Você está na página 1de 6

ISTITUTO SUPERIOR DE ARTES E CULTURA

FACULDADE DE ARTES

LICENCIATURA EM DESING

3º ANO – 1º SEMESTRE

Tema: Ficha de Leitura

Discente: Docente:

Florencio Sitoe Dr. Vania Pedro/ Belchior Canivete

Matola, Julho de 2021


Intodução
No presente trabalho pretendo explicar em pequenos promenores sobre o conceito
antropológico da cultura vou utilizar exemplos referentes à nossa sociedade. procurarei
monstrar como a cultura influencia o comportamento social e diversifica enormemente a
humanidade.

Da Natureza Da Cultura ou Da Natureza a Cultura

Com este dilema o presente Livro pretende nos ilucidar que a natureza dos homens é a
mesma, são os seus hábitos que os mantêm separados, o que siguifica é o
comportamento diferente existentes entre homens duma determinada sociedade que os
diferencia dos outros povos e cada individio inserido numa determinada sociedade se
sente convecido que os seus habitos e custumes sao os melhores que as dos outros, e
considera estranho o que não se pratica na sua terra.

Não é necessário ir tão longe para dar exemplo que poderia se estender infinitamente;
basta verificar que em algumas regiões do Norte de Mocambique principalmente o povo
Maconde a existência de certos rituais como a mutilação dentária, a iniciação masculina
e feminina, o Mapiko, a escarificação do corpo, as tatuagens e outras características
identitárias e estabelecer analogias com outras etnias.

Na regiao Centro do pais é muito normal a pratica de fecalismo ao ceo aberto, as


mesmas bacias que usan para lavar a loiça e a mesma usada para o Banho.

Estes exemplos mostram como o comportamento humano e diferente mas nem com isso
pode-se estranhar os habitos dos outos indepedentimente do seu determinismo biologico
ou Geografico, estes nao sao determinantes nas diferenças culturais, pois qualquer
criança humana normal pode ser educada em qualquer cultura independetimente o sexo
ou cor, se for colocada desde o início em situação conveniente do aprendizado ela
crescerá como tal e não se diferenciará mentalmente em nada de seu irmãos de criação.
Conceito da Cultura

No final do século XVIII e no princípio do seguinte, o termo germânico Kultur era


utilizado para simbolizar todos os aspectos espirituais de uma comunidade, enquanto a
palavra francesa Civilization referia-se principalmente às realizações materiais de um
povo.

Segundo Edward Tylor (1832-1917) definiu cultura como sendo todo o comportamento
aprendido, tudo aquilo que depende de uma transmissão genética , trata-se de um
fenômeno natural, o que siguifica que a Cultura inclui conhecimentos, crenças, arte,
moral, leis, costumes ou qualquer outra capacidade ou hábito aquiridos pelo homem
como membro de uma sociedade,

A cultura é compreendida como os comportamentos, tradições e conhecimentos de um


determinado grupo social, incluindo a língua, as comidas típicas, as religiões, música
local, artes, vestimenta, entre inúmeros outros aspectos é aquisição inata, transmitida
por mecanismos biológicos.

Ele procura demonstrar que a mente humana nasce como uma caixa vazia, mas nem
por isso ela e limitada de obter conhecimento, ela ganha conhecimento através de um
processo que hoje chamamos de endoculturação. Concluindo, tudo que o homem faz,
aprendeu com os seus semelhantes e não decorre de imposições originadas fora da
cultura.

A contribuição de Kroeber para a ampliação do conceito de cultura ele afirma que o


Homem é o resultado do meio cultural em que foi socializado. Ele é um herdeiro de um
longo processo acumulativo, que reflete o conhecimento e a experiência adquiridas
pelas numerosas gerações que o antecederam. A manipulação adequada e criativa desse
patrimônio cultural permite as inovações e as invenções. Estas não são, pois, o produto
da ação isolada de um gênio, mas o resultado do esforço de toda uma comunidade

ORIGEM DA CULTURA
Umas das grandes questões da humanidade é como surgiu à cultura, uma das respostas a
esta pergunta seria que a cultura surgiu a partir do momento em que o homem evoluiu
dos primatas, uma resposta insatisfatória, pois leva a outra pergunta: porque o cérebro
do primata evoluiu a ponto de permitir o aparecimento do homem?

Richard Leackey e Roger Lewin diziam que este fato ocorreu por causa da vida
arborícola que os primatas viviam, que em conjunto com a visão estereoscópica e a
utilização das mãos possibilitava a esses primatas relacionarem cores, formas, pesos e
cheiros.

Claude Lévi-Strauss considera que a cultura surgiu quando o homem se deparou com a
primeira regra, a proibição do incesto, norma presente em todas as sociedades.

Os católicos dizem que o homem adquiriu cultura no momento em que recebeu do


Criador uma alma imortal. E esta somente foi atribuída ao primata no momento em que
a divindade considerou que o corpo do mesmo tinha evoluído organicamente o
suficiente para tornar-se digno de uma alma, e consequentemente, de cultura.

Leslie White, antropólogo norte-americano contempo- râneo, considera que a passagem


do estado animal para o humano ocorreu quando o cérebro do homem foi capaz de gerar
símbolos.

Todo comportamento humano se origina no uso de símbolos. Foi o símbolo que


transformou nossos ances- trais antropóides em homens e fê-los humanos. Todas as
civilizações se espalharam e perpetuaram somente pelo uso de símbolos, Toda cultura
depende de símbolos, Podemos dizer então que o estudo da cultura consiste em
decodificar os códigos de símbolos partilhados pelos membros deste grupo cultural.
Geertz confirma que a antropologia procura entender e interpretar vários significados.
Portanto, a interpretação de um texto cultural sempre será uma tarefa difícil e rigorosa.

Teorias modernas sobre cultura

De acordo com o esquema de Roger Keesing em seu artigo ”Theories of Culture”a


cultura pode ser um sistema adaptativo, porém essa idéia foi difundida por vários neo-
evolucionistas, que concordam em pontos como:

1. Considerando ”cultura” como ligamento para adaptar comunidades humanas aos seus
embasamentos biológicos.

2. Mudança cultural com adaptação biológica ao ambiente, tratando o homem como um


animal.

3. A tecnologia, a economia de subsistência e os elementos da organização social com a


produção constituem o domínio mais adaptativo da cultura, a partir disso, começam as
mudanças adaptativas.

4. A ideologia dos sistemas culturas podem gerar consequências adaptativas


significativas em alguns pontos da população.
Roger Kessing se refere ás teorias de cultura de três maneiras, a primeira delas é a partir
da analise de modelos construídos pelos membros da comunidade, a respeito de seu
próprio universo, que fica como um evento observável.

A segunda considera cultura como sistemas estruturais, definindo como sistema


simbólico que é uma criação acumulativa,

A terceira considera como sistemas simbólicos, uma visão desenvolvida principalmente


nos EUA por dois antropólogos Clifford Geertz e David Schneider, para Geertz o
homem funciona como um computador que está apto a receber qualquer sistema, no
caso do homem qualquer cultura.

Podemos dizer então que o estudo da cultura consiste em decodificar os códigos de


símbolos partilhados pelos membros deste grupo cultural.
Geertz confirma que a antropologia procura entender e interpretar vários significados.
Portanto, a interpretação de um texto cultural sempre será uma tarefa difícil e rigorosa.
distinta a de Geertz, acaba possuindo pontos semelhantes. Destacamos a introdução de
seu livro “American Kinship” que para Schneider, a Cultura é um sistema de símbolos e
significados e que não dependem da sua observabilidade. sendo assim, fantasmas e
pessoas mortas podem ser categorias culturais. 

Concluí que o debate não acaba por aí, e provavelmente não terminará, pois o conceito
de cultura compreende uma linha infinita de reflexão sobre a natureza humana e aquilo
que nos rodeia.

A CULTURA CONDICIONA A VISÃO DE MUNDO DO HOMEM

Segundo a autora Ruth Benedict a cultura é como uma lente através da qual o homem vê
o mundo, essa afirmação consiste na diversidade cultural encontrada, pois desse modo
uma cultura é vista de diversas maneiras diferentes, dependendo da que está a
analisando.

A cultura pode-se dizer que é dada devido a uma herança passada de geração para
geração, que faz com que a sociedade que ela está inserida crie uma padronização entre
eles, seja na forma de falar, andar, vestir.

Você também pode gostar