Você está na página 1de 12

UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP

JÉSSICA SILVA DE OLIVEIRA

ARTE MODERNA – CUBISMO

História geral da arte

ARARAQUARA – SP

2021
ARTE MODERNA – CUBISMO

História geral da arte

Trabalho apresentando à disciplina de


Historia Geral da Arte, com o intuito de
apresentar uma pesquisa sobre a Arte
Moderna, principalmente o Cubismo.

Orientadora: Ana Carolina Lopes

ARARAQUARA – SP

2021
SUMÁRIO

INTRODUÇÃO.....................................................................................................5

CONTEXTO HISTÓRICO....................................................................................5

PRINCIPAIS MOVIMENTOS...............................................................................5

CUBISMO............................................................................................................6

BIOGRAFIA.........................................................................................................7

FASES E OBRAS................................................................................................7

BIBLIOGRAFIA..................................................................................................12
RESUMO

A Arte Moderna é um conjunto de expressões artísticas que surgiu na Europa


no final do século XIX e perdurou ate meados do século XX. O cubismo é um
movimento que surgiu em 1907 na Europa, pautado na geometrização das
formas, sendo cubismo primitivo, analítico e sintético.
ARTE MODERNA
A Arte Moderna é um conjunto de expressões artísticas que surgiu na Europa
no final do século XIX e perdurou ate meados do século XX. Abrange desde
arquitetura, escultura, literatura, cinema, teatro e pintura. Enquanto isso no
Brasil a arte moderna se consolidou somente em 1922, durante a semana da
arte moderna que ocorreu no teatro municipal de São Paulo.

Os artistas da época buscavam ultrapassar o limite até então encontrado nas


artes, com outros olhares, novas maneiras de representar o mundo e
questionar os padrões impostos. Assim utilizam recursos como cores vivas,
figuras deformadas, cubos e cenas sem lógica.

CONTEXTO HISTÓRICO
A palavra vanguarda, do francês “avant-garde” significa a “guarda avançada”,
que são tropas militares que vão à frente a um exército, aqueles que são os
primeiros, o que pressupõe, nesse contexto, um movimento pioneiro das artes.

A arte moderna tem como principal característica o rompimento com os


padrões vigentes. Principalmente pelo contexto histórico, em que o mundo
passava por transformações no âmbito social, econômico e político, como
também conquistas tecnológicas, por conta da Revolução Industrial, da
Primeira Guerra Mundial e posteriormente a Segunda Guerra Mundial.

As cidades cresceram, graças à industrialização, tornando-se grandes


metrópoles, a ciências avançavam e uma nova mentalidade e maneira de viver
e perceber o mundo. A fotografia, invenção do século XIX, aprimorava-se cada
vez mais, o que tornava dispensável uma arte meramente mimética e o cinema
também despontava com novo formato artístico. Portanto, a arte precisava
também se modificar para ser capaz de aprender essa postura atual da
modernidade.

Principais Movimentos da Arte Moderna:


Cada uma das vanguardas tem especificidades e desenvolveu-se como um
movimento próprio, cujo eixo em comum era a renovação estética, que
repudiava o gosto e cultura que dominavam a arte até então.

Expressionismo: Esse estilo de arte vem como uma oposição ao


impressionismo. Essa corrente empreendia a deformação intencional da
realidade, a caricatura, a “estética do feio” como forma de retratar o mundo por
um prisma pessoal. Enfatizava o desespero, a angústia, a solidão, todos os
estados de espírito característicos da época.

Cubismo: Se ramificou em três vertentes: o cubismo primitivo, o cubismo


analítico e o cubismo sintético. Na primeira, o primitivo, planos largos, simples
e volumétricos, em seguida na analítica, as formas e figuras foram tão
desconstruídas e fragmentadas que se tornaram irreconhecíveis. No cubismo
sintético, os artistas voltaram à representação figurativa, mas não a uma
abordagem realista dos temas.

Futurismo: Suas principais características eram a exaltação das inovações


tecnológicas da época em detrimento das artes mais antigas e tradicionais.
Assim, a obras, tanto plásticas quanto literárias valorizam o industrialismo, as
máquinas, a velocidade e o progresso.

Dadaísmo: Segundo a lógica dadaísta, se o mundo não faz mais sentido, a


arte também não se deve fazer. Assim, ao compor obras que não sugeriam
coerência alguma, esses artistas estavam protestando contra a ordem vigente.
A partir dessa linha artística, surgiu o Surrealismo, idealizado pelo escritor
André Breton.

Surrealismo: Origem francesa se iniciou em 1924, liderado pelo artista André


Breton, no período pós Primeira Guerra. Valoriza o inconsciente humano e o
universo onírico (mundo dos sonhos e fantasias). O surrealismo dialogava com
a psicanálise freudiana, principalmente com as manifestações do
subconsciente.

CUBISMO
O cubismo foi um movimento da vanguarda na Europa e surgiu em 1907,
pautado na geometrização das formas. Esse movimento aconteceu em uma
época marcada por inovações tecnológicas, quebra com o pensamento
tradicional e tensão política que precedeu a Primeira Guerra Mundial (1914-
1918).

Foi iniciado por Pablo Picasso com a tela “Les Demoisselles d’Avignon” (As
damas d’Avignon). O termo cubismo vem da figura geométrica cubo.

As damas d’Avignon (1907), de Pablo Picasso


São características do cubismo:

 Geometrismo: Representação da realidade por meio de figuras


geométricas
 Antitradicionalismo: Rompe com os conceitos de harmonia, proporção,
beleza e perspectiva
 Fragmentação: Distorção da realidade
 Oposição: A arte como imitação da natureza
 Figura em três dimensões: Linhas retas, modeladas por cubos e
cilindros, dadas a geometrização das formas e volumes.
 Quebra radical com a arte acadêmica.

Decerto, o movimento artístico do cubismo valorizava as formas geométricas,


modeladas basicamente por cubos e cilindros. Os cubistas também
procuravam retratar os objetos e pessoas em todos os seus ângulos, como se
esses estivem “abertos”. Assim, permitia a visualização simultaneamente de
diversas perspectivas da mesma imagem.

BIOGRAFIA

PABLO PICASSO
Nasceu em Málaga, na região da Andaluzia, Espanha, no dia 25 de outubro de
1881, cresceu num ambiente propício, seu pai era pintor e desenhista, o qual o
incentivou. Seu primeiro desenho retratava cenas de touradas. Com 14 anos
ingressou na Escola de Belas Artes de Barcelona, em 1896 seu pai alugou um
estúdio para Picasso.

Nesse ano, sua tela “Primeira Comunhão” foi aceita pela Exposição Municipal
de Barcelona. O quadro “Dois Patos” foi enviado para uma exposição em
Málaga, recebendo o primeiro premio oficial do pintor.

Em 1897 foi admitido na Real Academia de Belas Artes de San Fernando, em


Madri, mas logo rejeitou as formas tradicionais da escola e voltou a Barcelona.
Em 1900, Picasso viajou a Paris e se encontra com um industrial catalão que
aluga um estúdio e o põe em contato com um negociante de quadros, assim
realiza sua primeira exposição, no dia 24 de junho de 1901, fazendo grande
sucesso.

FASES E OBRAS
Estilo impressionista, com a típica pincelada de pigmento puro em vez de
suaves modelagens, como na obra As Vendedoras de Flores (1901),
Glasgow Art Gallery, Escócia.
As vendedoras de Flores (1901)

Fase Azul (1901-1904). Azul da tristeza que aparece nos retratos melancólicos,
como na tela O Velho Guitarrista (1903)

O Velho Guitarrista (1903)

Fase Rosa (1905-1907). Nessa fase os temas principais são as figuras de circo
e as mulheres. São, “O Jovem Arlequim”, “O Moço com Cachimbo” e “A
Família de Saltimbancos”, todos de 1905.
Em 1907, Pablo Picasso começou a trabalhar na tela “Le Demoiselles
d’Avignon” (1907), onde abandonou o maneirismo das duas fases anteriores e
com formas geométricas eliminou a profundidade espacial.

Ponto de partida de suas pesquisas que resultaram no Cubismo, que junto com
Georges Braque procurou novas respostas para a questão de retratar o mundo
real tridimensional em uma tela plana.

Picasso atravessou diversas fases, as obras iniciais do Cubismo Analítico,


geralmente retratam figuras únicas ou naturezas mortas utilizando uma gama
limitada de tons de cinza e marrom, onde as figuras são descompostas e
reorganizadas como na tela “Nu” (1910), Tate Gallery, Londres.

Nu (1910)

No Cubismo Sintético, chega à total eliminação do objeto, quando letras e


palavras aparecem nos quadros, como em “O Aficionado” (1912),
Kunstmuseum, Brasiléia.
O Aficionado (1912)

Seu cubismo ainda se prolonga ate a década de 1920, mas já algo estilizado
como em “Trois Masques Musiciens” (1921), Museu da Arte Moderna, Nova
Iorque.

Trois Masques Musiciens (1921)

Na década de 1930, surgem formas rítmicas, curvilíneas, que prenunciam a


representação dramática como no enorme mural “Guernica” (1937), Museu
Nacional de Arte Rainha Sofia, Madri.

A obra evoca o bombardeamento da cidade basca de Guernica Guerra Civil


Espanhola, aviões alemães bombardeiam a cidade basca de Guernica. A obra
foi exibida no pavilhão espanhol, na Exposição Internacional de Paris.
Guernica (1937)

Seus últimos quadros foram executados com vigor em um estilo simplista como
na obra “Retrato de Jaqueline Roque” (1954).

Retrato de Jaqueline Roque (1954)

Pablo Picasso faleceu em Notre-Dame-de Vie em Mouggins, na França, no dia


08 de abril de 1973.
Bibliografias:

AIDAR, Laura. Vanguardas Européias. Disponível em:


https://www.todamateria.com.br/vanguardas-europeias/. Acesso em 16 de mai,
2021.

Cientifico Conhecimento. Arte Moderna – O que é, conceito, características


e artistas. 13 de abri, 2020. Disponível em: https://noticias.r7.com/hora-
7/conhecimento-cientifico/arte-moderna-o-que-e-conceito-caracteristicas-e-
artistas-13042020. Acesso em 16 de mai, 2021.

MENDES, Elaine. Arte Moderna. Opostas às diversas formas tradicionais de


arte. 18 de abri, 2019. Disponível em:
https://www.educamaisbrasil.com.br/enem/artes/arte-moderna. Acesso em 16
de mai, 2021.

BRANDINO, Luiza. Vanguardas Européias. Disponível em:


https://mundoeducacao.uol.com.br/literatura/vanguardas-europeias.htm.
Acesso em 16 de mai, 2021.

AIDAR, Laura. Arte Moderna. Disponível em:


https://www.todamateria.com.br/arte-moderna/. Acesso em 16 de mai, 2021.

FRAZÃO, Dilva. Pablo Picasso, Biografia de Pablo Picasso. 05 de jan, 2021.


Disponível em: https://www.ebiografia.com/pablo_picasso/. Acesso em 20 de
mai, 2021.

Você também pode gostar