Você está na página 1de 2

Escalas

Maiores
Escala maior de dó -->
Aqui, Tons estão representados por Ligadura. Aqui, Semitom = representado pelo dente de serra

  
Escala maior = Tom - Tom - Semitom - Tom - Tom - Tom - Semitom

           
I II III IV V VI VII I

   

Vamos agora repetir o mesmo padrão iniciando a partir de Sol (quinta justa acima de Dó),
MANTENDO os mesmos intervalos que foram padronizados para a escala maior.

   
O que surgiu em relação a escala de Dó?

       
 
Esse é o Tom de Sol maior

  
 
Vamos agora repetir o mesmo padrão iniciando a partir de Ré (quinta justa de Sol),
MANTENDO os mesmos intervalos que foram padronizados para a escala maior.

       
O que surgiu em relação a escala de Sol?

        
Esse é o Tom de Ré Maior

 
Se ficar montando as escalas maiores, uma a uma, a partir dos quinto graus da escala anterior,
perceberá que os sustenidos surgem, um a um, numa ordem específica:
FÁ - DÓ - SOL - RÉ - LÁ - MI - SI

Por praticidade, para evitar de ficar repetindo os sustenidos de uma música a cada vez que

        


as notas aparecem, colocam-se esses sustenidos no começo do sistema (armaduras de clave):

  
    
Re M La M Mi M Si M Fa# M

 
Dó M Sol M Do# M


Vamos agora retornar à escala de Dó M.
Vamos repetir o mesmo processo, mas Vamos montar a escala maior a partir de Fá
(quinta justa descendente) de Dó M.

       
  
O que surgiu em relação à escala de Dó M?

     
Esse é o Tom de Fá M.

 
Vamos agora repetir o mesmo padrão iniciando a partir de Si b (quarta justa acima de Fá),
MANTENDO os mesmos intervalos que foram padronizados para a escala maior.

       
O que surgiu em relação a escala de Fá ?

    
Esse é o Tom de Si b M.

     
2 Se ficar montando as escalas maiores, uma a uma, a partir dos quarto graus da escala anterior, ou seja,
das quintas justas descendentes, perceberá que os bemóis surgem, um a um, numa ordem específica:
SI - MI - LÁ - RÉ - SOL - DÓ - FÁ
Repare que é a exatamente a ordem inversa dos sustenidos.

Armaduras de clave dos bemóis

           


Do M Fa M Si b M Mi b M La b M Re b M Sol b M Do b M

  
Portanto, as escalas maiores são formadas de 5a justas ascendentes (sustenidos)
ou descendentes (bemóis) a partir da escala modelo que é a escala de Dó Maior.
As escalas sempre se iniciam na nota que dá o nome à mesma.

Ao I grau de uma escala se dá o nome de tônica


Ao II grau de uma escala se dá o nome de super-tônica
Ao III grau de uma escala se dá o nome de mediante (pois está no meio da tônica e da dominante)
Ao IV grau de uma escala se dá o nome de sub-dominante
Ao V grau de uma escala se dá o nome de dominante
Ao VI grau de uma escala se dá o nome de super-dominante
Ao VII grau de uma escala se dá o nome de sensível.

Dica para descobrir rápido qual o tom Maior associado a uma armadura de clave:
1) Decore: Armadura de clave vazia => Dó Maior. Armadura de clave com um Sustenido => Sol M
(se puder também decore => Armadura de clave com um bemol => Fá M)

2) Se tem sustenidos na Clave, então o Tom é a nota do último sustenido elevada de meio tom.
Exemplos:
3 Sustenidos --> Fá - Dó - Sol. Nota é Sol #. Sol # + 1/2 Tom = Lá. Logo tom = Lá M.
6 Sustenidos --> Fá - Dó - Sol - Ré - Lá - Mi. Nota é Mi #. Mi # + 1/2 Tom = Fá #. Logo, Tom= Fá # M.

3) Se tem bemóis na Clave, então o tom é o penúltimo sustenido que apareceu.


Exemplo:
2 bemóis --> Si - Mi são os sustenidos. Nota do penúltimo sustenido é Si b. Logo o tom é Si b M
6 bemóis --> Si - Mi - Lá - Ré - Sol - Dó. Tom é Sol b M.



Exercício: escreva a mediante e a sensível das escalas de Lá M, Fá# M, Dób M, Eb M.
Em seguinte monte estas escalas.




Você também pode gostar