Você está na página 1de 21

FÍSICO-QUÍMICA

20/09/2021
PROFESSOR DANIEL
AULA 01 – 2ºBIMESTRE, CINÉTICA QUÍMICA (FATORES QUE AFETAM A
VELOCIDADE DE UMA REAÇÃO), COEFICIENTE ESTEQUIOMÉTRICO E
CONSTANTE DE VELOCIDADE.
NOSSOS OBJETIVOS COM ESTE ESTUDO!

• Entender como podemos determinar as velocidades de reação;


• Sabermos quais fatores podem afetar a velocidade de uma reação;
• Saber quais fatores afetam as nossas reações;
• E através de todos estes estudos podermos MAXIMIZAR ou minimizar a formação
dos nossos produtos.
O QUE É CINÉTICA QUÍMICA ?

É a área da Química que está preocupada com as velocidades, ou grau, de


velocidade, das reações.
Ela afeta mais áreas que nós podemos imaginar. E TODOS os processos
químicos que envolvem reações (equações químicas), a cinética química atua.
Estes processos envolvem não só reações químicas, mas também reações
biológicas. Por exemplo, a rapidez com que um medicamento reage no nosso
corpo. Velocidade de formação de produtos ou de consumo de reagentes. Ou
simplesmente podemos “prever” a velocidade de oxidação de uma metal.
O QUE SÃO REAGENTES E PRODUTOS ?

Como já vimos no slide passado, o estudo da cinética química é de extrema


importância para sabermos o que irá ocorrer com a reação química. Mas como
sabemos para ocorrer uma reação química é necessário que tenhamos pelo menos
uma substância para produzir o nosso produto de interesse. Os termos a seguir são
importantes para que possamos seguir adiante.
Reagente(s): São as substâncias que serão consumidas para produzir
nosso(s) produto(s) de interesse. São os componentes que ficam a esquerda da seta.

Produto(s): São as substâncias que serão produzidas. São as substâncias que


queremos. São os componentes que ficam a direita da seta.
REAÇÃO QUÍMICA.

De maneira geral, quando queremos representar uma reação química


(equação química) a forma mais simples de representar é:

𝐴(𝑙) + 𝐵(𝑙) → 𝐶(𝑙) + 𝐷(𝑙) Equação 01

Onde:
𝐴(𝑙) 𝑒 𝐵(𝑙) = 𝑠ã𝑜 𝑜𝑠 𝑟𝑒𝑎𝑔𝑒𝑛𝑡𝑒𝑠 𝑛𝑜 𝑒𝑠𝑡𝑎𝑑𝑜 𝑓í𝑠𝑖𝑐𝑜 𝑙í𝑞𝑢𝑖𝑑𝑜.
𝐶(𝑙) 𝑒 𝐷(𝑙) = 𝑠ã𝑜 𝑝𝑟𝑜𝑑𝑢𝑡𝑜𝑠 𝑛𝑜 𝑒𝑠𝑡𝑎𝑑𝑜 𝑓í𝑠𝑖𝑐𝑜 𝑙í𝑞𝑢𝑖𝑑𝑜.
REAÇÃO QUÍMICA, CONSTANTE CINÉTICA (K).

Além de sabermos o que é: Reagente e Produto, temos que saber o que é


Constante cinética, e como ela trabalha.
A Constante cinética (K) é um parâmetro. Nos fornece uma magnitude da
intensidade (velocidade) da reação. Este valor varia de acordo com a temperatura
da reação (T).
VARIÁVEIS QUE AFETAM AS VELOCIDADES DE
REAÇÃO.
Neste slide é apresentado em ordem decrescente de variáveis que afetam
a velocidade de uma reação:
• Temperatura (T);
• Concentração, tanto dos produtos quanto dos reagentes([Concentração Molar]);
• Estados Físicos dos compostos: Sólido(s), Líquido(l) e Gasoso(g);
• Catalizadores.
TEMPERATURA (T).

Principal fator que afeta a velocidade de reação! Como vimos


anteriormente possuímos 2 tipo de reações. Do tipo Endotérmica que ________ e
___________ que liberam calor (q).
Além disso. Temos que lembrar a definição de temperatura que é
__________________, portanto quanto mais quente mais as moléculas estão se
agitando, e com isso mais rápido a reação acontece.
CONCENTRAÇÃO ([MOLAR]).

Primeiro fato importante de lembrarmos é que existem diferentes tipos de


concentração.
• Concentração Molar (mol/L) →(n/V)
• Concentração Mássica (g/L) →(m/V)
• Concentração Volumétrica (L/L) →(V/V)
É importante falar que para o estudo de cinética química, iremos trabalhar na
maior parte do tempo com a concentração MOLAR. Pois com essa conseguimos
calcular o consumo, em número de mol, que são formados e/ou consumidos.
CONCENTRAÇÃO ([MOLAR]).

O número de mol podem ser ____________ se forem produtos ou


___________se forem reagentes. Entretanto uma coisa é FATO! A massa final
deve ser necessariamente igual á inicial! Pois como Lavosier já nos disse
_________________________________ ______________.
Contudo o número inicial de mol pode sim variar, como veremos a seguir.
CONCENTRAÇÃO ([MOLAR]).

As concentrações dos reagentes. A maioria das reações químicas


prossegue mais rapidamente se a concentração de um ou mais reagentes é
AUMENTADA. Por exemplo, lã de aço queima-se com dificuldade no ar, que
contém 20% de gás Oxigênio (𝑂2(𝑔) ). Mas queima-se como uma chama branca
brilhante na presença de gás Oxigênio puro. A medida que a concentração
aumenta, a frequência com a qual as moléculas se chocam também o faz, levando
ao aumento de velocidade de queima da lã de aço.
CONCENTRAÇÃO ([MOLAR]).

Figura 1: Diferença da Queima quando se há maior Concentração de O2

Fonte: Química a Ciência Central 2009, 2021


ESTADOS FÍSICOS (SÓLIDO, LÍQUIDO E
GASOSO).
• Os três estados físicos básicos da matéria são: Sólido, Líquido e Gasoso.
Sabemos que cada estado possui uma característica.
Sólido: As moléculas estão muito próximas umas das outras, entretanto há baixa
energia entre elas. São praticamente imóveis.
Líquido: As moléculas estão mais distantes umas das outras, entretanto há maior
energia que no estado sólido. São desorganizadas e colidem uma com a outra.
Gasoso: As moléculas estão mais distantes umas das outras, entretanto elas
possuem uma ALTA energia, Se fornecermos mais energia podemos verificar a
emissão de luz (Efeito fóton).
VISÃO MOLECULAR DOS ESTADOS FÍSICOS

Figura 2: Visão Molecular dos estados


Físicos

Fonte: variosmateriais,2021
ESTADOS FÍSICOS (SÓLIDO, LÍQUIDO E
GASOSO).
• Para que haja uma reação química, é necessário que haja uma interação entre
os reagentes. Seguindo este pensamento, conseguimos assim notar que reações
que envolvem sólidos geralmente são MUITO mais lentas do que em reações de
líquidos ou gases.
• Quanto mais rápido as moléculas se chocam, mais rapidamente elas se reagem.
• Por isso quando queremos aumentar o velocidade de uma reação que envolve
um reagente sólidos tentamos aumentar sua área de contato. Esse processo de
aumento na área de contato pode ser um simples trituramento do reagente.
CATALIZADORES

A presença de catalizadores aumentam a velocidade de reação


___________ a energia de ativação para uma reação, assim podemos dizer que
ele diminui a _____________ fazendo com que a reação se torne mais
espontânea.

Tipos de catalizadores: Enzimas ( são catalizadores biológicos, fundentes


– materiais que permitem o aumento da temperatura-).
VELOCIDADE DE REAÇÕES

A velocidade de um evento é definida como a VARIAÇÃO que ocorreu em


determinado intervalo de tempo.
SEMPRE que falamos sobre velocidade tratamos de tempo, pense em um
carro, a velocidade dele é expressa em (Km/h) ou (m/s).
Igualmente em uma reação química a sua taxa de reação é a: variação
do número de mol (seja dos reagentes ou produtos)/por intervalo de tempo.

𝑉𝑎𝑟𝑖𝑎çã𝑜 𝑑𝑜 𝑛ú𝑚𝑒𝑟𝑜 𝑑𝑒 𝑀𝑜𝑙 (𝑅𝑒𝑎𝑔𝑒𝑛𝑡𝑒 𝑜𝑢 𝑃𝑟𝑜𝑑𝑢𝑡𝑜𝑠)


𝑇𝑎𝑥𝑎 𝑑𝑒 𝑟𝑒𝑎çã𝑜 = Equação 02
𝐼𝑛𝑡𝑒𝑟𝑣𝑎𝑙𝑜 𝑑𝑒 𝑇𝑒𝑚𝑝𝑜
VELOCIDADE DE REAÇÕES

𝑉𝑎𝑟𝑖𝑎çã𝑜 𝑑𝑜 𝑛ú𝑚𝑒𝑟𝑜 𝑑𝑒 𝑀𝑜𝑙 (𝑟𝑒𝑎𝑔𝑒𝑛𝑡𝑒 𝑜𝑢 𝑃𝑟𝑜𝑑𝑢𝑡𝑜𝑠)


𝑻𝒂𝒙𝒂 𝒅𝒆 𝒓𝒆𝒂çã𝒐 =
𝐼𝑛𝑡𝑒𝑟𝑣𝑎𝑙𝑜 𝑑𝑒 𝑇𝑒𝑚𝑝𝑜

As unidade a seguir estão no Sistema Internacional (SI)


𝑚𝑜𝑙 𝑚𝑜𝑙
= .
𝐿. 𝑠 𝐿 𝑠
VELOCIDADE DE REAÇÕES EXEMPLO 1

Considere uma reação hipotética simples de A→B


Suponha que esta reação ocorre em um recipiente de Volume = 1 L. No início da
reação temos 1,00 mol A,
Logo Ca0 = 1,00 molA/L
Após 20 s, a [A] foi para 0,54molA/L nesse mesmo instante a [B] é de 0,46 molB/L.
A soma das concentrações ainda é 1,00mol/L, pois para cada mol consumido de A
um mol de B é fomado!
VELOCIDADE DE REAÇÕES EXEMPLO 1

• Após 40 s, a [A] foi para 0,30molA/L nesse mesmo instante a [B] é de 0,70 molB/L.

Nesta etapa a soma do número de mol ainda é de 1,00 mol/L, pois a


proporção estequiométrica ainda é a mesma.
Sendo assim, a velocidade dessa reação pode ser expressa como a taxa de
aparecimento de B ou como desaparecimento de A. A taxa média de aparecimento de
B no intervalo de tempo específico é dada pela variação do tempo.
VELOCIDADE DE REAÇÕES EXEMPLO 1

Figura 3: Diferença da Concentração de B em relação ao tempo

Fonte: Química a Ciência Central 2009, 2021

Você também pode gostar