Você está na página 1de 34

Gestão de Integração e Escopo

Tema 04 – Execução do Projeto


Bloco 1
Rosana YaSUE Narazaki
Conteúdo

• Execução de um projeto – conceito


• Estratégias para execução do projeto
• Grupo de processos execução
• Integração:
• Orientar e gerenciar o trabalho do projeto;
• Gerenciar o conhecimento do projeto.
• Processos das demais área de conhecimento do projeto.
Dinâmica de execução de um projeto

• Execução de um projeto
• Conceito.

• Impactos
• Reais e não estimados.
Fase de execução - características

• Custos
• Crescem: liberação dos recursos.
• Atividades
• São executadas.
• Sintonia
• Atividades;
• Equipe;
• Recursos;
• Tempo.
Fase de execução - características

• Entrega
• Verificação do critérios de aceite;
• Resultado aceitável ou não.
• Autorização
• Início da fase seguinte.
• Solicitações de mudanças aprovadas
• Coordena execução;
• Otimiza recursos.
Fase de execução - características

• Maior interação com pessoas


• Ambiente de colaboração;
• Prover infraestrutura;
• Adequar;
• Competências;
• Habilidades;
• Manter engajamento.
Fase de execução - características

• Equipe de projetos
• Escolhido pelo gerente de projetos.

• Lacuna de competências
• Treinamento do membro interno;
• Contratação de membro externo.
Gerente funcional x Gerente de projeto

• Gerente funcional
• Dentro da estrutura hierárquica;
• Responsável por uma área específica.

• Gerente de projeto
• Conduzir equipe de projeto.
Estrutura das organizações

• Estrutura funcional

• Projetizada

• Matricial
Estrutura funcional

Diretoria Diretor

Gerente funcional Operação Marketing Engenharia

Colab. Colab. Colab. Colab. Colab.


Colaboradores
1 2 1 2 1

Figura 01: Estrutura funcional


Fonte: elaborado pelo autor.
Estrutura projetizada

Diretoria Diretor

Gerente de projeto Projeto 1 Projeto 2 Projeto 3

Equipe de projeto Equipe 1 Equipe 2 Equipe 3

Figura 02: Estrutura projetizada


Fonte: elaborado pelo autor.
Estrutura mista

Diretor

Gerente de Operação Marketing Engenharia


projeto

Membro Colab. Colab. Colab. Colab. Colab.


1 1 2 1 2 1

Membro
2

Membro
3
Figura 3: Estrutura mista
Fonte: elaborado pelo autor.
Dinâmica de execução de um projeto

• Estratégias para execução de um projeto


• Risco e incertezas.
Estratégias

RISCOS/INCERTEZAS ESTRATÉGIA

Sobre o projeto como um todo Subdividir em fases;


Melhora controle;
Ponto de controle: entregável.
Produto inovador Realizar somente fase de execução;
Limitar escopo;
Decisão de continuar ou não.
Uso de tecnologia ou metodologia Subdividir em fases;
Primeira fase: decisão da solução.
Benefícios do projeto Implantar piloto;
Ambiente controlado;
Generalizar resultado.
Estratégias

RISCOS/INCERTEZAS ESTRATÉGIA

Grandes esforços Dividir fases em segmentos;


Mais equipes;
Trabalho paralelo.
Operação do produto Operação incremental e assistida.

Adesão do usuário Adicionar fase de pós implementação;


Acompanhar a operação.
Garantia da fonte de investimento Repartir e aprovar fase a fase;
Balanço sobre os custos.
Imprevisibilidade dos esforços Desenvolver terceiros.

Gestão incerta Estratégia de ondas sucessivas.


Projeto piloto x Ondas sucessivas

• Projeto piloto
• Analisar a complexidade da execução;
• Ambiente controlado e restrito.

• Ondas sucessivas
• Equipe termina Onda 01
• Se desloca para Onda 02;
• Manter equipe mobilizada.
Gestão de Integração e Escopo
Tema 04 – Execução do Projeto
Bloco 2
Rosana YaSUE Narazaki
Grupo de processos execução

• Garante a conclusão dos trabalhos;


• Cumpre os requisitos;
• Atende expectativas das partes interessadas;
• Coordena recursos e atividades

De forma INTEGRADA.
Grupo de processos execução

• 2 processos da área de conhecimento integração

• 8 processos de outras áreas de conhecimento


• Qualidade, recursos, comunicação, riscos, aquisições, partes interessadas.
Orientar e gerenciar o trabalho do projeto

• Liderar os trabalhos definidos no plano


• Complementar as entregas;
• Cumprir como os requisitos;
• Verificação dos critérios de aceite.

• Implementar mudanças na execução

• Benefícios
• Gerenciamento integral
• Trabalhos;
• Entregas.
• Terminar o projeto com sucesso.
Orientar e gerenciar o trabalho do projeto

Entradas
Ferramentas e técnicas Saídas
1. Plano de gerenciamento do
projeto. 1. Opinião especializada. 1. Entregas.
Todos os componentes. 2. Sistema de informações de 2. Dados de desempenho do
2. Documentos do projeto: gerenciamento de projetos (SIGP). trabalho.
Registro de mudanças; 3. Reuniões. 3. Registro das questões.
Registro de lições aprendidas;
Lista de marcos; 4. Solicitações de mudanças.
Comunicação do projeto; 5. Atualizações do plano de
Cronograma do projeto; gerenciamento do projeto;
Matriz de rastreabilidade dos Qualquer componente.
requisitos; 6. Atualizações de documentos do
Registro de riscos. projeto.
3. Solicitações de mudanças 7. Atualizações de ativos de
aprovadas. processos organizacionais.
4. Fatores ambientais da
empresa}.
5. Ativos de processos
organizacionais.

Figura 4: Orientar e gerenciar o trabalho do projeto: entradas, ferramentas e técnicas e saídas.


Fonte: Adaptado de PMI (2017).
Orientar e gerenciar o trabalho do projeto

• Entradas:
• Plano de gerenciamento do projeto
• Qualquer componente (planos, linha de base, estratégia de medição, etc.).
• Documentos do projeto
• Cronograma do projeto (atividades, recursos, duração, datas planejadas);
• Monitorar a relação requisito e entrega;
• Registro de ameaças e oportunidades impactantes.
Orientar e gerenciar o trabalho do projeto

• Entradas:
• Solicitações de mudança aprovadas (ações preventivas, corretivas ou reparo);
• Fatores ambientais da empresa (cultura, infraestrutura, sustentabilidade).
Orientar e gerenciar o trabalho do projeto

• Ferramentas e Técnicas:
• Opinião especializada
• Especialista técnico, jurídico, governança.
• Sistema de informações de gerenciamento de projetos (SIGP)
• Sistema para elaborar cronograma.
• Reuniões
• Atualização de progresso;
• Resolução de problemas.
Orientar e gerenciar o trabalho do projeto

• Saídas:
• Entregas
• Produtos, resultado verificável.
• Dados de desempenho
• Observações e medições.
• Registro de questões
• Prioridade, descrição, designação, solução.
Medição de desempenho do projeto

• Dados brutos
• Percentagem de trabalho concluído;
• Data de início e término;
• Número de defeitos ou solicitação de mudança;
• Custos reais;
• Relatórios de horas, desempenho técnico e da qualidade.
Medição de desempenho do projeto

• Dados analisados
• Estado das entregas;
• Estado da implementação das solicitações de mudanças;
• Análise de gastos e despesas;
• Estimativas de previsão para o término.
Gerenciar o conhecimento do projeto

• Objetivo:

• Reuso do conhecimento existente;


• Compartilhar e criar novos conhecimentos;
• Armazenar os novos conhecimentos.
Gerenciar o conhecimento do projeto

• Conhecimento explícito:
• Codificados com palavras, números e imagens;
• Manuais, documentos do projeto.

• Conhecimento tácito:
• Difícil de expressar;
• Experiências, crenças, entendimentos.
Gerenciar o conhecimento do projeto

Não há como obrigar as pessoas a compartilharem o que sabem ou


captar o conhecimento dos outros.

O que fazer?
Gerenciar o conhecimento do projeto

Solução
• Criar ambiente de confiança.
• Técnicas de gerenciamento de conhecimento
• Conhecimento tácito;
• Interação entre as pessoas.
• Técnicas de gerenciamento de informação
• Codificação do conhecimento.
Gerenciar o conhecimento do projeto

Técnicas de gerenciamento de conhecimento


• Compartilhamento do conhecimento.
• Criação do conhecimento
• Fórum de discussão (presencial ou virtual);
• Narração de histórias;
• Aprendizagem por observação;
• Oficinas.
Síntese

• O grupo de processos execução do projeto possui 2 processos da área de conhecimento


integração e 8 processos de outras áreas de conhecimento (qualidade, recursos, comunicação,
riscos, aquisições, partes interessadas).

• O processo orientar e gerenciar o trabalho do projeto tem o objetivo coordenar o trabalho,


cumprir com os requisitos e verificar os critérios de aceite.

• O processo gerenciar o conhecimento do projeto tem a finalidade de promover o


compartilhamento e criação dos novos conhecimentos e o reuso deste conhecimento em
projetos futuros.

Você também pode gostar