Você está na página 1de 28

INSTRUÇÃO DE TRABALHO

MANUTENÇÃO CIVIL

SERVIÇOS ELÉTRICOS PREDIAL

IT – 040 REVISÃO - 000

Data da elaboração Data da última revisão Número de página


04/02/2021 00/00/0000 01/30
INSTRUÇÃO DE TRABALHO IT – 040

SERVIÇOS ELÉTRICOS PREDIAL


APLICAÇÃO: CSN TECAR REVISÃO: 000 DATA DA ELEBORAÇÃO: 04/02/2021

1. OBJETIVO
Esta Instrução de Trabalho tem por objetivo estabelecer parâmetros operacionais e
métodos seguros para serviços elétricos predial.

2. CAMPO DE APLICAÇÃO E ABRANGÊNCIA


Este padrão/procedimento aplica-se a todos os colaboradores da CBSI em serviços
elétricos predial.

3. DEFINIÇÕES E SIGLAS
APR – Análise preliminar de risco;
DDS – Dialogo diário de segurança;
EPC – Equipamento de Proteção Coletiva;
EPI – Equipamento de Proteção Individual;
NBR - Norma Brasileira aprovada pela Associação Brasileira de Normas Técnicas;
NR’s – Norma Regulamentadora;
PTE – Permissão para Trabalho Especial;
Aspectos Ambientais – É o elemento das atividades, produtos ou serviços da
organização que podem interagir com o meio ambiente;
Impactos Ambientais – Qualquer modificação do meio ambiente, adversa ou benéfica
que resulte, no todo ou na parte, das atividades, produtos ou serviços de uma
organização.
Profissional legalmente habilitado - Trabalhador previamente qualificado e com
registro no competente conselho de classe. 
Fitas zebradas: Fabricadas em composto plástico, é utilizada para sinalização
temporária de áreas/atividades (até 08 horas).
Placa de sinalização: Dispositivo de comunicação padronizado e utilizado para alertar,
educar, indicar, identificar e advertir as pessoas, quanto aos riscos, bem como orientar
e regulamentar o uso das vias e locais isolados.
Isolamento provisório: Isolamento realizado para limitar/restringir o acesso a uma
determinada área por um período pré-estabelecido.
Bloqueio: Ação de manter, por meio de cadeado, um dispositivo de manobra fixo em
uma determinada posição, de forma a impedir uma operação não autorizada.
Dispositivo de bloqueio: Dispositivos responsáveis pelo travamento da fonte de
energia (uma vez que ela esteja em estado de energia zero), impedindo o seu
acionamento de forma intencional ou acidental. Cada sistema industrial possui um
dispositivo bloqueador;

ELABORADO POR: VERIFICADO POR: APROVADO POR:


Anderson dos Santos Melo Sidney Cardoso da Silva Wellington Nascimento

Data: 26/02/2021 Data: 26/02/2021 Data: 26/02/2021


PÁG: 2 DE 30
INSTRUÇÃO DE TRABALHO IT – 040

SERVIÇOS ELÉTRICOS PREDIAL


APLICAÇÃO: CSN TECAR REVISÃO: 000 DATA DA ELEBORAÇÃO: 04/02/2021

4. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA
Plano de Segurança CBSI;
Código de Conduta da CBSI;
NBR - 5410 Instalações elétricas de baixa tensão;
NR – 06 Equipamento de proteção individual;
NR –10 Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade;
NR –18 Condições e meio ambiente de trabalho na indústria e na construção;
Procedimento de Bloqueio Elétrico – CSN TECAR – N° PG – 9070-0013;
Procedimento de Isolamento e Sinalização de Segurança – CSN Tecar – N° PG-970-
0020;

5. PÚBLICO ALVO

 Coordenador de Contrato; Supervisor, Líder de equipe, eletricista de força e controle e


ajudante de manutenção civil.

6. RESPONSABILIDADES

 A responsabilidade pela execução do serviço será do Supervisor, Líder de equipe,


eletricista de força e controle e ajudante de manutenção civil.

6.1. CABE A SUPERVISÃO CBSI (SUPERVISORES / LÍDERES DE EQUIPE)


a) Orientar e supervisionar seus funcionários;
b) Realizar todos os treinamentos necessários;
c) Manter o local de trabalho limpo e organizado;
d) Tratar qualquer relato de anomalias no dia-a-dia;
e) Garantir e fazer cumprir a qualidade dos serviços;
f) Cumprir as recomendações descritas nesta instrução de trabalho;
g) Ministrar treinamentos de Melhoria Contínua com seus colaboradores;
h) Acompanhar a liberação de todos os documentos necessários para a execução da
atividade;

ELABORADO POR: VERIFICADO POR: APROVADO POR:


Anderson dos Santos Melo Sidney Cardoso da Silva Wellington Nascimento

Data: 26/02/2021 Data: 26/02/2021 Data: 26/02/2021


PÁG: 3 DE 30
INSTRUÇÃO DE TRABALHO IT – 040

SERVIÇOS ELÉTRICOS PREDIAL


APLICAÇÃO: CSN TECAR REVISÃO: 000 DATA DA ELEBORAÇÃO: 04/02/2021

i) Assegurar que todos os documentos pertinentes à atividade e aos funcionários estão


devidamente preenchidos e validados na frente de trabalho;
j) Fiscalizar as frentes de serviço durante a execução da atividade fazendo com que se
cumpram as normas e procedimentos de segurança legais e os estabelecidos pela
CBSI e TECAR.
k) Antes do início da atividade o supervisor e/ou líder deve avaliar o local, a fim de
perceber riscos no ambiente de trabalho;
l) Interromper suas atividades exercendo o direito de recusa, sempre que constatarem
evidências de riscos graves e iminentes para sua segurança e saúde ou a de outras
pessoas, comunicando imediatamente o fato a seu superior hierárquico, que diligenciará
as medidas cabíveis.

6.2. CABE AO ELETRISTA F.C.


a) Verificar e emitir qualquer relato de anomalias no dia-a-dia;
b) Cumprir as recomendações descritas nesta instrução de trabalho;
c) Manter o local de trabalho sinalizado, bloqueado, limpo e organizado;
d) Preenchimento e solicitar as devidas assinaturas na Permissão de Trabalho
Especial;
e) Inspecionar, usar e responsabilizar-se pela guarda e conservação de seus EPIs
f) Inspecionar todas as máquinas, ferramentas ou dispositivo antes do início de cada
atividade, evidenciando as condições destes em check-list específico;
g) Realizar a inspeção visual nos isolamentos das ferramentas manuais providenciando
a fixação da fita da cor do mês;
h) Zelar pelas máquinas, ferramentas, equipamentos e dispositivos de trabalhos;
i) Colaborar com o aperfeiçoamento e melhorias dos processos que envolvam suas
atividades.
j) Sempre executar o serviço envolvendo trabalho a quente com total segurança;
k) Participar do Diálogo Diário de Segurança ministradas antes do início das atividades;
l) Antes de iniciar as atividades providenciar a sinalização e isolamento do perímetro
da Atividade;

ELABORADO POR: VERIFICADO POR: APROVADO POR:


Anderson dos Santos Melo Sidney Cardoso da Silva Wellington Nascimento

Data: 26/02/2021 Data: 26/02/2021 Data: 26/02/2021


PÁG: 4 DE 30
INSTRUÇÃO DE TRABALHO IT – 040

SERVIÇOS ELÉTRICOS PREDIAL


APLICAÇÃO: CSN TECAR REVISÃO: 000 DATA DA ELEBORAÇÃO: 04/02/2021

m) Fazer uso dos EPIs adequados para cada risco específico, conforme determina este
procedimento e legislação vigente;
n) Interromper suas atividades exercendo o direito de recusa, sempre que constatarem
evidências de riscos graves e iminentes para sua segurança e saúde ou a de outras
pessoas, comunicando imediatamente o fato a seu superior hierárquico, que
diligenciará as medidas cabíveis.

7. SEGURANÇA
7.1. EPI’S OBRIGATÓRIOS PARA ATIVIDADE
 Luva de vaqueta, luva multitato; Protetor Facial; protetor auricular tipo concha, capacete
com jugular ajustável, uniforme de eletricista – risco II, máscara de proteção respiratória
PFF 2, óculos de segurança incolor, botina de segurança com biqueira compósite –
eletricista, Cinto de Segurança tipo paraquedista com dois talabartes – (nas atividades
a quente e acima de 2,00 m (dois metros) do nível inferior, onde haja risco de queda);
7.2. EPC’S
 Fita Zebrada; Cerquite alaranjado; Cones de sinalização; Placas de advertências;

8. MEIO AMBIENTE
 Qualquer ocorrência que afete as condições de Meio Ambiente nas áreas de
propriedade da CSN deve ser comunicada imediatamente à Segurança Patrimonial e a
equipe de Meio Ambiente TECAR, ramais 2687 – 1717 ou 1722.

9. RECURSOS NECESSÁRIOS
 Chave de fenda com isolamento (capacidade de 1000V);
 Chave philips com isolamento (capacidade de 1000V);
 Alicate universal com isolamento (capacidade de 1000V);
 Alicate de corte com isolamento (capacidade de 1000V);
 Alicate amperímetro Kti 3;
 Furadeira / Parafusadeira / Lixadeira 4POL;
 Dispositivo para bloqueio de disjuntor universal.
 Etiqueta de bloqueio;
 Cadeado de bloqueio;

9.1. ITENS A SEREM OBSERVADOS (INSPEÇÃO DE PRÉ-USO DE FERRAMENTAS E


ACESSÓRIOS)

ELABORADO POR: VERIFICADO POR: APROVADO POR:


Anderson dos Santos Melo Sidney Cardoso da Silva Wellington Nascimento

Data: 26/02/2021 Data: 26/02/2021 Data: 26/02/2021


PÁG: 5 DE 30
INSTRUÇÃO DE TRABALHO IT – 040

SERVIÇOS ELÉTRICOS PREDIAL


APLICAÇÃO: CSN TECAR REVISÃO: 000 DATA DA ELEBORAÇÃO: 04/02/2021

 O usuário da ferramenta deve realizar uma inspeção mensal antes de sua utilização,
para garantir as condições adequadas de uso e minimizar as ocorrências de acidentes
ou quase acidentes em sua utilização.
 O prazo é de “5 dias” para inspeção e identificação de todas as ferramentas em todas
as áreas do porto.
 O processo de inspeção deve ser iniciado pela avaliação da ferramenta pelo usuário,
analisando a sua integridade e condições que garantam a segurança ao ser utilizada. A
realização da inspeção é evidenciada na própria ferramenta pela identificação com fitas
adesivas na “Cor do Mês”, considerando o quadro que segue:

Fonte: PG-970-0003 Tecar CSN.


Nota: Para a cor do mês “BRANCO” será considerado para as ferramentas avariadas ou sem condições de
uso.

Fonte: PG-970-0003 Tecar CSN.

Nota: Caso não esteja listado algum equipamento / máquina / ferramenta, a contratada deverá procurar a
Segurança do Trabalho da CSN para informar a necessidade da inspeção do mesmo.

ELABORADO POR: VERIFICADO POR: APROVADO POR:


Anderson dos Santos Melo Sidney Cardoso da Silva Wellington Nascimento

Data: 26/02/2021 Data: 26/02/2021 Data: 26/02/2021


PÁG: 6 DE 30
10. DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE
Responsável Descrição (Passo a Saúde e Segurança do Trabalho Meio Ambiente
Passo
(Cargo) Passo) Risco Medidas de Controle Aspectos Medidas de controle
1.1 - Somente colaboradores treinados na
Instrução de Trabalho IT – 040, com
evidência (lista de presença), poderão
acessar a área da atividade, mantendo as
documentações na frente de serviço para
auditorias e consultas até o término das
operações;
1.2 - Somente colaboradores treinados em
NR12, habilitados e com carteirinha com
nome, foto poderão operar a furadeira,
lixadeira e/ou parafusadeira;
1.3 – O eletricista deverá participar do DDS
Coordenador de 1.1 – Descumprimento de
diariamente juntamente com a equipe,
procedimento; abordando temas inerentes às atividades e o
Contrato;
1 - Preparação dos 1.2 - Assumir posição ou formulário de DDS deverá ser devidamente
Supervisor, Líder de colaboradores, postura insegura; preenchido e assinado por todos os
01 N/A N/A
equipe, eletricista e documentos e 1.3 – Descumprimento de envolvidos;
ferramentas. procedimento; 1.4 - Caso o funcionário assine no campo do
ajudante. como estou “mal”, o mesmo não poderá
1.4 - Fator pessoal de
acessar área para realização de trabalho
insegurança;
enquanto não passar por uma avalição de
sua liderança imediata e após, pelo setor de
medicina da CBSI, de forma que fique
entendido o motivo do funcionário não estar
bem. Caso seja identificado que o
funcionário não está em condições de iniciar
o trabalho, as medidas necessárias deverão
ser tomadas em conjunto, envolvendo o
funcionário com sua liderança e setor de
medicina;

Descrição (Passo a Saúde e Segurança do Trabalho Meio Ambiente


Passo Responsável (Cargo) Risco
Passo) Medidas de Controle Aspectos Medidas de controle
1.5 - Utilizar os EPIs recomendados
conforme itens 7 SEGURANÇA Subitens 7.1;
Luva de vaqueta, luva multitato; protetor
auricular tipo concha, capacete com jugular
ajustável, uniforme de eletricista – risco II,
máscara de proteção respiratória PFF 2,
óculos de segurança incolor, Protetor facial,
botina de segurança com biqueira compósite
– eletricista, Cinto de Segurança tipo
paraquedista com dois talabartes – (nas
atividades a quente e acima de 2,00 m (dois 1.2.1 - Os EPI’s
1.5 - Omissões - Deixar metros) do nível inferior, onde haja risco de danificados deverão
Coordenador de de usar os EPI’s; queda); ser encaminhado para
Contrato; 1.6 - Ato inseguro; 1.6 - Todos os envolvidos devem ter ciência o setor do
1.1.1 -
1 - Preparação dos 1.7 – Ausência de e assinar a PTE (Permissão de Trabalho almoxarifado para
Supervisor, Líder de EPI’s
colaboradores, verificação; Especial) nas atividades como: Trabalho em descarte e/ou
01 abandonad
equipe, eletricista e documentos e 1.8 – Ausência de Altura, Trabalho a quente e Bloqueio Elétrico; substituição, sendo
1.7 - Antes de iniciar a jornada de trabalho, o o na área proibido deixar os
ferramentas. sinalização;
ajudante. colaborador (eletricista habilitado) deverá de trabalho; materiais (EPI’s)
1.9 - Ferramentas realizar o checklist das ferramentas rotativas espalhado na área de
improvisadas / avariadas; (furadeira-RGST44, lixadeira-RGST66 e/ou trabalho sem o devido
parafusadeira-RGST59) registrando em uso;
formulário apropriado;
1.8 – O supervisor e/ou líder responsável
pela frente de serviço deverá numerar as
máquinas e/ou equipamentos (furadeira,
lixadeira e/ou parafusadeira) que serão
utilizadas na frente de serviço;
1.9 - Caso seja encontrada alguma não
conformidade, o equipamento/acessório
deverá ser enviado para manutenção;

Responsável Descrição (Passo a Saúde e Segurança do Trabalho Meio Ambiente


Passo
(Cargo) Passo) Risco Medidas de Controle Aspectos Medidas de controle
02 Líder de equipe, 2 - Inspeção da frente 2.1 - Condição Ambiente 2.1 - Providenciar com antecedência a 2.1.1 2.2.1 – Ao término das
de serviço; de Insegurança; sinalização da área de trabalho com fita Material de atividades, o
eletricista e
2.2 - Atropelamento; zebrada; sinalização isolamento físico
ajudante. - Sinalização do 2.3 - Queda de mesmo 2.2 - Providenciar Placas de sinalização na deixado na deverá ser recolhido
perímetro da atividade. nível; área da atividade indicando o caminho área de imediatamente, sendo
2.4 – Ausência de seguro, rota de fuga, Proibido Acessos, Uso proibido deixar os
de EPI;
2.3 - Preparar com antecedência o caminho
seguro dos transeuntes limitando os acessos
a atividade principal sinalizando com placas
informativas;
2.4– Ao término da atividade, o isolamento
físico deverá ser recolhido imediatamente;
2.5 - Antes de iniciar a atividade o eletricista
organização e limpeza; (treinado e habilitado) deverá realizar uma
2.5 - Condição ambiente inspeção no local afim de identificar risco no
de insegurança (condição piso e Iluminação inadequada, somente
- Fixação das ambiente); iniciar as atividades após a regularização das materiais utilizados na
iluminações artificial 2.6 - Batida por/contra; não conformidade; sinalização espalhado
trabalho.
no setor e trabalho; 2.7 - Queda de mesmo 2.6 - Em caso de degrau e/ou piso irregular no setor;
nível; os mesmos devem ser reparados antes do
2.8 - Iluminação deficiente início da atividade;
e/ou inexistente; 2.7 - Para as atividades em ambiente com
baixa iluminação o líder deve certificar que a
iluminação artificial seja projetada de forma
que não provoquem ofuscamento, reflexos
incômodos, sombras e contrastes
excessivos;
2.8 - Esta iluminação deve ser eficiente tanto
no local da atividade quanto nos acessos;

Responsável Descrição (Passo a Saúde e Segurança do Trabalho Meio Ambiente


Passo
(Cargo) Passo) Risco Medidas de Controle Aspectos Medidas de controle
03 Eletricista. 3 - Seccionamento, 3.1 - Exposição à energia 3.1 - Os trabalhos de manutenção a serem N/A N/A
bloqueio e elétrica; realizados em locais com potencial de
etiquetagem do 3.2 – Ausência de exposição do trabalhador fontes de energia,
quadro geral para verificação; deverão iniciar somente após todas as fontes
início das 3.3 - Tornar inoperante ou de energia estarem todas bloqueadas com
manutenções no setor; ineficiente dispositivo de cadeado de segurança de modo que só os
segurança; executantes do serviço possam retirá-lo.
3.4 - Omissões - Deixar 3.2 - O eletricista CBSI habilitado e
de usar os EPI’s; autorizado deverá realizar uma verificação
3.5 – Exposição à energia com o responsável CSN (eletricista) a
elétrica; disponibilidade do desligamento e bloqueio
do quadro geral do setor onde a manutenção
será realizada;
3.3 - Somente iniciar a operação de bloqueio
após liberação do responsável CSN
(eletricista);
3.4 - Ao realizar o seccionamento do quadro
geral da área onde ocorrerá a manutenção o
eletricista deverá já está utilizando os EPI’s
especifico tais como: Luva multitato; protetor
auricular tipo concha, capacete classe B com
jugular ajustável, uniforme de eletricista –
risco II, máscara de proteção respiratória
PFF 2, óculos de segurança incolor, botina
de segurança com biqueira compósite para
eletricista;
3.5 - O eletricista deverá seccionar o
disjuntor geral, providenciando fechamento
da tampa do painel elétrico e bloqueando o
acesso ao interior do quadro com cadeado
padrão fixando juntamente com a etiqueta,
impedindo a reenergização do quadro
elétrico;
Responsável Descrição (Passo a Saúde e Segurança do Trabalho Meio Ambiente
Passo
(Cargo) Passo) Risco Medidas de Controle Aspectos Medidas de controle
03 Eletricista. 3 - Seccionamento, 3.6/3.7 - Tornar 3.6 - A chave do cadeado deverá está em N/A N/A
bloqueio e inoperante ou ineficiente poder do eletricista responsável pela
etiquetagem do dispositivo de segurança; atividade de manutenção elétrica;
quadro geral para 3.8 - Usar equipamento 3.7 - Somente o eletricista responsável pela
início das de maneira imprópria; atividade poderá remover e/ou modificar o
manutenções no setor; 3.9 – Funcionário não bloqueio elétrico do quadro;
habilitado / capacitado; 3.8 - Caso o serviço de manutenção elétrica
3.10/3.11 – Ausência de envolva mais de um eletricista e/ou equipe, a
verificação; chave do responsável pelo bloqueio
3.12 - Deixar de verificar (eletricista autorizado e habilitado) deverá
a ausência de tensão em ser depositada no interior da caixa de
equipamento elétrico; bloqueio onde os demais colaboradores
instalarão seus respectivos cadeados e
etiquetas conforme PG-970-0013 Bloquear
Fontes De Energias.
3.9 - Somente após a retirada do último
cadeado da caixa de bloqueio é que o
eletricista autorizado e habilitado a realizar o
bloqueio poderá proceder com os passos do
desbloqueio.
3.10 - Após desligamento e bloqueio do
quadro elétrico o eletricista deverá verificar
se a tensão e igual a zero utilizando o
equipamento multiteste;
3.11 - Somente iniciar a atividade após a
verificação utilizando o equipamento
(multímetro);
3.12 - O eletricista CBSI devera certificar e
garantir que o quadro elétrico está sem
energia e/ou energia residual antes de iniciar
as operações de manutenção na sessão
correspondente ao quadro;
Responsável Descrição (Passo a Saúde e Segurança do Trabalho Meio Ambiente
Passo
(Cargo) Passo) Risco Medidas de Controle Aspectos Medidas de controle
04 Eletricista. 4.1/4.2 – 4.1 - O eletricista CBSI habilitado e N/A N/A
4 - Seccionamento, Descumprimento de autorizado deverá realizar uma verificação
bloqueio e procedimento; com o responsável CSN (eletricista)
etiquetagem do 4.3 - Omissões - Deixar verificando a disponibilidade do desligamento
disjuntor específico do de usar os EPI’s; e bloqueio do disjunto especifico a linha que
circuito elétrico; 4.4 - Tornar inoperante ou será realizada a manutenção elétrica;
ineficiente dispositivo de 4.2 - Somente iniciar a operação de
segurança seccionamento e bloqueio do disjuntor após
4.5 - Assumir posição ou liberação do responsável CSN (eletricista);
postura insegura; 4.3 - Ao realizar o seccionamento do
4.6 - Exposição à energia disjuntor especifico a linha de trabalho o
elétrica; eletricista habilitado e autorizado já deverá
está utilizando os EPI’s especifico tais como:
Luva multitato; protetor auricular tipo concha,
capacete de segurança classe B com jugular
ajustável, uniforme de eletricista – risco II,
máscara de proteção respiratória PFF 2,
óculos de segurança incolor, botina de
segurança para eletricista com biqueira de
compósite;
4.4 - O eletricista deverá seccionar o
disjuntor específico a linha de trabalho,
providenciando o bloqueio com dispositivo de
travamento juntamente com a etiqueta
impedindo a reenergização do disjuntor;
4.5 - A chave do cadeado deverá está em
poder do eletricista responsável pela
atividade de manutenção elétrica;
4.6 - Somente o eletricista responsável pela
atividade poderá remover e/ou modificar o
bloqueio elétrico do disjuntor;

Responsável Descrição (Passo a Saúde e Segurança do Trabalho Meio Ambiente


Passo
(Cargo) Passo) Risco Medidas de Controle Aspectos Medidas de controle
04 Eletricista. 4.7 - Usar equipamento 4.7 - Caso o serviço de manutenção elétrica N/A N/A
4 - Seccionamento, de maneira imprópria; envolva mais de um eletricista e/ou equipe, a
bloqueio e 4.8 – Funcionário não chave do responsável pelo bloqueio
etiquetagem do habilitado / capacitado; (eletricista autorizado e habilitado) deverá
disjuntor específico ao 4.9/4.10 - Ausência de ser depositada no interior da caixa de
circuito elétrico; verificação; bloqueio, onde os demais colaboradores
4.11 - Exposição à instalarão seus respectivos cadeados e
energia elétrica; etiquetas conforme PG-970-0013 Bloquear
4.12 - Condição ambiente Fontes De Energias;
de insegurança (condição 4.8 - Somente após a retirada do último
ambiente); cadeado da caixa de bloqueio é que o
eletricista autorizado e habilitado a realizar o
bloqueio poderá proceder com os passos do
desbloqueio;
4.9 - Após desligamento e bloqueio do
disjuntor o eletricista deverá verificar a linha
de trabalho encontra se com a tensão igual a
zero utilizando o equipamento multiteste;
4.10 - Somente iniciar a atividade após a
verificação utilizando o equipamento
(multímetro);
4.11 - O eletricista CBSI devera certificar e
garantir que a linha que será realizada a
manutenção está sem energia e/ou energia
residual antes de iniciar as operações de
manutenção;
4.12 - O eletricista responsável pela
execução do serviço deve suspender as
atividades quando verificar situação ou
condição de risco não prevista, cuja
eliminação ou neutralização imediata não
seja possível;
Responsável Descrição (Passo a Saúde e Segurança do Trabalho Meio Ambiente
Passo
(Cargo) Passo) Risco Medidas de Controle Aspectos Medidas de controle
5.1 - Realizar o CheckList da escada
periodicamente verificando ferrugem, trincas
e partes quebradas anotando em formulário
apropriado (FO – 0294);
5.2 - Ao subir ou descer de uma escada,
faça-o de frente para a mesma, procurando
ter as mãos livres;
5.1 – Ausência de 5.3 - Proibido usar escada como ligação,
verificação; ancoragem, passadiça ou para serviços para
5.2 - Queda de pessoa os quais ela não for dimensionada;
com diferença de nível; 5.4 - Proibido posicionar a escada à frente ou
5.3 - Ato inseguro; atrás de porta, a menos que a porta tenha
5.4 - Impacto de pessoa sido devidamente fechada à chave;
5 - Utilização de contra; 5.5 - Ao utilizar a escada mantenha sempre
Ajudante / escada portátil para 5.5 - Reação do corpo a os limitadores totalmente aberta e esticados;
05 auxílio nas seus movimentos; N/A N/A
Eletricista manutenções elétricas 5.6 - Nunca substitua a necessidade de
5.6 - Assumir posição ou
desenergizadas; utilização de uma escada pelo uso de caixas,
postura insegura;
cadeiras, mesas, etc;
5.7 - Aprisionamento em,
5.7 - As escadas duplas devem ser providas
sob ou entre;
de dobradiças com afastadores e limitadores
5.8/5.9 - Queda de
de abertura com sistema anti beliscão, que
pessoa com diferença de evite lesão na mão do usuário;
nível; 5.8 - Proibido se debruçar em janelas e
5.10 - Ato inseguro; parapeitos;
5.9 - Ao utilizar a escada solicitar apoio de
colaborador para segura a estrutura
(escada);
5.10 - As escadas portáteis devem ter uso
restrito ao acesso de trabalhadores e
serviços de pequeno porte de curta duração;
Responsável Descrição (Passo a Saúde e Segurança do Trabalho Meio Ambiente
Passo
(Cargo) Passo) Risco Medidas de Controle Aspectos Medidas de controle
5.11 - Proibido utilizar os três últimos
degraus da escada pois, são pontos para
apoio;

5.11 - NR 18 item 18.12.5.8.


5.11 - Queda de pessoa 5.12 - A escada de abrir deve ser rígida,
com diferença de nível; estável e provida de dispositivos que a
5 - Utilização de 5.12 - Impacto de pessoa mantenham com abertura constante;
Ajudante / escada portátil para contra; 5.13 - A escada deve ser fixada nos pisos
05 auxílio nas 5.13 - Assumir posição ou inferior e superior ou ser dotada de N/A N/A
Eletricista manutenções elétricas postura insegura dispositivo que impeça o seu
desenergizadas; 5.14 - Reação do corpo a escorregamento, ser dotada de degraus
seus movimentos; antiderrapantes e ser apoiada em piso
resistente.
5.14 - É proibido colocar escada nas
proximidades de portas ou áreas de
circulação, onde houver risco de queda de
objetos ou materiais ou nas proximidades de
aberturas e vãos.
6.1 - Na utilização da escada portátil para
manutenção nas luminárias o eletricista
deverá seguir as orientações do item 5
subitens 5.1 a 5.14, mantendo um
6 - Manutenção de colaborador apoiando a estrutura da escada
luminária e até o termino das atividades;
substituição de 6.1 - Queda de pessoa
Ajudante / 6.2 - O eletricista autorizado e habilitado
com diferença de nível;
06 lâmpadas dos setores deverá providenciar o bloqueio elétrico N/A N/A
Eletricista 6.2 - Exposição à energia
com auxílio de escada conforme o item 3 e subitens 3.2 a 3.13
elétrica;
e ferramentas (bloqueio de quadro geral) e/ou item 4 e
manuais; subitens 4.1 a 4.13 (bloqueio de disjuntor);

Responsável Descrição (Passo a Saúde e Segurança do Trabalho Meio Ambiente


Passo
(Cargo) Passo) Risco Medidas de Controle Aspectos Medidas de controle
06 Ajudante / 6 - Manutenção de 6.3 – Ausência de 6.3 – O eletricista deverá realizar o teste de 6.1.1 - 6.2.1 - Os
verificação; tensão utilizando multímetro para verificar se
o bloqueio está eficiente;
6.4 - Antes de iniciar as atividades de
manutenção e/ou troca das lâmpadas o
eletricista já deverá está utilizando os EPIS’s
especifico a atividade tais como: Luva
multitato; protetor auricular tipo concha,
capacete de segurança classe B com jugular
ajustável, uniforme de eletricista – risco II,
máscara de proteção respiratória PFF 2,
óculos de segurança incolor, botina de
6.4 - Omissões - Deixar segurança para eletricista com biqueira de
Geração de componentes e
de usar os EPI’s; compósite;
6.5 - Queda de objeto; 6.5 - Ao realizar a remoção da grade e/ou resíduos lâmpadas removidas
luminária e
6.6 - Impacto de pessoa lâmpadas o eletricista deverá se posicionar do setor deverão ser
substituição de sólidos
contra (Objeto na lateral da luminária fora do raio de ação transportados para o
lâmpadas dos setores
Eletricista parado/Objeto em de possíveis queda de materiais; (sobras de deposito de materiais
com auxílio de escada
movimento); 6.6 – O eletricista autorizado e habilitado da CSN para posterior
e ferramentas fios/cabos,
6.7 - Usar mão ou outra deverá segura com firmeza as ferramentas descarte na baia de
manuais; parte do corpo manuais (alicate e chaves) para evitar queda em geral); sucatas da CSN na
impropriamente; acidental, solicitando que o ajudante que área do Tecar;
esteja apoiando a escada se posicione fora
do raio de ação da estrutura a ser realizada a
manutenção;
6.7 - Nos locais onde as mãos ficarão
exposta ao risco de batida contra o
profissional habilitado e autorizado deverá
remover os parafusos / luminária com a
chave com prolongador, mantendo distância
segura das bordas das chapas e peças
metálicas;

Responsável Descrição (Passo a Saúde e Segurança do Trabalho Meio Ambiente


Passo
(Cargo) Passo) Risco Medidas de Controle Aspectos Medidas de controle
07 Eletricista 7 - Reparo de 7.1 - Exposição à energia 7.1 - O eletricista autorizado e habilitado 7.1.1 – 7.2.1 – As ferramentas
Tomadas e cabos elétrica; deverá providenciar o bloqueio elétrico Geração de manuais e elétricas
elétricos; 7.2 – Ausência de conforme o item 3 e subitens 3.2 a 3.13 resíduos desgastadas e/ou
verificação; (bloqueio de quadro geral) e/ou item 4 e danificadas deve ser
7.3 - Omissões - Deixar subitens 4.1 a 4.13 (bloqueio de disjuntor) destinada para o setor
de usar os EPI’s; para início da manutenção na tomada e/ou do almoxarifado para
7.4 – Ausência de circuito elétrico;
7.2 – O eletricista deverá realizar o teste de
tensão utilizando multímetro para verificar se
o bloqueio está eficiente;
7.3 - Antes de iniciar as atividades de
manutenção e/ou troca das tomadas o
eletricista já deverá está utilizando os EPIS’s
especifico a atividade tais como: Luva
multitato; protetor auricular tipo concha,
capacete de segurança classe B com jugular
ajustável, uniforme de eletricista – risco II, descarte e/ou
máscara de proteção respiratória PFF 2, substituição, sendo
verificação; óculos de segurança incolor, botina de
proibido descartar
7.5 - Ferramentas segurança para eletricista com biqueira de
ferramentas manuais
improvisadas / avariadas; compósite;
7.4 - Providenciar com antecedência a e/ou elétricas no setor
inspeção em todos as ferramentas marcando de trabalho;
com a cor do mês vigente, caso haja
imperfeição a ferramenta deve ser sinalizada
com fita na cor branca;
7.5 - As ferramentas não devem ser
utilizadas para fins diferentes dos previstos e
nem devem ultrapassar a função para a qual
foram especificadas, as mesmas devem
estar devidamente isoladas;

Responsável Descrição (Passo a Saúde e Segurança do Trabalho Meio Ambiente


Passo
(Cargo) Passo) Risco Medidas de Controle Aspectos Medidas de controle
07 Eletricista 7 - Reparo de 7.6 - Condição ambiente 7.6 - O responsável pelas ferramentas 7.1.1 – 7.2.1 – As ferramentas
Tomadas e cabos de insegurança (condição deverá verificar se os cabos não estão Geração de manuais e elétricas
elétricos; ambiente); danificados; resíduos desgastadas e/ou
7.7 - Ferramentas 7.7 - Proibido fabricação e/ou improviso de danificadas deve ser
improvisadas / avariadas; ferramentas manuais; destinada para o setor
7.8 – Projeção; 7.8 - Não utilize o alicate como martelo nem do almoxarifado para
7.9 - Assumir posição ou como chave, pois poderão soltar estilhaços;
descarte e/ou
postura insegura; 7.9 - Na utilização de chave de fenda ou
substituição, sendo
7.10 - Atrito, perfuração, Philips manter as mesmas na posição
corte; vertical em relação aos parafusos; proibido descartar
7.11 - Queda de Objeto; 7.10 - Nunca utilize chave de fenda como ferramentas manuais
ferramenta cortante, punção ou ponteiros; e/ou elétricas no setor
7.12 - Assumir posição ou de trabalho;
7.11 - Mantenhas as ferramentas limpas
isentas de óleos, graxas e etc;
7.12 - Nas utilizações das ferramentas
manuais manter sempre o rosto distante do
raio de ação da ferramenta;
7.13 - Proibido lançar ferramentas de um
lado para o outro;
7.14 - Proibido transportar ferramentas nos
postura insegura;
bolsos de calças ou camisas as mesmas
7.13 - Queda de objeto deverão ser transportadas em bolsa porta
ferramentas;
e/ou material;
7.15 - Guardar as ferramentas manuais
7.14 e 5.15 - Atrito, sempre com as pontas e extremidades
cortantes para baixo utilizando sempre luva
perfuração, corte.
ao manusear as ferramentas;

Responsável Descrição (Passo a Saúde e Segurança do Trabalho Meio Ambiente


Passo
(Cargo) Passo) Risco Medidas de Controle Aspectos Medidas de controle
08 Eletricista 8 - Reparo de bombas 8.1 - Exposição à energia 8.1 - O eletricista autorizado e habilitado N/A N/A
hidráulicas com auxílio elétrica; deverá providenciar o bloqueio elétrico
de ferramentas 8.2/8.3 - Usar conforme o item 3 e subitens 3.2 a 3.13
manuais; equipamento de maneira (bloqueio de quadro geral) e/ou item 4 e
imprópria; subitens 4.1 a 4.13 (bloqueio de disjuntor)
8.4 – Projeção de para início da remoção da bomba hidráulica,
partículas; somente após o teste de tensão zero
8.5 - Assumir posição ou utilizando multímetro o eletricista poderá
postura insegura; proceder com a manutenção da bomba;
8.6 – Descumprimento de 8.2 - Na utilização de chave de fenda ou
procedimento; Philips manter as mesmas na posição
vertical em relação aos parafusos;
8.3 - Nunca utilize chave de fenda como
ferramenta cortante, punção ou ponteiros;
8.4 - Não utilize o alicate como martelo nem
como chave, pois poderão soltar estilhaços;
8.5 - Nas utilizações das ferramentas
manuais manter sempre o rosto distante do
raio de ação da ferramenta;
8.6 - Após o reparo elétrico realizado na
bomba o eletricista deverá solicitar o
bombeiro hidráulico a instalação da bomba
conforme Instrução de trabalho IT 036 -
Reparo e manutenção Hidráulica;
9.1 - Após a abertura da vala realizado pelo
pedreiro e ajudante e liberação da área, o
9.1 - Instalação de 9.1 - Queda de pessoa
eletricista poderá realizar a passagem dos
com diferença de nível;
eletrodutos e/ou eletrodutos e/ou kanaflex no piso;
09 Eletricista 9.2 - Condição ambiente N/A N/A
kanaflex e alimentação 9.2 - O eletricista deverá posicionar os
de insegurança (condição
do circuito elétrico. eletrodutos cuidadosamente na valeta
ambiente);
verificando o terreno irregular antes de
acessar;
Responsável Descrição (Passo a Saúde e Segurança do Trabalho Meio Ambiente
Passo
(Cargo) Passo) Risco Medidas de Controle Aspectos Medidas de controle
9.3 - Antes de iniciar o posicionamento dos
cabos e/ou fios no painel elétrico o eletricista
autorizado e habilitado deverá providenciar o
bloqueio elétrico conforme o item 3 e
9.3 - Exposição à energia
subitens 3.2 a 3.13 (bloqueio de quadro
9.1 - Instalação de elétrica;
geral);
9.4 - Deixar de verificar a
eletrodutos e/ou 9.4 – O eletricista deverá realizar o teste de
09 Eletricista ausência de tensão em N/A N/A
kanaflex e alimentação tensão utilizando multímetro para verificar se
equipamento elétrico;
do circuito elétrico. o bloqueio está eficiente;
9.5 - Atrito, perfuração,
9.5 - Na utilização de chave de fenda ou
corte.
Philips para apertos dos cabos e fios manter
sempre a chave na posição vertical em
relação aos parafusos, mantendo as mãos
protegidas com luva multitato;
10 10 - Recomendações 10.1 - Assumir posição ou 10.1 - Atividades não contempladas nessa N/A N/A
Coordenador de Finais; postura insegura; Instrução de Trabalho deverão ocorrer
10.2 – Ausência de somente após a emissão da Análise
Contrato;
documentação; Preliminar de Risco (APR) até que a mesma
Supervisor, Líder de 10.3 - Fator pessoal de seja incluída na presente IT;
insegurança; 10.2 - Nas atualizações e/ou revisão desta
equipe, eletricista e
10.4 – Ausência de Instrução de Trabalho, deve ser realizado o
ajudante. treinamento; treinamento de toda a equipe novamente;
10.3 - Garantir que todos os envolvidos
sejam treinados nesse Instrução de Trabalho
antes de acessar a área da atividade;
10.4 - Os Treinamentos deve ser registrados
através de listas de presença, devendo ser
encaminhada a original para o SESMT para
registro e arquivamento, uma cópia deve
permanecer na frente de serviço assim como
os demais documentos pertinentes a
atividade;

Responsável Descrição (Passo a Saúde e Segurança do Trabalho Meio Ambiente


Passo
(Cargo) Passo) Risco Medidas de Controle Aspectos Medidas de controle
10.5 - Caso as recomendações desta
Instrução de Trabalho não sejam seguidas o
serviço deverá ser paralisado, a equipe
devidamente advertida de acordo com a
Política de Consequência, Código de
Conduta CBSI e Regras Inegociável CSN;
10.5 - Assumir posição ou 10.6 - A equipe deve ser retreinada na
postura insegura; Instrução de Trabalho e assinar uma nova
Coordenador de 10.6 - Ato inseguro; lista de presença;
10.7 - Condição ambiente 10.7 - Não fazer ou executar serviços que
Contrato;
de insegurança (condição tenha dúvidas, solicitar o esclarecimento ao
Supervisor, Líder de 10 - Recomendações ambiente) responsável da atividade;
10 N/A N/A
Finais; 10.8 - É proibido o uso de relógio, pulseira,
equipe, eletricista e 10.8 - Assumir posição ou
corrente, anéis, brincos e/ou qualquer outro
postura insegura; adorno corporal antes e durante operações
ajudante.
10.9 - Fator pessoal de de manutenções elétricas;
insegurança; 10.9 – O treinamento nessa IT não desobriga
10.10 - Omissões a necessidade de treinamentos específicos
em atendimento às normatizações vigentes;
10.10 – O treinamento e cumprimento deste,
não desobriga o seguimento das normas
regulamentadoras nacionais e na falta das
mesmas, o seguimento também de normas
internacionais.
11. O QUE FAZER EM CASO DE ANORMALIDADE
a) Comunicar a Patrimonial para que seja solicitado apoio;
b) Informar à supervisão CBSI e os responsáveis TECAR CSN sobre a ocorrência e
aguardar no local.

11.1. ORGANOGRAMA DA EQUIPE DE ATENDIMENTO AO PEM CBSI

Fonte: Fluxograma de comunicação interna CSN.

11.2. Pontos de encontros CSN.


11.3. MEDIDAS DISCIPLINARES
a) O empregado que não cumprir o disposto neste procedimento operacional estará
passível de punições previstas na CLT: Advertência Verbal, Advertência por escrito,
Suspensão e Demissão;
b) Todos os colaboradores devem conhecer e cumprir a Regras Inegociáveis CSN;
Fonte: PR1700.07 Gestão de Consequências de Saúde e Segurança do Trabalho
c) Todos os colaboradores devem conhecer e cumprir a Política de segurança CBSI e
as Regras de Ouro CBSI;

Fonte: Código de Conduta da CBSI;

12. ANÁLISE CRÍTICA


O período para análise crítica deste presente documento (Instrução de Trabalho) é de um
ano (1 ano) a partir da homologação no órgão competente da empresa.

13. TELEFONES PARA CONTATO


Meio Ambiente: 2688-1722
Medicina do Trabalho CBSI: 9.9002-3019
Ambulatório: 2688-9289
Patrimonial TECAR: 2687-1703
Seg. Do Trabalho TECAR: 2688-9371

14. FORMULÁRIOS
FO 0294 - Checklist de escada portátil Rev 00
FO – 0079 - Cinto de Segurança;

15. ANEXOS.
ANEXO I – MODELOS DE CARTEIRINHA DE AUTORIZAÇÃO.
ANEXO II – TABELA DA COR DO MÊS PARA INSPEÇÃO DAS FERRAMENTAS.
ANEXO III – RELATO DE ANOMALIA DE SEGURANÇA – RAS.
ANEXO IV – LISTA DE VERIFICAÇÃO DE INSTRUÇÃO DE TRABALHO NA FRENTE DE SERVIÇO.
ANEXO I – Carteirinha de autorização para trabalhos.

Fonte: Diretriz de atividade CBSI.


ANEXO II - Tabela da cor do mês para inspeção das ferramentas.

Fonte: Diretriz de contratada Tecar CSN.

ANEXO III – Relato de anomalia de segurança – RAS.


Fonte: Diretriz de contratada Tecar CSN.
Nota: É de reponsabilidade de todos, os registros de quaisquer anormalidades, quando houver:
ANEXO IV: Lista de verificação de Instrução de Trabalho na frente de serviço.

16. DETALHES DA REVISÃO

Data da
Detalhe da Revisão Nº. Da Revisão
Revisão
Emissão inicial 0000 00/00/0000