Você está na página 1de 5

1.

(Espcex (Aman) 2019) Em um triângulo ABC,


BC  12 cm e a mediana relativa a esse lado mede
6 cm. Sabendo-se que a mediana relativa ao lado AB mede 9 cm, qual a área desse triângulo?

35 cm2 .
a)
2
b) 2 35 cm .
2
c) 6 35 cm .
35
cm2 .
d) 2
2
e) 3 35 cm .

2. (Espcex (Aman) 2019) Os centros de dois círculos distam 25 cm. Se os raios desses círculos medem
20 cm e 15 cm, a medida da corda comum a esses dois círculos é

a) 12 cm.
b)
24 cm.

c) 30 cm.
32 cm.
d)
e) 26 cm.

25
cm
3. (Espcex (Aman) 2017) Na figura, o raio da circunferência de centro O é 2 e a corda MP mede
10 cm.

A medida, em centímetros, do segmento PQ é

25
a) 2
b) 10
c) 5 21
d) 21
e) 2 21
4. (Espcex (Aman) 2017) Se o perímetro de um triângulo equilátero inscrito em um círculo é 3 cm, a
2
área do círculo (em cm ) é igual a

π
a) 3
b) 3π
c) π
d) 3 3π
e) 81π

3 cm
5. (Espcex (Aman) 2016) Na figura abaixo, a circunferência de raio tangencia três lados do
2
retângulo ABCD. Sabendo que a área deste retângulo é igual a 72 cm , a medida do segmento EF,
em cm, é igual a:

a) 3 5
6 5
b) 5
c) 6 5
12 5
d) 5
e) 12 5

6. (G1 - cp2 2020) Para incentivar o turismo, o prefeito de uma cidade decide criar uma tirolesa ligando
duas montanhas do Parque Ecológico Municipal. Um engenheiro foi contratado para projetar a atração
e precisa saber quantos metros de cabo de aço necessitará para ligar os topos dessas duas montanhas.
Para facilitar esses cálculos, o engenheiro criou, em seu projeto, os triângulos equiláteros ABC e DEF,
pertencentes a um mesmo plano vertical, em que A e D representam os topos das montanhas e os
pontos B, C, E e F estão alinhados no plano horizontal. Observe a figura a seguir com a situação
descrita:
Sabendo que os triângulos equiláteros ABC e DEF têm, respectivamente, 32 metros e 16 metros
(AD),
de lado; e que a distância entre os pontos C e E é de 23 metros, a medida de cabo de aço em
metros, que o engenheiro encontrará será de
a) 47.
b) 49.
c) 51.
d) 53.

7. (G1 - cmrj 2020) Em um plano cartesiano, os pontos


A(0, 3), B( 3, 0) e C(x, 3) formam um
triângulo retângulo em B. De acordo com essas informações, o valor de x é

a) 3
b) 3 3
c) 4
d) 4 3
e) 5

8. (Esc. Naval 2020) Seja o triângulo ABC, retângulo em B, com AB  8 2 e BC  6 2. Sabendo


EF
ˆ ,
que CD é bissetriz de ACB, D é centro da circunferência de raio BD e x é a razão CE podemos
afirmar que x é tal que

a) 0  x  0,5
b) 0,5  x  1
c) 1  x  1,5
d) 1,5  x  2
e) 2  x  2,5
9. (G1 - cftrj 2020) Um artista plástico decidiu criar uma peça para sua próxima exposição, intitulada
Espiral de Teodoro, em homenagem ao filósofo pitagórico Teodoro de Cirene. A peça será composta por
hastes metálicas retilíneas formando triângulos retângulos, como mostra a figura abaixo.

O artista compra as hastes de uma ferraria, que as produz em qualquer tamanho até o limite máximo de
4 metros. Uma vez produzidas, duas hastes não podem ser soldadas para se formar uma nova haste.

Desse modo, a Espiral de Teodoro criada por esse artista terá um número máximo de triângulos igual a:

a) 14
b) 15
c) 16
d) 17

10. (Uel 2020) A icônica obra Mona Lisa, de Leonardo Da Vinci, exposta no Museu do Louvre, possibilita
pôr à prova as proporções matemáticas nela presentes. Partindo de um quadrado ABCD de lado 1,
que delimita uma região abaixo da cabeça, pode-se obter um retângulo, que contém a cabeça da Mona
Lisa, por meio da construção geométrica descrita a seguir.

Seja O o ponto médio do segmento AB. Tome a circunferência de centro O e raio OD. Encontre o

ponto E dado pela intersecção da circunferência com a semirreta BA. Considere o ponto F de modo a
obter o retângulo de vértices EADF, como ilustrado na figura a seguir.
Com base na construção geométrica fornecida e na figura, assinale a alternativa que apresenta,
corretamente, o comprimento do segmento EA.

1 5
a) 2
3 5
b) 2
5 1
c) 2
5 1
d) 2
5 2
e) 2

Gabarito:

1- C
2- B
3- E
4- A
5- D
6- B
7- D
8- D
9- B
10- C

Você também pode gostar