Você está na página 1de 15

ICTQ PÓS GRADUAÇÃO

Módulo: “Interpretação Clínica de Exames Laboratoriais”


Prof. Rodolfo Fernandes

1º Caso Clínico: J.F.M., 59 anos, sexo masculino, internado há seis meses em um hospital
universitário, apresentando histórico clínico de diabetes mellitus, hipertensão arterial e doença
renal crônica em fase hemodialítica. Durante a internação ele foi diagnosticado inicialmente com
infecção bacteriana e insuficiência cardíaca. Foram prescritos alguns fármacos: vancomicina,
gentamicina, digoxina, insulina, furosemida, losartana, heparina, eritropoetina, filgrastim,
cloridrato de sevelâmer, além de sais de ferro e complexo B. Além disso, o paciente é submetido
três vezes por semana à hemodiálise convencional, com duração aproximada de três a quatro
horas em cada sessão. Em algumas ocasiões, foi necessário realizar a transfusão de concentrados
de hemácias durante as sessões de hemodiálise. Dados clínicos e físicos: palidez cutânea e mucosa
(+++/4), pressão arterial: 160 mmHg X 110 mmHg, 65kg, membros inferiores com edema e
oligúria (diurese <600 mL/24h). Familiares relataram ainda um histórico clínico de lesões ósseas
e prurido intenso.

Exames Laboratoriais Resultados Valores de Referência


Glicemia em Jejum 245 mg/dL (70-99 mg/dL)
Ureia 186 mg/dL (10-40 mg/dL)
Creatinina 5.7 mg/dL (0.8-1.2 mg/dL)
Cistatina-C 3.9 mg/dL (0.6-1.1 mg/dL)
eTFG (MDRD) 10 mL/min/1.73m² (> 90mL/min/1.73m²)
Ácido úrico 7.5 mg/dL (2.5-7.0 mg/dL)
Sódio 131 mEq/L (135-145mEq/L)
Potássio 5.6 mEq/L (3.5-4.5 mEq/L)
Cloreto 102 mmol/L (98-107 mmol/L)
Cálcio 5.7 mg/dL (8.5-10.2mg/dL)
Fósforo 5.7 mg/dL (2.5-4.5 mg/dL)
Magnésio 3.2 mg/dL (1.7-2.6 mg/dL)
Fosfatase alcalina 217 UI/L (38-138 UI/L)
pH 7.26 (7.35-7.45)
pO2 85 mmHg (83-108 mmHg)
pCO2 28 mmHg (35-45 mmHg)
HCO3- 14 mEq/L (22-26 mEq/L)
Saturação de Oxigênio 100 % (95-100 %)
Lactato 8.2 mmol/L (0.5-2.0 mmol/L)
Albumina 2.5 g/dL (3.5-5.0 g/dL)
Ferro sérico 35 mcg/dL (65-175 mcg/dL)
IST 10 % (20-50 %)
Ferritina 820 ng/mL (22-322 ng/mL)
PCR-US 3.4 mg/L (< 1 mg/L)
Tempo de Protrombina (TP) 13 segundos (13 segundos)
INR 1.00 (1.00)
TTPa 62 segundos (25-45 segundos)

Página 1 de 15
ICTQ PÓS GRADUAÇÃO
Módulo: “Interpretação Clínica de Exames Laboratoriais”
Prof. Rodolfo Fernandes

Exames Laboratoriais Resultados Valores de Referência


Ácido fólico 1.2 mg/L (>2,0 mg/L)
Vitamina B12 95 ng/L (>150 ng/L)
Homocisteína 27 umol/L (5.46-16.20 umol/L)
BNP 95 pg/mL (0-70 pg/mL)
25(OH) VIT D 10 ng/mL (>30 ng/mL)
Digoxina 0.7 ng/mL (0.5-0.9 ng/mL)
anti-HCV não-reagente (não-reagente)

Hemograma
Leucometria global 1.000/mm³ (4.500-10.000/mm3)
Basófilos 0% (0-1%) 0 (0-100)
Eosinófilos 0% (2-4%) 0 (90-400)
Mielócitos 0% (0%) 0 (00)
Metamielócitos 0% (0-1%) 0 (0-100)
Bastonetes 15 % (2-5%) 150 (90-500)
Segmentados 32 % (50-70%) 320 (2.250-7000)
Linfócitos 52 % (20-40%) 520 (900-4.000)
Monócitos 1% (2-8%) 10 (90-800)
Hematimetria 2.0 x106/mm³ (4.5-5.5x106)
Hemoglobina 6 g/dL (13-18 g/dL)
Hematócrito 18% (35-55%)
VCM 90 fL (80-96 fL)
HCM 30 pg (28-32 pg)
CHCM 33 g/dL (32-36 g/dL)
RDW 17 % (<15%)
Plaquetas 90.000/mm³ (150.000-450.000/mm³)
VPM 8.27 (8.15-12.24)

1-Faça uma análise crítica e detalhada do caso clínico apresentando, a partir da doença de base.

______________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________

2-Justifique o quadro hematológico atual, a partir de correlações clínicas e terapêuticas.


______________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________

3-Quais intervenções clínicas poderiam ser sugeridas pelo farmacêutico clínico da unidade.

______________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________

4-Quais intervenções nutricionais poderiam ser sugeridas pela equipe de nutrição clínica.

______________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________

Página 2 de 15
ICTQ PÓS GRADUAÇÃO
Módulo: “Interpretação Clínica de Exames Laboratoriais”
Prof. Rodolfo Fernandes

2º Caso clínico: O paciente S.J.V., de 39 anos, procurou o farmacêutico clínico na drogaria próxima
a sua residência para a esclarecer algumas dúvidas sobre o seu estado de saúde. Durante a consulta
realizada no consultório farmacêutico da drogaria, o paciente relatou ganho de peso nos últimos
nove meses, cansaço aos pequenos esforços e escurecimento da pele em regiões do rosto e pescoço.
Paciente relatou ainda que possuía vida sedentária, etilismo e tabagismo há 15 anos. Em relação ao
histórico familiar referiu irmão com coronariopatia aos 50 anos e diabético. Negou ser usuário de
drogas ilícitas. Declarou também não utilizar nenhum medicamento de uso contínuo. Exame
clínico realizado pelo farmacêutico indicou os seguintes dados: altura: 1.65m, peso: 95kg,
circunferência abdominal: 120cm, PA: 160 mmHg X 105mmmHg e acantose nigricans em regiões
do rosto e pescoço. O farmacêutico decidiu então solicitar alguns exames laboratoriais para
avaliação geral do estado de saúde do paciente, obtendo os seguintes resultados:

Exames Laboratoriais Resultados Valores de Referência


Glicemia em Jejum 92 mg/dL (70-99 mg/dL)
Hemoglobina Glicada 6.2 % (<5.7%)
Glicemia Média Estimada 177 mg/dL (< 126 mg/dL)
Frutosamina 320 mmol/L (200 -285 mmol/L)
Insulina 27 uUI/mL (<17 uUI/mL)
Peptídeo-C 5.9 ng/mL (1.1-5.0 ng/mL)
Ureia 96 mg/dL (10-40 g/dL)
Creatinina 1.3 mg/dL (0.8-1.2 mg/dL)
25(OH)VIT D 10 ng/mL (>30 ng/mL)
Ácido Úrico 8.7 mg/dL (2.5-7 mg/dL)
Colesterol Total 330 mg/dL (<190 mg/dL)
HDL-C 25 mg/dL (> 40 mg/dL)
LDL-C 235 mg/dL (<130 mg/dL)
Colesterol NÃO-HDL 305 mg/dL (<160 mg/dL)
Triglicerídeos 350 mg/dL (<150 mg/dL)
PCR-US 2.3 mg/L (<1.0 mg/L)
Fibrinogênio 417 mg/dL (180-350 mg/dL)
Ferritina 380 ng/mL (20-320 ng/mL)
Homocisteína 19 umol/L (5-15 umol/L)
AST (TGO) 54 U/L (5-34 U/L)
ALT (TGP) 62 U/L (6-37 U/L)
GGT 84 U/L (< 60 U/L)
TSH 6.2 mU/l (0.4-5.0 mU/L)
T4L 0.4 ng/dL (0.8-1.90 ng/dL)
Cortisol sérico 45 ug/dL (5,5-30,0 ug/dL)

Página 3 de 15
ICTQ PÓS GRADUAÇÃO
Módulo: “Interpretação Clínica de Exames Laboratoriais”
Prof. Rodolfo Fernandes

Hemograma
Leucometria global 9.000/mm³ (4.500-10.000)
Basófilos 0% (0-1%) 0 (0-100)
Eosinófilos 3% (2-4%) 270 (90-400)
Mielócitos 0% (0%) 0 (00)
Metamielócitos 0% (0-1%) 0 (0-100)
Bastonetes 2% (2-5%) 180 (90-500)
Segmentados 69% (50-70%) 6210 (2.250-7000)
Linfócitos 24% (20-40%) 2160 (900-4.000)
Monócitos 2% (2-8%) 180 (90-800)
Hematimetria 4.5x106/mm³ (4.5-5.5x10^6)
Hemoglobina 14g/dL (12-18g/dL)
Hematócrito 42% (35-55%)
VCM 93 fL (80-96fl)
HCM 31 pg (28-32pg)
CHCM 33 g/dL (32-36g/dL)
RDW 14 % (<15%)
Plaquetometria 415.000/mm³ (150.000-450.000)
VPM 13.7 (8.15-12.24)

a)Descreva com riqueza de detalhes todas as correlações clínico-laboratoriais do caso acima.


_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________

b)O paciente apresenta síndrome metabólica? Justifique.


_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________

c)Quais tratamentos não farmacológicos deveriam ser prescritos pela equipe multidisciplinar?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________

d)Quais as principais repercussões clínicas prováveis nestes casos? Justifique.


_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________

Página 4 de 15
ICTQ PÓS GRADUAÇÃO
Módulo: “Interpretação Clínica de Exames Laboratoriais”
Prof. Rodolfo Fernandes

3º Caso Clínico: D.F.A., 71 anos, 58 Kg, 1.53 m, sexo feminino, caucasiana, esteve em um serviço de
farmácia clínica de uma unidade básica de saúde (UBS) para uma consulta farmacêutica. Durante
o atendimento, ela relatou fraqueza, fortes dores musculares na região de coxas e quadril, câimbras
e dispneia, além de escurecimento da urina nos últimos dias. Paciente relatou que no dia anterior
ao atendimento sentiu muito cansaço e quase desmaiou. Ela negou ter feito esforços físicos ou
práticas desportivas recentemente. Paciente relatou fazer uso de metformina (500 mg; 12/12 horas),
sinvastatina (80 mg; 1x ao dia), anlodipino (10 mg; 1x ao dia), valsartana (80mg; 12/12 horas),
ciprofibrato (100 mg; 1x ao dia) e levotiroxina (25 mcg; 1x ao dia). O farmacêutico considerou a
hipótese de rabdomiólise induzida por estatinas e encaminhou a paciente imediatamente para o
atendimento médico. Após avaliação clínica foi solicitada a realização imediata de alguns exames
laboratoriais, obtendo os seguintes resultados.

Exames Laboratoriais Resultados Valores de Referência


Glicemia casual 135 mg/dL < 200 mg/dL
Ureia 358 mg/dL 10-40 mg/dL
Creatinina 8.98 mg/dL 0.8-1.2 mg/dL
Ácido Úrico 8.3 mg/dL 2.5-7.0 mg/dL
CPK-total 12.000 UI/L 46-171 UI/L
Sódio 140 mEq/L 135-145 mEq/L
Potássio 8.1 mEq/L 3.5-4.5 mEq/L
Mioglobina 427 ng/mL 21-72 ng/mL
AST (TGO) 328 U/L 5-34 U/L
ALT (TGP) 229 U/L 6-37 U/L

a)Hipótese diagnóstica?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________

b)Descreva os mecanismos responsáveis pelas dores musculares relatadas pelo paciente.

______________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________

c)Quais são os principais fatores de risco para o desenvolvimento do quadro acima?


_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________

Página 5 de 15
ICTQ PÓS GRADUAÇÃO
Módulo: “Interpretação Clínica de Exames Laboratoriais”
Prof. Rodolfo Fernandes

4º Caso Clínico: Mulher de 63 anos procurou o farmacêutico na drogaria do seu bairro para
interpretação clínica dos seus exames laboratoriais. Paciente disse que os exames laboratoriais
foram solicitados pelo seu Médico após consulta na UBS. Durante consulta com o farmacêutico, a
paciente relatou que recentemente enjoa ao sentir cheiro de comida. Nunca fumou e bebe
socialmente relativo a uma dose de destilado por dia. O exame clínico confirmou edema em
membros inferiores, icterícia e obesidade (122cm de circunferência abdominal).

Exames Laboratoriais Resultados Valores de Referência


Glicemia 115 mg/dL (70-99 mg/dL)
Ureia 12 mg/dL (10-40 mg/dL)
Creatinina 1.0 mg/dL (0.8-1.2 mg/dL)
Colesterol Total 360 mg/dL (<190 mg/dL)
HDL-C 30 mg/dL (>50 mg/dL)
LDL-C 290 mg/dL (<130 mg/dL)
Colesterol Não-HDL 330 mg/dL (<160 mg/dL)
Triglicerídeos 200 mg/dL (<150 mg/dL)
Ácido Úrico 7.5 mg/dL (2.5-6.0 mg/dL)
GGT 107 U/L (<60 U/L)
Fosfatase Alcalina 164 U/L (38-138 UI/L)
Bilirrubina Total 2.2 mg/dL (0.6-1.2 mg/dL)
Bilirrubina direta 1.6 mg/dL (0.2-0.4 mg/dL)
Bilirrubina indireta 0.6 mg/dL (0.1-0.8 mg/dL)
AST (TGO) 94 U/L (5-34 U/L)
ALT (TGP) 123 U/L (6-37U/L)
Proteínas Totais 8.2g/dL (6-7.8 g/dL)
Albumina 2.2g/dL (3.5-4.5 g/dL)
TAP 18 segundos (12-13 segundos)
INR 1.38 (1.0)

a)Hipótese Diagnóstica?

b)Como o farmacêutico poderia encaminhar esta paciente ao atendimento médico após avaliar e
interpretar os exames laboratoriais? Descreva um exemplo.

______________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________

Página 6 de 15
ICTQ PÓS GRADUAÇÃO
Módulo: “Interpretação Clínica de Exames Laboratoriais”
Prof. Rodolfo Fernandes

5º Caso Clínico: Homem de 45 anos de idade foi encaminhado ao serviço de pronto atendimento
próximo a sua residência sentindo mal-estar generalizado associado a dor abdominal. Paciente
relatou que embora tenha bom apetite, na última semana não teve vontade de comer. Não perdeu
peso, não tem problemas urinários e intestinais, apesar de relatar escurecimento da urina há poucos
dias e fezes esbranquiçadas. O exame clínico revelou icterícia, dor abdominal e febre (Tríade de
Charcot). Foram solicitadas algumas dosagens bioquímicas obtendo os seguintes resultados:

Exames Laboratoriais Resultados Valores de Referência


Glicemia 90 mg/dL (70-99mg/dL)
Ureia 25 mg/dL (10-40mg/dL)
Creatinina 0.9 mg/dL (0.8-1.2mg/dL)
Colesterol Total 290 mg/dL (<190 mg/dL)
HDL-C 35 mg/dL (>40 mg/dL)
LDL-C 215 mg/dL (<130 mg/dL)
Colesterol Não-HDL 255 mg/dL (<160 mg/dL)
Triglicerídeos 200 mg/dL (50-135 mg/dL)
Ácido Úrico 8.0 mg/dL (2.5-7 mg/dL)
Bilirrubina Total 3.0 mg/dL (0.6-1.2 mg/dL)
Bilirrubina Direta 2.4 mg/dL (0.2-0.4 mg/dL)
Bilirrubina Indireta 0.6 mg/dL (0.1-0.8 mg/dL)
GGT 694U/L (<60 U/L)
Fosfatase Alcalina 716U/L (38-138 UI/L)
AST (TGO) 37 U/L (5-34 U/L)
ALT (TGP) 39 U/L (6-37 U/L)
Proteínas Totais 7.0 g/dL (6-7.8 g/dL)
Albumina 3.9 g/dL (3.5-4.5 g/dL)

a)Hipótese diagnóstica?

______________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________

b)Justifique a hipótese diagnóstica citando principais correlações clínicas e laboratoriais.

______________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________

Página 7 de 15
ICTQ PÓS GRADUAÇÃO
Módulo: “Interpretação Clínica de Exames Laboratoriais”
Prof. Rodolfo Fernandes

6º Caso Clínico: RN do sexo masculino, 3 dias de vida, internado em uma unidade de terapia
intensiva neonatal apresentando icterícia (3/4+), petéquias, púrpura, hemorragia ativa, febre
(39°C), hipoatividade e hipotonia. Sem alterações clínicas nas auscultas pulmonar e cardíaca.
Segundo informações coletadas no prontuário do paciente, a idade gestacional ao nascimento era
de 38 semanas, parto normal, 45 cm, 3120g e grupo sanguíneo “A positivo”. A mãe, apesar de ser
do grupo sanguíneo “A negativo”, relata gravidez anterior normal. No cartão de pré-natal foram
apresentavam o registro de exames sorológicos não reagentes (negativos) para citomegalovírus,
HIV, rubéola e sífilis (VDRL), mas com exame positivo para coombs indireto. Paciente foi
submetido a transfusões de concentrados de plaquetas, exsanguíneo transfusão e administração
de imunoglobulina intravenosa. O aleitamento materno foi desaconselhado pelo médico
neonatologista responsável pelo caso.

Hemograma Valores de Referência Valores de Referência


Leucometria global 32.000/mm³ (9000-30.000/mm³)
Basófilos 0% (0-1%) 0 (0-300)
Eosinófilos 0% (2-4%) 0 (180-1.200)
Mielócitos 0% (0%) 0 (0)
Metamielócitos 0% (0%) 0 (0)
Bastonetes 22% (2-5%) 7040 (180-1.500)
Segmentados 56% (50-70%) 17920 (4.500-21.000)
Linfócitos 20% (20-40%) 6400 (1.800-12.000)
Monócitos 2% (2-8%) 640 (180-2.400)
Hematimetria 2.5x106/mm³ (4.0-6.6x106)
Hemoglobina 9 g/dL (14.5-22.5 g/dL)
Hematócrito 27% (45-67 %)
VCM 108 fL (95-121 fL)
HCM 36 pg (31-37pg)
CHCM 33 g/dL (29-37 g/dL)
RDW 15% (<15%)
PLAQUETAS 13.000/mm³ (300.000-600.000/mm³)
VPM 12.7 (8.15-12.24)
*Valores de referência para faixa etária do RN.

HEMATOSCOPIA

 Intensa policromasia.
 Presença de alguns corpúsculos de Howell Jolly.
 Presença de granulações grosseiras nos neutrófilos
 Presença de vacúolos citoplasmáticos nos neutrófilos
 Presença de 27 eritroblastos em 100 leucócitos contados.
 Leucometria corrigida: 25.196 leucócitos/mm³
 Trombocitopenia confirmada em lâmina.
 Presença de macroplaquetas.

Página 8 de 15
ICTQ PÓS GRADUAÇÃO
Módulo: “Interpretação Clínica de Exames Laboratoriais”
Prof. Rodolfo Fernandes

Exames Laboratoriais Resultados Valores de referência


Glicemia 53 mg/dL (50-80 mg/dL)
Bilirrubina total 33 mg/dL (<10.3 mg/dL)
Bilirrubina direta 2.7 mg/dL (<0.4 mg/dL)
Bilirrubina indireta 30.3 mg/dL (<0.8 mg/dL)
Proteínas totais 2.9 g/dL (4.6-7 g/dL)
Albumina 1.7 g/dL (2.8- 4.4 g/dL)
AST (TGO) 39 U/L (26-98 U/L)
ALT (TGP) 45 U/L (20-54 U/L)
GGT 57 U/L (12-122 U/L)
Fosfatase Alcalina 123 U/L (56-156 U/L)
Tempo de Protrombina 17 segundos (13 segundos)
INR 1.30 (1.00)
Coombs direto (TAD) Positivo (Negativo)
Reticulócitos 4.7% (1.0-2.5%)
Grupo sanguíneo/Fator Rh A positivo
G6PD 10.5 U/g HB >6.7 U/g HB
Piruvato Kinase 94 U/g hemoglobina 41-152 U/g hemoglobina
*Valores de referência para faixa etária do RN.

a)Hipótese diagnóstica?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________

b)Quais são as principais preocupações de um farmacêutico clínico em relação ao tratamento


farmacológico com antibacterianos em um recém-nato?

_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________

Página 9 de 15
ICTQ PÓS GRADUAÇÃO
Módulo: “Interpretação Clínica de Exames Laboratoriais”
Prof. Rodolfo Fernandes

07º Caso Clínico: Paciente de 82 anos, masculino, etilista, deu entrada na unidade hospitalar
próxima a sua residência queixando-se de intensa dor, calor e edema na primeira articulação
metatarso falangeana do pé direito. Informou também apresentar o ácido úrico elevado há mais de
10 anos, tendo sido recomendado em uma ocasião o uso de Alopurinol 300mg/dia, o que foi
desaconselhado por outro médico, seu conhecido. Paciente relata fazer uso de metformina,
hidroclorotiazida e captopril. Mediante os dados clínicos apresentados o Médico responsável pelo
caso resolve solicitar a dosagem de ácido úrico, obtendo o seguinte resultado:

Exames Laboratoriais Resultado Valores de Referência


Ácido Úrico 8.5mg/dL (2.5-7mg/dL)

a)Hipótese diagnóstica?

_____________________________________________________________________________________

b)Justifique a contraindicação do uso de alopurinol em casos de artrite gotosa.

______________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________

Página 10 de 15
ICTQ PÓS GRADUAÇÃO
Módulo: “Interpretação Clínica de Exames Laboratoriais”
Prof. Rodolfo Fernandes

08º Caso Clínico: Um homem de 45 anos, viúvo, com hipercolesterolemia e diabetes, fumante, foi
admitido na UTI do hospital universitário da sua cidade, apresentando dor retroesternal, irradiante
para o braço esquerdo, vômitos, sudorese e sensação de morte iminente. Relatou que há três dias
a dor havia iniciado repentinamente, de moderada intensidade, tendo como fator de agravo o
esforço físico e como fator de alívio o repouso, sendo que a dor durante esses três dias foi se
agravando gradativamente, tornando-se contínua sem fator de alívio. O eletrocardiograma
realizado demonstrou alterações nas bandas ST e Q. Foi solicitada a coleta de sangue para dosagem
de marcadores bioquímicos de lesão cardíaca, obtendo-se os seguintes resultados:

Exames Laboratoriais Resultado Valores de Referência


CK 1.100U/L (46-171U/L)
CK-MB 66U/L (<17U/L)
Troponina 37ng/L (<14ng/L)

a)Hipótese diagnóstica?
_____________________________________________________________________________

Página 11 de 15
ICTQ PÓS GRADUAÇÃO
Módulo: “Interpretação Clínica de Exames Laboratoriais”
Prof. Rodolfo Fernandes

09º Caso Clínico: Paciente de 35 anos, V.J.V., diabética, foi atendida em uma unidade de pronto
atendimento, apresentando febre (39°C), náuseas e vômitos. Relatou ainda disúria (ardência ao
urinar), polaciúria (micções sucessivas) e dores lombares em cólica no lado direito do abdômen.
Declarou ter realizado litotripsia um ano antes do ocorrido neste caso. Os sinais e sintomas
apresentados pelo paciente indicaram como hipótese diagnóstica um quadro de infecção do trato
urinário. O médico responsável resolveu solicitar a realização do exame de urina, o qual
apresentou o seguinte resultado.

Exame de Urina (EAS) Resultados Valores de Referência


Volume Enviado 20ml
pH 5.0 (5-6.5)
Densidade 1.030 (1.015-1.025)
Cor Amarelo escuro (Amarelo Citrino)
Aspecto Turvo (Límpido)
Proteínas + (Negativo)
Esterase-Leucocitária +++ (Negativo)
Sangue ++ (Negativo)
Glicose ++ (Negativo)
Corpos Cetônicos ++ (Negativo)
Nitrito Positivo (Negativo)
Urobilinogênio Normal (Normal)
Bilirrubina Ausente (Negativo)
Células Epiteliais Algumas (Raras)
Leucócitos 50-60p/c (<5p/c)
Hemácias 15-20p/c (<5p/c)
Muco Alguns (Alguns)
Cristais Alguns Oxalatos de Cálcio e Ácido Úrico (Ausentes)
Cilindros Ausentes (Ausentes)
Microbiota Acentuada (Discreta)

a)Faça uma análise crítica e detalhada do caso acima.


_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________

b)O médico responsável pelo caso não solicitou a realização da cultura e teste de sensibilidade
aos antimicrobianos antes da prescrição do antibacteriano. O médico errou? Justifique.

_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________

c)Considerando que a paciente era diabética, quais informações o farmacêutico deveria repassar
a esta paciente no momento da dispensação do antimicrobiano prescrito?

_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________

Página 12 de 15
ICTQ PÓS GRADUAÇÃO
Módulo: “Interpretação Clínica de Exames Laboratoriais”
Prof. Rodolfo Fernandes

10º Caso Clínico: M.F.S., 32 anos, casada, procurou a drogaria mais próxima da sua residência
para comprar sulfato ferroso, após recomendação de um vizinho, estudante da área de saúde. O
farmacêutico que a atendeu perguntou o motivo daquela compra. Ela queixou-se de cansaço aos
menores esforços, cefaleias diárias, taquicardia, metrorragia e vontade de comer terra (geofagia).
O farmacêutico aconselhou a paciente a seguir orientações apenas de profissionais de saúde e a
encaminhou à Unidade Básica de Saúde (UBS) para avaliação clínica e laboratorial. O médico que
atendeu à paciente parabenizou a atitude do farmacêutico e solicitou alguns exames laboratoriais.

Hemograma Valores de Referência Valores de Referência


Leucometria global 12.000/mm³ (4.500-10.000)
Basófilos 0% (0-1%) 0 (0-100)
Eosinófilos 25% (2-4%) 3.000 (90-400)
Mielócitos 0% (0%) 0 (00)
Metamielócitos 0% (0-1%) 0 (0-100)
Bastonetes 4% (2-5%) 480 (90-500)
Segmentados 41% (50-70%) 4.920 (2.250-7000)
Linfócitos 28% (20-40%) 3.360 (900-4.000)
Monócitos 2% (2-8%) 240 (90-800)
Hematimetria 4.0x106/mm³ (4.5-5.5x10^6)
Hemoglobina 08g/dL (12-18g/dL)
Hematócrito 28% (35-55%)
VCM 70 fL (80-96fl)
HCM 20 pg (28-32pg)
CHCM 28 g/dL (32-36g/dL)
RDW 18 % (<15%)
Plaquetometria 520.000/mm³ (150.000-450.000)
VPM 13.7 (8.15-12.24)

Exames Laboratoriais Resultados Valores de Referência


Contagem de Reticulócitos 0.3% (0.5-2.0%)

Exames Laboratoriais Resultados


Exame Parasitológico de Fezes Positivo (Ancylostoma duodenale / Strongyloides stercoralis)
Pesquisa de sangue Oculto nas fezes Positivo

Exames Laboratoriais Resultados Valores de Referência


Ferro sérico 40 mcg/dL 50-170 mcg/dL
Ferritina 8 ng/mL 12-200 ng/mL
Transferrina 420 mg/dL 250-380 mg/dL
Índice de Saturação da Transferrina 16% 20-50 %
Capacidade Total de Ligação do Ferro (TIBC) 440 ug/dL 250-400 ug/dL
Receptores Solúveis de Transferrina 2.37 mg/L 0.76-1.76 mg/L
Vitamina B12 210 ng/L 211-911 pg/mL
Ácido Fólico 9.3 mg/L 3.0-17 ng/mL

a) Hipótese diagnóstica? _____________________________________________________________

Página 13 de 15
ICTQ PÓS GRADUAÇÃO
Módulo: “Interpretação Clínica de Exames Laboratoriais”
Prof. Rodolfo Fernandes

11º Caso Clínico: AFA, gestante, 29 anos, procurou a unidade de pronto atendimento (UPA) mais
próxima de sua residência, queixando-se de febre alta, de início abrupto, acompanhada de cefaleia
intensa, astenia, dor retro orbitária, dores nas articulações de membros inferiores, náuseas e
vômitos. PA: 120x80mmHg / Temperatura: 39°C. Paciente relata fazer uso contínuo de Ácido
Acetilsalicílico (100mg) devido histórico clínico de trombose. O médico suspeitou de um quadro
viral de dengue e solicitou a realização do hemograma.

Hemograma Valores de Referência Valores de Referência


Leucometria global 4.000/mm³ (4.500-10.000/mm³)
Basófilos 0% (0-1%) 00 (0-100)
Eosinófilos 1% (2-4%) 40 (90-400)
Mielócitos 0% (0%) 00 (00)
Metamielócitos 0% (0-1%) 00 (0-100)
Bastonetes 2% (2-5%) 80 (90-500)
Segmentados 25% (50-70%) 1000 (2.250-7.000)
Linfócitos 70% (20-40%) 2800 (900-4.000)
Monócitos 2% (2-8%) 80 (90-800)
Hematimetria 3.0x106/mm³ (4.5-5.5x10^6)
Hemoglobina 10g/dL (11-18g/dL)
Hematócrito 35% (35-45%)
VCM 106fL (80-96fL)
HCM 33pg (27-32pg)
CHCM 32g/dL (32-36g/dL)
RDW 17% (<15%)
Plaquetometria 100.000/mm³ (150.000-450.000/mm³)
VPM 12.74 (8.15-12.24)

Após analisar o resultado do Hemograma, o Médico orientou o paciente a realizar coleta de sangue
para Sorologia IgG e IgM para Dengue no 7° dia dos sintomas e suspender o uso do Ácido
Acetilsalicílico (AAS) até melhora do quadro clínico atual. Além disso, foram prescritos hidratação
e medicamento antipirético.

a)Hipótese diagnóstica? _____________________________________________________________

b)Durante o quadro clínico da dengue, a plaquetopenia é uma alteração laboratorial clássica dessa
infecção viral. Descreva os mecanismos fisiopatológicos que favorecem o surgimento da
plaquetopenia.

______________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________

c)Justifique a realização da sorologia apenas no 7° dia dos sinais e sintomas.

______________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________

Página 14 de 15
ICTQ PÓS GRADUAÇÃO
Módulo: “Interpretação Clínica de Exames Laboratoriais”
Prof. Rodolfo Fernandes

12º Caso Clínico: Homem de 25 anos procurou atendimento médico queixando-se de ‘’dor na
garganta”, disfagia e perda de apetite. No exame clínico foi evidenciado febre (39°C) e focos
purulentos em amígdalas. Foi solicitada a realização do Hemograma obtendo os seguintes
resultados.

Hemograma Valores de Referência Valores de Referência


Leucometria global 16.000/mm³ (4.500-10.000/mm³)
Basófilos 00% (0-1%) 00 (0-100)
Eosinófilos 02% (2-4%) 320 (90-400)
Mielócitos 00% (0%) 00 (00)
Metamielócitos 00% (0-1%) 00 (0-100)
Bastonetes 20% (2-5%) 3200 (90-500)
Segmentados 56% (50-70%) 8.320 (2.250-7000)
Linfócitos 20% (20-40%) 3.200 (900-4.000)
Monócitos 02% (2-8%) 320 (90-800)
Hematimetria 5.33x106/mm³ (4.5-5.5x10^6)
Hemoglobina 16.0g/dL (11.5-18g/dL)
Hematócrito 48% (40-54%)
VCM 90fL (80-96fL)
HCM 30pg (27-32pg)
CHCM 33g/dL (32-36g/dL)
RDW 14% (<15%)
Plaquetometria 227.000/mm³ 150.000-450.000/mm³
VPM 10.74 (8.15-12.24)

a)Hipótese Diagnóstica?

Página 15 de 15