Você está na página 1de 2

As Viagens de Gulliver

Vou apresentar o livro “As Viagens de Gulliver” de Jonathan Swift, um autor


irlandês que viveu nos séculos 17 e 18, escreveu As Viagens de Gulliver sendo esta
história considerada como uma sátira aos livros de viagens, tais como, Dom Quixote e
também considerada como um dos marcos iniciais da ficção cientifica.
De inicio o Autor apresenta-se como Gulliver, que era a personagem principal
desta história. Gulliver era uma pessoa inteligente, sendo que estudou navegação e
medicina. Ele sentia-se aborrecido em casa e decidiu embarcar numa viagem no seu
navio e fê-lo.
Viagem a Lilliput
Na viagem ele teve um Naufrágio indo parar à ilha de Lilliput. Nessa ilha ele foi
feito prisioneiro por pessoas minúsculas que vinham a ser parte da sociedade do Reino
de Lilliput, ou seja lilliputianos. Lilliput era um reino em que a sociedade era
diferenciada pelo tamanho dos saltos dos seus sapatos, ou sejam eram motivos
estúpidos. Lilliput tinha uma ilha vizinha muito semelhante à sua, chamada de Blefuscu.
Os reinos de Blefuscu e de Lilliput eram inimigas sendo que entravam em conflitos
regularmente pois . Estes dois reinos, Blefuscu e Lilliput, eram sátira da França e da
Inglaterra respetivamente.
A dada altura, os Blefuscudianos invadiram território para tentarem raptar a
princesa e puseram o castelo a arder. Gulliver usa urina para salvar a princesa que iria
morrer pelo incêndio caso ele não fizesse nada. Gulliver é acusado de crime à conta de
isso e foi condenado a ser cegado porém conseguiu escapar para Blefascu onde
encontrou um navio abandonado e voltou para casa.
Viagem a Brobdignag
Gulliver embarca de novo, desta vez num veleiro, porém durante a viagem
houve tanto vento que ele foi forçado a embarcar em terra desconhecida. No entanto ele
depara-se com relva que era maior do que uma árvore, daí depois encontrar um
agricultor com 22 metros de altura, portanto Gulliver encontrava-se agora numa terra de
gigantes. Este agricultor capturou-o e procurou vendê-lo. Após a rainha do reino
comprá-lo, Glumdaclitch que era a filha do agricultor, fazendo serviço à rainha, leva-o
para uma casa construída para ele. Após uma águia ter apanhado a casa e ter largao-a no
mar, ele deparou-se com alguns marinheiros e volta para casa.
Viagem a Laputa, a Balnibarbi, Luggnagg, Glubbdubrib e ao Japão
Navegando outra vez, Gulliver foi atacado por piratas que o deixaram
abandonado numa ilha rochosa chamada Balnibarbi. Ele foi levado para a ilha que
flutuava por cima de Balnibarbi, chamada de Laputa. Laputa era um reino dedicado à
música, à matemática e à astronomia, mas eram incapazes de usar tudo isso para fins
práticos. Aborrecido com isso Gulliver retorna para Balnibarbi. A partir daí ele começar
a visitar vários locais, tais como, a cidade de Lagado e a sua Academia, onde eram
realizados estudos científicos absurdos e ridículos, visita também Glubbdubdrib, onde
os espíritos são regularmente consultados e lá , Gulliver teve várias conversas com
fantasmas de figuras históricas como Homero, Aristóteles entre outros. Após isso ele
visita Luggnagg onde encontra uma raça de pessoas imortais e por fim após visitar o
Japão, Gulliver volta para casa
Viagem ao país dos Houyhnhnms
Após Gulliver ter-se aborrecido do seu trabalho como cirurgião, ele regressa ao
mares porém foi traído pela sua tripulação e foi abandonado numa canoa. E com isso
chegou então ao país dos Houyhnhnms, que era governado por cavalos porém como
criaturas racionais, no entanto, os humanos eram seres irracionais chamados de Yahoos
a Assembleia dos Houyhnhnm decide expulsar Gulliver do país pois ele tinha
demasiadas semelhanças com um Yahoo para viver como um Houyhnhnm.
Decepcionado, pois Gulliver adorava o estilo de vida deles, ele aceita e constrói
uma jangada para voltar para casa, porém a partir dai ele sempre odiou seres humanos.

Achei este livro tendo uma história muito interessante porém muito aborrecido
de se fazer pois o autor descrevia tudo muito detalhadamente, era perfecionista e fazia-o
ponto-a-ponto.

Você também pode gostar