Você está na página 1de 47

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.

com
BEM VINDO!
Tony Rocha Empreendedor, Administrador de Empresas, MBA em
Gestão de Pessoas e MBA em docência e metodologia do ensino
superior. Professor, Idealizador dos canais no Youtube Tony Rocha,
TCC nas Normas da ABNT do Blog TCC nas Normas da ABNT
(www.tccnasnormasdaabnt.com.br), de agora em diante, sempre tire
suas dúvidas também através do nosso blog.
Esse E-book tem como principal objetivo levar e expandir o seu
conhecimento sobre como criar um Projeto de TCC do Zero.
O E-book: Criando um Projeto de TCC do Zero. Utiliza-se de
métodos e textos muito simples e fáceis de serem entendidos. Assim
sendo, este E-book pretende transformar estudantes, em conhecedores
de métodos que facilitam nessa criação, podendo assim cada um aplicar
esses métodos em seus trabalhos.

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
Missão do nosso E-book

Independentemente do tempo em que você possa ter para criar,


desenvolver e finalizar seu TCC, a nossa maior missão com esse e-book é
levar conhecimento sobre esse assunto tão complicado de uma forma mais
leve, simples e usando uma escrita sem formalidades para que possa ser o
mais natural possível.

Além do nosso e-book, você terá o nosso site:


https://tccnasnormasdaabnt.com.br/ sempre disponível para tirar todas as
suas dúvidas, o nosso canal no YouTube: TCC nas Normas da ABNT.
Com vários vídeos aulas para te ajudar nessa sua caminhada final em
busca do seu tão sonhado diploma. Então, fique sempre ligado no nosso
blog/youtube que sempre estamos te enviando novidades e te levando as
melhores dicas, sacadas para fazer o seu TCC ser um sucesso.

Outro ponto bacana em nosso e-book que ele vai te proporcionar


duas coisas: te ajuda a criar o seu projeto que é o início de tudo nesse
processo chamado TCC e depois é possível aprender como
transformar esse Projeto em Artigo, Monografia, PIM ou Dissertação
(no fim desse e-book deixo uma oferta para facilitar sua vida). Lembre-
se qualquer dúvida corra no blog ou no canal!

Nosso e-book é simples, mas, foi feito com as melhores dicas e com
todo o carinho do mundo. Aproveite!

Forte Abraço, Sucesso e Bons Estudos!

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
INTRODUÇÃO
Meus Parabéns, você está muito perto de concluir Começar a Criar
seu Projeto, faltam apenas as dicas certas para se colocar em prática
essa elaboração, desenvolvimento e finalização.
Todo estudante, professor, pesquisador de sucesso sabe que para
obter total êxito em seu TCC (Trabalho de conclusão de curso), se faz
necessário seguir alguns caminhos também chamado de planejamento.
Antes o pesquisador já deve esta sabendo qual será o TCC que ele irá
desenvolver. Nesse caso será vamos dar exemplo aqui de um TCC.
Mas, que pode ser usado em Monografias, PIM e Dissertações.
É preciso planejar seu TCC e esse processo vamos distribuir em 3
fases, mas antes é preciso chamar a atenção para um fator
determinante em seu trabalho o orientador (a), a dica é sempre que
possível conversar com o seu orientador (a) o passo que será dado em
seu TCC assim evita surpresas futuras, proporcionando que as
dificuldades sejam resolvidas ao longo desta caminhada de elaboração,
desenvolvimento e coroando com a sua conclusão.
Seu orientador é peça chave nesse processo veja alguns desses
benefícios: O estudante está deviando do assunto, esta precisando de
fontes de pesquisas para embasar seu texto;
Seu orientador nunca estará nessa caminhado junto com você
para te atrapalhar. Assim é imprescindível que o autor/pesquisador
tenha total envolvimento com o seu orientador para se ter um TCC bem
desenvolvido. Mas é claro que nem sempre tudo são flores, alguns
orientadores não orientam como deveriam devido a falta de tempo e
essa é a sua primeira missão encontrar um orientador que mesmo sem
tempo queira te ajudar. Vamos partir para as três fases a seguir...

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
1 – Criar um projeto
Para qualquer TCC seja ele um projeto (como assim criar projeto
para um projeto? Isso mesmo, criar um esboço ou rascunho para se ter
ao final um projeto finalizado), assim sendo, para elaborar, desenvolver
e concluir um TCC é importantíssimo ter feito um projeto;
E para que serve esse projeto? Para criar um planejamento que saiba: Como?
Onde? E de que forma esse autor irá elaborar, desenvolver e finalizar seu
trabalho acadêmico (TCC).

No projeto é possível destacar “10 passos” ensinados pelo autor


Gil (2002) e deixo a minha contribuição em (amarelo) nos mais
relevantes para te ajudar a entender melhor sobre cada passo. (Além do
Tema) Você precisa fazer também, veja a seguir:
1) Formulação do problema; Título do TCC e a pergunta problema.
Pergunta problema é simples, se pergunte por que você está fazendo
esse trabalho, quem você quer ajudar com essa pesquisa;
2) Construção de hipóteses e especificação dos objetivos; Hipótese
é você criar uma próvavel resposta para a sua pergunta problema, ou
seja, é dar uma resposta do que você acha que irá descobrir no final da
sua pesquisa.
A especificação dos objetivos é dividida de duas formas:
Objetivo Geral: destaca-se nesse objetivo o ponto central de sua
pesquisa, ou seja, onde você quer chegar ou o que quer “solucionar”.
Ex.: O seu objetivo geral: Verificar quais os números que somados o
valor seja igual a 10, mas só será possível utilizar números pares.
Objetivos específicos: é desenvolver quais são os caminhos que
você deve traçar para atingir o objetivo geral. Seus objetivos específicos
é verificar as formas que sejam possíveis encontrar esse valor usando
apenas os números pares. Veja exemplo na página seguinte!

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
Os objetivos específicos poderia ser:
Analisar os conceitos do números pares;
Verificar quais os possíveis números pares que somados dê o valor 10;
3) Identificação do tipo de pesquisa; O TCC utiliza muito a pesquisa
bibliográfica (pesquisa feita através de livros, artigos, teses, sites) a sua
natureza pode ser: descritiva (descreve fatos), explicativa (quando você
necessita explicar algo na sua pesquisa) e exploratória (explorar). E
caso o autor decida pode também ser um estudo de caso, esse método
é geralmente utilizado para encontrar dados mais concretos através de
pesquisas que pode ser quantitativa ou qualitativa;
4) Operacionalização das variáveis;
5) Seleção da amostra;
6) Elaboração dos instrumentos e determinação da estratégia de coleta
de dados;
7) Determinação do plano de análise dos dados;
8) Previsão da forma de apresentação dos resultados;
9) cronograma da execução da pesquisa; e
10) definição dos recursos humanos, materiais e financeiros a serem
alocados.
• Indico a seguinte estrutura para seu trabalho:
Figura 1 – Estrutura para TCC

Fonte: Autor, 2017.

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
Como planejar seu Projeto?

❖ TEMA

O primeiro passo a ser dado numa pesquisa é a escolha do


assunto/tema, esse deve ter o envolvimento total entre o estudante e o
seu orientador. A dica é o autor (a)/pesquisador (a) buscar fazer um
trabalho com um assunto que tenha mais afinidade e interesse. Assim o
trabalho fica menos “cansativo” quando se pesquisa algo que tenha
interesse. Se ainda não sabe qual o tema irá escolher fica a seguinte
dica. Digamos que seu curso seja Direito e está com dúvida sobre o
tema mas já sabe quais assuntos quer desenvolver.
Vamos lá... Divida seu tema em três partes interessantes do seu
estudo suponhamos que queira algo relacionado com: Direito civil +
sociedade de baixa renda. O tema poderia ser:
A importância do direito civil para uma sociedade de baixa renda
mais orientada sobre seus direitos e deveres.
Com “tema” em mãos consulte no Google para ver opções:
Figura 2 – Consulta no Google

Fonte: acervo pessoal, 2017.

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
Na figura 2 é possível verificar assuntos relacionados a esse
tema, como pode diagnosticar não existe nenhum trabalho com esse
titulo. Afinal, este tema foi criado agora para esse exemplo. Dessa forma
é interessante que você como autor/pesquisador faça um estudo sobre
trabalhos assim, que não existem. Mas note que existem outros
trabalhos que é possível estudar e “retirar” algumas ideias e se possível
citações para embasar cientificamente seu trabalho.
Após escolher definitivamente seu tema discuta com seu
orientador para que o mesmo veja e possa aprovar ou ajustar alguma
passagem do seu tema. Lembre-se de delimitar seu tema, ou seja, fazer
um tema que esteja próximo da realidade de sua busca. Se escolher um
tema: A importância da economia para o mundo. É melhor retirar o
mundo e inserir: Brasil, seu estado ou sua cidade fazendo uma pesquisa
mais delimitada.

❖ PROBLEMA
O segundo passo é a formulação clara de um problema. Lembre-
se que a sua escrita deve ser de forma impessoal e deverá ser
redigido na terceira pessoa ou no infinitivo. Se o projeto ainda for ser
analisado para ser aprovado use o tempo futuro em sua escrita
afinal o projeto dará vida ao seu futuro TCC. Levando em consideração
o tema criado aqui: A importância do direito civil para uma sociedade de
baixa renda mais orientada sobre seus direitos e deveres. Veja exemplo:
Qual a importância do direito civil para uma sociedade de baixa
renda mais orientada sobre seus direitos e deveres?
Note que em alguns problemas é só acrescentar o “Qual” para se
ter sua pergunta problema, assim é possível elaborar esse problema se
baseando através dessa pergunta.

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
❖ HIPÓTESE

O terceiro passo é a construção da hipótese.


O problema e a hipótese são parte integrais nesse processo, ou
seja, deve haver uma ligação direta entre o problema e a hipótese.
Como já foi ensinado aqui a hipótese é uma resposta provisória ao
problema a ser investigado.
Vejamos o exemplo:
Para fins desta pesquisa, entende-se que a melhor forma de
termos indivíduos mais capacitados é orientando estes para que
entendam quais são os seus direitos e deveres. O direito civíl torna-se
fundamental para a otimização do potencial e das competências
maximizadas deste indíviduos, através de uma orientação planejada e
estruturada é possível despertar o conhecimento nesses indivíduos
tornando-os mais aptos na sua vida pessoal e profissional.

❖ OBJETIVOS
Objetivo Geral: (qual o maior interesse do projeto, O que pretendo
alcançar).
Recomenda-se utilizar em sua redação verbos de ação como:
❖ Analisar
❖ Identificar
❖ Verificar
❖ Descrever
❖ Compreender
❖ Pesquisar
Veja exemplo a seguir...

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
Exemplo:

Analisar como o direito civil pode orientar a sociedade com menos


poder aquisitivo os chamados baixa renda na maximização do
conhecimento dos direitos e deveres desses indivíduos para uma
sociedade mais capacitada no aspecto pessoal e profissional.

Objetivos específicos: (traçar metas para atingir e buscar responder o


Objetivo Geral).

Exemplo:

• Verificar a história e os conceitos do direito civil no Brasil;


• Identificar a relação que existe sobre a incapacidade de informação
da sociedade com baixa renda sobre seus direitos e deveres;
• Analisar a importância do direito civil para expandir o conhecimento
sobre os direitos e deveres no intuito de educar e transformar essa
sociedade menos favorecida em pessoas mais aptas em tomar
decisões.

❖ JUSTIFICATIVA

É o único item do projeto que apresenta resposta à questão por


quê? Assim sendo, é importantíssimo esse elemento que contribui
diretamente na aceitação da pesquisa pelo seu orientador (a) ou
instituição que irá receber seu projeto para fazer seu TCC. Exemplo a
seguir...

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
Exemplo:
Estudar a temática justifica-se pelo fato de termos um pais com
uma grande parcela de sua população na chamada classe “baixa renda”
que segundo pesquisas são a fatia da sociedade que menos se tem
conhecimento sobre seus direitos e deveres. Sabe-se que nos dias
atuais o conhecimento é primordial para se ter um país mais igual e
justo para todos não se pode ter uma sociedade melhor sem que esses
indíviduos que compõe essa sociedade tenha conciencia do seus
direitos e deveres como cidadãos.
O curso de direito que tem em sua especialidade o direito civil
torna-se fundamental nessa disserminação da educação para essa
sociedade menos favorecida, profissionais que detém estes
conhecimentos podem contribuir e muito para fazer uma sociedade mais
capacitada que se tenha em suas mãos o poder de escolha com mais
qualidade. A pesquisa também se justifica nos campos:
✓ No campo organizacional – pessoas mais capacitadas tende a
escolher melhor seus produtos e serviços. Fazendo com que
empresas busquem atingir sempre a qualidade em todos os seus
aspectos;
✓ no campo acadêmico – a pesquisa se reveste de importância pelas
contribuições que trará para professores, pesquisadores e
estudantes de direito;
✓ no campo social – a pesquisa justifica-se pelo fato de que o direito
civil pode ser um fator essencial para uma sociedade mais
capacitada e independente.
Lembre-se: Problema, Hipótese, Objetivos e a Justificativa estarão
inseridos dentro da introdução. À frente aprenderá como fazer nos
exemplos: Projeto bibliográfico / Projeto bibliográfico e estudo de caso.

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
❖ METODOLOGIA

Após a justicativa vamos definir qual será a metodologia aplicada


nesse trabalho.
A seção nomeada metodologia tem como objetivo descrever o tipo
de pesquisa realizada em seu trabalho de conclusão. Nessa etapa,
expõe-se a descrição (se necessário) dos instrumentos e fontes
escolhidos para a coleta de dados: entrevistas, formulários,
questionários, legislação, etc. Além disso, deve-se indicar o
procedimento para a coleta de dados, que deverá acompanhar o tipo de
pesquisa selecionado, por exemplo: para pesquisa bibliográfica, indica-
se a proposta de seleção das leituras; para a pesquisa descritiva, indica-
se o procedimento da observação: entrevista, questionário, análise
documental, entre outros. Em suma, a metodologia descreve como o
estudo foi feito a fim de atingir seus objetivos.
Para a sequência dos tópicos a ser destacadas na pesquisa sugiro
a seguinte ordem. Tendo em vista a grande utilidade deste material,
transcrevemos a seguir a explanação das subseções que podem integrar
a metodologia:

1. Tipo de pesquisa e caracterização;


2. Objetos da pesquisa;
3. Sujeitos da pesquisa;
4. Instrumentos de coleta de dados;
5. Análise e interpretação dos dados e apresentação dos
resultados da pesquisa.

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
1 Tipo de pesquisa e caracterização

Primeiro já se faz necessário entender que toda pesquisa ela é


bibliográfica, ou seja, você como autor (a) necessita fazer o referencial
teórico do seu trabalho todo cientificamente embasado em outras
palavras seu texto é obrigado ter citações de autores para sustentar
suas ideias. Assim sendo se toda pesquisa é bibliográfica vamos
entender mais detalhadamente sobre o que é essa pesquisa. “Pesquisa
bibliográfica é aquela desenvolvida a partir de material já elaborado,
constituído principalmente de livros e artigos científicos” (GIL, 1991, p.
48).
Já, Prodanov e Freitas (2013, p. 54 e 57) definiram este tipo de
pesquisa como:

A elaborada a partir de material já publicado, constituído principalmente de:


livros, revistas, publicações em periódicos e artigos científicos, jornais,
boletins, monografias, dissertações, teses, material cartográfico, internet,
com o objetivo de colocar o pesquisador em contato direto com todo
material já escrito sobre o assunto da pesquisa.
Em relação aos dados coletados na internet, devemos atentar à
confiabilidade e fidelidade das fontes consultadas eletronicamente. Na
pesquisa bibliográfica, é importante que o pesquisador verifique a
veracidade dos dados obtidos, observando as possíveis incoerências ou
contradições que as obras possam apresentar.

a) Definição do tipo de pesquisa quanto aos objetivos.


Geralmente pode ser classificada em exploratória, descritiva e
explicativa (ou causal).

• Pesquisa exploratória: aquela que visa proporcionar maior


familiaridade com o fato ou fenômeno, a fim de torná-lo mais claro.
Envolve um levantamento bibliográfico e documental, entrevistas não
padronizadas, estudo de caso, entre outras técnicas.

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
A pesquisa exploratória destacada acima corrobora com a visão de
Malhotra (2001, p. 106) que nos ensina:

Para edificar o conhecimento e atingir os resultados, utilizou-se o


procedimento exploratório, o qual melhor contempla as fontes consultadas
para realização do mesmo, ou seja, a pesquisa bibliográfica. A pesquisa
exploratória é significativa em qualquer situação em que o pesquisador não
disponha do entendimento suficiente para prosseguir com o projeto de
pesquisa.

• A pesquisa explicativa: é a que mais aprofunda o conhecimento


da realidade, porque explica a razão, o porquê. A pesquisa explicativa
tem em sua globalidade os estudos de uma pesquisa exploratória e
descritiva e mais algumas particularidades que se revestem de elevado
grau de controle e que, em alguns casos, podem ser classificadas como
experimentais. Prodanov e Freitas (2013, p. 52, grifo nosso) definem:

Pesquisa explicativa: quando o pesquisador procura explicar os porquês


das coisas e suas causas, por meio do registro, da análise, da classificação
e da interpretação dos fenômenos observados. Tende a identificar os fatores
que motivam ou colaboram para a ocorrência dos fenômenos.

• Pesquisa descritiva: entende-se aquela que busca principalmente


descrever, analisar ou verificar as relações entre fatos e fenômenos
(variáveis), ou seja, tomar conhecimento do que, com quem, como e qual
a intensidade do fenômeno em estudo.
Para explicar melhor a pesquisa descritiva ainda de acordo com
Prodanov e Freitas (2013, p. 53, grifo nosso), a pesquisa de caráter
descritiva é definida da seguinte forma:

Pesquisa descritiva: quando o pesquisador apenas registra e descreve os


fatos observados sem interferir neles. Visa a descrever as características de
determinada população ou fenômeno ou o estabelecimento de relações
entre variáveis. Envolve o uso de técnicas padronizadas de coleta de dados:
questionário e observação sistemática. Assume, em geral, a forma de
Levantamento. Tal pesquisa observa, registra, analisa e ordena dados, sem
manipulá-los, isto é, sem interferência do pesquisador.

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
b) Definição do tipo de pesquisa quanto à abordagem
Essa definição relacionada à abordagem só é necessário se o autor (a) decidir por
fazer um estudo de caso ou algo relacionado a isso como relatórios e estudos de
campo. Caso a pesquisa seja apenas bibliográfica não é necessário usar essas
abordagens: quantitativas e qualitativas.

O estudo de caso, para os autores Prodanov e Freitas (2013, p.


59). "é aquela que consiste na observação de fatos e fenômenos tal
como ocorrem espontaneamente, na coleta de dados a eles referentes e
no registro de variáveis que se presumem relevantes, para analisá-los".
Assim, pode-se utilizar uma pesquisa de campo na empresa utilizando
de formulário para diagnosticar determinados pontos para a pesquisa.
Assim, caso o autor (a) decida por fazer um estudo de caso poderá
escolher entre essas duas abordagens na pesquisa: quantitativa e
qualitativas como já foi descrito acima neste E-book.
• Quantitativa: considera-se que tudo pode ser quantificável, as
informações podem ser traduzidas em números para classificá-las e
analisá-las. Requer o uso de técnicas estatísticas (PRODANOV E
FREITAS, 2013). O instrumento para a coleta de dados geralmente é
composto por um questionário bem estruturado (geralmente com
perguntas fechadas contendo opções a serem escolhidas pelo
entrevistado (a)).
Vamos ao exemplo. Ainda levando em consideração os nossos
exemplos anteriores sobre o tema relacionado a direito civil vamos
começar sabendo o gênero e a faixa etária dos entrevistados:
Qual o seu gênero ?
( ) Feminino ( ) Masculino
Qual a sua faixa etária ?
( ) Entre 18 a 25 anos ( ) 26 a 34 anos ( ) 35 a 44 anos
( ) 45 a 60 anos ( ) Acima de 61 anos

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
Como a pesquisa tem como tema central a capacitação sobre os
direitos e deveres para uma sociedade mais entendida e independente é
importante perguntar aos entrevistados sobre as suas escolaridades e
também diagnosticar as classes sociais, afinal, a relevância maior para a
pesquisa é pessoas com pouca escolaridade e com uma classe social
de baixa renda. Vamos recordar a pergunta problema:
Qual a importância do direito civil para uma sociedade de baixa
renda mais orientada sobre seus direitos e deveres?
Continuando o questionário...

01. Qual a sua escolaridade?

( ) Analfabeto ( ) Fundamental incompleto ( ) fundamental completo


( ) Ensino médio incompleto ( ) Ensino médio completo ( ) Ensino
Superior incompleto ( ) Ens. Sup. Completo

02. Qual a classe social você se enquadra?

( ) Baixa Renda até 1 salário mínimo ( ) Classe Média entre 4 e 6


salários mínimos ( ) Classe média alta entre 10 e 15 salários mínimos

( ) Classe alta acima de 20 salários mínimos.

03. Você é conhecedor dos seus direitos e deveres como cidadão?

( ) Muito conhecedor ( ) Conhecedor ( ) Razoável ( ) Não


conhecedor.

04. Se você fosse um conhecedor dos seus direitos e deveres, acha


que a vida pessoal e profissional seria mais proveitosa no que diz
respeito a sua capacidade de escolha e sua independência?

( ) Sim, bem mais proveitosa. ( ) Talvez

( ) Não, mesmo entendendo sobre direitos e deveres minha vida seria a


mesma de hoje.

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
05. Se tivesse a oportunidade de estudar sobre seus direitos e
deveres você aceitaria?
( ) Claro que sim. ( ) Talvez, iria depender do que eu iria ganhar em
fazer esse estudo. ( ) Não sei. ( ) Não aceitaria.
06. Para você os advogados são importantes para contribuir com
uma sociedade mais capacitada e com menos desigualdade?
( ) Sim, os advogados são importantes. ( ) Mais ou menos (razoável) (
) Não, eles não fazem tanta diferença. ( ) Outros.
07. Qual a sua avaliação sobre os advogados especializados em
direito civil, esses profissionais tem desempenhado um bom
serviço para tornar uma sociedade mais conhecedora dos seus
deveres e direitos?
( ) Ruim ( ) Regular ( ) Bom ( ) Ótimo ( ) Excelente
Após aplicar o questionário é só fazer uma simples conta de
matemática: 100 % (Total de entrevistados) levando em consideração a
pergunta exemplificada acima:
De acordo com a pesquisa 7% dos entrevistados responderam que
o desempenho dos advogados em direito civil é Ruim, 23 % disseram
Regular, 40% Bom, 19% Ótimo e 11% ficaram com a opção Excelente.
Essa pesquisa pode ser ilustrada através de gráficos, quadros ou
tabelas. Como poderá ser visualizado na próxima página e lembre-se de
citar a nomenclatura do gráfico, tabela, quadro (negrito) e também a
fonte com o tamanho da letra 10 recomenda-se usar esses elementos
centralizados. Caso o título da ilustração tenha mais de uma linha deve
ser alinhamento justificado. O tamanho da fonte utilizada no texto das
ilustrações deve conter o tamanho 10. Lembre-se após fazer esse
questionário você acaba de fazer um Apêndice (tudo que o autor cria) já
o Anexo é o contrário tudo que já está feito ou pré-elaborado.

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
Exemplos
Gráfico 1 – Qual a sua avaliação sobre os advogados especializados em direito civil, esses
profissionais tem desempenhado um bom serviço para tornar uma sociedade
mais conhecedora dos seus deveres e direitos?

Total Entrevistados 100 Número de entrevistados

Ruim 100
7

Regular 23

Bom 40

Ótimo 19

Excelente 11

Fonte: Dados da pesquisa, 2017.

Tabela 1 – Qual a sua avaliação sobre os advogados especializados em direito civil, esses
profissionais tem desempenhado um bom serviço para tornar uma sociedade
mais conhecedora dos seus deveres e direitos?

Opções Porcentagem dos Entrevistados


Ruim 7%
Regular 23 %
Bom 40 %
Ótimo 19 %
Excelente 11 %
Total de entrevistados: 100 %

Fonte: Dados da pesquisa, 2017.

Lembre-se que no caso de tabelas necessita-se retirar as linhas ao


lado como pode ser observado acima. Recomenda-se nesse método de
pesquisa utilizar no entre 100 a 150 entrevistados para que se tenha um
resultado aceitável. Na próxima página veja como o apêndice deveria
ficar. Lembrando que o apêndice é inserido logo após as referências.

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
APÊNDICES I

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO - USP


CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO
ACADÊMICO: TONY ROCHA

Analisar como o direito civil pode orientar a sociedade com menos poder
aquisitivo os chamados baixa renda na maximização do conhecimento dos direitos e
deveres desses indivíduos para uma sociedade mais capacitada no aspecto pessoal
e profissional. Não há respostas certas ou erradas, o importante é a sinceridade de
sua opinião. As suas respostas serão anônimas e mantidas em sigilo.

QUESTIONÁRIO
Segue abaixo um questionário para saber qual a sua opinião em relação a
contribuição dos bacharelados em direito especialista na atuação civil como sendo
ou não peças fundamentais para termos uma sociedade de baixa renda mais
capacitada.

01. Qual a sua escolaridade?


( ) Analfabeto ( ) Fundamental incompleto ( ) fundamental completo ( )
Ensino médio incompleto ( ) Ensino médio completo ( ) Ensino Superior
incompleto ( ) Ens. Sup. Completo

02. Qual a classe social você se enquadra?


( ) Baixa Renda até 1 salário mínimo ( ) Classe Média entre 4 e 6 salários
mínimos ( ) Classe média alta entre 10 e 15 salários mínimos
( ) Classe alta acima de 20 salários mínimos.

03. Você é conhecedor dos seus direitos e deveres como cidadão?


( ) Muito conhecedor ( ) Conhecedor ( ) Razoável ( ) Não conhecedor.
Lembrando que o texto do apêndice deve conter o tamanho 12 como está ilustrado
nesse exemplo.

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
As técnicas e procedimentos de coleta no caso da pesquisa
quantitativa pode se usar entrevista e questionário. Veja:
Entrevista: envolve o entrevistador e o entrevistado. O contato
pode ser face a face ou à distância (ex.: telefone, e-mail, chat).
Questionário:
As perguntas são respondidas sem a presença do pesquisador. Podem ser
entregues pessoalmente ou pelo correio, e-mail, etc. Lembrando que essa opção
é a mais usada na pesquisa quantitativa. Entrevista e Questionário podem ser
feitos juntos.

Nas entrevistas e questionários, é recomendável fazer um pré-teste


do instrumento de coleta, aplicado entre 5 a 10 pessoas que não farão
parte da amostra (entrevista), mas com características tão semelhantes
a esta quanto possível. Para que através desses testes possa existir
uma análise prévia para entender se as questões formuladas estão de
acordo com o seu trabalho. Nas respostas é possível verificar se os
entrevistados estão sentindo a falta de alguma outra opção nas
perguntas fechadas podendo assim ajustar seu questionário. É possível
também junto com seu orientador fazer essa análise.
Qualitativa:
Considera que há uma relação dinâmica entre o mundo real e o sujeito. Identifica e
analisa dados não mensuráveis numericamente, como sentimentos, sensações,
percepções, intenções. Não utiliza recursos estatísticos. (PRODANOV E FREITAS,
2013).

Nessa pesquisa o autor/pesquisador elabora a pergunta, mas deixa em


aberto para ser respondido assim através da resposta dada pelo entrevistado
(a) será possível detalhar a resposta de acordo com o que sentiu de verdade
ou não. Para ilustrar um melhor exemplo, digamos que você/autor seja um
Advogado e precisa ouvir a resposta do seu cliente sobre uma determinada
pergunta através dessa será possível você como Advogado perceber se essa
resposta é suficiente, se foi verdadeira, se não foi e assim poder interpretá-la.

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
2 Objeto da pesquisa
Descreve a população que é o objeto do estudo. Se o
levantamento for amostral, identificar o método de amostragem: se
probabilístico ou não probabilístico.
a) Amostragem não probabilística: existe uma escolha deliberada
dos elementos que irão formar a amostra. Pode ser:
- Por conveniência (ou acidental): a escolha depende da facilidade
de acesso. Por exemplo, as pessoas que estão passando em
determinada esquina, ou seja, qualquer pessoa.
- intencional (ou por julgamento): existe uma intenção na escolha.
Escolhem-se indivíduos que podem contribuir significativamente para a
pesquisa porque já conhecem o assunto. Exemplo: aplicar a pesquisa
com os clientes de uma determinada empresa (Isso mostra que o autor
quer ouvir a opinião dos consumidores sobre seus produtos ou serviços
estando assim de acordo com o método: Intencional).
- Por cotas: a escolha é feita dentro de grupos previamente
formados como sexo, idade, renda. Essas pesquisas são feitas quando o
autor (a)/pesquisador (a) quer entrevistar apenas pessoas por exemplo
do sexo feminino, idade avançada, renda de até 1 salário mínimo.
Não existem critérios ou fórmulas matemáticas para determinar o tamanho da
amostra não probabilística. O pesquisador deve usar o bom-senso. O tamanho
da amostra depende da variabilidade na população (caso exista muita
diversidade, maior deve ser a amostra); depende do tipo de pergunta (muita
dificuldade na compreensão, maior a amostra). Muitas vezes a decisão é
tomada no momento da coleta dos dados. Se algumas perguntas não são
respondidas adequadamente ou deixadas em branco, deve-se selecionar um
grupo maior de respondentes. Como já dito anteriormente para pesquisa
quantitativa aplicar o questionário com o mínimo de 100 pessoas.

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
b) Amostragem probabilística (ou aleatória): é aquela que garante
probabilidades iguais para todos os elementos da população. Pode ser:
aleatória simples; sistemática; estratificada ou de conglomerados. É o
único método de amostragem que permite generalizações para a
população de onde a amostra é proveniente.

Exemplo de como ficaria no projeto:

Objeto da pesquisa

Trata-se de um estudo de caso que será realizado através de uma


amostragem não probabilística direcionada a indivíduos de baixa renda
e pouca escolaridade.

3 Sujeitos da pesquisa

Nesse método o principal objetivo do autor (a) é descrever


detalhadamente quantos indivíduos/clientes/empresas foram
entrevistados, qual a forma da abordagem, gênero, nível de
escolaridade, faixa etária, em qual lugar os sujeitos da pesquisa foram
entrevistados e o período realizado.
Exemplo:
Sujeitos da pesquisa
Os sujeitos da pesquisa serão 100 pessoas, objeto de estudo
constituído de forma aleatória, de ambos os sexos e com o nível de
escolaridade diferenciada; com faixa etária acima de 18 anos com baixa
renda. Os sujeitos da pesquisa serão abordados no meio da rua, e-mail,
telefone no período de 15/06/2017 a 17/06/2017.

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
4 Instrumentos de coleta de dados

"A coleta de dados deve estar relacionada com o problema, a


hipótese ou os pressupostos da pesquisa e objetiva obter elementos
para que os objetivos propostos na pesquisa possam ser alcançados"
(SILVA; MENEZES, 2001, p. 32). Aqui o autor irá descrever quais foram
os instrumentos utilizados para fazer a coleta de dados. Exemplo:
questionário, utilizou a entrevista pessoal ou suas mídias sociais como
blog, site ou e-mail?.
Continuando com o desenvolvimento do projeto. Novamente
usando o tema levantado aqui na construção desse projeto. Agora
vamos trazer a pergunta problema: Qual a importância do direito civil
para uma sociedade de baixa renda mais orientada sobre seus direitos e
deveres? E claro vamos utilizar o exemplo feito nessa pesquisa através
do questionário suponhamos que nesse questionário exista 10 questões
e não sete como foram desenvolvidas aqui.
Ficaria assim:

O instrumento de coleta de dados será um questionário estruturado


composto de dez questões de caráter fechado contendo os seguintes
aspectos: Verificar a história e os conceitos do direito civil no Brasil,
identificar a relação que existe sobre a incapacidade de informação da
sociedade com baixa renda sobre seus direitos e deveres, analisar a
importância do direito civil para expandir o conhecimento sobre os direitos e
deveres no intuito de educar e transformar essa sociedade menos
favorecida em pessoas mais aptas em tomar decisões; objetivando
encontrar resposta para a seguinte pergunta norteadora da pesquisa: Qual
a importância do direito civil para uma sociedade de baixa renda mais
orientada sobre seus direitos e deveres?

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
Gil (1999, p. 28) define o questionário, “como a técnica de
investigar por um número mais ou menos elevado de questões
apresentadas por escrito às pessoas, tendo por objetivo o conhecimento
de opiniões, crenças, sentimentos, interesses, expectativas, situações
vivenciadas etc.”.

5.5 Análise e interpretação dos dados e apresentação dos


resultados da pesquisa

O título mesmo já diz tudo nesse elemento o autor (a) deverá


analisar, interpretar os dados obtidos com a pesquisa do questionário e
apresentá-los através de ilustrações sejam elas: gráficos, tabelas ou
quadros. Esse elemento como o projeto está em fase de elaboração não
se faz, mas abaixo segue o exemplo de como deve ser feito. Note que
abaixo o Quadro = apresentação e o texto abaixo = análise e
interpretação dos dados.
Exemplo:
QUADRO 1 – Qual a sua avaliação sobre os advogados especializados
em direito civil, esses profissionais tem desempenhado um bom serviço
para tornar uma sociedade mais conhecedora dos seus deveres e
direitos?
Opções Porcentagem dos Entrevistados
Ruim 7%
Regular 23 %
Bom 40 %
Ótimo 19 %
Excelente 11 %
Total de entrevistados: 100 %

Fonte: dados da pesquisa, 2017.

Na próxima página veja a análise e interpretação desse quadro.

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
De acordo com a pesquisa 7% dos entrevistados responderam que
o desempenho dos advogados em direito civil é Ruim, 23 % disseram
Regular, 40% Bom, 19% Ótimo e 11% ficaram com a opção Excelente.
Apesar de 70% dos entrevistados responderem que o desempenho dos
advogados é em sua maioria bom, ótimo e excelente ainda sim nota-se
que é necessário ter cautela afinal 30% dos clientes disseram que o
desempenho dos mesmos não passam de ruim e regular. A pesquisa
mostra que os advogados estão fazendo um bom trabalho, mas podem
melhorar muito mais para conseguirem indivíduos mais satisfeitos.

❖ CAPÍTULOS
Em muitos casos não se exige no primeiro momento de análise do
projeto que o autor (a) já escreva todos os capítulos, mas é fundamental
que desenvolva até duas folhas de cada capítulo para adiantar seu
trabalho e mostrar algo mais pronto para o orientador (a).
Nos capítulos/subcapítulos gosto de dividir eles em 3 momentos.
No primeiro momento fala-se de forma geral, depois vem para o meio da
história e em seguida descreve o fim. Vamos entender mellhor como
funciona vamos supor que você irá fazer esse capítulo DIREITO CIVIL
NO BRASIL: HISTÓRIA. Divida esse e todos os outros capítulos e
sucapitulos em três momentos são eles:
Início, Meio e Fim; Atenção

Início (No primeiro parágrafo fale de forma geral sobre esse


capítulo mostre o surgimento, fez um parágrafo, acrescente agora uma
citação no segundo parágrafo que sustente o texto do primeiro
parágrafo. No terceiro comente um pouco sobre essa citação e já
continue seu pensamento chegando no ponto central: A história do
direito no Brasil. Vamos ao exemplo na página seguinte...

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
Note que no primeiro (início) parágrafo momento vou descrever o
capítulo de forma geral, essa dica serve para qualquer capítulo precisa
apenas que você encaixe no contexto do assunto abordado em seu
capítulo. No primeiro parágrafo escrevo sobre o assunto de forma geral,
o segundo parágrafo acrescento uma citação para dar sustentação ao
meu texto do primeiro parágrafo, no terceiro começo falando sobre a
citação e já continuo com o pensamento no quarto posso ainda
comentar algo sobre o terceiro ou acrescentar uma nova citação e no
quinto (Meio) já insira o ponto central do capítulo a história do Brasil,
novamente coloque citações para sustentar sobre esse parágrafo
comente e chegue ao (fim) no último parágrafo desenvolva algo que
finalize seu capítulo.
Exemplo:
DIREITO CIVIL NO BRASIL: HISTÓRIA E EVOLUÇÃO

Sabe-se que o direito está inserido na sociedade desde os


primórdios mesmo que de forma amadora, naquela época existiam-se
pessoas que proviam de conhecimento mesmo que pouco, mas para
esse tempo era suficiente e tornavam-se advogados na luta para
organizar a sociedade e manter a ordem social. Mas muito ainda se
discutem de que forma realmente surgiu o direito.
Seguindo esse contexto segundo o autor John Gilissen (1986)
existem três perspectivas que sobre as fontes pelas quais o direito
surgiu são elas: a saber, fontes históricas, reais e formais. As fontes
históricas do direito seriam todos os documentos prévios que originaram
a formação de um dado diploma legal. No caso das fontes reais seriam
as concepções filosóficas, doutrinárias e até mesmo religiosas que
justificam o direito posto em qualquer época.

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
Já as fontes formais do direito refletem as formas de criação e
sistematização das normas jurídicas e do direito em um determinado
grupo sociopolítico, pode se referir, também, às formas de expressão do
Direito. Nota-se que através da visão do autor John Gilissen o início da
história do Direito é complexo e para se entender melhor essa história
se faz necessário que primeiro identifique qual sistema jurídico – ou
família do direito que se deve analisar. Nesse sentido os grandes
Sistemas Jurídicos atuais de acordo com Albergaria (2012) são: família
romano-germânico ou Civil Law; Família do Common Law; Família dos
direitos socialistas; Família dos direitos teocráticos; Famílias dos povos
tribais (africanas, sul-americanos, etc); Família do extremo oriente;
Família do sistema Hindu.
Assim, após conhecer os grandes sistemas jurídicos atuais é
possível entender um pouco mais sobre o surgimento do Direito na
sociedade, e a sua real relevância para todos. Embora se tenha
algumas divergências sobre o seu surgimento não se pode dizer o
mesmo sobre a sua finalidade que em qualquer sistema fica evidente
que o direito nasceu para organizar a sociedade em prol de orientá-los
sobre seus direitos e deveres para desenvolver nesses indivíduos uma
ordem social com regras, leis, éticas, doutrinas, costumes, fundamentos
políticos, morais entre outros aspectos que buscam atingir o ideal
supremo para a obtenção da justiça.
Para Nascimento (2008, p. 04), “à História do Direito se reserva a
importante função de estabelecer pontos de contato entre instituições
jurídicas de diferentes fases da vida em sociedade”. No Brasil, o estudo
de História do Direito foi desenvolvido nas Faculdades de Direito de São
Paulo e do Recife, surgiram após o processo de Independência e da
criação dos primeiros grandes Códigos brasileiros, a exemplo do Código

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
Criminal de 1830 e o de Processo de 1832, embora não contasse com
cadeira própria quando da instituição dos cursos jurídicos.
Hoje, o ensino de História do Direito faz parte do currículo de
inúmeros estabelecimentos de ensino superior, seja como disciplina
autônoma, seja como integrante das matérias básicas, despertando o
interesse de alunos e professores pela importância do estudo da
história, do direito e, principalmente, da história do direito.
O estudo é feito de acordo com a cronologia clássica que
considera os períodos históricos: Pré-história (há cerca de 4.000.000 de
anos até a invenção da escrita, em torno de 4.000 a.C.); Antiguidade
(até o ano 476 de nossa era, quando da queda do império romano do
ocidente); Idade Média (até 1453, com a queda de Constantinopla para
os Turcos Otomanos); Idade Moderna (até 1789, com a Revolução
Francesa); Idade Contemporânea (até os dias atuais). (Vasconcelos,
2014).
Verificou-se que o Direito sempre esteve presente na sociedade desde
o início da humanidade até chegar 1830 e se fazer presente no Brasil, fica
evidente que o Direito surgiu para suprir uma necessidade da época em que
se fazia necessário ter mais regras, leis que possibilitassem ter uma
sociedade mais organizada. Regras e Leis que se fazem cada vez mais
importantes nos dias atuais, tornaram-se imprescindível à atuação dessa
profissão para colaborar com que indivíduos possam aprender e entender
sobre seus direitos e deveres.
Uma sociedade que sabe o que quer com ética, moral, regras e leis
tornam-se muito mais capacitados para viverem suas vidas principalmente se
tratando de pessoas de baixa renda e com menos escolaridade que são mais
necessitadas de auxílio dos Profissionais de Direito e esses sem dúvidas
podem ajudar essa sociedade com seus ensinamentos convertendo-os em
pessoas mais independentes.

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
Basta com que o conceito de Direito seja realmente seguido que
assim é possível educar indivíduos para ter uma sociedade mais justa,
igual, ética, moralizada sabendo dos seus direitos e deveres tornando-
se mais orientados e capacitados para viver suas vidas.
A seguir vamos ver outro exemplo de como se fazer capítulos e subcapítulos.

Conceituando direito civil


Aqui deve seguir a mesma ordem: início, meio e fim. No início você
pode escrever sobre o Direito de forma geral, no meio escreva sobre
direito civíl e no fim faça aquele parágrafo analizando o capítulo e
dando sua avaliação final com uma palavra chave que direcione para
o próximo capítulo.
Digamos que abaixo seja o primeiro parágrafo, Então vamos primeiro
falar de forma geral sobre Direiro depois descrevemos sobre Direito
Cívil. Note a forma que é feito o primeiro parágrafo, falo de forma
geral atraindo atenção para o Direito e faço um texto sobre o que é
Direito mas já com o sentido da citação que irá complementar o texto.
Ou seja, você irá fazer seu primeiro parágrafo de acordo com a visão
da citação que será inserida no segundo parágrafo, citação essa que
tem que vir para complementar/sustentar o que você está dizendo no
primeiro. E claro abre a possibilidade de você incluir 2 ou 3 citações
sobre Direito. Veja:

Entende-se que o Direito Cívil é uma das especialidades do


Direito, sendo assim, vamos conceituar primeiro Direito e posteriormente
Direito Cívil. Sabe-se que o Direito surgiu da necessidade de organizar a
sociedade lhes dando mais regras, leis, ética, moralismo e o
conhecimento dos direitos e deveres que cada um deve seguir para se
ter uma sociedade mais justa e igual sempre em harmonia.

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
Seguindo esse contexto Martins (2008, p. 4) ensina que:
“Aristóteles mencionava que o homem é um animal político, destinado a
viver em sociedade. Assim, havia necessidade de regras para que
pudesse viver em harmonia, evitando a desordem” Nota-se que é
imprescindível o Direito para a sociedade. Sem o Direito a sociedade
não consegue viver em ordem mantendo a vida em harmonia.
Já na visão do autor Reale (1972, p. 617) o direito é “a vinculação
bilateral atributiva da conduta para a realização ordenada dos valores de
convivência” Verifica-se que em ambos os conceitos existe uma
semelhança ligando Direito a valores de cada indivíduo. Assim, Direito é
o conjunto de princípios, de regras e de instituições destinado a regular
a vida humana em sociedade.
Como pode perceber fiz o primeiro parágrafo já deixando ele pronto ao final
para receber as citações no segundo parágrafo. No segundo parágrafo ficou
claro que inseri uma citação para seguir o contexto do primeiro parágrafo e
após essa citação comentei sobre ela dando o meu parecer. Em seguida no
terceiro parágrafo inseri outra citação falando ainda sobre o que é Direito e fiz
um comentário sobre as duas citações mencionando que apesar de serem
dois conceitos ambos se coincidem ao falar de querer ensinar valores para a
sociedade.
Se você como autor inserir uma, duas ou três citações; Acima de duas
citações fica excelente, isso mostra que você trouxe outras visões e não
apenas uma. Assim seu trabalho fica muito mais rico cientificamente. Veja que
na primeira citação utilizei ”Seguindo esse contexto” Na segunda citação
“Já na visão do autor” e caso tivesse a terceira citação poderia inserir o
início do parágrafo assim “ainda falando sobre Direito Rocha (2016, p. 8)
cita que: “Direito é...””. E como as demais comentaria sobre essa citação.

Após fazer esse início vamos para o Meio falar sobre o assunto central Direito
Civil.

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
Nesse sentido de disciplinar a sociedade entra o Direito Civil, no
início surgiu como “o conjunto de regras estipuladas para a punição dos
criminosos, bem como o daquelas outras que serviam para disciplinar o
processo em suas várias modalidades” (ROBERTO, 2008, p. 62). Nota-
se que o Direito Civil é amplo em seu conceito além de criar leis e regras
para punir criminosos que não às seguem também serve para disciplinar
a sociedade em suas várias vertentes de atuações.
Nos dias atuais o conceito não teve tantas alterações. Sendo
assim, Hoje o Direito Civil é uma das áreas do Direito responsável por
orientar as relações individuais de cada pessoa no tocante jurídico seja
ele nos aspecto pessoal ou patrimonial. Assim, o direito civil tem como
objetivo proteger e defender os interesses da pessoa na ordem moral e
patrimonial reconhecendo que todos são iguais perante as leis e assim
merecem também que todos os envolvidos em algum processo sejam
tratados da mesma forma.
Nesse sentido Novais (2012, p. 1) cita que:

Direito civil é o direito comum, que rege as relações entre os particulares.


Disciplina a vida das pessoas desde a concepção – e mesmo antes dela,
quando permite que se contemple a prole eventual e confere relevância ao
embrião excedentário – até a morte, e ainda depois dela, reconhecendo a
eficácia post mortem do testamento e exigindo respeito à memória dos
mortos.

Assim, entende-se direito civil por ser aquele que faz a intermediação
das relações privadas dos cidadãos entre si. Trata-se do conjunto de normas
jurídicas que regem os vínculos pessoais ou patrimoniais entre
entidades/pessoas privadas, sejam elas singulares ou jurídicas, de carácter
privado ou público. O seu objetivo consiste em proteger e defender os
interesses da pessoa na ordem moral e patrimonial.
Sabe-se que para se exercer o Direito Civil é necessário seguir o
conjunto de normas previstas pelo código civil. Coloque uma citação.

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
Observando a página anterior é possível notar que no primeiro
parágrafo (Meio) é possível verificar que mais uma vez comecei falando
de forma geral e sempre do inicio para os dias atuais. Veja que no
primeiro parágrafo quando fui escrever sobre a citação citei que “o Direito
Civil no início surgiu como” eu poderia ter colocado após essa citação
outra citação para ficar mais rico cientificamente como já foi falado neste
e-book. Mas como é um exemplo me ative apenas em fazer uma. Mas
você sempre coloque no mínimo duas visões de autores diferentes no
seu trabalho para melhorar o debate e enriquecer seu TCC.

Após falar sobre o início do direito civil, no segundo como pode


observar falei “Nos dias atuais o conceito não teve tantas alterações.
Sendo assim, Hoje o Direito Civil” em seguida acrescentei a citação,
abaixo da citação comentei sobre o que eu entendia como sendo Direito
Civil de acordo com o que entendi da citação acima. E continue com o
pensamento “Sabe-se que para se exercer o Direito Civil é necessário
seguir o conjunto de normas previstas pelo código civil”. Coloque uma
citação. Ao final pedi para colocar uma citação seria para fazer outro
parágrafo dando sequência correta para o assunto e como pode ver
sempre seguindo o contexto (afinal, não se pode falar sobre direito civil
sem o código civil) e não saindo do assunto central que é conceituar
Direito Civil.

Note que todo o trabalho tem uma sequência inicio, meio e fim,
seguindo esse passo você não irá sair do rumo do seu TCC e terá êxito.
Agora para concluir vamos fazer novamente o final do capítulo
lembrando sempre que é o seu texto é uma sequência por isso é
importante definir todos os seus capítulos e subcapítulos já no início,
assim é possível em cada final de capítulo incluir a palavra chave que
direciona ou dar a entender aos leitores do seu trabalho que terá uma
sequência do assunto em outro capítulo.

Vamos supor que o próximo capítulo seja: Direito Civil: Direito e


Deveres. Assim, vamos fazer o final desse capítulo já utilizando a
palavra chave. Vamos ao exemplo.

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
Constatou-se que o Direito é imprescindível para a sociedade se
manter organizada e em harmonia. O Direito Civil é bem semelhante
com o principio do direito embora seja mais direcionado a cuidar de
assuntos especializados nos aspectos pessoais e patrimoniais de cada
cidadão levando sempre em consideração a carta máxima: o Código
Civil.
Assim, nota-se a importância do Direito Civil para manter uma
sociedade mais harmoniosa, embora seja necessária a conscientização
de toda uma sociedade para entenderem a importância dos Direito e
Deveres para a formação de cidadão mais capacitados e uma sociedade
melhor. Mas isso só é possível se a classe formada em Direito se
organizar para levar o Direito Civil para todos ou pelo menos aos que
tiverem interesse.

DIREITO CIVIL: DIREITOS E DEVERES

EDUCAÇÃO DA CLASSE BAIXA RENDA

Aqui o autor vai trazer pesquisas que sustentem a sua hipótese de


que as pessoas de baixa renda tende a ter menos escolaridade
acarretando nelas menos capacidade em seguir uma vida independente
sem os riscos de cometer erros por não saber dos seus direitos e
deveres.

Pronto, agora é só seguir esse roteiro e organizar seu projeto


como vamos entender a seguir.

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
Vamos organizar os projetos?

Será organizado de duas formas: na primeira será organizado de


acordo com uma pesquisa somente bibliográfica. Na segunda o projeto
vai ser organizado levando em consideração que a pesquisa seja
bibliográfica e também estudo de caso.
Nesse primeiro momento organizaremos o projeto para ser
analisado e mais na frente pegamos esse projeto e transformamos no
TCC.
Assim sendo, para um melhor entendimento e “familiarização” com
o Microsoft Word nos dois projetos que serão agora organizados não
será utilizado esse fundo e sim o próprio layout do Word, mas nos
elementos que sejam necessários um auxilio serão inseridos as dicas
para te orientar com esse fundo.

1 – Pesquisa bibliográfica (note que na pesquisa


bibliográfica a metodologia ficará depois da introdução)

2 – Pesquisa de Estudo de caso. (A metodologia nesse


caso deve ser inserida após os capítulos e subcapítulos).

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
Pesquisa bibliográfica

Modelo
Vamos inserir o tema/título e em seguida a introdução com o
problema (note que estarei nesse primeiro momento de análise de
um projeto separando a introdução em tópicos (problema,
hipóteses, objetivos, justificativa) para que o orientador (a) entenda
o que você de fato quer com seu trabalho. Mas veja que se não
quiser os tópicos é só retirá-los e juntar em um só texto. Farei um
exemplo logo em seguida para ilustrar melhor.) Falando sobre
introdução/problema nesse ponto você tem a pergunta que elaboramos
no início e para encaixar essa pergunta ao final vamos fazer o texto
inicial da introdução mostre um pouco do que você quer com esse
trabalho faça uns 3 (três) parágrafos e acrescente a pergunta problema.
Faça o primeiro parágrafo falando de forma geral sobre seu tema,
acrescente no segundo parágrafo uma citação, comente brevemente
sobre ela e em seguida no terceiro parágrafo continue falando sobre o
que quer na sua pesquisa e acrescente a pergunta problema da forma
que está no exemplo a serguir.
Depois acrescente: Hipótese, Objetivos e Justificativa.
Logo após inclua a sua Metodologia (Note que na metodologia
de uma pesquisa bibliográfica tem por tipo de pesquisa ser: exploratória
e descritiva.
Por fim, descreva seus capítulos (títulos) insira: início, meio e

fim como foi ilustrado no exemplo Capítulos. Veja a seguir!

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
A importância do direito civil para uma sociedade de baixa renda
mais orientada sobre seus direitos e deveres.

1 INTRODUÇÃO

1.1 Problema

Sabe-se que nos dias atuais é cada vez mais importante uma
sociedade capacitada e conhecedora dos seus direitos e deveres para
que exista um país mais igual para todos. Nesse contexto a sociedade
que mais tem dificuldades nesse aspecto ou a fatia menos favorecida de
conhecimento ainda são as pessoas de baixa renda. De acordo com
IBGE (instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) o Brasil conta hoje
com mais de 205 milhões de habitantes que em novembro de 2013
havia 201.032.714 habitantes o instituto de pesquisa datafolha divulgou
que 46% da população nesse ano, ou seja, 92.475.048,44 habitantes
recebiam uma renda de até R$ 1.356 equivalente a 2 salários mínimos
que se enquadra na baixa renda.
De acordo com o site da previdência (2015) para pertencer a
família intitulada de baixa renda. Segundo a lei, junta-se a renda de
todos os membros da família que vivem na mesma casa, ao somar e
dividir pelo total de membros da família se essa renda não for superior a
2 (dois) salários mínimos está família é considerada de baixa renda.
Outro fator que pode ser ilustrado para se ter uma ideia de quantas
pessoas vivem na baixa renda ou até mesmo em uma situação mais
precária fazendo com que muitas dessas pessoas não consigam ter
uma boa educação, conhecimento e igualdade é o programa bolsa
família que segundo o site do governo federal (2016) o programa atende
a mais de 50 milhões de pessoas que segundo o site é para as famílias
em estado de probreza ou extrema pobreza.

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
Em ambas as pesquisas nota-se que a grande maioria das
pessoas estão em uma situação considerada de baixa renda fazendo
com que muitos desses indivíduos não tenham condições de estudar, ter
mais conhecimento e assim igualdade para a sua vida.
De acordo com o IBGE (2013) no Brasil existem mais de 13
milhões de analfabetos com 15 anos ou mais. Assim é muito difícil que
se tenha uma população mais capacitada, com acesso a educação que
lhes permita o básico ter conhecimento do seus direitos e deveres.
Sendo assim torna-se fundamental o auxilio e a ajuda dos advogados
especializados em direito civil para colaborar nessa expansão do
conhecimento. Assim sendo, apresenta-se a seguinte pergunta de
pesquisa: Qual a importância do direito civil para uma sociedade de
baixa renda mais orientada sobre seus direitos e deveres?

1.2 Hipótese

Para fins desta pesquisa, entende-se que a melhor forma de


termos indivíduos mais capacitados é orientando estes para que
entendam quais são os seus direitos e deveres. O direito civíl torna-se
fundamental para a otimização do potencial e das competências
maximizadas deste indíviduos, através de uma orientação planejada e
estruturada é possível despertar o conhecimento nesses indivíduos
tornando-os mais aptos na sua vida pessoal e profissional.

1.3 Objetivos

1.3.1 Objetivo Geral

Analisar como o direito civil pode orientar a sociedade com menos


poder aquisitivo os chamados baixa renda na maximização do
conhecimento dos direitos e deveres desses indivíduos para uma
sociedade mais capacitada no aspecto pessoal e profissional.
Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
1.3.1 Objetivos específicos

• Verificar a história e os conceitos do direito civil no Brasil;


• Identificar a relação que existe sobre a incapacidade de informação
da sociedade com baixa renda sobre seus direitos e deveres;
• Analisar a importância do direito civil para expandir o conhecimento
sobre os direitos e deveres no intuito de educar e transformar essa
sociedade menos favorecida em pessoas mais aptas em tomar
decisões.

1.4 Justificativa

Estudar a temática justifica-se pelo fato de termos um pais com


uma grande parcela de sua população na chamada classe “baixa renda”
que segundo pesquisas são a fatia da sociedade que menos se tem
conhecimento sobre seus direitos e deveres. Sabe-se que nos dias
atuais o conhecimento é primordial para se ter um país mais igual e
justo para todos não se pode ter uma sociedade melhor sem que esses
indíviduos que compõe essa sociedade tenha conciencia do seus
direitos e deveres como cidadãos.
O curso de direito que tem em sua especialidade o direito civil
torna-se fundamental nessa disserminação da educação para essa
sociedade menos favorecida, profissionais que detém estes
conhecimentos podem contribuir e muito para fazer uma sociedade mais
capacitada que se tenha em suas mãos o poder de escolha com mais
qualidade. A pesquisa também se justifica nos campos:
✓ No campo organizacional – pessoas mais capacitadas tende a
escolher melhor seus produtos e serviços. Fazendo com que
empresas busquem atingir sempre a qualidade em todos os seus
aspectos;

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
✓ No campo acadêmico – a pesquisa se reveste de importância pelas
contribuições que trará para professores, pesquisadores e
estudantes de direito;
✓ No campo social – a pesquisa justifica-se pelo fato de que o direito
civil pode ser um fator essencial para uma sociedade mais
capacitada e independente.

2 METODOLOGIA
2.1 Tipos de Pesquisa

Segundo Oliveira (1999, p. 118):

A pesquisa tem como finalidade tentar conhecer e explicar os


fenômenos que ocorrem nas suas mais diferentes manifestações e a
maneira como se processam os seus aspetos estruturais e
funcionais, a partir de uma série de interrogações. Pesquisar significa
planejar cuidadosamente uma investigação com as normas da
Metodologia Científica, tanto em termos de forma como de conteúdo.

Ou seja, a pesquisa é um conjunto de ações e de processos


sistemáticos que visa construir conhecimentos, auxiliando na conquista
de resultados mais positivos na análise e na elaboração da verdade,
para que se possa atingir os objetivos estabelecidos.
A presente pesquisa será um estudo bibliográfico de natureza
exploratória e descritiva para a elaboração, desenvolvimento e
conclusão da temática a importância do direito civil para uma sociedade
de baixa renda mais orientada sobre seus direitos e deveres.
Após a identificação da temática, será feita uma grande pesquisa
bibliográfica para a sustentação e embasamento teórico desta pesquisa.
“Pesquisa bibliográfica é aquela desenvolvida a partir de material já
elaborado, constituído principalmente de livros e artigos científicos”.
(GIL, 1991, p. 48).

2.2 Caracterização da Pesquisa

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
Sobre os métodos de pesquisa sendo do tipo: exploratória e
descritiva. O procedimento exploratório pode ser compreendido através
da visão de Malhotra (2001, p. 106) que nos ensina:

Para edificar o conhecimento e atingir os resultados, utilizou-se o


procedimento exploratório, o qual melhor contempla as fontes
consultadas para realização do mesmo, ou seja, a pesquisa
bibliográfica. A pesquisa exploratória é significativa em qualquer
situação em que o pesquisador não disponha do entendimento
suficiente para prosseguir com o projeto de pesquisa.

Entende-se que é um método de estudo que é possível utilizar


diversos tipos de fontes de pesquisa, assim, os pesquisadores que não
dispõe de conhecimento suficiente para desenvolver um trabalho de
natureza científica poderão ter mais embasamento teórico para
descrever sobre a temática decidida.
Para Gil (2002) pesquisas descritivas têm como principal objetivo
descrever as características de determinados habitantes ou
acontecimentos ou, também, a criação de descrições entre as variáveis.

2.3 Análise dos dados e resultados da pesquisa

O estudo bibliográfico será feito através de materiais como livros,


artigos, monografias, dissertações, teses e trabalhos acadêmicos em
geral utilizando também da internet para auxiliar na pesquisa que
abordam os assuntos em questão, os quais possibilitaram elevar a
compreensão sobre a importância do direito civil para uma sociedade de
baixa renda mais orientada sobre seus direitos e deveres contribuindo
para um país mais justo e igual para todos.

3 DIREITO CIVIL NO BRASIL: HISTÓRIA E EVOLUÇÃO

Sabe-se que o direito está inserido na sociedade desde os


primórdios mesmo que de forma amadora, naquela época existiam-se
Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
pessoas que proviam de conhecimento mesmo que pouco, mas para
esse tempo era suficiente e tornavam-se advogados na luta para
organizar a sociedade e manter a ordem social. Mas muito ainda se
discutem de que forma realmente surgiu o direito.
Seguindo esse contexto segundo o autor John Gilissen (1986)
existem três perspectivas que sobre as fontes pelas quais o direito
surgiu são elas: a saber, fontes históricas, reais e formais.
As fontes históricas do direito seriam todos os documentos prévios
que originaram a formação de um dado diploma legal. No caso das
fontes reais seriam as concepções filosóficas, doutrinárias e até mesmo
religiosas que justificam o direito posto em qualquer época. Já as fontes
formais do direito refletem as formas de criação e sistematização das
normas jurídicas e do direito em um determinado grupo sociopolítico,
pode se referir, também, às formas de expressão do Direito.
Nota-se que através da visão do autor John Gilissen o início da
história do Direito é complexo e para se entender melhor essa história
se faz necessário que primeiro identifique qual sistema jurídico – ou
família do direito que se deve analisar. Nesse sentido os grandes
Sistemas Jurídicos atuais de acordo com Albergaria (2012) são: família
romano-germânico ou Civil Law; Família do Common Law; Família dos
direitos socialistas; Família dos direitos teocráticos; Famílias dos povos
tribais (africanas, sul-americanos, etc); Família do extremo oriente;
Família do sistema Hindu.
Assim, após conhecer os grandes sistemas jurídicos atuais é
possível entender um pouco mais sobre o surgimento do Direito na
sociedade, e a sua real relevância para todos. Embora se tenha
algumas divergências sobre o seu surgimento não se pode dizer o
mesmo sobre a sua finalidade que em qualquer sistema fica evidente
que o direito nasceu para organizar a sociedade em prol de orientá-los
sobre seus direitos e deveres para desenvolver nesses indivíduos uma
ordem social com regras, leis, éticas, doutrinas, costumes, fundamentos

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
políticos, morais entre outros aspectos que buscam atingir o ideal
supremo para a obtenção da justiça.
Para Nascimento (2008, p. 04), “à História do Direito se reserva a
importante função de estabelecer pontos de contato entre instituições
jurídicas de diferentes fases da vida em sociedade”. No Brasil, o estudo
de História do Direito foi desenvolvido nas Faculdades de Direito de São
Paulo e do Recife, surgiram após o processo de Independência e da
criação dos primeiros grandes Códigos brasileiros, a exemplo do Código
Criminal de 1830 e o de Processo de 1832, embora não contasse com
cadeira própria quando da instituição dos cursos jurídicos.
Hoje, o ensino de História do Direito faz parte do currículo de
inúmeros estabelecimentos de ensino superior, seja como disciplina
autônoma, seja como integrante das matérias básicas, despertando o
interesse de alunos e professores pela importância do estudo da
história, do direito e, principalmente, da história do direito.
O estudo é feito de acordo com a cronologia clássica que
considera os períodos históricos: Pré-história (há cerca de 4.000.000 de
anos até a invenção da escrita, em torno de 4.000 a.C.); Antiguidade
(até o ano 476 de nossa era, quando da queda do império romano do
ocidente); Idade Média (até 1453, com a queda de Constantinopla para
os Turcos Otomanos); Idade Moderna (até 1789, com a Revolução
Francesa); Idade Contemporânea (até os dias atuais) (Vasconcelos,
2014).
Verificou-se que o Direito sempre esteve presente na sociedade
desde o início da humanidade até chegar 1830 e se fazer presente no
Brasil, fica evidente que o Direito surgiu para suprir uma necessidade da
época em que se fazia necessário ter mais regras, leis que
possibilitassem ter uma sociedade mais organizada. Regras e Leis que
se fazem cada vez mais importantes nos dias atuais, tornaram-se
imprescindível à atuação dessa profissão para colaborar com que
indivíduos possam aprender e entender sobre seus direitos e deveres.

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
Uma sociedade que sabe o que quer com ética, moral, regras e
leis tornam-se muito mais capacitados para viverem suas vidas
principalmente se tratando de pessoas de baixa renda e com menos
escolaridade que são mais necessitadas de auxilio dos Profissionais de
Direito e esses sem dúvidas podem ajudar essa sociedade com seus
ensinamentos convertendo-os em pessoas mais independentes.

Basta com que o conceito de Direito seja realmente seguido que


assim é possível educar indivíduos para ter uma sociedade mais justa,
igual, ética, moralizada sabendo dos seus direitos e deveres tornando-
se mais orientados e capacitados para viver suas vidas.

Note que no último parágrafo além de você finalizar o contéudo do capítulo já


direciona ele para o próximo capítulo colocando uma palavra chave. Nesse
caso a palavra foi Conceito.

3.1 Conceituando direito civil

Entende-se que o Direito Cívil é uma das especialidades do


Direito, sendo assim, vamos conceituar primeiro Direito e posteriormente
Direito Cívil. Sabe-se que o Direito surgiu da necessidade de organizar a
sociedade lhes dando mais regras, leis, ética, moralismo e o
conhecimento dos direitos e deveres que cada um deve seguir para se
ter uma sociedade mais justa e igual.
Seguindo esse contexto Martins (2008, p. 4) ensina que:
“Aristóteles mencionava que o homem é um animal político, destinado a
viver em sociedade. Assim, havia necessidade de regras para que
pudesse viver em harmonia, evitando a desordem” Nota-se que é
imprescindível o Direito para a sociedade. Sem o Direito a sociedade
não consegue viver em ordem mantendo a vida em harmonia.
Já na visão do autor Reale (1972, p. 617) o direito é “a vinculação
bilateral atributiva da conduta para a realização ordenada dos valores de
convivência” Verifica-se que em ambos os conceitos existe uma
Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
semelhança ligando Direito a valores de cada indivíduo. Assim, Direito é
o conjunto de princípios, de regras e de instituições destinado a regular
a vida humana em sociedade.
Nesse sentido de disciplinar a sociedade entra o Direito Civil, no
início surgiu como “o conjunto de regras estipuladas para a punição dos
criminosos, bem como o daquelas outras que serviam para disciplinar o
processo em suas várias modalidades” (ROBERTO, 2008, p. 62).
Nota-se que o Direito Civil é amplo em seu conceito além de criar
leis e regras para punir criminosos que não às seguem também serve
para disciplinar a sociedade em suas várias vertentes de atuações.
Nos dias atuais o conceito não teve tantas alterações. Sendo
assim, Hoje o Direito Civil é uma das áreas do Direito responsável por
orientar as relações individuais de cada pessoa no tocante jurídico seja
ele nos aspecto pessoal ou patrimonial. Assim, o direito civil tem como
objetivo proteger e defender os interesses da pessoa na ordem moral e
patrimonial reconhecendo que todos são iguais perante as leis e assim
merecem também que todos os envolvidos em algum processo sejam
tratados da mesma forma.
Nesse sentido Novais (2012, p. 1) cita que:

Direito civil é o direito comum, que rege as relações entre os particulares.


Disciplina a vida das pessoas desde a concepção – e mesmo antes dela,
quando permite que se contemple a prole eventual e confere relevância ao
embrião excedentário – até a morte, e ainda depois dela, reconhecendo a
eficácia post mortem do testamento e exigindo respeito à memória dos
mortos.

Assim, entende-se direito civil por ser aquele que faz a


intermediação das relações privadas dos cidadãos entre si. Trata-se do
conjunto de normas jurídicas que regem os vínculos pessoais ou
patrimoniais entre entidades/pessoas privadas, sejam elas singulares ou
jurídicas, de carácter privado ou público. O seu objetivo consiste em
proteger e defender os interesses da pessoa na ordem moral e
patrimonial.

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
Sabe-se que para se exercer o Direito Civil é necessário seguir o
conjunto de normas previstas pelo código civil. Coloque uma citação.
Constatou-se que o Direito é imprescindível para a sociedade se
manter organizada e em harmonia. O Direito Civil é bem semelhante
com o principio do direito embora seja mais direcionado a cuidar de
assuntos especializados nos aspectos pessoais e patrimoniais de cada
cidadão levando sempre em consideração a carta máxima: o Código
Civil.
Assim, nota-se a importância do Direito Civil para manter uma
sociedade mais harmoniosa, embora seja necessária a conscientização
de toda uma sociedade para entenderem a importância dos Direito e
Deveres para a formação de cidadão mais capacitados e uma sociedade
melhor. Mas isso só é possível se a classe formada em Direito se
organizar para levar o Direito Civil para todos ou pelo menos aos que
tiverem interesse.

DIREITO CIVIL: DIREITOS E DEVERES

EDUCAÇÃO DA CLASSE BAIXA RENDA

Aqui o autor vai trazer pesquisas que sustentem a sua hipótese de


que as pessoas de baixa renda tende a ter menos escolaridade
acarretando nelas menos capacidade em seguir uma vida independente
sem os riscos de cometer erros por não saber dos seus direitos e
deveres.

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
Após fazer uma Projeção do que será seu Projeto, provavelmente
seu Professor/Orientador pedirá também o CRONOGRAMA.
Você pode inserir depois dos capítulos (ESTUDO DE CASO) ou após
sua metodologia (PESQUISA BIBLIOGRÁFICA). O Cronograma é importante é
onde você dirá ao professor quando cada etapa será cumprida.

Veja dois exemplos:

Exemplo 1 - Mais simples (Para fazer Projeto e Apresentar):


CRONOGRAMA

Atividades para serem executadas Mês Ano

Operacionalização da pesquisa Dezembro 2016

Compilação dos dados Janeiro 2017

Análise dos Dados Fevereiro 2017

Apresentação Março 2017

Exemplo 2 - Mais Completo (Fazer Projeto, Transformar em TCC,


Formatar nas Normas da ABNT, Entregar seu TCC e Apresentar:

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com
Com o projeto em mãos o pesquisador corre em busca de
materiais para fazer sua pesquisa.

Pronto essa etapa foi concluída.

Agora, vá para o módulo como criar


projeto de tcc em seu Curso a
Fórmula do TCC e assista às vídeo
aulas com todo o passo a passo e
baixe nosso modelo pronto de
projeto de TCC para facilitar sua
vida.

Te vejo em nossas vídeo aulas. Obrigado!

Atenciosamente,
Professor Tony Rocha.

Licenciado para - Daniela Maria Ribeiro de Moraes - 04510880189 - Protegido por Eduzz.com

Você também pode gostar