Você está na página 1de 11

IRENE GOMES DA SILVA

GRABRIELA BOMFIM DE SOUZA

PROJETO DE VIDA
E A FORMAÇÃO INTEGRAL DOS SUJEITOS

Penápolis
2021

1
IRENE GOMES DA SILVA
GRABRIELA BOMFIM DE SOUZA

PROJETO DE VIDA
E A FORMAÇÃO INTEGRAL DOS SUJEITOS

Trabalho apresentado ao Curso Superior de Pedagogia


da UNOPAR: Universidade Norte do Paraná, para as
disciplinas: Adolescência no século XXI; Temas atuais
em Educação; Gestão Educacional; Pedagogia em
espaços não escolares; Relações Interpessoais e
Administração de Conflitos.

Penápolis
2021
SUMÁRIO

2
1 INTRODUÇÃO.......................................................................................................4
2 DESENVOLVIMENTO...........................................................................................8
3 CONSIDERAÇÕES FINAIS...................................................................................9
4 REFERÊNCIAS....................................................................................................10

3
1 INTRODUÇÃO: NÃO ESTA PRONTO

O portfólio do 5º período da Instituição Unopar do Curso de Licenciatura de


Pedagogia é direcionada às disciplinas estudadas ao longo do semestre, que
contemplam: Educação em Artes, Aprendizagem de Língua Portuguesa,
Aprendizagem de Ciências Naturais, Literatura Infantojuvenil e Legislação
Educacional, Práticas Pedagógicas em Pedagogia: Práticas de Alfabetização e
Letramento e Aprendizagem da Geografia e da História. Terá como tema norteador
Semana da Cultura Virtual, voltado para os anos iniciais do Ensino Fundamental.
A partir do desenvolvimento de um texto, baseado nos textos auxiliares, sobre
o Pedagogo no ensino de Arte na Educação infantil e anos iniciais do Fundamental,
a Tecnologia na educação, que são ferramentas digitais facilitadoras na prática
docente e por fim Interdisciplinaridade no contexto escolar será desenvolvida em
seguida na elaboração de um projeto, baseado nas disciplinas estudadas ao longo
do semestre.
A proposta deste trabalho é baseada na compreensão estabelecida a partir
das disciplinas norteadoras, buscando uma forma de trazer o conteúdo para uma
situação problema que mediará a sua utilização pedagógica no ensino remoto.
Vinculando a Interdisciplinaridade no contexto escolar e através das
disciplinas norteadoras citadas acima, mostraremos a importância de ampliar o
nosso olhar para os benefícios da interdisciplinaridade como atitude de diálogo e
coletividade entre os professores e como diz Fazenda (2016) ... “pelo grau de
interação real no interior de um mesmo projeto de pesquisa”.

4
1 DESENVOLVIMENTO

Tendo como objetivo norteador o protagonismo juvenil no contexto escolar,


visando um olhar crítico sobre a evasão escolar e como podemos amenizar esta
situação, em especial na etapa do Ensino Médio, levando em consideração um
número elevado de desistentes e o abandono.
Segundo LIBÂNEO (1994, p.42), “[...] “ É preciso enfrentar e derrotar o
fracasso escolar se quer, de fato, é necessário rever a concepção de qualidade de
ensino. “
Pensando neste contexto, é relevante questionar o porquê de tantas
desistências no ambiente escolar. “Pesquisas mais recentes evidenciam que em
média 14,1% dos alunos não concluem o Ensino Fundamental até os 16 anos.
PNAD Educação 2019 destaca que 20% das 50 milhões de pessoas de 14 a 29
anos no Brasil não completaram alguma das etapas da Educação Básica.”
No entanto, são vários os motivos da evasão e abandono escolar, englobando
desde as dificuldades financeiras, onde o estudante precisa trabalhar para ajudar na
renda familiar, a gravidez precoce, a falta de interesse ou desmotivação pelo
processo de ensino aprendizagem, dentre outros fatores existentes. Sendo que o
cenário pandêmico que atingiu bruscamente o mundo inteiro contribuiu ainda mais
para evasão e abandono escolar.
Devido a tantos desafios que norteiam a desistência dos adolescentes e
jovens no ambiente escolar é preciso reconhecer as rápidas transformações na
dinâmica social contemporânea nacional e internacional, em grande parte
decorrentes ao desenvolvimento tecnológico que atingem as populações jovens, e,
portanto, sua demanda de formação. Faz-se necessário a recriação da escola, como
exemplifica as Diretrizes Curriculares Nacionais do Ensino Médio de 2011
(DCNEM/2011):

Com a perspectiva de um imenso contingente de adolescentes, jovens e


adultos que se diferenciam por condições de existência e perspectivas de
futuro desiguais, é que o Ensino Médio deve trabalhar. Está em jogo a
recriação da escola que, embora não possa por si só resolver as
desigualdades sociais, pode ampliar as condições de inclusão social, ao
possibilitar o acesso à ciência, à tecnologia, à cultura e ao trabalho (Parecer
CNE/CEB nº 5/201152; ênfases adicionadas).

5
Para atender às expectativas dos estudantes às demandas da sociedade
contemporânea para a formação do Ensino Médio, as DCNEM/2011 propõem o
termo “Juventudes”, proporcionado entender as culturas juvenis em sua
singularidade e reconhecer os jovens como participantes ativos das sociedades nas
quais estão inseridos.
Compreender que há muitas juventudes no universo escolar, implica
organizar a escola para acolher as diversidades, promovendo intencionalmente o
respeito à pessoa humana e aos seus direitos e deveres, garantindo, assim, o
protagonismo juvenil. Assegurar-lhes uma formação que, em sintonia com seus
percursos e histórias, permita-lhes definir seu projeto de vida, tanto no que diz
respeito ao estudo e ao trabalho, como também no que concerne às escolhas de
estilos de vida saudáveis, sustentáveis éticos.
Umas das propostas já elencada na Base Nacional Comum Curricular
(BNCC) é trabalhar com metodologias ativas no ambiente escolar, pois seu objetivo
é fazer com que o educando seja protagonista da própria aprendizagem,
participando ativamente da sua jornada educativa, sendo o educador, o mediador
nesta jornada juntamente com o educando derrubando, assim, os muros de uma
sala de aula sem participação ativa do aluno. E quando o educando conhece sua
forma de pensar e aprender ele se torna mais empoderado no ambiente escolar e
para que isso ocorra o educador deve propor um objetivo claro, alinhado a uma
proposta metodológica adequada.
Vale a pena recordar que, devido a pandemia do Covid-19, impulsionou o uso
das metodologias ativas nas escolas. Neste cenário elas foram utilizadas para
superar a mera transposição das aulas expositivas para o ambiente virtual.
Na atualidade verifica-se que o espaço virtual e a vida paralela criada pelo
protagonismo imaginário, ao mesmo tempo em que tem o viés positivo de
integração, comunicação, dialogicidade, formação de grupos e comunidades com
interesses comuns, contempla o viés negativo de exposição de conteúdos
inapropriados, cyberbullying, publicações privadas, entre outros.
Mostrar para os jovens esse mosaico de experiências e vivências que o
mundo proporciona, fazendo-o refletir sobre suas próprias necessidades, seus
desejos, sonhos, enfim, trazer para o consciente, externar e planejar seus
propósitos, seu projeto de vida, é papel fundamental na vida escolar para que ele
possa atuar de forma independente, empreendedora e crítica na sociedade.

6
Nesta perspectiva o projeto de vida se alinha com a educação integral e
emancipadora, valorizando-os como cidadãos e orientando-os ao longo do período a
traçar objetivos de vida, estabelecer metas, planejar com determinação, esforço,
autoconfiança e persistência em seus projetos presentes e futuros, que auxilia o
educando a se conhecer, entender sua relação com o mundo que o cerca e
desenhar o que espera de si para o futuro traçado.
A competência 6: Trabalho e Projeto de Vida, na BNCC, apresenta o vínculo
do projeto de vida com a liberdade, autonomia, criticidade e responsabilidade.
De acordo com o DCRB, os educadores devem reconhecer como seres
humanos em processo formativo, priorizar uma relação horizontal e afetiva com os
educandos para conhecer sua realidade. Assim, na ótica desse documento, a
aprendizagem deve ocorrer de forma participativa, vivenciando valores que
desenvolvam habilidades e competências, encontrar propósitos, relevância e sentido
no processo de apreender através de vivências e reflexões, para construí-la uma
visão sobre o mundo.

1.1 – Apresentação sobre os principais aspectos do projeto de vida


Apresentamos abaixo um compilado com os slides para apresentação da Escola
Estadual Clarice.

7
8
9
3 CONSIDERAÇÕES FINAIS Não esta pronto

Com o desenvolvimento desse projeto foi possível visibilizar a importância da


Interdisciplinaridade no contexto escolar, através do tema proposto na Semana
Cultural Virtual, que intensificou o diálogo entre as disciplinas, propôs
questionamentos e dúvidas, cujas respostas passavam pelo discursão de conteúdos
vinculados a mais de uma disciplina e despertando nos educandos a compreensão
que o caráter interdisciplinar do conhecimento, o que na escola é dificilmente
trabalhado pelos educadores, o que faz toda a diferença no processo de ensino
aprendizagem.
Consideramos, também, que o uso de projetos interdisciplinares como
metodologia de ensino traz grandes benefícios para a aprendizagem dos alunos e o
fortalecimento de vínculos entre os educadores que se auxiliam entre si em uma
mesma perspectiva, ou seja, de um tema central, que no nosso caso foi trabalhado
em nosso projeto a Confecção de poemas folclóricos.

Neste intuito o projeto realizado, além de proporcionar esse momento de


aprendizado dos conteúdos específicos e de suas inter-relações, contemplou um
momento cultural, onde os alunos viajaram por diversos poemas e conheceram
grandes autores que fazem parte da cultura brasileira, através do universo virtual.
.
Aprendemos que, com o uso das tecnologias digitais e a interdisciplinaridade,
podemos transformar, inovar o nosso ambiente escolar e levar um ensino de
qualidade para os alunos de uma forma significativa, mesmo nesses tempos difíceis
que estamos vivenciando, devido a pandemia do Covid 19.

10
2 REFERÊNCIAS

PROJETO DE VIDA O Documento Curricular Referencial de ...

Disponível: em <https://www.remanso.ba.gov.br/abrir_arquivo.aspx/Texto_7?
cdLocal=2&arquivo=%7BACED8A2C-A0AC-5DC4-DEAC-B17DD1EA664C%7D.pdf>
Acesso em: 25/08/2021

As causas do abandono escolar no primeiro ano na escola de ensino médio


Disponível em: < https://meuartigo.brasilescola.uol.com.br/educacao/as-causas-
abandono-escolar-no-primeiro-ano-na-escola-ensino-medio-maria-marina-
soares.htm> Acesso em: 24/08/2021

PEREIRA, Michele Cezareti. Evasão escolar: causas e desafios. Revista Científica


Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento. Ano 04, Ed. 02, Vol. 01, pp. 36-51.
Fevereiro de 2019. ISSN: 2448-0959. Artigo original
Disponível em:<https://www.nucleodoconhecimento.com.br/educacao/evasao-
escolar>Acesso em: 20/08/2021

Metodologias ativas para realizar transformações progressivas e profundas no


currículo Jose Moran Gerencia projetos de inovação, com metodologias ativa
Disponível em :< Portifólio - Metodologias ativas para realizar transformações.pdf>
Acesso em: 26/08/2021.

Projeto de vida: Ser ou existir?


Disponível em:
<http://basenacionalcomum.mec.gov.br/implementacao/praticas/caderno-de-
praticas/aprofundamentos/200-projeto-de-vida-ser-ou-existir > Acesso em:
01/09/2021.

Kaliana Silva Santos 1 Simone Braz Ferreira Gontijo ensino médio e projeto de
vida: possibilidades e desafios high shool and life project: possibilities and
challenges Disponível em : <Portifólio - Texto - Projeto de Vida -.pdf> Acesso
em:01/09/2021.

11

Você também pode gostar