Você está na página 1de 7

Além dos

DISTÚRBIOS
Esta pesquisa, aém da deficiência de aprendizagem
causada provavelmente por anoxia perinataL mostrou-nos
•ambém a desinformação que ocorre entre profissionais
de Educação; não por desinteresse, mas por falta de
chances que eles têm de ampliar os conhecimentos
C
omo conclusão, num grapo
de dez crianças, possíveis
vítimas de anoxia perina-
tal, sete delas apresentaram
problemas significativos de aprendiza-
gem, de memorização, inquietação/hi-
peratividade ou timidez excessiva e, nos
dois casos mais graves, características
autistas e/ou limítrofes. Confirmando
a pesquisa realizada por Kasen (1972),
constatou-se que estas sete crianças tes-
tadas mostraram claramente maior difi-
culdade de aprendizagem entre meninos
em relação às meninas. Estas, além de se-
rem em menor número (duas meninas
para cinco meninos problemáticos), ain-
da conquistaram as duas maiores pontu-
ações na somatória dos testes, conforme
foi especificado nas tabelas.
Reafirmando a colocação sobre a
amplitude da memória auditiva e com-
preensão, todas as crianças apresenta- O encaminhamento das crianças ao Posto de Saúde permitem que elas sejam avaliadas e façam exames
ram muitas dificuldades na retenção mais apurados, que podem acusar com maior precisão o seu grau de comprometimento no aprendizado

Constatou-se que, das sete crianças testadas, de imagens e quantidade de informa-


ções memorizadas, o que as caracteriza
nnostrarann clarannente nnaior dificuldade de como possíveis detentoras de distúr-
aprendizagenn os nneninos, enn relação às meninas bios neurogênicos de aprendizagem,
limitando-as, ao receberem uma série
de informações, impossibilitando-as de
processar e memorizar as mesmas. Dois
casos destacaram-se por sua maior gra-
vidade, sendo o primeiro, Daniel, que,
além das dificuldades comuns a todos,
apresentou também características de
disgrafia, ao tentar, sem nenhum êxito,
reproduzir as figuras e lembrar-se dos
detalhes ouvidos na história. O segundo
caso, Carlos que, diante da sua dificul-
dade em responder as perguntas, reagiu
de forma colérica e, com isso, demons-
trou caracteristicas limítrofes e até mes-
mo autistas, tomando-se, assim, o caso
mais complexo, visto que pertencia a
uma família com poucas condições fi-
ê nanceiras e cursava uma escola pública,
com muitos alunos e poucas chances de
i
obter atenção especial. Em vista disso,
Após o resultado da pesquisa, a professora foi orientada no sentido de melhor compreender as
limitações das crianças, não apenas como dispersas e/ou desinteressadas, mas como individues sugeriu-se aos pais das duas crianças que
que necessitam de maior atenção e estimulo as encaminhassem a um Posto de Saúde,

46 • caderno especial
\

•1

Se cada um. pais. professores e sociedade, puder se empenhar numa melhoria, por mínima que seja.
um dia as crianças problemáticas poderão se transformar em adultos que conseguiram superar as
suas limitações

As crianças também a desinformação dos profissio- rem em adultos que conseguiram superar
nais de Educação; não por desinteresse, suas limitações.
apresentaram mas por falta de oportunidades para se A pesquisa também fimdamentou
muitas dificuldades ampliar, a desestratura de escolas que diversos artigos ligando a anoxia peri-
recebem muito mais alunos do que com- natal com a dislexia adquirida com o au-
na retenção de porta o seu espaço físico, visando apenas tismo e a limitrofia, sendo os principais
imagens e quantidade o lucro, a ingenuidade dos pais que mui- estes que seguem:
tas vezes nem percebem ou recusam-se
de informações a acreditar que seus filhos apresentam Dislexia Adquirida:
memorizadas
para que as mesmas pudessem ser avalia-
problemas, dificuldades na escola ou
fora dela. O muito que ainda precisa ser
feito pela Educação de nossas crianças e
A Dislexia Adquirida foi identificada
e pesquisada em 1978 pela psi-
coterapeuta e psicopedagoga Lou de
das e passar por exames mais apurados, que, apenas agora, começa a eluddar-se... Olivier que, a partir de um acidente no
que acusariam com maior precisão o seu E, acima de tudo, mostrou que pode ser qual ocorreu anoxia (ausência de oxigé-
grau de comprometimento. mais cómodo simplesmente reclamar nio no cérebro) e, como consequência,
A professora foi orientada no sen- do sistema de ensino do país e dizer que a perda de memória e de capacidade
tido de melhor compreender as limi- nada pode ser feito, mas, sem dúvida, é para leitura, classificou e passou a pes-
tações dos casos mais amenos (as duas imensamente mais gratificante e produti- quisar o tema. No período entre 1978
meninas) e dos intermediários (os ou- vo buscar o máximo conhecimento pos- e 1995 foi amplamente pesquisado,
tros três casos). E a entender essas crian- sível e usá-lo para promover mudanças, culminando em publicações a partir
ças não apenas como dispersas e/ou de- se não de todo um sistema, ao menos, na de 1995, sendo que as publicações ofi-
sinteressadas, mas como indivíduos que escola em que lecionamos, no bairro em ciais datam de 1996/1997 em diversos
necessitam de maior atenção e estímulo, que residimos ou, até somente, dentro de jornais e, a partir de 2006, oficializada
para que possam aproximar-se ao máxi- nossas casas com nossos filhos. Se cada no livro "Distúrbios de Aprendizagem
mo do padrão normal de aprendizagem um puder se empenhar numa melhoria, e de Comportamento", já em sua sex-
esperado para suas idades... por mínima que seja, um dia as crianças ta edição. Em todas essas publicações,
"Esta pesquisa, além da deficiência problemáticas, em aprendizagem ou em Olivier afirmou ser a dislexia adqui-
de aprendizagem causada provavelmen- qualquer modalidade, deixarão de ser tão rida causada por acidentes como aci-
te por anoxia perinatal, mostrou-nos somente estatísticas para se transforma- dente vascular cerebral (AVC), anoxia

caderno especial • 47
PARA SABER MAIS

Hipoxia Perinatal versus Autismo perinatal, também conhecida como hi-


poxia neonatal, entre outros.

A bordaremos as comprovações em pesquisas desde 1971 até os dias de hoje, com os


temas anoxia/hipoxia perinatal/neonatal e outras ocorrências durante ou logo após o parto
como possíveis causas do autismo.
Pesquisas paralelas no Brasil e em
outros países passaram a acrescentar ao
tema mais bases cientificas e, atualmen-
te, está classificada oficialmente nos
Lendo-se o manual de psiquiatria infantil, de Ajuriaguen-a, encontra-se a descrição de
descritores de Ciências de Saúde em
autismo publicada por B.A. Ruttemberg (1971) que diz que o autismo infantil é uma
nível mundial em Português, Espanhol
síndrome clínica, com alguns sintomas de base e uma variedade infinita de intensidades
e Liglês, nos quais recebeu a denomina-
relativas e de variação secundárias. Ele considera fatores etiológicos intrínsecos orgânicos
ção acquired dyslexia e, em Português,
(constitucionais e adquiridos) e psicológicos ambientais como um confinuum, com um
número quase infinito de combinações possíveis, comportando, em um extremo, uma onde além da denominação "dislexia

etiologia intrínseca completa e, no outro, uma etiologia completa ambiental. Ele acha útil adquirida" tem como sinónimos "dis-

dividir a etiobgia autista em quatro grupos. Os dois primeiros corresponderiam a uma túrbio adquirido da leitura" "alexia ad-

vulnerabilidade de predisposição, os dois últimos são secundários a um impacto ambiental'. quirida", "cegueira verbal adquirida". A
classificação oficial consta da seguinte
Na citação ' b ' desta descrição, lê-se o seguinte: "vulnerabilidade congénita, muito mais forma: afasia visual receptiva caracte-
geral e variada, devida a uma lesáo intrauterina ou a um traumatismo obstétrico que tenha
rizada pela perda da capacidade adqui-
provocado disfunções ou distúrbios cerebrais. Ainda que estas deficiências impliquem unna
rida previamente em compreender o
predisposição ao autismo e à vulnerabilidade, seu efeito pode aparecer bem cedo ou muito
significado ou significância de palavras
mais tarde, conforme o equilíbrio entre o estresse e o meio nurturante para compensá-los'
escritas a mão, apesar da visão estar in-
Neste mesmo manual, sao citados os fatores orgânicos do autismo: "apesar de algumas tacta. Esta afecção pode estar associada
discordâncias, parece desprender-se desses trabalhos (L. Bender, I. Kelvin e colaboradores, com infarto da artéria cerebral poste-
1971; M. J. McCulloch e C. Williams, 1971; M. E. Lobascher, 1970) que determinados fatores rior e outras doenças cerebrais".
desfavoráveis da gravidez (por exemplo, a njbéola, estudada por S. Chess em 1971), do Segundo Furtado (2008), a disle-
próprio parto e mesmo dos recém-nascidos em si, são significativamente frequentes entre xia pode ser adquirida quando surge na
as crianças autistas (L. Kelvin e colaboradores apresentam uma taxa de 46%) sequência de traumatismo ou lesão ce-
rebral, ou de desenvolvimento - pertur-
O Distúrbios de aprendizagem e de comportamento co\oca em contraponto à anoxia
bação ou atraso na aquisição da leitura.
perinataLVoltando ao manual de psiquiatria infantil, página 698, E. M. Omitz e E. R. Ritvo
Para Olivier ( 2 0 0 3 ) , a dislexia
(1968), dizem: "a criança autista apresenta incapacidade para manter a constância da
adquirida surge quando o indivíduo
percepção, o que significa dizer que percepções idênticas, provindas do ambiente, não são
sofre algum tipo de lesão cerebral. A
experimentadas como sendo as mesmas a cada vez. Esta incapacidade tem por resultado,
ao acaso, uma subcarga ou sobrecarga do sistema nervoso central". Esta enfemnidade é, dislexia pode ser adquirida, quando

por excelência, a enfermidade do contato e da comunicação. E o exemplo mais significativo o indivíduo passa por algum tipo de

da relação neurológica que existe entre afetividade, contato corporal e comunicação. Esta trauma o chamado AVC, podendo o

função bloqueada no portador de autismo, não é uma anomalia do córtex, como ocorre indivíduo ter dificuldade em leituras

no caso de uma criança deficiente mental. É uma típica disfunção das estruturas límbico e/ou escritas. Olivier considera tam-
hipotalâmicas, que são as fontes biológicas das emoções. Franscisco B. Assumpção bém a anoxia perinatal ou hipoxia ne-
Professor Docente-Livre do Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da onatal como principal causa da disle-
USP e Diretor do Serviço de Psiquiatria da Infância e Adolescência do Hospital das Clínicas xia adquirida em neonatos, sendo que.
da Faculdade de Medicina da USP, cita que "as causas do autismo são desconhecidas, mas
diversas doenças neurológicas e/ou genéticas foram descritas como sintomas do autismo.
Problemas cromossômicos, gênicos, metabólicos e mesmo doenças transmitidas/
O estudo mostrou a
adquiridas durante a gestação, durante ou após o parto, podem estar associados
diretamente ao autismo. Entre 75 a 80% das crianças autistas apresentam algum grau de ingenuidade dos pais
retardo mental, que pode estar relacionado aos mais diversos fatores biológicos. Portanto,
a evidência de que o autismo tem suas causas em fatores biológicos é indiscutível,
que muitas vezes nem
fazendo-nos reconsiderar a ideia inicial de ligarmos o quadro de autismo a alterações percebem ou recusam-
nas primeiras relações mãe-filho' E cita como doenças relacionadas ao autismo, entre
muitas outras, 'infecções pré-natais - rubéola congénita, sífilis congénita, toxoplasmose,
-se a acreditar que
citomegaloviroses; hipoxia neo-natal (deficiência de oxigénio no cérebro durante o parto); seus filhos apresentam
infecções pós-natais - herpes simplex'. . .... , ,
problemas
48 • caderno especial
pela Associação Brasileira de Dislexia.
Pode-se considerar ainda que a dis-
lexia ocorra aproximadamente entre
3% a 17,5% da população, variando a
sua incidência de acordo com a idade
e língua mãe do sujeito, sendo várias
as teorias sobre as causas da dislexia.
Sendo assim, a incidência de crianças
disléxicas no cotidiano escolar pode se
apresentar elevada, de forma que há a
necessidade de se criar estratégias de
intervenção a fim de amenizar os sin-
tomas deste transtorno.
A dislexia pode ser adquirida quando surge na sequência de traumatismo ou lesáo cerebral, ou de A dislexia é um transtomo que é cau-
desenvolvimento - perturbação ou atraso na aquisição da leitura. Pesquisa considera também a
sado por um distúrbio do lado esquerdo
anoxia perinatal como principal causa da dislexia adquirida em neonatos
do cérebro, esta não tem cura e sim tra-
tamento. Ela não é um problema de in-
'Dislexia adquirida' tem como sinónimos teligência e nem deficiência auditiva ou
visual, muito menos de linguagem que
'distúrbio adquirido da leitura', 'alexia adquirida' se apresenta na fala e escrita, ela é identi-
e 'cegueira verbal adquirida ficada nos momentos iniciais de aprendi-
zagem da leitura e escrita, sendo uma di-
neste caso, a dislexia adquirida só irá se que avaliará o caso e indicará ao profis- ficuldade específica nos processamentos
manifestar quando a criança começar sional para tratamento. da linguagem para reconhecer é reprodu-
a ser alfabetizada. Porém, tendo adqui- Entretanto, em caso de anoxia por zir, identificar, associar e ordenar os sons e
rido a dislexia durante seu nascimento, afogamento, AVC ou outros acidentes as formas das letras. Para Olivier (2007) é
ou seja, a criança que foi gerada com que possam deixar sequelas, o indiví- preciso parar definitivamente de imaginar
capacidade normal para aquisição de duo que possuía habilidade na leitura e que a dislexia faz trocar letras.
leitura e escrita, ao sofrer privação de escrevia normalmente passa a apresen- O que acontece com o disléxico é
oxigénio durante o parto perde a re- tar dislexia, comprovadamente dislexia que na maioria dos casos, ele não identi-
ferida capacidade e passa a apresentar adquirida, tendo colapsos de memória e fica siaais gráficos, letras ou qualquer có-
a dislexia adquirida que ficará latente muita dificuldade em ler e escrever, seu digo que caracterize um texto. Portanto,
quando iniciar estudos escolares. tratamento deverá começar somente ele não troca as letras, porque seu cérebro
Olivier (2006) cita um importante após analisar todo histórico de vida do sequer identifica o que seja uma letra. Se
estudo publicado na revista Biohgical paciente e do acidente e se possui algu- invertem letras é simplesmente porque
Psychiatry onde equipe de G.R. Lyon ma sequela. Em caso do acidente afetar nem sabem o que são letras e sílabas e não
detectou evidências neurobiológicas a lateralidade, fala ou audição será ne- porque "troca letras,"como se insiste em
De que existe uma interrupção subja- cessário um fonoaudiólogo e otorrinola- divulgar.(OLIVIER,2007 p56)
cente nos sistemas neuronais associados ringologista, além da intervenção psico-
à leitura em crianças com dislexia, o que lógica, psicopedagógica e neurológica. REFERÊNCIAS
vem reforçar a possibilidade da dislexia No caso da dislexia adquirida, enquanto DE OLIVIER. Lou. A Escola Produtiva:
ser adquirida por acidentes diversos em o indivíduo estiver disléxico ele pode se Como detectar e tratar os problemas de
aprendizagem e de ensinagem. São Paub:
que o cérebro sofre privações adaptar à sua rotina diária normal. Se-
Scortecci. 1999
Segundo Olivier (2003), no caso guindo seu tratamento correto poderá
obter cura ou boa melhora, já que a dis- DE OLIVIER. Lou. Distúrbios de
da anoxia perinatal, a criança poderá
aprendizagem/comportamento; verdades
apresentar dificiildades significativas no lexia não envolve alterações hemisféricas
qúe ninguém publicou. São Paulo:
aprendizado em vários níveis e, conse- nem dos cromossomos. Scortecci. 2003
quentemente, apresentar a dislexia ao Segundo dados da Organização
DE OLIVER. Lou. Distúrbios de
ser alfabetizada, para isto, deverá haver Mundial de Saúde, 8% da população aprendizagem e de compatamento: como
um tratamento multidisciplinar que de- mundial é disléxica. O número sobe detectar, entender e tratar os probtemas de
verá se iniciar por um psicopedagogo para 15% em pesquisas realizadas aprendizagem. Rio de Janeira WAK. 2006

50 • caderno especial
osiaue
A N O VII n° 9 0 www.portalcienciaevida.com.br

e
escala

A QUÍMICA
PAIXÃO
Conheça as principais patologias
que envolvem a mais sublime
das experiências h

Mundo
de Morfeu Em nome
A importância do sonho da fé
na connpensação da estrutura Os traunnas e transtornos
psíquica do ser hunnano psicológicos causados pelo
fundamentalisnno religioso

UROCIRURGIAO EBEN A L E X A N D E R FALA D A EXPERIÊNCIA D E QUASE M

Você também pode gostar