Você está na página 1de 4

Data do estudo Lição 5

Texto base: Efésios 1:2-14

Regenerados
para Servir
A Carta aos Efésios

Paulo destina essa carta à igreja, uma nova sociedade de Deus viven-
na antiga cidade de Éfeso, situada do nesse tempo. Não será possível
na atual Turquia hoje. Era uma colô- ver todo o conteúdo desta carta,
nia grega, a qual se tornou província numa só lição, mas poderemos ex-
romana, cuja característica e grande trair significativa aplicação para nos-
atração da cidade era o culto à deu- sa vida.
sa Diana. (At 19:28).
Paulo escreve essa carta não por- 1. Uma nova vida em
que havia alguma disputa ou proble- Cristo (Ef 1:3; 2:10)
ma interno, como no caso de outras
de suas cartas, mas para apresentar A lógica do ensino paulino é que
as doutrinas fundamentais, como se deve apresentar a doutrina, ou
um resumo da fé cristã, fortalecen- o alicerce da nossa fé, para a partir
do assim a fé daqueles irmãos. Ela daí buscar a prática do dever cristão.
foi escrita, objetivando mostrar que Nessa doutrina, está incluído o fato
a unidade da igreja é algo real e pos- de sermos escolhidos pelo Pai e, as-
sível de ser vivida no dia a dia e que, sim, nos tornamos um povo seu. Há
por isso, ela expressa seu louvor e muitas bênçãos envolvidas (1:3), as
apela para que vivamos em santi- quais ultrapassam esta vida presen-
dade e unidade (4:13; 5,8). A igreja é, te, pois são bênçãos celestiais (1:20;
na visão apresentada pelo apóstolo, 2:6). Toda essa sorte de bênçãos está

31
destinada aquele que crê. O fato de 2. Nossa condição natural
sermos eleitos para sermos confor- (2:1-3)
me Cristo, é um estímulo à santidade
e nunca desculpa para pecar. É impactante saber que apesar
de respirando, andando e fazendo
Paulo para de escrever sua carta, todas as coisas fisicamente, mes-
com o intuito de fazer uma oração mo assim, estávamos mortos. Pau-
de gratidão (1:15,16), pois havia fé em lo apresenta os dois motivos pelos
Jesus e amor aos irmãos naquela quais todos estão mortos: 01. Deli-
igreja. Sua gratidão e alegria eram tos; 02. Pecados. A pessoa que, ain-
tanto que ele diz: “Não cesso de dar da, não nasceu de novo, está morta,
graças a Deus por vós, lembrando- ou seja, fora da vida de Deus e se-
-me de vós nas minhas orações”. De parada dEle por causa dos pecados.
quem você tem se lembrado, dessa Nessa vertente, é possível nos lem-
forma, e orado por? Mas também, brarmos do profeta Isaías (Is 59:2s),
Paulo ora pedindo (1:17-23) que, o denunciando que as vossas iniqui-
conhecimento deles seja cheio do dades fazem separação entre vós
espírito de sabedoria e de revelação. e vosso Deus; e os vossos pecados
Quão importante é agirmos com a encobrem o seu rosto de vós, para
sabedoria divina! Quantos erros e que não vos ouça. Que estado triste
sofrimentos desnecessários! e miserável do homem sem Deus!
Contudo, o seu pedido a Deus vai É como a distinção entre um corpo
além: “tendo iluminados os olhos do cadáver e o outro, são. Logo, essa é
vosso entendimento, para que sai- a condição espiritual de todos.
bais qual seja a esperança da sua Outro aspecto, é que éramos
vocação, e quais as riquezas da gló- escravos. Um escravo não tem op-
ria da sua herança nos santos. E qual ção e, assim, é aquele que segue o
a sobre-excelente grandeza do seu ‘príncipe da potestade do ar’ (2:2); é
poder sobre nós, os que cremos...” um ‘espírito que atua nos filhos da
É maravilhoso saber que, toda essa desobediência’. Melhor dizendo, o
glória que nos está reservada, ad- homem sem Deus é direcionado por
vém da mesma operação da força Satanás e faz o lhe agrada, deso-
do poder de Deus que se manifes- bedecendo a Deus. Isso seria como
tou em Cristo, ressuscitando-o den- uma estrada que se caminha, ou
tre os mortos; elevando-o aos céus, um sistema que é proposto, o qual
onde está à direita do Pai, acima de é chamado por ele no curso deste
toda e qualquer outra autoridade. mundo.
Nessa ótica, então, precisamos Assim como o rio segue o curso
compreender qual é a nossa atual d’água, assim também o homem
condição humana. sem Deus segue o mal, sem saber
qual será o seu fim, tendo um abis-

32
mo diante de si. Vemos claramente Não há algo que possamos fazer
que, nesse caso (2:3), os desejos da para alcançar a salvação, pois um
carne pendem para o pecado; as morto não pode fazer nada por si
paixões são tão fortes que dominam mesmo, não tem nem o fôlego de
a vida, pois não há alguma força es- vida. Esse tema é encerrado, mos-
piritual. trando que fomos salvos para as
boas obras. Não salvos por elas, mas
Não podia ser outra a consequên- para executá-las. Somos coopera-
cia, senão a condenação, mediante dores de Deus na construção des-
ao fato de serem considerados: ‘fi- se mundo e, quando somos salvos,
lhos da ira’. temos vida para fazer a vontade de
Deus prevalecer sobre o mal (2:10).
3. Deus muda a história?
(Ef 2:4-7) 4. Salvos para abençoar
Sim, Deus muda a história de (2:11-22)
cada um de nós. Paulo alterna a sua Uma vez salvos pela graça, so-
visão de escravidão, condenação e mos convocados para realizar a
morte, para a misericórdia de Deus, vontade de Deus. E a sua vontade é
usando a expressão: Mas Deus... De manifesta por meio de maturidade
fato, só mesmo Deus, para nos dar e unidade da igreja saudável, a qual
vida juntamente com Cristo (2:5); conduz ao serviço e crescimento.
para nos fazer ressuscitar com Cristo Destarte, Paulo apela para a prática
(2:6), bem como, nos fazer assentar da doutrina que acabou de expor.
nos lugares celestiais em Cristo (2:6). E ele começa, realmente, rogando
Você crê nisso? (4:1), ou seja, apelando, pedindo que
Assim como Cristo na sepultura andemos de “um modo digno”, isto
recebeu vida, ressuscitou e assen- é, de acordo com o chamado. Pau-
tou-se à destra do Pai, assim tam- lo vai usar os termos lembrai-vos e
bém, será conosco. Todavia, preci- naquele tempo, para mostrar que
samos perguntar: Por que Deus agiu no passado, sem Cristo, estávamos
assim para com homens pecadores longe da comunidade da graça, vi-
como nós? Paulo responde, gracio- vendo sob o regime religioso feito
samente, que Ele agiu assim, porque por mãos de homens. Que triste sa-
é rico em misericórdia e nos amou ber que, sem Cristo, éramos estra-
com grande amor (2:4). A sua graça nhos às alianças da promessa e sem
é riquíssima (2:7) e nos leva a experi- qualquer esperança, e sem Deus no
mentar a sua bondade para conosco mundo!
em Cristo (2:7). A salvação, portanto, O apóstolo continua seu argu-
é fruto da riqueza da graça de Deus mento dizendo: Mas agora em Cristo
e não das obras ou feitos humanos Jesus vós, que estáveis longe, já pelo
(2:8,9).

33
sangue de Cristo chegastes perto. mortos. Assim como ele está assen-
Assim sendo, uma vez que Cristo é tado à destra do Pai no céu, somos
a nossa paz, já não existem barreiras nessa condição, também, chama-
de separação entre quaisquer pes- dos a evangelizar a paz e edificar o
soas. A parede de separação já foi templo santo para o Senhor
derrubada e a inimizade desfeita. O
objetivo do Senhor é sempre esta-
belecer a paz. Pela cruz, seja judeu
Para pensar e agir
ou gentio, ambos são reconciliados 01. Deus nos escolheu para ser-
e superadas as inimizades. Se Je- mos conforme a imagem de Cristo. É
sus veio para evangelizar a paz aos um privilégio inaudito e nos desafia
que estavam longe, como nós, e aos a sermos santos como ele é santo, e
que estavam perto, os judeus, nós, nunca deve ser uma desculpa para
como corpo de Cristo, temos que pecar.
fazer o mesmo. Somos a família de
Deus e edificados sobre o mesmo 02. Todos os seres humanos es-
fundamento dos apóstolos e profe- tão destinados à perdição eterna,
tas, mas Cristo é a principal pedra pois já estão mortos em seus delitos
da esquina. Se somos parte desse e pecados. Como você tem aprovei-
edifício, a casa de Deus, precisamos tado as oportunidades, para mostrar
estar bem ajustados, para fomentar essa nova realidade a àqueles que
o crescimento do grande templo ainda vivem na ilusão?
santo para o Senhor.
03. A Igreja do Senhor está sendo
construída, a partir do momento que
Conclusão Jesus evangelizou a paz e quebrou
todos os muros de separação entre
Nessa lição, aprendemos parte as pessoas. Pense na Igreja como
do que Paulo ensinou aos Efésios. o templo santo do Senhor e como
Se somos novas criaturas em Cristo, você está contribuindo para o seu
precisamos conhecer nossa doutri- crescimento.
na. Fomos alcançados pela graça,
pois Deus nos elegeu para sermos Leitura Diária
conforme a imagem de Cristo. Po- SEG Efésios 1:1-14
rém, nossa condição era de total de-
sespero, pois estávamos mortos em TER Efésios 1:15-23
nossos delitos e pecados. QUA Isaías 59:1-8
O ser humano, sem a graça de QUI Efésios 2:1-10
Deus, está morto espiritualmente. SEX Efésios 2:11-22
Que será da eternidade? Deus muda
essa realidade com o mesmo poder, SÁB João 14:1-7
o qual ressuscitou Jesus dentre os DOM Romanos 10:9-15

34

Você também pode gostar