Você está na página 1de 8

 Ordem juridica

 Ordem Moral
 Ordem de trato social
 Ordem religiosa

8/18/2015 1
Diversas ordens normativas sociais

Ordem jurídica

Esta ordem é constituida pelo conjunto de normas jurídicas que


regulam os elementos mais relevantes da vida em sociedade. É
a ordem social regulada pelo Direito.

O Direito é o dominio normativo que mais atinge a nossa esfera de


interesses representando o poder institucional do Estado e
regulando os actos mais triviais da nossa vida quotidiana em
sociedade.
8/18/2015 2
Diversas ordens normativas sociais
Ordem Moral
A moral refere-se a interioridade do Homem e determina-lhe um
especifico comportamento que visa o aperfeiçoamento da pessoa em
função daquilo que se considera ser o Bem e o Mal.

As normas da conduta da ordem moral visam o individuo e não a


organização social em que aquele se integra.

Em suma, pode afirmar-se que a ordem moral aponta regras dirigidas à


consciência dos individuos e tem como sanção a reprovação da
formação moral da pessoa ou a má reputação.

8/18/2015 3
Diversas ordens normativas sociais
Ordem de trato social
As regras de trato social destinam-se a permitir uma convivência
mais agradavel entre as pessoas mas não são necessárias à
subsistência da vida em sociedade.
Existem normas de trato social especificas, seja;
- Quanto à maneirra de estar e de se comportar em eventos
sociais (etiqueta e boas maneiras, regras de cortesia e normas
de urbanidade)
- quanto à forma de vestir (moda).
- quanto as práticas tipicas de uma profissão (deontologia).
- quanto aos hábitos de uma determinada região (usos e
costumes).
8/18/2015 4
Diversas ordens normativas sociais
Ordem Religiosa

A ordem religiosa tem por função regular as condutas humanas


em relação a Deus, sendo, pois, uma ordem de transcendência
ou de fé.

8/18/2015 5
Critérios de distinção das diversas ordens
normativas sociais

 Critério do minimo ético.

 Critério da coercibilidade.

 Critério da exterioridade.

8/18/2015 6
Tipos de relações entre as ordens normativas
sociais

 Relação de coincidência.

 Relação de indiferença.

 Relação de conflito.

8/18/2015 7
Referências bibliograficas

 ROCHA, Isabel et al, – Introducao ao Direito, Lisboa, 1998.


 MENDES, João De Castro – Introdução ao estudo do Direito, Lisboa, 1997.
 CHORAO, Mario Bigotte –Introducao ao Direito, Vol I, Editora Livraria Almedina, Coimbra,
1998.
 Dias Marques, José – Introdução ao Estudo do Direito, Danúbio Editora, 1994
 Dias Marques, José – Noções Elementares de Direito Civil, Danúbio Editora, 1992
 Galvão Telles, Inocêncio – Introdução ao Estudo do Direito, Coimbra Editora, 2001.
 SOUSA, Marcelo Rebelo - Introdução ao Estudo do Direito, 39ª Edição.

Elaborado por: Sérgio Mafuca


Docente da disciplina Introdução ao estudo do Direito /ISPM

8/18/2015 8

Você também pode gostar