, se as homenageio todos os dias pequena mensagem que dizia “Nunca é tarde para aprender piano”,
tiscos, salgados e doces. Comida com o amor e o carinho que lhes João Lourenço, matutei sobre o que daí conseguiria espremer, para o efeito. Seria que a
Presidente do MPLA
rara, da boa, com entrada, so- dedico? Esse sentimento de res- crónica que agora vos distrai teria que conter letras de música, com sonatas
bremesa e digestivo.
Posso gabar-me de a ter sa- Tudo isso está longe, peito vai estar presente nas pala-
vras que seguem. Palavras que
e ou pianos? Ao fim de uns quinze minutos de contemplação do écran,
nada, nem uma gota. Confirmada a apatia em relação a letras de músicas,
boreado em época em que se sabemo-lo bem, são, sim, uma homenagem a todas
as mulheres angolanas. Especial-
“Infelizmente, canções ou mesmo a decorar poesia, logo decidi que para mim, efectivamente,
fintavam perigos, numa conjun- poderia ser tarde para aprender piano. Para consolação, sei que toco bem
tura de guerra, em que gesto mas é possível mente àquelas que não podem
o processo
campainhas de porta.
de implantação
menos claro era suspeito. Tem-
pos do kayáia, de não confiar.
e vamos equacionar comer, como gostariam, um bom
funji de bagre, nem se atrevem a das autarquias,
De seguida, fiquei a matutar se deveria alfinetar os júris dos
prémios de jornalismo sobre o facto dos colunistas nunca terem
Refeições servidas à hora certa no nosso sonho. regimes de perda de peso. Mas previsto para sido considerados. Deve existir aí uma razão, será que o que eles
do anoitecer, em pratos de loiça,
com talheres inox, toalhas e Avaliar o potencial são pessoas que se envolvem dia-
riamente com questões ligadas à
2020, continua fazem é literatura e não jornalismo? Desisti, a Luísa Rogério e o que
a sucedeu que se preocupe com isso.
guardanapos imaculados. Ma- da floresta e da alimentação: carência de panquê, uma incógnita Abri, assim, a minha caixa de correio electrónico e verifiquei as
terial digno do farnel. Foram preço da comida, imensas dificul- e nenhuma das mensagens. Para salvação, graças à amiga Pérola Negra, encontrei
dias seguidos em que a comida montanha angolanas e dades enfrentadas para alimentar tarefas concretas o assunto numa das suas muitas matérias que me envia, às vezes
surgia, como se de um toque de
magia, com muito carinho, no
compatibilizá-lo com o a família, onde muitas vezes é
chefe. Questões que têm inclusi- relacionadas com
até com vírus. Pena que não tenha vindo no mês de Março, mês
mulher, pois teria tido, para além daquela página carinhosa que
interior de um carro enferrujado. turismo de descoberta vamente o funji de bagre, que a realização desse lhes dedico todos os anos, mais um motivo para me engraçar junto
Menú de cardápio rico, incrível
numa cidade que passava fome. da natureza grande parte delas não consegue
comer, por não ser prato barato,
processo foi a algumas, ou, cutucar com vara curta, outras.
Deste modo, face ao que lera, coloquei a imaginação a produzir
Belos jantares, noites inesque- no centro das suas atenções. Estas
cumprida” o acontecimento num hospital, do qual eu apreciaria o desenrolar
Abel Chivukuvuku,
cíveis, quantas vezes sob o ro- vidas não podem ser ignoradas. Coordenador da Comissão
do caso. Todavia, pronto reflecti, hospital não, a acção deve decorrer
mantismo da lua! Faziam esquecer o período São vidas sofridas de mulheres que, confrontadas Instaladora do PRA-JA Servir numa clínica chique, daquelas que cobram rios de dinheiro para o
bárbaro do nosso baião de dois: arroz com peixe com tarefas diárias complexas, ainda descobrem Angola (Partido do paciente receber os mesmos tratos que receberia no hospital, uma
Renascimento Angolano –
espada frito! Só conseguia isso quem merecia! espaço na cozinha, um recanto sagrado da casa, Juntos por Angola)
clínica daquelas que se vêem nas novelas brasileiras e argentinas. E
Este detalhe esclarece que, de comida saborosa, de onde germina a alegria, a felicidade que só um é de referir que, graças às mesmas, estamos muitos mais sofisticados.
estou à vontade para falar. rosto de criança bem alimentada consegue trans- Voltemos ao que importa. Numa dessas clínicas chiques uma
De um modo geral, sempre comi bem. Desde mitir. A comida e a fome, quanto mais e maior, família consulta um neurocirurgião sobre um problema do cérebro
os tempos difíceis da nossa meninice, em que a mais incontroladas, são assuntos difíceis de tratar. “Rendemos de um familiar, cuja solução é de extrema delicadeza.
mãe Lucília nos punha na mesa, todos os dias, Assuntos que são nossos, de todos nós. A sociedade uma homenagem “A vossa única esperança é um transplante de cérebro, operação
o sabor especial, caseiro e abençoado da refeição angolana, nas suas mais diversas formas de orga- merecida a este ainda muito arriscada. Só o doutor Ourives, na novela “O sol nunca
calulense. Funji de peixe, de carne de vaca com nização, tem que se transformar num todo, numa acaba”, a levou a cabo uma vez”, atirou à queima roupa o médico.
osso de tutano, mais a dobrada companheira, grande força de pressão sobre o governo – deve filho de Angola, “Sabemos, todos vimos”, responderam em coro os familiares,
feijão de banha ou óleo de palma, cozidos, cal- entender-se bem o alcance da expressão –, con- (Abel Abrão), mais alentados.
deiradas e feijoadas com todos os matadores! O tribuindo com acções concrectas, para que a mesa que se dedicou “Pois, se assim o desejarem, tentaremos arranjar o cérebro!...”
tempo passou, e a unanimidade do gosto da fa- das famílias mais necessitadas, do subúrbio e do a garantir ao O silêncio foi longo, uma operação dessas não é como se de tirar
mília virou-se para o funji de bagre fumado. Mãe interior, das classes que vivem arrasquex, como o apêndice se tratasse. A família, não soube o que pensar. O seu
Lucília, com o esmero habitual e com os seus as classificaria mestre Gabriel Leitão, venha a não povo angolano ente querido certamente não iria ser operado pelo famoso doutor
temperos, transformava aquele peixe feio e es- ser comparada às dos fartos banquetes servidos o direito à Ourives, mesmo sendo a clínica luandense de luxo...
quisito do rio num prato delicioso, dos melhores nos hotéis e restaurantes de luxo, por razões óbvias, informação nos “Mas doutor”, aventurou um, “quanto custa um cérebro, certamente
que cozinhava. A minha irmã caçula, a Lili, que mas substancialmente melhorada. Para conse- que é caro”.
é também hábil na cozinha, diz que muito do guirmos isso, precisamos apenas de nos interro- momentos mais “Efectivamente é caro. Olhem, para um cérebro de homem, o preço
que sabe aprendeu com a mãe Lucília. Muito garmos sobre quem realmente somos todos nós, difíceis do país” é de vinte mil dólares, mas se for de mulher, é de mil e quinhentos”.
nova ainda, não teve oportunidade de saborear, e o que queremos deste país. Claro que a resposta embaraçou tanto os homens quanto as
Nuno Carnaval,
no devido tempo, os petiscos da nossa mãe 3– O que não é visto não é lembrado, é comum Ministro da Comunicação
mulheres presentes, a diferença de preço era abismal. Após um
Constância, mormente a cabidela de kabiri, ge- dizer-se. Eu gostaria de ver o funji de bagre Social longo silêncio de pudor, lá veio a inevitável pergunta.
nuína do Kwanza-Sul e, sobretudo, a famosa ga- incluído no cardápio turístico nacional. Sonhar “Mas doutor, porque é que o cérebro masculino custa muito
linha de kutóia, só conhecida no Calulo mais é fácil. Deixem-me então sonhar com o turismo mais?”
profundo. Lembro-me ainda de como a velha indígena, mesmo que não tenha grande noção “Eu e alguns “Olhe, meu amigo”, respondeu o neurocirurgião, “o cérebro
fazia a prova do tempero, na palma da mão. do que seja realmente. Esparsas comunicações colegas achamos feminino custa muito menos porque foi verdadeiramente usado”.
Não há tradição na família de homens bons inconsistentes, algumas entrevistas e uns nú- que o FMI é Obrigado Pérola Negra, obrigado manas de toda Angola, alfinetem
na cozinha. Entre as mulheres, há propaganda meros estatísticos, vão-me surpreendendo. Temos o João Lourenço para subir os 40 por cento da vossa discriminação
feita à ginguinga de cabrito da tia Né, ao arroz de turismo na banda. Será o comboio milionário mesmo necessário, positiva para 50 por cento, é de direito.
marisco e ao caril de gambas da Ana Muxima e à que atravessou Angola, serão os paquetes que não por causa DR
galinha ao xadrês, uma especialidade chinesa volta e meia atracam no porto de Luanda? Um dos recursos
adaptada pela Utima; à caldeirada de cabrito da de ano a ano? Turismo interno? Feito de excursões,
Gigi e à lasanha e ao bacalhau com natas da Elis quase sempre pelas mesmas pessoas? Bastarão
financeiros
Regina. Todo o nosso mundo familiar coloca nos boas vontades, uma certa teimosia na promoção que está a colocar
píncaros da fama a versatilidade e boa mão da da coisa? Isto é quase nada para a imensidão na economia,
Edna, por virtude da variedade de pratos tradi- das nossas ambições. Esqueçamos a crise, e so- mas, sobretudo,
cionais que confecciona, entre funjis, ervas, molhos, nhemos. As tarifas das viagens aéreas, os vistos
caldos e refogados. Eu cá não deixo de respeitar de turismo, a segurança pública das nossas ci- por ser um factor
a incrível criatividade da Lindita, que faz maravilhas dades, a força do cancioneiro e dos artistas an- que leva às
a partir de uma simples lata de atum. Não podem golanos, a maravilha do que nos proporciona o reformas
faltar sobremesas, e lembro as que levam a marca nosso cacimbo, e a extraordinária beleza do mar
da minha irmã Amélia, a tia Jó, que passa as re- angolano, do nosso sol sem rival, faça vento ou
necessárias,
ceitas, sem direitos de autor, à comunidade. O haja chuva. Tudo isso está longe, sabemo-lo sob pena de
pão-de-ló e a baba de camelo da Tchissola também bem, mas é possível e vamos equacionar no o endividamento
merecem registo. Deixo propositadamente para nosso sonho. Avaliar o potencial da floresta e da continuar
o fim a fondue da minha Ana Paula, preparada montanha angolanas e compatibilizá-lo com o
sempre para momentos especiais, com uma va- turismo de descoberta da natureza, de aventura, acorroer-nos”
riedade de carnes, bem escolhidas e melhor tra- é necessário. E vamos sonhar com restaurantes Precioso Domingos,
tadas, com molhos que só ela sabe fazer. Que de cozinha típica nacional, tendo músicos e Economista do Centro de
Estudos e Investigação
saudades tenho de ver o riso aberto da Kátia e shows diários para os turistas. E à mesa, para o Científica (CEIC) da
das pessoas que ela reunia à volta daquela panela turista ver e provar, um bagre à maneira, igual Universidade Católica
especial, com o óleo a dar estalidos durante a ao que a mãe Lucília fazia. de Angola
4 POLÍTICA Domingo
1 de Dezembro de 2019

APOSTA NA INDÚSTRIA TRANSFORMADORA

Presidente garante apoio a empresários


João Lourenço inaugurou ontem, em Benguela, o Complexo Industrial Carrinho, que produz, mensalmente, 100 mil
toneladas de produtos da cesta básica. O Presidente espera que projectos como estes sejam replicados pelo país
KINDALA MANUEL | EDIÇÕES NOVEMBRO | BENGUELA
Garrido Fragoso | Benguela samento de carnes e arroz,
bem como empacotamento
de farinha de trigo, milho,
O Executivo vai apoiar os arroz, leite em pó, sal e outros.
empresários que trabalham O empreendimento tem,
no sentido de melhor apro- ainda, o propósito de con-
veitarem os produtos do tribuir na redução, até 60
campo e garantirem a sua por cento, da importação de
industrialização, assegurou, produtos acabados.
ontem, na cidade de Ben- O complexo, que assenta
guela, o Presidente da Repu- num plano estratégico de
blica, João Lourenço. cinco anos, vai permitir ini-
O Titular do Poder Exe- ciar o processo de integração
c u t ivo f e z a g a ra n t i a à vertical da cadeia alimentar,
imprensa, depois de inau- que permitirá ao país ser
gurar o Complexo Industrial autosuficiente. Também pre-
Carrinho, localizado no tende alavancar o sector
bairro Taca, arredores da agro-industrial com estímulo
cidade de Benguela, que, para o aumento da produção
mensalmente, produz 100 de milho, trigo, cana de açú-
mil toneladas de produtos car, soja, feijão, arroz e
da cesta básica. demais produtos.
“Da parte do Executivo,
todos os empresários que
trabalharem no sentido de Empreendimento
melhor aproveitamento dos tem o propósito de
produtos do campo terão o contribuir na
nosso apoio”, declarou o Pre- redução, até 60 por
sidente João Lourenço, salien- cento, da
tando que o empreendimento importação de
industrial, ontem inaugurado, produtos acabados
vai ajudar o país a combater
o desemprego e a importação Presidente João Lourenço acredita que o empreendimento vai ajudar o Executivo a combater o desemprego no país
de bens alimentares, pas- A nota de imprensa dis-
sando apenas a comprar, tribuída no final da visita
sobretudo, matérias-primas funcionários, na sua maioria car os produtos. O Presidente escritórios e demais sectores O Complexo Industrial aponta que, no futuro, se
e não produtos acabados para jovens locais. da República, que ontem, sociais, o Presidente da Repú- Carrinho, já em funciona- coloca à direcção do Com-
o consumo das populações. Durante a apresentação mesmo, regressou a Luanda, blica, visivelmente satisfeito, mento, é constituído por plexo Industrial Carrinho o
O Complexo Industrial do vídeo que mostrou todo esclareceu que a sua visita depois de visitar o interior moagens de milho e trigo, desafio de fomentar o agro-
Carrinho tem o mérito de o processo da criação e pro- a Benguela circunscreveu- do complexo, percorreu, num bem como uma série de negócio para, num horizonte
não só importar matérias- dução da unidade industrial, se à inauguração da unidade pequeno veículo, várias áreas fábricas. Do leque de pro- de médio e longo prazos, a
primas para serem trans- João Lourenço foi informado fabril. “Não vim fazer uma do empreendimento. dutos expostos e produzidos sustentação do Complexo
formadas, mas, sobretudo, da existência de um outro visita à província. Esta visita Antes da visita guiada, o na unidade, destaque para Industrial de Benguela seja
o de absorver a produção do projecto idêntico, a ser cons- é p o ntu a l ao C o mp l exo Presidente João Lourenço pro- bolachas, massas alimen- feita com matérias-primas
campo, referiu o Chefe de truído na cidade petrolífera Industrial Carrinho, projecto cedeu ao corte e descerra- tícias, leite condensado, nacionais, particularmente
Estado, a quem também foi do Soyo, província do Zaire, que eu gostaria que se repli- mento da placa inaugural. O papas lácteas, sabonetes, da região centro e sul do país.
dado a conhecer que a uni- que deve entrar em funcio- casse por outras regiões do acto foi testemunhado pelo sabão, ração animal e doces O documento refere igual-
dade industrial é composta namento em dois anos. pais”, disse. governador provincial, Rui (rebuçados, chuingas e mente, que o Complexo
por 17 fábricas, das quais 15 Segundo o Chefe de Estado, Falcão, responsáveis do com- chupa-chupa). Industrial deverá, contar
de vocação alimentar e duas com a inauguração do Com- Visita ao complexo plexo industrial, membros do Existem também no Com- com suporte das infra-estru-
não-alimentares. plexo Industrial Carrinho, os Pela grandiosidade do Com- Executivo, empresários nacio- plexo fábricas que se dedicam turas do Corredor do Lobito,
Orçado em cerca de 600 agricultores e fazendeiros plexo Industrial, que inclui nais e estrangeiros, represen- à refinação e enchimento de destaque para o Porto Comer-
milhões de dólares, o complexo produtores de milho, feijão, várias fábricas, armazéns, tantes da sociedade civil local óleo vegetal, maionese e cial do Lobito e o Caminho
emprega seis centenas de arroz e trigo já têm onde colo- silos, moagens, áreas técnicas, e outros convidados. molhos, margarina, proces- de Ferro de Benguela (CFB).

CAMPANHA NACIONAL
cada vez mais verde, em a necessidade de preservação Quioto e o Acordo de Paris,
direcção à preservação e sus- do ambiente. documentos que se encon-

Perto de 19 mil árvores tentabilidade ambiental, por


via de um processo contínuo
de arborização.
A Campanha Nacional de
Boas práticas ambientais
A ministra do Ambiente,
Paula Francisco Coelho, real-
tram na Assembleia Nacional
para ratificação.
Paula Coelho lembrou o
facto de a última sessão do

plantadas em todo o país Plantação de Árvore teve início


a 7 de Novembro, em Cabinda,
em acto presidido pela vice-
presidente do MPLA, Luísa
çou a importância das árvo-
res para a vida humana,
exortando as comunidades
a praticarem a arborização.
Conselho de Ministros ter
aprovado a Estratégia Nacional
da Biodiversidade e seu Plano
de Acção para o período 2030,
João Dias ambientalistas, munícipes da em mãos, o Presidente levou Damião. Até agora, foram “Respiramos todos os dias já alinhado com o desenvol-
Samba e membros da terra à árvore e minutos plantadas 18.941 árvores das e devemos sentir que há uma vimento sustentável. O Con-
O Presidente da República, OMA e de outros órgãos depois água à raiz com rega- 16 mil inicialmente previstas. árvore não só para o orde- selho de Ministros aprovou,
João Lourenço, plantou, sociais do MPLA para a dor azul, num acto ambiental Esta acção abrangeu 148 namento, mas também para também, a estratégia do
o n te m , n a Ma rg i n a l d a plantação de 300 árvores cheio de simbolismo . municípios, correspondentes providenciar frutos. Por isso, saneamento total, liderado
Corimba, uma árvore, num de diversas espécies. Cada uma daquelas árvo- a 90 por cento do país. desafio as comunidades das pelas comunidades e escolas.
acto simbólico que se enqua- O Presidente João Lou- res está baptizada com o nome A vice-presidente do zonas urbanas e peri-urba-
dra na Campanha Nacional renço, acompanhado da Pri- de quem a plantou. Assim, MPLA assinalou que o acto nas a plantarem mais árvo- Sustentabilidade ecológica
de Plantação de Árvores, meira - Dama , Ana Dia s há desde ontem, na Marginal significa pensar nas gerações res”, disse Paula Coelho, “Somos mulheres e mães.
que pretende, no curto prazo, Lourenço, e do neto, plantou da Corimba, uma árvore “João vindouras, dizendo que que se congratulou com o Devemos preservar a natu-
re f o rç a r a p re s e r va ç ã o uma árvore, a que se junta- Lourenço”, “Ana Dias Lou- devem assumir o compro- facto de ambientalistas, entre reza e a plantação de árvores
ambiental, tornar as cidades ram outras 299. Cada um renço”, “Luísa Damião”, “Sér- misso de continuar a cuidar outros, terem acorrido à facilita a sustentabilidade
angolanas mais verdes e eco- dos membros da família pre- gio Luther Rescova” e “Paula das árvores até crescer. Marginal da Corimba para ecológica e aumenta a pos-
logicamente sustentáveis. sidencial plantou uma Francisco Coelho” e de outros Para Luísa Damião, o a campanha de plantação sibilidade de mais chuvas”,
Numa iniciativa do Secre- árvore, num sinal de que, participantes. Além do nome objectivo é passar aos jovens de 300 árvores. lembrou a secretária-geral
tariado da Organização da doravante, Luanda já não científico, as 300 árvores a mensagem de que todos A m i n i s t ra a p e l o u à da OMA, Luzia Inglês, que
Mulher Angolana (OMA), com será a mesma neste com- plantadas na Marginal da devem estar envolvidos em necessidade de o país olhar condena, veementemente,
o lema “Junte-se a nós e plante promisso com o ambiente e Corimba têm nome. Mas, projectos desta natureza, para as boas práticas em o abate indiscriminado de
uma árvore”, a Marginal da no desejo de uma capital mais do que isso, simbolizam dignificando o país e per- linha com a Estratégia Nacio- árvores em vários locais do
Corimba foi “tomada”, ontem, mais “verde e fresca”. a viragem que se pretende mitindo que mais pessoas nal das Alterações Climáticas país, alterando, em muitos
pela manhã, por dezenas de De luvas vermelhas e pá para Luanda, uma cidade ganhem consciência sobre e, também, o Protocolo de casos, o clima.
POLÍTICA Domingo
1 de Dezembro de 2019 5
ADALBERTO COSTA JÚNIOR ZONA ECONÓMICA DECISÃO DO CONSELHO DE MINISTROS

JMPLA elogia
UNITA pode ser valorização da Aprovado o regulamento
alternativa em 2022 mão-de-obra local
O presidente da UNITA,
Adalberto Costa Júnior, afir-
com representatividade de
carácter nacional.
O primeiro secretário nacio-
nal da JMPLA, Crispiniano
sobre transportes aéreos
mou, sexta-feira, que vai Durante a entrevista, o dos Santos, considerou a Zona Documento visa eliminar a obrigatoriedade de pelo menos,
trabalhar para que o partido terceiro líder da história da Económica Especial (ZEE)
seja alternativa ao poder. A UNITA falou do combate à Luanda – Bengo um exemplo, 51 por cento do capital ser titulado por cidadãos nacionais
luta começa já nas autárqui- corrupção e criticou a moro- pela valorização da mão-de- para efeitos de atribuição de contrato de concessão
cas, previstas para o próximo sidade no andamento dos obra nacional, com realce SANTOS PEDRO | EDIÇÕES NOVEMBRO
ano, e passa pelas eleições processos, ao mesmo tempo para os jovens, que ocupam
gerais de 2022. que defendeu a abrangência 60 por cento dos postos das
Eleito no último congresso desta política. Adalberto empresas em funcionamento.
da UNITA, realizado de 13 a Costa Júnior voltou a defen- Em declarações à imprensa,
15 de Novembro, Adalberto der a revisão da Constituição, no termo de uma visita à Zona
da Costa Júnior falava em principalmente em relação Económica Especial (ZEE)
entrevista à TV Zimbo, durante ao sistema de eleição do Pre- Luanda – Bengo, em Viana,
a qual defendeu maior cele- sidente da República. Crispiniano dos Santos disse
ridade no processo de pre- O político reclamou a ter ficado bem impressionado
paração das autarquias. necessidade de maior plu- com o que constatou naquele
Citado pela Angop, o líder ralidade na comunicação parque industrial. “Saio da
do maior partido da oposi- social, tendo reconhecido Zona Económica Especial satis-
ção disse que a UNITA efec- que também já não se jus- feito, por ter constatado ser
tuou uma actualização dos tifica que a Rádio Despertar um local onde estão concen-
seus programas de gover- seja tutelado pela UNITA. trados muitos jovens a trabalhar
nação com objectivo de se De 57 anos, Adalberto para o desenvolvimento do
a p rox i m a r a o c i d a d ã o , Costa Júnior foi eleito presi- país e para o aumento das suas
fazendo das suas causas os dente da UNITA com 53,4 por rendas, sobretudo na redução
actos do partido. cento dos votos durante o do desemprego, que é um dos Ministros Ricardo de Abreu e Paula Coelho trocaram impressões durante o encontro
Adalberto Júnior reafir- XIII Congresso Ordinário, problemas que mais aflige a
mou a aposta na formação realizado de 13 a 15 de Novem- juventude”, frisou. João Dias mesmo diploma são adoptadas orgânica da Provedoria de
da juventude e empodera- bro, substituindo a Isaías Crispiniano dos Santos soluções no sentido de tributar Justiça, à semelhança de
mento das mulheres, con- Samakuva, que se encontrava considerou passageiros os O Conselho de Ministros os terrenos agrícolas impro- outros ordenamentos jurídi-
tando, para o efeito, com no cargo há 16 anos. Além de actuais níveis de desemprego aprovou, quinta-feira, um dutivos, dada a realidade de cos, proporcionando o apoio
apoio de um elenco misto e Adalberto Júnior, concorre- no país, facto que deve ser regulamento sobre o acesso existirem inúmeros prédios técnico especializado e admi-
com várias tendências. Disse ram igualmente Alcides ultrapassado com o funcio- e exercício da actividade de rústicos improdutivos com nistrativo necessário à rea-
ter sido, por isso, que montou Sakala, Abílio Kamalata namento, em pleno, das uni- transporte aéreo, com vista um grande potencial favorável lização das competências do
uma máquina com quadros Numa, Raul Danda e José dade s fabri s no s vário s a eliminar a obrigatoriedade à actividade agrícola, silvícola provedor de Justiça.
qualificados, dedicados e Pedro Kachiungo. parques industriais. de 51 por cento do capital ser e pecuária, que é indispensável Na mesma ocasião, foi,
O líder juvenil disse acre- titulado por cidadãos nacio- para fazer face à dependência igualmente, apreciada a pro-
ditar na redução do desem- nais para efeitos de atribuição do petróleo. posta de Lei do Estatuto do
COLIGAÇÃO É CONTRA O GRADUALISMO prego num futuro próximo, de contrato de concessão. P rove d o r d e J u s t i ç a . O
porquanto existem vários De acordo com o comu- diploma estabelece o estatuto
projectos traçados pelo Exe- nicado produzido no final Conselho de desta entidade pública inde-
CASA-CE prepara “máquina” cutivo para o aumento de pos-
tos de trabalho. Acompanhado
da 11ª sessão ordinária do
Conselho de Ministros, orien-
Ministros apreciou a
proposta de Lei do
pendente, bem como o pro-
cedimento no tratamento
por membros do Secretariado tada pelo Presidente da Código do Imposto das queixas apresentadas
para as eleições autárquicas Nacional da JMPLA, Crispi-
niano dos Santos visitou duas
República, o regulamento
permite o acesso ao exercício
Predial, que
estabelece as
por cidadãos e por pessoas
colectivas, por acção ou por
Bernardino Manje consideram que o gradualismo unidades fabris e foi infor- desta actividade a pessoas normas aplicáveis omissão de entes públicos,
vai aumentar ainda mais as mado sobre o sistema de singulares e estabelece o ao imposto predial que afectem os seus direitos,
Numa altura em que se inten- assimetrias regionais. recrutamento e o funciona- prazo limite para o forneci- em todos os prédios as liberdades, as garantias
sificam as acções com vista à Entretanto, o então secretário mento das referidas fábricas. mento à entidade aeronáutica urbanos e rústicos ou os interesses legalmente
implementação das autarquias de Estado para as Autarquias Na Agoplaste, unidade que competente dos formulários situados no país protegidos. Segundo o comu-
no país, no próximo ano, a Locais de Portugal afirmou, se dedica à transformação de estatísticos relativos aos nicado distribuído no final
CASA-CE voltou, ontem, a em Agosto deste ano, em mais de 60 toneladas de dados do operador, à frota e da reunião, os diplomas apre-
manifestar o posicionamento Luanda, que o gradualismo na matéria-prima em plástico ao pessoal, bem como do Na quinta-feira, foi, tam- ciados vão ser remetidos à
quanto à necessidade da cria- implementação das autarquias por ano, Crispiniano dos San- formulário sobre as perdas bém,apreciada a Lei que Assembleia Nacional.
ção do poder local em simul- “não é uma falsa questão”, tos recebeu informações sobre e ganhos anuais. aprova o Imposto sobre os
tâneo e em todos os municípios mas “uma forma de cami- o processo de fabricação de O Conselho de Ministros Veículos Motorizados. O Agência de Petróleo
do país. nhar” e declarou ser “natural embalagens para resguardo apreciou ainda a proposta de objectivo é reformular o No domínio dos recursos
A reafirmação foi feita, que os municípios com maior de produtos diversos. Lei que altera o Código do regime jurídico da taxa de minerais e petróleos, o Con-
em Luanda, pelo presidente dificuldade aguardem por VIGAS DA PURIFICAÇÃO | EDIÇÕES NOVEMBRO Imposto Industrial, que tem circulação e a fiscalização selho de Ministros alterou o
do grupo parlamentar da mais tempo”. em vista, essencialmente, de trânsito, conferindo-lhe diploma que cria a Agência
coligação, Alexandre Sebas- Carlos Miguel, que falava à contribuir para a simplificação dignidade de imposto, des- Nacional de Petróleo, Gás e
tião André, durante o Encon- imprensa, no final de uma do sistema tributário, com tacando a sua incidência Biocombustíveis, com vista
tro Metodológico Nacional, visita à Administração de Viana, ajustes pontuais no domínio objectiva às embarcações a clarificar algumas das suas
em que participaram secre- defendeu que o mais impor- da tributação das empresas, de recreio e às aeronaves de disposições, incidindo, prin-
tários nacionais, provinciais tante é que os cidadãos encon- almejando o relançamento uso particular, visando o cipalmente, sobre matérias
e comunais da CASA-CE. trem as mesmas respostas em da economia nacional e alargamento da base tribu- inerentes aos recursos huma-
“Para nós, CASA-CE, o todos os municípios, de forma imprimir competitividade, tária e a justa distribuição nos, ao património e ao endi-
gradualismo geográfico ou a evitar desigualdades. O diri- tanto para as empresas como da carga fiscal. vidamento público decorrente
territorial, que exclui a imple- gente português explicou que para as famílias, e também de compromissos contratuais
mentação das autarquias em o gradualismo tem a ver com incrementar a competitivi- Provedoria de Justiça anteriormente assumidos
alguns municípios, é um prin- as condições disponíveis nas dade no plano da fiscalidade O Conselho de Ministros pela Sonangol, E.P.
cípio violador da Constituição. localidades para onde se pre- internacional e reforçar a cria- apreciou, também, a proposta Ainda neste domínio, foi
Essa estratégia violadora da tende transferir as competên- ção de um ambiente favorável de Lei Orgânica da Prove- alterado o contrato de partilha
Constituição justifica-se ape- cias administrativas. Na MedVida, dedicada, há à atracção de investimento doria de Justiça, que esta- de produção do Bloco 17, pro-
nas no ponto de vista político, 16 anos, à produção de mate- directo estrangeiro. belece as regras sobre a cedeu à prorrogação da data
porque o Executivo, ou o Sobre o seminário riais gastáveis hospitalares, Foi, igualmente, apreciada organização e o funciona- do primeiro levantamento de
partido q ue o su stenta , Relativamente ao Encontro ficou a saber um pouco mais a proposta de Lei do Código mento da Provedoria de Jus- petróleo bruto, até Dezembro
receia perder a hegemonia Metodológico Nacional, sobre o funcionamento da do Imposto Predial, que esta- tiça, de modo a garantir um de 2022, na área de desenvol-
política sobre o país a que decorrido sob o lema “For- fábrica de transformação de belece as normas aplicáveis enquadramento contextual vimento do campo “Begónia”,
se habituou desde os tempos mar e dinamizar os núcleos, tecido em compressas e liga- ao Imposto Predial em todos à nova realidade jurídica e e aprovou o Mapeamento
idos”, disse o político, numa rumo aos novos desafios”, duras médico-sanitárias, cuja os prédios urbanos e rústicos conferir maior celeridade, Nacional de Postos de Abas-
alusão à posição do Governo Alexandre André considerou produção mensal é de cerca s itu ad o s n o pa í s . Ne ste eficiência e rigor na defesa tecimento de Combustíveis.
de implementação faseada que o mesmo se reveste de de 16 milhões de unidades. diploma, pretende-se tri- dos direitos, das liberdades A ideia é melhorar a rede de
do poder local. capital importância, visto Os membros da JMPLA butar o património imobi- e das garantias dos cidadãos, distribuição de combustíveis
A implementação das que se afigura como um dos visitaram, igualmente, o Cen- liário, desde a detenção à face aos poderes públicos e e lubrificantes em todo o ter-
autarquias em todos os muni- grandes objectivos dotar os tro de Reabilitação Profissional transmissão, deixando de ao carácter independente ritório nacional, promover a
cípios e em simultâneo é quadros, os secretários nacio- e o Centro de Segurança e parte as rendas, por se tratar que a Constituição atribui entrada de novos operadores
defendida por toda a oposição. nais, provinciais e municipais Saúde no Trabalho, em Viana, de realidade tributada em ao provedor de Justiça. no sector de derivados de petró-
Além de realçarem o facto de de ferramentas necessárias onde receberam explicações sede dos impostos sobre os Com esta proposta de Lei, leo e incentivar a construção
ser um imperativo constitu- para materialização do pro- das respectivas direcções. rendimentos das pessoas vai-se proceder à actualização de novos postos de abasteci-
cional, os partidos da oposição grama político da coligação. Roque Silva singulares ou colectivas. No e à adaptação da estrutura mento de iniciativa privada.
6 ECONOMIA Domingo
1 de Dezembro de 2019

Breves
ENCONTROS NO COMÉRCIO E SERVIÇOS INDÚSTRIA ALIMENTAR
MARIA AUGUSTA | EDIÇÕES NOVEMBRO

BÉLGICA ORGANIZA
CONFERÊNCIA A FAVOR
Empresas de transportes
DE ANGOLA
Uma conferência de
investimento em Angola é
e comércio selam acordo
organizada pela União Jesus Silva | Lobito O presidente do Conselho
Europeia (EU) em 2020, de Administração dos CFB,
em Bruxelas, anunciou, A Carrinho, empresa da indús- Luís Teixeira, estimou que o
sexta-feira, em Mbanza tria alimentar, em Benguela, acordo vai permitir aumentar
Kongo, Zaire, o embaixador assinou sexta-feira, um acordo a produção, transporte e
da Bélgica em Angola. com os CFB e o Porto do Lobito, receitas para a empresa, bem
Jozef Smets declarou, com o qual prevê o transporte como as condições de vida
à Angop, no primeiro dos de duas toneladas de carga dos trabalhadores.
três dias de uma visita de por ano e um potencial de O presidente do Conse-
trabalho àquela província, provisão global de cinco mil lho de Administração do
que, no caso da Bélgica, postos de trabalho. Porto Comercial do Lobito,
há um número O acordo prevê, ainda, Agostinho Felizardo, disse
considerável de empresas operações a favor dos Cami- que, com o envolvimento
que investem em Angola. nhos-de-Ferro de Benguela nesse projecto, abre-se mais
No próximo ano, avançou, (CFB) como a melhoria das uma janela e oportunidade
um grupo de empresários infra-estruturas, aquisição para o crescimento e a recu-
de países francófonos da de cem vagões e a expansão peração do movimento de
Europa, incluindo e Bélgica de um ramal ferroviário ao mercadorias.
e a França, visita Angola complexo industrial da Car- Ag o s t i n h o Fe l i za rd o
para uma missão comercial rinho, obra iniciada, em adiantou que dados actuais
de prospecção de negócios. Novembro, deve estar con- referem que, em 2018, o Porto
Enumerou os sectores cluída num período de 60 do Lobito movimentou 1,8
portuário, diamantífero e a 90 dias. milhões de toneladas, abaixo
Encontro durante o qual Banco Keve anunciou a expansão do projecto a outras províncias da Energia e Águas como os Na assinatura do acordo, da capacidade já alcançada
que mais interessam aos o administrador financeiro da no fim do período de rea-
homens de negócios da Carrinho, Samuel Candundo, bilitação, de três milhões
Bélgica que pretendem declarou que as três empresas de toneladas.
investir em Angola. apostam, dessa forma, na dina- O porto conta, também,

Cartão Jovem tem potencial mização da actividade comer-


cial na província, tendo em
conta o volume de mercadorias
com um Terminal de Minério
dotado de capacidade para
movimentar 3,6 milhões de
MADEIREIROS DESISTEM que será movimentado. toneladas por ano.

para dinamizar o consumo PELO ENDURECIMENTO


DAS REGRAS VIGENTES
O número de empresas
JESUS SILVA | EDIÇÕES NOVEMBRO

exploradoras de madeira
As empresas inseridas no CJA poderão fazer descontos de licenciadas pelo Instituto
cinco a 40 por cento sobre as despesas de jovens subscritores de Desenvolvimento
Florestal (IDF), na Huíla,
caiu de 12, em 2017, para
Hélder Jeremias “O Banco Keve tem como concordando com a consi- seis, no ano em curso.
premissa levar valor ao país, deração inicial do administrador O director do IDF na Huíla
A fase piloto, que ao longo de maneira que decidimos executivo do Banco Keve . indicou, em declarações à
de três meses antecedeu a abraçar este projecto tão Edvaldo Manuel, director Angop, como empresas
introdução do Cartão Jovem logo nos foi apresentado, administrativo da Clínica licenciadas, Mubanje,
Angola (CJA), mobilizando pois identificamos poten- Caridade, prometeu conceder Tuamutuga, Moves Matéria-
sete mil subscritores em cialidades para fazer toda a descontos de até 20 por cento Prima e Joaquim Barata,
regime experimental, cons- diferença em relação às a todos os utentes do Cartão com quotas de 500 metros
titui um indicador da viabi- necessidades dos jovens, Jovem Angola, salientando cúbicos cada, Jemba Luís Teixeira e Samuel Candundo rubricaram o acordo
lidade do programa lançado, uma franja muito importante que “a parceria abre uma Assistência Técnica
quinta-feira, e do potencial para qualquer sociedade”, oportunidade ,sem prece- (210 metros cúbicos)
de dinamização da economia, disse João Freire. dentes”, para que a juventude e Fernando José
considerou o administrador possa ver aliviadas as preo- (200 metros cúbicos). ASSOCIAÇÃO DE EMPRESÁRIAS DE ANGOLA
do Banco Keve, João Freire. cupações relativas à saúde. Abel Zamba apontou como
O Banco Keve é um dos Banco Keve Raul Alexandre, direc- causas da queda do
60 parceiros do programa, tor-geral da SGAR, empresa número de operadores o
absorvendo as contribuições
dos subscritores da iniciativa
está mobilizado
para dar suporte
cabal ao processo
proprietária do CJA, disse ao
Jornal de Angola que o pro-
endurecimento das regras
estabelecidas pelas
Mulheres promovem actos
impulsionada pela SGAR
Gestão de Empreendimentos,
uma companhia de jovens
que ainda está
confinado à capital
jecto tem recebido, nos últi-
mos dias, através do “call
center”, solicitações de várias
autoridades para evitar a
exploração anárquica da
madeira e dificuldades
para o empreendedorismo
do país, tendo
empreendedores. em vista empresas que pretendem de reposição do material Helma Reis ser desenvolvidas acções
Durante a intervenção no a expansão juntar-se à iniciativa, facto de exploração. destinadas a mulheres em
acto de lançamento oficial todo o território que permite perspectivar A província tem uma A Associação das Mulheres situação de vulnerabilidade
do cartão, o economista nacional um crescimento acentuado capacidade de produção E mp re sá r i a s d e A ngo l a social e financeira.
sublinhou que o Banco Keve das parcerias. de dez mil metros cúbicos (AMEA), criada há seis meses, Na cerimónia de apre-
olha com grande interesse As empresas inseridas de madeira por ano, o que vai trabalhar na promoção sentação pública da AMEA,
para todas as iniciativas que Outro facto é que o pro- no CJA estão comprometidas faz com que a quantidade do desenvolvimento da cul- o presidente da Confede-
possam ter incidência numa grama Jovem, a ser levado a fazer descontos de cinco de exploradores esteja tura do empreendedorismo ração dos Empresários de
sociedade mais próspera, a cabo em parceria com a a 40 por cento sobre as des- aquém do potencial de e da liderança feminina. A n g o l a ( C E A ) , E s t êvã o
sublinhando que a viabili- Global Seguros e os demais pesas de jovens subscri- produção que incide A garantia foi dada, sexta- Daniel, declarou que o papel
dade do projecto tem como parceiros da promotora do tores do cartão com idades sobre as espécies feira, em Viana, pela presidente da mulher empreendedora
garantia a experiência de projecto SGAR, numa pri- compreendidas entre os girassonde, muvanje da associação, Maria Lúcia é indispensável no sector
outros países, onde os bene- meira fase vai recrutar mil 12 e 35 anos, contando com e muhumba. Os Pacheco, no decurso de um económico.
fícios permitiram que jovens jovens com habilidades divulgação dos serviços requisitos, como a acto de apresentação pública O p re s i d e n te d a C E A
com potencialidades con- para a venda indirecta do em plataformas digitais necessidade das empresas da AMEA, decorrido no Centro adiantou que “a mulher
seguissem materializar os Cartão Jovem Angola, Segu- de marketing. terem documentação que Empresarial de Viana. empreendedora está pronta
seus objectivos. ros, cosméticos entre outros prove a capacidade Ma r i a Lú c i a Pa c h e c o para segurar o barco e levá-
O responsável disse que serviços prestados pelos financeira do empresário acentuou que a AMEA foi lo a bom porto” e confirmou
o Banco Keve está mobilizado p a rc e i ro s p o r c o n ta c to Fase piloto, para suportar o negócio, criada com o objectivo de o “apoio total”da confede-
para dar suporte cabal ao pro- directo e através de uma que ao longo pagamento de impostos despertar e desenvolver nas ração da qual é presidente à
cesso que ainda está confi- aplicação na Internet. de três meses à Administração Geral mulheres as potencialidades nova associação.
nado à capital do país, tendo A directora de Marketing antecedeu Tributária e das d e l i d e ra n ç a n o s e c t o r “Queremos contar com a
em vista a expansão a todo d o G r up o Za h a ra ( q u e a introdução contribuições à Segurança empresarial, fomentar uma Associação das Mulheres
o território nacional, marcada detém a cadeia de hiper- do Cartão Jovem Social, bem como a re d e d e n e g ó c i o s e n t re Empresárias de Angola”,
para Fevereiro do próximo mercados Kero), Cláudia Angola (CJA), proibição da participação empreendedoras e incentivar salientou Estêvão Daniel,
ano, o que passa pela mobi- Silva, considerou a juven- mobilizou sete mil de expatriados na a liderança feminina para que deu ênfase à necessidade
lização de todos os instru- tude “um canal perma- subscritores exploração florestal actuar como agentes de de os empresários encon-
mentos e quadros afectos à nente” do qual as empresas em regime figuram entre as causas transformação. trarem caminhos do combate
instituição para dar o devido devem procurar obter van- experimental de desistência de algumas A líder da AMEA informou à crise económica e finan-
suporte aos jovens onde quer tagens recíprocas na via- empresas, de acordo que, para o fortalecimento ceira que o país regista há já
que eles se encontrem. bilidade dos negócios, o responsável. das estratégias sociais, vão cinco anos.
ECONOMIA Domingo
1 de Dezembro de 2019 7
ENGENHEIRO FERNANDO PACHECO
nominais, uma recessão, de dores e isso representa um
2,00 por cento, não cresceu, incentivo, há um movimento
embora do ponto de vista que provoca, inclusiva-

Falta às empresas agrícolas físico haja, realmente, um


aumento de alguns produtos,
mas, do ponto de vista nomi-
nal, isso não aconteceu”,
adiantou.
mente, as trocas comerciais,
além das fronteiras nacio-
nais”, acrescentou.
“Se queremos melhorar
a situação económica, através

organização para o crédito Agricultura familiar


Fernando Pacheco subli-
nhou que uma análise da
agricultura no país está
do crescimento e combater
a pobreza, parece que temos
aqui um caminho que é
necessário explorar”, subli-
nhou Fernando Pacheco,
Melhoria das vias de acesso aos campos agrícolas pode contribuir para o rápido ligada à estrutura de produ- reconhecendo, que “a agri-
ção”, que é baseada, teori- cultura começa a ser tratada
escoamento da produção para os grandes centros urbanos e além fronteiras camente, em mais de dois de maneira diferente, não
JOSÉ COLA | EDIÇÕES NOVEMBRO milhões de explorações agrí- por opção dos angolanos,
Leonel Kassana isso”, sublinhou o agrónomo. colas familiares, das quais mas por causa da crise dos
Fernando Pacheco defen- apenas 12 por cento são assis- preços do petróleo”.
A maior parte das explora- deu a necessidade de haver tidas pelas estruturas do O engenheiro agrónomo
ções agrícolas em Angola “bom senso” sobre o rápido Estado. Essas explorações, considerou um “mito” pen-
não está em condições de aumento da produção das di ss e repre s entam um sar-se no aumento da pro-
habilitar-se aos “créditos explorações agrícolas empre- recurso interno, que tem sido
robustos” do Banco Africano sariais, actualmente, esti- sistematicamente ignorado,
para o Desenvovimento madas em oito mil , segundo por considerar-se, errada- Em Angola
(BAD) e Banco Mundial (BM) dados oficiais. “Se formos mente, serem apenas para existem mais
para o aumento da produção, verificar e aprofundar esse a subsistência. de dois milhões
devido a insuficiências nos conhecimento, não chegam “Temos estatísticas sim- de explorações
domínios da organização, sequer a 1,00 por cento as ples, não só do próprio Minis- agrícolas
contabilidade e auditoria, que têm uma organização tério da Agricultura, como familiares,
segundo o engenheiro agró- adequada, contabilidade, evidências empíricas, essas das quais apenas
nomo Fernando Pacheco. pagamento da segurança explorações são responsá- 12 por cento
Falando durante a apre- social e outras obrigações veis por grande parte da são assistidas
sentação do “Relatório Eco- legais, enfim um protago- p ro d u ç ã o a l i m e n ta r d o pelas estruturas
nómico 2018”, do Centro de nismo que justifique a clas- país”, argumentou, defen- do Estado,
Estudos e Investigação Cien- s i fi c a ç ã o d e u n i d a d e s dendo a melhoria das vias segundo o
tífica da Universidade Católica empresariais”, sublinhou. de acesso aos campos agrí- engenheiro
de Angola, Fernando Pacheco O engenheiro agrónomo, colas para viabilizar o escoa- Fernando Pacheco
refutou a ideia, recorrente, colaborador do CEIC, des- mento da produção.
segundo a qual a falta de cré- tacou que os relatórios, Defendeu, por isso, mais
dito constitui um obstáculo sobretudo os de 2017 e 2018, atenção a essas explorações,
ao desenvolvimento da agri- têm vindo a melhorar sig- “para terem confiança e dução apenas com a aquisição
cultura do país. Fernando Pacheco mostra preocupações com agricultura nificativamente, embora, aumentarem a produção de meios mecanizados, como
“Isso não é verdade e, a ainda existam “algumas dirigida para o mercado”. tractores, sem cuidar da
prová-lo, está o facto de as grandes empresas, que, even- gências lógicas (organização, incongruências”. “Acom- “Sempre que em Angola há assistência técnica, opera-
linhas de crédito do BAD e tualmente, poderiam ter um contabilidade, contas audi- panhando a recessão eco- melhoria nas estradas, sig- dores, mecânicos, parque
do BM, que são robustas, papel importante no aumento tadas) e poucas são as empre- nómica do país, a agricultura nifica que em determinada de máquinas, gestão ambien-
serem direccionadas a essas da produção. São feitas exi- sas que podem responder a teve, também, em termos região aparecem compra- tal entre outros aspectos.

PUBLICIDADE

COMUNICADO DE IMPRENSA

ENCERRAMENTO DE ROTAS

A SonAir - Serviço Aéreo SA vem a público comunicar, o encer-


ramento das rotas Catumbela e Lubango a partir do dia 30 de No-
vembro de 2019.

Com o encerramento destas rotas, a SonAir compromete-se a en-


vidar todos os esforços para evitar quaisquer constrangimentos aos
clientes/passageiros.

Deste modo, solicita a todos que tenham bilhetes válidos com data
posterior à do encerramento dos voos, a dirigirem-se ao local onde
os mesmos foram adquiridos (Agências de Viagem ou Sede da So-
nAir), suportados pela seguinte documentação:

• Bilhete de passagem
• Comprovativo de pagamento (Documento necessário para o
reembolso)
• Bilhete de Identidade original do passageiro

Adicionalmente, a SonAir Serviço Aéreo, S.A., informa que conti-


nuará a operação nas rotas Soyo e Cabinda em aeronaves do tipo
B1900D (18 lugares).

SonAir – Serviço Aéreo, S.A., em Luanda, aos 30 de Novembro


de 2019.
(501.645)
8 Domingo,
1 de Dezembro de 2019

PUBLICIDADE

MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES


(501.640)
Domingo,
1 de Dezembro de 2019 9
PUBLICIDADE

(501.618)

REPÚBLICA DE ANGOLA
MINISTÉRIO DO ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO E HABITAÇÃO
INSTITUTO GEOGRÁFICO E CADASTRAL DE ANGOLA
DEPARTAMENTO PROVINCIAL DO CUANZA-SUL

EDITAL N.º 60/19


PROCESSO DE CONCESSÃO N.º 268-KS/12

Tendo, o senhor João Quiteque, requerido o direito de superfície de uma parcela de terreno rural com uma àrea
de 191 (Cento e Noventa e Um) hectares, onde está implantado um projecto Agro-Pecuário, localizado na Província
do Cuanza-Sul, Município do Ebo, Comuna do Condé, Bairro, a uma distância de 1,300 (Mil e Trezentos) metros
a este do bairro Che Guevara-Balaia. Feita a demarcação provisória a mesma ficou com as seguintes confronta-
ções, a Norte com o rio Muegi e o morro Calemba, a Sul com terreno demarcado pela Agrotico-Agro-Pecuário ne-
gócios, limitada, a Este com lavras de populares, e a Oeste com rios Muegi e Ochinga.

São, por este meio, convocadas todas as pessoas que se julgarem com direitos sobre o mesmo terreno, a virem
comprová-lo neste Instituto Geográfico e Cadastral de Angola, no prazo de 30 dias a contar da data da publicação
deste Edital.
Departamento Provincial do Instituto Geográfico e Cadastral de Angola do Cuanza-Sul, em Sumbe, 6 de No-
vembro de 2019.
(501.639)

O Chefe de Departamento
Bernardo Maneco

REPÚBLICA DE ANGOLA
MINISTÉRIO DO ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO E HABITAÇÃO
INSTITUTO GEOGRÁFICO E CADASTRAL DE ANGOLA
DEPARTAMENTO PROVINCIAL DO CUANZA-SUL

EDITAL N.º 63/19


PROCESSO DE CONCESSÃO Nº 299-CS/17

Tendo, Sebastião Vieira António, requerido a concessão do direito de superfície de uma parcela de terreno rural,
com a área de 36 (Trinta e Seis) hectares, onde será implementado um projecto agrícola, localizado na Província
do Cuanza-Sul, Município do Amboim, comuna sede, a 300 metros a Norte do bairro da Cauá.
Feita a demarcação provisória a mesma ficou com as seguintes confrontações, a Norte - com um riacho intermitente
e terrenos de terceiros não cadastrados, a Sul com terrenos de terceiros cadastrados a Este - com um riacho in-
termitente e terrenos de terceiros não cadastrados e a Oeste - com terrenos de terceiros não cadastrados.

São, por este meio, convocadas todas as pessoas que se julgarem com direitos sobre o mesmo terreno a vir com-
prová-lo neste Instituto Geográfico e Cadastral de Angola, no prazo de 30 dias a contar da data da publicação
deste Edital.

Departamento Provincial do Instituto Geográfico e Cadastral de Angola do Cuanza-Sul, em Sumbe,15 de


Agosto de 2019.
(501.639a)

O Chefe de Departamento
(900.016) Bernardo Maneco
10 ÁFRICA Domingo
1 de Dezembro de 2019

ATAQUES ARMADOS EM MOÇAMBIQUE INSEGURANÇA NA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DO CONGO


DR

Rebeldes matam civis no Nordeste


Pelo menos 13 civis foram são da ONU na República No comunicado são desa-
mortos, sexta-feira à tarde, D e m o c rá t i c a d o C o n g o conselhadas “ todas as pro-
num novo ataque do grupo (Monusco) e de unidades víncias de Kasai, Central e
Forças Democráticas Aliadas policiais congolesas. Kasai Oriental.
(ADF), no Nordeste da Repú- Os ataques das ADF con-
blica Democrática do Congo, tra civis têm-se multiplicado Prisão para Bemba
três dias depois de outra nas últimas semanas. A Câmara de Apelação do
ofensiva rebelde ter também Desde 30 de Outubro, Tribunal Penal Internacional
feito 14 vítimas mortais, noti- cerca de uma centena de civis (TPI) confirmou, sexta-feira,
ciou, ontem, a agência espa- já morreu em ataques atri- à tarde, a pena de um ano
nhola EFE. buídos às ADF, segundo dados de prisão acrescida de uma
“É exactamente o que aca- da Monusco. multa, de 300 mil euros,pro-
bámos de viver e ver. Os cor- Os ataques das ADF têm ferida, em Março de 2017,
pos foram transportados para surgido em reacção à ofensiva dada ao opositor congolês
o hospital de Boikene, perto lançada pelo Exército congolês Jean-Pierre Bemba, no caso
da cidade de Beni. Alguns àquele grupo, que têm causado de suborno de testemunhas,
corpos ainda estavam a san- protestos da população devido noticiou, ontem, a BBC.
grar, quando os primeiros à falta de segurança. “Bemba e os outros argui-
socorros chegaram ao local", As ADF iniciaram a campa- dos foram declarados cul-
confirmou à agência espa- nha de violência, em 1996, no pados de interferência na
nhola EFE um activista local, Oeste do Uganda, país que faz administração da Justiça por
Ataques armados têm sido frequentes e já fizeram centenas de vítimas mortais identificado como Angelus fronteiracom a RDC, como uma subornar intencionalmente
Kavuthirwaki. resposta política ao Presidente as testemunhas e solicitar a
O ataque, em Maleki, pro- ugandês, Yoweri Museveni. apresentação de falsas tes-
víncia do Kivu Norte, ocorreu A pressão militar ugandesa temunhas de defesa no qua-

Populações receiam três dias depois de outro, na


mesma localidade, também
atribuído às ADF, tendo viti-
mado 14 civis.
forçou a deslocação do grupo
para a fronteira com a RDC,
onde tem levado a cabo várias
acções, nomeadamente
dro de outro caso na
República Centro Africana”,
precisou, à BBC, o porta-voz
do TPI, Fadi El Abdallah. No

aumento da violência Em declarações via tele-


fone, Angelus Kavuthirwaki
precisou que as vítimas civis
(oito mulheres, duas crianças
e três homens) estavam na
pilhagens, na província do
Kivu Norte.
Na sequência disso, o
Governo do Reino Unido
emitiu, sexta-feira, um bole-
acórdão, “a Câmara concluiu
que o julgamento, em primeira
instância, não deixou de cum-
prir as instruções para a deter-
minação de novas penas, não
Mais um ataque armado que ocorreu na região Norte de morgue do hospital de Boi- tim no qual desaconselha as cometeu nenhum erro de
Moçambique causou o pânico entre a população e faz kene, actualmente sob a viagens ao extremo Norte e facto e de direito, nem ditou
reacender o receio das autoridades perante um aumento da protecção das forças da Mis- à região Leste da RDC. uma pena desproporcional.
violência que possa colocar em causa a estabilidade no país,
apesar da Renamo garantir nada ter a ver com o assunto
RESULTADOS OFICIAIS
Um novo ataque de um grupo
armado contra um camião
frontais, pois as balas perfu-
raram o pára-brisas e atingi-
proclamada Junta Militar da
Renamo, negou a autoria do Breves
de carga provocou, sexta feira,
à noite, quatro feridos, junto
à principal estrada que liga o
ram os ocupantes”, disse à
Lusa, Dinis Filipe, um morador
da aldeia, que presenciou o
ataque, assegurando ter ocor-
rido numa zona distante de
onde se encontra. PRIMEIRO-MINISTRO
Hage Geingob reeleito
Sul e Norte de Moçambique,
disseram, ontem, à Lusa, tes-
temunhas e autoridades.
ataque e socorreu as vítimas,
que se refugiaram em Chibuto..
O outro morador contou que
“O ataque teve lugar longe
de onde eu estou”, limitou-
se a dizer Mariano Nhongo,
CABO-VERDIANO
DESAFIA OPOSIÇÃO
A PRESTAR CONTAS
Presidente da Namíbia DR
O líder da autoproclamada foram ouvidos quatro tiros e, que contesta a liderança do O Primeiro-Ministro de O Presidenteda Namíbia, Hage
Junta Militar da Resistência mais tarde, soube terem sido principal partido de oposição Cabo Verde, Ulisses Correia Geingob, foi reeleito com 56,3
Nacional Mo çambicana contra um camião de carga, e é acusado pelas autoridades e Silva, afirmou, sexta-feira, por cento dos votos, contra 28
(Renamo, oposição), Mariano que ficou imobilizado no local. de ser o mandante. que o Partido Africano da por cento do candidato inde-
Nhongo, negou qualquer res- “Depois do ataque, o Este é o primeiro ataque Independência de Cabo pendente Panduleni Itula,
ponsabilidade no ataque. motori sta e o aj udante, d e p o i s d e o P re s i d e n t e Verde (PAICV), na oposição, segundo os resultados defini-
O motorista e o ajudante acompanhados por mais moçambicano, Filipe Nyusi, deve “esclarecimentos à tivos divulgados ontem à noite
do camião, que transportava duas pessoas, chegaram aqui ter anunciado, há duas sema- nação” sobre “desfalques” pela Comissão Nacional Elei-
ração para aves, foram alve- a sangrar no braço e na cara”, nas, na Gorongosa, centro do de 4,5 milhões de euros na toral (ECN na sigla em inglês).
jados quando a viatura foi disse à Lusa José Combino, país, que ordenou às Forças gestão do Fundo do Antes da divulgação dos
emboscada na Ponte Nova, a também residente da aldeia, de Defesa e Segurança para Ambiente de 2012 a 2014. resultados oficiais, Hage Gein-
400 metros da aldeia de Chi- acrescentando que as vítimas “perseguirem e capturarem Segundo o portal de gob tinha anunciado, à noite,
buto, cerca de 40 quilómetros abandonaram a viatura no os atacantes sem rosto” que informação Interlusófona, nas redes sociais, a vitória e Presidente eleito da Namíbia
a Sul de Inchope, na província local do ataque. têm protagonizado ataques citado pela Lusa, a posição agradeceu ao povo namibiano
de Manica, Centro de Moçam- Contactado pela Lusa, contra alvos civis e militares foi assumida pelo Primeiro- pela reeleição. Eleitoral da SADC anunciou
bique. “Os disparos foram Mariano Nhongo, líder da auto- desde Agosto. Ministro no debate sobre a Desde o início da contagem que o processo eleitoral da
proposta de lei do dos votos, após a votação, na Na m í b i a d e c o r re u nu m
Orçamento do Estado para quarta-feira, o Chefe de Estado ambiente seguro.
2020 na Assembleia da Namíbia liderou os resul- A missão declarou ter
ELEIÇÕES NA GUINÉ-BISSAU Nacional, na cidade da tados, frente ao rival político observado um ambiente polí-
Praia, depois de o PAICV ter e candidato independente da tico calmo durante o processo
voltado a criticar a falta de Swapo, Panduleni Itula. de votação na quarta-feira.

Comissão Eleitoral admite mover transparência nas opções


do Governo.
“Falam de negócios pouco
“Desejo agradecer aos
namibianos por me elegerem
como seu Presidente. Estou
O chefe da missão e minis-
tro da Defesa do Zimbabwe,
Oppah Muchinguri-Kashiri,

“acção judicial”contra Mário Vaz transparentes. Vamos ver o


Fundo do Ambiente, a
situação do Fundo do
comprometido em servir a
nação com mais paixão e
máxima dedicação, para trazer
disse que o processo de registo
eleitoral foi concluído e veri-
ficado sem distúrbios.
O presidente da Comissão a salvaguardar o seu bom presidenciais na Guiné-Bis- Ambiente. Meio milhão de melhorias tangíveis na vida Além disso, Muchinguri-
Nacional de Eleições da nome e dos seus membros", sau, tendo obtido 12,41 por contos (cerca de 4,5 dos nossos cidadãos”, escre- Kashiri disse que o processo
Guiné-Bissau, José Pedro refere, em comunicado, cento dos votos. milhões de euros) em veu Geingob. Após conhecer de campanha foi pacífico,
Sambú, admitiu, sexta-feira, divulgado ontem à imprensa, "O candidato José Mário desfalque, transferências os resultados definitivos, a além de um incidente em
"intentar uma acção judi- José Pedro Sambú. Vaz bem sabe que os actos feitas para as associações Presidência emitiu, imedia- Ondangwa, há uma semana
cial" contra o Presidente O Presidente cessante da administrativos praticados no período eleitoral, pré- tamente, uma declaração a antes da votação, quando
cessante e candidato nas Guiné-Bissau e candidato pela CNE na decorrência do eleitoral”, apontou Ulisses afirmar que Geingob se dirigirá um grupo que apoiava um
eleições presidenciais de às eleições presidenciais rea- processo eleitoral podem ser Correia e Silva. ao país amanhã. dos candidatos à Presidência
d o m i ng o p a s sa d o , J o s é lizadas no domingo passado, impugnados por via judicial, “Há contas aqui a prestar, “O terceiro Presidente da ameaçou bloquear o tráfego
Mário Vaz, por insinuar "fal- José Mário Vaz, disse, na à luz do contencioso eleitoral há esclarecimentos à República da Namíbia, sua e foi dispersado pela Polícia.
sidades e calúnias". quinta-feira, que aceita os e nos termos permitidos por nação. Afinal quem é pouco Excelência Dr. Hage G. Gein- “A missão observou que a
"As insinuações, falsida- resultados, mas salientou lei", salienta José Pedro transparente? Quem é, gob, discursa amanhã à nação, paz e a segurança prevalece-
des e calúnias, proferidas que a Comissão Nacional de Sambú. No comunicado, o senhores do PAICV?”, após a reeleição como Chefe ram. O ambiente nas assem-
nas declarações do candidato Eleições (CNE) sabe "per- presidente da CNE exorta os insistiu o Primeiro-Ministro, de Estado durante as sétimas bleias de voto era pacífico, a
José Mário Vaz são apenas feitamente" quem deveria "guineenses a manterem- dirigindo-se à bancada do eleições democráticas de 27 Polícia estava presente nas
manobras de diversão, con- estar na segunda volta. se unidos em torno dos pila- maior partido da oposição de Novembro 2019”, dizia o assembleias de voto e era pro-
tudo, a CNE pondera intentar José Mário Vaz não passou res da democracia banindo (que esteve no Governo de comunicado. fissional na sua conduta”,
uma acção judicial, com vista à segunda volta das eleições pessoas mesquinhas”. 2001 a 2016). A Missão de Observação afirmou o chefe da missão.
MUNDO Domingo
1 de Dezembro de 2019 11
INSULTO A SHINZO ABE PERÚ SÁNCHEZ E IGLÉSIAS DESBLOQUEIAM IMPASSE POLÍTICO EM ESPANHA

Pyongyang ameaça Opositora


libertada
Formação de novo Governo
Japão com mísseis após 13 meses é encarada com optimismo
A Coreia do Norte insultou, yang efectuou dois disparos de prisão Após meses de impasse, o novo Executivo espanhol, liderado
ontem, o Primeiro-Ministro com um sistema de lança-
japonês depois de Shinzo mento múltiplo de foguetes A líder da oposição peruana, pelo socialista Pedro Sánchez pode tomar posse nos próximos
Abe ter sugerido que os pro- a partir da costa leste e em Keiko Fujimori, foi libertada, dias, tendo como vice Pablo Iglésias
jécteis disparados por Pyong- direcção ao Mar do Japão sexta-feira, por decisão do DR
yang na quinta-feira eram (conhecido como Mar do Tribunal Constitucional,
mísseis balísticos e ameaçou Leste nas duas Coreias). depois de quase 13 meses em
disparar um contra o Japão. Abe, que já tinha descrito prisão preventiva por suspeitas
Num comunicado divul- anteriormente tais projécteis de corrupção num caso ligado
gado pela agência de notícias como “mísseis balísticos”, à brasileira Odebrecht.
Kcna, podia ler-se que “Abe rejeitou, nesse mesmo dia, A filha do ex-Presidente
é o único idiota deste mundo que os projécteis se tratassem Alberto Fujimori (1990-2000)
e o homem mais estúpido de “meros foguetes”. vai aguardar em liberdade o
que a história já conheceu”, O teste de quinta-feira resto da investigação sobre o
por ser “incapaz de dis- foi o décimo terceiro de alegado financiamento ilegal
tinguir um míssil de um armas realizado pela Coreia das campanhas eleitorais.
si stema de lançamento do Norte este ano e o quarto Centenas de apoiantes e
múltiplo de foguetes”. em que é usado o sistema militantes do partido Força
Na mesma nota, assinada de lançamento múltiplo Popular esperavam Fujimori
por um funcionário da de projécteis. à saída da prisão, incluindo
diplomacia norte-coreana, As negociações sobre o o marido, o norte-americano
Pyongyang acusa o Pri- desarmamento não avançam Mark Vito, que há alguns
meiro-Ministro nipónico desde a cimeira de Fevereiro, dias declarou -se em greve
de viver “isolado da política em Hanói, onde Washington de fome para exigir a liber-
internacional” e qualifica considerou insuficiente a tação da esposa.
Abe de “tolo”, “ignorante”, oferta de Pyongyang para Nas primeiras declarações
“imbecil”, “anão político” d e s m a nte l a r o s ac t ivo s à imprensa, a líder da opo-
e “cão temeroso”. nucleares e recusou a levan- sição afirmou que os últimos
Também acusa o político tar as sanções económicas. meses foram “os mais dolo-
conservador japonês de ten- Ambas as partes realizaram rosos”, durante os quais teve
tar minar o diálogo sobre a uma reunião de trabalho no oportunidade “para reflectir Os dois políticos assinaram um pré-acordo para a formação de um Governo de coligação
desnuclearização com os início de Outubro em Esto- e pensar nas coisas que pode-
Estados Unidos e insinua colmo, mas a reunião foi ria ter feito melhor”.
que “Abe poderá ver, num encerrada com os norte- A ex-candidata presiden- O secretário-geral do Unidas terá Pablo Iglésias como Sánchez depois de assinar o
futuro não muito distante coreanos a acusarem os norte- cial acrescentou que o Tri- Podemos, Pablo Iglésias, vice-presidente. documento, enquanto Pablo
e de muito perto, o que é americanos de não oferecerem bunal Constitucional corrigiu encara com optimismo o A abstenção do ERC é Iglésias realçou a honra que
um míssil balístico”. nada de novo e de manterem um processo “cheio de abu- desfecho da solução para a essencial para a investidura constitui para a sua formação
Na quinta-feira, Pyong- uma “política hostil”. sos e arbitrariedades” e asse- formação de um Governo de do próximo Governo em fazer parte do Governo.
DR gurou que vai continuar a coligação e descarta outro Espanha, mas o partido Neste contexto, o secre-
colaborar com a Justiça ao cenário que não o de uma recusa apoiar a solução de tário-geral do PSOE recordou
longo da investigação. coligação. coligação do PSOE (socia- aos independentistas da ERC,
Keiko Fujimori vai con- “Espero que na véspera listas) e do Unidas Pode- de quem precisa para ser
tinuar a ser investigada do Natal os espanhóis possam mos (extrema-esquerda) investido Primeiro-Ministro,
devido ao financiamento, à jantar já com um Governo”, enquanto o Partido Socialista que a coligação que lidera é
construtora brasileira Ode- disse, na semana passada, Operário Espanhol resistir a única que aposta no diálogo
brecht, das suas campanha citado pela Efe, Pablo Iglésias, a “abandonar a via repres- “dentro da Constituição”
eleitorais, em 2011 e 2016. mostrando um optimismo siva” na Catalunha. para resolver a crise política
Executivos da construtora que é partilhado pelo núcleo No dia 12 de Novembro na Catalunha.
admitiram ter contribuído duro da coligação. os líderes do PSOE e do Uni- Pedro Sánchez, que tam-
com um milhão de dólares Entre todos os desfechos das Podemos, Pedro Sánchez bém é o actual Primeiro-
para a campanha de Fujimori considerados pelo Unidas e Pablo Iglesias, assinaram, Ministro em funções, tem
em 2011 e com outra quantia Podemos nenhum contem- em Madrid, um pré-acordo apelado à “responsabilidade”
em 2016.Perú é um dos paí- pla a possibilidade de o par- para a formação de um e “generosidade” de todas
ses mais atingido pelo tido independentista catalão Governo de coligação as forças políticas no sentido
esquema da empreiteira bra- ERC dificultar a investidura “progressista”. de não bloquearem o acordo
sileira Odebrecht. de Pedro Sánchez como “Os espanhóis falaram e de um Governo de coligação
DR Primeiro-Ministro de um cabe aos partidos responder com o Unida s Po demo s
Governo de coligação que à sua vontade”, disse Pedro (extrema-esquerda).

O Governo norte-coreano endureceu o discurso contra Tóquio IRAQUE

VENEZUELA Manifestações prosseguem


Maduro acusa Colômbia apesar da demissão do PM
de preparar conflito Centenas de iraquianos con-
tinuaram, ontem, a mani-
festar-se na cidade de
em Nasiriya, enquanto as
forças de segurança dispa-
ravam para o ar munições
lentos protestos nos últimos
dias, que resultaram na morte
de pelo menos 46 pessoas
O Presidente da Venezuela, (Presidente da Colômbia)”, Nasiriya, no Sul do país, onde reais para dispersar os mani- em Nasiriya, os manifestantes
Nicolás Maduro, acusou, disse Maduro, num evento Líder da oposição peruana nos últimos dias, pelo menos, festantes, de acordo com tomaram ontem de manhã,
ontem, novamente o Governo com trabalhadores ferroviários cumpriu 13 meses de prisão 46 pessoas foram mortas uma fonte anónima do o controlo das principais
da Colômbia de preparar um em Caracas. pelas forças de segurança, Ministério do Interior ira- pontes sobre o rio Eufrates
“conflito armado” na fron- “Denuncio e digo a las Fuer- A empreiteira brasileira num ambiente de contesta- quiano que falou à EFE. que unem a cidade.
teira que ambos países par- zas Armadas como Coman- admitiu ter pago 29 milhões ção que levou à demissão do De acordo com a mesma Depois de, na quarta-feira,
tilham para “desviar” a dante-em- Chefe: preparem-se de dólares de subornos ao Primeiro-Ministro. fonte, não se registaram feri- os manifestantes terem
atenção dos protestos contra para defender a soberania longo de três governos perua- Segundo a agência EFE, dos e os líderes tribais da pro- irrompido pelo consulado
as medidas do Chefe de e o direito à paz da Vene- nos. Keiko é filha do ex-Pre- o pedido de demissão do Pri- víncia, em conjunto com as iraniano de Najaf, no Sul, de
Estado colombiano. zuela”, prosseguiu, assegu- sidente Alberto Fujimori que meiro-Ministro, Adel Abdel- autoridades locais tentavam maioria xiita, houve uma
“Tenho a informação de rando que no plano também cumpre sentença por crimes m a h d i , ap re s e ntad o n a persuadir os manifestantes escalada de violência que
primeira ordem de que se participa o “Comando Sul” contra direitos humanos. sexta-feira, foi ontem aceite a retirar-se das imediações foi condenada pelas princi-
pretende um conjunto de pro- dos Estados Unidos. A sua libertação acontece pelo Conselho de Ministros, do comando da Polícia, o epi- pais autoridades desse ramo
vocações para um conflito O Executivo de Maduro numa altura em que o país que se reuniu em sessão centro dos protestos na cidade da religião muçulmana e
armado na fronteira colombo- tem acusado constantemente se prepara para as eleições extraordinária. nos últimos dias. pelos líderes políticos, tendo
venezuelana para desviar a a Colômbia e os Estados Uni- legislativas, previstas para Um grande número de Apesar de as autoridades culminado na renúncia do
atenção da rebelião popular dos de preparar planos contra Janeiro, após a dissolução manifestantes estava ontem de Dhi Qar terem decretado Primeiro-Ministro.
dos colombianos e colom- a Venezuela para derrubar do Congresso pelo Presidente a rodear o Comando da Polí- três dias de luto em toda a Milhares de pessoas estão
bianas contra Iván Duque o Governo. Martin Viscarra. cia da província de Dhi Qar, província, depois dos vio- nas ruas desde Outubro.
12 Domingo
1 de Dezembro de 2019

CLASSIFICADOS
Atendimento Mais informações
Rua Rainha Ginga, 18/24 — Luanda Telefones: 937 550 262 /949 770 006
de Segunda a Sexta-feira, das 8h às 18h, e-mail: publicidade@jornaldeangola.com
aos Sábados e Domingos, das 8h às 14h IMOBILIÁRIO VIATURAS DIVERSOS
CASAS T3 acabadas condo- MITSUBSHI L200, cabine du- TERRENO 25x15, bairro Mili-
mínio fechado, pagamento
prestação, Benfica, Zango 0,
pla, 2.000.000 Akzs, discutíveis.
Terminais tlfs: 935050638,
VENDE-SE tar, no Talatona, rua 4,
CO-ORIENTAMOS trabalhos,
Monografias e elaboramos
ORRETOR de Vendas, de pre-
ferência morador da Centra-
18.000.000 Akzs. Telefone: projectos de desenvolvimento lidade do Sequele. Terminal
26.000.000. Telefs: 948933887,
IMOBILIÁRIO 993973806. (2.853)
925210882. (2.724) 923767183. (2.710) comunitário. Tlfs: 931090284, telefónico: 925500073.
TOYOTA Starlet Bolinha, em 996300571. (2648) (2.753b)
CASAS T3condomínio fechado, TERRENOS no Benfica, Pa-
bom estado técnico, Akz triota, Via Expressa, Talatona
pagamento à prestação,Benfica,
Zango 0, 1, Akz 23.000.000.00 e 650.000.00, discutíveis. Telefs: e Zona Verde, lotes e hectares. TRATA-SE de vistos para to- EMPREGADA doméstica ex-
914760689, 924383768
VENDE-SE 14.000.000.00. Telfs: 948933887,
993973806. (2.853a) (2.751)
Terminais telefs: 926662211,
941360240.
FORNO rotativo industrial,
Diesel, amassadeira, carrinho
dos os países. Telefones: periente, cuidar de crianças
em regime interno. Terminal
FORD FIGO, azul, matrícula (2.211b) recém-chegado, novo. Telef: telefónico: 923682223.
1.º ANDAR no Zango 4, em CASAS T3 com suite, quintal
obra, quintal fechado, luz, Viana, Quinta Rita, Zango 0, GK, 70.000Kz, como novo, 922204848. (2.763) 937915975/991857991. (2833) (2.851a)
água, tanque de água, 15 mi- 4, 4.000.000.00. a 5.000.000.00. por 4.000.000Kz. Telefone: CAMPAS granito e mármore,
lhões, negociável. Telefone: Telefs: 948933887, 993973806. 924738086, 912838917 montagem, gravação, cabe- TERRENOSdentro de um con- MOTORISTA com experiência
940948612. (2.109) (2.853b) (2976) ceiras, fotos, Casa dos Grani- CRIAÇÃO de Websites em 2
domínio, Kz. 2.000.000.00. Ter- de condução. Terminal tele-
tos. Terminais tlfs: 921662309, dias C/domínio emails, hos-
APARTAMENTO T2, prédio CASA T3 no Zango 3, 15x15, RENAULT DUSTER, 8.000Km, 990591646. (2.125) minais telefs: 995693106, fónico: 991161230.
com elevador e segurança, no inacabada, a bom preço. Tele- 925500073. (2.753a) pedagem, Akz 48.000.00. Telf: (2.672b)
cinza, matrícula HD, novo,
Kinaxixi. Telefone: 923646572. fone: 942373541. (2.883) complemento e câmara à 924278348. (2756)
(2.496) FAZENDAS de 1000 a 7000
11.000.000Kz. Telefone: hectares: Bengo, Uíje, Cuanza BOMBA de Combustível Con- SEGURANÇA nocturno com
924738086, 912838917(2976a) Norte, Malanje, Cuanza Sul. CONTABILISTA Sénior, presta
VIVENDA no Projecto Habi-
tacional, a partir de Akz ARRENDA-SE KIA PICANTO 30.000Km à
Telef: 923646572. (2.496a)
tentorizado. Terminal telef:
926434587. (2.825)
Serviços à Empresas: Encer-
Carta de Condução. Terminal
telefónico: 991161230.
6.000.000, Zango I. Telefone: ramento de Contas, etc... Telef:
941273300. (2.573) 4.000.000Kz, Santa Fé (2.672a)
APARTAMENTOS T1, T2, T3, COLCHÕES Kamaflex - cama, GRUPO Ferreira e Esteves: 935372227, 994581111.(2872)
Kinaxixi, Maculusso, Ingom- 4.800.000Kz, Sonangol, Bolinha
VIVENDA T8, Morro Bento, e i10. 994054205, 941384616 estrados, bases, berços, al- Vendemos Ladrilhos Cinza
junto à Pastelaria Nice, Akz
bota, com ou s/recheio. Telef:
991605628, 933894358. (2861) (2866) mofadas, lençóis e tapetes, 40x40, a bom preço. Terminais NEGÓCIOS EMPREGADA doméstica, que
cuide de uma casa e viva no
75.000.000.00. Tlf: 927339050,
992641765 (2.716)
na Rua da Maianga. Terminal
telefónico: 938910826
tlfs: 923424012, 939455696,
918826666 (2.655)
PRECISA-SE Prenda. Terminal telefónico:
991161230.
CASAS T3, Sociais, Projecto PRECISA-SE (2.201)
DIRECTORA Pedagógica P/tra- (2.672)
fechado, inacabada, Zango, TERRENOS na estrada do Fu-
Jacinto Tchipa, a 4.000.000.00 TENDAS de campanha e cam- balhar em Colégio na cidade,
AUTOCARROS p/ alugar, de pismo, muletas canadianas, tungo 2, Kikuxi, Cacuaco Caop,
kzs. Telefones: 997836139,
930919695. (2752c) VIATURAS 30 lugares (Hyundai County
ou Toyota Coaster), em bom
cadeiras de rodas e lonas. Funda, Viana Km. 35, lotes,
experiência na área. Terminal
telefónico:926081353.
OFERECE-SE
Terminais telfs: 945422988, hectares. Telef: 923532124
CASAS T3, Projectos Sociais fe- estado técnico e AC. Telefone: (2.629)
938489868 (2.714) 923506176 (2.579) (2.796)
chados, Zango 1, 3, 4 e Engevia,
a partir de 2.500.000.000. Telefs: TERRENOS para parcerias de SUPERVISORA administra-
921168299, 992451833. (2752) CARCAÇA de Chata para mo- TERRENO 1,7 hectares C/4 TERRENO de 30/60, bem lo- D&A DESINFESTAÇÃO sem tiva de armazém e logística,
CASAS T3, Condomínio fe-
VENDE-SE tor de 40HP. Terminal telef:
923682223. (2.851)
casas, piscina, junto ao Resort
Roça Mangueiras. Telefones.:
calizado, em boa zona do Ben- cheiro, anti-alérgica, não pre-
Construção de Condomínio,
Benfica , Viana e Via Expressa. formada no exterior. Termi-
chado, Camama, Kikuxi, fica, a 26.000.000 kz. Telefone: cisa sair de casa ou desarru- Terminais telefs: 942695999, nais telefónicos: 939187252,
EMPILHADOR Mitsubishi 923401470, 924037375
Luanda-Sul, Via Expressa, a 926662211. (2.784) mar. Terminal telef: 938133343 993363263. (2.752a). 933286397
5.000.000,00. Telef: 942695999, 3.500Kg, usado, todo recon- (1901)
993363263. (2752b) dicionado, diesel. Telefone:
924185498. (2.644)
COMPRA-SE TERRENO Agrícola de 100 TERRENO 100X30, no Benfica
(230)
PESSOAS experientes, P/ tra-
(2306)

PROJECTOS FECHADOS T3, Tanque 1, totalmente legali- WORKSHOP Gestão de negó- balharem na cozinha e sala, COZINHEIRA, Governanta, babá
COMPRAMOS Viaturas ava- hectares, próximo ao rio, com profissional c/ Passaporte e
Zango zero, Sequele Kz. TOYOTA Hilux 69.000km, a zado, a 4.000.000,00Kzs, pag. cios e finanças, melhore a sua em Restaurante (Cassequel).
5.000.000,00kz, discutíveis. riadas e acidentadas, o paga- documentação. Telefones: Carta de Condução. Terminais
6.000.000.00, Via Expressa kzs 2 prestações. Terminal tele- saúde financeira. Telefone:
3.500.000.00, Telfs: 995693106, Telefs: 933630787/923319188. mentos é na hora. Telefone: 948399762/912350634 URGENTE. Telefones: telefónicos: 933631263,
925500073. (2.753) (2.661) 921591033 (2.864) (2600) fónico 923321164. (2.837) 935140818. (2.601) 925109077. (2.739) 992631263 (2.375)

PUBLICIDADE

(700.052E)
Domingo, 1 de Dezembro de 2019

EDIÇÕES NOVEMBRO
IVAN ALEKXEI

Dos bares
aos grandes
palcos
Autor do grande sucesso
“Meu Kota” e do álbum
“Meu Chão”, e com
a carreira sedimentada
no circuito dos bares,
o artista defende que
“é preciso vender a
imagem do país com
uma nova maneira
de fazer música”

Curiosidades + Comer fora + Comer em casa + Reportagem + Cultura + Roteiro de casa + Roteiro de rua
2 CURIOSIDADES Domingo
1 de Dezembro de 2019

Horóscopo Saiba
País
Carneiro de 21/03 a 20/04
Rio Tejo
DR
A semana também é boa para viajar e estudar. Óptimo momento
para as festas e eventos sociais. E para planear viagens. É
hora de se abrir para novas possibilidades, fazer planos para O maior rio da Península Ibé-
o futuro. Um óptimo período para a vida financeira e para se rica, estendendo-se ao longo
organizar mais nessa área. Um óptimo momento para fazer de 1009 quilómetros. Nasce na
mudanças. serra de Albarracim, a 1593 me-
tros de altitude, em Espanha,
Touro de 21/04 a 20/05 e desagua no oceano Atlântico,
Bom para planear e focar em seus melhores projectos. Leveza e por um largo estuário com cerca
sorte. Uma semana mais leve e divertida. Os encontros são felizes, de 260 km2, alguns quilómetros
trazem conversas inspiradoras e solução. Você pode criar mais adiante de Lisboa, em S. Julião
vínculo com gente boa e ter momentos realmente alegres. Período da Barra.
de ganhos e produtividade, de grandes oportunidades. Depois de atravessar o pla-
nalto de Castela-a-Nova e a Ex-
Gémeos de 21/05 a 20/06 tremadura espanhola, entre
Novidades no trabalho podem trazer grande motivação. É desfiladeiros e vales apertados,
uma óptima semana para você. Bons encontros, oportu- entra em Portugal. Antes disso,
nidades, crescimento, sucesso. Mostre seu melhor, faça faz fronteira entre Espanha e
contactos, crie oportunidades. Um clima super leve e Portugal através do troço in-
produtivo, de mais sucesso e realização. Aproveite cada ternacional do Tejo, com uma
oportunidade. Só não perca o foco. extensão de cerca de 50 km.
As margens são rochosas e
Caranguejo de 21/06 a 21/07 abruptas e o vale estreito (por
Aproveite cada encontro e conversa. Bom momento para exemplo, Portas do Ródão). O
eventos sociais e culturais. Um novo ciclo está começando, leito está cheio de penedias,
e você tem a oportunidade de mudar o que quiser em sua cascalho e algumas ilhas como
vida. Foco na rotina, em tornar mais produtiva. Busque a do Castelo de Almourol. De
mais prazer e diversão em tudo que faz. Crie oportunidades Abrantes até à foz, o Tejo corre
para crescer no trabalho. nas planícies ribatejanas, onde
deposita nateiros de grande
Leão de 22/07 a 22/08 fertilidade e provoca inundações
O clima familiar garante mais segurança e inspiração para catastróficas.
aproveitar as oportunidades que a vida traz, leonino. O O Tejo termina por um amplo
céu manda boas novas e você pode ficar mais otimista e e fundo estuário, que forma o
cheio de inspiração. Bom momento para o amor, os en- mar da Palha e se aperta a 10
contros, a vida social. Oportunidades também em sua km da foz. Na margem direita
vida profissional. do estuário situa-se a cidade de
Lisboa. A área da sua bacia hi-
Virgem de 23/08 a 22/09
Algo novo e bastante positivo está para acontecer. Fique
atento. Um momento mais leve. São óptimos dias para
Lago Dilolo drográfica é de 79 800 km2, dos
quais 24 900 são em Portugal.
O escoamento anual na foz
os assuntos familiares, para as questões pessoais, para do rio Tejo é, em média, de 17
organizar sua casa e sua vida. A comunicação está em O Lago Dilolo está intrinsecamente interligado numa zona turística, onde se encontra 080 hm3, sendo 6200 hm3 em
alta e o clima é especialmente favorável para viagens, outro lago (Cameia) e o Parque Nacional da Cameia, todos do município da Cameia, Portugal e o restante em Espa-
conversas e estudos. localizado ao longo do Caminho-de-Ferro de Benguela (CFB). Pela sua beleza turística nha. Estima-se que a bacia hi-
inigualável, o lago precisa de valorização e investimentos em construção de infra- drográfica do rio Tejo, em
Balança de 23/09 a 22/10 estruturas hoteleiras, lugares de lazer e outros empreendimentos para atrair turistas. território nacional, apresente
É um bom momento para resolver coisas práticas e abrir uma capacidade total de ar-
novas portas. Um bom momento para pensar em futuros mazenamento de recursos hí-
estudos e viagens, em projectos que tem tudo para dar dricos na ordem dos 2750 hm3,
certo. Um momento mais leve e feliz. Pegue as rédeas da em regime regularizado.
vida e conduza você mesmo seu próprio barco. Encontros Fazem anos esta semana Na bacia hidrográfica do rio
podem ser animados e inspiradores. Tejo é nítido o contraste entre

Escorpião de 23/10 a 21/11 Modesto Ilunga os afluentes da margem norte,


com elevadas disponibilidades
Um bom momento para se cuidar mais. É um óptimo período Humilde e detentor de uma personalidade ímpar, homem sempre de recursos hídricos em regime
para pensar em mudanças. Esteja aberto às oportunidades e disponível a ajudar o próximo, Modesto Ilunga, nasceu no dia 2 de natural, e os afluentes da mar-
crie você mesmo algumas delas. Um momento de ganhos e Dezembro. É um dos principais rostos da área de publicidade e marketing gem sul, bastante pobres em
felicidade. Você pode encontrar recursos internos, descobrir das Edições Novembro, a detentora dos títulos como Jornal de Angola, recursos hídricos.
dons e talentos e vivenciar situações bastante prazerosas. Jornal dos Desportos, Cultura e Jornal de Economia e Finanças. Em território português o
Tejo recebe da margem esquer-
Sagitário de 22/11 a 21/12
Faça a sua parte. Momento de sorte. Que lindo momento esse. Marioneth Gaspar da o Sever, o Sorraia e o Alman-
sor que, à excepção do primeiro,
Uma Lua Nova no seu ciclo traz boas novas para você. Um ciclo Docente de profissão e licenciada em sociologia pela Universidade Jean são rios de planície com as mes-
leve começando, oportunidades vindo até você. Certezas e Piaget de Angola, Marioneth Gaspar destaca-se por uma das figuras de mas características do Tejo na
segurança internas ajudam a decidir o que é melhor nesse referência da Igreja Metodista no município de Viana. Jovem e destemida, sua secção inferior.
momento. Siga firme no que acredita e não perca sua fé. Mostre a Naná, como é carinhosamente chamada no círculo familiar, nasceu na Da margem direita o Tejo
seu melhor. vila de Viana, no dia 2 de Dezembro. recebe
O Museuosdo rios Erges,em
Louvre, Ponsul,
Paris,
Ocreza,
tem umaZêzere, Alviela ede
das colecções Maior,
arte
Capricórnio de 22/12 a 20/01
Uma fase de bons sentimentos internos, e isso será óptimo para Reginaldo dos Santos que
maisdescem
quase
ricas do da
tram-setodos
montanha,
mundo. Encon-
de carácter tor-
nela representados to-
tomar decisões importantes. é hora de olhar para dentro, resolver Jornalista da Televisão Pública de Angola (TPA) e diplomata, Reginaldo rencial, sendoda
dos os períodos o mais impor-
arte europeia
o passado, traçar novas metas e se preparar para o seu novo Tavares Dos Santos nasceu no dia 4 de Dezembro. Jornalista actualmente tante
até ao o Zêzere, que tem
Impressionismo. a sua
O museu
ciclo que começará em algumas semanas. as conversas seguem emprestado a diplomacia, Reginaldo dos Santos destacou-se como origem
é um vasto na serra da Estrela
complexo -o
de 200
sendo produtivas e inspiradoras. repórter pelas suas excelentes coberturas jornalísticas. Enquanto adido maior centro deque
000 quadrados, dispersão
compreen-das
de imprensa, tem as suas impressões digitais nas embaixadas da Zâmbia águas
de setedo território português.
departamentos, dedi-
Aquário de 21/01 a 19/02 e da Federação Russa. cados a antiguidades egípcias,
Um óptimo momento para focar nos projectos que você mais orientais, gregas e romanas, DR

gosta. Vida social divertida e que traz contactos novos ou faz escultura, pintura e desenho.
com que você aprofunde vínculos e relações que já existem. Zela Figueira Alberga uma magnífica co-
Momento importante no trabalho, com novos projectos surgindo. lecção de pintores europeus
Vem coisas grandes pela frente. Fique atento aos sinais. Figura de referência da zona do Felício, bairro do Cassenda, distrito como Leonardo da Vinci, Ra-
urbano da Maianga, Zela Figueira ou Zela Tamara, nasceu em Luanda, fael, Rubens, Rembrandt, Ver-
Peixes de 20/02 a 20/03 no dia 4 de Dezembro. Dona de uma performance física de invejar, Zela, meer e Goya, entre muitos
Um óptimo momento para planear. É um momento importante destaca-se pela sua capacidade de mobilização. Não há quem não a outros. Contém obras-primas
em sua vida. Oportunidade de recomeçar, de incluir mais conheça, na zona do conhecido campo do Felício, área adjacente ao Laboratório da Renascença italiana e do
prazer e sucesso na vida. Novas portas de trabalho podem de Engenharia de Angola. período barroco. Encontram-
se abrir e ainda antes do ano acabar uma nova oportunidade se expostos objectos de arte
pode se desenhar, trazendo felicidade extra e mais prosperidade
para você.
Pereira Santana medieval, renascentista e mo-
derna, bem como os tesouros
Pereira Santana ou simplesmente conhecido como Pandy Santana, é dos reis franceses. No depar-
Editor-Chefe: António Cruz
um nome que dispensa apresentação para muitos dos leitores do Jornal tamento de antiguidades
Editor: Isaquiel Cori de Angola até a década de 90. Nascido no dia 6 de Dezembro, Pandy como orientais encontra-se uma im-
Subeditores: Edna Cauxeiro e Ferraz Neto é carinhosamente chamado pelos seus correligionários, trata-se de uma portante colecção de arte da
Edição de Arte: Salvador Escórcio, Soares
Neto, Raúl Geremias, Henrique Faztudo e figura com um carácter de invejar. Amigo dos seus amigos, depois de ter Mesopotâmia.
Fim-de-Semana António Quipuna abraçado a carreira de sindicalista pela União dos Jornalistas Angolanos (UJA), actualmente No século XII foi neste local
Textos: Analtino Santos, Mário Cohen,
Guimarães Silva | Fotos: JAimagens e Globo é quadro do Governo Provincial do Huambo.
Domingo
1 de Dezembro de 2019 DEGUSTAÇÃO 3
PARA JANTARES
Chef alemão Koerper
está em Luanda
O cozinheiro, distinguido em Portugal com a estrela Michelin, encontra-se desde sexta-feira em Luanda,
para realizar três jantares de degustação nos principais restaurantes do grupo Sol Maior, além de
interagir tecnicamente com gastrónomos angolanos

EDIÇÕES NOVEMBRO
A presença em Luanda de daquilo que se chamam as
Joachim Koerper, que se pro- “técnicas do mundo inter-
longa até a próxima sexta- nacional”, com a cozinha de
feira (8), visa ainda comemorar cada uma das casas, a utili-
os aniversários dos restau- zação de produtos da terra,
rantes do grupo Sol Maior, a inovação e a apresentação
nomeadamente Esplanada de “algo diferente” no mer-
Grill (Rodízio de Carnes), cado angolano a partir de
que completa nove anos, dinâmicas particulares de
Espaço Luanda (Steak & Sea), cada conceito.
sete anos, e Bessangana
(Cervejaria) às vésperas de
completar o primeiro ano
de operação.
Os eventos, com um nú-
mero restrito de convidados,
acontecem na terça-feira na
Esplanada Grill, na Ilha do
Cabo, quinta-feira no Espaço
Luanda, no Talatona, e no
dia 8 na Cervejaria Bessan-
gana, na Ilha do Cabo.
A proposta inédita e ino-
vadora de jantar-degustação
é uma ferramenta para pro-
porcionar aos clientes destes
restaurantes três noites de
sabores variados com menus
preparados pelo chef anfi-
trião, mostrando o que há
de melhor em termos de cu-
linária nestes restaurantes. Pelo que o Jornal de An-
Os clientes terão a opor- gola apurou, o chef Koerper
tunidade de experimentar é apenas o primeiro de vários
uma sequência de sabores convidados conceituados
variados como se o chef de do mundo da alta cozinha
cozinha estivesse a desfilar que virão a Angola propor-
os seus melhores pratos. Pela cionar novas experiências
primeira vez em Angola os gastronómicas.
apaixonados por sabores vi- Os profissionais dos res-
verão tal experiência. taurantes angolanos terão a
O desafio proposto ao chef oportunidade de trabalhar
Joachim Koerper foi criar com um dos mais respeitados
um menu a “quatro mãos” chefs do mundo e absorver
para cada um dos restau- conhecimentos e novas téc-
rantes, sempre a fazer fusões nicas e práticas.

DR
ven juntou-se ao Relais & Châ-

Perfil do chef alemão


O estrelado chef Joachim e restaurantes da Europa: L’Am- exclusivo de ingredientes naturais
Koerper nasceu no Natal de broise de Bernard Pacaud em e frescos locais. Esse princípio
1952 na cidade de Saarbruc- Paris (3 estrelas Michelin), Moulin é um dos fundamentos do seu
ken, Alemanha, não muito de Mougins de Roger Vergé na sucesso culinário.
longe da fronteira francesa. Riviera Francesa, a 5 quilómetros Depois de passar pelos res-
Começou por estudar negócios, de Cannes (3 estrelas Michelin), taurantes franceses, abriu o
mas a sua paixão mesmo era Guy Savoy em Paris (2 Estrelas restaurante Girassol em Ali-
cozinhar. Apaixonou-se pela Michelin), Hosteleria du Cerfde cante, uma pequena aldeia à
culinária e pelos ingredientes Robert Husser na pequena cidade beira-mar espanhola, que na
do Sul da Europa e hoje é am- alsaciana de Marlenheim, perto época foi premiado com duas
plamente aclamado como um de Estrasburgo (duas estrelas estrelas Michelin.
dos mais importantes mestres Michelim), Au Chapon Fin de Desde Novembro de 2004 é
da “Cozinha Mediterrânica”. Gilbert Broyer em Thoissey (2 chef executivo e parceiro do Ele-
No início da década de 1970, estrelas Michelin na época) e ven, durante algum tempo o único
depois de ser aprendiz no Assiette Champenoise de Jean restaurante em Lisboa com uma
Hotel Falken em Constance e Pierre Lallement em Reims (2 estrela Michelin, recebida em
Kempiski, em Berlim, ele trocou estrelas Michelin). menos de um ano após a abertura.
a Alemanha pela França e por Os ensinamentos destes gran- Em 2007, o “Goumetour” elegeu
climas mais quentes. des chefs fizeram Joachim de- o Eleven como o melhor restau-
De 1971 a 1990 trabalhou cidir adoptar uma filosofia rante em Portugal.
em alguns dos melhores hotéis gastronómica baseada no uso Em 2010, o Restaurante Ele-
4 CAPA Domingo
1 de Dezembro de 2019

IVAN ALEKXEI
“A música de bar foi a minha
verdadeira escola”
O autor do sucesso “Meu Kota” e do álbum “Meu Chão” defende que os músicos precisam vender a imagem do país
com uma nova maneira de fazer arte e sem os “disparates” ouvidos em muitas canções. Segundo o músico, a forma
que encontrou “para deixar um legado é continuar a compor letras motivadoras, capazes de transformar a sociedade”.
Para o cantor, muitos músicos “têm estado a passar uma mensagem distorcida e negativa ao mundo sobre a produção
musical e artística do país”. Leia, a seguir, a entrevista em que o músico fala, entre outros assuntos, dos primórdios da
sua carreira na Huíla, a cantar de bar em bar, e de como essa experiência o amadureceu
DR

Manuel Albano

Quem é o cantor Ivan


Alekxei?
Sou um cidadão normal como
qualquer outro, que se tem
destacado no mundo da mú-
sica. Sou formado em Enge-
nharia Civil pela Universidade
Óscar Ribas, em Luanda. Faço
parte dos primeiros finalistas
desde a fundação da insti-
tuição. É na música onde me
revejo, gosto de compor e de
abordar questões sociais.

Quais são as tuas origens?


Nasci no Cuanza-Sul, mas
por causa do conflito armado
os meus pais mudaram-se
para a província da Huíla. Saí
do Cuanza-Sul muito peque-
no e tenho poucas recorda-
ções da minha terra natal.
Fui registado como natural
da Huíla. Sinto-me filho dos
dois lados. Sou filho de Miguel
Barbosa, da província do Na-
mibe, e de Idalina do Amaral,
do Cuanza-Norte. Sou o se-
gundo filho. Somos três ra-
pazes e uma menina.

Como começa o percurso


musical do Ivan Alekxei?
É uma história engraçada.
Muitos pensavam que seria
um jogador de futebol, porque
sempre tive jeito de jogar a
bola. Representei a província
da Huíla nos escalões de ca-
çulinhas, na década de 1980.
Era uma criança muito ha-
bilidosa que gostava muito
da bola. Apesar disso, sem-
pre gostei de ouvir música
por influência dos meus
pais. A minha mãe e o meu
pai, aos fins-de-semana,
escutavam canções cabo-
verdianas e brasileiras.

Foi nesse período que


decidiste entrar para igreja?
Foi já na década de 1990 que
decido entrar no grupo coral fazer as minhas próprias cipal objectivo era mesmo afastado. A minha família já bém para a igreja. Esse rigor, estar focados nos sonhos e
da então Igreja Maná. Co- composições até começar a começar a trilhar o meu ca- era mais liberal, porque per- entre nós, está também en- objectivos. É uma caminhada
mecei por aprender a tocar amadurecer o meu projecto minho e permitir que as pes- tencia à Igreja Católica e acha- tre os motivos pelos quais em que precisas saber filtrar
bateria e depois o canto. A como artista. soas começassem a ouvir as va normal a minha atitude, muitas igrejas perderam os o que ouves, para não caíres
disciplina religiosa imposta minhas canções. porque era algo que gostava seus líderes corais. em depressão e desistires dos
foi determinante na cons- Quando começaste a tocar Essa fase da tua vida de fazer. Esse apoio foi de- teus sonhos. A minha cami-
trução do meu projecto ar- nos bares? implicou abrir mão de terminante, por transmitir- Esse passo ajudou-te a nhada pelos bares foi propo-
tístico. O lado positivo foi Depois daquele período de- algumas coisas? me segurança e encorajar a amadurecer, quando sitada. Hoje sinto-me capaz
poder trabalhar o meu ca- cidi experimentar tocar nos Sim, principalmente, tive olhar para o futuro com de- decidiste seguir em frente? de defender o meu nome. Se
rácter, o que tem sido muito bares ainda na Huíla. Isto em que me afastar da igreja, por terminação. A nossa realidade É claro! Quando tens foco, o não dominas o que fazes e
importante para a minha car- 2004. Foi um período com- causa do rigor e da disciplina ainda é rodeada de muitos caminho é só um e nada te não és o primeiro a acreditar
reira. Éramos obrigados a plexo, porque não dominava impostos, na altura, pelos mistérios e misticismos. Nou- pode parar quando trilhas o na tua marca, estás sujeito a
aprender a tocar dois ou três bem esse mercado muito exi- responsáveis. Não digo que tras realidades, a música gos- caminho com Deus. Todas as recuar por causa das críticas.
instrumentos musicais. De- gente. Como precisava de foram muito radicais comigo, pel é comercializável. Nos críticas foram sendo revertidas
pois fui ganhando a confiança afirmação e estava à procura porque cada casa tem as suas Estados Unidos, fundamen- e transformadas em coisas A música de bar foi uma
dos responsáveis e comecei do reconhecimento do pú- regras.Mas já não me revia talmente, encontras líderes positivas. O músico “das pro- verdadeira escola para a tua
a liderar alguns grupos de blico, fazia actuações sem nelas, por isso, tomei a decisão de grupos corais a quem são víncias”, como se diz em carreira?
louvor, o que me ajudou a cachets, Davam-me apenas de afastar-me. Tive algum pagos bons salários pelas Luanda, foi crescendo e os Não tenho dúvidas. A música
superar a timidez. Mais tarde alimentação, o que já me dei- receio, porque quem tocasse suas actuações, o que ajuda resultados estão visíveis. Não de bar foi a minha verdadeira
aprendi a tocar violão e a xava satisfeito. O meu prin- fora do ciclo religioso era a gerar rendimentos tam- foi fácil, porque temos de escola, onde tive a certeza
Domingo
1 de Dezembro de 2019 CAPA 5
que venceria. Infelizmente, muitas canções. A maior parte Estavas preparado para o
na nossa realidade, o artista dos jovens só quer atingir o sucesso e o reconhecimento
de bar é conotado à pobreza.
Muita gente pintou um quadro
negativo do músico, como
sucesso e não olha pelos ca-
minhos a percorrer. A forma
que encontrei para deixar
que tens no mercado?
Quem tem um percurso mu-
sical deve estar preparado
A perda da humildade DR
sendo aquele artista pedinte, um legado positivo é conti- para tudo. Sempre soube que Para Ivan Alekxei, o valor es-
desgraçado e pobre. Na época nuar a compor letras moti- este dia chegaria. Quando tra- tético e o conteúdo das com-
não entendia muito bem o va d o ra s , q u e a j u d e m a balhamos arduamente deve- posições é o mais importante.
porquê desse comportamento transformar a sociedade para mos estar preparados para o Isso para justificar, no seu
das pessoas. Se fizer um su- o desenvolvimento. sucesso. Estava preparado, só primeiro disco, a ausência
cesso imediato posso ganhar não sabia quando. O trabalho de participações de cantores
muito dinheiro. Uns anos Que responsabilidades dignifica o homem. Sempre de “peso” no mercado na-
depois, provavelmente já não sociais têm os artistas, numa procurei fazer o meu trabalho cional e internacional, além
tenha mais esse dinheiro, era de imediatismo, em que com dedicação e amor. Não de Kyaku Kiadaff. Ivan fun-
enquanto que o sucesso de muitos estão a vender uma tem sido fácil, mas se fizermos damenta ainda essa opção
bar leva mais tempo, mas imagem negativa do país? as coisas com determinação, com a ideia de pretender dar
com a vantagem de ter sem- Espero ser bem interpretado. os benefícios do nosso trabalho mais de si no seu primeiro
pre um caché todos os finais Não estou aqui a dizer que o podem demorar, mas apare- álbum. “Não concordo muito
de semana. Ainda precisamos meu trabalho seja melhor que cem sempre. Para isso, pre- com a questão de ter nomes
evoluir muito nesses aspec- o dos outros, mas acredito cisamos de ter um foco, que só para dar peso ao disco. O
tos. No Brasil, por exemplo, que muitos de nós têm estado nos vai conduzir até atingirmos que dá valor ao disco é a sua
encontras cantores como a passar uma mensagem dis- os nossos objectivos. qualidade e a mensagem.
Djavan e Alcione a tocar em torcida e negativa ao mundo Neste álbum, coloco-me à
bares. O surgimento de can- sobre a produção musical e prova”, frisou, acrescentando
tores no mercado que tiveram artística do país. Pensamos “Pensamos que faz dueto com Kiadaff
o mesmo percurso que o meu, que nas zonas suburbanas que, ao no tema “Lembranças”, em
e tornaram-se casos de su- não existem pessoas interes- transmitir que cada um recorda os seus
cesso, tem ajudado a mudar sadas em evoluir e dar passos mensagens tempos de infância.
o comportamento do público, significativos nas suas vidas. positivas, Ivan Alekxei conta que o
que também está num pro- Nos guetos saiu muito boa rapidamente título do álbum revela um
cesso de amadurecimento. gente, alguns dos quais hoje vamos pouco do seu receio de um
são ministros, empresários... conseguir o dia perder a humildade e o
Sentes que o mercado Por que não fazermos com- sucesso nos foco na carreira, pois percebe
artístico está muito posições que tragam aspectos bairros. que o sucesso, muitas vezes,
imediatista? positivos que possam ajudar Temos de atrapalha e mexe com o ar-
Sou muito democrático quan- muitos jovens dessas áreas despir-nos tista, embora tenha sempre
to a isso. Apenas sou defensor a deixarem o mundo da de- dos a noção do percurso por onde
de disciplina e regras no mer- linquência e a arranjar um preconceitos já passou. A música é um
cado. Todos podem e devem rumo melhor para as suas de que os mundo cercado de fama e
aparecer, se o merecerem. vidas? Pensamos que, ao musseques de glamour. Além disso, lem-
Acredito que precisamos de transmitir mensagens posi- só consomem bra, é um mundo onde os
mais apoios institucionais tivas, rapidamente vamos futilidades. egos falam mais alto, porque
públicos e privados, sobretudo conseguir o sucesso nos bair- Essa deve ser as pessoas precisam muito
da media. Não concordo é ros. Temos de despir-nos dos a nossa da fama para viver.
com a banalidade. Precisamos preconceitos de que os mus- responsabili Ivan Alekxei, músico, com-
vender a imagem do país com seques só consomem futili- dade social, positor, intérprete e produtor
uma nova abordagem de fazer dades. Essa deve ser a nossa enquanto de música popular e român-
música e não com os dispa- responsabilidade social, en- músicos” tica, combina vários estilos
rates que se vão ouvindo em quanto músicos. musicais, abrindo fronteiras
e mostrando ao mundo a sua
forma singular de cantar. Pos-
DR suidor de um talento inato,
abraça em si o poder das pa-
lavras pronunciadas e que
acalentam o coração.

“A música é
um mundo
cercado de
fama e de
glamour.
Além disso,
lembra, é um
mundo onde
os egos falam
mais alto,
porque as
pessoas
precisam
muito da
fama para
viver”

DR

MEU CHˆO

Prova do talento musical


“Meu Chão” coloca à prova Chico Viegas. Depois passou dado cartas nas pistas de
todo o talento de Ivan Alek- por Portugal, Brasil, Ale- dança. O CD traz também
xei. Um álbum totalmente manha e França, onde foi novas versões das músicas
acústico. O cantor explora feita a masterização. “Reunir”, original de Teta
estilos mais dançantes como O CD é composto por 13 Lando, e “Alucinações”, de
a kizomba e o semba, sem faixas musicais, incluindo Luandino de Carvalho e Ruca
descurar outros como a rum- o seu maior sucesso “Meu Van-Dúnem. “São músicas
ba e baladas. O disco foi pro- Kota”, como bónus track. que fazem parte do meu cur-
duzido pela Som D’Ouro. Antes desta obra discográfica rículo em termos de música
Apresentado em Fevereiro o músico gravou em Portu- de bar”, afirma Ivan, subli-
deste ano, estiveram dis- gal, onde já viveu, um EP, nhando que as duas versões
poníveis para o público seis comercializado somente nas foram legalmente autoriza-
mil cópias. plataformas digitais. Temas das pelos autores ou seus
“Meu Chão”, que levou inéditos como “Semba de representantes. Em “Meu
dois anos e meio para ser Casal” e “Nosso Passeio”, Chão” Ivan Alekxei contou
gravado, teve as bases feitas uma música que já possui o apenas com a participação
em Angola pelo produtor vídeo-clip promocional, têm de Kyaku Kiadaff.
6 PERFIL Domingo
1 de Dezembro de 2019

PAULO KAKÁ, EMPREENDEDOR


“As ideias valem mais
que o dinheiro”
Alberto Domingos Paulo, mais conhecido por Paulo Kaká, órfão de pai desde muito cedo entrou para no mundo dos
pequenos negócios. Hoje, aos 36 anos, é um empreendedor de sucesso e afirma que a capacidade de gestão “provém de
Deus”. Para ele, o dinheiro não é o mais importante para quem queira entrar neste mundo. “As ideias devem ser
transformadas em acções práticas para gerar lucros e criar postos de trabalho para outros”, defende
ADOLFO DUMBO | EDIÇÕES NOVEMBRO
Jaquelino Figueiredo | Soyo

O jovem empreendedor, que,


na infância, para sobreviver
começou por vender rebu-
çados e bolachas, teve uma
passagem pelo desporto e
hoje está no mundo dos gran-
des negócios, com destaque
para a revenda de derivados
de petróleo, serviços de táxi,
restauração e venda de ma-
terial desportivo.
As peripécias vividas na
infância, após a morte do pai,
e o percurso realizado até ao
mundo dos negócios, são nar-
rados na primeira pessoa. “O
meu pai deixou-me com dois
anos de vida. Após a sua mor-
te, a minha mãe não quis ficar
comigo por falta de condições.
A tia Namuangueno Paula
acolheu-me e vetou as visi-
tas”, contou.
A morte do pai, em 1983,
como frisou, levou-o a comer
o pão que o diabo amassou,
porque a tia também não ti-
nha grandes possibilidades
para o sustentar como devia
ser, muito menos colocá-lo
a estudar. Por este facto,
muito cedo entrou para o
mundo dos pequenos negó-
cios, cujo sucesso, segundo
ele, “reside na benevolência
de Deus Pai Todo-Poderoso
e na valorização das ideias
e não no dinheiro.” da venda de rebuçados e ou- seguiu chegar ao escalão sé- dinheiro e tratei a carta de táxi, mas depois cansei-me. ministros. Inclusive, cheguei
“Eu não olho para o di- tros produtos. Nesse mesmo nior no clube Sécil Marítima, condução. Deixei de ser co- Disse à dona do carro que eu a ir por duas vezes à presi-
nheiro, olho para as ideias, período estudava e passou onde seis meses depois partiu brador e passei para moto- não queria mais fazer táxi e dência levar gás. Fiquei nesse
são as ideias que constroem a praticar futebol nos ini- o pé, situação que o obrigou rista”, afirmou. ela, como gostava de mim, trabalho quase um ano e três
grandes investimentos. Às ciados do ASA. a abandonar o futebol e o Paulo Kaká frisou que a achou por vender o carro.” meses. Conquistei amizades.
vezes podemos ter dinheiro, “Era o meu sonho tornar- negócio de rebuçados. Assim tia não gostou nada da ideia A dona do carro, como Um cliente da Sonangol gos-
mas se não tivermos ideias me num grande futebolista”, que recuperou foi forçado a de ele ser taxista, mas, por explica Paulo Kaká, com o tou do meu trabalho e con-
não vamos fazer nada. Tenho explicou. “Era dependente encontrar outra ocupação, causa das dificuldades, não dinheiro da venda do Hiace vidou-me a participar do
de ter as ideias e colocá-las da tia, mas uma vez que esta tendo se tornado num co- podia recuar, tinha de en- comprou uma carrinha para concurso público para re-
em prática quando tiver o tinha se mudado para o bairro brador de táxi. contrar formas de prosseguir revender gás butano e voltou crutamento de pessoal para
capital, não adianta ter muito Cassenda com o marido, eu “Quando parei de jogar os estudos e sobreviver. “A a apostar nele para seu mo- aquela empresa”, explicou.
dinheiro e não ter ideias... preferi manter-me no Rocha futebol, por lesão, os estudos minha tia não gostou mas eu torista. Foi assim que saiu O convite da Sonangol,
vais pensar em viajar sem Pinto, onde já tinha as bases e o negócio de rebuçados não podia recuar, tinha de do serviço de táxi para dis- como contou, foi uma opor-
necessidade para depois con- fixas e tinha a possibilidade também pararam. Depois de continuar os estudos e a única tribuidor de gás. tunidade para exercer uma
tar histórias quando o di- de jogar futebol”, explicou. recuperar, tive de tornar- forma era aquela. Fazia táxi “Comecei a vender gás ao profissão condigna. Não he-
nheiro acabar.” me cobrador de táxi, pelo durante o dia e de noite passei domicílio. Carregava na Pe- sitou, concorreu para a vaga
Paulo Kaká referiu que "Exímio" futebolista que já não tinha tempo para a estudar. Dei continuidade trangol, por vezes na Sapú, de motorista e foi aprovado.
aos oito anos começou por O jovem Kaká disse à nossa os estudos. Fui cobrador por a 7ª classe, aprovei para a 8ª, e ia entregar na residência Estava a começar no verda-
vender pequenos produtos, reportagem que “como era um período de cerca de oito a 9ª e assim sucessivamente. de deputados e de outras deiro mundo do empreen-
nomeadamente, rebuçados um exímio futebolista” con- meses. Consegui angariar Durante quase três anos fiz personalidades, tais como dedorismo.
e bolachas, no bairro Rocha “Quando apareceu o con-
PAULO MULAZA | EDIÇÕES NOVEMBRO
Pinto, em Luanda. vite da Sonangol, já tinha a
“Nas dificuldades encontrei 11ª classe. Não hesitei. Fui
oportunidades para empreen- aprovado porque já conhecia
der. Hoje consideram-me bem o trabalho. Fui trans-
um exemplo para a juven- ferido para o município do
tude no município do Soyo, Soyo em 2008. Dois meses
onde garanto emprego a ou- depois, quis regressar para
tros 30 jovens.” Luanda. Mas fui aconselhado
Os lucros da venda de pe- a ficar, porque o emprego
quenos produtos, segundo encontrava-se cá no Soyo.
Paulo Kaká, permitiram-lhe Abracei o projecto como
que, aos 11 anos, se matri- motorista de produtos in-
culasse na iniciação escolar. flamáveis. Foi difícil no prin-
No ano seguinte tornou-se cípio, mas pela força de
independente e arrendou, vontade e humildade cá es-
ao lado da casa da tia, no tou eu, com o meu salário
bairro Rocha Pinto, em Luan- fui conquistando o meu es-
da, um quarto com os lucros paço”, avançou.
Domingo
1 de Dezembro de 2019 PERFIL 7
ADOLFO DUMBO | EDIÇÕES NOVEMBRO
me conta: “Alugava carros
para quem quisesse aprender
a conduzir e os meios foram
apresentando avarias rela-
cionadas com as caixas de
velocidade.”
Mas o segmento do serviço
de táxi, entre 2012 e 2015,
chegou a render-lhe 280 mil
kwanzas por dia.
Quando se instala a crise
económica, segundo conta,
todos os sectores foram afec-
tados, incluindo o serviço
de táxi, motivo que o levou
a reavaliar o mercado e a
optar pela revenda de deri-
vados do petróleo. Adquiriu,
com os lucros do serviço de
táxi, um posto contentori-
zado de abastecimento de
combustível.
“Comecei um outro in-
vestimento, mas continuo
com algumas viaturas a fazer
serviço de táxi. Tenho ac-
tualmente dezasseis carros,
alguns dos quais para aluguer.
Tenho seis carros alugados
a empresas”, revelou.
Segundo o jovem em-
preendedor, quando com-
prou a bomba contentorizada
pensava que o processo fosse

Empresário do serviço de táxi fácil. Mas não. São exigidos


vários requisitos e uma “boa
dose” de documentação,
além da obrigatoriedade de
constituir uma empresa.
A aventura de Paulo Kaká não frequentou nenhum cur- transportar os trabalhadores antigos, nomeadamente co- por doze mil dólares cada, Graças à sua persistência
no mundo do empreende- so “ligado ao mundo do em- da Sonagás. Naquela altura rollas, a fazerem táxi, era di- então, esqueci-me da ideia conseguiu.
dorismo começou, verda- preendedorismo ou a algo não era fácil encontrar um fícil encontrar um carro novo de constituir uma Rent-a- “A Sonangol tem regras
deiramente, quando um semelhante”. Para ele, acre- quadradinho. Eu tive que e climatizado a fazer táxi, Car. Revender estava a ren- e procedimentos. Tive de re-
amigo seu procurava por um ditar no que se quer e a pa- vender um camião cisterna então pensei em criar uma der”, explicou. começar do zero. Daí nasceu
mini-autocarro para serviço ciência constituem a chave e um Tucson, comprados empresa de Rent-a-Car. Na- Mais tarde, como frisou, a empresa Kaká & Filhos,
de aluguer. Daí ter pensado do sucesso. com os meus primeiros sa- quela altura eu tinha valores abriu o segredo a um amigo Lda.”, explicou.
em vender dois carros que “Essa história de taxista lários, para comprar um qua- e comprei oito carros, por e este, por sua vez, contou a Seguiu-se, como conta,
tinha em Luanda, a fim de é engraçada. Sempre disse dradinho”, explicou. sete mil dólares cada. A mi- história toda aos potenciais a criação de infra-estruturas,
comprar um Toyota Hiace. que a minha gestão não veio Ao regressar ao Soyo, nha ideia era que quem qui- clientes. “Isso fez com que tais como escritórios e loja
Em 2012 adquiriu um lote da escola, mas de Deus. constatou que o mercado sesse pagava quinze mil se estragasse o negócio da re- de conveniência.
de oito viaturas em Luanda, Quando Ele quer que faças era virgem em termos de kwanzas por dia.” venda de viaturas no Soyo.” Kaká contou à nossa re-
para o serviço de táxi. No dia algo vais fazer, é só acreditar carros climatizados para Paulo Kaká acrescenta De acordo com Paulo Kaká, portagem que dispõe de ou-
seguinte apareceram-lhe e ter paciência, porque ao serviço de táxi. que, entretanto, as viaturas após o amigo ter-lhe “estra- tros projectos, virados ao
clientes interessados e os re- longo da caminhada há mui- “Quando comprei o qua- compradas em Luanda não gado” o negócio, e como já mundo do desporto, mais
vendeu. Foi assim que con- tas barreiras. Quando achei dradinho, também descobri chegaram sequer ao Soyo, possuía 28 viaturas, avançou concretamente para o fute-
seguiu os fundos para o por bem fazer serviço de táxi que uma stand, que não vou isto porque logo no dia se- para o serviço de táxi e aluguer bol. Aguarda apenas pela
projecto que viria a imple- os meus colegas riram-se publicitar aqui, havia co- guinte as conseguiu revender de carros, tendo nos primeiros atribuição de um espaço,
mentar na cidade do Soyo. de mim. Tudo começou em meçado a comercializar via- por dez mil dólares cada. meses facturado “largas so- pela administração muni-
Segundo Paulo Kaká, o 2012, quando apareceu um turas. Era o seu primeiro mês. “Noutro dia fui comprar mas” em dinheiro. cipal do Soyo, onde pretende
seu dom de bem gerir “pro- colega chamado Simão que De regresso ao Soyo vi que outros carros, que chegaram No segmento de aluguer erguer as infra-estruturas
vém de Deus”, uma vez que queria um autocarro para o mercado só tinha carros ao Soyo. Aqui revendi-os ele teve “má sorte”, confor- desportivas.

“Tenho 30 funcionários, todos jovens, tentar as respectivas famílias e projectar as


"Tenho 30 funcionários" subdivididos pelas diferentes áreas onde
actuo. Nas bombas tenho 12, na loja um,
suas vidas. João Baptista Júlia, colocado na
área dos serviços gerais, considera o jovem
seis na área de segurança e 11 motoristas. patrão um exemplo a seguir. “Trabalho com
PAULO MULAZA | EDIÇÕES NOVEMBRO Todos são remunerados de acordo com a o chefe Kaká há cerca de dez anos. Antes
Lei Geral de Trabalho e estão inscritos na mesmo de criar a empresa eu já estava com
Segurança Social”, informou Paulo Kaká, ele. Conhecemo-nos numa empresa de se-
com orgulho. gurança. Depois de algum tempo convidou-
Os jovens que conseguiram emprego na me a trabalhar com ele. Ele é um exemplo a
empresa Kaká & Filhos mostram-se felizes. seguir, é um irmão e um pai para mim. Que
Com o rendimento mensal conseguem sus- Deus o abençoe sempre.”
PAULO MULAZA | EDIÇÕES NOVEMBRO
8 MÚSICA Domingo
1 de Dezembro de 2019

FILIPE MUKENGA E SELDA NO DUETOS N’AVENIDA


Artistas com raízes
assentes no rock
A presença de Filipe Mukenga e Selda, no passado sábado (23), no Duetos N’Avenida, permitiu, além do desfrute
das duas horas do concerto, constatar que sempre existiu uma cena musical angolana com incursões fora da
considerada música de raiz ou de matriz angolana. A homenagem a Eduardo Sambo, integrante do conjunto de
“música moderna” A Nave, que no passado tinha uma proposta que juntava jazz, rock e pop, e a morte um dia
antes de Eduardo Nascimento, importante nome desta linha musical, que se notabilizou no concurso Eurovisão
de 1967, são factos que não podem passar de lado
Analtino Santos EDIÇÕES NOVEMBRO

Nunca é demais recordar


que Filipe Mukenga tem a
sua fase inicial ligada às
bandas de rock, assim como
Selda. E outra particulari-
dade comum é a parceria
com o compositor Filipe Zau.
Em duas horas várias
tendências harmónicas e
rítmicas do que é produ-
zido por angolanos foram
executadas e apreciadas
n o re g re s s o à C a sa 7 0 ,
quartel-general da Zona
Jovem, produtora do con-
certo. As dissonantes dos
temas de Mukenga e Selda
foram intercaladas com
sembas e as recolhas do
mestre. O lado mais semba
de Mukenga, curiosamen-
te, está bem marcante na
fa s e Madizeza , onde o s
ta mb o re s d e Joãozi n h o
Morgado ditavam o anda-
mento, Mário Garnacho
era o máximo nos arranjos,
Kinito Trindade no baixo
e Rui Furtado na bateria.
Essa fase coincide com a
sua proposta de “Nova Mú-
sica Angolana”.
Com uma banda consti-
tuída por jovens que domi-
nam o circuito do afro-jazz
angolano, como o produtor
e pianista Nino Jazz, o bai-
xista Wilder Amado, o vir-
tuo s o guitarri sta Mário
Gomes e Jack na bateria, e,
mais uma vez, o percussio-
nista cubano Yasmane San-
to s , c o m d u a s j ove n s a
capricharem nos coros, a
abertura musical foi ao som
de “Nvula”, tema que já
chegou a ser recuperado
pelos brasileiros Djavan e
Gilberto Gil. A história da
filha do fubeiro do Marçal,
uma mulata de “ tirar
olho”, foi cantada em “Bai- faz parte das primeiras re- em projecção na cena mu- toriosas da Segunda Guerra e o patriótico “Angola no uma vibração mais espon-
larina”, totalmente reves- colhas de Mukenga, “Hum- sical alternativa nacional, Mundial. A viagem de evo- Coração”, ambas baladas, tânea e sem formalismos,
tido com novos arranjos bi-Humbi”, pousou na sala, que prosseguiu em “Tcha- cações completou-se com e “Dikixi”, “Kianda Kian- ajude a encerrar a tempo-
que tiraram a alma do ori- antes de um regresso à ale- luminho”, encantando com a bela homenagem ao da” e “Eu Vi Luanda”, estas rada em grande.
ginal mas é tolerável por- gria do tempo do “Carnaval os improvisos e o swing amigo e parceiro de Mu- mais dançantes. Filipe Mukenga e Selda
que os músicos, às vezes, de Março” revolucionário. do jazz. Outros temas de kanga, Zé Agostinho, em O fecho, com a narrativa são referências do afro-jazz
querem reinventar-se. Selda deu o seu toque nos Selda que ajudaram a sua- “Blues Pala Nguxi”. do jovem que, com 20 anos, nacional, com vários pré-
O tempo da canção re- vocais e um “groove” bom vizar a noite foram “Pala- São tantos os sucessos desembarcou em Luanda, mios e distinções. Mukenga
volucionária foi lembrado de Wilder, transportando vras Doces” e “Renúncia”, que marcam a carreira tanto viu belas bessanganas e a passou pelos The Five Kings,
com “Athu mu Njila”, im- a malha de Kinito Trindade, esta última com Mukenga de Selda como de Mukenga cidade bonita e, depois de The Black Stars e Os Rocks
portante tema originalmente baixista que no passado era a adocicar. que alguns ficaram de fora tudo isto, despediu-se da e S elda p ela banda The
conhecido na voz de Santos uma peça importante de Foi do dedilhar do violão do alinhamento projectado cidade para ver a sua vida Kings. Na discografia de Fil-
Júnior com os Kissanguela, Mukenga. Yasmane tam- de Mário Gomes que surgiu para duas horas de espec- a andar, tudo narrado num pe Mukenga encontramos
recomposto por Mukenga bém brilhou nos tambores, o momento “mais voz e vio- táculo. Mas foi bom que fo- ritmo convidativo para a o s álbun s “ Novo S om ” ,
e recentemente retomado levando o público ao tempo lão”, com o tema “Lemba”, ram interpretados “Weza”, dança, não conseguiu, en- “Kianda Kianda”, “Mimbu
por Yola Semedo. Já a in- dos desfiles do Carnaval que marcou a passagem dos tema que podemos encon- tretanto, fazer vibrar o pes- Iami”, “Nós Somos Nós” e
fância de Selda esteve pa- da Vitória. angolanos pela Sala Cecília trar nos álbuns “Novo Som” s o a l d o j a z z . Ta l v e z o “Meu Lado Gumbe” e vários
tente na parceria vocal em Declamando trechos de Meireles, no Rio de Janeiro. e “Mimbu Iami”, com a par- regresso do Duetos N’Ave- projectos com o seu parceiro
“Naquela Rua”, tema que “Fruto Maduro”, um apelo Viajou-se ainda pela histórica ticipação de Djavan. Foi nida, no dia 14 de Dezem- musical Filipe Zau. Selda
toca a geração intemporal ao entendimento entre os cidade de Yalta, no tema ho- muito interessante a partilha bro, com uma proposta tem no mercado apenas o
dos jovens. O pássaro ima- homens e à paz, Selda cha- mónimo, local de assinatura entre Filipe Mukenga e Selda mais ligada ao semba de disco “Morena de Cá” e a
ginário do cancioneiro Um- mou a sua convidada, Ka- de importantes acordos entre em temas como o romântico Carlos Burity, Patrícia Faria participação em projectos
bundu evocado no tema que tiliana Capindiça, artista as potências que sairiam vi- e multilingue “Ndilokewa” e Gersy Pegado, donos de com a banda The Kings.
Domingo
1 de Dezembro de 2019 MÚSICA 9

Eduardo Sambo, o homenageado EDIÇÕES NOVEMBRO


Numa noite fora da tendência musical
considerada de raiz, foi homenageado o
músico, produtor e compositor Eduardo
Sambo, integrante do conjunto A Nave,
cuja musicalidade navegava pelo jazz, rock
e pop. O homenageado é um dos mentores
de Figueira Ginga e Chalana Dantas, res-
pectivamente director executivo e director
artístico da Zona Jovem Produções.
A música, nele, vem do seu antepassado
que, com ervas, curava almas, da mesma
forma que o fazia com a sua orquestra.
Aos 13 anos, com os irmãos, Eduardo
Sambo inicia-se profissionalmente nos
teclados no conjunto A Nave. Homem
afastado dos grandes palcos, trabalhou
com referências nacionais como Filipe
Zau, André Mingas, Rosa Roque, Afra
Sound Stars e Banda Maravilha.
Em 1992 compôs e produziu o álbum
“As Crianças Saúdam a Paz”, a estreia
discográfica de Clélia Sambo. Dois anos
depois volta a apostar na filha em “Vamos
Dançar”, reforçando o seu currículo
como empreendedor musical e cultural.
Participaram neste último álbum André
Mingas, Rosa Roque, Afra Sound Stars,
Banda Maravilha e outros nomes da mú-
sica nacional. Eduardo Sambo foi o mentor
da Jovi Band, que acompanhava Clélia
Sambo e tinha como integrantes Figueira
Ginga como baixista e Chalana Dantas
como percussionista.
Em 1994 foi produtor do primeiro ál-
bum de Né Gonçalves, “Luanda Meu
Semba”, onde é co-autor do tema que
dá título à obra. Em 2003 produziu o ter-
ceiro álbum de Clélia Sambo, “Terra do
Semba”, e um ano depois trabalhou com
o cantor, compositor e produtor português
José Cid, na trilha sonora da telenovela
“Olhos d’Água”.

Eduardo Nascimento, Após a notícia do falecimento de Eduardo


Nascimento no dia 22 de Novembro, im-
porta recuperar declarações do gastrónomo

Notas a evocação necessária


João Gonçalves, publicadas na edição de
segunda-feira do Jornal de Angola. Num
texto ilustrado com a edição do Diário de
Luanda de 7 de Novembro de 1975 com

paralelas | EDIÇÕES NOVEMBRO


as honras de capa “Angola já tem Hino e
Bandeira”, recuperamos o seguinte: “É
preciso que as novas gerações se lembrem

aos duetos de Eduardo Nascimento não apenas como


músico, mas como um patriota, que igual-
mente fez o primeiro esboço para o Hino
Nacional, que só não veio a ser entoado
A última edição do Duetos N’Avenida por razões ainda desconhecidas”.
demonstrou que os artistas angolanos João Gonçalves não foi o único a trazer
estão abertos a outras sonoridades. De à tona esta polémica que envolve o então
acordo com Cireneu Bastos, Raúl Too- presidente da comissão encarregue de ana-
lingas e Manuel Claudino, em decla- lisar as propostas do concurso público para
rações ao programa Poeira do Quintal, o Hino Nacional, o escritor Manuel Rui,
da RNA, os conjuntos de música de autor do actual Hino Nacional “Angola
raiz, no tempo colonial, tocavam tam- Avante”. A proposta apresentada pela dupla
bém ritmos modernos nos bailes. Mú- Eduardo Nascimento e Terezinha de Mas-
sicas dos Beatles, de James Brown, de carenhas Pereira do Nascimento chama-
Roberto Carlos, e de outros astros da va-se “Avante Povo”.
cena mundial, portanto, o rock, o funk, Eduardo Nascimento nasceu em Luanda
o jazz, o twist e outros ritmos consi- em Junho de 1943. Começou a cantar com
derados modernos, também faziam os irmãos Fernando, Luís e João, e o amigo
furor nos musseques. Filipe de Andrade, um português que cum-
Toolingas referiu que muitos conjuntos pria o serviço militar em Luanda. Ouvia
de música moderna ensaiavam no Mar- muita música em inglês, sobretudo Elvis
çal e eram bem recebidos em palcos Presley, Billy Holliday e B.B King. Com a
como o do Cine Ngola, espaço de eleição banda The Rocks venceu um concurso de
e de consagração dos ritmos angolanos. “Ié Ié”. Com a música “O Vento Levou”
Um outro dado, que não pode ser es- ganhou o Prémio de Imprensa, em 1966,
quecido, é que muitos artistas que hoje e o Festival RTP, o que o habilitou a participar
assumidamente apostaram nos ritmos no Festival Eurovisão da Canção de 1967,
de matriz angolana passaram antes em Viena, Áustria, onde, com o mesmo
pela música moderna, curiosamente tema, se classificou no 12º lugar.
um fenómeno que está a acontecer, Foi o segundo artista negro a participar
actualmente, com alguns jovens, que no Eurovisão. O primeiro foi Milly Scott.
estão a fazer a mesma transposição. Continuou com os The Rocks até 1969 e,
Hoje há um movimento de artistas mais tarde, trocou os palcos por uma
consagrados e jovens que estão a apostar carreira na aviação, primeiro na TAP e
no chamado afro-jazz e noutros ritmos depois na TAAG. Essa aposta o levou, igual-
considerados intrusos pelos mais pu- mente, a trabalhar noutras companhias de
ritanos defensores e apreciadores da aviação africanas. Apenas ocasionalmente
música angolana. voltava aos palcos.
10 CRÓNICA DE DOMINGO Domingo
1 de Dezembro de 2019

“SEXTA AZARENTA”

Em noite de insónia
Lucas, já em Luanda há três décadas, pegou o primo pelo braço e, sem incomodar os demais
que dormitavam espalhados pelo quintal, dirigiram-se ao local que Mangodinho
dizia existir um grilo barulhento
MoTA AMbróSio | EDiçõES novEMbro

Soberano Kanyanga - Cidade também tem - Épa! Ali onde estou a


grilo?! - Questionou-se. Seja dormir há um bicho, tipo
o que for, grilo ou parente grilo. Gê-gê-gê-gê-gê...
Via-se nele o cansaço. Já ia dele, tem vida contada. Toda a noite mesmo, sem
na quarta noite sem pregar dormir. Mas, aqui em Luan-
o olho. A casa, embora gran- da, os grilos não cavam bu-
de e com quintal vasto, mos- “... esse barulho racos, se escondem nas
trava-se pequena perante é dessa máquina máquinas?!
a multidão que acorreu ao que leva Lucas, já em Luanda há
óbito. Familiares e amigos a água três décadas, pegou o primo
do casal, amigos dos jovens à casa toda. pelo braço e, sem incomodar
finados, etc. A Cici e o na- Quando alguém os demais que dormitavam
morado entraram em des- abre uma espalhados pelo quintal, di-
graça no mesmo instante. torneira faz rigiram-se ao local que Man-
Colegas de curso e turma godinho dizia existir um
esse barulho.
do primeiro ao quinto ano, grilo barulhento.
naquela sexta azarenta, de- Não é grilo. - É aqui mesmo, primo
cidiram aliviar os 36 graus É electrobomba” Lucas. Ouve.
térmicos em companhia dos Lucas, ouvido atento, não
colegas. O casal não mais Sacou da lanterna e vas- precisou baixar, à seme-
voltou vivo à terra firme. culhou a cercania, procurando lhança do seu interlocutor
Na quarta-feira, depois pela toca do insecto. Nada! que tinha a lanterna acesa
das exéquias funebres, Man- Bicho vivo nem rasto. e os olhos na máquina.
godinho sono é capim. Com Porém, o chiar, inter- - Mangodinho, meu pri-
a casa já um pouco mais rompido apenas por peque- mo, esse barulho é dessa
aviada, preparou seu lugar nos instantes, quando todas máquina que leva a água à
entre a casota do gerador e as torneiras repousavam, casa toda. Quando alguém
a electrobomba. retomava. abre uma torneira, a má-
- Gê-gê-gêeeee... - Gê-gê-gêêêê... quina entra em carga e faz
Na cabeça dele, era um Levantou, meio assustado esse pequeno barulho. Não
cantar conhecido que vinha e foi falar com o Lucas, outro é grilo. É electrobomba. - Sim, Mangodinho. Mo- nós. Você e eu! no seu carro e foi para casa.
do interior daquela máquina parente da sua infância e - Mas, lá na fazenda, o que tobomba é o primo rural da Lucas, algo transtornado Mangodinho foi estender o
de ferro. com quem se abria na fala. leva água é motobomba! electrobomba. Assim como com a lógica do primo, pegou seu lwandu noutro lugar.

COMER EM CASA

Roastbeef Bolachas de açúcar Chá de casca de fruta


Ingredientes Ingredientes Ingredientes
• 2 kg de lombo (bem conservados); • 1 ⅓ chávenas de açúcar; • Casca de limão maduro (sem a parte branca);
• 2 colheres de sopa de mostarda em pasta; • 1 chávena de margarina; • casca de tangerina (secar no Sol antes de usar);
• 1 colher de sopa de molho inglês; • 2 ovos; • casca de maçã;
• 5 dentes de alho (pisados); • 1 chávena de natas azedas; • casca de pêssego maduro;
• 3 colheres de sopa de vinagre e 3 de azeite; • 2 colheres de chá de fermento de bolo; • casca de ananás;
• 1 colher de chá de pimenta preta moída; • 8 chávenas de farinha de trigo; • canela a gosto;
• 1 colher de chá de alecrim (picado); • raspa de 2 limões; • sumo de limão (½ colher de sopa por litro);
• 1 colher de chá de timo (picado). • 1 colher de chá de essência de baunilha. • açúcar (¼ chávena por litro).

Preparação Preparação Preparação


Misture todos os ingredientes do Trabalhe o açúcar, a margarina, os ovos e as natas Coloque as cascas numa panela e
tempero e esfregue a carne com ele. azedas (use iogurte ou leite azedo, se não tiver cubra-as com água. Se gostar, junte
Guarde na geleira, durante 1-5 dias. natas) até obter um creme fofo. Adicione os também um pouco de canela à
Aqueça o forno para temperatura ingredientes restantes, misture bem e guarde em mistura. Ferva durante 10 minutos.
média e diminua até 130 °C quando lugar fresco (melhor na geleira) durante 30 minutos. Passe o chá por um coador e junte
colocar a carne. Asse durante 60 Estenda numa espessura de mais ou menos 5 mm e uma colher de sopa de sumo de
minutos. Deixe repousar 10 minutos polvilhe com açúcar. Passe com uma garrafa ou rolo limão por litro. Adoce com açúcar ao
antes de cortar. Ao cortar, polvilhe por cima, ligeiramente, e corte em bolachas com seu paladar. Sirva quente ou frio.
cada fatia com um pouco de sal. uma forma ou um copo pequeno. Coloque em cima Este chá é saboroso e saudável.
de tabuleiros e asse em forno médio (18°C) durante
uns 10-12 minutos.
Domingo
1 de Dezembro de 2019 CINEMA 11
DR

FICHA TÉCNICA
Título
The Mule

Lançamento: 2018

Género: Drama,
Acção, Policial

Duração: 116 minutos

Director: Clint Eastwood

EM EXIBIÇÃO
TV Cine 1
Zap e DStv
Sexta-feira (dia 6):
às 21h30
Sábado (dia 7):
às 8h30

ALUSÕES “CORREIO DE DROGAS” ALTOS +


Mudança As pequenas
Todo o crescimento passa
por um processo de trans-
formação, para que o indi-
Uma boa história lições de vida
A “grandeza” de “Correio
de Drogas” são as “peque-
víduo possa adaptar-se
melhor. Às vezes, estas mu-
danças são muito bruscas
e chegam a prejudicar as
pessoas próximas. Outras
mas sem a acção nas” lições de vida, em que
muitos podem rever-se,
em especial os mais velhos.
Todo o filme parece ter “to-
ques” pessoais sobre temas
vezes, elas são benéficas, Numa era de “ascensão” do cinema moderno, em que o futuro do quotidiano muito pró-
mas, apenas, se houver uma ximos da realidade de qual-
boa preparação prévia. Por está nas adaptações de super-heróis e nos efeitos especiais, produções quer sociedade. Chega a
isso, é preciso que antes de como esta ajudam a dar nova perspectiva sobre o drama da vida humana ser agradável ver uma aná-
qualquer um pensar em mu- lise tão profunda do rea-
dar algo na vida pessoal, lizador norte-americano
analise o impacto de tal al- Adriano de Melo mafiosos, neste, o foco Clint Eastwood sobre a ter-
teração no quotidiano de são as “mulas”, as pes- ceira idade, sem os remor-
todos. Outro passo funda- soas usadas para trans- sos da vida, mas, ao mesmo
mental é preparar os jovens “Correio de Drogas” é a portar este produto, mas tempo, apreensivo com o
para os desafios das mu- consequência das esco- com foco nas motivações legado a ser deixado.
danças, pessoais, sociais e lhas da vida. As boas e as por trás de tal prática, as-
culturais, desagradáveis ou
não, de forma a estarem
prontos para “sobreviverem”
no mundo moderno.
más decisões que toma-
mos ao longo dos anos,
sem esquecer o impacto
destas nas pessoas mais
sim como os perigos aos
quais estão sujeitos.
Apesar de ter sido uma
das “estrelas” dos filmes
BAIXOS -
próximas. Um filme para
reflexão, onde a família
de acção, em especial os
faroeste, Clint Eastwood, O compasso
Opinião é a “protagonista”, cuja
história tem grande po-
hoje na pele de realizador,
tem-se saído bem na pro-
da narrativa
tencial, mas perde-se dução, prova disso foram Embora sejaum drama sobre
A formação de um parecer, em determinados mo- “obras” como “Million a vida real, o facto de a história
apesar de ser um processo mentos por falta de cenas Dollar Baby - Sonhos ter uma sequência de acção
simples, requer muito cuidado de acção. Vencidos” e “Gran Tori- muito lenta foi um erro, por-
e atenção, por ter grande im- Numa era em que o ci- no”. Este novo trabalho que tende a retirar muita da
pacto na vida de terceiros. A nema vive um momento traz um pouco da essência atenção do espectador mo-
Filme lança um alerta aos riscos a que estão sujeitas as “mulas”
maioria das pessoas tende a de “ascensão”, com as dos anteriores, com o fac- derno, hoje mais adaptado
fazer comentários ou tecer juí- megas produções a con- tor humano como refe- a ritmos frenéticos e aos gran-
zos sobre outros sem ter em quistarem as salas e a do- para mostrar os problemas substituídos pelas novas rência, para descrever des efeitos especiais, do que
conta estes detalhes e, nesta minarem as vendas de da terceira idade, não do tecnologias e a “filosofia” as várias circunstâncias à monotonia de uma autên-
era de novas tecnologias, em bilheteira, devido às adap- ponto de vista de saúde, de vivermos numa “aldeia do quotidiano. tica narrativa. Actualmente,
que as redes sociais conseguem tações de super-heróis como é comum, mas sim global” onde todos estão Como toda a história o cinema tem um público
divulgar qualquer opinião bem ou produções com muitos no das decisões. Como é conectados. O choque en- de vida, o filme tem uma mais exigente, já habituado
mais rápido, todo o cuidado efeitos especiais, “Correio chegar à velhice e pensar tre gerações provocado dinâmica lenta e sem a ver apenas o que gosta e
é pouco. Em parte, o fenómeno de Drogas” é um filme nos erros cometidos na por estas mudanças tem muitas cenas de acção. as propostas têm de ser, cada
tende a crescer porque a maio- fora do convencional, juventude? Dá para re- uma atenção especial Esse detalhe pode criar vez mais, atractivas, de forma
ria das pessoas está despre- com muito sentimento, solver alguns destes “pen- neste drama. uma certa desmotivação, a que este fique focado. “Cor-
parada e nunca foi sensibilizada porém, sem grandes dentes”? É esta a premissa Outro ponto marcante mas erra quem desistir reio de Drogas” não seguiu
sobre os perigos do uso errado chances de “vencer.” sob a qual gira a história. do filme é que, ao con- sem querer ver o fim da esta linha. Manteve os traços
das palavras e usa-as como Com trabalhos extraor- O filme é, também, trário das demais produ- “aventura” de “Tata”. As do realizador. Por isso, ficou
bem quiser. Por isso, é preciso dinários, mesmo no gé- uma crítica para as ac- ções sobre o tráfico de pequenas lições de vida reduzido a um determinado
inverter este quadro o mais nero drama, o realizador tuais tendências da era drogas, onde a acção é também dão um retoque grupo, o dos apreciadores
rápido possível. Clint Eastwood apostou moderna, em que os va- mais virada aos agentes especial à produção de de histórias reais.
forte neste novo filme, lores tradicionais são da narcóticos ou aos Clint Eastwood.
12 Domingo
1 de Dezembro de 2019

PUBLICIDADE

REPÚBLICA DE ANGOLA
GOVERNO PROVINCIAL DE MALANJE
ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL DE MALANJE

Anúncio de Abertura de Procedimento de Concurso Público


(n.º 1 do artigo 69.º da Lei 9/16, de 16 de Junho)
A Administração Municipal de Malanje vem tornar público, nos termos do disposto do n.º 1 do artigo 69.º e do Anexo tificados de Habilitação Profissinal/Alvará de Obras Públicas; iv) Certificado do Registo Estatístico; v) Cópia dos Do-
VI, da Lei 9/16, de 16 de Junho – Lei dos Contratos Públicos, que estão abertos os seguintes procedimentos: cumentos de Arrecadação de Receitas (DAR); vi) Certidão Contributiva Original ou Cópia Autenticada – INSS; vii)
i. Concurso Público n.º ADM.M.CP.10/2019 Certidão Fiscal Original ou Cópia Autenticada – Repartição Fiscal; viii) Comprovativo da entrega da Declaração
a. Concurso Público para Empreitada de Obras de Concepção e Construção da Terraplanagem de Vias no Fiscal mais recente.
Município, Localizadas na Cidade de Malanje e da Carreira de Tiro até à Comuna de N’gola Luiji, incluindo 3.2 Admissão de Propostas Variantes Sim a Não
3 Passagens Hidráulicas, no Município de Malanje. 3.3 Exigência de Caução Provisória Sim a Não
ii. Concurso Público n.º ADM.M.CP.11/2019
a. Concurso Público para Empreitada de Obras de Concepção e Construção da Asfaltagem de Estradas na 4. Critério de Adjudicação
Cidade de Malanje, no Município de Malanje. 4.1 Preço Mais Baixo
iii. Concurso Público n.º ADM.M.CP.12/2019 4.2 Proposta Economicamente mais vantajosa, tendo em conta os factores enunciados nas Peças do
a. Concurso Público para Empreitada de Obras de Concepção e Construção da Reabilitação, Ampliação e Procedimento a
Apetrechamento da Escola Comandante Gika, n.º 108, no Município de Malanje.
5. Processo
1. Dados da Entidade Pública Contratante (EPC) 5.1 Condições para Obtenção das Peças do Procedimento: A obtenção das Peças (suporte digital) será one-
1.1 Designação Administração Municipal de Malanje rosa, cujo pagamento será efectuado na Conta Única do Tesouro, numa Reparição das Finanças
1.2 Endereço Edifício da Administração Municipal - Sede do Município 5.1.1 Prazo para Recepção de Pedidos das Peças do Procedimento Data: Até ao décimo dia a partir da data
1.3 Localidade Malanje de publicação
1.4 Província Malanje Hora: Até às 15 horas
1.5 Telefone / Fax - 5.1.2 Preço e Condições de Obtenção das Peças do Procedimento Preço: 150.000,00 AKZ
1.6 Correio Electrónico ammalanje.piim.2019@gmail.com Condições: Apresentação do Comprovativo de Pagamento Taxa
1.7 Tipo de Entidade Contratante Administração Municipal 5.2 Prazo para Apresentação das Propostas Data: Até ao trigésimo dia a partir da data de públicação
1.8 A EPC está a Contratar por Conta de Outras Entidades? Sim a Não Hora: Até às 12 horas
5.3 Valor da Caução Definitiva 15% do Preço Global da Proposta
2. Informações Relativas ao Contrato
2.1 Designação dada ao Contrato pela EPC De acordo com a Listagem em Tópico 6. Informações Complementares
2.2 Tipo de Contrato a Empreitada de Obras Públicas 6.1 Endereço e Ponto de Contacto onde podem ser obtidas as informações adicionais, as Peças do Proce-
2.3 Local da Realização das Obras Município de Malanje, Província de Malanje dimento e Enviadas as Propostas:
2.4 O Concurso Implica a Celebração de um Contrato Público a Sim Não 6.1.1 Designação Oficial Administração Municipal de Malanje
2.5 O Concurso está Aberto à Participação de Entidades Estrangeiras Sim a Não Secretaria da Administração Municipal
2.6 Breve Descrição das Prestações Objecto do Contrato Elaboração dos Projectos de Execução dos 6.1.2 Endereço Edifício da Administração Municipal de Malanje
Trabalhos a serem executados. Montagem e desmontagem de Estaleiro e Instalações de Apoio. Movimentação de 6.1.3 Localidade Malanje – Comuna Sede
Terras, Compactação e Reperfilamento das Vias. Construção de Pontes e Pontecos Trabalhos de Asfaltagem e 6.1.4 Província Malanje
Pintura de Sinalização Horizontal nas Vias Construção Civil, Especialidades, Arranjos Exteriores e Apetrechamento 6.1.5 Telefone / Fax
2.7 Valor Estimado do Contrato ADM.M.CP.10/2019 200.880.000,00 Akz 6.1.6 Correio Electrónico ammalanje.piim.2019@gmail.com
ADM.M.CP.11/2019 437.100.000,00 Akz
ADM.M.CP.12/2019 262.165.000,00 Akz
2.8 Prazo de Execução do Contrato A apresentar pelos Concorrentes Administração Municipal de Malanje, aos 27 de Novembro de 2019.

3. Informações Relativas aos Concorrentes e às Propostas O Administrador Municipal


3.1 Documentos de Habilitação Descrito no ponto 15 do Programa de Concurso
i) Declaração de Identificação; ii) Certificado do Registo Criminal dos Representantes Legais da Sociedade; iii) Cer- João de Assunção Fernandes Agostinho

(2816)

ASSEMBLEIA-GERAL

CONVOCATÓRIA
REPÚBLICA DE ANGOLA
Em harmonia com o disposto na Lei das Cooperativas, Lei n.º 23/15, de 31 de Agosto, e
Tribunal Provincial de Luanda
dos Estatutos desta Cooperativa, convoco os senhores Cooperadores para uma reunião 2.ª Secção de Família
a ter lugar no próximo dia 14 de Dezembro de 2019, pelas 8h00, no Cinema Atlântico, Rua 54, Urbanização Nova Vida, Edifício João Alves Monteiro - Luanda / Angola
com a seguinte:
ANÚNCIO
ORDEM DO DIA 2ª e última publicação

1. Apresentação e Aprovação da Proposta de Alteração dos Estatutos da Cooperativa A DOUTORA ANA CARINA DA CRUZ PAULO, JUÍZA DE DIREITO DA SEGUNDA SECÇÃO DA
Cajueiro à luz da Lei das Cooperativas, Lei 23/15, de 31 de Agosto; SALA DE FAMÍLIA DO TRIBUNAL PROVINCIAL DE LUIANDA

2. Legitimação da Direcção Geral da Cooperativa Cajueiro e dos Actos praticados pela FAZ SABER QUE, por este tribunal e nos autos de Regulação do Exercício Único de Autoridade
anterior e actual gestão; Paternal em que é requerente O DIGNO CURADOR DE MENORES em representação do menor
Emanuel Rui Quivota Rangel e a favor da senhora CESALTINA VICTÓRIA SAMUEL QUIVOTA, ca-
3. Marcação do Pleito Eleitoral; sada, residente em Luanda, na Centralidade do Sequele, e Requerido NELSON DOMINGOS RAN-
GEL, solteiro, residente algures na República da Holanda, que correm éditos de TRINTA DIAS, a
4. Apresentação e Aprovação do Relatório e Contas 2018; partir da segunda e última publicação, citando os interessados, para no prazo de TRINTA DIAS, findo
os éditos contestar, querendo, o pedido formulado pelos Requerentes na referida acção, conforme a
5. Ponto de Situação da Nova Política Habitacional. Petição Inicial, cujo duplicado se acha patente no Cartório desta Secção, sita na Rua 54, Urbanização
Nova Vida, Edifício João Alves Monteiro, 1.º andar, Porta n.º 23, em Luanda.
Os Cooperadores que não possam comparecer, devem com antecedência mínima de 5
(cinco) dias úteis indicar um representante, habilitando-o com os necessários poderes, Luanda, aos 27 de Setembro de 2017.
conforme estabelece o Artigo 25.º dos Estatutos.
A JUÍZA DE DIREITO O AJUDANTE DE ESCRIVÃO
De realçar que, estão desde já convocados para uma Assembleia-Geral Extraordinária, Dr.ª ANA CARINA DA CRUZ PAULO DOMINGOS GABRIEL DIOGO
(501.641)
prevista para o dia 11 de Janeiro do corrente ano, com a seguinte:

ORDEM DO DIA
AVISO
1. Eleição dos Membros dos Órgãos Sociais;
Avisa-se aos Proprietários das Viaturas de marcas e matrículas
Nota: A documentação para a referida Assembleia pode ser solicitada, endereçando um abaixo a indicar, para contactarem o Sr. Pedro Sousa, no prazo
email para o endereço “ cjr.geral@cajueiro.co.ao”, ou levantada na Sede da Cooperativa
de 45 dias.
no horário normal de expediente, pelos Sócios elegíveis à luz dos Estatutos.
Contacto: +244 22 64 40 001/2 Marca Ranger Rover - Matrícula LDB - 21 - 3
Luanda, aos 28 de Novembro de 2019.
Marca Kumbi - Matrícula LDW - 90 - 23
Marca Buggy - sem Matrícula
António Pascoal Neto
Presidente da Mesa da Assembleia-Geral
(2814)
Contacto Telefónico: 926022057 (2.782)
Domingo,
1 de Dezembro de 2019 13
PUBLICIDADE

(700.100)
14 TELENOVELA Domingo
1 de Dezembro de 2019

REDE GLOBO
“Amor de Mãe”
exalta heroínas do quotidiano
Em substituição da novela “A Dona do Pedaço”, a TV Globo começou a emitir mais uma produção ficcional em
horário considerado nobre, o das 21h00, desta vez escrita por uma mulher, Manuela Dias

DR

Francisco Pedro Esteves e Taís Araújo interpretam encontro com o ambientalista Davi, Originalmente, “Amor de Mãe” das 21h00 em 3 anos, desde Maria
as três protagonistas, mães de clas- tendo a difícil missão de criar laços tinha estreia marcada para Maio, Adelaide Amaral e Vincent Villari,
“Amor de Mãe” é a nova telenovela ses sociais diferentes, cujas vidas com o pai do bebé, ainda mais substituindo “O Sétimo Guardião”, em 2016, com “A Lei do Amor”.
da Rede Globo, emitida desde ter- são entrelaçadas pelos filhos. quando descobre que ele acusa mas, por surgirem, em Setembro Originalmente, a trama deveria
ça-feira no país, um dia depois do Álvaro de crime ambiental. de 2018, diversas mudanças no chamar-se “Tróia”, em referência
lançamento no Brasil, em substi- Protagonistas Thelma vê Vitória também como texto, o lançamento foi adiado, à cidade mitológica, mas o nome
tuição de “A Dona do Pedaço”. Lurdes (Regina Casé), Thelma sua inimiga e Lurdes fica numa si- passando a vaga para “A Dona do foi mudado para “Amor de Mãe”
A telenovela, que foi apresentada (Adriana Esteves) e Vitória (Taís tuação complicada por ser amiga Pedaço”. Com o adiamento, a no- para expressar melhor o enredo
em Luanda, na segunda-feira, em Araújo) vivem, cada uma, diferentes de ambas. vela ficou sem data para estreia, central em torno das três mães.
cerimónia presidida pelos directores dilemas. Lurdes é uma mulher na ocasião. Durante a produção dos ro-
internacionais de Marketing Felipe nordestina batalhadora, que tem Argumentista teiros Ricardo Linhares, escalado
Bochin e Patrícia Carius, é também quatro filhos: Magno, Érica, Ryan Escrita por Manuela Dias, com a Produção como supervisor da trama, fez
emitida em Moçambique. e Domênico - vendido às escon- colaboração de Mariana Mesquita, Manuela Dias entregou a sinopse com que Manuela Dias mudasse
De acordo com os responsáveis, didas aos 2 anos pelo seu ex-marido Roberto Vitorino e Walter Daguerre da trama no primeiro semestre de o texto diversas vezes, conside-
a telenovela tem como foco principal para a traficante de crianças Kátia. e supervisão de texto de Ricardo 2016. Aprovada a 19 de Junho do rado “muito culto” e “difícil”
as mães como heroínas sociais do Thelma é rival de Álvaro, um Linhares, a telenovela tem a rea- mesmo ano, “Amor de Mãe” ficou para todos os públicos, alegando
quotidiano em quaisquer sociedades. empresário que comprou a área lização e direcção artística de José em lista de espera das “novelas que o horário precisava de uma
Por isso, uma das frases em que se em volta do seu restaurante e a Luiz Villamarim. das nove” para 2019. novela de fácil compreensão,
prende a trama refere que “Tudo é pressiona para vender o local, fa- Conta com Irandhir Santos, Vla- A autora é a primeira na história uma vez que "o público nessa
incerto na vida, menos o amor de zendo sabotagem para forçá-la. dimir Brichta, Humberto Carrão, da Rede Globo a entrar para o ho- faixa não queria ter que pensar
mãe”. Esta e outras frases faziam Ele é o principal cliente de Vitória, Isis Valverde, Juliano Cazarré, Mu- rário nobre sem nunca ter assinado muito”. Manuela Dias citou que
parte dos dísticos exibidos no acto uma advogada rica e bem sucedida, rilo Benício, Nanda Costa e Chay uma novela noutro horário ou as suas mini-séries anteriores,
de lançamento, animado pelos can- que era infeliz por não ser mãe Suede nos demais papéis principais. noutra emissora antes, apenas “Ligações Perigosas” e “Justiça”,
tores angolanos Rui Orlando e Pérola até adoptar Tiago e contratando “Amor de Mãe” é a primeira no- duas mini-séries e colaborações tinham a mesma complexidade
e a banda brasileira Carioca. Lurdes como babá. Ao mesmo vela a ser feita no estúdio MG4, da noutras obras. Além disso, a autora e foram bem aceites, porém teve
As actrizes Regina Casé, Adriana tempo, ela fica grávida após um Rede Globo. foi a primeira a estrear no horário de mudar os textos.
Domingo
1 de Dezembro de 2019 ROTEIRO DE CASA 15
Estreias (Cinemax) Filmes Mais pequenos Futebol
Em Trânsito
21 Pontes
Estreia: 6 de Dezembro
Atlético de Madrid - Barcelona
Actores: Chadwick Boseman, DR
Taylor Kitsch, Sienna Miller,
J. K. Simmons, Stephan James
A Patrulha Pata
Direcção: Brian Kirk A aventura
Produção: Chadwick Boseman, An- e o espírito
thony Russo, Gigi Pritzker, Joe Russo, de missão
Logan Coles continuam.
Género: Acção, Crime
Sinopse:
Para estes
Perseguido pelo regime, Georg
Um detetive da polícia de Nova Iorque encontra-se em Marselha e pre- heróis,
recebe um complexo desafio no tra- cisa de sair de França quanto todos os
balho: precisa achar e prender um antes. Com a vida em perigo e desafios são
assassino de policiais que está à o tempo a escoar-se, apropria- importantes
solta na cidade. Realizar a prisão do se dos documentos de identifi-
criminoso implicaria em recuperar
e para
cação de um escritor que
a honra que ele perdeu durante al- recentemente cometeu suicídio superar.
gumas tarefas mal-executadas nos e assume. A coragem e
últimos anos. No entanto, quanto Domingo - 7h05 o espírito de
mais avança na investigação mais equipa estão O Estádio Wanda Metropolitano, com capacidade para 67.829
percebe que os assassinatos se tratam pessoas, situado no distrito de San Blas-Canillejas da cidade
de uma conspiração assombrosa O Inquilino sempre
presentes. espanhola de Madrid, será o palco do aliciante confronto entre
entre criminosos e membros da sua as equipas do Atlético de Madrid e do Barcelona, que acontece
própria categoria. Domingo - 11h00 hoje, às 21 horas. O desafio é aguardado com grande expectativa.
O Barcelona está a repartir a liderança do compeonato com o
Real Madrid, ambos com 28 pontos, e em caso de deslize pode
ser ultrapassado.
Hora: 21h00
Estadio Metropolitano
DSTV/SuperSport

A Irmã do Meio
Trelkovsky aluga um apartamento
No Meio
do Presente
SÉRIES
num antigo edifício residencial.
A inquilina anterior suicidou-se,
saltando pela janela. Trelkovsky
Perfeito -
O Aidan dá
Mr. Robot T4
torna-se obcecado por aquela um presente Elliot, um jovem e brilhante programador que aperfeiçoou
mulher, convence-se que alguém especial à a arte da pirataria informática, sofre de um debilitante
pretende matá-lo e suspeita dos distúrbio antissocial e faz do acesso a computadores
seus próprios vizinhos.
Harley e ela
privados, e da invasão da vida destas pessoas, o único
Domingo - 5h fica radiante. meio de conexão humana.
Domingo - 13h15
Quinta, 5 Dez - 22h00

O Que os Homens
Querem
Nós, os Ursos
Last Christmas Para
conseguirem
Estreia: 6 de Dezembro dormir, os
Actores: ursos ajudam
Emilia Clarke, Henry Golding, Emma um pássaro
Thompson, Michelle Yeoh, Rebecca irritante a
Root. encontrar
Direcção: Paul Feig
Roteiro: Emma Thompson, Bryony uma nova
Kimmings Uma mulher que trabalha numa companheira.
Género: Comédia romântica agência de desportos está farta Domingo - 15h15
Sinópse: de ser excluída de um mundo
Kate (Emilia Clarke) é uma jovem claramente dominado por ho-
inglesa cuja vida é uma confusão. Tra- mens. Até ao dia em que desen-
balha como elfo numa loja temática volve a capacidade de ouvir os
de natal o ano todo. Quando conhece pensamentos masculinos... e
Tom (Henry Golding), o que parecia tudo muda!
impossível se torna realidade, conforme
o rapaz vê através de todas as barreiras
Domingo - 4h45 Madam Secretary T6
que ela construiu. Em Madam Secretary, Téa Leoni é uma Secretária de Estado
Revolta que tem de ser, simultaneamente, dura, justa e muito in-

Bob, o Construtor teligente a dirigir os negócios estrangeiros, tal como a gerir


a vida familiar.
Da construção
à escavação, Bob, Domingo, 1 Dez - 22h00
o construtor
e a sua equipa
de máquinas
estão sempre
prontos a
enfrentar
novos
projectos.
À medida
que vão
A história da última luta da Hu- trabalhando,
manidade contra uma invasão demonstram
extraterrestre. Na paisagem afri- o poder do
cana, devastada pela guerra, um pensamento
soldado americano e um volun- positivo e do
tário francês, juntam-se para so- trabalho em
breviver à ameaça alienígena. equipa para
Domingo - 6h35 resolver problemas.
Domingo - 17h00
16 ROTEIRO DE RUA Domingo
1 de Dezembro de 2019

Espectáculos Tecnologia

Facebook e Instagram sofrem


Taxidermia do Futuro junta artistas no SIEXPO quebra no Dia de Acção de Graças
Diversos artistas angolanos estarão Os aplicativos do Facebook, incluindo o Instagram, sofreram
congregados num mesmo espaço, no âmbito uma grande interrupção na quinta-feira, Dia de Acção de Graças,
da exposição Taxidermia do Futuro, que terá nos Estados Unidos, provocando uma enxurrada de twites na
lugar na quinta-feira, no Salão Internacional plataforma de media social, soube-se da Reuters.
de Exposições do Museu Nacional de O Facebook disse que está a trabalhar para restaurar o acesso
História Natural, em Luanda. A mostra aos seus usuários após problemas nos sistemas centrais de
comportará trabalhos de Grada Kilomba, software que provocarem a queda da sua família de aplicativos,
Kiluanji Kia Henda, Mónica Miranda, incluindo o Instagram.
Januário Jano, Aida Rodrigues, Keyezua, “Nós investigamos rapidamente, começamos a restaurar o acesso
Teresa Firmino e Helena Uambembe. As e agora estamos a monitorar a recuperação completa”, disse
obras têm em comum o dissecar dos um porta-voz do Facebook em nota.
fantasmas presentes nas sociedades Segundo o site DownDetector, cerca de 8 mil usuários do Facebook
africanas, desde os mitos greco-latinos ao foram afectados em várias partes do mundo, incluindo Estados
período colonial. O projecto pretende juntar Unidos e Reino Unido.
alguns artistas activos em Luanda, assim Vários usuários relataram problemas como não conseguir publicar
como os que mantém uma relação de fotos e vídeos nos seus feeds principais e uma mensagem de
proximidade com a cidade. erro dizendo “O Facebook voltará em breve” apareceu nas
A exposição tem como base a troca de tentativas de login.
influências entre os curadores e os artistas DR

que os guiam numa parte importante das


suas pesquisas curatoriais. Taxidermia do
Futuro tem como principal objectivo apoiar
o percurso de artistas, numa colecção criada
a partir do diálogo entre obras de artistas
mais experientes e novas perspectivas no
contexto do continente africano, expandir e
promover o conhecimento de artistas
africanos e da diáspora.

Museu Nacional de História Natural


Quinta-feira
18h30

Ayalasa e Banda Etokeko no lançamento do DVD da Blue Note Serviços de comparação


DR

No âmbito do projecto “Há Jazz


no Camões, com a chancela da de preços pedem medidas
excelência de Jerónimo Belo, a J.J.
Jazz lançará, na próxima sexta-
feira, às 18h, no Camões-Centro
contra o Google
Cultural Português, em Luanda, o O serviço de comparação de preços Idealo, da Axel Springer, e
dvd da editora americana Blue outros 40 europeus acusaram o Google de se favorecer e pediram
Note, ao que se seguirá um aos reguladores antitruste da União Europeia (UE) para impor
concerto com Etokeko Jazz e uma decisão contra a empresa.
Aylasa. O pedido conjunto do grupo aumenta a pressão sobre a comissária
Segundo o promotor, Etokeko Jazz europeia de concorrência, Margrethe Vestager, para tomar outras
é uma banda de jovens medidas contra o Google, dois anos depois que ela ordenou a
empenhados, cumpridores e empresa a parar de favorecer o próprio serviço de comparação
criativos, que dignificam a música de preços (CSS).
improvisada e o jazz “made in As empresas, o maior grupo a se posicionar contra o Google até
angola”, conscientes que as raízes o momento, em carta conjunta à Margrethe Vestager disseram,
não bloqueiam, antes ajudam a na sexta-feira, que a gigante da web dos EUA ainda não cumpriu
crescer mais forte. Com a presença o pedido de 2017. O Google também foi multado em 2,4 mil
da cantora Aylasa, proporcionam milhões de euros na época.
momentos de grande criatividade Os signatários da carta são de 21 países da UE e incluem o
e riqueza estética. Idealo, o segundo maior serviço de comparação de preços
. da Europa, o polonês Ceneo, o britânico Kelkoo, o Foundem
Camões-Centro Cultural Português e o Heureka, na República Tcheca. “Estamos a contacta-la
Sexta-feira porque empresas como as nossas estão ameaçadas pelo
18h00 Google, o que evita artificialmente o cumprimento da lei”,
escreveram as empresas.
As reclamantes adiantaram ainda que a proposta do Google de
permitir que os concorrentes ofereçam anúncios no topo de uma
página de pesquisa não aumentou o tráfego nos seus sites.
A Comissão Europeia confirmou o recebimento da carta, que
Bocelli no recital com Júlio Saron não mencionou nenhuma solução específica apontada pelo
grupo, e disse que estava a monitorar a situação. Thomas
DR Hoppner, advogado da Idealo, disse que a maioria dos signatários
O tenor Júlio Saron e o pianista Alfredo Pedro Luís, expressou as frustrações pela primeira vez. “A carta demonstra
que o acompanha, são os cabeças-de-cartaz de um uma frente unida de serviços genuínos de comparação de compras
recital que tem lugar na próxima sexta-feira, no Art&Fit contra a tentativa do Google de apresentar medidas como um
Angola, em Luanda, e que contará com a presença de ‘mecanismo de conformidade”, afirmou.
Emanuel Mendes, como convidado. O recital é uma DR

proposta da Art&Fit para encerrar o ano de trabalho.


O músico Júlio Saron, aluno, e o seu professor de
música, Alfredo Pedro Luís, embarcam numa viagem
pelo mundo do canto lírico, nos seus mais diversos
géneros de composição. O reportório contará com
clássicos nacionais, como “Mona Ngamba” de Tonito
Fortunato, e internacionais, como “Time to Say
Goodbye” de Andrea Bocelli.

Art&Fit Angola,
Rua Sebastião Desta Vez, no Valódia,
sexta-feira
17h00 às 20h.00
NECROLOGIA Domingo
1 de Dezembro de 2019 13
RECORDAÇÃO FALECEU FALECEU FALECEU

RUI MANUEL DO RUI MANUEL DO ÁLVARO CALADO MAIO ISABEL TCHILOMBO ANTÓNIO
NASCIMENTO “Schuster” NASCIMENTO “Schuster” (Tia Pele)

Uma verdadeira amizade constrói-se ao Isabel do Nascimento (mãe), Carlos Nas- Esposa, filhos e demais familiares cum- Adelino António (esposo), Amélia António, Francisca António Neto, Fernando António,
longo do tempo e assim foi a nossa cimento (irmão), Joaquina Monteiro prem o doloroso dever de participar o Lizandra António (filhos), genros, noras, netos, irmãos, primos, cunhados e demais
amizade de cerca de 38 anos, até ao dia (tia), Joaquim Monteiro (tio) e familiares, falecimento de seu ente querido ÁLVARO familiares cumprem o doloroso dever de comunicar o passamento físico da sua querida
que Deus chamou-te. Amigo Schuster comunicam o falecimento do seu ente CALADO MAIO, ocorrido dia 29/11/2019, ISABEL TCHILOMBO ANTÓNIO (Tia Pele), ocorrido dia 27/11/2019, em São Paulo-
estarás sempre em nossos corações, querido, RUI MANUEL DO NASCIMENTO por doença. O funeral realizar-se-á em Brasil, por doença. O seus restos mortais chegam a Luanda, hoje, dia 1/12/2019, às
pelas alegrias, que nos proporcionas- “Schuster”, ocorrido no dia 29/11/2019. data a anunciar oportunamente. (2915) 6h40. O funeral realiza-se amanhã, segunda-feira, dia 2/12/2019, às 12h00, no cemitério
te. Esta é singela homenagem que te O funeral realiza-se amanhã, dia do Benfica, precedido de Missa de corpo presente, na Igreja de São Carlos Wanga, sita
dedicamos. Ernesto Moreira e Victória 02/12/2019, no cemitério do Benfica às do projecto Nova Vida, às 8h00. (2.860)
Moreira. (2894a) 10h00. (2894b)

MISSA FALECEU FALECEU CONDOLÊNCIAS

JOAQUIM QUEIROZ NEVES BERTA MATEUS DOMINGOS ADELINO DE SOUSA RUI MANUEL DO NASCIMENTO “Schuster”
DE SOUSA MATEUS SOBRINHO (Rio)
António Queiroz Neves (irmão), Mizé As famílias Veríssimo da Costa e Mateus A família Caetano de Sousa cumpre o A Direcção do Grupo Desportivo “ Secil de Luanda “, Trabalhadores e Atletas, endereçam
Neves (cunhada), sobrinhos e demais de Sousa comunicam aos demais fami- doloroso dever de comunicar o falecimento à família do senhor RUI MANUEL DO NASCIMENTO “Schuster” as mais sentidas
familiares comunicam que será rezada liares e amigos o falecimento de sua que- do seu ente querido ADELINO DE SOUSA condolências. O óbito decorre na sede do Grupo Desportivo, sita no Bairro da Praia
Missa do 7º Dia, em memória de seu ente rida BERTA MATEUS DOMINGOS DE SOBRINHO (Rio), ocorrido dia 28/11/2019, do Bispo. O funeral realiza-se amanhã, segunda-feira, dia 02/12/2019, no cemitério
querido JOAQUIM QUEIROZ NEVES, SOUSA FRANCISCO, ocorrido dia por morte súbita. O funeral realizar-se- do Benfica às 10h00. (2894)
amanhã, segunda-feira, dia 2/12/2019, 27/11/2019, em Luanda, por doença.O á em locar e data anunciar oportuna-
às 18h00, na Igreja Sagrada Família (Macu- funeral realizar-se-á em data a anunciar mente. (2896R)
lusso). oportunamente.
(2909) (2.801R)

PUBLICIDADE

REPÚBLICA DE ANGOLA
GOVERNO PROVINCIAL DO CUANZA NORTE
GABINETE DO GOVERNADOR

ANÚNCIO DO CONCURSO LIMITADO POR PRÉVIA QUALIFICAÇÃO


| a que se refere o n. 1 do artigo 119.º de 16 de Junho, Lei dos Contratos Públicos |

CONCURSO N.º 03/GAB.GOV/2019

O Governo da Província do Cuanza-Norte vem tornar público nos termos do dispositivo no n.º 1 do artigo 69.º e do anexo VIII, da Lei n.º 9/16 de Junho – Lei dos Contratos Públicos, que está aberto o Concurso Limitado por Pré-
via Qualificação para os seguintes encargos:
01 - Fiscalização das Empreitadas de Electrificação Rural e Local dos Municípios da Banga, Bolongongo e 3.1. Os documentos de Habilitação devem ser apresentados nos termos do Art.º 58, da Lei 9/16, de 16 de Junho;
Ngonguembo - Cuanza Norte. 3.2. Não é permitido a submissão de propostas variantes;
3.3. Não é exigida caução provisória.
02 - Construção e Apetrechamento da Casa da Juventude de Ambaca.
03 - Construção e Apetrechamento da Casa da Juventude de Cambambe. 4. Critérios de Adjudicação
04 - Conclusão da Empreitada de Construção da Escola de 30 Salas de Aulas em N’Dalatando
Proposta técnica e economicamente mais vantajosa, tendo em conta os factores mencionados nas peças do pro-
cedimento.
PROGRAMA DO CONCURSO 5. Processo
Dados Entidade Pública Contratante (EPC) 5.1. Prazo de entrega do pedido de recepção das peças do
Designação (UO): Governo da Província do Cuanza-Norte Procedimento:

Endereço: Rua das Palmeiras, Largo do 1.º de Maio, Cidade de N’Dalatando Data: 03 de Dezembro de 2019
Localidade: Município do Cazengo Hora: 15h00 m
Província: Cuanza-Norte
Telefone: (00244) 938 884 917/938 887 712 5.2. Peças do Procedimento:
Correio Electrónico: gabgov.cn@gmail.com Programa do Concurso;
Tipo de Entidade Contratante e suas principais actividades: Órgão desconcentrado da Administração do Es- Caderno de Encargos.
tado na Província, que visa assegurar a realização de funções executivas do Estado no Município. 5.3. Preço e condições de obtenção das peças do procedimento:
Preço: AKZ 150.000,00 (Cento e Cinquenta Mil Kwanzas)
O Governo do Cuanza-Norte não está a contratar por conta de outras entidades Condições:
Pagamento por depósito bancário na Conta Única do Tesouro na Repartição Fiscal Local;
Informações Relativas ao Contrato Cópia do Alvará de Empreitadas de Obras Públicas.
2.1 Designação dada ao Contrato pela EPC: 5.4. Prazo limite para apresentação das candidaturas:
Fiscalização das Empreitada de Electrificação Rural e Local dos Municípios de Banga, Bolongongo e Ngon- Data: 10 de Dezembro de 2019
guembo - Cuanza Norte; Hora: 15h00m
Construção e Apetrechamento da Casa da Juventude de Ambaca; 5.5. Valor da caução definitiva: 15% do preço global da proposta
Construção e Apetrechamento da Casa da Juventude de Cambambe;
Conclusão da Empreitada de Construção da Escola de 30 Salas de Aulas em N’Dalatando; 6. Informação Complementares
6.1. Endereço e ponto de contacto onde podem ser obtidos as Informações adicionais:
2.2. Tipo de Contrato: 6.1.1. Designação Oficial: Departamento da Contratação Pública
a) Aquisição de Serviços;
b) Empreitada de Obras Públicas. Endereço: Governo da Província do Cuanza-Norte
2.3. Local de Realização das Empreitadas e da Prestação de Serviços: Província do Cuanza-Norte Localidade: Cidade de N’Dalatando
2.4. O concurso implica a celebração de um contrato público Província: Cuanza-Norte
2.5. O concurso não está aberto a participação de entidades públicas e privadas residentes cambiais Telefone: (00244) 923323787/915475049
2.6. Prazo de Execução de Contrato: 18 (Dezoito) meses.
Correio Electrónico:
3. Informações relativas aos concorrentes e às propostas Secretariagovcuanzanorte@hotmail.com

GOVERNO DA PROVÍNCIA DO CUANZA NORTE, N’DALATANDO, AOS 26 DE NOVEMBRO DE 2019.

O GOVERNADOR
ADRIANO MENDES DE CARVALHO
(2914)
14 Domingo
1 de Dezembro de 2019

R O T E I R O
HOSPITAIS FORTALEZAS BIBLIOTECAS MUSEUS RÁDIOS TELEVISÕES CINEMAS EVENTOS
Josina Machel Fortaleza de São Miguel Biblioteca Nacional Memorial Dr. António Zap /Cinemas
222 336 346/222 336 349 Avenida Marginal de Luanda de Angola Agostinho Neto 0h/1h • Jornal da meia noite
Rua Comandante Gika Av. Dr. António A. Neto 1h/5h • Dia novo
S.O. Pediatria Fortaleza de 2h • Jornal da hora
222 339 888 222 326 769 Praia do Bispo-lngombota Semana: 29/11 a 05/12
São Pedro da Barra 3h • Jornal da hora
Hospital Pediátrico Bairro Petrangol - Luanda Biblioteca Municipal 222 653 900
4h • Jornal da hora
222 391 442 Governo Provincial de www.maan.co.ao 5h • Jornal da hora Agenda
Penedo ou Casa Reclusão •Título: Knives Out: Todos
Luanda info@maan.co.ao nacional Vanguarda
Américo Boavida Ingombota, Luanda 00h00 • TPA 24 Horas são Suspeitos
222 380 118/222 380 119 Biblioteca Camões Museu Nacional policial (20’)
Fortaleza de Massangano 00h30 • Cine à Madrugada (Sala VIP)
Avenida de Portugal n° 50 de História Natural Kamatondo (30’)
Hospital Militar Município de •Género: Comédia/Crime
Rua Nossa Sr.ª Muxima Música angolana 02h30 • Janela Aberta
222 322 315/222 322 316 Cambambe/Cuanza-Norte Ministério das Relações 6h/9h • Manhã informativa •Sessões: 13h50/15h40/
222 334 055
Hospital do Prenda Fortaleza da Quibala Exteriores 9h • Agenda nacional 05h30 • Ginástica para 18h30/21h40
Rua Major Kanhangulo Museu das Forças Armadas
222 351 300/222 351 400 Cuanza-Sul 9h/12h • Magazine da manhã
Av. Murtala Mohamed Todos
Maternidade Central Fortaleza da Vila do Seles Óscar Ribas 10h • Jornal da hora
222 371 451 / 222 372 128 10.10h • Rádio-piô
222 323 052 Província do Cuanza-Sul Bairro do Cruzeiro 06h00 • Angola Hoje Palestra Cultural
222 372 623 11h • Jornal da hora
Fortaleza da Vila do Ambriz B. da Faculdade de
Museu Nacional 12h • Agenda nacional 09h00 • Missa Diminical A dimensão cultural de
Província do Bengo Ciências da Universidade
de Antropologia Jornal das regiões Angola e África do Sul está
Agostinho Neto 09h30 •Malta da Alegria
EMERGÊNCIAS Avenida Marginal
Rua Frederick Engels
Museu Nacional
(15’) Clássicos
angolanos (musical) 11h00 • Ponto Informativo
em evidência, desde o dia
28 de Novembro, no palco
MÉDICAS Arquivo Histórico Nacional
R. Pedro Félix Machado, 49
da Escravatura
15 Km a Sul de Luanda,
13h • Jornal da tarde
Desportivo 11h10 • A sua Manhã do Palácio de Ferro, na
Baixa de Luanda. A
Centro Cultural Dr. para lá do Mercado do 14h • Sons da tarde (30’) 12h00 • Conversas no Quintal
14h • Radio piô (reposição) iniciativa está inserida na
Agostinho Neto Artesanato do Benfica Semana Cultural Sul-
Serviço Nacional 15h • Jornal da hora Agenda 12h30 • Diário Desportivo
Bairro Operário, R. H, 44/46
116
923 604 914 / 924 367 795
FARMÁCIAS B. da Alliance
222 371 743
Museu da
nacional
15.10h • Geração viva 13h00 • Jornal da Tarde
africana, comemorativa do
Dia da Liberdade da terra de
923 306 999 / 923 463 305 Française de Luanda Força Aérea 17h • Rádio jornal resumo 14h00 • África Hoje Nelson Mandela.
Lg. da Sag. Família, Av. 21 de Janeiro do rádio jornal
Farmácia Alameda R. do Bocage, 12 14h30 • Saúde em Dia
AI. Manuel Van-Dúnem, 254 915925644/916215580 19h • Agenda nacional
Biblioteca “Zé-Du”z 19h/20h • Constelações •Título: Frozen II: O reino Até 7 de Dezembro
222 430 293 15h00 • Janela Aberta
R. Francisco Sotto Mayor 20h • Jornal da noite do Gelo 3D
Farmácia Alex 20h30h Desportivo 16h00 • Ponto Informativo (Sala 2)
R. Com. Gika - 222 327 960 222 354 773
21h • Agenda nacional •Género: Animação/ aventura
Farmácia Maculusso Biblioteca da UEA 16h10 • Janela Aberta
•Sessões:11h10a
BOMBEIROS Av. Com. Che Guevara, 72/B
222 322 442
Sede da UEA
Biblioteca Kilamba 17h50 • Ministério do
Farmácia Central I 24/24 Bairro Golfe, Largo 17 de 00h00 • Início do Turno da Comércio
Posto de Comando
Largo Amílcar Cabral, 16
928 186 157
Setembro (Avô Kumbi) TEATROS Madrugada “D”
01h00 • Síntese informativa. 18h00 • Ecos & Factos
•Título: Line of Duty:
O resgate
115 Biblioteca do
Farmácia Central II 24/24 CENFOR/MAPESS 02h00 • Síntese informativa. (Sala 2)
18h05 • ABC da Educação
Unidade Operativa Central Rotunda do Gamek R. Ferreira do Amaral, 77, Elinga Teatro 02h10 • Teste Desportivo •Género: Acção/Triller
222 323 333 9928186159 R/C Largo Trlstâo da Cunha 03h00 • Síntese Informativa. Financeira •Sessões:13h20/15h50/18h10
Unidade Especial do Porto Farmácia Central III 24/24 Centro Cultural e 04h00 • Síntese informativa. 21h00/23h20b
Biblioteca e Livraria 04h30 • Aspectos científicos 19h00 • Vencedores
222 310 656 R. Direita da Samba, 586 Multicultura Recreativo Kilamba
928 186 162 Rua B3 Nelito Soares do Desporto. 19h15 • Telenovela:
Unidade Munic. de Viana R. dos Combustíveis,
Farmácia Girassol 05h00 • Síntese informativa. •Título: Primail: Instinto
222 290 540 Cacuaco - Kikoío, 47 Centro Cultural Dr Proibido Amar
R. Rei Katyavala, 165 05h10 • Efemérides do Dia Predador
222 449 895 Agostinho Neto 05h25 • Previsão de Tempo Feira Cultural
Farmácia Desta Vez, Lda LIVRARIAS B.º Operário, Rua H, 44/46 05h30 • Ginástica na Rádio.
20h00 • Telejornal (Sala 3)
•Género: Acção A segunda edição da Feira
R. Oliveira B° Nelito Soares Auditório Horizonte 06h00 • Boletim Informativo 21h00 • Domingo Desporivo
Mestria
•Sessões:13h10/15h30/17h50 do Livro e das Artes, com
222 266 388 Nzinga Mbande (Primeira Rdição).
Largo do Kinaxixe Escola Nzinga Mbande 21h30 • Documentário: 20h40/23h10b diversos atractivos, realiza-
Farmácia Egiwal -Início do bloco da
Av. Comdt Valódia - Viana Manhã “A” se hoje, na Praça da
Chá de Caxinde Salão da LAASP O Mundo Cultural Harmonia, na C5, no bairro
POLÍCIA 222 291 074
Farmácia Higiene
Cine Nac. Sá da Bandeira
Rua Salvador Allende
Rua da Liga Africana
Cine Teatro Nacional
06h15 • Efemérides do Dia.
06h25 • Previsão do Tempo. Nganguela •Título: Frozen II: O reino Nelito Soares, Distrito
R. Cmdt Kwenha, n.º 206 06h30 • Manchetes do Dia/ do Gelo 2D VP Urbano do Rangel, por
Mensagem Rua 1.º Congresso do MPLA (Sala 4) iniciativa da Casa da
222 332 827 Rua 1.º Congresso do MPLA Desenvolvimento
Posto de Comando •Género: Animação/ aventura Cultura do Rangel “Njinga
113 Farmácia Idasia 222 370 929 dos Assunto.
Av. Ho Chi Min - 222 326 762 06h50 • Títulos da Imprensa •Sessões:11h10a/13h40/16h10 Mbande”.
222 332 301 / 222 330 895 Livraria Académica
Farmácia Ingombotas Nacional e Estrangeira.
Números Alternativos R. Guilherme Inglês, 38 R. Nossa Sr.ª da Muxima, 14 07h00 • Síntese informativa.
912 640 753 / 912 640 734 222 333 278 949 438 951 07h30 • Top de Notícias. •Título: Frozen II: O reino Entre as 8
912 640 778 / 912 640 773 Farmácia Janeiro Livraria Cheik Anta Diop 07h50 • Títulos da Imprensa do Gelo 3D VP e as 18h00.
912 640 749 / 912 640 738
Unidade Operativa de
Av. 4 Fevereiro, 131
222 332 260
Rua 1. nº 84. Benfica Bairro
Chinguar - 928 065727 DISCOTECAS Nacional e Estrangeira.
08h00 • Síntese informativa.
(Sala 4)
•Género: Animação/ aventura
Luanda - 222 260485 Farmácia Janica 08h30 • Top de Notícias. •Sessões:10h30b
Piquete - 222 260 472 R. Guerra Junqueiro, 11 -Terceiro tempo(2ªfeira);
222 446 567 Povoado Angolanos na Diáspora
1.ª Esquadra - 222 339 601 Rua do Kero/ Kilamba
Farmácia Kianda (3ª feira); Putos do •Título: Exterminador
3.ª Esquadra - 222 442 415 Av. Murtala Mohamed, 71 Brasília Girabola(4ª feira);Clube Implacável:
3.ª Esquadra - 222 441 486 222 309 455 Angola(5ªfeira);
4.ª Esquadra - 222 339 604 Farmácia Kinaxixi IGREJAS Rua da Samba, 156/158,
Luanda Antevisão daJornada(6ªfeira)
Destino Sombrio
(Sala 4)
5.ª Esquadra - 222 382 966 Av. Cmdt Valódia, 25 r/c 09h00 • Sínteseinformativa •Género: Acção
222 449 443 Kilamba (3ª,4ª, 5ª e 6ª feiras).
6.ª Esquadra - 222 261 806 Igreja de Jesus Rua de Gaia B3, Luanda 09h15 • 1ª Edição Espaço •Sessões:20h50/23h40b
Farmácia Lanesa
7.ª Esquadra - 222 262 372 Av. Ho Chi Min, 343 r/c (Sé Catedral) Bay In Desportivo Internacional, Hoje
8.ª Esquadra - 222 351 896 222 445 926 Largo do Palácio, 12 com Antena 1 05h00• Programa religioso:
Ilha do Cabo, Luanda •Título: Frozen II: O reino
Sub-Unidade da Camuxiba Farmácia Luanda Igreja dos Remédios de Portugal
R. Aníbal de Melo, 35/37 (Sé Velha) Tamariz 09h30 • Top de Notícias. “Centro Reoboth” do Gelo 3D Exposição
222 352 382 (Sala IMAX)
222 445 490 Rua Rainha Ginga Ilha do Cabo, Luanda (3ª, 4ª e 6ª feiras) 05h30 • Videoclips
9.ª Esquadra - 222 380 900 Farmácia Luvofer 09h35 • Futebol Africano. •Género: Animação/ aventura “A turma da Mónica -
Igreja de Roseira 06h00 • Programa religioso:
10.ª Esquadra - 222 264 859 Av. Hoji Ya Henda Nossa Senhora do Carmo (3ª e 6ª feitas) •Sessões:12h55/15h10 viagem aos países de língua
222430 087 Vila de Cacuaco portuguesa” é o título de
Sub-Unidade Hoji Ya Henda Largo do Carmo 10h00 • Síntese Informativa. “IURD” 17h2019h25
222 380 806 Farmácia Mediang Barssulo 10h30 • Top de Notícias uma exposição de arte,
R. Liga Nac. Africana, 55/A Igreja da Sagrada Família Zona Zagra Nzenza, Mussulo 10h35 • Desporto Internacional 07h00 • Nossa Terra inaugurada no Centro
Município de Viana Largo da Sagrada Família Cultural Brasil - Angola
222 440 517 Miami Beach 11h00 • Síntese Informativa. 08h00 • Coração Esmeralda •Título: Le man´s 66:
Comandante da Divisão Igreja de (CCBA), na Baixa de Luanda.
914 041 071 Farmácia Modelo Ilha do Cabo, Luanda -Futuro(Desporto O duelo
AI. Manuel Van-Dúnem Nossa Senhora da Nazaré Escolar as 3ª feiras) 09h00 • Sexto Sentido
2.º Comandante (Sala IMAX)
222 449 449 Largo do Ambiente Chill Out 11h30 • Top de Notícias. 12h00• Programa religioso: •Género: Biografia/drama
914 041 127 Farmácia Novassol Igreja Metodista Unida Ilha do Cabo, Luanda 12h30 • Ponto de Vista, Visto
“IURD” •Sessões:21h30/00h20b Patente até
Município da Ingombota Av. Portugal, 69A Central de Luanda Jango Veleiro Ponto ponto(crónica
Comandante da Divisão 222 391 502 20 de Dezembro.
Rev. Agostinho Neto, 4 R/C Ilha do Cabo, Luanda desportiva) 12h30 • Cooltura
914 041 103 Farmácia Pague Menos Igreja Evangélica do - Inicio do Bloco da
Link Space 13h00 • Jornal da Hora •Título: Bráulio e o Mundo
Município do Rangel Mirantes, Talatona Espírito Santo Tarde, Turno”B”.
222 480 502 (Discoteca de Quintal) dos Gatos
Comandante da Divisão Rua Ngola Kiluangi 12h15 • Programa Desportivo 14h00 • Fala Angola (Sala 6)
914 041 083 Farmácia Provifarma R. Gamek à direita, Luanda em cadeia nacional.
Aviário B.º Cazenga Igreja Kimbanguista 13h00 • Transmissão em 15h00 • A Tarde é Nossa •Género: Animação
Largo Albano Machado Luanda Kings Club •Sessões:11h00a
SIC 912 412 959
Farmácia Rainha Ginga Igreja do Nosso Senhor Junto ao Magistério
cadeia com RNA do
jornal da tarde.
17h30 • Giro Desportivo
R. Raínha Ginga, 179 Jesus Cristo no Mundo Primário da Vila Alice, Luanda 18h00 • Made in Angola
13h35 • Compacto Desportivo.
Serviços de Investigação 222 337 997 Bairro Golfe 1 Doo.bahr 14h00 • Pausa Musical 19h00 • Dez Mandamentos •Título: Os anjos de Charlie
Criminal Farmácia Romed Igreja Adventista do 7.º Dia Edifício ESCOM, Luanda 14h30 • Manchetes da Tarde (Sala 6)
222 261 276 R. Rei Katyavala, 27 20h00 • Jornal da Zimbo •Género: Animação/ aventura
Rua Rei Katiavala 14h40 • Temas de formação
Piquete - 222 261 981 222 447 175 Elinga Bar Desportiva: 21h00 • Debate Livre •Sessões:13h30/16h00/18h40
Igreja Evangélica dos Ao lado do edifício do BPC,
Farmácia Sadia Irmãos em Angola -Segundas feiras: 23h00 • Documentário:
21h20/00h00B
Av. Comdt Valódia, 31 R. Bento Banha Cardoso, 29 Luanda Histórias do futebol.
INSPECÇÃO 222 430 284
Farmácia Sagrada SOS Igreja Assembleia Lookal Ocean Club
Ilha do Cabo, Luanda
-Terças e quartas-feiras:
Onda Olímpica.
Esposas Selvagens
00h00 • Programa Religioso:
DAS ACTIVIDADES R. Joaquim Kapango, 61
222 395 468
de Deus Pentecostal
do Maculusso Palos
- Quartas-feiras:
Regras e leis de jogos “IURD”
ECONÓMICAS Farmácia Serra
R. Amílcar Cabral, 62/64
Av. Cmdt. Che Guevara, 104
Igreja Metodista
Rua Frederic Engels, Luanda de várias modalidades
desportivas.
01h00 • Programa Religioso: Exposição
Grémio do Chico Coio Uma exposição com
Piquete - 222 336 693 222 394 047 Unida da Bethel - Sextas-feiras: “Igreja Pentecostal”
Av. Hoji Ya Henda, 98 Zona 5 Rua Senado da Câmara, 20 obras de pintura
Farmácia Tropical Treinamento 02h00 • Programa Religioso: denominada
Pedro Féiix Machado Igreja Baptista de Luanda Luanda
Desportivo.
INADEC 222 334 862
Farmácia Universal
Av. Deolinda Rodrigues Oásis Night Club
Cacuaco-Caxito, C51, Panguila
15h00 • Síntese Informativa. “Verbo Vivo”
“O Quotidiano”, de Pedro
Masisa, está patente na
galeria de arte
Igreja Teosófica Espirita 14h10 • Desenvolvimento 02h30 • Programa Religioso:
R. Cón. Manuel Neves R. Transp. Miranda da Actualidade contemporânea Tamar
Instituto Nacional de 222 442 052 Discoteca Múkua “Mandato da Fé” Golan, da Fundação Arte e
Defesa do Consumidor Henriques, Lotes dos R. Cmdt Vaiódia, 20, Viana (2ª edição Espaço Cultura, em Luanda.
Farmácia Vaiódia prédios dos Cubanos Desportivo 04h00 • Programa Religioso:
Edifício ex-Palácio de Vidro Av Hoji Ya Henda, 42 Club Tchirinawa Internacional,
923 324 291 Igreja JOSAFAT “Espaço Josafat”
912640833 / 946813515 Golfo 2-Luanda Benguela com Antena 1
Apoio ao Consumidor Farmácia Yohan Switch Super Club De Portugal). 04h30 • Programa Religioso: a (Sábado e Domingo) Patente até
21 Janeiro, B. Morro Bento IFEPAA - Bom Deus
914545752 222 405 655 Palanca, Rua P, 2 Luanda “Mandato da Fé” b (Sex, sáb, e vésp feriados) 3 de Dezembro.
REGIÕES Domingo
1 de Dezembro de 2019 15
SERVIÇOS DA JUSTIÇA NO PLANALTO CENTRAL tuitamente, crianças dos zero COMBATE À SIDA NA LUNDA-SUL
aos 17 anos, para o registo e
emissão de assentos de nas-

Campanha “BI da Dipanda”


cimento pela primeira vez.
O conservador disse ainda
que as enchentes devem-se
Dezenas de seropositivos
ao facto do processo ser gra-
abandonam tratamento
contou com grande adesão
tuito. Apelou à população a
manter a calma e a evitar
passar a noite às portas dos Kamuanga Júlia | Saurimo em todas as unidades sani-
postos de emissão dos refe- tárias, definição de proce-
Objectivo é fazer com que todos os interessados possam tratar ridos documentos, pois, A província da Lunda-Sul dimentos para tratamento
garantiu, o processo só terá está a criar novas estratégias no domicílio, promoção de
assentos de nascimento e bilhetes sem muitas burocracias o seu término em 2030. para reforçar as medidas de inquéritos para apurar o
CONTREIRAS PIPA | EDIÇÕES NOVEMBRO “Para o registo de nasci- prevenção e combate ao nível de conhecimentos
mento dos adolescentes de VIH/Sida, tendo em conta sobre a doença nas comu-
14 aos 17 anos deve ser feito que dos 1.942 seropositivos nidades e de incentivos para
um requerimento dirigido registados de Janeiro a Setem- reforçar a parceria entre as
ao conservador, com a assi- bro do corrente ano 815 aban- unidade s sanitária s e a
natura reconhecida pelo donaram o tratamento. comunicação social".
notário, cópias dos BI dos Durante o período em D e acordo com Co sta
pais, cédulas pessoais ou referência foram feitos 14.370 Samuquinda, o défice de via-
certidões de nascimento, testes voluntários. Os dados turas, de incentivos para os
atestado de residência e foram tornados públicos pelo activistas e voluntários, moro-
declaração de escola”, disse director municipal da Saúde, sidade na recolha, proces-
o conservador. Costa Samuquinda, durante samento e envio de dados ao
Florêncio Sacapa acres- um encontro que juntou, em Ministério da Saúde figuram
centou que, para o registo e Saurimo, gestores de uni- entre os constrangimentos.
assentos de nascimento, dos dades sanitárias e autorida- Costa Samuquinda acon-
zero aos 13 anos, as crianças des tradicionais. selhou as mulheres grávidas
deverão ser acompanhadas Costa Samuquinda acres- a recorrer às unidades mais
pelos pais, com os respectivos centou que no período em próximas, a fim de garanti-
BI ou cédulas pessoais, cer- referência houve um aumento rem partos seguros.
tidões de nascimento ou car- de 217 casos de crianças O administrador interino
tão da maternidade. expostas ao vírus, contra 95 de Saurimo, Francisco Guerra,
As crianças que perderam, notificadas anteriormente, referiu que as estratégias glo-
destruíram ou com os BI fur- nascidas de mães seroposi- bais da Organização das
tados ou roubados devem tivas, com o seguimento em Nações Unidas visam incutir
apresentar uma cópia ou uma sete unidades sanitárias. uma cultura que permita que
As crianças e adolescentes mereceram atenção especial na presente campanha de registo participação passada pela O sector da Saúde, acres- 90 por cento da população
Polícia Nacional para pode- centou, preparou um plano conheça o seu estado sero-
rem tratar outro documento. estratégico para 2020, que lógico e cumprir com o tra-
Tatiana Marta da segunda fase da campanha 100 senhas na conservatória Florêncio Sacapa subli- prevê "inovações de serviços tamento anti-retroviral.
e Juliana Domingos nacional de registo gratuito, do mercado do Himalaia, nhou que a presente cam-
denominada”BI da Dipanda”, mas são atendidas mais de panha é uma iniciativa do
Mais de 500 pessoas procu- que começou no passado dia 200 pessoas. Ministério da Justiça e dos
ram, todos os sábados, os 9, em todo o país. Segundo Florêncio Sacapa, Direitos Humanos e insere- ENCONTRO DE CONCERTAÇÃO
postos de emissão de assentos Oconservador do Huambo, n o s q u a t ro s á b a d o s d e se nas comemorações dos
de nascimento e de Bilhetes Florêncio Sacapa, disse ao Novembro, das 8h às 13h, a 44 anos da Independência
de Identidade na cidade do
Huambo, para beneficiarem
Jornal de Angola que dia-
riamente são distribuídas
conservatória do mercado
do Himalaia atendeu, gra-
Nacional, assinalados no
passado dia 11. Defendida no Cunene
HOMENS ULTRAPASSAM “TABUS” E FAZEM PARTICIPAÇÕES
pensão de velhice
Adelaide Mualimusi | Ondjiva durante o qual a directora
do Gabinete da Acção Social,

Ocorrências de violência doméstica Id o s o s n a p rov í n c i a d o


Cunene pedem ao Governo
a introdução, nos próximos
Fa m í l i a e Ig u a l d a d e d o
Género, Elizete Mwamelungi,
disse que é intenção do
orçamentos, da pensão de Governo implementar a pen-

têm tendência a crescer no Huambo velhice para suportar diver-


sos encargos como, por
exemplo, ligados à saúde e
são mensal aos idosos, para
responder às necessidades
da pessoa da 3ª idade.
Tatiana Marta | Huambo Durante o período em refe- vez que já existe uma lei ultimamente, não escolhe à alimentação. De acordo com a directora
rência foram igualmente para o efeito. “No passado idade, género nem status Ana Maria, 83 anos, disse da Acção Social, Família e
O número de homens agre- registadas 28 ofensas morais era mais difícil, porque os social e pode causar a morte. ao Jornal de Angola que as Igualdade de Género, o idoso
didos pelas companheiras contra mulheres e 26 contra homens não denunciavam, Armindo Sawanda refe- pessoas que atingem a 3ª e stá na s prioridade s do
duplicou nos últimos onze homens, oito casos de esfa- mas hoje as pessoas são riu que a divulgação da Lei idade e não pertenceram à Governo, principalmente os
m e s e s n a p rov í n c i a d o queamento de mulheres, mais abertas e denunciam Contra a Violência Domés- função pública deveriam que carecem de apoio alimen-
Huambo, tendo-se registado sete queimaduras contra logo que sejam violenta- tica tem permitido desper- beneficiar de uma pensão tar, melhor habitação e de um
mais de 100 casos, informou, mulheres e quatro contra das”, disse. tar a consciência da mensal para a solução das acompanhamento pontual.
ao Jornal de Angola, o téc- homens, bem como 13 desa- O chefe de departamento sociedade, contribuindo suas necessidades vitais. “É Elizete Mwamelungi disse
nico de departamento pro- lojamentos de mulheres e apela às vítimas a não se para a mudança de atitude triste ver idosos abandona- que o Gabinete da Acção
v i n c i a l p a ra a P o l í t i c a seis casos de venda de casas, calarem, porque a violência, por parte de muitas famílias dos pelos familiares ou a Social, Família e Igualdade
Familiar do Ministério da prejudicando mulheres. viverem nos lares”. de Género controla 15.018
Acção Social, Família e Nos últimos onze meses Paulo Velihema, de 79 anos, idosos que carecem de apoio.
Igualdade de Género.
Segundo Armindo Sa-
foram também registados 12
casos de privações de bens
Centro para tratar cancro defende que o Governo deveria
conferir uma pequena pensão,
Acrescentou que a pro-
víncia não tem casas de assis-
wa n d a , o a u m e n t o d o contra mulheres e quatro A província do Huambo pode contar em breve com um centro que chegue pelo menos para tência a idosos, por causa da
número de casos registados contra homens, 34 de fuga especializado de prevenção e tratamento do cancro da próstata, comprar medicamentos, por- cultura local: “os idosos
de violência contra homens à paternidade, 370 de fuga estando já em curso a formação de técnicos que vão assegurar que nesta fase a pessoa adoece vivem no seio familiar”, refe-
deve-se à mudança de men- à maternidade, 128 aban- os serviços. constantemente. rindo que a abertura de um
talidade e comportamento donos de lar em prejuízo às A garantia foi dada ao Jornal de Angola pela coordenadora do As propostas foram apre- lar poderia incentivar os
das pessoas na denúncia senhoras e 22 a homens. programa de combate ao cancro da próstata, Lourdes Mayeco, sentadas durante um encon- jovens a internarem os mais
dos actos de violência, sendo Dos casos registados este acrescentando que a região não dispõe ainda de um centro oncológico, tro em prol ao Dia Nacional velhos, uma prática que é
agora mais frequente os ano, disse, destacam-se o pelo que os casos registados são encaminhados para unidades de do Idoso, assinalado ontem, rejeitada pelos kwanhamas.
casos graves serem enca- abandono familiar e os mais outras províncias, com particular incidência para a capital do país. EDMUNDO EUCILIO | EDIÇÕES NOVEMBRO
minhados ao Serviço de frequentes são o incumpri- O número de casos de cancro, disse, está a preocupar as
Investigação Criminal. mento de mesada, fuga à autoridades da província do Huambo, pelo que, afiançou,
Sublinhou que o número p ate r n i d a d e , v i o l ê n c i a esforços estão a ser envidados para a abertura, o mais breve
de homens que está a denun- sexual, patrimonial e física. possível, do núcleo de oncologia, para reforçar as actividades
ciar a violência tem vindo a O responsável referiu de prevenção e de organização dos serviços de quimioterapia.
aumentar consideravelmente. ainda que a instituição tra- Lourdes Mayeco reiterou o apelo à população no sentido de
Armindo Sawanda expli- balha com as famílias, pro- fazer consultas de rotina, para o diagnóstico precoce da doença,
cou que o ciúme, falta de con- m ove n d o e n c o n t ro s d e com o propósito de se evitar o seu alastramento e danos irreversíveis.
fiança, desentendimento no sensibilização, palestras e O sector da Saúde, assegurou, tem promovido campanhas de
lar e falta de assistência à campanhas para a mudança rastreio de cancro da mama e da próstata, razão pela qual apelou
crianças, após o divórcio, têm de comportamento, e acon- as mulheres a fazerem o auto-exame e a procurarem, com
sido os motivos mais indicados selha a denúncia dos casos regularidade, os serviços de Saúde.
para as atitudes agressivas. de violência doméstica, uma Justino Victorino | Huambo Idosos pedem melhores condições para a sua sobrevivência
16 SOCIEDADE Domingo
1 de Dezembro de 2019

SECRETÁRIO DE ESTADO DO INTERIOR NO ACTO DO 38º ANIVERSÁRIO DO SNPCB GALA DISTINGUE JORNALISTAS
ALBERTO PEDRO | EDIÇÕES NOVEMBRO

A noite da consagração
dos melhores da Media
Edivaldo Cristóvão mar e instruir a sociedade.
O ministro defende a
Os jornalistas da Edições valorização da classe jor-
Novembro Rosalina Mateta nalística, mas, para tal, refe-
e Osvaldo Gonçalves ven- riu ser necessário a criação
ceram, na sexta-feira, a 10ª de estímulos que possam
edição do Prémio Nacional incentivar mais e melhor o
de Jornalismo, na categoria exercício da sua actividade.
de Imprensa, com as repor- Nuno Carnaval justificou
tagens “Marchar, marchar” que a ausência, em parte, da
e “Teste de resistência em imprensa privada deveu-se
35 horas de estrada”. a um problema técnico, mas
Os vencedores recebe- prometeu na próxima edição
ram, cada um, uma esta- incluir toda a classe.
tueta, entregue pelo ministro “O prémio estava a ser
da Comunicação Social, preparado há cinco meses
Nuno do s Anj o s Calda s e apenas estou no cargo há
Albino, e ainda um cheque sensivelmente um mês, mas
avaliado em dois milhões e pretendo a inclusão da classe.
550 mil kwanzas. O país vive um momento
José Zau promete, a médio e curto prazos, formar e qualificar quadros em diversas especialidades em matéria de protecção civil Durante a gala, foram ainda adverso do ponto de vista
galardoados, na categoria de financeiro e económico,
Rádio, o jornalista Barros mas, dentro do possível,

Seca afecta mais de 300 mil Gabriel ( Rádio 5) e no Foto-


jonalismo Lídia Aonde, do
Novo Jornal. Na Televisão os
consagrados são Cabingano
Manuel, da TPA, e Carlos
vamos procurar um equilí-
brio no sentido de dignificar
os distinguidos, elevando
mais o valor dos prémios”,
disse o ministro.

famílias em quatro províncias Capitango, da TV Zimbo.


Em representação do Pre-
sidente da República, João
Lourenço, o ministro da
Comunicação Social, Nuno
O t itu l a r d a pa sta d a
Comunicação Social aventou
a hipótese do aumento do
Prémio Nacional de Jorna-
lismo, tendo em conta que
O Ministério do Interior está a trabalhar na melhoria das condições sociais e de dos Anjos Caldas Albino o sector assume hoje uma
trabalho dos efectivos, sendo que todos os esforços têm sido feitos neste sentido “Nuno Carnaval”, encorajou outra abordagem, que con-
os profissionais e desejou sidera transversal, sobretudo
força à classe jornalística. com a introdução da era digi-
André da Costa tecção Civil arrecadou 1.574,7 de informação, assim como o estreitamento dos laços de Para o governante, os jor- tal e as categorias que podem
toneladas de bens diversos a valorização do género e cooperação com os Estados- nalistas são peças essenciais ser inovadas.
para apoio às vítimas da seca. aposta nos efectivos mais membros da Comunidade e transcendentais da socie- Considerou que o jorna-
Pelo menos 333.163 famílias José Bamóquina Zau reco- jovens, deve constituir um de Desenvolvimento da dade, por representarem o lismo é uma vontade de
ficaram afectadas pela seca nheceu, por outro lado, exis- dos desafios da corporação. África Austral (SADC) e da pilar essencial da elevação patriotismo de fazer Angola
que assola as províncias do tirem progressos na execução O secretário de Estado do Comunidade dos Países de do estado democrático de acontecer, por isso, o eixo
Cunene, Cuando Cubango, de tarefas acometidas ao Ser- Interior defendeu, ainda, a Língua Portuguesa (CPLP), direito e da cidadania, que prioritário é reconhecer os
Huíla e Namibe, informou, viço Nacional de Protecção construção de mais infra- face à globalização e aos têm o dever de informar, for- jornalistas e criar incentivos.
ontem, o secretario de Estado Civil e Bombeiros, mas lem- estruturas de Protecção Civil desequilíbrios demográficos, JOÃO GOMES | EDIÇÕES NOVEMBRO
do Interior para o Serviço brou que, apesar dos esfor- e Bombeiros a nível nacional, fragilidades sociais, altera-
Penitenciário, José Bamó- ços, as acções não foram tendo em conta as autarquias ções climáticas e aos riscos
quina Zau. atingidas no sentido de se e o nível de crescimento das de desastres no mundo.
O governante, que falava obter melhor eficácia no fun- cidades, distritos e municí- José Bamóquina Zau con-
ontem durante o acto alusivo cionamento da corporação. pios do país. siderou fundamental manter,
aos 38 anos da institucio- Neste contexto, o gover- Informou que o Minis- com outros países, o inter-
nalização do Serviço Nacional nante espera, a médio e curto tério do Interior está a tra- câmbio de experiências e
de Protecção Civil e Bom- prazos, formar e qualificar balhar na melhoria das perícias de harmonização
beiros(SNPCB), disse que a quadros nas mais diversas condições sociais e de tra- dos padrões de formação e
seca também afectou dois especialidades em matéria balho dos efectivos, sendo de actualização técnica, assim
milhões 246.050 cabeças de de protecção civil e bom- que todos os esforços têm como garantir a prontidão
gado bovino e um milhão e beiros, capazes de corres- sido feitos de modo a alocar das forças para intervirem
200 mil de caprinos e ovinos. p o n d e r a o s d e sa fi o s d o meios técnicos que possi- em qualquer Estado-membro
O secretário de Estado do momento. bilitem corresponder aos da SADC e da CPLP, onde se Ministro felicitou os vencedores com um aperto de mão
Interior informou que, de Acrescentou que a capa- desafios dos serviços de registarem desastres ou cala-
Maio a Outubro deste ano, citação de quadros, na uti- bombeiros. midades naturais, quando
a Comissão Nacional de Pro- lização das novas tecnologias O governante defendeu solicitadas.
EDUCAÇÃO

Registados mais de mil mortes em acidentes de viação e incêndios Ministério revitaliza


Um total de 5.018 ocorrências, dos quais
2.256 incêndios de pequenas e médias
proporções, 528 afogamentos e 510 aci-
cação e sensibilização das populações,
e de visitas pré-operativas.
Entre as medidas, constam também a
ração técnico-profissional a distintos
níveis, com vista a potenciar os quadros.
O comandante bombeiro deseja ver
centros de alfabetização
dentes de viação com vítimas encarce- realização de cursos de formação de bri- concluídas, nos próximos tempos, as O Ministério da Educação, das aldeias do Mangumbo,
radas, foi registado no país, de Janeiro gadas contra incêndios, melhoria da coor- obras do Instituto Médio de Protecção através do Programa de Alfa- Kissala, Dala e sede muni-
a Outubro deste ano, pelo Serviço Nacio- denação de trabalho com outras forças Civil e Bombeiros em Benguela, referindo betização e Aceleração Esco- cipal de Bula Atumba, Caxito,
nal de Protecção Civil e Bombeiros, congéneres e o cumprimento das normas que, com a sua implementação, permitirá lar (PAAE), vai revitalizar os Panguila e Kawango, Bucula
revelou ontem, em Luanda, o comandante relativas à assistência, além da manutenção o convénio entre o Ministério do Interior centros de alfabetização, e 70ª Brigada de Infantaria
da corporação. e manuseamento dos meios técnicos de e o da Educação, na adequação dos pro- visando declarar 21 locali- Motorizada (Dande), Kimu-
Ao intervir no acto das celebrações socorro e de combate contra incêndios. gramas curriculares e a equivalência dos dades, dos seis municípios kiama, Kifulo, Tchimba, Kis-
dos 38 anos daquele órgão do Ministério Bênção Mateus disse ainda ser neces- cursos ao nível médio de escolaridade. que compõem a província sala e Kibaxe (Dembos),
do Interior, o comissário-chefe Bênção sário desenvolver a cultura participativa Para o responsável, a criação de con- do Bengo, até 2022, livres Muxaluando, Kissoba e Tari
Mateus informou que dos incêndios e de prevenção de riscos de desastres, dições sociais, psicológicas, morais e do analfabetismo. (Nambuangongo), Maria
acidentes de viação resultaram em 1.054 através de acções de sensibilização da físicas de trabalho para o efectivo fará O informação foi prestada Antónia, Boa Entrada e Benza
mortos e 1.231 feridos. população. Lembrou que, de Janeiro a com que o mesmo se sinta confortável na sexta-feira à Angop pelo (Pango Aluquém).
O oficial comissário disse que, das ocor- Outubro, a Escola Nacional de Formação no cumprimento das tarefas de defesa coordenador do PAAE, Fran- Francisco Firmino infor-
rências dos incêndios, os sectores mais de Bombeiros ministrou 13 cursos, com da vida humana e seus bens. cisco Firmino, sublinhando mou que o PAAE pretende
afectados são os habitacional, com 1.087, a participação de efectivos em diversas Neste ano, 38 efectivos fpassaram que o processo de revitali- também ampliar a parceria
e do ambiente com 468 casos. Face à especialidades. à reforma e alguns deles receberam zação ocorrerá no período com entidades sociais e con-
situação, que considera preocupante, A formação serviu para melhorar a certificados de mérito, como forma 2020/2022, visando aplicar tinuar com os trabalhos peda-
prometeu incrementar o trabalho pre- eficácia do trabalho de prevenção e com- de reconhecimento pelo desempenho mais aulas de aceleração gógicos e administrativos nas
ventivo mediante a realização de inspec- bate contra incêndios e outras calami- ao longo do período em que serviram escolar em todos os muni- localidades previstas de serem
ções, vistorias, revisão de medidas, que dades naturais. Foram ainda realizados a corporação. cípios da província. declaradas até 2022 livres do
serão feitas através de campanha de edu- outros cursos de capacitação e de supe- André da Costa Trata-se das localidades analfabetismo.
SOCIEDADE Domingo
1 de Dezembro de 2019 17
CACUACO VIH/SIDA

Falta de sinalização País marcha contra o CAMINHOS DA VIDA


nas vias preocupa
automobilistas estigma e discriminação CONTREIRAS PIPASA | EDIÇÕES NOVEMBRO GILBERTO CHIVALA JOSÉ MALAVOLONEQUE
Automobilistas e professores
das diversas escolas de con-
dução do município de
Cacuaco, província de Luanda,
estão preocupados com a
falta de sinalização vertical
O professor em criança
e horizontal em algumas ruas
da circunscrição, criando
constrangimentos na circu-
lação rodoviária e na mobi-
passou fome e foi raptado
lidade de peões. O jovem da Caála cresceu no meio de enormes dificuldades
Em declarações ao Jornal mas estudou sempre e ganhou o Concurso Nacional de Física
de Angola, o automobilista
António José, residente no EDIÇÕES NOVEMBRO
município de Cacuaco, disse Rui Ramos
que a função da sinalização Primeira-Dama, Ana Dias Lourenço, prestigiou a marcha
permite orientar os automo-
bilistas e peões que circulam Gilberto Chivala José Mala-
pelas vias, mas, infelizmente, A Primeira-Dama da Repú- deve ser contra as pessoas, voloneque, 36 anos, nasceu
em alguns pontos da circuns- blica, Ana Dias Lourenço, na mas sim contra o vírus e, por na Comuna da Calenga,
crição não existem ou não qualidade de madrinha da isso, louvo o envolvimento Caála, Huambo, filho de
funcionam como tal. campanha “Nascer Livre Para da Primeira-Dama da Repu- Cesário Vicente José Mala-
“Circular pela vila de Brilhar”, participou, ontem, blica, Ana Dias Lourenço, voloneque e de Florbela
Cacuaco deixa muito a dese- em Luanda, na marcha alusivo nesta luta, brindando-nos Regina Chivala.
jar. Não se observa sequer ao 1 de Dezembro, Dia Mundial com a sua presença nesta D ev i d o a o s c o n fl i t o s
sinalização, o que obriga que de Luta contra o Sida, entre marcha de solidariedade”, armados que assolaram o
se registe uma condução des- a Cidadela Desportiva e a Praça salientou. país e à consequente deses-
regrada, sobretudo por parte da Família. Chamar a atenção das pes- truturação social, foi registado
dos taxistas", precisou. A marcha, que decorreu soas para uma maior reflexão como natural do Lubango.
António José manifestou- sob o lema “As comunidades em torno do Dia Mundial de Dois anos depois do nas-
se preocupado com o esta- fazem a diferença”, contou Luta contra o Sida, que todos cimento, Gilberto Malavo-
cionamento de viaturas em ainda com a presença da os anos acontece no dia 1 de loneque foi viver com os avós
áreas não apropriadas como, ministra da Saúde, Sílvia Lutu- Dezembro, foi uma das fina- Francisco Chivala e Floreta
por exemplo, em passeios e cuta, e pessoas de várias partes lidades da marcha. Sábado, camponeses, no
lancis que, além de as dani- de Luanda, que emprestaram Foram montadas quitan- meio das maiores adversi-
ficarem, impedem a circu- o seu calor ao evento, face ao das de sensibilização, onde dades, pois a pobreza era
lação de peões, colocando elevado índice de estigma e estiveram expostos mate- extrema na comuna. O avô
em perigo a segurança destes. discriminação que sofrem os riais educativos e preven- era funcionário dos Cami-
Para se inverter o quadro, portadores do VIH. tivos, com a presença de nhos-de-Ferro de Benguela. todos os dias para que eu para tornar os meus avós feli-
defendeu ser necessária a O propósito é trabalhar activistas que levaram infor- Com 7 anos, Gilberto voltasse vivo. zes numa altura de grande
colocação de sinalização de para a consciencialização e mações, utilizando a técnica Malavolone q ue teve de Uma semana depois de escassez de alimentos.”
t râ n s ito , q u e sa i d a vi a sensibilização no sentido de de comunicação interpes- aprender as actividades tanto sofrimento a carregar Em 2000, com 16 anos,
e x p re s s a p a ra o c e n t ro se combater o estigma. soal, abordando aspectos agrícolas para ajudar os panelas, fuba e armas, Gil- Gilberto Malavoloneque vai
urbano, referindo que só O secretário Executivo da sobre saúde sexual repro- av ó s , u m a p r á t i c a d a s berto Malavoloneque con- ao Lubango, ao encontro da
desta forma será possível os ANASO, Quito Simões, disse, dutiva, entre outros. zonas rurais que persiste seguiu fugir, e durante o família paterna, no troço que
condutores deixarem de cir- a propósito da marcha, que é Nas primeiras horas da até aos dias de hoje. caminho clamava para que liga o Huambo à província
cular de forma desregrada. necessário que se comece a manhã, foram montados pos- Gilberto Malavoloneque pudesse chegar vivo junto da Huíla passando por Calu-
Outra situação apontada despertar a consciência nacio- tos de testagem, onde cerca acordava antes das 6h00 para dos familiares, por parte ke mb e , em cima de um
tem a ver com o facto de exis- nal para a necessidade da pre- de 300 pessoas procuraram ir à lavra e, quando tocavam deles a esperança era muito camião, viu coisas “inacre-
tirem placas de sinalização venção e combate à doença, saber o estado serológico, às 12h00 terminavam para baixa, por se tratar de uma ditáveis”. Carros que vinham
pouco visíveis, o que dificulta no sentido de desencorajar fazendo o teste do VIH. irem junto ao rio tomar banho criança indefesa de 11 anos. da Huíla foram atacados e as
a visibilidade aos automo- os cidadãos que estigmatizam Quito Simões disse que a e de seguida caminhar cerca “Percorri 70 quilómetros pessoas estavam a ser quei-
bilistas, comprometendo a os seropositivos, respeitando ANASO, dentro das políticas de dez quilómetros a pé até a pé até à ponte do rio Kunho- madas dentro das viaturas.
circulação rodoviária. a condição das pessoas que para ajudar a combater a trans- casa, arrumar os cadernos ñama, encontrei a ponte par- Chegado à Huíla, depois de
Para Adão Francisco, tam- vivem com a patologia. missão do VIH, tem trabalhado e ir para a escola. tida e minada, mas consegui três meses foi ao Cunene
bém automobilista, é impor- Para o responsável, exis- com as comunidades para Na altura, recorda Gilberto transpor a ponte para a outra para onde o pai tinha sido
tante que a sinalização esteja tem pessoas infectadas e melhorar a qualidade de vida Malavoloneque, não havia margem do rio a quem vai transferido, e então come-
sempre presente e visível para afectadas e por isso, consi- dos que vivem com o vírus. carteiras na escola, tinham para o Município da Caála, çou a estudar a 9ª classe,
todos os utentes da via pública, derou fundamental que a A organização, acrescen- de usar latas de leite para com lágrimas nos olhos e tendo terminado a 12ª classe
para permitir uma condução sociedade comece a assumir tou, tem estado a trabalhar se sentar. muito cansaço cheguei à em 2003.
cuidada e com maior segu- responsabilidades para per- para as pessoas terem uma Um dos momentos mais minha terra natal, Calenga, Em 2005 volta ao Lubango
rança. Acrescentou que a sina- mitir a redução do estigma prevenção primária e melhor difíceis, conta Gilberto Mala- onde encontrei toda a família para continuar os estudos
lização permite corrigir as e da discriminação. assistência nos serviços de voloneque, “foi o ressurgi- reunida a falarem de mim, no ISCED-Huíla, onde se
irregularidades que se veri- “A luta desta doença não saúde prestados. mento da guerra após as foi um momento de muita graduou em ensino da Física.
ficam nas vias públicas. eleições de 1992, começámos emoção voltar a ver os meus Cinco anos depois volta
Sampaio Abel, professor a ser atacados pelas tropas avós e estar junto deles, pois ao Cunene para trabalhar
da escola de condução Auto da UNITA, roubavam-nos eu considerava-os como como professor na Escola
Escola São Jorge, em Cacuaco, EUA disponibilizam 10 milhões de dólares tudo que tínhamos e matavam meus heróis”. Eiffel de Ondjiva e, em 2012,
afirmou haver falta de sina- todos os que encontravam”. Parecia que tudo estava foi prestar serviço no Magis-
lização em alguns pontos O Governo dos Estados Uni- maior taxa de incidência e de Ma i s ta rd e , e m 1 9 9 6 , calmo, mas não era bem tério de Ondjiva, como pro-
onde há maior fluxo de via- dos (EUA) disponibilizou, este prevalência do VIH/Sida do durante a libertação da pro- assim, surge o momento de fessor de Física e no mesmo
turas a circular, o que dificulta ano, 10 milhões de dólares país, com uma taxa de 6,1 por víncia do Huambo pelas tro- grande tribulação, fome e ano é convidado pela Uni-
a orientação do trânsito. para a luta contra o HIV/Sida cento de novas transmissões. pas do Governo, Gilberto ataques sucessivos por parte versidade Mandume, núcleo
“Na vila de Cacuaco não em Angola. Segundo dados do Minis- Malavoloneque e toda a das tropas da UNITA. “Com do Cunene, hoje do Cuíto
há sinalização como tal e a O investimento em insta- tério da Saúde, depois do população tiveram de refu- 14 anos tive de sustentar os Cuanavale, para leccionar a
que for encontrada está mal lações apoiadas pelo Plano Cunene seguem-se as provín- giar-se nas lavras para pode- meus avós, tinha dez quilo- disciplina de Física, até hoje.
colocada, o que contribui para de Emergência para Alívio da cias do Cuando Cubango, com rem escapar da morte. gramas de milho, levava para O ano de 2018 foi o de
o aumento do índice de casos Sida (PEPFAR) em Angola, lê- cinco por cento, e o Moxico Gilberto Malavoloneque, o moinho de pedra que fun- “maior conquista”, recorda,
de sinistralidade rodoviária”. s e n u m a n ota e n v i a d a à com quatro, enquanto o Zaire com 11 anos, teve de carregar cionava com água, ao moer tendo ganho o Concurso
Sampaio Abel disse que imprensa, tem capacidade representa a menor taxa (0,5). a avó num carrinho de mão chegava a 12 quilogramas de Nacional de Física, e consi-
muitos, depois de terem em para abranger, aproximada- “As agências governamen- por ela se encontrar muito fuba, dela tirava dois quilo- derado o melhor professor
posse a carta de condução, mente, 85 mil angolanos afec- tais dos EUA, apoiadas pelo doente, “foram momentos gramas e sobravam dez qui- do Instituto Superior Poli-
têm dificuldades de colocar tados pelo vírus. Centros de Controlo e Pre- de muita angústia”. Após a logramas de fuba que servia técnico do Cunene.
em prática na íntegra o código Angola tem uma prevalên- venção de Doenças e o Depar- libertação da província, Gil- para trocar com milho. Actualmente, Gilberto
em algumas vias públicas, cia de VIH estimada de 2,0 tamento de Defesa, trabalham berto Malavoloneque e famí- Gilberto Malavoloneque Malavoloneque é director do
em função daquilo que por cento em pessoas de 15 com o Ministério da Saúde lia regressaram à comuna e nunca perdeu de vista os estu- Instituto Médio de Admi-
aprenderam. a 49 anos, segundo o Inquérito para identificar e fornecer tra- pelas estradas depararam dos, apoiado pela família, nistração de Ondjiva e está
O Jornal de Angola tentou de Indicadores Múltiplos de tamento anti-retroviral para com as tropas da UNITA e apesar de tão grandes difi- a terminar o Mestrado em
obter informações junto da Saúde (2015-16), o que dá a pessoas com VIH, usar dados foi por elas raptado. “Foi um culdades financeiras. “Esse Ensino das Ciências na
Direcção Municipal da Via- estimativa de 310 mil pessoas para informar políticas e estra- grande golpe para os meus processo durou cerca de três opção de Física no Instituto
ção, mas sem sucesso. a viver com VIH no país. A pro- tégias e medir o impacto nas avó s q u e m e v i ra m s e r anos e senti-me muito orgu- Superior de Ciências da
Maiomona Artur | Cacuaco víncia do Cunene regista a comunidades”, lê-se na nota. levado, choraram e oravam lhoso por saber que fazia aquilo Educação da Huíla.
18 LAZER Domingo
1 de Dezembro de 2019

HOJE NA HISTÓRIA e com a constituição do actual União Africana e,


primeiro Governo da então
República Popular de
em Dezembro do mesmo
ano, na Organização das
PALAVRAS CRUZADAS por Paulo Freixinho

Angola é membro A ngo l a , fo i n o m ead o


ministro das Relações
Nações Unidas.
Nesse período, além
da ONU há 43 anos Exteriores, José Eduardo
dos Santos, para dirigir a
da importante vitória
diplomática, cerca de 80
campanha diplomática. países (primeiro o Brasil)
Num dia como este, a 1 de das Nações Unidas (ONU). Fruto de uma intensa reconheceram o governo
Dezembro de 1976, Angola Com a proclamação da luta diplomática, Angola da então República Popu-
é admitida como o 148º Independência Nacional, foi reconhecida e admi- lar de Angola, 40 dos
membro da Organização a 11 de Novembro de 1975, tida, como membro da quais africanos.

DESCUBRA AS SETE DIFERENÇAS por Casimiro Pedro

HORIZONTAIS VERTICAIS
1 - Parque Nacional da (...), 1- Que excede outro em
declarada Reserva, em tamanho,
1938, especificamente
espaço, intensidade ou número.
para protecção da
subespécie angolana de 2 - A unidade.
girafa, Giraffa 3 - Diz-se do número
camelopardalis inteiro que é divisível por dois.
angolensis, foi elevada à 4 - Em forma de asa.
categoria de Parque 5 - Proferir em voz alta.
Nacional, em 1964.
5 - Ambiente. 10 - 6 - Casa de habitação.
Ramificação. 7 - O número quatro em numeração
11 - Limpar, banhando em romana.
líquido.
CURIOSIDADES ANEDOTAS 12- O número dois em
numeração romana.
8 - Mau costume (figurado).
9 - Limpar com areia, cinza, etc.
10 - Abastado.
13- Triturar. 15 - Símbolo de
nordeste. 14 - Região próxima da costa.
O papagaio no avião 16 - Preposição que indica 17 - Não áspero.
não parava de ofender companhia. 19- Derretimento.
18 - Víscera dupla. 19- Dá 21 - Lista. 23- Possui.
a hospedeira para crédito.
obter pevides: 25 - Município da província da Huíla.
20 - Rezar. 22- Fazer tatuagem
— Ó estupida, traz-me em. 26 - Molhar com baba.
24- País da África Oriental 27 - Lança com força.
mais pevides!
cuja capital é Moroni. 29 - O pôr do sol, poente.
E isto vezes sem 26 - Dançar. 28- Extremidades 30 - Peça de vestuário.
conta, enquanto um dos membros superiores 33 - Aparelho com que se dirige
amável senhor do homem.
embarcação ou avião.
estava ja há duas 31 - Aperto com nó. 32- Um certo.
34 - Vazia. 35- Prefixo (duas 36 - Sigla de very important person.
horas a implorar um vezes). 37 - Assumir expressão alegre.
copo de água. 36 - Significar. 38- Suspiro. 40 - Decímetro (abreviatura).
Até que o senhor se 39 - Astúcia. 41- Celebração da 42 - Senhor (abreviatura.
passou e Eucaristia, na Igreja Católica e
na
experimentou Ortodoxa.
também: 43 - Ladeira. 44- Equívoco.
— Ó atrasada mental,
dá-me água!
A hospedeira, farta da
situação, fez queixa SUDOKU
ao comandante que

Como parar de tremer imediatamente


expulsou o
papagaio e o senhor
do avião em pleno
Em certas ocasiões, o mais relaxado. Inale de adolescentes precisam de voo.
nosso corpo começa a tre- maneira longa e profunda dormir de oito a 10 horas Enquanto caíam, o
mer, o que pode ser irri- pelo nariz e segure o ar diariamente e adultos, de papagaio comenta:
tante quando estamos a por alguns segundos. Em sete a nove horas por dia. — Para quem não tem
tentar desenvolver acti- seguida, exale pela boca. Portanto, tente dormir asas, até dizes umas
vidades quotidianas. Os Re s p i re p ro f u n d a - pelo tempo recomendado bocas fixes...
tremores são mais per- mente algumas vezes para todos os dias. Preencha toda
ceptíveis nos pés e nas se acalmar. Caso seja pos- Por outro lado, tente a grelha com
mãos, podendo ocorrer sível, recline-se ou deite- analisar a quantidade de números de 1 a 9.
devido a nervosismo, se por alguns minutos alimentos ingeridos. O Cada número
não deverá ser
stress, ansiedade, fome, para que a respiração seja baixo nível de açúcar no A professora de inglês utilizado mais do
medo, excesso de cafeína, mais eficaz. sangue pode causar tre- pede ao Joãozinho: que uma vez por
ou, ainda, como resultado O stress e a ansiedade mores nas mãos e nas per- — Joãozinho, formule linha, por coluna
de uma condição médica. podem ser outras causas nas, especialmente se for uma frase com a e por quadrado
de nove casas.
Em muitos casos, apenas dos tremores. Técnicas de diabético. Caso perceba palavra “window”.
uma simples mudança no relaxamento, como ioga que está a tremer e achar E Joãozinho:
estilo de vida pode ajudar e meditação, podem redu- que o tremor se deve ao — Quando me
a eliminar o tremor, mas zir o stress e a ansiedade baixo nível de açúcar, coma chamam, eu aviso:
noutros, atenção médica e ajudá-lo a parar de tre- ou beba algo açucarado o já estou “window!”
pode ser necessária.
Caso esteja a tremer
mer. Tente fazer exercícios
de ioga ou aulas de medi-
mais rápido possível. Essa
condição precisa de ser
SOLUÇÕES dos problemas do dia 01 de Dezembro de 2018

devido a nervosismo ou tação, isso pode ajudar na tratada rapidamente para PALAVRAS CRUZADAS SUDOKU SETE
medo, a melhor coisa a diminuição dos tremores. evitar o surgimento de HORIZONTAIS
DIFERENÇAS
1- MUPA. 5- CLIMA. 10- RAMAL. 11- LAVAR.
fazer é respirar profun- Dormir pouco pode ser maiores complicações, O pai chateado com as 12- II. 13- RALAR. 15- NE. 16- COM. 18- RIM. • A orelha,
19- FIA. 20- ORAR. 22- TATUAR.
damente. A respiração também uma das causas. como confusão, desmaios sujeiras do filho, aos 24- COMORES. 26- BAILAR. 28- MÃOS. • Os olhos,
31- ATO. 32- TAL. 34- OCA. 35- BI. 36- VALER.
profunda estimula o sis- Não dormir o suficiente ou convulsões. gritos diz-lhe: 38- AI. 39- ARDIL. 41- MISSA. 43- RAMPA. • Os calções,
44- ERRO.
tema nervoso parassim- pode causar tremores nas B eba ou coma algo — És um porquito, • A bandeira,
pático, que está associado mãos e nas pernas ou pio- açucarado para aumentar porquito! Sabes o VERTICAIS
1 MAIOR. 2- UM. 3- PAR. 4- ALAR. 5- CLAMAR. • As meias,
ao sono e ao relaxamento. rar o tremor essencial. As o nível de açúcar no san- que é um porquito? 6- LAR. 7- IV. 8- MANIA. 9- AREAR. 10- RICO.
14- LITORAL. 17- MACIO. 19- FUSÃO. 21- ROL.
• O cabelo,
Por meio da respiração horas recomendadas de gue, caso a sua próxima — É o filho do porco, 23- TEM. 25- MATALA. 26- BABAR. 27- ATIRA.
29- OCASO. 30- SAIA. 33- LEME. 36- VIP.
• A mão.
p ro f u n d a , vo c ê p o d e sono variam de acordo refeição demore mais de reponde o filho com 37- RIR. 40- DM. 42- SR.

colocar-se num estado com a idade, sendo que 30 minutos. satisfação.


Domingo,
1 de Dezembro de 2019 19
PUBLICIDADE

REPÚBLICA DE ANGOLA
▬▬▬■■■■■▬▬▬
MINISTÉRIO DA ECONOMIA
UNIDADE TÉCNICA DE COORDENAÇÃO DO PRODESI

NOTA DE IMPRENSA SOBRE O FINANCIAMENTO DE PROJECTOS AO ABRIGO DO PAC

A Unidade Técnica de Coordenação do PRODESI (UTC-PRODESI) realizou, no dia 27 de Novembro de 2019, a sexta reunião de trabalho, no âmbito da implementação do Projecto
de Apoio ao Crédito (PAC), entre o Ministério da Economia e Planeamento (MEP), as Empresas de Consultoria Faz Gest, Agromotora e Uranos, três (3) Bancos Comerciais subscritores
do PAC (BFA, BCI e BAI) e o Grupo Técnico Empresarial (GTE).

Encontram-se, em análise, cento e dois (102) projectos, distribuídos pelos oito (8) Bancos Comerciais, totalizando AKZ 270.828.728.857, dos quais, à data, treze (13) foram aprovados,
sendo que destes, oito (8), ao abrigo do Aviso n.º 7/2019 do BNA, que correspondem a AKz13.151.939.466, e cinco (5), no âmbito do PAC, que totaliza AKz 7.759.830.000.

Dentre os vários temas abordados, se destacou o balanço do primeiro períplo (com início a 18 de Novembro do corrente ano) de visitas aos projectos do sector privado, nas províncias de
Benguela e Huíla, por equipas multissectoriais da UTC-PRODESI, coordenadas pelo Exmo. Secretário de Estado para a Economia e que integram quadros dos Ministérios da Economia e
Planeamento, Agricultura e Florestas, Pescas e do Mar, Indústria, Ambiente, do INAPEM, das áreas comerciais dos bancos subscritores ao PAC, Governos Provinciais, bem como do GTE.

No essencial, o balanço das visitas, se resume em quarenta e quatro (44) projectos visitados, em Benguela, e quinze (15) projectos, na Huíla, conforme mapa abaixo:

Outrossim, o MEP recomendou maior engajamento aos bancos na divulgação das condições de acesso ao crédito nas agências bancárias de todo o país.

Luanda, aos 27 de Novembro de 2019.

MINISTÉRIO DA
ECONOMIA E
PLANEAMENTO
(501.637a)
20 GENTE Domingo
1 de Dezembro de 2019

DR
EMPREENDEDORISMO

Tânia de Carvalho lança


projecto “Microfone Aberto”
A socióloga e comentarista do programa “Política no Feminino”, da Televisão Pública de Angola (TPA), Tânia de Carvalho,
decidiu abraçar o empreendedorismo. Fonte próxima à socióloga e autora da obra “Métodos de Reeducação Prisional: Uma
Abordagem Sociológica” revelou à reportagem da Gente que Tânia formou o seu próprio negócio no conhecido “Bar 106”,
localizado na rua do Comércio, em pleno centro do bairro Tala Hady, município do Cazenga. Com o fito de atrair a clientela da
área, Tânia de Carvalho aliou ao negócio dois aspectos fundamentais: comércio e debates sobre a realidade social do país.
Denominado “Microfone Aberto”, o objectivo fundamental é elevar o grau académico e cultural dos jovens da comunidade e não
só. O projecto “Microfone Aberto” é um estilo de conversa aberta, sem sábios, nem mestres, acompanhado com música ao vivo,
para alimentar as ideias. Gente louva a iniciativa de Tânia de Carvalho.

PAULO MULAZA | EDIÇÕES NOVEMBRO

LIVRO

Fragata de Morais regressa


com “Senhor das Águas”
O "Senhor das Águas" é a mais recente obra literária de Fragata de Morais.
Apresentado na quinta-feira, dia 21, o livro, uma crónica lírica com marcas
autobiográficas incrustadas, disponibiliza nas suas 112 páginas retratos escritos dos
mares, rios e lagos, associados à mitologia africana “angolana” e à grega romana, onde
reinam Mutakalombo, Kilamba, Kianda e divindades consagradas em outras culturas.
Jornalista, actor e dramaturgo, o autor referiu tratar-se de uma obra que lhe
proporcionou bastante prazer ao escrevê-la, tendo conseguido criar personagens
míticas, nas quais o narrador Roberto se agarra. Manuel Augusto Fragata de Morais
nasceu na província do Uíge a 16 de Novembro de 1941. Os seus primeiros escritos
apareceram na década de 70 em Paris (França), onde frequentou a Universidade
Internacional do Teatro, na qual trabalhou com André Louis Perinetti e Victor Garcia. Do
seu repertório constam obras como “Jindungisses” (1999), distinguida com o Prémio
Sagrada Esperança, “Inkuna-Minha Terra” (1997) e “Terreur en Verzet” (1972).

PERFORMANCE FÍSICA MANFER JÚNIOR

A jovialidade de Florinda Miranda A nova aposta


ZAP TV A apresentadora de Tv Florinda
Miranda demonstrou ser uma
senhora com auto-estima acima
de Kyaku Kyadaff
da média. A empresária e
comentarista de Tv mostrou ser
uma mulher revigorada, ao lado Kyaku Kyadaff anunciou ter
de figuras com alguma diferença descoberto o novo rosto da sua
de idade. A provar a sua produtora. A Gira Disco Ndoma
juvenilidade, tornou pública uma Entretenimento, empresa do músico Kiaku
fotografia, na qual surge ladeada Kyadaff, vocacionada para a prestação de
de vários intervenientes, sendo o serviços, agenciamento de artistas e produção
rosto principal o do músico C4 musical, efectuou a apresentação do seu mais
Pedro. Na fotografia em que novo rosto, o jovem Manfer Júnior. Numa
Florinda Miranda aparece publicação feita a partir da sua página oficial na
completamente resplendorosa, Internet, Kyaku Kyadaff anuncia que a
JOÃO GOMES | EDIÇÕES NOVEMBRO

Gente leu um comentário que apresentação oficial do seu novo agenciado


atiçou a curiosidade e os ânimos aconteceu na tarde do dia 26, terça-feira, numa
dos seus admiradores: “Me cadeia televisiva privada do país. “Boa tarde
sentido bem fresca”, assinala a família. Hoje, a partir das 15h00, faremos a
mensagem. Num dos parágrafos apresentação oficial do nosso mais recente
da nota, Florinda realça que, agenciado Manfer Júnior.” Kyaku Kyadaff é
apesar da idade avançada, ainda natural do Zaire e formado em Psicologia. Entrou
sente-se carne fresca (jovem). para o mundo musical em 2006, mas só em 2007
Para ela, idade é apenas número. apresentou-se ao mercado com as músicas “Me
As reacções não se fizeram Chamam de Pacheco” e “Bibi”. Recorde-se que o
esperar e milhares de músico Jojó Gouveia foi, até muito recentemente,
comentários inundaram a página um dos agenciados da Gira Disco Ndoma
oficial de Florinda Miranda. Entretenimento.
Figuras como a Miss Universo
2011, Leila Lopes, fizeram
questão de participar no debate.
GENTE Domingo
1 de Dezembro de 2019 21
NATAL CITAÇÃO

A melhor época Yola Semedo busca


de Lesliana Pereira
A actriz e apresentadora
inspiração em
de Tv Lesliana Pereira
desvendou qual é a sua
melhor época do ano. No
entender de Lesliana
Pereira, ou simplesmente
Matheus Rocha
Massoxi, como é
carinhosamente chamada A cantora Yola Semedo recorreu à
no meio familiar, o mês de citação do autor brasileiro Matheus
Dezembro, por causa das Rocha, para enviar uma mensagem
celebrações natalícias, de estímulo aos seus fãs. A página da
remete-lhe a momentos cantora Yola Semedo na rede social
inesquecíveis como a Instagram converteu-se, na tarde de
unidade familiar. A Miss quarta-feira, dia 27, num local de
JOÃO GOMES | EDIÇÕES NOVEMBRO

Angola 2008 chegou mesmo confissão para muitos dos


a divulgar uma imagem apreciadores da sua música.
junto de uma gigante árvore O escritor brasileiro é autor dos livros
de natal, com a seguinte “Não me julgue pela capa”, “Pressa
mensagem: “Simplesmente de ser feliz”, “Muito amor por favor”
a melhor época do ano. Para e “No meio do caminho tinha um
mim, Natal é união, família e amor”. A celebridade angolana
memórias para recordar”. retirou dos seus escritos o seguinte
Do curriculum de Lesliana trecho: “Eu sou quem eu sou... Ainda

KINDALA MANUEL | EDIÇÕES NOVEMBRO


Massoxi Amaro Gomes que o mundo não goste, ainda que
Pereira consta, ainda, a alguns não entendam, ainda que
vitória na categoria de outros não suportem. Não sou nada
melhor actriz principal nos além do que sou! Nem pretendo ser...
Prémios da Academia é bom já deixar claro. Não pretendo
Africana de Cinema (AMAA), ser quem você gosta, quem você
pelo seu papel no filme entende ou quem você suporta.
Njinga Rainha de Angola, A minha única obrigação é comigo
uma iniciativa da Semba mesmo... é com a minha história.”
Comunicação. A verdade é que a mensagem da
cantora, acompanhada da energia
positiva e simpatia que lhe são
características, contagiou milhares
de seguidores.

AVIAÇÃO ESPECTÁCULO NO ALTICE ARENA

Nsoki celebra Matias Damásio


regresso de divulga vídeos
Luri Neto memoráveis
Depois de um longo período longe da Matias Damásio tem partilhado
aeronáutica, Luri Neto voltou a vários vídeos memoráveis, que
manusear os comandos de uma marcaram o espectáculo
aeronave, motivo de regozijo para a realizado no Altice Arena. Numa
esposa Nsoki Neto. Num vídeo homenagem dirigida à avó,
publicado na sua conta na rede social Augusta, o músico decidiu
KINDALA MANUEL | EDIÇÕES NOVEMBRO

Instagram, Nsoki Neto celebrou o partilhar excertos das


regresso do esposo aos comandos de imagens que marcaram um
uma aeronave, transcorridos quatros dos seus principais
anos. No vídeo publicado, a autora de espectáculos na carreira,
composições como “Vai-te embora”, onde milhares de almas
“Eu quero amor” e “África unite”, lotaram por completo o Altice
disponibilizou aos familiares, amigos e Arena em Lisboa, Portugal. “Augusta, sem
fãs os momentos que marcaram a dúvida uma das mulheres da minha vida
aterragem da aeronave tripulada pelo e das pessoas que mais admiro. Aqui fica
esposo. Nas imagens captadas dentro o 3º episódio da série “Altice Arena 2018”,
DOMBELE BERNARDO | EDIÇÕES NOVEMBRO

da cabine da aeronave, é visível uma assinala a nota. Matias Damásio saiu de


aterragem tranquila, onde a Benguela para a província de Luanda,
tripulação celebra fervorosamente. ainda quase no anonimato, à procura de
Fica por saber que tipo de aeronave melhores condições de vida. O ano de
comanda e em que companhia 2009 foi de ouro para Matias Damásio.
aérea voa o jovem Luri Neto. Ficou marcado pela conquista do disco
de ouro, fruto das 20.000 cópias vendidas
com o seu CD “Amor e Festa na Lixeira”.
22 DESPORTO Domingo
1 de Dezembro de 2019

AO ESTREAR-SE COM DERROTA NO MUNDIAL DE ANDEBOL RESULTADOS EM ACÇÃO FORMATIVA


DA PRIMEIRA JOÃO GOMES | EDIÇÕES NOVEMBRO

JORNADA
Angola corrige táctica Grupo A
ANGOLA - Sérvia 25-32
para o jogo com a Holanda Holanda - Eslovénia 26-32
Campeãs africanas perderam por 25-32, frente à Sérvia na
cidade de Kumamoto, Japão, em jogo referente ao Grupo A
Noruega - Cuba 47-16
Teresa Luís Na segunda parte, Helena

Grupo B
Paulo, Isabel Guialo "Belinha"
Angola trabalha hoje na cor- e Aznaide Carlos deram outro
re c ç ã o té c n i c o - tá c t i c a CAMPEONATO DO MUNDO impulso na primeira linha, e
Alemanha - Brasil 30-24
visando o jogo de amanhã SÉNIOR FEMININO marcaram três golos, (17-15)
frente à Holanda, após der- DE ANDEBOL contra um das oponentes.
Coreia
rota na estreia, ante a Sérvia, Nos minutos subsequentes, Seleccionador vai falar para cento e cinquenta treinadores
França - 27-29
do Sul
com quem perdeu por 25- Números do desafio a Sérvia reorganizou-se e fez
32, na jornada inaugural do Angola e Sérvia cinco (22-18) contra um das
Grupo A, da 24ª edição do
Campeonato do Mundo.
Ontem, as Pérolas às ordens
25
golos apontados
Ante as insuficiências Dinamarca - Austrália 37-12
pupilas de Soubak.

apresentadas pelas angola-


Morten Soubak aborda
de Morten Soubak entraram
mal no jogo disputado no Pavi-
lhão Aqua Dome, cidade de
pelas Pérolas nas, a equipa europeia con-
servou a vantagem até ao
apito final, tendo marcado Grupo C
percurso profissional
Montene- - Senegal 29-25
Kumamoto, Japão. Erros téc- 42 o mesmo número de golos Teresa Luís treinadores Gino Smits,
gro
nicos e nervosismo à mistura remates da da primeira parte. A Selecção Henny Nijboer (Holanda)

Caza-
ficaram visíveis nos minutos Selecção Nacional pecou nas transi- A experiência profissional Paul Landuré (França), Die-
Hungria - 39-15
quistão
iniciais do encontro. Nacional ções defesa ataque. Por outro n a D i n a m a rc a , B ra s i l e trich Späte (Alemanha) e Oh
Com o placar a registar lado, sem os contra-ataques Angola é o tema da prelec- Seong Ok (Coreia do Sul).
6-3, favorável ao combinado apoiados e rápidos permitiu ção do seleccionador nacio- O sistema de desenvol-
europeu, Soubak viu-se obri- 60 diversas vezes que a defesa Roménia - Espanha 16-31 nal Morten Soubak, no curso vimento e treinamento dos
gado a solicitar o primeiro por cento de contrária se organizasse. destinado à 150 treinadores atletas em diferentes cate-
desconto de tempo, jogados aproveitamento Em 42 remates, as Pérolas que arrancou ontem, no gorias e idades, introdução

Grupo D
nove minutos. Apesar da marcaram 25 golos, 60 por Centro de Ginástica Uki City ao modelo francês, plano de
chamada, o "sete" nacional cento de aproveitamento, ao Matsuhashi, em Kumamoto, crescimento do andebol
32 C. Demo-
Suécia - 26-16
continuou a ter dificuldades passo que a Sérvia em 45 Japão. holandês, prevenção de
crático
para visar a baliza defendida, tentos da tentativas apontou 32, com O evento que decorre à lesões no ligamento cruzado
por Jelena Trifunovic. equipa 71 por cento de eficácia. margem da 24ª edição do anterior, papel da ciência no
Rússia - China 26-11
Teresa Almeida "Bá" e europeia Angola somou quatro exclu- Campeonato do Mundo de desporto, desenvolvimento
Helena de Sousa assumiam sões, três livres dos sete andebol resulta da parceria do andebol no seio das
de forma intercalada o con- 45 metros e um cartão amarelo. conjunta entre a Federação mulheres asiáticas, são outros
Japão - Argentina 24-20
trolo da baliza angolana. A remates à Zeljka Nikolic e compa- Internacional (IHF) e a Asso- dos temas eleitos pela Comis-
dado momento da partida, baliza nheiras tiveram dois livres ciação Japonesa (JAI), com são de Treinamento da IHF.
as campeãs africanas pre- do s s ete metro s , igual encerramento marcado para Defesa aberta e ataque
cipitaram as acções ofensivas, número de cartões amarelo terça-feira. eficaz do Japão, e o sistema
sem exploração das linhas 71 e quatro exclusões. Isabel A a c ç ã o f o r m a t iva , defensivo um contra um da
de passes. por cento Guialo foi a mais produtiva, segundo a página da IHF na Coreia do Sul, são os con-
Em situações de um contra
zero, a pivô Albertina Kas-
soma falhou três ataques, e
de eficácia com cinco golos, seguida por
Aznaide Carlos e Helena
Paulo, com quatro cada uma.
Breve Internet, oferece uma opor-
tunidade única aos técnicos
para actualizarem os conhe-
teúdos reservados para as
aulas práticas.
Todas as palestras contam
a central Helena Paulo foi mentações rápidas e melhor Com sete golos, Zeljka MOÇAMBIQUE ABRE cimentos relativamente ao com a presença de um tra-
ineficaz na marcação de um circulação da bola, o conjunto Nikolic foi a melhor marca- PRÉ-OLÍMPICO ANTE treinamento desportivo. dutor japonês, e os partici-
livre na linha dos sete metros. sérvio distanciou-se do mar- dora da Sérvia, e Jelena Tri- A SIMILAR DA NIGÉRIA À semelhança de Soubak, p a n t e s vã o r e c e b e r d a
Capitaneadas pela ponta, cador, tendo estabelecido o funovic recebeu o prémio A selecção moçambicana também são prelectores os organização um certificado.
Zeljka Nikolic, com movi- parcial de 16-12, ao intervalo. de jogadora mais valiosa. de basquetebol sénior
DR
feminina estreia-se diante
da Nigéria na derradeira GUSTAVO É O COORDENADOR
fase de apuramento para
os Jogos Olímpicos de
Tóquio-2020.
O jogo realiza-se a 6 de
Fevereiro em Belgrado,
Membros da comissão
capital da Sérvia, cidade
que acolherá o grupo
onde estão inseridas as
tomam posse amanhã
selecções africanas. Anaximandro Magalhães 35 associados, sendo que 34
Moçambique, além da votaram a favor e apenas o
Nigéria terá como Os membros da comissão “ad Petro de Luanda, se absteve,
adversários as bicampeã hoc” constituída para liderar por razões não apuradas pelo
do mundo, Estados a Federação Angolana de Bas- Jornal de Angola.
Unidos e a anfitriã Sérvia, quetebol (FAB), até Agosto, O actual coordenador
nos dias 8 e 9 de e cuja coordenação estará a substitui Hélder Martins da
Fevereiro. cargo de Gustavo da Concei- Cruz “Maneda”, depois do
As Samurais, nome pelo ção, tomam posse amanhã pedido de renúncia deste do
qual é apelidada a equipa às 18h00, na sede daquela mandato de presidente de
moçambicana, têm como instituição, no Complexo Des- direcção, por “alegados moti-
opositor mais acessível portivo da Cidadela. vos de cunho pessoal”, como
do grupo a Nigéria, pelo Antigo presidente daquele refere a nota emitida pela
que a segunda vaga de organismo de 2004 a 2012, Mesa da Assembleia-Geral,
qualificação para as Gustavo que também foi em finais de Outubro.
olimpíadas será ao que antigo vice-presidente de Acompanharam o líder
tudo indica disputada Pires Ferreira, de 1996 a 2004, demissionário os vice-pre-
entre as selecções regressa, sete anos depois, sidentes Benjamin Romano
africanas. a uma casa que bem conhece e Luís Garrido, bem como
A Sérvia deve ocupar o e será coadjuvado na nova os vogais de direcção Maria
segundo lugar do grupo, função por Tony Sofrimento, Barbosa Afonso “Manú”,
enquanto os EUA , Anselmo Monteiro, Bi Figuei- Adilson Muamdumba e Ger-
formação mais forte do re d o e B ra n d ão Jú n i o r son Sequeira.
grupo e que embora já “Dinho”. Um dos propósitos da
esteja apurada na A eleição dos novos corpos comissão é, segundo o
qualidade de campeã do gerentes decorreu ontem na porta-voz do encontro, Car-
mundo, não abdicará de FAB, sob liderança do pre- los Júlio, presidente da Asso-
lutar pelo primeiro lugar. sidente da Mesa da Assem- ciação de Basquetebol de
bleia - Geral , Ago stinho Luanda (APBL) “dar esta-
Equipa retempera energias hoje tendo em vista a partida de amanhã contra a Holanda Matamba, em presença de bilidade à modalidade”.
DESPORTO Domingo
1 de Dezembro de 2019 23
EURO´2020 FUTEBOL AFRICANO JOGO DO GRUPO C

Portugal, França
e Alemanha estão
Petro sofre derrota
1º de Agosto começa em falso pesada em Pretória
no grupo da morte
Portugal, Alemanha, França
e uma selecção ainda por
disputa da Liga dos Campeões António de Brito tagem. O Petro de Luanda
sofreu o segundo golo, à
definir integram o Grupo F, TP Mazembe venceu em casa o Zamalek do Egipto, por 3-0, na A equipa de futebol do Petro semelhança do primeiro.
considerado da morte na dis- de Luanda, vice-campeã Na marcação de um livre,
puta do Campeonato Euro- cidade de Lubumbashi e assumiu o comando isolado da prova nacional, defraudou ontem Madsha surgiu na área e
peu de Futebol, Euro´2020, VIGAS DA PURIFICAÇÃO | EDIÇÕES NOVEMBRO às expectativas dos adeptos voltou a bater o guarda-
a decorrer de 12 de Junho a angolanos, ao perder redes Elber, decorridos
12 de Julho, na Roménia, em diante do Mamelodi Sun- 28 minutos.
12 cidades diferentes. downs, da África do Sul, No regresso dos balneá-
O grupo ficará completo por 0-3, no Estádio Loftus rios, o Petro de Luanda voltou
no final de Março, altura em Versfeld, em Pretória, em a dar sinais de fraqueza, ao
que é conhecido o vencedor jogo a contar para a pri- permitir que o Sundowns
do play-off A onde estão meira jornada do Grupo C jogasse a seu bel-prazer.
Islândia, Bulgária, Hungria da competição africana. Tony Cosano olhava para o
e Roménia. Sem arte nem engenho, banco e não encontrava alter-
A partida entre Portugal o conjunto petrolífero apre- nativa para equilibrar o jogo.
e França será a reedição da sentou-se descoordenado e Mas esclarecido no ter-
final do Euro-2016, que a sem um fio de jogo, com o reno, o Sundowns retirou
equipa lusa venceu por 1-0, treinador Antonio Cosano a lucidez ao Petro, que optou
com golo de Éder, após pro- não encontrar soluções para por se defender à entrada da
longamento. Apesar desse contrapor a estratégia da for- área, para evitar uma pos-
triunfo que resultou na maior mação sul-africana. sível goleada. Com alguns
conquista do futebol portu- Na cobrança de um livre jogadores a não renderem o
guês, o balanço continua a directo, o Mamelodi Sun- desejado, o técnico espanhol
ser desfavorável para os tugas: downs inaugurou o marca- teve de fazer mudanças no
18 derrotas e um empate em d o r , p o r i n te r m é d i o d e xadrez da equipa, com o
24 jogos com os gauleses. Affonso, aos seis minutos. objectivo de inverter o rumo
A selecção de Didier Des- O avançado uruguaio apa- dos acontecimentos.
champs, campeã do Mundo receu solto na área, pois os Apesar das entradas de
em 2018, terminou a quali- centrais Wilson e Musah tar- Megue, Herenilson e Jacques
ficação no primeiro lugar do Rubro e negros às ordens de Dragan Jovic empataram a uma bola no 11 de Novembro daram em fazer a dobra ao Tuyiseng, para os lugares
Grupo H, com oito vitórias, goleador do Sundowns. de Yano, Job e Diógenes, os
um empate e uma derrota. Após o golo sofrido, o tricolores continuavam
Nos dez jogos realizados, António de Brito do Zesco United. disputados na edição passada Petro de Luanda não reagiu desacertados. Cinco minutos
marcou 25 golos e sofreu Com o dispositivo táctico da prova continental, o Zesco e cometeu erros atrás de depois das substituições, o
apenas seis. O 1º de Agosto, tetracam- 4-2-3-1, o conjunto treinado United sem bola fechava as erros. A linha intermédia Sundowns selou a conta-
DR peão angolano, desperdiçou por Dragan Jovic dificultava linhas de passe, o que con- da equipa angolana, não gem, por intermédio de
ontem a possibilidade de as ideias de jogo da equipa trariava a estratégia montada e n c o n t r a va e s p a ç o d e Moudze, aos 76'.
a s s u m i r a l i d e ra n ç a d a orientada por George Lwan- por Dragan Jovic. manobra para potenciar o Na deslocação à Pretória,
competição, ao empatar damina, que se apresentou No segundo tempo, o 1º ataque. Os avançados Tony o Petro de Luanda saiu com
(1-1) frente ao Zesco United no 4-5-1 desdobrável. Em de Agosto manteve a postura e Isaac Mensah passaram à Elber a baliza, Diógenes, Tó-
da Zâmbia, no Estádio missão ofensiva, o Zesco demonstrada na etapa inicial, margem do jogo. Carneiro, Wilson, Musah,
Nacional 11 de Novembro, United actuava no 4-4-2. fazendo do ataque a mola Em consequência das Além, Danilson, Job, Yano,
em jogo referente à primeira Melhor na abordagem do impulsionadora. Insatisfeito facilidades demonstradas Tony e Isaac Mensah. No
jornada do Grupo A da Liga jogo, através de uma jogada com igualdade no marcador, pela equipa do Catetão, o outro jogo do grupo, USM da
dos Clubes Campeões Afri- combinada, Ary Papel pas- o técnico Dragan Jovic desfez Mamelodi Sundowns apro- Argélia e Wydad de Marrocos,
canos de futebol. sou por um adversário à o desenho táctico que exibiu veitou para ampliar a van- empataram (1-1), em Argel.
A jogar na condição de entrada da área e assistiu na primeira parte, passando
visitada, a formação militar Mabululu para marcar o golo, a jogar no 4-4-2.
entrou decidida e procurou aos oito minutos. Com maior percentagem
Craque Cristiano Ronaldo nos minutos iniciais visar Após o golo sofrido, o de bola, 62 por cento contra GIRABOLA ‘2019/20
a baliza adversária defen- campeão zambiano reorga- 32 do adversário, o 1º de
Portugal também tem esta- dida por Jacob Banda, com nizou-se e arriscou no ataque, Agosto obrigou o Zesco Uni-
tísticas desfavoráveis diante
da Alemanha. Nos 16 jogos
disputados, Portugal só ven-
cruzamentos perigosos.
Cauteloso no sector defen-
sivo, o 1º de Agosto assu-
porque apercebeu-se do rela-
xamento e das facilidades da
formação angolana. Na mar-
ted a baixar as linhas mais
avançadas no terreno, com
o intuito de garantir a manu-
Equipas abaixo do meio
ceu três e empatou cinco. O
último duelo com a manns-
chaft resultou em derrota
miu uma postura ofensiva,
mas tinha dificuldades em
concretizar as oportuni-
cação de um pontapé de
canto, o Zesco United igualou
a partida por intermédio de
tenção no resultado.
Dominador na etapa com-
plementar, a equipa rubro e
da tabela jogam hoje
pesada (0-4), na fase de gru- dades criadas. Clemente Mulashi, decor- negra desperdiçou uma mão A 13ª jornada do Campeonato Santa Rita e o Cuando Cubango
pos do Mundial de 2014. Em ataque planeado, o ridos 14 minutos. O jogador cheia de golos, após as entra- Nacional de Futebol, Gira- FC, por 2-1 e 1-0).
Na caminhada para o tetracampeão angolano zambiano esteve livre de das de Buá, Zito Luvumbo e bola´2019/20, prossegue Com este resultado, os
Euro-2020, a formação importunava constante- marcação e repôs a igualdade Mongo, para os lugares de hoje às 15h00, com as par- contendores mantêm as
orientada por Joachim Low mente o sector defensivo do no marcador. Kila, Atouba e Macaia. Para tidas Cuando Cubango - Pro- posições na tabela classifi-
venceu sete dos oito jogos líder da Liga zambiana, com Reconhecendo o potencial o mesmo grupo, o TP g re s s o S a m b i za nga , n o cativa, com o Williete na
disputados e perdeu apenas rasgos individuais de Ary do detentor do título do Gira- Mazembe derrotou o Zamalek Estádio Eucaliptos, e Santa sétima posição, com 17 pon-
um. Terminou a qualificação Papel e Kila, mas a bola tei- bola, com base nas ilações d o E g i p to , p o r 3 - 0 , e m Rita - Sagrada Esperança, tos, mais um que os “polí-
no primeiro lugar do Grupo mava em não entrar na baliza retiradas dos dois jogos já Lubumbashi. no 4 de Janeiro. cias”, no oitavo posto.
C com 30 golos marcados e O Cuando Cubango, 10º Ainda ontem, 1º de Maio
sete sofridos. classificado com 13 pontos e Fe r ro v i a d o H u a m b o
Eis a composição: Grupo e a jogar em casa, é favorito também empataram, mas
A - Turquia, Suíça, Itália, ante o Progresso, 12º com a um golo.
País de Gales. Grupo B - Rús- 1 2 . No o u t ro d e sa f i o , o A 13ª jornada prossegue
sia, Bélgica, Dinamarca, Fin- Santa Rita, 15º com seis, no dia 14 e encerra a 15 do
lândia. Grupo C - Ucrânia, recebe a visita do Sagrada, corrente, com desafios envol-
Holanda, Áustria, vencedor 11º com 13. vendo os quatro primeiros
do play-off D (Geórgia, Ontem, no arranque da classificados.
Macedónia do Norte, Kosovo, ronda, o Interclube voltou a No dia 14, o vice-líder
Bielorrússia). Grupo D - Croá- ceder pontos, ao empatar a Petro de Luanda (29 pontos)
cia, Inglaterra, República zero, frente ao Williete de mede forças com o Recrea-
Checa, vencedor do play- Benguela. tivo do Libolo, quarto, com
off C (Escócia, Noruega, Sér- A turma do Rocha Pinto 24, ao passo que no dia
vi a , Is rae l ) . G r u p o E - venceu pela última vez na seguinte o líder 1º de Agosto
Espanha, Polónia, Suécia, sexta jornada (triunfo sobre (30) defronta a Académica
vencedor do play-off B (Bós- o 1º de Maio, por 3-1). De lá do Lobito, terceiro, com 25.
nia e Herzegovina, Eslová- para cá, averbou quatro der- E ss e s d o i s e n c o nt ro s
quia, República da Irlanda, rotas e empatou em três oca- foram adiados em virtude
Irlanda do Norte).Grupo F - siões, ao passo que os do envolvimento, ontem,
França, Alemanha, Portugal, benguelenses fazem o quarto dos “militares” e “tricolores”
vencedor do play-off A jogo sem perder (empataram na primeira jornada da fase
(Islândia, Bulgária, Hungria a zero na 11ª ronda com o de grupos da Liga dos Clubes
ou Roménia). Caála, venceram a seguir o Campeões Africanos.
PUBLICIDADE

DOM01DEZ

CONVIDADO DO PRESIDENTE MARCELO REBELO DE SOUSA MOÇAMBIQUE


DR

ALTO
Autoridades alertam
para forte tempestade
Ambiente As autoridades moçam- da tempestade é ainda
Mabunda limpa bicanas apelam à população incerta, assim como a tra-
Numa iniciativa conjunta da para estar atenta a uma jectória que poderá vir a
União Europeia, Ministério do eventual tempestade tro- tomar, ressalva o INAM.
Ambiente e Associação Nação pical ao norte do país, na O Governo moçambicano
Verde, realizou-se, ontem, uma próxima semana. iniciou, na segunda-feira,
campanha de limpeza na praia “ C o nvi d o to d o s o s contactos diplomáticos para
da Mabunda, em Luanda, no moçambicanos a prestarem receber 17 milhões de euros
âmbito das celebrações do Dia atenção e tomarem as devi- de ajuda financeira que per-
Internacional para a Limpeza das precauções”, refere o mitam ao país estar pronto
Costeira. A acção paliativa - a
zona precisa de uma interven- Presidente moçambicano, a enfrentar a próxima época
ção séria, profunda e objectiva Filipe Nyusi, numa mensa- das chuvas, anunciou o
- serve, também, para alertar a gem publicada no Portal do m i n i s t ro d o s N e g ó c i o s
sociedade em geral, particular- Governo, alusiva à formação Estrangeiros e Cooperação,
mente as autoridades compe- de um sistema de baixas José Pacheco.
tentes, para o estado em que pressões no Oceano Índico. No total, 714 pessoas mor-
se encontra o local. Um dos prin- O Instituto Nacional de reram durante o período chu-
cipais pontos de venda de peixe Ministro da Administração do Território no Congresso da Associação dos Municípios Portugueses Meteorologia de Moçambi- voso 2018/2019, incluindo
fresco constitui um atentado à
saúde pública devido às águas que (INAM), em comuni- 648 vítimas dos ciclones Idai
paradas, à vala que serve de es- cado, alerta também para e Kenneth.
goto a céu aberto que ali desa-
gua, quantidade de lixo e de-
jectos humanos que se acumu-
lam nas areias que sobram. Com
Adão de Almeida colhe esta possibilidade, que pode
provocar chuva e ventos
fortes em zonas que ainda
tentam recuperar dos ciclo-
Entre os meses de Abril
e Novembro, Moçambique
é ciclicamente atingido por
ventos ciclónicos oriundos
o envolvimento da sociedade
civil, as autoridades podem to-
mar medidas profundas.
experiência autárquica lusa nes Idai e Kenneth, ocor-
ridos em Março e Abril deste
ano. No entanto, a formação
do Índico e por cheias com
origem nas bacias hidrográ-
ficas da África Austral
O ministro angolano da corpo ao prosseguimento do sidade de se acautelarem
Administração do Território processo de gestão do poder alguns processos de modo
e Reforma do Estado, Adão autárquico, nas suas múlti- que não sejam “passos em ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS
de Almeida, participou, plas vertentes. falso” que poderão encravar
BAIXO Na cerimónia de aber- todo este processo.
durante dois dias, no XXIV
Congresso da Associação
Nacional dos Municípios Por-
tura, o Presidente Marcelo
Rebelo de Sousa considerou
N u m a a l t u ra e m q u e
Angola se prepara para rea-
300 milhões de pessoas
tugueses, que decorreu, até
ontem, na cidade de Vila Real.
que “o poder local é o esteio
da democracia”, mas acon-
lizar as primeiras eleições
autárquicas, o congresso
podem abandonar as casas
Aberto pelo Presidente selhou a que sejam tomadas constituiu uma excelente Quase 300 milhões de pes- cumpridos os compromissos
Marcelo Rebelo de Sousa e algumas precauções sobre oportunidade para o ministro soas podem abandonar as do Acordo de Paris.
Igrejas encerrado pelo Primeiro- o modo como é gerido e na Adão de Almeida tomar casas devido à subida do Segundo o relatório, que
Práticas abomináveis Ministro, António Costa, o forma como contribuiu conhecimento do modo nível do mar, em conse- vai ser analisado na cimeira,
evento reuniu, sexta-feira e para uma verdadeira des- como Portugal vem cimen- quência do aumento da tem- a temperatura média poderá
A Igreja Universal do Reino de
Deus em Angola enfrenta dias sábado, autarcas portugueses centralização e regionali- tando todo este processo, peratura, gerado pela emissão subir este século até 3,9ºC,
maus. Depois de um grupo de de todo o país, tendo o minis- zação, de modo a “evitar tentando colocar os interes- de gases com efeito de estufa. a manter-se a actual ten-
bispos angolanos se terem re- tro Adão de Almeida sido que se coloque a carroça à ses do país acima das que- O alerta consta num dos dência de emissões.
voltado contra a linhagem de "um convidado muito espe- frente dos bois”. relas políticas. relatórios, de 2019, do Pai- A COP25, que termina em
Edir Macedo, a direcção admitiu cial" particularmente aco- Na sessão de encerramento, Além de Adão de Almeida nel Inter-governamental 13 de Dezembro, tem como
a possibilidade de avançar com lhido pelo Chefe de Estado António Costa reafirmou o e do director do gabinete de sobre Alterações Climáticas base as decisões do Acordo
o caso para tribunal, ao mesmo
tempo que acusa os insatisfeitos português que o tratou como empenho do Governo em Intercâmbio do Ministério (IPCC) da ONU. de Paris, um tratado que rege
de ganância. Os revoltosos de- um “amigo ” representante prosseguir o processo de des- que dirige, Walter José, a Em vésperas da cimeira da as medidas de redução das
nunciam más práticas, como de um “país irmão”. centralização regional e recor- delegação angolana a este ONU sobre Alterações Cli- e m i s s õ e s p o l u e n te s n o
desvios de dinheiro e esteriliza- Subordinado ao tema dou que, pela primeira vez , congresso integrou ainda o máticas de Madrid (COP25), mundo a partir de 2020.
ção. As polémicas não se limi- “Descentralizar, Regionalizar Portugal tem um Ministério embaixador Extraordinário que começa amanhã, na capi- O acordo prevê a conten-
tam a Angola, já que se acu- Melhor Portugal”, o evento especialmente vocacionado e Plenipotenciário de Angola tal espanhola, o Programa das ção do aquecimento global
mulam os problemas no Brasil,
constituiu para o ministro para este sector. em Portugal, Carlos Alberto Nações Unidas para o Meio abaixo dos 2ºC, preferen-
Portugal, São Tomé e Príncipe,
entre outros casos. Somos um Adão de Almeida, uma exce- O Primeiro-Ministro por- Fonseca, a cônsul-geral no Ambiente alertou, no relatório cialmente em 1,5ºC, em 2100,
estado laico, defensor da liber- lente oportunidade para tuguês sublinhou as decla- Porto, Isabel Godinho, além anual, para o aumento da tem- comparativamente aos valo-
dade religiosa, mas há que es- tomar conhecimento da rações de Marcelo Rebelo de de outros diplomatas nacio- peratura do planeta em 3,2ºC res médios da era anterior à
tabelecer regras. forma como Portugal dá Sousa e reafirmou a neces- nais acreditados em Lisboa. mesmo que venham a ser Revolução Industrial.

da Ponte de Londres, no A Rainha deixou “agra- dente em Staffordshire, de Londres, acção que o MI5
ATAQUES EM LONDRES
c o ra ç ã o d a c a p i t a l d o decimentos à Polícia e aos West Midlands, em Ingla- e a Polícia britânica conse-
Reino Unido. serviços de emergência”, terra, já tinha sido conde- guiram travar a tempo e que

Rainha Isabel II “O príncipe Philip e eu


ficámos tristes quando sou-
bemos dos ataques terroristas
bem como aos cidadãos
“corajosos” que “colocaram
as vidas em risco para ajudar
nado p or terrori smo ,
avançou a Metropolitan
Police à imprensa britânica.
teria por detrás a Al Qaeda.
Khan também foi con-
denado por ter criado uma
apresenta condolências na London Bridge. Enviamos
os nossos pensamentos, ora-
e proteger os outros”.
Us m a n K h a n , d e 2 8
De acordo com a Sky
News, Khan foi sentenciado
unidade de treino terrorista
numa propriedade da famí-
ções e mais profunda sim- anos, foi abatido a tiro pela a oito anos de prisão por lia em Caxemira, um ter-
A Rainha Isabel II agra- prias vidas em risco” para patia a todos os que perderam Polícia após ter esfaqueado, associação terrorista, após ritório controlado pelo
deceu à Polícia e aos ser- travar o atacante. entes queridos e que foram perto da Ponte de Londres, ter sido identificado como Paquistão. Estaria simul-
vi ç o s d e e m e rgê n c i a e A Rainha de Inglaterra afectados pela terrível vio- cinco pessoas, sendo que um dos nove membros do taneamente a recrutar radi-
enalte ceu a coragem Isabel II reagiu ao ataque lência de ontem”, começou duas - um homem e uma grupo terrorista responsável cais no Reino Unido para
demonstrada pelos cidadãos terrorista, ocorrido na por declarar a monarca atra- mulher - não resistiram aos pelo planeamento de um irem treinar para o núcleo
que “colocaram as suas pró- tarde de sexta-feira, perto vés das redes sociais. ferimentos. O homem, resi- ataque à Bolsa de Valores que controlava.

Você também pode gostar