Você está na página 1de 3

alfaconcursos.com.

br

SUMÁRIO
ATUALIDADES .............................................................................................................................................. 2
TRIPÉ DA SUSTENTABILIDADE .................................................................................................................. 2
SUSTENTABILIDADE.............................................................................................................................. 2
DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL ...................................................................................................... 3
EFICIÊNCIA, EFICÁCIA E EFETIVIDADE ................................................................................................... 3

MUDE SUA VIDA!


1
alfaconcursos.com.br

ATUALIDADES
TRIPÉ DA SUSTENTABILIDADE
 PESSOAS – Sustentabilidade social diz respeito às atividades que mantêm
relacionamentos mutuamente benéficos com funcionários, clientes, comunidade e
ONGs.
 PLANETA – Sustentabilidade ambiental diz respeito às atividades que consideram o
impacto do uso de recursos, substâncias perigosas, resíduos e emissões no ambiente
físico.
 LUCRO – Atividades de sustentabilidade econômica focam na eficiência dos negócios,
pagamento de contas, impostos, produtividade e lucro.

SUSTENTABILIDADE
Com o passar do tempo, o conceito de sustentabilidade acabou sendo associado de forma
limitada pelo grande público à “ações ecológicas” ou “menos poluentes”. A boa notícia é que
marcas que se assumem como sustentáveis já são vistas de forma mais positiva pelos
consumidores, ainda que os mesmos não entendam exatamente o que isso queira dizer. A má
notícia é que a limitação do conceito no imaginário coletivo interfere negativamente no
entendimento do que é “desenvolvimento sustentável”.
É importante termos em mente que a essência da definição de sustentável está em
perpetuar o planeta, sendo diretamente associada a palavras como legado, continuidade e
equilíbrio. A permanência do mundo como conhecemos depende de como conseguimos
gerenciar nossos impactos. Os recursos são finitos e todos somos responsáveis por nossa
preservação.
Entretanto, pode ser difícil compreender quais ações estão sendo feitas na prática que
possam garantir esta continuidade. Para esclarecer esse ponto, desenvolvemos este artigo com
o objetivo de apresentar a definição de desenvolvimento sustentável, que movimentos as
empresas estão realizando e o papel do CEBDS (Conselho Empresarial Brasileiro para o
Desenvolvimento Sustentável) nesse contexto.

MUDE SUA VIDA!


2
alfaconcursos.com.br

DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL
O desenvolvimento sustentável é aquele capaz de suprir as necessidades da geração atual,
sem colocar em risco a capacidade de atender as gerações futuras. Por isso, conforme já citado
neste artigo, a definição está vinculada aos termos “legado” e “continuidade”.
Desenvolver-se de forma sustentável, seja em pequena esfera (no contexto de uma
empresa, por exemplo), ou em larga esfera (no contexto de um país), pressupõe possibilitar às
pessoas, agora e futuramente, atingirem um nível satisfatório de desenvolvimento
socioeconômico e cultural, fazendo uso razoável dos recursos naturais de forma a não esgotá-
los para as próximas gerações.
Para conquistar tais resultados é necessário planejamento, bem como o entendimento de
que os recursos são finitos. Por isso, não podemos confundir desenvolvimento sustentável com
crescimento econômico, uma vez que este último costuma depender do consumo crescente de
energia e recursos naturais. A grande diferença deste pensamento está em promover o
equilíbrio entre os objetivos de desenvolvimento econômico, desenvolvimento social e a
conservação ambiental.
EFICIÊNCIA, EFICÁCIA E EFETIVIDADE
Os chamados “3E’s” da administração pública, que são a Eficiência, Eficácia e Efetividade.
Segue abaixo a descrição de cada um dos elementos:
 Eficiência – Introduzido de forma explícita no artigo 37 da Constituição pela Emenda
Constitucional nº 19 de 1998, é a relação de recursos destinados e resultados
obtidos pela administração pública. Em uma análise, é a questão chamada de “custo-
benefício” nas ações públicas. Exemplo: Se, ao final do prazo estipulado
previamente, for construído um hospital público com os recursos (financeiros, de
pessoas e materiais) propostos, sem necessidade de destinação complementar, será
uma ação eficiente administrativamente. Portanto, a eficiência tem relação com a
atividade “meio”.
 Eficácia – Tem direta relação com a concreta efetivação da ação que motiva a
existência da unidade pública ou função dos servidores públicos, a capacidade de
atender aquilo que justifica a ação administrativa. Portanto, a eficácia tem relação
com a “atividade fim.
 Efetividade – Tem relação com a entrega do “produto final” para os interessados,
para o cliente cidadão, fazendo esses agregarem valor e aceitarem a ação pública
como justificável. Portanto, efetividade tem relação com o “valor percebido” pelo
cliente-cidadão.

MUDE SUA VIDA!


3

Você também pode gostar