Você está na página 1de 19

APOSTILA

QUALIDADES
DE IRÒKO E
SEUS ORÔS
IROKO DAIBA  É O IROKO QUE SE VESTE DE BRANCO. TEM LIGAÇÕES
FORTES COM IYEMONJA E IBEJÍ. FILHO DE NANÀ E OSALÁ. FAZ ORO
COM OBALUAYÈ E SANGÒ. TEM PROXIMIDADE COM AS IYAMÍ AJÉS.
MONTAGEM DE IGBÁ

01 OPERE IROKO EM MADEIRA COM 20CM EM MOGNO (CONSISTE


EM 06 LANÇAS DE UMA HASTE COM UM PÁSSARO SOBRE ESTÁ HASTE
CENTRAL, ESSAS LANÇAS EM VOLTA SÃO PONTE AGUDAS E NÃO TEM
FOLHINHAS COMO O TRADICIONAL FERRO DE OSANIYN)
12 IDÉS DE MADEIRA
12 PATACAS DE COBRE ANTIGAS
12 BÚZIOS GEMAS
12 BOLAS DE GUDE
12 BRINQUEDINHOS MINIATURA EM MADEIRA
01 BONECO DE MADEIRA MASCULINO COM 01 IDE DE FERRO PRESO
SOB SUAS NARINAS
12 FAVAS DE IROKO (TAMBÉM CHAMADA FAVA DE TEMPO)
01 FAVA DE ANDARA
12 FAVAS DE ALIBÉ
01 FAVA DE OSUN
01 FIGA EM MOGNO OU PAU-BRASIL
BEJEREKUM
LELEKUM
FAVA DE ATARÉ
12 PENAS DE ARAKOLE (URUBU DE CABEÇA VERMELHA)
01 PENA EKODIDÉ
01 PENA ALUKO
01PENA AGBE
01 PENA LEKE LEKE
01 TALHA SEM ALÇA, COM TAMPA E COM FUNDO SERRADO
12 OKUTÁS
12 XAOROS
01 PEDAÇO DE FUMO DE ROLO
01 FORQUILHA DE MADEIRA
INDUMENTÁRIA –VESTE-SE DE BRANCO SOMENTE. USA SAIA OU
BOMBACHO. USA UM ATACAN PRA TRÁS E 12 LAÇOS EM VOLTA DA
CINTURA. USA RODILHA OU BIOCO DE BÚZIOS E PALHA DA COSTA.
CARREGA UMA LANÇA DE COBRE OU MADEIRA E USA MUITOS
BRAJÁS.
1. EBÓ DE ENCANTO DESTE ORISÁ

ARRUME UMA CABAÇA BEM GRANDE A QUAL SERÁ CORTADA NA


HORIZONTAL TIRANDO APENAS A TAMPA, LEVA-SE O YAWO PARA
BAIXO DA ÁRVORE IROKO PASSE O MURIM BRANCO NO CORPO DO
YAWO E ARRUME ENTRE ELE E ÁRVORE NO CHÃO DEPOSITE SOBRE
ESTE PANO A CABAÇA ABERTA, O YAWO ESTARÁ SEGURANDO NA
MÃO O PÁSSARO PITIRRE E NA MÃO ESQUERDA ESTARÁ
SEGURANDO O PÁSSARO CIGARRINHA, O BABALORISA ENTÃO
PASSARA NO CORPO DO YAWO 12 ACAÇAS DE FRUTA PÃO
(ABERTOS) E DEPOSITARÁ DENTRO DA CABAÇA, PASSARÁ 02 MÃOS
DE PIPOCA E DEPOSITARÁ SOBRE OS ACAÇÁS NA CABAÇA, PASSARÁ
12 TIPOS DE GRÃOS CLAROS AFERVENTADOS E PORÁ DENTRO DA
CABAÇA, PASSARÁ 10 GARRAS DEDAIS DE BAMBU
CONFECCIONADAS MANUALMENTE E DEPOSITARÁ DENTRO DA
CABAÇA COM AS PONTAS PARA BAIXO NESTE MOMENTO ORDENA-
SE O YAWO QUE PASSE OS PÁSSAROS EM SEU PRÓPRIO CORPO E
DEPOSITE DENTRO DA CABAÇA, COMO ESTAS GARRAS DE BAMBU
ESTARÁ ARRUMADAS EM CIRCULO, O BABALORISA JUNTARÁ AS
PONTAS QUE FICARÃO PARA CIMA E APRISIONARÁ OS PÁSSAROS
DENTRO DA CABAÇA, O BABA ENTÃO PASSARÁ 01KG DE CANJICA
COZIDA NO YAWO TODO E COBRIRÁ TUDO AQUILO QUE ESTÁ NA
CABAÇA E FECHARÁ A TROUXA COM O PANO QUE SE ENCONTRA
EM BAIXO DA CABAÇA E ENTERRARÁ A MESMA AOS PÉS DA
ÁRVORE IROKO BEM FUNDO.
APÓS ESTE EBÓ O YAWO TOMARÁ BANHO COM FOLHAS DE FRUTA
PÃO QUINADAS COM OMITORO.
OBS: TODO EBÓ PERTINENTE AO ORISA IROKO É ENTERRADO SOB AS
SUAS RAÍZES, NENHUM É MANDADO PARA FORA DO ILÊ, E TODO ORI
E ESSES DO QUADRÚPEDE SÃO ENTERRADOS TAMBÉM NOS PÉS DE
IROKO PORÉM SOBRE AS RAÍZES DO MESMO.

CANTIGA A SER ENTOADA NESTE EBÓ:


ROKO TE ROKO AZAKA
TERERE VODUN KARERE
ROKO TE ROKO AZAKA
TERERE VODUN KARERE

RÍTMO BRAVUN
ORO DE FEITURA DESTE ORISÁ

IMENDE 05 LENÇOS PONTA COM PONTA OU COMPRE UMA PEÇA DE


TECIDO QUE TENHA DE ALTURA 2,40 COM 5 METROS DE
COMPRIMENTO, POIS TODO O RITUAL DE FEITURA E DE DAR DE
COMER A IROKO E CERCADO POR ESTE TECIDO BRANCO DANDO
ASSIM A IDÉIA DE LIMITAÇÃO PARA O ORISA IROKO, DEVIDO AO
GRANDE PERIGO DESTE ORISA EM CEIFAR VIDAS DE SEUS DEVEDORES
OU PESSOAS E CRIANÇAS EM DÉBITOS COM O ORISA.
NADA PODERÁ PASSAR POR CIMA OU POR BAIXO DESTE CERCADO,
PARA SE ENTRAR NESTE CIRCULO DEVERÁ DESATAR O NÓ DE CIMA E
DE BAIXO NA ENTRADA NESTE CERCADO SÓ PERMANECE DENTRO
DESTE CIRCULO O BABALORISA, O IYAWO SENTADO NO TRONCO,
VESTIDO COM UM ATACAN BRANCO PRA TRÁS COM A FORQUILHA
ATADA NELE E DOZE LAÇOS ATADOS NA CINTURA E O PAI OU MÃE
PEQUENA DO MESMO, DO LADO DE FORA DO CIRCULO ESTARÃO
QUATRO IYEMONJAS EM TRANSE CADA QUAL COM UMA BACIA DE
CANJICA COZIDA ATIRANDO SOBRE A COPA DA ÁRVORE DURANTE
TODO O RITUAL, DA-SE INÍCIO AO LAGBÉ ENTOANDO
NORMALMENTE CANTIGA DE CATULAJEM E RASPAGEM, DE INÍCIO
AGORA A COLOCAÇÃO DOS APETRECHOS DE ASÉ COMO XAORÔS,
UMBIGUEIRAS, CONTRA-EGUNS, KELE, M’OKAN, FIOS DE CONTA,
EKODIDÉ E PINTURA, NAS SUAS RESPECTIVAS CANTIGAS.
AO TERMINO DESTE PROCESSO LOUVE 2 CANTIGAS PARA IROKO
ENCANTANDO ENTÃO ESTE ORISA SEMPRE AO RITMO DE ATABAQUES,
AGOGÔ E CAXIXI, PONHA EMBAIXO DO PÉ DIREITO DO IYAWO O
MOLHE DE BARBA DE VELHO, PONHA UMA FOLHA DE ASSA PEXE
DOBRADA EM BAIXO DA LÍNGUA DO IYAWO.
CANTIGAS A SEREM ENTOADAS:
A SI ANADO
A SI ANADO

HUNTÓ
A SI ANADO

A SI ANADO

HUNHÓ

DEPOIS

IROKO AZAVA HUNDE


IROKO AZAVA HUNDE

IROKO A

IROKO A

ALAFIE OROBO PARA IROKO UMA PARTE ABERTA SEGUE PARA DENTRO
DO IGBA OUTRA PARTE MASTIGADA COM ATARÉ SEGUE PARA CIMA
DO FARI ABERTO DO IYAWO. REZE

IROKO KU KO

AFÉ ‘RE KU KO

RETIRE A FOLHA DA BOCA DO IROKO E INSIRA NA BOCA DA ETÚ


TAMPE OS OLHOS DA MESMA COM FOLHA DE SAIÃO, ENTOE A
CANTIGA DE APRESENTAÇÃO DA ETU, ENTOE A CANTIGA DE
SACRIFÍCIO DA ETÚ E ESCORRA DIRETAMENTE DENTRO DO IROKO
QUE SE ENCONTRA NA TERRA JÁ COM ACAÇÁ ABERTO EM SEGUIDA
APÓS JÁ TER ABERTO O FARI DO IYAWO E POSTO O OROBO
MASTIGADO COM ATARÉ DEIXE ESCORRER SOBRE O FARI DO MESMO,
ARRANQUE O CONE DO ORI DA KON KEN ENCAIXE NO ADOXU
PREVIAMENTE PREPARADO, FIXE O ADOXU SOBRE O EJE ESCORRIDO
NO FARI ESCORRA MAIS EJE SOBRE O ADOXU JOGUE PÓ DE EFUN
SOBRE ESTE EJE E CUBRA COM PENAS DA ANGOLA, TERMINE DE
ESCORRER O EJE DA ANGOLA DENTRO DO IGBA IROKO.

LAMBUZANDO TODAS A SPARTES SAGRADAS DO CORPO DO IYAWO


COM O JÊ DA ETU ABRINDO TOTALMENTE A BOCA DA ETÚ SOBRE
ESTAS PARTES, A SABER: OMBROS, DORSO, PEITO, MÃOS, UMBIGO,
PEITO DE PÉ, ABRE A BOCA DA ETÚ MANDASSE QUE O ORISA SOPRE
TRÊS VEZES E PEÇA-O QUE FIXE COM OS DENTES A CABEÇA DA ETÚ
FICANDO PENDURADA PELA BOCA, ENTOA-SE ENTÃO A CANTIGA DE
APERE DESTE IYAWO

IROKO GBÁ

IROKO DAIBA

KOAL’ODE PO R’OBÁ SENSEN

IROKO GBÁ

IROKO DAIBA

KOAL’ODE PO R’OBÁ SENSEN

E IROKO‘SUN AE

DAIGBA

DAIGBA DAIGBA E

DAIGBA IROKO’SUN

DAIGBA DAIGBA E

DESATA-SE OS NÓS DESTES LENÇÓIS E O IYAWO É LEVADO PARA O


SALÃO DO BARRACÃO PARA CANTIGA DO APERE E DE MORTE, DA
ÁRVORE ATÉ O SALÃO SERÁ ENTOADA A CANTIGA DE APERE, E APÓS
ELE APRESENTAR-SE A PORTA, AO ASÉ E A O BABA DAR-SE MAIS TRÊS
VOLTAS EM TORNO DO ASÉ ENTOA-SE A CANTIGA DE MORTE:

ERÚ WA

WA T’ORUN ASÉ

E T’ORU ASÉ

DAR-SE O RUN NO ORISA, RECOLHA-O PARA O RONKO ONDE JÁ


ESTARÁ ARRUMADO SUA ENI COM AS SEGUINTES FOLHAS EMBAIXO
DA ENI:

FOLHAS DE IROKO, FOLHAS DE ALGODÃO, FOLHAS DE AKOKO,


FOLHAS DE ASSA PEXE, BARBA DE VELHO, PEREGUN E BAOBA.

OBS: A ETÚ IGUALMENTE AOS DEMAIS BICHOS DE PENA DE IROKO


TERÁ SUA LÍNGUA RETIRADA E COLADA NO IGBA OU NO TRONCO DE
IROKO E TERÁ A BOCA RASGADA COM UM OBÉ COMO OS DEMAIS
BICHOS DE PENA E SOMENTE DEPOIS DE TODO EJE ESCORRIDO E
DESFALECIDO QUE SE PROSSEGUE COM O RITUAL, ESTE ANIMAL
TAMBÉM É PREPARADO INTEIRO, AMARRADO E ENTERRADO AO LADO
DO OJUBÓ IROKO SOB SUAS RAÍZES.
LOKOSSI  ESTE IROKO VESTE COR. TEM LIGAÇÕES COM IYEMONJÁ E
IBEJÍ. TEM FORTE PROXIMIDADE COM AS IYAMÍ AJÉS. FAZ ORÒ COM
OMOLÚ E AYRÁ.
MONTAGEM DE IGBA

01 OPERE IROKO EM COBRE COM 20CM (CONSISTE EM 06 LANÇAS DE


UMA HASTE COM UM PÁSSARO SOBRE ESTÁ HASTE CENTRAL, ESSAS
LANÇAS EM VOLTA SÃO PONTE AGUDAS E NÃO TEM FOLHINHAS
COMO O TRADICIONAL FERRO DE OSANIYN)
12 IDÉS DE MADEIRA
01 IGBÓ DE COBRE
12 PATACAS DE COBRE ANTIGAS
12 BÚZIOS GEMAS
12 BOLAS DE GUDE
12 BRINQUEDINHOS MINIATURA EM MADEIRA
01 BONECO DE MADEIRA MASCULINO COM 01 IDE DE COBRE PRESO
SOB SUAS NARINAS
12 FAVAS DE IROKO (TAMBÉM CHAMADA FAVA DE TEMPO)
01 FAVA DE ANDARA
12 FAVAS DE ALIBÉ
01 FAVA DE OSUN
01 FIGA EM MOGNO OU PAU-BRASIL
BEJEREKUM
LELEKUM
FAVA DE ATARÉ
12 PENAS DE ARAKOLE (URUBU DE CABEÇA VERMELHA)
01 PENA EKODIDÉ
01 PENA ALUKO
01PENA AGBE
01 PENA LEKE LEKE
01 TALHA SEM ALÇA, COM TAMPA E COM FUNDO SERRADO
12 OKUTÁS
12 XAOROS DE COBRE
12 FOLHAS DE COBRE PEQUENAS
01 PEDAÇO DE FUMO DE ROLO
01 FORQUILHA DE MADEIRA
INDUMENTÁRIA – VESTE-SE DE MARRON, VERMELHO, VERDE E
BRANCO. USA SAIA OU BOMBACHO. USA UM ATACAN PRA TRÁS E
12 LAÇOS EM VOLTA DA CINTURA. USA RODILHA OU BIOCO DE
BÚZIOS E PALHA DA COSTA. CARREGA UMA LANÇA DE MADEIRA E
USA MUITOS BRAJÁS.
1. EBO DE ENCANTO DESTE ORISÁ

O YAWO SENTADO SOBRE UM TRONCO PINTE-O COM EFUN


DESENHANDO EM TODO O SEU CORPO PEQUENINAS FOLHAS
SOMENTE COM EFUN, FAZENDO SEMPRE USO DO GÉGÉ, COM A
MÃO CHEIA DE BARBA DE VELHO LIMPE TODAS AS FOLHAS DO
CORPO DO YAWO COM ÓLEO DE ALGODÃO AO TERMINO,
COLOQUE ESTÁ BARBA DE VELHO EM UM SAQUINHO DE MURIM
PUXE O CADARÇO DESTE SACO E PENDURE EM UM DOS GALHOS
DO IROKO, ENVOLVA AGORA O ORI DO YAWO COM BASTANTE
FOLHA DE ASSA PEXE ENVOLVA UM MURIM BRANCO EM TORNO
DO YAWO COBRINDO TODAS AS FOLHAS NESTE MOMENTO PEDE-
SE AO YAWO QUE SE LEVANTE DO APERE, FAZ-SE UM SARAIE COM
UM GALO BRANCO ABRE-SE UM BURACO DE PROFUNDIDADE
APROXIMADA DE 1 METRO AOS PÉS DO IROKO ONDE SERÁ POSTO
12 ACAÇAS DESENROLADOS E ONDE ESTE GALO SERÁ SACRIFICADO
ARRANCANDO-LHE A LÍNGUA FIXANDO-A NO TRONCO DO IROKO
CORTANDO AGORA O GALO PELA BOCA E DEIXANDO QUE O EJE
ESCORRA NOS 12 ACAÇAS NO BURACO,TEMPERASSE COM DENDÊ,
OIN, YO, OTI, AFOTIN, ALUWA, OMITORO CUBRA COM EGANS DO
GALO E ÁGUA EM SEGUIDA.
O YAWO PERMANECE EM PÉ DIANTE DO IROKO FAZENDO SEUS
PEDIDOS PERTINENTES A SUA INICIAÇÃO ATÉ QUE O GALO VOLTE
DA COZINHA PREPARADO.

OBS: O GALO DE IROKO NÃO PODE SER ESQUARTEJADO APÓS


DEPENADO RETIRA-LHE OS ASES, LIMPA ELE TODO, RECHEIA O
GALO NOVAMENTE COM OS ASES, PASSE EM TODO GALO O
TEMPERO DE CAMARÃO, CEBOLA E DENDÊ POR DENTRO E POR
FORA, PONHA EM UMA PANELA GRANDE MEIO LITRO DE DENDÊ
PARA ESQUENTAR BEM, O GALO JÁ ESTARÁ AMARRADO COM SUA
CABEÇA DEBAIXO DAS ASAS E OS PÉS PRESOS DOBRADOS COMO SE
ELE ESTIVESSE DORMINDO PRESO TODO COM PALHA DA COSTA
POIS NÃO PODE SOLTAR ATÉ ACABAR, APÓS BEM REFOGADO E
DOURADO PONHA ÁGUA E DEIXE-O COZINHANDO BEM EM
SEGUIDA RETIRE-O E ENVOLVA-O TODO EM ALGODÃO E
DEPOSITE-O DENTRO DO BURACO QUE FOI FEITO O SACRIFÍCIO,
NESTE MOMENTO RETIRA-SE O OJÁ COM AS FOLHAS DE ASSA PEXE
E CUBRA OS ASES QUE ENCONTRA-SE NO KUTU (BURACO).
É DESTE FUNDAMENTO DE EBÓ QUE FUNDAMENTA-SE A TEORIA
DE QUE OS FILHOS DE IROKO NÃO POSSUEM IGBÁ INDIVIDUAL,
POIS É TIDO COM IGBÁ A PRÓPRIA ÁRVORE IROKO.
PORÉM NOS DIAS ATUAIS VÊ-SE A NECESSIDADE DE SE MONTAR O
IGBÁ INDIVIDUAL COMO FETICHE PARA OS YAWOS DE AGORA
DEVIDO A DIFICULDADE DE ENTENDIMENTO DOS MESMO EM
ENTENDER QUE O SEU IGBÁ SEJA NO OJUBÓ COLETIVO.
APÓS POSTO O OJÁ COM AS FOLHAS DE ASSA PEXE NO BURACO
COBRE-SE COM TERRA AQUELE ASÉ, PORÉM O BURACO CONTINUA
ABERTO POIS ALI SERÁ FUNDAMENTADO TODO ASÉ DE IROKO.

CANTIGA A SER ENTOADA NESTE EBÓ:

ROKO TERÁ ROKO TERÁ


ROKO TERÁ MANO AZAKA
ROKO TERÁ ROKO TERÁ
ROKO TERÁ MANO AZAKA

ROKO TERÁ ROKO TERÁ


ROKO TERÁ MANO KARERE
ROKO TERÁ ROKO TERÁ
ROKO TERÁ MANO KARERE

RÍTMO BRAVUN
ORO DE FEITURA DESTE ORISÁ

IMENDE 05 LENÇOS PONTA COM PONTA OU COMPRE UMA PEÇA DE


TECIDO QUE TENHA DE ALTURA 2,40 COM 5 METROS DE
COMPRIMENTO, POIS TODO O RITUAL DE FEITURA E DE DAR DE
COMER A IROKO E CERCADO POR ESTE TECIDO BRANCO DANDO
ASSIM A IDÉIA DE LIMITAÇÃO PARA O ORISA IROKO, DEVIDO AO
GRANDE PERIGO DESTE ORISA EM CEIFAR VIDAS DE SEUS DEVEDORES
OU PESSOAS E CRIANÇAS EM DÉBITOS COM O ORISA.
NADA PODERÁ PASSAR POR CIMA OU POR BAIXO DESTE CERCADO,
PARA SE ENTRAR NESTE CIRCULO DEVERÁ DESATAR O NÓ DE CIMA E
DE BAIXO NA ENTRADA NESTE CERCADO SÓ PERMANECE DENTRO
DESTE CIRCULO O BABALORISA, O IYAWO SENTADO NO MESMO
TRONCO QUE FEZ O EBÓ E O PAI OU MÃE PEQUENA DO MESMO, DO
LADO DE FORA DO CIRCULO ESTARÃO QUATRO IYEMONJAS EM
TRANSE CADA QUAL COM UMA BACIA DE CANJICA COZIDA
ATIRANDO SOBRE A COPA DA ÁRVORE DURANTE TODO O RITUAL,
DA-SE INÍCIO AO LAGBÉ ENTOANDO NORMALMENTE CANTIGA DE
CATULAJEM E RASPAGEM, DE INÍCIO AGORA A COLOCAÇÃO DOS
APETRECHOS DE ASÉ COMO XAORÔS, UMBIGUEIRAS, CONTRA-EGUNS,
KELE, M’OKAN, FIOS DE CONTA, EKODIDÉ E PINTURA, NAS SUAS
RESPECTIVAS CANTIGAS.
AO TERMINO DESTE PROCESSO LOUVE DUAS CANTIGAS PARA IROKO
ENCANTANDO ENTÃO ESTE ORISA SEMPRE AO RITMO DE ATABAQUES,
AGOGÔ E CAXIXI, PONHA EMBAIXO DO PÉ DIREITO DO IYAWO O
MOLHE DE BARBA DE VELHO QUE SE ENCONTRA NO SAQUINHO
PENDURADO NO GALHO DO IROKO, O SAQUINHO É PREENCHIDO DE
GRÃOS CRUS E POSTO ENTRO DO IGBÁ DE IROKO, PONHA UMA
FOLHA DE ASSA PEXE DOBRADA EM BAIXO DA LÍNGUA DO IYAWO.
CANTIGAS A SEREM ENTOADAS

A SI ANADO
A SI ANADO
HUNTÓ

A SI ANADO

A SI ANADO

HUNHÓ

DEPOIS

IROKO AZAVA HUNDE


IROKO AZAVA HUNDE

IROKO A

IROKO A

ALAFIE OROBO PARA IROKO UMA PARTE ABERTA SEGUE PARA DENTRO
DO IGBA OUTRA PARTE MASTIGADA COM ATARÉ SEGUE PARA CIMA
DO FARI ABERTO DO IYAWO. REZE

IROKO KU KO

AFÉ’RÉ KU KO

RETIRE A FOLHA DA BOCA DO IROKO E INSIRA NA BOCA DA ETÚ


TAMPE OS OLHOS DA MESMA COM FOLHA DE SAIÃO, ENTOE A
CANTIGA DE APRESENTAÇÃO DA ETU, ENTOE A CANTIGA DE
SACRIFÍCIO DA ETÚ E ESCORRA DIRETAMENTE DENTRO DO IROKO
QUE SE ENCONTRA NA TERRA JÁ COM ACAÇÁ ABERTO EM SEGUIDA
APÓS JÁ TER ABERTO O FARI DO IYAWO E POSTO O OROBO
MASTIGADO COM ATARÉ DEIXE ESCORRER SOBRE O FARI DO MESMO,
ARRANQUE O CONE DO ORI DA KON KEN ENCAIXE NO ADOXU
PREVIAMENTE PREPARADO, FIXE O ADOXU SOBRE O EJE ESCORRIDO
NO FARI ESCORRA MAIS EJE SOBRE O ADOXU JOGUE PÓ DE EFUN
SOBRE ESTE EJE E CUBRA COM PENAS DA ANGOLA, TERMINE DE
ESCORRER O EJE DA ANGOLA DENTRO DO IGBA IROKO.

LAMBUZANDO TODAS A SPARTES SAGRADAS DO CORPO DO IYAWO


COM O JÊ DA ETU ABRINDO TOTALMENTE A BOCA DA ETÚ SOBRE
ESTAS PARTES, A SABER: OMBROS, DORSO, PEITO, MÃOS, UMBIGO,
PEITO DE PÉ, ABRE A BOCA DA ETÚ MANDASSE QUE O ORISA SOPRE
TRÊS VEZES E PEÇA-O QUE FIXE COM OS DENTES A CABEÇA DA ETÚ
FICANDO PENDURADA PELA BOCA, ENTOA-SE ENTÃO A CANTIGA DE
APERE DESTE IYAWO

SAVALU KWERE

GBO LOKO

AZI‘ROKO MAÓ VODUN

DESATA-SE OS NÓS DESTES LENÇÓIS E O IYAWO É LEVADO PARA O


SALÃO DO BARRACÃO PARA CANTIGA DO APERE E DE MORTE, DA
ÁRVORE ATÉ O SALÃO SERÁ ENTOADA A CANTIGA DE APERE, E APÓS
ELE APRESENTAR-SE A PORTA, AO ASÉ E A O BABA DAR-SE MAIS TRÊS
VOLTAS EM TORNO DO ASÉ ENTOA-SE A CANTIGA DE MORTE:

ERÚ WA

WA T’ORUN ASÉ

E T’ORUN ASÉ

DAR-SE O RUN NO ORISA, RECOLHA-O PARA O RONKO ONDE JÁ


ESTARÁ ARRUMADO SUA ENI COM AS SEGUINTES FOLHAS EMBAIXO
DA ENI:
FOLHAS DE IROKO, FOLHAS DE ALGODÃO, FOLHAS DE AKOKO,
FOLHAS DE ASSA PEXE, BARBA DE VELHO, PEREGUN E BAOBA.

OBS: A ETÚ IGUALMENTE AOS DEMAIS BICHOS DE PENA DE IROKO


TERÁ SUA LÍNGUA RETIRADA E COLADA NO IGBA OU NO TRONCO DE
IROKO E TERÁ A BOCA RASGADA COM UM OBÉ COMO OS DEMAIS
BICHOS DE PENA E SOMENTE DEPOIS DE TODO EJE ESCORRIDO E
DESFALECIDO QUE SE PROSSEGUE COM O RITUAL, ESTE ANIMAL
TAMBÉM É PREPARADO INTEIRO E AMARRADO COMO O GALO
ANTERIOR E ENTERRADO AO LADO DO OJUBÓ IROKO SOB SUAS
RAÍZES.

Você também pode gostar