Você está na página 1de 65

Questão 

1
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

Leia atentamente o trecho abaixo do sociólogo Bernard Charlot sobre o


“fracasso escolar” e assinale a alternativa com a análise correta:
“A própria noção de fracasso escolar não é clara. Fracasso escolar pode ser
o fato de um aluno não passar de ano. Geralmente é assim que se entende.
Mas fracasso escolar, muitas vezes, é o fato de o aluno não saber nada e
passar de ano. Se deveria falar também do fracasso escolar dos bons
alunos que passam, que tiram boas notas, mas não têm uma formação que
permita refletir sobre a vida e sobre o mundo”
CHARLOT, Bernard. Entrevista com Bernard Charlot, Revista Educ. foco, Juiz
de Fora, v. 14, n. 2, p. 213-220.

Escolha uma:

a. Charlot defende que o fracasso escolar se explicar exclusivamente pela situação


social do aluno.

b. Para Charlot a noção de fracasso escolar não é clara e não pode ser vista apenas
como um reflexo da situação social do estudante.

c. Na perspectiva de Charlot não é um sujeito ativo no processo de ensino-


aprendizagem e por isso muitos experimentam o fracasso escolar.
retirado do livro da disciplina:
Charlot (2000, p. 9)parte de questões do âmbito da experiência escolar para investigar
as relações com o saber. Parte da questão sociomidiatizada e ideologizada do fracasso
escolar. No entanto, diferentemente dos que o antecederam em estudos sobre essa
temática, não busca entender o fracasso escolar em si, nem busca suas causas na
reprodução social das classes sociais. (...)Para superar as investigações sociológicas do
fracasso escolar como situação social, como diferença estatística e social e como
experiência dessa diferença, Charlot (2000, p. 18-23)aponta a necessidade de superar
as seguintes questões:
A criança é sujeito na construção de sua posição social ao longo de sua história, que é
singular. Ver mais em capítulo 3.

d. Para Charlot o fracasso escolar é bem menor nas escolas particulares, pois os
alunos costumam tirar boas notas.
e. Para Charlot o fracasso escolar acontece somente quando o aluno não consegue
passar de ano.

Feedback

A resposta correta é: Para Charlot a noção de fracasso escolar não é clara e não pode
ser vista apenas como um reflexo da situação social do estudante..

Questão 2
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

Nos estudos da disciplina “Fundamentos da metodologia do Ensino de


História” você viu que uma das capacidades das aulas de História é
contribuir para a capacidade de orientação temporal dos estudantes.
Assinale a alternativa correta sobre o conceito de orientação:

Escolha uma:

a. A orientação é a habilidade de construir linhas do tempo e perceber o tempo


histórico como uma evolução linear.

b. A orientação é a habilidade de identificar e corrigir os anacronismos presentes nas


aulas de história.

c. A orientação é a habilidade de utilizar o conteúdo da experiência para guiar as


ações no presente.

d. A orientação é a capacidade de aprender lições de moral e exemplos com o


passado para repetí-los no presente.
A competência narrativa da orientação se manifesta pela habilidade em utilizar o
conteúdo da experiência e da interpretação para guiar as ações na vida presente,
articulando a identidade humana com o conhecimento histórico em uma realidade de
mudança temporal. Ver mais em Capítulo 2.

e. A orientação é a capacidade de decorar um grande número de informações sobre a


realidade do passado histórico.

Feedback

A resposta correta é: A orientação é a habilidade de utilizar o conteúdo da experiência


para guiar as ações no presente..
Questão 3
Correto

Marcar questão

Texto da questão

Qual alternativa contém a descrição correta das orientações didáticas dos


PCN de História em relação ao papel do aluno no processo de ensino-
aprendizagem?

Escolha uma:

a. O professor não deve dialogar com o conhecimento prévio do aluno, pois, em geral
eles são jovens com pouca experiência.

b. As vivências dos estudantes fora da escola não contribuem em nada para o ensino
de história, que deve se restringir apenas às informações do livro didático.

c. O professor deve valorizar o conhecimento prévio que os alunos já possuem sobre


o tema estudado e promover uma troca de informações.
Os PCN de história, em suas orientações didáticas, apresentam três sugestões sobre
as ideias que os alunos já possuem, sugerindo a criação de momentos de troca de
informações sobre estas ideias, sendo necessário o aprofundamento e as pesquisas
sobre formas e métodos de investigação e valorização delas. As orientações dos
parâmetros curriculares são as seguintes:
valorizar, inicialmente, os saberes que os alunos já possuem sobre o tema abordado,
criando momentos de trocas de informações e opiniões;
avaliar essas informações, identificando quais poderiam enriquecer seus repertórios e
suas reflexões;
propor novos questionamentos, informar sobre dados desconhecidos e organizar
pesquisas e investigações (BRASIL, 1998, p. 53). Ver mais em capítulo 4.

d. Durante a aula de História o professor não pode enriquecer os saberes prévios que
os estudantes trazem consigo.

e. Os alunos são considerados como sujeitos passivos no processo de ensino-


aprendizagem devendo apenas absorver o que é transmitido pelos professores.

Feedback

A resposta correta é: O professor deve valorizar o conhecimento prévio que os alunos


já possuem sobre o tema estudado e promover uma troca de informações..
Questão 4
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

Atualmente, uma das mais influentes reflexões sobre o Ensino de História é


a do historiador alemão Jorn Rüsen. Segundo ele, um dos principais
objetivos da aprendizagem histórica é contribuir para a formação da
consciência histórica. Leia atentamente o trecho abaixo e assinale a
alternativa que interpreta corretamente o argumento de Rüsen:
“É este o caso quando se entende por consciência histórica a suma das
operações mentais com as quais os homens interpretam sua experiência
de evolução temporal de seu mundo e de si mesmos, de forma tal que
possam orientar, intencionalmente, sua vida prática no tempo”. (RÜSEN,
Jorn. Razão histórica, p. 57).

Escolha uma:

a. Para Rüsen o ensino de História pode contribuir para que os estudantes


compreendam a sua situação presente em diálogo com as experiências do passado.

b. Na perspectiva de Rüsen o principal objetivo do ensino de História é tornar os


alunos conscientes da sua situação de opressão para que eles alcancem a
emancipação através da revolução.
O pesquisador alemão Jorn Rüsen (1992a, p. 28-29)explica a aprendizagem da história
como sendo um processo de mudança estrutural na consciência histórica, que opera
como um modo específico de orientação em situações reais da vida presente. Essa
orientação só é possível mediante a compreensão das experiências passadas, mas não
significa permanecer no passado. A compreensão do passado deve “iluminar” a
realidade e os movimentos de mudança do presente. Os movimentos e mudanças do
presente também sofrem as influências das expectativas de futuro, que por sua vez
são balizadas e sinalizadas pelas mudanças e permanências da vida prática diária,
dotando o presente de uma marca e matriz temporal. Comentário retirado do livro da
disciplina. Ver mais em capítulo 2.

c. Para Rüsen a principal tarefa da aprendizagem histórica é a memorização dos fatos


mais importantes da história nacional.

d. Rüsen defende que o Ensino de História tenha como foco a preparaçãopara o


vestibular e a fixação dos conteúdos.
e. Na perspectiva de Rüsen o professor de História deve buscar ensinar o passado
assim como ele foi, sem fazer conexões entre o conteúdo estudado e a realidade da
vida cotidiana dos estudantes.

Feedback

A resposta correta é: Para Rüsen o ensino de História pode contribuir para que os
estudantes compreendam a sua situação presente em diálogo com as experiências do
passado..

Questão 5
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

Uma das ideias mais influentes no ensino de História atualmente é a


proposta de Rüsen de interpretar o tempo como consciência histórica.
Assinale a alternativa com a análise correta do conceito de consciência
histórica:

Escolha uma:
a. A consciência histórica diz respeito ao passado como um tempo objetivo e imutável.
Para Rüsen (1993)a ideia de tempo histórico como categoria central da história e do
ensino de história deve incorporar todas as ideias de tempo histórico para construir a
ideia de tempo como consciência histórica, na qual o presente e o passado são lugar
de experiência humana e de gestação do futuro, a consciência histórica nasce do
entrelaçamento crítico presente/passado/futuro, possibilitando a dialética
construção/reconstrução da identidade humana, potencializada pelo desenvolvimento
da literacia histórica. Ver mais em capítulo 8.

b. A consciência histórica não envolve nenhuma relação com a cronologia do tempo


histórico.

c. A consciência histórica envolve uma concepção de tempo como uma cronologia


evolutiva e linear.

d. A consciência histórica envolve o entrelaçamento entre passado, presente e futuro


na construção da identidade humana.

e. A consciência histórica envolve somente a construção de linhas do tempo e


periodizações.
Feedback

A resposta correta é: A consciência histórica envolve o entrelaçamento entre passado,


presente e futuro na construção da identidade humana..

Questão 6
Correto

Marcar questão

Texto da questão

Qual a análise correta sobre o modo como a questão da narrativa tem sido
compreendida atualmente no Ensino de História?

Escolha uma:

a. Atualmente, o foco do ensino de História é busca de neutralidade, pois o professor


deve ajudar os alunos a decorarem o que aconteceu no passado tal como ele ocorreu.

b. Atualmente, o foco do ensino de História é a busca exemplos e lições de moral no


passado fazendo da história a mestra da vida (história magistra vitae)

c. Atualmente, o foco do ensino de História é a memorização dos fatos mais


importantes que contribuem para o fortalecimento do sentimento patriótico e da
identidade nacional.

d. Atualmente, o foco do ensino de História não é mais a memorização de


informações das narrativas prontas dos livros didáticos, mas a produção de narrativas
de várias perspectivas com base em diversos documentos históricos.
a guinada metodológica, que muda a perspectiva do ensino de história e afeta todos
os seus atores, especialmente professores e alunos, caracteriza-se pela passagem de
um processo de memorização de informações e de relação com narrativas prontas, do
manual didático, do professor e da mídia, para a necessidade da produção de
narrativas a partir de inferências e leituras diretas de diversos documentos históricos e
de narrativas de várias perspectivas. Ver mais em capítulo 7.

e. Atualmente, o foco do ensino de História é a produção de narrativas com um único


ponto de vista e embasada em documentos oficiais e autênticos.

Feedback

A resposta correta é: Atualmente, o foco do ensino de História não é mais a


memorização de informações das narrativas prontas dos livros didáticos, mas a
produção de narrativas de várias perspectivas com base em diversos documentos
históricos..

Questão 7
Correto

Marcar questão

Texto da questão

Qual alternativa abaixo NÃO apresenta uma das concepções atualmente


aceitas sobre a temporalidade no ensino de História?

Escolha uma:

a. a ideia de tempo como processo histórico

b. a ideia de relação entre o passado e o presente.

c. a ideia de multiplicidade temporal:curta, média e longa duração.

d. a ideia de tempo como consciência histórica.

e. a ideia de tempo como uma linearidade cronológica.


no ensino de história, o tempo histórico tem sido compreendido tradicionalmente
como ideia de linearidade cronológica, com os fatos do passado organizados em torno
de uma linha do tempo. Essa ideia de tempo linear sofreu diversas críticas durante o
século XX, sendo negada, suplantada e incorporada por outras ideias de
temporalidade. O marxismo contribuiu com a ideia de tempo como processo
histórico/ historicidade, como construção de vários sujeitos em um campo de
múltiplas possibilidades, ela não é cíclica nem linear, mas, sim, dinâmica e
contraditória, podendo ter avanços, recuos ou retrocessos. Escola dos Annales
contribuiu com duas ideias de temporalidade, a mais conhecida é a ideia de tempo
como curta, média e longa duração/multiplicidade temporal, em que o tempo curto
compreende o tempo do indivíduo, do acontecimento, da narrativa, do fato, enquanto
elemento de uma série e não pela sua unicidade. Outra contribuição da Escola dos
Annales, na vertente da nova história, refere-se à ideia de tempo passado e presente
como recorrência histórica, com viés mais metodológico, na perspectiva de reelaborar
o conhecimento histórico produzido na relação presente/passado/presente,
estabelecendo relações entre a sociedade em que se vive e outras sociedades em
diferentes tempos e espaços. Para Rüsen (1993), a ideia de tempo histórico como
categoria central da história e do ensino de história deve incorporar todas as ideias de
tempo histórico para construir a ideia de tempo como consciência histórica. Ver mais
em capítulo 8.
Feedback

A resposta correta é: a ideia de tempo como uma linearidade cronológica..

Questão 8
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

De acordo com o livro da disciplina de “Metodologia do ensino de História”


assinale qual alternativa abaixo NÃO contém uma das aptidões que o
ensino de História deve desenvolver:

Escolha uma:

a. Admissão da controvérsia

b. Memorização dos conteúdos

c. Respeito pela evidência

d. Predisposição para reexaminar as certezas aprendidas.


Segundo Ashby (2003), o ensino da investigação histórica visa desenvolver as seguintes
aptidões nos alunos:
aproximação reflexiva do conhecimento;
respeito pela verdade;
respeito pela evidência;
imparcialidade na gestão de conflitos;
predisposição para reexaminar certezas apreendidas;
reconhecimento de julgamentos válidos e bem fundamentados;
admissão de controvérsia;
predisposição para considerar o contexto no qual o discurso, intenção ou ação são
relatados. Ver mais em capítulo 8.

e. Respeito pela verdade

Feedback

A resposta correta é: Memorização dos conteúdos.

Questão 9
Incorreto
Marcar questão

Texto da questão

Segundo Rüsen um dos tipos de narrativa histórica que constituiu a


consciência histórica é a “narrativa ontogenética”. Assinale a descrição
correta sobre a “narrativa ontogenética”

Escolha uma:
a. As narrativas ontogenéticas buscam relatar a origem do surgimento dos estados
nacionais.
As narrativas ontogenéticas fundamentam, direcionam e explicitam a mudança
temporal e apresentam a continuidade como uma possibilidade, ao incorporar as
alterações dos modos de vida, necessários à sua permanência. É a “forma de
pensamento histórico que vê a vida social em toda a sua complexidade e sua
temporalidade absoluta”, em que “diferentes pontos de vista podem ser aceitos
porque se integram em uma perspectiva que abrange a mudança temporal”(RÜSEN,
1993, p. 9). Na consciência histórica ontogenética, “os valores morais se temporalizam”
e a moral “se despoja de sua natureza estática”. O raciocínio moral depende do
“argumento de mudança temporal” para poder “estabelecer a validade dos valores
morais”. Nesse tipo de narrativa, o tempo “ganha o senso de temporalidade”(RÜSEN,
1992a, p. 33). Ver mais em capítulo 7.

b. As narrativas ontogenéticas tem como principal objetivo realizar uma crítica


histórica das tradições.

c. As narrativas ontogenéticas buscam manter as tradições do passado vivas no


presente.

d. As narrativas ontogenéticas direcionam a mudança temporal e apresentam a


possibilidade como uma possiblidade.

e. As narrativas ontogenéticas tem como principal característica a busca de lições no


passado para iluminar o presente.

Feedback

A resposta correta é: As narrativas ontogenéticas direcionam a mudança temporal e


apresentam a possibilidade como uma possiblidade..

Questão 10
Incorreto
Marcar questão

Texto da questão

Considere o texto: “Na transposição do conhecimento histórico para o nível


médio, é de fundamental importância o desenvolvimento de competências
ligadas à leitura, análise, contextualização e interpretação das diversas
fontes e testemunhos das épocas passadas - e também do presente”
BRASIL, Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino de História, 1998.
Qual a principal mudança no uso dos documentos nas aulas de História?

Escolha uma:

a. Antes os documentos incorporavam diversas linguagens (escrita, oral, música,


imagem, cinema), agora somente os documentos escritos e oficiais são empregados.

b. Antes a função do documento era ser um indício dos acontecimentos, agora ele é
usado como prova que não pode ser questionada.

c. Antes o documento era interpretado pelo diálogo entre os problemas do presente e


as informações do passado, agora ele é usado para comprovar como o passado
realmente aconteceu.
Se antes a função dos documentos era apenas de comprovar, ilustrar, informar ou
motivar o estudo de um conteúdo, agora tomar os documentos históricos como fontes
é compreende-los como evidências de situações vividas no passado. Os documentos
são portadores de significados são elucidados que necessitam de tratamento,
problematização e significação do professor e dos alunos em situação de
aprendizagem, para possibilitar a reconstrução do passado. Ver mais em Capítulo 8.

d. Antes o documento era usado para mostrar a relatividade do conhecimento


histórico, agora ele tem como função a construção de séries quantitativas.

e. Antes a função do documento era apenas ilustrar o conteúdo, agora ele é


compreendido como evidências do passado que precisam ser problematizadas e
interpretadas.

Feedback

A resposta correta é: Antes a função do documento era apenas ilustrar o conteúdo,


agora ele é compreendido como evidências do passado que precisam ser
problematizadas e interpretadas..
Questão 1
Correto

Marcar questão

Texto da questão

Assinale a alternativa com a análise correta sobre as noções de “ideias


históricas substantivas” e “ideias históricas de segunda ordem”.

Escolha uma:

a. As ideias históricas de segunda ordem devem ocupar um espaço maior nas aulas de
história, pois são mais difíceis para os estudantes do ensino fundamental.

b. As ideias históricas substantivas se referem aos conteúdos da história e as ideias


históricas de segunda ordem se referem às categorias de interpretação da história.
Existem conceitos substantivos, como agricultor, impostos, datas, eventos, que são
muito importantes. Embora a Compreensão dos conceitos substantivos seja muito
importante, em Inglaterra começamos a ter em conta outro tipo de conceitos também,
os “conceitos de segunda ordem”. É este tipo de conceitos, como narrativa, relato,
explicação, que dá consistência à disciplina. [...] Conceitos substantivos são os que se
referem a conteúdos da história, como por exemplo o conceito de indústria. Conceitos
de segunda ordem são os que se referem à natureza da História, como por exemplo
explicação, interpretação, compreensão (p. 15 e 20). Se o objetivo do ensino de
história consiste em contribuir com a formação da consciência histórica e o
desenvolvimento da literacia histórica, as ideias históricas de segunda ordem são tão
importantes quanto as ideias substantivas para levar os alunos a pensarem
historicamente. Capítulo 5.

c. As ideias históricas substantivas se referem às categorias de interpretação da


história e as ideias históricas de segunda ordem se referem aos conteúdos da
disciplina.

d. O ensino de história deve priorizar as ideias históricas substantivas pois elas são as
mais importantes para a formação da consciência histórica.

e. Como não é possível ensinar todos os conteúdos, o professo deve escolher se


trabalhará com as ideias históricas substantivas ou com as ideias históricas de
segunda ordem.

Feedback
A resposta correta é: As ideias históricas substantivas se referem aos conteúdos da
história e as ideias históricas de segunda ordem se referem às categorias de
interpretação da história..

Questão 2
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

O desenvolvimento de consciência histórica no Ensino de História também


está relacionada a chamada literacia histórica, categoria desenvolvida por
Peter Lee. Qual alternativa descreve corretamente a literacia histórica:

Escolha uma:

a. A literacia histórica é a construção de uma grande narrativa que apresenta a


totalidade do sentido dos acontecimentos do passado.

b. A literacia histórica envolve a capacidade de leitura do passado, por meio dos


documentos e utilização do conhecimento para o entendimento do presente.

c. A literacia histórica é a técnica que auxilia na leitura de manuscritos antigos que


apresentam letras com formatos diferentes dos atuais.

d. A literacia histórica envolve a articulação entre o ensino de História e o


fortalecimento das identidades nacionais.
Retirado do livro da disciplina:
Nesse sentido, Barca, na esteira da proposta de Lee, propõe que um dos componentes
da literacia histórica seja o desenvolvimento da competência de “leitura
contextualizada do passado a partir de evidências fornecidas por variadíssimas fontes”
(2006, p. 95). Além de contribuir para a compreensão de que o passado não é estático
e não está dado como certo, por ser constantemente suplantado por novas
descobertas e releituras com enfoques diferentes, Barca também aponta para a
necessidade de compreender que não é possível “aceitar apenas ‘uma grande
narrativa’ acerca do passado, já que historiadores podem produzir narrativas
divergentes, fruto de perspectivas diferenciadas sobre as mesmas fontes ou situações”
(2006, p. 95). Trata-se do desenvolvimento de um olhar multiperspectivado do
passado. Ver mais em capítulo 2.

e. A literacia histórica é a capacidade de compreender o passado pelo passado, sem


julgamentos de valor.
Feedback

A resposta correta é: A literacia histórica envolve a capacidade de leitura do passado,


por meio dos documentos e utilização do conhecimento para o entendimento do
presente..

Questão 3
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

Qual alternativa abaixo apresenta corretamente as competências


específicas que o ensino de História deve desenvolver nos alunos segundo
o Currículo Nacional de História de Portugal:

Escolha uma:

a. Contextualização.

b. Utilização de fontes em História.


O currículo português organiza os conteúdos por temas e subtemas, mas privilegia o
tratamento dispensado ao conteúdo e sua articulação com as competências essenciais
da compreensão histórica:
a temporalidade, a espacialidade e a contextualização, para que os alunos possam
desenvolver um conhecimento histórico que permita compreender criticamente a sua
realidade e transforma-la por meio de uma participação consciente da vida em
comunidade (PORTUGAL, 2001). Ver mais em capítulo 5.

c. Temporalidade.

d. Memorização.

e. Espacialidade.

Feedback

A resposta correta é: Memorização..

Questão 4
Incorreto
Marcar questão

Texto da questão

Atualmente, uma das mais influentes reflexões sobre o Ensino de História é


a do historiador alemão Jorn Rüsen. Segundo ele, um dos principais
objetivos da aprendizagem histórica é contribuir para a formação da
consciência histórica. Leia atentamente o trecho abaixo e assinale a
alternativa que interpreta corretamente o argumento de Rüsen:
“É este o caso quando se entende por consciência histórica a suma das
operações mentais com as quais os homens interpretam sua experiência
de evolução temporal de seu mundo e de si mesmos, de forma tal que
possam orientar, intencionalmente, sua vida prática no tempo”. (RÜSEN,
Jorn. Razão histórica, p. 57).

Escolha uma:
a. Rüsen defende que o Ensino de História tenha como foco a preparaçãopara o
vestibular e a fixação dos conteúdos.
O pesquisador alemão Jorn Rüsen (1992a, p. 28-29)explica a aprendizagem da história
como sendo um processo de mudança estrutural na consciência histórica, que opera
como um modo específico de orientação em situações reais da vida presente. Essa
orientação só é possível mediante a compreensão das experiências passadas, mas não
significa permanecer no passado. A compreensão do passado deve “iluminar” a
realidade e os movimentos de mudança do presente. Os movimentos e mudanças do
presente também sofrem as influências das expectativas de futuro, que por sua vez
são balizadas e sinalizadas pelas mudanças e permanências da vida prática diária,
dotando o presente de uma marca e matriz temporal. Comentário retirado do livro da
disciplina. Ver mais em capítulo 2.

b. Para Rüsen o ensino de História pode contribuir para que os estudantes


compreendam a sua situação presente em diálogo com as experiências do passado.

c. Na perspectiva de Rüsen o professor de História deve buscar ensinar o passado


assim como ele foi, sem fazer conexões entre o conteúdo estudado e a realidade da
vida cotidiana dos estudantes.

d. Na perspectiva de Rüsen o principal objetivo do ensino de História é tornar os


alunos conscientes da sua situação de opressão para que eles alcancem a
emancipação através da revolução.
e. Para Rüsen a principal tarefa da aprendizagem histórica é a memorização dos fatos
mais importantes da história nacional.

Feedback

A resposta correta é: Para Rüsen o ensino de História pode contribuir para que os
estudantes compreendam a sua situação presente em diálogo com as experiências do
passado..

Questão 5
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

Em diálogo com Jorn Rüsen, Urban refletiu sobre as tarefas da Teoria da


História que podem contribuir para a construção da Didática da História.
Nessa perspectiva, qual alternativa abaixo NÃO contém uma das funções
da Teoria da História:

Escolha uma:

a. Função de liderança:a Teoria da História é mais importante que a prática didática do


ensino de História.

b. Função de profissionalização:a Teoria da História visa transmitir os fundamentos


profissionais da História para os historiadores e professores em formação.

c. Função de organização:a Teoria da História tem como objetivo organizar o grande


número de pesquisas históricas deixando-as mais acessíveis para o professor.

d. Função de seleção e fundamentação:a Teoria da História fornece critérios que


podem ajudar o professor na seleção dos conteúdos a serem ensinados na sala de
aula.
A teoria da história tem a função de profissionalizar didaticamente o historiador:
consiste em transmitir aos historiadores em formação uma concepção sólida da
especificidade profissional da ciência histórica. É a função propedêutica de preparar o
caminho da história, realizar o trabalho de uma forma a introduzir os estudos acerca
da história. Por extensão, pode contribuir para a profissionalização didática do
professor de história. 2. A teoria da história tem uma função de coordenação:
consiste em tornar possível a especificidade da própria história, considerando seus
princípios e evitando um compartilhamento estranho à própria história. Por extensão,
poderá contribuir para desenvolver a especificidade histórica do ensino de história. 4.
A teoria da história tem uma função de organização e orientação das pesquisas do
saber histórico diante da dificuldade que os estudiosos enfrentam devido à
quantidade de materiais, documentos e fontes de pesquisa. A teoria pode desenvolver
um “modelo interpretativo” da diversidade e multiplicidade dessas fontes. Por
extensão, poderá contribuir com o desenvolvimento de metodologias de ensino de
história que contemplem essa multiperspectividade histórica. 5. A teoria da história
tem uma função de seleção e fundamentação dos procedimentos de pesquisa:
consiste em fornecer subsídios para que os estudiosos estabeleçam critérios frente às
reflexões e aos encaminhamentos que se propõem desenvolver e pesquisar,
reforçando o caráter argumentativo e aumentando a qualidade científica da história.
Por extensão, poderá contribuir com a fundamentação da seleção dos conteúdos
substantivos e de segunda ordem e o desenvolvimento de atividades específicas da
história no processo ensino-aprendizagem. 6. A teoria da história tem uma função de
mediação:
consiste em exercer o papel de ser ponte entre os conhecimentos e a aplicação deles
no contexto social do pensamento histórico. Por extensão, poderá contribuir para
estabelecer formas de tornar os conteúdos históricos conhecimentos que contribuam
para desenvolver a consciência, a literacia e o pensar histórico dos alunos no processo
ensino-aprendizagem. Capítulo 6.

e. Função de mediação:a Teoria da História pode funcionar como uma ponte entre o
conhecimento histórico e sua aplicação em um determinado contexto de ensino-
aprendizagem.

Feedback

A resposta correta é: Função de liderança:a Teoria da História é mais importante que a


prática didática do ensino de História..

Questão 6
Correto

Marcar questão

Texto da questão

Quais as vantagens de utilizar uma “aula-visita” ao museu como recurso


didático na área de História:

Escolha uma:

a. Aprender exemplos e lições de moral do passado, conhecer os heróis nacionais.

b. Aumento da motivação dos alunos, produção de narrativas para além da cópia.


Para Compagnoni (2009), a aula-visita ao museu revelou-se uma atividade estimulante
diante da falta de motivação dos alunos nas aulas de história, levando-os a
produzirem narrativas históricas para além das costumeiras cópias, tornando-os
“espertos para contar a história, para narrar de forma que as ideias fluam
espontaneamente, sem a preocupação usual com o decorar para, em seguida, contar
artificialmente” (p. 110-111). Ver mais em capítulo 8.

c. Melhor memorização dos conteúdos, construção de linhas do tempo.

d. Aprender o discurso oficial, aperfeiçoar a cronologia.

e. Preparação para o vestibular, fixação de conteúdos.

Feedback

A resposta correta é: Aumento da motivação dos alunos, produção de narrativas para


além da cópia..

Questão 7
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

Segundo Rüsen um dos tipos de narrativa histórica que constituiu a


consciência histórica é a “narrativa tradicional”. Assinale a descrição correta
sobre a “narrativa tradicional”:

Escolha uma:

a. Na narrativa tradicional o que dá sentido à história é a mudança. A relação entre


passado e presente não é vista como uma mera continuidade.

b. A narrativa tradicional busca desenvolver a consciência de classe, preparando o


caminho para a revolução.

c. Na narrativa tradicional a tradição é tomada como elemento indispensável de


orientação da vida prática;o principal objetivo é manter vivas as tradições.

d. Na narrativa tradicional o elemento central da orientação temporal é a


possibilidade de ruptura com os padrões estabelecidos, por meio da negação de sua
validade.
as narrativas tradicionais articulam as tradições e relembram as origens do que
constitui a vida no presente. Conforme Rüsen (1993, p. 7), nessas narrativas, a
consciência histórica funciona, em parte, “para manter vivas essas tradições” e o
passado é a referência para o presente. Na narrativa tradicional o tempo “ganha um
sentido de eternidade” (RÜSEN, 1992a, p. 30). Ver mais em capítulo 7.

e. A narrativa tradicional busca lições morais no passado para serem aplicadas no


presente, a chamada história mestra da vida.

Feedback

A resposta correta é: Na narrativa tradicional a tradição é tomada como elemento


indispensável de orientação da vida prática;o principal objetivo é manter vivas as
tradições..

Questão 8
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

“Estudamos o passado para aprender lições, descobrir exemplos que


ajudam a entender o presente e planejar o futuro”. Essa frase que
geralmente é usada pelos professores de História pode ser enquadrada em
qual das tipologias de narrativa histórica proposta por Jorn Rüsen?

Escolha uma:

a. Narrativa revolucionária

b. Narrativa ontogenética

c. Narrativa exemplar

d. Narrativa tradicional

e. Narrativa crítica
As narrativas exemplares expressam a validade de regras e princípios e generalizam
experiências temporais de regras de conduta. Nessas narrativas, a história é vista
como uma lição para o presente, como algo didático:
historiae vitae maestrae (história como mestra da vida). A consciência histórica
exemplar revela a moralidade de um valor, ou de um sistema de valores pela
demonstração de sua generalidade. A moral é compreendida como tendo validade
atemporal. Nesse tipo de narrativa, o tempo “ganha um senso de extensão espacial”
(RÜSEN, 1992a, p. 31). Ver mais em capítulo 7.

Feedback
A resposta correta é: Narrativa exemplar.

Questão 9
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

Quais as características da “narrativa crítica” segundo a tipologia


desenvolvida por Rüsen:

Escolha uma:

a. Na narrativa crítica a relação entre passado e presente não é vista como uma mera
continuidade.

b. Na narrativa crítica o principal objetivo é relatar o passado tal como ele realmente
aconteceu.

c. Na narrativa crítica a tradição é tomada como elemento indispensável de orientação


da vida prática.
As narrativas críticas caracterizam-se pela habilidade de negar as tradições, regras e
princípios, abrindo espaço para novos padrões. Essas narrativas são consideradas
anti-historias. Rüsen (1993, p. 8-9)diz que a consciência histórica crítica “busca e
mobiliza uma classe específica de experiência do passado:
a evidência conferida pelas ‘contranarrações’”. Nesse tipo de narrativa, o tempo “ganha
o senso de ser objeto de julgamento” (RÜSEN, 1992a, p. 32). Ver mais em capítulo 7.

d. Na narrativa crítica o elemento central da orientação temporal é a crítica aos


padrões estabelecidos e transmitidos pela tradição.

e. Na narrativa crítica o elemento central é a busca de lições morais no passado para


serem aplicadas no presente.

Feedback

A resposta correta é: Na narrativa crítica o elemento central da orientação temporal é


a crítica aos padrões estabelecidos e transmitidos pela tradição..

Questão 10
Incorreto
Marcar questão

Texto da questão

Qual das alternativas abaixo não apresenta um dos objetivos gerais do


Ensino de História segundo os PCN?

Escolha uma:

a. Respeitar a diversidade e valorizar o patrimônio sociocultural de sua localidade.

b. Reconhecer as mudanças e permanências referentes ao seu grupo social e a outros


grupos ao longo do tempo.

c. Buscar um ensino de História neutro, objetivo sem tocar em questões de cultura,


identidade e política.

d. Questionar a própria realidade, identificando os problemas e refletindo sobre


possíveis soluções.

e. Conhecer e respeitar o modo de vida de diferente grupos sociais ao longo da


história, reconhecendo suas diferenças e semelhanças.
Os PCN (BRASIL, 1998, p. 33)estabelecem os seguintes objetivos gerais para o ensino
de história no Ensino Fundamental:
identificar o próprio grupo de convívio e as relações que estabelecem com outros
tempos e espaços;
organizar alguns repertórios histórico cultural que lhes permitam localizar
acontecimentos numa multiplicidade de tempo, de modo a formular explicações para
algumas questões do presente e do passado;
conhecer e respeitar o modo de vida de diferentes grupos sociais, em diversos tempos
e espaços, em suas manifestações culturais, econômicas, políticas e sociais,
reconhecendo semelhanças e diferenças entre eles;
reconhecer mudanças e permanências nas vivências humanas, presentes na sua
realidade e em outras comunidades, próximas ou distantes no tempo e no espaço;
questionar sua realidade, identificando alguns de seus problemas e refletindo sobre
algumas de suas possíveis soluções, reconhecendo formas de atuação política
institucionais e organizações coletivas da sociedade civil;
utilizar métodos de pesquisa e de produção de textos de conteúdo histórico,
aprendendo a ler diferentes registros escritos, iconográficos, sonoros;
valorizar o patrimônio sociocultural e respeitar a diversidade, reconhecendo-a como
um direito dos povos e indivíduos e como um elemento de fortalecimento da
democracia. Ver mais em capítulo 2.

Feedback
A resposta correta é: Buscar um ensino de História neutro, objetivo sem tocar em
questões de cultura, identidade e política..

Segundo Circe Bittencourt(2008)existem algumas características em comum


nas propostas curriculares do final do século XX. Assinale a alternativa que
traz uma dessas características.

Escolha uma:
a. O estudante é um sujeito ativo no processo de ensino-aprendizagem.
Circe Bittencourt(2008)analisou diversas propostas curriculares do final do século XX e
apontou características comuns:
implementação dos currículos legitimada junto aos professores;
professor com autonomia pedagógica;
pressupostos teóricos e metodológicos do conhecimento histórico;
fundamentação construtivista:
aluno sujeito do processo de aprendizagem;
aluno possui conhecimentos históricos prévios;
ensino de história nos anos iniciais. Ver mais em capítulo 2.

b. O livro didático é o único recurso didático que deve ser utilizado em sala.

c. O estudante não tem conhecimentos históricos prévios.

d. Ênfase na memorização dos conteúdos.

e. O professor não tem autonomia pedagógica.

Feedback

A resposta correta é: O estudante é um sujeito ativo no processo de ensino-


aprendizagem..

Questão 2
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão
Alguns autores apontam que existe uma “pedagogização” e “psicologização”
do Ensino de História nos PCN’s. Qual o principal problema disso?

Escolha uma:

a. A “pedagogização” e a “psicologização” levam a uma submissão da área do Ensino


de História ao saber científico da história produzido na academia.

b. A “pedagogização” e a “psicologização” não são criticadas por nenhum autor do


Ensino de História.
Schmidt(2009), ao fazer uma análise dos PCN de história, aponta para a pedagogização
e psicologização dos pressupostos didáticos do ensino de história, o que provoca uma
dicotomia, ou seja, um distanciamento entre a ciência histórica e o ensino de história,
dificultando sua aprendizagem. Ver mais em capítulo 1.

c. A “pedagogização” e a “psicologização” levam a um distanciamento entre o saber


científico da história e a área de Ensino de História nas escolas.

d. A “pedagogização” e a “psicologização” levam a uma aproximação entre o saber


científico da história e a área de Ensino de História nas escolas.

e. A “pedagogização” e a “psicologização” contribuem para o desenvolvimento de uma


didática específica do Ensino de História.

Feedback

A resposta correta é: A “pedagogização” e a “psicologização” levam a um


distanciamento entre o saber científico da história e a área de Ensino de História nas
escolas..

Questão 3
Correto

Marcar questão

Texto da questão

Qual alternativa abaixo NÃO apresenta uma das capacidades exigidas do


professor de História na moderna sociedade do conhecimento.

Escolha uma:

a. O professor de história atualmente deve estar em processo de formação


continuada, sempre buscando conhecimentos atualizado.
b. O professor de história deve lançar mão da tecnologia e integrá-la em sua prática
educativa cotidiana.

c. O professor de história deve contribuir para que por meio do ensino de História os
estudantes consigam se orientar na sociedade.

d. O professor de história deve se colocar como aquele que transmite a verdade


absoluta dos acontecimentos históricos para os alunos.
a sociedade do conhecimento exige um profissional mais qualificado, um
professor/pesquisador, um “professor de história produtor de saberes, capaz de
assumir o ensino como descoberta, investigação, reflexão e produção”(FONSECA,
2005, p. 62), que possa desenvolver nos alunos competências específicas da natureza
da história. Um professor que, por meio de um ensino alicerçado em elementos
específicos da ciência histórica, contribua para que crianças, jovens e adultos
consigam se situar e se orientar nessa sociedade em constante transformação, sem
perder o referencial de suas raízes e sua identidade familiar, cultural e social, e
sentindo-se sujeito partícipe do processo histórico. O professor, que essa realidade
exige, está em formação em alguns lugares do Brasil e do mundo, em processos de
formação continuada localizadas ou em parceria com instituições de Ensino Superior,
como ocorre e foi constatado na cidade de Araucária, no Paraná.(...)Mudanças reais e
virtuais que atingem da vida material às formas de pensar e as ideias das pessoas,
mas, além de não substituir o professor, têm evidenciado a necessidade de que este
profissional esteja cada vez mais preparado para trabalhar com educação e que lance
mão dessa tecnologia como meio, integrando-a em sua prática educativa. Ver mais em
capítulo 1.

e. O professor de história deve ser capaz de contribuir para que os alunos


desenvolvam competências relativas a natureza da História.

Feedback

A resposta correta é: O professor de história deve se colocar como aquele que


transmite a verdade absoluta dos acontecimentos históricos para os alunos..

Questão 4
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

Além das questões didáticas são necessárias algumas condições materiais


para um processo de ensino-aprendizagem eficiente. Qual alternativa
abaixo NÃO apresenta uma dessas condições materiais mínimas, de acordo
com o livro da disciplina:

Escolha uma:

a. Jornada de trabalho equilibrada.

b. Programas de formação continuada em parcerias com universidade.


Para que seja possível uma formação continuada de qualidade, faz-se necessária a
implementação de algumas condições materiais mínimas:
de um piso salarial digno que permita aos professores uma jornada de trabalho
equilibrada;
da hora-atividade de, no mínimo, um terço, como previsto em legislação federal e
ainda não efetivada devido a resistências de governantes e sub judice;
de programas de formação continuada nos sistemas de ensino em parceria com
universidades que lhes deem suporte;
e licenças periódicas para estudos. A título de ilustração, na Finlândia, país com o
melhor índice de aproveitamento escolar nos últimos anos, os professores trabalham
quatro anos e no quinto ano licenciam-se para estudar. Essas licenças são custeadas
pelo sistema previdenciário, em uma espécie de adiantamento fragmentado da
aposentadoria que, além de oxigenar o processo pedagógico, possibilita prolongar a
vida produtiva do professor. Ver mais em capítulo 1.

c. Piso salarial digno para os professores

d. Licenças periódicas de estudo para os professores.

e. Isenção de impostos para os professores.

Feedback

A resposta correta é: Isenção de impostos para os professores..

Questão 5
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

Se o objetivo do ensino de história consiste em contribuir com a formação


da consciência histórica e o desenvolvimento da literacia histórica, as ideias
históricas de segunda ordem são tão importantes quanto as ideias
substantivas para levar os alunos a pensarem historicamente. A questão da
seleção dos conteúdos tem sido central nos estudos sobre currículo,
havendo nestes estudos certo consenso em torno da ideia de seletividade
cultural, ou seja(Identifique as afirmações verdadeiras com V e falsas, com
F):
()que os conteúdos são selecionados no interior da cultura, a partir de
interesses da cultura escolar.
()que não está isenta das influências da cultura mais ampla em que estão
inseridos os atores protagonistas da seleção.
()que os conteúdos não são selecionados no interior da cultura, mas sim, a
partir de desinteresses da cultura escolar.
()que está isenta das influências da cultura, onde são protagonizadas
histórias individualizadas e nada seletivas.
Agora, identifique a alternativa que contém a sequência correta:

Escolha uma:

a. Todas as afirmativas são falsas.

b. F, V, F, V.

c. F, F, V, V.

d. Todas as afirmativas são verdadeiras.


Ao estudar a relação dos currículos com a cultura, Forquin(1993)desenvolveu os
conceitos de seleção cultural e de cultura escolar, afirmando que toda educação, em
particular toda educação de tipo escolar, supõe sempre, na verdade, uma seleção no
interior da cultura e uma reelaboração dos conteúdos desta cultura, destinados a
serem transmitidos às novas gerações. Ver mais em:
P. 61, cap. 5, do livro da disciplina.

e. V, V, F, F.

Feedback

A resposta correta é: V, V, F, F..

Questão 6
Incorreto

Marcar questão
Texto da questão

Ao estudar a relação dos currículos com a cultura,


Forquin(1993)desenvolveu os conceitos de ___________ e
de___________________, afirmando que toda educação, em particular toda
educação de tipo escolar, supõe sempre, na verdade, uma seleção no
interior da cultura e uma reelaboração dos conteúdos desta cultura,
destinados a serem transmitidos às novas gerações.
Agora, identifique as composições de palavras corretas, que completam a
sentença acima:

Escolha uma:

a. seleção natural e cultura escolar.

b. seleção cultural e cultura escolar.

c. seleção natural e cultura natural.

d. seleção cultural e cultura especial.

e. seleção cultural e currículo escolar.


“Seleção cultural e cultura escolar”. Segundo Forquin(1993), nessa seleção cultural, a
escola transmite no máximo, algo da cultura, elementos de cultura, entre os quais não
há forçosamente homogeneidade, que podem provir de fontes diversas, ser de épocas
diferentes, obedecer a princípios de produção e lógicas de desenvolvimento
heterogêneos e não recorrer aos mesmos procedimentos de legitimação . A cada
geração, a cada renovação da pedagogia e dos programas, são partes inteiras da
herança que desaparecem da “memória escolar”, ao mesmo tempo que novos
elementos surgem, novos conteúdos e novas formas de saber, novas configurações
epistêmico-didáticas, novos modelos de certeza, novas definições de excelência
acadêmica ou cultural, novos valores. Devemos assim reconhecer o grande poder de
seleção da “memória docente”, sua capacidade de “esquecimento ativo”. Pode-se
então perguntar quais são os determinantes, os mecanismos, os fatores desta seleção
cognitiva e cultural que faz com que uma parte da herança humana é assim mantida
“a salvo do esquecimento” de geração a geração, enquanto que o resto parece
consagrado ao sepultamento definitivo. Ver mais em:
p. 61, cap. 5, do livro da disciplina.

Feedback

A resposta correta é: seleção cultural e cultura escolar..

Questão 7
Correto
Marcar questão

Texto da questão

Os PCN de história, em suas orientações didáticas, apresentam sugestões


sobre as ideias que os alunos já possuem, sugerindo a criação de
momentos de troca de informações sobre estas ideias, sendo necessário o
aprofundamento e as pesquisas sobre formas e métodos de investigação e
valorização delas.
Abaixo estão afirmativas sobre as orientações dos parâmetros curriculares.
Você deverá identifica-las com V, para verdadeiras e F, para falsas:
()valorizar, inicialmente, os saberes que os alunos já possuem sobre o tema
abordado, criando momentos de trocas de informações e opiniões;
()avaliar essas informações, identificando quais poderiam enriquecer seus
repertórios e suas reflexões;
()propor novos questionamentos, informar sobre dados desconhecidos e
organizar pesquisas e investigações.
()valorizar a propor pesquisas individuais, que contemplem a disciplina
ofertada, não necessariamente, levando em consideração o conhecimento
já possuído.
Agora, identifique a alternativa que contém a sequência correta:

Escolha uma:

a. V, V, V, V.

b. V, V, V, F.
“V, V, V, F”. O Currículo Nacional de História de Portugal trata os conhecimentos que os
alunos já possuem como ideias tácitas, reconhece que os alunos já vêm para a escola
com ideias históricas mais ou menos adequadas ou mais ou menos fragmentadas,
construídas em suas experiências de vida familiar e de relação com os meios de
comunicação. Sua exploração e desenvolvimento pela escola é parte integrante das
referências fundamentais do documento, sendo pressuposto do ensino de história.
Ver mais em:
p. 48, cap. 4, do livro da disciplina.

c. F, F, F, F.

d. V, V, F, F.
e. V, F, V, F.

Feedback

A resposta correta é: V, V, V, F..

Questão 8
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

Essa experiência, de heterogeneidade de manifestações de princípios, para


Dubet(1994), é complexa, individual e coletiva, e ocorre dentro das relações
sociais de produção material e imaterial, que se manifestam
simbolicamente na consciência e se expressam a partir de fenômenos
culturais. Fenômenos esses em que o sujeito estabelece uma separação
entre ele e o sistema social, construindo historicamente um conjunto de
imagens, linguagens, significados, símbolos e elementos à luz da cultura da
sociedade e do tempo em que vive. Assim, a experiência constitui-se na
construção, por meio de operações cognitivas, de códigos de conduta social
próprios, que ele chamou de?

Escolha uma:

a. Lógicas de implementação.

b. Lógicas de ação.

c. Logística de educação.

d. Lógicas de amplitude.

e. Lógicas de atitude.
“Lógicas de ação”. Em relação aos alunos, um exemplo de lógica de ação é a maneira
com que eles lidam com a realização das atividades escolares, tanto em sala de aula,
quanto àquelas direcionadas para serem realizadas em casa. O professor, ao
acompanhar sistematicamente esse processo, logo identifica a lógica de ação que seus
alunos desenvolvem no campo da execução dessas tarefas. E mais, adaptam sua
lógica de ação às lógicas de ação dos colegas - recorrendo-lhes nas dificuldades - e às
do professor, percebendo rapidamente seu modus operandi no encaminhamento, no
acompanhamento e na valoração das atividades propostas. Ver mais em:
p. 34, cap. 3, do livro da disciplina.

Feedback

A resposta correta é: Lógicas de ação..

Questão 9
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

Os PCN(BRASIL, 1998)definem como critérios de seleção dos conteúdos


para o ensino de história a tradição de ensino e a relevância dos temas para
o momento histórico da geração atual, ficando subentendia certa tradição
seletiva, fundada no conservadorismo e não na cultura. Os conteúdos do
ensino de história do Ensino Fundamental são organizados pelos PCN por
ciclos e eixos temáticos. Quais são eles?

Escolha uma:

a. no primeiro ciclo, o eixo temático refere-se à população e o cotidiano;e no segundo


ciclo, à história das organizações populacionais.

b. no primeiro ciclo, o eixo temático refere-se à história cotidiana e do mundo;e no


segundo ciclo, à história das organizações populacionais.

c. no primeiro ciclo, o eixo temático refere-se à das organizações populacionais;e no


segundo ciclo, à história local e o cotidiano.
“No primeiro ciclo, o eixo temático refere-se à história local e o cotidiano;
e no segundo ciclo, à história das organizações populacionais”. Na seleção dos
conteúdos, há também a recomendação de privilegiar a história das questões urbanas,
das relações de trabalho, das diferenças sociais e das minorias, dos movimentos
sociais, das relações do homem com a natureza, da cidadania e das imagens e valores
em relação ao corpo, sexualidade, família e questões de gênero(BRASIL, 1998). Ver
mais em:
p. 63, cap. 5, do livro da disciplina.

d. no primeiro ciclo, o eixo temático refere-se à história local e o cotidiano;e no


segundo ciclo, à história das organizações populacionais.
e. no primeiro ciclo, o eixo temático refere-se à história total e o cotidiano;e no
segundo ciclo, à história das ondas populacionais.

Feedback

A resposta correta é: no primeiro ciclo, o eixo temático refere-se à história local e o


cotidiano;e no segundo ciclo, à história das organizações populacionais..

Questão 10
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

Quanto à preocupação muito comum de professores em não estar dando


conta de “todo” o conteúdo de história, Forquin(1993)pondera que esta
seleção autoriza e legitima parte da cultura, pois a educação escolar não
consegue jamais incorporar em seus programas e seus cursos senão um
espectro estreito de saberes, de competências, de formas de expressão, de
mitos e de símbolos socialmente mobilizadores. A ideia de conteúdo como
seleção da cultura permite organizá-los por eixos temáticos, em que as
temáticas são selecionadas, quebrando com a tradição da organização
cronológica e linear, que criava certa ilusão. Qual seria esta ilusão?

Escolha uma:
a. de que seria impossível ensinar “toda” história.
“De que seria possível ensinar “toda” história”. Porém, não basta a organização por
eixos temáticos. As pesquisas em educação histórica têm evidenciado que os
conteúdos que mais contribuem para a formação da consciência histórica e o
desenvolvimento da literacia histórica são aqueles com os quais as crianças, jovens e
adultos têm uma maior empatia, uma maior identificação, uma maior proximidade
geográfica, histórica, familiar ou cultural. Ainda, que possam contribuir mais
efetivamente para a orientação de sua vida prática, sofrendo um novo processo de
seleção interno, realizado pelo professor a partir da contribuição das investigações das
ideias históricas dos alunos. Ver mais em:
p. 62, cap. 5, do livro da disciplina.

b. de que seria inviável ensinar “toda” história.

c. de que seria inevitável ensinar “toda” história.


d. de que seria extravagante ensinar “toda” história.

e. de que seria possível ensinar “toda” história.

Feedback

A resposta correta é: de que seria possível ensinar “toda” história..

Considere o texto a seguir:Criança e infância, jovem e adulto são categorias


sociais construídas historicamente para designar uma fase da vida das
pessoas, hoje consolidadas nas legislações de vários países e declarações
de organismos internacionais ligados à Organização das Nações Unidas -
ONU. No Brasil.Em qual período é definida a infância pelo Estatuto da
Criança e do Adolescente?

Escolha uma:

a. Do 0 aos 3 anos.

b. Dos 12 anos à maioridade.

c. Legalmente, após os 18 anos.

d. Do nascimento aos 12 anos.


Do nascimento aos 12 anos. No período do Renascimento começam a surgir
diferenciações entre a infância e as outras fases da vida. A criança deixou de ser vista
como um adulto em “miniatura” ou um ser sem conhecimento para ser educada de
acordo com as vontades do adulto. Ver mais em p. 29, cap. 3 do livro da disciplina.

e. Do 1 aos 15 anos.

Feedback

A resposta correta é: Do nascimento aos 12 anos..

Questão 2
Incorreto

Marcar questão
Texto da questão

Os estudos de Thompson, ao considerarem a____________________, gerada na


_________________, contribuem para avançar no entendimento de que há
uma relação dinâmica entre o _________ e a_________________, superando a
visão da determinação unilateral da estrutura sobre o sujeito. Para
exemplificar essa relação dinâmica entre sujeito e estrutura, ele recorre à
relação entre o sujeito e sua cultura e aos valores culturais em que está
inserido(1981, p. 189).

Escolha uma:

a. experiência humana, vida social, ser material e consciência social.

b. experiência material, vida social, ser material e consciência real.


“Experiência humana”, “vida material”, “ser social” e “consciência social”. Esse conceito
nos permite inferir que crianças, jovens e adultos, em sua relação com a escola, não
são nem sujeitos totalmente passivos, nem totalmente ativos. Estabelecem uma
relação histórica, situada, cultural e dinâmica com a escola, por vezes como sujeitos,
outras como sujeitados. Ver mais em p. 33, cap. 3, do livro da disciplina.

c. vida humana, experiência social, ser material e consciência social.

d. experimento humano, vida material, ser social e consciência social.

e. experiência humana, vida material, ser social e consciência social.

Feedback

A resposta correta é: experiência humana, vida material, ser social e consciência


social..

Questão 3
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

Quanto à relação com o saber, os PCN consideram o aluno em seus “níveis


de organização do pensamento como os conhecimentos e experiências
prévias”(BRASIL, 1998, Introdução, p. 38)e pela sua relação com os demais
agentes do processo educativo, fundamentados na teoria interacionista de
realidade real e proximal de qual autor?
Escolha uma:

a. Montessori

b. Marx

c. Drummond

d. Vigotski

e. Piaget
Vigotski. Para a estruturação da intervenção educativa é fundamental distinguir o nível
de desenvolvimento real do potencial. O nível de desenvolvimento real se determina
como aquilo que o aluno pode fazer sozinho em uma situação determinada, sem
ajuda de ninguém. O nível de desenvolvimento potencial é determinado pelo que o
aluno pode fazer ou aprender mediante a interação com outras pessoas, conforme as
observa, imitando, trocando ideias com elas, ouvindo suas explicações, sendo
desafiado por elas ou contrapondo-se a elas, sejam essas pessoas o professor ou seus
colegas.(BRASIL, 1998, Introdução, p. 38). Ver mais em p. 30, cap. 3, do livro da
disciplina.

Feedback

A resposta correta é: Vigotski.

Questão 4
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

Atualmente, os currículos de História tem apontado que umas principais


finalidades do Ensino de História é contribuir para o aluno pensar
historicamente, formando sua consciência histórica. Qual alternativa abaixo
mostra uma das capacidades importantes para a formação da “consciência
histórica”?

Escolha uma:

a. Ênfase em cronologias e linhas do tempo lineares e evolutivas.

b. O Ensino de História não deve aparecer nos anos iniciais de escolarização.


c. Fundamentação behavorista:o comportamento do aluno é uma resposta ao
estímulo do meio onde está inserido.
As Diretrizes Municipais de Ensino de História de Araucária propõem que “a finalidade
do ensino de história é ensinar o aluno a pensar historicamente para a formação da
consciência histórica”. Para que essa tarefa seja possível, entende que o ensino de
história deve considerar “o aluno como sujeito da própria história”, e encaminhar o
ensino a partir “daquilo que é significativo para sua vida em sociedade”, e levar em
consideração “o que ele pensa, sabe e se preocupa, bem como a sua participação na
realidade social”(ARAUCÁRIA, 2004, p. 76). Circe Bittencourt(2008)analisou diversas
propostas curriculares do final do século XX e apontou características
comuns:implementação dos currículos legitimada junto aos professores;professor
com autonomia pedagógica;pressupostos teóricos e metodológicos do conhecimento
histórico;fundamentação construtivista:aluno sujeito do processo de
aprendizagem;aluno possui conhecimentos históricos prévios;ensino de história nos
anos iniciais. Ver mais em capítulo 2.

d. O aluno deve ser visto como sujeito da sua própria história.

e. Ênfase nos conteúdos cobrados nos processos seletivos.

Feedback

A resposta correta é: O aluno deve ser visto como sujeito da sua própria história..

Questão 5
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

Para Dubet(1994), a escola não é mais uma instituição com uma função
social definida de educar, selecionar e socializar, como constatado pela
sociologia funcionalista. Tampouco é uma instituição ajustada para
reproduzir as expectativas da sociedade como compreendia a sociologia da
reprodução social. A massificação da escolarização desajustou a escola,
relativizou o seu valor. Trata-se da sucumbência do modelo de organização
da escola com a função de institucionalizar valores, pois a educação escolar
não é apenas um espaço de reprodução, mas também de produção,
apontando para os atores da escola como construtores do que?

Escolha uma:

a. De uma experiência fatal.


b. De sua própria experiência.

c. De uma experiência coletiva.


“De sua própria experiência”. Dubet e Martuccelli(1997)questionam o que a escola
fabrica(produz)e constatam que esta se parece cada vez mais com um mercado do
que com uma instituição, em que há uma competição entre os diversos atores, os
quais, por meio de diversas estratégias, estão em busca de qualificações cada vez mais
raras, submetendo a importância social das filosofias e valores educativos às
expectativas e promessas advindas do êxito escolar. Ver mais em:
p. 35, cap. 3, do livro da disciplina.

d. De uma experiência representativa.

e. De uma experiência social.

Feedback

A resposta correta é: De sua própria experiência..

Questão 6
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

Barton(2001), ao investigar as ideias de crianças norte-americanas e


irlandesas do norte sobre a mudança através dos tempos, enfatiza que
temos de ter uma ideia da situação dos alunos quando chegam até nós. Se
não os compreendermos, nossa mensagem não os atinge, é alienante. As
crianças buscam entender a informação histórica ainda muito novas, por
meio de toda fonte de informação que chega até elas, mas precisamos
conhecer a sua compreensão. Especificamente, em relação à compreensão
da mudança, qual é a afirmação que o autor faz?

Escolha uma:
a. crianças e jovens compreendem que as coisas mudaram, mas temos de lhes
perguntar porque não mudaram.
“as crianças compreendem que as coisas mudaram, mas temos de lhes perguntar
como mudaram.” A partir daí, teremos uma imagem mais alargada das suas ideias
históricas, e o modo como aprendem a história é afetado por essas ideias(BARTON,
2001, p. 55-56). Ver mais em:
pág. 50, cap. 5, do livro da disciplina.
b. as crianças compreendem que as coisas mudaram, mas temos de lhes perguntar
como mudaram.

c. os adultos compreendem que as coisas não mudam, mas temos de lhes perguntar
como.

d. os jovens acreditam que as coisas mudam, mas temos de lhes perguntar como é
que mudam.

e. as crianças compreendem que as coisas não mudaram, por isso, devemos lhes
questionar isso.

Feedback

A resposta correta é: as crianças compreendem que as coisas mudaram, mas temos


de lhes perguntar como mudaram..

Questão 7
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

É possível cruzar essa visão dos sociólogos franceses Dubet e Martuccelli,


com a concepção de literacia histórica de Lee que, ao propor dotar os
alunos de uma estrutura utilizável do passado, conclui que “diferentes
alunos sairão da escola com diferentes estruturas”(2006, p. 147), pois,
entende-se que a experiência de escolarização é:

Escolha uma:

a. Coletiva, mesmo que individualmente.

b. Coletiva, mesmo que em grupo.

c. Singular, mesmo que em grupo.

d. Singular, mesmo que individualmente.


“Singular, mesmo que em grupo”. Dubet e Martuccelli(1997)constatam que a escola
era considerada como uma instituição que transformava valores coletivos em
personalidades individuais, a socialização podia ser essencialmente concebida como
um processo de interiorização de normas e valores. Assim foi considerada pela
sociologia clássica, que postulava a identidade do ator e do sistema. Ver mais em:
p. 35, cap. 3, do livro da disciplina.

e. Traumática, pois não se consegue dotar os indivíduos.

Feedback

A resposta correta é: Singular, mesmo que em grupo..

Questão 8
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

Lee(2001), define, para as investigações das ideias históricas substantivas e


de segunda ordem, que:“Existem conceitos substantivos, como agricultor,
impostos, datas, eventos, que são muito importantes. Embora a
compreensão dos conceitos substantivos seja muito importante, em
Inglaterra começamos a ter em conta outro tipo de conceitos também, os
“conceitos de segunda ordem”. É este tipo de conceitos, como narrativa,
relato, explicação, que dá consistência à disciplina. Conceitos substantivos
são os que se referem a conteúdos da história, como por exemplo o
conceito de indústria. Conceitos de segunda ordem são os que se referem à
natureza da História, como por exemplo explicação, interpretação,
compreensão(p. 15 e 20)”. Além dos conceitos históricos de segunda ordem
relacionados por Lee, o livro da disciplina acrescenta como importantes
para o ensino de história:

Escolha uma:

a. a temporalidade, os marcos de mudança, as fontes históricas, insuficiência de


fontes, documentos atuais, antipatia histórica, entre outros.

b. a temporalidade, os marcos de mudança, as fontes históricas, a interferência


histórica da atualidade, os documentos históricos, a antipática história, dentre outros.
“A temporalidade, os marcos de mudança, as fontes históricas, a inferência das fontes,
os documentos históricos, a narrativa histórica, a empatia histórica, entre outros”.
Considerar as ideias históricas de segunda ordem está referenciado na filosofia da
história, especialmente em Collingwood(2001), que contribui com o entendimento de
que as ideias sobre o passado são elaboradas pelo pensamento humano. Ver mais
em:
p. 60, cap. 5, do livro da disciplina.
c. a temporalidade, os marcos individuais, os relatos da história coletiva, a não
interferência das fontes, entre outros.

d. a temporalidade, os marca-passos históricos, a narrativa histórica, dentre outros.

e. a temporalidade, os marcos de mudança, as fontes históricas, a inferência das


fontes, os documentos históricos, a narrativa histórica, a empatia histórica, entre
outros.

Feedback

A resposta correta é: a temporalidade, os marcos de mudança, as fontes históricas, a


inferência das fontes, os documentos históricos, a narrativa histórica, a empatia
histórica, entre outros..

Questão 9
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

Não basta a organização por eixos temáticos. As pesquisas em educação


histórica têm evidenciado que os conteúdos que mais contribuem para a
formação da consciência histórica e o desenvolvimento da literacia histórica
são aqueles com os quais as crianças, jovens e adultos têm uma maior
empatia, uma maior identificação, uma maior proximidade geográfica,
histórica, familiar ou cultural. Outra contribuição das pesquisas em
educação histórica é a necessidade de se trabalhar com os conteúdos de
forma multiperspectivada. O que isso significa?

Escolha uma:

a. ou seja, trabalhar nas diversas perspectivas temporais, espaciais, culturais,


ideológicas e científicas possíveis, permitindo a construção de valores sociais
históricos.

b. ou seja, trabalhar nas diversas perspectivas temporais, espaciais, culturais,


ideológicas e científicas possíveis, permitindo a construção de visões históricas
diversas.
c. ou seja, trabalhar nas diversas perspectivas temporais, espaciais, culturais,
ideológicas e científicas possíveis, permitindo a criação de visões históricas
individualizadas.

d. ou seja, trabalhar nas diversas perspectivas temporais, espaciais, culturais,


ideológicas e científicas possíveis, permitindo a construção de visões históricas
singulares.
“Ou seja, trabalhar nas diversas perspectivas temporais, espaciais, culturais,
ideológicas e científicas possíveis, permitindo a construção de visões históricas
diversas”. Ainda, que possam contribuir mais efetivamente para a orientação de sua
vida prática, sofrendo um novo processo de seleção interno, realizado pelo professor a
partir da contribuição das investigações das ideias históricas dos alunos. Ver mais em:
p. 62, cap. 5, do livro da disciplina.

e. ou seja, trabalhar nas diversas perspectivas temporais, espaciais, culturais,


ideológicas e científicas possíveis, permitindo a criação de versões históricas parciais.

Feedback

A resposta correta é: ou seja, trabalhar nas diversas perspectivas temporais, espaciais,


culturais, ideológicas e científicas possíveis, permitindo a construção de visões
históricas diversas..

Questão 10
Correto

Marcar questão

Texto da questão

Com a mobilização das dimensões da compreensão histórica como


competências concorre a estruturação das experiências de aprendizagem
específica de estudo dos temas e subtemas, de modo a contemplarem duas
outras competências específicas do ensino de história. Quais são elas?

Escolha uma:

a. o tratamento da informação, a utilização de fontes e a consulta popular.

b. o estudo das fontes e a comunicação em história.

c. a competência real e a imaginária.


d. o tratamento de informação e a comunicação pública.

e. o tratamento de informação/utilização de fontes e a comunicação em história.


“O tratamento de informação/utilização de fontes e a comunicação em história”.
Salientando que na exploração dos conteúdos é inevitável e imprescindível o
entrosamento das três dimensões, que expressam, de facto, uma mesma realidade
que se constitui como um todo. Por essa razão, o professor sentirá como natural a
mobilização simultânea das três dimensões da Compreensão Histórica, estruturadas
com base no Tratamento de Informação/Utilização de Fontes e na Comunicação em
História, na abordagem de cada um dos temas e subtemas, competindo-lhe a gestão
equilibrada das aprendizagens que lhes são específicas(PORTUGAL, 2001, p. 89, grifos
do autor). Ver mais em:
p. 65, cap. 5, do livro da disciplina.

Feedback

A resposta correta é: o tratamento de informação/utilização de fontes e a


comunicação em história..

Questão 1
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

A fotografia foi usada, durante muito tempo, como um recurso ilustrativo das
pesquisas em história. É com a Escola dos Annales, no século XX, que ampliou a
concepção do uso das fontes para além dos registros oficias escritos, que a
fotografia ganha o status de documento na produção do conhecimento histórico
(SONEGO, 2010, p.113). A fotografia, assim como a pintura e a gravura, é
denominada de fonte visual. Com relação a classificação de outras tipologias de
fontes, relacione a primeira coluna com a segunda e assinale a alternativa com a
sequência correta:
I.Fonte oral
II.Fonte documental
III.Fonte material
IV.Fonte impressa
V.Fonte audiovisual
( ) Registros paroquiais, sentenças, decretos, testamentos, inventários.
( ) Jornais, revistas, propagandas, anúncios, charges
( ) Construções, utensílios, mobiliários, roupas, armas.
( ) Filmes, músicas, programas de televisão, documentários, séries.
( ) Entrevistas, depoimentos, lendas, relatos gravados.
Marque a opção que corresponde a sequência correta da correspondência:
Escolha uma:

a. II,IV,III,V,I.

b. III,IV,V,I,II.

A fonte documental corresponde aos registros paroquiais, sentenças, decretos,


testamentos, inventários;
as Fontes impressas (mais intimamente relacionadas a imprensa)são os jornais,
revistas, propagandas, anúncios, charges);
os exemplos de fonte material são as construções, utensílios, mobiliários, roupas,
armas;
a fonte audiovisual é composta pelos filmes, músicas, programas de televisão,
documentários, séries e por último, ressalta-se as entrevistas, depoimentos, lendas,
relatos gravados como exemplos de fonte oral.

c. II,IV,III,I,V.

d. IV,II,I,V,III.

e. III,V,IV,II,I.

Feedback

A resposta correta é: II,IV,III,V,I..

Questão 2
Correto
Marcar questão

Texto da questão

Monteiro (2002)contribui com o elemento da valorização da relação do professor


com o saber histórico e como mobilizador deste saber, de sua forma acadêmica, e
relacionando-o com os saberes dos alunos e outros, entre eles o saber da
experiência docente, o transforma, com relativa autonomia, no saber histórico
escolar. Com base em Chevallard e Lopes, como é nome que ela o chama?

Escolha uma:

a. de transposição acadêmica.

b. de transposição/mediação didática.

“De transposição/mediação didática”. A pesquisadora remete, ainda, ao professor, a


responsabilidade de eleger a perspectiva do saber histórico acadêmico que vai utilizar
como referência. No entanto, segundo a pesquisadora, com base em Moniot, o ensino
de história, “diferentemente da matemática, línguas, educação física, não possui
exercícios ou atividades que lhe sejam próprias” (2002, p. 107). Ver mais em:
p. 71, cap. 6, do livro da disciplina.

c. de justaposição didática.

d. de transposição escolar.

e. de transposição coletiva.

Feedback

A resposta correta é: de transposição/mediação didática..

Questão 3
Incorreto

Marcar questão
Texto da questão

Leia o trecho escrito pelo historiador francês Jacques Le Goff, que descreve sua
concepção de documento histórico e de como este deve ser tratado pelo
historiador.

É antes de mais nada o resultado de uma montagem, consciente ou


inconsciente, da história, a época, da sociedade que o produziram, mas
também das épocas sucessivas durante as quais continuou a viver, talvez
esquecido, ainda que pelo silêncio. O documento é uma coisa que fica, que
dura, e o testemunho, o ensinamento que ele traz devem ser em primeiro
lugar analisados desmistificando-lhe o seu significado aparente. O
documento é monumento. Resulta do esforço das sociedades históricas
para impor ao futuro - voluntária ou involuntariamente - determinada
imagem de si próprias. No limite, não existe um documento-verdade. Todo
o documento é mentira. Cabe ao historiador não fazer o papel de ingênuo.
[...] um monumento é em primeiro lugar uma roupagem, uma aparência
enganadora, uma montagem. É preciso começar por desmontar, demolir
esta montagem, desestruturar esta construção e analisar as condições de
produção dos documentos-monumentos GOFF, 1996, p.538).
LE GOFF, Jacques. História e memória. Campinas:Editora UNICAMP, 1996. p.
538.
Partindo do princípio que o saber histórico produzido por historiadores
precisa ser utilizado em sala de aula, para a construção da consciência
histórica, marque a afirmativa incorreta sobre o uso de documentos e
fontes no Ensino de História:
Escolha uma:

a. Para que os alunos possam compreender um documento ou fonte, é necessário


que realizem um trabalho de pesquisa e indagação dos seus elementos
constitutivos:tipologia, autor, data, contexto de produção, conteúdo, características.

b. Os documentos devem ser vistos pelo professor e pelos alunos como prova dos
acontecimentos/fatos históricos, pois retratam fielmente a realidade de uma
determinada época.

c. A história denominada de positivismo utilizava os documentos para comprovar,


informar ilustrar, exemplificar os acontecimentos históricos, vistos como imutáveis.

d. Nas aulas de história, o professor deve proporcionar aos alunos o contado com
diversos tipos de fontes:cartas, objetos, filmes, propagandas, leis, entrevistas.
A concepção positivista abordada nesta alternativa não corresponde a que as novas
pesquisas em Ensino de História têm demonstrado em relação ao conceito de fontes e
ao trato das mesmas:
fontes e documentos não são consideradas como prova dos acontecimentos e fatos
históricos bem como, conforme apontou Le Goff,, não existe documento-verdade. O
conhecimento histórico não é pronto e acabado, pode se reinterpretado à luz de
novas evidencias e inferências.

e. O professor deve propor que os alunos que investiguem os documentos e fontes


trazidas para sala de aula, observando, analisando, explicando, inferindo e
construindo narrativas históricas.

Feedback

A resposta correta é: Os documentos devem ser vistos pelo professor e pelos alunos
como prova dos acontecimentos/fatos históricos, pois retratam fielmente a realidade
de uma determinada época..

Questão 4
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

Monteiro (2002, p. 233)localiza o campo de investigação de sua pesquisa em uma


“região de fronteira entre os campos da história e da educação e, dentro deste
último, na confluência das áreas de didática, currículo e formação de professores”,
inserindo-o no campo do ensino de história e utilizando o conceito de
_________________ para articular o saber histórico ________ com o saber histórico
______.
Agora, assinale a alternativa que completa a sequência correta das lacunas.

Escolha uma:

a. didática docente, acadêmico e escolar.

b. transposição didática, acadêmico e especial.

c. transposição didática, espacial e individual.


d. transposição didática, individual e coletivo.

“Transposição didática, acadêmico e escolar”. A autora aponta limites ao conceito de


transposição didática, uma vez que esse conceito propõe denunciar uma ruptura, mas
como termo parece indicar apenas uma mudança do conteúdo de lugar, sem
mudança conceitual. Ver mais em:
p. 70, cap. 6, do livro da disciplina.

e. transposição didática, acadêmico e escolar.

Feedback

A resposta correta é: transposição didática, acadêmico e escolar..

Questão 5
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

O conceito de literácia histórica para o historiador Peter Lee (2008), está


relacionado com a capacidade do aluno dar sentido ao passado e,
simultaneamente, utilizar este conhecimento de modo que tenha uma
utilidade/aplicabilidade. A respeito do conceito de literacia, coloque V ou F nas
sentenças.

1( )O aluno desenvolve a capacidade de dar sentido ao passado quando ele


comprova a veracidade dos fatos e acontecimentos históricos, através das
fontes, desenvolvendo a literacia histórica.
2( )O estudo da história pode ser útil na vida do educando, na medida em
que ele aprende como memorizar os conteúdos e aplicar está técnica nas
provas das demais disciplinas.
3( )O uso de fontes diversas pelo professor em sala de aula contribui para
que o aluno se oriente no tempo e desenvolva a literacia histórica.
4( )A literacia história está relacionada a habilidade de o educando construir
uma explicação e narrativa do passado.
Assinale a alternativa com a sequência correta:
Escolha uma:
a. 1- F, 2-V, 3-F, 4-V

b. 1-F, 2-V, 3-V, 4-F

A sentença 1 é falsa porque o conhecimento histórico é plural, e não existe apenas


uma explicação para seus eventos ou uma verdade absoluta. Esta tendência de ensino
de história, que fez parte por muito tempo dos bancos escolares, não possibilita o
desenvolvimento da literária histórico, conforme a acepção do termo. A afirmativa II é
falsa pois a utilidade /aplicabilidade, para o autor, está relacionada com o letramento
do aluno em História, ou seja, com o desenvolvimento da literária histórica. A sentença
3 relata a importância da utilização, por parte de professores e alunos, de diversas
tipologias de fontes na construção da Literácia histórica, pois a aprendizagem dos
conceitos de temporalidade contribue para que o indivíduo se oriente no tempo,
sendo este um elemento essencial na formação da literária histórica. Portanto, esta
alternativa é verdadeira. Também é correta a opção 4, pois a elaboração de narrativas
históricas a partir da indagação da fontes e construção do conhecimento é crucial na
ampliação da Literácia Histórica.

c. 1- V, 2-F, 3-V, 4-F

d. 1-V, 2-V, 3-F, 4-F

e. 1-F, 2-F, 3-V, 4-V

Feedback

A resposta correta é: 1-F, 2-F, 3-V, 4-V.

Questão 6
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

Levando em consideração as orientações dos PCN (Parâmetros Curriculares


Nacionais)sobre importância da utilização de fontes históricas em sala de aula,
uma professora do Ensino Fundamental disponibilizou para os alunos um trecho
do relato do escritor Euclides da Cunha sobre seu testemunho da Guerra de
Canudos (1896-1897):
“Canudos não se rendeu. Exemplo único de toda a história, resistiu até o
esgotamento completo. Expugnado palmo a palmo, na precisão integral do termo,
caiu no dia 5, ao entardecer, quando caíram seus ultimo defensores, que todos
morreram. Em quatro apenas:um velho, dois homens feitos e uma criança, na
frente das quais rugiam raivosamente cinco mil soldados”.
CUNHA, E. Os sertões (1902). Rio de Janeiro:Francisco Alves, 1987, p.407.
Seu encaminhando metodológico consistia em realizar a leitura do texto do livro
didático sobre esse movimento de insurreição no início da Republica;realização
das atividades de questionário propostas pelo manual e apresentação do trecho
do livros Os Sertões de Euclides da Cunha, seguido da explanação oral sobre
importância da obra para a Literatura brasileira.

Baseando-se no livro da disciplina e no caso relatado acima, reflita sobre as


afirmativas e assinale a alternativa correta:
I-A fonte histórica literária foi utilizada pela professora como uma ilustração
do conteúdo sobre o movimento de insurreição de Canudos, liderado pelo
religioso Antônio Conselheiro, na primeira Republica Brasileira.
II-Ao trabalhar em sala de aula com a fonte literatura que envolvia trama e
personagens de um acontecimento real, a professora conseguiu realizar o
procedimento de construção da narrativa histórica com os alunos.
III-A metodologia apresentada aos alunos não contemplou o
desenvolvimento da temporalidade e da relação presente/passado
fundamentais para a construção da consciência histórica.
Escolha uma:

a. As afirmativas II e III são falsas.

b. Somente a afirmativa III está correta.

As alternativas I e III estão corretas. Na afirmativa I é correto afirmar que a professora


usou a fonte histórica apenas para ilustrar o conteúdo e não para construir a
consciência histórica do educando. A afirmativa II está incorreta, pois, com o
procedimento realizado pela docente o aluno teria dificuldades em construir uma
narrativa histórica sobre o objeto pesquisado, atribuindo-lhe sentido.

c. As afirmativas I e III estão corretas.

d. As afirmativas I, II e III estão corretas.

e. Somente a afirmativas II está errada.

Feedback
A resposta correta é: As afirmativas I e III estão corretas..

Questão 7
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

Foi o historiador Fernand Braudel, diretor da revista dos Annales e autor da obra
“O mediterrâneo’, o sistematizador dos princípios metodológicos sobre os ritmos
de tempo histórico denominados de longa, média e curta duração. Sobre esta
categorização de tempo, analise as proposições:

I-A longa duração se caracteriza pela passagem lenta do tempo, um tempo


de permanências por vezes seculares que se remete as estruturas
geográficas, econômicas, demográficas.
II-A curta duração pode ser exemplificada pelos eventos sociais e
individuais que acontecem de forma breve, como um casamento, uma
festa, uma greve.
III-Já o tempo de média duração está relacionado ao período da História
que conhecemos como Idade Média.
Com relação a longa, média e cura duração, marque a alternativa que
corresponde a análise das afirmativas:
Escolha uma:

a. Alternativas I e II são corretas.

b. Todas as alternativas são corretas.

A Alternativa I está correta pois a longa duração é o tempo correspondente as


estruturas e a afirmativa II exemplifica o conceito da curta duração, como o tempo do
indivíduo, dos eventos sociais. A Alternativa III está incorreta pois a palavra média se
refere a um tempo medida pelas conjunturas, como a política, por exemplo, e não a
uma divisão referente a um dos períodos da História.

c. Todas as alternativas são incorretas.

d. Alternativas I e III são incorretas.


e. Apenas a alternativa I está incorreta.

Feedback

A resposta correta é: Alternativas I e II são corretas..

Questão 8
Correto

Marcar questão

Texto da questão

Para as Diretrizes Municipais de Ensino de História de Araucária, região


metropolitana de Curitiba, a finalidade do ensino de história é educar o aluno a
pensar historicamente para a formação da consciência histórica. Segundo o
historiador alemão Rüsen:

“A consciência histórica não é idêntica à lembrança. Só se pode falar de


consciência histórica quando, para interpretar experiências atuais do
tempo, é necessário mobilizar a lembrança de determinada maneira:ela é
transportada para o processo de tornar presente o passado mediante o
movimento da narrativa”. (2001, p.63).
Para configurar a consciência histórica, o historiador complementa que é
necessário que o indivíduo desenvolva três competências cognitivas:de
experiência, de interpretação e de orientação. Sobre essas competências,
analise as assertivas.
I-Quando o aluno adquire a competência da orientação, significa que
internalizou conceitos básicos de localização espacial a partir de pontos de
referências e das quatro direções fundamentais.
II-A competência de experiência se manifesta pela habilidade com que a
pessoa resgata a qualidade e a importância das experiências vividas no
passado e as diferencia do presente. Para o desenvolvimento desta
competência, a relação presente/passado deve ser permeada pelo contato
com fontes e narrativas diversas.
III-A partir somente da mobilização da lembrança, o aluno consegue
estabelecer as relações necessárias para construção da narrativa histórica e
da cognição interpretativa.
Assinale a alternativa correta em relação as cognições necessárias à
consciência histórica.
Escolha uma:

a. As alternativas II e III estão corretas.

b. As alternativas I, II e III estão corretas.

c. Somente a alternativa II está correta.

d. Somente a alternativa II está incorreta.

Somente a alternativa II está correta. A assertiva I está incorreta pois a competência de


orientação não está relacionada com a orientação geográfica. Ela se manifesta pela
habilidadeem utilizar o conteúdo da experiência e da interpretação para guiar as
ações na vida presente, articulando a identidade humana com o conhecimento
histórico em uma realidade de mudança temporal. A assertiva II está correta, pois, a
competência da experiência se manifesta pela habilidade com que a pessoa resgata a
qualidade e a importância das experiências vividas no passado e as diferencia do
presente. Para o desenvolvimento desta competência, a relação presente/passado
deve ser permeada pelo contato com fontes e narrativas diversas. A assertiva II está
incorreta pois somente recorrendo a lembrança o aluno não consegue desenvolver a
competência da interpretação. Esta se manifesta pela habilidade que uma pessoa
desenvolveu em diferenciar os tempos passado, presente e futuro, suas dimensões e
mudanças, sem perder a perspectiva de totalidade da temporalidade.

e. As alternativas I, II e III são falsas.

Feedback

A resposta correta é: Somente a alternativa II está incorreta..

Questão 9
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

O ensino da História na atualidade evidencia o embate entre o que foi


denominado de“aprendizagem tradicional”e de“aprendizagem crítica”. Dessa
forma, assinale a alternativa que caracteriza o ensino da História sobre o viés
da“aprendizagem crítica”.

Escolha uma:

a. A história deve se ocupar unicamente com o estudo da vida dos grandes


personagens.

b. A repetição de conteúdos e a forma de transmiti-los asseguram a eficácia do ensino


da História e a continuidade desse modelo aceito nas diversas modalidades de ensino
da atualidade.

Como se pode verificar na videoaula 6.1(7 minutos e 38 segundos a 10 minutos), o


ensino da História considerando o viés da“aprendizagem crítica”extrapola o
conhecimento mecânico de fatos e datas, muitas vezes descontextualizados do
período em que ocorreram e sem correlação com a atualidade. Busca a compreensão
integrada com o momento vivido, promovendo uma construção social eficaz.

c. O principal foco do ensino da História está no conhecimento das datas e fatos sem
necessariamente correlacioná-las com o presente e com o período em que ocorreram.

d. Desenvolve uma correlação entre o fato, o período e a sua contextualização com o


momento vivido, servindo de parâmetro para uma construção social mais eficaz.

e. O ensino da História deve estar focado somente nos acontecimentos do passado, se


utilizando de critérios tradicionais de investigação dos fatos.

Feedback

A resposta correta é: Desenvolve uma correlação entre o fato, o período e a sua


contextualização com o momento vivido, servindo de parâmetro para uma construção
social mais eficaz..

Questão 10
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão
O tratamento com as fontes no ensino de história, antes vistas como ilustração,
comprovação, sofreu uma mudança na segunda metade do século XX, com novas
perspectivas historiográficas, propondo serem analisadas enquanto vestígios e
evidencias do passado. Com relação a esta transformação, identifique se as
sentenças abaixo são(V)verdadeiras ou (F)falsas.

1( )incorporação de diversas linguagens de ensino, com especial atenção


para o cinema, a música, a imagem e documentos históricos impressos em
geral.
2( )ruptura com a ordenação temporal e espacial dos conteúdos,
fundamentada na noção de múltiplas temporalidades e na perspectiva
francesa da história por eixos temáticos.
3( )valorização da história geral com ênfase no estudo da política e da
economia.
4( )consenso em torno da impossibilidade de estudar toda a história da
humanidade, de todas as épocas e lugares.
Agora selecione a alternativa que condiz com suas conclusões sobre as
mudanças nas perspectivas historiográficas.
Escolha uma:

a. 1-F, 2-V, 3-V, 4-V.

b. 1- V, 2-F, 3-V, 4-F.

A sentença 1 é verdadeira. Ela exemplifica a incorporação de diversas linguagens no


ensino, depois da mudança na perspectiva historiográfica. A sentença 2 também é
verdadeira, pois discorre sobre a ruptura na ordenação temporal tradicional, abrindo
espaço para as múltiplas temporalidades. Por abordar a perspectiva tradicional
positivista da história, ressaltando a história geral e a ênfase no estudo dos aspectos
políticos e econômicos das sociedades, a afirmativa é falsa. A sentença 4 é verdadeira
pois aponta as limitações do estudo de a toda a história da humanidade.

c. 1- F, 2-V, 3-F, 4-V.

d. 1-V, 2-V, 3-F, 4-V.

e. 1-F, 2-F, 3-V, 4-V.

Feedback

A resposta correta é: 1-V, 2-V, 3-F, 4-V..


Questão 1
Correto

Marcar questão

Texto da questão

Utilizando as pesquisas do alemão Jorn Rüsen, que vem subsidiando pesquisas


sobre o ensino e a aprendizagem em história, Urban (2009, p. 80-81)relata seis
funções da teoria da história no pensamento sobre a própria história, que nos
permitem adaptá-los para uma reflexão sobre os elementos de uma didática da
história. Identifique essas funções com V para as sentenças verdadeiras e com F,
para as falsas.

()A teoria da história tem a função de profissionalizar didaticamente o


historiador:consiste em transmitir aos historiadores em formação uma
concepção sólida da especificidade profissional da ciência histórica.
()A teoria da história tem uma função de coordenação:consiste em tornar
possível a especificidade da própria história, considerando seus princípios e
evitando um compartilhamento estranho à própria história.
()A teoria da história tem uma função motivadora:consiste em fundamentar
as articulações da subjetividade no processo de conhecimento histórico,
geralmente descartadas ou assumidas como tendenciosas ou não
científicas.
()A teoria da história tem uma função de organização e orientação das
pesquisas do saber histórico diante da dificuldade que os estudiosos
enfrentam devido à quantidade de materiais, documentos e fontes de
pesquisa.
()A teoria da história tem uma função de seleção e fundamentação dos
procedimentos de pesquisa:consiste em fornecer subsídios para que os
estudiosos estabeleçam critérios frente às reflexões e aos
encaminhamentos que se propõem desenvolver e pesquisar, reforçando o
caráter argumentativo e aumentando a qualidade científica da história.
()A teoria da história tem uma função de mediação:consiste em exercer o
papel de ser ponte entre os conhecimentos e a aplicação deles no contexto
social do pensamento histórico.
Agora, identifique a alternativa que contém a informação correta:
Escolha uma:

a. F, F, F, V, V, V.

b. Todas as sentenças são verdadeiras.

“Todas as sentenças são verdadeiras”. Por extensão, poderá contribuir para


estabelecer formas de tornar os conteúdos históricos conhecimentos que contribuam
para desenvolver a consciência, a literacia e o pensar histórico dos alunos no processo
ensino-aprendizagem. Esse seria um dos caminhos para desenvolver uma didática da
história não distanciada da própria ciência histórica, apregoada por Bittencourt
(2004)como uma “boa didática”, e que Urban (2009)referenciou no conceito de
consciência histórica de Rüsen (2001). Ver mais em:
P. 75 e 76, cap. 6, do livro da disciplina.

c. V, V, F, V, F, F.

d. Todas as sentenças são falsas.

e. V, V, F, F, V, V.

Feedback

A resposta correta é: Todas as sentenças são verdadeiras..

Questão 2
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

Aqui no Brasil, Monteiro (2002)aproxima o conceito da transposição didática de


Chevallard do ensino de história, ao investigar a experiência dos professores de
história na mobilização dos saberes que dominam para ensiná-los. Para a
pesquisadora, os professores dominam e produzem saberes, em um contexto de
autonomia relativa, em uma construção que apresenta uma especificidade
decorrente do fato de ser integrante de uma cultura escolar, diferenciando duas
categorias. São elas:

Escolha uma:

a. saber escolar e saber coletivo.

“Saber escolar e saber docente”. Relacionando saber escolar e saber docente,


Monteiro (2002, p. 7)buscou investigar como professores de história mobilizam os
saberes que dominam para lidar com os saberes que ensinam, e como são articulados
os saberes disciplinares, curriculares, pedagógicos e de experiência, em uma criação
própria e significativa para seus alunos. Focalizando os saberes ensinados, buscou
compreender a síntese elaborada a partir dos subsídios dos saberes disciplinares, sua
dimensão educativa, as escolhas axiológicas e o processo de didatização. Ver mais em:
p. 70, cap. 6, do livro da disciplina.

b. saber escolar e saber doente.

c. saber escolar e saber docente.

d. saber expressivo e saber docente.

e. saber individual e saber docente.

Feedback

A resposta correta é: saber escolar e saber docente..

Questão 3
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

Numa turma de 6º ano do Ensino Fundamental, a professora de História dividiu a


turma em equipes e sorteou temas relacionados a História da Grécia Antiga. A
tarefa de cada grupo consistia em preparar materiais e montar uma apresentação
oral para os demais alunos da classe. No dia da apresentação, os alunos da equipe
responsável pela educação em Atenas e Esparta, narraram que na cidade de
Esparta a educação era voltada para a formação de soldados, por isso se uma
criança nascia sem condições físicas de cumprir seu papel na sociedade, era
atirada de um penhasco para morrer. Sendo assim, os espartanos eram um povo
primitivo, pois não respeitavam os direitos da criança e do adolescente. Com base
no texto e na concepção de temporalidade histórica, analise as afirmativas:

I-Ao tratar do passado, os alunos atribuíram a sociedade, conceitos, ideias,


sentimentos e razões de outras épocas com características diferentes, o
que em História, é chamado de anacronismo.
II-A professora de história, diante da opinião da equipe, deve incluir em seu
planejamento, o trabalho com os conceitos de tempo histórico, como
permanências e mudanças, continuidades e ruptura, simultaneidade e
sucessão.
Assinale a alternativa que corresponde a resposta correta:
Escolha uma:

a. As duas afirmativas são proposições verdadeiras, e a segunda é uma justificativa da


primeira.

b. As duas afirmativas são proposições falsas.

c. A primeira afirmativa é uma proposição verdadeira, e a segunda é uma proposição


falsa.

d. As duas afirmativas são proposições verdadeiras.

Que mostra que ambas afirmativas são verdadeiras. No estudo de caso apresentado,
os alunos ao atribuírem a ideia contemporânea de direito da criança e do adolescente,
remetendo-se ao ECA (Estatuto da criança e do adolescente)a uma sociedade de outro
tempo, com costumes, crenças e valores diferentes, cometeram um anacronismo.
Neste sentido a questão II também é correta ao afirmar que a professora, ao
identificar o uso anacronismo pelos educandos, necessita trabalhar em sala de aula
com mais procedimentos de compreensão dos conceitos temporais na História.

e. A primeira afirmativa é uma proposição falsa, e a segunda é uma proposição


verdadeira.

Feedback

A resposta correta é: As duas afirmativas são proposições falsas..

Questão 4
Incorreto
Marcar questão

Texto da questão

A tarefa de ensinar história para crianças, jovens e adultos em tempos de uma


sociedade em transição do capitalismo industrial para um capitalismo
pós-industrial ainda emergente, apresenta-se como um desafio para professores
com formação e licenciatura na área de história. A trajetória do ensino de história
no Brasil, segundo Schmidt, (2009, p. 22)“ evidencia o embate entre o que foi
chamado de ‘aprendizagem tradicional’ e ‘aprendizagem crítica’ da história”. Essas
aprendizagens não têm conseguido suprir os anseios das crianças, dos jovens e
dos adultos da sociedade do conhecimento, lançando novos desafios ao ensino de
história, extensivos ao ensino como um todo. Três desafios apresentam-se como
fundamentais. Marque a alternativa que destaca corretamente as características
de cada desafio de ensino da história e da formação do professor.

Escolha uma:

a. o primeiro desafio refere-se às condições materiais para uma formação continuada


de qualidade. Essa qualidade relaciona-se à capacitação e instrumentalização para a
reflexão sistemática sobre a natureza de sua profissão e sobre elementos
fundamentais de sua prática, o segundo O segundo desafio refere-se às contribuições
dessas pesquisas para a formação inicial e continuada dos professores de história do
Ensino Fundamental, e o terceiro, específico do ensino de história, refere-se aos
avanços das pesquisas em torno do ensino de história;

b. o primeiro e o segundo desafios referem-se às contribuições dessas pesquisas para


a formação inicial e continuada dos professores de história do Ensino Fundamental.

Três desafios apresentam-se como fundamentais, o primeiro, específico do ensino de


história, refere-se aos avanços das pesquisas em torno do ensino de história. O
segundo desafio refere-se às contribuições dessas pesquisas para a formação inicial e
continuada dos professores de história do Ensino Fundamental. E o terceiro desafio
refere-se às condições materiais para uma formação continuada de qualidade. Essa
qualidade relaciona-se à capacitação e instrumentalização para a reflexão sistemática
sobre a natureza de sua profissão e sobre elementos fundamentais de sua prática. Ver
mais em:
p. 15 e 16, cap. 1 do livro da disciplina.
c. o primeiro desafio refere-se às contribuições dessas pesquisas para a formação
inicial e continuada dos professores de história do Ensino Fundamental. O segundo,
específico do ensino de história, refere-se aos avanços das pesquisas em torno do
ensino de história. E o terceiro desafio refere-se às condições materiais para uma
formação continuada de qualidade. Essa qualidade relaciona-se à capacitação e
instrumentalização para a reflexão sistemática sobre a natureza de sua profissão e
sobre elementos fundamentais de sua prática;

d. o primeiro, específico do ensino de história, refere-se aos avanços das pesquisas


em torno do ensino de história. O segundo desafio refere-se às contribuições dessas
pesquisas para a formação inicial e continuada dos professores de história do Ensino
Fundamental. E o terceiro desafio refere-se às condições materiais para uma formação
continuada de qualidade. Essa qualidade relaciona-se à capacitação e
instrumentalização para a reflexão sistemática sobre a natureza de sua profissão e
sobre elementos fundamentais de sua prática;

e. o primeiro desafio refere-se aos questionamentos que se realiza em função da


profissão, e desta forma pode-se agir e alterar a forma de trabalhar. O segundo
desafio refere-se às opções que o professor pode ter para analisar se há necessidade
de formação continuada ou não, e o terceiro, específico do ensino de história, refere-
se aos avanços das pesquisas em torno do ensino de história.

Feedback

A resposta correta é: o primeiro, específico do ensino de história, refere-se aos


avanços das pesquisas em torno do ensino de história. O segundo desafio refere-se às
contribuições dessas pesquisas para a formação inicial e continuada dos professores
de história do Ensino Fundamental. E o terceiro desafio refere-se às condições
materiais para uma formação continuada de qualidade. Essa qualidade relaciona-se à
capacitação e instrumentalização para a reflexão sistemática sobre a natureza de sua
profissão e sobre elementos fundamentais de sua prática;.

Questão 5
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão
Entendendo que a transposição didática, para Chevallard (2005)como a articulação
do saber histórico acadêmico com o saber histórico escolar, assinale a alternativa
Incorreta.

Escolha uma:

a. A dimensão educativa que se estabelece entre professor e alunos, tem pouca


importância para compreensão do processo de constituição do saber escolar.

b. Na transposição didática, o saber acadêmico é a única fonte de conhecimento


histórico.

c. O saber histórico desenvolvido na academia deve ser levado para a escola afim de
melhor compreender os processos históricos.

Ela está incorreta pois ela apresenta contradições em sua estrutura por isso não é
uma proposta totalmente eficaz nas aulas de história., até por que os saberes
escolares se modificam dependendo da cultura escolar que perpassa os elementos
constituintes da escola.

d. A transposição didática pressupõe a mudança do conteúdo tradicional de ensino de


história, no entanto, a questão conceitual permanece sem significativas alterações.

e. A conceituação de transposição didática é isenta de contradições, sendo uma


proposta eficaz no ensino de história.

Feedback

A resposta correta é: A conceituação de transposição didática é isenta de contradições,


sendo uma proposta eficaz no ensino de história..

Questão 6
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

As ideias previas dos alunos são fundamentais para a elaboração de uma narrativa
histórica baseada na compreensão da temporalidade e dos procedimentos da
investigação histórica
Analise as preposições acerca da narrativa histórica.

I-A narrativa histórica se compõe das primeiras ideias que os alunos tem a
respeito da indagação do conteúdo trabalhado em sala de aula.
II-A relação ensino-aprendizagem é fundamental para que se configure a
sala de aula como um ambiente em que se pensa e se discute história.
Com base na análise das preposições, marque a alternativa verdadeira.
Escolha uma:

a. A primeira afirmativa é uma proposição verdadeira, e a segunda é uma proposição


falsa.

b. A primeira afirmativa é uma proposição falsa, e a segunda é uma proposição


verdadeira.

c. As duas afirmativas são proposições verdadeiras.

d. As duas afirmativas são proposições verdadeiras, e a segunda é uma justificativa da


primeira.

a preposição I é falsa, por caracterizar a narrativa como uma primeira ideia do aluno
sobre o objeto histórico, sendo que ela é ponto de chegada do mesmo, e a preposição
II é verdadeira, pois o ambiente pedagógico que se constrói na sala de aula interfere
diretamente na compreensão da história.

e. As duas afirmativas são proposições falsas.

Feedback

A resposta correta é: A primeira afirmativa é uma proposição falsa, e a segunda é uma


proposição verdadeira..

Questão 7
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão
A História é uma narrativa de eventos:todo o resto resulta disso. Já que é, de fato,
uma narrativa, ela não faz reviver esses eventos, assim como tampouco o faz o
romance;o vivido, tal como ressai das mãos do historiador, não é o dos atores;é
uma narração, o que permite evitar alguns falsos problemas [...] (Veyne, 1998,
p.18).
Esse trecho, do historiador Paul Veyne, mostra a concepção de história enquanto
narrativa. Sobre essa abordagem, analise as afirmativas.

I-O livro didático é uma fonte de narrativas prontas que deve ser utilizado
em sala de aula como fonte e indagado como tal.
II-A narração histórica é baseada na literatura infantil e tem seus
personagens como centro do contexto histórico de uma determinada
época.
III-Depois de explorar fontes diversas sobre um determinado tema, o aluno
pode ser desafiado a compor uma narrativa sobre sua aprendizagem,
contextualizando o conhecimento histórico construído.
Marque a alternativa correta:
Escolha uma:

a. As afirmativas I, II e III são falsas.

b. As afirmativas I, II e III estão corretas.

c. As afirmativas II e III estão incorretas.

d. As afirmativas I e III estão corretas.

e. Somente a afirmativa II está correta.

As afirmativas I e III estão corretas.A afirmativa I está correta pois os textos do livro
didático é uma narrativa e pode ser utilizado como fonte e indagado como tal. A
afirmativa II está errada pois a literatura infantil não á a base para o estudo da
narrativa histórica, embora pode ser utilizada como tal. A afirmativa III está correta
haja vista que a narrativa pode ser ponto de chegada do aluno em relação ao
conhecimento histórico.

Feedback

A resposta correta é: As afirmativas I e III estão corretas..

Questão 8
Incorreto
Marcar questão

Texto da questão

O conceito de literácia histórica para o historiador Peter Lee (2008), está


relacionado com a capacidade do aluno dar sentido ao passado e,
simultaneamente, utilizar este conhecimento de modo que tenha uma
utilidade/aplicabilidade. A respeito do conceito de literacia, coloque V ou F nas
sentenças.

1( )O aluno desenvolve a capacidade de dar sentido ao passado quando ele


comprova a veracidade dos fatos e acontecimentos históricos, através das
fontes, desenvolvendo a literacia histórica.
2( )O estudo da história pode ser útil na vida do educando, na medida em
que ele aprende como memorizar os conteúdos e aplicar está técnica nas
provas das demais disciplinas.
3( )O uso de fontes diversas pelo professor em sala de aula contribui para
que o aluno se oriente no tempo e desenvolva a literacia histórica.
4( )A literacia história está relacionada a habilidade de o educando construir
uma explicação e narrativa do passado.
Assinale a alternativa com a sequência correta:
Escolha uma:

a. 1-F, 2-F, 3-V, 4-V

b. 1- F, 2-V, 3-F, 4-V

c. 1-V, 2-V, 3-F, 4-F

d. 1- V, 2-F, 3-V, 4-F

e. 1-F, 2-V, 3-V, 4-F

A sentença 1 é falsa porque o conhecimento histórico é plural, e não existe apenas


uma explicação para seus eventos ou uma verdade absoluta. Esta tendência de ensino
de história, que fez parte por muito tempo dos bancos escolares, não possibilita o
desenvolvimento da literária histórico, conforme a acepção do termo. A afirmativa II é
falsa pois a utilidade /aplicabilidade, para o autor, está relacionada com o letramento
do aluno em História, ou seja, com o desenvolvimento da literária histórica. A sentença
3 relata a importância da utilização, por parte de professores e alunos, de diversas
tipologias de fontes na construção da Literácia histórica, pois a aprendizagem dos
conceitos de temporalidade contribue para que o indivíduo se oriente no tempo,
sendo este um elemento essencial na formação da literária histórica. Portanto, esta
alternativa é verdadeira. Também é correta a opção 4, pois a elaboração de narrativas
históricas a partir da indagação da fontes e construção do conhecimento é crucial na
ampliação da Literácia Histórica.

Feedback

A resposta correta é: 1-F, 2-F, 3-V, 4-V.

Questão 9
Incorreto

Marcar questão

Texto da questão

Uma aluna do nono ano do ensino fundamental relatou e que na disciplina de


história o professor trabalhava com diversas fontes históricas e que a partir delas
os educandos deviam realizar questionamentos e levantar hipóteses, tirar
conclusões sobre o objeto de estudo. Com relação a este procedimento de inquirir
a fonte para conduzir a um resultado, informe qual é o nome dado a esta
categoria

Escolha uma:

a. Consciência histórica.

Segundo o dicionário de Língua portuguesa de Ruth Rocha, inferir é deduzir uma coisa
de outra, ou seja, tirar conclusões sem ser através do raciocínio lógico. Este
procedimento é uma categoria importante para a construção e reconstrução do
passado, sendo fundamental no tratamento das fontes e dos documentos históricos,
sendo assim, fundamentais na metodologia do ensino de história.

b. Inferência .

c. Linearidade.
d. Evidencia.

e. Narrativa.

Feedback

A resposta correta é: Inferência ..

Questão 10
Correto

Marcar questão

Texto da questão

A questão da seleção dos conteúdos(escolha dentro um repertorio)tem sido


central nos estudos sobre currículo, havendo nestes estudos certo consenso em
torno da ideia de seletividade cultural. Referente a esse conceito, analise as
afirmativas abaixo:

I-A ideia de conteúdo como seleção cultural permite organizá-los por eixos
temáticos, quebrando com a tradição da organização cronológica e linear,
onde seria possível ensinar “toda” a história.
II-Segundo Forquin(1993)os conteúdos são selecionados no interior da
cultura, a partir de interesses da cultura escolar, que não está isenta das
influências da cultura mais ampla em que estão inseridos os atores
protagonistas da seleção.
Assinale a alternativa que corresponde a resposta certa segundo a análise
das preposições.
Escolha uma:

a. As duas afirmativas são proposições verdadeiras.

As duas afirmativas são proposições verdadeiras. A preposição I é verdadeira e


informa que a organização do conteúdo por eixos temáticos, é uma possibilidade que
surge a quando analisada a luz do conceito de seleção cultural. A II preposição
também está correta. Foi o pesquisador Forquin que elaborou tal conceito a partir da
ideia de que os conteúdos culturais escolares são selecionados a partir da cultura mais
ampla seguindo os interesses dos grupos sociais que protagonizam a ação.
b. A primeira afirmativa é uma proposição verdadeira, e a segunda é uma proposição
falsa.

c. As duas afirmativas são proposições verdadeiras, e a segunda é uma justificativa da


primeira.

d. As duas afirmativas são proposições falsas.

e. A primeira afirmativa é uma proposição falsa, e a segunda é uma proposição


verdadeira.

Feedback

A resposta correta é: As duas afirmativas são proposições verdadeiras..

Você também pode gostar