Você está na página 1de 9

Que é que usamos todos os dias? Um nenenzinho não os possui. Alguns velhos também não só têm.

Quando você está sorrindo posso ver os seus.


Quando está triste não os mostra. Eles nos ajudam a crescer. Se não cuidamos deles, nos causam dores. Vocês podem adivinhar de que estou falando?
Isso mesmo! Dos nossos dentes! 

Tenho aqui comigo hoje a figura do João Dentinho. Ele faz pensar em vocês, e vou lhes dizer por quê.

João Dentinho nasceu na boca de um nenê, cujos pais, ficaram tão contentes que fizeram questão de dizer a todo mundo que ele havia nascido.

É igual quando alguém aceita a Jesus como seu Salvador nasce na família de Deus e “há alegria no céu” (Lucas 15.7) Há alegria no coração do Pai
Celestial!

Quando João dentinho nasceu, era branquinho como leite. Tinha até o nome de Dente de Leite.

Vocês também quando aceitaram ao Senhor Jesus, Ele os lavou dos seus pecados. Seu coração se tornou mais alvo que a neve. (Salmo 51.7)

Para que João dentinho crescesse forte e sadio, era preciso obedecer algumas regras de higiene.

Era escovado diariamente, após as refeições. Será que a sua mãe precisa lhe dizer todos os dias: “menino, vá escovar seus dentes?” A mamãe sabe
que é importante ter dentes limpos, para evitar que se estraguem e fiquem cariados.

O pior inimigo de João Dentinho é a cárie, que vai devorando-o aos poucos. Logo que João dentinho começa a sentir dor não pode mais cumprir com
o seu dever. Se não for tratado, terá que ser arrancado e jogado fora!

Por isso, João Dentinho precisa correr logo ao dentista para ser obturado. Só assim ele ficará livre da dor e sua vida será útil. As nossas vidas também
podem ficar sujas e infeccionadas com o pecado. 

O pecado nos trará tristeza e dor ao coração (Romanos 6.23). Ele não nos joga fora quando pecamos, mas quer que O busquemos imediatamente e
confessemos nossos pecados a fim de sermos perdoados e purificados. (1° João 1.9; João 14.6). Limpos do pecado Ele pode nos encher do Espírito
Santo e nos usar para bênçãos de muitos.

É por isso que Ele nos manda ler sua Palavra diariamente, pois a Bíblia nos guarda de pecar e é como a água que nos limpa (Efésios 5.26). Há também
uma coisa importante que João Dentinho observa.

É o alimento que come. Ele gosta de comer legumes, especialmente cenoura crua. Hummmmmmmmmm... como João Dentinho mastiga a cenoura
com gosto! Ele sabe que isto lhe faz muito bem!

João Dentinho tem muito cuidado para não abusar das coisas doces, como balas, chicletes, sorvetes, etc... por que ele sabe que muito doce estraga sua
vida. E vocês sabem crianças que é importante também àquilo que nós lemos para alimentar nosso espírito? Que tipo de revistas e livros vocês mais
apreciam? 

É preciso escolher com muito cuidado a leitura que faz bem ao coração. E as histórias da Bíblia são o alimento mais nutritivo que uma criança pode
desejar para ter saúde espiritual (Jeremias 15.16). Os irmãos de João Dentinho são bem diferentes uns dos outros, tanto no tamanho e aparência,
como também no trabalho que fazem.

  Os que moram na parte da frente de sua casa, a boca, são afiados e servem para morder. Os que moram dos lados são pontudos e servem para rasgar.
E os mais fortes, que moram nos fundos da casa são chamados de molares, servem para mastigar e moer os alimentos. As crianças também são
diferentes umas das outras.

Você às vezes fica triste por não poder desenhar tão bem como o seu amiguinho? Ou por não poder tocar piano tão bem quanto o vizinho Talvez essas
crianças também fiquem aborrecidas por não poderem cantar tão bem quanto você! Deus nos fez cada diferente um do outro, dando-nos dons, ou
talentos diferentes, que devemos usar para Ele. O Senhor sabe exatamente o que você pode fazer e fica satisfeito quando você emprega bem o talento
que lhe deu (Lucas 12.43; 1 Timóteo 4.14).

João Dentinho tem um trabalho muito importante. Eles juntamente com seus irmãos trabalham muito, mastigando o alimento para que o seu dono
possa ser beneficiado com ele, se eles forem preguiçosos e não triturarem bem a comida, então o alimento pode até fazer mal ao dono de João
Dentinho. Assim como os dentes trabalham para o bem de nosso corpo...

As crianças salvas devem trabalhar para o corpo de Cristo que é a igreja! (Efésios 4.11 e 12) 
Você tem feito alguma coisa pra Jesus? Experimente dar um folheto a alguém, cantar um corinho para um doente, recitar um versículo da Bíblia para
uma pessoa triste. Há muita coisa que você, mesmo sendo criança pode fazer. Vamos pôr em prática, hoje mesmo, as lições que aprendemos com João

Arrependimento nada mais é do que o sentimento de pesar por faltas cometidas ou por um ato praticado. Com o
arrependimento, o homem sente a sensação de ter nascido de novo e que a vida que agora leva é diferente da que levava
outrora. A Bíblia diz: “Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é. As coisas velhas se passaram; eis que tudo se
fez novo” (2 Co 5.17). “Estar em Cristo” é o estado de reconciliação com Deus. Trata-se do envolvimento do homem com
o amor de Deus. Assim como a cárie destrói a raiz do dente, o pecado, de igual modo, promove a morte espiritual de
todos aqueles que se deixam influenciar por ele. O apóstolo Paulo diz que “… o salário do pecado é a morte, mas o dom
gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus, nosso Senhor”. Cuidado com a cárie espiritual, o pecado, que tão de
perto nos rodeia e que pode nos levar à morte.

 O dente estragado representa o pecador. Como um "odontologista", Deus trata dos nossos pecados. Este é um
ato único, e independe de quaisquer méritos. Tem como base de justiça o sacrifício vicário de Jesus. A única
condição é a fé (Rm 5:1).
 O dente restaurado representa o homem salvo. Precisa ser escovado diariamente para manter-se saudável.
Ainda que sua estrutura interna esteja intacta e perfeita, externamente irá se sujar.

A restauração só pode ser feita pelo "odontologista Deus”. A manutenção, pelo dono do dente, que não vai precisar de
uma nova cirurgia cada vez que seu dente se sujar. Este evento contém: uma cirurgia; várias escovações.

Assim ocorre com quem foi regenerado por Deus. Teve todos os pecados tratados na justificação (o ato), mas precisa
manter a sua saúde espiritual, limpar a sujeira que se apega a ele enquanto caminha nesse mundo (o processo).

Porque o trabalho do "odontólogo" Filho do homem é salvar o "dente" que tinha sido considerado perdido. (Mt 18:11)

Aos Pais
Cáries são contagiosas?

Especialista afirma que pior que as bactérias da boca são os péssimos hábitos alimentares que são transmitidos de
geração para geração

A cárie é uma doença que, se não tratada, pode destruir os dentes até causar danos sérios à saúde bucal. No entanto,
engana-se quem pensa que as responsáveis pelo seu aparecimento são as bactérias, a cárie na verdade é uma doença
totalmente dependente do açúcar e por isso, não pode ser considerada contagiosa.  

As bactérias são microrganismos naturais da boca e têm o costume de grudar nos dentes acumulando uma espécie de
placa dental. Até aí, normal. O problema todo está quando elas entram em contato com o açúcar. 

“Toda vez que essas placas são expostas à açucares, as bactérias as transformam em ácidos e esses dissolvem os minerais
dos dentes. Esse processo se repetindo mais que 3 ou 4 vezes ao dia durante vários dias vai destruindo de maneira
silenciosa (no começo a pessoa não percebe) e progressiva (doença crônica) a estrutura mineral dos dentes até formar
um “buraco” na superfície onde a placa estava acumulada”, diz Jaime Aparecido Cury, professor da Faculdade de
Odontologia da FOP, Unicamp. 

Ou seja, na realidade o vilão responsável pelo aparecimento de cáries não são as bactérias, mas sim o açúcar ingerido
diariamente como guloseimas entre as refeições principais na forma de doces, refrigerantes, balas, etc.
É mais que uma questão estética

Sim, a cárie é capaz de afetar a autoestima. “Uma criança pode desenvolver problemas de socialização”, nota Mendes.
Prevenir-se da encrenca, porém, é muito mais do que garantir um sorriso bonito.

Se não for tratada, a cárie lesiona a camada da dentina, provocando dor e sensibilidade. Mais: o indivíduo mastiga menos
e sabota a digestão.

Em estágio avançado, ataca a polpa dentária, tecido mole com nervos e vasos sanguíneos, causando infecção. “Se os
micro-organismos atingirem a corrente sanguínea, é um perigo”, alerta a dentista Amélia Mamede, diretora
da Associação Brasileira de Odontologia (ABO). “Já atendi um paciente que precisou ir para a UTI por causa de uma
infecção em um dente de leite”, lembra. Pois é: as bactérias e a inflamação gerada por elas semeiam a discórdiaem outros
cantos do corpo.

Dente de leite com cárie também é encrenca

Ele nasce a partir dos 4 meses de vida e pode permanecer até 12 anos na boca – por isso é tão importante quanto o
permanente. Hoje, sabe-se que quem tem pontos pretos e manchas nos dentes ainda criança corre maior risco de
reincidência mais tarde.

Por sua vez, os pequenos acostumados a escovar os dentes tendem a manter o hábito pela vida toda. “Se o indivíduo
atravessou a primeira e a segunda infância sem cárie, significa que tem uma dieta saudável”, avalia Cury.

Vale lembrar que o dente de leite abre caminho para o definitivo. “Se for retirado porque a cárie atingiu a polpa, o
permanente pode sair no lugar errado ou torto”, avisa Amélia. Além disso, há o risco de as bactérias caírem na corrente
sanguínea, um perigo ainda maior para crianças.

Fluorose, o outro lado da moeda

Herói no combate à cárie, o flúor em excesso pode causar manchas brancas ou amareladas e deixar os dentes
quebradiços. Apesar disso, dentistas rechaçam a ideia de abdicar do mineral. “A fluorose só se tornaria grave se a pessoa
comesse creme dental no pão”, afirma Cury.

E abrir mão do flúor prejudica a batalha contra a cárie, esta sim uma questão de saúde pública. Para prevenir o problema,
a palavra de ordem é conter o ímpeto ao apertar o tubo de pasta. Bebês menores de 3 anos devem usar o equivalente a
um grão de arroz cru. Acima dessa idade, incluindo adultos, a medida passa a ser igual a uma ervilha.

Nesse aspecto em particular, Deus é como um dentista. Quando alguém o busca por causa de algum problema, ele não
se contenta em resolver só aquele problema, mas passa a mexer em todas as áreas da vida da pessoa que está
precisando de restauração. Deus nunca faz um tratamento pela metade. Ou ele trata toda a vida da pessoa, tornando-a
um novo ser, fazendo-a tornar-se seu Filho, ou ele não faz nada. Seu tratamento é o mais completo que existe. Deus é um
“dentista” maravilhoso.

Porém, o que muitas pessoas não sabem é que Deus conhece a nossa situação e que ele já providenciou o pagamento a
fim de que pudéssemos fazer o tratamento. Para tanto, enviou Jesus Cristo, o Deus encarnado: “Porque Deus amou o
mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”
(Jo 3.16). Ele, por ser Deus e homem, foi capaz de pagar nossa conta infinita com seu próprio sangue: “Pois também
Cristo morreu, uma única vez, pelos pecados, o justo pelos injustos, para conduzir-vos a Deus” (1Pe 3.18a). A morte de
Jesus na cruz do Calvário foi o pagamento pelos nossos pecados e sua ressurreição foi a evidência de que Deus aceitou o
seu sacrifício: “Porquanto estabeleceu um dia em que há de julgar o mundo com justiça, por meio de um varão que
destinou e acreditou diante de todos, ressuscitando-o dentre os mortos” (At 17.31); “o qual foi entregue por causa das
nossas transgressões e ressuscitou por causa da nossa justificação”  (Rm 4.25).

Agora, todo aquele que crê em Jesus, tendo-o como Deus e Salvador, experimenta o perdão divino e a “restauração” de
sua vida anteriormente apodrecida pelo pecado, passa a ver na cruz de Cristo o “canal” de sua comunhão com Deus e fica
convicto da “extração” de sua culpa: “Justificados, pois, mediante a fé, temos paz com Deus por meio de nosso Senhor
Jesus Cristo; por intermédio de quem obtivemos igualmente acesso, pela fé, a esta graça na qual estamos firmes; e
gloriamo-nos na esperança da glória de Deus” (Rm 5.1,2). Se essa culpa permanecesse, certamente iria levá-lo ao
inferno: “Não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei, antes, aquele que pode fazer perecer no
inferno tanto a alma como o corpo” (Mt 10.28).

O que você está esperando para começar esse tratamento tão urgente e necessário? Sente-se agora na cadeira da fé,
abra sua boca em oração e peça que Deus o perdoe dos seus pecados, que Cristo venha habitar em seu coração como
Deus e Salvador e que faça na sua vida toda a obra de restauração que precisa ser feita: “Se, com a tua boca,
confessares Jesus como Senhor e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo” (Rm
10.9).

Depois disso, os problemas dessa vida, sem dúvida, vão continuar surgindo. Porém, para Deus que vê além das
aparências, você sempre terá um sorriso bonito em seu coração que se tornará puro e cheio de esperança. Vá ainda hoje
ao “verdadeiro dentista”, o Senhor Jesus Cristo.

“Mas a todos quantos o receberam (a Jesus), deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que creem no
seu nome” (Jo 1.12).

A cárie vem por que os dentes não são escovados; assim é o coração com manchas de pecados, porque não
foi lavado com o sangue do Cordeiro de Deus ou não orou, pedindo perdão a Deus.
O que aprendemos????
O Pecado destrói a alma, aflige o coração e abala as emoções. O pecado leva o indivíduo ao
caos da perdição. Salmo 62

O PECADO É COMO UMA CÁRIE


 
Cárie é uma doença que pode dar em dentes mal - cuidados. Por isso é preciso cuidar muito bem dos dentes que
Deus nos deu. E Ele nos deu duas dentições. A primeira dos dentinhos de leite que só usamos na infância... Depois
eles caem e ganhamos os dentes permanentes que vão nos acompanhar por toda a vida e precisam ser bem
cuidados, se não quisermos ficar se eles.
Assim como o Senhor nos dá a infância e a vida adulta. Quanto mais cuidamos dos dentinhos de leite, os dentinhos
de criança, mais eles vão durar, porém eles são frágeis e se estragam muito mais fácil que os dentes dos adultos. A
Infância também é frágil e precisa de muitos cuidados, para que a nossa inocência dure muito mais tempo e
possamos entrar na vida adulta de forma saudável, tanto física quanto espiritualmente.
Quando não há os cuidados físicos teremos consequências físicas no nosso corpo.
Assim como há consequências espirituais para quem não tem cuidados espirituais.

1) - O pecado é como uma cárie começa com uma pequena manchinha.


Você não dá muita importância, às vezes demora a perceber. Mas nem mesmo essa
pequena manchinha é fácil de tirar. Ninguém consegue tirar sozinho.

2) - Se você não resolve logo esse problema da Cárie ela vai aumentar, assim como o pecado, se você
não resolver logo, e se livrar dele, ele também irá aumentar e aumentar
O pecado também é assim se não buscarmos ajuda podemos perder a Vida Eterna.

3) E a cárie nunca vai parar de crescer e aumentar, enquanto você não tratar e procurar ajuda para tirar,
assim como acontece com o pecado. Até que ela faça um estrago enorme no seu dente, e o pecado na
sua vida. Muitas vezes o estrago é irreversível e você perde seu dente, Assim como a conseqüência do
pecado não resolvido também pode te levar a perder sua vida eterna!

4) O que causa cárie?


O excesso de doces... O Pecado é como os doces... Parece ser sempre prazeroso e agradável, e as pessoas podem acabar
exagerando, se lambuzando e ainda por cima não se preocupam em limpar a sujeira e a deixam acumular nos dentes.
Assim como o pecado na nossa vida. Vão só abusando, e se lambuzando até o estrago aparecer. E muitas vezes, demora a
ser percebido.

5) Como garantir uma saúde maior dos dentes?

Com uma alimentação mais saudável. As frutas e verduras tem a quantidade apropriada de açúcares sem
exagero, para não estragar os nossos dentes. Além de terem a as fibras, textura e vitaminas necessárias
para fortalecer e nutrir os dentes em vez de prejudicá-los como os alimentos industrializados.
E para a vida espiritual, qual é o melhor alimento? A Palavra de Deus, que nos dá diariamente tudo que
nutre nosso espírito, em vez de tantas outras coisas inúteis deste mundo que nutrem apenas nosso ego,
nossos vícios, nossa ambição... Devemos alimentar nossa mente e coração com o que realmente nos
edifica! Dentes bem cuidados são mais branquinhos, uma vida, corpo alma e espírito bem cuidados,
também serão branquinhos, mais alvos que a neve.
“Purifica-me com hissopo, e ficarei puro; lava-me, e mais branco do que a neve serei. “Salmo 51:7”

6) Como se faz a limpeza dos dentes para se retirar a sujeira e evitar a cárie?
Com escova e creme dental. E todos os dias, mais de uma fez por dia... Não apenas de vez em
quando.
E como conseguimos limpar o pecado da nossa vida? Só o Sangue de Jesus, consegue fazer esta limpeza.
A bíblia diz que o Amor e o Sangue de Cristo limpam multidões de Pecados.
Tiago 5:20 “Sabei que aquele que fizer converter um pecador do erro do seu caminho salvará da morte
uma alma, e cobrirá uma multidão de pecados.”

7) Mas existem sujeiras maiores e mais profundas que só a escova não consegue retirar.
Como quando você come um churrasco ou chupa uma manga e fiapos ficam presos aos dentes.
Precisa-se usar o fio-dental para arrancar esta sujeira de lá. Assim como alguns tipos de pecado são
mais difíceis de vencer só orando e lendo a bíblia em casa ou assistindo aos cultos.
Como por exemplo, os vícios em cigarro, álcool e outras drogas.
É preciso procurar ajuda dos pastores e líderes em aconselhamento, acompanhamento e oração até de
psicólogos e médicos para terapias e medicações para arrancar este pecado pesado que te aprisiona

8) Quem resolve o problema da Cárie? O Dentista... Só ele consegue fazer esta limpeza e restaurar o dente
danificado pela cárie.
Quem resolve o problema do pecado? Só Jesus! Sem Ele não conseguimos nos livrar das marcas do
Pecado e restaurar nossas vidas (Salmo 32)

9) Você sabia que todo dente tem uma coroa?


A coroa é a parte mais visível do dente, que fica exposta na cavidade bucal. Ela é responsável por morder e
triturar os alimentos e também é a parte que mostramos ao dar um belo sorriso.
É nela que podem aparecer, as manchas da cárie, mas se cuidarmos bem deles, isto não acontecerá.
Assim como receberemos das mãos de Jesus a nossa coroa de glória e vida Eterna.
A Bíblia nos diz em Apocalipse 11:3 que devemos cuidar bem da nossa coroa para que ninguém a
tome de nós. E a bíblia também diz em I Coríntios 9:25 que esta coroa será indestrutível,
incorruptível, e que nem a traça nem a ferrugem poderão destruí-la como a cárie faz com a cora do
dente.
 

O PECADO É COMO A CÁRIE:


O Pecado destrói a alma, aflige o coração e abala as emoções. O pecado leva o indivíduo ao caos da perdição.
Salmo 62
Você sabe o que é cárie?
Cárie é uma doença que pode dar em dentes mal - cuidados. Por isso é preciso cuidar muito bem dos dentes que
Deus nos deu. E Ele nos deu duas dentições. A primeira dos dentinhos de leite que só usamos na infância... Depois
eles caem e ganhamos os dentes permanentes que vão nos acompanhar por toda a vida e precisam ser bem
cuidados, se não quisermos ficar se eles... Assim como o Senhor nos dá a infância e a vida adulta. Quanto mais
cuidamos dos dentinhos de leite, os dentinhos de criança, mais eles vão durar, porém eles são frágeis e se
estragam muito mais fácil que os dentes dos adultos. A Infância também é frágil e precisa de muitos cuidados, para
que a nossa inocência dure muito mais tempo e possamos entrar na vida adulta de forma saudável, tanto física
quanto espiritualmente. Quando não há os cuidados físicos teremos conseqüências físicas no nosso corpo. Assim
como há conseqüências espirituais para quem não tem cuidados espirituais.
1º DENTINHO: O pecado é como a cárie. Começa com uma pequena manchinha, você não dá muita importância, as
vezes demora a perceber. Mas nem mesmo essa pequena manchinha é fácil de tirar. Ninguém consegue tirar
sozinho.
2º DENTINHO: Se você não resolve logo esse problema da Cárie ela vai aumentar, assim como o pecado, se você
não resolver logo e se livrar dele, ele também irá aumentar e aumentar... 
3º DENTINHO: E a cárie nunca vai parar de crescer e aumentar, enquanto você não tratar e procurar ajuda para
tirar, assim como acontece com o pecado. Até que ela faça um estrago enorme no seu dente, e o pecado na sua
vida. Muitas vezes o estrago é irreversível e você perde seu dente, Assim como a conseqüência do pecado não
resolvido também pode te levar a perder sua vida eterna!
4º DENTINHO: O que causa a cárie? O excesso de doces... O Pecado é como os doces... Parece ser sempre
prazeroso e agradável, e as pessoas podem acabar exagerando, se lambuzando e ainda por cima não se
preocupam em limpar esta sujeira e a deixam se acumular nos dentes, assim como o pecado na nossa vida. E vão
só abusando, e se lambuzando até o estrago aparecer. E muitas vezes, demora a ser percebido. 
5º DENTINHO: Como garantir uma saúde maior dos dentes? Com uma alimentação mais saudável. As frutas e
verduras, tem a quantidade apropriada de açúcares sem exagero, para não estragar os nossos dentes. Além de
terem a as fibras, textura e vitaminas necessárias para fortalecer e nutrir os dentes em vez de prejudicá-los como os
alimentos industrializados. E para a vida espiritual, qual é o melhor alimento? A Palavra de Deus, que nos dá
diariamente tudo que nutre nosso espírito, em vez de tantas outras coisas inúteis deste mundo que nutrem apenas
nosso ego, nossos vícios, nossa ambição... Devemos alimentar nossa mente e coração com o que realmente nos
edifica! Dentes bem cuidados são mais branquinhos, uma vida, corpo alma e espírito bem cuidados, também serão
branquinhos, mais alvos que a neve. “Purifica-me com hissopo, e ficarei puro; lava-me, e mais branco do que a neve
serei.”Salmo 51:7
6º DENTINHO: Como se faz a limpeza dos dentes para se retirar a sujeira e evitar a cárie? Com escova e creme
dental. E todos os dias, mais de uma fez por dia... não apenas de vez em quando. E como conseguimos limpar o
pecado da nossa vida? Só o Sangue de Jesus, consegue fazer esta limpeza. A bíblia diz que o Amor e o Sangue de
Cristo limpam multidões de Pecados. Tiago 5:20 “Sabei que aquele que fizer converter um pecador do erro do seu
caminho salvará da morte uma alma, e cobrirá uma multidão de pecados.”
7º DENTINHO: Mas existem sujeiras maiores e mais profundas que só a escova não consegue retirar, como quando
você come um churrasco ou chupa uma manga e fiapos ficam presos aos dentes. Precisa-se usar o fio-dental para
arrancar esta sujeira de lá. Assim como alguns tipos de pecado são mais difíceis de vencer só orando e lendo a
bíblia em casa ou assistindo aos cultos. Como por exemplo, os vícios em cigarro, álcool e outras drogas. É preciso
procurar ajuda dos pastores e líderes em aconselhamento, acompanhamento e oração até de psicólogos e médicos
para terapias e medicações para arrancar este pecado pesado que te aprisiona.
8º DENTINHO: Quem resolve o problema da Cárie? O Dentista... Só ele consegue fazer esta limpeza e restaurar o
dente danificado pela cárie. Quem resolve o problema do pecado? Só Jesus! Sem Ele não conseguimos nos livrar
das marcas do Pecado e restaurar nossas vidas. 
9º DENTINHO: Você sabia que todo dente tem uma coroa? A coroa é a parte mais visível do dente, que fica exposta
na cavidade bucal. Ela é responsável por morder e triturar os alimentos e também é a parte que mostramos ao dar
um belo sorriso. É nela que podem aparecer, as manchas da cárie, mas se cuidarmos bem deles, isto não
acontecerá. Assim como receberemos das mãos de Jesus a nossa coroa de glória e vida Eterna. A Bíblia nos diz em
Apocalipse 11:3 que devemos cuidar bem da nossa coroa para que ninguém a tome de nós. E a bíblia também diz
em I Coríntios 9:25 que esta coroa será indestrutível, incorruptível, e que nem a traça nem a ferrugem poderão
destruí-la como a cárie faz com a cora do dente.
Esboço: Tia Michele Pauline Dammann
Arte Educadora e Evangelista de Crianças

Você também pode gostar