Você está na página 1de 2

dédalo e Ícaro

O mito de dédalo e Ícaro conta a história de um engenheiro e artesão famoso que


realizou diversos trabalhos para o Rei Minos de Creta, o rei fica tão grato pelo ótimo trabalho
de Dédalo que lhe oferece moradia em seu Castelo e uma de suas filhas, Naucrate. Um tempo
depois, Dédalo e Naucrate têm um filho chamado Ícaro, entretanto, infelizmente a esposa do
grande inventor morre quando Ícaro ainda é muito novo. Dédalo sente saudades da Grécia,
sua cidade natal e pede permissão para Minos de poder voltar com seu filho à Atenas, Após
negada essa volta Dédalo pensa em uma forma de fugir de volta pra casa, então tem a
brilhante ideia de tentar fazer uma fuga voando de Creta, Dédalo e seu Ícaro vão atrás de
todas as penas que conseguirem achar e o grande inventor tenta adicionar as penas, cera,
madeira e arame para produzir quatro asas. Dédalo avisa ao filho para não voar muito alto
para não dar problema no equipamento caso a cera derretesse. Ícaro estava tão empolgado
que não ouviu o importantíssimo aviso que seu pai lhe dera, ele ao se aproximar do sol acabou
caindo por ter derretido a cera, quando estava caindo do céu, Ícaro implorou para seu pai
tentar o ajudar, mas não havia nada que ajudasse o pai a resgatar o filho. Ícaro cai na água e
Dédalo vai para o mar para resgatar o corpo de seu filho. Como essa história podemos
perceber que é de extrema importância ouvir e obedecer os pais, e mais velhos. E somente
fazer oque está ao nosso alcance, que no caso de Ícaro queria voar mais alto do que podia.
MORAL DA HISTÓRIA: Não coloque a mão onde o braço não alcança

Teseu e o Minotauro

O mito de Teseu e minotauro, sendo uma continuação da história de Dédalo e Ícaro


conta que tudo começou quando Minos ficou indignado ao saber que Dédalo e Ícaro tinham

fugido e como Dédalo era ateniense, o rei de Creta resolveu punir o povo de Atenas. Minos
que criava uma criatura com cabeça de touro e corpo de homem em uma labirinto a usava
para punir o povo de Atenas como a cada ano, 7 moças e 7 rapazes deveriam ser enviados de
Atenas para alimentar a criatura. Porem Teseu então filho do Rei de Atenas, ficava enraivecido
toda vez que via um navio a vela partindo para Creta levando as jovens vítimas. Indignado com
tudo isso pediu que fosse levado para o labirinto, com a ideia de matar o Minotauro. Teseu
então combinou com o pai que se o barco voltasse com velas pretas ele havia sido morto.
Teseu se apaixonou por Ariadne, filha de Minos e após matar o minotauro fugiu com a garota,
mas a largou no meio do caminho por lembrar que a mesma não possuía dote, durante o ato
de covardia do alto do monte Olimpo, Atena viu tudo e jogou um feitiço de esquecimento
sobre o navio, assim ao chegar a cidade de Atena com o barco com velas pretas Teseu viu seu
pai se jogar no mar. Teseu chorou por seu pai assim como Ariadne chorou por ter sido
abandonada sozinha em uma ilha.
MORAL DA HISTORIA: não faça com o outros oque não quer pra você
Narciso

Narciso um belo jovem que quando nasceu um dos oráculos, chamado Tirésias, disse
que o mesmo seria muito atraente e que teria uma vida bem longa, apesar disso, ele não
deveria admirar sua beleza, ou melhor, ver seu rosto, uma vez que isso amaldiçoaria sua
vida
Além de ter uma beleza estonteante, a qual despertava a atenção de muitas pessoas
(homens e mulheres), Narciso era arrogante e orgulhoso.

Muitas moças e ninfas apaixonaram-se por Narciso, porém, o belo jovem não se
interessava por nenhuma delas. A ninfa Eco, uma das mais apaixonadas, não se
conformou com a indiferença de Narciso e afastou-se aborrecida para um lugar deserto,
onde definhou-se. As moças desprezadas então pediram aos deuses para vingá-las.

O então deus Nêmesis se sensibilizou com as moças e induziu Narciso, depois de uma
caçada num dia muito quente, a debruçar-se numa fonte para beber água. Descuidando-
se de tudo, ele permaneceu imóvel na vista contínua do seu rosto refletido e assim
morreu.
MORAL DA HISTORIA: não deixe o ego tomar de você.

Acolhido com amizade pelo reiMinos de Creta, Dédalo refugiou-se com o filho Ícaro em Creta

, o rei fica tão grato pelo ótimo trabalho de Dédalo que lhe oferece moradia em seu Castelo e
uma de suas filhas, Naucrate.