Você está na página 1de 4

EXMO. SR. DR.

MINISTRO CORREGEDOR DO CONSELHO NACIONAL DE


JUSTIÇA

________ , ________ , ________ , inscrito no CPF sob nº


________ , ________ , residente e domiciliado na ________ ,
________ , ________ , na Cidade de ________ , ________ ,
________ , vem à presença de Vossa Excelência, por meio do
seu Advogado, infra assinado, ajuizar

REPRESENTAÇÃO

contra ________ , relativamente ao processo nº ________ ,


pelos fatos e fundamentos que passa a dispor.

BREVE SÍNSETE

Trata-se de processo distribuído em data, cujo objeto é ________ .


Ocorre que ________ .

DO EXCESSO DE PRAZO

Conforme narrado, o processo deveria esta parado mais de ________ em


conclusão para ser julgado, sem qualquer posicionamento. Ocorre que mesmo com as
reiteradas manifestações referindo sobre a urgência, o pedido não foi apreciado.

Ocorre que apesar de perfeitamente destacado, trata-se de pedido


________ , ou seja, a demora fulmina com o resultado útil do processo, em manifesta
contrariedade ao direito Constitucionalmente instituído pela EC 45/04:

Art. 5º. [...]


LXXVIII - a todos, no âmbito judicial e administrativo, são

#3416271 Fri Oct 1 10:01:12 2021


assegurados a razoável duração do processo e os meios que
garantam a celeridade de sua tramitação.

A doutrina ao disciplinar sobre o tema, aponta que:

"A simples garantia formal do dever do Estado de prestar a


Justiça não é suficiente, sendo necessária uma prestação estatal
rápida, efetiva e adequada. Com esse intuito, a EC 45/2004
acrescentou o inciso LXXVIII ao art. 5.º, objetivando assegurar
a todos, no âmbito judicial e administrativo, a razoável duração
do processo e os meios que garantam a celeridade de sua
tramitação. Concomitantemente, a referida Emenda estabeleceu
que "o número de juízes na unidade jurisdicional será
proporcional à efetiva demanda judicial e à respectiva
população" (NOVELINO, Marcelo.Direito constitucional. 6. ed.
rev., atual. e ampl. Rio de Janeiro: Forense; São Paulo:
Método, 2012. p. 582-583)

Nesse mesmo sentido, a Lei Orgânica da Magistratura Nacional, Lei


Complementar nº 35/79, prevê:

Art. 35 - São deveres do magistrado:

I - Cumprir e fazer cumprir, com independência, serenidade e


exatidão, as disposições legais e os atos de ofício;
II - não exceder injustificadamente os prazos para sentenciar
ou despachar;
III - determinar as providências necessárias para que os atos
processuais se realizem nos prazos legais;

Tratam-se de prazos expressamente determinados por lei, vejamos:

DESPACHOS - PRAZO: 10 dias - NCPC, art. 226, caput, inc.


I;

#3416271 Fri Oct 1 10:01:12 2021


DECISÕES INTERLOCUTÓRIAS - PRAZO: 10 dias -
NCPC, art. 226, caput, inc. II;

SENTENÇA - PRAZO: 30 dias - NCPC, art. 226, caput, inc. III

CONCLUSÃO PELO SERVENTUÁRIO - PRAZO: 1 dia -


NCPC Art. 228

ATOS PROCESSUAIS - PRAZO: 5 dias - NCPC Art. 228

Ademais, oportuno salientar que o tratamento dado às autoridades do


Poder Judiciário deve observar o PRINCÍPIO DA ISONOMIA. Afinal, para as partes
e seus advogados, os prazos são sempre fatais, improrrogáveis, e seu descumprimento
gera prejuízos incalculáveis.

A garantia da duração razoável do processo deve ser primordialmente


observada para fins de se evitar grandes prejuízos às partes, que em via reflexa, recairão
sobre o próprio Estado, como destaca a doutrina:

"A parte, no processo judicial ou administrativo, tem direito de


ser indenizada pelos danos morais e patrimoniais que sofreu,
decorrentes daduração exageradado processo, antítese da
garantia constitucional daduração razoáveldo processo. A
garantia dessa indenização encontra-se na CF 37 § 6.º, que
impõe ao Estado o dever de indenizar, objetivamente, os
prejuízos materiais e danos morais que seus agentes políticos,
funcionários ou servidores, nessa qualidade, causarem a
terceiros. Tendo sido praticado o dano por dolo ou culpa do
agente, o Estado tem direito de regresso contra o causador do
dano (CF 37 § 6.º segunda parte). O juiz responde,
pessoalmente ou em regresso, somente a título de dolo (...)."
(NERY JR, Nelson. Princípios do Processo na Constituição
Federal.13ª ed. Editora Revista dos tribunais, 2017. Versão
ebook, cap. 44)

#3416271 Fri Oct 1 10:01:12 2021


Razões pelas quais, requer a imediata providência sobre os fato narrados,
de forma a preservar os princípios constitucionais que regem o processo.

DOS PEDIDOS

Ante todo o exposto, requer:

a) O recebimento da presente representação e seu devido encaminhamento;

b) Sejam apurados os fatos acima narrados, para, após instaurado o devido


processo legal, sejam tomadas as devidas providências processuais e
disciplinares.

Nestes termos, pede e aguarda deferimento.

________ , ________ .

________

ANEXOS:

1. Documentos de identificação do Requerente

2. Procuração

3. Provas do alegado

#3416271 Fri Oct 1 10:01:12 2021

Você também pode gostar