Você está na página 1de 120

beji

Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

Disp. e Tradução: Rachael

Revisora Inicial: Angel

Revisora Final: Rachael

Formatação: Rachael
Logo/Arte: Dyllan

2
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

Victor Marius viu quando três de seus irmãos e alguns de seus amigos encontram seus

companheiros. Ele estava feliz por eles. Ele realmente estava.

Mas, como o irmão mais velho, ele pensou que deveria já ter encontrado seu

companheiro até agora.

Malachi é metade demônio, ele não conhecia nada além de dor e horror. Encontrando

uma chance de fugir da caverna onde tem sido prisioneiro desde o nascimento, Malachi corre

até o sol, mais os raios solares o derrubam.

Quando Victor vê um homem deitado sobre a estrada, ele para o carro para ajudá-lo,

mas percebe que algo não está certo. Ele é um demônio. O homem que cheira como um

demônio, mas ele também cheira algo completamente diferente... Companheiro de Victor.

Victor poderá ficar com Malachi sendo metade demônio e como pode um demônio

sem alma ter um companheiro?

3
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

DEDICAÇÃO

Para Dr. Christian Newton & todo mundo na The Mountain View Vet: Obrigado por

ajudar a salvar vida de Marius, nos conseguindo o especialista que ele precisava. Nós nunca

teríamos conseguido isto sem você, e eu não teria feito isto sem seu suporte. Você nunca

reclamou dos meus telefonemas no meio da noite, enlouquecidos porque estava tão assustada.

E eu juro seu pessoal não demonstram que viram os olhos quando escutam o meu nome.

Além da forma que filhote de cachorro ama todo mundo, mostra-me a qualidade do

cuidado que você dá quando eu não estou lá. Obrigado por dar-lhe a ajuda continua que ele

precisava para recuperar-se completamente e constantemente e averiguando seu progresso.

Vocês todos foram muito além do trabalho aparente em sua ocupação. Vocês são as melhores

partes da minha mudança para pequena cidade, WY.

4
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

Capítulo Um

Todo mundo estava encontrando seus companheiros, bem, todo mundo, mas o meu

não pareceu. Micah tinha encontrado quando o destino colocou seu traseiro no antigo hospital

de Riley. Que foi ótimo, claro, porque Riley ajudou a curar meu irmão também, então eu

estava grato por eles acharam um ao outro. Remus encontrou Noah Dragos quando ele estava

em uma missão sancionada pelo conselho. E a jogada foi que Noah tinha vivido só a alguns

quilômetros de distância o tempo todo.

E mais uma vez, eu estava emocionado por eles encontrarem um ao outro, eu nunca vi

Remus tão feliz. Poucos meses depois, Stefan fez uma viagem em busca de sua alma em Nova

Iorque para explorar sua sexualidade reprimida. Ele foi para um clube de sexo humano e

encontrou seu companheiro sendo mantido prisioneiro e brutalizado. Eu quero dizer o quão

sortudo isto é?

Patrick é uma grande pessoa, exatamente o que meu irmão precisava. Ele está cheio de

vida, sempre disposto a ajudar, e apenas uma bola de energia. Riley descobriu que Patrick era

metade vampiro quando examinou o companheiro de Stefan, sendo médico de todos. E então

por algum milagre, com o cérebro de gênio de Riley e a ciência moderna, Riley pode forçar a

conversão de Patrick para um vampiro completo. Patrick esta se adaptando em ser um

vampiro como peixe na água, e eles estão monumentalmente felizes.

Até Dillon, o irmão mais velho de Noah, acabou de encontrar seus companheiros em

uma missão na Irlanda quando eu já tinha ido. Companheiros gêmeos idênticos. Ele conseguiu

dois, e eu nenhum. Caleb foi ajudar na missão no lugar dos meus irmãos acasalados e acabou

encontrando seus companheiros na mesma família. Eu estava muito feliz por meus amigos,

eles mereciam o acasalamento e toda a alegria que traria.

E eu estava infeliz. Eu estava com ciúmes. E isso me fazia sentir completamente sujo.

Fiquei feliz por eles. Eu realmente estava com todo meu coração. Não era que eu queria roubar

5
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

uns dos companheiros dos meus irmãos. Eu só queria ser feliz também. Caso eu sendo mais

velho não devia encontrar meu companheiro primeiro? Quero dizer isso parecia justo para

mim. Não é o que o velho ditado diz: a idade antes da beleza?

Eu sabia que não era feio de qualquer forma, e meus irmãos não eram realmente mais

bonitos que eu, pois todos tinham o mesmo cabelo castanho e olhos verdes. Mas eu sou o mais

velho. Em seguida era: Stefan, Gabriel, Micah, Virgil, Remus, e o bebê Damian. Eu tinha

oitocentos e noventa e cinco anos de idade, e pensei que já era hora de ser feliz e me acomodar.

Eu disse isso para qualquer um deles? Claro que não, eu não era um completo

bastardo.

Mas era difícil estar ao redor deles com toda a felicidade do acasalamento e suas

travessuras da lua de mel o tempo todo. Assim quando o conselho pediu um voluntário para

investigar rumores de um grupo de demônios ao redor de Mohegan Blefa de Rhode Island1, eu

imediatamente levantei minha mão.

Existiam vampiros de todas as formas e tamanhos, assim como os humanos. Mas

também existia alguns de nós que nasceram guerreiros. Quando nós passamos por nossas

transições na puberdade para nos tornarmos vampiros completos e precisamos de sangue para

sobreviver, alguns de nós crescemos em massa.

Eu tinha mais ou menos um metro e setenta antes da minha transição aos dezesseis e

quando terminei eu estava com dois metros. Nossa grande estatura e volumosa massa de

músculos era o que determinava se nós seríamos guerreiros de nossa raça.

Por que sendo fortes, rápidos e quase invencíveis os vampiros tinham a necessidade

de ter seus próprios guerreiros? Demônios.

1Rhode Island (Ilha de Rhodes) é um estado dos Estados Unidos. É o menor estado em área do país. Com apenas
4 005 Km²., Rhode Island é 428 vezes menor que o Alasca,o maior estado em área do país.

6
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

Demônios eram na verdade vampiros — vampiros que decidiram que não queriam

sangue para se alimentar como o resto de nós. Eles queriam para o poder, para a matança.

Vampiros eram obrigados por nosso Conselho Superior, a viver por um código rígido: Não

fazer nenhum dano aos humanos, e esconder toda a evidência de nossa existência para os

humanos. Em décadas recentes com bancos de sangue em todos os lugares e na maioria das

propriedades das famílias de vampiros fundadores, nós não precisávamos beber de humanos

para sobreviver mais.

Meu pai Desmond Marius, tinha sido um dos primeiros vampiros em começar uma

empresa médica que tinha a finalidade de pletora2 de bancos de sangue. Enquanto sua família

fez muito dinheiro vendendo o sangue para covens por toda parte do país, muito boa coisa

também foi feito.

Ele instituiu um programa para estudantes universitários que recebiam em dinheiro

para doar seu sangue. A maioria das cidades do interior tinham esses programas onde você

era pago se você doasse, mas eram normalmente só alguns dólares. Minha mãe e meu pai

pensaram que se existia quaisquer adultos saudáveis que podiam usar algum dinheiro extra,

eram jovens universitários. E tinha um regulamento para que ninguém doasse muito e tinham

que ser saudáveis para não se machucarem.

As maiores partes do sangue não acabavam indo para vampiros, provavelmente

menos de vinte e cinco por cento. A maior parte era doada de graça para os centros sub-

-financiados de traumas. O pai sempre disse que a criação da empresa tinha sido um caminho

para ajudar-nos a sobreviver e esconder quem nós éramos da população geral, mas isso não

2 Na Medicina, relacionada ao aumento do volume sanguíneo, que provoca distensão anormal nos vasos. No
sentido figurado: qualquer superabundância geralmente nociva. Na Filosofia, através da dialética da diversidade
e riqueza, superabundância da pletora do real que não dispersa, mas constitui a unidade, na medida em que o
pensamento dialético é a unidade da identidade com a não-identidade, suprassunção de opostos numa unidade
concreta. A unidade se expressa, enriquece e expande na pletora do real.

7
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

significava que não tínhamos responsabilidade de ajudar os outros. Nós estávamos

conseguindo muito da população humana, era importante devolver.

Minha família vivia por esse código em tudo que eles fizeram. Inferno, meus pais

tiveram sete filhos e todos guerreiros e serviam sua raça por séculos e séculos. Era a coisa certa

a fazer. Nós nascemos para ajudar nosso povo, isso nunca entrou em questão. E enquanto

alguns demônios em vez de entenderem isto, optaram e escolheram o caminho do mal.

Eles gostavam da excitação da perseguição e sacrificar os humanos, que não foram

construídos para nos impedir caso quiséssemos machucá-los. Mesmo até tendo humanos

psicopatas, demônios não tinham esse direito e escolhiam esta vida.

Os vampiros das lendas humanas eram baseados nos demônios.

Sugadores de sangue, criaturas vis que perderam suas almas e queimavam sob a luz

do sol ou objetos santos.

Vampiros eram diferentes. Podíamos morrer claro, só não como a maioria das lendas

ditas. O alho não era nada para nós, cruz não machucava, prata não era nenhuma grande coisa

e nós podíamos estar sob a luz solar. Certo, a luz solar não era nossa coisa favorita porque

somos bastante sensíveis para isto, mas nós certamente não entramos repentinamente em

chamas. Provavelmente não tinham muitos vampiros que viviam nas regiões tropicais.

Todos os vampiros tinham um ou dois dons especiais seus próprios. O meu era o fogo.

Eu podia controlar uma chama a metros de distância ou poderia atirar das minhas mãos como

um lançador de chamas. Micah podia embaralhar as mentes das pessoas, que era útil em uma

batalha também. Remus podia conversar com animais. Enquanto não era um grande dom

durante uma batalha, pelo menos era pura magia se precisávamos às vezes de uma distração.

Meu pai tinha um dos melhores dons em minha opinião, ele podia manipular a terra.

Ele poderia causar um terremoto em um quilômetro quadrado tão violento que ninguém

poderia se mover. Stefan estava lá em cima no fator legal também, sendo capaz de controlar o

vento. Minha mãe a pequena Elena Marius, podia criar gelo. Ela podia construir uma parede

8
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

sólida de gelo de dois metros ao redor de si mesmo em menos de um minuto. Era uma viagem

para assistir.

O meu dom eu trabalhei muito bem desde que demônios tendem a acender mais

rápido que uma árvore seca de Natal. Entretanto meu irmão Stefan, e Riley projetaram

munição e granadas ultravioletas que ajudaram na guerra contra demônios e permitiu a

alguns dos menores e mais remotos covens se protegerem. Por séculos pareceu que nós

estávamos lutando uma batalha difícil, mas agora com estas invenções, as mesas estavam

girando.

Eu estava a cerca de meia hora de distância de Mohegan Blefa em uma estrada deserta,

quando vi uma figura deitada ao lado da estrada. Que porra é essa? Depressa acelerei, puxei

os freios e pulei do carro. Eu tive a certeza de agarrar minha 9 mm por via das dúvidas e corri

para ele.

O cheiro azedo de sangue bateu em meu nariz, entretanto não tão forte quanto

normalmente era com demônios. E era o meio do dia. Se ele fosse um demônio ele deveria

estar em uma pilha de cinza.

Que porra é essa?

Quando cheguei mais perto, vi o vapor saindo do pequeno corpo, mal vestido e

espancado. Aproximando-se devagar e com cautela, eu quase saltei quando o homem virou e

olhou para mim. Merda, ele era um demônio.

“Espere,” ele resmungou quando levantei minha arma. “Eu nunca matei ninguém,

guerreiro. Eu juro para você! Eu nasci assim.”

“Demônios estão mortos, eles não podem ter filhos,” eu rosnei quando outra coisa me

bateu ao mesmo tempo. Enquanto seu sangue cheirava um pouco rançoso, chegou até mim,

um cheiro doce ao mesmo tempo.

Foda-se! Este homem era meu companheiro!

9
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“M–minha mãe estava grávida quando ela se tornou um demônio.” Ele ofegou,

segurando seu lado. “Eu escapei, mas o sol era demais para mim. Eu nunca machuquei uma

alma viva em minha vida ou até bebi de um humano. Eles me mantiveram prisioneiro desde o

dia que eu nasci. Por favor, ajude-me. Eu não posso voltar lá.”

“Isto não é possível,” sussurrei, sentindo o chamado para o meu companheiro. Eu

desesperadamente queria acreditar nele, e havia sinais de que ele não era um demônio

completo. Ele estava ainda vivo sob o sol mesmo que sua pele estivesse soltando fumaça, e ele

tinha horríveis queimaduras de sol. O homem também não tinha os olhos vermelhos típico de

um demônio, o dele era um azul escuro. “Qual é o seu nome?”

“Malachi Owens,” ele respondeu, seus olhos se encheram com lágrimas enquanto ele

continuava ofegante. “Você meu companheiro, não é? Você cheira tão doce para mim, e não se

trata de sede, porque eu posso dizer a diferença. Por favor, se eu fosse um demônio sem alma,

eu não teria um companheiro.”

“Se você tentar qualquer coisa eu terminarei com você, sendo meu companheiro ou

não. Estamos claros?”

“Sim, estou muito fraco e faminto para machucá-lo,” Malachi choramingou.

Olhei-o de cima, vendo seus olhos brilhantes, seu pequeno nariz de botão, lábios

macios e o tipo de rosto rechonchudo de querubim. Ele era lindo, mesmo em seu estado sujo e

eu senti-me ficando duro. Imaginei que ele tinha mais ou menos um metro e sessenta e cinco e

menos de cinquenta quilos. Meus instintos estavam gritando para segurar meu companheiro,

alimentá-lo com uma quantidade enorme de comida e cuidar dele.

“Certo,” eu disse com um aceno de cabeça enquanto guardava minha arma atrás de

minha calça. Eu fechei a distância entre nós, abaixei e o levantei em meus braços. Malachi

parecia perfeito em meus braços, como se ele estivesse destinado a estar lá. Ele gritou de dor, e

eu soltei um pouco o aperto. “Desculpe, eu não queria machucá-lo.”

10
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Não, eu sou o único que peço desculpas,” ele sussurrou em meu ouvido e passou os

braços em meu pescoço.

“Para que?” Eu perguntei completamente confuso enquanto caminhava de volta para

o carro alugada.

“Para isto,” Malachi respondeu e afundou suas presas em meu pescoço.

Eu gritei quando meu pênis imediatamente explodiu em minha calça jeans enquanto

meu companheiro bebia de mim, um prazer vasto fervilhou. Era tão intenso que eu quase caí

de joelhos e o soltei, mas eu consegui me manter na vertical e encostei-me no carro. Eu

continuei gozando, atirando minha semente dentro da minha calça, eu nem sabia que minhas

bolas podiam levar tanto.

“Agora você não me matará,” ele sussurrou enquanto lambia a mordida. “Mas você

não me amará nunca, por fazer isso a você.”

“Provavelmente não,” eu rosnei enquanto voltava do meu orgasmo.

“Você sabe que o acasalamento sem permissão de alguém é uma ofensa de morte.”

“Não, eu não sabia,” Malachi disse enquanto eu abria a porta do passageiro e

suavemente o colocava lá dentro. “Eu literalmente vivi em uma caverna toda minha vida. Eu

não sei nada sobre qualquer coisa, exceto que eu lutei para sobreviver todos estes anos, e

enquanto eu nunca quis que meu acasalamento fosse assim, eu quero viver.”

“Caverna? Eu fui enviado aqui por nosso Conselho para investigar indícios de

demônios que vivem em Mohegan Blefa.”

Fechei a porta e caminhei para o outro lado antes que ele pudesse responder, dando-

-lhe tempo para pensar sobre que eu disse, enquanto eu mesmo tinha um tempo para digerir

que agora estava acasalado. Inclinando minha cabeça contra o topo do carro, senti um poço de

desespero se formar em meu estômago. Eu esperei todos estes anos, para encontrar meu

companheiro, desesperadamente querendo encontrá-lo. E eu estava acasalado com um meio

11
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

demônio, eu nem tinha certeza que era possível; que apenas se acasalou sem meu

consentimento.

Que porra?

Este não era o acasalamento que eu sonhei. Eu tenho imaginado ao longo dos últimos

oitocentos e noventa e cinco anos, as fantasias me mantinham para cima quando eu afundava

e achava que nunca encontraria meu companheiro. Não era assim que deveria acontecer! Eu

saltei quando percebi que ele ainda estava ao sol e sentando dentro do carro. Foda-se! Ele me

mordendo só contribuiu para colocar o instinto do acasalamento, eu queria por suas

necessidades antes das minhas.

“Eu sei onde eles estão” Malachi falou quando entrei no carro. “Eu ajudarei a

encontrá-los. Espero que você mate todos. Se nada mais, talvez ele mostre a você que eu não

sou um deles. E eles têm prisioneiros.”

“Isto estava cada vez melhor e melhor,” eu rosnei quando virei para trás e peguei

minha jaqueta no banco. Voltando-se para ele, suavemente cobri sua pele exposta ao sol

escaldante. Ele gritou, e eu senti como uma faca em meu coração. Grande, então não só ele era

meu companheiro, como eu já estava sentindo coisas por ele. “Desculpe, mas será melhor do

que queimar mais.”

“Eu sei, obrigado,” ele sussurrou quando ele virou a cabeça e olhou para debaixo de

minha jaqueta. Os olhos de Malachi estavam cheios de lágrimas quando ele mordeu seu lábio

inferior. “Eu sinto muito. Eu sei que o que eu fiz foi horrível, mas sabia que você não me

mataria se acasalássemos.”

“O que está feito, está feito,” eu disse tão baixinho quando liguei o carro e o coloquei

em movimento. Eu precisava levá-lo para um lugar seguro e escuro assim poderia cuidar de

seus ferimentos. “Só descanse um pouco e eu ajudarei você.”

“Qual é o seu nome?” Ele perguntou, com seus olhos fechados.

“Victor, Victor Marius.”

12
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Mmm, o nome é tão bonito quanto o homem.”

Eu olhei para longe da estrada, em seguida, vi o sorriso em seu rosto.

Sua respiração equilibrou, embora ele ainda parecesse ter dificuldade em respirar, e eu

sabia que ele estava dormindo. Bastava olhar para o seu rosto, eu sabia que tudo o que queria

fazer era segura-lo e cuidá-lo para sempre. Eu empurrei até o limite da velocidade e dirigi uma

hora e meia até a Providence3, que era a cidade grande mais próxima de onde nós estávamos.

Eu era tão fodido!

Com as mãos trêmulas eu retirei meu celular e chamei a única pessoa que eu sabia que

não riria da ironia de minha situação e me ajudaria.

“Micah? Eu preciso de você irmão,” eu disse depois de limpar a minha garganta

algumas vezes para manter minhas emoções opressivas à distância quando ele respondeu.

“Victor? Você está bem homem?”

“Não, não, eu estou longe de estar tudo bem e estou em outro fodido lugar.” Eu ri. Era

rir ou chorar naquele momento, e eu não era uma pessoa que chorava, como sempre.

“Algo errado na missão?” Ele perguntou a preocupação em sua voz quase embargada

em pânico. “Você está machucado, irmão?”

“Sim, algo deu errado, muito, muito errado, mas eu não sou machucado.”

“Victor, fale comigo!” Micah exclamou, soando frustrado. “Eu estou na Irlanda,

homem. Eu não posso ler sua mente. Diga-me o que está acontecendo!”

“V–você pode perguntar a Riley se ele já ouviu falar de uma pessoa sendo metade d–

demônio?” Eu gaguejei, pensando que era meu melhor curso para a ação.

“Pergunte a ele se isto é possível.”

“Eu nunca ouvi falar disto, mas Riley está curando Caleb. Eu perguntarei a ele quando

terminar.”

3 Providence é a capital e maior cidade do estado norte americano de Rhode Island.

13
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“O que aconteceu a Caleb?” Eu perguntei, empurrando meu drama de lado por um

momento.

“Ele está bem. É uma longa história, mas as cicatrizes estarão lá por enquanto.” Micah

suspirou. “Por que você está perguntando sobre demônios, irmão?”

“Eu encontrei meu companheiro,” eu sussurrei tentando me recompor para explicar o

resto.

“Ótimo, mas eu não consigo —”

“Ele é metade demônio, ou ele diz que é.” Eu o cortei, não querendo ouvir os

parabéns. Eu o informei de tudo que aconteceu, falando depressa antes de perder a coragem.

“Nós vamos descobrir isso, Victor,” disse Micah firmemente. “Eu falarei com Riley

agora mesmo, e nós voltaremos para casa, ok? Eu também chamarei Damian. Eu sei que ele

não está em uma missão atualmente.”

“Você dirá a ele o que está acontecendo, certo? Eu quero dizer, eu já estou meio

acasalado com Malachi e sinto a força da união. Ninguém envolvido poderá machucá-lo,

Micah. Eu penso que já me mataria se o perdesse.”

“Eu sei, Victor,” ele suavemente respondeu. “Vou conversar com a mãe e o pai

também, e a tropa chegará para ajudá-lo. Você não tem que passar por isso sozinho e

significou muito para mim você ter ligado.”

“Eu sabia que você não riria de mim.”

“Nenhum de nós riríamos de algo como isso,” Micah firmemente respondeu e soou

quase como se estivesse chateado se eu pensasse ao contrario.

“Eu–eu não tinha certeza desde que eu posso ser como um espinho,” eu disse

depressa. “Eu não sou realmente como todos, sabe?”

“Sim, eu sei. Deixe-me conversar com todo mundo e nós encontraremos com você de

volta em casa. Mande uma mensagem para Damian quando você encontrar um lugar para

dormir.”

14
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Obrigado, Micah,” eu disse, mostrando o alívio que eu sentia claro em minha voz.

Não parecia tão opressivo quando eu sabia que tinha minha família em minhas costas.

Mais Riley era um gênio como médico, se alguém poderia ajudar, seria ele.

Terminamos dizendo adeus e desliguei. Por essa altura nós estávamos quase em Providence, e

eu verifiquei meu companheiro. Cristo, eu tinha um companheiro.

E eu tomei esta missão porque estava fazendo beicinho por estar só enquanto todos os

outros encontraram os seus.

E então me bateu. Se eu não tivesse tomado esta missão, outro guerreiro teria

encontrado Malachi e provavelmente teriam o matado por ser metade demônio. O medo

percorreu por meu corpo com a compreensão de quão perto eu estive de perder meu

companheiro. Eu escutei o que ele disse sobre ser metade demônio, mas eu realmente não

abaixei minha arma até depois que percebi que nós éramos companheiros.

Então não só eu estava grato por ter me voluntariado para a missão, como me fez

perceber que eu descobri um caminho para perdoar Malachi. Não era como se ele me feriu ou

rejeitou nosso acasalamento. Ele havia feito isso para assegurar sua sobrevivência a seus olhos

e enquanto não era isso que eu teria feito, eu não era pequeno e nem meio demônio

enfrentando um muito grande guerreiro.

Se nada mais, eu decidi que eu precisava ouvir sobre seu passado e de onde ele veio.

Talvez sabendo o que tinha acontecido, ajudaria a ir embora minha raiva. Eu não tinha certeza,

mas era meu melhor plano atual.

15
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

Capítulo Dois

Eu cheguei a Providence e encontrei um Marriott4 para ficarmos. A princípio, a

recepcionista no momento do check-in disse que não tinha uma reserva, mas tudo mudou

quando ela viu meu cartão de platina5.

Incrível o que ter dinheiro pode fazer às vezes. Eu nos registrei em uma suíte com um

quarto adjacente para Damian que ficava na parte de trás.

Então eu estacionei o carro, pendurei minhas bolsas por cima do ombro, e depressa

levantei Malachi, rezando para que ninguém nos visse.

Não seria bom um ser humano ver-me carregando um homem ferido que estava mal

vestido e coberto com minha jaqueta. Felizmente, nós fomos para o elevador e então até o

quarto sem ninguém nos ver.

Malachi dormiu o tempo inteiro, sua respiração ainda ofegante.

Eu chamei o serviço de quarto, ordenando sopa e muitos pães junto com ginger ale6,

pensando que seria fácil para seu estômago depois de tudo que ele passou. Eles avisaram que

enviariam tudo dentro de uma hora, e eu pensei que seria tempo suficiente de pelo menos

conseguir Malachi limpo e estabelecido na cama.

Enviei uma mensagem de texto para Damian, dizendo onde nós estávamos e o

número de quarto. Eu consegui quase uma resposta imediata de que ele já estava no aeroporto

esperando por seu vôo. Por ultimo, eu chamei o banco de sangue local que nós possuímos,

aliviado que estava perto. O coordenador que falei era um vampiro e disse que enviaria um

4
Marriott Internacional é uma rede hotelaria líder em todo o mundo. Seu patrimônio começou com um pequeno
kiosk de refrescos em Washington DC, aberto em 1927 por J. Willard e Alice S. Marriott. Atualmente, a Marriott
Internacional possui mais de 2800 propriedades de hospedagem localizadas nos Estados Unidos e em outros 69
países e territórios.
5 Cartão de Platina é um dos cartões mais sofisticados do mercado. Com ele você recebe um tratamento
diferenciado como serviços e benefícios especiais no seu dia-a-dia. E por ser um cartão tão exclusivo, sua
associação é feita somente com o convite.
6 Ginger Ale é um refrigerante comum nos Estados Unidos, Canadá e Inglaterra feito à base de gengibre.

16
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

mensageiro para entregar muito sangue. Eu queria que Malachi bebesse de mim, sangue de

vampiro era mais forte, mas eu precisaria me reabastecer.

“Malachi acorde,” eu disse balançando seu ombro suavemente.

“Não! Não me machuque,” ele gritou enquanto se debatia e tentava me bater. Eu

agarrei seus braços batendo suavemente e meu coração se rasgou.

O que tinha sofrido meu companheiro para ele reagir deste modo só por tentar o

acordar?

“Malachi, bebê, está tudo bem. É Victor, estamos no hotel,” eu sussurrei em seu

ouvido e o puxei em meus braços. “Você está seguro. Ninguém vai te machucar nunca mais.”

“Victor?” Malachi perguntou, enquanto seus olhos tremulavam abertos. Eu vi o

reconhecimento atravessar seus olhos quando ele se acomodou e sorriu para mim. “Você

acabou de me chamar de bebê?”

“Hum, sim, desculpe por isso,” eu respondi como meu rosto vermelho de vergonha.

“Eu estou sentindo-me estranho, coisas novas por você desde que estamos acasalados.”

“Desculpe,” ele sussurrou, e eu vi formar lágrimas em seus olhos. “Você me odeia, não

é?”

“Não, eu não odeio você,” eu respondi honestamente quando eu o levei para o

banheiro. Sentei-o na tampa da privada fechada enquanto preparava seu banho.

Eu fiz questão de conseguir um quarto com uma banheira grande para o jardim para

que ele pudesse mergulhar em um banho frio para refrescar sua pele cheia de queimaduras

“Eu estou tentando ver as coisas de sua perspectiva, eu realmente estou. Mas isto não é fácil

para mim também, certo? Eu decidi que manteria minha mente aberta e o escutaria quando

contasse o que tinha acontecido a você. Eu penso que sabendo o que aconteceu, eu posso

talvez perdoá-lo por nos acasalar.”

“Isto é muito grande de você,” ele sussurrou. Olhei por cima do ombro para vê-lo

puxando um dos buracos da calça, se é que aquele pedaço de pano poderia ser chamado

17
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

assim. “Eu estava com muita dor e só ficava pensando que não queria que meu companheiro

me matasse. A próxima coisa que eu soube é que estava me desculpando e mordi você. Não

foi um longo e pensado plano. Eu juro Victor.”

“Eu acredito em você.” E faço. Era óbvio que ele já tinha sido maltratado, espancado e

com fome. Adicione que eu o encontrei quase queimando até a morte no sol. Seu cérebro não

estava trabalhando no nível mais alto quando eu o encontrei. “Vamos concentra-nos apenas no

presente e trabalhar juntos para que você consiga melhorar, certo?”

“Certo,” disse ele suavemente olhando para mim e para a banheira. “O que é isto?”

“A banheira?” Eu perguntei confuso, mas então eu entendi. Malachi viveu sua vida

inteira em uma caverna; ele não saberia o que a maioria das coisas era. “Você usa para tomar

banho. Eu estou enchendo-a com água fria assim poderemos conseguir você limpo, mas sem

machucar suas queimaduras. Depois então iremos cuidar de seus ferimentos.”

“Por que você está sendo tão bom para mim?”

“Eu sou seu companheiro.” Eu encolhi os ombros, não sabendo mais o que dizer. “É

meu trabalho cuidar de você.”

“Eu não sei como cuidar de você de volta, entretanto,” Malachi suavemente disse

apreensivo.

“Nós pensaremos sobre isso mais tarde,” eu respondi com um sorriso gentil. Eu voltei

atrás e desliguei a água. Então eu comecei a despir-se, mas congelei quando ele ofegou.

Olhando para ele, eu o vi com a boca aberto. “Malachi?”

“Eu nunca estive com alguém sexualmente antes.”

“Você não vai ficar com ninguém além de mim, nunca.” Eu rosnei meus instintos

possessivos contribuindo. “Eu sou mais que suficiente homem para agradar você.”

“Eu posso ver isto,” ele respondeu lambendo os lábios e olhando para o meu tórax. Eu

gemi enquanto terminava de tirar a roupa. Meu companheiro estava indo de mão cheia,

quando ele inadvertidamente já estava me seduzindo. Só vendo sua pequena ponta de língua

18
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

rosa para fora e lambendo aqueles lábios macios, tinha me deixado duro como rocha e

querendo afundar meu pênis naquela bunda apertada virgem. Seus olhos arregalaram quando

eu saí de minha calça jeans. “Isto é para mim?”

“Eu não acho que estamos nesta fase ainda,” eu respondi cuidadosamente, não

querendo magoar seus sentimentos. “Mas é por sua causa, se isso ajuda. Eu estou atraído pelo

seu corpo e pelo fato que ninguém nunca tocou em você.”

“Como ele gosta de ser beijado?” Malachi sussurrou enquanto olhava do meu pau até

meu rosto. Oh porra, eu queria atirar minha carga. Como alguém muito obviamente inocente

podia ser tão sensual ao mesmo tempo?

“Eu mostrarei a você um dia,” eu respondi com uma voz rouca que mal reconheci

como minha própria. Agitando para longe meus pensamentos luxuriosos, eu enfoquei em

conseguir meu companheiro saudável. Ele não estava em condição nenhuma para o tipo de

sexo que eu sempre gostei. “Vamos conseguir você limpo. Eu pedi para você alguma comida e

o sangue está vindo.”

“V–você não me vai fazer beber de outra pessoa, não é?” Ele perguntou seus olhos

arregalados de medo. “Eu–eu não posso fazer isto, Victor. Eles tentaram me fazer beber

sangue de humanos e machucá-los, mas eu não conseguia.”

“Não, ele vem em uma bolsa de doadores,” eu respondi depois de tomar algumas

respirações profundas. Eu estava cheio de raiva com a ideia dos demônios usando meu

companheiro em suas ideias doentes e distorcidas de diversões. “Eu beberei o sangue, e você

beberá de mim. Você está ferido e fraco. Você precisa da força que meu sangue dará a você.”

“Obrigado,” Malachi disse, afastando-se de mim, mas não antes de eu ver as lágrimas

em seus olhos. Eu percebi que era provavelmente a primeira pessoa a ser boa com ele.

Enquanto isso me machuca, poderia ter sido uma bênção disfarçada. Eu não era conhecido por

ser o homem mais agradável ou paciente. Se o destino me acasalou com alguém que esperava

19
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

muito ou era uma manutenção alta, nós dois estaríamos ferrados. Mas isso não significava que

eu não odiasse os horrores que Malachi tinha passado, porque eu fazia.

“Você é bem-vindo,” eu respondi quando tirei suavemente sua camisa. Eu ofeguei

com o que vi. Ele estava coberto de mordidas, contusões e cortes.

“Eles davam a mim animais para beber desde que eu não machucaria os humanos que

eles trouxeram e então me mordiam.” Ele explicou, cuidadosamente não encontrando meus

olhos. O sangue animal podia nos manter vivo por pressão, mas uma dieta direta podia nos

dirigir louco, pois sua composição genética era diferente. “Às vezes eu penso que eles me

enganaram e me alimentaram de sangue humano dos jarros na caverna, mas eu não posso

realmente estar certo. Eles gostavam de ouvir-me gritar e gritar enquanto bebiam de mim.”

“Tinha que ser sangue humano. Nós não podemos sobreviver só com sangue animal,”

eu suavemente sussurrei. Ajudando ele a ficar de pé e o apoiando em mim enquanto tirava

sua calça. Ela praticamente se desfez em minhas mãos e eu adicionei em minha lista mental

conseguir algumas roupas. Novamente eu estava contente em estar em um bom hotel, pois

poderia chamar a portaria e pedir para recolher algumas coisas. “Nós conseguiremos para

você tudo de melhor, bebê. Você não terá que viver assim nunca mais.”

“E quanto eu sendo metade demônio?” Ele perguntou quando eu o levantei em meus

braços. “Como sobreviverei em seu mundo quando as pessoas me quererão morto?”

“Eu não sei, mas o manterei seguro,” eu honestamente respondi. Eu entrei e

lentamente sentei na banheira. Merda estava frio!

O corpo de Malachi sentia-se como se estivesse pegando fogo, quente pressionando

contra minha pele, então a água de banho fria parecia como gelo do outro lado de mim.

“Oh Deus, machuca,” ele gritou.

“Eu sei, bebê,” eu murmurei quando abaixei totalmente. “Só respire através da dor e

melhorara. Eu tenho que limpar seus ferimentos depressa, e se a água estiver quente,

machucaria sua pele.”

20
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Certo,” ele ofegou seus olhos azuis escuros amplamente abertos, quando olhou para

mim com completa confiança. Eu podia ver a dor escrita por toda parte em seu rosto, mas seus

olhos disseram-me que sabia que acreditava em mim.

“Quantos anos você tem?” Eu perguntei quando peguei a esponja e ensaboei. Eu

precisava de qualquer coisa para distraí-lo de seus ferimentos.

“Eu não sei.”

“Você passou por sua transição? Ou você sempre bebeu sangue?” Eu perguntei, não

sabendo como lidar com o fato que Malachi podia ser menor de idade. Ele parecia tão jovem,

mas todos nós parecíamos até pelo menos nosso primeiro século.

“Eu nem sempre bebi sangue, não.” Ele ofegou quando eu lavei suas pernas.

Eu me sentei abaixo no degrau da banheira, imaginado que seria mais fácil para cuidar

dele. Eu estava começando a lamentar aquela decisão quando ele inclinou-se na lateral da

banheira, espalhando se para mim como se fosse um buffet de carne intocada. “Eu passei por

minha transição. Foi há muito tempo, talvez cerca da metade do tempo que me lembro de

viver?”

“Certo, então você poderia estar ao redor de vinte e cinco a trinta anos de idade,” eu

respondi depois de um momento, fazendo as contas em minha cabeça. “Passamos por nossa

transição durante a puberdade. Eu tinha dezesseis anos. Então imaginando que suas primeiras

memórias estão ao redor dos cinco anos, a meio caminho por sua vida poria você nesta faixa

de idade.”

“Isto é velho?” Ele perguntou, inclinando sua cabeça para olhar para mim.

“Comparado a mim não é.” Eu ri. Entretanto eu percebi outra coisa. “Ensinaram a

você números, Malachi? Eu quero dizer, você sabe como ler ou contar?”

“Não, eu não sei nada,” ele sussurrou e olhou em mim. “Eu aprendi a falar de ouvir os

demônios na caverna. Eu cresci ouvindo trechos de informações sobre o que eu era e que eles

me achavam uma monstruosidade e por isso abusavam de mim.”

21
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Você é diferente, você é realmente um milagre,” eu disse, estendendo a mão para o

seu rosto. Ele olhou para mim, então, suas sobrancelhas arquearam e lágrimas corriam pelo

seu rosto. “Não importa o que, ninguém tem o direito de tratá-lo mal, certo? Não é sua culpa

que você nasceu assim, e não é direito de ninguém basear sua opinião com base nisto.”

“Até você?”

“Sim, até eu,” eu movimentei a cabeça, entendendo o que ele estava dizendo.

Ele estava preocupado como eu iria tratá-lo desde que ele era só metade vampiro.

“Eu sou um guerreiro. Meu trabalho inteiro é baseado em matar demônios, Malachi.

Não foi pessoal quando eu encontrei você, certo? Você cheirava como um demônio.”

“Mas você me ouviu me deu uma chance,” ele respondeu com um sorriso fraco. “Você

me deu uma chance de explicar.”

“Eu estou feliz que fiz.” E eu percebi que era a verdade. Não importa como nós

chegamos lá ou que Malachi era; ele era meu companheiro, minha outra metade. Ele era meu,

e eu cuidaria dele de agora em diante. Começando com este banho.

“Você pensa que você poderia me querer?” Malachi perguntou depois que eu estava

vários minutos em silêncio, mas depressa mudou. “Eu quero dizer, querer-me como um

companheiro e não como um caso de pena?”

“Você não é um caso de pena,” eu rosnei, lamentando quando ele se encolheu e se

afastou de mim. Eu fechei meus olhos e tomei algumas respirações profundas antes de abri-los

e enfoquei nele. “Eu me sinto mal como você foi tratado pela vida. Mas sim, eu quero você, e

só não é tempo ainda para explorar isto. Eu não estou aqui porque tenho pena de você, bebê.

Eu estou aqui porque eu sou seu companheiro e você precisa de mim.”

“Eu estou contente por você estar aqui,” ele disse depois de um minuto. Eu lavei seu

cabelo, desesperadamente tentando ignorar seus gemidos apreciativos à medida que eu

trabalhei. “Eu nunca fiz isso em minha cabeça.”

22
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Foda-se.” Eu assobiei cheio de raiva novamente. Como alguém que poderia ter

vivido pelo menos vinte e cinco anos sem nunca ter lavado seu cabelo? O pensamento me

causou um calafrio involuntariamente.

“Você gosta disto?”

“Sim, é como céu. Eu não sabia que meu corpo poderia se sentir tão bem.”

“Você pode se adaptar ao mundo fora da caverna, Malachi,” eu disse mais para mim

mesmo do que para ele. Estava assustado de quanta ajuda meu companheiro precisaria nos

próximos meses. Em alguns aspectos era como uma criança de olhos arregalados, explorando

um novo mundo inteiro. Em outros era um homem adulto feito, caso em questão, era a ereção

que ele teve quando lavei entre suas pernas. Eu admito que estive tomando mais tempo que o

necessário o lavando lá em seguida sua bunda, mas eu não podia ajudar eu mesmo.

“Eu gosto quando você me toca,” ele gemeu, espalhando suas pernas mais largas para

mim. “Eu nunca senti tal desejo antes.”

“Algo que eu prometo explorar mais tarde,” eu respondi, limpando a garganta e o

enxugando. Eu me apressei, conseguindo tirar todo o sabão e xampu fora de seu corpo

danificado. Que tipo de idiota provocava desejos e luxúrias em um homem ferido assim? Oh

espere, esse seria eu.

“Promete?”

“Sim, eu não penso que sou forte o suficiente para dizer não para você,” eu sussurrei

em seu ouvido, conseguindo um arrepio dele quando o ergui em meus braços. Depois de secar

a ambos, eu o deitei na cama e consegui cobri-lo com um lençol muito leve para não irritar sua

pele. Eu mantive a toalha enrolada ao redor da minha cintura, não me preocupei em se vestir,

pois achei que estaríamos dormindo em breve. Houve uma batida na porta, e eu quase dei um

tapinha em minhas costas o quão bem eu planejei o serviço de quarto.

“Eu tenho seu pedido, senhor.” A agradável aparência de um homem de meia-idade

disse com um sorriso quando abri a porta.

23
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Muito obrigado,” eu disse, assinando a ordem e deslizando duas notas de vinte. “Eu

pergunto-me se existe uma farmácia aqui também? Ou talvez apenas acesso a um kit de

primeiros socorros?”

“Nós podemos chamar um médico se você precisar, Sr. Marius,” o homem respondeu

seus olhos arregalando-se quando ele discretamente tentou olhar ao meu redor. Malachi

estava seguramente no outro quarto, então eu não tive que me preocupar, mas eu não precisei

de um membro de pessoal do hotel preocupado de qualquer forma. Eu olhei para baixo e viu

que seu nome era Tom, decidindo deixar isso mais familiar.

“Oh querido, nenhum médico é necessário.” Eu ri, rolando meus olhos. “Meu

companheiro tem uma alergia ao sol, mas aquele homem deixa de estar lá fora, quando não

estou o seu redor, para pará-lo? Inferno não! O homem está queimado como uma criatura

crocante. Eu estava pensando em um pouco de creme de aloe para não agravar as bolhas em

seu rosto.”

“Eu entendo,” ele disse com uma piscada. “Minha esposa é da mesma maneira. Minha

mulher é alérgica a mariscos, mas ela ainda come furtivamente camarão de vez em quando.

Então ela fica doente como um cachorro nos próximos dias. Pessoalmente, eu penso que ela

faz isto só para o TLC7 e atenção que eu dou a ela depois.”

“Isto é um bom ponto,” eu ofeguei de brincadeira. “Eu aposto que é isso que meu

pequeno homem tem feito, também! Oh, eu devia reter favores dele. Isso conseguiria fazê-lo

que parasse de fritar-se ele mesmo ao sol.”

“Provavelmente não se ele for tão teimoso.” Tom sorriu quando eu balancei minha

cabeça na verdade de sua declaração. “Eu conversarei com a portaria e no pior caso, ele

telefonará e conseguira uma lista do que você precisa. Nós podemos enviar alguém para

buscar isto. Poderia custar um pacote, ou nós podemos ajudá-lo a achar uma farmácia.”

7
Amor e Carinho

24
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“O bom do dinheiro,” eu disse, acenando suas preocupações. Eu estava mais

preocupado sobre deixar meu companheiro desacompanhado na forma que ele estava. “Eu

preciso estar lá mimando meu bebê. Então sim, se você precisar enviar alguém, isto está bom

pra mim.”

“Eu verei isto, Sr. Marius.”

“Obrigado, Tom, você é uma dádiva de Deus,” eu respondi com gratidão e fechei a

porta. Eu empurrei o carro de serviço para o outro quarto onde Malachi estava olhando para

mim como se quisesse me causar dano corporal.

“Malachi? O que está errado?”

“Nada, você tem permissão de paquerar com quem você gosta,” ele respondeu em um

tom frio enquanto olhava para mim. Meu pequeno companheiro era ciumento!

“Ele é um homem casado, bebê,” eu murmurei quando parei com o carro perto da

cama e sentei. “Em segundo lugar, eu estava sendo bom demais porque ele pareceu louco

quando eu solicitei suprimento médico. Nós não podemos ter pessoas pensando que eu tenho

um homem ferido, espancado e mordido por aqui, querido. Isso poderia ser realmente ruim,

certo?”

“Oh, certo,” Malachi sussurrou olhando fixamente abaixo em suas mãos. “Eu apenas

pensei que você estava flertando com o homem. Eu quero dizer existe um demônio, uma

mulher, que parece sair paquerando com todos lá. Então eu sei o que é isto, pelo menos.”

“Não, eu não sou um homem paquerador.” Eu ri, a ideia de ser um paquerador era

divertida. “Eu até não considero que eu paquerava, mais sendo bom demais para conseguir o

que eu quero. Agora, não mais disto, está resolvido. Agora vamos alimentá-lo, antes que ele

volte com os suprimentos. Você vai precisar descansar e beber de mim.”

“Certo,” ele disse com os olhos vidrados de luxúria como olhou em meu rosto e então

para meu pescoço. Eu podia dizer que ele gostou da ideia de estar perto e beber de mim, se a

25
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

barraca no lençol dava qualquer indicação. Fingindo que não vi isto, eu coloquei a bandeja em

seu colo. “O que é isto?”

“É canja de galinha,” eu respondi enquanto ajudava a lhe mostrar como usar a colher

corretamente. “É o que minha mãe sempre dava a nós quando não estávamos bem ou somos

feridos. É leve para o seu estômago, mas saudável tem vegetais e galinha.”

“Eu nunca tive qualquer coisa exceto carne crua antes,” Malachi sussurrou, olhando

para a tigela de comida como se ela fosse o morder. Eu não estava certo o que fazer então eu

levantei a outra colher, imergi na sopa, soprei para esfriar e tomei. Isso pareceu satisfazer suas

preocupações porque o próximo momento, Malachi estava fazendo a mesma coisa. “É

delicioso!”

“Sim, eu sempre fui um fã.” Eu ri e entreguei-lhe o pão. Ele sorriu extensamente como

eu o mostrei como usar o pão para absorver o caldo e come-lo deste modo também.

Novamente me pareceu o quão inocente ele era, rindo quando as bolhas ginger ale fizeram

cócegas em seu nariz. “Oh, você e Patrick vão se dar famosamente bem.”

“É como seu homem?” Malachi perguntou, abaixando sua bebida e a colher. “Eu não

posso pensar que um deus como você é sozinho, Victor.”

“Não há ninguém mais além de você em minha vida agora ou sempre, bebê,” eu

respondi, e em meu coração eu sabia que era a verdade. Nunca existiria outro para mim exceto

Malachi. “Patrick é companheiro do meu irmão Stefan e de alguma maneira ele é muito

parecido com você. Ele esteve preso contra sua vontade e sofreu muito.”

“Você tem uma família real?” Ele perguntou com os olhos arregalados. Eu me sentei

de pernas cruzadas em frente a ele e a bandeja e contei sobre minha família e seus

companheiros. Então eu disse a ele tudo sobre nossos eventos semanais onde todos nós

tentamos comer algo novo e pedimos tudo de um restaurante. Ele sorriu, olhando quase

ansiosamente com a ideia de estar ao redor de uma família enquanto ele comia sua comida.

26
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

Malachi tinha terminado quando houve outra batida na porta. Eu juntei sua bandeja,

deixando o pão extra e a ginger ale na mesa de cabeceira e empurrei de volta o carrinho até a

porta. Primeiro foi o mensageiro com o sangue, mas assim que terminou Tom voltou com os

suprimentos que pedi. Eu gratifiquei a ambos generosamente, agradeci aos senhores e retornei

para o meu companheiro.

Ele olhou para mim curiosamente quando eu o deitei na cama e removi o lençol. Eu

expliquei que o creme de aloe era para as queimaduras e apliquei suavemente nele.

Esfregando com cuidado, e serrando os dentes enquanto dava uma boa olhada em cada

centímetro do corpo maltratado. Eu também tive que ignorar seus suspiros de dor, e às vezes,

gemidos de prazer.

“Obrigado, Victor,” Malachi sussurrou quando me inclinei e passei o creme em suas

bochechas. Eu sorri para ele e ele se inclinou para frente. Eu sabia o que estava vindo, mas eu

não parei. Entretanto eu não esperava que esta era a ideia que Malachi tinha de um beijo. Ele

rosnou e mordeu duro meu lábio na parte inferior, rasgando que começou a esguichar sangue.

“Que porra é essa, homem?” Eu gritei e saltei de volta. “Por que você me machucou

assim? Eu tenho sido nada além de bom para você, Malachi!”

“Eu–eu pensei, eu tenho v–visto isto,” ele gaguejou quando eu sai da cama e corri para

o banheiro. Molhei uma toalha em água fria e pressionei em meus lábios cortados com marcas

de dentes eu respirei fundo várias vezes. Algo não estava bem aqui. Ele não pareceu como se

quisesse me machucar, mas que porra? Eu agitei minha cabeça em desânimo e caminhei de

volta para o quarto. Malachi estava sentado com os joelhos puxados até seu tórax e soluçando

com a cabeça baixa.

“Não chore, bebê,” eu sussurrei quando me sentei na cama próximo a ele. “Eu só não

entendo por que você fez isto. Você pode explicar para mim?”

“Eu vi as pessoas beijando antes, e é isso que elas fizeram,” ele soluçou, e eu

finalmente consegui entender. Ele aprendeu o que era beijar com os demônios, e pareceu da

27
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

mesma maneira doente e distorcida como suas ideias de levar a vida. “Eles fizeram sexo na

minha frente, também, e é sempre com muito sangue gritaria.”

“Eles gostam de infligir dor e ser violentos,” eu disse quando o abracei. Meu lábio já

estava quase curado, e eu lambi a última gota de sangue. “Que tal de agora em diante não

iremos tentar qualquer coisa que você aprendeu com eles, certos? Isto não é como as pessoas

que se importam com o outro beijam bebê. Eu estou com medo da sua ideia de sexo se isto é o

que eles fazem com um beijo.”

“Eu sinto muito, eu sinto tanto, Victor,” ele sussurrou quando ele enterrou seu rosto

em meu pescoço. “Eu só queria beijar você, não te machucar. Mas é assim que eu pensei que

um beijo era, e eu me senti em conflito. Eu não queria ser mau, mas eu quero estar com você.”

“Tudo bem, bebê,” eu o acalmei colocando beijos gentis em sua testa. “Isto é um beijo,

Malachi. É diferente quando nos lábios, mas é gentil e amoroso. Isso não causa dor, entretanto

ele pode ser apaixonado e necessitado às vezes. Mas ele nunca machuca seu companheiro.”

“Por favor, mostre-me o que você gosta,” ele implorou e ergueu sua cabeça. Eu não

podia resistir aos seus apelos. Além disso, eu sabia que se negasse-lhe agora, depois dele se

sentir tão culpado pelo que aconteceu, eu poderia fazer mais dano do que bem.

Inclinei-me e encostei meus lábios de leve nos seus.

“Isto é um beijo,” eu sussurrei contra seus lábios antes de dar a ele outro, mais firme.

“Isto é um beijo, também. Você gosta deles, certos? Mas não existe nenhuma dor, existe?”

“Nenhuma dor,” Malachi concordou e me beijou suavemente neste momento. “Mas eu

sinto algo estranho como eu nunca me senti antes. É como se eu quisesse que você me

possuísse, consumisse e marcasse-me como seu.”

“Com o tempo, bebê. Você está muito machucado para fazer sexo, e eu quero que sua

primeira vez seja mágica, certo?”

28
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Eu confio em você, Victor.” Ele movimentou a cabeça, e eu senti a verdade de suas

palavras dentro de minha própria alma. “Eu sinto muito que te machuquei, essa nunca foi

minha intenção. Eu quero amar você, por favor, e te fazer feliz.”

“Tudo está perdoado.” Eu sorri para ele e me afastei para pegar o cooler de sangue.

“Nós precisamos conversar sobre estas coisas. E nós dois precisamos tentar ser pacientes um

com o outro.”

“Por que eu teria que ser paciente com você? O que é isto?”

Malachi olhou para as bolsas de sangue que eu coloquei em meu colo como se fosse

uma cascavel de quatro metros de comprimento. Por dentro eu suspirei sobre quanto meu

companheiro precisava aprender sobre o mundo, mas parte de mim se deliciava com a ideia

que seria o único a lhe ensinar. Além disso, queria dizer que gastariam um montão de tempo

juntos, e ele gostava disso também. Mas e se eu não fosse o que ele precisava para se adaptar

com o mundo em geral?

29
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

Capítulo Três

“Uma pergunta de cada vez.” Eu ri. “Isto é como nós conseguimos nosso sangue. Os

humanos doam isto, e minha família possui uma empresa que lida com isto.”

Eu expliquei a maior parte de como a empresa trabalhava, respondendo suas

perguntas à medida que elas surgiam. Malachi poderia não ter tido qualquer tipo de educação,

mas era muito inteligente. Quando eu terminei, ele viu como afundei minhas presas no topo

da bolsa e bebi. Repeti com outras duas bolsas, e então as coloquei de volta no cooler para não

deixar qualquer evidência para trás.

“Não é brutal ou repulsivo quando você faz as coisas assim,” ele disse depois de um

momento quando caminhei até ele. “Toda vez eu os via beber de alguém, eles estavam

rasgando a carne e fazendo uma bagunça. Mais eles machucam as pessoas quando fazem isto.

Mas o que você fez parece…”

“Civilizado?” Eu perguntei, tentando ajudar a preencher a palavra quando ele não

podia pensar sobre uma.

“Sim, eu acho que sei o que significa e soa bem.” Ele movimentou a cabeça e então

olhou fixamente para o meu rosto. Ele abriu sua boca e então a fechou novamente, e eu sabia

que ele queria perguntar algo importante. Eu dei-lhe um aceno com a cabeça de encorajamento

quando seu rosto corou. “Eu fui civilizado quando mordi você no pescoço, quando nós nos

encontramos?”

“Sim, você foi,” eu respondi depois de um momento após reunir meus pensamentos.

“Mas em nosso mundo você não pode se acasalar a alguém sem sua permissão. Então nós

nunca vamos dizer a qualquer um como aconteceu além de minha família, certa? Eles levariam

você para longe de mim e eu não quero isso.”

“Eu sinto muito,” disse Malachi delicadamente e desviou o olhar. Cada centímetro de

mim estava gritando para confortá-lo e tirar aquele olhar de desespero de seu rosto. Então eu

30
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

fiz. Virando-o de volta para mim, eu triturei meus lábios nos seus. Eu senti o gemido em seu

tórax quando eu o beijei como um homem sedento.

“Abra para mim, bebê,” eu gemi quando lambi seus lábios. Ele fez como pedi, e eu

deslizei minha língua junto à dele, o explorando. Malachi era um rápido aprendiz, passando a

língua ao redor dos meus lábios lentamente. Eu saqueei sua boca, precisando de sua

submissão a mim. Ele deu isto livremente, deixando-me tomar a iniciativa. Eu passei meus

braços ao redor ele e o puxei para cima até que ele estava escarranchando em meus quadris.

“Eu quero tanto você, Victor,” ele silvou enquanto suas mãos corriam dos meus lados.

“Eu quero experimentar tudo com você e nunca parar.”

“Morda-me bebê,” eu ordenei, olhando fixamente em seus olhos profundamente

azuis.

“Tome o que você precisa de mim, meu companheiro.”

“Obrigado,” Malachi gemeu, dando-me um beijo rápido. Ele trabalhou ao longo da

mandíbula para o meu pescoço, lambendo a pele sobre a minha jugular antes de afundar suas

presas em mim. Eu gritei baixinho de prazer, segurando sua cabeça para mim quando o senti

duro como se ele estivesse preocupado que me machucou.

“Sinto-me malditamente bem bebê,” eu arquejei, e ele relaxou. Eu gemi quando ele

começou profundamente a tomar sangue de mim. Agarrando seus quadris, eu moí meu pênis

contra o seu, perdendo minha toalha no processo quando encontrava os movimentos. Ele

ofegou enquanto continuava bebendo de mim, enquanto esfregava nossos corpos juntos.

Depois de vários minutos de puro céu, eu sabia que ele estava perto. “Venha para mim,

Malachi. Deixe ir e vir por toda parte em seu companheiro.”

“Victor,” ele gritou quando ergueu sua cabeça. Eu senti seu esperma quente cobrir

minha virilha quando seu prazer derramou-se por toda parte em mim. Eu mordi meu lábio

para afastar de gritar e talvez assustar meu companheiro quando eu o segui. Seus quadris

encontraram os meus enquanto tentávamos tirar nosso prazer.

31
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Surpreendente,” eu ofeguei enquanto tentava recuperar meu fôlego minutos mais

tarde, e senti meus membros novamente. Tinha sido o mais alucinante orgasmo de minha vida

e só esfregando-se nele. Eu não podia esperar para experimentar tudo com meu pequeno

companheiro. Então eu tive uma visão de seus lábios macios em volta do meu pênis de vinte e

cinco centímetros e quase gozei novamente.

“Eu nunca tive o que aconteceu antes,” Malachi ofegou quando lambeu a mordida

para fechar. “Eu quero dizer que eu vi homens gozando antes, mas eu nunca.”

“Esse foi seu primeiro orgasmo?” Eu perguntei, com choque em minha voz enquanto

eu congelei debaixo dele.

“Havia sempre pessoas ao redor.” Ele encolheu os ombros. “Não era como se eu

quisesse estar lá, e enquanto eles faziam sexo na minha frente, às vezes, não era assim. Eu não

gostava de vê-los, não me excitava. Entretanto não é a primeira vez que eu estive coberto de

porra.”

“O que significa isso, Malachi?” Eu sussurrei o medo percorrendo-me que depois de

tudo meu bebê havia sido estuprado.

“Alguns dos sujeitos vinha me morder duros me fazendo desconfortável,” ele disse

suavemente enquanto aninhava seu rosto em meu pescoço. “Eles costumavam gozar em cima

de mim, assim eu gritava de horror enquanto eles me cobriam com seu sêmen.”

“Oh isto é malditamente bruto.” Eu zombei, formando um buraco em meu estômago

do quão doentes e distorcidos os demônios seguramente eram.

“Eles nunca entraram em você ou forçaram você a agradá-los, não é?”

“Não, nada disso,” ele respondeu quando eu o segurei junto a mim mais apertado. Eu

senti uma inundação de alívio em meu coração. “Eles só gostavam de fazer coisas que

significavam para mim porque eles sabiam que eu era um sensitivo.”

“Um o que?”

32
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Meu dom é sentir a dor das outras pessoas ou se elas estão sofrendo,” Malachi

explicou enquanto ele tremia em meus braços e eu sabia que não era de frio. “Eu posso sentir

se eles estiverem com dor física, emocional ou mental desde que não estejam muito longe de

mim.”

“Isso soa como uma maldição mais do que um dom,” eu bufei antes de poder filtrar eu

mesmo. “Desculpe bebê, eu só não gosto da ideia de você sentindo dor, mesmo que seja de

outra pessoa.”

“Não, eu entendi. Qual é seu dom?”

“Eu posso atirar fogo ou manipular uma chama.” Eu me encolhi sabendo o quanto os

demônios odiavam fogos por razões obvias.

“Isso deve vir a calhar sendo um guerreiro.” Ele riu, e eu nos virei assim poderia

conseguir olhar bem para ele. Não existia qualquer raiva ou medo em seu rosto, só confiança

cega. “Eu quero dizer, que você precisa para matar os demônios, certo?”

“Você realmente odeia-os, não é?” Eu perguntei mais para mim mesmo, uma vez que

ele poderia ser geneticamente como eles, mas ele sentia por demônios da mesma maneira que

os vampiros sentiam… Eles todos deviam morrer.

“Mais que você provavelmente entenderá,” Malachi respondeu seu tom

caracteristicamente frio. “Eu quero eles todos mortos. Eu direi a você exatamente como chegar

até eles, onde estão as cavernas principais e ser cauteloso. Eu quero saber que eles se foram e

eu nunca poder voltar para eles novamente.”

“Nós cuidaremos disto, bebê,” eu sussurrei enquanto passava minhas mãos sobre seus

braços. Eu inclinei-me e dei a ele um beijo rápido e sai da cama. Caminhando para o banheiro,

molhei uma toalha limpa para nos limpar. Quando voltei para cama e rastejei em direção a ele,

Malachi espalhou-se para mim, tendo percebido o que eu iria fazer. “Eu gosto de cuidar de

você, Malachi.”

33
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Estou feliz,” ele ofegou enquanto limpava nossa semente combinada, primeiro dele e

então de mim. “Mas eu quero fazer o mesmo por você, Victor.”

“Oh, isso foi o melhor orgasmo que já tive.” Eu ri quando me deitei e ele foi para o

meu lado. Não era suficiente, então eu o puxei para deitar em meu corpo, antes de puxar o

lençol. Cobri-nos quando estamos envolvidos um nos braços do outro. “Você cuidou muito

bem de mim, bebê.”

“Este é o melhor dia de minha vida.” Ele bocejou. Eu não estava certo o que dizer, e

antes que pudesse responder, eu ouvi o nivelar de sua respiração. Pareceu que o sangue que

ele bebeu de mim consertou qualquer problema com a respiração. E sua pele já estava curando

desde que ele bebeu de mim novamente. Eu iria fazer tudo o que fosse necessário para cura-lo

no corpo e na alma. Então talvez fosse o melhor dia de minha vida também?

Uma batida na porta me despertou, eu olhei para o relógio para ver que Malachi e eu

tínhamos dormimos por várias horas. Já era quase nove de noite. E nosso visitante tinha que

ser Damian. Eu suavemente movi meu companheiro fora de meu corpo, agarrando algum

calção fora de minha mala e coloquei. Ele estava só começando a bater novamente quando eu

abri a porta.

“Eu odeio vôo comercial,” Damian murmurou quando eu o puxei em meus braços.

“Eles levaram o jato Marius e o jato do conselho para chegar à Irlanda em várias viagens. Eu

espero que você perceba que eu tive que apertar meu um metro e noventa e três ao lado de

34
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

uma mulher que falava sem parar e flertava constantemente comigo. Ela até perguntou se eu

queria se juntar ao The Mile High Club8.”

“Sim, eu estarei sempre em dívida por ter que suportar isto.” Eu ri quando ele entrou.

Eu fui e peguei um menu do serviço de quarto e empurrei em suas mãos. “Eu vou pedir mais

comida para meu companheiro, e eu estou com fome, também. O que você quer?”

“Seu companheiro?” Damian perguntou, suas sobrancelhas arquearam rapidamente

em sua franja. Enquanto eu tinha cabelos castanhos no comprimento dos ombros e ondulados,

Damian era da mesma cor, com mais cachos e ele mantinha no comprimento da orelha e uma

franja com corte moderno, que sempre parecia que precisa de um corte.

“Ele é meu companheiro, Damian.” Eu concordei. “Não importa como aconteceu, eu o

aceitei. Ele é realmente grande, irmão. Eu disse a ele que me faz lembrar Patrick, com sua

curiosidade quase inocente que você só quer cuidar.”

“Você? Cuidar? O inferno congelou?”

“Eu tenho sido um bastardo como irmão pra você dizer isso para mim?” Eu perguntei

surpreso com a baixa opinião que meu irmão tinha de mim.

“Não, Victor, não por isso. Você é um irmão fantástico,” Damian respondeu a surpresa

estampada em seu rosto, quando deu dois passos para mim e me puxou em seus braços. “Você

só não é o que eu chamaria uma pessoa emotiva e calorosa, irmão. Você é um grande professor,

um modelo incrível para seguir como o mais velho, e ferozmente protetor de todos nós. Não

duvide que nós amamos você com todos os nossos corações.”

“Eles, por que você disse isto?” Eu perguntei novamente quando me retirei de seus

braços, procurando em seu rosto as respostas.

“Você só não é a pessoa que eu iria se precisasse conversar sobre meus sentimentos.”

Ele encolheu os ombros, e eu involuntariamente estremeci na ideia de conversar sobre

8
O Mile High Club (ou MHC) é uma gíria ou termo aplicado coletivamente para os indivíduos que têm relações
sexuais, bordo de aeronaves em vôo. Não se conhece formalmente constituída clube assim chamado.

35
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

emoções. “Veja? Você acabou de tremer só com a ideia sobre conversar, Victor. Eu penso que

eu provei meu ponto.”

“Mas eu ainda tenho sido um bom irmão, certo?”

“Sim, Victor, você tem sido sempre um incrível irmão. Eu não estaria aqui se você não

fosse certo? De onde estão vindo essas suas dúvidas?”

“Eu não estou certo que eu vou ser suficiente para ele,” eu sussurrei, encontrando os

olhos de Damian. “Ele viveu em uma caverna toda a sua vida, Damian. Você consegue ver o

que isso significa? Eu tive que mostrar como usar uma colher para tomar sopa. Inferno, eu tive

que dizer a ele o que era uma sopa, uma ginger ale e o pão também. Malachi nunca teve nada,

além de carne crua em sua vida.”

“Quando tivermos tudo isso resolvido, não será só você, Vic,” disse Damian usando o

apelido que eu odiava. Sempre me lembrava de Vick VapoRub e fazia me sentir como se

estivesse tomando remédio. Mas ele teve o efeito desejado, e eu sorri para o cabeça de merda.

“Basta pensar em como a mãe e Marian vão ficar em cima dele, mimá-lo e ajudá-lo. Eu quero

dizer olha como eles ajudaram Pat, sabe?”

“Bom ponto. Eu só não quero falhar depois de tudo que ele passou.” Eu suspirei. Ele

deu-me um olhar solidário quando nós decidimos o que nós queríamos. Ele chamou, e

depressa nós entramos em meu quarto.

“Ele não parece com um… Demônio.” Damian rosnou com a última palavra quando

ele cheirou o ar.

“Acalme-se, Damian,” eu adverti quando Malachi encolheu-se na cama agitado. Eu

me virei com as minhas mãos para cima em sinal de rendição. “Está tudo bem, bebê, este é

meu irmão mais jovem. Seu cheiro só jogou-o.”

“C–certo,” Malachi gaguejou, medo escrito por toda parte no seu pequeno rosto.

Originalmente eu pensei que ele tinha cabelo da cor do meu, mas ele tinha décadas de

sujeira. Quando nós o lavamos, ele tinha cabelo loiro claro que brilhava. Estava muito longo,

36
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

quase até o meio das costas, e precisava de um corte elegante. Ele olhou para Damian que

tinha se acalmado. “Oi. Eu não sou um demônio completo, eu juro.”

“Não, não você não é,” Damian sussurrou quando se aproximou da cama. “Você não

cheira tão azedo quanto demônios reais fazem. E você não tem os olhos vermelho sangue, mas

você é branco pálido como eles são.”

“Mas eu os odeio, eu realmente faço,” disse Malachi firmemente, lançando um olhar

para o meu. “Eu disse a Victor que diria a você onde eles estão e ajudaria a libertar os reféns.”

“Vamos começar fácil,” eu respondi deslocando-me para sentar na cama próximo a

ele.

“Eu liguei para baixo e pedi um pouco mais de sopa para você desde que você gostou

disto, certo? Você precisa ter um pouco mais de meu sangue agora, e nós conversaremos

enquanto nós comemos.”

“Certo,” ele movimentou a cabeça com entusiasmo, rastejou sobre meu colo e me

montou. Eu atirei para meu irmão um olhar mordaz quando ele gemeu com a vista do corpo

quente do meu companheiro nu.

“Ele está nu, e é atraente.” Damian encolheu os ombros quando ele foi pegar uma de

suas malas. “Eu trouxe algumas das roupas de Patrick que eu peguei de uma pilha de roupa

limpa na lavanderia, assim ele teria algo para vestir. Então não fique irritado comigo.”

“Bom, mas você pode esperar no outro quarto,” eu disse incisivamente, gemendo

quando Malachi lambeu meu pescoço. Damian partiu, e eu me concentrei somente em meu

companheiro. “Tome o que você precisa de mim, bebê.”

“Obrigado,” Malachi sussurrou antes de afundar suas presas em mim.

Eu tentei manter meu corpo sob controle à medida que ele bebia, tomando cuidado

para não tocá-lo. Ele bebeu mais ou menos dois litros antes de levantar sua cabeça e lambeu

para fechar mordida. “Por que você não me tocou como da última vez?”

37
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Porque nos vamos nos vestir, pois temos companhia,” eu respondi beijando-o

suavemente. “Já não pense que eu não quero você, bebê. Eu tive dificuldade me controlar, e

você pode sentir que eu estou duro.”

“É ruim que eu goste que você não tenha problema de ficar assim levando-me?” Ele

riu quando lambeu meu pescoço novamente e se contorceu em meu colo.

“Não, mas faz de você um pequeno companheiro sujo.” Eu ri e o tirei de meu colo.

Malachi continuou rindo enquanto nós conseguíamos algo para vestir da pilha que Damian

colocou a cama antes de sair. Nós acabamos de entrar na sala entre ambos os quartos quando

houve uma batida na porta. Peguei minha carteira, dei uma gorjeta para o rapaz antes de

puxar o carinho para dentro.

“Quando eu estiver melhor eu posso ter mais que uma sopa, certo?” Malachi

perguntou quando sentamos à mesa. “Eu quero dizer, eu gosto da sopa, mas fica chato depois

de tanto tempo.”

“Sim, fica.” Damian riu quando deu uma mordida em seu hambúrguer.

“Sim, você pode comer o que quiser quando estiver melhor,” eu respondi ao meu

companheiro, então percebi que não poderia ser uma boa ideia dar carta branca a ele. “Dentro

do razoável, é claro. Eu não estou certo como seria sua ideia para comida.”

“Eu nunca gostei de comer os animais crus, Victor,” ele sussurrou enquanto soprava

sua sopa, não olhando para mim.

“Eu sei disso, bebê,” eu disse suavemente ponho minha mão em sua coxa.

“E eu não quero fazer você se sentir mal, é só que depois do beijo eu pensei que

deveria verificar. Espero que tudo bem?”

“Não, eu entendo,” ele respondeu, dando-me um sorriso fraco. “Então, o que posso

dizer a você sobre o covil dos demônios?”

38
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

Damian foi grande, fazendo todas as perguntas certas para ajudar-nos a reduzir o

local. Em seguida, ele ajudou Malachi a desenhar a caverna, mostrando qual local ficava o que.

Nossa preocupação principal era onde os reféns estavam e se existia uma rota de fuga.

“Você se transformou em um excelente guerreiro, irmãozinho,” eu disse quando

terminaram, explodindo de orgulho. “Isso foi exatamente como eu teria lidado com tudo.”

“Oh, um, obrigado,” ele respondeu suas bochechas esquentando. “É agradável ouvir

de alguém com oitocentos anos de experiência antes de mim.”

“Quantos anos você tem?” Malachi perguntou, olhando confuso, e eu não estava certo

como explicar, pois ele não sabia contar.

“Nós concluímos que você tem mais ou menos vinte e cinco, certo?” Eu suavemente

disse, esperando por seu aceno de cabeça antes de continuar. “Eu sou mais ou menos trinta e

seis vezes mais velhos.”

“Eu–eu não consigo entender isso,” ele respondeu. Sim, movimento esperto, eu não

queria confundi-lo com centenas de anos, mas vamos explicá-lo em multiplicação. Idiota.

“Ele é realmente muito velho, apenas deixe por isso mesmo,” Damian riu quando deu

um tapinha no ombro de Malachi. Enviei um olhar agradecido para Damian que deu a mim

uma piscada. “Nós podemos pôr isto em perspectiva para você depois que você aprendeu a

contar.”

“Oh, então Victor disse a você o quão estúpido eu sou,” disse Malachi seu rosto

caindo.

“Não, ele não disse nada sobre você ser estúpido, Malachi,” disse Damian firmemente,

levantando uma mão para eu manter-me quieto, enquanto ele lidava com isto. Fiquei com a

boca fechada dando a ele uma chance, não gostado nem um pouco. “Ele me disse que você

viveu toda sua vida nestas cavernas que você disse a nós. Eu não posso pensar que eles

tenham os melhores sistemas de escola lá, e não existe nenhuma razão para você parecer tão

39
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

envergonhado, ok? Nada disso é sua culpa, e nós somos uma família agora, então nós

podemos ajudá-lo a aprender.”

“Obrigado.” Malachi sorriu para meu irmão. A compreensão do quão bem Damian

lidou com isto bateu-me como uma faca no meu coração.

“Você seria um companheiro muito melhor para ele,” eu sussurrei antes de perceber

que tinha tido alto. Meus olhos coçavam, e eu sabia que lágrimas estavam formando, que me

fizeram sentir ainda pior.

“Eu discordo,” disse Damian balançando sua cabeça. “Ele precisa de alguém que

possa se sentir seguro e quem melhor que o mais perigoso irmão Marius? Eu posso ser mais

paciente do que você é, Victor, mas você tem uma reputação que ele precisará para se ajustar

em nosso mundo.”

“O que você quer dizer?” Malachi e eu perguntamos quando meu companheiro

agarrou minha mão. Ele apertou suavemente, e eu o puxei para meu colo com instinto de estar

perto dele.

“Vic, ninguém fode com você, cara. Você é uma força para ser contada,” Damian

respondeu devagar escolhendo suas palavras cuidadosamente.

“Mas você também é provavelmente o guerreiro mais respeitado que nós temos. Você

tem se dedicado a nossa raça pelo que? Oitocentos e cinquenta anos? Se alguém pode

conseguir que nosso mundo aceite um meio demônio, seria você.”

“Obrigado,” eu disse com um sorriso depois de pensar um momento. “Eu nunca

pensei nisto assim, e foi bom você dizer.”

“Eu não entendo,” Malachi sussurrou enrolando-se em mim. “O que isso quer dizer?”

“Ele está dizendo desde que você é diferente, minha reputação assustará as pessoas a

se comportarem e não te tratarem mal.”

40
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Eu estou acostumado às pessoas tratando-me como merda.” Ele encolheu os ombros

e inclinou sua cabeça para olhar para mim. “Eu não me importo com nada disso, pois tenho

alguém que me quer agora. Nada mais importa para mim, exceto estar com você, Victor.”

“Obrigado,” eu disse contra seus lábios, quando me inclinei e o beijei. Quer dizer, o

que mais poderia ser dito depois de uma declaração assim? Eu estava sem palavras e meu

coração encheu-se de alegria com sua declaração. Eu sabia que era cedo para estarmos

apaixonado, mas ele dizendo, basicamente, que ele estava totalmente e completamente

dedicado a mim, foi a melhor coisa.

“Vocês caras se darão muito bem.” Damian riu, gesticulando como nós estávamos

sentando lá em volta um do outro como se fosse uma segunda natureza. Eu sorri quando

percebi que meu irmãozinho estava certo. Nós nos daríamos muito bem — depois que nós

superarmos alguns obstáculos. Os demônios eram os primeiros da minha lista.

41
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

Capítulo Quatro

Damian e eu tínhamos decidido sair poucas horas antes do amanhecer desta forma

nós faríamos tudo logo após o sol nascer. A meta principal era pegá-los quando seu poder

estava mais fraco.

Em segundo lugar, se as coisas ficassem ruins, eles não poderiam nos expulsar na luz

do sol.

Eu organizei uma chamada para acordar e enviar o café da manhã para o meu bebê.

Ele escutou atentamente quando eu expliquei como dar o dinheiro para o sujeito e assinar o

recibo. Malachi não sabia escrever, mas eu o ensinei como pelo menos rabiscar uma linha que

poderia passar por uma assinatura. Ele aprendeu incrivelmente depressa, que me deu

esperança que sua adaptação fora da caverna não seria tão difícil.

Nós dormimos por algumas horas enrolados um no outro, depois de Damian e eu

montarmos nosso plano de ataque. Eu também tive certeza que meu pequeno companheiro

bebeu de mim desde que ele realmente precisava de força. Então eu bebi várias bolsas de

sangue para repor e se preparar para a luta. Damian também bebeu um par delas e então

organizei outra entrega com o coordenador do banco de sangue.

Tinha sido muito mais difícil deixar meu companheiro do que jamais pensei que seria.

Eu entendi agora por que a maioria dos guerreiros diminui a velocidade e aceitam menos

missões depois que estão acasalados. Sentia como se metade de mim estava duas horas de

distância de volta no quarto de hotel.

“Que bom que você trouxe brinquedos, huh?” Damian perguntou quando eu diminuí

a velocidade do carro de aluguel, poucos quilômetros de onde estava a caverna.

Desde que vim com o jato dos guerreiros, eu podia trazer o material comigo. Eu tinha

um baú cheio de armas e munições ultravioleta.

42
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Isto é verdade.” Eu ri quando estacionei, e nós saímos. O sol estava chegando ao

horizonte, então nós cronometramos perfeitamente. Tivemos que tomar uma balsa para a ilha

ao longo da costa, e funcionou, pois eles estariam correndo contra o relógio. “Ainda temos

alguns dons que seria como um chute no traseiro para os demônios lidarem.”

“Sim, mas existem tantos que eu não posso segurar todos de uma vez.” Ele encolheu

os ombros enquanto carregamos todo armamento que foi possível carregar. O dom de Damian

era literalmente a habilidade de segurar e fazer alguém mentalmente refém. Ele podia

congelar os movimentos de alguém ou deixá-lo incapaz de se mover a mais ou menos dez

metros de distância. Mas ele estava certo — ele poderia segurar só quatro ou cinco de cada

vez. “Mas o fogo também funciona. Mas se houver mais de dez lá, nós estaríamos em

dificuldades sérias e sem as armas.”

“Isto é verdade,” eu respondi vendo o ponto do meu irmão. Eu fechei o carro e fomos

a pé, fazendo o menor ruído possível.

Eles poderiam ser mais fracos durante o dia, mas você ainda não iria alertar um

animal selvagem que você está indo matá-lo. Nós cobrimos a área rapidamente tendo a certeza

de ter as granadas prontas antes de começarmos a escalar o muro.

O plano era jogar algumas granadas de luz ultravioletas para incendiar quaisquer

demônios que podíamos. Se os reféns fossem humanos, não iria prejudicá-los, só queimariam

a retina caso olhassem para eles.

Se eles fossem vampiros, bem, eles teriam uma queimadura solar leve, mas isso era

muito melhor que a alternativa de ficar preso.

Fomos capazes de escalar o muro em menos de meia hora, assim que o sol já estava

brilhando direto neles. Eu tomei a iniciativa e caminhei para caverna, sendo cuidadoso para

ficar na luz solar. Damian juntou-se a mim, nós puxamos os pinos de várias granadas e

lançamos. Nós voltamos para a entrada da caverna e saímos e a gritaria começou.

43
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

Voltando novamente para caverna e ficando no raio de luz, Damian ajoelhou-se e

posicionou seu rifle.

Meu irmãozinho era um incrível atirador, algo que nós dois brincávamos e ele se

gabava para os outros. Eu tinha uma semiautomática pronta com pentes extras em meu bolso

pronto para ir. Eu era um homem Beretta,9 e me sentia nu sem elas, quando estava no campo.

A diversão começou quando nós podíamos ver algumas figuras em chamas gritando

enquanto outros tentavam fugir do fogo. De certa forma, foi como se tivéssemos acendido

tochas nas profundezas da caverna, pois agora podíamos ver o que estava acontecendo.

Damian deu seus primeiros tiros, acertando em seus objetivos. Eu vi o pequeno grupo

maltratado olhando do canto e não estavam felizes de ver os demônios indo até eles.

Dois demônios decidindo que eram suas melhores chances, correram para fora. Era

um plano estúpido porque nós estávamos de pé na luz solar e tínhamos armas que

poderíamos atirar até alcançá-los. Certo suficiente atirei em cada um deles, antes de

alcançarem dez metros de nós. Eles gritaram e começaram a queimar por dentro. Eu mantive-

os em minha visão periférica quando enfoquei principalmente nas figuras mais profundas na

caverna.

“Nós temos bastante luz das chamas para ver,” eu disse para Damian, dando o sinal

que estávamos avançando. Ele movimentou a cabeça e levantou-se, mantendo seu rifle para

que assim pudesse examinar o âmbito. Normalmente nós não estaríamos tão preocupados

com precisão, mas com reféns, nós precisávamos ter certeza que estávamos acertando os alvos

certos.

Nós atiramos em mais três que estavam tentando fugir de alguma maneira, não que

eles poderiam deixar a caverna sem se queimar totalmente na luz do sol. Mas por

9
Beretta é o nome genérico atribuído à fábrica de armas de fogo italiana. Fabbrica d'Armi Pietro Beretta S.p.A., cujo
fundador foi Pietro Beretta.

44
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

sobrevivência todos nós podemos fazer coisas estranhas às vezes. Damian assumiu a posição

do lado direito e fiquei no esquerdo, olhando em todos os cantos.

“Você tem todos eles,” resmungou um homem. Olhei para baixo e vi que ele estava

quase em cima dos sobreviventes, e parecia que o homem estava certo. Todos os demônios

eram uma pilha de cinza. “Eu sou segundo no comando do coven Providence. Se você me

permitir usar seu telefone, eu posso chamar e tirar todos daqui. Você fez mais que suficiente

guerreiro.”

“Victor Marius,” eu disse apertando a mão do homem depois que se levantou. “Este é

meu irmão Damian. Todos os reféns são como nós?”

“Não, nós temos alguns humanos aqui, também,” ele respondeu com um suspiro.

“Eu sou Reggie Marks. Nós temos um sujeito no coven que pode limpar as memórias,

então nós podemos sedá-los, curá-los, limpar suas memórias e deixá-los em algum lugar como

se parecesse com amnésia.”

“Nós não lidamos com esse lado da bagunça.” Damian encolheu os ombros e então

apertou a mão de Reggie. “No entanto, se você se sente bem para lidar com isto, melhor para

nós. Precisaremos de você para relatar tudo isso ao conselho para que eles saibam que não

deixamos pontas soltas, apenas por garantia.”

“Claro.” Ele sorriu calorosamente. “Obrigado por nos salvar. Vocês são

verdadeiramente uma honra para sua família.”

“Obrigado, nossos pais gostam de nós.” Damian riu sempre sabichão. “Eu pergunto-

me se você viu um meio demônio enquanto estava aqui? Tivemos noticias que ele escapou e

estamos procurando por confirmação.”

“Oh, você está falando de Malachi,” disse Reggie com os olhos arregalados. “V-você

não vai machucá-lo? Ele nasceu assim. Eu ouvi tudo sobre seu nascimento, de como ele saiu

desta forma. Ele é um menino doce, ele não é como estes monstros cruéis, eu asseguro a

vocês.”

45
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Não, não vamos machucá-lo,” eu respondi trocando um olhar com meu irmão. “Mas

qualquer coisa que você possa nos dizer seria útil. Eu o encontrei ontem, e ele nos trouxe até

aqui para salvar vocês.”

“Eu sei que ele iria se conseguisse encontrar ajuda.” Reggie sorriu quando o levei até a

entrada da caverna para fazer a ligação. “Ele é seu companheiro, não é?”

“Como você soube?” Eu perguntei, tentando saber minhas características.

“Você pareceu assustado quando seu irmão perguntou,” Reggie respondeu quando

tocou em meu braço. “Eu direi a você tudo que sei. Ele viveu um inferno que não pode ser

posto em palavras e precisara de muito amor para se recuperar.”

“Eu estou fazendo o melhor que posso,” eu sussurrei com meus olhos começando a

coçar novamente.

“Isto é tudo que qualquer um de nós pode já fazer, filho,” ele disse com um sorriso, e

parte de mim queria perguntar que idade ele tinha.

Reggie parecia uma merda, que era compreensível onde ele estava e o que ele tinha

passado, então eu não podia realmente dizer sua idade. Mas não era frequente que eu

encontrava vampiros mais velhos que eu. Então tive um sentimento que eu era realmente mais

velho e acabei parecendo ou parecia mais jovem para ele.

De qualquer maneira, ele me fez sorrir. Ele era bom e tentava ajudar, deixe-o pensar

que era mais velho se quisesse.

Ele terminou sua chamada, e nós começamos a formar um plano. O coven de Reggie

iria trazer equipamentos para retirar os sobreviventes da caverna e acima do muro. Eu estava

preocupado com os humanos dados que seu mundo inteiro tinha sido virado de cabeça para

baixo. Mas eles pareceram perceber que nós não os machucaríamos e ficaram calmos.

“Conte-me sobre Malachi enquanto esperamos, por favor,” eu disse para Reggie

quando ele e Damian sentaram-se comigo na extremidade da caverna.

46
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Eu ouvi do demônio responsável Eduardo que a mãe do Malachi estava grávida

quando ela se tornou um demônio,” Reggie explicou, e eu movimentei a cabeça para ele

continuar como um sinal de encorajamento. “Parece que ela perdeu seu companheiro e

enlouqueceu. Mas depois que se tornou um demônio, ela não machucou ninguém, só um

humano, eu acho que ela o matou acidentalmente. Quando ela teve Malachi, os demônios

pensaram que ela era como seu messias e que ela poderia gerar mais demônios para ajudar na

guerra.”

“Eles estavam errados. Foi um golpe de sorte, porque ela estava com cinco meses de

gestação dos seis meses que é o período que os vampiros têm. Eduardo tentou engravidá-la à

força e depois de meses de tentativas sem sucesso, ele a matou de raiva. Alguns dos demônios

queriam matar Malachi porque eles o viam como uma aberração e uma ameaça porque era

metade vampiro. Eduardo ordenou que ninguém poderia matá-lo, mas isso não impedia de

torturá-lo e mantê-lo refém.”

“Por que passar por tudo isso?” Damian perguntou, e eu fiquei agradecido desde que

estava pensando a mesma coisa. Mas depois de ouvir o que meu companheiro tinha estado

passando, eu estava tendo dificuldade de encontrar minha voz.

“Pareceu que Eduardo queria que Malachi pagasse pelo que ele viu como os pecados

de sua mãe. Além disso, quando souberam que Malachi era um sensitivo, faziam jogos

distorcidos que eram divertidos para eles. Eles pensaram que nunca conseguiriam alguém

com alma e ser como eles, assim o mantiveram como animal de estimação. Eu testemunhei eles

tentando dar um humano para ele beber e ele recusou. Pareceu que usavam isso como

desculpa para castigá-lo e bater toda merda da vida dele.”

“Você já ouviu falar de alguém sendo metade demônio?” Eu perguntei ainda me

recuperando de tudo.

“Não, eu nem sequer ouvi uma lenda ou qualquer indício disto,” Reggie respondeu,

balançando a cabeça. “Eu sei que o sol pode machucá-lo, mas diferente já que ele é mais

47
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

vampiro que humano. Eu penso que ele sobreviver aquele último mês em seu demônio que

era o corpo morto da mãe o afetou. Para mim ele é um vampiro que não pode tolerar sol e

parcialmente cheira como um demônio.”

“Eu concordo,” disse Damian chocando-me. Eu olhei para ele com olhos arregalados

quando ele encontrou meu olhar. “Ele não é do mal, Victor. Nem perto disto. Ele é doce e

amoroso e só quer uma chance para ter uma vida normal. Eu não posso vê-lo machucando

uma mosca muito menos sendo um demônio. Eu penso que ele é um acaso genético e devia

ser tratado como alguém especial, não separá-lo como demônio.”

“Obrigado,” eu sussurrei quando me movi para abraçar meu irmão. “Eu concordo,

mas seu apoio significa o mundo para mim.”

“Nossa família concordará uma vez que eles o encontrarem,” disse Damian

suavemente batendo levemente em minhas costas. “Depois do choque inicial do cheiro, eu

comecei a notar isto. Não é forte, e eu não posso ver qualquer um que nós não o amamos,

sabendo do nascimento e ser contra ele, não é?”

“Não, não agora que nós sabemos a história completa,” eu concordei deixando-o ir.

Não demorou muito tempo até que a cavalaria apareceu e ajudou a tirar todos da

caverna. Nós trocamos números de telefones com Reggie e dissemos a ele onde nós estávamos

ficando. Ele disse se precisássemos de qualquer coisa antes de nós irmos, por favor, deixá-lo

saber. Então percebi que não podíamos voar linhas aéreas comerciais com Malachi e os jatos

estavam ainda na Irlanda. Então pedimos para obter emprestado um SUV ou caminhão assim

podíamos dirigir de volta a Virgínia.

“Será bom para ele ter a chance de ver o país a caminho de casa,” Reggie disse com

um sorriso gentil. Então nós organizamos para um de seus sujeitos entregarem o SUV e nos

despedimos. Eu me senti muito melhor sobre tudo depois de ter conversado com ele e

Damian. Especialmente agora que os demônios que sabiam sobre meu companheiro tinham

morrido.

48
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Eu senti sua falta,” Malachi exclamou e jogou-se em meus braços algumas horas mais

tarde quando voltamos para o quarto de hotel. “Você está bem? Todos estão mortos? Você

salvou Reggie e todo mundo?”

“Nós estamos bem, sim eles estão todos mortos, e Reggie diz olá.” Eu ri da bola de

energia em volta de mim como um macaco. “Eu quero saber como você está sentindo e se você

comeu?”

“Eu estou me sentindo muito melhor, obrigado,” ele sorriu largamente para mim. “Eu

realmente nunca me senti tão bem em minha vida! Sim, eu comi todo o meu café da manhã e

acabei de pedir o almoço para todos nós alguns minutos atrás quando eu percebi que você

devia voltar logo.”

“Como você fez isso quando você não pode ler bebê?” Eu perguntei timidamente, não

querendo que ele se sentisse mal, mas eu estava curioso.

“Eles têm nossos registros de pedidos,” Malachi respondeu com uma piscada. “Eu

pedi a eles para repetir as ordens do jantar, mas que queria um hambúrguer em vez de sopa.

Parecia tão bom, e meu estômago parece bem, e eu só queria tentar um. Espero que tudo

bem?”

“É maravilhoso, meu amor,” eu respondi meus olhos coçando novamente, mas desta

vez de alegria. Algo tão pequeno como pedir um hambúrguer do serviço de quarto fez meu

companheiro tão feliz depois de tudo que ele passou. Senti-me realmente que era abençoado

por tê-lo como meu companheiro.

“Vamos comer e depois você pode me ajudar no chuveiro.”

“Oh, eu gosto deste plano,” ele ronronou e se aconchegou mais contra mim quando eu

balancei minhas sobrancelhas sugestivamente. Malachi olhou para Damian antes de sussurrar

em meu ouvido assim meu irmão não poderia ouvir. “E eu compreendi a coisa toda do

banheiro. Eu percebi que você não entra em um canto como nós fazíamos na caverna. Então

quando eu levantei eu calculei que era aquele papel que usaria.”

49
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Sim, é chamado papel higiênico,” eu respondi fechando meus olhos. E assim, meu

bom humor tinha ido e eu me senti como um idiota. Como eu não pensei em explicar a ele

sobre o básico, como usar um banheiro porra?

“Hey, você não pode pensar em tudo,” Malachi disse e deu-me um beijo suave. Eu

arqueei minhas sobrancelhas e olhei para ele sentindo-se confuso. Como ele sabia o que estava

pensando? “Eu posso sentir que você está chateado e gritando com você mesmo.”

“Eu devia ter falado com você sobre isto,” eu respondi me acalmando assim ele não

teria que sentir minhas emoções negativas.

“Você não pode agarrar tudo e realmente eu estava bastante orgulhoso de mim

mesmo para ter percebido isto,” ele disse com seu rosto corando. Eu dei a ele outro beijo antes

de colocá-lo no chão quando houve uma batida na porta. Novamente dei a gorjeta ao sujeito e

consegui nosso almoço.

Comemos rapidamente, Damian e eu faminto de nossa missão de resgate enquanto

Malachi parecia apenas desfrutar a comida. Ele gemia alto quando mastigava mordida depois

de mordida do hambúrguer e batatas fritas.

“Comporte-se bebê,” eu rosnei quando ele olhou para mim com os olhos arregalados.

“Coma o mais rápido possível sem engasgar.”

“Eu fiz algo errado?” ele perguntou, olhando hesitante.

“Não, eu só gosto demais dos sons que você está fazendo,” eu respondi e movi uma de

suas mãos para minha virilha. Ele ofegou quando me sentiu duro e comeu em tempo recorde.

“Eu lidarei com o mensageiro do banco de sangue e o SUV de Reggie.” Damian riu

quando eu ergui Malachi acima de meu ombro no segundo que ele terminou. Eu sorri para ele

em agradecimento e então fui para o nosso banheiro com meu companheiro se contorcendo.

“Então você gosta que gema enquanto como?” Ele riu quando me virei para o

chuveiro.

50
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Parece que eu faço.” Eu ri quando o coloquei sobre seus pés e removi rapidamente

suas roupas. Suas mãos estavam desfazendo minhas calças ao mesmo tempo em que seus

lábios encontraram os meus. Um momento mais tarde estava ambos completamente nus, e eu

caminhei de volta para o chuveiro, meus lábios nunca deixando os dele. “Eu vou fazer você se

sentir tão bem, bebê.”

“Sim, por favor,” ele ofegou quando comecei a acariciar seu pênis. Eu estava

impressionado como alguém tão pequeno podia ter tanta carne entre suas pernas. “Oh, foda

Victor, eu estou queimando.”

“Eu tenho você, coisa doce. Só deixe ir e aprecie o passeio,” eu sussurrei em seu

ouvido antes de ficar de joelhos. “Eu penso que é hora de você experimentar seu primeiro

boquete.”

Ele olhou para mim e levantou uma sobrancelha em questão.

Ao invés de responder, eu lambi a cabeça de seu pênis. Os joelhos de Malachi

dobraram quando gritou e eu o peguei bem na hora. Eu ajudei a segurá-lo contra a parede do

chuveiro enquanto o engoli.

“Oh porra! Eu nunca vi ninguém fazer isto,” Malachi exclamou. Pensei em deixar a

explicação depois de cuidar do meu bebê. Eu chupava e corria minha língua sobre sua fenda

antes de tomá-lo de volta em minha garganta. Ele tinha o gosto picante de vinho de cereja e

era como céu. Eu gemi alto e segurei seu saco. Malachi ficou duro antes de gritar meu nome e

atirar sua semente.

“Porque tudo o que temos na cabeça é agradar nosso companheiro,” eu expliquei

enquanto o lambia para limpá-lo. Então ele afundou contra a parede e eu o puxei em meu colo.

“É por isso que você nunca viu isto antes, bebê. Eu estava focado em nada além de fazer você

gozar, e os demônios não sabem nada sobre amar o outro.”

“Eu quero fazer isto para você quando puder sentir meu corpo novamente,” ele

ofegou com um sorriso bobo no rosto. Eu ri e lhe dei um beijo antes de alcançar acima de nós o

51
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

sabão. Lavei-nos enquanto ele estava lá em meus braços como um talharim molhado. Mas

quando eu cheguei para lavar sua bonita e pequena bunda, pareceu-me que meu companheiro

poderia se recuperar muito rapidamente.

“Você já viu dois homens fazerem sexo?” Eu perguntei, querendo tentar algo novo

com ele, mas precisando verificar primeiro.

“Eu não estou certo se o que vi era sexo,” Malachi respondeu e mordeu seu lábio

inferior. “Eu vi Eduardo empurrar seu pau na bunda de outro homem, mas o homem estava

gritando e chorando para Eduardo parar, porque doía.”

“Isso era porque Eduardo estava estuprando o homem.” Eu suspirei, querendo matar

o demônio mais uma vez pelo o que ele tinha feito não só o meu bebê e os outros passarem.

“Você disse que lá ele estuprou mulheres, também, pode acontecer com um homem. Mas

como os beijos que compartilhamos, quando ambas as pessoas querem e não são feitas com

intenção de maldade, é incrível.”

“Eu gostei do beijo e do sexo oral que você acabou de me dar,” ele disse depois de um

momento. “Se você disser que eu gostarei de sexo, eu acredito em você.”

“Você confia em mim para tentar algumas coisas?”

“Claro, eu confio em você com tudo de mim,” Malachi sussurrou e me beijou,

passando sua língua em meus lábios. O virei para escarranchar em meu colo para poder

explorar minha boca. Minhas mãos estavam toda ensaboada e corri meus dedos entre as

bochechas de sua bunda. Ele suspirou e estremeceu quando meu dedo indicador esfregou seu

buraco enrugado. “Eu gosto muito disso.”

“Vai queimar um pouco quando estiver dentro pela primeira vez em você,” eu disse

suavemente enquanto continuava esfregando meus dedos em torno do seu buraco. “Você só

tem que respirar através dele, e ela passará, certo?”

“Certo,” ele respondeu olhando um pouco assustado. Eu dei-lhe uma piscada e o

beijei, deixando-o levar. Ele ofegou graciosamente quando eu empurrei meu dedo dentro dele

52
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

quando seu buraco se abriu para mim. Movi dentro e fora dele devagar, tentando não o

assustá-lo. Então depois de alguns momentos direcionei meu dedo para esfregar acima de sua

próstata. Ele quebrou o beijo e gritou, olhando fixamente para mim com olhos arregalados.

“Eu realmente gosto disso,” ele ofegou enquanto segurava firmemente meus ombros

firmemente.

“Eu quero mais, Victor.”

“Eu não quero machucá-lo Malachi,” eu disse suavemente. “Eu preciso estirar você

mais antes de poder adicionar outro dedo.”

“Eu gostei da queimação. Senti em minhas bolas,” Malachi gemeu enquanto movia

seus quadris contra minha mão. Acreditando no que ele disse, eu empurrei um segundo dedo.

“Oh porra, dois é melhor que um!”

“Goze pra mim, meu pequeno e sexy companheiro,” eu rosnei possessivamente. Eu

amei que estava conseguindo esta resposta aberta e feliz dele. Ele balançou a cabeça antes de

ficar duro e gritar meu nome aos céus. Seu pênis explodiu, e eu comecei acariciá-lo a tempo

em meus dedos. Meu bebê gostou disto, indo selvagem em meu colo enquanto cavalgava seu

orgasmo.

“Morda-me,” ele disse inclinando seu pescoço para o lado. Eu não podia reivindicá-lo.

Sangue de demônio era como ácido e podia nos queimar. Eu não sabia o que aconteceria se eu

bebesse dele, sendo ele parte demônio.

Em vez disso eu o beijei enquanto ele começou a descer de seu clímax, deslizando

meus dedos de sua bunda quando ele estava exausto.

Malachi estava ainda ofegando em meu colo, tentando recuperar o fôlego enquanto eu

estiquei e agarrei o xampu. Depressa terminei de nos limpar, erguendo-o em meus braços e

desligando o chuveiro quando terminamos. Quando sai e agarrei as toalhas, eu percebi que ele

estava quieto e chorando.

“Malachi, o que está errado?”

53
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Você não me quer!” Ele gritou e tentou se afastar de mim.

“O que você está falando?” Eu ofeguei enquanto o segurava firmemente, mas com

cuidado. Ele não iria parar de lutar, então eu o coloquei em cima do balcão e fiquei entre suas

pernas, segurando sobre seus ombros. “A prova do quanto te quero está empurrando contra

seu estômago, Malachi.”

“M–mas v–você não quer m–me morder.” Malachi fungou enquanto olhava para o

meu pau duro. “Então você me quer como Eduardo queria aquelas pessoas, mas não me quer

o suficiente para seu companheiro?”

“Não!” Eu disse em voz alta, invadindo seu espaço até que nossos narizes estavam se

tocando. “Você nunca me compare com aquele monstro, Malachi, nunca. Eu quero você para

sempre, e eu lhe disse que aceitei o nosso acasalamento. Eu só não posso morder você!”

“Por que não?” Ele sussurrou enquanto balançava, e eu percebi que era medo. Havia

um monte de sentimentos que eu queria despertar em meu companheiro, mas medo não era

um deles. Eu respirei profundamente varias vezes antes de beijá-lo apaixonadamente,

empurrando minha língua em sua boca. Ele gemia alto enquanto encostava-se em mim e nos

envolvemos um ao redor do outro. Beijei-o por vários minutos antes do ar se fazer necessário.

“Sangue de demônio nos queima como ácido, Malachi,” eu disse suavemente ofegante

por ar. “Eu não sei o que pode fazer a mim se beber de você, considerando que você é

demônio ou você se tem um pouco em seu sangue, certo? Eu quero você, bebê. Eu penso que

não sou nada comparado a Eduardo, e doeu que você pensasse que eramos iguais.”

“Eu não quis dizer isto como se você tivesse me estuprado,” Malachi respondeu com

lágrimas em seus olhos. “Isso não era o que eu estava tentando dizer. Eu quis dizer como ele

fodia às pessoas e seguia em frente. Ele era um viciado em sexo e nunca se importava com

ninguém, só os usava para se aliviar.”

“Ainda assim, com está descrição, você realmente pensa que eu sou parecido com

isso?”

54
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Não, não, você não é,” ele disse firmemente e balançava sua cabeça. “Eu não estava

pensando, eu sinto muito. Eu só quis dizer que você me queria apenas para o sexo. Entretanto

isto não é justo, desde que eu nunca vi ninguém se importar tanto com uma pessoa quanto

você se importa comigo.”

“Eu te quero para sempre, Malachi,” eu sussurrei e meus olhos começaram a coçar

novamente. “Eu não quero você só para sexo ou usar você. Eu quero segurar você em meus

braços toda noite e acordar com você quieto lá todas as manhãs para o resto de nossas vidas.

Eu quero cuidar de você e te mostrar tudo o que o mundo tem a oferecer. Eu penso que eu

preciso tanto de você, como você precisa de mim, bebê.”

“Sério?” Malachi perguntou suas sobrancelhas arqueando rapidamente na testa.

“Como você pode precisar de mim?”

“Você faz-me sentir coisas que nunca senti antes,” eu honestamente respondi. “E você

pode perguntar a Damian, eu não sou uma pessoa paciente. Eu sou provavelmente o mais

impaciente homem, exigindo sempre. Mas com você, quero ser paciente e te ajudar. Eu não

quero estar exigindo ou dominando você. Só quero te amar.”

“Desculpe-me se duvidei de você,” disse ele enquanto me abraçava com força.

“Nós conhecemos um ao outro tem apenas dois dias, bebê. Nós vamos ter mal

entendidos, mesmo depois de termos sidos acasalados por décadas. Eu estou feliz de

conversarmos, pois lidando com isso você não fica pensando que eu não te quero.”

“Por favor, posso ter você agora?”

Eu gemi quando suas pequenas mãos envolveram meu pênis. Como um flash eu o

tirei do balcão e corri para cama. Eu caí sobre minhas costas, fazendo o colchão saltar

enquanto riamos. Então me abri, explorando mãos, boca e língua. Ele fez em mim tudo o que

fiz a ele no chuveiro, eu percebi que não era só meu corpo que estava abrindo para ele.

Malachi estava devagar começando a abrir meu coração.

55
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

Capítulo Cinco

Nós começamos a dirigir quando a noite caiu. Antes não era seguro para Malachi, eu

fui com Damian entregar meu carro de aluguel e transferir tudo para o SUV que Reggie nos

emprestou. Levaria mais ou menos dez horas para fazer a viagem até o complexo Marius, se

dirigíssemos a noite toda e fizéssemos só algumas paradas. Tínhamos mais que suficiente

sangue para a viagem e providenciamos alguns lanches e bebidas.

Eu dirigia a primeira etapa enquanto Malachi e Damian cochilavam.

Deu-me tempo para processar tudo o que aconteceu. Ligamos para mamãe e dissemos

a ela que nós estaríamos em casa antes do amanhecer. Damian tinha chamado o Conselho

enquanto estava ocupado com Malachi e disse-lhes que completamos a missão.

Só de pensar em meu companheiro fez-me sorrir como um bobo. Ele era tão aberto e

honesto. Mesmo da maneira que ele confrontou comigo mais cedo. A maioria das pessoas teria

mantido isto guardado dentro de si, com as dúvidas os corroendo. Mas não meu companheiro,

oh não, ele disse-me imediatamente. Eu pensei que era uma qualidade admirável,

especialmente desde que eu nunca teria feito.

Damian estava certo quando disse que eu não era um sujeito tipo emotivo e caloroso.

Entretanto com Malachi, eu queria ser. Eu precisava ser tudo que ele sempre quis e sonhou.

Isso era uma sensação nova para mim. Certo, eu tinha namorado antes, mas nada sério. Eu

estava mais propenso a ter um amigo de foda do que um namorado. Eu nunca tinha realmente

se importado com meu parceiro, desde que ele não exigisse muito de mim no caminho da

relação.

Eu estava ainda nervoso de levar meu companheiro para casa e como ele seria aceito

por todo mundo. Eu quero dizer, não é todo dia que um guerreiro é acasalado com alguém

que é parte demônio. Honestamente, eu não posso imaginar se isto já aconteceu antes. Mas o

56
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

modo como Damian estava reagindo com as notícias e meu companheiro deu-me esperanças

de que não seria tão ruim.

Depois de cerca de três horas, eu precisava esticar e colocar gasolina no veículo.

Acordei meus companheiros de viagem quando sai da via expressa. Malachi tomou um

completo susto enquanto o observava pelo espelho.

“Vamos bater a cabeça,” eu disse quando entrei no estacionamento. Eu passei meu

cartão de crédito na bomba e deixei enchendo de gasolina antes de se aproximar e pegar na

mão do meu companheiro.

“Por que você quer bater sua cabeça?” Ele perguntou, olhando fixamente para mim

como se tivesse crescido um terceiro olho.

“Cabeça é outra palavra para o banheiro,” eu expliquei sorrindo para o quão atraente

ele era quando estava confuso. Eu podia quase ver as rodas girando enquanto ele trabalhava o

que eu disse.

“Como John ou banheiro, certos?”

“Sim, isso mesmo, bebê,” eu respondi e o beijei em sua testa.

Ele me deixou trançar seu cabelo depois de nosso chuveiro, e eu gostei do modo que

balançava na medida em que ele caminhava. Talvez fosse só aparar em vez de cortar tudo. Eu

também gostava da maneira como os fios de seda se sentiam contra meu corpo nu quando

estamos íntimos ou dormíamos.

Nós fomos ao banheiro, enquanto Damian escapava sorrateiramente para conseguir

algumas raspadinhas10 e eu tinha uma ideia do que meu irmão estava fazendo. Ele estava se

divertindo tanto quanto eu mostrando a Malachi novas coisas e assistindo suas reações.

10
Slushies em inglês

57
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

Admitindo que ele não ficasse ligado quando meu companheiro gemia ou sentisse

desejo de afundar seu pênis em Malachi como eu fazia. Ou homem era melhor ele não ter esses

sentimentos.

“Pule no banco de trás bebe,” eu disse abrindo a porta para ele. Ele sorriu para mim,

entrou, eu fechei a porta antes de tirar a bomba e fechar a tampa do tanque. Eu subi do outro

lado um momento mais tarde e quase engoli minha língua. Meu companheiro estava nu e

apresentando sua bunda para mim, com os ombros apoiados no banco.

“Eu quero sentir seus dedos novamente, Victor,” ele implorou e olhou-me por cima

dos ombros.

“Porra, eu, hum, sim, esqueci os doce,” Damian disse, e eu rosnei para ele, não tendo

percebido que ele abriu a porta do lado do motorista. Ele depressa deixou as bebidas e

rapidamente desapareceu.

“Cubra-se agora mesmo.” Eu disse puxando Malachi e o colocando sentado. Eu

agarrei seu calção, e joguei para ele, ele começou a tremer e vi lágrimas caindo pelo seu rosto.

“Merda, eu sinto muito, bebê.”

“Por que você está tão bravo?” Ele choramingou e eu percebi que tinha dado uma

grande impressão de um macho louco dominante.

“Nós estamos em público, e eu não quero que ninguém veja seu quente e pequeno

corpo além de mim,” eu respondi e o puxei para meu colo. “Além disso, o que nós

compartilhamos é só para nós certo? Damian não deve nos ver sendo íntimo.”

“Oh, eu não sabia,” ele sussurrou e enterrou seu rosto em meu pescoço. “Ninguém

nunca se preocupou se eu visse na caverna. Eles pareciam gostar de quando as pessoas

assistiam.”

“Existem pessoas, não apenas demônios que gostam de serem assistidas em suas

atividades sexuais.” Eu expliquei, tentando compreender o caminho mais fácil para conseguir

meu ponto de vista e estabelecer as regras. “Mas estar nu em público é realmente contra as leis

58
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

humanas. Você não tem permissão para mostrar a sua virilha para as pessoas exceto em sua

própria casa. Mesmo com mulheres e seus peitos.”

“Então homens podem mostrar a seus mamilos, mas mulheres não podem? Isso

parece injusto.”

“Bem algumas pessoas ficam excitados pelos seios das mulheres como pênis dos

homens, por isso é proibido em público.”

“Mas eu me apaixonei pela visão dos seus mamilos, mas eles podem estar em

público,” ele respondeu,inclinando-se para que pudesse olhar para mim. Eu via a confusão

escrita em seu rosto e não tinha nenhuma ideia de como responder isto.

“Honestamente, você me pegou, bebê.” Eu ri e dei-lhe um beijo rápido. “Eu vejo sua

lógica, mas estas são as regras. Eu não estou certo como foram feitas, mas só não é aceitável

correr nu ao redor das pessoas. E eu fico com ciúmes com a ideia de alguém ver o corpo sexy

do meu pequeno companheiro. Foi por isso que rosnei e fiquei todo irritado, mas não devia.

Sinto muito.”

“Esta tudo bem.” Ele encolheu os ombros. “Eu estou só feliz que você não esteja com

raiva de mim. Eu não sabia que não era certo fazer, eu só queria você.”

“Eu quero você, também, bebê,” eu respondi, mostrando meu ponto quando movi

meus quadris e ele sentiu meu pênis duro. “E a maneira que você ofereceu sua bunda firme

para mim foi quente, só não em público ou quando as pessoas estão ao redor, ok? Eu gosto de

manter nossos momentos especiais e íntimos entre nós, apenas pra nós. Isso faz sentido?”

“Sim, você pensa que eu sou especial o suficiente e você não quer me compartilhar.” O

sorriso de Malachi podia ter iluminado qualquer buraco mais escuro, e alcançou seus olhos.

“Eu gosto disso. Você pode ser tão ciumento e possessivo o quanto quiser comigo.”

“Estou feliz,” rosnei e lambi seu pescoço. “Você é todo meu, bebê, e eu posso até ser

macho dominante com você às vezes. Mas nunca o machucarei ou baterei em você, eu juro pra

você, e com o tempo você aprenderá a não ter medo de mim quando eu rosnar. Eu gosto de

59
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

estar no comando e ser forte para você, então fique preparado se eu te jogar por cima dos

ombros e ser todo mau com você.”

“Todas as vezes que você quiser,” ele gemeu e esfregou sua bunda em minha virilha.

Eu mordi meu lábio para não dizer o que planejava fazer com sua bunda apertada quando

meu irmão voltou no carro.

“Aqui, te comprei uma raspadinha,” disse Damian entregando a Malachi,

cuidadosamente não olhando para o meu companheiro.

“Tudo certo, irmão.” Eu ri enquanto observava Malachi estudar a bebida. “Expliquei a

ele sobre estar nu em público e não compartilhando nossos momentos íntimos.”

“Sim, e não fazer isso em casa a menos que esteja em seus quartos.” Damian riu

quando saiu com o SUV do posto de gasolina.

“A mãe teria um ataque se ela entrasse e vise isso.”

“Oh merda, isto é como um céu de açúcar.” Malachi gemeu antes de tomar outro gole

da raspadinha. Eu poderia dizer que meu companheiro nunca comeu ou bebeu qualquer coisa

em público porque quando ele fazia esses barulhos, tudo o que eu queria fazer era achar uma

superfície plana mais próxima.

O resto do passeio pareceu voar eu cochilei depois troquei com Damian. Eu fiquei feliz

que quando nós paramos em casa, eu não estava dirigindo assim podia estar com Malachi no

banco de trás, pois ele estava nervoso.

“Acorde, bebê. Nós estamos em casa,” eu sussurrei em seu ouvido e coloquei beijos

suaves junto ao seu pescoço.

“Eu nunca tive uma casa antes,” ele disse quando seus olhos se abriram.

Malachi sorriu calorosamente para mim antes de girar e olhar para a mansão Marius

quando entramos pelo portão. “Isto é uma casa?”

“É uma casa realmente grande comparada à maioria, mas é uma casa para nós.”

60
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Eu sei que vou me perder.” Ele gemeu quando girou em meu colo para conseguir ver

melhor. Damian estacionou na frente da casa em vez das garagens desde que tínhamos que

descarregar e não era nosso SUV.

Todos desceram e Malachi estava segurando minha mão tão apertada que eu fiquei

surpreendido com sua força.

“Nada a temer, meu companheiro. Eu estarei com você o tempo inteiro,” eu o

assegurei quando nós chegamos à porta da frente, abriram e o mordomo deu-nos boas-vindas.

“Obrigado.” Damian disse-lhe quais os itens que iram para os quartos, e também que

precisávamos organizar o SUV para ser devolvido.

Ele assegurou que seria feito com um sorriso e disse que ele estava contente que

estávamos em casa. Eu notei seus olhos arregalados quando ele cheirou o ar em sua frente

estudando sua feição. Eu esperava que fosse a reação que todos teriam ao lidar com o cheiro

de Malachi desde que ele não era obviamente uma ameaça e estava segurando minha mão.

Houve gritos e grunhidos de “Demônio!” Quando entramos na cozinha. Malachi

segurou com ambas as mãos ao redor do meu braço e praticamente colou ao meu lado.

“Esta tudo bem, todos,” eu calmamente disse, levantando minha outra mão para eles.

Riley, Micah, Stefan, Gabriel, Remus, e Noah todos tinham trocado e agacharam prontos para

o ataque, e moveram Patrick, Marian e minha Mãe para trás deles. “Este é Malachi Owens,

meu companheiro.”

“É um prazer conhecê-lo, Malachi,” minha mãe sorriu docemente quando empurrou

Gabriel e caminhou até nós. Ela abraçou meu companheiro e deu-lhe um beijo rápido na

bochecha, ele estava congelado ao meu lado e olhando para ela. “Está tudo bem, ninguém vai

machucá-lo aqui, filho. Acho que todos ficarmos assustado com seu cheiro.”

Ela olhou por cima dos ombros e falou mais alto. “Que é uma bobagem, já que

estamos todos aqui acordados para recebê-lo.”

61
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Certo, desculpe,” Gabriel disse timidamente com seu rosto corado, quando veio

apertar a mão de Malachi.

“O que devo fazer com isso?” Malachi perguntou quando olhou para mão do meu

irmão e depois para o meu rosto. “Dou-lhe alguma coisa?”

“Não, você agita-a,” Gabriel respondeu quando arqueou as sobrancelhas e olhou para

mim. Eu notei os olhares confusos sobre os rostos na cozinha e corri para explicar.

“É uma forma de saudação entre as pessoas quando se encontram,” eu disse como eu

alcancei e agitei mão do meu irmão. “Minha mãe é mais afetuosa e o abraçou porque você é da

família agora. Mas a maioria das pessoas apertam as mãos quando conhecem alguém.”

“E se eu fizer errado como o beijo?” ele perguntou com seus olhos amplamente

abertos, enquanto olhava a mão de Gabriel como se pudesse mordê-lo depois que o deixasse

ir.

“Você é inteligente, bebê.” Eu beijei o topo de sua cabeça enquanto tirava meu braço

de sua mão suavemente. “Só faça o que eu fiz e ficará bem.”

“Certo.” Ele estendeu a mão lentamente e apertou a mão de Gabriel. “Oi, eu sou

Malachi, e eu não sou um demônio completo, eu juro. Eu tenho uma alma e tudo.”

“Eu notei seus olhos,” Gabriel disse suavemente como se concordasse com ele e sorriu

para o meu companheiro. “Minha mãe tem razão, o cheiro nos assustou, e nós somos

normalmente bem comportados, só não estamos acostumados a estar de pé a está hora da

manhã.”

“Desculpe, nós tivemos que viajar de noite porque o sol queima minha pele.”

Eles soltaram as mãos, e eu olhei em volta na cozinha. Micah e Remus ambos deram

um aceno para o meu companheiro, e eu perguntei-me por que estavam sendo tão distantes.

Eu dei boas-vindas aos seus companheiros com braços abertos em nossa família. Gabriel,

minha mãe e Damian todos fizeram tudo que podiam fazer para Malachi se sentir bem-vindo.

62
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Eu–eu sinto muito, eu pensei que eu podia fazer isto, mas não posso,” Marian

sussurrou enquanto derramava lágrimas de seus olhos e se afastou de Riley. Ela olhou para

porta da cozinha que estávamos pertos, mas depois optou por outra porta que dava para sala

de jantar e fugiu.

“O que eu fiz errado? Eu disse oi,” Malachi perguntou, olhando para mim com medo e

com lágrimas em seus olhos também.

“Seu tipo fez muito para minha família,” Riley rosnou, então vi que ele trocou

novamente.

“Riley,” eu ofeguei ao mesmo tempo em que minha mãe fez. De todas as pessoas que

eu esperei problemas, Riley nunca tinha sido um deles. Ele era um dos mais amáveis, a aceitar

as pessoas que eu já encontrei. “Mas nós precisamos de sua ajuda, Riley. Eu preciso saber se

posso reivindicá-lo mesmo com sangue de demônio nele.”

“Você acha que ajudarei está coisa,” Riley gritou, apontando para o meu companheiro.

Instintivamente, eu empurrei Malachi para trás de mim. “Corremos da casa da Irlanda onde o

Caleb precisava de nós, porque você estava em apuros. Pensei que nós estávamos voltando

para casa para descobrir uma maneira de desfazer o vinculo do acasalamento ou ajudá-lo a se

livrar disto.”

“Não faça isto, Riley,” disse Damian quando se moveu para o meu lado. Eu até não

tinha percebido que ele juntou-se a nós na cozinha. “De uma chance a Malachi, irmão. Ele não

é um demônio. Eu passei tempo suficiente com ele para saber que ele é um vampiro com

algumas anomalias genéticas depois que sua mãe virou demônio enquanto o carregava. Nós

temos confirmação de um dos lideres do coven de Providence que Malachi nos ajudou a

resgatar. Você entende genética, pense como um médico.”

“Seus olhos não são vermelhos como sangue, Riley.” Gabriel continuou movendo-se

suavemente de lado assim Riley podia ver. “E eu nunca vi um demônio chorar antes. Alguns

de vocês viram?”

63
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Não,” Micah e Remus disseram, e eu notei Noah estava tremendo nos braços de

Remus. Bem merda, dois dos companheiros de meus irmãos estavam em pânico sobre o meu

companheiro.

“Malachi não tem culpa por ter nascido assim, mais que o resto de nós.” Olhei para

Riley, implorando-lhe com os olhos para dar a meu companheiro uma chance.

“Oi, Malachi, eu sou Patrick Hawk, companheiro de Stefan,” Pat disse avançando,

vindo em nossa direção.

“Pat, não!” Noah gritou e agarrou o braço de Pat. “V–Você não entende o que os

demônios podem fazer. Este é o primeiro que você encontrou você não pode confiar.”

“Você, também, Noah?” Eu sussurrei sentindo meu coração quebrar quando olhei

para Micah e Remus. Eles mantiveram seus rostos em branco, eu não podia conseguir uma

leitura de qualquer um deles. “Por quê?”

“Você não sabe o que eles fizeram para mim, Victor,” ele sussurrou, olhando de

Remus para mim.

“Sim eu faço, irmão,” eu rosnei como minhas emoções mudando de dor para raiva.

“Eu estava lá quando nós salvamos você. Eu tenho estado ao redor de demônios mais do que

todos vocês juntos. Eu já matei mais do que todos os guerreiros nesta casa juntos. Eu sei o que

é um demônio, e Malachi não é um deles.”

“Eu sei o que seu cheiro está me dizendo,” Riley zombou, estreitando seus olhos para

mim. “Você esquece, eu tenho estado ao redor de demônios, também.”

“Isto é besteira! Eu tenho estado lá para cada um de vocês quando vocês precisavam,

sem fazer pergunta. Eu busquei retribuição contra Isaac quando ele machucou Noah. Eu

ajudei Micah a construir seu maldito hospital, Riley. Eu os amei como irmãos! E agora que

fodidamente eu preciso de apoio e confiança vocês não me darão? Foda-se, estamos fora

daqui.”

64
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

Eu puxei Malachi em meus braços quando a cozinha virou um caos. Damian e Gabriel

imploravam-me para ficar e dar mais tempo a todos. Riley e Noah pareciam serem os únicos

com as opiniões que Malachi devia partir, enquanto Remus e Micah ficaram quietos. Se eu não

estivesse tão chateado, eu quase me sentiria mal por eles. Eles não apoiavam seu irmão ou

seus companheiros. Stefan e Patrick estavam discutindo com Riley e exigindo que ele trocasse

de volta.

“Basta!” Sua mãe gritou em plenos pulmões. Em todos os anos que tenho estado nesta

terra, eu nunca tinha a ouvido fazer isto. Todos nós imediatamente ficamos quietos, e eu

imagino que todos nós fizemos pela mesma razão — choque.

“Eles estão bem,” Malachi fungou quando bateu em meu tórax para chamar minha

atenção. Eu olhei para ele confuso, sem saber quem ele achava que estava certo. “Eles são sua

família, e está é sua casa. Eles têm o direito de se sentir seguros nela. Eu preciso partir Victor.

Eu não entendo o que está acontecendo ou por que eles me odeiam, mas não posso por você

no meio disto.”

“Bebê, você é meu companheiro,” eu sussurrei e meus olhos começaram a coçar.

“Você é minha casa. Aonde você vai, eu vou. Se eles não nos querem aqui, então nós

encontraremos outro lugar para viver.”

“Ninguém vai a lugar nenhum,” minha mãe disse firmemente e bateu a mão no balcão

tão forte que rachou a fórmica. Ela virou-se para Riley e Noah com raiva em seus olhos. “Eu

amo tanto vocês dois e vocês são filhos para mim e Desmond. Victor é meu filho, e seu

companheiro será tratado com o mesmo respeito nesta casa que lhes foi mostrado. Eu sei que

vocês foram machucados por demônios, então eu penso que todos nós podemos entender suas

reações.”

“Exceto Malachi,” Damian sussurrou enquanto olhava entre minha mãe e meu

companheiro. “Ele não tem ideia do que está acontecendo, mãe.”

65
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Eu sei, nós chegaremos a isto,” Mãe respondeu antes de voltar para Riley e Noah. Ela

apontou para o meu companheiro que estava tremendo em meus braços enquanto eu o

segurava contra meu tórax. “Ele está aqui por dez minutos e já eu posso ver que ele não é um

demônio. Ele apenas tentou colocar Victor e as necessidades desta família antes dele. Ele está

chorando porque vocês estão sendo cruéis com ele, ele está com medo e confuso. Os demônios

não fazem isto. Então puxe suas cabeças fora de seus traseiros e ajam como adultos!”

“É sua casa, Elena. Como você desejar,” disse Riley em tom formal antes de partir pela

porta de jantar sem parar e olhar para trás. Basicamente foi a maneira cortês de dar a minha

mãe o dedo depois dela o chamar de filho. Que porra é essa? Eu nunca vi este lado de Riley.

“Ele ainda tem pesadelos,” Micah sussurrou olhando fixamente para mim como se me

pedindo para entender. “Marian e Riley ainda têm pesadelos do que lhes aconteceram todos

aqueles anos atrás. Eu–eu não sabia que ele ia reagir assim, eu estou preocupado com ele. Eu

não me importo se Malachi é parte demônio ou qualquer coisa, desde que ele te faça feliz,

Victor. Eu conversarei com Riley.”

“Isto é tudo que posso pedir,” eu suspirei e movimentei a cabeça enquanto segurava

meu companheiro mais perto de mim. “Eu nunca vi este lado dele, eu nunca quis perturbá-lo,

Micah. Eu amo seu companheiro como um irmão. Eu sempre estive ao seu lado. Eu s–só achei

que ele estaria do meu, quando chegasse a hora.”

“Eu não acho que isso tem alguma coisa a ver com você, ou mesmo Malachi,” Micah

disse passando as mãos sobre o rosto em frustração. “Riley e Marian perderam todos para os

demônios em uma manhã sem qualquer advertência. Vocês não sabem os detalhes, eu faço. E

a realidade é pior do que vocês poderiam imaginar.”

“Ele não é um deles,” eu sussurrei enquanto as lágrimas estavam tentando cair. “Ele é

doce, inocente e amoroso, é muito parecido com Patrick, mas diferente, também. Ele está tão

cheio de energia, Micah, tão excitado para aprender e ver o mundo fora daquela caverna.”

“Que caverna?” Micah perguntou olhando para mim e Malachi.

66
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Não era minha história para contar.” Minha mãe encolheu os ombros quando atirei a

ela um olhar interrogatório. Nós dissemos a ela tudo que nós sabíamos sobre nascimento e

cativeiro do Malachi. “Vamos ter um café da manhã como pessoas civilizadas e conversar.”

“Você ficará bebê?” Eu perguntei quando me virei para que pudesse olhar em seus

olhos. “Por favor, fique e deixe-me dizer a minha família tudo assim eles entenderão. E eles

podem dizer a você tudo o que está acontecendo assim você não ficará confuso ou tomará isto

como pessoal.”

“Eu não posso partir se você não quiser Victor. Você é enorme e mais forte que eu.”

“Eu nunca forçaria você a fazer qualquer coisa que não queira Malachi.”

Eu disse suavemente quando tomei seu rosto em minhas mãos. Eu inclinei-me e beijei

suavemente cada um de seus olhos, antes de beijar seus lábios. “Eu estou pedindo para você

ficar. Eu estou pedindo a você para ajudar-me a explicar tudo para eles, assim eles chegarão, a

saber, quem realmente você é e nos aceitarem como companheiros. Eu não posso perder você,

bebê.”

“Eu confio em você, meu companheiro,” ele sussurrou depois de um momento, dando

um aceno com a cabeça. Então ele ficou nas pontas dos pés, puxando minha cabeça para a sua,

e deu-me um beijo apaixonado. Malachi moveu seus lábios para meu ouvido, assim só eu

podia ouvi-lo. “Mas depois exijo muito amor e carinho. Eu ainda não consegui seus dedos

dentro de mim, como eu queria naquele posto de gasolina. Eu estou sentindo-me muito frágil,

com medo, e como se fosse perder você.”

“Sim, vamos amar um ao outro para o resto do dia,” eu disse da mesma maneira

calma. “E você não poderia livrar-se de mim mesmo que tentasse. Eu sou viciado em você,

Malachi.”

“Certo,” ele respondeu quando se inclinou em meus braços, procurando meus olhos

por alguns momentos. “Então vamos explicar para sua família que eu não sou um cruel

demônio, sem alma e sádico e que eu odeio os demônios tantos à medida que eles fazem.”

67
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Você os odeia?” Patrick perguntou enquanto ajudava a trazer a comida para mesa. A

maior parte dos empregados ainda não estava então no momento seria um pequeno café da

manhã e bebidas. Mas isso funcionou, porque quanto menos pessoas tivessem que ouvir a

história de Malachi agora, seria melhor.

Nós nos sentamos, e Malachi respondeu a Pat, explicando tudo.

Damian e eu contamos o que tínhamos aprendido com Reggie e explicamos que o

homem tinha estado preocupado se nós machucaríamos Malachi antes dele saber que

estávamos acasalados. Tinha se passado meia hora e estávamos tão envolvidos, mas eu pude

ver Noah pensar com tanta força que quase podia sentir o cheiro de fumaça saindo de suas

orelhas.

“Eu sinto muito, Malachi,” Noah sussurrou depois de alguns minutos, olhando

fixamente para meu companheiro. “Eu fui levado por demônios vários meses atrás e

mantiveram-me prisioneiro. Eu sei exatamente o que eles são capazes, e eu penso que é

louvável que você sobreviveu a isso tudo com sua sanidade intacta. Eu espero que você possa

me perdoar pelo modo que reagi. Eu estava assustado, prestes a urinar de medo quando senti

o cheiro de demônio.”

“Você não pode mudar o modo que se sente.” Malachi encolheu os ombros. “Nós só

podemos mover passado após isso, porém? Eu quero dizer, você ainda quer que eu vá

embora?”

“Não, você é parte desta família agora,” Noah respondeu com um sorriso suave e

alcançado através da mesa para pegar a mão do meu companheiro. Malachi olhou para mãos

unidas em confusão por um momento.

“Ele está me confortando, certo? Eu me sinto melhor desde que ele me tocou.” Malachi

olhou para mim e então voltou para suas mãos.

“Sim, bebê,” eu respondi com um sorriso com a rapidez que meu companheiro pegava

as coisas. “Noah mostrou-lhe sua aceitação e que ele não tem medo de tocá-lo mais.”

68
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Legal. Eu não tenho medo de tocar em você mais, Noah.” Ele sorriu largamente ao

companheiro do meu irmão e eu coloquei minha mão em sua coxa.

“Peço desculpas se eu ainda não seu o jeito certo de fazer as coisas ou dizer, mas eu

prometo tentar.”

“Isto é tudo que você pode fazer Malachi,” disse Micah quando ele levantou e olhou

para mim. “Nós consertaremos isto, irmão. Direi tudo isso para Riley e Marian. Por favor,

apenas dar-lhes a chance de pedir desculpas e aceitá-lo. Não parta Victor. Isso quebraria meu

coração, e eu não estou certo se esta família poderia recuperar-se disto.”

“Desde que você possa me prometer que ele não será uma ameaça contra meu

companheiro,” eu respondi depois de pensar um pouco. Micah deu um aceno com a cabeça

antes de virar e se dirigir à porta. “Eu te amo, Micah. Eu nunca quis colocá-lo nesta posição e

causar dor a seu companheiro.”

“Eu também te amo, Victor,” ele disse com um sorriso suave com lágrimas se

formando em seus olhos. “Você não deveria ter que lidar com está reação ao encontrar seu

companheiro.”

Ele partiu antes que pudesse dizer qualquer coisa, e eu senti a necessidade de

confortar meu companheiro. Eu levantei Malachi de sua cadeira e o sentei em meu colo,

envolvendo meus braços ao redor dele. Ele aconchegou-se contra meu tórax, passando suas

mãos sobre meus braços, confortando-me, enquanto eu tentava fazer o mesmo por ele. Está

não era a recepção calorosa que sempre esperei para o dia que eu trouxe para casa meu

companheiro, mas Malachi valia a pena. Eu só rezava para que ele soubesse que eu não

concordava com Riley.

69
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

Capítulo Seis

Estávamos exaustos quando fizemos o caminho até nosso apartamento. Eu sabia que

não era uma longa viagem para qualquer, mas o drama que aconteceu desde que chegamos

em casa. Tanto nós dois precisamos dormir, eu sabia que o mais importante eramos estarmos

juntos. Eu peguei Malachi em meus braços enquanto subimos a escada.

“Eu sempre quis levar meu companheiro em meus braços para nosso quarto a

primeira vez.” Eu expliquei quando ele soltou um grito e olhou para mim.

“Você estava contando em ser acasalado com uma mulher?”

“Não. Eu não imaginei o sexo do meu companheiro, eu só imaginei ser o maior deles,”

eu respondi me inclinando para lamber seus lábios. “Eu gosto de ser o maior. Mais, quem

disse que homens não podem ser levados e carregados fora de seus pés? O romance não é só

para aqueles que têm seios.”

“Eu estou feliz que você pense assim.” Ele riu e começou a desabotoar minha camisa

quando chegamos à porta. Eu estava contente naquele momento de estar do outro lado da casa

longe do apartamento de Micah e Riley. “Eu gosto de estar em seus braços. Eu amo que você

parece querer me tocar, tanto quanto eu desejo isto.”

“Alguma chance de eu conseguir uma repetição daquela apresentação que eu vi no

posto de gasolina?” Eu mordiscava seu pescoço enquanto caminha através da sala,

diretamente no quarto. “Você apresentando-se para mim assim foi a coisa mais fodidamente

quente que eu já vi.”

“Você gosta que eu seja submisso, não é?”

“Eu quero que você seja quem você é, bebê,” eu disse seriamente. “Gostei que você

confiasse em mim o suficiente para oferecer-me cada centímetro do seu corpo.”

“Seria ruim se eu pensasse que sou submisso?” Ele perguntou quando o coloquei

sobre seus pés. Eu não disse nada enquanto o assistia se despir em tempo recorde e eu fiz o

70
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

mesmo. “Eu gosto que você tome a iniciativa e me diz o que fazer. E não apenas porque eu não

estou certo do que estou fazendo a metade do tempo. Até no chuveiro quando eu sabia que

iríamos nos tocar, eu gostei que você assumisse o comando. Isso faz sentido?”

“Sim. Você gosta que eu seja o seu macho dominante.” Eu rosnei quando ele se sentou

na cama. Seus olhos arregalaram quando ele balançou a cabeça e fugiu para o meio da cama.

Ajoelhei-me sobre a cama e rastejei lentamente como se estivesse perseguindo minha presa.

Seu pau estava duro como prego e vazando pré-semên, então eu sabia que ele não estava com

medo. “Eu acho que você ia me dar uma repetição, você não ia, Malachi?”

“Oh sim,” ele gemeu e rolou em suas mãos e joelhos.

Abaixando seus ombros para a cama, ele esticou e puxou as bochechas de sua bunda

separadamente. “Por favor, por favor, Victor, coloque seu dedo em mim. Eu quero sentir você

dentro de mim novamente. Eu preciso de você, meu macho dominante.”

Eu gemi e depressa apertei a base do meu pau duro, para não explodir naquele

momento. Meu companheiro oferecendo-se para mim e implorando-me para estar dentro dele

era mais que eu podia tomar. Seu buraco rosa apertado mexendo-se pra mim como se

implorando para ser preenchido também. Eu queria a marca das minhas mãos em sua firme

bunda e amarrá-lo em minha cama para o resto da vida.

“Victor?” Malachi sussurrou quando rolou sua bunda, assim ele podia olhar em mim.

“O que eu fiz errado?”

“Você não fez nada errado, bebê,” eu disse enquanto gesticulava para o meu pênis.

“Você fez tudo certo. Tão certo que eu estava pronto pra gozar antes mesmo de

começar. Eu quero você tanto como um animal selvagem, fodê-lo na cama e depois tê-lo como

a estrela de todas as minhas fantasias mais suja.”

“Ok,” ele ofegou seus olhos arregalaram-se sua boca ficou parcialmente aberta. “Foi a

mendicância, não foi? Você gostou que eu me ofereci e até implorei para que você me

tomasse.”

71
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Oh sim, foi maltidamente quente,” eu rosnei e o agarrarei por seus quadris.

“Confie em mim, bebê, você vai amar isto.”

Ele gritou quando eu o levantei e joguei suas coxas sobre meus ombros. Eu estava

ajoelhado na cama, então ele estava quase de cabeça para baixo e eu enterrei meu rosto em sua

virilha. Malachi gritou quando eu separei sua bunda e lambi seu buraco.

“Eu amo isto, eu amo isto,” ele cantou em voz alta inúmeras vezes enquanto apertava

suas mãos na cama. Eu comi sua bunda como um homem faminto, lambendo e mordiscando

cada centímetro de carne que eu podia conseguir.

Então eu meti minha língua nele, girando ao redor e dentro várias vezes antes de ir tão

fundo quanto pude. Meu companheiro gritou, e os músculos de sua bunda apertaram abaixo

em minha língua, um sinal certo de que ele estava vindo. Eu mantive minha língua fodendo-o

enquanto ele cavalgava em seu orgasmo, fazendo os mais quentes e pequenos barulhos que

me deixaram querendo mais.

“A quem você pertence, Malachi?” Eu rosnei, precisando ouvi-lo declarar que ele era

meu tanto quanto eu precisava de ar. Quando ele terminou de gozar, eu o abaixei de volta até

a cama, gemendo quando eu vi que sua semente aterrissou por toda parte, seu rosto, pescoço,

e tórax. Eu inclinei-me e lambi alguns fora de seu mamilo enquanto olhava para ele. “De quem

são estes mamilos, bebê?”

“Seu, todo seu, Victor,” ele arquejou e arqueou suas costas, e eu rosnei minha

aprovação.

“Se eu quisesse chupá-los o dia todo, ou morde-lo até você gozar — o que você diria

sobre isto?”

“O que você quiser meu companheiro. Eu sou seu para tomar, amar, lamber, chupar,

foder, morder ou qualquer coisa que meu companheiro queira para lhe fazer feliz.”

“Você realmente é submisso,” eu ronronei, amando sua resposta até meus dedões do

pé. “Ninguém mais além de mim, bebê certo?”

72
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Nunca, eu juro,” ele gemeu alto quando eu lambi cada gota de esperma do seu peito

antes de passar para o seu pescoço. Seu pênis ficou duro novamente, e eu podia senti-lo contra

meu estômago à medida que eu me movia. “Você me possui, Victor, coração, corpo e alma.”

“Você me possui, também, bebê.” Eu lambi tudo dele, mantendo em minha língua, em

seguida, lambi seus lábios. “Sinta você, seu gosto? Tão doce e azedo ao mesmo tempo. Eu sou

viciado em seu sêmen ao mesmo tempo em que estou neste corpo perfeito, seu grande

coração, seu cérebro inteligente e tudo mais sobre você.”

“Tome-me, Victor, eu estou pronto,” ele sussurrou e ele embalou meu rosto em suas

mãos. “Eu preciso de você para me reivindicar desta forma pelo menos, já que você não pode

me morder.”

“Você me quer porque está com medo de me perder ou porque você quer que nós

façamos amor?”

“Ambos. Eu–eu não estou certo,” Malachi disse e então mordeu seu lábio para manter-

se quieto enquanto ele pensava. “Eu quero você dentro de mim. Sim, eu estou com medo de

perder você, eu desejava que você pudesse reivindicar-me como seu companheiro de verdade,

mas não é só por isso que eu quero você. Eu quero tanto, tudo isso. Isso faz sentido?”

“Então você está dando-me sua virgindade porque você está pronto e quer que eu

tenha isto, certo?”

“Sim.”

“Não porque você acha que se eu tirar sua virgindade, eu não te mandarei embora,

então?”

“Não. Eu não acho que você me mandaria embora,” ele respondeu enquanto esfregava

o dedo sobre meus lábios. “Eu desejava que você pudesse me reivindicar, eu não negarei isto.

Mas quero que você tome minha virgindade e faça amor comigo porque eu quero que você me

tenha em todos os sentidos possíveis. Eu estou pronto a dar-te tudo de mim, Victor. Eu amo

você com todo meu coração e alma.”

73
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Deus, eu amo você, também, bebê,” eu disse como meus olhos começaram a coçar.

“Tanto que quase dói. Você nunca poderá me deixar, Malachi. Você prometeu que pertence a

mim, e eu vou prendê-lo a isso.”

“Eu sou seu para sempre, Victor. Eu dou a você minha virgindade. Tome-me como só

você irá, meu companheiro.”

“Você está certo?” Eu perguntei quando me debrucei para o criado-mudo e peguei o

lubrificante. “Nós podemos esperar o tempo que você precisar.”

“Eu amo o que temos feito, mas estou pronto para mais,” ele respondeu com um

gemido. Eu sorri para o meu bebê quando ele espalhou-se para mim e eu me movi entre suas

pernas. “Eu quero você, Victor.”

“Você me tem, meu amor,” eu disse firmemente enquanto despejava o lubrificante em

minha mão, esfregando em meu pau e acrescentando mais em meus dedos. Debrucei-me sobre

ele, movi minha mão entre suas pernas e empurrei um dedo.

Malachi gemeu alto, agarrou meus ombros enquanto olhávamos fixamente um ao

outro nos olhos. “Você me deixaria tê-lo como a estrela em minhas fantasias, bebê?”

“Sim, Deus, sim,” ele ronronou, seus olhos abrindo amplamente quando empurrei um

segundo dedo. Minha língua já havia afrouxado um pouco sua bunda e eu só precisava estirar

um pouco mais, e foi mais rápido do que pensei. “O que você quer que eu faça?”

“Bem, eu tenho uma fantasia sobre meu companheiro sempre estar com um brinquedo

em sua bunda para mim. É chamado de plug anal e o manteria você pronto e estirado, e a

qualquer hora que eu quisesse você, eu poderia só te curvar e tomá-lo,” eu disse com a voz

arrastada e mordisquei seu lábio inferior. “Eu estirarei você todas as manhãs no chuveiro

enquanto estiver de joelhos e chupando seu pau magnífico. Então eu poderei jogar com esta

bunda quente o dia todo.”

74
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Eu gosto disto,” Malachi sussurrou quando um sorriso enorme apareceu

inesperadamente em seu rosto. “Qualquer coisa para conseguir sua boca em mim todas as

manhãs.”

“Bem, eu não teria que dormir com isso depois que nós fizemos amor na cama.” Eu

movimentei meus dedos dentro dele para dar lugar a um terceiro dedo. “Isso seria

desconfortável durante a noite que eu penso. Mas isso também daria uma desculpa para tocar

em você todas as manhãs.”

“Sobre o que mais você fantasia?” Ele perguntou, ofegando quando eu empurrei um

terceiro dedo.

“Você sabe como eu gosto de ser seu macho de ser dominante?” Eu esperei até que ele

movimentou a cabeça para continuar. “De vez em quando eu não quero ser dominante. Eu

quero ser cuidado, tomado e só deixar ir. Isso faz sentido?”

“Sim, às vezes você quer que eu assuma o comando, o controle.”

“Exatamente,” eu sussurrei contra seus lábios e dei-lhe um suave beijo.

“Eu sempre tive esta fantasia que meu companheiro me prenderia na cama e gastaria

horas fazendo-me gozar com todos os brinquedos que eu tenho guardado para esse dia. Eu

penso que seria quente você usar vibradores e dildos e todos os tipos de brinquedos sexuais

em mim.”

“Desde que você me mostre como usá-los primeiros.” O pequeno diabinho piscou

para mim. Eu rosnei imaginando Malachi montando meu pau enquanto eu usava um vibrador

em meu saco e pênis. “Eu estou pronto, Victor. Eu preciso sentir você dentro de mim.”

“Oh sim,” eu gemi e retirei meus dedos. Eu movi suas pernas mais largas e alinhei

meu pau. Observando seu rosto, eu comecei a empurrar em seu buraco lentamente assim eu

poderia certificar-me de não machucá-lo. Seus olhos tremularam fechados e ele soltou a mãe

de todos os gemidos e arqueou suas costas para mim. Ele parecia um anjo, meu anjo. “Abra

75
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

seus olhos, meu companheiro. Eu quero que você veja quem está tomando sua virgindade e

agradando você.”

“Eu sei quem é, com meus olhos estando abertos ou não,” Malachi respondeu

enquanto seus olhos abriam-se. Eu empurrei dentro e fora lentamente, deixando sua bunda se

acostumar, antes de empurrar mais vinte centímetros do meu pau dentro dele. “Eu nunca quis

ninguém além de você, e nunca vou querer.”

“Bom, porque eu teria que matar qualquer outro,” eu rosnei a ideia me fez ver

vermelho de alguém mais estando dentro de meu companheiro. “Ninguém mais, nunca bebê.

Eu sou um homem muito, muito ciumento.”

“Ninguém mais, nunca.” Ele concordou com firmeza, estendeu as mãos e segurou

meu rosto. “Eu te amo, te quero e desejo só você, Victor.”

“Eu sinto o mesmo por você, Malachi.” Dei um último impulso até estar totalmente

dentro dele. Ele gritou quando coloquei suas pernas sobre meus braços, mudando o ângulo

assim ele tomou mais de mim nele. “Isto é como estar em casa — estar com você, sinto-me

como estar em casa pela primeira vez.”

“Eu não estou certo o que isso quer dizer, mas sinto como se minha alma estivesse

completa finalmente.”

“Quer dizer a mesma coisa,” eu disse antes de beijá-lo. Uma vez que eu soube que ele

estava pronto e tentando se mover debaixo de mim, como se silenciosamente sinalizando-me

para levá-lo, eu puxei para fora, só deixando a cabeça do meu pau dentro dele. Então eu

empurrei de volta suavemente e puxei mais rápido para fora. Ele ofegou em minha boca, e eu

tomei vantagem e deslizei minha língua.

Como se em algum instinto primitivo, Malachi moveu seus quadris até encontrar

minhas punhaladas. Nós continuamos beijando e o som do nosso amor encheu o quarto. Não

existia nenhuma palavra que precisava ser dita naquele momento.

76
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

Tudo o que sentíamos estava sendo informado na maneira que nossos corpos se

moviam. Como nós dois estávamos ficando perto de nossos orgasmos, eu comecei a empurrar

nele mais duro e mais rápido.

“Reivindique-me, Malachi,” eu sussurrei depois de ter quebrado o beijo para poder

olhar em seus olhos. “Este é nosso verdadeiro momento de acasalamento. Eu me entrego a

você de boa vontade e me comprometo a você para sempre.”

“Eu te amo, Victor,” ele disse e eu inclinei meu pescoço para dar-lhe melhor acesso.

Malachi deu uma longa e lenta lambida, antes de suavemente afundar suas presas em mim. Eu

gritei e comecei a tomá-lo mais duro, do que o lento amor que tinha planejado. Era como se

meus instintos animalescos assumissem o comando e eu queria marcar meu companheiro de

dentro para fora.

Malachi levantou sua cabeça e gritou quando eu mudei o ângulo de meus quadris

desse jeito eu estava batendo em seu lugar doce em cada punhalada. Ele encheu o espaço entre

nossos corpos com seu esperma, sua bunda apertou meu pênis e exigiu meu orgasmo. Eu

gritei minha liberação, gritando seu nome enquanto enchia seu corpo com minha semente.

“Eu sinto você dentro de cada centímetro de mim,” Malachi gemeu, e eu sabia que ele

não estava falando sobre meu pênis. Eu me sentia da mesma maneira como se ele estivesse

invadindo a minha alma. Nós ficamos deitados ali, ofegantes, envoltos ao redor um do outro

no brilho do nosso acasalamento e o presente que ele tinha acabado de me dar. “Foi a

experiência mais incrível da minha vida, Victor. Eu estou tão feliz que foi com você.”

“Eu também, bebê. Eu me sinto da mesma maneira,” eu sussurrei colocando beijos em

seu pescoço. Este foi o momento que eu sempre sonhei quando pensava em estar acasalado.

Nós não éramos só duas pessoas apaixonadas que fizeram sexo. Nós éramos duas metades de

um todo, amarrados juntos para o resto de nossos dias. E eu não poderia estar mais feliz sobre

isso.

77
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

Poucos dias depois estávamos descendo as escadas indo para sala onde toda a família

sempre bebe as seis e meia antes do jantar pontualmente as sete. Malachi estava mexendo no

Band-Aid em seu braço de mais cedo. Conversamos com Micah, e ele tirou umas amostras de

sangue de nós dois. Ele não estava certo que ele pudesse falar com Riley para testá-las, mas se

não, Micah disse que ele viu seu companheiro o suficiente para fazer alguns testes

preliminares.

Parece que Riley e Marian também se sentaram e conversaram com Micah e sua mãe.

Minha mãe estava esperançosa, pensando que Marian precisava entender para superar seu

medo, mas ela não estava tão certa sobre Riley. Micah pensou que seu companheiro cairia em

si eventualmente. Ele confidenciou-me que ele pegou Riley olhando para sua tatuagem no

espelho naquela manhã.

A tatuagem de Riley era uma capitulação de uma estátua do anjo da misericórdia, e

era enorme. Começava um pouco abaixo da nuca e descia até quase o final de suas costas. As

pontas das asas tocavam cada um de seus ombros. Na base havia uma gravura, assim como se

encontravam nas estátuas no cemitério: Marcus, Carolyn, Blake, Maria, Meghan, e Angela

Johnson, junto com a data que tinha acontecido.

Noah por outro lado estava dando boas-vindas a Malachi com braços abertos.

Ele e Patrick emprestaram roupas para o meu companheiro que se ajustavam,

mostraram-lhe truques para ele não se perder na mansão e o ajudaram a fazer algumas

compras online.

78
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

Minha mãe montou um cronograma de aprendizado com ele e tinha comprado uma

série de vídeos que ajudavam as crianças a aprenderem a ler. Nem sequer passou pela mente

de Malachi se sentir ofendido. Ele não era orgulhoso assim. Ele estava grato com a ajuda e

animado em aprender. Novamente eu não pude deixar de compará-lo a uma bola de energia.

“Certo, eu gosto de vinho.” Malachi sorriu para mim, momentos depois que ele

provou algumas taças que dei a ele.

“Você tem que ter cuidado com vinho, Malachi,” Marian disse calmamente enquanto

parecia quase parcialmente escondida atrás de Gabriel e o usando como suporte ao mesmo

tempo. “Nesta casa bebem nada além do melhor vinho. Mas existem muitos tipos diferentes e

alguns são horríveis.”

“Alguns vem em uma caixa.” Mamãe estremeceu brincando. Então ela inclinou-se em

meu companheiro e deu um sussurro falso. “Fique comigo, Malachi. Eu sempre terei certeza

que você beba as coisas boas.”

“Eu aprecio o conselho, Marian, Elena,” ele suavemente respondeu. Eu sabia que ele

estava tratando Marian como se fosse um animal de pequeno porte que poderia fugir a

qualquer momento.

“Eu posso lhe fazer uma pergunta?” Marian perguntou, entretanto olhando para mim.

Eu encolhi os ombros e olhei para meu companheiro para dizer que foi para ele. Eu

estava feliz que ela estava tentando, diferentemente de Riley que estava conversando com

Micah e Damian no canto, muito obviamente ignorando meu companheiro. Malachi acenou

com a cabeça, estendeu a mão e tomou minha mão com sua livre.

“Você lembra-se da sua mãe?”

“Não, de modo nenhum,” ele respondeu calmamente. “Eu ouvi alguém dizer que ela

foi morta antes de eu alcançar um ano de idade.”

“Isto é horrível,” Marian disse simpaticamente. “Eu perdi meu filho, sua companheira,

e quatro de suas crianças. Riley foi o único que sobreviveu, e ele era só uma criancinha.”

79
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Eu sinto tanto, Marian.” Eu podia ver as lágrimas nos olhos do meu companheiro e

sabia que ele estava sentindo sua dor e talvez até a raiva de Riley se fosse isso que ele estava

sentindo. Prestes a mudar de assunto, eu olhei para minha mãe, quando Malachi gritou e caiu

no chão. Eu imediatamente coloquei meu vinho sobre a mesa e me ajoelhei ao lado, enquanto

ele segurava sua cabeça e gemia.

“Bebê? Bebê, o que está errado?”

“Hannah. Quem é Hannah?” Ele ofegou quando se ajoelhou de quatro. Seus olhos

arregalados olhando para mim. “Existe uma Hannah aqui?”

“O que você fez demônio?” Riley rosnou quando trocou e veio em nossa direção.

Micah o pegou a tempo quando olhou para mim.

“Se você machucá-la ou o nosso filho vou fodidamente acabar com você, companheiro

do Victor ou não!”

“Ela está em dor, tanta dor,” Malachi choramingou para mim, ignorando todos os

outros. “Você tem que ajudá-la. Ela está assustada, Victor.”

“Como você sabe disso, Malachi?” Micah ofegou tentando controlar seu companheiro.

“É seu dom,” eu respondi quando me sentei no chão e puxei meu companheiro para o

meu colo. “Ele pode sentir a dor das pessoas. Ele sabe se alguém estiver sofrendo ao seu

redor.” Eu olhei para Micah. “Eu nunca disse a ele que Hannah estava aqui ou quem ela era,

Micah, eu juro.”

“Ela não pode respirar, não pode conseguir ajuda,” Malachi gritou. “Ela está com

cólicas e sangrando.” Sua cabeça chicoteou e ele olhou fixamente para Riley.

“Você pode me odiar — você pode me querer morto ou me matar mais tarde. Mas eu

não estou fazendo isto. Ela está chorando por você porque ela pensa que você pode salvá-la.

Ela está assustada, ela está perdendo o bebê e não pode chegar ao telefone.”

80
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Porra!” Riley gritou quando rompeu o aperto de Micah. Eu não sei qual de nós ficou

mais surpreendido, Micah ou eu, quando Riley correndo passou direto por nós e saiu porta a

fora. Num instante, Micah, Marian, minha mãe e todos os outros estavam correndo atrás dele.

“Quem é Hannah?” Malachi sussurrou enquanto se agitava em meus braços. “Ela é

sua irmã?”

“Não, ela está levando o bebê de Micah e Riley,” eu respondi ficando de pé. “É

chamado de substituto. Quando dois homens quiserem um bebê ou uma mulher que não pode

ter, eles vão para uma terceira pessoa e pede-lhe para ter o bebê para eles.”

“Que mulher altruísta.”

“Eu sempre pensei assim.” Eu movimentei a cabeça quando corri para escada. Fomos

para o apartamento de Micah e Riley, sabendo que Hannah estava no quarto de hospedes.

Todo inferno libertou-se lá com Riley latindo ordens e estava fazendo algo no tórax da

Hannah.

“Seu pulmão está prestes a ruir, o bebê está empurrando seu diafragma,” Riley disse

para Micah que estava pálido. Sua cabeça virou rapidamente quando ele nos cheirou, e eu

pensei que ele iria dizer para sair.

Em vez disso, eu tomei o maior choque da noite. “Malachi, você pode dizer se alguém

está com dor quando está desmaiado? Ou se o bebê está se prejudicando?”

“Eu-eu nunca estive ao redor de uma mulher grávida, então eu não sei,” ele

respondeu seus olhos arregalados. Malachi tocou em meu braço, e eu o coloquei sobre seus

pés. Ele andou com as pernas trêmulas e tocou no estômago de Hannah, seus olhos nunca

deixando o de Riley. “Nenhuma dor, assustada, entretanto. O bebê sabe que algo está errado e

está se apavorando.”

“Hannah desmaiou quando chegamos aqui. Você pode senti-la?”

“Ela pensa que está se afogando,” Malachi sussurrou lágrimas descendo pelo seu

rosto. “E seu estômago dói muito mal.”

81
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Obrigado, Malachi,” Riley disse com um aceno de cabeça e voltou ao trabalho. “Nós

não faremos isto no hospital não temos tempo. Eu vou ter que fazer uma cesariana no meu

laboratório. Damian existe um carrinho de serviço lá; será grande suficiente para Hannah. Eu

não quero carregá-la.”

“Eu estou nisto,” Damian respondeu e correu do quarto.

“Seu pulmão está enchendo com líquidos. Micah, eu vou ficar no ar novamente e re-

-inflar seus pulmões, segure este em cima para mim depois de eu a furar.”

“Eles vão ficar bem, Riley?” Micah sussurrou seus olhos dardejando de Riley até

Hannah.

“Eu não sei, meu amor,” Riley respondeu e então apunhalou um tipo de seringa nas

costelas de Hannah. “Mas eu não vou deixá-la ou a nosso filho morrer sem lutar. Então eu

preciso de sua cabeça no jogo agora.”

“Eu estou aqui,” disse Micah firmemente, limpando a garganta quando ele esticou o

braço e segurou a seringa no local. Houve um grande som de assobio que eu assumi que

significava que o ar estava voltando em seus pulmões.

“Vovó, Elena, eu preciso de água morna e uma porrada de toalhas. Leve-as para o

laboratório.”

“Nós estamos nisto,” mamãe respondeu quando pegou a mão de Marian e saíram do

quarto.

“Ela tentou chegar ao telefone. Nós a encontramos no chão quando chegamos aqui.”

Gabriel informou-nos apontando para a mesa de cabeceira. Com certeza o telefone foi

derrubado fora do receptor. “Ela poderia ter sangrado sem qualquer um de nós saber, se

Malachi não a tivesse sentido.”

“Então eu não serei um bastardo dizendo que este dom só lhe causa dor,” eu disse,

começando a ver as peças do destino caindo em seu lugar. “Eu só espero que tenha sido o

suficiente para salva-las.”

82
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

Damian entrou repentinamente no quarto com um carro de serviço grande. Micah

segurou a seringa quando Riley e Gabriel levantaram uma Hannah inconsciente sobre ele e

saíram do quarto tão depressa quanto possível. Era difícil com tudo que tinha acontecido, pois

eles não podiam chacoalhar, especialmente com aquela agulha em seu pulmão.

“O bebê quer sair. Está assustado e quer se mexer,” Malachi disse para Riley enquanto

os seguíamos.

“Não se preocupe, nossa filha sairá de lá assim que chegarmos ao laboratório.” As

portas do elevador se fecharam e os restos de nós correram escada abaixo. Nós chegamos

antes do elevador e deixamos tudo pronto à medida que podíamos. Eu sabia a mesa que Riley

gostaria de usar e a limpei.

Malachi ficou fora do caminho quando minha mãe e Marian entraram direito com o

material, antes dos outros e Hannah no carrinho.

De repente meus assuntos e de Malachi com Riley não importavam.

Isso era a mãe de seu filho e seu bebê que estavam em apuros. Eu não podia imaginar

que tipo de homem poderia operar para salvar seu próprio filho, mas Riley foi o melhor.

Saímos quando estava tudo pronto para não colocar pressão extra à medida que ele trabalha.

Todos se sentaram no corredor antes de Gabriel perceber que Riley provavelmente

usaria seus poderes de curar, bem como seus conhecimentos médicos. Isso tomaria muito dele,

e ele beberia de Micah para ter energia. Que significaria que Micah precisaria de mais sangue.

Ele nos disse aonde ia e correu pra a cozinha.

“Riley vai odiar-me agora ainda mais, Victor?” Malachi perguntou, ainda chorando

baixinho. Puxei-o para o meu colo, enrolei-me em volta dele pra confortar a nós dois. Eu não

tinha qualquer resposta para ele e não queria mentir.

“Não, Malachi,” disse Marian e veio se sentar ao nosso lado. “Você acabou de dar a

eles a chance de salvar a vida de seu filho. Hannah só estava esperando para algumas

semanas, de modo que ninguém podia ter previsto isso. Sem você, Riley e Micah poderiam ter

83
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

a encontrado depois de horas, e até lá teria sido tarde demais. Eu diria que meu neto estará

sempre em dívida com você a partir de agora. Isto é muito longe de odiar você.”

Eu olhei profundamente pra ela. A verdade estava clara, em tudo o que ela disse. Mas

isso importaria para Riley? Ou ele pensaria que Malachi fez isto de alguma maneira e odiaria-

-o ainda mais? Eu não sabia, mas rezei para que Hannah e o bebê se salvassem.

84
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

Capítulo Sete

“Seu sangue está consertando as anomalias do sangue de Malachi,” Riley disse várias

horas mais tarde quando saiu do laboratório.

“Huh?” Perguntei baixinho desde que todos no corredor estavam cochilando.

“Micah me mostrou suas amostras de sangue,” Riley explicou enquanto agachava-se

em minha frente. Malachi estava roncando suavemente em meu colo, mas minha mente estava

muito agitada para dormir.

“Quando terminei a cirurgia, eu chequei as amostras e misturei uma quantia pequena

do sangue dele no seu. Era como nada que eu já tinha visto antes, Victor. Seu sangue curou o

dele.”

“Então, ele poderá sair no sol um dia?”

“Oh sim.” Riley sorriu suavemente quando olhou para o meu companheiro a dormir.

“Ele salvou a vida da minha filha. Ele salvou a vida de Hannah mesmo depois que eu o tratei

como merda.”

“Não, você não fez isto. Eu fui apenas o farol de alerta,” Malachi respondeu com um

bocejo. “E você não me tratou mal, você apenas não gostou de mim. Eu não posso culpá-lo,

depois de tudo o que você passou. Eu só esperava que um dia você entendesse que nunca te

machucaria e que eu não era um demônio real.”

“Eu sei disso agora, Malachi.” Os olhos de Riley se encheram de lágrimas enquanto ele

enxugava com o dorso da mão. “Sinto muito por ter sido um bastardo. Quando eu pensei

sobre alguém sendo parte demônio ou que cheirava a um, vivendo na casa com meu

companheiro, avó e minha filha que ia nascer eu não estava disposto a correr o risco.”

“A mãe e o bebê estão bem agora?”

85
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Sim,” Riley respondeu quando tomou a mão do meu companheiro na sua. “Nós

demos o nome de Carolyn Angel Marius. Carolyn era o nome da minha mãe, mas nós

colocamos Angel por sua causa, Malachi.”

“Eu–eu não entendo,” Malachi sussurrou e olhou para mim. “Meu nome não é

Angel.”

“Mas é isso o que seu nome significa,” Riley explicou, esperando Malachi conectar os

pontos. “Você é o Angel desta família. Você ama Victor, que esperou um tempo muito, muito

longo para ter seu companheiro. Você ajudou a mim e a minha avó a lidar com a morte de

nossa família, que nós devíamos ter feito há séculos atrás e agora você salvou Hannah e

Carolyn.”

“Eu estou tão feliz que elas estão bem.”

“Há mais,” Riley disse e olhou para mim antes de se virar. Eu sabia o que ele estava

fazendo quando puxou sua camisa, mas Malachi ficou duro em meu colo. “Minha avó

escolheu a estátua do Anjo da Misericórdia quando nós enterramos minha família porque ela

pensou que, pelo menos, eles todos foram juntos. Eu nunca entendi isto, desde que eu era tão

pequeno quando aconteceu. Mas eu queria uma memória viva em meu corpo para eles.”

“É tão bonito e tão triste ao mesmo tempo,” Malachi sussurrou quando ele estendeu a

mão e traçou os nomes.

“Mas eu entendo agora, desde que você chegou a nossas vidas,” disse Riley quando se

virou e voltou a colocar a camisa. “Por mais que minha avó e eu sofremos e lamentamos nossa

perda, eu não posso imaginar quanta dor meus pais ou um deles teriam se tivessem

sobrevivido também. Ela entendeu porque ela teve filhos. Eu não tinha percebido isso até hoje

quando quase perdi minha filha. É algo que eu penso que jamais poderia me recuperar.”

“Você descobriria uma maneira,” Marian disse suavemente. E foi então que percebi

que ela não estava mais adormecida em meu ombro. “E para mim, eu tive você. Nós tivemos

um ao outro. Seu pai te salvou Riley. Eu não iria deixar aquele sacrifício se perder, quando

86
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

tudo que eu queria era enrolar-se em uma bola e morrer eu mesmo. Hannah e o bebê estão

bem?”

“De uma olhada por si mesma,” Micah sussurrou da entrada do laboratório. Eu assisti

quando meu irmão mais jovem colocou uma linda menina nos braços de Marian. “Ela se

parece com Riley.”

“Era cinquenta a cinquenta a chance de se parecer com qualquer um de nós.” Riley riu

quando ele inclinou-se para Micah. O bebê bocejou e abriu seus olhos, olhando para Marian.

Com certeza ela tinha cabelos pretos e os olhos azuis brilhantes de Riley.

“Você deu o nome de Carolyn?”

“Sim, Carolyn Angel Marius,” Micah respondeu e olhou para o meu companheiro.

“Depois que um anjo ajudou à salva-la.”

“Eu só posso sentir quando as pessoas estão com dor,” Malachi sussurrou e passou o

braço em volta de mim. “Victor, todos estão me olhando de um jeito engraçado. Quase como

você olha para mim às vezes.”

“Eles estão olhando para você com amor, meu companheiro,” eu sussurrei e beijei sua

testa. “É como eles olham para mim como um irmão que eles amam. Não é uma coisa ruim,

quer dizer que eles vêem você como família agora.”

“Eu–eu não sei como fazer parte de uma família,” ele gaguejou enquanto segurava em

mim mais apertado.

“Eu também não, Malachi,” Patrick disse gentilmente, e eu vi que todos estavam

acordados agora. Minha mãe sentou-se ao lado de Marian e estava mimando o bebê. “Você

aprenderá irmão. Em uma família como esta você aprenderá realmente depressa o que é uma

família amorosa.”

“Eu tentarei.”

“Eu estava dizendo a Victor antes de você acordar que eu testei seu sangue.”

87
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

Riley disse quando se levantou e puxou Micah ao lado dele. Meu pequeno irmão não

quis saber daquilo e ergueu seu companheiro cansado em seu colo. “O sangue de Victor cura o

seu. Então você realmente não é um demônio, Malachi. Você tem uma anormalidade no

sangue, provavelmente por estar dentro de sua mãe no último mês quando ela se tornou um

demônio. Seu sangue é de vampiro.”

“Sério?” Malachi ofegou e então girou sua cabeça para beijar-me depressa. “Então

Victor pode me reivindicar? Eu não o queimarei?”

“Não. Eu quero determinar uma forma de reservarmos algum sangue extra de Victor,

para deixaremos para alguns dias. Então ele vai beber de você e você beberá das bolsas. Isso

deverá ser o suficiente para transferir bastante sangue para curá-lo.”

“Você poderá estar no sol e ter o cheiro de um vampiro.”

“Você realmente me salvou,” meu companheiro gritou suavemente, girou-se em meu

colo e abraçou-me fortemente. “Eu amo você, Victor.”

“Eu também amo você, bebê,” eu suspirei por tantos problemas deixando meus

ombros naquele momento. Hannah e o bebê estavam bem. Riley não odiava meu companheiro

mais e nos ajudou. Malachi não era realmente parte demônio e poderíamos ajudá-lo. Que era

uma responsabilidade muito grande, depois de tudo.

“Riley não lhe contou a melhor parte,” Micah disse com um sorriso presunçoso. “Nós

testamos seu sangue com o do Riley e com o meu sangue. Não funcionou. É somente o sangue

de Victor que cura o seu.”

“Como isto é possível?” Eu ofeguei, olhando entre o dois deles.

“Eu não sei.” Riley encolheu os ombros. “Pode ser porque é muito mais velho do que

nós, portanto, seu sangue é consequentemente apenas mais forte. Mas eu vou ser romântico e

penso que é o destino. O destino organizou isso para que você pudesse curar Malachi como ele

te curou.”

“Eu não precisava ser curado?”

88
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Cara, você não estava quebrado, mas você não era nada amoroso e paciente com

qualquer um,” Micah respondeu, rolando seus olhos. “Eu nunca vi você chorar antes, irmão.”

“Eu não estou chorando. Meus olhos estão coçando,” eu murmurei quando Malachi

recostou-se no meu colo e limpou as lágrimas que escorriam pelo meu rosto.

“Ele chorou quando cada um de seus irmãos nasceu,” disse sua mãe sorrindo para

mim. “Ele era a única pessoa que estava aqui quando Stefan nasceu. Seu pai estava fora em

uma missão quando entrei em trabalho de parto. Victor que cortou o cordão umbilical.”

“Mãe,” eu sussurrei, querendo que ela parasse.

“Não, Victor,” ela respondeu com firmeza. “É hora de eles saberem.” Ela olhou para

Micah, Stefan, Gabriel, e Damian um por vez. “Victor também fez um juramento de sangue

quando cada um de vocês veio ao mundo. Ele jurou na frente de testemunhas que sempre

protegeria cada um de vocês e daria sua vida por vocês.”

“Por que, Victor?” Stefan ofegou, olhando para mim como se nunca tivesse me visto

antes.

“Vocês eram todos meus irmãozinhos.” Eu encolhi os ombros, olhando para o meu

colo. Malachi tomou meu rosto em suas mãos e o levantou para olhar para eles.

“Vocês eram mais importantes para mim que minha própria vida. Eu amei cada um

de vocês desde o momento que nasceram.”

“E ele nunca faltou em nenhum nascimento,” disse sua mãe com um sorriso. “Victor

chorou de alegria quando cada um de vocês nasceu. Ele sempre tem sido o grande irmão

protetor, mas ele é mais que capaz de ter emoção. Eu apenas nunca o vi mostrar na frente de

todos, até Malachi.”

“Ele me abriu,” eu sussurrei, olhando para o meu companheiro. “Então de repente eu

não queria ser apenas o protetor da família. Ele me mostrou o quão importante era ser sempre

honesto e aberto com as pessoas que eu amo.”

89
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“E é por isso que ele é o Anjo desta família,” sua mãe respondeu e moveu-se assim ela

pode beijar Malachi e então a mim na bochecha. Parece que meu companheiro foi mais que

aceito agora, e ele era amado por minha família. E maldição meus olhos começaram a vazar.

“A sensação é tão estranha.” Malachi gemeu quando deixamos o laboratório de Riley

mais tarde no dia seguinte. Ele estava caminhando engraçado depois de nosso banho pela

manhã, onde eu tocava sua bunda e inseria um grande plug anal, enquanto dava-lhe um

boquete. Nós tínhamos acabado de deixar Riley retirar litros de sangue de mim para seu

plano, eu estava me sentindo sedento e outras coisas as mais ao vê-lo mexer sua bunda.

“Você está dolorido, bebê?” Eu perguntei, envolvendo meus braços ao redor dele e

aninhando em seu pescoço. “Eu posso beijá-lo e tudo mais que você quiser.”

“Não, nenhuma dor. Só parece estranho,” ele arquejou quando empurrou sua bunda

para trás contra minha virilha. “Você ainda me beijará desde o que disse a você a verdade?”

“Eu planejo fodê-lo em varias posições assim que voltarmos para o nosso quarto.”

“Sim, por favor,” ele choramingou quando começamos a andar mais rápido. Nós

paramos rapidamente na cozinha e eu peguei bolsas de sangue, algumas bebidas e alguns

lanches. A mãe foi abrir a boca, mas Damian estava lá para cobrir tudo. Ele riu quando dei a

ele uma piscada e praticamente arrastei meu companheiro de lá, subi as escadas e então para o

nosso apartamento.

“Você quer ser meu submisso, bebê?” Eu ronronei quando larguei tudo no sofá de

nossa sala caindo pesadamente.

90
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Eu não estou certo o que isso significa ou o que eu teria que fazer,” Malachi disse

nervosamente pulando de pé em pé.

“Quer dizer que você fará tudo o que eu digo,” eu respondi com um grunhido. “A

menos que você não queira. É só um jogo, e eu quero que você aprecie isto. Então se há algo

que você não goste ou não queira fazer, diga-me e pararemos ok?”

“Certo,” ele ofegou com os olhos cheios de luxúria. Ele movimentou a cabeça

rapidamente e moveu-se para mim.

“Pare,” eu ordenei e meu companheiro congelou. Eu olhei seu corpo flexível de cima

abaixo e lambi meus lábios. Ele havia engordado alguns quilos ao longo dos últimos dias e não

parecia tão desnutrido. Ele parecia impressionante. “Eu quero que você tire lentamente suas

roupas para o meu prazer da visão enquanto me sento aqui e bebo meu sangue.”

“Sim, Victor,” Malachi gritou. Ele agarrou a bainha de sua camisa e começou a puxá-la

enquanto bebia minha primeira bolsa. Eu gemi quando ele chegou a seus pequenos mamilos

rosa pálido que estavam duros. Quando a camisa estava fora, ele jogou seus sapatos de lado.

“Espere, eu quero que você belisque seus mamilos para mim, Malachi. Torne-os

agradáveis, duros e vermelhos para mim, para que eu possa lambê-los melhor.” Eu terminei a

primeira bolsa e peguei uma segunda.

“Oh Deus,” ele gemeu quando fez o que eu pedi. Sua cabeça foi lançada para trás,

levantando seus ombros e seu peito arfava, ele correu a mão em seu peito. Foi a visão mais

erótica da minha vida.

“Mais duro bebê. Eu os quero bons e torturados para minha língua.”

“Torturado de uma boa maneira, como nós conversamos, certo?”

“Sim, de uma boa maneira.” Eu rosnei quando ele beliscou com força. Eu joguei a

segunda bolsa drenada e comecei uma terceira. Parte de mim queria pular isto e ir direto tocar

meu quente companheiro, mas Riley fez-me prometer reabastecer-me imediatamente. “Bom,

agora passe sua mão em seu tórax e abdômen antes de tirar suas calças.”

91
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

Suas mãos tremiam enquanto corria suas mãos através de sua pele firme, fazendo o

que eu queria. Eu rosnei minha aprovação quando ele abriu sua calça e seu pau duro bateu

contra sua pele, deixando gotas de pré-sêmen contra seu estômago. Malachi olhou-me sob

seus longos cílios enquanto continuava a ofegar de desejo.

“Traga seu corpo aqui,” eu ordenei e joguei minha última bolsa e abri bem minhas

coxas. Ele caminhou até que seus joelhos atingiram o sofá. Debrucei-me, envolvendo um braço

em sua volta e coloquei seu mamilo em minha boca. Ele gemeu docemente e segurou em meus

ombros para manter o equilíbrio. “Meu pequeno submisso gosta disso?”

“Sim, muito, mas eu quero mais.” Ele gemeu quando mudei para o outro. Mordi com

força e ele quase caiu de joelhos. Num instante eu o segurei e puxei para baixo seu jeans e

comecei a lamber a cabeça de seu pênis. “Você realmente gosta de fazer isto, não é? Não é nem

meio dia e você está comendo meu pau novamente.”

“Você está reclamando?” Eu perguntei, olhando para ele com uma sobrancelha

erguida. “Eu posso parar se você não gostar.”

“Não, eu gosto, eu gosto. Por favor, não pare, Victor,” ele implorou enquanto movia

seus quadris, tentando dizer-me onde colocar minha boca novamente. “Eu só precisar saber se

você gosta disto, também, isto é tudo.”

“Eu estava te provocando, bebê.”

“Oh, ok, provocar está bem,” ele gemeu quando comecei a lamber novamente.

“Mas você ainda está vestido.”

“Sim, eu quero olhar somente pra você nu.” Eu rosnei e debrucei-me de volta. Eu

gesticulei para uma cadeira de couro. “Vá se sentar lá, coloque uma perna de cada lado sobre o

braço, e deixe essa bonita bunda em exposição para mim.”

Ele ofegou quando virou e viu a cadeira que eu estava falando, obviamente

mostrando-me compreensão. Seu corpo inteiro tremeu quando alcançou a cadeira. Meu

companheiro lentamente se virou e sentou na cadeira e lentamente levantou uma perna de

92
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

cada vez nos braços da cadeira. Do momento que ele se sentou, seus olhos nunca deixaram os

meus.

Eu, por sua vez, deixei minha boca aberta, para ele ver que minhas presas ainda

estavam para baixo, embora não estivesse mais bebendo. Um sinal claro que eu estava ligado.

Eu falava com uma voz rouca que nunca tinha usado antes. “Meneie esse plug em sua

pequena e apertada bunda.”

“Assim?” Ele gemeu empurrou até o fim. Então ele começou a puxar para fora antes

de empurrar novamente. “Ou assim?”

“Ambos,” eu rosnei quando cheguei até seus pés e comecei a arrancar minhas roupas.

“Você está tentando provocar seu companheiro, Malachi?”

“Oh sim,” ele respondeu com um sorriso endiabrado. “Eu quero meu homem todo

macho e dominante sobre mim.”

“Missão cumprida.” Eu fui para cima dele, assim que estava nu, meu pau grosso

saltando enquanto me movia. Meus olhos estavam focados enquanto ele seguia meus

movimentos. “Isto vai ser duro e rápido, Malachi. Eu preciso de você para dizer se eu estou te

machucando.”

“Só me fode, Victor,” Malachi choramingou pouco antes de esmagar minha boca com

a dele. Ele abriu para mim imediatamente, submetendo a si mesmo ao meu desejo. Eu fodi sua

boca do jeito que eu estava contando em foder sua pequena bunda. Descendo, eu puxei o plug,

obtendo um gemido alto de meu companheiro em resposta. Eu alinhei meu pênis e afundei

dentro dele com uma punhalada dura.

“De quem é essa bunda, bebê?”

“Sua só sua.” Ele ofegou quando comecei a bater nele.

“Oh meu Deus, isto é tão bom quanto lento e suave. Mas eu gosto ainda mais deste

momento. Eu preciso de você para me dominar.”

93
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Sim,” eu silvei, batendo nele. Seu calor molhado sentia-se como um céu em volta do

meu pau. “Meu. Todo meu. Cada centímetro de você é meu Malachi.”

“Sim, seu, seu, Victor,” ele cantou enquanto agarrava-se sobre meus bíceps. A cadeira

estava rangendo e balançando tanto, da maneira que ele estava fodendo-me, que ficou

parcialmente surpreso que ela não quebrou. “Eu amo você, meu companheiro.”

“Eu amo você, também, bebê,” eu grunhi enquanto o fodia mais duro. Eu nunca tinha

possuído ninguém tão fortemente quanto estava tomando ele. Ele estava selvagem abaixo de

mim, e eu sabia que ele estava amando cada segundo. “Venha por mim agora, Malachi.”

Ele jogou sua cabeça para trás e gritou atirando cordas de sua semente perolada por

toda parte em nós. Eu gemi quando sua bunda apertou meu pênis enquanto continua

empurrando duro nele. Era animalesco, necessitado, carnal e perfeito. Eu rugi minha liberação

enquanto bombeava todo o meu corpo nele. Ver meu pau bater em seu corpo firme enquanto

gozava fez-me ainda mais necessitado. Assim que nossos orgasmos tinham terminado, eu o

levantei sentando na cadeira.

“Você ainda está duro,” ele sussurrou em meu pescoço enquanto lambia e mordiscava.

“Porque eu não posso conseguir o suficiente de você,” eu respirei e apertei sua bunda

dura. “Seu corpo é como céu para mim, e eu quero mais.”

“Qualquer coisa que você quiser meu companheiro.”

“Resposta certa,” eu rosnei e alcancei entre nós e corri um dedo encima da fenda de

seu pênis. Pareceu que eu não era o único que estava ainda duro. “Monte-me, bebê. Eu quero

você fodendo a si mesmo em meu pau.”

“E se eu machucar você?” Ele perguntou, olhando em meus olhos e segurando meu

rosto. “Eu nunca fiz isto antes, e não quero estragar tudo.”

“Você não irá.” Eu beijei a palma de sua mão e olhei para ele.

“Seu corpo saberá o que fazer com o seu companheiro, bebê. Monte em mim e tenha

prazer com meu corpo e meu amor.”

94
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Sim,” ele sussurrou , ergueu seus quadris e se preparou com suas mãos em seu tórax.

Seus olhos arregalaram enquanto ele descia sua bunda encostando sobre minhas coxas. “Eu

gosto disto. É divertido. Eu estou no controle, mas você é da mesma forma responsável.”

“Exatamente,” eu ronronei, tocando suavemente em seu pênis para provocá-lo. Era

uma briga não assumir o comando e dar punhaladas nele, mas ele precisava entender que ele

tinha um grande papel em nossa vida sexual como eu tinha.

“É isso ai, bebê. É tão bom.”

“Não é suficiente,” ele gemeu depois de vários minutos me montando.

“Eu preciso mais, mas não sei como obtê-lo.”

“Essas são as necessidades do meu companheiro?” Eu perguntei enquanto

empurrava-o para cima duro o suficiente para quase jogá-lo do meu colo.

“Foda-se, sim. Por favor, faça isto novamente, Victor,” ele implorou. Suas mãos

agarrando duramente meus ombros para dar a ele um equilíbrio melhor.

“Você está implorando por isto? Eu gosto quando você implora Malachi.”

“Sim, eu estou implorando. Por favor, não me provoque! Foda-me, Victor. Tome seu

companheiro até que eu não possa caminhar e então me leve novamente. Eu sou todo seu, e eu

quero, eu quero você!”

“Jesus, você implora tão docemente,” eu gemi e então comecei a fodê-lo. Ele me

montou, encontrando meus quadris em cada punhalada à medida que ofegava, e olhava em

meus olhos. Não levou muito tempo até que nós dois gritamos e gozamos duros. Quando

estávamos exaustos, meu companheiro caiu contra mim como um talharim molhado enquanto

tentávamos recuperar a respiração.

“Tão agradável” ele ofegou vários minutos mais tarde quando se levantou. Sorrindo

amplamente para mim, ele meneou suas sobrancelhas e me deu um sorriso estelar. “Diga-me

que vamos fazer isto novamente.”

95
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Oh sim,” eu rosnei brincando e movi para lamber seus lábios. “Eu gostei de você em

cima, era fodidamente quente. Nós vamos fazer muito isto.”

“Depois de um rápido cochilo é cedo demais?” Malachi perguntou inocentemente

enquanto descia do meu colo.

“Que tal agora.” Eu uivei e saltei para ele. Ele riu enquanto corria fora do meu alcance.

“Você está desobedecendo a seu macho dominante?”

“O que acontece se eu desobedecer?” Seus olhos brilhavam com malicia e luxúria

enquanto caminhava em direção a nosso quarto, colocando um balanço extra em seus quadris

à medida que se movia. “Patrick me mostrou um site em seu laptop, eu achei muito

interessante.”

“Que site?” Eu perguntei enquanto o perseguia completamente confuso sobre a

mudança de assunto.

“Ele o chamou de pornografia.” Malachi sorriu e balançou suas sobrancelhas para

mim. “Eu estava nervoso sobre nossa vida sexual e como podia agradá-lo, então eu perguntei

para Patrick se existia uma maneira onde eu poderia aprender. Ele me mostrou este site, que

me ensinou muitas coisas e um monte de coisas que as muitas pessoas gostam de fazer,

Victor.”

“Deus, amo meu cunhado.” Eu gemi e meu pênis começou a encher novamente.

“Então é por isso que você perguntou se poderia ser castigado por ser mal?”

“Oh sim,” ele falou lentamente enquanto se movia em direção ao banheiro. Vi então

que minha porra estava vazando de sua apertada bunda, para baixo em sua perna.

“Bebê, isto é maltidamente quente,” eu sussurrei gesticulando para o que eu estava

olhando. “Se você não parar de me provocar, nós vamos explorar todos os tipos de castigos.”

“Bom, porque eu fiquei duro quando um dos sujeitos estava levando palmadas e fez-

-me querer que você me espalmasse, Victor.”

96
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Foda-se sim,” eu gritei com meus olhos abrindo amplamente. Um de meus desejos

mais sombrios era espalmar a bunda de meu companheiro deixando-a toda vermelha com

marcas da minha mão. Eu corri atrás do meu pequeno companheiro, que riu e trancou a porta

do banheiro no meu rosto. Virando a maçaneta eu percebi que ele tinha trancado.

“Bebê, você vai ser castigado por horas se não destrancar esta porta.”

“Promete?”

Oh merda, eu tinha criado um monstro. E eu iria amar fodidamente cada segundo

disto. Meu coração estava cheio de amor por meu companheiro que me superou tanto e já

estava provocando-me para expandir nossa vida de sexual. O quão surpreendente meu

companheiro era? E o quão sortudo eu era?

97
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

Capítulo Oito

“Eu não posso fazer isso porra, Elena!” Eu ouvi Malachi gritar dois dias depois

quando eu estava caminhando na cozinha. Eu não queria estar lá e ser um intrometido, mas eu

estava chocado com a explosão vindo dele. “Eu nunca vou conseguir isto.”

“Malachi, a linguagem,” sua mãe o repreendeu e apontou para a cadeira que meu

companheiro tinha acabado de saltar e ele se sentou.

“Desculpe-me, eu só sinto como se estivesse batendo minha cabeça contra a parede.”

“Você está sendo muito duro com você mesmo,” minha mãe disse suavemente e

apontou para os livros e papéis em sua frente. “Você realizou em dias o que leva anos para

uma criança aprender. Basta ter paciência e todas as peças se encaixarão no lugar um pouco a

cada dia.”

“Os demônios estavam certos. Eu sou estúpido,” ele suspirou e colocou sua cabeça na

mesa. “Eles disseram que eu era estúpido e inútil, e eu estou finalmente concordando com

eles. Eu pensei que se pudesse sair daquela caverna poderia provar que eles estavam errados,

mas eu estou apenas mostrando que eles estavam certos.”

“Mãe, você pode nos dar licença, por favor?” Eu perguntei com a voz fria e

extremamente irritado com meu companheiro. Sua cabeça levantou e minha mãe concordou

com um sorriso. Ela provavelmente sabia muito bem que eu ia ter uma conversa dura com ele.

Ela só não sabia como eu planejei fazê-lo. Ou pelo menos eu não esperava. “Eu devolverei seu

aluno depois dele tomar um tempo e ajustar sua atitude.”

“Vá devagar com ele, Victor,” ela disse suavemente quando cheguei até ele. “Isto é

difícil para ele.”

“Eu entendo,” respondi, e eu entendia, mas eu não teria meu companheiro sentado e

depreciando a si mesmo. Eu levantei Malachi e o lancei por cima de meu ombro e ele soltou

um grito de choque.

98
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Sinto muito, Victor, ok? Eu não devia ter dito aquelas coisas.”

“Não, você não devia,” eu disse enquanto corria para fora da cozinha e subia a escada.

“Mas você só está arrependido porque estou chateado, não porque você acredita que não seja

estúpido. E eu não terei meu inteligente companheiro pensando isso de si mesmo.”

“Victor, vamos, por favor?” Ele choramingou e batia em minhas costas enquanto

estávamos indo para nosso apartamento. “Eu não sou uma criança! Coloque-me para baixo e

pare de agir assim.”

“Você está se comportando como uma criança, e eu o tratarei como tal,” eu respondi

quando entramos em nosso quarto. Eu o coloquei sobre seus pés e arranquei suas roupas.

“Você precisa ser castigado pelo seu comportamento, e eu vou bater em você até que concorde

comigo que você é inteligente.”

“Eu não concordarei com isto,” Malachi disse firmemente, cruzou seus braços sobre o

peito e deu-me um olhar mortal. “E eu não quero jogar agora ou apanhar. Eu não estou no

clima.”

“Castigo não é para quando você estiver no clima, meu companheiro.” Eu apenas

rosnei minhas palavras quando me sentei na cama e o coloquei sobre meu colo. Ele se

contorceu e lutou, mas era fácil mantê-lo lá com uma mão. Eu bati em sua bunda com a outra

mão. “Isto é por falar mal de si mesmo.” Eu o castiguei várias vezes em sucessões rápidas.

“Isto é por não acreditar em si mesmo e ser paciente depois de tudo que passou.”

“Eu entendo, então você pode parar,” ele disse, mas eu podia sentir seu pênis duro

preso entre minhas pernas. “Tudo bem, eu preciso ser mais paciente.”

“Admita que você é inteligente,” eu rosnei. Quando ele não respondeu, eu bati cinco

vezes em cada bochecha de sua bunda. “Eu posso fazer isto o dia todo, bebê. Eu até começarei

mais lento. Admita que você não é estúpido.”

“Não,” ele sussurrou enquanto agarrava minha perna com força. Eu o castiguei mais

duro desta vez e ele gritou em choque. “Eu não vou mentir pra você!”

99
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Por que você pensa que é estúpido, Malachi?” Eu perguntei, percebendo que estava

tão chateado com o que ele disse, mas eu não sabia por que ele tinha dito aquilo.

“Explique-me.”

“Nós estamos trabalhando na leitura e escrita por quatro dias e eu ainda não posso

escrever meu nome em letra cursiva.”

“Oh, bebê,” eu suspirei e o movi para escarranchá-lo em meu colo, em seguida, o

abraçá-lo. “Você pode copiar seu nome?”

“Sim, mas eu não posso assiná-lo,” ele sussurrou contra meu pescoço. “Sua mãe vai

ficar chateada comigo e parar de me ensinar.”

“Agora você pode parar por aí mesmo,” eu rosnei e bati em sua bunda algumas vezes

com ambas as mãos. “Minha mãe é uma professora maravilhosa. Você não se atreva a pensar

pouco dela. Ela ensinou sete meninos teimosos tudo que eles sabem e nunca, desistiu de nós.”

“Eu não quis dizer isto como uma forma negativa contra Elena, eu juro, Victor,” ele

declarou firmemente e recostou-se para que pudesse olhar em meus olhos. “Sua mãe é

maravilhosa. Eu já a amo tanto. Eu só quis dizer que todo mundo tem seu ponto de ruptura e

eu estou indo empurrar o dela.”

“Não vai acontecer, bebê,” eu disse antes de beijar seus lábios suavemente.

“Minha mãe tem a paciência de uma santa.”

“Certo, eu posso acreditar nisto. Eu só não penso que seja justo ela ficar presa com um

aluno tão ruim.”

“Pare com isso,” eu rosnei e voltei a virá-lo sobre meu colo. Eu o castiguei duro

novamente, inúmeras vezes. Eu estava preocupado que o estava machucando, entretanto eu

senti o pré-sêmen vazar de seu pênis sobre minha calça jeans. “Você aprendeu como escrever

em quatro dias. O que mais você aprendeu?”

“Eu acabei de terminar o último daqueles vídeos e li alguns livros de crianças. Elena

quer que eu tente um livro do primeiro grau no próximo nível de leitura.”

100
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Bebê, isto é incrível,” eu ofeguei com aquela última palavra. Puxei-o de volta sobre

meu colo, garantindo que tinha conseguido meu ponto de vista. “Você confia em minha mãe?”

“Claro, Elena é ótima, é só —”

Eu cobri sua boca com minha mão, cortando-o. “Você confia em mim, Malachi?”

Ele arqueou suas sobrancelhas e movimentou a cabeça como se pudesse quase vê-lo

fazendo a conexão para o que eu estava prestes a dizer. Eu lentamente removi minha mão de

sua boca e esfreguei-a sobre seu rosto.

“Então você confia que nós nunca mentiríamos para você, bebê. Eu tenho fé em você,

Malachi. E minha mãe diz que você está fazendo um ótimo trabalho. Acho que você está

trabalhando muito e agora ouvindo o que você realizou, eu estou explodindo de orgulho.”

“Está”? Ele sussurrou, arregalando seus olhos.

“Estou” eu movimentei a cabeça, sorrindo para ele. “Existe um ditado popular, ‘você

não pode ensinar a um cão velho novos truques. ’ Aprender fica mais difícil quanto mais velho

você é, Malachi. Você fez tudo isso em quatro dias, bebê. Eu sei que você não é uma criança,

mas leva há eles anos para aprender a escrever ou a cursiva. De um tempo a você mesmo,

certo?”

“Você está certo que estou fazendo melhor que a maioria iria?” Malachi perguntou

hesitante depois de alguns instantes.

“Eu estou muito certo. De a você mesmo alguma folga. Faz quatro dias, Malachi.

Inferno, a Bíblia diz que Deus levou sete para criar tudo. Eu penso que você pode dar a si

mesmo mais tempo que isso para ler e escrever em letra cursiva.”

“Bom ponto.” Ele riu enquanto se contorcia em meu colo e beijou meu pescoço.

“Entãoooo, meu castigo acabou e nós poderíamos fazer sexo?”

“Você gostaria de fazer sexo?” Eu rosnei e belisquei seu ombro.

“Bem, eu estava pensando que poderíamos tê-lo enquanto meu castigo ainda estava

acontecendo?”

101
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Oh? O que você teve em mente?” Eu perguntei, me inclinando para trás e arrancando

minha camisa.

“Eu estava pensando que você poderia curvar-me sobre a cama e me bater enquanto

me fodia,” ele disse calmamente com suas bochechas coradas. Elas estavam oficialmente da

mesma cor que sua bunda depois da surra que lhe dei.

“Hmmm, acho que gosto dessa ideia,” eu gemi enquanto esfregava sua bunda,

conseguindo um gemido de meu companheiro. “Eu fui muito duro com você, bebê?”

“Não, e você estava certo de usar a surra para tirar meu medo,” ele respondeu quando

deslizou para fora do meu colo. “Você sabia qual era o ponto, então não era realmente um

castigo. Mais você está certo, eu posso duvidar de mim, e é como me sinto às vezes, mas eu

confio em você e Elena. Eu não tenho nenhum direito em pensar que qualquer um de vocês

mentiria para mim. Eu não estava pensando — eu estava deixando minhas dúvidas me

controlar.”

“E agora?” Eu estava tirando minhas roupas tão rápido quanto era possível para um

vampiro, querendo o assunto resolvido e partindo para coisas melhores.

“E agora eu acredito em você e preciso me dar uma chance.” Ele encolheu os ombros.

Malachi curvou acima da cama, seus pés no chão e seu peso em seus braços. Gemi com a visão

de ele encontrar um novo caminho para apresentar-se para mim. “Eu ainda não vou dizer que

eu penso que sou inteligente, mas não declararei que eu sou estúpido.”

“É um começo,” eu disse quando movi para trás dele, esfregando as bochechas de sua

bunda. Eu olhei para as marcas de mãos que fiz e fique duro como prego. “Eu realmente gostei

de marcar sua linda bunda firme, Malachi.”

“Eu gostei disto, também,” ele choramingou quando empurrou sua bunda dura em

minhas mãos.

“Não seja tão exigente,” eu rosnei e dei um tapa em sua bunda. Meu companheiro

gemeu quando segurou na cama. “Você sabe que gosto quando você implora Malachi.”

102
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Por favor, Victor, marque minha bunda com sua mão. De ao seu companheiro mais

do que ele precisa!”

“Eu sei o que você precisa.” Eu ronronei e abriu mais suas pernas com meu pé. Eu dei

um tapinha gentil em seu saco, e meu bebê gritou e arqueou suas costas. A visão foi de tirar o

fôlego. “Será que você gosta disso, bebê? Você quer mais?”

“Sim, por favor, oh sim,” ele silvou. Eu continuei entre tapinhas suaves em suas bolas

e tapas duros em sua bunda, certificando-me em mexer seu plug anal.

Malachi foi à loucura, fazendo alguns dos sons mais bonitos eu já ouvira na cama.

Quando eu não podia aguentar mais, eu retirei o plug e alinhei meu pênis.

“Hora de recompensá-lo por ter tomado seu castigo e ser um bom companheiro.” Eu

grunhi quando empurrei nele, nossas bolas batendo umas contra outras. Eu não comecei lento,

imaginando que nós dois estávamos prontos para um passeio áspero. Ele já estava lubrificado

e estirado pelo plug, então eu sabia que não iria machucá-lo.

“Duro, Victor. De isto mais duro,” Malachi implorou em voz alta. “Oh foda-se, eu

posso senti-lo em todos os lugares. É tão bom que eu não quero que tenha fim.”

“Nós podemos fazer isto novamente, bebê.”

“Promete?” Ele arquejou debaixo de minhas punhaladas rápidas e olhou por cima dos

ombros. Eu senti um sorriso selvagem espalhando por meu rosto enquanto fodia-o ainda mais

duro.

“Oh inferno sim,” eu grunhi entre punhaladas, movendo-se mais rápido para enfatizar

meu ponto. “Venha por mim agora!”

“Victor,” Malachi gritou tão alto que eu percebi que as janelas tremerem quando ele

ficou duro e gozou. Sua bunda estava exigindo minha liberação, quando ele gritou uma nova

onda de seu orgasmo. Segui-o, rugindo enquanto gozava dentro dele. Quando nós estávamos

exaustos, eu desabei ao seu lado para não esmagá-lo.

103
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Eu amo você, Malachi,” eu ofeguei vários minutos mais tarde enquanto envolvia-me

ao redor dele.

“Eu amo você, também, meu companheiro,” ele respondeu e se virou. Ele aninhou seu

rosto em meu pescoço e lançou uma perna em cima de meus quadris. Era como se nós

estivéssemos tentando rastejar dentro do outro, mas eu sabia que era tarde demais. Malachi

era uma parte de mim e eu não poderia livrar-me dele nem se tentasse. E eu sabia que nunca

iria ou iria querer que ele fosse.

“Vocês estão prontos para isto?” Riley perguntou a ambos naquele dia mais tarde

quando estávamos sentados em seu laboratório.

“Tem certeza que não machucará Victor?” Malachi perguntou hesitante novamente.

Ele expressou suas preocupações sobre eu estar tomando tanto do seu sangue antes dele o

recarregá-lo com o meu sangue, que Riley tinha tirado.

“Ele provavelmente estará um pouco cansado hoje, mas isso deve ser o pior. Se sentirá

como se tivesse sido atropelado e com fome extra por um par de dias. Eu não posso garantir,

desde que isto nunca foi feito antes.”

“Nós sabemos, Riley,” eu disse, dando-lhe um sorriso mais confiante do que eu estava

sentindo.

“Você está preocupado,” Malachi sussurrou para mim quando o levantei sobre o

balcão. “Eu posso sentir isto.”

104
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Eu confio em Riley,” eu respondi devagar, escolhendo minhas palavras

cuidadosamente.

“Mas sim, há sempre um risco, e você é meu companheiro, bebê. Eu vou me

preocupar. Se eu pensasse que isso não iria funcionar, eu nunca iria fazê-lo, certo?”

“Certo, vamos fazer isto então,” ele respondeu depois de um momento, dando a mim

um aceno com a cabeça. Então, ele inclinou seu pescoço e abriu suas pernas para que eu

pudesse permanecer entre elas.

“Eu darei a vocês alguns minutos desde que isto é sua primeira vez.”

Riley disse suavemente e saiu pela porta.

“Eu me dou a você livremente, Victor,” Malachi sussurrou olhando em meus olhos.

Ele me moveu entre suas coxas e nossas virilhas estavam se tocando enquanto ele corria sua

mão em meu peito. “Eu sou seu, meu companheiro”.

“Meu coração, minha alma, meu corpo e meu próprio ser pertence a você.”

“Obrigado,” eu respondi bem baixinho e envolvi uma mão em seu cabelo enquanto

minha outra mão correu pelas costas para segura-lo para mim. Eu lambi seu pescoço com

golpes longos e suaves enquanto coloquei minha mão atrás em sua bunda.

Apertando-a suavemente, eu queria que ele se lembrasse da diversão que nós tivemos

mais cedo em vez de seu medo.

Funcionou. Ele gemeu alto e empurrou seus quadris contra os meus. Eu levei uma

fração de segundos para afundar minhas presas em seu pescoço. Gemendo ao sentir o gosto de

seu sangue quando atropelou minha língua, eu passei entre nós e acariciei seu pênis através

do short. Ele não tinha o gosto doce como eu ouvi as pessoas descrever seus companheiros,

mas ele não saboreava ruim. Eu achei que era por causa dos problemas com seu sangue. Era

como café amargo, bom, mas com aquele sabor acentuado.

“Victor,” ele gritou quando gozou sua semente quente penetrando em seu short e

contra minha mão.

105
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

Eu continuei bebendo profundamente dele. Riley disse que eu precisava beber pelo

menos três litros de sangue de Malachi. Então, Riley daria a Malachi os cinco que ele tirou de

mim ao longo dos últimos dias. Riley figurou desde o corpo médio teria entre sete e oito litros

de sangue, isso seria suficiente de uma troca para fazer este trabalho. Ele também figurou o

sangue residual que ficava em nossos músculos também.

Eu gemia enquanto bebia de Malachi e ainda acariciava seu pênis que continuava

vindo e vindo. Ele estava tendo o coelho de Energizer de todos os orgasmos. Normalmente,

diminuía quando nós parávamos de beber, as ondas do clímax estavam ligadas de alguma

maneira no puxar de sangue. Mas desde que eu continuei bebendo, ele continuou vindo.

Finalmente, eu ofeguei e puxei minha cabeça para trás quando achei que tinha tomado

à quantidade indicada. Eu me senti um pouco enjoado, mas inclinei-me para lamber a marca

do acasalamento em um Malachi mole em meus braços.

“Você esta bem, bebê?”

Ele abriu sua boca e fechou algumas vezes, tentando limpar a garganta também.

Decidindo desistir quando era óbvio que sua voz não iria funcionar, ele simplesmente me deu

um largo sorriso e beijos no ar. Eu ri.

Que pequeno diabinho eu estava acasalado. E eu o amava tão fodidamente que não

poderia imaginar a minha vida sem ele agora.

De repente, eu precisava sentar. Eu achei a banqueta de rodinhas, que Riley usava

para sentar, e cai de bunda em cima dela. Aproximando-se de meu companheiro, eu deitei

minha cabeça sobre sua coxa. Começou há ficar um pouco difícil de respirar, como se

houvesse algodões em meus pulmões. Então meu estômago doeu muito mal, como se eu fosse

morrer, mas não tendo certeza que eu pudesse...

“Certo, eu posso sentir meus membros novamente,” Malachi arquejou quando ele

sentou-se.

“Victor? Você está bem, Victor?”

106
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Eu não acho.” Eu ofeguei e minha cabeça começou a doer.

“Riley!” Ele gritou no topo de seus pulmões, e isso não ajudou a dor em minha cabeça.

“Victor? Fale comigo, irmão. Eu preciso saber o que você está sentindo, senão não

posso te ajudar,” Riley disse quando se agachou na minha frente. Eu ergui minha cabeça para

olhar para ele à medida que eu respondi, entretanto a sala girou um pouco e a próxima coisa

eu soube que eu estava deitando no chão.

“Porra, eu matei meu companheiro!” Malachi gritou e pulou do balcão e se ajoelhou

perto de mim. “Por favor, não me deixe, meu grande macho dominante. Eu amo você, ok? Eu

amo tanto você, e você não pode me deixar.”

“Não estou indo a qualquer lugar, bebê,” eu sussurrei.

“Malachi, Malachi!” Riley gritou para conseguir atenção do meu companheiro.

Quando ele obteve, ele apontou para as bolsas de meu sangue que estavam no balcão.

“Beba-as agora. Você não poderá o ajudar sem elas, você vai precisar de sua força.”

“Certo, certo, eu posso fazer isto.” Ele deu um pulo e imediatamente começou a

chupar uma das bolsas.

“O que dói, Victor? Diga-me o que está sentindo.” Riley perguntou, tendo voltado

para mim.

“Respiração difícil,” eu calmamente disse, fechando meus olhos e tentando se

concentrar só nos meus pulmões. Se eu estivesse angustiado, Malachi iria sentir e entraria em

pânico, e eu não podia ter isto.

“Sua cabeça dói e seu estômago está em cólicas com se fosse lançar um míssil através

de sua bunda.” Malachi terminou para mim entre sua primeira e segunda bolsa de sangue.

“Eu esqueço que você pode fazer isto,” Riley disse quando correu sua mão por seu

cabelo em frustração. “Ainda me leva um minuto para lidar com o choque.”

107
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Cansado, eu estou realmente cansado e sedento, mas não para sangue.” Eu gemia

baixinho suavemente quando outra dor aguda atingiu minha cabeça. “Eu só quero minha

cama e meu companheiro para me aconchegar.”

“Bem, aqui está o que vamos fazer ao invés.” Riley riu quando retirou seu celular. Ele

teclou alguns números e segundos mais tarde estava chamando. Eu estava perto o suficiente

para ouvir ambos os lados da conversa. “Meu amor, você esta disponível para me ajudar com

Victor”? Eu vou curá-lo, mas eu precisarei beber de você, Micah. E você poderia querer trazer

alguns de seus irmãos para ajudá-lo a levar para cama.”

“O que aconteceu? Ele está bem?”

“Ele vai ficar bem, depois que o corpo trabalhar seu sangue. É como quando humanos

adquirem uma intoxicação alimentar quando algo estranho entra em seu sistema. Eu vou

ajudar com sua dor de cabeça e as dores de estômago, e ele ficara bom em um ou dois dias. Os

efeitos colaterais de Malachi vai demorar alguns dias para aparecer, Victor foi apenas mais

instantâneo.”

“Tudo o que você diz meu gênio.” Micah riu no telefone.

“Nós iremos ajudá-lo. Eu amo você.”

“Amo você, também, meu grande guerreiro.”

“Então ele realmente viverá?” Malachi perguntou quando Riley desligou o telefone.

“Sim, ele realmente viverá,” Riley respondeu com um sorriso suave para meu

companheiro e então pra mim. “Está um pouco mais rápido e mais forte a reação do que eu

teria pensado, mas não é nada que me faz sentir a necessidade para se preocupar.”

“Não, eu saberia se você estivesse preocupado ou realmente chateado,” Malachi

suspirou e foi a chupar a terceira bolsa.

“Eu amo você, Malachi,” eu disse quando mandei um beijo para onde ele estava

sentado.

“Eu amo você demais, meu macho dominante.” Ele riu.

108
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“O que há com a coisa de dominante do sexo masculino?” Riley perguntou em

sussurro que só eu poderia ouvir.

“A maioria das pessoas dizem que alguém fica todo ‘homem das cavernas ' quando

ficam possessivos, ciumento e rosnando — ” eu expliquei, mas diminui e apontei para o meu

companheiro. “Depois do que ele passou naquela caverna, não é o que ele pensaria sobre ser

um homem das cavernas, mais eu não quero jamais lembrá-lo daquele lugar.”

“Você o ama, e é um bom companheiro para ele,” Riley respondeu com um sorriso.

“Sobre o que vocês dois estão sussurrando?” Malachi levantou uma sobrancelha

quando ele deixou a terceira bolsa e pegou a quarta.

“Nada,” nós dois respondemos quando felizmente as tropas chegaram.

“Deixe-me curá-lo antes de levá-lo daqui,” Riley disse para Damian, Gabriel, Micah e

Stefan. Ele colocou uma mão em minha testa e a outra em meu estômago. A princípio eu não

senti nada, entretanto era como se um bloco de aquecimento bom estivesse irradiando calor e

conforto para mim. Eu ofeguei quando aliviou as dores de cabeça e as cólicas diminuíram.

“Fique quieto,” Stefan ordenou quando tentava me levantar. Eu estava muito fraco

para lutar quando ele estava com as mãos em meu tórax. “Nós vamos levá-lo para cima, certo?

Acalme-se e deixe-nos ajudá-lo.”

“Certo,” eu murmurei e deitei novamente. Tanto quanto odiava a ideia de ser

impotente e ser carregado como inválido, a ideia de obter todo o caminho até meu quarto era

demais. Eu nunca faria isto sozinho da forma em que me sentia.

“Eu estou bem aqui e eu o encontrarei na cama,” Malachi disse suavemente quando

ele ajoelhou próximo a mim e escovou meu cabelo longe de minha testa. Ele tinha outra bolsa

de sangue em sua outra mão, e eu achei que esta era a quinta bolsa. “Eu amo você, Victor.”

“Amo você mais, bebê.” Eu fechei meus olhos, mas abri-os quando comecei a sentir

náuseas. Precisou de três de meus irmãos para conseguir me levar do laboratório, para o

elevador.

109
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

Minutos mais tarde eu estava usando o banheiro em meu quarto quando Stefan e

Damian fingiram olhar algo na parede que era muito fascinante.

Então eles me ajudaram a ir para cama. Malachi praticamente forçou uma bebida

esportiva na minha garganta, antes dele agradecer a todos pela ajuda, e nós adormecemos

enrolados um ao redor do outro. Eu estava mais que disposto a lidar com esta dor, para

oficialmente acasalar com meu bebê. Mas eu poderia ajudá-lo e me perguntei se minha dor era

pior do que Riley esperava, o quão ruim seria para Malachi?

110
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

Capítulo Nove

Eu acabei experimentando o que Riley chamou de intoxicação alimentar ou gripe da

barriga. Ele disse que era uma doença muito comum entre humanos e meu corpo estava

simplesmente reagindo a um sangue diferente e com problemas. Isso me fez feliz mais uma

vez por ser vampiro e não ficar doente. E eu sentia-me realmente mal pelos humanos por eles

sofrerem por tal enfermidade.

Malachi, com a ajuda de minha mãe, serviu-me dos pés a cabeça.

Mas depois do segundo dia eu estava realmente bem e bebendo muito liquido desde

que estava desidratado. Assim quando estava melhor, Malachi ficou doente. Ele tinha os

mesmo problemas de estômago e diarréia, mas em vez de dor de cabeça, seus músculos

estavam doloridos e com câimbras.

Novamente, Riley garantiu-nos que seu corpo estava reagindo por causa do meu

sangue. Estava expelindo todo seu sangue com anomalias de demônios e ajustando a ter

sangue de vampiro normal e saudável em seu sistema. E os problemas musculares eram as

mesmas coisas. Eu cuidei do meu bebê, levando-o para o banheiro quando ele precisava,

colocando-o na banheira com água quente e o alimentando.

Eu também estava bebendo bolsas e bolsas de sangue todo dia assim ele podia

conseguir sangue de vampiro mais saudável de mim. Eu não podia deixar de estar

preocupado, mas Malachi disse que não era tão ruim, e eu confiei em Riley. Tanto quanto

odiava vê-lo parecendo doente, eu amei mimar meu bebê.

Tendo certeza de ter bebidas isotônicas, canudos e que todas as suas comidas favoritas

eram enviadas, inclusive sopa de galinha. Eu trouxe livros para a cama que minha mãe deu a

111
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

ele para estudar, e ele leu para mim. Eu nunca ri tanto quando ele leu um livro de crianças

intitulado Everybody Poops11. Os humanos podiam ser muito criativos.

Então quando ele estava muito cansado, eu li para ele. Noah tinha sido muito amável

trazendo sua coleção inteira de livros que ele tinha escrito assim teríamos muito para ler. Ele

tinha uma coleção de histórias infantis e várias séries de fantasia para jovens e adultos.

Aquelas eram as favoritas de Malachi. Não que ele teve uma mentalidade adolescente, mas

elas estavam voltadas paras adultos mais jovens. Eu também me encontrei perdido nas

histórias e fiquei impressionado com o talento de Noah.

Eu disse a meu irmão, Remus, que seu companheiro Noah era realmente talentoso.

Meu cunhado corou e disse que estava apenas feliz por nos distrair do que estava

acontecendo. Eu fiz uma nota mental para Malachi ajudar-me a escolher um presente de

agradecimento para Noah quando ele estivesse melhor.

Foi o quinto dia quando Malachi acordou e gritou praticamente pulando da cama

anunciando que ele sentia-se maravilhoso. Riley tinha vindo verificá-lo e extensamente sorriu

um sorriso que eu sabia que deixava Micah louco.

O companheiro do meu irmão era uma dor às vezes e mantinha suas experiências

muito perto de seu peito até que elas fossem confirmadas.

“Eu penso que é hora de você ver a luz do sol, irmão,” Riley disse suavemente para

meu companheiro. Ele fez questão de deixar Malachi saber uma vez ou outra que estava

arrependido pela forma que ele atuou na primeira vez. Riley também se ajustou chamando

Malachi de irmão tão frequentemente quanto possível em qualquer conversa. Além disso, ele e

Micah traziam Carolyn pelo menos duas vezes por dia.

11
Everybody Poops é o titulo das edições dos EUA e a tradução em inglês de Minna Unchi um livro infantil
japonês, escrito e ilustrado pelo autor Taro Gomi, publicado pela primeira vez no Japão em 1977.

112
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

Eles pediram a Remus e Noah para serem padrinhos, já que Hannah confirmou sua

gravidez no dia que Noah levantou-se contra Abraham. Todos nós concordamos que foi uma

boa ideia, depois que nos contaram, eu expliquei tudo que aconteceu para Malachi. E meu

pequeno companheiro ficava emocionado que Carolyn tinha o segundo nome em sua

homenagem, seus olhos enchiam-se de lágrimas quando alguém mencionava isso.

“Sério?” Malachi ofegou quando olhou para mim. “Por favor? Posso ir lá fora?”

“Eu não sou seu guardião, bebê.” Eu ri e me inclinei para dar um beijo. “Eu sou seu

companheiro.”

“Eu sei, eu só confio em você e queria sua opinião.” Ele encolheu os ombros quando

saiu da cama e pegou suas roupas para se trocar no banheiro.

Uma vez que ele estava lá atrás da porta fechada, fui até Riley conversar com ele.

“Você está certo sobre isto?”

“Oh sim, ele é um vampiro completamente e saudável agora,” Riley respondeu com

um sorriso largo.

“Obrigado, irmão,” eu sussurrei, abraçando-o fortemente e meus olhos começaram a

coçar. “Você pode conseguir todo mundo na cozinha?” Eu acho que vamos dar um passeio e

todos deveriam participar.

“Eu até trarei um par de óculos de sol que se ajustará em seu rosto.” Riley riu quando

se afastou de mim. Eu sorri pela consideração dele com meu companheiro. Embora nós

pudéssemos tolerar sol, nós não podíamos estar em um sol do verão forte por muito tempo e

sempre tínhamos que proteger nossos olhos. Desde que era inicio da primavera eu sabia que o

sol não seria ruim, mas sim, óculos de sol era um dever.

“Eu penso que eu estou tão excitado quanto você,” eu disse para Malachi quando ele

voltou para o quarto. Antes de ele poder responder, eu corri para ele, ergui-o em meus braços

e o girei em torno do quarto. “Riley disse que todas as anomalias em seu sangue se foram,

113
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

bebê. Você não terá mais problemas, e nós poderemos beber um do outro como companheiros

verdadeiros tão frequentemente quanto nós queremos.”

“Eu sou tão feliz,” ele fungou e enterrou seu rosto em meu pescoço e pendurando-se

em mim como um macaco. “Isto é tudo por sua causa, Victor.”

“Eu diria que isto é por causa de Riley e sua dedicação, bebê.” Eu caminhei com ele

para fora do apartamento então escada abaixo. “Isto não tem sido fácil para você, mas eu

espero que você ache que tenha valido a pena.”

“Ainda que eu nunca tivesse a chance de estar realmente ao sol, o fato de você poder

beber de mim quando nós quisermos foi o que fez valer a pena.”

“Eu amo você, Malachi,” eu sussurrei e nós entramos na cozinha, tocado por sua

declaração.

“Parabéns,” todo mundo gritou e soprou cornetas de festa. Pareceu que minha mãe

tinha planejado e decidiu era uma causa para comemorar. Eu não poderia ter concordado mais

com ela.

“Obrigado, a todos,” Malachi disse brilhantemente quando o abaixei sobre seus pés.

Houve muitos abraços e apertos de mão ao redor.

Quando Malachi chegou a Riley, eles compartilharam um abraço muito longo que

trouxe lágrimas para muitos olhos. Quando eles se separaram, Riley deu a meu companheiro

um óculos de sol.

“Você sempre vai precisar destes para proteger seus olhos,” Riley disse, limpando a

sua garganta quando Malachi olhou para ele. Riley sorriu e ajudou a colocá-lo no rosto do meu

bebê. Ele parecia quente. Como algo como um óculos de sol em Malachi poderia afetar meu

pau? Eu não estava certo, mas estava maltidamente contente por ter trazido lubrificante. “Não

fique fora muito tempo e seja cuidadoso com dias quentes, certo?”

114
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Eu terei,” ele respondeu quando agarrou minha mão. Eu alegremente tomei e nós

saímos pela a porta da cozinha no sol. Malachi ofegou e apertou minha mão. “É mais

surpreendente do que eu já sonhei.”

“Oh meu deus,” Marian ofegou por detrás de nós. Eu virei para olhá-la e então para

meu companheiro, assustado que sua pele estava queimando do sol. “Ele não cheira mais

como um demônio.”

“Porque ele não é um, nunca foi” Riley disse e ele envolveu seu braço ao redor de sua

avó. “Seu corpo acabou de alcançar quem ele sempre foi.”

“Agradeça os céus por isso,” minha mãe sussurrou e meus irmãos abraçaram-na

também.

“Eu quero correr. Nós podemos correr na luz do dia?” Malachi perguntou-me,

saltando de um pé para outro. “Eu sempre quis correr na luz do sol e rolar na grama quando

eu podia vê-la.”

“Qualquer coisa que quiser meu companheiro,” eu respondi e dei uma olhada rápida

para minha família. Nós saltamos e ele liderou o caminho em volta da propriedade. Malachi

riu com alegria quando corremos mais rápido e mais rápido pela grama.

“Isto é maravilhoso!” ele gritou quando eu o parei. Nós estávamos protegidos no

Complexo, mas eu não queria que fôssemos além dele.

“Bebê, você precisa saber que este é o limite da propriedade,” eu disse quando me

virei para ele enfrentar os sensores. Eu os apontei e expliquei o que eles eram. “Aqueles nos

protegem. Eles fazem uma cerca em volta do terreno inteiro com lasers e sensores. Se alguém

cruzá-lo um alarme soa na casa principal. Então você não pode passar por eles, certo? Nós não

saberíamos se alguém ruim estivesse por perto sem o seu aviso.”

“Eu nunca cruzarei eles sem meu grande macho dominante para me proteger,” ele

respondeu quando girou em meus braços. Ele esfregou-se contra mim sugestivamente.

“Alguém pode nos ver agora mesmo?”

115
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Não, nós não temos câmeras tão longe.”

“Bom,” Malachi rosnou e deu um passo para trás. Eu quase engoli minha língua

quando o meu pequeno diabinho tirou sua camisa e jogou seus sapatos. “Porque há outra

coisa que quero fazer no sol. E eu não tive meu companheiro dentro de mim faz uma semana.

Eu perdi isto.”

“Eu também,” eu arquejei e então dissipei a nevoa da minha luxúria. Eu fiquei nu em

tempo recorde, alcançando até Malachi. Levantando um pequeno tubo de lubrificante, senti

um sorriso selvagem em meus lábios. “Grandes mentes pensam da mesma forma.”

“Faça amor comigo, Victor,” ele implorou quando ficou de joelhos. Malachi olhou

para mim com aqueles grandes olhos e agarrou meu pênis. Eu gemi quando ele lambeu a

cabeça, não só pelas sensações, mas a realização que era a sua primeira vez dando-me um

boquete.

“Você me mostrará a quanto me ama quando você reivindicar-me novamente?”

“Sim,” eu silvei, desesperadamente tentando controlar-me quando ele tragou meu

pau. Tudo em mim estava dizendo para empurrar, mas eu queria que Malachi estabelecesse o

ritmo. “Oh porra, bebê, é tão bom. Sua boca é tão incrível quanto aquela apertada e pequena

bunda que eu amo.”

Ele tirou lentamente, liberando-me com um estalo alto. “Eu já me preparei quando

estava no banheiro trocando de roupa. Eu estou com meu plug.”

“Oh foda sim,” eu rosnei e quase o ataquei. Eu rolei acima, assim ele estava em cima,

sua bunda magnífica em meu rosto e com sua cabeça em minha virilha. “Provocando-me,

bebê. Vá suave e lento assim nós poderemos jogar por mais tempo. Eu não quero vir até que

eu esteja dentro de meu companheiro fazendo amor com ele.”

“Sim, por favor,” Malachi gemeu e então começou a lamber meu pênis como se fosse

uma casquinha de sorvete.

Eu puxei sua bola em minha boca enquanto mexia no plug no seu buraco.

116
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

Isso pareceu deixá-lo louco. Malachi gritou antes de engolir quase todo meu pau. Se

ele o mantivesse assim por muito tempo, eu iria explodir. Eu lambi e mordisquei suas bolas

por alguns momentos não podendo esperar mais para estar dentro dele.

“Eu iria vir muito rápido desse jeito,” eu disse um momento mais tarde quando o

retirei de sua boca e nos rolei. Ele sorriu largamente, como o gato que comeu o canário. “Sim,

sua quente e pequena boca estava me deixando louco.”

“Nada mal para a minha primeira vez dando-lhe um boquete,” ele declarou, mas eu

quase podia ouvir sua pergunta nisto.

“Oh sim, você tem tomado notas sobre o que eu faço para você.” Eu ri e me inclinei

para lamber seu pescoço. “Eu vou mordê-lo aqui mesmo, bebê, quando nós gozarmos.”

“Sim, por favor,” Malachi implorou e abriu mais suas pernas. Mas eu não estava

provocando.

“É este buraco que vou encher com meu pênis e fazer amor com você.” Eu meneei e

então retirei se plug para mostrar o meu ponto.

Acabou que eu não precisava mais de lubrificante, pois o plug estava bem lubrificado

e tinha mais dentro dele. Eu precisava dele muito bem lubrificado e pronto para mim.

“Você quer que eu ponha meu pênis nessa bunda?”

“Deus sim, por favor, Victor! Eu quero que você faça amor comigo.”

“Você sabe quanto eu amo, quando você implora, Malachi,” eu rosnei enquanto

mordiscava seu lábio inferior.

“E eu gosto de te implorar,” ele gemeu quando eu empurrei dois dedos em sua bunda.

O brinquedo poderia ter o estirado, mas já tinha uma semana desde que fizemos sexo, e eu

queria ter certeza. Além disso, era uma diversão torturá-lo e tê-lo implorando.

“Eu vou fazer você gozar três vezes, meu amor,” eu disse firmemente, quase como

uma ordem ao seu corpo enquanto meus dedos iam muito mais rápidos em sua bunda. Os

117
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

olhos de Malachi arregalaram quando ele mordeu seu lábio e então movimentou a cabeça.

“Você virá três vezes para seu companheiro quando ele quiser?”

“Se eu puder,” ele ofegou com seus olhos vítreos com luxúria.

“Eu sei que você pode.” Eu girei meus dedos da forma que eles esfregaram seu lugar

doce e certo suficiente, meu companheiro ficou duro e gritou quando gozou. Eu acelerei meus

esforços, querendo que seu primeiro clímax ao sol fosse fantástico. Eu fiz questão de fazer

sombra em seu rosto assim seus olhos não ficariam doloridos da luz enquanto eu estava sobre

ele, mas nós estávamos ainda fora no sol.

“Um orgasmo surpreendente,” ele ofegou momentos mais tarde quanto terminou. Eu

lentamente puxei meus dedos dele e ele choramingou sua perda. “Eu consigo seu pênis

enorme agora?”

“Não ainda,” eu rosnei e então comecei a beijar a meu modo seu corpo. Malachi

apoiou-se nos cotovelos assim poderia assistir-me torturando seu corpo flexível. Quando eu

cheguei a seu estômago e virilha, eu lambi seu sêmen lentamente. Ele ficou duro novamente, e

eu me senti dez metros mais alto que eu podia ligar meu companheiro assim.

“Estou tão perto novamente, Victor.”

“Venha para mim agora,” eu rosnei e então engoli seu pênis. Eu aprendi exatamente o

que ele gostava e o que o fazia gozar.

Sabendo que uma garganta profunda empurrá-lo-ia sobre a borda, foi exatamente o

que eu fiz. Malachi não desapontou, gritando quando atirou sua semente em minha garganta.

“Meu corpo inteiro está formigando,” ele gemeu alguns minutos mais tarde depois

que eu o lambi limpando-o novamente. Eu me movi de forma que voltava para cima e

lentamente empurrei dentro dele. “Você me salvou, Victor.”

“Nós salvamos um ao outro,” eu sussurrei contra seus lábios. Eu o beijei suavemente

indo para dentro e fora dele. Isto era meu sentimento favorito de fazer amor com meu

companheiro, estar tão profundamente dentro dele que eu não estava certo onde ele começava

118
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

ou eu terminava. “Você me salvou de uma vida sem amor e me mostrou a intimidade

verdadeira, bebê.”

“Você também salvou minha vida e fez-me um de vocês,” ele disse e então ofegou

quando comecei a sair dele. Ele agarrou em meus bíceps quando eu comecei a levá-lo em um

ritmo lento e amoroso. “Você olhou para o meu passado, cheiro e pele queimada e viu que

existia mais de mim do que só um demônio.”

“Eu estou tão contente que fiz.” Eu o beijei novamente, e suas mãos deslizaram pelos

meus braços e ao redor do meu pescoço. “Eu nunca amarei ninguém do jeito que eu amo você,

Malachi. Você é tudo para mim, bebê, o próprio ar que respiro.”

“Eu sinto-me da mesma maneira, Victor. Reivindique o seu companheiro.”

“Alegremente,” eu sussurrei, debruçando e lambendo seu pescoço antes de afundar

minhas presas em sua pele.

Ele gritou debaixo de mim e eu senti o espaço entre nós encher com sua semente. O

segundo seguinte, eu estava pronto para segui-lo e lambi fechando a mordida. Como se

sabendo o que eu precisava para me empurrar, Malachi me reivindicou. Suas presas em meu

pescoço quando empurrei meu pau em um impulso dentro dele, o orgasmo foi tão intenso que

luzes piscavam atrás de meus olhos. Eu rugi minha liberação tão alto que estava com medo de

ter assustado a vida selvagem.

“Veja, nós somos perfeitos juntos,” disse Malachi com um suspiro quando nos rolei

assim eu não o espremi com meu peso. “Você disse para eu gozar três vezes e meu corpo

escuta. Ele sabe a quem pertence.”

“Da mesma maneira que o meu sabe que pertence a você, bebê.” Eu ri enquanto corria

minhas mãos nas suas costas até sua bunda. “Nunca pensou em fazer uma tatuagem aqui?”

“Desde que não seja igual a que Noah disse que você fez em seu irmão.” Ele riu

enquanto se contorcia sobre meu corpo. “Não tenho certeza que quero a mesma tatuagem que

foi um castigo.”

119
Victor
Irmãos Marius 04
Joyee Flynn

“Além disso, daria a muitas outras pessoas uma desculpa para tentar tirar-me essa

bunda deliciosa. E eu não compartilho.”

“Eu também não te compartilharei com qualquer um, Victor,” Malachi disse

firmemente quando se inclinou assim podia me ver. Suas presas desceram. “Eu terminarei

com qualquer um que tentar tirar você de mim.”

“Certo, isto é quente quando você fica todo possessivo e forte,” eu gemi e tive um

visual dele usando minha coleção de brinquedo em mim. “Eu sou apenas seu para sempre.”

“Bom, porque eu marcarei com ferro essa sua bunda que é minha,” ele respondeu com

um aceno de cabeça e voltou a deitar em meu peito.

“Se faria você se sentir melhor sabendo que tenho meu corpo coberto que você me

pertence, eu deixaria bebê.”

“Deixe-me pensar sobre isso.” Ele riu. Nós deitamos lá durante algum tempo,

simplesmente envolvidos ao redor um do outro enquanto apreciávamos o brilho do nosso

amor. Eu nunca senti tanta paz em minha vida como eu estava sentindo lá, deitado com meu

companheiro. Malachi tinha me escolhido para sair na luz com ele, e eu sabia que era um dia

que não esqueceríamos em nossas vidas por muito tempo juntos.

120

Você também pode gostar