Você está na página 1de 3

A Teoria geral de sistemas tem por objetivo uma análise da natureza dos

sistemas e da inter-relação entre eles em diferentes espaços, assim como a


inter-relação de suas partes. Ela ainda analisa as leis fundamentais dos
sistemas.

Um sistema, ou seja, uma união de várias partes, é formado de componentes


ou elementos. Quando existe apenas um componente individual ele é chamado
de elemento único, quando estes elementos únicos se interrelacionam, eles
são chamados de componentes, e quando estes componentes se
interrelacionam com elementos únicos, eles são chamados de componentes
gerais. Um sistema não vive isolado, ele é sempre parte de um todo. Ele é
geral para as partes que o compõe e é parte da composição de outro sistema
mais geral de um todo.

O método que procura entender como os sistemas funcionam é a teoria geral


dos sistemas, desenvolvida pelo cientista alemão Ludwig von Bertalanffy. Ele
formulou dois princípios em sua teoria geral dos sistemas (Figura 4.9).
(1) Interdependência das partes. A teoria geral dos sistemas é a exploração de
“todos” e das “totalidades”. É a ideia de que os todos são formados de partes
interdependentes.

(2) Tratamento complexo da realidade complexa. De acordo com Bertalanffy,


essa idéia é a necessidade de aplicar vários enfoques para entender uma
realidade que se torna cada vez mais complexos e lidar com ela. Essa parte da
teoria indica como lidar com a complexidade.

• Segundo esse princípio, os limites de um sistema e suas fronteiras com o


ambiente dependem não do próprio sistema, mas do observador.

• Sistemas são definidos em termos da percepção e das distinções traçadas


pelos observadores. São constructos, entidades construídas cognitivamente
pelas pessoas. No extremo, um sistema é o que se percebe como tal.

• “Fazer recortes” na realidade para enxergar sistemas é a habilidade que


corresponde a esse princípio.

Organizações como sistemas


 
Uma ideia importante resultante do enfoque sistêmico é a definição da
organização como sistema: uma organização é um sistema composto de
elementos ou componentes interdependentes. Não é uma entidade monolítica.
• O sistema técnico é formado por recursos e componentes físicos e abstratos,
e que, até certo ponto, independem
das pessoas: objetivos, divisão do trabalho, tecnologia, instalações, duração
das tarefas, procedimentos.
• O sistema social é formado por todas as manifestações do comportamento
dos indivíduos e dos grupos: relações sociais, grupos informais, cultura, clima,
atitudes e motivação.

• A compreensão dos elementos que interagem nas organizações é uma


habilidade básica para os gestores.

Como usar o pensamento sistêmico


 
Nada é simples. Tudo é complexo. A complexidade depende de atributos
objetivos e de sua percepção. Cada problema ou situação tem diversas causas
e efeitos. Tente vê-los na totalidade (Figura 4.11).
O complexo pode ser simplificado. Para isso, faça “recortes” na realidade. É
você quem vê os sistemas.

• Desenvolva interpretações dos sistemas usando o modelo de entradas-


processo-saídas.

• Afaste-se da realidade imediata. Tente ver a floresta, não apenas as árvores.

Em resumo
 
• O pensamento sistêmico é a ferramenta para lidar com a complexidade.
• Uma das aplicações do pensamento sistêmico é enxergar as organizações
como sistemas complexos.

• Como gestor, você deve desenvolver sua habilidade de pensar


sistemicamente para lidar com as situações complexas que a gestão oferece.

Comentários, análises, reflexões do aluno: Ao contrário das outras teorias


que focavam apenas no ambiente externo, a TGS foi a primeira teoria a
considerar o ambiente. Existem sistemas fechados que são sistemas que não
sofrem impactos significativos do ambiente externo e sistema aberto que
sofrem impacto ao trocar energia com o ambiente externo, as quatro principais
funções que garantem a sobrevivência do funcionamento são: Latência,
Integração, Gerar e atingir objetivos e adaptação. Para Trist e Emery o grupo
organizacional que deve ser analisado e não o indivíduo, para Katz e Kahn a
organização é um sistema aberto que se adapta de acordo com o ambiente
que está inserido.
https://gennegociosegestao.com.br/teoria-geral-dos-sistemas/

https://www.unicamp.br/fea/ortega/temas530/melissa.htm

Você também pode gostar