Você está na página 1de 11

Martinho Miguel Francisco

Tema: Actividades cognitivas


Licenciatura em Ensino de Biologia com Habilitação em Ensino de Química

Universidade Púnguè
Extensão de Tete
2021
Martinho Miguel Francisco

Tema: Actividades cognitivas


Licenciatura em Ensino de Biologia com Habilitação em Ensino de Química

Trabalho da cadeira de
Didáctica de biologia sobre
Actividades cognitivas a ser
apresentado no departamento das
ciências e Matemática, como parte
dos requisitos de avaliação. Sob a
Orientação da Mestre Juliana.

Universidade Púnguè
Extensão de Tete
2021
Índice
Introdução..........................................................................................................................................4
A actividade cognitiva........................................................................................................................5
Actividades cognitivas de descrever...................................................................................................5
Actividades comparar.........................................................................................................................5
Possibilidades de comparação...........................................................................................................5
Procedimento da actividade de comparar.........................................................................................6
Actividade cognitiva de fundamentar................................................................................................6
Elementos de fundamento.................................................................................................................6
Possibilidade de fundamento uma Tese.............................................................................................6
Elementos de prova...........................................................................................................................6
Actividade cognitiva experimentar.....................................................................................................7
Actividade cognitivo de explicar.........................................................................................................7
Actividade de cognitivo de definir......................................................................................................7
Estrutura lógica da actividade de definir............................................................................................7
Tipos de definições.............................................................................................................................7
Actividade cognitiva de classificar......................................................................................................8
Actividade cognitivo de observar.......................................................................................................8
Estrutura da investigação...................................................................................................................8
Observação (como parte do método científico de observação).........................................................9
Composição dos resultados da observação com as conclusões da hipótese.....................................9
Conclusão...........................................................................................................................................9
Bibliografia.......................................................................................................................................10
Introdução
A didáctica de biologia constitui o pilar fundamental da formação do professor na UP. É
atrás dela que se molda o perfil do futuro professor do ensino secundário geral e médio.
Esta é a razão que justifica o seu peso de cadeira do fundo do tempo destinado as ciências
psicopedagógicas e didáctica. Precedem a didáctica de biologia disciplinas
psicopedagógicas e a didáctica geral.
Por razões específicas da cadeira, a sua apresentação não obedecera ao modelo seguindo
pelas disciplinas na componente de formação técnico-científica especifica. O modelo
adoptado é idêntico ao das disciplinas psicopedagogia e geral.
A actividade cognitiva
é um dos principais conceitos da teoria do conhecimento. Podemos dizer que a cognição é
a capacidade do cérebro perceber, raciocinar e armazenar as informações captadas pelos
sentidos. Ou é a principal para o desenvolvimento da personalidade do aluno.
Cada processo de realização de actividade cognitiva tem uma estrutura típica; primeiro para
o problema, segundo para hipótese, terceiro para solução e quarto para resposta ao
problema.
Cada processo da actividade cognitiva pode ser realizado ao nível empírico e no nível
teórico.

Actividades cognitivas de descrever


Significa que os alunos têm de formar afirmações sobre as características de um objecto.,
fenómeno ou processo, podendo ser necessitais ou não. O aluno não precisa saber da
porque da existência das referidas características.
Cada actividade cognitiva deve ter um resultado e estrutura lógica. Por exemplo o resultado
da actividade de descrever é descrição.

Actividades comparar
Os alunos devem reconhecer as semelhanças e as diferenças entre dois ou mais processos
procurando as características gerais e essências.

Possibilidades de comparação
1-comparacao intra-específica: os alunos tem de procurar as características gerais através
de dois ou mais processos fenómenos do mesmo género.
Exemplo: os alunos podem comparar duas planas da mesma família.
Família Brassicaceae.
NB: no fim da comparação os alunos deduzem as características gerais.
Tabela de comparação de couve-flor.
Características Couve-flor Couve-china
Folha
Caule
Flor
Raiz

2-comparacao interespecífica
Deduzem-se características específicas essenciais através de dois ou mais processos ou
fenómenos de diferentes géneros.
Exemplo: couve-flor couve-china Girassol
Família: (Brassicaceae) (Asteraceae ou Compositae).
NB: no fim deduzem-se as características essenciais.

Procedimento da actividade de comparar


Identificar os pontos (aspectos) de comparação;
Procurar semelhanças;
Procurar diferenças;
Identificar uma forma de apresentação da comparação (tabela, sublinhado, frases, etc.).

Actividade cognitiva de fundamentar


Ao fundamentar os alunos verificam a veracidade ou a falsidade de uma tese.

Elementos de fundamento
Tese (afirmação que o aluno deve fundamentar);
Argumentos (afirmação que fundamenta a tese.)

Possibilidade de fundamento uma Tese.


1-Para fundamentar a verdade de uma afirmação, os alunos devem argumentar afirmações
seguras. A tese resulta obrigatoriamente de argumentos.

Elementos de prova
 Tese (afirmação que os alunos devem comprovar);
 Argumentos (afirmações que fundamentada a tese);
 Método de prova (modo da ordem dos argumentos para a conclusão).
2-Refutar: fundamentar a falsidade de uma tese.
Actividade cognitiva experimentar
1.Problema;
2.Hipótese;
3.Revisão da hipótese segundo o método experimental;
3.1.Dedução das conclusões a partir da hipótese formada;
3.2.Experiencia
- Planificação da tarefa para experiencia.
- Planificação da realização da experiencia
- Realização da experiencia
- Observação e registo dos resultados.
3.3.Comparação dos resultados da observação com as conclusões da hipótese.

Actividade cognitivo de explicar


Os alunos já têm conhecimentos para determinado fenómeno e já conhecem o caminho para
solução da respectiva tarefa. (função didáctica: consolidação, controle e avaliação).
Problema de explicar: existe quando os alunos não possuem conhecimentos ainda para
explicar de um processo ou fenómeno, significa que os alunos ainda não conhecem os
caminhos para a solução dos respectivos problemas tendo o professor que usar o método
experimental.

Actividade de cognitivo de definir


Os alunos devem determinar um conceito através de fixação das afirmações a partir das
características essenciais.

Estrutura lógica da actividade de definir


Difiniendum = é a expressão que deve ser definida.
Difiniens = expressão através da qual é definido o difiniendum.
A actividade de definir resulta uma definição.

Tipos de definições.
1.Definição real;
Exemplo:
1.1.Definição real através da indicação de Genus próximo (género) e da identificação da
diferença específica.
1.2.Definição real analítica = resume dos resultados de uma análise
1.3.Definição real sintética = resume dos resultados de uma síntese indicado as diferenças e
características diversas.
2.Definição nominal (tem a ver com a linguística).
Na escola utiliza-se a definição real citada em 1.1 ex.:, define fotossíntese, R: é o processo
pelo qual as plantas incorporam o CO2 do ar para produzir substâncias orgânica na presença
da luz e clorofila.
Difiniendum [a fotossíntese]
Difiniens [é uma forma de assimilação da matéria inorgânica…].

Actividade cognitiva de classificar


Esta directamente ligada a actividade de descrever porque classificar significa que os
alunos têm de dividir uma classe em parte dessa classe na base de uma característica
comum.
As características para a classificação devem ser variáveis e invariáveis e durante o
processo da classificação os alunos devem reconhecer a semelhança gradual e as diferenças
entre os objectos., fenómenos e processos. O resultado da actividade de classificação é o
sistema de conceitos.

Actividade cognitivo de observar


Tem um determinado estrutura (tem determinados passos).

Estrutura da investigação
1. Para o problema;
2. Para a hipótese (falso ou verdade);
3. Para a revisão da hipótese
3.1. Dedução das conclusões a partir da hipótese formada.
ex: se…, então…
Observação (como parte do método científico de observação)
- Formulação de tarefas para a observação;
- Planificação da realização da observação (a preparação dos meios, matérias, etc. que vai
usar);
- Realização;
- Registos dos resultados.

Composição dos resultados da observação com as conclusões da hipótese.


Nota: se não existir igualdade entre as conclusões das hipóteses e os resultados da
observação tem que se reformular as hipóteses ou repetir a observação.
Conclusão
Feitas as leituras em relação ao tema Actividades cognitivas conclui que na verdade a
didáctica de biologia é uma cadeira de estrema importância no âmbito de reflectir sobre o
papel sociopolítico da educação, da escola e do ensino; compreender o processo de ensino e
as suas múltiplas determinações; instrumentalizar teórica e praticamente, o futuro professor
para captar e resolver os problemas posto pela pratica pedagógica. Didáctica de biologia é
uma cadeira muito importante.
Bibliografia
MULLER, Susann. Didáctica de Ciências naturais. Editora escola.2005.
MINDER Michel, Didatica funcional, editora limitada, coimbra 1998
DIAS,Hildizina at all, Manual de praticas pedagógica, Maputo 2008.
VANCLEAVE, Janice, biologia para jovens, Lisboa 1994.

Você também pode gostar