Você está na página 1de 5

c  


 ‘
‘‘
‘‘‘‘‘‘
 ‘ ‘‘   ‘ ‘‘ ‘ ‘ ‘
  ‘
‘ ‘‘ 
‘‘ ‘‘

Método científico é uma forma de investigação da natureza. Para isso, não leva em
consideração superstições ou sentimentos religiosos, mas a lógica e a observação
sistemática dos fenômenos estudados ‘‘

‘
‘‘
‘ ‘

‘ ‘ ‘  ‘
 ‘  ‘ ‘  !"# ‘ ‘
‘ ‘‘  ‘‘ ‘  "‘
 ‘‘ ‘ ‘ $ ‘‘ ‘ "‘
%‘‘‘‘  ! ‘Essa teoria deve ser consistente com os fatos ‘& ! ‘
 ‘ ! ‘ ‘ ‘
"# ‘ ‘ "# ‘'
‘‘  ‘  ‘ ! ‘ ‘
   ‘(  ‘ ‘
‘ ‘‘  
‘ ! ‘ ‘  ‘‘ ‘
  ‘
 

 
 ‘‘‘

Teorias baseadas em misticismo, que subsistem através de dogmas de fé, crivadas de


superstições, não podem fornecer resultados nem aplicações ‘)‘‘‘ ‘‘ ‘
*
‘
 ‘ ‘ ‘ 
 ‘ ‘‘+
! ‘ ‘‘! ‘,‘
‘ ‘
 ‘ ‘
-.‘‘/$‘/
$‘‘ ‘‘ ‘
‘ ‘
-‘‘ ‘‘
 $
‘‘+
! 0‘ ‘‘ ‘‘,! "‘ ‘
‘
!‘‘

 ‘‘!‘
 ‘‘ ‘ ‘ ‘
‘‘!‘ $ ‘
‘ ‘1‘‘ ‘23‘ # ‘ ‘

‘ ‘! ‘ ! 
‘!‘‘  "‘
 ‘  ! ‘4 5‘‘

Os métodos científicos são impessoais e objetivos ‘,"# ‘ -‘‘  !‘


 ‘ ‘  '
‘ ‘ ‘ ‘#  ‘‘

Um cientista não deve assumir saber a verdade sobre o que tenta explicar a priori.
Quem assume que já possui a verdade sobre alguma coisa antes de investigar, tem seu
poder de avaliação dos fatos comprometido com idéias pré-estabelecidas, o que acaba
prejudicando seu julgamento. Preconceitos nunca são bem vindos quando se busca
explicações científicas.‘‘

( 
‘ ‘
‘ ‘ 
!!
‘ ‘
-‘
‘‘ ‘! 6 ‘ ‘
  ‘7‘
"# ‘‘$ 
 ‘‘ ‘  ‘8‘‘‘‘‘ ‘
!‘ ‘  ‘ ‘‘%  ‘  "# ‘ ‘
 ‘‘ ‘!‘
‘‘‘
 ‘ ‘
 ‘,
‘‘ ‘ !‘‘ ‘
9
‘‘‘  '
‘ ‘ ‘
  ‘‘ ‘ ‘ ‘6 ‘ "# ‘:  ‘ ‘
‘ ‘ 
‘!  ‘‘

‘
‘ ! ‘ ‘ $‘‘ ‘  ‘‘

& 
 
 ‘‘ ‘  ‘‘ ‘‘‘‘
-‘ ‘
-‘
‘
‘ ‘ ‘ ‘   "#  ‘‘*‘
‘
‘‘‘ ‘‘,! "‘ ‘
 ‘ ! ‘ ‘ ‘‘ ‘‘  !"# ‘ ‘ ! ‘ ‘6 ‘ "# ‘
‘‘

 ;'
‘ ‘ ‘ $ ‘‘ ‘"‘ ‘ " ‘‘

‘6‘‘ ‘ ‘%$‘ ‘$"‘‘
"‘< ‘ 6‘‘ ‘
*'
‘‘* "‘ ‘+
!  ‘8=
6 ‘ ‘
‘ ‘ ‘ ‘>
 $'
‘
7‘
‘>
 ‘ ‘<  ‘,
$‘?   ‘‘+<‘‘+
!  ‘ ‘‘
< ‘‘
‘
‘8‘*
-‘‘

1! ‘@‘ "‘ ‘
*
 
‘*
- ‘

‘‘

‘‘'
‘ 6 ‘ ‘ 6"‘ ‘‘

-0‘ ‘
‘
‘‘‘‘ ‘  ‘ ‘
 $‘  ‘‘‘'
 ‘& ‘"# ‘
 ‘
 ‘ ‘‘ 6"‘ ‘‘
-‘
‘‘
 ‘"‘  !‘‘'
‘‘
‘1‘'
‘ ‘‘
 $‘ ‘‘
- ‘‘
4A=‘,!‘8 ‘ ‘8
‘8
‘7 ‘ 8 $‘ ‘
* ‘&D
‘
*
- ‘,‘7‘ 7 ‘‘< ‘< ‘BCCB‘ 2C5‘‘
‘‘
-‘‘‘ ‘‘
! $" ‘,‘
"‘ ‘  !‘ ‘‘

-‘ 
‘  ‘ ‘ ‘# ‘‘ ‘‘ $ 
 ‘ .‘‘

a) descobrimento do problema ou lacuna num conjunto de conhecimentos ‘ ‘‘


  ‘
‘ ! ‘

‘‘ 6‘ ‘@‘ ‘ $ 
 0‘ ‘‘ ! ‘ ‘
@‘  ;
 0‘‘

b)‘colocação precisa do problema‘ ‘


‘‘ "‘ ‘ ‘! ‘  ‘@‘ 6‘ ‘

!‘
 
‘4 -‘ ‘ %‘ 
!‘ ‘ %$50‘‘

c)‘procura de conhecimentos ou instrumentos relevantes ao problema 4‘  ‘


‘ -‘ ‘ ‘ ‘ "‘
‘ ‘1 ‘ ‘ ‘ "5 ‘ ‘
 ‘  ‘‘
 ‘‘
‘ ! ‘‘  0‘‘

d)‘tentativa de solução do problema com auxílio dos meios identificados ‘ ‘‘


!‘
  ‘
:‘ ‘‘‘ ‘ $ 
 0‘ ‘‘
1‘@‘  ;
 0‘‘

e)‘invenção de novas idéias 4%  ‘ ‘ ‘


5‘ ‘ "‘ ‘
!‘‘
-‘ ‘ ‘ ! ‘‘  0‘‘

f)‘obtenção de uma solução 4 ‘ ‘5‘‘  ‘‘ -‘‘



 
‘
  ‘ ‘ -‘
-! 0‘‘

g)‘investigação das conseqüências da solução obtida ‘,‘ ‘


‘ ‘ ‘ ‘‘‘
‘ ‘$
%‘ ‘‘ ‘ ‘‘ ‘ - ‘,‘ ‘
‘ ‘
!‘
‘‘‘  ‘‘
 ;'
‘ ‘‘ ‘‘‘ ‘  !
 0‘‘
h)‘prova (comprovação) da solução.‘

‘‘ "‘‘‘ ‘‘ ‘ ‘
‘
"‘ -‘ 

 ‘ ‘‘  ‘‘%‘‘  ‘‘‘‘

 -‘‘
!‘! ‘&‘
1‘ ‘‘‘ ‘ $ 
 0‘‘

i) correção das hipóteses, teorias, procedimentos ou dados empregados na obtenção da


solução incorreta ‘, ‘‘
 
 ‘‘ "‘‘ ‘
!‘‘ ‘
! $" ‘
4/
$ ‘BCEF.G35 ‘‘

4A=‘,!‘8 ‘ ‘8
‘8
‘7 ‘ 8 $‘*
- ‘,‘7‘ 7 ‘‘
< ‘< ‘BCCB‘ HI5‘‘

‘‘

‘‘
‘
MÉTODO INDUTIVO‘
>
 "‘‘ ‘ ‘
‘‘
 ‘‘ ‘
‘ ‘‘  ‘
 
 
 ‘
‘
   ‘ ‘!  ‘$ ‘ ‘
! ‘
‘
‘
‘
 ‘ 
 ‘<
‘‘  !‘‘$ 
‘‘ !‘‘
 # ‘ ‘
 :‘
‘ ‘‘‘‘ ‘‘‘ ‘
‘ ‘ ‘   ‘

, .‘‘

‘!‘B‘‘
$‘‘
‘!‘G‘‘
$‘‘
‘!‘2‘‘
$‘‘
‘!‘
‘‘
$‘‘
‘
45‘!‘‘
$‘‘

4A=‘,!‘8 ‘ ‘8
‘8
‘7 ‘ 8 $‘*
- ‘,‘7‘ 7 ‘‘
< ‘< ‘BCCB‘ HJ5‘‘
‘
MÉTODO DEDUTIVO ‘

7‘  "‘‘‘ ‘


‘
1‘@‘
 " ‘7!‘‘
 "‘
‘ 6‘

 
‘
!‘‘ ‘
 
‘ ‘
 ‘ !‘- ‘

‘ $ 
 ‘  ‘‘‘ 
"‘
 ‘‘‘
 !‘ ‘  !.‘

&  !.‘‘ >


 !.‘‘

‘- ‘ ‘ ‘" ‘‘ ‘‘ ‘ ‘‘  !‘


‘ ‘
‘‘‘ ‘‘ " ‘
-  ‘‘ ‘
‘ A$‘‘‘ ‘'‘ ‘" ‘‘
A$‘‘‘ ‘'‘ ‘
" ‘‘

‘
‘‘
‘
MÉTODO HIPOTÉTICO-DEDUTIVO‘

7‘<"‘ ‘< ‘< 


 ‘‘>
 "‘ ‘‘
8‘*
-‘"O avanço da ciência não se
deve ao fato de se acumularem ao longo do
tempo mais e mais experiências" ‘"Ele avança,
antes, rumo a um objetivo remoto e, no
entanto, atingível, o de sempre descobrir
problemas novos, mais profundos e mais
gerais e de sujeitar suas respostas, sempre a
testes provisórios, a testes sempre renovados e
sempre mais rigorosos"‘4BCJ3.2FJ2FE5 ‘
4A=‘,!‘8 ‘ ‘8
‘8
‘7 ‘
8 $‘*
- ‘,‘7‘ 7 ‘‘
< ‘< ‘BCCB‘ I35‘ ‘

/
$ ‘4BCJH.JFG5‘
‘‘ $ 
 ‘ .‘

a) Colocação do problema: ‘

ë‘  
 
‘‘‘‘  ‘"‘ 
‘ ‘  "‘‘‘ ‘
‘‘   ‘‘  !
 ‘
‘ ‘  ‘‘$ ‘ 0‘‘
ë‘   ‘‘  ‘‘

‘ ‘
‘ ‘
 '
‘
‘ ‘ 
 0‘‘
ë‘  "‘‘  ‘‘"‘ ‘ ‘ ‘ ‘
‘$ ‘
   ‘ ‘ ‘ 0‘ ‘ ‘!‘  "‘‘  ‘‘
: ‘
$
!‘‘   ‘ ‘ ‘ 
‘ ‘ ‘ 
 ‘ - ‘
‘‘ -‘‘
 
‘
-!  ‘‘

b) Construção de um modelo teórico: ‘

ë‘   "‘‘ ‘ 



 ‘‘
!
"‘ ‘ "# ‘ -! ‘ ‘ ‘
 
‘‘!1! ‘ 
 ‘ 

 0‘‘
ë‘ 
!
"‘‘%  ‘
‘ ‘‘ "# ‘  ‘‘‘ ‘ ‘


‘ ‘ "# ‘ ‘ ‘
 

 ‘‘ ‘
‘
 ‘‘!1! ‘
4‘  ‘

‘ ‘ ‘ ‘ ‘  ‘‘ ‘‘‘ ‘

K
‘  !5 ‘‘

c) Dedução de conseqüências particulares: ‘

ë‘  ‘ ‘  ‘


‘‘  "‘ ‘
 ;'
‘  ‘ ‘

 ‘‘ ‘‘
-$ ‘‘ ‘‘! 0‘‘
ë‘  ‘ ‘  ‘ -‘‘
‘ ‘!‘‘! "# ‘
-! ‘ ‘

 -! ‘  "‘ ‘ "# ‘ ‘ "# ‘
‘‘  ‘‘ ‘
 %‘ ‘‘ - ‘‘

d) Teste das hipóteses: ‘

ë‘  "‘‘!‘‘

‘‘ ‘‘K‘@‘!‘‘ "# ‘ ‘
 "# 0‘  
"‘
‘‘  !"# ‘ "# ‘  
‘ 
‘
‘ ‘ "# ‘
 
0‘‘
ë‘   "‘‘!‘‘ 6"‘‘ "# ‘
‘ ‘
!‘ ‘ ‘0‘‘
ë‘  "‘‘‘‘ 
‘ ‘"‘
1 ‘  "‘ ‘ ‘
  
 ‘‘‘ -‘ !0‘L‘
 '
‘‘
 ‘‘@‘ 6‘‘ ‘
 %‘
  "‘‘‘1‘   ‘‘

e) Adição ou introdução das conclusões na teoria: ‘

ë‘ "‘‘
 # ‘‘‘ "# ‘ ‘ "# ‘‘
 ‘‘  ‘
‘!‘‘‘
 ;'
‘  6‘‘ ‘ %‘ 
‘‘$ ‘ ‘
 ‘  ‘ ‘$‘ ‘
 ‘
‘ ‘
‘4
 '
‘!1! 50‘‘
ë‘    ‘‘ ‘‘‘
 1‘ !
 ‘ "‘ ‘   ‘‘ 0‘‘
ë‘  $ # ‘‘ ‘  ‘‘‘‘ ‘
‘
‘‘
‘
 ‘‘ ‘ ‘
‘ ‘ ‘
‘ 
‘ -0‘‘
1‘‘

"‘‘  ‘ ‘-! ‘ 
# ‘ ‘  
‘
 ! ‘ ‘
 ‘1 ‘‘  ‘‘