Você está na página 1de 1

NOME: Ana Carolina Moura Siqueira Santos

Durante o período da Ditadura Militar, o governo brasileiro realizou ferrenha censura


na mídia e na opinião pública, controlando a informação e a verdade que chegava a
sua população. Mesmo com o fim desse regime, atualmente, a tecnologia vem agindo
da mesma forma, visto que a partir de algoritmos ela filtra os dados o que induz o
comportamento e as escolhas de seus usuários. Com isso, esses indivíduos têm suas
identidades questionadas e sofrem com a alienação educacional. Portanto, é
imprescindível solucionar as influências que o domínio de dados tem na conduta da
sociedade brasileira.
Primeiramente, ao selecionarem os dados que chegam ao usuário e as propagandas
que ele deve ver, as redes sociais criam uma ilusória liberdade de escolha, levando a
pessoa a acreditar que tem o poder sobre o que consome e lê. Assim, ao se dar conta
que está sendo manipulado pela tecnologia, o indivíduo questiona sua própria
identidade e não consegue discernir se a construção dela foi de sua autoria ou da rede
online. Ademais, levando em consideração os estudos do psicólogo Antônio da Costa
Ciampa, o qual afirma que o homem moderno cria sua identidade a partir do que
consome, nos deparamos com uma sociedade com desníveis psicológicos causados
pelo excesso de controle que a internet tem sobre ela.

Em segundo lugar é importante ressaltar a interferência que a manipulação


comportamental dos algoritmos cibernéticos faz no desenvolvimento educacional. Ao
assimilar apenas o que lhe interessa, enviado por esse mecanismo tecnológico, o
sujeito tende a se vendar para a diversidade de informações e de novo conhecimentos,
alienando-se cada vez mais, o que reflete no desinteresse ao aprendizado. Dessa
forma, é de suma importância trazermos à luz o ideal de educação de Paulo Freire, que
estimula a reflexão e a busca pela multiplicidade de saberes, podendo o educando se
ver livre dessa alienação virtual.
Portanto, é evidente a necessidade de frearmos a manipulação que o controle de
dados tem sobre a população. Para isso concerne ao Governo, por meio do Ministério
da Educação, elaborar um plano educacional que vise instruir os brasileiros sobre os
riscos que a rede pode trazer, através de palestras nas escolas que explicitem a forma
que os algoritmos funcionam, e também, conscientizem sobre a busca de
conhecimentos adversos aos seus interesses. Assim, haverá prevenção sobre o
domínio tecnológico sobre os cidadãos e tanto a educação, quanto a saúde mental da
população será resguardada.