Você está na página 1de 11

A LEI E OS RISCOS

NA APÓLICE DE
SEGUROS

ADVOCACIA COSTA LIMA @joseaugustoacl


A atividade de seguros é regida pelo Código Civil
nos arts. 757 e seguintes, pelo Decreto-Lei nº
73/1966 e pelo Decreto nº 60.459/1967, que
dispõem especificamente sobre o Sistema Nacional
de Seguros Privados e regulamentam as operações
de seguros e resseguros.

Todas as seguradoras são fiscalizadas pela Superintendência de


Seguros Privados – SUSEP, juntamente com os atos e contratos
celebrados.

ADVOCACIA COSTA LIMA @joseaugustoacl


As seguradoras são intermediárias nesta relação.

Recolhem os prêmios pagos pelos segurados e


com estes recursos pagam as indenizações pelos
sinistros ocorridos.

Daí o princípio da MUTUALIDADE do contrato


de seguro.

ADVOCACIA COSTA LIMA @joseaugustoacl


Quando a apólice está vigente, a seguradora assume o
risco pela ocorrência de determinada situação, arcando
com a obrigação de pagar uma indenização ao segurado,
mediante a contrapartida de pagamento de um prêmio.

ADVOCACIA COSTA LIMA @joseaugustoacl


Art. 757 do Código Civil:
Pelo contrato de seguro, o segurador se obriga, mediante o
pagamento do prêmio, a garantir interesse legítimo do
segurado, relativo a pessoa ou a coisa, contra riscos
predeterminados

ADVOCACIA COSTA LIMA @joseaugustoacl


O segurado contrata a apólice, na qual estão indicados
determinados riscos.

Os riscos são predeterminados e devidamente


especificados na apólice.

Caso estes eventos aconteçam, a seguradora irá pagar


uma indenização ao contratante.

ADVOCACIA COSTA LIMA @joseaugustoacl


Então, se os riscos devem estar previamente indicados na apólice,
NÃO HÁ SEGURO TOTAL!

ADVOCACIA COSTA LIMA @joseaugustoacl


O prêmio, que é o valor pago pelo segurado, é
calculado por método atuarial e estatístico,
considerando os riscos que constam na apólice
de seguro.

Por lei, a apólice deverá mencionar quais os


riscos assumidos, o início e o fim do prazo de
vigência, o prêmio devido e o nome dos
beneficiários.

ADVOCACIA COSTA LIMA @joseaugustoacl


Art. 760 do Código Civil.
A apólice ou bilhete de seguro serão nominativos, à ordem ou
ao portador, e mencionaram os riscos assumidos, o início e o
fim de sua validade e o prêmio devido, e, quando for o caso, o
nome do segurado e do beneficiário.

ADVOCACIA COSTA LIMA @joseaugustoacl


Então, a apólice de seguro é um contrato bilateral, com direitos
e obrigações para ambas as partes:
• O segurado deve preservar o bem amparado e fazer o
pagamento do prêmio.
• A seguradora assume os riscos e paga a indenização no caso
de sinistro.

ADVOCACIA COSTA LIMA @joseaugustoacl


O seguro é uma forma eficaz de proteger bens e resguardar pessoas,
para que haja um suporte financeiro no caso do risco acontecer.

OBRIGADO !!

José Augusto da Costa Lima.


É advogado especialista em seguros, com 17 anos de prática profissional.

ADVOCACIA COSTA LIMA @joseaugustoacl

Você também pode gostar