Você está na página 1de 24

MATEMÁTICA 4

Articulação do projeto com as Metas Curriculares


Propostas de solução

ENSINO BÁSICO | 4.º ANO


Angelina Rodrigues • Luísa Azevedo

A
PMM4EP_20141488_MC_F01_3P.indd 1
4 EXCLUSIVO PROFESSOR

7/29/14 3:29 PM
PÁG. DOMÍNIO OBJETIVOS – DESCRITORES AVALIAÇÃO

7 Planificações
mensais de
1.º período*
8 NO** Descodificar o sistema de numeração decimal
GM** • E fetuar a decomposição decimal de qualquer número natural até um milhão.
GM*** Adicionar e subtrair números racionais
• Adicionar dois números naturais cuja soma seja inferior a 1 000 000, utilizando o algoritmo da
adição.
• Subtrair dois números naturais até 1 000 000, utilizando o algoritmo da subtração.
Multiplicar números naturais
• Saber de memória as tabuadas do 7, do 8 e do 9 (e do 6).
Reconhecer e representar formas geométricas
• (…) distinguir poliedros de outros sólidos (…).

9 NO** Medir com frações


NO*** • U tilizar as frações para designar grandezas formadas por certo número de partes equivalentes a uma
que resulte de divisão equitativa de um todo.
Resolver problemas
• Resolver problemas envolvendo a determinação de uma lei de formação compatível com uma
sequência parcialmente conhecida.
• Resolver problemas de até três passos envolvendo situações de juntar, acrescentar, retirar,
completar e comparar.
10 NO** Resolver problemas
OTD** • R
 esolver problemas envolvendo a determinação de uma lei de formação compatível com uma
sequência parcialmente conhecida.
Resolver problemas
•R esolver problemas envolvendo a organização de dados por categorias/ classes e a respetiva
representação de uma forma adequada.
11 NO** Multiplicar números naturais Livro de Fichas
GM** •R econhecer que o produto de um número por 10, 100, 1000, etc. se obtém acrescentando à – Ficha 1
representação decimal desse número o correspondente número de zeros.
Descodificar o sistema de numeração decimal
•R epresentar qualquer número natural até 1 000 000, identificando o valor posicional dos algarismos
que o compõem e efetuar a leitura por classes e por ordens.
Situar-se e situar objetos no espaço
•R econhecer e representar segmentos de reta perpendiculares e paralelos em situações variadas.
Resolver problemas
•R esolver problemas de até três passos envolvendo situações de juntar, acrescentar, retirar,
completar e comparar.

12 GM** Medir o tempo


GM*** • Ler e escrever a medida do tempo apresentada num relógio de ponteiros em horas e minutos.
Reconhecer e representar formas geométricas
• Distinguir linhas poligonais de linhas não poligonais e polígonos de figuras planas não poligonais.
Medir distâncias e comprimentos
• Identificar o perímetro de um polígono como a soma das medidas dos comprimentos dos lados,
fixada uma unidade.
Medir comprimentos e áreas
• Medir a área de figuras decomponíveis em unidades quadradas.

13 NO** Medir com frações


GM** • Ordenar frações com o mesmo denominador.
Representar números racionais por dízimas
• Adicionar frações decimais com denominadores até 1000, reduzindo ao maior denominador.
Multiplicar números naturais
•U  tilizar corretamente a expressão «múltiplo de» (…).
Efetuar divisões inteiras
•Utilizar corretamente as expressões «divisor de» (…). 
Situar-se e situar objetos no espaço
• I dentificar quadrículas de uma grelha quadriculada através das respetivas coordenadas.

*Encontra este conteúdo em ficheiro editável na área Materiais de Apoio no e-Manual Premium
** Estes objetivos correspondem a conteúdos das Metas Curriculares de Matemática de 3.º ano
*** Estes objetivos correspondem a conteúdos das Metas Curriculares de Matemática de 2.º ano

PMM4EP_20141488_MC_F01_3P.indd 2 7/29/14 3:29 PM


MATEMÁTICA 4
PÁG. DOMÍNIO OBJETIVOS – DESCRITORES AVALIAÇÃO

14 NO** Adicionar e subtrair números racionais Livro de Fichas


1 a
GM** • R econhecer que a soma de a parcelas iguais a b (sendo a e b números naturais) é igual a b e identificar – Ficha 2
OTD** esta fração como os produtos a * 1 e 1 * a.
b b
•R  econhecer que a soma (…) de frações de iguais denominadores pode(m) ser obtida(s) adicionando
(…) os numeradores.
Reconhecer propriedades geométricas
• ( …) representar circunferências utilizando um compasso.
• I dentificar um «círculo» como a reunião de uma circunferência com a respetiva parte interna.
Representar conjunto de dados
•R  epresentar conjuntos de dados expressos na forma de números inteiros não negativos em
diagramas de caule-e-folhas.
Tratar conjunto de dados
• I dentificar a «moda» de um conjunto de dados qualitativos/quantitativos discretos como a
categoria/classe com maior frequência absoluta.
• I dentificar o «máximo» e o «mínimo» de um conjunto de dados numéricos respetivamente como o
maior e o menor valor desses dados e a «amplitude» como a diferença entre o máximo e o mínimo.
15 NO** Descodificar o sistema de numeração decimal Ficha de
GM** •A  rredondar um número natural à dezena, à centena, ao milhar, à dezena de milhar ou à centena de Avaliação
milhar mais próxima, utilizando o valor posicional dos algarismos. Diagnóstica*
Situar-se e situar objetos no espaço
•R  econhecer e representar segmentos de reta (…) paralelos em situações variadas.
Medir com frações
• Fixar um segmento de reta como unidade de comprimento e representar números naturais e frações por
pontos de uma semirreta dada, representando o zero pela origem e de tal modo que o ponto que
representa determinado número se encontra a uma distância da origem igual a esse número de unidades.
Medir o tempo
• E fetuar conversões de medidas de tempo expressas em horas, minutos e segundos.
Resolver problemas
•R  esolver problemas de até três passos envolvendo situações de juntar, acrescentar, retirar,
completar e comparar.

16 NO Contar Livro de Fichas


• Reconhecer que se poderia prosseguir a contagem indefinidamente introduzindo regras de – Ficha 3
construção análogas às utilizadas para a contagem até um milhão.
17 NO Contar
• Saber que o termo «bilião» e termos idênticos noutras línguas têm significados distintos em
diferentes países, designando um milhão de milhões em Portugal e noutros países europeus e um
milhar de milhões no Brasil (bilhão) e nos EUA (billion), por exemplo.
18 NO Contar
• Reconhecer que se poderia prosseguir a contagem indefinidamente introduzindo regras de
construção análogas às utilizadas para a contagem até um milhão.
19 NO Contar Livro de Fichas
• Reconhecer que se poderia prosseguir a contagem indefinidamente introduzindo regras de – Ficha 4
construção análogas às utilizadas para a contagem até um milhão.
20 NO Efetuar divisões inteiras
• E fetuar divisões inteiras com dividendos de três algarismos e divisores de dois algarismos (…)
começando por construir uma tabuada do divisor constituída pelos produtos com os números de 1 a
9 e apresentar o resultado com a disposição usual do algoritmo.
21 NO Resolver problemas
•R
 esolver problemas de vários passos envolvendo números naturais e as quatro operações.

22 NO Efetuar divisões inteiras


• E fetuar divisões inteiras utilizando o algoritmo.
23 NO Efetuar divisões inteiras Livro de Fichas
• E fetuar divisões inteiras com dividendos de dois algarismos e divisores de um algarismo (…) – Ficha 5
24 NO Efetuar divisões inteiras
• Efetuar divisões inteiras com dividendos de três algarismos e divisores de dois algarismos (…),
utilizando o algoritmo.

25 NO Efetuar divisões inteiras


• Efetuar divisões inteiras utilizando o algoritmo.

26 NO Efetuar divisões inteiras Livro de Fichas


• Identificar os divisores de um número natural até 100. – Ficha 6
27 NO Efetuar divisões inteiras
• E fetuar divisões inteiras utilizando o algoritmo.

PMM4EP_20141488_MC_F01_3P.indd 3 7/29/14 3:29 PM


PÁG. DOMÍNIO OBJETIVOS – DESCRITORES AVALIAÇÃO

28 NO Contar Livro de Fichas


Efetuar divisões inteiras – Ficha 7
• Efetuar divisões inteiras utilizando o algoritmo.
29 NO Resolver problemas Ficha de
• Resolver problemas de vários passos envolvendo números naturais e as quatro operações. avaliação
intermédia 1*
30 GM Situar-se e situar objetos no espaço
• Associar o termo «ângulo» a um par de direções relativas a um mesmo observador, utilizar o termo
«vértice do ângulo» para identificar a posição do ponto de onde é feita a observação e utilizar
corretamente a expressão «ângulo formado por duas direções» e outras equivalentes.
• Identificar ângulos em diferentes objetos e desenhos.
31 GM Situar-se e situar objetos no espaço
• Identificar ângulos em diferentes objetos e desenhos.
Identificar e comparar ângulos
• U tilizar corretamente o termo «ângulo».
32 GM Situar-se e situar objetos no espaço
• Identificar «ângulos com a mesma amplitude» utilizando deslocamentos de objetos rígidos com três
pontos fixados.
Identificar e comparar ângulos
• Reconhecer dois ângulos, ambos convexos ou ambos côncavos, como tendo a mesma amplitude
marcando pontos equidistantes dos vértices nos lados correspondentes de cada um dos ângulos e
verificando que são iguais os segmentos de reta determinados por cada par de pontos assim fixado
em cada ângulo, e saber que ângulos com a mesma amplitude são geometricamente iguais.
33 GM Situar-se e situar objetos no espaço
• Identificar ângulos em diferentes objetos e desenhos.
Identificar e comparar ângulos
• Reconhecer como ângulos os pares de direções associados respetivamente à meia volta e ao quarto
de volta.
34 GM Identificar e comparar ângulos
• Identificar as semirretas situadas entre duas semirretas ȮA e ȮB não colineares (…).
• Identificar um ângulo côncavo AOB de vértice O (A, O e B pontos não colineares) como o conjunto
complementar, no plano, do respetivo ângulo convexo unido com as semirretas ȮA e ȮB.
35 GM Identificar e comparar ângulos Livro de Fichas
• Identificar as semirretas situadas entre duas semirretas ȮA e ȮB não colineares como as de origem O – Ficha 8
que intersetam o segmento de reta [AB].
• I dentificar um ângulo convexo de vértice O (A, O e B e pontos não colineares) como o conjunto de
pontos pertencentes às semirretas situadas entre ȮA e ȮB.
• I dentificar um ângulo côncavo AOB de vértice O (A, O e B pontos não colineares) como o conjunto
complementar, no plano, do respetivo ângulo convexo unido com as semirretas ȮA e ȮB.
• I dentificar dois ângulos convexos AOB e COD como verticalmente opostos quando as semirretas ȮA
e ȮB são respetivamente opostas a ȮC e ȮD ou a ȮD e ȮC.
• I dentificar, dados três pontos A, O e B não colineares, «ângulo AOB» como uma designação do
ângulo convexo AOB, salvo indicação em contrário.
36 GM Identificar e comparar ângulos
• I dentificar um semiplano como cada uma das partes em que fica dividido um plano por uma reta nele
fixada.
• I dentificar as semirretas situadas entre duas semirretas ȮA e ȮB não colineares (…).
•D  esignar uma semirreta ȮA que passa por um ponto B por «ângulo AOB de vértice O» e referi-la
como «ângulo nulo».
•A  ssociar um ângulo raso a um semiplano e a um par de semirretas opostas que o delimitam e
designar por vértice deste ângulo a origem comum das semirretas.
•A  ssociar um ângulo giro a um plano e a uma semirreta nele fixada e designar por vértice deste
ângulo a origem da semirreta.
•U  tilizar corretamente o termo «lado de um ângulo».
37 GM Identificar e comparar ângulos
• I dentificar dois ângulos situados no mesmo plano como «adjacentes» quando partilham um lado e
nenhum dos ângulos está contido no outro.
• I dentificar um ângulo como tendo maior amplitude de que outro quando for geometricamente igual
à união deste com um ângulo adjacente.

PMM4EP_20141488_MC_F01_3P.indd 4 7/29/14 3:29 PM


MATEMÁTICA 4

PÁG. DOMÍNIO OBJETIVOS – DESCRITORES AVALIAÇÃO

38 GM Identificar e comparar ângulos


• Identificar um ângulo como «reto» se, unido com um adjacente de mesma amplitude, formar um
semiplano.
• Identificar ângulo como «ângulo» se tiver com amplitude menor do que a de um ângulo reto.
• Identificar um ângulo convexo como «obtuso» se tiver amplitude maior do que a de um ângulo reto.
• Reconhecer ângulos retos, agudos, obtusos, convexos e côncavos em desenhos e objetos e saber
representá-los.
39 GM Identificar e comparar ângulos Livro de Fichas
•R econhecer ângulos retos, agudos, obtusos, convexos e côncavos em desenhos e objetos e saber – Ficha 9
representá-los. Materiais
destacáveis –
Medidor de
ângulos
40 OTD** Tratar conjuntos de dados
• I dentificar a «frequência absoluta» de uma categoria/classe de determinado conjunto de dados
como o número de dados que pertencem a essa categoria/classe.
41 OTD** Tratar conjuntos de dados
• I dentificar a «moda» de um conjunto de dados qualitativos/quantitativos discretos como a
categoria/classe com maior frequência absoluta.
42 NO Efetuar divisões inteiras
GM • E fetuar divisões inteiras utilizando o algoritmo.
Identificar e comparar ângulos
•R  econhecer ângulos retos, agudos, obtusos, convexos e côncavos em desenhos e objetos.
43 NO Resolver problemas Ficha de
•R
 esolver problemas de vários passos envolvendo números naturais e as quatro operações. avaliação
intermédia 2*
44 NO Simplificar frações
•R econhecer que multiplicando o numerador e o denominador de uma dada fração pelo mesmo
número natural se obtém uma fração equivalente.
45 NO Simplificar frações
• Reconhecer que multiplicando o numerador e o denominador de uma dada fração pelo mesmo
número natural se obtém uma fração equivalente.
46 NO Simplificar frações
• S implificar frações nos casos em que o numerador e o denominador pertençam simultaneamente à
tabuada do 2 ou do 5 ou sejam ambos múltiplos de 10.
47 NO** Adicionar e subtrair números racionais
48 NO Multiplicar e dividir números racionais não negativos Livro de Fichas
• Estender dos naturais a todos os racionais não negativos a identificação do produto de um número q – Ficha 10
por um número natural n como a soma de n parcelas iguais a q, se n > 1, como o próprio q , se n = 1, e
representá-lo por n * q e q * n.
•R  econhecer que n * a = n * a e que, em particular, b * a = a (sendo n, a e b números naturais).
b b b

49 NO Multiplicar e dividir números racionais não negativos


• E stender dos naturais a todos os racionais não negativos a identificação do quociente de um número
por outro como o número cujo produto pelo divisor é igual ao dividendo e utilizar o símbolo «:» na
representação desse resultado.
•R  econhecer que a : b = a = a * 1 (sendo a e b números naturais).
b b
•D istinguir o quociente resultante de uma divisão inteira do quociente racional de dois números naturais.

50 NO Multiplicar e dividir números racionais não negativos


•R econhecer que a : n = a (sendo n, a e b números naturais).
b n*b
Resolver problemas
• Resolver problemas de vários passos envolvendo números racionais em diferentes representações e
as quatro operações.

51 NO Multiplicar e dividir números racionais não negativos Livro de Fichas


– Ficha 11
• E stender dos naturais a todos os racionais não negativos a identificação do produto de um número q
por 1 1
n (sendo n um número natural) como o quociente de q por n, representá-lo por q * n e n * q
1
e reconhecer que o quociente de um número racional não negativo por 1 n é igual ao produto desse
número por n.

PMM4EP_20141488_MC_F01_3P.indd 5 7/29/14 3:29 PM


PÁG. DOMÍNIO OBJETIVOS – DESCRITORES AVALIAÇÃO

52 GM Reconhecer propriedades geométricas


•R  econhecer que duas retas são perpendiculares quando formam um ângulo reto e saber que nesta
situação os restantes três ângulos formados são igualmente retos.
• Designar por «retas paralelas» retas em determinado plano que não se intersetam e como «retas
concorrentes» duas retas que se intersetam exatamente num ponto.
53 GM Reconhecer propriedades geométricas
• Designar por «retas paralelas» retas em determinado plano que não se intersetam e como «retas
concorrentes» duas retas que se intersetam exatamente num ponto.
• Saber que retas com dois pontos em comum são coincidentes.
54 OTD Utilizar frequências relativas e percentagens
• Identificar a «frequência relativa» de uma categoria de determinado conjunto de dados com o
quociente entre a frequência absoluta dessa categoria e o número total de dados.
55 OTD Utilizar frequências relativas e percentagens Livro de Fichas
• Identificar a «frequência relativa» de uma categoria de determinado conjunto de dados com o – Ficha 12
quociente entre a frequência absoluta dessa categoria e o número total de dados.
56 NO Simplificar frações
GM Multiplicar e dividir números racionais não negativos
Reconhecer propriedades geométricas
57 NO Resolver problemas Ficha de
• Resolver problemas de vários passos envolvendo números racionais em diferentes representações e avaliação
as quatro operações. trimestral*

58 Planificações
mensais de
2.º período*
60 NO Representar números racionais por dízimas
•D
 eterminar uma fração decimal equivalente a uma dada fração de denominador 2, 4, 5, 20, 25 ou 50,
multiplicando o numerador e o denominador pelo mesmo número natural e representá-la na forma
de dízima.
•R
 epresentar por dízimas números racionais dados por frações equivalentes a frações decimais com
denominador até 1000, recorrendo ao algoritmo da divisão inteira e posicionando corretamente a
vírgula decimal no resultado.
61 NO Representar números racionais por dízimas
•D
 eterminar uma fração decimal equivalente a uma dada fração de denominador 2, 4, 5, 20, 25 ou 50,
multiplicando o numerador e o denominador pelo mesmo número natural e representá-la na forma
de dízima.
62 NO** Representar números racionais por dízimas
• Reduzir ao mesmo denominador frações decimais utilizando exemplos do sistema métrico.
63 NO** Representar números racionais por dízimas Livro de Fichas
• Reconhecer que o resultado da multiplicação ou divisão de uma dízima por 10, 100, 1000, etc. pode – Ficha 13
ser obtido deslocando a vírgula uma, duas, três, etc. casas decimais respetivamente para a direita ou
esquerda.
64 NO** Representar números racionais por dízimas
•A  dicionar e subtrair números representados na forma de dízima utilizando os algoritmos.
Representar números racionais por dízimas
• Representar por números racionais dados por frações equivalentes a frações decimais com
denominador até 1000, recorrendo ao algoritmo da divisão inteira e posicionando corretamente a
vírgula decimal no resultado.
65 NO Resolver problemas
•R
 esolver problemas de vários passos envolvendo números racionais em diferentes representações e
as quatro operações.
66 NO** Representar números racionais por dízimas Livro de Fichas
•A
 dicionar e subtrair números representados na forma de dízima utilizando os algoritmos. – Ficha 14
•R
 epresentar as frações decimais como dízimas e representá-las na reta numérica.
67 NO** Representar números racionais por dízimas

68 NO** Representar números racionais por dízimas Livro de Fichas


Representar as frações decimais como dízimas e representá-las na reta numérica. – Ficha 15

69 NO Simplificar frações
70 NO** Representar números racionais por dízimas
•A
 dicionar e subtrair números representados na forma de dízima utilizando os algoritmos.
71 NO Resolver problemas
•R
 esolver problemas de vários passos envolvendo números racionais em diferentes representações e
as quatro operações.

PMM4EP_20141488_MC_F01_3P.indd 6 7/29/14 3:29 PM


MATEMÁTICA 4
PÁG. DOMÍNIO OBJETIVOS – DESCRITORES AVALIAÇÃO

72 NO Representar números racionais por dízimas


• Reconhecer que o resultado da multiplicação (…) de uma dízima por 10, 100, 1000, etc. pode ser
obtido deslocando a vírgula uma, duas, três, etc. casas decimais respetivamente para a direita ou
esquerda.
• Reconhecer que o resultado da multiplicação ou divisão de uma dízima por 0,1 , 0,01 , 0,001, etc.
pode ser obtido deslocando a vírgula uma, duas, três, etc. casas decimais respetivamente para a
esquerda ou direita.
73 NO Representar números racionais por dízimas
• Reconhecer que o resultado (…) da divisão de uma dízima por 10, 100, 1000, etc. pode ser obtido
deslocando a vírgula uma, duas, três, etc. casas decimais respetivamente para a direita ou esquerda.
• Reconhecer que o resultado da multiplicação ou divisão de uma dízima por 0,1 , 0,01 , 0,001, etc.
pode ser obtido deslocando a vírgula uma, duas, três, etc. casas decimais respetivamente para a
esquerda ou direita.
74 NO Representar números racionais por dízimas Livro de Fichas
• Reconhecer que o resultado da multiplicação e da divisão de uma dízima por 10, 100, 1000, etc. – Ficha 16
pode ser obtido deslocando a vírgula uma, duas, três, etc. casas decimais respetivamente para a
direita ou esquerda.
• Reconhecer que o resultado da multiplicação ou divisão de uma dízima por 0,1 , 0,01 , 0,001, etc.
pode ser obtido deslocando a vírgula uma, duas, três, etc. casas decimais respetivamente para a
esquerda ou direita.
75 NO Representar números racionais por dízimas
•R
 econhecer que o resultado da multiplicação e da divisão de uma dízima por 10, 100, 1000, etc.
pode ser obtido deslocando a vírgula uma, duas, três, etc. casas decimais respetivamente para a
direita ou esquerda.
•R
 econhecer que o resultado da multiplicação ou divisão de uma dízima por 0,1 , 0,01 , 0,001, etc.
pode ser obtido deslocando a vírgula uma, duas, três, etc. casas decimais respetivamente para a
esquerda ou direita.
76 NO Representar números racionais por dízimas Ficha de
•D
 eterminar uma fração decimal equivalente a uma dada fração de denominador 2, 4, 5, 20, 25 ou 50, avaliação
multiplicando o numerador e o denominador pelo mesmo número natural e representá-la na forma intermédia 1 –
2.º período*
de dízima.
77 NO Representar números racionais por dízimas
• C alcular aproximações, na forma de dízima, de números racionais representados por frações,
recorrendo ao algoritmo da divisão inteira e posicionando corretamente a vírgula decimal no
resultado, e utilizar adequadamente as expressões «aproximação à décima», «aproximação à
centésima» e «aproximação à milésima».
78 NO Representar números racionais por dízimas
• Calcular aproximações, na forma de dízima (…), recorrendo ao algoritmo da divisão inteira e
posicionando corretamente a vírgula decimal no resultado, e utilizar adequadamente as expressões
«aproximação à décima», «à centésima», «aproximação à milésima».
•D  eterminar uma fração decimal equivalente a uma dada fração de denominador 2, 4, 5, 20, 25 ou 50,
multiplicando o numerador e o denominador pelo mesmo número natural e representá-la na forma
de dízima.
79 NO Representar números racionais por dízimas Livro de Fichas
• C alcular aproximações na forma de dízima (…), recorrendo ao algoritmo da divisão inteira e – Ficha 17
posicionando corretamente a vírgula decimal no resultado, e utilizar adequadamente as expressões
«aproximação à décima», «aproximação à centésima», «aproximação à milésima».
80 OTD Utilizar frequências relativas e percentagens
• E xprimir qualquer fração própria em percentagem arredondada às décimas.
81 OTD Resolver problemas Livro de Fichas
•R
 esolver problemas envolvendo o cálculo (de percentagens) e a comparação de dados. – Ficha 18

82 OTD Utilizar frequências relativas e percentagens


•Identificar a «frequência relativa» de uma categoria/classe de determinado conjunto de dados como
o quociente entre a frequência absoluta dessa categoria/classe e o número total de dados.
• E xprimir qualquer fração própria em percentagem arredondada às décimas.
83 OTD Utilizar frequências relativas e percentagens Livro de Fichas
•Identificar a «frequência relativa» de uma categoria/classe de determinado conjunto de dados como – Ficha 19
o quociente entre a frequência absoluta dessa categoria/classe e o número total de dados.
• E xprimir qualquer fração própria em percentagem arredondada às décimas.

PMM4EP_20141488_MC_F01_3P.indd 7 7/29/14 3:29 PM


PÁG. DOMÍNIO OBJETIVOS – DESCRITORES AVALIAÇÃO

84 NO Multiplicar e dividir números racionais não negativos


• Multiplicar números representados por dízimas infinitas utilizando o algoritmo.
Simplificar frações
Representar números racionais por dízimas
•Determinar uma fração decimal equivalente a uma dada fração de denominador 2, 4, 5, 20, 25 ou 50,
multiplicando o numerador e o denominador pelo mesmo número natural e representá-la na forma
de dízima.
• Representar por dízimas números racionais dados por frações equivalentes a frações decimais com
denominador até 1000, recorrendo ao algoritmo da divisão inteira e posicionando corretamente a
vírgula decimal no resultado.
85 OTD Resolver problemas
• Resolver problemas envolvendo o cálculo e a comparação de frequências relativas.
86 NO Representar números racionais por dízimas
• Multiplicar números representados por dízimas finitas na forma de dízima utilizando o algoritmo.
87 NO Representar números racionais por dízimas Livro de Fichas
• Multiplicar números representados por dízimas finitas na forma de dízima utilizando o algoritmo. – Ficha 20

88 NO Representar números racionais por dízimas


•D
 ividir números representados por dízimas infinitas utilizando o algoritmo da divisão e
posicionando corretamente a vírgula decimal no quociente e no resto.
89 NO Representar números racionais por dízimas
•D
 ividir números representadas por dízimas finitas utilizando o algoritmo da divisão e posicionando
corretamente a vírgula decimal no quociente e no resto.
90 NO Representar números racionais por dízimas
•D
 ividir números representadas por dízima utilizando o algoritmo da divisão e posicionando
corretamente a vírgula decimal no quociente e no resto.
91 NO Representar números racionais por dízimas Livro de Fichas
 ividir números na forma de dízima utilizando o algoritmo da divisão e posicionando corretamente a – Ficha 21
•D
vírgula decimal no quociente e no resto.
92 GM Reconhecer propriedades geométricas
• Identificar os retângulos como os quadriláteros cujos ângulos são retos.
• Designar por «polígono regular» um polígono de lados e ângulos iguais.
93 GM Reconhecer propriedades geométricas
• Identificar os retângulos como os quadriláteros cujos ângulos são retos.
• Designar por «polígono regular» um polígono de lados e ângulos iguais.
93 GM Reconhecer propriedades geométricas
• Identificar os retângulos como os quadriláteros cujos ângulos são retos.
• Designar por «polígono regular» um polígono de lados e ângulos iguais.
94 GM Reconhecer propriedades geométricas
• I dentificar os retângulos como os quadriláteros cujos ângulos são retos.
95 GM Reconhecer propriedades geométricas Livro de Fichas
• S aber que dois polígonos são geometricamente iguais quando tiverem os lados e os ângulos – Ficha 22
correspondentes geometricamente iguais.
96 NO Representar números racionais por dízimas
GM Reconhecer propriedades geométricas
97 NO Resolver problemas Ficha de
Resolver problemas de vários passos envolvendo números racionais em diferentes representações e avaliação
as quatro operações. intermédia 2 –
2.º período*
98 GM Reconhecer propriedades geométricas
• I dentificar os paralelepípedos retângulos como os poliedros de seis faces retangulares (...)
99 GM Reconhecer propriedades geométricas
•D  esignar por «planos paralelos» dois planos que não se intersetam.
• I dentificar prismas triangulares retos como poliedros com cinco faces, das quais duas são
triangulares e as restantes três retangulares, sabendo que as faces triangulares são paralelas.
100 GM Reconhecer propriedades geométricas
•D
 ecompor o cubo e o paralelepípedo retângulo em dois prismas triangulares retos.

PMM4EP_20141488_MC_F01_3P.indd 8 7/29/14 3:29 PM


MATEMÁTICA 4

PÁG. DOMÍNIO OBJETIVOS – DESCRITORES AVALIAÇÃO

101 GM Reconhecer propriedades geométricas Livro de Fichas


•R
 elacionar cubos, paralelepípedos retângulos e prismas retos com as respetivas planificações. – Ficha 23
Materiais
destacáveis –
Planificações
de sólidos
102 GM Reconhecer propriedades geométricas
• Reconhecer pavimentações do plano por triângulos, retângulos e hexágonos, identificar as que
utilizam apenas polígonos regulares e reconhecer que o plano pode ser pavimentado de outros
modos.
• Construir pavimentações (...)
103 GM Reconhecer propriedades geométricas
• Reconhecer pavimentações do plano por triângulos, retângulos e hexágonos, identificar as que
utilizam apenas polígonos regulares e reconhecer que o plano pode ser pavimentado de outros
modos.
• Construir pavimentações (...)
104 GM Reconhecer propriedades geométricas
• Reconhecer pavimentações do plano por triângulos, retângulos e hexágonos, identificar as que
utilizam apenas polígonos regulares e reconhecer que o plano pode ser pavimentado de outros
modos.
• Construir pavimentações (...)
105 GM Reconhecer propriedades geométricas Livro de Fichas
• C onstruir pavimentações triangulares a partir de pavimentações hexagonais (e vice-versa) e – Ficha 24
pavimentações triangulares a partir de pavimentações retangulares.
106 OTD Utilizar frequências relativas e percentagens
• Identificar a «frequência relativa» de uma categoria de determinado conjunto de dados como
quociente entre a frequência absoluta dessa categoria e o número total de dados.
• E xprimir qualquer fração própria em percentagem (...)
107 OTD Utilizar frequências relativas e percentagens
• Identificar a «frequência relativa» de uma categoria de determinado conjunto de dados como
quociente entre a frequência absoluta dessa categoria e o número total de dados.
• E xprimir qualquer fração própria em percentagem arredondada às décimas.
108 NO Efetuar divisões inteiras
GM Reconhecer propriedades geométricas

109 NO Resolver problemas Livro de Fichas


• Resolver problemas de vários passos envolvendo números racionais em diferentes representações e – Ficha 25
as quatro operações. Ficha de
avaliação
trimestral*
110 Planificações
mensais de
3.º período*
112 M** Medir comprimentos e áreas
M*** • Reconhecer que figuras com a mesma área podem ter perímetros diferentes.
• Fixar uma unidade de comprimento e identificar a área de um quadrado de lado de medida 1 como
uma «unidade quadrada».
113 M** Medir comprimentos e áreas Livro de Fichas
M*** • Fixar uma unidade de comprimento e identificar a área de um quadrado de lado de medida 1 como – Ficha 26
uma «unidade quadrada».
• Enquadrar a área de uma figura utilizando figuras decomponíveis em unidades quadradas.
114 G Medir comprimentos e áreas Livro de Fichas
•R
 econhecer que a área de um quadrado com um decímetro de lado (decímetro quadrado) é igual à – Ficha 27
centésima parte do metro quadrado e relacionar as diferentes unidades de área do sistema métrico.
115 G Medir comprimentos e áreas
•M
 edir áreas utilizando as unidades do sistema métrico e efetuar conversões.
116 M Medir comprimentos e áreas
•R  econhecer as correspondências entre as unidades de medida de área do sistema métrico e as
unidades de medida agrárias.
• ( ...) efetuar conversões.

PMM4EP_20141488_MC_F01_3P.indd 9 7/29/14 3:29 PM


PÁG. DOMÍNIO OBJETIVOS – DESCRITORES AVALIAÇÃO

117 M Medir comprimentos e áreas


•R
 econhecer as correspondências entre as unidades de medida de área do sistema métrico e as
unidades de medida agrárias.
•M
 edir áreas utilizando as unidades do sistema métrico e efetuar conversões.
118 M Medir comprimentos e áreas
• C alcular numa dada unidade do sistema métrico a área de um retângulo cuja medida dos lados possa
ser expressa, numa subunidade, por números naturais.
119 M Medir comprimentos e áreas
• C alcular numa dada unidade do sistema métrico a área de um retângulo cuja medida dos lados possa
ser expressa, numa subunidade, por números naturais.
•M  edir áreas utilizando as unidades do sistema métrico e efetuar conversões.
120 M Medir comprimentos e áreas
• C alcular numa dada unidade do sistema métrico a área de um retângulo cuja medida dos lados possa
ser expressa, numa subunidade, por números naturais.
•M  edir áreas utilizando as unidades do sistema métrico e efetuar conversões.
121 M Resolver problemas Livro de Fichas
• Resolver problemas de vários passos relacionando medidas de diferentes grandezas. – Ficha 28
Ficha de
avaliação
intermédia 1 –
3.º período*
122 M Medir volumes e capacidades Materiais
• Medir o volume de figuras decomponíveis em unidades cúbicas. destacáveis –
decímetro
cúbico
123 M Medir volumes e capacidades Livro de Fichas
• F ixar uma unidade de comprimento e identificar o volume de um cubo de aresta um como «uma – Ficha 29
unidade cúbica».
• Reconhecer que o volume de um cubo com um decímetro de aresta (decímetro cúbico) é igual à
milésima parte do metro cúbico e relacionar as diferentes unidades de medida de volume do sistema
métrico.
124 M Medir volumes e capacidades
• F ixar uma unidade de comprimento e identificar o volume de um cubo de aresta um como «uma
unidade cúbica».
125 M Medir volumes e capacidades
•R
 econhecer o metro cúbico como o volume de um cubo com um metro de aresta.
•R
 econhecer que o volume de um cubo com um decímetro de aresta (decímetro cúbico)...
126 M Medir volumes e capacidades
•R
 econhecer, fixada uma unidade de comprimento, que a medida, em unidades cúbicas, do volume de
um paralelepípedo retângulo de arestas de medida inteira é dada pelo produto das medidas das três
dimensões.
127 M Medir volumes e capacidades Livro de Fichas
 econhecer, fixada uma unidade de comprimento, que a medida, em unidades cúbicas, do volume de – Ficha 30
•R
um paralelepípedo retângulo (...)
128 M Resolver problemas
• Resolver problemas de vários passos relacionando medidas de diferentes grandezas.
129 M Resolver problemas Livro de Fichas
• Resolver problemas de vários passos relacionando medidas de diferentes grandezas. – Ficha 31

130 M Medir volumes e capacidades Ficha de


• ( ...) relacionar as diferentes unidades de medida de capacidade com as unidades de medida de avaliação
volume. intermédia 2 –
3.º período*
131 M Medir volumes e capacidades
• Reconhecer a correspondência entre o decímetro cúbico e o litro e relacionar as unidades de medida
de capacidade com as unidades de medida de volume.

10

PMM4EP_20141488_MC_F01_3P.indd 10 7/29/14 3:29 PM


MATEMÁTICA 4

PÁG. DOMÍNIO OBJETIVOS – DESCRITORES AVALIAÇÃO

132 M Medir volumes e capacidades Livro de Fichas


• Reconhecer a correspondência entre o decímetro cúbico e o litro e relacionar as unidades de medida – Ficha 32
de capacidade com as unidades de medida de volume.
133 M Resolver problemas
• Resolver problemas de vários passos relacionando medidas de diferentes grandezas.
134 M Medir volumes e capacidades
135 M Resolver problemas Livro de Fichas
• Resolver problemas de vários passos relacionando medidas de diferentes grandezas. – Ficha 33

136 M** Medir massas


•R
 elacionar as diferentes unidades de massa do sistema métrico.
•R
 ealizar pesagens utilizando as unidades do sistema métrico e efetuar conversões.

137 M** Medir massas Livro de Fichas


•R
 elacionar as diferentes unidades de massa do sistema métrico. – Ficha 34
•R
 ealizar pesagens utilizando as unidades do sistema métrico e efetuar conversões.
138 M** Medir o tempo
• E fetuar conversões de medidas de tempo expressas em horas, minutos e segundos.
• Adicionar e subtrair medidas de tempo expressas em horas, minutos e segundos.
139 M** Medir o tempo Livro de Fichas
• Efetuar conversões de medidas de tempo expressas em horas, minutos e segundos. – Ficha 35
• Adicionar e subtrair medidas de tempo expressas em horas, minutos e segundos.
140 M** Contar dinheiro
•A
 dicionar e subtrair quantias de dinheiro.

141 M** Resolver problemas Livro de Fichas


•R
 esolver problemas de até três passos envolvendo medidas de diferentes grandezas. – Ficha 36

142 NO Números naturais e racionais não negativas Livro de Fichas


GM Reconhecer propriedades geométricas – Ficha 37
OTD Utilizar frequências relativas e percentagens
143 GM Identificar e comparar ângulos Livro de Fichas
M Medir volumes e capacidades – Ficha 38
NO Resolver problemas
144 NO Medir volumes e capacidades Livro de Fichas
Reconhecer propriedades geométricas – Ficha 39
Ficha de
avaliação
trimestral
– 3.º período*

11

PMM4EP_20141488_MC_F01_3P.indd 11 7/29/14 3:29 PM


4
MATEMÁTICA 4
Propostas de solução de alguns
exercícios do manual

Página 8 – Exercício 1 Exercício 2


a) 1, 2, 4, 7, 11, 16, 22, 29
2 * 50 000
70 000 + 30 000 130 000 – 30 000 b) 3, 5, 9, 15, 23, 33, 45, 59
⤻ ⤻⤻ ⤻ ⤻ ⤻ ⤻
+ 2 + 4 + 6 + 8 + 10 + 12 + 14

110 000 – 10 000 100 000 90 000 + 10 000 Exercício 3


a) O estado civil mais frequente é solteiro.
125 000 – 25 000 150 000 – 50 000
20 000 * 5 b) Casado 6 (n º de
Estado civil dos inquiridos
pessoas)

Solteiro 9 9
Exercício 2 8
Divorciado 2 7
* 2 0 8 10 7 3 6 11 9 12 4 Viúvo 1 6
5
6 12 0 48 60 42 18 36 66 54 72 24 18 4
7 14 0 56 70 49 21 42 77 63 84 28 3
2
8 16 0 64 80 56 24 48 88 72 96 32 1
0
9 18 0 72 90 63 27 54 99 81 108 36 Casado Solteiro Divorciado Viúvo
Estados civis
Exercício 3 976 Página 11 – Exercício 4
* 38
5 6 2 1936 78 0 8 4 35 42 130 20 9
+ 2 8 8 – 574 + 2 9 2 8
850 1362 37088 10 40 350 420 1300 200 90
100 400 3500 4200 13 000 2000 900
Página 9 – Exercício 5
1000 4000 35 000 42 000 130 000 20 000 9000
3 1 2 1 1 3 3 1 4
A = ou B = ou C = D = E = ou F= Exercício 5
6 2 4 2 3 4 6 2 4
Exercício 6 DM UM C D U , d c Escrita por extenso
Duzentas e quinze unidades
a) 2 1 5 , 4
e quatro décimas.
Oito mil, quatrocentas e
8 4 6 0 , 0 7 sessenta unidades e sete
centésimas.
Mil e quinhentas unidades e
1 5 0 0 , 2 3
vinte e três centésimas.
b) N.º da figura 1 23 4 5 6 7 8 9 10 Quarenta e cinco mil e oito
4 5 0 0 8 , 1 9 unidades e dezanove
N.º de 1 36 10 15 21 28 36 45 55
⤻ ⤻ ⤻ ⤻ ⤻ ⤻ ⤻ ⤻ ⤻ centésimas.
+2 +3 +4 +5 +6 +7 +8 + 9 + 10
Exercício 6
c) N.º da figura 10 11 12 13 14 15 a) [AB] e [DC] b) [XV] e [ZT]; [VU] e [XY]; [YZ] e [UT]
N.º de 55 66 78 91 105 120 Exercício 7
⤻ ⤻ ⤻ ⤻ ⤻
+ 11 + 12 + 13 + 14 + 15 Por exemplo,
d) N.º da figura 15 16 17 R.: Não há, a figura 46 + 12 = 58 58 – 8 = 50 50 : 5 = 10
16 tem 136 e a As equipas formadas foram 10.
N.º de 120 136 153 figura 17 tem 153 .
⤻ ⤻
+ 16 + 17 Página 12 – Exercício 1
Exercício 8 A: 15 min B: 30 min C: 45 min D: 60 min
3 * 15 = 45 Exercício 2
R.: O senhor José tem 45 coelhos. Linha 1: D Linha 2: J
Exercício 3
Página 10
Perímetro de A = 16 cm Perímetro de B = 18 cm
Exercício 1
Área de A = 16 cm2 Área de B = 20 cm2
c) 2 3 4 Página 13 – Exercício 4
9 10 11 3 1 1 < 1 1 < 1
16 17 18 4 > 4 2 6 5
7 < 9 5 < 1 1 < 1
10 10 6 3 2

12

PMM4EP_20141488_MC_F01_3P.indd 12 7/29/14 3:29 PM


MATEMÁTICA 4

Exercício 5 Página 18 – Exercício 1


2 + 6 = 2 * 10 + 6 = 20 + 6 = 26 1 405 871 12 000 000 + 600 000 + 70 000 + 3000 +

10 100 10 * 10 100 100 100 100 500 + 60
12 + 36 = 12 * 100 + 36 = 1200 + 36 = 1236 2 374 944 um milhão, quatrocentas e cinco mil,
10 1000 10 * 100 1000 1000 1000 1000 oitocentas e setenta e uma unidades.
Exercício 6 12 673 560 seis milhões.
a) Os números 18, 24, 30, 60 são alguns dos múltiplos de 6. 132 375 329 2 000 000 + 374 000 + 944
6 000 000 dez milhões, novecentas e vinte e sete mil,
b) O número 100 é múltiplo de 2, 5 e 10. trezentas e oitenta e cinco unidades.
c) Os números 1, 2, 3, 4, 6, 12 são divisores de 12. 10 927 385 o algarismo 7 representa 7 dezenas de milhar.
d) Todos os números pares são múltiplos de 2. Página 19 – Exercício 5
Exercício 7 a) • 529 127 001 • 001 127 529
(2, D); (2, A); (5, B) b) 527 999 472
(1, C); (4, D); (3, B) Exercício 6
Página 14 – Exercício 1 a) 1 386 000
1 + 1 + 1 + 1 + 1
9 9 9 9 9 Página 21 – Exercício 1
Exercício 2 130 : 16 = 8 (resto 2)
3 1 2 3 8 1 2 5 3 3 6 2 R.: Podem ser formados 8 saquinhos completos.
" ; " ; " ; " ; " ; " .
4 4 5 5 9 9 7 7 6 6 8 8 Exercício 2
Exercício 4 a) 280 : 50 = 5 (resto 30)
a) Massa, em quilogramas,dos alunos R.: 6 autocarros
2 8 9 b) 396 : 50 = 7 (resto 46)
3 0 1 4 4 5 7 7 7 9 R.: 8 autocarros.
4 0 0 1 2 2 3 5 Exercício 3
5 0 1 a)
N.º de bolos 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14
b) A moda é 37. N.º de ovos 2 4 6 8 10 12 14 16 18 20 22 24 26 28
c) O máximo é 51, o mínimo é 28 e a amplitude é 23. Chávenas de açúcar 3 6 9 12 15 18 21 24 27 30 33 36 39 42
Página 15 – Exercício 5
Chávenas de farinha 4 8 12 16 20 24 28 32 36 40 44 48 52 56
Arredonda ao Arredonda à Arredonda à b) Com 27 ovos fará 13 bolos e sobra 1 ovo.
milhar dezena de milhar centena de milhar
Com 44 chávenas de farinha fará 11 bolos.
145 913 146 000 150 000 100 000
423 500 424 000 420 000 400 000 Página 25 – Exercício 3
684 097 684 000 680 000 700 000 762 : 12 = 63 (resto 6)
Exercício 6 R.: Em cada álbum ficarão 63 cromos e sobram 6.
Por exemplo, Página 26 – Exercício 1
21: 1, 3, 7, 21;
B C
28: 1, 2, 4, 7, 14, 28;
36: 1, 2, 3, 4, 6, 9, 12, 18, 36
E D Página 27 – Exercício 2
a) 18 : 1 = 18 18 : 2 = 9 18 : 3 = 6

18 : 6 = 3 18 : 9 = 2 18 : 18 = 1
Exercício 7
Divisor de 18: 1, 2, 3, 6, 9, 18
3 1 7 5 10 b) 25 : 1 = 25 25 : 5 = 5 25 : 25 = 1
5 5 5 5 5
Divisor de 25: 1, 5, 25
Exercício 3
0 1 2 10, 50, 90, 100
Exercício 8 Exercício 4
a) 3 * 60 = 180 1e3
R.: 180 min Exercício 5
b) 2 * 60 = 120 É o 30.
120 + 40 = 160 min Exercício 6
R.: 160 min a) … 1 … b) … 1 … c) … maior …
c) 12 * 60 = 720 Página 28 – Exercício 1
R.: 720 min Antecessor Sucessor
Número
Exercício 9 Número inteiro anterior Número inteiro seguinte
399 000 399 001 399 002
a) 39 + 40 + 41 = 120 409 998 409 999 410 000
R.: 39, 40 e 41 1 399 990 1 399 991 1 399 992
3 090 998 3 090 999 3 091 000
b) Não. 499 999 500 000 500 001
c) 1 + 2 + 3 + 4 + 5 = 15 709 999 710 000 710 001
R.: 15 600 999 601 000 601 001

13

PMM4EP_20141488_MC_F01_3P.indd 13 7/29/14 3:29 PM


Exercício 3 Página 37 – Exercício 1
 2: 14, 32, 68, 70, 80, 94; 3: 45, 69, 75;
5: 45, 55, 70, 75, 80; 10: 70, 80 12 12 12
Página 29 – Exercício 4 9 3 9 3 9 3
Rute: uma seta no 100 000, uma no 10 000 e uma no 1000.
6 6 6
Miguel: uma seta no 10 000, uma no 1000 e uma no 10.
Tiago: uma seta no 1 000 000 e duas no 100. Raso Nulo Giro
Exercício 5 Página 38 – Exercício 1
a) No 1.º dia 75 rolhas; 2.º dia 150 rolhas; 3.º dia 300 rolhas, a) POT | ROT (por exemplo)
4.º dia 600 rolhas; 5.º dia 1200 rolhas.
b) ROS | MOU (por exemplo)
b) 6.º dia 2400 rolhas; 7.º dia 4800 rolhas; 8.º dia 9600 rolhas
Sim, no 8.º dia. c) SOU | MOU (por exemplo)
Exercício 6 Página 40 – Exercício 2
1380: 12 = 115 b) praia
As embalagens utilizadas foram 115. c) 24 alunos.
Página 32 – Exercício 1 Página 41 – Exercício 3
c) … geometricamente iguais. b) 18 fábricas.
Exercício 2 Exercício 4
C b) laranja
c) 38 alunos.
Página 42 – Exercício 1
O V Y
Divisor de 30: 1, 2, 3, 5, 6, 10, 15, 30

Divisor de 45: 1, 3, 5, 9, 15, 45
Página 33 – Exercício 1
Exercício 3
a); b)
a) Ângulo
Reto Raso Agudo Obtuso
Figura I ✗
Figura II ✗
Figura III ✗
Figura IV ✗
b) São convexos.
Exercício 2 Página 43 – Exercício 5
a) Iniciados
1112 1 1112 1 1112 1 1112 1
10 2 10 2 10 2 10
9
2
3
b) …
9 3 9 3 9 3
8
7 6 5
4 8
7 6 5
4 8
7 6 5
4 8
7 6 5
4 X…
X…
Página 34 – Exercício 1 Exercício 6
823 + 207 = 1030
1030 : 12 = 85 (resto 10)
Ilha A
Ilha C São necessárias 86 embalagens.
Ilha B
Exercício 7
O a) 52 + 49 + 43 = 144 176 – 144 = 32
No 4.º ano estão matriculados 32 alunos.
Ilha E Ilha D b) 176 : 16 = 11
Em cada ateliê havia 11 alunos.
Exercício 2 Página 45 – Exercício 1
3
a) =1
A 3
B 2 1
b) =
6 3
6 3
D c) =
12 6
2 1
C d) =
10 5
… entre… 30 3
e) =
Página 35 – Exercício 1 100 10
C E 500 2 A B
f) =
1000 4
O F Página 46 – Exercício 1
6 3
a) b)

D G 10 5

14

PMM4EP_20141488_MC_F01_3P.indd 14 7/29/14 3:29 PM


MATEMÁTICA 4

Programas de televisão preferidos


Página 47 – Exercício 1 b) 10

Frequência absoluta
9
4 2 1 8
a) b) c) 7
5 5 5 6
Exercício 2 5
4
2 2*1 1 8 8*1 1 3
a) = = b) = = 2
4 2*2 2 16 8 * 2 2 1
0
9 3 6 2*3 3 5

De ias

avFilm to

s
Te urs de
o s

la
adho

le as
c) d) Programas

No s

or
– = = = =1

t íc

ve
8 8 8 2*4 4

imen

en e
sp
de televisão

no
5

t
anDes

Página 48 – Exercício 1 c) 24 alunos.
2*3 6 2*3 3 4*1 4 2 * 6 12 Página 55 – Exercício 1
a) * = = b) = c) =
=4 8 8 2*4 4 5 5 3 3 a)
Cor das barracas
Página 49 – Exercício
45
a) b) 5 Barracas azuis
9
Página 50 – Exercício 1 Barracas verdes
1 1 Barracas vermelhas
= 15 segmentos.
5 * 3 15
Exercício 2
1 1 2 2
a) = b) = b)
4 * 6 24 7 * 5 35 Frequência Frequência
Categoria
Exercício 3 absoluta relativa (fração)
3 3 3 5
:2= = Azul 5
4 4*2 8 30
3 15
Em cada caixa guarda do bolo. Verde 15
8 30
Página 51 – Exercício 1 10
3 1 3 3 3 Vermelha 10
* = :2= = 30
5 2 5 5 * 2 10 30
Exercício 2 Total 30
30
4 1 4 4 4
* = :2= = Página 56 – Exercício 1
5 2 5 5 * 2 10
Exercício 3
2 1 2 2 * 10 20
: = * 10 = =
8 10 8 8 8 Exercício 2
Página 53 – Exercício 1
V – As retas AR e ST são paralelas. Por exemplo,
F – As direções definidas por ST e UL são perpendiculares. 2 4 3 6
a) = d) =
V – As retas SR e TU são paralelas. 5 10 7 14
F – O itinerário entre os pontos A e O obtém-se realizando 1 2 11 22
b) = e) =
quatro quartos de volta. 9 18 7 14
Exercício 2 4 8 6 3
c) = f) =
a) Rua das Flores b) Avenida Brasil c) Rua Pedro Nunes 3 6 12 6
Página 54 – Exercício 1
a) Exercício 3
Categoria Frequência Frequência 4 * 5 20
Contagem 2 55
(programa) absoluta relativa (fração) a) b) = = 10 c)
15 2 2 9
Desenhos 10
· · 10 Exercício 4
animados 24
32
1 a) b) 4
Notícias \ 1 8
24
4 Exercício 5
Desporto \\\\ 4
24
Filmes de 6
· \ 6
aventuras 24
Exercício 6
3
Telenovelas \\\ 3 a) A B
24
24 D
TOTAL 24 C
24
E

15

PMM4EP_20141488_MC_F01_3P.indd 15 7/29/14 3:29 PM


b) Paralelos: [AB] e [CD] Exercício 2
A B C D
Perpendiculares: [CD] e [BE]
c) Por exemplo, 0 0,6 1 1,2 1,8 2 2,1
A B
Página 64
75 6 75 6 * 10 75 60 15
– = – = – = = 0,015
1000 100 1000 100 * 10 1000 1000 1000
C D
25 17 25 17 * 10 25 170 195
0,25 + 1,7 = + = + = + = = 1,95
100 10 100 10 * 10 100 100 100
E
3 * 100 25 300 25 325
3 + 0,25 = + = + = = 3,25
Página 57 – Exercício 7 1 * 100 100 100 100 100

4 2 1 1
– – = 37 5 37 * 10 5 370 5 365
3,7 – 0,05 = – = – = – = = 3,65
4 4 4 4 10 100 10 * 10 100 100 100 100
Exercício 8 Exercício 1
Por exemplo, 4
1 1 1 1 0,4 = " quatro décimos
+ + + 10
4 4 4 4 19
1,9 = " dezanove décimos
3 + 3 + 3 + 3 = 12 10
352
A caixa tem 12 marcadores. 35,2= " trezentos e cinquenta e dois décimos
Exercício 9 10
1 1 1 1 1 1 1 1 8 Exercício 2
+ + + + + + + = =2 5 50 17 170 23 230
4 4 4 4 4 4 4 4 4 a) b) c)
twwuwwv twwuwwv =
10 100
=
10 100
=
100 1000
1 piza 1 piza Exercício 3
As crianças comeram 2 pizas. 9 15 * 10 9 150 9 159
15 + 0,9 = 15 + = + = + = = 15,9
Exercício 10 10 1 * 10 10 10 10 10
1 752 49 703
a) 20 * = 20 : 4 = 5 75,2 – 4,9 = – = = 70,3
4 10 10 10
Vendeu 5 madalenas. Página 65 – Exercício 3
50,9 – 45,75 = 5,15 kg
b) 5 * 0,60 = 3 € O João pesa a mais do que a Carla 5,15 kg.
O pai da Margarida apurou 3 euros. Exercício 4
Página 60 – Tarefa 22,5 + 37,5 + 25 = 85 m
105 – 85 = 20 m
No último dia gastou 20 metros.
Página 66 – Exercício 1
A = 0,25; B = 0,7; C = 1,15; D = 1,5; E = 1,9.

Exercício 2
Exercício 1
0,15 + 0,5 = 0,65; 1,5 + 0,25 = 1,75; 2 – 1,55 = 0,45
3 30
a) = 1,25 + 0,75 = 2; 0,7 + 1,35 = 2,05; 1 – 0,5 = 0,5
10 100
Exercício 3
1 2
b) = a) 0,06 < 0,21 < 0,34 < 0,49 < 0,5 < 0,57 < 0,73 < 0,87 < 0,9
5 10
b) Por exemplo: 0,05 + 0,95 = 1
7 70
c) = 0,75 – 0,5 = 0,25
100 1000
Página 67 – Exercício 1
12 60
d) = 270,5 > 82,6 > 27,05 > 18,26 > 18,2 > 8,26 > 2,705
20 100
Exercício 2
16 1600
e) = 13,04 < 13,14; 135,8 = 135,80; 100,07 < 100,7
10 1000
7,51 > 7,15; 64,321 > 64,123; 39,86 < 39,96
35 70
f) = Página 68 – Exercício 1
50 100
7350 7470 7590 7710
Exercício 2
b) 0,14 catorze centésimas 7300 7400 7500 7700
c) 0,046 quarenta e seis milésimas. Exercício 2
Página 61 – Tarefa 1 4 7 15 17 19
A= ; B= ; C= ; D= ; E= ; F= ;
6 3 8 46 10 10 10 10 10 10
I– ou 0,6; II – ou 0,3; III – ou 0,8; IV – ou 0,46
10 10 10 100 Exercício 3
50,20 50,40 50,65 50,85
Exercício 1
50,05 50,30 50,45 50,55 50,75
50 20 10 5

100 100 100 100

16

PMM4EP_20141488_MC_F01_3P.indd 16 7/29/14 3:29 PM


MATEMÁTICA 4

Exercício 4 66 anos Exercício 2


36 anos 45 anos 59 anos 81 anos a) * 10 * 100 * 1000

1955 1970 1980 1995 2004 7,54 75,4 89,5 8950 1,273 1273
Ano do seu
falecimento * 0,1 * 0,01 * 0,001
Página 69 – Exercício 1 b)
: 0,1 * 100 * 0,001 : 0,01 : 10
1 1 6 1 1
a) b) c) d) e) 12,5 125 12 500 12,5 1250 125
2 4 8 8 2
Exercício 2 c) 3,425 * 10 = 34,25 é o mesmo que 3,425 : 0,1 = 34,25
a) 100 7,48 * 100 = 748 é o mesmo que 7,48 : 0,01 = 748
10 13 20 12,1 * 10 = 121 é o mesmo que 12,1 : 0,1 = 121
b) ; ; 0,915 * 1000 = 915 é o mesmo que 0,915 : 0,001 = 915
100 100 100
Página 70 – Exercício 3 d) 32 : 0,01 = 3200 4,7 * 10 = 47 112 : 0,001 = 112 000
8,6 + 1,4 = 10; 84 + 3,6 < 100; 0,850 + 0,150 = 1 4,5 : 10 = 0,45 1,95 * 100 = 195 89 * 10 = 890
5,7 + 6,5 > 12; 63 + 0,4 + 0,6 = 64; 100 – 61,5 < 50 1,8 : 0,1 = 18 3,9 * 100 = 390 5,6 : 10 = 0,56
Exercício 5 Página 75 – Exercício 3
+ 0,1 + 0,01 + 0,001
* 0,1 * 0,01 * 0,001 : 10 : 100 : 1000
3,4 3,5 3,51 3,511 15 1,5 0,15 0,015 15 1,5 0,15 0,015
6 6,1 6,11 6,111 23 2,3 0,23 0,023 23 2,3 0,23 0,023
9,034 9,134 9,144 9,145 4,85 0,485 0,0485 0,00485 4,85 0,485 0,0485 0,00485
19,7 19,8 19,81 19,811 150 15 1,5 0,15 150 15 1,5 0,15
Página 71 – Exercício 6
5000 : 1 = 5000 * 10 = 50 000 €
10 Multiplicar um número por 0,1; 0,01 ou 0,001 é o mesmo que
Ele ganhou 50 000 €. dividir esse número por 10, 100 ou 1000.
Exercício 7
Um comerciante de fruta vendeu 28,75 kg de uvas, 120 kg de Exercício 4
laranjas e 30,5 kg de bananas. As laranjas são a 1,10 € o a) 2,5 2,5 0,182 0,182 0,15 0,15
quilograma. b) * 0,1 * 0,01 * 100 * 100 : 10
Quantos quilogramas de fruta vendeu?
28,75 + 120 + 30,5 = 179,25 kg 37,8 3,78 0,0378 3,78 378 37,8
Vendeu 179,25 kg de fruta. c) 0,1 * 564 = 56,4 3,5 * 10 = 35
Exercício 8 1564 : 10 = 156,4 135 : 10 = 13,5
48 * 10 = 480 12 + 15 = 27 480 – 27 = 453 0,01 * 1636 = 16,36 14,28 * 100 = 1428
Foram à visita 453 pessoas. 636 : 100 = 6,36 428 : 100 = 4,28
Página 72 750 * 0,001 = 0,75 1500 * 0,001 = 1,5
d) 25 2,5 250 250 000
* 10 * 100 * 1000 * 0,1 * 0,01 * 0,001
7,4 74 7400 740 000
0,4 4 40 400 4 0,4 0,04 0,004
Página 76
0,7 7 70 700 7 0,7 0,07 0,007 3 3*5 15
1,3 13 130 1300 1,3 0,13 0,013 0,0013 = = = 1,5
2 2*5 10
2,6 26 260 2600 20,6 2,06 0,206 0,0206
5 5 * 25 125
= = = 1,25
Página 73 4 4 * 25 100
: 10 : 100 : 1000 : 0,1 : 0,01 : 0,001 11 11 * 5 55
= = = 0,55
7,1 0,71 0,071 0,0071 71 710 7100 71 000 20 20 * 5 100
5,9 0,59 0,059 0,0059 59 590 5900 59 000 41 41 * 2 82
= = = 0,82
16,2 1,62 0,162 0,0162 16,2 162 1620 16 200 50 50 * 2 100
23,4 2,34 0,234 0,0234 23,4 234 2340 23 400 Exercício 1

3 3*2 6 11 11 * 4 44
Página 74 – Exercício 1 = = = 0,6 = = = 0,44
5 5*2 10 25 25 * 4 100

: 0,1 : 0,01 : 0,001 * 10 * 100 * 1000 7 7*5 35 19 19 * 2 38
= = = 3,5 = = = 0,38
4 40 400 4000 4 4 400 4000 2 2*5 10 50 50 * 2 100
35 350 3500 35 000 35 350 3500 35 000 7 7 * 25 175 19 19 * 5 95
= = = 1,75 = = = 0,95
7,65 76,5 765 7650 7,65 76,5 765 7650 4 4 * 25 100 20 20 * 5 100
19,3 193 1930 19 300 19,3 193 1930 19 300 Página 79 – Exercício 1
22
7,3 é uma aproximação às décimas de .
3
Dividir um número por 0,1; 0,01 ou 0,001 é o mesmo que
multiplicar esse número por 10, 100 ou 1000. 32
3,5 é uma aproximação às décimas de .
9

17

PMM4EP_20141488_MC_F01_3P.indd 17 7/29/14 3:29 PM


Exercício 2 Página 83 – Exercício 2
31 a) 3 7
4,428 é uma aproximação às milésimas de .
7 4 0 1 4 7 8 9
53 5 0 0 2 3 5 5 6 9
8,833 é uma aproximação às milésimas de .
6 6 0 2 4 5 5 5 5 6 7
Página 80 – Exercício 1 7 2 3 3 4 7 9
40 8 1 2 5 8 9 9
a)
100 9 0 0 3 9
b) queijo: 30%; mista: 10%; presunto: 20% b) No concurso participaram 40 alunos.
c) Máximo: 99 Mínimo: 37
Exercício 2 d) 99 – 37 = 62 A amplitude é 62.
1 25 3 75 e) A moda é 65.
B = = 25% C = = 75%
4 100 4 100 f) Sim, concordo. Em 40 alunos, 31 tiveram notas superiores a
1 25 3 75 50 pontos.
D = = 25% E = = 75%
4 100 4 100 Página 84 – Exercício 1
1 50 É o número 24.
F = = 50%
2 100 Exercício 2
Página 81 – Exercício 3 9,14 : 10 < 9,14 : 0,001 3,5 : 0,001 > 3,5 : 10
50 1 370 : 0,01 = 370 * 100 18,76 : 0,1 = 18,76 * 10
– 50% das árvores são macieiras. 50% = = = 0,5
100 2 1750 * 0,1 < 1750 : 0,1 120 * 100 > 120 : 0,1
25 1 Exercício 3
– 25% das árvores são laranjeiras. 25% = = = 0,25
100 4 : 0,1 : 10 : 0,01

10 1 8 80 15 1,5 0,425 42,5
– 10% das árvores são marmeleiros. 10% = = = 0,1
100 10 12 120 18,6 1,86 9,65 965
Exercício 4
100% 60 18,6 186 19,23 1,923 35 3500
3 Exercício 4
1 60 1 4 75% 45
60 * = = 15 = 25% 1 2 2*2 4 7 7*4 28
4 4 4 50% 30 a) = = b) = =
2 5 5 * 2 10 25 25 * 4 100
1
4 25% 15 20 20 * 2 40
c) = =
O colar tem 25% de contas vermelhas. 0% 0 50 50 * 2 100
Exercício 5 Exercício 5
100% 4 a) 13,57 b) 6,333
1
* 4 = 2 50%
1
2 2 Página 85 – Exercício 6
2
0 a) Comeriam fruta 75 pessoas e não comeriam 25 pessoas.
R.: Na festa comeram-se dois bolos. b) 25%
Exercício 6 Exercício 7
20 10 20
50% a) Amarela: = 0,2; Castanha: = 0,1; Azul: = 0,2;
100 100 100
25%
30 20
Página 82 – Exercício 1 Vermelha: = 0,3; Verde: = 0,2
100 100
a) b) 30%
Categoria Frequência absoluta Frequência relativa Exercício 8
(sabor) (n.º de copos de sumo) fração dízima percentagem 1
25% = 0,25 =
20 4
manga 20 0,20 20%
100 300 * 0,25 = 75
50
morango 50 0,50 50% ou
100 1 300
10 300 * = = 75
limão 10 0,1 10% 4 4
100
Os alunos que usam óculos são 75.
20
abacaxi 20 100 0,2 20% Página 87 – Exercício 4
1 1
Total 100
100
1 100% 24,9 * 0,23 = (249 * ) * (23 * )=
100 10 100
1 1 1 5727
b) Sumo de morango. = (249 * 23) * ( * ) = 5727 * = =
10 100 1000 1000
c) Os copos que teriam de ser vendidos eram 10.
d) Não. = 5,727
Página 89 – Exercício 5
O quociente aproximado às centésimas é 311,19.
Página 90 – Tarefa
130 1,3 28 000 2,8 13 750 0,013 75

18

PMM4EP_20141488_MC_F01_3P.indd 18 7/29/14 3:29 PM


MATEMÁTICA 4

Exercício 1 Exercício 2
É 5,71 57,3 : 2,3
Exercício 2 Q: 24,913; R: 0,001
É 66,333 12,83 : 3,4
Exercício 3 Q: 3,773; R: 0,0018
41,8 | 140 | 1570 Exercício 3
Página 91 – Exercício 1 a) 5 b) QMN c) NOP; OPQ; MNO
18,9 : 0,54 = 35 Exercício 4
Obteve 35 retalhos.
A B
Exercício 2
C
38,45 : 12 6,194 : 0,8
Q: 3,204; R: 0,002 Q: 7,742; R: 0,0004
D E
394 : 0,6 158,7 : 1,3 F
Q: 656,666; R: 0,0004 Q: 122,076; R: 0,0012 Página 97 – Exercício 5
Página 92 – Tarefa a) 0,25 + 0,15 + 0,35 = 0,75
a) A, B, D, E, F, G Nos três dias leu 0,75.
b) Triângulo (A); Retângulo (B); Pentágono (D); Quadrilátero (F) b) 1 – 0,75 = 0,25
Exercício 1 Falta-lhe ler 0,25 do livro.
vértice
Exercício 6
a) 1250 * 0, 82 = 1025
ângulo
Ele recebeu 1025 €.
b) 2000 – 1250 = 750
lado Restam-lhe 750 dólares.
Página 93 – Exercício 1 Exercício 7
A – Pentágono B – Triângulo quantidade preço unitário preço total
C – Quadrilátero D – Hexágono cadeiras 12 35 € 420 €
Exercício 2 mesas 5 175 € 875 €
móveis 10 227 € 2270 €
Total 3565 €
Página 98 – Exercício 1
✘ ✘
Exercício 3
 1 – escaleno; 2 – isósceles; 3 – escaleno;
4 – escaleno; 5 – isósceles; 6 – equilátero;
7 – isósceles; 8 – escaleno; 9 – escaleno.
Página 94 – Exercício 1
Exercício 2 vértice
face

aresta
Exercício 2
Por exmplo, Exercício 3
… seis… retangular.
Exercício 4

✘ O cubo é um paralelepípedo.
Exercício 3
 ✘ Num cubo, o número de arestas é o dobro do número de
faces.
Página 100 – Exercício 1
Cubo
Página 95 – Tarefa Página 101 – Exercício 1
C, E
Exercício 1
Por exemplo,

B A
Página 96 – Exercício 1
Por exemplo,
24,5 * 0,1 2,45 819 * 0,01 0,819
245 * 0,001 0,245 819 * 0,001 81,9
24,5 * 0,01 245 8,19 * 0,1 8,19
E C

19

PMM4EP_20141488_MC_F01_3P.indd 19 7/29/14 3:29 PM


Página 102 – Tarefa Página 107 – Exercício 2
a) Sim b) Sim/Sim
Frequência relativa
Página 103 – Exercício 1
Altura Contagem Frequência fração dízima percentagem
(cm) absoluta (aproximação com (arredondada
4 casas decimais) às décimas)
4
133 \\\\ 4 0,1818 18,2%
22
Página 104 – Exercício 1
2
a) A – Quadriláteros B – Hexágonos e triângulos 135 \\ 2 0,0909 9,1%
22
C – Retângulos D – Triângulos e quadriláteros 5
136 · 5 0,2272 22,7%
b) A ✘ B C D 22
Página 105 – Exercício 5 3
137 \\\ 3 0,1363 13,6%
22
4
138 \\\\ 4 0,1818 18,2%
22
2
139 \\ 2 0,0909 9,1%
22
2
142 \\ 2 0,0909 9,1%
22
Exercício 6 22
TOTAL 22 1 100%
22

Página 108 – Exercício 1


1 é divisor de 2; 3 é divisor de 3; 1 é divisor de 10;
Página 106 – Exercício 1 30 é divisível por 3.
a) Exercício 2
a) A, E, F, G, H
Frequência Frequência
Alunos Frequência b) B e D
relativa (fração relativa (em
escolhidos absoluta
e dízima) percentagem) c) Retângulo
3 12 d) B, D e J
David 3 = = 0,12 12%
25 100 Exercício 3
6 24 a) A e E
Martim 6 = = 0,24 24%
25 100 Página 109 – Exercício 4
3 12 60 : 2 = 30
Teresa 3 = = 0,12 12%
25 100 O número de patas das perdizes é 30.
4 16 Exercício 5
Anabela 4 = = 0,16 16%
25 100 5 * 4 = 20
9 36 20 pares de bailarinos.
Alice 9 = = 0,36 36%
25 100 Exercício 6
TOTAL 25
25
=1 100% 8 * 3 = 24
25 O painel é formado por 24 azulejos.
Página 112 – Tarefa
b) A turma tem 25 alunos.
a) Por exemplo,
c) O género mais votado foi o feminino.
d) O segundo aluno, para ganhar, teria de ter mais 4 votos.
e) A moda é o nome Alice.


b) 18
c) 36
d) A quantidade de azulejos verdes necessários é metade da
quantidade de azulejos azuis necessários. / A quantidade de
azulejos azuis necessários é o dobro da quantidade de
azulejos verdes necessários.
Exercício 1
B e C; D e F.

20

PMM4EP_20141488_MC_F01_3P.indd 20 7/29/14 3:29 PM


MATEMÁTICA 4

Exercício 2 Exercício 2
F As figuras B e D têm a mesma medida de perímetro. Comprimento Largura Área Perímetro
F As figuras C e D têm a mesma medida de área, mas não Retângulo A 15 m 10 m 150 m2 50 m
têm a mesma medida de perímetro. Retângulo B 14 cm 10 cm 140 cm2 48 cm
V As figuras A e B são equivalentes. Retângulo C 20 dm 10 dm 200 dm2 60 dm

Página 113 – Tarefa Exercício 3
… 81 … 49
* 100 * 100 * 10 000
49 < área da folha < 81
m2 dm2 dm2 cm2 m2 cm2
… 49 … 81
8 800 0,3 30 0,5 5000
Exercício 1
0,15 15 4,75 475 1,3 13 000
Unidade
de área 13,2 1320 82,5 8250 7,25 72 500
31,2 3120 100 10 000 22 220 000
Exercício 4
10 m2 + 10 m2 + 5 m2 = 25 m2
2’ + 2 ’ + 1 ’ = 5 litros
São necessários 5 litros.
Página 121 – Exercício 5
a) Comprimento: 297 mm; Largura: 210 mm
b) A = c * l
43 < área da estrela-do-mar < 105 A = 297 mm * 210 mm
Página 115 – Exercício 1 A = 62 370 mm2
8 m2 = 80 000 cm2 75 m2 = 750 000 cm2 A área é de 62 370 mm2
2 2
12 dm = 1200 cm 16 dm2 = 1600 cm2 Exercício 6
Exercício 2 a) 0,7 hm = 70 m
a) A A = 16 AB = 16 AC = 4 Perímetro: 70 + 70 + 110 + 110 = 360 m
AD = 8 AE = 4 AF = 8 AG = 8 4 voltas = 4 * 360 = 1440 m
A A = 32 AB = 32 AC = 8 AD = 16 Percorre 1440 m.
AE = 8 AF = 16 AG = 16 b) A = 70 * 110 = 7700 m2
b) 64 m2 A área do campo de futebol é de 7700 m2.
Página 116 – Exercício 1 Desafio
a) Canadá A área.
b) 8 514 877 km2 < 9 596 961 km2 < 9 826 675 km2 < 9 984 670 km2 Página 122 – Exercício 1
Página 117 – Exercício 1 24
4617 mm2 = 0,004 617 m2 2215 dam2 = 221 500 m2 Exercício 2
318,4 dm2 = 3,184 m2 75,12 hm2 = 751 200 m2 A – 3 caixas B – 7 caixas C – 24 caixas
2 2
8 km = 8 000 000 m 6,5 cm2 = 0,000 65 m2
Página 119 – Exercício 1
Varanda: 16 m2 cozinha: 15 m2
2
lavandaria: 9 m quarto: 12 m2
Página 123 – Exercício 1
Exercício 2
* 1000 : 1000
A A = 4 * 4 = 16 m2 AB = 6 * 3 = 18 m2
Exercício 3 dm3 cm3 cm3 dm3
a) 2,4 dam = 24 m 2 2000 3000 3
b) A = 24 * 11 = 264 m2 A área é 264 m2 60 60 000 8 0,008
0,7 700 190 0,19
c) 264 m = 264 ca
2

264 ca = 0,0264 ha Página 124 – Tarefa


É menor do que 1 ha. a) 64
d) (2 * 24) + (2 * 11) = 48 + 22 = 70 m b) Medida de
Página 120 – Exercício 1 comprimento da
1 dm 2 dm 3 dm 4 dm 5 dm 6 dm 7 dm
aresta da caixa
Oceano Atl cúbica
ântico
Volume (em dm3) 1 8 27 64 125 216 343

c) 1000 dm3
Página 125 – Exercício 1
Funchal 0,75 m3 7,5 dm
3
425 dm 3 750 dm3

… 10 … 0,425 m3 42 500 m 3 750 000 cm
3
425 000 cm3

… 34 …
10 < área da ilha < 34

21

PMM4EP_20141488_MC_F01_3P.indd 21 7/29/14 3:29 PM


Página 128 – Exercício 1 Exercício 4
V = 12 V = 14 V = 12 7 000 000 ’ = 7000 k’
V = 16 V = 22 V = 11 20 m3 = 20 k’
Exercício 2 7000 : 20 = 350
a) 20 cm = 200 mm V= 200 * 90 * 50 = 900 000 mm3 São necessários 350 camiões.
9 cm = 90 mm Página 134 – Exercício 1
5 cm = 50 mm m3 dm3 cm3
b) 6 * 900 000 = 5 400 000 mm3 8 m3 = 8000 dm3 8 0 0 0
3 * 5 400 000 = 16 200 000 mm3 7,5 dm3 = 7500 cm3 7 5 0 0
Ocupam o volume de 16 200 000 mm3. 912 cm3 = 0,912 dm3 0, 9 1 2
Página 129 – Exercício 3 13,8 dm3 = 13 800 cm3 1 3 8 0 0
a) V = 6 * 6 * 6 = 216 dm3 Exercício 2
* 1000 * 1000
b) V = 7 * 3 * 4 = 84 dm3
c) V = 6 * 3 * 2 = 36 dm3 m3 dm3 cm3
6 m3 6000 dm3 6 000 000 cm3
Exercício 4 0,015 m3 15 dm3 15 000 cm3
V = 30 * 15 * 20 = 9000 cm3 9 m3 9000 dm3 9 000 000 cm3
17,4 m3 17 400 dm3 17 400 000 cm3
2 * 9000 = 18 000 = 6000 cm3
3 3 Exercício 3
6000 cm3= 6 dm3 a) 41 cm3
b) 5 * 4 * 5 = 100 cm3
O volume é de 6 dm3.
O volume da caixa é 100 cm3.
Exercício 5
c) 100 – 41 = 59
V = 20 * 20 * 20 = 8000 cm3
Faltam 59 cubinhos.
8000 cm3 = 8 dm3
Exercício 4
O volume é de 8 dm3.
 250 cm3 – 750 cm3; 0,63 dm3 – 0,37 dm3; 650 cm3 – 350 cm3;
Página 130 – Exercício 1 0,95 dm3 – 0,05 dm3.
0,075 hm3 = 75 dam3 = 75 000 m3 = 75 000 000 dm3 Página 135 – Exercício 5
2500 dm3 = 2,5 m3 = 2 500 000 cm3= 0,0025 dam3 V = 14 * 8 * 2 = 224 m3
1750 cm3 = 1,75 dm3 = 0,001 75 m3 = 1 750 000 mm3 224 m3 = 224 000 dm3 = 224 000 ’
0,0013 dam3 = 0,000 0013 hm3 = 1,3 m3 = 1300 dm3 A capacidade é de 224 000 ’.
680 cm3 = 0,68 dm3 = 680 000 mm3 = 0,000 68 m3 Exercício 6
Página 131 – Exercício 1 a) 4 * 0,032 m3 = 0,128 m3
a) 5 * 2 d’ = 10 d’ = 1 ’ 0,128 m3 = 128 dm3 = 128 ’
5 copos. Gasta 128 litros.
b) 12 * 33 c’ = 396 c’ = 3,96 ’ b) 128 * 1,67 = 213,76 €
Leva 3,96 litros. A despesa é de 213,76 euros.
c) 100 * 20 = 2000 ’ Exercício 7
R.: A capacidade é de 2000 ’. V = 90 * 40 * 50 = 180 000 cm3
d) 200 : 5 = 40 180 000 cm3 = 180 dm3 = 180 ’
40 colheres de xarope.
4 * 180 = 4 * 180 = 720 = 144 ’
Página 132 – Exercício 1 5 5 5
m3 dm3 cm3 Necessita de 144 litros de água.
48 dm = 48 ’
3
4 8 Página 136 – Exercício 1
1700 cm3 = 1,7 ’ 1, 7 0 0 a) 200 + 100 + 50 = 350 g
9 m3 = 9000 ’ 9 0 0 0 1
350 : = 350 * 7 = 2450 g
900 cm3 = 0,9 ’ 0, 9 0 0 7
15 dm3 = 15 ’ 1 5 O queijo pesa 2450 g (2,45 kg)
6,2 m3 = 6200 ’ 6 2 0 0 b) 500 + 200 + 100 + 100 = 900 g
12 400 cm3 = 12,4 ’ 1 2, 4 0 0 900 g = 0,9 kg
Página 133 – Exercício 2 0,9 * 7,50 = 6,75 €
3 : 5 = 0,6 Os enchidos custam 6,75 €.
3 : 7 = 0,4
0,6 > 0,4 Página 137 – Exercício 1
Sai mais água da torneira de 3 ’/min. 7 8 4
5 kg; kg; kg
Exercício 3 6 5 3
a) 50 * 50 = 2500 ’ Exercício 2
2500 ’ = 2,5 k’ a) toneladas de papel reciclado 1 2 4 6 8 10
Consome 2,5 k’ de água.
pinheiros 32 64 128 192 256 320
b) 50 : 2 = 25 ’
eucaliptos 3 6 12 18 24 30
Economiza 25 ’ de água.

22

PMM4EP_20141488_MC_F01_3P.indd 22 7/29/14 3:29 PM


MATEMÁTICA 4

Exercício 3 Exercício 2
4,2 t = 4200 kg A O O R R O
R O
4200 : 3 = 1400 kg R O O O O
4200 – 1400 = 2800 kg A R A O O R R O O

Foram entregues 2800 kg de carga.
Exercício 3
Página 138 – Exercício 1
1 1*2 2
a) 2 h 30 min b) 3 h = =
4 4*2 8
c) 8 h d) Português
Coloriram a mesma porção, as frações são equivalentes.
Exercício 3
Exercício 4
semana – 7 dias; trimestre – 3 meses; século – 100 anos;
milénio – 1000 anos; década – 10 anos; semestre – 6 meses; a) 525
Página 139 – Exercício 4 b) 1125 sumos
12 h 45 min + 3 h 20 min = 16 h 05 min c) A moda é o sabor laranja.
14 h 33 min + 11 h 25 min = 25 h 58 min Página 143 – Exercício 1
3 h 30 min – 1 h 24 min = 2 h 06 min a) EOD (por exemplo)
5 h 23 min – 2 h 34 min = 2 h 49 min b) AOE
Exercício 5 c) AOC (por exemplo)
2 2 * 45 90 Exercício 2
Mãe: * 45 = = = 30 V = 8 * 6 * 3 = 144 cm3
3 3 3
Irmão: 45 : 5 = 9 O volume é 144 cm3
Avô: 45 + 30 = 75 Exercício 3
1 80
Ana: 9 – 2 = 7 * 80 = = 20 vermelhos
4 4
7 Ana 9 irmão 30 mãe 45 pai 75 avô
2 160
0 5 10 20 30 40 50 60 70 80 90 * 80 = = 32 azuis
5 5
Exercício 6 20 + 32 = 52
Chegada a casa: 17 h 80 – 52 = 28
Fim do lanche: 17 h 30 min
Não eram vermelhos nem azuis 28 balões.
Fim do estudo: 19 h
Fim de ver televisão: 19 h 45 min Exercício 4
Fim do banho: 20 h 05 min 30 * 250 = 7500 cm3
Termina o banho às 20 h 05 minutos. 7500 cm3 = 7,5 dm3 = 7,5 ’
Página 140 – Exercício 1 7,5 * 2,20 = 16,50 €
 1 nota de 20 €, 1 nota de 10 €, 1 nota de 5 €, 1 moeda de 2 € e A mãe da Inês gastará 16,50 €.
1 moeda de 1 €. Exercício 5
Exercício 2 a) 36 alunos.
Por exemplo: 1 36
0,20 € + 0,10 € + 0,05 €; b) * 36 = =9
4 4
0,10 € + 0,10 € + 0,10 € + 0,02 € + 0,01 € + 0,01 € + 0,01 €; 9 alunos.
0,20 € + 0,05 € + 0,05 € + 0,02 € + 0,02 € + 0,01 €; Página 144 – Exercício 1
0,10 € + 0,10 € + 0,10 € + 0,05 €. 50 + 50 + 25 + 25 = 150 €
Página 141 – Exercício 3 5 * 150 = 750 €
a) Entre as 7 h e as 8 h; 80 carros. A despesa será de 750 €.
b) 220 carros. Exercício 2
c) 0,90 + 0,75 + (3 * 0,60) = 1,65 + 1,80 = 3,45€ a) 12 * 10 = 120
Paga 3,45 euros. 120 latas.
Exercício 4 b) 120 * 100 = 12 000
107 + 650 + 514 = 1271 € 12 000 latas.
2520 – 1271 = 1249 € c) 15 * 100 = 1500 caixas
1249 : 4 = 312,25 € 1500 * 10 = 15 000 embalagens
1249 – 312,25 = 936,75 € 15 000 * 12 = 180 000 latas
Sobra 936,75 euros. Semanalmente, são distribuídas 1500 caixas, 15 000
Página 142 – Exercício 1 embalagens e 180 000 latas.
Exercício 3
a) A B
a) 1279 : 14 = 91 (resto 5) 92 embalagens.
b)
D b) Não, uma delas só fica com 5 bombons.
c) C
Exercício 4
E F r a) … poligonal fechada…
G b) … lados…

c) … regulares…
d) Ângulo agudo.
d) … equiláteros, escalenos e isósceles.

23

PMM4EP_20141488_MC_F01_3P.indd 23 7/29/14 3:29 PM


PMM4EP_20141488_MC_F01_3P.indd 24
A
© AREAL EDITORES – Pasta Mágica – Matemática 4 – Cód. 01618.01

7/29/14 3:29 PM

Você também pode gostar