Você está na página 1de 33

Sobre o material

Você está adquirindo um material elaborado por Janaína Spolidorio.


Todas as atividades e textos são de propriedade intelectual da autora e
protegidos pela Lei de Direitos Autorais, de nº 9.610/ 98.
O material deve ser usado somente em sala de aula e fica proibida a
distribuição, exposição ou comercialização do mesmo sem consentimento da
autora. PROIBIDA A VEICULAÇÃO NO FACEBOOK, INSTAGRAM OU
QUALQUER OUTRA REDE SOCIAL, BEM COMO BLOGS.
Qualquer reprodução não autorizada incide no crime de contrafação,
previsto na lei 9.610/98. Temos um setor jurídico que monitora as atividades
e ele entrará em contato com praticantes desta atividade criminosa.

www.janainaspolidorio.com.br
ESCOLA: ___________________________________________
ALUNO: ___________________________________________
CLASSE: _____________ PROFESSOR: __________________

www.janainaspolidorio.com.br
NOME: _________________________________________________________
DATA: _______________ PROFESSOR: __________________________

Objetivo: desenvolver a interpretação de textos, aprimorar o vocabulário e ampliar repertório cultural.

Conta-se que, nas terras do norte da Etiópia, cheias de altas montanhas,


havia um homem escravo que trabalhava nos campos de algodão. Levantava
todo dia quando o sol surgia e não parava de colher algodão até que se punha.
Depois, limpava a casa de seu amo, dava comida aos animais, cortava
madeira. O tempo passava e aquele homem estava cada vez mais cansado.
Um dia, quando já não aguentava mais, atreveu-se a ir até seu amo e lhe
disse:
─ Fui seu escravo por muito tempo. O senhor me prometeu a liberdade.
Quando irá dá-la a mim?
Seu amo começou a rir.
─ Você quer ser livre? Então vou lhe dizer o que fazer! Vê aquela montanha
alta, cheia de gelo e neve, que começa onde termina nossa aldeia? Esta noite,
terá que subir até lá em cima de tudo. O ar é muito frio, mas você terá que ficar
lá até que amanheça. Se conseguir sobreviver sem roupa e sem nenhum tipo
de abrigo, tão desprotegido como as rochas que ficam lá, você será livre.
Ninguém poderá ajudá-lo, ninguém poderá lhe dar abrigo. Você estará nu e
sozinho.
O escravo foi ver seu melhor amigo, que era um homem já velho e sábio.
─ O que faço? – perguntou – Como vou sobreviver a esta noite? Se fizer o
que meu amo disse, vou morrer congelado!
Seu amigo pensou em silêncio até que falou que iria ajudá-lo.
Quando estava bem escuro, o homem que era escravo começou a subir a
montanha e, ao mesmo tempo, seu amigo, bem carregado de lenha, começou
a subir outra montanha que havia mais adiante. O homem que era escravo
chegou ao alto da montanha e ali ficou, descalço e sem roupa, tremendo de

www.janainaspolidorio.com.br
frio. Havia neve por toda parte e o ar era o mais frio que já sentira. As rochas
estavam cobertas de gelo, e ele tinha dificuldade para respirar.
De repente, na montanha da frente foi acesa uma grande fogueira de
chamas gigantes, que iluminavam a escuridão da noite. Atrás do fogo, viu seu
amigo esforçando-se para manter as chamas muito acesas.
O homem que era escravo descobriu que as chamas do fogo de seu
amigo tinham começado a aquecer o ar, e ele não sentia tanto frio. Não tremia
mais. Estava lá em cima, nu e desprotegido, contemplando o fogo da montanha
ao lado sem sentir frio. Passou a noite olhando o fogo que o amigo acendera
para ele, e o frio não o venceu.
Na manhã seguinte, quando o sol já havia aparecido, desceu da montanha
e foi ver seu amo. Encontrou-o zangado. Não queria libertar seu escravo, mas
não tinha opção.
─ Pode ir embora. – falou finalmente.
O escravo, que sobrevivera ao frio graças à amizade, já era um homem
livre. E assim viveu o resto de sua vida. Desde então, os povos das montanhas
dizem que a amizade ajuda a tornar as pessoas mais livres.

1 De acordo com o texto, em qual local se passa a história?


_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

2 O homem era um escravo. Explique, com suas palavras, o que isso


significa.
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

www.janainaspolidorio.com.br
3 De acordo com o texto, todas as afirmações a seguir são verdadeiras,
exceto:

a. O homem trabalhava nos campos de algodão.


b. Ele trabalhava nos campos desde que o sol surgia, até que se punha.
c. Antes de começar seu trabalho no campo, alimentava os animais.
d. Ele tinha tarefas para fazer depois que trabalhava no campo.

4 Leia as informações retiradas do texto. Observe a palavra em destaque


e reescreva as informações trocando essa palavra por um sinônimo. Use o
dicionário caso seja preciso.

A “Um dia, quando já não aguentava mais, atreveu-se a ir até seu amo...”
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

B
“Você estará nu e sozinho.”
_______________________________________________________________

C “O homem que era escravo descobriu que as chamas do fogo de seu


amigo tinham começado a aquecer o ar.”
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

5 O grande desejo do homem que era escravo era ser livre. O que ele teria
que fazer para conseguir ter sua liberdade?
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

www.janainaspolidorio.com.br
6 Pelo contexto da história, você acredita que o amo do escravo queria
dar a liberdade a ele? Justifique sua resposta.
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

7 Para realizar sua tarefa de liberdade, o homem que era escravo teve
a ajuda de um amigo. Demonstre, em uma sequência de tirinha de quadrinhos,
como os amigos fizeram para que o escravo conseguisse permanecer vivo na
montanha até o dia seguinte.

8 De acordo com o povo das montanhas, a amizade ajuda na liberdade


das pessoas. Você concorda com esse ponto de vista? Por quê?
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

www.janainaspolidorio.com.br
NOME: _________________________________________________________
DATA: _______________ PROFESSOR: __________________________

Objetivo: desenvolver a interpretação de textos, aprimorar o vocabulário e ampliar repertório cultural.

Há muito e muito tempo, o leopardo e o fogo eram bons


amigos. Toda manhã, o leopardo fazia o esforço de ir até
onde morava seu amigo para visitá-lo, mesmo tendo que
percorrer uma grande distância. O fogo não o visitava
nunca, mas o leopardo não se importava com isso.
─ Não sei por que você considera o fogo seu melhor amigo, se ele nunca
veio visitá-lo? Se você não fosse lá, vocês nunca se veriam! – disse um dia sua
esposa.
O leopardo disse não se importar com os comentários da esposa e todos
os dias correria para ver seu amigo. Porém, no dia seguinte, o leopardo correu
pelos caminhos cheios de lama até onde morava seu amigo, o fogo, decidido a
pedir ao amigo que ele o fosse visitar da próxima vez.
O fogo ouviu a sugestão e deu várias desculpas para não visitar o grande
amigo: não gostava se se afastar de casa, não queria deixar a família sozinha...
Mas o leopardo foi tão insistente, que o fogo aceitou e prometeu lhe fazer uma
visita no dia seguinte, com a condição de que seu amigo preparasse um
caminho de folhas secas entre uma casa e outra.
Enquanto voltava para casa, o leopardo recolheu todas as folhas que
conseguiu e as dispôs no meio do caminho, como o fogo havia lhe pedido.
Contou a notícia para a esposa e ela começou a preparar uma refeição para o
convidado.
Com a refeição pronta e a casa arrumada, o casal de leopardos sentou-
se onde começava o caminho de sua casa para esperar a chegada do fogo.
Ficaram ali um tempinho, quando de repente sentiram um cheiro forte e

www.janainaspolidorio.com.br
ouviram um ruído crepitar bem perto. Alarmados, correram caminho acima até
a casa.
Para sua surpresa, viram que o fogo estava esperando por eles ali,
quieto, soltando faíscas e queimando, com o corpo aceso e cheio de labaredas,
que saíam em todas as direções.
Num instante, a casa inteira estava em chamas e o cheiro de queimado
enchia o ar. Os dois leopardos, a ponto de ficarem queimados, pularam pela
janela e rolaram pela grama, para apagar as chamas que já lhes queimavam os
pelos. Ficaram deitados, cansados, mas contentes por estarem vivos.
A partir daquele dia, seus corpos ficaram cobertos por manchas
negras: marcas que foram deixadas pelos dedos de seu convidado e amigo: o
fogo.
Portanto, se algum dia ele se recusar a visitar alguém, é melhor não
insistir!

1 O conto fala sobre uma amizade inusitada. Responda:

A Procure no dicionário o que significa inusitado e escreva a seguir.


_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

B Quem eram os amigos e como era alimentada a amizade entre eles?


_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

C Quem se incomodava com a amizade e por qual motivo?


_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

www.janainaspolidorio.com.br
2 O leopardo disse à esposa que não se importava com seus comentários,
sobre o amigo. De acordo com o contexto, isso era verdade? Justifique sua
resposta com elementos do texto.
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

3 Leia as informações a seguir e ordene-as na sequência em que aparecem


no texto.

Um dia, a esposa lhe questionou sobre a amizade do fogo.

O leopardo convenceu o amigo a ir até sua casa no dia seguinte.

O leopardo visitava o amigo fogo todos os dias.

O amigo fogo impôs condições para poder fazer a visita ao amigo.

A esposa do leopardo preparou uma refeição para o amigo fogo.

O fogo não queria visitar o amigo leopardo.

4 Com a intenção de recepcionar o fogo, onde o casal de leopardos


resolveu esperá-lo?
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

5 O fogo não apareceu no caminho. Como o casal de leopardos descobriu


que o fogo havia chegado à sua casa?
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

www.janainaspolidorio.com.br
6 Leia as informações retiradas do texto. Observe a palavra em destaque e
reescreva as informações trocando essa palavra por um sinônimo. Use o
dicionário caso seja preciso.

A “O leopardo disse não se importar com os comentários da esposa.”


_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

B
“O leopardo recolheu todas as folhas que conseguiu e as dispôs no
meio do caminho, como o fogo havia lhe pedido.”
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

C “Os dois leopardos, a ponto de ficarem queimados, pularam pela janela


e rolaram pela grama.”
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

7 O título do texto é “Como o leopardo conseguiu as manchas de sua pele”.


O conto africano explica, do ponto de vista da cultura nativa, o motivo. Explique
abaixo como foi, a partir do que você leu no conto.
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

8 Os contos africanos são permeados com elementos fantásticos. Quais


indicações desses elementos temos no conto lido?
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

www.janainaspolidorio.com.br
NOME: _________________________________________________________
DATA: _______________ PROFESSOR: __________________________

Objetivo: desenvolver a interpretação de textos, aprimorar o vocabulário e ampliar repertório cultural.

No princípio do princípio do princípio do mundo,


não existiam nem a escuridão e nem o frio. O Sol
sempre brilhava durante o dia, e à noite a Lua era
responsável por um clarão suficiente para enxergar.
Um dia, contudo, os deuses chamaram o morcego
e lhe deram uma trouxa misteriosa. Pediram que ele a
levasse até a Lua. Disseram-lhe que dentro da trouxa havia a escuridão, mas
que não tinham tempo para lhe dar maiores detalhes.
Obediente, o morcego pegou a trouxa e começou sua jornada até a Lua,
sem saber exatamente do que se tratava aquela missão tão estranha, embora
curioso para saber o que seria a tal escuridão.
Sobrevoou paisagens lindas com sua trouxa bem amarrada nas costas.
Aos poucos, começou a ficar com fome e a se sentir cansado. Não tinha
pressa, então descarregou a trouxa e deixou-a à beira de seu caminho, para
poder buscar algo para comer.
Enquanto estava distraído, procurando comida, apareceu um grupo de
animais desconhecidos que o observavam de longe. Cheios de curiosidade, os
animais se aproximaram lentamente da trouxa, que tinha sido deixada no chão.
Bem na hora em que os animais estavam desamarrando o último pedaço
de barbante, o morcego apareceu, mas era tarde demais! A escuridão abriu
caminho a partir do fundo da trouxa, subiu até o céu e o manchou em
segundos, sem que ninguém pudesse fazer nada. O morcego voou atrás dela,
tentando detê-la, mas era impossível. O que diriam os deuses?
Quanto mais o morcego se esforçava para capturar a escuridão, mais ela
se espalhava, por toda parte. Cansado, retornou ao chão, recolheu suas asas e
foi dormir. Dormiu o quanto pôde.

www.janainaspolidorio.com.br
Quando o morcego acordou, o mundo estava estranho, escuro. Mais
uma vez saiu voando em todas as direções, tentando capturar a escuridão,
sem sucesso.
O morcego não conseguiu trazer a escuridão de volta para a trouxa.
Desde aquele dia, se você encontrar um morcego e reparar bem, verá que
assim que o Sol se põe e aparece a escuridão ele sai em disparada, voando
em todas as direções para tentar uma vez mais capturar a escuridão e levá-la
até a Lua, tal como haviam lhe pedido os deuses.
A escuridão reina durante a noite desde então e ninguém pode evitar
isso.

1 De acordo com o conto africano, como era o princípio do mundo?


_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

2 Leia as informações retiradas do texto. Observe a palavra em destaque e


reescreva as informações trocando essa palavra por um sinônimo. Use o
dicionário caso seja preciso.

A “Um dia, contudo, os deuses chamaram o morcego e lhe deram uma


trouxa misteriosa.”
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

B
“Enquanto estava distraído, procurando comida, apareceu um grupo de
animais desconhecidos que o observavam de longe.”
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

www.janainaspolidorio.com.br
3 Os deuses entregaram ao morcego uma trouxa misteriosa. De acordo com
os deuses, o que havia dentro da trouxa?
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

4
Qual era a missão do morcego?
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

5 A missão do morcego foi interrompida durante a jornada. O que


4
aconteceu para que ele parasse e quais foram as consequências de sua
parada?
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

6
Depois que a escuridão escapou da trouxa, todos os fatos a seguir
4
aconteceram, exceto:

a. O morcego se esforçou para capturar a


escuridão, mas ela se espalhava rapidamente.
b. O morcego tentou deter a escuridão.
c. O morcego ficou exausto e acabou dormindo.
d. A escuridão manchou o céu em poucos
momentos, quando escapou do fundo da trouxa.
e. Os animais desconhecidos tentaram também
capturar a escuridão, temerosos do que poderia
lhes acontecer.

www.janainaspolidorio.com.br
7 O conto tem duas funções: explicar como surgiu a escuridão e também falar
4 sobre o comportamento dos morcegos. Explique a seguir esses dois fatos, a
partir das informações do texto.
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

8 Use o espaço abaixo para montar uma história em quadrinhos que ilustre a
4 história do surgimento da escuridão.

www.janainaspolidorio.com.br
NOME: _________________________________________________________
DATA: _______________ PROFESSOR: __________________________

Objetivo: desenvolver a interpretação de textos, aprimorar o vocabulário e ampliar repertório cultural.

O Sol e a Lua se apaixonaram e decidiram morar juntos. Durante um tempo


foram muito felizes e tiveram muitos filhos: as estrelas.
Tempos depois, porém, a Lua não conseguiu resistir à tentação e arrumou
um amante. O Sol descobriu e não ficou nada contente com a situação.
Primeiro, tentou falar com a Lua e lhe pedir para morar só com ele. A Lua
insistiu que queria ser livre e que não podia garantir que iria viver com ele para
sempre.
O Sol não aceitou a situação e pediu à Lua que então fosse embora de
casa. Alguns de seus filhos decidiram ir embora com a mãe e outros decidiram
ficar com o pai Sol. Assim, continuaram brigando entre si.
Quando as brigas aconteciam, as estrelas da Lua e as estrelas do Sol
provocavam grandes tempestades cheias de raios e trovões. Só quando a Lua
ficava farta da briga, chamava seu amigo Arco-Íris para que trouxesse um
pouco de calma e paz. As estrelas sabiam que quando viam o amigo da sua
mãe vestido com aquelas cores tão vivas tinham que parar com a briga.
Às vezes era a Lua que ficava zangada com o Sol, porque ele a espiava e
dizia o que ela tinha ou não que fazer. Suas discussões eram tão fortes que
eles ficavam brigando tão perto um do outro, que provocavam um eclipse.
Assim, quando vemos um eclipse, a
melhor maneira de parar com as brigas
entre o Sol e a Lua é batendo panelas ou
tambores, o mais forte que puderem,
porque se o Sol ficar zangado além da
conta, pode desmanchar a Lua com seus
raios e ficaríamos sem ela para sempre!

www.janainaspolidorio.com.br
1 O conto africano lido fala sobre uma família muito conhecida por nós, mas
bastante diferente. Qual é essa família?
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

2
O conto traz explicação sobre fenômenos e elementos naturais.
Explique, de acordo com o conto, como surgem ou surgiram cada elemento ou
fenômeno a seguir:

__________________________________
__________________________________
__________________________________
__________________________________
________________

__________________________________
__________________________________
__________________________________
__________________________________
________________

__________________________________
__________________________________
__________________________________
__________________________________
________________
www.janainaspolidorio.com.br
3 Como aconteceu a briga entre o Sol e a Lua?
4 _______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

4 Leia as informações retiradas do texto. Observe a palavra em destaque e


reescreva as informações trocando essa palavra por um sinônimo. Use o
dicionário caso seja preciso.

A “...a Lua não conseguiu resistir à tentação e arrumou um amante..”


_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

B
“Às vezes era a Lua que ficava zangada com o Sol, porque ele a
espiava.”
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

C
“Primeiro, tentou falar com a Lua e lhe pedir para morar só com ele.”
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

5 De acordo com o conto africano, o que é perigoso acontecer quando


ocorrem eclipses?
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

6 O que é preciso fazer para que isso não ocorra?


_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

www.janainaspolidorio.com.br
Gabarito

www.janainaspolidorio.com.br
NOME: _________________________________________________________
DATA: _______________ PROFESSOR: __________________________

Objetivo: desenvolver a interpretação de textos, aprimorar o vocabulário e ampliar repertório cultural.

Conta-se que, nas terras do norte da Etiópia, cheias de altas montanhas,


havia um homem escravo que trabalhava nos campos de algodão. Levantava
todo dia quando o sol surgia e não parava de colher algodão até que se punha.
Depois, limpava a casa de seu amo, dava comida aos animais, cortava
madeira. O tempo passava e aquele homem estava cada vez mais cansado.
Um dia, quando já não aguentava mais, atreveu-se a ir até seu amo e lhe
disse:
─ Fui seu escravo por muito tempo. O senhor me prometeu a liberdade.
Quando irá dá-la a mim?
Seu amo começou a rir.
─ Você quer ser livre? Então vou lhe dizer o que fazer! Vê aquela montanha
alta, cheia de gelo e neve, que começa onde termina nossa aldeia? Esta noite,
terá que subir até lá em cima de tudo. O ar é muito frio, mas você terá que ficar
lá até que amanheça. Se conseguir sobreviver sem roupa e sem nenhum tipo
de abrigo, tão desprotegido como as rochas que ficam lá, você será livre.
Ninguém poderá ajudá-lo, ninguém poderá lhe dar abrigo. Você estará nu e
sozinho.
O escravo foi ver seu melhor amigo, que era um homem já velho e sábio.
─ O que faço? – perguntou – Como vou sobreviver a esta noite? Se fizer o
que meu amo disse, vou morrer congelado!
Seu amigo pensou em silêncio até que falou que iria ajudá-lo.
Quando estava bem escuro, o homem que era escravo começou a subir a
montanha e, ao mesmo tempo, seu amigo, bem carregado de lenha, começou
a subir outra montanha que havia mais adiante. O homem que era escravo
chegou ao alto da montanha e ali ficou, descalço e sem roupa, tremendo de

www.janainaspolidorio.com.br
frio. Havia neve por toda parte e o ar era o mais frio que já sentira. As rochas
estavam cobertas de gelo, e ele tinha dificuldade para respirar.
De repente, na montanha da frente foi acesa uma grande fogueira de
chamas gigantes, que iluminavam a escuridão da noite. Atrás do fogo, viu seu
amigo esforçando-se para manter as chamas muito acesas.
O homem que era escravo descobriu que as chamas do fogo de seu
amigo tinham começado a aquecer o ar, e ele não sentia tanto frio. Não tremia
mais. Estava lá em cima, nu e desprotegido, contemplando o fogo da montanha
ao lado sem sentir frio. Passou a noite olhando o fogo que o amigo acendera
para ele, e o frio não o venceu.
Na manhã seguinte, quando o sol já havia aparecido, desceu da montanha
e foi ver seu amo. Encontrou-o zangado. Não queria libertar seu escravo, mas
não tinha opção.
─ Pode ir embora. – falou finalmente.
O escravo, que sobrevivera ao frio graças à amizade, já era um homem
livre. E assim viveu o resto de sua vida. Desde então, os povos das montanhas
dizem que a amizade ajuda a tornar as pessoas mais livres.

1 De acordo com o texto, em qual local se passa a história?


A história se passa nas terras do norte da Etiópia, que são cheias de altas
montanhas.

2 O homem era um escravo. Explique, com suas palavras, o que isso


significa.
O aluno deverá dar uma resposta coerente com o termo ESCRAVO.
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

www.janainaspolidorio.com.br
3 De acordo com o texto, todas as afirmações a seguir são verdadeiras,
exceto:

a. O homem trabalhava nos campos de algodão.


b. Ele trabalhava nos campos desde que o sol surgia, até que se punha.
c. Antes de começar seu trabalho no campo, alimentava os animais.
d. Ele tinha tarefas para fazer depois que trabalhava no campo.

4 Leia as informações retiradas do texto. Observe a palavra em destaque


e reescreva as informações trocando essa palavra por um sinônimo. Use o
dicionário caso seja preciso.

A “Um dia, quando já não aguentava mais, atreveu-se a ir até seu amo...”
“Um dia, quando já não suportava mais, ousou ir até seu amo...”
_______________________________________________________________

B
“Você estará nu e sozinho.”
“Você estará pelado e desacompanhado.”

C “O homem que era escravo descobriu que as chamas do fogo de seu


amigo tinham começado a aquecer o ar.”
“O homem que era escravo descobriu que as labaredas do fogo de seu amigo
tinham principiado a esquentar o ar.”

5 O grande desejo do homem que era escravo era ser livre. O que ele teria
que fazer para conseguir ter sua liberdade?
Ele teria que subir até o alto da montanha do fim da aldeia. O ar lá era muito
frio, mas teria que ficar lá até que amanhecesse. Se conseguisse sobreviver
sem roupa e sem nenhum tipo de abrigo, tão desprotegido como as rochas que
ficam lá, ele seria livre. Não poderia ter ajuda com ele.
_______________________________________________________________

www.janainaspolidorio.com.br
6 Pelo contexto da história, você acredita que o amo do escravo queria
dar a liberdade a ele? Justifique sua resposta.
O aluno deverá notar que o amo não desejava a liberdade de seu escravo. Ele
preferia vê-lo morto a dar-lhe a liberdade.
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

7 Para realizar sua tarefa de liberdade, o homem que era escravo teve
a ajuda de um amigo. Demonstre, em uma sequência de tirinha de quadrinhos,
como os amigos fizeram para que o escravo conseguisse permanecer vivo na
montanha até o dia seguinte.

8 De acordo com o povo das montanhas, a amizade ajuda na liberdade


das pessoas. Você concorda com esse ponto de vista? Por quê?
Resposta do aluno.
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

www.janainaspolidorio.com.br
NOME: _________________________________________________________
DATA: _______________ PROFESSOR: __________________________

Objetivo: desenvolver a interpretação de textos, aprimorar o vocabulário e ampliar repertório cultural.

Há muito e muito tempo, o leopardo e o fogo eram bons


amigos. Toda manhã, o leopardo fazia o esforço de ir até
onde morava seu amigo para visitá-lo, mesmo tendo que
percorrer uma grande distância. O fogo não o visitava
nunca, mas o leopardo não se importava com isso.
─ Não sei por que você considera o fogo seu melhor amigo, se ele nunca
veio visitá-lo? Se você não fosse lá, vocês nunca se veriam! – disse um dia sua
esposa.
O leopardo disse não se importar com os comentários da esposa e todos
os dias correria para ver seu amigo. Porém, no dia seguinte, o leopardo correu
pelos caminhos cheios de lama até onde morava seu amigo, o fogo, decidido a
pedir ao amigo que ele o fosse visitar da próxima vez.
O fogo ouviu a sugestão e deu várias desculpas para não visitar o grande
amigo: não gostava se se afastar de casa, não queria deixar a família sozinha...
Mas o leopardo foi tão insistente, que o fogo aceitou e prometeu lhe fazer uma
visita no dia seguinte, com a condição de que seu amigo preparasse um
caminho de folhas secas entre uma casa e outra.
Enquanto voltava para casa, o leopardo recolheu todas as folhas que
conseguiu e as dispôs no meio do caminho, como o fogo havia lhe pedido.
Contou a notícia para a esposa e ela começou a preparar uma refeição para o
convidado.
Com a refeição pronta e a casa arrumada, o casal de leopardos sentou-
se onde começava o caminho de sua casa para esperar a chegada do fogo.
Ficaram ali um tempinho, quando de repente sentiram um cheiro forte e

www.janainaspolidorio.com.br
ouviram um ruído crepitar bem perto. Alarmados, correram caminho acima até
a casa.
Para sua surpresa, viram que o fogo estava esperando por eles ali,
quieto, soltando faíscas e queimando, com o corpo aceso e cheio de labaredas,
que saíam em todas as direções.
Num instante, a casa inteira estava em chamas e o cheiro de queimado
enchia o ar. Os dois leopardos, a ponto de ficarem queimados, pularam pela
janela e rolaram pela grama, para apagar as chamas que já lhes queimavam os
pelos. Ficaram deitados, cansados, mas contentes por estarem vivos.
A partir daquele dia, seus corpos ficaram cobertos por manchas
negras: marcas que foram deixadas pelos dedos de seu convidado e amigo: o
fogo.
Portanto, se algum dia ele se recusar a visitar alguém, é melhor não
insistir!

1 O conto fala sobre uma amizade inusitada. Responda:

A Procure no dicionário o que significa inusitado e escreva a seguir.


Inusitado significa algo fora do comum, estranho, raro, excêntrico.
_______________________________________________________________

B Quem eram os amigos e como era alimentada a amizade entre eles?


Os amigos eram o leopardo e o fogo e a amizade era alimentada quando o
leopardo visitava seu amigo fogo, todos os dias.

C Quem se incomodava com a amizade e por qual motivo?


A esposa do leopardo se incomodava, pois era sempre seu marido, o leopardo,
quem ia até o fogo. O fogo nunca o visitava.
_______________________________________________________________

www.janainaspolidorio.com.br
2 O leopardo disse à esposa que não se importava com seus comentários,
sobre o amigo. De acordo com o contexto, isso era verdade? Justifique sua
resposta com elementos do texto.
Não. O aluno deve justificar que o leopardo acabou pedindo ao amigo para
visitá-lo e foi muito insistente em sua súplica.
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

3 Leia as informações a seguir e ordene-as na sequência em que aparecem


no texto.

2 Um dia, a esposa lhe questionou sobre a amizade do fogo.

4 O leopardo convenceu o amigo a ir até sua casa no dia seguinte.

1 O leopardo visitava o amigo fogo todos os dias.

5 O amigo fogo impôs condições para poder fazer a visita ao amigo.

6 A esposa do leopardo preparou uma refeição para o amigo fogo.

3 O fogo não queria visitar o amigo leopardo.

4 Com a intenção de recepcionar o fogo, onde o casal de leopardos


resolveu esperá-lo?
Em lugar de esperá-lo em sua casa, ficaram aguardando no início do caminho
da casa.
_______________________________________________________________

5 O fogo não apareceu no caminho. Como o casal de leopardos descobriu


que o fogo havia chegado à sua casa?
O casal começou a sentir um cheiro forte e ouviram um crepitar. Correram para
sua casa e viram o fogo ali, ardendo em chamas.
_______________________________________________________________

www.janainaspolidorio.com.br
6 Leia as informações retiradas do texto. Observe a palavra em destaque e
reescreva as informações trocando essa palavra por um sinônimo. Use o
dicionário caso seja preciso.

A “O leopardo disse não se importar com os comentários da esposa.”


“O leopardo disse não se afetar com as críticas da esposa.”
_______________________________________________________________

B
“O leopardo recolheu todas as folhas que conseguiu e as dispôs no
meio do caminho, como o fogo havia lhe pedido.”
“O leopardo pegou todas as folhas que conseguiu e as colocou no meio do
caminho, como o fogo havia lhe requisitado.”

C “Os dois leopardos, a ponto de ficarem queimados, pularam pela janela


e rolaram pela grama.”
“Os dois leopardos, prestes a ficarem queimados, saltaram pela janela e
rolaram pela grama.”

7 O título do texto é “Como o leopardo conseguiu as manchas de sua pele”.


O conto africano explica, do ponto de vista da cultura nativa, o motivo. Explique
abaixo como foi, a partir do que você leu no conto.
Ao serem expostos ao fogo e saltarem pela janela, rolando na grama para
apagar o fogo, descobriram que havia manchas negras por seu corpo,
resultado dos dedos do amigo fogo neles.
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

8 Os contos africanos são permeados com elementos fantásticos. Quais


indicações desses elementos temos no conto lido?
O aluno pode indicar que o conto atribui vida ao fogo, que se torna um
personagem com família e capaz de ter amizade, além da comunicação entre
animais e a personificação de tratá-los como pessoas.
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

www.janainaspolidorio.com.br
NOME: _________________________________________________________
DATA: _______________ PROFESSOR: __________________________

Objetivo: desenvolver a interpretação de textos, aprimorar o vocabulário e ampliar repertório cultural.

No princípio do princípio do princípio do mundo,


não existiam nem a escuridão e nem o frio. O Sol
sempre brilhava durante o dia, e à noite a Lua era
responsável por um clarão suficiente para enxergar.
Um dia, contudo, os deuses chamaram o morcego
e lhe deram uma trouxa misteriosa. Pediram que ele a
levasse até a Lua. Disseram-lhe que dentro da trouxa havia a escuridão, mas
que não tinham tempo para lhe dar maiores detalhes.
Obediente, o morcego pegou a trouxa e começou sua jornada até a Lua,
sem saber exatamente do que se tratava aquela missão tão estranha, embora
curioso para saber o que seria a tal escuridão.
Sobrevoou paisagens lindas com sua trouxa bem amarrada nas costas.
Aos poucos, começou a ficar com fome e a se sentir cansado. Não tinha
pressa, então descarregou a trouxa e deixou-a à beira de seu caminho, para
poder buscar algo para comer.
Enquanto estava distraído, procurando comida, apareceu um grupo de
animais desconhecidos que o observavam de longe. Cheios de curiosidade, os
animais se aproximaram lentamente da trouxa, que tinha sido deixada no chão.
Bem na hora em que os animais estavam desamarrando o último pedaço
de barbante, o morcego apareceu, mas era tarde demais! A escuridão abriu
caminho a partir do fundo da trouxa, subiu até o céu e o manchou em
segundos, sem que ninguém pudesse fazer nada. O morcego voou atrás dela,
tentando detê-la, mas era impossível. O que diriam os deuses?
Quanto mais o morcego se esforçava para capturar a escuridão, mais ela
se espalhava, por toda parte. Cansado, retornou ao chão, recolheu suas asas e
foi dormir. Dormiu o quanto pôde.

www.janainaspolidorio.com.br
Quando o morcego acordou, o mundo estava estranho, escuro. Mais
uma vez saiu voando em todas as direções, tentando capturar a escuridão,
sem sucesso.
O morcego não conseguiu trazer a escuridão de volta para a trouxa.
Desde aquele dia, se você encontrar um morcego e reparar bem, verá que
assim que o Sol se põe e aparece a escuridão ele sai em disparada, voando
em todas as direções para tentar uma vez mais capturar a escuridão e levá-la
até a Lua, tal como haviam lhe pedido os deuses.
A escuridão reina durante a noite desde então e ninguém pode evitar
isso.

1 De acordo com o conto africano, como era o princípio do mundo?


Não existiam nem a escuridão e nem o frio. O Sol sempre brilhava durante o
dia, e à noite a Lua era responsável por um clarão suficiente para enxergar.
_______________________________________________________________

2 Leia as informações retiradas do texto. Observe a palavra em destaque e


reescreva as informações trocando essa palavra por um sinônimo. Use o
dicionário caso seja preciso.

A “Um dia, contudo, os deuses chamaram o morcego e lhe deram uma


trouxa misteriosa.”
“Um dia, entretanto, os deuses chamaram o morcego e lhe entregaram uma
carga sigilosa.”

B
“Enquanto estava distraído, procurando comida, apareceu um grupo de
animais desconhecidos que o observavam de longe.”
“No momento em que estava distraído, procurando comida, surgiu um grupo de
animais desconhecidos que o observavam de longe.”

www.janainaspolidorio.com.br
3 Os deuses entregaram ao morcego uma trouxa misteriosa. De acordo com
os deuses, o que havia dentro da trouxa?
Naquela trouxa havia a escuridão.

4
Qual era a missão do morcego?
A missão do morcego era levar a trouxa misteriosa até a Lua.
_______________________________________________________________

5 A missão do morcego foi interrompida durante a jornada. O que


4
aconteceu para que ele parasse e quais foram as consequências de sua
parada?
Durante sua jornada, o morcego sentiu fome e cansaço. Deixou a trouxa no
caminho para pegar algo para comer. Nesse tempo, um grupo de animais
desconhecidos abriu a trouxa e soltou a escuridão.
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

6
Depois que a escuridão escapou da trouxa, todos os fatos a seguir
4
aconteceram, exceto:

a. O morcego se esforçou para capturar a


escuridão, mas ela se espalhava rapidamente.
b. O morcego tentou deter a escuridão.
c. O morcego ficou exausto e acabou dormindo.
d. A escuridão manchou o céu em poucos
momentos, quando escapou do fundo da trouxa.
e. Os animais desconhecidos tentaram também
capturar a escuridão, temerosos do que poderia
lhes acontecer.

www.janainaspolidorio.com.br
7 O conto tem duas funções: explicar como surgiu a escuridão e também falar
4 sobre o comportamento dos morcegos. Explique a seguir esses dois fatos, a
partir das informações do texto.
A escuridão surgiu porque o morcego falhou em sua missão e a escuridão
escapou de sua trouxa antes de chegar á Lua. O morcego voa em disparada
para todas as direções quando o Sol se põe para ver se consegue ainda
capturar a escuridão.

8 Use o espaço abaixo para montar uma história em quadrinhos que ilustre a
4 história do surgimento da escuridão.

www.janainaspolidorio.com.br
NOME: _________________________________________________________
DATA: _______________ PROFESSOR: __________________________

Objetivo: desenvolver a interpretação de textos, aprimorar o vocabulário e ampliar repertório cultural.

O Sol e a Lua se apaixonaram e decidiram morar juntos. Durante um tempo


foram muito felizes e tiveram muitos filhos: as estrelas.
Tempos depois, porém, a Lua não conseguiu resistir à tentação e arrumou
um amante. O Sol descobriu e não ficou nada contente com a situação.
Primeiro, tentou falar com a Lua e lhe pedir para morar só com ele. A Lua
insistiu que queria ser livre e que não podia garantir que iria viver com ele para
sempre.
O Sol não aceitou a situação e pediu à Lua que então fosse embora de
casa. Alguns de seus filhos decidiram ir embora com a mãe e outros decidiram
ficar com o pai Sol. Assim, continuaram brigando entre si.
Quando as brigas aconteciam, as estrelas da Lua e as estrelas do Sol
provocavam grandes tempestades cheias de raios e trovões. Só quando a Lua
ficava farta da briga, chamava seu amigo Arco-Íris para que trouxesse um
pouco de calma e paz. As estrelas sabiam que quando viam o amigo da sua
mãe vestido com aquelas cores tão vivas tinham que parar com a briga.
Às vezes era a Lua que ficava zangada com o Sol, porque ele a espiava e
dizia o que ela tinha ou não que fazer. Suas discussões eram tão fortes que
eles ficavam brigando tão perto um do outro, que provocavam um eclipse.
Assim, quando vemos um eclipse, a
melhor maneira de parar com as brigas
entre o Sol e a Lua é batendo panelas ou
tambores, o mais forte que puderem,
porque se o Sol ficar zangado além da
conta, pode desmanchar a Lua com seus
raios e ficaríamos sem ela para sempre!

www.janainaspolidorio.com.br
1 O conto africano lido fala sobre uma família muito conhecida por nós, mas
bastante diferente. Qual é essa família?
A família do conto é composta pelos pais, que são o Sol e a Lua, cujos filhos
são as estrelas.

2
O conto traz explicação sobre fenômenos e elementos naturais.
Explique, de acordo com o conto, como surgem ou surgiram cada elemento ou
fenômeno a seguir:

De acordo com o conto, as estrelas são,


na verdade, os filhos nascidos do amor
entre o Sol e a Lua.
__________________________________
__________________________________
________________
O eclipse é um fenômeno que acontece
quando as discussões entre o Sol e a Lua
são tão fortes, que brigam perto um do
outro.
__________________________________
__________________________________
O arco-íris aparece quando sua amiga, a
________________
Lua, o chama para apartar a briga ocorrida
entre os familiares.
__________________________________
__________________________________
www.janainaspolidorio.com.br
________________
3 Como aconteceu a briga entre o Sol e a Lua?
4 A Lua morava com o Sol, mas arrumou um amante. O Sol ficou zangado e
tentou convencê-la a morar só com ele, mas ela não aceitou.
_______________________________________________________________

4 Leia as informações retiradas do texto. Observe a palavra em destaque e


reescreva as informações trocando essa palavra por um sinônimo. Use o
dicionário caso seja preciso.

A “...a Lua não conseguiu resistir à tentação e arrumou um amante..”


“...a Lua não pôde resistir ao impulso e arrumou um amante...”
_______________________________________________________________

B
“Às vezes era a Lua que ficava zangada com o Sol, porque ele a
espiava.”
“Às vezes era a Lua que ficava brava com o Sol, porque ele a vigiava.”

C
“Primeiro, tentou falar com a Lua e lhe pedir para morar só com ele.”
“Primeiro, tentou conversar com a Lua e lhe solicitar para viver só com ele.”
_______________________________________________________________

5 De acordo com o conto africano, o que é perigoso acontecer quando


ocorrem eclipses?
O Sol pode ficar zangado além da conta e desmanchar a Lua com a
intensidade de seus raios.
_______________________________________________________________

6 O que é preciso fazer para que isso não ocorra?


Quando ocorrer um eclipse, é preciso bater panelas ou tambores o mais forte
possível, para parar a briga entre o Sol e a Lua.
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

www.janainaspolidorio.com.br

Você também pode gostar