Você está na página 1de 27

- Modems e interfaces de

comunicação

Prof. Jesus José de Oliveira Neto

1
Redes

Introdução

• A palavra modem vem da junção das palavras modulador


e demodulador

• É um dispositivo eletrônico que modula um sinal digital


em um sinal analógico e depois reconverte para o sinal
digital

• Utilizado para conexão à Internet

2
Redes

Introdução

• O processo de conversão de sinal de sinais digitais para


analógicos é conhecido como
• Modulação de conversão digital-analógico (DA ou AD)

• Quando um sinal é recebido o outro modem reverte o


processo
• Demodulação

• Ambos os modems devem estar trabalhando de acordo


com os mesmos padrões 3

3
Redes

Introdução

• Estes padrões geralmente se referem à velocidade de


transmissão, compressão de dados, protocolos, etc.

• O termo protocolo é um trâmite a ser seguido para


alcançar determinado objetivo. Ex.: HTTP, SMTP, TCP, IP,
Wi-Fi, etc.

4
Redes

Tipos de Conexão – Linha Discada

• Linha discada - permite conexões de muito baixa


velocidade, permitindo aplicações do tipo acesso a e-mail,
e muito lenta navegação em páginas web.

• Utiliza placas de fax modem

• A placa de fax modem é servir de interface de


comunicação entre dois computadores interligados pela
linha telefônica
5

5
Redes

Tipos de Conexão

• Permitindo ao computador transmitir e receber dados


através da linha telefônica, sendo possível
• Ter acesso à Internet,
• Transmitir e receber fax,
• Usar videoconferência, correio eletrônico, etc.

6
Redes

Tipos de Conexão

• O termo fax modem surgiu a partir do momento em que


se decidiu aproveitar a comunicação entre computadores
através da rede telefônica para executar tarefas de
transmissão/recepção de similares ao fax

• Para permitir isso foi incorporado ao modem circuitos e


protocolos de comunicação característicos de um
aparelho de fax.

• As placas de fax-modem suportam até 56Kbps, seguindo


7
e a instalação era plug and play.
7
Redes

Tipos de Conexão

• Alguns modems conhecidos por voice modem têm a


capacidade de atuar também como secretária eletrônica,

• Podendo através de um software atender ao telefone e


gravar mensagens automaticamente.

8
Placa Fax Modem

9
Tipos de Conexão – ADSL
• ADSL - padrão de alta velocidade sobre o cabeamento
telefônico, permitindo velocidades de vários Mbps.

• Durante muito tempo o fax modem dominou o mercado no


que diz respeito a hardware usado na comunicação entre
computadores

• Porém a Internet evoluiu de tal forma que as taxas de


transferência em fax modems se tornaram insuficientes
em utilizações como videoconferência, jogos, download
de arquivos grandes, entre outros.
10

10
Tipos de Conexão – ADSL
• Com a evolução das linhas telefônicas, surgiram os
padrões xDSL,

• Sendo o ADSL o mais empregado hoje. Os padrões


xDSL/ADSL permitem velocidades maiores que 250Kbps
chegando na casa dos Mbps.

• DSL significa Digital Subscriber Line (linha de assinante


digital).

11

11
Tipos de Conexão – ADSL
• ADSL significa DSL assimétrico, onde a banda disponível
para downstream (da rede para o assinante) é bastante
superior a disponível para upstream (do assinante para a
rede), sendo o downstream 8 a 24 vezes maior.

• Para a maioria das aplicações atuais Internet, esta


característica é aceitável, pois o volume de informações
baixadas da rede é bem maior que as enviadas pelo
usuário.

• A instalação física é feita conectando o modem ADSL ao


microcomputador através de uma porta Ethernet 12

•12 (ou USB).


Tipos de Conexão – ADSL
• O ADSL compartilha a mesma linha de transmissão de voz
telefônica para transmissão de dados, utilizando
frequências superiores.

• Existe uma pequena parcela de instalações telefônicas que


não suportam ADSL em função da distância de terminais
das centrais (principalmente em zonas rurais ou limítrofes)
e de características como imunidade a ruídos.

• Porém, é a alternativa de banda larga utilizada pelas


operadoras de telefonia tradicionais.
13

13
Modem ADSL

14

14
Tipos de Conexão – Cable Modem
• Como alternativa ao ADSL/xDSL, surgiu a utilização da
infraestrutura de TV a cabo para transmissão de dados
em alta velocidade, além dos próprios sinais de imagem.

• Esta alternativa é chamada Cable Modem.

• As primeiras instalações para Cable Modem utilizavam a


infraestrutura de TV a cabo apenas para o sentido
downstream (da rede para o micromputador), sendo o
upstream (do computador para a rede) feito através de
outra via, normalmente telefônica.
15

15
Tipos de Conexão – Cable Modem
• Este fato impunha uma severa limitação quanto a
usabilidade do Cable Modem.

• Hoje, na grande maioria das instalações, o upstream


também é feito pela infraestrutura de TV a cabo.

• O cable modem permite altas velocidades (50Mbps) no


sentido downstream e velocidades menores (20Mbps) no
sentido upstream

• Na configuração do usuário, é utilizado um equipamento


denominado Cable modem, instalado ao computador 16

16 através de roteador sem fio (ou via Ethernet).


Cable Modem
• Apesar da banda do Cable Modem ser bastante elevada,
deve ser considerado que o cabeamento é um
barramento. Portanto, esta banda é compartilhada.

• Por exemplo, num cabo com capacidade de 30Mbps, se


500 assinantes estiverem fazendo download
simultaneamente, a banda para cada um deles será de
apenas 60Kbps naquele período de tempo.

• As operadoras de TV a cabo redesenharam as instalações


antigas de forma a minimizar a ocorrência deste
problema. 17

17
Cable Modem
• Além disso, é por isso que apesar das altas velocidades
possíveis, a maioria das assinaturas é de velocidade
baixa, comparada aos limites possíveis.

18

18
Tipos de Conexão – Wireless
• É a transmissão de dados que dispensa o uso de fios,
pois é realizada via ondas eletromagnéticas que se
propagam pelo ar.

• O rádio e a TV funcionam de acordo com o mesmo


princípio, já que recebem informações através de
radiofrequência.

• Para se conectar via wireless é necessário um receptor no


computador e um modem com roteador Wi-Fi (sigla
mundialmente conhecida que, de forma simplificada,
define uma região próxima com acesso à internet). 19

19
Tipos de Conexão – Wireless
• Outras formas de conexão sem fio presentes no mercado
são o bluetooth e o infravermelho.

• Com o primeiro, que também funciona por meio de ondas


eletromagnéticas, os aparelhos podem intercambiar
informações apenas pela proximidade, sem a
necessidade de instalação de um programa.

• Já o infravermelho é bastante utilizado no nosso dia a dia:


é o que permite que o controle remoto funcione, enviando
sinais para o receptor que está na frente da TV.
20

20
Tipos de Conexão – 1G
• Os sistemas móveis de comunicação de voz de primeira
geração foram introduzidos em 1980.

• Estes tipo de sistemas permitiam a transferência de dados


de voz apenas)

• Este tipo de sistemas tinham grandes limitações, por se


tratar de sistemas analógicos.

21

21
Tipos de Conexão – 1G
• Estes sistemas celulares de primeira geração não
suportavam qualquer tipo de encriptação de informações
(problemas de segurança),

• A qualidade de som era fraca e a velocidade de


transferência rondava os 9.6 Kbps.

22

22
Tipos de Conexão – 2G
• Os sistemas de segunda geração (2G) apareceram por
volta de 1990

• No sentido de cobrir as limitações dos sistemas móveis de


comunicação de primeira geração (1G).

• Os sistemas 2G eram completamente digitais e tinha


como características a
• Segurança;
• Utilização eficiente do espectro;
• Suporte a serviços de transmissão de dados.
23

23
Tipos de Conexão – 3G
• É a terceira geração da tecnologia que permite acessar a
internet com o celular

• Também por meio de uma faixa de frequência de ondas


eletromagnéticas.

• Com o 3G é possível transmitir e receber informações


pela Internet, ver televisão pelo celular e fazer
vídeochamadas.

24

24
Tipos de Conexão – 4G
• É uma evolução da tecnologia de conexão pelos
celulares, até 100 vezes mais rápida que a 3G.

• Além de mais qualidade nas chamadas de voz,


vídeochamadas e navegação, comporta mais conexões
em uma mesma antena.

• Isso resolve um dos problemas que as operadoras


enfrentam com as antenas 3G

• Inclusive a ANATEL incentiva o compartilhamento de


torres transmissoras entre as diferentes operadoras. 25

25
Tipos de Conexão – Wimax
• É uma versão mais aprimorada do Wi-Fi

• Permite uma melhor transmissão de dados e uma área de


cobertura muito maior devido a antenas mais potentes.

• Essa nova tecnologia chega onde operadoras de telefonia


ou de TV a cabo não conseguem alcançar

26

26
Tipos de Conexão – Wimax
• É vantajoso para regiões rurais onde ainda não há
cabeamento.

• A desvantagem deste tipo de conexão é a necessidade de


reestruturar o sistema de transmissão que possui um alto
custo financeiro.

27

27

Você também pode gostar