Você está na página 1de 23

Prof.

Adenilton Almeida

Estatuto da Criança e do Adolescente – Lei 8.069/90


@professoradenilton
Medida de Proteção
1 – Quem Poderá Receber a Medida?

A-

B–

Art. 98. As medidas de proteção à criança e ao adolescente são aplicáveis sempre


que os direitos reconhecidos nesta Lei forem ameaçados ou violados:

I - por ação ou omissão da sociedade ou do Estado;

II - por falta, omissão ou abuso dos pais ou responsável;

III - em razão de sua conduta.


Medida de Proteção

Art. 105. Ao ato infracional praticado por criança corresponderão as medidas


previstas no art. 101.

2 – Quem Poderá Aplicar a Medida?

A-

B–
Medida de Proteção

2.1 O Conselho Tutelar NÃO poderá decretar:

A – Acolhimento Familiar;

B – Acolhimento Institucional;

C – Colocação em Família Substituta;

D – Perda da Guarda

E – Destituição da Tutela

F – Suspensão ou destituição do poder familiar


Medida de Proteção

1- Ano: 2019 Banca: VUNESP Órgão: Prefeitura de Sorocaba – SP Prova: Conselheiro


Tutelar A Lei n° 8.069/90 estabelece as medidas socioeducativas aplicáveis ao autor de
ato infracional. Fixa também as garantias individuais, entre as quais: a apreensão
somente em flagrante, o recolhimento mediante ordem judicial fundamentada, a
internação provisória e o direito ao devido processo legal. Conforme define o artigo
105 do ECA, à conduta descrita como crime ou contravenção penal, ou seja, ao ato
infracional, praticado por criança, corresponderá a aplicação das medidas de proteção,
entre elas:

a) liberdade assistida.

b) orientação, apoio e acompanhamento temporários.

c) advertência e responsabilização dos pais.

d) obrigação de reparar o dano.


Medida de Proteção

2 - Ano: 2018 Banca: FCC Órgão: Prefeitura de Macapá – AP Prova:


Nutricionista Às crianças menores de 12 anos, autoras de ato infracional
de qualquer tipo, o ECA determina ao Conselho Tutelar aplicar medidas

a) socioeducativas.

b) correcionais e de reparo moral.

c) de prestação de serviços à comunidade.

d) de proteção.

e) de liberdade assistida em estabelecimento correcional.


Medida de Proteção

3 - Ano: 2019 Banca: CESPE Órgão: TJ-PR Prova: Juiz de Direito


Assinale a opção que indica medida de proteção à criança e ao
adolescente prevista no ECA e aplicável quando os direitos
reconhecidos desse grupo social forem ameaçados ou violados.

a) colocação da criança ou do adolescente em família substituta

b) intervenção mínima

c) obrigação de reparar o dano

d) internação da criança ou do adolescente em estabelecimento


educacional
Medida de Proteção

4 - Ano: 2019 Banca: CESPE Órgão: TJ-PR Prova: Juiz de Direito De acordo
com o ECA, o conselho tutelar, ao tomar conhecimento de ameaça ou
violação aos direitos de crianças e adolescentes, é competente, em regra,
para determinar a

a) inclusão da criança e(ou) do adolescente em programa oficial de


proteção, apoio e promoção da família, da criança e do adolescente.

b) destituição da tutela da criança e(ou) do adolescente.

c) inclusão da criança e(ou) do adolescente em programa de acolhimento


familiar.

d) perda da guarda da criança e(ou) do adolescente.


Medida de Proteção

5 - Ano: 2019 Banca: CESPE Órgão: SLU-DF Prova: Analista - Serviço


Social Acerca de políticas, diretrizes, ações e desafios na área da
família, da criança e do adolescente, julgue o item subsecutivo. É
atribuição do conselheiro tutelar encaminhar a criança ou o
adolescente para programa de acolhimento familiar ou para família
substituta, como forma de aplicação de medida de proteção.
Medida de Proteção – Acolhimentos

Medida Prazo Reavaliação

Acolhimento No máximo, a cada 3


Não há prazo
Familiar (três) meses.

Não se prolongará por mais de 18


Acolhimento meses, salvo comprovada No máximo, a cada 3
necessidade que atenda ao seu superior (três) meses.
Institucional
interesse, devidamente fundamentada
pela autoridade judiciária.
5 - Ano: 2019 Banca: VUNESP Órgão: Prefeitura de Itapevi – SP Prova: Agente de
Saúde Segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente, art. 19, “É direito da
criança e do adolescente ser criado e educado no seio de sua família e,
excepcionalmente, em família substituta, assegurada a convivência familiar e
comunitária, em ambiente que garanta seu desenvolvimento integral”. Desse
modo,

a) toda criança ou adolescente que estiver inserido em programa de acolhimento


familiar ou institucional terá sua situação reavaliada, no mínimo a cada 12 meses.

b) a permanência da criança e do adolescente em programa de acolhimento


institucional não se prolongará, em hipótese alguma, por mais de 6 meses.
c) a mãe ou o pai privado de liberdade não terão direito à convivência com a
criança ou adolescente, em hipótese alguma.

d) a manutenção ou a reintegração de criança ou adolescente à sua família terá


preferência em relação a qualquer outra providência.

e) a mãe adolescente em acolhimento institucional será assistida por equipe


especializada e, dependendo de autorização judicial, poderá ter convivência
integral com a criança.
6 - Ano: 2019 Banca: AOCP Órgão: Prefeitura de Umuarama – PR Prova: Nível
Médio De acordo com a Lei n° 8069/90, a permanência da criança e do
adolescente em programa de acolhimento institucional não se prolongará por
mais de

a) 18 (dezoito) meses.

b) 12 (doze) meses.

c) 6 (seis) meses.

d) 24 (vinte e quatro) meses.


Medidas Socioeducativas – Art. 112
Medidas Socioeducativas – Art. 112

1 – A quem poderá ser Aplicada as Medidas?

2 – Em função do que serão aplicadas as Medidas?

3 - Competência para aplicação das Medidas?


7 - Ano: 2017 Banca: IBADE Órgão: Prefeitura de Rio Branco – AC Prova: Professor - 1 ao 5
Ano Ensino Fundamental Em se tratando de ato infracional com reflexos patrimoniais, a
autoridade poderá determinar, se for o caso, que o adolescente:

a) seja obrigado a prestar trabalho forçado, no período proporcional à gravidade do delito.

b) restitua a coisa, promova o ressarcimento do dano, ou, por outra forma, compense o
prejuízo da vítima.

c) seja encaminhado a um sistema prisional comum.

d) preste, durante um ano, serviços comunitários que consistem na realização de tarefas


gratuitas de interesse geral.

e) responda criminalmente por seus atos infracionais.


8- Ano: 2017 Banca: IBFC Órgão: POLÍCIA CIENTÍFICA-PR Prova: Auxiliar de Necrópsia
Considerando as normas da Lei Federal nº 8.069, de 13/07/1990, assinale a alternativa
correta sobre o que a referida lei considera ser a admoestação verbal aplicada por
autoridade competente.

a) Advertência

b) Tratamento degradante

c) Medida excessiva

d) Pena privativa de liberdade

e) Pena cruel
9 - Ano: 2019Banca: Quadrix Órgão: CRESS - SC Prova: Agente Fiscal Julgue o item,
relativo ao Estatuto da Criança e do Adolescente. A medida socioeducativa de
internação constitui medida privativa da liberdade, sujeita aos princípios de
brevidade, excepcionalidade e respeito à condição peculiar de pessoa em
desenvolvimento, e comporta o prazo mínimo de seis meses.
10 - Ano: 2016 Banca: FCC Órgão: AL-MS Prova: Nível Médio Sobre a prática de ato
infracional à luz do Estatuto da Criança e do Adolescente, é INCORRETO afirmar que a

a) medida socioeducativa de internação pode ser determinada por descumprimento


reiterado e injustificável da medida anteriormente imposta.

b) internação, antes da sentença, poderá ser determinada pelo prazo máximo de


quarenta e cinco dias.

c) medida socioeducativa de internação não poderá exceder em nenhuma hipótese três


anos, liberando-se compulsoriamente o menor infrator aos vinte e um anos de idade.

d) medida socioeducativa de liberdade assistida será fixada pelo prazo mínimo de trinta
dias, podendo a qualquer tempo ser prorrogada, revogada ou substituída por outra
medida, ouvido o orientador, o Ministério Público e o defensor.

Você também pode gostar