Você está na página 1de 14

25/05/2020

 Animal silvestres-selvagem
◦ Animais próprios da selva
◦ Não são domesticados, provenientes da vida
livre

Semiologia dos animais  Os animais provenientes da fauna


brasileira são chamados de animais
silvestres silvestres
Lidiana Cândida Piveta  Animais originariamente de outros países
são denominados animais exóticos

Introdução

Semiologia dos animais silvestres

 Diversidade de espécies  Seus hábitos biológicos e características


 Particularidades anatômicas anatômicas e fisiológicas
 Particularidades fisiológicas  Seus perigos oferecidos ao ser humano
 Particularidades comportamentais pela sua defesa/ataque
 Suscetibilidade ao estresse  As técnicas de contenção dos diferentes
 Abordagem do paciente silvestre grupos de animais
 Anamnese diferenciada
 Suas inúmeras zoonoses e
 Particularidades do exame físico
antropozoonoses
 Exames complementares
 Seus valores fisiológicos normais
 Carência de valores de referência

Semiologia dos animais silvestres Particularidades

1
25/05/2020

 AVES  1 –Ambiente próximo ao recinto e


 MAMÍFEROS proprietário
 RÉPTEIS  2 –Recinto do animal
 3 –Animal

Anamnese
 Inspeção
◦ Ambiente
◦ Animal no ambiente
◦ Animal

Anamnese Anamnese

 Quem é o responsável  Quantos anos tem o


pelo o animal? animal?
 Quem trata do animal?  A quanto tempo esta com
ele?
 Quanto tempo por dia ◦ Particularidades da idade
ocupa-se com o animal? ◦ Riqueza de informações
 Dá muito trabalho  Como é o local onde fica
cuidar dele? a gaiola/recinto?
 Relação com animal  Sol/Chuva/Arejado/Úmido
 Animais de grupo /Quente/Frio
◦ As condições ambientais
influenciam na saúde e bem
estar
Ambiente próximo ao recinto e Ambiente próximo ao recinto e
proprietário proprietário

Anamnese Anamnese
 Particularidades da  Foi feito alguma
idade reforma recente em
◦ Colostro casa?
◦ Glicemia
◦ Hidratação  Foi usado algum
◦ Temperatura inseticida próximo ao
◦ Metabolismo recinto?
◦ Terapêutica  O animal convive com
fumantes?
 Alguém em casa gosta
de pescar?

Ambiente próximo ao recinto e Ambiente próximo ao recinto e


proprietário proprietário

2
25/05/2020

Anamnese

 Tem alguém em casa que está doente ou


 Como é feito a esteve doente?
limpeza próximo ao Zoonoses
recinto?
 O que existe
próximo ao recinto?
◦ Garagem/Industria/O
ficina
◦ Odores/Sons/Pessoas

Recinto

Anamnese Anamnese

 O recinto é aberto ou
fechado?
◦ Influência climática e
transmissão de doenças
 Contato com animais
de vida livre?  Existe convivência
 Existe plantas dentro direta ou próxima
do recinto? com outro animal?
 Qual é a espécie?
Ele está bem?
 Doença
infecciosa/Trauma

Recinto

Anamnese Anamnese
 Tem parte aquática? Qual
a qualidade da água?  Qual é o tamanho
do recinto?
 O que tem dentro do  Como é o fundo
recinto? da
gaiola/substrato?
 O animal usa todo o
recinto?

 Como é feito a limpeza


do recinto?

Recinto

3
25/05/2020

Anamnese Anamnese

 Comedouros e bebedouros
 Qual é a origem do animal?
 De que material é a gaiola?
 Qual seu estado e conservação?  Cativeiro X Vida livre (tráfico)

 Com que idade chegou?

 Qual a sua alimentação enquanto filhote?

 Doenças nutricionais/Desenvolvimento

Animal

Anamnese Anamnese
 Tráfico Animais  Qual é a alimentação atual do animal?
Silvestres
 O que ele mais gosta de comer?
◦ Atividade criminosa
◦ Caráter social  Quantas vezes é preciso colocar comida
para ele?
 Condição dos  Recebe algum suplemento
animais
◦ Sistema imune
vitamínico/mineral?
◦ Alimentação  Quando foi a ultima vez que ele comeu?

Animal Animal

Anamnese Anamnese
 O que é oferecido  Estimule a reposta  O animal tem acesso fora do recinto?
para o animal do proprietário!  Qual a rotina comportamental do animal?
beber? ◦ Manso/Agressivo/Mudança
◦ Água
 Fezes e Urina
◦ Suco
◦ Café  Já reproduziu?
◦ Cerveja... ◦ Como foi?

Animal Animal

4
25/05/2020

Anamnese

 Vacinação  Olhos  Musculatura


 Desverminação  Mucosas  Estrutura
 Qual a principal queixa do proprietário?  Ouvidos esquelética
 Como evoluiu o quadro?  Narinas  Unhas / Garras
 Cavidade oral  Tórax
 Foi feito algum tratamento?
 Dentes  Abdômen
 Já foi levado em algum médico
 Pele  Ânus / Cloaca
veterinário?
 Pelos / Penas /  Cauda
Escamas

Animal Exame físico geral

 Semiotécnicas
◦ Inspeção
◦ Palpação
◦ Auscultação
◦ Percussão
◦ Olfação
AVES

O bom senso deve sempre prevalecer em todas as


decisões, valorizando a sobrevida e o bem-estar do
animal e a segurança das pessoas envolvidas nas
Exame físico geral tarefas

 Elas têm temperatura  Habitar  Alimentação


corpórea elevada, entre ◦ Desertos, florestas, ◦ Carnívoras, herbívoras,
serrados, mares frugívoras,
39 e 42° C, mas também abertos, pólos, etc nectarívoras,
apresentam baixa insetívoras, granívoras,
Locomoção onívoras, etc.
tolerância a hipertermia 
◦ Nado, mergulho, voo ou  Os comportamentos
 Metabolismo é bastante andando sociais e reprodutivos
elevado ◦ Variam entre as
◦ Alto consumo energético espécies.
◦ Alto consumo de O2  Aves com atividades
noturnas e diurnas

Aves Aves

5
25/05/2020

 Anamnese
◦ Descrever o histórico
 Inspeção do recinto e da ave a distância
 Contenção
◦ Inspeção
◦ Exames
◦ Colher material
 Palpação Pela inspeção serão confirmadas ou
não as informações do proprietário,
 Percussão além de complementadas
 Olfação
 Ausculta
 Exames complementares

Anatomia Aves

 Grandes, gaiolas, telas


 Pontos de fuga
 Ninhos
 Piso
 Poleiros
 Bebedouros e comedouros
 Alimentação
 Evacuações
 Regurgitações
 Vômitos

Inspeção do recinto Inspeção

 Estado de consciência
 Postura
 Estado Nutricional
 Avaliação geral
 Avaliação linfonodos
 Avaliação dos parâmetros vitais
 Avaliação da temperatura corporal

Inspeção Exame físico

6
25/05/2020

 Posição corporal normal


◦ Traçar uma linha imaginária tangente à cabeça,
ao dorso e à cauda

Postura normal - inspeção

 Alterações da postura
◦ Aumentos de volume em algum lugar do corpo
 Indicativos de obesidade
 Tumores, abscessos, enfisemas subcutâneos

Vômito

Claudicação

Postura normal - inspeção Postura normal - inspeção

 Respiração
◦ Ave repouso varia de 6 a
 Condições da penas 30 mrpm
◦ Arrepiadas, aglutinadas,  Quanto maior a ave,
manchadas, menor a frequência
respiratória e vice-versa
despigmentadas,
 Sem ruídos e com o bico
quebradas, sem brilho, fechado
ausentes ou em fase de  Problemas
muda ◦ Respiração de bico aberto,
às vezes se apoiando na
grade, para esticar mais o
pescoço, ofegante, ruídos
inspiratórios ou
expiratórios

Postura normal - inspeção Postura normal - inspeção

7
25/05/2020

 Vômitos  Aves adultas- alimentação filhotes  Local


 Rapina – ossos, pelos e penas
 Atenção: Bicos e pés!!!!
 Regurgitação  Patológico X fisiológico
Esporrões
 Tenesmo ◦ Não segurar as aves de
cabeça para baixo
 Salivação
 Psitaciformes
◦ Não ocorre salivação visível ◦ Panos, luvas, toalhas
◦ Quadro de intoxicação ◦ Lóris - vômito
 Organoclorados e organofosforados  Aves pequenas
 Contato com substâncias cáusticas e (canários, bicudos,
irritantes de mucosa curiós, picapaus,
 Lesões na cavidade bucal, presença de corpos passeriformes em
estranhos geral)

Postura normal - inspeção Contenção

 Local
 Atenção: Bicos e pés!!!!
Esporrões
 Patos, cisnes e marrecos
◦ Auxílio de toalhas para
imobilizar mais facilmente
as asas, pulças e rede
 Aves de rapina
◦ Pegas com toalhas
 Ratitas (avestruzes,
emas)
◦ Direta
◦ Capuz - coice

Contenção Contenção

 Estado nutricional
◦ Pesagem
◦ Acompanhamento de ganho ou
perda de peso
◦ Conhecimento prévio das diversas
espécies e seus respectivos pesos
corporais nas diferentes faixas
etárias
 Palpação
◦ Massa muscular peitoral
◦ Emas e-avestruzes = não têm
músculo peitoral
 Massas musculares das coxas

Contenção Inspeção- Palpação

8
25/05/2020

 Os olhos estão presentes e  Presença de lacrimejamento


são plenamente visíveis? (aspecto e cor?)

 Observar se os olhos estão  Presença de crostas


bem abertos; o animal pisca perioculares ou até nas
regularmente? pálpebras cobrindo
parcialmente os olhos?
 Olhos estão brilhantes ou
com opacidade (de córnea  Existe simetria entre os
ou de áreas mais olhos e a cabeça?
profundas)?

Exame físico - cabeça Exame físico - cabeça

 As pálpebras estão  Qual a coloração da íris?


edemaciadas? Avermelhadas? ◦ A cor varia entre as
 As pupilas estão em miose ou espécies e a faixa etária
midríase? ◦ Quero-quero = íris de cor
◦ Lembrar que nas aves os músculos vermelha bem intensa,
radiais responsáveis por esse podendo ser confundida
movimento são comandados de erroneamente com
forma voluntária hemorragia
◦ As aves podem movimentar as ◦ Filhotes de papagaio do
pupilas e mudar de midríase para gênero Amazona = íris cor
miose e vice-versa preta a marrom bem escura
independentemente da influência
luminosa ao nascer - Idade
◦ Aves de hábito noturno e que reprodutiva =4 a 5 anos –
estão estressadas durante a íris alaranjada/amarelada
contenção apresentarão uma ◦ Cegonhas africanas cor da
constante midríase, erroneamente pupila é um sinal de
confundida com quadros de dimorfismo sexual entre
intoxicação machos e fêmeas

Exame físico - cabeça Exame físico - cabeça

 Terceira pálpebra ou  Região infra-orbital


membrana nictitante = - Localizados os
todas as aves
únicos sinus das
aves
 Região infra-orbital -
◦ Aumentados de
Localizados os únicos sinus
tamanho,
das aves
◦ Aumentados de tamanho,
preenchidos com
preenchidos com secreções secreções em caso
em caso de sinusites de sinusites

Exame físico - cabeça Exame físico - cabeça

9
25/05/2020

 Existe alguma secreção?  Descamação acentuada?


Sangue? Pus? De que cor?
Cheiro característico?
◦ Presença de sangue pode ser  Presença de corpos
indicativo de traumas cranianos estranhos?

 Presença de ectoparasitas  Áreas avermelhadas,


fixados no conduto?
inchadas na região?
◦ Hiperemia do canal é
 Presença de massas
comum em aves com
indicativas de neoplasias?
sinusite

Exame físico - ouvidos Exame físico - ouvidos

 Obstrução dos orifícios


 Conduto auditivo
◦ Corpos estranhos,
◦ Aves não apresentam
pavilhão auricular parasitas, massas,
(orelhas) acúmulo de células
descamadas?
 Aves de hábitos diurnos  Presença de secreção
◦ Orifício é relativamente nasal?
pequeno
◦ Constante ou
 Aves hábitos no turnos esporadicamente?
◦ Orifícios podem ser muito ◦ Uni ou bilateral?
grandes ◦ Qual aspecto?
◦ Apresenta alguma cor?
Detalhe da abertura do canal ◦ Tem cheiro característico?
auditivo em coruja Exame físico – narinas e cera

 Aumento de volume uni


ou bilateral?
 Cera
◦ Periquito australiano
 Fêmeas = coloração cor-
de-rosa
 Macho = azulada
 Distúrbios endócrinos =
amarronzada
◦ Coloração da pele
 Hiperamia? Descamando?
Ressecada? Há presença
Localização anatômica das narinas
de pequenos canalículos? nos tucanos

Exame físico – narinas e cera Narina

10
25/05/2020

 Há sangramento do bico?
 O formato é característico
para a espécie ou  Ocorrem lesões da camada
existem deformações? córnea com facilidade
quando tenta abrir o bico?
 Cor/manchas são
características para a
espécie e a faixa etária?  Existe crescimento
◦ Em algumas espécies o bico excessivo do comprimento
muda de cor com o passar do bico?
do tempo
 Existe crescimento
 Presença de áreas de irregular ou mais
necrose, feridas, acentuado de um lado do
rachaduras, fraturas, que do outro?
perfurações?

Exame físico – bico Exame físico – bico

 Qual a coloração das


mucosas? Hiperêmicas?
Anêmicas? Cianóticas?
◦ Algumas espécie, a língua
e a mucosa são escuras
(pigmentadas)

 Língua, forma e cor,


que também variam
entre as espécies
◦ Superfície interna da
cavidade, para ver se
existem massas, tumores,
aumentos de volume e
parasitas

Bico Exame físico – cavidade oral

 Laringe  Simetria das asas


abertas
◦ Coloração ou ◦ Amputação parcial ou
edemaciação total de falanges para
impedir o voo
 Coana  Palpação dos ossos
◦ Fenda localizada no ◦ Engrossamento dos ossos,
palato = calos ósseos,
deformações, fraturas ou
comunicação entre as luxações e perfeita
narinas e a traquéia movimentação das
para condução do ar articulações
◦ Obstruídas
 Presença = tatuagens
 Massas, aumento de ou brincos - pele que
volume, corpos une os ossos úmero
estranhos, placas com rádio-ulna
diftéricas, feridas?

Exame físico – cavidade oral Exame físico – asas e membros

11
25/05/2020

 Testar os reflexos das  Penas


garras ◦ Coloração
◦ Ectoparasitas
 Entortamento, perda ou ◦ Manchas
deformação das unhas? ◦ Defeitos
◦ Crescimento excessivo ◦ Penas cortadas
das unhas indica falta de ◦ Penas arrancadas
desgaste, hepatopatias ou
◦ Aspecto
parasitismo por sarna
◦ Hemorragias no interior
da unha, visíveis em
unhas claras = traumas
ou hepatopatias

Exame físico – asas e membros Exame físico – penas e pele

 Penas  Biliverdinúria=
◦ Coloração esverdeadas
◦ Fendas, crostas,
 Fezes aderidas nas
lesões, escoriações, penas pericloacais
cicatrizes ◦ Disfunção da cloaca,
◦ Elasticidade poliúria ou enterite
◦ Obstrução =retenção
 Hidratação de fezes dentro da
cloaca e do reto
 Fezes e uratos retidos
na cloaca ressecam =
Pedras cloacais =
obstrução da saída de
excrementos, lesionam
a mucosa e causam
sangramento cloacal

Exame físico – penas e pele Exame físico – cloaca

 Prolapsos de cólon,
útero, ureter ou
mucosa cloacal

 Avaliar a borda e a
mucosa da cloaca
◦ Descamação,
rachaduras, feridas,
sangramento,
espessamento,
hiperemia local

Exame físico – cloaca Exame físico – temperatura

12
25/05/2020

 Algumas espécies de  Inspeção


aves ◦ Coloração = clara e
homogénea
◦ Conteúdo = amarelado e
 Localizada na região
a superfície lisa
dorsal do final da ◦ Anormalidades
coluna vertebral  Perda de penas no local,
(pigóstilo) mudança de cor,
alterações na superfície e
aumento de volume -
 Produz substâncias = obstruções ou neoplasias
impermeabilização
das penas

Exame físico – glândula uropigiana Exame físico – glândula uropigiana

 Tamanho  Região subcutânea


◦ Lipomas, hérnias,
 Simetria neoplasias, enfisema
subcutâneo, abscessos,
 Localização hiperplasia de tireoide,
 Consistência corpos estranhos,
edemas
 Mobilidade
 Temperatura  Inglúvio
 Região abdominal
 Sensibilidade ◦ Distensão
 Ovos, ascite,
neoplasias, aumento de
volume de órgãos,
alças intestinais
repletas e distendidas,
com presença de gases

Palpação Palpação

 Cavidade celomática  Fezes


◦ Ausência de
diafragma ◦ Odor azedo e pútrido =
◦ Sacos aéreos Candidíase, alterações
da flora gastrointestinal
 Frequência cardíaca e abscessos no aparelho
=45 a 600 digestório
batimentos por
minuto
◦ Aves que ingerem muita
 Frequência gordura =odor rançoso
respiratória = 6 a
120 movimentos por
minuto

Auscultação - Percussão Olfação

13
25/05/2020

 Exame de sangue  Exame de fezes


 Ulnar-medial  Exame de urina
 Julgular  Swab cloaca
 Tarso  Swab inglúvio e coanas
◦ Hemograma
◦ Bioquímicas

Exames complementares Exames complementares

 Radiografia
◦ Contrastada
 Endoscopia

Mamíferos

Exames complementares

14

Você também pode gostar