Você está na página 1de 3

Treinamento

1. OBJETIVO E ABRANGÊNCIA

Este documento descreve o procedimento de treinamento adotado pela PI Contabilidade


Pública, abrangendo todas as etapas do processo, ou seja, desde o levantamento das
necessidades de treinamento, qualificação funcional, planejamento, execução até a
avaliação do treinamento.

2. PROCEDIMENTO

Este procedimento descreve os passos que constam no Fluxograma de Treinamento no


anexo 01, que se encontra detalhado como segue:

2.1 - Identificação das Necessidades Anuais de Treinamento

A identificação das necessidades de treinamento de pessoal inicia com o levantamento das


necessidades de treinamento.

Ao final de cada ano de atividade, a Analista de Recursos Humanos distribui para todas as
gerências o formulário Levantamento de Necessidades Anual de Treinamento. De posse
deste formulário cada gerente analisa a qualificação da sua equipe de trabalho com base
em três variáveis: a) projetos previstos, b) desempenho no ano que passou e c) mudanças
de pessoal. A equipe deve ser analisada ainda sob dois aspectos básicos: a) técnicos e b)
administrativos.

O preenchimento do levantamento das necessidades de treinamento requer a pesquisa dos


treinamentos já realizados através dos registros de Treinamentos/Eventos por Funcionário,
bem como a análise dos respectivos Relatório de Experiências / Habilidades a serem
fornecidos pela Analista de Recursos Humanos. Para tanto, os currículos dos empregados
da PI Contabilidade Pública devem ser atualizados anualmente, pelos próprias
funcionários, e comunicado para a Analista de Recursos Humanos que providenciará a
atualização dos mesmos no seu sistema.

2.2 - Elaboração, Aprovação e Divulgação do Plano de Treinamento

De posse das necessidades de treinamento compiladas, a Analista de Recursos Humanos


tem aproximadamente 02 meses para elaborar, aprovar e divulgar o Plano Anual de
Treinamento.

O Plano contém uma lista, por empregado, sobre os eventos identificados como
necessários, tais como: a) a descrição do evento, b) o período e c) o valor previsto.
Quando concluída a elaboração do Plano, este será submetido à aprovação da direção da
Empresa. Seus ajustes serão informados às gerências que poderão reavaliar suas
indicações para nova apreciação.

Aprovado o Plano este passa a ser divulgado/disponibilizado para que cada gerência possa
tomar conhecimento.

O Plano de Treinamento aprovado é passível de alterações durante sua execução. Estas


alterações podem ser de várias fontes, tanto internas (solicitação de inclusão/exclusão),
quanto externas. As alterações devem ser comunicadas a Analista de Recursos Humanos,
com antecedência, de aproximadamente 15 dias úteis, e aprovadas pela Diretoria, para que
a mesma possa providenciar a atualização do Plano, e a execução correta dos mesmos.

2.3 - Execução do Treinamento

Após o conhecimento do Plano Anual de Treinamento o setor de Recursos Humanos


encaminha a Autorização de Treinamento devidamente preenchida para conhecimento da
Diretoria, que vista e devolve, ao setor de Recursos Humanos para efetuar a matrícula do
empregado no referido evento.

O setor de Recursos Humanos providencia alocação de instrutores e recursos didáticos,


sala, negociação do conteúdo programático, agenda de: dia, hora e local, deslocamentos,
comunicados de participação aos empregados, e encaminhamento dos pagamentos.

O setor de Recursos Humanos tem a responsabilidade de conferir e acompanhar se os


participantes programados no Plano de Treinamento mantiveram efetiva participação no
evento em questão. Caso exista alguma irregularidade, o setor de Recursos Humanos deve
comunicar à Gerência responsável, para que a mesma providencie uma justificativa e/ou
correção da irregularidade apontada.

Os acertos específicos quanto a disponibilidade dos empregados para o treinamento são de


responsabilidade da chefia imediata.

Os resultados dos treinamentos executados devem ser avaliados pela Gerência de Recursos
Humanos, através da análise do formulário de Avaliação da Eficácia do Treinamento, para
garantir a efetividade dos mesmos.

2.4 Qualificação do Pessoal

Todo o pessoal que executa tarefas especificamente designadas deve ser qualificado com
base na sua instrução, treinamento e/ou experiência.

A qualificação de cada uma destas funções deve ser avaliada pelo gerente de cada área em
questão, sempre que começar um novo projeto, quando da formação da equipe de trabalho,
quando começar um processo de auditoria interna, com base nas Listas de Verificação de
Qualificação.
Com base nessa lista cada gerente avalia sua equipe, e solicita os treinamentos necessários.
Considera-se qualificado os membros que apresentarem a qualificação julgada necessária,
registrada na Lista de Verificação de Qualificação.

2.4 - Avaliação do Treinamento

O processo de avaliação do treinamento, acontece em três etapas:

1ª) Avaliação da expectativa: entregue ao participante junto com a comunicação do seu


treinamento para ser preenchida e retornada a Gerência de Recursos Humanos antes da
realização do evento

2ª) Avaliação da reação: realizado em seguida ao treinamento sobre os aspectos didáticos,


logísticos e técnicos do evento.

3ª) Avaliação de comportamento/resultado: realizada até 60 dias após o treinamento pelo


empregado e a chefia com o objetivo de avaliar a retenção dos conteúdos desenvolvidos e
sua aplicação prática nas atividades de trabalho.

Todas essas avaliações serão analisadas e tabuladas pela Gerência de Recursos Humanos
para efeito de controle das atividades realizadas.

2.5 - Registro dos Treinamentos

Os registros dos treinamentos são realizados com base nas listas de freqüência e/ou
certificados emitidos, que ficam armazenados em pastas específicas para controle da
Gerência de Recursos Humanos ou no seu respectivo sistema em meio eletrônico.

Você também pode gostar