Você está na página 1de 4

B LA AO

BREVES
 
Ano VII
• Uma das vertentes mais interessantes do Desporto Escolar, por vezes esquecida, é a formação de juízes-
árbitros. Na nossa escola temos, ao longo dos anos, procurado, nas diversas modalidades praticadas, dar
Número 67
particular ênfase à arbitragem através das formações que anualmente realizamos. No caso concreto do

CENTR
futsal, os alunos têm a possibilidade de complementar a formação teórica com a arbitragem dos jogos do
torneio interturmas. É aqui que, às vezes em ambiente muito competitivo, alguns alunos(as) revelam possuir MAR
conhecimentos e capacidades para desempenhar esta difícil tarefa. Nesta edição do Bola ao Centro damos 2011
conta de mais um aluno que decidiu – e muito bem – evoluir do desporto escolar para o desporto federado.
Realizou os testes, que passou sem dificuldade, e começou a, semanalmente, arbitrar jogos nos diversos
BOLETIM INFORMATIVO DO NÚCLEO DE FUTSAL FEMININO DO
campeonatos distritais de futebol. Só podemos estar satisfeitos! A escola cumpriu a sua obrigação! Deu a AGRUPAMENTO DE ESCOLAS CAROLINA BEATRIZ ÂNGELO - GUARDA
conhecer e promoveu, dentro das suas possibilidades, o gosto pela arbitragem. O Ivo, um aluno cujo http://sequeirafutsal.com.sapo.pt/
comportamento na escola tem sido tantas vezes negativo, tem aqui algo a que pode recorrer para melhorar
as suas atitudes. O núcleo de futsal tudo tem feito para que a mudança venha a acontecer. Apenas
desejamos que o Ivo, reconhecendo muitos dos erros cometidos, possa crescer como aluno e como homem!

• Devido à marcação de uma visita de estudo para o dia 4 de maio, houve necessidade de alterar a data da
deslocação da equipa de Infantis a Trancoso. Assim, os jogos em Trancoso serão no dia 18 de maio, quarta-
feira. Um pedido aos senhores professores para que não marquem testes para os dias 18 e 24 de maio, datas
em que as pequenitas têm jogos! Bem-haja!

• A secção “QUEM ESTÁ NA FOTOGRAFIA” continua a ser muito procurada Por  utilização  incorreta  de  uma  aluna,  a 
pelas nossas antigas alunas. Desta vez foi a Ana Torres (sempre atenta)
quem, rapidamente, identificou as colegas que, em maio de 2007, derrota com a escola de Fornos de Algodres 
tentaram dar uma voltinha de trator… Elas são a Rita Alexandre, a Sofia
Pereira (condutora do veículo), a Soraia Fonseca e a Mónica Silva!
foi transformada em vitória por 5 – 0!

Ficha Técnica
Coordenação: Prof. José Luís Lopes Colaboração: Maria Inês Torre, 7º B,
Ivo Gaspar, CEF 2 e Ana Torres, antiga aluna
O BOLA AO CENTRO utiliza a grafia do novo acordo ortográfico.
INICIADAS - DERROTA EM FORNOS DE ALGODRES NÃO VALEU! CONCURSO LITERÁRIO
No dia 12 de fevereiro, a equipa de Iniciadas foi jogar a Fornos de Algodres.  Apresentamos, nesta edição, as duas composições classificadas em primeiro lugar no concurso
Num  jogo  muito  equilibrado,  a  vitória  da  equipa  “da  casa”  surgiria  já  no  último  minuto.  No  literário do Bola ao Centro que teve como tema “À sombra ou ao sol, com uma bola sou feliz!”.
entanto, os responsáveis pela equipa da escola de Fornos de Algodres cometeram uma falha  A entrega dos prémios das composições classificadas nos três primeiros lugares será efetuada no
dia 9 de junho, no 5º encontro das antigas alunas do núcleo de futsal.
imperdoável… uma das meninas (só por acaso a melhor jogadora da equipa!), apesar de ser 
do escalão de Iniciadas, já tinha jogado pela equipa de Juvenis da mesma escola, situação que 
o regulamento do Desporto Escolar não permite.  1º lugar (Ana Torres, antiga aluna)
Por  este  motivo,  e  de  acordo  com  o  referido  regulamento,  a  coordenação  distrital  do 
Desporto Escolar puniu a escola de Fornos de Algodres com uma derrota por 5 – 0 tendo sido  Estou sentada, só espero poder repetir
averbada a vitória, também por 5 – 0, à nossa equipa!  à sombra de uma árvore minha, e voltar a sentir tudo,
Em  termos  de  competição,  a  equipa  conta  agora  com  duas  vitórias:  com  Trancoso  (10‐1)  e  como eu queria estar acompanhada, bem de perto.
com Fornos de Algodres (5‐0).  daquela bola que eu tinha.
Ter-te comigo agora.
  Ao sol ela brilhava, Seja à sombra,
  à sombra se escondia, seja ao Sol…
  comigo brincava, sou feliz…
  mas logo me chateava
ARBITRAGEM – DA ESCOLA PARA O DESPORTO FEDERADO
 
 
quando de mim fugia. Não importa quando.
Não importa em que situação.
Tudo começou com uma brincadeira, há uns anos; eram os últimos dias do 1º período escolar e
Ai! Como eu era feliz Pois não sou eu que mando,
nos só queríamos faltar! Então eu e mais uns amigos decidimos ir ao curso de árbitros de futsal. que nem um petiz! no meu pequeno coração.
Passei no curso e gostei muito de exercer a função… comecei por arbitrar os interturmas e, Talvez porque aquilo que fiz,
conforme a minha evolução, comecei a acompanhar as meninas da escola da Sequeira com o sempre foi o que quis.
Professor José Luís
Nunca se sabe…
Nos anos seguintes, porque me interessei pela arbitragem, fui sempre fazer o curso para
aprender mais. Até que o Professor José Luís me confiou o cargo da administração do E o futuro é incerto…
interturmas, comecei a acompanhar mais vezes as equipas de futsal da escola e fui arbitrar
finais.
Este ano, mais uma vez, fui tirar o curso de árbitros do Desporto Escolar mas decidi também 2º lugar (Maria Inês Torres, 7º B)
inscrever-me na Associação do Futebol da Guarda para tirar o curso mais aprofundado e ter
oportunidade de arbitrar jogos da Distrital… e espero subir ao Nacional. Arranjei logo uma equipa Nestas férias de verão,
lá vou eu para o parque com a bola na mão.
de arbitragem em que lhe faltava um membro. Fui chamado para a equipa e comecei a arbitrar
os jogos da Distrital! É uma sensação única pois requer mais atenção e mais cuidado nas Chega a hora de voltar.
decisões que tomamos; temos de cumprir as regras ao máximo e tentar não cometer muitos Fico triste por ter de parar,
erros. As claques são mais agressivas mas para isso temos o reforço policial e podemos mandar mas depois do jantar jogo a dobrar.
identificar os adeptos ou pessoas não identificadas dentro de campo. Gostava de deixar uma
Na sombra ou no sol,
palavra aos rapazes e às raparigas: não deixem de fazer o que sempre sonharam fazer, obter o
sempre a jogar,
que sempre quiseram ter, apenas por vergonha, medo ou qualquer outro motivo. Nas arbitragens só paro um bocado para descansar.
ouvem-se muitas bocas desagradáveis mas não podemos ligar ao que se diz nas bancadas.
Somos pagos e somos escolhidos para arbitrar, só temos de fazer o nosso trabalho; os árbitros, Mais uma hora de regressar,
façam bem ou não o seu trabalho, são sempre os culpados do jogo, são sempre os corruptos…
desta vez sem poder jogar,
pois já é hora de me ir deitar.
mas muitas pessoas dizem isso e nem as leis do jogo sabem. Para todos os praticantes de
Adormeço ansiosa
futebol, o Fair Play devia estar acima de tudo.
e com muita vontade
Para o Professor José Luís, um muito obrigado por esta oportunidade; sem a sua ação e incentivo de amanhã continuar.
permanente, talvez não fosse árbitro nesta altura. Obrigado.
 
INICIADAS - DERROTA EM FORNOS DE ALGODRES NÃO VALEU! CONCURSO LITERÁRIO
No dia 12 de fevereiro, a equipa de Iniciadas foi jogar a Fornos de Algodres.  Apresentamos, nesta edição, as duas composições classificadas em primeiro lugar no concurso
Num  jogo  muito  equilibrado,  a  vitória  da  equipa  “da  casa”  surgiria  já  no  último  minuto.  No  literário do Bola ao Centro que teve como tema “À sombra ou ao sol, com uma bola sou feliz!”.
entanto, os responsáveis pela equipa da escola de Fornos de Algodres cometeram uma falha  A entrega dos prémios das composições classificadas nos três primeiros lugares será efetuada no
dia 9 de junho, no 5º encontro das antigas alunas do núcleo de futsal.
imperdoável… uma das meninas (só por acaso a melhor jogadora da equipa!), apesar de ser 
do escalão de Iniciadas, já tinha jogado pela equipa de Juvenis da mesma escola, situação que 
o regulamento do Desporto Escolar não permite.  1º lugar (Ana Torres, antiga aluna)
Por  este  motivo,  e  de  acordo  com  o  referido  regulamento,  a  coordenação  distrital  do 
Desporto Escolar puniu a escola de Fornos de Algodres com uma derrota por 5 – 0 tendo sido  Estou sentada, só espero poder repetir
averbada a vitória, também por 5 – 0, à nossa equipa!  à sombra de uma árvore minha, e voltar a sentir tudo,
Em  termos  de  competição,  a  equipa  conta  agora  com  duas  vitórias:  com  Trancoso  (10‐1)  e  como eu queria estar acompanhada, bem de perto.
com Fornos de Algodres (5‐0).  daquela bola que eu tinha.
Ter-te comigo agora.
  Ao sol ela brilhava, Seja à sombra,
  à sombra se escondia, seja ao Sol…
  comigo brincava, sou feliz…
  mas logo me chateava
ARBITRAGEM – DA ESCOLA PARA O DESPORTO FEDERADO
 
 
quando de mim fugia. Não importa quando.
Não importa em que situação.
Tudo começou com uma brincadeira, há uns anos; eram os últimos dias do 1º período escolar e
Ai! Como eu era feliz Pois não sou eu que mando,
nos só queríamos faltar! Então eu e mais uns amigos decidimos ir ao curso de árbitros de futsal. que nem um petiz! no meu pequeno coração.
Passei no curso e gostei muito de exercer a função… comecei por arbitrar os interturmas e, Talvez porque aquilo que fiz,
conforme a minha evolução, comecei a acompanhar as meninas da escola da Sequeira com o sempre foi o que quis.
Professor José Luís
Nunca se sabe…
Nos anos seguintes, porque me interessei pela arbitragem, fui sempre fazer o curso para
aprender mais. Até que o Professor José Luís me confiou o cargo da administração do E o futuro é incerto…
interturmas, comecei a acompanhar mais vezes as equipas de futsal da escola e fui arbitrar
finais.
Este ano, mais uma vez, fui tirar o curso de árbitros do Desporto Escolar mas decidi também 2º lugar (Maria Inês Torres, 7º B)
inscrever-me na Associação do Futebol da Guarda para tirar o curso mais aprofundado e ter
oportunidade de arbitrar jogos da Distrital… e espero subir ao Nacional. Arranjei logo uma equipa Nestas férias de verão,
lá vou eu para o parque com a bola na mão.
de arbitragem em que lhe faltava um membro. Fui chamado para a equipa e comecei a arbitrar
os jogos da Distrital! É uma sensação única pois requer mais atenção e mais cuidado nas Chega a hora de voltar.
decisões que tomamos; temos de cumprir as regras ao máximo e tentar não cometer muitos Fico triste por ter de parar,
erros. As claques são mais agressivas mas para isso temos o reforço policial e podemos mandar mas depois do jantar jogo a dobrar.
identificar os adeptos ou pessoas não identificadas dentro de campo. Gostava de deixar uma
Na sombra ou no sol,
palavra aos rapazes e às raparigas: não deixem de fazer o que sempre sonharam fazer, obter o
sempre a jogar,
que sempre quiseram ter, apenas por vergonha, medo ou qualquer outro motivo. Nas arbitragens só paro um bocado para descansar.
ouvem-se muitas bocas desagradáveis mas não podemos ligar ao que se diz nas bancadas.
Somos pagos e somos escolhidos para arbitrar, só temos de fazer o nosso trabalho; os árbitros, Mais uma hora de regressar,
façam bem ou não o seu trabalho, são sempre os culpados do jogo, são sempre os corruptos…
desta vez sem poder jogar,
pois já é hora de me ir deitar.
mas muitas pessoas dizem isso e nem as leis do jogo sabem. Para todos os praticantes de
Adormeço ansiosa
futebol, o Fair Play devia estar acima de tudo.
e com muita vontade
Para o Professor José Luís, um muito obrigado por esta oportunidade; sem a sua ação e incentivo de amanhã continuar.
permanente, talvez não fosse árbitro nesta altura. Obrigado.
 
B LA AO
BREVES
 
Ano VII
• Uma das vertentes mais interessantes do Desporto Escolar, por vezes esquecida, é a formação de juízes-
árbitros. Na nossa escola temos, ao longo dos anos, procurado, nas diversas modalidades praticadas, dar
Número 67
particular ênfase à arbitragem através das formações que anualmente realizamos. No caso concreto do

CENTR
futsal, os alunos têm a possibilidade de complementar a formação teórica com a arbitragem dos jogos do
torneio interturmas. É aqui que, às vezes em ambiente muito competitivo, alguns alunos(as) revelam possuir MAR
conhecimentos e capacidades para desempenhar esta difícil tarefa. Nesta edição do Bola ao Centro damos 2011
conta de mais um aluno que decidiu – e muito bem – evoluir do desporto escolar para o desporto federado.
Realizou os testes, que passou sem dificuldade, e começou a, semanalmente, arbitrar jogos nos diversos
BOLETIM INFORMATIVO DO NÚCLEO DE FUTSAL FEMININO DO
campeonatos distritais de futebol. Só podemos estar satisfeitos! A escola cumpriu a sua obrigação! Deu a AGRUPAMENTO DE ESCOLAS CAROLINA BEATRIZ ÂNGELO - GUARDA
conhecer e promoveu, dentro das suas possibilidades, o gosto pela arbitragem. O Ivo, um aluno cujo http://sequeirafutsal.com.sapo.pt/
comportamento na escola tem sido tantas vezes negativo, tem aqui algo a que pode recorrer para melhorar
as suas atitudes. O núcleo de futsal tudo tem feito para que a mudança venha a acontecer. Apenas
desejamos que o Ivo, reconhecendo muitos dos erros cometidos, possa crescer como aluno e como homem!

• Devido à marcação de uma visita de estudo para o dia 4 de maio, houve necessidade de alterar a data da
deslocação da equipa de Infantis a Trancoso. Assim, os jogos em Trancoso serão no dia 18 de maio, quarta-
feira. Um pedido aos senhores professores para que não marquem testes para os dias 18 e 24 de maio, datas
em que as pequenitas têm jogos! Bem-haja!

• A secção “QUEM ESTÁ NA FOTOGRAFIA” continua a ser muito procurada Por  utilização  incorreta  de  uma  aluna,  a 
pelas nossas antigas alunas. Desta vez foi a Ana Torres (sempre atenta)
quem, rapidamente, identificou as colegas que, em maio de 2007, derrota com a escola de Fornos de Algodres 
tentaram dar uma voltinha de trator… Elas são a Rita Alexandre, a Sofia
Pereira (condutora do veículo), a Soraia Fonseca e a Mónica Silva!
foi transformada em vitória por 5 – 0!

Ficha Técnica
Coordenação: Prof. José Luís Lopes Colaboração: Maria Inês Torre, 7º B,
Ivo Gaspar, CEF 2 e Ana Torres, antiga aluna
O BOLA AO CENTRO utiliza a grafia do novo acordo ortográfico.