Você está na página 1de 3

Polinômios

Em matemática, funções polinomiais, polinómios ou polinômios são uma


classe importante de funções e infinitamente diferenciáveis. Devido à natureza da
sua estrutura, os polinômios são muito simples de se avaliar e por consegue.

História: Determinar as raízes de polinômios, ou "resolver equações algébricas", é


um dos problemas mais antigos da matemática. Alguns polinômios, tais como f(x) = x2 + 1,
não possuem raízes dentro do conjunto dos números reais. Se, no entanto, o conjunto de
candidatos possíveis for expandido ao conjunto dos números imaginários, ou seja, se se
passar a tomar em conta o conjunto dos números complexos, então todo o polinômio
(não-constante) possui pelo menos uma raiz (teorema fundamental da álgebra).

Existe uma diferença entre a aproximação de raízes e a determinação de fórmulas


concretas que as definem. Fórmulas para a determinação de raízes de polinômios de grau
até ao 4º são conhecidas desde o século XVI (ver equação quadrática, Gerolamo
Cardano, Niccolo Fontana Tartaglia). Mas fórmulas para o 5º grau têm vindo a escapar
aos investigadores já há algum tempo. Em 1824, Niels Henrik Abel provou que não pode
haver uma fórmula geral (envolvendo apenas as operações aritméticas e radicais) para a
determinação de raízes de polinômios de grau igual ou superior ao 5º em termos de
coeficientes (ver teorema de Abel-Ruffini). Este resultado marcou o início da teoria de
Galois, onde se aplica a um estudo detalhado das relações entre raízes de polinômios.
Definição (caso real)

Para a sucessão de termos (ou ) com , um polinômio


de grau n (ou também função racional inteira) é uma função que possui a forma.

Alternativamente, o polinômio pode ser escrito recorrendo-se à notação sigma

Os números são denominados de coeficientes do polinómio e o


termo a0 de coeficiente constante, ou termo independente.

Cada elemento somado avxv do polinômio é denominado por termo. Um


polinômio com um, dois ou três termos é chamado
de monômio, binômio ou trinômio respectivamente.

Em relação ao grau, os polinômios podem ser classificados como a


seguir:

 Grau 0 - polinômio constante;


 Grau 1 - função afim (polinômio linear, caso a0 = 0);
 Grau 2 - polinômio quadrático;
 Grau 3 - polinômio cúbico.
 Grau n - polinômio de grau n.

Pode-se estender a definição de polinômio para incluir f(x) = 0,


chamado polinômio nulo. O polinômio nulo não possui grau definido.

Uma equação polissômica ontem quando o polinômio é igualado a zero, ou seja:

.
Desta forma podemos falar em raízes do polinômio f(x) e encontrar os valores
de x que tornam a igualdade verdadeira, isto é, busca-se a raíz do polinômio f(x) que é um
valor de x tal que torne f(x) = 0. Um número que satisfaz uma equação polissômica é
chamado de número algébrico. Por exemplo: é algébrico e valida o polinômio x2 − 2 =
0 pois .

Definição (genérica)

A definição acima de um polinômio com coeficientes reais (ou complexos) pode ser
generalizada para polinômios com coeficientes em estruturas algébricas mais gerais. O
resultado é o anel de polinômios.

Seja um anel. Então podemos considerar o conjunto


das funções que tem suporte finito, ou seja, para as quais o
conjunto é finito. Essas funções representam os coeficientes do
polinômio (notar que é uma forma de se escrever ).

O objetivo é escrever uma soma e um produto neste conjunto, de forma que as


seqüências do tipo (k, 0, 0,...) funcionem como os escalares, e a seqüência do tipo (0, 1,
0,...) funcione como o x dos polinômios.

A definição de e é feita pelos seus coeficientes, ou seja:

Deve-se observar que as duas definições fazem sentido,


pois a soma e o produto destas séries tem suporte finito.

Falta provar os axiomas de anel para , o que é


fácil mas trabalhoso, e que a função

Definida por:
é um isomorfismo entre A e .

Isso mostra que A pode ser visto como um anel


de .

Se o anel A possui identidade multiplicativa,


então definindo x como a função:

Notas

Equações cujas soluções são números inteiros ou racionais são chamadas


de Equações Diofantinas.
Os polinômios até o grau n e o polinômio nulo formam um espaço vectorial que é
normalmente denominado por Πn. Neste artigo os polinômios foram representados a partir de
uma base monomial (ex.: 1,x,x2,...,xn) mas deve ser
Verifica-se que os elementos de
 são todos da forma notado que qualquer
outra seqüência polinomial pode ser usada como base, como por exemplo os polinômios de
Chebyshev.
 Se D é um domínio de integridade, então o anel dos polinômios também é um
domínio de integridade.

Se F é um corpo, então o anel dos polinômios é uma álgebra sobre o corpo F.


Como espaço vectorial, tem uma base enumerável. A base canônica é o
conjunto ..
Referências

 Polinomial - Math Word, em inglês


 The Development of Álgebra

http://pt.wikipedia.org/wiki/Polin%C3%B3mio