Você está na página 1de 3

Figuras de estilo

 Anáfora: repetição de uma palavra ou expressão no início de diferentes versos


(frases ou períodos).
“ Agora sobre as nuvens subiam
As ondas de Neptuno furibundo;
Agora a ver parece que deciam..”

 Aliteração: repetição insistente do mesmo som ou de sons semelhantes.


“ Menina e moça me levaram de casa de minha mãe para muito longe”

 Comparação: figura que aproxima dois conceitos distintos, pondo em destaque as


semelhanças que os unem. Pode servir-se de elementos gramaticais: como, como se,
tal como, qual, assim como, parecer, lembrar, sugerir...
“ E a lua lembra o circo e os jogos malabares.”

 Metáfora: Sobrepõem-se dois conceitos entre os quais se estabeleceu


implicitamente uma relação de semelhança.
“O amor é fogo que arde sem se ver”

 Eufemismo: expressão ou palavra que atenua o aspecto desagradável do


significado.
“Batel dos danados”

 Metonímia: designar uma realidade por meio de outra com a qual mantém uma
relação de contiguidade física ou mental.
“Cesse tudo o que a Musa antiga canta” “Vamos tomar um copo para refrescar”

 Sinédoque: caso especial de metonímia em que se designa a parte para significar o


todo ou vice-versa; singular pelo plural e vice-versa; matéria para designar o
objecto.
“ Avistaram-se velas no mar” “Que, da ocidental praia lusitana”

 Personificação: atribuição de qualidades da pessoa humana a animais ou objectos


inanimados.
“ As paredes escutam os meus ais”

 Perífrase: esta figura de estilo recorre a muitas palavras para exprimir o que se
pode designar por poucas.
“ Enquanto o diabo esfrega um olho”

 Antítese: consiste em apresentar um contraste entre duas ideias ou coisas.


“Este nasce, outro morre…”

 Outras: Hipérbole, Ironia, Gradação, Sinestesia, etc.


Ficha de trabalho: Figuras de estilo

1. Estabelece as correspondências.
Personificação   invocação ou interpelação do destinatário.
Metáfora   apresentação exagerada de uma ideia, pessoa ou objecto.
Hipérbole   inversão da ordem lógica das palavras na frase.
Sinédoque   designação, em termos suaves, do que é desagradável, excessivo.
Antítese   redundância que resulta da repetição de uma ideia já expressa.
Anástrofe   aproximação de dois termos para um mesmo campo semântico.
Eufemismo   atribuição de características de qualidades humanas a seres inanimados e irracionais.
Pleonasmo   indicação do objecto por uma das suas partes.
Apóstrofe   aproximação de termos ou expressões de significado contrário.

2. Identifica as figuras de estilo evidentes nos versos ou frases.

a) “Enquanto uns riam, outros choravam..”


b) “Já ouvi isso mil vezes…”
c) “E Vós, Tágides minhas…”
d) “As palavras são como cerejas.”
e) “O oiro dos teus cabelos.”
f) “Nas velas ondas pôs em seco lenho”
g) “Vi-o com estes olhos.”
h) “E todo o mundo é um grande livro aberto..”
i) “E aqueles que por obras valerosas/ Se vão da lei da morte libertando”
j) “O vento passa, sonhador e distraído,…”

Ficha de trabalho: Figuras de estilo

1. Estabelece as correspondências.
Personificação   invocação ou interpelação do destinatário.
Metáfora   apresentação exagerada de uma ideia, pessoa ou objecto.
Hipérbole   inversão da ordem lógica das palavras na frase.
Sinédoque   designação, em termos suaves, do que é desagradável, excessivo.
Antítese   redundância que resulta da repetição de uma ideia já expressa.
Anástrofe   aproximação de dois termos para um mesmo campo semântico.
Eufemismo   atribuição de características de qualidades humanas a seres inanimados e irracionais.
Pleonasmo   indicação do objecto por uma das suas partes.
Apóstrofe   aproximação de termos ou expressões de significado contrário.

2. Identifica as figuras de estilo evidentes nos versos ou frases.

a) “Enquanto uns riam, outros choravam..”


b) “Já ouvi isso mil vezes…”
c) “E Vós, Tágides minhas…”
d) “As palavras são como cerejas.”
e) “O oiro dos teus cabelos.”
f) “Nas velas ondas pôs em seco lenho”
g) “Vi-o com estes olhos.”
h) “E todo o mundo é um grande livro aberto..”
i) “E aqueles que por obras valerosas/ Se vão da lei da morte libertando”
j) “O vento passa, sonhador e distraído,…”

Você também pode gostar