Armadilha Mortal

- por René Burkhardt | 25 de Março de 2011

³Ora, a serpente era o mais astuto de todos os animais selvagens que o Senhor Deus tinha feito... Disse a serpente à mulher: ... no dia em que dele comerem, seus olhos se abrirão, e vocês serão como Deus, conhecedores do bem e do mal" (Gn 3). Em outras palavras, Satanás estava dizendo: ³Vocês têm direitos! Vocês são filhos do Rei! Não são pouca coisa, não! Onde está a dignidade de vocês? Vocês são muito mais dignos do que aparentam! Vocês são a imagem do próprio Deus, iguais a Ele!´. Alguém pode dizer que nunca µouviu¶ essas palavras, lá no seu íntimo? Se você pode dizer que nunca as ouviu, cuidado! Há um laço sob seus pés, que será puxado e apertado a qualquer momento! Satanás só pode agir com a permissão de Deus, mas Este usa aquele, para nos aperfeiçoar, para provar nossa fé para nós mesmos, para desviar os que são reprovados, enfim, para cumprir Seus propósitos. Desde o começo, Satanás tentou, com êxito, arruinar a relação pura e direta entre o homem e Deus. Após nossa queda, ele continuou, com muito êxito, a nos afastar do Caminho da reconciliação com Deus. Ele continuou a nos ensinar a sermos soberbos! Ele e nós perdemos o relacionamento de Pai e filhos, entre Deus e nós, por causa da soberb E este continua a. sendo o caminho da separação, mesmo depois da obra perfeita de Cristo, porque esse é o caminho inverso àquele que Jesus construiu. É fácil para Satanás manter aqueles que ainda não conhecem a Cristo, longe de Deus, através da soberba. É o que se vê por todo o mundo, através de toda a História! No afã de serem superiores aos outros, os homens se odeiam e se matam. O rico quer ser ainda mais rico, não para desfrutar de um maior conforto, que sua riqueza inicial já poderia satisfazer, mas para se sentir superior, mais rico do que alguém específico, ou do que todas as outras pessoas. Nações entram em guerra com outras, não pelas questões ideológicas que propagam, mas para agregar ainda mais territórios aos seus e/ou demonstrarem sua superioridade. O empregado entra em competição com seus colegas, para provar que ele é o mais eficiente. A dona de casa explica sua receita para outra mulher, não para que esta aprenda, mas para mostrar a todos que ela é a melhor cozinheira, superior à µrival¶. E, assim, todos seguem formando µinimigos¶ o tempo todo, porque a soberba de cada um não permite que exista algo ou alguém superior a si mesmo! Mas Deus Se revela a todas as pessoas! Todas, sem exceção, recebem orientação do Espírito de Deus, sobre o Caminho certo a seguir. E é aí que Satanás começa a ter trabalho! Ele precisa µroubar a semente¶, antes que ela germine. Ele precisa µsecar¶ a pequena planta, caso a semente consiga germinar. Ele precisa µsufocar¶ a grande planta, caso ela consiga crescer. Ele precisa µimpedir¶ que os frutos nasçam, caso a planta se transforme em árvore. E ele encontrou um caminho que facilita seu trabalho, uma grande arma, que ele usa com todos que querem se reconciliar com o Senhor: a religiosidade! Esta, nada mais é do que o us da o soberba, toda a vez que deveríamos negarmo-nos a nós mesmos! Na medida em que as pessoas aprendem a Palavra de Deus, Satanás faz uso dela, às vezes com sutis alterações, às vezes levando-nos a aplicá-la de forma errada. Diante de Jesus, no deserto, ele usou a Palavra corretamente, mas tentando levar Jesus a fazer um uso indevido dela. E é assim que ele faz conosco, quando percebe que alterar a Palavra não surte mais efeito em nós. Mas, diferentemente de Jesus, muitos de nós temos sucumbido a essa armadilha mortal. E uma das questões que ele mais faz uso é a da santificação. Todos os nossos pecados estão relacionados à nossa carne: vícios, luxúria, medo, exceto a soberba. Esta é de origem demoníaca, infernal. Como a santificação, a purificação dos pecados, é tratada extensamente na Palavra de Deus, a maior µsacada¶ de Satanás foi usar a

soberba como princípio para alcançá-la, em vez da divinamente indicada submissão à obra do Espírito Santo de Deus! Ele fez o homem pensar que a santificação é uma obra que cabe a si mesmo, por ser digno e totalmente capacitado a efetuá-la. Aqui entra a sutileza e a sagacidade de Satanás: levando o homem a pensar dessa forma, ele tenta anular por completo a obra de Jesus! Infelizmente, ele tem obtido sucesso com muitas pessoas. É muito comum vermos pessoas se esforçando e conseguindo vencer um vício, como tabagismo, alcoolismo, drogas, por terem se tornado cristãs. No entanto, muitas delas não vencem tal vício por amor a Jesus. No momento de sua conversão, lhes é dito que ³agora vocês fazem parte de um grupo onde tais coisas não são praticadas´. E é esta inclusão em um grupo µespecial¶, de pessoas µespeciais¶, que move muita gente! É pura soberba de se achar digno de pertencer a uma comunidade, que é superior ao restante da sociedade, principalmente por conta de sua santidade! E o pior é que a coisa não pára por aí: depois de µvencer¶ a concorrência da sociedade em geral, é necessário vencer a concorrência interna no grupo! E o diabo continua soprando nos ouvidos das pessoas: ³Você é muito especial! Deus ama você, porque você µé o cara¶! Quanto mais você se esforçar, mais Ele vai amar você, porque você será superior a esses seus irmãos! Agora que você deixou de fumar, de beber, de usar drogas, de olhar com desejo para as outras pessoas, você precisa mostrar que é mais santo que todos! Quando entrar em uma reunião de oração, faça cara de piedoso. Mostre que você está envolvido com aquilo! É fácil: nem precisa estar pensando em Deus, é só mostrar um semblante triste! Diga a algumas pessoas, discretamente, que você tem jejuado muito, que você tem orado muito, que tem lido muito a Bíblia! E não se esqueça de fazer um ar de pesar, quando alguém disser que não faz essas coisas como você! Exija que se leia a Palavra em pé, para que as pessoas saibam que você respeita a Deus muito mais do que elas respeitam! ´. Tudo isso tem a soberba como combustível, não o amo a Deus, não o reconhecimento do r poder transformador do Espírito de Cristo! Assim, as pessoas µvencem¶ seus erros por acharem que sua dignidade está muito acima deles e, principalmente, muito acima das outras pessoas! Elas caem nessa grande armadilha de S atanás, de trocarem uma espinha no rosto por um câncer violento, que corrói toda e qualquer possibilidade de haver amor a Deus e às outras pessoas, de haver verdadeira felicidade e de haver alguma chance de bom senso! A imagem da perfeição de si mesmas as cega totalmente! Apesar disso, essas pessoas declaram crer em Deus e se consideram santas! Mas esse Deus, no qual dizem crer, é imaginário! Elas dizem que não são nada diante dele, com pretensa humildade, mas, em seu íntimo, passam o tempo todo pensando n quanto ele as aprova e o considera superiores às outras pessoas comuns! E nem percebem que foi a elas mesmas que o Senhor disse: ³Nunca as conheci! Apartem-se de Mim!´. A frase seguinte, que encontrei em um comentário do texto ³Trocando a Graça por Qualquer Coisa´, no Blog do Wendel Bernardes, é verdadeira e muito pertinente: ³Para uma galerinha mistificada que existe por aí, santidade é bônus cumulativo de poder, que você faz uso quando percebe que vai precisar de crédito para finalizar a conexão transcendental com êxito. Pura anulação da Graça´ (Franklin Rosa, do Blog Conexão da Graça).

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful