Você está na página 1de 4

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS

CURSO DE TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA

MATHEUS BESSA BARBOSA

ATIVIDADE: ÉTICA E CIDADANIA

SABARÁ

2021
A FILOSOFIA E O CONHECIMENTO

Ao longo de sua história a Filosofia lida, desde o seu surgimento, com a questão do conhecimento,
visto que ela surge para apresentar uma nova forma de conhecer o mundo. Os filósofos apresentaram
diferentes teorias sobre o modo como o ser humano conhece e as formas de se conhecer. Platão admite
a existência de apenas dois graus do conhecimento: o sensível e o inteligível. O sensível, causado por
dados oriundos dos sentidos do corpo, era inferior e enganoso, enquanto o inteligível era racional e
superior. Já Aristóteles estabelece uma mistura de vários graus diferentes do conhecimento que deve
passar, necessariamente, pelo conhecimento sensível para que desperte na pessoa uma informação. As
teorias desses dois pensadores influenciaram todo o debate sobre o conhecimento sustentado por
filósofos posteriores. As formas de se conhecer deram origem ao campo da Filosofia chamado
Epistemologia, que formula as bases da teoria do conhecimento.
Conhecimentos Teóricos: A averiguação do que ocorre no mundo, transformado em conhecimento
sistematizado, em Ciência e, portanto, naquilo que hoje chamamos de ética.
Conhecimentos Produzidos: Normas de orientação técnica, necessárias à efetivação da prática,
correspondentes às leis e ao Direito.
Conhecimentos Práticos. Orientações: obtidas pela vivência diária, conduzindo a maneira justa e
saudável de viver em harmonia com a natureza e o outro, condizente com a moral.

CONCEITUE ÉTICA

Ética é a área da filosofia dedicada às ações e ao comportamento humano, filosofia moral. O objeto de


estudo da ética são os princípios que orientam as ações humanas e a capacidade de avaliar essas ações.

Ética e moral se diferenciam por a ética ser compreendida de maneira universal, enquanto a moral está
sempre ligada aos fatores sociais e culturais que influenciam os comportamentos.

De uma forma sucinta, a ética é uma teoria que se ocupa dos princípios que orientam as ações, já a
moral é prática e está relacionada às regras de conduta.

A palavra ética é derivada do grego etos, que significa, "hábito", "comportamento", "modo de ser".

CONCEITUE MORAL

A definição de moral pode ser feita de uma forma simples: conjunto de valores e regras que definem o
que é certo ou errado, permitido ou proibido em uma sociedade. Dito isso, é importante lembrar que
esses conceitos podem variar de acordo com a cultura de determinado grupo. Ter uma noção de moral
bem definida é muito importante porque dela depende a convivência, sem esse pacto cada pessoa
viveria de acordo com aquilo que acredita ou deseja, fazendo tudo quando e como quisesse,
independente de ferir o outro. Seria uma situação extremamente caótica.
É por isso que a moral deve ser respeitada, porque ela garante a segurança de todos. Mesmo levando
em consideração o respeito às individualidades e às diversidades os valores são construídos por e para
os grupos, visando a construção de uma consciência social e coletiva. É importante lembrar que
a organização da vida em sociedade se difere de um lugar para o outro.

DISTINGUIR CONCEITOS DE MORAL E ÉTICA

Ética: Parte da filosofia responsável pela investigação dos princípios que motivam, distorcem,
disciplinam ou orientam o comportamento humano, refletindo a respeito da essência das normas,
valores, prescrições e exortações presentes em qualquer realidade social. Exemplo de ética: os códigos
de ética profissional são bons exemplos porque cumprem a função de orientar, a valorização das
relações humanas, ética no trabalho, aceitação, respeito, igualdade.
Moral: Parte da filosofia que trata dos costumes, dos deveres, e do modo de proceder dos homens nas
relações com seus semelhantes. Exemplo de moral: Honestidade é agir de acordo com a verdade e com
a sinceridade, Lealdade é um valor moral que prevê dedicação voluntária a outra pessoa ou a uma
causa. Solidariedade, valor importante que representa a ajuda oferecida por uma pessoa.

CONSTRUIR UMA LINHA DO TEMPO A EVOLUÇÃO CONCEITUAL DA ÉTICA

A ÉTICA NA ANTIGUIDADE: A ÉTICA NASCEU NA GRÉCIA PRATICAMENTE JUNTO


COM A FILOSOFIA, EMBORA SEUS PRECEITOS FOSSEM PRATICADOS ENTRE OUTROS
POVOS DESDE OS PRIMÓRDIOS DA HUMANIDADE, MESCLADOS AO CONTEXTO MÍTICO
E RELIGIOSO, TENTANDO PAUTAR REGRAS DE COMPORTAMENTO PARA PERMITIR O
CONVÍVIO ENTRE INDIVÍDUOS, AGRUPADOS NO CONJUNTO DA SOCIEDADE.
TIMOCRACIA: O REGIME DOS AMANTES DA RIQUEZA, ONDE O PODER É PARTILHADO
APENAS ENTRE OS MEMBROS DAS OLIGARQUIAS, PALAVRA QUE EM GREGO
SIGNIFICA" GOVERNO DE POUCOS", RESTRINGINDO-SE AO CONTROLE EXERCIDO
PELAS FAMÍLIAS MAIS RICAS E PROEMINENTES QUE FORMAM A NOBREZA.
OLIGARQUIA: O REGIME DECIDIDO PELA TRASAÇÃO DE FORTUNAS, GOVERNADO
PELOS RICOS, INDEPENDENTE DE SUA ORIGEM FAMILIAR, SEM NENHUMA
PARTICIPAÇÃO DOS POBRES. ONDE O QUE É VALORIZADO É A CAPACIDADE
ECONÔMICA E NÃO A VIRTUDE.
DEMOCRACIA: •O GOVERNO DA PÓLIS AO GOSTO DE CADA UM, COM
REPRESENTANTES ELEITOS OU CIDADÃOS PARTICIPANDO DIRETAMENTE,
ESTABELECENDO ACORDOS PARA PAUTAR LEIS, AS QUAIS OS INDIVÍDUOS DEVEM SE
ADAPTAR.
ÉTICA MEDIEVAL: A IDADE MEDIA FOI DOMINADA PELO CATOLICISMO NA EUROPA
OCIDENTAL, PAUTANDO UMA VINCULADA COM A RELIGIÃO E DOGMAS CRISTÃOS,
DOMINANDO O PANORAMA CONCEITUAL ENTRE O SÉCULO XI E XIX; A DESPEITO DE
MUDANÇAS SIGNIFICATIVAS COM O RENASCIMENTO E, DEPOIS, A ENTRADA NA
MODERNIDADE E O ILUMINISMO, A TENDÊNCIA DE INTERPRETAÇÃO CONCEITUAL DA
ÉTICA PLATÔNICA PREVALECEU SOBRE AS DEMAIS ABORDAGENS, SENDO
ACENTUADA PELA VISÃO CRISTÃ QUE VALORIZOU A MORAL EM DETRIMENTO DA
UMA CONCEPÇÃO ÉTICA UNIVERSALIZADORA.
ÉTICA MODERNA: ENTRE OS SÉCULOS XVI E XVIII, AS DISCUSSÕES ÉTICAS
ESTIVERAM CENTRALIZADAS NO EMBATE ENTRE RACIONALISMO E EMPIRISMO. A
IDADE MODERNA FOI Á ÉPOCA DA FORMAÇÃO E CONSOLIDAÇÃO DOS ESTADOS
NACIONAIS EUROPEUS, PRECEDENDO A REVOLUÇÃO FRANCESA E INDUSTRIAL,
QUANDO A SEPARAÇÃO ENTRE ESTADO E IGREJA SE TORNOU DEFINITIVA, COM A
PREPONDERÂNCIA DO ANTROPOCENTRISMO E A CELERAÇÃO DO AVANÇO DA
CIÊNCIA.
ÉTICA CONTEMPORÂNEA: AO SEPARAR O CONHECIMENTO DA RELIGIÃO, NO
SÉCULO XVIII, O ILUMINISMO INAUGUROU UMA RELEITURA DA ÉTICA,
ESTABELECENDO CRITICAS QUE VOLTARAM A CENTRALIZAR O FOCO NA RAZÃO,
APOSTANDO NA AUTONOMIA HUMANA E NA CRENÇA OTIMISTA NO PROGRESSO. FOI
ESTABELECIDA UMA VISÃO ÉTICA POR UM VIÉS MAIS AMPLO, NÃO SÓ CIRCUSCRITO
AO GRUPO, MAS SIM AO CONTEXTO DO CONJUNTO DA HUMANIDADE.
CRISE DA ÉTICA: O SÉCULO XX, CENTRALIZADO NA SOCIEDADE DE CONSUMO, E NO
INDIVIDUALISMO, DESVIRTUOU O CAMINHO DA PREOCUPAÇÃO COM A
COLETVIDADE NO MUNDO OCIDENTAL CAPITALISTA, INAUGURANDO A CRISE DA
ÉTICA EM SENTIDO AMPLO. O GRANDE PROBLEMA É QUE A ÉTICA DEVERIA
JUSTAMENTE REPENSAR POSTURAS QUE FAZEM DE ALGUNS MAIS IGUAIS QUE
OUTROS, REFLETINDO SOBRE SUA NATUREZA GENERALIZADORA E
UNIVERSALIZANTE, RACIONALIZANDO AS AÇÕES HUMANAS ATÉ O LIMITE DO
POSSÍVEL, DIANTE DA NATUREZA EMOTIVA E MOVIDA POR SENTIMENTOS
INDIVIDUALISTAS.

Você também pode gostar