Você está na página 1de 20

GUIDG.COM – PG.

23/7/2010 – CDI-1: Inequações, passo à passo, exercícios resolvidos.


ATENÇÃO: O único objetivo deste arquivo é guiar o estudante para as possíveis soluções dos exercícios propostos pelo livro.
Tendo como base o conhecimento sobre estes exercícios, o estudante estará apto para prosseguir no assunto.

Exercícios extra:
Determine o conjunto solução das inequações:

A. x 2 + 1< 2x 2 @ 3 ≤ @ 5x :

Solução:

Resolvendo em partes:

y1:

x 2 + 1 < 2x 2 @ 3
@x2 + 4 < 0
x2@ 4 > 0
w
ww
w
w
ww
x = F p4 = F 2

y2:

2x 2 @ 3 ≤ @ 5x
2x 2 + 5x @ 3 ≤ 0
w
w
ww
w
w
ww
w
w
ww
w
w
ww
w
w
ww
w
w
ww
w
w
ww
w
w
ww
w
w
w
`w
w
w
ww
w
w
ww
aw
w
w
w
`w
w
w
w
ww
w
w
ww
w
w
ww
w
w
ww
w
a
@ 5 F q25 @ 4 2 @ 3
f
f
ff
f
fff
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
fff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
ff
f
4
w
w
ww
w
w
ww
w
w
ww
@
f
ff
f
ff
5f
f
fF
f
f
ff
f
ff
f
fp
f
f
ff
f
ff
f
ff
f
f
49f
f
ff @
f
f f
ff
f
ff
5f
f
ff
f
fF
f
f
ff
f
ff
f
7f
f
ff
=
4 4
1f
ff
x = e x =@3
2

Logo o conjunto solução é a interseção de y1 e y2::

R S B c
S = x 2 R | @ 3 ≤ x < @ 2 ou por intervalos @ 3, @ 2

Tente resolver essa:

B. @ 5 < x 2 @ 3 < 1
R S b c
S = x 2 R | @ 2 < x <2 ou por intervalos @ 2, 2
GUIDG.COM – PG. 2

Livro: Calculo A – Funções, Limite, Derivação, Noções de integração (5ª Edição, revista e ampliada)
Diva Marília Flemming, Mirian Buss Gonçalves

(Números reais, pg. 15) - 1.6 Exercícios. (Inequações)

1. Determinar todos os intervalos de números que satisfaçam as desigualdades abaixo. Fazer a


representação gráfica.
a a
a 3 @ x < 5 + 3x l x4 ≥ x2

a f
m ff
ff
a @ xf
f
ff
f
ff
f
ff
f
f
b 2x @ 5 < f
1f
f
f 3x
+ f
f
ff
f
ff
f 1f
+ f
ff
f
ff
f
ff
f
xf
ff
ff <4
3 4 3 x @3
a
c 2 > @ 3 @ 3x ≥ @ 7 1f
f
f
a 2f
f
f
xf@ 3f
f
ff
ff
ff
ff
f
ff
f
ff
f
fff
ff
n >1
a 5f 4+x
f
ff 3f
f
ff
d <
x 4 a f
f
ff
f
3f
f
ff
f
ff
f
ff
f
f
o ≤2
a x@5
e x ≤9 2

a a
f x 2 @ 3x + 2 > 0 p x3 @ x2 @ x @ 2 > 0
a a
g 1 @ x @ 2x 2 ≥ 0 q x 3 @ 3x + 2 ≤ 0

a xf
f
f+
f
f
ff
f
ff
f
f1f
f
ff
f f
f
ff
f
xf
f
ff
f
ff
f
ff
f a f
f
ff
f
1f
ff
ff
f
ff
f
ff
f f
f
ff
f
3f
ff
ff
f
ff
f
ff
f
h <
3+x r ≥
2@x x+1 x@2
a a
i x3 + 1 > x2 + x s 8x 3 @ 4x 2 @ 2x + 1 < 0
ab c` a a
j x2 @ 1 x + 4 ≤ 0 t 12x 3 @ 20x 2 ≥ @ 11x + 2

a f
f
ff
f
2f
ff
ff
f
ff
f
ff
f xf
f
f+
f
f
ff
f
ff
f
f2f
f
ff
f
k ≤ ≤1
x@2 x@2

Soluções:
a
a 3 @ x < 5 + 3x
resolução:
3 @ x @ 5 @ 3x `< 0 a
@ 4x @ 2 < 0 B @ 1
4x + 2 > 0
x>@ f
2f
ff
[x >@ f
1f
f
4 2
f g
S= @ f
1ff
,+1
2
GUIDG.COM – PG. 3

a @
b 2x @ 5 < f
1f
f
f 3x
+ ff
ff
f
ff
f 1f
+ f ff
f
ff
f
ff
f
xf
ff
ff
3 4 3
Solução:
f
f
ff
f
ff 5f @
@ f f 1f
< ff 3x
+ ff
ff
f
ff 1f
+ f f
f
ff
f
ff
f
f
2x xf
f
ff
f
1 1 b 3 c4 3
m A m A c 1,3,4 = 12
f
f
ff
f
f
24xf
f
ff
f
f@
f
f
ff
f
ff
f
ff
f
f
60f
f
ff
f
f
<f
f
ff
f
4f
f
ff
f
f+
f
ff
f
ff
f
ff
f
f
9xf
f
ff
f
f+f
f
ff
f
f4f
f
ff
f
f@
f
f
ff
f
ff
f
ff
f
f
4xf
f
ff
12
24x @ 60 @ 4 @ 9x @ 4 + 4x < 0
19x @ 68 < 0
x< f f
f
ff
f
f
68
19
f g
f
f
f
68f
f
ff
S = @1 ,
19

a
c 2 > @ 3 @ 3x ≥ @ 7
resolução:
` a
2 > @ 3 @ 3x ≥ @ 7 + 3
` a
5 > @ 3x ≥ @ 4 B @1
` a
@ 5 < 3x ≤ 4 D 3
@ f
5f
f
<x ≤ f
4f
ff
3 3
f G
S= @ f
5f
f 4f
, f
ff
3 3

a 5f
f
ff 3f
f
ff
d <
x 4
resolução:
5f
ff
f 3f f
f
f
@ <0
x 4
f
f
20f
f
ff
f
f@
f
ff
ff
f
ff
f
ff
f
f
3xf
ff
<0
x4
@ + b c
f
ff
f
ff
f
ff
f
3xf
ff
f
ff
f
ff
f
ff
ff
f
f
20f
f
ff
f
< 0 inequação quociente
4x
Análise do comportamento de sinais das funções de 1ºgrau:
y1: @ 3x + 20 < 0
y2: 4x + 0 < 0
GUIDG.COM – PG. 4

` a
portanto temos duas soluções dois casos :
R S b c
1ºcaso: x 2 ℜ | x <0 ou por intervalos: @1 ,0
V W f g
2ºcaso: x 2 ℜ | x > f ff
ff
f
f
ou por intervalos: f f
f
ff
f
f
20 20
,+1
3 3
e a solução final é a união desses dois conjuntos soluções, fincando assim:
b c f g
@ 1 ,0 S ff
f
ff
f
f
20
,+1
3

a
e x2 ≤ 9
Solução: essa é muito fácil não é mesmo? Mas mostraremos um outro caminho para resolver:
x2@ 9 ≤ 0
b c
x 2 @ 3 ≤ 0 produto notavel, diferença de quadrados
2

` a` a b c
x + 3 A x @ 3 ≤ 0 inequação produto
Análise do comportamento de sinais das funções de 1ºgrau:
y1: x + 3 ≤ 0
y2: x @ 3 ≤ 0

Portanto encontramos os valores que tornam esta inequação verdadeira:


R S B C
S = x 2 R | @ 3 ≤ x ≤ 3 ou por intervalos @ 3,3
GUIDG.COM – PG. 5
a
f x 2 @ 3x + 2 > 0

Para resolver, precisamos comparar com a equação do segundo grau: ax 2 + bx + c = 0 , assim


identificamos os valores de a =1, b = -3, c=2. Isso se repetirá sempre, é importante saber!
w
w
ww
w
w
ww
w
w
ww
w
ww
ww
w
w
ww
w
ww
w
w
ww
w
w
ww
w
ww
w
ww
ww
w
w
ww
ww
w
w
w
@ bfF q bf
2
@ 4fAfafAfcf
f
ff
f
fff
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
ff
ff
f
fff
f
ff
f
ff
ff
ff
ff
fff
ff
ff
f f
ff
f
f
2a

Agora substituímos nessa fórmula, que é conhecida como fórmula de Báskara, daqui pra frente será
muito usado, portanto é bom você memorizar! Substituindo os valores a fórmula fica assim:
w
w
w
ww
w
w
ww
w
w
ww
w
w
ww
ww
ww
w
ww
w
ww
w
w
ww
ww
w
ww
w
w
ww
w
w
www
w
ww
w
ww
w
w
ww
w
ww
w
w
ww
w
www
w
w
ww
w
www
w
w
w
` a q` a2 ` a` a w
w
w
w
ww
w
w
w
ww
w
w
w
ww
w
w
w
ww
w
w w
w
w
w
w
@
f
ff
f
ff@
f
ff
f
ff
f
f3f
f
ff
ff
fF
f
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
f@
f
f
ff
f
ff3f
ff
ff
ff
f
ff@
f
f
ff
f
ff
f
f4f
f
fAf
f
ff
f1f
f
ff
ff
f
fAf
f
ff
f
f2f
f
ff
f
ff
f
f 3f
f
fF
f
f
ff
f
fp
f
f
ff
f
ff
ff
9f
f
f@
f
f
ff
f
ff
f
ff
8f
f
ff
f
f 3f
f
fF
f
f
ff
f
ff
fp
f
ff
f
ff
f
1f
f
ff
f
f 3f
f
fF
f
f
ff
f
ff
f
f1f
f
ff
` a = = =
2 1 2 2 2

Resolvendo, encontramos os valores de x: S = { 1,2 }

Mas o exercícios não quer os valores de x, e sim para quais valores de x a função é maior que zero?
(símbolo >) então fazemos o gráfico para melhor visualizar:

O software Geogebra gera esse gráfico


facilmente, mas você também deve aprender a
fazer o gráfico sem a ajuda do computador, veja
que só precisamos dos valores de x e do sinal de
a, que identifica se a parábola esta para cima
(positivo) ou para baixo (negativo).

Agora podemos responder a pergunta, para que valores a função é maior que zero?
A resposta é a parte cinza do gráfico, ou
b c b c B C
S = @1 ,1 S 2, + 1 ou ainda x 2 6 1,2

a
g 1 @ x @ 2x 2 ≥ 0

O processo de resolução é o mesmo, mas veja que o sinal de a é negativo, então a parábola esta para
baixo.

V W F G
1f
ff 1f
ff
S = x 2ℜ|@1 ≤ x ≤ ou por intervalos: @ 1,
2 2
GUIDG.COM – PG. 6

a xf
f
f+
f
f
ff
f
ff
f
f1f
f
ff
f f
f
ff
f
xf
f
ff
f
ff
f
ff
f
h <
2@x 3+x

Solução:

Veja que x ≠ 2 e x ≠ @ 3 (por que? Por que o denominador não pode ser zero!) ... então:
` a` a ` a
fxf
f
ff
f
f+
f
f
ff
f1f
f
ff
fff
f
f3f
f
ff
ff
f
f+
f
f
ff
fxf
f
ff
ff
ff
f<
f
f
ff
f
fxf
ff
ff
f
f2f
f
ff
f@
f
f
ff
f
ff
f
fxf
ff
ff
f
ff
` a` a
2@x 3 + x

ff
f
f
2xf
f
2
f
ff
f+
f
fff
f
ff
f
ff
f
f
2xf
f
ff
f
f+f
f
ff
f
f3f
f
ff
f
<0
@x @x + 6
2

Inequação quociente, resolvendo o numerador:


2x 2 + 2x + 3< 0
y1: w
w
w
w
ww
w
w
w
ww
w
w
w
ww
w
w
w
ww
w
w
w
ww
w
w
w
ww
`w
w
w
w
ww
w
w
w
aw
w
w
w
`w
w
w
w
ww
w
w
a
q4 @ 4 2 3 w
ww
w
ww
w
w
ww
w
w
ww
w
w
ww
w
w
w
@
f
ff
f
f
2f
ff
f
F
f
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
ff
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f @f
f
ff
f
f2f
f
ff
f
f
Ff
f
ff
f
fp
f
ff
ff
f
ff
f
f
@f
f
ff
f
ff
f
f
20f
f
ff
f
f
= [ não existe x 2 ℜ por que deu raiz negativa A
4 4

Resolvendo o denominador:
@ x2@ x + 6 < 0
y2: w
w
w
w
ww
w
w
w
ww
w
w
w
ww
w
w
w
ww
w
w
w
ww
w
w
w
`w
w
w
w
ww
w
w
w
ww
w
w
w
ww
w
w
w
aw
w
w
w
`w
w
w
w
ww
w
w
a
1fF q1 @ 4 @ 1 6
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff
f
ff 1f
f
ff
f
f
Ff
f
ff
f
f5f
f
ff
= =@3 e 2
@2 @2

Logo os valores que satisfazem a inequação podem ser vistos no gráfico (em vermelho):

A solução é a interseção dos dois conjuntos, como a primeira não intercepta o eixo x, ela é toda positiva
por isso não interfere no resultado.

Então os valores que tornam a inequação verdadeira é o conjunto:


R S b c b c
S = x 2 ℜ | x< @ 3 e x>2 ou por intervalos @1 , @ 3 S 2, + 1
GUIDG.COM – PG. 7
a
i x3 + 1 > x2 + x

Solução:

x3 + 1 @ x2@ x > 0
` a ` a
x2 x @ 1 @ 1 x @ 1 > 0
b c` a
x2@ 1 x @ 1 > 0

y1: x 2 @ 1> 0
w
ww
w
w
x = F p1 = F 1

y2: x @ 1 > 0
x >1

y2:

Comparando y1 com y2 temos:

Portanto o conjunto de números que satisfazem a inequação:


R S b c b c
S = x 2 R | @ 1 < x < 1 e x >1 ou por intervalos @ 1,1 S 1, + 1
GUIDG.COM – PG. 8

ab c` a
j x2 @ 1 x + 4 ≤ 0

Inequação produto, resolvendo:


y1: x 2 @ 1 ≤ 0

y2: x + 4 ≤ 0
x ≤@4

Comparando y1 com y2 temos:

Portanto o conjunto de números que satisfazem a inequação:


R S b C B C
S = x 2 R | x ≤ @ 4 e @ 1 ≤ x ≤ 1 ou @1 , @ 4 S @ 1,1

* As próximas resoluções foram copiadas


GUIDG.COM – PG. 9

a f
f
ff
f
2f
ff
ff
f
ff
f
ff
f xf
f
f+
f
f
ff
f
ff
f
f2f
f
ff
f
k ≤ ≤1
x@2 x@2

(Continua na próxima página)


GUIDG.COM – PG. 10
GUIDG.COM – PG. 11
a
l x4 ≥ x2
GUIDG.COM – PG. 12

a f
m ff
ff
xf
f
ff
f
ff
f
ff
f
f
<4
x @3
GUIDG.COM – PG. 13

1f
f
ff
f
a 2f
f
ff
f
xf
ff
f
@
f
f
ff
f
ff
f
f
3f
ff
ff
n >1
4+x
GUIDG.COM – PG. 14

a f
f
ff
f
3f
ff
ff
f
ff
f
ff
f
o ≤2
x@5
GUIDG.COM – PG. 15
a
p x3 @ x2 @ x @ 2 > 0

Solução:
a
p x3@ x2@ x @ 2 = 0

Pesquisa de raízes:

(-2) é o coeficiente d, e 1 é o coeficiente a da função polinomial. As possíveis raízes são os divisores


inteiros de d, e de a, na fração d/a .

Divisores de d(-2): {±1, ±2}

Divisores de a(1): {±1}

P Q
Possíveis Raízes: dffff: F 1, F 2
a

Agora utiliza-se o dispositivo de Briot-Ruffini para dividir o polinômio pelas possíveis raízes e achar a
primeira que reduza o grau:

1 -1 -1 -2
1 1 0 -1 -3 F
-1 1 -2 1 -3 F
2 1 1 1 0 V

b c` a
E re-escrevemos a função polinomial como: x 2 + x + 1 A x @ 2 = 0

b c` a
Mas estamos procurando por valores tais que: x2 + x + 1 A x @ 2 > 0
GUIDG.COM – PG. 16
a
q x 3 @ 3x + 2 ≤ 0

Neste caso a soma dos coeficientes resultam num valor igual a zero, conclui-se que 1 é raiz da equação,
para mais informações consulte o exercício “t”. Prosseguimos realizando a divisão de polinômios.

b C P Q
Portanto o intervalo que satisfaz a inequação é: S = @1 , @ 2 U 1
GUIDG.COM – PG. 17

a f
f
ff
f
1f
ff
ff
f
ff
f
ff
f f
f
ff
f
3f
ff
ff
f
ff
f
ff
f
r ≥
x+1 x@2
GUIDG.COM – PG. 18
a
s 8x 3 @ 4x 2 @ 2x + 1 < 0
GUIDG.COM – PG. 19
a
t 12x 3 @ 20x 2 ≥ @ 11x + 2

O procedimento já foi visto em algumas resoluções anteriores e chama-se Pesquisa de raízes (é o último
capitulo do assunto Polinômios), são poucos os alunos que tenham estudado isso no ensino médio,
portanto se você não entender deverá estudar Polinômios e equações polinomiais.

Solução:

12x3 @ 20x 2 + 11x @ 2 ≥ 0

12x 3 @ 20x 2 + 11x @ 2 = 0

Agora devemos fatorar o polinômio e precisamos das raízes. O procedimento é um pouco longo, mas
funciona.

Pesquisa de raízes:

(-2) é o coeficiente d, e 12 é o coeficiente a da função polinomial. As possíveis raízes são os divisores


inteiros de d, e de a, na fração d/a .

Divisores de d(-2): {±1, ±2}

Divisores de a(12): {±1, ±2, ±3, ±4, ±6, ±12}


V W
Possíveis Raízes: df
f
ff
: F 1, F f
1ff 1f
,F ff 1f
,F f
ff 1f
,F ff
,F f
1f
f
ff
f
f
, F 2, F f
2ff 2f
,F ff 2f
,F f
ff 2f
,F ff
,F f
2f
f
ff
f
f
a 2 3 4 6 12 2 3 4 6 12

Percebemos que algumas são equivalentes, e resumimos o conjunto em:


V W
df
f
ff
: F 1, F f
1ff 1f
,F ff 1f
,F f
ff 1f
,F ff
,F f
1f
f
ff
f
f
, F 2, F f
2ff
a 2 3 4 6 12 3

Agora utiliza-se o dispositivo de Briot-Ruffini para dividir o polinômio pelas possíveis raízes e achar a
primeira que reduza o grau:

12 -20 11 -2
1 12 -8 3 1 F
-1 12 -32 43 -45 F
1/2 12 -14 4 0 V

E re-escrevemos a função polinomial como:

b cf 1f
g
ff
12x @ 14x + 4 A x @ = 0
2
2

Mas estamos procurando por valores tais que:

b cf g
1f
ff
12x 2 @ 14x + 4 A x @ ≥ 0 (ineq. Prod.)
2
GUIDG.COM – PG. 20